Obras da Copa 2014 Mobilidade Urbana. Prefeitura Municipal de Porto Alegre

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Obras da Copa 2014 Mobilidade Urbana. Prefeitura Municipal de Porto Alegre 30.06.2011"

Transcrição

1 Obras da Copa 2014 Mobilidade Urbana Prefeitura Municipal de Porto Alegre

2 Território preferencial

3 Obras da Matriz de Responsabilidades Av. Severo Dullius Rua Voluntários da Pátria Av. Assis Brasil Complexo da Rodoviária OAE Terceira Av. Perimetral Av. Protásio Alves Av. Bento Gonçalves Av. Edvaldo Pereira Paiva Av. Tronco

4 Termo de Cooperação com o CIERGS Foi firmado em 26 de outubro de 2009 o Termo de Cooperação entre a Prefeitura Municipal de Porto Alegre e o Centro das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (CIERGS) [...] visando a realização de intervenções que serão definidas pelos signatários, [sic] a fim de qualificar e melhorar a infra-estrutura urbana, com especial enfoque na mobilidade urbana e no sistema viário da cidade [...] (Cláusula primeira). O CIERGS fica como responsável pela realização dos projetos e dos levantamentos; O CIERGS doará ao Município os projetos.

5 Matriz de Responsabilidades Assinada em 13 de janeiro de 2010 pelos governos Federal, Estadual do Rio Grande do Sul e Municipal de Porto Alegre. Constava de 6 projetos; Recebeu um Termo Aditivo em 29 de abril de 2010, organizando as ações em 10 projetos de mobilidade urbana; Está para ser assinado um outro Termo Aditivo incluindo o projeto de reforma do Aeroporto Internacional Salgado Filho; Recursos de operação de crédito através da Caixa Econômica Federal; Programa Pró-Transporte. Recursos: R$ 483 milhões (incluindo contrapartida) + R$ 345,8 milhões (Aeroporto)

6 Obras relacionadas A. Mobilidade urbana: A.01. Corredor Avenida Tronco; A.02. Corredor 3ª Perimetral (05 obras de arte); A.03. Corredor Padre Cacique / Av. Beira-Rio (Av. Edvaldo Pereira Paiva); A.04. Monitoramento dos 3 Corredores; A.05. BRT: Protásio Alves (11 estações); A.06. Assis Brasil (7 estações); A.07. Corredor Voluntário da Pátria e Terminal de Ônibus São Pedro; A.08. Prolongamento da Avenida Severo Dullius; A.09. Complexo da Rodoviária; A.10. BRT: Avenida Bento Gonçalves / Portais Azenha e Antônio Carvalho (2 estações). B. Estádio B.01. Estádio Beira-Rio C. Infraestrutura aeroportuária C.01. Aeroporto Internacional Salgado Filho Porto Alegre

7 RS - A.01. Corredor Avenida Tronco

8 Dados Gerais Descrição do Projeto Duplicação da via (Extensão: 4,65km / Largura: 32,00m); Alargamento de vias transversais; Implantação de rótulas; Implantação de ciclovia; Implantação de corredor de ônibus c/ 9 estações-padrão; Tratamento paisagístico nos passeios e canteiro central. Investimento R$ ,16 Cronograma Projeto Básico: Em elaboração (Entrega na CEF: 29/07/2011); Licitação da Obra: 12/09/2011; Início da obra: 25/01/2012; Fim da obra: 29/07/2013. Corredor Avenida Tronco RS-A.01 Prioridade Encaminhamentos Plano Habitacional: Está em elaboração Plano Habitacional para 1800 famílias; Licença Prévia: Será apresentada à CEF juntamente c/ o PB; Desapropriação: Serão apresentados à CEF, juntamente c/ o PB, os decretos de utilidade pública das áreas atingidas pelo projeto.

9 Avenida Tronco

10 Área de abrangência: avenida tronco e PISA

11 Área de intervenção do projeto da Avenida Tronco VILA GASTÃO MAZERON VILA TRONCO OCUP VILA COMERCIÁRIOS VILA MARIA VILA CRISTAL VILA CRUZEIRO DO SUL VILA SILVA PAES

12 Corredor Avenida Tronco Avenida Tronco com Avenida Carlos Barbosa Situação Atual

13 Corredor Avenida Tronco Avenida Tronco com Avenida Carlos Barbosa Situação futura vista lateral

14 Corredor Avenida Tronco Avenida Tronco com Avenida Icaraí Situação atual

15 Corredor Avenida Tronco Avenida Tronco com Avenida Icaraí Situação futura vista lateral

16 RS A.02. Terceira Perimetral

17 Corredor da 3ª Perimetral-Obras-de-Arte Dados Gerais RS-A.02 Descrição do Projeto Viaduto no cruzamento c/ a Avenida Bento Gonçalves; Trincheira no cruzamento c/ a Rua Anita Garibaldi; Viaduto no cruzamento c/ a Avenida Plínio Brasil Milano; Trincheira no cruzamento c/ a Avenida Cristóvão Colombo; Trincheira no cruzamento c/ a Avenida Farrapos. Investimento R$ ,00 Cronograma Projeto Básico: Em elaboração (Entrega na CEF: ); Licitação da Obra: ; Início da obra: ; Fim da obra: Encaminhamentos Plano Habitacional: Não há necessidade de reassentamento; Licença Prévia: Serão apresentadas à CEF juntamente c/ os Projetos Básicos; Desapropriação: Serão apresentados à CEF, juntamente c/ os Projetos Básicos, os decretos de utilidade pública dos imóveis atingidos pelos projetos.

18 Corredor da 3ª Perimetral-Obras-de-Arte Trincheira cruzamento c/ Av. Farrapos Situação Atual

19 Corredor da 3ª Perimetral-Obras-de-Arte Trincheira cruzamento c/ Av. Farrapos Situação Futura Vista Lateral

20 Corredor da 3ª Perimetral-Obras-de-Arte Viaduto cruzamento c/ Av. Plínio Brasil Milano Situação Atual

21 Corredor da 3ª Perimetral-Obras-de-Arte Viaduto cruzamento c/ Av. Plínio Brasil Milano Situação Futura Vista Lateral

22 Corredor da 3ª Perimetral-Obras-de-Arte Trincheira cruzamento c/ Av. Cristóvão Colombo Situação Atual

23 Corredor da 3ª Perimetral-Obras-de-Arte Trincheira cruzamento c/ Av. Cristóvão Colombo Situação Futura Vista Lateral

24 RS A.03.Padre Cacique e Edvaldo Pereira Paiva

25 Dados Gerais Corredores das Avenidas Pde. Cacique e Edvaldo P. Paiva Descrição do Projeto Corredor da Avenida Edvaldo Pereira Paiva: Duplicação dos Trechos 3 e 4; Implantação de Viaduto no Trecho 3; Corredor da Avenida Padre Cacique: Implantação de corredor de ônibus c/ Estações-Padrão; Investimento R$ ,47 Cronograma Projeto Básico: Em elaboração (Entrega na CEF: ); Licitação da Obra: ; Início da Obra: ; Fim da obra: Encaminhamentos Plano Habitacional: Não há necessidade de reassentamento Licença Prévia: Será apresentada à CEF juntamente c/ os Projetos Básicos; Desapropriação: Não há necessidade de desapropriação. RS-A.03

26 Corredores das Avenidas Pde. Cacique e Edvaldo P. Paiva

27 Corredores das Avenidas Pde. Cacique e Edvaldo P. Paiva Corredor da Avenida Edvaldo P. Paiva 4º Trecho Rótula c/ a 1ª Perimetral Situação Atual

28 Corredores das Avenidas Pde. Cacique e Edvaldo P. Paiva Corredor da Avenida Edvaldo P. Paiva 4º Trecho Rótula c/ a 1ª Perimetral Situação Futura Vista Lateral

29 RS-A.04 Monitoramento dos 3 Corredores

30 Dados Gerais Monitoramento dos 3 Corredores Descrição do Projeto Monitoramento Operacional do Corredor da 3ª Perimetral; Monitoramento Operacional do Corredor da Av. Tronco; Monitoramento Operacional do Corredor da Av. Padre Cacique. Investimento R$ ,63 Cronograma Projeto Básico: Em elaboração (Entrega na CEF: ); Licitação da Obra: ; Início da Obra: ; Fim da obra: Encaminhamentos Plano Habitacional: Não há necessidade de reassentamento; Licença Prévia: Será apresentada à CEF juntamente c/ os Projetos Básicos; Desapropriação: Não há necessidade de desapropriação. RS-A.04

31 RS-A.05 BRT: Avenida Protásio Alves

32 BRT: Avenida Protásio Alves (11 Estações) Dados Gerais Descrição do Projeto Implantação de corredor BRT na Avenida Protásio Alves ; 9,40km de corredor em placa de concreto; Implantação de 11 Estações padrão BRT; Implantação de Terminal de Ônibus. RS-A.05 Investimento R$ ,68 Cronograma Projeto Básico: Em elaboração (Entrega na CEF: ); Licitação da Obra: ; Início da Obra: ; Fim da Obra: Encaminhamentos Plano Habitacional: Não há necessidade de reassentamento; Licença Prévia: Será apresentada à CEF juntamente c/ o Projeto Básico; Desapropriação: Não há necessidade de desapropriação.

33 RS-A.06 BRT: Avenida Assis Brasil

34 BRT: Avenida Assis Brasil (7 Estações) Dados Gerais Descrição do Projeto Implantação de corredor BRT na Avenida Assis Brasil ; 4,40km de corredor em placa de concreto; Implantação de 7 Estações padrão BRT; RS-A.06 Investimento R$ ,21 Cronograma Projeto Básico: Em elaboração (Entrega na CEF: ); Licitação da Obra: ; Início da Obra: ; Fim da Obra: Encaminhamentos Plano Habitacional: Não há necessidade de reassentamento; Licença Prévia: Será apresentada à CEF juntamente c/ o Projeto Básico; Desapropriação: Não há necessidade de desapropriação.

35 RS-A.07 Voluntários da Pátria

36 Corredor da Rua Voluntários da Pátria Dados Gerais RS-A.07 Descrição do Projeto Duplicação da via: 3,50km (Trecho Av. Sertório Rua da Conceição); Implantação de faixa exclusiva de ônibus; Implantação de 8 Estações-Padrão; Implantação de Terminal de Passageiros; Implantação de ciclovia; Tratamento paisagístico do canteiro central. Investimento R$ ,00 Cronograma Projeto Básico: Em elaboração (Entrega na CEF: ); Licitação da Obra: ; Início da Obra: ; Fim da Obra: Encaminhamentos Plano Habitacional: Não há necessidade de reassentamento; Licença Prévia: Será apresentada à CEF juntamente c/ o Projeto Básico; Desapropriação: Serão apresentados à CEF, juntamente c/ os Projetos Básicos, os decretos de utilidade pública dos imóveis atingidos pelos projetos.

37 Corredor da Rua Voluntários da Pátria Rua Voluntários da Pátria Situação Atual

38 Corredor da Rua Voluntários da Pátria Rua Voluntários da Pátria Situação Futura Vista Lateral

39 RS-A.08 Prolongamento da Severo Dullius

40 Dados Gerais Prolongamento da Av. Severo Dullius Descrição do Projeto Prolongamento duplicado Extensão: 2,80km Gabarito: 47,00m; Implantação de rótula; Implantação de 2 pontes; Obra hídrica: canalização de 2 arroios; Implantação de ciclovia. Investimento R$ ,00 Cronograma Projeto Básico: Em elaboração (Entrega na CEF: ); Licitação da Obra: ; Início da Obra: ; Fim da Obra: Encaminhamentos Plano Habitacional: Está em elaboração Plano Habitacional para 200 famílias; Licença Prévia: Será apresentada à CEF juntamente c/ o Projeto Básico; Desapropriação: Serão apresentados à CEF, juntamente com o Projeto Básico, os decretos de utilidade pública dos imóveis atingidos pelo projeto. RS-A.08

41 Prolongamento da Av. Severo Dullius Avenida Severo Dullius Confluência do trecho existente c/ a Rua Lenea Gaelzer Situação Atual

42 Prolongamento da Av. Severo Dullius Avenida Severo Dullius Cruzamento c/ a Rua Lenea Gaelzer Situação Futura Vista Lateral

43 RS-A.09 Complexo da Rodoviária

44 Dados Gerais Descrição do Projeto Implantação de Viaduto; Implantação de Estação de ônibus (Plataformas baixa e alta; Investimento R$ ,00 Cronograma Projeto Básico: Em elaboração (Entega na CEF: ); Licitação da Obra: ; Início da Obra: ; Fim da Obra: Complexo da Rodoviária Encaminhamentos Plano Habitacional: Não há necessidade de reassentamento; Licença Prévia: Será apresentada à CEF juntamente c/ os Projetos Básicos; Desapropriação: Serão apresentados à CEF, juntamente c/ os Projetos Básicos, os decretos de utilidade pública dos imóveis atingidos pelos projetos. RS-A.09

45 Complexo da Rodoviária Viaduto sobre a Rua da Conceição Situação Atual

46 Complexo da Rodoviária Viaduto sobre a Rua da Conceição Situação Futura Vista Lateral

47 RS-A.10 BRT: Av. Bento Gonçalves / Terminal Antônio Carvalho

48 BRT: Av. Bento Gonçalves / Terminal Antônio Carvalho Dados Gerais Descrição do Projeto Implantação de corredor BRT na Avenida Bento Gonçalves ; 6,50km de corredor em placa de concreto; Implantação de 12 Estações padrão BRT; Readequação do Terminal de ônibus Antônio de Carvalho; RS-A.10 Investimento R$ ,32 Cronograma Projeto Básico: Em elaboração (Entrega na CEF: ); Licitação da Obra: ; Início da Obra: ; Fim da Obra: Encaminhamentos Plano Habitacional: Não há necessidade de reassentamento; Licença Prévia: Será apresentada à CEF juntamente c/ o Projeto Básico; Desapropriação: Não há necessidade de desapropriação.

O b ra s da C o pa 2 0 1 4. P re fe it u ra Mu nic ipa l de P o rt o A le g re

O b ra s da C o pa 2 0 1 4. P re fe it u ra Mu nic ipa l de P o rt o A le g re O b ra s da C o pa 2 0 1 4 P re fe it u ra Mu nic ipa l de P o rt o A le g re RE C URS OS Ma triz de R e s po n s a b ilida de s Ma triz de R e s po n s a b ilida de s Assinada em 13 de janeiro de 2010

Leia mais

Obras de Mobilidade Urbana e Transporte Público Porto Alegre Copa 2014 AGOSTO - 2012

Obras de Mobilidade Urbana e Transporte Público Porto Alegre Copa 2014 AGOSTO - 2012 AGOSTO - 2012 Matriz de Responsabilidades invest. R$ 866,3 milhões Corredor Avenida Tronco Corredor Terceira Perimetral Corredor Padre Cacique Monitoramento dos Corredores BRT Protásio Alves BRT Assis

Leia mais

Programa Crédito 0143-Porto Alegre Copa 2014 Exercício 2013. Órgão Crédito Projeto Atividade Crédito Justificativa

Programa Crédito 0143-Porto Alegre Copa 2014 Exercício 2013. Órgão Crédito Projeto Atividade Crédito Justificativa Programa Crédito 0143-Porto Alegre Copa 2014 Exercício 2013 Órgão Crédito Projeto Atividade Crédito Justificativa SMGAE SMGAE Total SMOV SMOV Total SMT SMT Total EGM 1572-APOIO OPERACIONAL AO PROGRAMA

Leia mais

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Porto Alegre. Dezembro de 2012

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Porto Alegre. Dezembro de 2012 CodeP0 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede de Porto Alegre Dezembro de 2012 CodeP1 CODE1 Porto Alegre: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s Referência Nov/12, Distribuição

Leia mais

EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO PLANOS DE MOBILIDADE EM PORTO ALEGRE/RS SEMINÁRIO INTERNACIONAL CIDADE E MOBILIDADE

EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO PLANOS DE MOBILIDADE EM PORTO ALEGRE/RS SEMINÁRIO INTERNACIONAL CIDADE E MOBILIDADE EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO PLANOS DE MOBILIDADE EM PORTO ALEGRE/RS SEMINÁRIO INTERNACIONAL CIDADE E MOBILIDADE PORTO ALEGRE, NOVEMBRO DE 2012 EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO

Leia mais

Porto Alegre. Host City Fifa World Cup 2014

Porto Alegre. Host City Fifa World Cup 2014 Porto Alegre Host City Fifa World Cup 2014 31/05/2009 A FIFA anuncia as 12 cidades-sede 13/01/2010 Formalização do Grupo Executivo da Copa Gecopa; Anúncio do Programa BNDES Pró-Copa Turismo (recursos para

Leia mais

Valor (em R$ milhões)

Valor (em R$ milhões) ANEXO A MOBILIDADE URBANA Corredor Avenida Tronco¹ Total do Projeto: R$ 133,6 milhões PORTO ALEGRE - RIO GRANDE DO SUL RS-A.01 RS-A.01/01 RS-A.01/02 Corredor Avenida Tronco - Projeto Básico Corredor Avenida

Leia mais

Responsabilidade (R$ milhões) Contratado

Responsabilidade (R$ milhões) Contratado SELEÇÃO DE OBRAS DA COPA DE ACORDO COM O PORTAL DA TRASPARÊNCIA DA COPA DA CGU - ACESSO EM 27/09/2011 Belo Horizonte > Aeroportos e Portos > Aeroporto Tancredo Neves - Confins: Reforma e Ampliação da Pista

Leia mais

Programa Porto Alegre Copa 2014 Legados para a Cidade

Programa Porto Alegre Copa 2014 Legados para a Cidade Programa Porto Alegre Copa 2014 Legados para a Cidade Visão: Ser considerada a melhor cidade-sede da Copa 2014 quanto a participação popular e promoção de ações de desenvolvimento econômico, social e ambiental,

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Porto Alegre. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Porto Alegre. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Porto Alegre Setembro/2013 Porto Alegrel: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição

Leia mais

Acompanhamento - matrizes de responsabilidades da Copa do Mundo 2014 Mobilidade Urbana

Acompanhamento - matrizes de responsabilidades da Copa do Mundo 2014 Mobilidade Urbana Acompanhamento - matrizes de responsabilidades da Copa do Mundo 2014 Mobilidade Urbana O levantamento faz parte dos estudos que a Comissão de Desenvolvimento Urbano (CDU) da Câmara dos Deputados começa

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Belo Horizonte. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Belo Horizonte. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Belo Horizonte Setembro/2013 Belo Horizonte: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos

Leia mais

COPA DO MUNDO 2014 COMITÊ GESTOR DA COPA

COPA DO MUNDO 2014 COMITÊ GESTOR DA COPA COPA DO MUNDO 2014 COMITÊ GESTOR DA COPA CONCEITOS IMPORTANTES PARA COPA 2014 Cidade Sede Porto Alegre considera o local do Estádio, o município de Porto Alegre (onde se localiza o Estádio), e o Estado

Leia mais

RELAÇÃO DE AÇÕES PRIORITÁRIAS Versão 22.07.09

RELAÇÃO DE AÇÕES PRIORITÁRIAS Versão 22.07.09 Versão 22.07.09 A COPA EM PORTO ALEGRE Caderno de encargos da FIFA ABDIB (Associação Brasileira de Infra-Estrutura e Indústrias de Base) - Realizado com base nas informações fornecidas pelas cidades candidatas;

Leia mais

COPA DO MUNDO DA FIFA BRASIL 2014 Cidade-sede Natal RN

COPA DO MUNDO DA FIFA BRASIL 2014 Cidade-sede Natal RN GT - INFRAESTRUTURA GT - INFRAESTRUTURA Grupo de Trabalho INFRAESTRUTURA Responsável pela proposição de projetos e operações de infraestrutura, além do acompanhamento na execução destes, necessários à

Leia mais

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Recife. Dezembro de 2012

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Recife. Dezembro de 2012 CodeP0 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede de Recife Dezembro de 2012 Recife: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s Referência Nov/12, Distribuição dos investimentos por

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Curitiba. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Curitiba. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Curitiba Setembro/2013 Curitiba: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

Balanço 2012 - Copa do Mundo Cidade-sede Curitiba Brasília, Abril de 2012

Balanço 2012 - Copa do Mundo Cidade-sede Curitiba Brasília, Abril de 2012 CodeP0 Balanço 2012 Copa do Mundo Cidadesede Curitiba Brasília, CodeP1 Valores Consolidados R$ mi, abr/12 Total Empreendimentos Investimento Total Financiamento Federal Local Federal Privado Estádio 1

Leia mais

Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014

Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014 INFRAESTRUTURA PARA A COPA 2014 Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014 Novembro/12 Agosto/2011 Empreendimentos de Mobilidade Urbana BRT Antônio Carlos/Pedro I Meta 1: Interseção com Av.

Leia mais

Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014

Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 Infraestrutura Planos, Projetos e Obras Mapa Geral PAC Mobilidade Curitiba CONTÔRNO SUL BR-277 BRT OESTE CÂNDIDO DE ABREU BRT SUL LINHA VERDE A IMPLANTAR ESTÁDIO TERMINAL

Leia mais

MOBILIDADE URBANA EM FORTALEZA PRÓXIMAS OBRAS

MOBILIDADE URBANA EM FORTALEZA PRÓXIMAS OBRAS MOBILIDADE URBANA EM PRÓXIMAS OBRAS 1 AV. AGUANAMBI 2 INTERVENÇÕES AV. ENGENHEIRO SANTANA JR. 3 PE. ANTONIO TOMÁS 4 5 AV. RAUL BARBOSA / RUA MURILO BORGES AV. JOSÉ BASTOS / AV. AUGUSTO DOS ANJOS 6 AV.

Leia mais

TERMO ADITIVO A MATRIZ DE RESPONSABILIDADES. A UNIÁO, por intermedio do MINISTERIO DO ESPORTE, situado na Esplanada dos

TERMO ADITIVO A MATRIZ DE RESPONSABILIDADES. A UNIÁO, por intermedio do MINISTERIO DO ESPORTE, situado na Esplanada dos TERMO ADITIVO A MATRIZ DE RESPONSABILIDADES A UNIÁO, por intermedio do MINISTERIO DO ESPORTE, situado na Esplanada dos Ministerios, Bloco A, 7o andar, em Brasília/DF, CNPJ n 02.961.362/0001-74, ueste ato

Leia mais

DISCIPLINAMENTO DA CIRCULAÇÃO DE VEÍCULOS DE CARGA CENTRO HISTÓRICO DE PORTO ALEGRE

DISCIPLINAMENTO DA CIRCULAÇÃO DE VEÍCULOS DE CARGA CENTRO HISTÓRICO DE PORTO ALEGRE DISCIPLINAMENTO DA CIRCULAÇÃO DE VEÍCULOS DE CARGA CENTRO HISTÓRICO DE PORTO ALEGRE Diagnóstico Perturbações na fluidez Grandes dimensões Manobras lentas Raio de giro restrito Remoção difícil em caso de

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Cuiabá. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Cuiabá. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Cuiabá Setembro/2013 Cuiabá: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

DÂMOCLES PANTALEÃO LOPES TRINTA WALTER FERNANDES DE MIRANDA NETO SECRETÁRIO ADJUNTO DE PLANEJAMENTO DE OBRAS DA COPA 2014

DÂMOCLES PANTALEÃO LOPES TRINTA WALTER FERNANDES DE MIRANDA NETO SECRETÁRIO ADJUNTO DE PLANEJAMENTO DE OBRAS DA COPA 2014 INVESTIMENTOS EM MOBILIDADE URBANA PARA A COPA INVESTIMENTOS SECRETARIA ADJUNTA EM MOBILIDADE DE PLANEJAMENTO URBANA DE OBRAS PARA DA A COPA MOBILIDADE URBANA - COPA DÂMOCLES PANTALEÃO LOPES TRINTA SECRETÁRIO

Leia mais

UGP COPA Unidade Gestora do Projeto da Copa

UGP COPA Unidade Gestora do Projeto da Copa Organização da Copa 2014 PORTFÓLIOS UGPCOPA ARENA E ENTORNO INFRAESTRUTURA TURÍSTICA FAN PARKS LOC COPA DESPORTIVA EVENTOS DA FIFA GERENCIAMENTO DE PROJETOS OBRIGAÇÕES GOVERNAMENTAIS SUPRIMENTOS COPA TURÍSTICA

Leia mais

Investimento Global (R$ mi) 1 Belo Horizonte BRT: Antônio Carlos / Pedro I 726,4 382,3-344,2 -

Investimento Global (R$ mi) 1 Belo Horizonte BRT: Antônio Carlos / Pedro I 726,4 382,3-344,2 - Anexo A - Mobilidade Urbana Empreendimento (obra, projeto e desapropriação) 1 Belo Horizonte BRT: Antônio Carlos / Pedro I 726,4 382,3-344,2-2 Belo Horizonte Corredor Pedro II e Obras Complementares nos

Leia mais

Unidade Gestora do Projeto da Copa. Unidade d Gestora do Projeto da Copa MOBILIDADE URBANA

Unidade Gestora do Projeto da Copa. Unidade d Gestora do Projeto da Copa MOBILIDADE URBANA Unidade d Gestora do Projeto da Copa MOBILIDADE URBANA PLANO DE GOVERNANÇA POPULAÇÃO DO MUNICÍPIO DE MANAUS 1.802.014 Hab População/ bairros de Manaus DISTRIBUIÇÃO DA FROTA DE VEÍCULOS EM MANAUS Automóveis

Leia mais

SEINFRA SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA JUNHO/2015

SEINFRA SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA JUNHO/2015 SEINFRA SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA JUNHO/2015 Corredores de Ônibus Manaus: Atendem três condicionantes: 1) Plano de Estruturação da Malha Viária do Governo do Estado do Amazonas; 2) Demanda

Leia mais

Projetos de Melhoria da Mobilidade Urbana até 2014

Projetos de Melhoria da Mobilidade Urbana até 2014 Projetos de Melhoria da Mobilidade Urbana até 2014 Melhoria da Infraestrutura Viária e Transporte na Capital Abril/2011 Mobilidade Urbana em Belo Horizonte BRT Antônio Carlos/Pedro I Meta 1 VIADUTOS DE

Leia mais

Copa do Mundo FIFA 2014

Copa do Mundo FIFA 2014 1. Belo Horizonte Copa do Mundo FIFA 2014 CODE-2 Belo Horizonte Belo Horizonte Quantitativo de Empreendimentos e Investimentos por Tema Nº de Empreendimentos Investimento Total (R$ mi) Estádio Mobilidade

Leia mais

As obras de Mobilidade Urbana em Porto Alegre Duplicação da Avenida Tronco

As obras de Mobilidade Urbana em Porto Alegre Duplicação da Avenida Tronco As obras de Mobilidade Urbana em Porto Alegre Duplicação da Avenida Tronco O que é o Projeto da Avenida Tronco? Inicialmente prevista na Matriz de Responsabilidade da prefeitura municipal de Porto Alegre

Leia mais

Grupo de Trabalho Copa do Mundo Brasil 2014. Mobilidade Urbana e a Copa 2014

Grupo de Trabalho Copa do Mundo Brasil 2014. Mobilidade Urbana e a Copa 2014 Grupo de Trabalho Copa do Mundo Brasil 2014 Mobilidade Urbana e a Copa 2014 Novembro de 2009 Participação do Gov. Fed. na Copa de 2014 Setor hoteleiro Estádio Aeroporto Investimentos Federais Porto Mobilidade

Leia mais

Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB PROGRAMA ESTADUAL DE MOBILIDADE URBANA PROMOB

Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB PROGRAMA ESTADUAL DE MOBILIDADE URBANA PROMOB PROGRAMA ESTADUAL DE MOBILIDADE URBANA PROMOB ARAÇOIABA 15.108 90 IGARASSU 82.277 323 ITAPISSUMA 20.116 74 ITAMARACÁ 15.858 65 PRAIA DE MARIA FARINHA A REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE Municípios: 14 População:

Leia mais

GOVERNANÇA E GESTÃO URBANA: COPA DO MUNDO FIFA 2014 EM PORTO ALEGRE * SIQUEIRA, Lucimar Fátima 1 ; LAHORGUE, Mario Leal 2

GOVERNANÇA E GESTÃO URBANA: COPA DO MUNDO FIFA 2014 EM PORTO ALEGRE * SIQUEIRA, Lucimar Fátima 1 ; LAHORGUE, Mario Leal 2 1 GOVERNANÇA E GESTÃO URBANA: COPA DO MUNDO FIFA 2014 EM PORTO ALEGRE * SIQUEIRA, Lucimar Fátima 1 ; LAHORGUE, Mario Leal 2 1 Observatório das Metrópoles Núcleo Porto Alegre; 2 Dep. Geografia UFRGS Introdução

Leia mais

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE PROJETOS

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE PROJETOS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE PROJETOS Lúcia Maria Mendonça Santos Marcos Daniel Souza dos Santos Paula Coelho da Nóbrega Departamento de Mobilidade Urbana Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana

Leia mais

Relatório Parcial Porto Alegre Abril de 2012

Relatório Parcial Porto Alegre Abril de 2012 Departamento de Geografia da UFRGS Projeto Metropolização e Megaeventos: os impactos da Copa do Mundo 2014 e das Olimpíadas 2016 Relatório Parcial Porto Alegre Abril de 2012 Coordenador: Paulo Roberto

Leia mais

SICEPOT-RS deflagra campanha de revitalização de pontes e viadutos do estado. IMPRESSO Impresso fechado. Pode ser aberto pela ECT

SICEPOT-RS deflagra campanha de revitalização de pontes e viadutos do estado. IMPRESSO Impresso fechado. Pode ser aberto pela ECT IMPRESSO Impresso fechado. Pode ser aberto pela ECT Publicação mensal fevereiro de 2012 ano 9 nú me ro 106 Foto: Divulgação SICEPOT-RS deflagra campanha de revitalização de pontes e viadutos do estado

Leia mais

SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007

SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007 SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007 Frota antiga e tecnologia obsoleta; Serviço irregular de vans operando em todo o DF 850 veículos; Ausência de integração entre os modos e serviços; Dispersão das linhas;

Leia mais

BREVE HISTÓRIA DA CIDADE DE PORTO ALEGRE

BREVE HISTÓRIA DA CIDADE DE PORTO ALEGRE BREVE HISTÓRIA DA CIDADE DE PORTO ALEGRE Nali de Jesus de Souza 1 Na época do descobrimento do Brasil, as terras das margens do grande estuário denominado hoje Rio Guaíba eram habitadas por índios Guaranis,

Leia mais

Política de mobilidade urbana: integração ou segregação social?

Política de mobilidade urbana: integração ou segregação social? Política de mobilidade urbana: integração ou segregação social? Panorama das ações e projetos e hipóteses gerais da pesquisa Juciano Martins Rodrigues Aumento no tempo de deslocamento Crescimento do número

Leia mais

A ERA DOS MEGAEVENTOS ESPORTIVOS: O CASO DE PORTO ALEGRE E A COPA DO MUNDO DE 2014

A ERA DOS MEGAEVENTOS ESPORTIVOS: O CASO DE PORTO ALEGRE E A COPA DO MUNDO DE 2014 A ERA DOS MEGAEVENTOS ESPORTIVOS: O CASO DE PORTO ALEGRE E A COPA DO MUNDO DE 2014 Patrícia Volk Schatz 1 A compreensão das implicações políticas, econômicas e sociais da Copa do Mundo de 2014 torna-se

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Salvador. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Salvador. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Salvador Setembro/2013 Salvador: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

PREFEITO E PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF ANUNCIAM NOVOS INVESTIMENTOS EM MOBILIDADE URBANA NO RIO

PREFEITO E PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF ANUNCIAM NOVOS INVESTIMENTOS EM MOBILIDADE URBANA NO RIO PREFEITO E PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF ANUNCIAM NOVOS INVESTIMENTOS EM MOBILIDADE URBANA NO RIO Governo Federal libera R$ 1,63 bilhão para implantação do BRT Transbrasil e do VLT do Centro A presidenta Dilma

Leia mais

MODELO DE CARTA-CONSULTA PAC 2 MOBILIDADE MÉDIAS CIDADES IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE

MODELO DE CARTA-CONSULTA PAC 2 MOBILIDADE MÉDIAS CIDADES IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE MODELO DE CARTA-CONSULTA PAC 2 MOBILIDADE MÉDIAS CIDADES IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE Proponente: Município Beneficiado: Estado: Nome Entidade: CNPJ: Endereço da Sede: CEP: Tel/Fax: Representante Legal:

Leia mais

1 Elaborar o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PDMU)

1 Elaborar o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PDMU) Legenda da priorização das propostas: Ações que já foram iniciadas, devemos MONITORAR o andamento. Articular para 2013 o inicio da execução das Propostas. Sem prazo definido. Articular o inicio a medida

Leia mais

DRAFT. PROJETO DE MOBILIDADE URBANA DE MANAUS 6 de outubro de 2009

DRAFT. PROJETO DE MOBILIDADE URBANA DE MANAUS 6 de outubro de 2009 PROJETO DE MOBILIDADE URBANA DE MANAUS 6 de outubro de 2009 Agenda Crescimento de Manaus Solução de mobilidade urbana Resumo do projeto do monotrilho Resumo do projeto do BRT Quadro 2 Agenda Crescimento

Leia mais

Tiago Lacerda. Marketing Esportivo

Tiago Lacerda. Marketing Esportivo Copa do Mundo FIFA Brasil 2014 Belo Horizonte Minas Gerais Comitê Executivo Municipal Tiago Lacerda Gerência Geral Assessoria jurídica Assessoria Imprensa Comunicação e Marketing Eventos e Ações Sociais

Leia mais

Seminário Copa 2014 no Paraná. CREA-PR Confea Sinduscon PR 10/05/2011

Seminário Copa 2014 no Paraná. CREA-PR Confea Sinduscon PR 10/05/2011 Seminário Copa 2014 no Paraná CREA-PR Confea Sinduscon PR 10/05/2011 Governo do Paraná Governador Beto Richa Secretaria Estadual da Copa: Mario Celso Cunha Município de Curitiba Prefeito Luciano Ducci

Leia mais

Secretaria Municipal de Obras. secretário Alexandre Pinto

Secretaria Municipal de Obras. secretário Alexandre Pinto Secretaria Municipal de Obras secretário Alexandre Pinto Investimentos recordes e precisos Obras em andamento R$ 5,54 bilhões Obras concluídas 3,48 bilhões Obras em licitação 235 milhões R$ 9,25 bilhões

Leia mais

COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil. Ações do Governo de Minas Gerais

COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil. Ações do Governo de Minas Gerais COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil Ações do Governo de Minas Gerais 27 de Outubro de 2009 Roteiro Estratégia de Execução Modernização do Mineirão Reforma dos Estádios Alternativos Mobilidade

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DA FISCALIZAÇÃO DO ÓRGÃO / ENTIDADE FISCALIZADA. Município/UF: Fortaleza / CE

1. APRESENTAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DA FISCALIZAÇÃO DO ÓRGÃO / ENTIDADE FISCALIZADA. Município/UF: Fortaleza / CE 1. APRESENTAÇÃO IDENTIFICAÇÃO Município/UF: Fortaleza / CE DA FISCALIZAÇÃO Objeto da fiscalização: Veículo leve sobre trilhos (VLT)Parangaba/ Mucuripe Tipo de obra: Mobilidade Urbana Período abrangido

Leia mais

Balanço 2012 - Copa do Mundo Cidade-sede Belo Horizonte Brasília, Abril de 2012

Balanço 2012 - Copa do Mundo Cidade-sede Belo Horizonte Brasília, Abril de 2012 CodeP0 Balanço 2012 Copa do Mundo Cidadesede Belo Horizonte Brasília, CodeP1 Valores Consolidados R$ mi, abr/12 Total Empreendimentos Investimento Total Federal Local Federal Estádio 1 695,0 400,0 295,0

Leia mais

Secretaria Municipal de Obras. secretário Alexandre Pinto

Secretaria Municipal de Obras. secretário Alexandre Pinto Secretaria Municipal de Obras secretário Alexandre Pinto Investimentos recordes e precisos Obras em andamento R$ 5,5 bilhões Obras em licitação R$ 2 bilhões Obras a licitar R$ 190 milhões R$ 8,1 bilhões

Leia mais

RESUMO DAS INTERVENÇÕES APONTADAS COMO LEGADO DAS OLIMPÍADAS PARA A CIDADE

RESUMO DAS INTERVENÇÕES APONTADAS COMO LEGADO DAS OLIMPÍADAS PARA A CIDADE OLIMPÍADAS 2016 RESUMO DAS INTERVENÇÕES APONTADAS COMO LEGADO DAS OLIMPÍADAS PARA A CIDADE 1 Principais intervenções previstas para as Olimpíadas: A Infraestrutura urbana Porto Maravilha Projeto de revitalização

Leia mais

SEMINÁRIO COPA DO MUNDO 2014 PROJETOS, RUMOS E PERPECTIVAS

SEMINÁRIO COPA DO MUNDO 2014 PROJETOS, RUMOS E PERPECTIVAS SEMINÁRIO COPA DO MUNDO 2014 PROJETOS, RUMOS E PERPECTIVAS MOBILIDADE URBANA PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE TRANSPORTES REDE ESTRUTURAL DE TRANSPORTES DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE S.A. Obra de Expansão da Linha 1. São Leopoldo / Novo Hamburgo

EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE S.A. Obra de Expansão da Linha 1. São Leopoldo / Novo Hamburgo EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE S.A. Obra de Expansão da Linha 1 São Leopoldo / Novo Hamburgo ESCRITÓRIO DE FISCALIZAÇÃO Coordenação de Planejamento Coordenação de Medições, Controle Financeiro

Leia mais

Modernos conceitos de acessibilidade (estacionamento, assentos, banheiros, rampas e elevadores para o Portadores de Necessidades Especiais);

Modernos conceitos de acessibilidade (estacionamento, assentos, banheiros, rampas e elevadores para o Portadores de Necessidades Especiais); ARENA DAS DUNAS ARENA DAS DUNAS Descrição da Obra Construção de ARENA MULTIUSO para utilização na Copa 2014; PPP (Participação Público Privada) entre Governo do Estado do Rio Grande do Norte e a Arena

Leia mais

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO LICENCIAMENTO AMBIENTAL BAIXADA DE JACAREPAGUÁ O LICENCIAMENTO AMBIENTAL E AS NOVAS INTERVENÇÕES URBANAS NA BAIXADA DE JACAREPAGUÁ PROJETOS - OS GRANDES EVENTOS O LIC ENC IAM ENT O AMB IENT AL E AS NOV

Leia mais

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede do Rio de Janeiro. Dezembro de 2012

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede do Rio de Janeiro. Dezembro de 2012 CodeP0 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede do Rio de Janeiro Dezembro de 2012 CodeP1 CODE1 Rio de Janeiro: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s Referência Nov/12, Distribuição

Leia mais

limites definidos por barreiras físicas significativas como linha da TRENSURB, Av. Farrapos, Av.

limites definidos por barreiras físicas significativas como linha da TRENSURB, Av. Farrapos, Av. ÁREA 3-3 Limites e potencialidades limites definidos por barreiras físicas significativas como linha da TRENSURB, Av. Farrapos, Av. dos Estados e a free-way/ RS- 290. espaço adequado para novas atividades

Leia mais

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP JUNHO 2013 DIMENSÃO DO DESAFIO EM TRANSPORTE COLETIVO PMSP Coletivo 10,1 milhões viagens 56% Individual 7,9 milhões viagens 44% DIMENSÃO DO DESAFIO EM

Leia mais

Evolução do congestionamento

Evolução do congestionamento Evolução do congestionamento Crescimento populacional estável Taxa de motorização crescente 2025 2005 Surgimento de novos pólos de atração de viagens Deslocamentos na cidade Rede de transporte para 2016

Leia mais

3º Balanço das ações do Governo Brasileiro para a Copa- Abril 2012

3º Balanço das ações do Governo Brasileiro para a Copa- Abril 2012 Code-P0 3º Balanço das ações do Governo Brasileiro para a Copa- Abril 2012 Brasília, Maio de 2012 Code-P1 Conteúdo do documento Visão geral das ações Visão por tema 1 Code-P2 Ciclos dos preparativos do

Leia mais

VISITA À FÁBRICA DO VLT CARIOCA TAUBATÉ - SP

VISITA À FÁBRICA DO VLT CARIOCA TAUBATÉ - SP VISITA À FÁBRICA DO VLT CARIOCA TAUBATÉ - SP Modalidade PPP Patrocinada Duração do contrato 25 anos Consórcio VLT Carioca CCR Invepar OTP RioPar RATP Benito Roggio Transporte Sociedad Anónima - BRT 2 O

Leia mais

Tipo Licença Número/Ano Empreendedor Empreendimento CNPJ/CPF Endereço Atividade

Tipo Licença Número/Ano Empreendedor Empreendimento CNPJ/CPF Endereço Atividade Consulta - Licenças emitidas para Veículos de Divulgação Relação das licenças ambientais para exposição de veículos de divulgação emitidas desde a publicação do Decreto Municipal nº 18.097/12 até 30/04/2013,

Leia mais

Apresentação. Entendendo a Copa A Copa em Porto Alegre Oportunidades

Apresentação. Entendendo a Copa A Copa em Porto Alegre Oportunidades Apresentação Entendendo a Copa A Copa em Porto Alegre Oportunidades Impactos Econômicos Mega Eventos 2010 2013 Construção Civil Móveis Tecnologia da Informação 2013... Comércio e Serviços Turismo Produção

Leia mais

Plano de Mobilidade de Belo Horizonte

Plano de Mobilidade de Belo Horizonte Apresentação Resultados Finais Plano de Mobilidade de Belo Horizonte Belo Horizonte Junho, 2010 Documento confidencial para uso e informação do cliente. O Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte envolveu

Leia mais

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre. Anexo V Diretrizes Futuras para o Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus do Município de Porto Alegre

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre. Anexo V Diretrizes Futuras para o Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus do Município de Porto Alegre Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre Anexo V Diretrizes Futuras para o Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus do Município de Porto Alegre Anexo V Diretrizes Futuras para o Sistema de Transporte

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: São Paulo. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: São Paulo. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: São Paulo Setembro/2013 São Paulo: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana de BH

Plano de Mobilidade Urbana de BH 4 a 7 de junho de 2013 Hotel Ouro Minas Plano de Mobilidade Urbana de BH Ramon Victor Cesar Presidente de BHTRANS Contexto do PlanMob-BH: Cenários, diagnóstico e prognósticos Desafio 1: como articular

Leia mais

NOVAS OBRAS DE MOBILIDADE. Menos tempo no trânsito. Mais tempo com a família.

NOVAS OBRAS DE MOBILIDADE. Menos tempo no trânsito. Mais tempo com a família. NOVAS OBRAS DE MOBILIDADE Menos tempo no trânsito. Mais tempo com a família. NOVAS OBRAS DE MOBILIDADE BRT Cristiano Machado Empreendimento BRT Antônio Carlos / Pedro I -Meta 4A Trecho Centro - Pampulha

Leia mais

Implantação do acesso a BR-406. Geométrica da Av. Capitão Mor Gouveia, Inclusive Construção de Pontilhão Elevado e Viaduto

Implantação do acesso a BR-406. Geométrica da Av. Capitão Mor Gouveia, Inclusive Construção de Pontilhão Elevado e Viaduto OBRA EIXOS (Trechos) DESCRIÇÃO DAS OBRAS 01 PRIORIDADE 1 Implantação do acesso a BR-406 entre o novo Aeroporto de São Gonçalo e VALORES (milhões de R$) 15,00 TOTAIS (milhões de R$) 02 PRIORIDADE 1 Corredor

Leia mais

Análise preliminar - reassentamento das famílias das ocupações irregulares atingidas pelo projeto da Av. Tronco Copa 2014

Análise preliminar - reassentamento das famílias das ocupações irregulares atingidas pelo projeto da Av. Tronco Copa 2014 Análise preliminar - reassentamento das famílias das ocupações irregulares atingidas pelo projeto da Av. Tronco Copa 2014 OCUPAÇÕES IRREGULARES ATINGIDAS PELO PROJETO DA AV. TRONCO VILA GASTÃO MAZERON

Leia mais

Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana

Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana PAC 2 SÃO PAULO R$ 241,5 bilhões R$ milhões Eixo 2011-2014 Pós 2014 TOTAL Transportes 55.427 2.169 57.596 Energia 57.578 77.936 135.513 Cidade Melhor

Leia mais

Obras de Mobilidade Urbana no Município da Cidade do Rio de Janeiro. Alexandre Pinto Secretario Municipal de Obras

Obras de Mobilidade Urbana no Município da Cidade do Rio de Janeiro. Alexandre Pinto Secretario Municipal de Obras Obras de Mobilidade Urbana no Município da Cidade do Rio de Janeiro Alexandre Pinto Secretario Municipal de Obras BRTs Criado no Brasil e exportado para diversas cidades, tais como Bogotá, Pequim e Johanesburgo,

Leia mais

Órgão / Empresa: Pett Arte Itapevi. E-mail: solangelgn@gmail.com. Órgão / Empresa: Jornal Alternativo. E-mail: redação@oalternativa.com.

Órgão / Empresa: Pett Arte Itapevi. E-mail: solangelgn@gmail.com. Órgão / Empresa: Jornal Alternativo. E-mail: redação@oalternativa.com. Corredor Metropolitano Itapevi Cotia Iremos ter várias empresas de antes fazendo este trajeto ou somente a EMTU, iremos também ter ônibus que ira fazer o trajego cotia itapevi ao aeroportos de S Paulo.

Leia mais

Projeto Porto Maravilha PORTO MARAVILHA 0

Projeto Porto Maravilha PORTO MARAVILHA 0 Projeto Porto Maravilha PORTO MARAVILHA 0 Caracterização Visão para o Porto do Rio Obras Fase 1 Fase 2 Cronograma PORTO MARAVILHA 1 AMPLA ÁREA COM APROX. 5 MILHÕES DE M²... Características da região: Delimitação:

Leia mais

Parcerias Público-Privadas

Parcerias Público-Privadas Parcerias Público-Privadas PPP no Governo Federal Projetos Treinamento e Produtos PAC Mobilidade Grandes Cidades João Paulo de Resende Diretor Unidade PPP/Concessões Ministério do Planejamento Abril/2013

Leia mais

Mobilidade Carioca. BRTs e a rede integrada de transportes de alta capacidade da cidade

Mobilidade Carioca. BRTs e a rede integrada de transportes de alta capacidade da cidade Mobilidade Carioca Mobilidade Carioca BRTs e a rede integrada de transportes de alta capacidade da cidade Rede de Transporte em 2010 trem metrô Rede de Transporte em 2012 trem metrô BRT Rede de Transporte

Leia mais

Extensão Norte Linha 1 - TRENSURB São Leopoldo - Novo Hamburgo

Extensão Norte Linha 1 - TRENSURB São Leopoldo - Novo Hamburgo Extensão Norte Linha 1 - TRENSURB São Leopoldo - Novo Hamburgo Metrô em elevado com extensão de 9,3 Km com rede elétrica aérea, sinalização, bilhetagem eletrônica, escadas rolantes Quatro Estações de Passageiros

Leia mais

GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA

GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA DESENVOLVIMENTO DE LAY-OUT DE PROPOSTA ALTERNATIVA PARA O SISTEMA G DE TRANSPORTE PÚBLICO MULTIMODAL PARA A REGIÃO METROPOLITANA DA GRANDE VITÓRIA GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA

Leia mais

JORNADAS TÉCNICAS BRASIL COPA 2014

JORNADAS TÉCNICAS BRASIL COPA 2014 JORNADAS TÉCNICAS BRASIL COPA 2014 Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia Tem como principal tarefa formular e executar a política estadual de desenvolvimento urbano, contemplando os setores

Leia mais

Nossa cidade crescendo do jeito certo. Com planejamento integrado, desenvolvimento sustentável e melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Nossa cidade crescendo do jeito certo. Com planejamento integrado, desenvolvimento sustentável e melhoria da qualidade de vida das pessoas. Nossa cidade crescendo do jeito certo. Com planejamento integrado, desenvolvimento sustentável e melhoria da qualidade de vida das pessoas. 1 2 Belo Horizonte é uma cidade que não para de crescer. Atualmente,

Leia mais

1 Elaborar o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PDMU) Objetivo Indicador Métrica Proposta Entraves Ações Viabilizadoras

1 Elaborar o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PDMU) Objetivo Indicador Métrica Proposta Entraves Ações Viabilizadoras PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS GT DE MOBILIDADE URBANA E RODOVIAS -"A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que Santa Maria tenha em 2050 um Sistema Viário e de transporte público sustentável,

Leia mais

1 Elaborar o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PDMU) 2 Adequar/Ampliar o Sistema Viário

1 Elaborar o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PDMU) 2 Adequar/Ampliar o Sistema Viário PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS GT DE MOBILIDADE URBANA E RODOVIAS - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que Santa Maria tenha em 2050 um Sistema Viário e de transporte público sustentável,

Leia mais

O Processo de Adensamento de Corredores de Transporte. Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba

O Processo de Adensamento de Corredores de Transporte. Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba O Processo de Adensamento de Corredores de Transporte Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba Curitiba SÃO PAULO População: 1.828.092 hab. Taxa de crescimento pop. 2000-2009: 1,71% 2008-2009:

Leia mais

DESENVOLVIMENTO URBANO E VIOLAÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS

DESENVOLVIMENTO URBANO E VIOLAÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS Pág. 01-05 DESENVOLVIMENTO URBANO E VIOLAÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS Pág. 02-05 A OBRA DA AVENIDA TRONCO O que é o Projeto da Av. Tronco? A diferença, no valor de R$ 71.680.638,00 (setenta e um empresa contratada

Leia mais

Sistema Integrado de Transporte e o Metrô de Porto Alegre Março de 2008

Sistema Integrado de Transporte e o Metrô de Porto Alegre Março de 2008 Sistema Integrado de Transporte e o Metrô de Porto Alegre Março de 2008 Estudo de Planejamento Estratégico de Integração do Transporte Público Coletivo da RMPA Plano Integrado de Transporte e Mobilidade

Leia mais

SETOR CHUCRI ZAIDAN. Plano Urbanístico

SETOR CHUCRI ZAIDAN. Plano Urbanístico SETOR CHUCRI ZAIDAN Plano Urbanístico Operação Urbana Consorciada Água Espraiada Fevereiro 2013 SETOR CHUCRI ZAIDAN Legislação EXIGÊNCIAS DA LICENÇA AMBIENTAL PRÉVIA - LAP nº 17.SVMA.G/2003 - Operação

Leia mais

Programa 2 MOBILIDADE URBANA

Programa 2 MOBILIDADE URBANA MOBILIDADE URBANA Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá Várzea Grande 230.307 habitantes Cuiabá 526.831 habitantes Santo Antônio do Leverger Nossa Sra. Do Livramento 19.197 habitantes 12.386 habitantes

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH. Marcelo Cintra do Amaral. 20 de novembro de 2012

Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH. Marcelo Cintra do Amaral. 20 de novembro de 2012 Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH Marcelo Cintra do Amaral 20 de novembro de 2012 Roteiro da apresentação: Contexto do PlanMob-BH: prognóstico, caráter de plano diretor, etapas

Leia mais

GERALDO ALCKMIN 18/10/2011

GERALDO ALCKMIN 18/10/2011 GERALDO ALCKMIN 18/10/2011 AÇÕES E PROJETOS HABITAÇÃO - 150 mil novas moradias nos próximos quatro anos, para atender a famílias que ganham até 5 salários mínimos, triplicando a produção de moradias no

Leia mais

BRT em Belo Horizonte Melhoria da Mobilidade para a Copa 2014

BRT em Belo Horizonte Melhoria da Mobilidade para a Copa 2014 BRT em Belo Horizonte Melhoria da Mobilidade para a Copa 2014 Situação Atual População de Belo Horizonte: 2,4 milhões de habitantes População da RMBH: 4,5 milhões de habitantes 3,8 milhões de viagens/dia

Leia mais

Os projetos do Município de Porto Alegre para a Copa 2014

Os projetos do Município de Porto Alegre para a Copa 2014 PORTO ALEGRE Os projetos do Município de Porto Alegre para a Copa 2014 Seminário O Tribunal de Contas do Estado e a Copa 2014 13 de julho de 2010. PORTO ALEGRE PREPARAÇÃO PARA A COPA DE 2014 A COPA EM

Leia mais

COPA DO MUNDO FIFA 2014. Belo Horizonte - Seminário FDC / BDMG 27/10/2009

COPA DO MUNDO FIFA 2014. Belo Horizonte - Seminário FDC / BDMG 27/10/2009 COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte - Seminário FDC / BDMG 27/10/2009 Gestão dos projetos para a realização da Copa das Confederações e Copa do Mundo FIFA 2014 A Prefeitura adota a Gestão Estratégica

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Fortaleza. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Fortaleza. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Fortaleza Setembro/2013 Fortaleza: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

PORTO MARAVILHA. Permanências e Mudanças

PORTO MARAVILHA. Permanências e Mudanças PORTO MARAVILHA Permanências e Mudanças MOMENTO ESPECIAL CV Rio + 20 Copa das Confederações 450 Anos da Cidade & Copa América Jogos Olímpicos de 2016 2011 2012 2013 2014 2015 2016 LOCALIZAÇÃO PRIVILEGIADA

Leia mais

ANEXO XI: INTERVENÇÕES PRIORITÁRIAS NO SISTEMA VIÁRIO MUNICIPAL

ANEXO XI: INTERVENÇÕES PRIORITÁRIAS NO SISTEMA VIÁRIO MUNICIPAL LEI N. ANEXO XI: INTERVENÇÕES PRIORITÁRIAS NO SISTEMA VIÁRIO MUNICIPAL PLANO DIRETOR DO MUNICÍPIO DO IPOJUCA VIAS ARTERIAIS VIA PE-060 PE-038 PE-009 I - Requalificação com sua duplicação em todo o trecho

Leia mais

Code-P13 CODE-13. Obras Copa 2014. Julho de 2014

Code-P13 CODE-13. Obras Copa 2014. Julho de 2014 Code-P13 CODE-13 Obras Copa 2014 Julho de 2014 CODE-14 Manaus (1/2) Escopo: Reconstrução do Estádio Capacidade: 44.480 lugares Valor: R$ 669,50 milhões Arena da Amazônia Fonte: ME e Secopa/AM Jul/14 Eduardo

Leia mais