Reunião Pública 2013 Safra 13/14

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Reunião Pública 2013 Safra 13/14"

Transcrição

1 Reunião Pública 2013 Safra 13/14

2 Grupo São Martinho ha Área agrícola de colheita 4 usinas São Martinho, Iracema, Santa Cruz e Boa Vista 21 milhões de tons Capacidade de processamento de cana de açúcar 94% - Mecanização Pioneirismo na colheita mecanizada de cana-deaçúcar Referência em excelência na gestão agrícola e industrial custo caixa de USD 12 c/p na produção de açúcar e etanol equivalente; Alta verticalização no fornecimento de cana de açúcar maior controle da matéria-prima -, 70% de cana própria; Diferencial logístico no transporte de açúcar menor custo de transporte e maior velocidade no escoamento; ha de terras próprias em áreas estratégicas e de elevado rendimento agrícola. 60% / 40% Flexibilidade Entre açúcar e etanol 2

3 Modelo de Negócios Bloco de Controle Conselho/ Diretoria 56,12% 9,07% 34,81% Empresa de Terras Core Business (Usinas de Açúcar e Etanol) Região de SP ha de terra própria; Localização na região de Piracicaba e Ribeirão Preto. Capacidade de moagem de 15 MM de toneladas de cana (consolidado) na safra 14/15; Flexibilidade de 60% / 40% entre açúcar e etanol; Cogeração: MWh (consolidado); 70% de cana própria (alta verticalização do fornecimento de cana); 94% de colheita mecanizada. Capacidade de moagem de 2,0 MM de toneladas de cana (consolidado); 100% dedicada a etanol; Cogeração: MWh (consolidado). 3

4 Moagem de Cana - Evolução CAGR: 8,3% 4,2 17,0 9,0 2,0 1,8 06/07 Greenfields Brownfields M&A 14/15 (E) Maior parte do crescimento (75%) foi através de M&A e Brownfield, privilegiando a sinergia agrícola e o aumento da alavancagem operacional; Disciplina de Capital: crescimento realizado com Capex menor que USD 60/tonelada ao longo dos últimos 8 anos. 4

5 Principais investimentos nos últimos 4 anos Capacidade: 13,1 MT Capacidade: 14,5 MT Capacidade: 14,8 MT Capacidade: 16,0 MT Cogeração de Energia R$ 180 MM; Logística de Açúcar R$ 30 MM. Aquisição Santa Cruz e Terras R$ 350 MM. Brownfield Boa Vista R$ 40 MM Brownfield Boa Vista R$ 30 MM. Usina São Carlos R$ 200 MM Brownfield USM R$ 100 MM. Brownfield Boa Vista R$ 70 MM Total Investido : R$ 1,0 bi 5

6 Destaques Financeiros e Operacionais Moagem (mil tons) Receita Líquida (R$ MM) % % % % /12 12/13 LTM 11/12 12/13 LTM EBITDA e Margem EBITDA (R$ MM) 38,8% ,8% 39,7% Lucro Líquido (R$ MM) % +16% -43% +59% /12 12/13 LTM 11/12 12/13 LTM 6

7 Acumulado 6M13 x 6M14 Moagem (mil tons) Receita Líquida (R$ MM) % % M13 6M14 6M13 6M14 EBITDA e Margem EBITDA (R$ MM) Lucro Líquido (R$ MM) 41,4% % 40,7% % 96 6M13 6M14 6M13 6M14 7

8 Endividamento ENDIVIDAMENTO mar/13 set/13 Var%. Em Milhares de R$ PESA ,4% BNDES ,1% Dívida em moeda estrangeira ,7% Obrigações decorrentes de Aquisições ,2% Outros ,2% Dívida Bruta Total ,7% Disponibilidades ,7% Dívida Líquida ,4% (+) Dívida Bruta Proporcional Santa Cruz ,8% Dívida Líquida Consolidada ,5% Dívida Líquida / EBITDA Acum. 2,22 x 1,99 x Curto Prazo 28% PRAZO MOEDA Longo Prazo 72% Forte redução do endividamento nos próximos anos devido a 1) maior geração de caixa e 2) conclusão do ciclo de investimentos em expansão; Vencimentos do endividamento em dólar dos próximos 4 anos representam menos de 15% das exportações anuais da São Martinho. Moeda Estrangeira 50% Moeda Local 50% 8

9 Empresa de Terras Valorização do ativo nos últimos 5 anos 86,9% 63,9% 55,4% 35,9% 30,0% -0,1% 20 Valor das Terras - São Martinho (R$ mil/ha) CAGR: 15% ? Terra CDI Ouro Inflação Dolar Ações Fonte: FNP Clipping Valor Atual Características das terras da São Martinho; Área Urbana: ha Área Rural: ha Instalação da planta da Mercedes-Benz na região de Limeira: aumento do potencial de valorização das terras; Potencial criação de valor na área urbana - Condomínio Residencial, Áreas Industriais, Centros de Distribuição Logística, etc; Laudo de reavaliação a ser publicado no início de

10 UNICA: Estimativas safra 2013/14 Moagem (mn toneladas) Variação Açúcar (mn toneladas) Variação Etanol (bilhões de litros) Variação ATR (kg/tonelada de cana) 11/12 12/13 13/14(E) 493,3 532,7 587,0 8% 10% 31,3 34,0 34,2 9% 0% 20,5 21,3 25,0 4% 17% 137,5 135,5 134,0 Variação Mix(%) -1% -1% Açúcar 48,44% 49,54% 45,63% Etanol 51,56% 50,46% 54,37% 10

11 Mercado de Etanol Frota (milhões de veículos) 31,41 29,16 3% 27,06 4% 24,97 23,10 5% 6% 40% 20,18 21,52 7% 19,29 9% 45% 12% 10% 50% 56% 63% 70% 77% 82% 57% 51% 45% 38% 30% 6% 13% 21% Frota Flex Fuel Frota à Gasolina Frota à Etanol Demanda por combustível (milhões de m³) 49,55 44,92 46,39 41,88 38,46 33,69 28,22 30, Demanda por gasolina Demanda por Etanol 20% 80% Fonte: UNICA Fonte: ANP Potenciais Desafios Percentual crescente de carros flex; Controle governamental sobre o preço da gasolina; 57% da frota brasileira é flex mais de 33 bilhões de litros de potencial de consumo de etanol; Isenção do PIS/COFINS - R$ 0,12 / litro; Aumento do mix na gasolina (de 20% para 25%) + 2 bi litros de demanda de etanol anidro. Forte oferta de etanol no Brasil. Redução do mandato de Etanol do EPA para 2014 diminuição do potencial de exportação para os EUA. 11

12 Mercado de Açúcar Safra indiana 2013/14: produção deve atingir 24 mn tons decréscimo de 1 mn ton em relação à safra passada; Produção de açúcar no Brasil deve crescer menos de 2% no próximo ano limitação industrial para expansão de açúcar. Oversupply Mundial Estoque como percentual do consumo 2008/ / / / / /14(E) 37.6% 33.9% 29.3% 34.4% 39.0% 33.3% / / / / / /14(E) (5.992) (5.849) (12.850) 12

13 Exposição de Hedge Volume (Tons) Preço Médio (US$ c/p) Câmbio Médio (R$/US$) Preço Médio (R$/ton) Açúcar Safra 2013/ ,27 2,12 945,70 Safra 2014/ ,97 2,33 921,53 Safra 13/14 - Fixações praticamente concluídas; Safra 14/15 (Hedge) Aproximadamente 20% das fixações realizadas para o açúcar e 15% para dólar equivalente; Safra 14/15 (Tendência): considerando as cotações atuais do dólar e açúcar, o preço médio para safra 14/15 está 5% superior à safra 13/14. 13

14 São Martinho 14

15 Contatos RI Baixe nosso App Telefone: Website: CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O APP PARA IPAD DA APPLE STORE CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O APP PARA IPHONE DA APPLE STORE CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O APP PARA ANDROID DA GOOGLE PLAY

Reunião Pública com Analistas e Investidores

Reunião Pública com Analistas e Investidores 2014 Reunião Pública com Analistas e Investidores Grupo São Martinho 300.000 Ha Área agrícola de colheita 4 usinas São Martinho, Iracema, Santa Cruz e Boa Vista 20 milhões de toneladas Capacidade de processamento

Leia mais

ESTRUTURA SOCIETÁRIA

ESTRUTURA SOCIETÁRIA APIMEC 2011 ESTRUTURA SOCIETÁRIA 2 VANTAGENS COMPETITIVAS SMTO Matéria-Prima Um dos players mais integrados do Brasil (mais de 70% de cana própria) Ganhos de Escala Expertise na administração de grandes

Leia mais

Panorama do Setor de Açúcar e Álcool. Alexandre Enrico Figliolino

Panorama do Setor de Açúcar e Álcool. Alexandre Enrico Figliolino Panorama do Setor de Açúcar e Álcool Alexandre Enrico Figliolino SETEMBRO, 2012 SUMÁRIO SEÇÃO 1 SEÇÃO 2 SEÇÃO 3 SEÇÃO 4 SEÇÃO 5 Avaliação Setorial Desempenho Econômico-Financeiro Quadro Evolutivo Setorial

Leia mais

INFOSUCRO Perspectivas do Mercado de Etanol e Açúcar

INFOSUCRO Perspectivas do Mercado de Etanol e Açúcar INFOSUCRO Perspectivas do Mercado de Etanol e Açúcar Marcello Cuoco Rio de Janeiro, 28/11/11 AGENDA Overview dos mercados de Energia e Açúcar Perspectivas do mercado de Etanol ETH AGENDA Overview dos mercados

Leia mais

Relatório de Resultados: 1T 14. A. Raízen Energia. Dados de Produção

Relatório de Resultados: 1T 14. A. Raízen Energia. Dados de Produção Os números apresentados neste relatório podem diferir dos números reportados pela Cosan como sendo referentes à Raízen. Isto se deve a algumas diferenças contábeis, principalmente em função de efeitos

Leia mais

Tereos Internacional Resultados do Primeiro Trimestre 2014/15

Tereos Internacional Resultados do Primeiro Trimestre 2014/15 Tereos Internacional Resultados do Primeiro Trimestre 20 São Paulo 12 de agosto de 2014 Principais Iniciativas e Destaques do Operacional 2 Cana-de-açúcar Brasil: Aumento dos benefícios do programa Guarani

Leia mais

Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2014/2015

Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2014/2015 Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2014/2015 São Paulo, 23 de abril de 2014 ROTEIRO I. Safra 2013/2014 na região Centro-Sul: dados finais Condições climáticas e agronômicas Moagem e produção Mercados

Leia mais

Situação atual e perspectivas para o setor sucroenergético

Situação atual e perspectivas para o setor sucroenergético 23 de julho de 2015 Situação atual e perspectivas para o setor sucroenergético Antonio de Padua Rodrigues Diretor técnico ROTEIRO I. Perspectivas para a safra 2015/2016 II. Mercados de açúcar e de etanol

Leia mais

Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2013/2014

Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2013/2014 Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2013/2014 São Paulo, 29 de abril de 2013 ROTEIRO I. Safra 2012/2013 na região Centro-Sul: dados finais Moagem e produção Mercados de etanol e de açúcar Preços e

Leia mais

AÇÚCAR EM NOVA YORK ASSUME VANTAGEM SOBRE PREÇOS DO HIDRATADO EM RIBEIRÃO PRETO

AÇÚCAR EM NOVA YORK ASSUME VANTAGEM SOBRE PREÇOS DO HIDRATADO EM RIBEIRÃO PRETO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 07/setembro/2015 n. 591 AÇÚCAR EM NOVA YORK ASSUME VANTAGEM SOBRE PREÇOS DO HIDRATADO EM RIBEIRÃO PRETO A finalização da primeira semana de setembro

Leia mais

O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO E O SETOR DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS TENDÊNCIAS DOS MERCADOS PARA 2012/2013 E OS CENÁRIOS DE LONGO PRAZO Carlos Cogo Agosto/2012 LA NIÑA PROVOCA FORTES QUEBRAS EM SAFRAS DE GRÃOS O

Leia mais

Resultados de 2007 Safra 2006/07

Resultados de 2007 Safra 2006/07 4 Resultados de 2007 Safra 2006/07 SÃO MARTINHO DIVULGA EBITDA AJUSTADO DE R$ 290,1 MILHÕES EM 2007 Margem EBITDA ajustado atinge 34,2%, apresentando aumento de 3,0 pontos percentuais São Paulo, 27 de

Leia mais

Apresentação de Resultados 4T14

Apresentação de Resultados 4T14 Apresentação de Resultados 4T14 0 Aviso Geral Algumas afirmações nesta apresentação podem ser projeções ou afirmações sobre expectativas futuras. Tais afirmações estão sujeitas a riscos conhecidos e desconhecidos

Leia mais

Painel 4 Perspectivas dos mercados de açúcar e etanol

Painel 4 Perspectivas dos mercados de açúcar e etanol BMFBovespa Seminário Perspectivas do Agribusiness 2012-2013 Painel 4 Perspectivas dos mercados de açúcar e etanol Andy Duff, Food & Agribusiness Research, Rabobank Brasil 22 de maio de 2012 Food & Agribusiness

Leia mais

Resultados dos 9M07 e 3T07 Safra 2006 / 07

Resultados dos 9M07 e 3T07 Safra 2006 / 07 4 Resultados dos 9M07 e 3T07 Safra 2006 / 07 SÃO MARTINHO APRESENTA LUCRO LÍQUIDO DE R$ 77,2 MILHÕES NO ACUMULADO DE 9M07 Receita Líquida Cresce 22,2% e Atinge 652,6 milhões nos 9M07 São Paulo, 15 de março

Leia mais

Teleconferência Resultados 3T10

Teleconferência Resultados 3T10 Teleconferência Resultados 3T10 Sexta-feira, 5 de Novembro de 2010 Horário: 14:00 (horário de Brasília) 12:00 (horário US EDT) Tel: + 55 (11) 4688-6361 Código: LASA Replay: + 55 (11) 4688-6312 Código:

Leia mais

Indústria Automobilística: O Desafio da Competitividade Internacional

Indústria Automobilística: O Desafio da Competitividade Internacional Encontro Econômico Brasil-Alemanha Indústria Automobilística: O Desafio da Competitividade Internacional Jackson Schneider Presidente Anfavea Blumenau, 19 de novembro de 2007 1 Conteúdo 2 1. Representatividade

Leia mais

Resultados 1T15. 08 de maio de 2015

Resultados 1T15. 08 de maio de 2015 Resultados 1T15 08 de maio de 2015 2 Principais destaques do 1T15 Crescimento da receita líquida de 23%, sendo de 2 dígitos em todas unidades de negócio no comparativo ano vs. ano, favorecidas por 83%

Leia mais

Crescimento Real: Expansão e Aprimoramento da Infraestrutura. Alexandre Mattos Setten Diretor de Logística Copersucar

Crescimento Real: Expansão e Aprimoramento da Infraestrutura. Alexandre Mattos Setten Diretor de Logística Copersucar Crescimento Real: Expansão e Aprimoramento da Infraestrutura Alexandre Mattos Setten Diretor de Logística Copersucar Comércio Internacional Consumo Mundial Produção Mundial Açúcar: demanda mundial em crescimento...

Leia mais

Biocombustíveis. Também chamados de agrocombustíveis

Biocombustíveis. Também chamados de agrocombustíveis Biocombustíveis Também chamados de agrocombustíveis Biomassa É o combustível obtido a partir da biomassa: material orgânico vegetal ou animal Uso tradicional: lenha, excrementos Etanol: álcool combustível.

Leia mais

27 de abril de 2016. Coletiva de imprensa ESTIMATIVA SAFRA 2016/2017

27 de abril de 2016. Coletiva de imprensa ESTIMATIVA SAFRA 2016/2017 27 de abril de 2016 Coletiva de imprensa ESTIMATIVA SAFRA 2016/2017 ROTEIRO I. Considerações sobre a atual situação do setor sucroenergético II. Bioeletricidade III. Condições climáticas e agronômicas

Leia mais

Os resultados do segundo trimestre e primeiro semestre de 2014 consolidam as Empresas BRF S.A.

Os resultados do segundo trimestre e primeiro semestre de 2014 consolidam as Empresas BRF S.A. BRF RESULTADOS 2T14 Os resultados do segundo trimestre e primeiro semestre de 2014 consolidam as Empresas BRF S.A. As declarações contidas neste relatório relativas à perspectiva dos negócios da Empresa,

Leia mais

DADOS DA CONAB TRAZEM AJUSTES E INDICAM MUDANÇA NA TENDÊNCIA DO MERCADO

DADOS DA CONAB TRAZEM AJUSTES E INDICAM MUDANÇA NA TENDÊNCIA DO MERCADO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 17/agosto/2015 n. 588 DADOS DA CONAB TRAZEM AJUSTES E INDICAM MUDANÇA NA TENDÊNCIA DO MERCADO A quinta-feira foi iniciada com a atualização de um importante

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Março de 205 Sumário A VIA VAREJO EM RESUMO B POSICIONAMENTO DA VIA VAREJO C DESTAQUES DO 4T4 2 Sumário A VIA VAREJO EM RESUMO B POSICIONAMENTO DA VIA VAREJO C DESTAQUES DO 4T4

Leia mais

REUNIÃO TÉCNICA DE ECONOMIA O SETOR SUCROALCOOLEIRO UMA RADIOGRAFIA DO SETOR

REUNIÃO TÉCNICA DE ECONOMIA O SETOR SUCROALCOOLEIRO UMA RADIOGRAFIA DO SETOR REUNIÃO TÉCNICA DE ECONOMIA O SETOR SUCROALCOOLEIRO UMA RADIOGRAFIA DO SETOR CELSO FUJIOKA Março de 2014 DIRETORIA DE ECONOMIA DA ANEFAC POTENCIAL DE CULTIVO O plantio da cana-deaçúcar ocupa menos de 1%

Leia mais

. Reafirmar a importância do etanol como tema estratégico para a economia, o meio-ambiente, a geração de empregos e o futuro do País

. Reafirmar a importância do etanol como tema estratégico para a economia, o meio-ambiente, a geração de empregos e o futuro do País o que é O QUE É. Lançado em Brasília em dezembro de 2011, o Movimento Mais Etanol visa detalhar e disseminar políticas públicas e privadas indispensáveis para: w O restabelecimento da competitividade do

Leia mais

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Exportações de açúcar da empresa devem aumentar 86% na safra 2009/2010 A Copersucar completa

Leia mais

Apimec Florianópolis. Dezembro 2013

Apimec Florianópolis. Dezembro 2013 Apimec Florianópolis Dezembro 2013 Exoneração de Responsabilidades Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer forma, para a subscrição ou compra de ações ou qualquer outro

Leia mais

Conference Call. Resultados do 2T14 e 1S14

Conference Call. Resultados do 2T14 e 1S14 Conference Call Resultados do 2T14 e 1S14 11/8/2014 Resumo do trimestre Operações nacionais Sandálias 1. Estreia de Havaianas no vestuário em maio contribuiu para o bom desempenho do varejo exclusivo.

Leia mais

Clarion S/A Agroindustrial CLAN3 / CLAN4

Clarion S/A Agroindustrial CLAN3 / CLAN4 CLARION S/A - AGROINDUSTRIAL Apresentação APIMEC-DF 11/08/2009 Apresentação APIMEC-RIO 12/08/2009 DISCLAIMER Esta apresentação contém declarações/afirmações envolvendo projeções futuras. Tais afirmações

Leia mais

GANHOS DO ETANOL HIDRATADO SUPERAM AÇÚCAR BRUTO EM NOVA YORK EM QUASE 10%

GANHOS DO ETANOL HIDRATADO SUPERAM AÇÚCAR BRUTO EM NOVA YORK EM QUASE 10% Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 0613/julho/2015 n. 583 GANHOS DO ETANOL HIDRATADO SUPERAM AÇÚCAR BRUTO EM NOVA YORK EM QUASE 10% O encerramento de junho foi marcado por mais um período

Leia mais

Ordenamento Territorial para Expansão da Cana-de-açúcar no Brasil Zoneamento Agroecológico da Cana-de-açúcar

Ordenamento Territorial para Expansão da Cana-de-açúcar no Brasil Zoneamento Agroecológico da Cana-de-açúcar Ordenamento Territorial para Expansão da Cana-de-açúcar no Brasil Zoneamento Agroecológico da Cana-de-açúcar Simpósio Internacional e Mostra de Tecnologia da Agroindústria sucroalcooleira SIMTEC 01 de

Leia mais

O GOVERNO E O SETOR SUCROENERGÉTICO

O GOVERNO E O SETOR SUCROENERGÉTICO XIV SEMINÁRIO DE CANA-DE-AÇÚCAR STAB O GOVERNO E O SETOR SUCROENERGÉTICO Luciano Rodrigues Gerente de Economia e Estatística Vitória 24 de setembro de 2014 ROTEIRO I. Ascenção e declínio: o que aconteceu

Leia mais

PERSPECTIVAS PARA OS MERCADOS DE AÇÚCAR E ETANOL

PERSPECTIVAS PARA OS MERCADOS DE AÇÚCAR E ETANOL PERSPECTIVAS PARA OS MERCADOS DE AÇÚCAR E ETANOL Marcos Sawaya Jank Presidente da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (UNICA) São Paulo, 26 de maio de 2011 SOBRE A UNICA Maior organização representativa

Leia mais

VENDAS DE HIDRATADO CRESCEM 10,5% EM 2014

VENDAS DE HIDRATADO CRESCEM 10,5% EM 2014 Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 19/fevereiro/2015 n. 433 VENDAS DE HIDRATADO CRESCEM 10,5% EM 2014 Compilados os dados finais de 2014 pela ANP foi possível analisar claramente o crescimento

Leia mais

Apresentação para Investidores. Março, 2009

Apresentação para Investidores. Março, 2009 Apresentação para Investidores Março, 2009 1 Filosofia Gerdau VISÃO Ser uma empresa siderúrgica global, entre as mais rentáveis do setor. MISSÃO O Grupo Gerdau é uma empresa com foco em siderurgia, que

Leia mais

Cosan S.A. Indústria e Comércio Companhia Aberta CNPJ nº 50.746.577/0001-15

Cosan S.A. Indústria e Comércio Companhia Aberta CNPJ nº 50.746.577/0001-15 Relatório da Administração - Março de Em cumpri às disposições legais e estatutárias, a S.A. Indústria e Comércio submete à apreciação de seus acionistas, o Relatório da Administração e as correspondentes

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T13 Março 2014

Teleconferência de Resultados 4T13 Março 2014 Teleconferência de Resultados Março 2014 Agenda 1. Destaques e 2013 2. Indústria 3. Estratégia GOL 4. Smiles 5. Resultado Financeiro e Operacional 6. Projeções Financeiras 2 1. Destaques e 2013 Destaques

Leia mais

COMO VOLTAR A ESTIMULAR PRODUÇÃO E CONSUMO NO SETOR SUCROENERGÉTICO. Plinio Nastari DATAGRO. FÓRUM NORDESTE 2013 Recife, PE 09 de Setembro de 2013

COMO VOLTAR A ESTIMULAR PRODUÇÃO E CONSUMO NO SETOR SUCROENERGÉTICO. Plinio Nastari DATAGRO. FÓRUM NORDESTE 2013 Recife, PE 09 de Setembro de 2013 COMO VOLTAR A ESTIMULAR PRODUÇÃO E CONSUMO NO SETOR SUCROENERGÉTICO Plinio Nastari DATAGRO FÓRUM NORDESTE 2013 Recife, PE 09 de Setembro de 2013 O Fim da Pobreza China: 1,35 bilhão pessoas (2012). Índia:

Leia mais

A visão de longo prazo contempla: Produção Exportações líquidas Estoques. Área plantada Produtividade Consumo doméstico (total e per capita)

A visão de longo prazo contempla: Produção Exportações líquidas Estoques. Área plantada Produtividade Consumo doméstico (total e per capita) Fornecer aos agentes envolvidos no agronegócio, notadamente as indústrias de insumos agropecuários e de alimentos, além dos produtores, Governo e academia, informações estratégicas sobre a dinâmica futura

Leia mais

Edição 44 (Abril/2014)

Edição 44 (Abril/2014) Edição 44 (Abril/2014) Cenário Econômico: Prévia da inflação tem maior alta desde janeiro de 2013 O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), considerado a prévia da inflação oficial,

Leia mais

Coletiva de imprensa BALANÇO DA SAFRA 2014/2015

Coletiva de imprensa BALANÇO DA SAFRA 2014/2015 Coletiva de imprensa BALANÇO DA SAFRA 2014/2015 ROTEIRO Safra 2014/2015 Bioeletricidade Políticas Públicas e Setoriais 1 - SAFRA 2014/2015 SAFRA 2014/2015 REGIÃO CENTRO-SUL Condições agrícolas e operacionais

Leia mais

Fonte: MAPA e RFA/USA. Elaboração: INTL FCStone

Fonte: MAPA e RFA/USA. Elaboração: INTL FCStone Commodity Insight Agosto de 2013 Analistas Thadeu Silva Diretor de Inteligência de Mercado Thadeu.silva@intlfcstone.com Pedro Verges Analista de Mercado Pedro.verges@intlfcstone.com Natália Orlovicin Analista

Leia mais

Avaliação do potencial competitivo do E2G no Brasil

Avaliação do potencial competitivo do E2G no Brasil Avaliação do potencial competitivo do E2G no Brasil O Panorama brasileiro e mundial Diego Nyko - Departamento de Biocombustíveis Rio de Janeiro, 07-04-2015 // 1 1 Agenda 1. Contexto setorial: produtividade

Leia mais

Relatório Analítico 27 de março de 2012

Relatório Analítico 27 de março de 2012 VENDA Código de Negociação Bovespa TGM A3 Segmento de Atuação Principal Logística Categoria segundo a Liquidez 2 Linha Valor de M ercado por Ação (R$) 29,51 Valor Econômico por Ação (R$) 32,85 Potencial

Leia mais

APIMEC-MG Belo Horizonte 26 de agosto de 2009

APIMEC-MG Belo Horizonte 26 de agosto de 2009 APIMEC-MG Belo Horizonte 26 de agosto de 2009 1 1 Ressalvas As informações e declarações sobre eventos futuros estão sujeitas a riscos e incertezas, as quais têm como base estimativas e suposições da Administração

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: ABRIL/2014 CEPEA - AÇÚCAR & ETANOL I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Relações de preços mercados interno e internacional

Leia mais

Apresentação de Resultados do 3º trimestre de 2011. Novembro, 2011

Apresentação de Resultados do 3º trimestre de 2011. Novembro, 2011 Apresentação de Resultados do 3º trimestre de 2011 Novembro, 2011 2 Destaques & Eventos Recentes PDG é eleita melhor empresa da América Latina no Institutional Investor Awards 2011; Extensão do contrato

Leia mais

Cana de açúcar para indústria: o quanto vai precisar crescer

Cana de açúcar para indústria: o quanto vai precisar crescer Cana de açúcar para indústria: o quanto vai precisar crescer A demanda crescente nos mercados interno e externo por combustíveis renováveis, especialmente o álcool, atrai novos investimentos para a formação

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T08 18 de Novembro de 2008

Teleconferência de Resultados 3T08 18 de Novembro de 2008 Teleconferência de Resultados 18 de Novembro de 2008 Palestrantes Abel Rochinha Presidente da Coelce Luiz Carlos Bettencourt Diretor Financeiro e de RI da Endesa Brasil 1 1 Destaques 2 Mercado AGENDA s

Leia mais

Projeções de custos e rentabilidade do setor sucroenergético na região Nordeste para a safra 2013/14: o desafio de sobrevivência dos fornecedores

Projeções de custos e rentabilidade do setor sucroenergético na região Nordeste para a safra 2013/14: o desafio de sobrevivência dos fornecedores Projeções de custos e rentabilidade do setor sucroenergético na região Nordeste para a safra 2013/14: o desafio de sobrevivência dos fornecedores Essa publicação apresenta as projeções de custos de produção

Leia mais

UMA SOLUÇÃO PARA O ETANOL BRASILEIRO

UMA SOLUÇÃO PARA O ETANOL BRASILEIRO UMA SOLUÇÃO PARA O ETANOL BRASILEIRO O Brasil tem o programa mais bem sucedido de substituição de combustível fóssil por combustível renovável no mundo. Esse resultado só foi possível pela resposta do

Leia mais

Reunião Pública com Analistas Abril, 2009

Reunião Pública com Analistas Abril, 2009 Reunião Pública com Analistas Abril, 2009 Profarma Overview Profarma: Overview da Companhia Desde 1961, a Profarma distribui produtos farmacêuticos, higiene pessoal e cosméticos para farmácias e hospitais

Leia mais

Açúcar: Informativo Quinzenal. Oferta se acentua e preços cedem. Indicador de Açúcar Cristal Cepea/Esalq Estado de São Paulo.

Açúcar: Informativo Quinzenal. Oferta se acentua e preços cedem. Indicador de Açúcar Cristal Cepea/Esalq Estado de São Paulo. Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada CEPEA/ESALQ/USP 25 de maio de 2011 Volume 1, Edição 22 Açúcar: Informativo Quinzenal Indicador de Açúcar Cristal Cepea/Esalq Estado de São Paulo DATA Valor

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa Em dia de vencimento de opções sobre ações, agenda econômica fraca e com a repetição das mesmas notícias negativas sobre a Petrobras, a Bovespa ainda achou espaço para subir. O Ibovespa

Leia mais

Apresentação de Resultados 4T11. 1º de Março de 2012

Apresentação de Resultados 4T11. 1º de Março de 2012 Apresentação de Resultados 4T11 1º de Março de 2012 Contax Visão Geral GRUPO CONTAX Operação em 4 países: Brasil, Colômbia, Argentina e Peru Líder na América Latina em serviços de relacionamento com consumidores

Leia mais

COSAN DAY 2012. Julio Fontana

COSAN DAY 2012. Julio Fontana COSAN DAY 2012 Julio Fontana Disclaimer Esta apresentação contém estimativas e declarações sobre operações futuras a respeito de nossa estratégia e oportunidades de crescimento futuro. Essas informações

Leia mais

Reunião APIMEC Dezembro, 2009

Reunião APIMEC Dezembro, 2009 Reunião APIMEC Dezembro, 2009 Aviso Esta apresentação contém declarações e informações prospectivas relacionadas a perspectivas da Companhia e a estimativas de resultados operacionais e financeiros. As

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T11. 16 de fevereiro de 2012

Teleconferência de Resultados 4T11. 16 de fevereiro de 2012 Teleconferência de Resultados 4T11 Exoneração de Responsabilidade Teleconferência de Resultados 4T11 Página 2 As eventuais declarações que possam ser feitas durante essa teleconferência relativas à perspectiva

Leia mais

CONJUNTURA ECONÔMICA

CONJUNTURA ECONÔMICA CONJUNTURA ECONÔMICA O mês de março de 2015 foi marcado pelo anúncio dos principais resultados da economia de 2014 e deste início de 2015. Dentre eles destacaramse o PIB, taxa de desemprego nas principais

Leia mais

A FORMAÇÃO DOS PREÇOS DO ETANOL HIDRATADO NO MERCADO BRASILEIRO DE COMBUSTÍVEIS

A FORMAÇÃO DOS PREÇOS DO ETANOL HIDRATADO NO MERCADO BRASILEIRO DE COMBUSTÍVEIS A FORMAÇÃO DOS PREÇOS DO ETANOL HIDRATADO NO MERCADO BRASILEIRO DE COMBUSTÍVEIS Prof. Drº Nilton Cesar Lima Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Universidade Federal de Alagoas AGENDA Objetivos

Leia mais

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013 Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA Abril 2013 1T13 Estratégia RESIDENCIAL Convergência de serviços com crescimento de Banda Larga e TV Paga MOBILIDADE PESSOAL Crescimento do pós e rentabilização

Leia mais

Apresentação de Resultados 4T09 e 2009

Apresentação de Resultados 4T09 e 2009 Apresentação de Resultados 4T09 e 2009 São Paulo, 31 03 10 1 Agenda 1. Destaques 2. Expansão de Capacidade 3. Integrações 4. Projetos 2009 5. Visão Geral dos Segmentos de Negócios Energy Products 6. Visão

Leia mais

Política Financeira do Grupo CCR

Política Financeira do Grupo CCR Aspectos Financeiros do Portfólio Atual Aspectos Financeiros do Portfólio Atual Política Financeira do Grupo CCR Gestão de Riscos Endividamento Atual Política Financeira do Grupo CCR Hedge Gestão do Caixa

Leia mais

Receita líquida cresce 7,7% e EBITDA proforma atinge R$ 1,1 bilhão no 3T14

Receita líquida cresce 7,7% e EBITDA proforma atinge R$ 1,1 bilhão no 3T14 Receita líquida cresce 7,7% e EBITDA proforma atinge R$ 1,1 bilhão no 3T14 São Paulo, 05 de novembro de 2014 A COSAN LIMITED (NYSE: CZZ; BM&FBovespa: CZLT33) e a COSAN S.A. INDÚSTRIA E COMÉRCIO (BM&FBovespa:

Leia mais

O custo atual de produção de etanol viabiliza novos investimentos?

O custo atual de produção de etanol viabiliza novos investimentos? Workshop BNDES -Desafios para o Investimento em Novas Usinas de Etanol no Brasil O custo atual de produção de etanol viabiliza novos investimentos? Carlos Eduardo Osório Xavier Gestor de projetos PECEGE/ESALQ/USP

Leia mais

APRESENTAÇÃO SUMÁRIO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS

APRESENTAÇÃO SUMÁRIO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS Ministério de Minas e Energia Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis Departamento de Combustíveis Renováveis EDIÇÃO N o 91 Agosto/2015 BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS

Leia mais

Resultados 3T10. Novembro, 2010 FLRY3

Resultados 3T10. Novembro, 2010 FLRY3 Resultados 3T10 FLRY3 A marca mais valiosa no setor de saúde Brasileiro A 6ª marca mais valiosa entre as empresas de serviços A 25ª marca mais valiosa no Brasil Millward Brand / BrandAnalytics A Empresa

Leia mais

APIMEC. 23 de outubro de 2008

APIMEC. 23 de outubro de 2008 APIMEC 23 de outubro de 2008 1 Importante As informações e declarações sobre eventos futuros estão sujeitas a riscos e incertezas, as quais têm como base estimativas e suposições da Administração e informações

Leia mais

Etanol Bioeletricidade - Energia limpa e renovável da cana de açúcar

Etanol Bioeletricidade - Energia limpa e renovável da cana de açúcar Etanol Bioeletricidade - Energia limpa e renovável da cana de açúcar Jadir Silva Oliveira Gerente de Meio Ambiente - SIAMIG Forum Mineiro de Energía Renovável Local : BDMG - Belo Horizonte/MG 03 de Junho

Leia mais

Lucro líquido da Petrobras em 2010 alcança valor recorde de R$ 35 bilhões 189 milhões

Lucro líquido da Petrobras em 2010 alcança valor recorde de R$ 35 bilhões 189 milhões Nota à Imprensa 25 de fevereiro de 2011 Lucro líquido da Petrobras em 2010 alcança valor recorde de R$ 35 bilhões 189 milhões O lucro líquido aumentou 17% em relação a 2009 e EBITDA atingiu de R$ 60 bilhões

Leia mais

COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 3º TRIMESTRE E 9 MESES DE 2002

COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 3º TRIMESTRE E 9 MESES DE 2002 COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 3º TRIMESTRE E 9 MESES DE 2002 Desempenho Em ambiente de queda da atividade na indústria automobilística, a Iochpe-Maxion apresentou um crescimento de 8,4% nas vendas no terceiro

Leia mais

ANTONIO SERGIO ALFANO

ANTONIO SERGIO ALFANO DEZEMBRO DE 2013 ANTONIO SERGIO ALFANO DE 2008 A 2013 REDUÇÃO DE CUSTOS E MUDANÇA DAS PRÁTICAS COMERCIAIS INVESTIMENTOS DE ALTO RETORNO AMPLIAÇÃO DA CONVERSÃO MONTE ALEGRE, PR OTACÍLIO COSTA, SC CORREIA

Leia mais

e Perspectivas para a Safra 13/14 Desafios para o Aumento da Produção Brasileira de Cana de Açúcar

e Perspectivas para a Safra 13/14 Desafios para o Aumento da Produção Brasileira de Cana de Açúcar Considerações sobre a Safra 12/13 e Perspectivas para a Safra 13/14 de Cana-de-Açúcar no Brasil Plinio Nastari, Ph.D. presidente, DATAGRO Desafios para o Aumento da Produção Brasileira de Cana de Açúcar

Leia mais

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR CAEM 42% EM FEVEREIRO

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR CAEM 42% EM FEVEREIRO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 16/março/2015 n. 566 EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR CAEM 42% EM FEVEREIRO Os dados mais recentes de exportação de açúcar disponibilizados pela Secretaria de

Leia mais

Mercado global. vive momento de mudanças

Mercado global. vive momento de mudanças DATAGRO Mercado global vive momento de mudanças A indústria mundial de açúcar e etanol, setor no qual o Brasil figura como um dos principais líderes, vive um cenário de transformações. Enquanto no país

Leia mais

RESULTADO OPERACIONAL RECORDE EM 2002

RESULTADO OPERACIONAL RECORDE EM 2002 Para mais informações, contatar: Luciana Paulo Ferreira CSN - Relações com Investidores 1 2586 1442 luferreira@csn.com.br www.csn.com.br RESULTADO OPERACIONAL RECORDE EM 20 (Rio de Janeiro, Brasil, 26

Leia mais

EXPORTAÇÕES DE ETANOL PARA OS ESTADOS UNIDOS CAEM 82% EM ABRIL

EXPORTAÇÕES DE ETANOL PARA OS ESTADOS UNIDOS CAEM 82% EM ABRIL Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 14/maio/2015 n. 445 EXPORTAÇÕES DE ETANOL PARA OS ESTADOS UNIDOS CAEM 82% EM ABRIL Dando continuidade á análise dos dados de exportação de abril, disponibilizados

Leia mais

Financiamento ao Agronegócio. Internacionalização da Agroindústria

Financiamento ao Agronegócio. Internacionalização da Agroindústria Financiamento ao Agronegócio Internacionalização da Agroindústria BRF Visão Geral BRF Principais Key Brands Marcas Dados Financeiros 3 Uma das maiores empresas de alimentos do Brasil e do mundo 7 a maior

Leia mais

Apresentação para Investidores. Novembro de 2014

Apresentação para Investidores. Novembro de 2014 Apresentação para Investidores Novembro de 2014 1 Agenda Diferenciais Gerdau Estratégia Destaques Operacionais e Financeiros Perspectivas Diferenciais Gerdau Mais de 110 anos de atuação no mercado do aço

Leia mais

Crescimento de 11,2% na. Receita Líquida. Controladora R$ 2,2 bi. +11,2% Consolidado R$ 4,0 bi. +10,5% Crescimento de 18,5% no EBITDA

Crescimento de 11,2% na. Receita Líquida. Controladora R$ 2,2 bi. +11,2% Consolidado R$ 4,0 bi. +10,5% Crescimento de 18,5% no EBITDA Resultados 3T15 GMV Receita Líquida Crescimento SSS GMV alcançou R$ 4,9 bilhões Crescimento de 11,2% na Receita Líquida Receita Líquida mesmas lojas de 9% no Trimestre Controladora R$ 2,2 bi. +11,2% Consolidado

Leia mais

Agenda. Maior Empresa de Logística da América Latina. Agronegocio no Brasil. Histórico ALL. ALL e Brasil Ferrovias 2005. Estrutura da Transação

Agenda. Maior Empresa de Logística da América Latina. Agronegocio no Brasil. Histórico ALL. ALL e Brasil Ferrovias 2005. Estrutura da Transação 1 Agenda Maior Empresa de Logística da América Latina Agronegocio no Brasil Histórico ALL ALL e Brasil Ferrovias 2005 Estrutura da Transação Valuation 2 A junção de Brasil Ferrovias e ALL cria a maior

Leia mais

RESULTADOS 3T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 4 de novembro de 2011

RESULTADOS 3T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 4 de novembro de 2011 RESULTADOS 3T11 Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades 4 de novembro de 2011 ELETRO GPA ALIMENTAR AGENDA RESULTADOS Supermercados Proximidade Atacarejo Postos e Drogarias Hipermercado Lojas Especializadas

Leia mais

Apresentação de Resultados

Apresentação de Resultados Apresentação 3T08 Apresentação de Resultados José Carlos Aguilera (Diretor Presidente e de RI) Eduardo de Come (Diretor Financeiro) Marcos Leite (Gerente de RI) Destaques do Período Contexto de crise no

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2015 Magazine Luiza Destaques do Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Luizacred Lucro Líquido Ganhos de market share, principalmente em tecnologia Receita

Leia mais

VENDAS DE ETANOL HIDRATADO CRESCEM 56% NO BRASIL EM JUNHO

VENDAS DE ETANOL HIDRATADO CRESCEM 56% NO BRASIL EM JUNHO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 13/agosto/2015 n. 458 VENDAS DE ETANOL HIDRATADO CRESCEM 56% NO BRASIL EM JUNHO Os dados mais atualizados disponibilizados pela ANP sobre a venda de combustíveis

Leia mais

[Infográfico] As projeções de produção da cana, açúcar e etanol na safra 2023/2024

[Infográfico] As projeções de produção da cana, açúcar e etanol na safra 2023/2024 As projeções de produção de cana, açúcar e etanol para a safra 2023/24 da Fiesp/MB Agro No Brasil, a cana-de-açúcar experimentou um forte ciclo de crescimento da produção na década passada. A aceleração

Leia mais

O Futuro da Indústria Química CARLOS FADIGAS

O Futuro da Indústria Química CARLOS FADIGAS O Futuro da Indústria Química CARLOS FADIGAS A indústria química é relevante para o Brasil... Faturamento da Indústria Química Brasileira (US$ bilhões) +6% a.a. 166 160 162 124 129 101 2008 2009 2010 2011

Leia mais

Teleconferência de Resultados. 4T12 e 2012

Teleconferência de Resultados. 4T12 e 2012 Teleconferência de Resultados e 2012 28 de fevereiro de 2013 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam

Leia mais

ÍNDIA ATUALIZA SUAS PERSPECTIVAS DE PRODUÇÃO E FRUSTRA RECUPERAÇÃO EM NOVA YORK E LONDRES

ÍNDIA ATUALIZA SUAS PERSPECTIVAS DE PRODUÇÃO E FRUSTRA RECUPERAÇÃO EM NOVA YORK E LONDRES Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 08/junho/2015 n. 578 ÍNDIA ATUALIZA SUAS PERSPECTIVAS DE PRODUÇÃO E FRUSTRA RECUPERAÇÃO EM NOVA YORK E LONDRES O segundo maior produtor mundial da

Leia mais

Apresentação Corporativa. Bradesco BBI - Dezembro de 2011

Apresentação Corporativa. Bradesco BBI - Dezembro de 2011 Apresentação Corporativa Bradesco BBI - Dezembro de 2011 Contax Visão Geral Contax - Core Business Estratégia e Tendências de Mercado Resultados Financeiros Contax Visão Geral CONTAX OVERVIEW Companhia

Leia mais

APIMEC - SP 16 de dezembro de 2008

APIMEC - SP 16 de dezembro de 2008 APIMEC - SP 16 de dezembro de 2008 DISCLAIMER Eventuais declarações que possam ser feitas durante esta apresentação, relativas às perspectivas de negócios da Companhia, projeções e metas operacionais e

Leia mais

LIGHT ENERGIA S.A. 1º TRIMESTRE DE 2014

LIGHT ENERGIA S.A. 1º TRIMESTRE DE 2014 Rio de Janeiro, 15 de maio de 2014. LIGHT ENERGIA S.A. 1º TRIMESTRE DE 2014 Desempenho Operacional O total de venda, líquida da compra de energia, no primeiro trimestre de 2014 foi equivalente a 1.264,1

Leia mais

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010 Apresentação da Companhia Setembro de 2010 Comprovada capacidade de execução Visão geral da Inpar Empreendimentos por segmento (1) Modelo de negócios integrado (incorporação, construção e venda) Comercial

Leia mais

Apresentação d t ã de Resultados 3T07

Apresentação d t ã de Resultados 3T07 A t ã d Apresentação de Resultados 3T07 Agenda Eventos Recentes Destaques Estratégicos Destaques Financeiros Resultados Financeiros Guidance 2007 Guidance 2008 2 RESULTADOS 3T07 Os resultados referentes

Leia mais

15 de Outubro de 2015

15 de Outubro de 2015 out-14 nov-14 nov-14 dez-14 jan-15 jan-15 fev-15 mar-15 mar-15 abr-15 abr-15 mai-15 jun-15 jun-15 jul-15 jul-15 ago-15 set-15 set-15 jun-07 set-07 dez-07 mar-08 jun-08 set-08 dez-08 mar-09 jun-09 set-09

Leia mais

RENTABILIDADE DO ETANOL HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR CAI NA PRIMEIRA SEMANA DE MAIO

RENTABILIDADE DO ETANOL HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR CAI NA PRIMEIRA SEMANA DE MAIO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 07/maio/2015 n. 444 RENTABILIDADE DO ETANOL HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR CAI NA PRIMEIRA SEMANA DE MAIO A finalização da primeira semana de maio mostrou uma

Leia mais

EDP Energias do Brasil. Novembro de 2009

EDP Energias do Brasil. Novembro de 2009 EDP Energias do Brasil Novembro de 2009 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores

Leia mais

Mercado de Capitais e seu Papel Indutor no Desenvolvimento do Agronegócio

Mercado de Capitais e seu Papel Indutor no Desenvolvimento do Agronegócio Mercado de Capitais e seu Papel Indutor no Desenvolvimento do Agronegócio Fabio Dutra Diretor Comercial e de Desenvolvimento de Mercados 16/06/2015 1 AGENDA DESAFIOS DO AGRONEGÓCIO MERCADO DE CAPITAIS

Leia mais

Ano I Boletim II Outubro/2015. Primeira quinzena. são específicos aos segmentos industriais de Sertãozinho e região.

Ano I Boletim II Outubro/2015. Primeira quinzena. são específicos aos segmentos industriais de Sertãozinho e região. O presente boletim analisa algumas variáveis chaves na atual conjuntura da economia sertanezina, apontando algumas tendências possíveis. Como destacado no boletim anterior, a indústria é o carro chefe

Leia mais