PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2015"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE DE BRASILIA DECANATO DE GESTÃO DE PESSOAS DIRETORIA DE CAPACITAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E EDUCAÇÃO COORDENADORIA DE CAPACITAÇÃO (Fonte: UnB Agência) PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2015 (Fonte: UnB Agência)

2 Plano Anual de Capacitação da Coordenadoria de Capacitação do Decanato de Gestão de Pessoas da Universidade de Brasília Reitor Ivan Marques de Toledo Camargo Vice-Reitora Sônia Nair Báo Decana de Gestão de Pessoas Gardênia da Silva Abbad Diretora de Capacitação, Desenvolvimento e Educação Josivania Silva Farias Coordenadora de Capacitação Ana Lidia Gomes Gama Equipe Abinadab Rodrigues Pereira Adélia Betty Ludovico Ana Daniela Rezende Pereira Neves Eduardo Luis dos Santos Borges Jaqueline Gomes de Jesus Lara Reis Lenilde Abreu de Santana Luiz Raimundo Tadeu da Silva Magda Ferreira Carneiro Maria de Lourdes Ribeiro Maria de Fátima Pereira Cavalcante Mazoe Paula Cunha

3 Sumário Apresentação... 1 Objetivo Geral... 2 Público Alvo... 2 Operacionalização... 3 Avaliação... 4 Orçamento... 5 Procedimentos... 5 Certificação... 6 Base Legal... 6 Considerações Finais... 8 Ações Planejadas para

4 PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2015 Apresentação O Plano Anual de Capacitação (PAC) é um dos instrumentos da Política de Capacitação e Desenvolvimento dos Servidores da Universidade de Brasília (UnB) e se configura como instrumento norteador das ações de capacitação definindo critérios e metodologias a serem utilizadas para o desenvolvimento profissional dos servidores permitindo-os desempenhar com eficácia as suas competências institucionais em consonância com os princípios da Universidade. A constituição deste plano fundamenta-se na busca do setor público pela excelência e melhoria da qualidade dos serviços ofertados à sociedade. Nessa perspectiva, a Coordenadoria de Capacitação (PROCAP), vinculada à Diretoria de Capacitação, Desenvolvimento e Educação (DCADE) do Decanato de Gestão de Pessoas (DGP), busca cumprir o que determina o Decreto 5.825, de 28 de junho de 2006 que preconiza os objetivos do Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento. Esse plano fundamenta-se nas premissas da gestão por competências e possui metodologia orientada para o desenvolvimento do conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias ao desempenho das atividades dos servidores da UnB. As ações de capacitação dos servidores visam adequar as competências individuais às competências institucionais, promovendo o desenvolvimento contínuo do servidor com foco na efetividade do alcance dos objetivos e metas da UnB, sendo o desenvolvimento dessas competências individuais, condição essencial para a oferta de melhores serviços à população. Estabelecem-se, neste plano, as ações de capacitação que serão desenvolvidas durante o ano de 2015, em consonância com os objetivos estratégicos e as metas institucionais da Universidade de Brasília e adequadas às Políticas de Desenvolvimento de Pessoas da Administração Pública Federal, seguindo as diretrizes do Decreto nº 5.707/2006. Este plano não esgota todas as demandas por ações de capacitação. Demandas não contempladas no catálogo de cursos e surgidas ao longo do ano serão submetidas pelas unidades administrativas à PROCAP, por meio de Chamada Pública, e analisadas quanto à sua pertinência (análise técnica) e viabilidade financeira (disponibilidade de recursos para desenvolvimento de ações adicionais), conforme as necessidades estratégicas da Instituição.

5 Objetivo Geral Estruturar as ações de capacitação a serem ofertadas aos servidores de forma que possam desenvolver competências para o trabalho, possibilitando assim a aquisição e o aperfeiçoamento de competências individuais e profissionais, que agreguem valor à instituição e valor social ao indivíduo. Objetivos Específicos De acordo com o artigo 7º do Decreto 5.825, de 29 de junho de 2006, são objetivos específicos do Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento: Contribuir para o desenvolvimento do servidor, como profissional e cidadão; Capacitar o servidor para desenvolvimento de ações e de gestão pública; Capacitar o servidor para o exercício de atividades de forma articulada com a função social da UnB. Além desses, espera-se: Tornar públicas as ações de capacitação desenvolvidas no âmbito da Universidade de Brasília; Apresentar as diretrizes para o processo de avaliação permanente dos resultados advindos das ações de capacitação e aperfeiçoamento, orientando-se pelo impacto da aquisição de Conhecimentos, Habilidades e Atitudes (CHAs) no desenvolvimento de suas atividades laborais, pelo desempenho na condução da ação e pelo suporte oferecido para a realização da ação. Público Alvo Servidores públicos federais, docentes e técnico-administrativos, pertencentes ao quadro da FUB e em exercício na Instituição Servidores públicos federais em exercício na FUB Profissionais que estão em regime de contratação temporária regidos pela lei n /93 2

6 Em todos os casos os beneficiários da ação de capacitação não poderão estar em gozo de férias, afastamentos, suspensão ou quaisquer licenças, remuneradas ou não. Operacionalização O servidor poderá desenvolver competências necessárias ao desenvolvimento de suas atividades na Instituição, por meio de ações organizadas de forma a atender três níveis de competências: Competências fundamentais: referem-se ao conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias a todos os servidores da Instituição, independentemente do Centro de Custo de lotação. Competências gerenciais: referem-se às competências que devem ser apresentadas pelos servidores que aspiram ou já ocupam cargos de chefia e possuem uma ou mais equipes sob sua coordenação. Competências específicas: referem-se às competências relacionadas diretamente a processos de trabalho de caráter técnico e / ou vinculada à especificidade de cada setor ou área da organização. As ações de capacitação poderão ser desenvolvidas na modalidade presencial, semipresencial e a distância. Deverão ser implementadas dentro de Linhas de Desenvolvimento visando contemplar as diretrizes constantes do Decreto n /2006 em relação à oferta de ações que possam capacitar os servidores que iniciam sua vida no serviço público, a formação para o exercício de atividades de gestão e assessoramento e a capacitação para o desenvolvimento de competências fundamentais e gerenciais requeridas dos servidores para o alcance dos objetivos da Instituição, além da capacitação para o desenvolvimento das competências específicas ao ambiente de trabalho do servidor. As linhas de desenvolvimento são as seguintes: 1 - iniciação ao serviço público: visa ao conhecimento da função do Estado, das especificidades do serviço público, da missão da UnB e da conduta do servidor público e sua integração no ambiente institucional; 2 formação geral: visa à oferta de conjunto de informações ao servidor sobre a importância dos aspectos profissionais vinculados à formulação, ao 3

7 planejamento, à execução e ao controle das metas institucionais. Refere-se também à formação destinada ao desenvolvimento de competências fundamentais; 3 educação formal: visa à implementação de ações que contemplem os diversos níveis de educação formal; 4 gestão: visa à preparação do servidor para o desenvolvimento da atividade de gestão, que deverá se constituir em pré-requisito para o exercício de funções de chefia, coordenação, assessoramento e direção; 5 inter-relação entre ambientes: visa à capacitação do servidor para o desenvolvimento de atividades relacionadas e desenvolvidas em mais de um ambiente organizacional; 6 específica: visa à capacitação do servidor para o desempenho de atividades vinculadas ao ambiente organizacional em que atua e ao cargo que ocupa. As ações poderão ser desenvolvidas por meio das seguintes formas: - Curso, Seminário, Fórum, Mesa Redonda, Simpósio, Workshop, Ciclo de Palestras, Painel, Congresso, Fórum, Simpósio, Palestra, Treinamento em serviço, Visita Técnica, Estágio, Grupo formal de estudo, Intercâmbio, Oficina de Trabalho/Workshop, Conferência e Conferência. Avaliação Durante o exercício de 2015 a PROCAP procederá à avaliação das ações de capacitação executadas, com base em três níveis de avaliação: de suporte, de reação e de impacto no trabalho. - Avaliação de suporte: visa coletar dados sobre fatores ligados ao ambiente ou contexto de trabalho do servidor, anteriores a um processo de instrução, que podem estar significativamente associados a resultados de aprendizagem ou de satisfação do indivíduo com o curso. - Avaliação de reação: realizada ao final do curso e caracteriza-se pela mensuração do grau de satisfação dos participantes quanto à ação de capacitação. - Avaliação de impacto: realizada por meio da avaliação de desempenho funcional, com o objetivo de analisar a atuação dos servidores, mudanças de comportamento e desempenho, após participarem das atividades de capacitação. 4

8 Ao final do exercício será realizada a compilação das avaliações de todos os cursos, que servirão como embasamento para elaboração do PAC subsequente, agregando ajustes e melhorias, decorrentes da evolução dos eixos de atenção percebidos pela equipe PROCAP. Orçamento Os recursos financeiros para a execução do Plano são oriundos do orçamento da Universidade, conforme Plano de Gestão Orçamentária da Unidade, concedidos pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. No ano de 2015, a projeção para investimento na capacitação e desenvolvimento dos servidores da UnB é de R$ ,00 (Um milhão e quinhentos mil reais), sendo R$ ,00 (Um milhão de reais) oriundos dos recursos do Tesouro Nacional gerenciados pela FUB e R$ ,00 (quinhentos mil reais) relativos aos recursos próprios da FUB. Procedimentos O Plano Anual de Capacitação está estruturado em duas formas de capacitação: - Capacitações internas: realizadas dentro dos Campi da UnB, com instrutores internos cadastrados na PROCAP e que receberão Gratificação por Encargo de Curso e Concurso (GECC) ou com instrutores externos remunerados por meio de participação externa. Para participar das ações promovidas pela PROCAP, os servidores deverão verificar se fazem parte do público alvo indicado nos Programas e, em caso positivo, realizar a inscrição on-line no link indicado na página do DGP ou no texto de divulgação, ficando a inscrição vinculada ao carregamento (upload) do termo de consentimento assinado pela chefia no formulário eletrônico de inscrição. O Formulário estará disponível na página do DGP, no link formulários, e deverá ser devidamente preenchido, datado, assinado e digitalizado para carregamento (upload). - Capacitações externas: realizadas em escolas de governos e outras instituições públicas ou privadas, situadas em Brasília ou outras localidades, através da inscrição dos servidores em ações de capacitação oferecidas por estes órgãos/empresas, dentro das necessidades identificadas pelos setores da UnB. 5

9 Para isso os servidores que pleiteiam ações externas deverão apresentar requerimento, em formulário específico para este fim, junto à DCADE/PROCAP. O requerimento será analisado em conformidade com os objetivos estratégicos e as metas institucionais, para viabilização de pagamento de taxa de inscrição, diárias e passagens. Não serão viabilizadas as ações previstas que já estejam previstas no catálogo de cursos 2015 da PROCAP. Serão priorizadas as ações ofertadas pelas escolas de governo. Certificação A Diretoria de Capacitação, Desenvolvimento e Educação (DCADE) certificará, após o término do curso, somente os servidores que obtiverem, no mínimo, 75% de aproveitamento (frequência) e, nos casos em que houver avaliação de aprendizagem, menção mínima (MM) equivalente a Média 5,0, em uma escala de 0,0 a 10,0. Base Legal O Plano Anual de Capacitação PAC foi elaborado em consonância com a legislação vigente sobre a gestão e desenvolvimento de pessoas da administração pública federal e com os atos normativos da UnB, conforme tabela a seguir: LEGISLAÇÃO DISPOSIÇÕES Lei n , 11/12/1990 Dispõe sobre o Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União, Autarquias e das Fundações Públicas Federais. Lei n , 12/01/2005 Lei nº , 28/12/2012 Dispõe sobre a estruturação do Plano de Carreira dos Cargos dos Técnico- Administrativos em Educação PCCTAE, no âmbito das instituições federais de ensino, vinculadas ao Ministério da Educação e dá outras providências. Altera remuneração do Plano de Cargos Técnico-Administrativos em Educação. 6

10 Lei n /2008 Decreto n /2006 Decreto n /2006 Decreto n /2006 Portaria MEC n. 9, de 29 de junho de 2006 Portaria MP n. 208, de 25 de julho de Portaria MEC nº 27, de 15 de janeiro de Dispõe sobre a reestruturação do Plano Geral de Cargos do Poder Executivo PGPE, de que trata a Lei nº /2006 [...]; do Plano de Carreira de Cargos Técnicoadministrativos em Educação de que trata a Lei nº , de 12 de janeiro de Estabelece as diretrizes para a elaboração do Plano de Desenvolvimento dos Integrantes do Plano de Carreira dos Cargos Técnico- Administrativos em Educação, instituído pela Lei nº de 12/01/2005. Institui a Política e as Diretrizes para o Desenvolvimento de Pessoal da Administração Pública Direta, Autárquica e Fundacional, e regulamenta dispositivos da Lei 8.112, de 11/12/1990. Estabelece os procedimentos para concessão de Incentivo à Qualificação e para efetivação do enquadramento por nível de capacitação dos servidores integrantes do PCCTAE. Define, na forma de anexo a esta portaria, os cursos de capacitação que não sejam de educação formal, que guardam relação direta com a área específica de atuação do servidor, integrada por atividades afins ou complementares. Define instrumentos da Política Nacional de Desenvolvimento de Pessoal: I Plano Anual de Capacitação, II Relatório de Execução, III Sistema de Gestão por Competências. Institui o Plano Nacional de Desenvolvimento Profissional dos servidores integrantes do Plano de Carreira dos Cargos Técnico- Administrativos em Educação, no âmbito das Instituições Federais de Ensino vinculadas ao Ministério da Educação. 7

11 Resolução do Conselho de Administração n. 003/2002 Resolução da Câmara de Extensão n. 01/2007 Resolução do Conselho de Administração n. 0004/2012 Estabelece normas para afastamento dos servidores técnico-administrativos para capacitação, regulamenta o horário especial para servidor estudante, no âmbito da Universidade de Brasília, e confere outras providências. Estabelece normas gerais para o funcionamento das ações de extensão na UnB. Normatiza o pagamento, com recursos próprios ou de terceiros, da Gratificação por Encargo de Curso ou Concurso (GECC) de que trata o art. 76-A da Lei n. 8112/1990, de 11/12/1990 regulamentada pelo Decreto n /2007, de 15/5/2007. Considerações Finais O Plano Anual de Capacitação, aprovado pelo Decanato de Gestão de Pessoas, é uma proposta para o exercício de 2015, e sua execução ocorrerá conforme disponibilidade orçamentária e de infraestrutura. O PAC será amplamente divulgado entre os servidores docentes e técnico administrativos, no âmbito Institucional, tendo em vista que a busca do desenvolvimento da carreira é de responsabilidade compartilhada entre o servidor, gestão do centro de custo e instituição. A divulgação da programação das ações de capacitação, com objetivos, carga horária, período de realização, número de vagas, público alvo e outras informações pertinentes será disponibilizada no sítio do Decanato de Gestão de Pessoas, após a aprovação orçamentária e priorização das ações pela PROCAP. A divulgação da programação com as datas, horário e local das ações de capacitação, período e forma de inscrição será feita por meio dos canais de informação oficial da UnB e no sítio do DGP. Para a realização das ações de capacitação ofertadas diretamente pela PROCAP deverá haver inscrições em, no mínimo, 50% das vagas oferecidas em cada um deles. Quando o número de inscrições exceder o número de vagas ofertadas respeitados os pré-requisitos de cada curso, será criada lista de espera, 8

12 baseada no número do protocolo da inscrição para fins de análise da possibilidade de abertura de novas turmas. A lista de espera não garante a oferta de novas turmas. A desistência do servidor de qualquer curso ou ação de capacitação promovido pela PROCAP, depois de efetuada sua inscrição, deverá ser comunicada, pelo próprio servidor ou pela chefia imediata, por escrito, com antecedência mínima de 2 (dias) dias úteis antes da data de início da atividade. O abandono dos cursos e das demais ações de capacitação pelo participante, sua reprovação por motivo de frequência ou a não justificativa das desistências implicará em impedimento de participação em ações de capacitação futuras pelo período de 6 (seis) meses da data de encerramento da atividade. O servidor estará isento deste impedimento se sua participação na ação for interrompida em virtude de licença para tratamento de saúde ou por motivo de doença em pessoa da família, nos termos do art. 83 da Lei nº 8.112/90.Outras justificativas poderão ser analisadas pela PROCAP, desde que apresentada por meio do termo de desistência, disponível na página da PROCAP/DGP. 9

13 Ações Planejadas para 2015 Para o ano 2015, foram planejadas as ações de capacitação relacionadas a seguir. Ressalta-se que poderão ocorrer modificações relativas às datas em função de eventuais problemas de infraestrutura, ou mesmo o cancelamento da ação, no caso de intercorrências que impossibilitem sua execução. 1- Linha de Desenvolvimento: Iniciação ao Serviço Público Visa ao conhecimento da função do estado, das especificações do serviço público, da missão da IFE e da conduta do servidor público e sua integração no ambiente institucional e de trabalho Programa de Integração ao Serviço Público e à Universidade Objetivo: Proporcionar ao servidor público recém-empossado na Universidade o conhecimento das especificidades do serviço público, da organização da instituição, da postura do servidor público, visando a sua integração ao ambiente institucional, propiciando o desenvolvimento de competências essenciais ao serviço público. Ações de Capacitação: Integração de Novos Servidores ao Ambiente Institucional Previsão de Realização: a ser definido juntamente com a Coordenadoria de Provimento (CPROV). Carga Horária: a ser definida. 2- Linha de Desenvolvimento: Formação Geral Visa à oferta de conjunto de informações ao servidor sobre a importância dos aspectos profissionais vinculados à formação, ao planejamento, à execução e ao controle das metas institucionais Oficinas de Habilidades Sociais Previsão de Realização: Maio de 2015 Carga Horária: 20 horas 10

14 2.2- Aprendendo em Cursos a Distância (a distância) Previsão de Realização: 6 de abril a 10 de maio Carga horária: 40 horas 2.3- Elaboração de Conteúdo Impresso para EaD (a distância) Previsão de Realização: 13 de abril a 17 de maio Carga horária: 40 horas 2.4- Capacitação para Tutoria em EaD (a distância) Previsão de Realização: 4 de maio a 7 de junho Carga horária: 40 horas 2.5- Construção de Sala de Aula no Moodle (a distância) Previsão de Realização: 11 de maio a 14 de junho Carga horária: 40 horas 2.6- Produção de Textos Oficiais na UnB (a distância) Previsão de Realização: 3 de agosto a 4 de outubro Carga horária: 80 horas 2.7- Qualidade no Atendimento ao Usuário (semipresencial) Previsão de Realização: 17 de agosto a 6 de setembro (online) 7 de setembro a 18 de setembro (presencial) Carga horária: 32 horas (20h online/12h presencial) 2.8- Curso Gestão de Documentos (a distância) Previsão de Realização: 31 de agosto a 4 de outubro Carga horária: 40 horas 3- Linha de Desenvolvimento: Educação Formal Visa à implementação de ações que contemplem os diversos níveis de educação formal Mestrado em Economia 11

15 Previsão de Realização: De acordo com edital e calendário do Departamento de Economia Carga Horária: de acordo com o Departamento de Economia 4- Linha de Desenvolvimento: Gestão Visa à preparação do servidor para o desenvolvimento da atividade de gestão, que deverá se constituir em pré-requisito para o exercício das funções de chefia, coordenação, assessoramento e direção Programa de Desenvolvimento Gerencial Objetivo: Capacitar servidores que desenvolvem ou pretendam desenvolver atividades de gestão objetivando a identificação dos aspectos essenciais à gestão e a aplicação dos conteúdos aprendidos ao ambiente de trabalho. Ações de Capacitação: Comunicação Gerencial Previsão de Realização: Agosto de 2015 Carga Horária: 20 horas Mediação Conciliação e Arbitragem: Análise e manejo transformativos de conflitos Módulo II Arbitragem Previsão de Realização: Março de 2015 Carga Horária: 20 horas Projeto Tardes Gerenciais Palestras com temas de interesses dos gestores a ser realizada 1 (uma) vez por mês Análise e Melhoria de Processos (a distância) Previsão de Realização: 20 de abril a 24 de maio Carga horária: 40 horas Orçamento Público na UnB (a distância) 12

16 Previsão de Realização: 18 de maio a 21 de junho Carga horária: 40 horas Desenvolvendo Equipes para a Aprendizagem (a distância) Previsão de Realização: 1 de junho a 28 de junho Carga horária: 30 horas Gerenciamento de Projetos Nível Básico (a distância) Previsão de Realização: 8 de junho a 12 de julho Carga horária: 40 horas Gerenciamento de Projetos Nível Avançado (a distância) Previsão de Realização: 10 de agosto a 13 de setembro Carga horária: 40 horas 5- Linha de Desenvolvimento: Inter-relação entre ambientes Visa à capacitação do servidor para o desenvolvimento de atividades relacionadas e desenvolvidas em mais de um ambiente organizacional Curso sobre Sistema de Concessão de Diárias e Passagens (SCDP) Previsão de Realização: Setembro de 2015 Carga Horária: 8 horas 5.2- Programa de Comunicação e Expressão Objetivo: Desenvolver a capacidade de comunicação, interpretação, argumentação e criação, por meio dos sinais, dando ênfase à importância dos processos de comunicação e expressão para o crescimento profissional e pessoal e para a busca de novos conhecimentos. Ações de Capacitação: LIBRAS I (Básico) Previsão de Realização: Março de 2015 Carga Horária: 60 horas LIBRAS II (Intermediário) 13

17 Previsão de Realização: Agosto de 2015 Carga Horária: 60 horas 5.3- Programa de Informática Integrada ao Trabalho Objetivos: Capacitar o servidor para a vivência no uso de programas básicos utilizados no ambiente de trabalho no âmbito da Universidade. Ações de Capacitação: Noções Básicas de Informática e Windows Previsão de Realização: Março de 2015 Carga Horária: 20 horas Word Avançado Previsão de Realização: Abril de 2015 Carga Horária: 20 horas Planilhas Eletrônicas EXCEL BÁSICO Previsão de Realização: 1ª Turma Março de ª Turma Outubro de 2015 Carga Horária: 20 horas cada turma Planilhas Eletrônicas EXCEL INTERMEDIÁRIO Previsão de Realização: 1ª Turma Abril de ª Turma Agosto de 2015 Carga Horária: 20 horas cada turma Planilhas Eletrônicas EXCEL AVANÇADO Previsão de Realização: Setembro de 2015 Carga Horária: 20 horas Banco de Dados / ACCESS - Básico Previsão de Realização: Abril de 2015 Carga Horária: 24 horas 14

18 Banco de Dados / ACCESS - Intermediário Previsão de Realização: Setembro de 2015 Carga Horária: 24 horas Cursos para viabilizar implantação de sistemas Serão planejados, em conjunto com o CPD, ações de capacitação para os seus servidores. Essas ações, visam a implantação dos sistemas integrados de informações gerenciais a serem implantados na FUB Cursos voltados para operação de sistemas de governo Serão implementadas ações de capacitação com vistas a capacitar os servidores da FUB a operar os sistemas de governo, novos e antigos Programa de Saúde, Qualidade de Vida e Segurança no Trabalho Objetivo: Desenvolver ações direcionadas a promoção da saúde e bem estar do servidor em seu ambiente de trabalho e à prevenção de riscos inerentes aos diversos setores e às diversas atividades desenvolvidas no âmbito da UnB, contribuindo assim, para a melhoria da qualidade de vida do servidor. Ações de Capacitação: Noções Básicas de Primeiros Socorros Previsão de Realização: Agosto de 2015 Carga Horária: 20 horas Saúde e Segurança no Trabalho Previsão de Realização: Junho de 2015 Carga Horária: 20 horas Preparação para Aposentadoria Previsão de Realização: A ser definida Carga Horária: A ser definida Oficinas de Preparação para Aposentadoria Previsão de Realização: A ser definida 15

19 Carga Horária: A ser definida 6- Linha de Desenvolvimento: Específica Visa à capacitação do servidor para o desempenho de atividades vinculadas ao ambiente organizacional em que atua e ao cargo que ocupa Programa Preparatório para Pós-Graduação Objetivo: Oportunizar aos servidores o aprimoramento de conhecimentos com vistas à preparação para seleções de Pós-Graduação Ações de Capacitação: Preparatório Geral para Mestrado/Doutorado Previsão de Realização: Abril / Maio de 2015 Carga Horária: 68 horas Orientações Gerais sobre processos seletivos para ingresso em Programas de Pós-Graduação Previsão de Realização: Abril de 2015 Carga Horária: 8 horas Redação Científica e Normas da ABNT/ APA Previsão de Realização: Maio de 2015 Carga Horária: 20 horas Metodologia Científica e elaboração de Projeto de Pesquisa Previsão de Realização: Junho de 2015 Carga Horária: 40 horas Preparatório para Mestrado em Economia Previsão de Realização: Março/Abril de 2015 Carga Horária: 30 horas 6.2- Saúde e Segurança em Laboratórios Previsão de Realização: 1ª Turma: Fevereiro de

20 Carga Horária: 20 horas 2ª Turma: Maio de Introdução à Estatística com o uso do Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) - Básico Previsão de Realização: Março de 2015 Carga Horária: 20 horas 6.4- Preparação para Servidores com Lotação em Secretarias de Pós - Graduação Previsão de Realização: Maio de 2015 Carga Horária: 32 horas 6.5- Extrator de dados e Data Warehouse Previsão de Realização: Agosto de 2015 Carga Horária: 40 horas 6.6- Curso de Formação de Instrutores Previsão de Realização: 1ª Turma Abril ª Turma Setembro 2015 Carga Horária: 24 horas 6.7- Docência Universitária: Conhecimentos e Relações Previsão de Realização: Agosto de Carga Horária: 40 horas. 17

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº 26/2012-CUn

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº 26/2012-CUn ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº 26/2012-CUn PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PARA OS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DESTA UNIVERSIDADE 1. APRESENTAÇÃO O Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DDP),

Leia mais

CATÁLOGO DE CURSOS. Decanato de Gestão de Pessoas Diretoria de Capacitação, Desenvolvimento e Educação Coordenadoria de Capacitação

CATÁLOGO DE CURSOS. Decanato de Gestão de Pessoas Diretoria de Capacitação, Desenvolvimento e Educação Coordenadoria de Capacitação (Foto: UnB Agência) CATÁLOGO DE CURSOS Aula de Libras (Foto: UnB Agência) Biblioteca Central (Foto: UnB Agência) 2016 A (Procap) vinculada à Diretoria de Capacitação, Desenvolvimento e Educação (Dcade)

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIFEI CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIFEI CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIFEI CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1 - Objetivo Geral: Implantar na UNIFEI um Programa de Capacitação que seja continuado

Leia mais

PORTARIA PGR Nº 198 DE 15 DE ABRIL DE 2011. Regulamenta o Programa de Treinamento, Desenvolvimento e Educação do Ministério Público da União.

PORTARIA PGR Nº 198 DE 15 DE ABRIL DE 2011. Regulamenta o Programa de Treinamento, Desenvolvimento e Educação do Ministério Público da União. PORTARIA PGR Nº 198 DE 15 DE ABRIL DE 2011 Regulamenta o Programa de Treinamento, Desenvolvimento e Educação do Ministério Público da União. O PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA, no uso de suas atribuições,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei nº 10.435, de 24 de abril de 2002

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei nº 10.435, de 24 de abril de 2002 NORMA PARA PARTICIPAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA, EM TREINAMENTO REGULARMENTE INSTITUÍDO EDUCAÇÃO FORMAL CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Estabelece critérios para participação

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 028 DE 30 DE MARÇO DE 2012.

RESOLUÇÃO Nº 028 DE 30 DE MARÇO DE 2012. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CONSELHO SUPERIOR Avenida Professor Mário Werneck, nº. 2590,

Leia mais

NORMAS PARA PARTICIPAÇÃO DOS SERVIDORES EM CURSOS DE CAPACITAÇÃO

NORMAS PARA PARTICIPAÇÃO DOS SERVIDORES EM CURSOS DE CAPACITAÇÃO NORMAS PARA PARTICIPAÇÃO DOS SERVIDORES EM CURSOS DE CAPACITAÇÃO 1. DOS CURSOS 1.1 Os cursos poderão ser presenciais ou à Distância. Para os técnico-administrativos, deverão ter correlação com o cargo

Leia mais

PORTARIA-R N.º 197/2012, de 01 de março de 2012

PORTARIA-R N.º 197/2012, de 01 de março de 2012 PORTARIA-R N.º 197/2012, de 01 de março de 2012 O Reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista a subdelegação

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ I

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA RESOLUÇÃO N 016/2014 DE 27 DE MAIO DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA RESOLUÇÃO N 016/2014 DE 27 DE MAIO DE 2014 RESOLUÇÃO N 016/2014 DE 27 DE MAIO DE 2014 Normatiza os procedimentos para concessão de Afastamentos de Curta Duração, Licença para Capacitação, Afastamentos para Pós- Graduação Stricto Sensu e Pós-Doutorado

Leia mais

PROCESSO Nº 23062.000509/12-59

PROCESSO Nº 23062.000509/12-59 Destaques da Proposta de Programa de Capacitação dos Servidores Técnico- Administrativos em Educação aprovados durante a 435ª Reunião do Conselho Diretor PROCESSO Nº 23062.000509/12-59 ALTERAÇÕES GERAIS

Leia mais

Setor de Desenvolvimento e Capacitação

Setor de Desenvolvimento e Capacitação PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES DA UNIFAL-MG 2014 PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS Setor de Desenvolvimento e Capacitação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS - MG REITOR Prof. Paulo Márcio de Faria

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA RESOLUÇÃO Nº 06/2013 DO CONSELHO DIRETOR SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Institui o Programa de Apoio à Qualificação (QUALI-UFU) mediante o custeio de ações de qualificação para os servidores efetivos: docentes

Leia mais

Chamada Prointer 02/2013 CURSO PREPARATÓRIO PARA O EXAME TOEFL

Chamada Prointer 02/2013 CURSO PREPARATÓRIO PARA O EXAME TOEFL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESPÍRITO SANTO Autarquia criada pela Lei n o. 11.892, de 29 de dezembro de 2008 PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENADORIA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 27, DE 15 DE JANEIRO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 27, DE 15 DE JANEIRO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 27, DE 15 DE JANEIRO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO DOU de 16/01/2014 (nº 11, Seção 1, pág. 26) Institui o Plano Nacional de

Leia mais

PROCESSO PERMANENTE PARA CADASTRAMENTO DE INSTRUTORES PARA OS CURSOS PRESENCIAIS PROMOVIDOS PELO CENTRESAF/SP

PROCESSO PERMANENTE PARA CADASTRAMENTO DE INSTRUTORES PARA OS CURSOS PRESENCIAIS PROMOVIDOS PELO CENTRESAF/SP PROCESSO PERMANENTE PARA CADASTRAMENTO DE INSTRUTORES PARA OS CURSOS PRESENCIAIS PROMOVIDOS PELO CENTRESAF/SP O Diretor do CENTRO REGIONAL DE TREINAMENTO DA ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO FAZENDÁRIA EM SÃO PAULO,

Leia mais

Programa de Capacitação

Programa de Capacitação Programa de Capacitação 1. Introdução As transformações dos processos de trabalho e a rapidez com que surgem novos conhecimentos e informações têm exigido uma capacitação permanente e continuada para propiciar

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 83 DE 04 DE JULHO DE 2013

RESOLUÇÃO Nº. 83 DE 04 DE JULHO DE 2013 RESOLUÇÃO Nº. 83 DE 04 DE JULHO DE 2013 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais RESOLVE: Aprovar o PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 3.736, DE 15 DE SETEMBRO DE 2011

RESOLUÇÃO Nº 3.736, DE 15 DE SETEMBRO DE 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO RESOLUÇÃO Nº 3.736, DE 15 DE SETEMBRO DE 2011 Dispõe sobre o afastamento do país e concessão de passagens para servidores da UNIRIO. O Conselho de

Leia mais

Setor de Desenvolvimento e Capacitação

Setor de Desenvolvimento e Capacitação PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES DA UNIFAL-MG 2015 PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS Setor de Desenvolvimento e Capacitação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS - MG REITOR Prof. Paulo Márcio de Faria

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DOS SERVIDORES DO QUADRO TÉCNICO/ADMINISTRATIVO ORIENTAÇÕES GERAIS

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DOS SERVIDORES DO QUADRO TÉCNICO/ADMINISTRATIVO ORIENTAÇÕES GERAIS PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DOS SERVIDORES DO QUADRO TÉCNICO/ADMINISTRATIVO ORIENTAÇÕES GERAIS A Universidade Federal do Amapá UNIFAP em cumprimento às diretrizes do Plano de Carreira dos

Leia mais

PLANO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES INTEGRANTES DO PCCTAE

PLANO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES INTEGRANTES DO PCCTAE PLANO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES INTEGRANTES DO PCCTAE Ministério da Educação Novembro de 2013 1 SUMÁRIO 1. Apresentação 1.1 Introdução 1.2 Base Legal 1.3 Justificativa 2.

Leia mais

DECRETO Nº 39.842, DE 19 DE SETEMBRO DE 2013. CONSIDERANDO o disposto no inciso XII do art. 91 da Lei nº 6.123, de 20 de julho de 1968, e alterações;

DECRETO Nº 39.842, DE 19 DE SETEMBRO DE 2013. CONSIDERANDO o disposto no inciso XII do art. 91 da Lei nº 6.123, de 20 de julho de 1968, e alterações; DECRETO Nº 39.842, DE 19 DE SETEMBRO DE 2013. Regulamenta a participação dos servidores efetivos, civis e militares, e empregados públicos em cursos de capacitação e eventos de natureza científi ca e técnica,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.707, DE 23 DE FEVEREIRO DE 2006. Institui a Política e as Diretrizes para o Desenvolvimento de Pessoal da administração

Leia mais

Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP

Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP LEGISLAÇÃO DE PESSOAL COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais Lei nº. 8.112/90 Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos

Leia mais

3. EIXOS DE DESENVOLVIMENTO (*):

3. EIXOS DE DESENVOLVIMENTO (*): PAC UFSCar 2016 1.INTRODUÇÃO A Política de Capacitação da UFSCar estabelece as diretrizes para capacitação de servidores com vistas ao desenvolvimento de um processo de educação continuada e permanente

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DO CEFET-MG. Minuta. Minuta

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DO CEFET-MG. Minuta. Minuta Minuta Trabalho elaborado pela comissão indicada pelo Conselho Diretor Membros: Delvair Pereira de Oliveira Filho Tatiana Leal Barros Rita de Cássia Almeida Andrade Regina Rita de Cássia Oliveira Sheila

Leia mais

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE TALENTOS PLANO DE CAPACITAÇÃO 2013

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE TALENTOS PLANO DE CAPACITAÇÃO 2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS Coordenação de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE TALENTOS PLANO DE CAPACITAÇÃO

Leia mais

M I N U T A POLÍTICA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA

M I N U T A POLÍTICA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA M I N U T A POLÍTICA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA Porto Velho,

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 448, DE 22 DE ABRIL DE 2015 Documento nº 00000.022337/2015-62

RESOLUÇÃO N o 448, DE 22 DE ABRIL DE 2015 Documento nº 00000.022337/2015-62 RESOLUÇÃO N o 448, DE 22 DE ABRIL DE 2015 Documento nº 00000.022337/2015-62 Dispõe sobre os procedimentos e critérios para concessão de Licença para Capacitação no âmbito da Agência Nacional de Águas ANA

Leia mais

Setor de Desenvolvimento e Capacitação

Setor de Desenvolvimento e Capacitação PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES DA UNIFAL-MG 2012 PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS Setor de Desenvolvimento e Capacitação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS - MG REITOR Prof. Paulo Márcio de Faria

Leia mais

DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COORDENAÇÃO DE CAPACITAÇÃO E AVALIAÇÃO FUNCIONAL PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2015

DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COORDENAÇÃO DE CAPACITAÇÃO E AVALIAÇÃO FUNCIONAL PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2015 DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COORDENAÇÃO DE CAPACITAÇÃO E AVALIAÇÃO FUNCIONAL PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2015 TERESINA,PI 2015 1 APRESENTAÇÃO A educação profissional e tecnológica brasileira vivencia

Leia mais

CAPÍTULO I DA FUNDAMENTAÇÃO LEGAL

CAPÍTULO I DA FUNDAMENTAÇÃO LEGAL REGULAMENTO PARA SOLICITAÇÃO, CONCESSÃO E USUFRUTO DA LICENÇA PARA CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO- ADMINISTRATIVOS DE QUE TRATA A NS Nº 570 de 22/05/2006 CAPÍTULO I DA FUNDAMENTAÇÃO LEGAL 1.1 A licença

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO RESOLUÇÃO CONSUNI N.º 04, DE 26 DE MARÇO DE 2014. Dispõe sobre normas de afastamento de servidores técnicoadministrativos, do quadro efetivo da Universidade Federal de Mato Grosso, para qualificação stricto

Leia mais

EDITAL Nº 006/RIFB, 17 DE ABRIL DE 2015

EDITAL Nº 006/RIFB, 17 DE ABRIL DE 2015 EDITAL Nº 006/RIFB, 17 DE ABRIL DE 2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONSTITUIÇÃO DO BANCO DE FORMADORES/INSTRUTORES INTERNOS PARA ATUAÇÃO NOS EVENTOS DE CAPACITAÇÃO OFERTADOS NO PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO -

Leia mais

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS, usando das atribuições legais e regimentais,

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS, usando das atribuições legais e regimentais, DECRETO JUDICIÁRIO Nº 1543/2013. Dispõe sobre a Regulamentação da concessão de Bolsa de Graduação e Pós-Graduação no âmbito do Poder Judiciário do Estado de Goiás. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO

Leia mais

Edital EDITAL Nº 001/2011 PROGEPE/CDP/UCAP PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO

Edital EDITAL Nº 001/2011 PROGEPE/CDP/UCAP PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS UNIDADE DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAS Edital EDITAL Nº 001/2011 PROGEPE/CDP/UCAP

Leia mais

IMPORTANTE: Este documento não substitui o original aprovado pela Decisão n o 11/2007 da Congregação da FFFCMPA em 21 de dezembro de 2007

IMPORTANTE: Este documento não substitui o original aprovado pela Decisão n o 11/2007 da Congregação da FFFCMPA em 21 de dezembro de 2007 COMISSÃO DE ELABORAÇÃO DO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO E DO PROGRAMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS INTEGRANTES DO PLANO DE CARREIRA DOS CARGOS TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO PROGRAMA

Leia mais

- o princípio constitucional da garantia de celeridade na tramitação dos processos, incluído pela Emenda Constitucional 45/2004;

- o princípio constitucional da garantia de celeridade na tramitação dos processos, incluído pela Emenda Constitucional 45/2004; ATO DO CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO - CONSEPE Resolução Nº xx, de xx de xxx de 2015 Regulamenta o afastamento de docentes efetivos da UFRA, para fins de estudo e cooperação. O Reitor da Universidade

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul EDITAL Nº 031/2015 PROCESSO CLASSIFICATÓRIO DE AFASTAMENTO DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIDADE ORGANIZACIONAL CAMPUS BENTO GONÇALVES DO IFRS O Diretor-Geral da Unidade Organizacional

Leia mais

Tutorial da Avaliação de Desempenho do Servidor no Estágio Probatório

Tutorial da Avaliação de Desempenho do Servidor no Estágio Probatório SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO E GESTÃO DE PESSOAL Tutorial da Avaliação de Desempenho do Servidor no Estágio Probatório Belém/ Pará. Junho, 2013.

Leia mais

RESOLUÇÃO - CONSUNI Nº 02/2014

RESOLUÇÃO - CONSUNI Nº 02/2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RESOLUÇÃO - CONSUNI Nº 02/2014 Regulamenta as Normas para o Programa de Capacitação, de que trata a Resolução ECU nº 07/96, e para o Plano Anual de

Leia mais

Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação - PCCTAE

Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação - PCCTAE Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação - PCCTAE Coordenadoria de Gestão de Pessoas Área de Desenvolvimento de Pessoal Telefone: 3559-1309 / 35591440 Email:adp@proad.ufop.br Lei

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA GERAL DOS CONSELHOS SUPERIORES

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA GERAL DOS CONSELHOS SUPERIORES 1 de 11 3/5/2013 14:35 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA GERAL DOS CONSELHOS SUPERIORES DELIBERAÇÃO Nº 056/2006 CONSELHO DEPARTAMENTAL

Leia mais

EDITAL Nº 003/2015 - DCAD/PROGEP/UFRA CREDENCIAMENTO DE PROFISSIONAIS EM EAD

EDITAL Nº 003/2015 - DCAD/PROGEP/UFRA CREDENCIAMENTO DE PROFISSIONAIS EM EAD UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS DIVISÃO DE CAPACITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO EDITAL Nº 003/2015 - DCAD/PROGEP/UFRA

Leia mais

NORMA DE EXECUÇÃO/INCRA/Nº 12, DE 30 DE ABRIL DE 2001. (Publicação: Boletim de Serviço n 18, de 30/4/2001)

NORMA DE EXECUÇÃO/INCRA/Nº 12, DE 30 DE ABRIL DE 2001. (Publicação: Boletim de Serviço n 18, de 30/4/2001) NORMA DE EXECUÇÃO/INCRA/Nº 12, DE 30 DE ABRIL DE 2001. (Publicação: Boletim de Serviço n 18, de 30/4/2001) Dispõe sobre critérios e parâmetros de participação dos servidores do INCRA em cursos e seminários.

Leia mais

PORTARIA Nº 108/2007-ANTAQ BRASÍLIA, 06 DE JUNHO DE 2007

PORTARIA Nº 108/2007-ANTAQ BRASÍLIA, 06 DE JUNHO DE 2007 PORTARIA Nº 108/2007-ANTAQ BRASÍLIA, 06 DE JUNHO DE 2007 APROVA O REGULAMENTO DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES EM EXERCÍCIO NA ANTAQ. O DIRETOR-GERAL DA AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS-ANTAQ,

Leia mais

AFASTAMENTO PARA CAPACITAÇÃO

AFASTAMENTO PARA CAPACITAÇÃO 50.05.004 1/20 1. FINALIDADE Estabelecer procedimentos e normatizar o processo de afastamento para capacitação dos docentes e dos servidores técnico-administrativos da Universidade Federal do Triângulo

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Comisão designada pela Portaria nº 1.525/11, prorrogada pela Portaria nº 561/12

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Comisão designada pela Portaria nº 1.525/11, prorrogada pela Portaria nº 561/12 RELATÓRIO FINAL DA COMISSÃO DESIGNADA PELA PORTARIA UTF N 1.525/2011, ORROGADA PELA PORTARIA UTF Nº 561/2012, RESPONSÁVEL PELA AESENTAÇÃO DE OPOSTA DE VIABILIDADE DE IMPLANTAÇÃO DO DECRETO Nº 4.836/2003

Leia mais

Procedimento Administrativo de Incentivo à Participação em Eventos e Cursos para Capacitação dos Servidores do IFG 2013

Procedimento Administrativo de Incentivo à Participação em Eventos e Cursos para Capacitação dos Servidores do IFG 2013 Procedimento Administrativo de Incentivo à Participação em Eventos e Cursos para Capacitação dos Servidores do IFG 2013 O Programa Institucional de Incentivo à Participação em Eventos e Cursos para Capacitação

Leia mais

EDITAL Nº 23 DE 07 DE MAIO DE 2013 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE INCENTIVO EDUCACIONAL

EDITAL Nº 23 DE 07 DE MAIO DE 2013 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE INCENTIVO EDUCACIONAL EDITAL Nº 23 DE 07 DE MAIO DE 2013 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE INCENTIVO EDUCACIONAL O Reitor da Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco - UNIVASF, no uso das suas atribuições

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL REGULAMENTO DO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E METAS Art. 1º. O Programa de Capacitação Institucional PCI tem por objetivo promover a melhoria da qualidade das funções

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 016/UNIR/PRAD/2015, DE 21 DE JULHO 2015

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 016/UNIR/PRAD/2015, DE 21 DE JULHO 2015 NSTRUÇÃO NORMATVA Nº 016/UNR/PRAD/2015, DE 21 DE JULHO 2015 Estabelece normas para capacitação e qualificação de servidores técnicos administrativos e dá outras providências no âmbito da Fundação Universidade

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 18 DE 17 DE DEZEMBRO DE 2009

RESOLUÇÃO nº 18 DE 17 DE DEZEMBRO DE 2009 RESOLUÇÃO nº 18 DE 17 DE DEZEMBRO DE 2009 Aprova o Regimento Interno do Núcleo de Educação Técnica e Tecnológica Aberta e a Distância NETTAD - CAVG. O Presidente em exercício do Conselho Coordenador do

Leia mais

Utilizar corretamente os programas do pacote Office 2007

Utilizar corretamente os programas do pacote Office 2007 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 008/2012 ABERTURA E DISPOSIÇÕES GERAIS DO CURSO DE INFORMÁTICA

Leia mais

Edital UAB-UFABC Nº 004/2015

Edital UAB-UFABC Nº 004/2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Núcleo de Tecnologias Educacionais Av. dos Estados, 5001 Bairro Bangu Santo André - SP CEP 09210-580 Fone: (11) 3356.7646 seletivo.ead@ufabc.edu.br

Leia mais

POLÍTICA INSTITUCIONAL DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DA UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA

POLÍTICA INSTITUCIONAL DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DA UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA POLÍTICA INSTITUCIONAL DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DA UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA Capítulo I Do Regulamento Art. 1º. O presente Regulamento define e regula a Política de Formação e Desenvolvimento

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu FACULDADE SATC

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu FACULDADE SATC REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu FACULDADE SATC 2014 ÍNDICE CAPÍTULO I... 3 Da Constituição, Natureza, Finalidade e Objetivos dos Cursos... 3 CAPÍTULO II... 3 Da Implantação dos Cursos...

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 122, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 122, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015 RESOLUÇÃO Nº 122, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sua 69ª Reunião Ordinária, realizada no dia 26 de novembro de 2015, no uso das atribuições que

Leia mais

PORTARIA Nº 440, DE 23 DE MAIO DE 2006.

PORTARIA Nº 440, DE 23 DE MAIO DE 2006. PORTARIA Nº 440, DE 23 DE MAIO DE 2006. Disciplina as Ações de Capacitação e Desenvolvimento de Recursos Humanos no âmbito da PGFN. O PROCURADOR-GERAL DA FAZENDA NACIONAL, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei No. 10.435 de 24 de abril de 2002 Pró-Reitoria de Administração

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei No. 10.435 de 24 de abril de 2002 Pró-Reitoria de Administração EDITAL DE SELEÇÃO DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS COM INTERESSE EM PARTICIPAR DE TREINAMENTO REGULARMENTE INSTITUÍDO EM NÍVEL DE EDUCAÇÃO FORMAL - QUALIFICAÇÃO A PRAD e o Departamento de Pessoal

Leia mais

REGULAMENTO PARA O PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO

REGULAMENTO PARA O PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO

Leia mais

Instrução Normativa xx de... 2014.

Instrução Normativa xx de... 2014. REGULAMENTO PARA AFASTAMENTO DE SERVIDORES DOCENTES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL PARA CAPACITAÇÃO EM PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU E PÓS-DOUTORADO

Leia mais

RELAÇÕES ENTRE O IFRS E AS FUNDAÇÕES DE APOIO AUTORIZADAS PELO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC) E PELO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO (MCTI)

RELAÇÕES ENTRE O IFRS E AS FUNDAÇÕES DE APOIO AUTORIZADAS PELO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC) E PELO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO (MCTI) RELAÇÕES ENTRE O IFRS E AS FUNDAÇÕES DE APOIO AUTORIZADAS PELO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC) E PELO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO (MCTI) Dispõe sobre as normas que regulamentam as relações

Leia mais

Art. 5º O Plano de Capacitação dos Servidores compreende as seguintes ações:

Art. 5º O Plano de Capacitação dos Servidores compreende as seguintes ações: PORTARIA Nº 2143, DE 12 DE JUNHO DE 2003. Institui o Plano de Capacitação de Servidores e regulamenta a participação de servidores em eventos de capacitação no âmbito do TRT da 4ª Região. A PRESIDENTE

Leia mais

Assessoria de Imprensa e Comunicação

Assessoria de Imprensa e Comunicação PORTARIA 74/06 - SMG Assessoria de Imprensa e Comunicação Dispõe sobre os critérios e procedimentos para valoração e apuração dos pontos relativos à capacitação e participação em atividades realizadas

Leia mais

considerando a necessidade de conceder incentivos ao estudo de idioma estrangeiro para os servidores ativos da Anvisa, resolve:

considerando a necessidade de conceder incentivos ao estudo de idioma estrangeiro para os servidores ativos da Anvisa, resolve: Nº21 29/04/2013 Boletim de Serviço 19/164 PORTARIA Nº 763/ANVISA, DE 29 DE ABRIL DE 2013 Dispõe sobre limites e procedimentos para concessão de bolsa de estudo de idioma estrangeiro aos servidores ativos

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DE MG Rua Tomaz Gonzaga 686 Bairro de Lourdes CEP 30180 140 Belo Horizonte MG RESOLUÇÃO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DE MG Rua Tomaz Gonzaga 686 Bairro de Lourdes CEP 30180 140 Belo Horizonte MG RESOLUÇÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DE MG Rua Tomaz Gonzaga 686 Bairro de Lourdes CEP 30180 140 Belo Horizonte MG RESOLUÇÃO RESOLUÇÃO N. 162/2015 Institui o Regimento Interno da Escola Judicial Militar do Estado

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo Secretaria de Gestão com Pessoas SEGESPE

Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo Secretaria de Gestão com Pessoas SEGESPE PROGRAMA DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO PARA BOLSA AUXILIO GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO (Lato Sensu e Stricto Sensu), EM CONFORMIDADE COM A LEI 11.091 DE 12 DE JANEIRO DE 2005 E DECRETO 5.707 DE 23 DE FEVEREIRO

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano REGULAMENTO PARA O PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES DO INSTITUTO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 04/2011

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 04/2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 04/2011 ABERTURA E DISPOSIÇÕES GERAIS DO CURSO DE GESTÃO HOSPITALAR

Leia mais

PROGRAMA DE GESTÃO DE DESEMPENHO (PGD)

PROGRAMA DE GESTÃO DE DESEMPENHO (PGD) UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE SUPERINTENDÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS DIVISÃO DE TREINAMENTO E AVALIAÇÃO SERVIÇO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO PROGRAMA DE

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º XXX, DE XX DE XXXXXX DE 2013

RESOLUÇÃO N.º XXX, DE XX DE XXXXXX DE 2013 RESOLUÇÃO N.º XXX, DE XX DE XXXXXX DE 2013 O PRESIDENTE DO CONSELHO SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições regulamentares e, considerando

Leia mais

Parágrafo único. Os servidores docentes podem candidatar-se somente em caso de formação de mestrado ou doutorado.

Parágrafo único. Os servidores docentes podem candidatar-se somente em caso de formação de mestrado ou doutorado. RESOLUÇÃO N o 014, de 23 de dezembro de 2009. Regulamenta o Programa de Incentivo à Formação dos Servidores (PROSER) da UFSJ. O PRESIDENTE DO CONSELHO DIRETOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI

Leia mais

Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL

Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL A DIRETORA DA ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS no exercício de suas atribuições legais, com fundamento no art. 65, inciso II da Lei

Leia mais

PONTOS FRACOS E PONTOS FORTES E PROPOSTA PARA SOLUCIONAR E/OU MINIMIZAR

PONTOS FRACOS E PONTOS FORTES E PROPOSTA PARA SOLUCIONAR E/OU MINIMIZAR PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO COORDENADORIA DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL SÍNTESE DE RELATORIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL E DE AVALIAÇÃO EXTERNA PONTOS FRACOS E PONTOS FORTES E PROPOSTA

Leia mais

POLÍTICA DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO

POLÍTICA DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO POLÍTICA DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO 1. Aplicação Esta política aplica-se a todos os colaboradores Técnico-administrativos, sejam vínculo CLT ou contrato de estágio. 2. Objetivo Estabelecer critérios

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO FINANCEIRO À GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DE SERVIDORES DO IFMG

PROGRAMA DE APOIO FINANCEIRO À GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DE SERVIDORES DO IFMG EDITAL Nº 066/2015 PROGRAMA DE APOIO FINANCEIRO À GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DE SERVIDORES DO IFMG O Instituto Federal de Minas Gerais IFMG, por meio da Diretoria de Gestão de Pessoas, comunica a abertura

Leia mais

Edital UAB-UFABC Nº xxx/2015

Edital UAB-UFABC Nº xxx/2015 Edital UAB-UFABC Nº xxx/2015 Normas do Processo Seletivo de Alunos para Ingresso nos cursos Criação de Videoaulas, Metodologia para Desenvolvimento de Objetos de Aprendizagem, Novas Tecnologias e Metodologias

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO ASSESSORIA INTERNACIONAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO ASSESSORIA INTERNACIONAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO ASSESSORIA INTERNACIONAL REGULAMENTO GERAL PARA AFASTAMENTO DE SERVIDOR DO INSTITUTO FEDERAL GOIANO PARA

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 30, DE 28 DE ABRIL DE 2011

RESOLUÇÃO Nº 30, DE 28 DE ABRIL DE 2011 RESOLUÇÃO Nº 30, DE 28 DE ABRIL DE 2011 Dispõe sobre as normas para a pós-graduação na modalidade lato sensu ofertada pela Universidade Federal do Pampa. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTÂNCIA - DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTÂNCIA - DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTÂNCIA - DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE A Coordenadoria de Educação a Distância da Universidade Federal de Viçosa(CEAD/UFV),

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Campina Grande Secretaria de Recursos Humanos

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Campina Grande Secretaria de Recursos Humanos MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Campina Grande Secretaria de Recursos Humanos EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE INSTRUTORES CGDP/SRH Nº 01/2010 CREDENCIAMENTO DE INSTRUTORES PARA CURSOS DO PROGRAMA

Leia mais

ESCOLA DE GOVERNO DE ALAGOAS REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA DE GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS

ESCOLA DE GOVERNO DE ALAGOAS REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA DE GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS ESCOLA DE GOVERNO DE ALAGOAS REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA DE GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS ( Decreto nº 24.202, de 07 de janeiro de 2013 Anexo Único Publicado no Diário Oficial do Estado de 08 de janeiro

Leia mais

ESTADO DO ACRE ESCOLA DO SERVIDOR PÚBLICO DO ACRE REGULAMENTO PARA OS CURSOS DE CAPACITAÇÃO DA ESCOLA DO SERVIDOR PÚBLICO

ESTADO DO ACRE ESCOLA DO SERVIDOR PÚBLICO DO ACRE REGULAMENTO PARA OS CURSOS DE CAPACITAÇÃO DA ESCOLA DO SERVIDOR PÚBLICO REGULAMENTO PARA OS CURSOS DE CAPACITAÇÃO DA ESCOLA DO SERVIDOR PÚBLICO CAPÍTULO I DA FINALIDADE E OBJETIVOS Dispõe sobre as normas para participação dos servidores públicos em Cursos de Capacitação promovidos

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete da Presidência INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 21, DE 24 DE SETEMBRO DE 2010

PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete da Presidência INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 21, DE 24 DE SETEMBRO DE 2010 PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete da Presidência INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 21, DE 24 DE SETEMBRO DE 2010 EMENTA: Dispõe sobre a participação de servidores ocupantes de cargos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 28/2015/CS/IFS

RESOLUÇÃO Nº 28/2015/CS/IFS RESOLUÇÃO Nº 28/2015/CS/IFS Aprova a reformulação do Regulamento para concessão de afastamento de docentes para participação em programas de pósgraduação stricto sensu no âmbito do IFS. O PRESIDENTE DO

Leia mais

DECRETO Nº 1040, DE 28 DE ABRIL DE 2015

DECRETO Nº 1040, DE 28 DE ABRIL DE 2015 1 Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 1040, DE 28 DE ABRIL DE 2015 Regulamenta as Atividades de Treinamento e Desenvolvimento de Pessoal e o Adicional de Incentivo à Profissionalização. O PREFEITO DE GOIÂNIA,

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá GABINETE DA REITORIA

Universidade Estadual de Maringá GABINETE DA REITORIA R E S O L U Ç Ã O N o 119/2005-CEP CERTIDÃO Certifico que a presente Resolução foi afixada em local de costume, nesta Reitoria, no dia 1º/9/2005. Esmeralda Alves Moro, Secretária. Aprova normas para organização

Leia mais

8.1 Políticas de Gestão de Pessoal 8.1.1 Organização e Gestão de Pessoas 8.1.2 Corpo Docente 8.1.3 Requisitos de Titulação 8.1.4 Critérios de Seleção

8.1 Políticas de Gestão de Pessoal 8.1.1 Organização e Gestão de Pessoas 8.1.2 Corpo Docente 8.1.3 Requisitos de Titulação 8.1.4 Critérios de Seleção 8.1 Políticas de Gestão de Pessoal 8.1.1 Organização e Gestão de Pessoas 8.1.2 Corpo Docente 8.1.3 Requisitos de Titulação 8.1.4 Critérios de Seleção e Contratação 8.1.5 Plano de Carreira e Regime de Trabalho

Leia mais

Boletim de Serviço Edição nº 11 - EXTRAORDINÁRIO

Boletim de Serviço Edição nº 11 - EXTRAORDINÁRIO PRESIDENTE DA REPÚBLICA DILMA ROUSSEFF Boletim de serviço - PROPA MINISTRO DA EDUCAÇÃO RENATO JANINE RIBEIRO REITOR NAOMAR MONTEIRO DE ALMEIDA FILHO VICE-REITORA JOANA ANGÉLICA GUIMARÂES PRÓ-REITOR DE

Leia mais

PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2012

PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2012 PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2012 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 3 CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO 5 CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO 7 CAPACITAÇÃO

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO PARA SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO PARA SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO PARA SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE Lei nº 11.091 de 12/01/2005 Decreto nº 5.707 de 23/02/2006 Decreto nº 5.825 de 29/06/2006

Leia mais

Prof. Me. Gilson Aparecido Castadelli

Prof. Me. Gilson Aparecido Castadelli Projeto de Implantação do Núcleo Tecnológico de Educação Aberta - NTEA Prof. Me. Gilson Aparecido Castadelli Ourinhos - 2012 2 1- DADOS GERAIS 1.1 UNIDADE EXECUTORA FIO - FACULDADES INTEGRADAS DE OURINHOS

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS Rua Ciomara Amaral de Paula, 167 Medicina CEP: 37.550-00

Leia mais

EDITAL Nº 018/2015/IFTO/CAMPUS GURUPI, DE 28 DE MAIO DE 2015. SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA O CAMPUS GURUPI

EDITAL Nº 018/2015/IFTO/CAMPUS GURUPI, DE 28 DE MAIO DE 2015. SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA O CAMPUS GURUPI EDITAL Nº 018/2015/IFTO/CAMPUS GURUPI, DE 28 DE MAIO DE 2015. SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA O CAMPUS GURUPI O DIRETOR PRO TEMPORE DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO

Leia mais

Programa de BOLSAS DE DOUTORADO PARA DOCENTES MERCOSUL

Programa de BOLSAS DE DOUTORADO PARA DOCENTES MERCOSUL Programa de BOLSAS DE DOUTORADO PARA DOCENTES MERCOSUL Processo Seletivo 2011 Edital Nº003/2011 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Fundação Pública, criada pela Lei

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 13/CUn, de 27 setembro de 2011.

RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 13/CUn, de 27 setembro de 2011. RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 13/CUn, de 27 setembro de 2011. Dispõe sobre as normas que regulamentam as relações entre a Universidade Federal de Santa Catarina e as suas fundações de apoio. O PRESIDENTE DO

Leia mais