Minicurso de Arduino

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Minicurso de Arduino"

Transcrição

1 Minicurso de Arduino Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo August 28, 2015 Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

2 Roteiro do curso O que é o Arduino (especificações, modelos, aplicações) Como funciona (componentes, IDE, circuitos, noções de eletricidade) Linguagem (conceitos, funções e comandos básicos) Portas digitais Componentes eletrônicos (LEDs, resistores, protoboard, botões) Sensores Exemplos e exercícios Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

3 Introdução Antes de mais nada, o que é Arduino? Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

4 O que é Arduino Plataforma de prototipação baseada em hardware livre Totalmente open-source Não há nenhum custo além da compra da placa Comunidade ativa Criada para ser de fácil utilização e aprendizado Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

5 Tipos de Arduino Existem diferentes Arduinos para diferentes projetos Cada um se adapta melhor para determinadas situações Exemplos: Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

6 Tipos de Arduino Arduino Nano Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

7 Tipos de Arduino Arduino Mega Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

8 Tipos de Arduino LilyPad Arduino Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

9 Tipos de Arduino Arduino Uno É este que iremos utilizar! Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

10 Mas antes... É preciso ter noções basicas de eletricidade e eletrônica Evitar acidentes e peças queimadas Conhecer o funcionamento dos componentes que iremos utilizar LEDs, resistores, sensores etc. Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

11 Revisão (rápida) de eletricidade Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

12 Revisão (rápida) de eletricidade Átomos possuem prótons (carga positiva), elétrons (carga negativa) e nêutrons (carga nulas) Cargas opostas se atraem e cargas iguais se repelem Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

13 Revisão (rápida) de eletricidade Átomos possuem prótons (carga positiva), elétrons (carga negativa) e nêutrons (carga nulas) Cargas opostas se atraem e cargas iguais se repelem Elétrons livres se movimentam de forma aleatória Mas, quando submetidos à uma DDP ou a um campo magnético, passam a se mover ordenadamente Corrente elétrica Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

14 Revisão (rápida) de eletricidade DDP - Diferença De Potencial - Tensão Quando dois pontos possuem potenciais diferentes Elétrons se movem do maior potencial para o menor potencial Exemplo: Tomadas Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

15 Circuitos Circuito é a junção de componentes eletrônicos de forma que permitam a passagem de corrente elétrica Um componente eletrônico são tais quais permitem a passagem de corrente através de elementos condutores Durante o minicurso, estaremos criando diversos circuitos, controlados pelo Arduino Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

16 Começando... Entendendo estes conceitos, podemos começar a trabalhar com o Arduino Basta tê-lo em mãos junto com um cabo USB Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

17 Instalação da IDE No Windows Baixar os arquivos no site oficial (www.arduino.cc) Descompactar Conectar o Arduino Instalar os drivers (localizados na pasta extraída) Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

18 Instalação da IDE No Linux sudo add-apt-repository ppa:arduino-ubuntu-team/ppa sudo apti-tude update sudo aptitude install arduino Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

19 Introdução à linguagem do Arduino Linguagem Wired, baseada em C e C++ Podemos usar qualquer função destas linguagens para manipular os dados de nosso projetos Possui funções específicas para manipulação do circuito Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

20 Principais funções Todo código do Arduino possui duas funções principais: setup() É onde a execução começa Responsável por inicializar as portas e atribuí-las como entradas ou saídas loop() É onde todos os comandos sao dados ao Arduino Sua execução é repetida até o programa terminar Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

21 Primeiros conceitos O Arduino controla o circuito através de suas portas Cada porta fornece ou recebe uma tensão (entrada ou saída) As portas podem trabalhar com tensões binárias (digitais) ou contínuas (analógicas) O Arduino Uno possui 28 portas, divididas entre: Digitais PWM Analógicas Ground (terra) Power (Reset, 3.3V e 5V) Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

22 Primeiro exemplo Exercitar os conceitos: acender o LED do Arduino O LED piscará a cada segundo Por padrão, o LED é conectado à saída 13 O que precisamos fazer? Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

23 Primeiro passo Criar um novo arquivo no IDE Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

24 Segundo passo Criar a função setup() Inicializar a porta Para isso, utilizamos a função pinmode(porta, modo) modo pode ser INPUT (entrada) ou OUTPUT (saída) Exemplo: Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

25 Segundo passo Criar a função setup() Inicializar a porta Para isso, utilizamos a função pinmode(porta, modo) modo pode ser INPUT (entrada) ou OUTPUT (saída) Exemplo: Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

26 Terceiro passo Criar a função loop() É nela que iremos controlar o LED Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

27 Terceiro passo Criar a função loop() É nela que iremos controlar o LED Como? Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

28 Terceiro passo A função digitalwrite(pino, estado) nos permite mudar o estado do pino para HIGH (ligado) ou LOW (desligado) Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

29 Terceiro passo A função digitalwrite(pino, estado) nos permite mudar o estado do pino para HIGH (ligado) ou LOW (desligado) A função delay(tempo) dá uma pausa de tempo milisegundos na execução do código Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

30 Terceiro passo A função digitalwrite(pino, estado) nos permite mudar o estado do pino para HIGH (ligado) ou LOW (desligado) A função delay(tempo) dá uma pausa de tempo milisegundos na execução do código Já temos tudo o que precisamos! :) Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

31 Terceiro passo Com a função loop() escrita, o código final ficará parecido com este: Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

32 Quarto passo Agora basta conectar o Arduino ao computador e fazer o upload do código Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

33 Portas Digitais Trabalham com tensões binárias: 0V ou 5V 14 ao total, numeradas de 0 a 13 Portas 0 e 1 reservadas aos LEDs RX e TX, respectivamente Principais funções: digitalread(pino); digitalwrite(pino, estado); Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

34 Componentes eletrônicos Componentes eletrônicos são as diversas peças que iremos utilizar em nossos projetos Cada um possui uma função bastante específica Controlaremos o comportamento de cada um com o Arduino Exemplos: LEDs, resistores, capacitores, potenciômetros... Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

35 LEDs Light Emitting Diode Semicondutores - Bloqueiam a corrente por um lado e a permite pelo outro Formados por um ânodo (perna maior) e um cátodo (menor) Exemplos: Controle remoto, TVs, luzes de equipamentos em geral Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

36 Resistores Oferecem resistência à passagem da corrente elétrica Causam Efeito Joule Podemos medir a resistência dividindo a tensão pela corrente. Esta unidade chama-se Omh (Ω) Código de cores Exemplos: Chuveiros elétricos, ferro de passar roupa, lâmpada incandescente Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

37 Protoboard Serve para unir os componentes com maior facilidade Elimina a necessidade da solda Formado por ligações verticais (centrais) e horizontais (inferiores e superiores) Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

38 Primeiro exemplo melhorado Agora que já conhecemos alguns componentes, podemos melhorar nosso primeiro projeto Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

39 Primeiro exemplo melhorado Agora que já conhecemos alguns componentes, podemos melhorar nosso primeiro projeto Vamos fazer piscar um LED de verdade! :) Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

40 Primeiro exemplo melhorado Utilizaremos o mesmo código do primeiro exemplo A diferença é que criaremos um circuito composto por um LED, um resistor e a protoboard Como montar este circuito? Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

41 Primeiro exemplo melhorado É necessário que haja uma DDP para ocorrer a corrente elétrica que alimentará o LED Lembrar que o LED é um semicondutor, por isso, a corrente só flui por uma direção Deve-se conectar o ânodo (perna maior) do LED ao gerador (porta 13) O cátodo deve ser conectado à uma porta terra (GRD - Ground) Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

42 Primeiro exemplo melhorado O resistor deve ser conectado entre o ânodo e o gerador O LED é sensível e tensões muito altas podem queimá-lo O resistor limita a intensidade da corrente que chega ao LED Para facilitar, utilize a protoboard! Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

43 Primeiro exemplo melhorado O resultado: Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

44 Botões Podemos controlar alguns dos componentes do sistema utilizando botões Botões controlam a passagem da corrente Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

45 Botões Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

46 Exemplos Acender um LED utilizando um botão Idéia principal: se apertamos o botão, o LED acende. Se o soltarmos, o LED apaga; Como implementar isso? Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

47 Sensores Sensores são utilizados para captar informações do ambiente Iluminação, temperatura, umidade... Traduzem essas variáveis em forma de tensão Mas, temperatura, pressão, luminosidade etc. são variáveis contínuas Ou seja, precisamos captar valores contínuos de tensão para trabalhar com essas variáveis Portas analógicas! Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

48 Sensor de Luminosidade - LDR Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

49 Sensores Usamos as portas analógicas para receber estas informações Recebemos valores entre 0V e 5V e traduzimos como um inteiro entre 0 e 1023 Exemplo: Sensor de luminosidade Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

50 Sensor de Luminosidade - LDR LDR - Light Dependent Resistor Resistor sensível à radiação luminosa Quanto maior a luminosidade do ambiente, menor a resistência Ou seja, para luminosidade 0 (zero), teremos resistência máxima Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

51 Sensor de Luminosidade - LDR Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

52 Exercícios Tarefas: Captar, através de uma entrada analógica, a quantidade de luz recebida do ambiente, mostrando este valor no monitor serial Criar um LED inteligente - ou seja, ele só acende quando a luz está baixa Criar um LED que acenda de forma inversamente proporcional à luz do ambiente - ou seja, quanto mais escuro o ambiente, maior a intensidade do brilho do LED Gabriel Vasiljević Wanderson Ricardo Minicurso de Arduino August 28, / 45

Minicurso de Arduino

Minicurso de Arduino Minicurso de Arduino Gabriel Vasiljević Felipe Fernandes January 28, 2013 Gabriel Vasiljević Felipe Fernandes Minicurso de Arduino January 28, 2013 1 / 34 Sobre Sobre o minicurso: Duração de 20 horas Certificado

Leia mais

Apostila de Arduino. Gabriel Vasiljević

Apostila de Arduino. Gabriel Vasiljević Apostila de Arduino Gabriel Vasiljević February 1, 2013 1 Contents 1 Introdução 3 1.1 O que é Arduino?................................. 3 1.2 Por que usar Arduino?.............................. 3 1.3 O

Leia mais

ACENDENDO AS LUZES. Capitulo 2 - Aula 1 Livro: Arduino básico Tutor: Wivissom Fayvre

ACENDENDO AS LUZES. Capitulo 2 - Aula 1 Livro: Arduino básico Tutor: Wivissom Fayvre ACENDENDO AS LUZES Capitulo 2 - Aula 1 Livro: Arduino básico Tutor: Wivissom Fayvre Projeto 1 LED piscante Neste capitulo, todos os projetos utilizam luzes LED s de diversas formas. Em relação ao hardware,

Leia mais

Minicurso de Arduino

Minicurso de Arduino Minicurso de Arduino Gabriel Vasiljević Felipe Fernandes January 31, 2013 Gabriel Vasiljević Felipe Fernandes Minicurso de Arduino January 31, 2013 1 / 14 Na aula passada... Portas PWM Exemplos e exercicios

Leia mais

Conceitos Fundamentais de Eletrônica

Conceitos Fundamentais de Eletrônica Conceitos Fundamentais de Eletrônica A eletrônica está fundamentada sobre os conceitos de tensão, corrente e resistência. Podemos entender como tensão a energia potencial armazenada em uma pilha ou bateria

Leia mais

Características técnicas Baseado no ATMega da empresa AVR, fabricante de micro-controladores em plena ascensão e concorrente do PIC Pode usar ATMega

Características técnicas Baseado no ATMega da empresa AVR, fabricante de micro-controladores em plena ascensão e concorrente do PIC Pode usar ATMega ARDUINO O que é Arduino Arduino foi criado na Itália por Máximo Banzi com o objetivo de fomentar a computação física, cujo conceito é aumentar as formas de interação física entre nós e os computadores.

Leia mais

A ideia! Criar uma plataforma de prototipagem de componentes eletrônicos e sistemas de automação para leigos!

A ideia! Criar uma plataforma de prototipagem de componentes eletrônicos e sistemas de automação para leigos! Prof. Cláudio Oliveira Prof. Humberto Zanetti Prof. Júlio Vansan A ideia! Criar uma plataforma de prototipagem de componentes eletrônicos e sistemas de automação para leigos! 1 O que é Arduino? Uma plataforma

Leia mais

Lojamundi Tecnologia Sem Limites br

Lojamundi Tecnologia Sem Limites  br Projeto utilizando LDR GBK Robotics Arduíno O objetivo deste projeto é controlar o estado de um LED (aceso ou apagado) através da verificação de luminosidade do ambiente utilizando um sensor de luminosidade

Leia mais

Prof. Cláudio Oliveira. Prof. Humberto Zanetti. Coordenador - Fatec Jundiaí. Professor - Fatec Jundiaí Coordenador - Etec de Itatiba

Prof. Cláudio Oliveira. Prof. Humberto Zanetti. Coordenador - Fatec Jundiaí. Professor - Fatec Jundiaí Coordenador - Etec de Itatiba Prof. Cláudio Oliveira Coordenador - Fatec Jundiaí Prof. Humberto Zanetti Professor - Fatec Jundiaí Coordenador - Etec de Itatiba A ideia! Criar uma plataforma de prototipagem de componentes eletrônicos

Leia mais

Robótica com Arduino CDI. Professor: Paulo Marcos Trentin

Robótica com Arduino CDI. Professor: Paulo Marcos Trentin Robótica com Arduino CDI Professor: Paulo Marcos Trentin Apresentações Professor: Paulo Marcos Trentin Email: paulo@paulotrentin.com.br Site: www.paulotrentin.com.br Graduando 9ª fase do curso de Ciências

Leia mais

Minicurso Arduino JACEE 2012

Minicurso Arduino JACEE 2012 Minicurso Arduino JACEE 2012 1. Introdução O que é o Arduino? Arduino é uma plataforma de prototipagem eletrônica criado com o objetivo de permitir o desenvolvimento de controle de sistemas interativos,

Leia mais

Introdução ao Arduino. Pessanha Santos ASPOF EN-AEL

Introdução ao Arduino. Pessanha Santos ASPOF EN-AEL Introdução ao Arduino Pessanha Santos ASPOF EN-AEL Programa 1. Introdução à plataforma de desenvolvimento Arduino 2. Análise à sua constituição 3. Software de desenvolvimento Arduino 4. Estrutura e Sintaxe

Leia mais

Na primeira aula, conhecemos um pouco sobre o projeto Arduino, sua família de placas, os Shields e diversos exemplos de aplicações.

Na primeira aula, conhecemos um pouco sobre o projeto Arduino, sua família de placas, os Shields e diversos exemplos de aplicações. Na primeira aula, conhecemos um pouco sobre o projeto Arduino, sua família de placas, os Shields e diversos exemplos de aplicações. A partir de agora, iremos conhecer o hardware do Arduino e suas caracteristicas

Leia mais

InteropMix 2014. Arduino e Internet das Coisas. Leandro Ramos Leonardo Toledo Robson Machado

InteropMix 2014. Arduino e Internet das Coisas. Leandro Ramos Leonardo Toledo Robson Machado InteropMix 2014 Arduino e Internet das Coisas Leandro Ramos Leonardo Toledo Robson Machado 29/novembro/2014 http://www.eaduino.com.br 2 Arduino Arduino é uma plataforma de hardware e software open source

Leia mais

ELETRICIDADE: CIRCUITOS ELÉTRICOS Experimento 1 Parte II: Medidas de corrente elétrica, tensão e resistência em circuitos de corrente

ELETRICIDADE: CIRCUITOS ELÉTRICOS Experimento 1 Parte II: Medidas de corrente elétrica, tensão e resistência em circuitos de corrente OBJETIVOS 9 contínua NOME ESCOLA EQUIPE SÉRIE PERÍODO DATA Familiarizar-se com o multímetro, realizando medidas de corrente, tensão e resistência. INTRODUÇÃO Corrente elétrica FÍSICA ELETRICIDADE: CIRCUITOS

Leia mais

TUTORIAL Arduino Nano

TUTORIAL Arduino Nano Conceito: O é uma plataforma de prototipagem eletrônica de hardware livre e de placa única, projetada com um microcontrolador Atmel AVR com circuitos de entrada/saída embutido que podem ser facilmente

Leia mais

Datasheet Componentes Eletrônicos

Datasheet Componentes Eletrônicos Datasheet Componentes Eletrônicos Caixa de Pilhas... 2 LED (mini lâmpada)... 2 Conector INT... 3 HUB... 3 Sensor de Luz... 4 Circuito Relé... 4 Circuito Buzz... 5 Sensor de Ímã... 6 Ponte H com Relés...

Leia mais

Ficha 1. Conjunto de informação básica, essencial para utilizar sensores e actuadores.

Ficha 1. Conjunto de informação básica, essencial para utilizar sensores e actuadores. Ficha 1 Conjunto de informação básica, essencial para utilizar sensores e actuadores. Sítio: Elearning UAb Unidade curricular: FATAC - Sensores e Actuadores (DMAD 2013-14) Livro: Ficha 1 Impresso por:

Leia mais

ARDUINO UNO Guia de Instalação

ARDUINO UNO Guia de Instalação ARDUINO UNO Guia de Instalação Heco Mecatrônica Ltda. e-mail: vendas@hecomecatronica.com.br Visite nosso site: www.hecomecatronica.com.br Loja Virtual: shop.hecomecatronica.com.br Guia de Instalação -

Leia mais

Viabilizado pela Organização do ERI MS; Apoiado pelo grupo ArduinoMS; Agradecimentos especiais ao do SENAC e UCDB.

Viabilizado pela Organização do ERI MS; Apoiado pelo grupo ArduinoMS; Agradecimentos especiais ao do SENAC e UCDB. Sobre este Minicurso Viabilizado pela Organização do ERI MS; Apoiado pelo grupo ArduinoMS; Agradecimentos especiais ao do SENAC e UCDB. Sobre o Ministrante: Samuel Cavalcante Engenheiro de Computação (UNIDERP)-

Leia mais

Circuitos Lógicos. Aulas Práticas

Circuitos Lógicos. Aulas Práticas Circuitos Lógicos Aulas Práticas A Protoboard A Protoboard A Protoboard é um equipamento que permite interconectar dispositivos eletrônicos tais como resistores, diodos, transistores, circuitos integrados

Leia mais

Alarme Automotivo com mensagem para móvel utilizando Arduino

Alarme Automotivo com mensagem para móvel utilizando Arduino Alarme Automotivo com mensagem para móvel utilizando Arduino Maycon Cirilo dos Santos¹, Wyllian Fressatti¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil mayconsi2012@gmail.com, wyllian@unipar.br

Leia mais

Disparando eventos com o Asterisk. Fernando Mercês

Disparando eventos com o Asterisk. Fernando Mercês Disparando eventos com o Asterisk Fernando Mercês Fernando Mercês Apresentação fernando@mentebinaria.com.br Bacharelando em Ciência da Computação e com formação técnica em eletrônica, Fernando Mercês é

Leia mais

Arduíno. Adriano Cruz. 16 de setembro de 2013. Adriano Cruz () Arduíno 16 de setembro de 2013 1 / 51

Arduíno. Adriano Cruz. 16 de setembro de 2013. Adriano Cruz () Arduíno 16 de setembro de 2013 1 / 51 Arduíno Adriano Cruz 16 de setembro de 2013 Adriano Cruz () Arduíno 16 de setembro de 2013 1 / 51 Section Summary 1 Introdução 2 Eletrônica 3 Hardware Adriano Cruz () Arduíno 16 de setembro de 2013 2 /

Leia mais

fig. 1 - símbolo básico do diodo

fig. 1 - símbolo básico do diodo DIODOS São componentes que permitem a passagem da corrente elétrica em apenas um sentido. Produzidos à partir de semicondutores, materiais criados em laboratórios uma vez que não existem na natureza, que

Leia mais

UMA PROPOSTA DE ENSINO DE FÍSICA PARA TURMAS NOTURNAS. Material Didático para o Professor

UMA PROPOSTA DE ENSINO DE FÍSICA PARA TURMAS NOTURNAS. Material Didático para o Professor UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Instituto de Física Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física Mestrado Profissional em Ensino de Física UMA PROPOSTA DE ENSINO DE FÍSICA PARA TURMAS NOTURNAS

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO 0 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO PROJETO INTEGRADO: COBERTURA AUTOMATIZADA COM DETECTOR DE CHUVA CURITIBA 2010 1 TAISA DAIANA DA COSTA PROJETO

Leia mais

APOSTILA DE ELETRICIDADE BÁSICA

APOSTILA DE ELETRICIDADE BÁSICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS DE PRESIDENTE EPITÁCIO APOSTILA DE ELETRICIDADE BÁSICA Prof. Andryos da Silva Lemes Esta apostila é destinada

Leia mais

Introdução. Criar um sistema capaz de interagir com o ambiente. Um transdutor é um componente que transforma um tipo de energia em outro.

Introdução. Criar um sistema capaz de interagir com o ambiente. Um transdutor é um componente que transforma um tipo de energia em outro. SENSORES Introdução Criar um sistema capaz de interagir com o ambiente. Num circuito eletrônico o sensor é o componente que sente diretamente alguma característica física do meio em que esta inserido,

Leia mais

1- Scilab e a placa Lab_Uino. 2- Instalação do ToolBox

1- Scilab e a placa Lab_Uino. 2- Instalação do ToolBox 1- Scilab e a placa Lab_Uino A placa Lab_Uino, é uma plataforma aberta para aprendizagem de sistemas microprocessados. Com a utilização de um firmware especifico a placa Lab_Uino é reconhecido pelo sistema

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS ELETRICIDADE: UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO INTEGRADO * MOACIR BORGES FERNANDES Bagé Janeiro, 2015 * Trabalho parcialmente financiado pelo Programa

Leia mais

ARDUINO Um Guia Básico para Iniciantes

ARDUINO Um Guia Básico para Iniciantes ARDUINO Um Guia Básico para Iniciantes Conheça essa plataforma de prototipagem eletrônica Um pouco de teoria A convite do amigo de longa data Paulo Brites preparei esse post sobre o Arduino. Esse ano o

Leia mais

APOSTILA DO EXAME SOBRE RADIOAELETRICIDADE

APOSTILA DO EXAME SOBRE RADIOAELETRICIDADE APOSTILA DO EXAME SOBRE RADIOAELETRICIDADE 01)A força elétrica que provoca o movimento de cargas em um condutor é: A ( ) A condutância B ( ) A temperatura C ( ) O campo elétrico D ( ) A tensão elétrica

Leia mais

Arduino. Prof. Maurício Dias

Arduino. Prof. Maurício Dias Arduino Prof. Maurício Dias Percepção e Ação Sistemas embarcados Atuação: Sensores: percebem o que acontece com o mundo externo Atuadores: atuam no mundo externo Arduino Hardware livre Software livre Diferentes

Leia mais

RECONHECIMENTO DE VOZ UTILIZANDO ARDUINO

RECONHECIMENTO DE VOZ UTILIZANDO ARDUINO RECONHECIMENTO DE VOZ UTILIZANDO ARDUINO Jessica Garcia Luz, Wyllian Fressatti Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí - PR - Brasil jessica.garcia.luz@gmail.com wyllian@unipar.br Resumo. Este artigo

Leia mais

Manual Técnico Arduino Supervisório MODBUS & Conversor RS485

Manual Técnico Arduino Supervisório MODBUS & Conversor RS485 Manual Técnico Arduino Supervisório MODBUS & Conversor RS485 2015 Todos os direitos reservados Página 1 de 27 Sumário Manual Técnico...1 Introdução...3 Arduino Supervisório MODBUS...3 Conversor RS485...3

Leia mais

Arduino. Wanderson Souza wandersonsouza.info@gmail.com Professor de Robótica

Arduino. Wanderson Souza wandersonsouza.info@gmail.com Professor de Robótica Arduino Wanderson Souza wandersonsouza.info@gmail.com Professor de Robótica About me Tecnólogo em Computação - ETER Licenciado em Computação - UEPB Professor de Robótica Pedagógica desde 2008 Grupo de

Leia mais

Attack 1.35. Software de controle e Monitoração de amplificadores

Attack 1.35. Software de controle e Monitoração de amplificadores Attack 1.35 Software de controle e Monitoração de amplificadores 1 Índice 1 Hardware necessário:... 3 1.1 Requisitos do computador:... 3 1.2 Cabos e conectores:... 3 1.3 Adaptadores RS-232 USB:... 4 1.4

Leia mais

Placa Acessório Modem Impacta

Placa Acessório Modem Impacta manual do usuário Placa Acessório Modem Impacta Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. A Placa Modem é um acessório que poderá ser utilizado em todas as centrais

Leia mais

Robótica com Arduino. Resistores. Professor: Paulo Trentin

Robótica com Arduino. Resistores. Professor: Paulo Trentin Robótica com Arduino Resistores Professor: Paulo Trentin O que é? Componente que resiste a passagem de certa corrente no circuito. "o valor da resistência elétrica é obtido mediante a formação de um sulco

Leia mais

UPLOAD NO ARDUINO MEGA

UPLOAD NO ARDUINO MEGA PCI GEN7br2 com 644 Autor do tutorial: Luciano Garcia E-mail: lucianog@o2design.com.br Preparando o arduino mega 2560 via ISP Caros amigos, quebrei muito a cabeça para consegui gravar o bootload e o firmware

Leia mais

As leituras no voltímetro V e no amperímetro A, ambos ideais, são, respectivamente,

As leituras no voltímetro V e no amperímetro A, ambos ideais, são, respectivamente, 1. (Espcex (Aman) 015) Em um circuito elétrico, representado no desenho abaixo, o valor da força eletromotriz (fem) do gerador ideal é E 1,5 V, e os valores das resistências dos resistores ôhmicos são

Leia mais

1 Utilizando o Protoboard

1 Utilizando o Protoboard Ensino Médio Integrado em Automação Industrial Sistemas Digitais e Projeto Integrador Professor: Rafael Garlet de Oliveira 1 Utilizando o Protoboard Aula Prática 1 É um equipamento utilizado para montagens

Leia mais

Professor: Fernando Krein Pinheiro

Professor: Fernando Krein Pinheiro Professor: Fernando Krein Pinheiro Quem sou eu: Fernando Krein Pinheiro, bacharel em Ciência da Computação e Especialista em Educação Técnica e Tecnológica. Possui conhecimento nas áreas de algoritmos

Leia mais

Eletrônica & Robótica open-source

Eletrônica & Robótica open-source Eletrônica & Robótica open-source Vinicius Senger Fundador Globalcode e Programador até a morte Agenda Introdução Arduino Circuitos e componentes Ingressando na eletrônica / robótica Projetos Globalcode

Leia mais

Arduino Hack Day PROMOVA VOCÊ TAMBÉM UM ARDUINO HACK DAY!

Arduino Hack Day PROMOVA VOCÊ TAMBÉM UM ARDUINO HACK DAY! Arduino Hack Day Evento promovido por entusiastas, universidades e empresas Colaborativo e participativo Informações técnicas e troca de experiências Elétron Livre apoia a iniciativa emprestando materiais,

Leia mais

Capítulo 02. Resistores. 1. Conceito. 2. Resistência Elétrica

Capítulo 02. Resistores. 1. Conceito. 2. Resistência Elétrica 1. Conceito Resistor é todo dispositivo elétrico que transforma exclusivamente energia elétrica em energia térmica. Simbolicamente é representado por: Assim, podemos classificar: 1. Condutor ideal Os portadores

Leia mais

Manual do instalador Box Output DC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output DC.

Manual do instalador Box Output DC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output DC. Pág. 1/10 Apresentação Equipamento para acionamento de cargas em corrente contínua. Comunicação com outros dispositivos por rede CAN. 6 entradas digitais para acionamento local ou remoto. 6 entradas/saídas

Leia mais

U = R.I. Prof.: Geraldo Barbosa Filho AULA 06 CORRENTE ELÉTRICA E RESISTORES 1- CORRENTE ELÉTRICA

U = R.I. Prof.: Geraldo Barbosa Filho AULA 06 CORRENTE ELÉTRICA E RESISTORES 1- CORRENTE ELÉTRICA AULA 06 CORRENTE ELÉTRICA E RESISTORES 1- CORRENTE ELÉTRICA Movimento ordenado dos portadores de carga elétrica. 2- INTENSIDADE DE CORRENTE É a razão entre a quantidade de carga elétrica que atravessa

Leia mais

Oficina de Introdução ao Arduino

Oficina de Introdução ao Arduino Oficina de Introdução ao Arduino Conteúdo da oficina Estrutura de uma placa Arduino Conceitos de sinais elétricos Componentes eletrônicos básicos LED, resistor, protoboard Ambiente de desenvolvimento Sinal

Leia mais

Relatório Final F-609 Estudo da 1ª e 2ª Lei de Ohm com riscos de grafite em papel.

Relatório Final F-609 Estudo da 1ª e 2ª Lei de Ohm com riscos de grafite em papel. Relatório Final F-609 Estudo da 1ª e 2ª Lei de Ohm com riscos de grafite em papel. Aluno: Claudecir Ricardo Biazoli, RA: 038074. Orientador: Fernando Iikawa Sumário: 1- Introdução 3 2- Importâncias didática

Leia mais

Corrente elétrica corrente elétrica.

Corrente elétrica corrente elétrica. Corrente elétrica Vimos que os elétrons se deslocam com facilidade em corpos condutores. O deslocamento dessas cargas elétricas é chamado de corrente elétrica. A corrente elétrica é responsável pelo funcionamento

Leia mais

BEC- Bafômetro Embutido em Carros

BEC- Bafômetro Embutido em Carros BEC- Bafômetro Embutido em Carros Síntia Rodrigues Moreira Fernanda Rodrigues da Silva Márcia Jorge do Carmo Renata Cristina Guimarães Sofia Pereira Campos Agosto de 2014 1 1 Introdução O consumo de álcool

Leia mais

Manual do instalador Box Input Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Input.

Manual do instalador Box Input Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Input. Pág. 1/10 Apresentação Equipamento para detecção de acionamentos e monitoração de sensores. Comunicação com outros dispositivos por rede CAN. Possui seis entradas digitais optoacopladas com indicação de

Leia mais

PdP. Autor: Luís Fernando Patsko Nível: Intermediário Criação: 22/05/2006 Última versão: 18/12/2006

PdP. Autor: Luís Fernando Patsko Nível: Intermediário Criação: 22/05/2006 Última versão: 18/12/2006 TUTORIAL Montagem da Barra de LEDs Autor: Luís Fernando Patsko Nível: Intermediário Criação: 22/05/2006 Última versão: 18/12/2006 PdP Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos http://www.maxwellbohr.com.br

Leia mais

ARDUINO KIT INICIANTE V3.0

ARDUINO KIT INICIANTE V3.0 ARDUINO KIT INICIANTE V3.0 Parabéns por adquirir o Kit Arduino Iniciante da RoboCore! Este material é composto por 10 experimentos, que são intitulados módulos e projetos. O intuito principal é que o usuário

Leia mais

Exercícios de Física sobre Circuitos Elétricos com Gabarito

Exercícios de Física sobre Circuitos Elétricos com Gabarito Exercícios de Física sobre Circuitos Elétricos com Gabarito (Unicamp-999 Um técnico em eletricidade notou que a lâmpada que ele havia retirado do almoxarifado tinha seus valores nominais (valores impressos

Leia mais

Testador de cabos de rede

Testador de cabos de rede Testador de cabos de rede Elias Bernabé Turchiello Técnico responsável Este manual se destina unicamente a orientar o montador interessado neste projeto, portanto não se encontram neste manual: detalhes

Leia mais

Arduino e Proteus (Tutorial)

Arduino e Proteus (Tutorial) Arduino e Proteus (Tutorial) Por Felipe Gomes Flores Para quem trabalha com projetos ou apenas os faz por hobby sabe que há situações em uma boa idéia surge do nada e às vezes não há como reproduzi-la

Leia mais

Criando seu primeiro programa: Ao abrir o software, ele já está pronto para começar a programar:

Criando seu primeiro programa: Ao abrir o software, ele já está pronto para começar a programar: Criando seu primeiro programa: Ao abrir o software, ele já está pronto para começar a programar: Após inserir funções, os códigos aparecerão na lateral esquerda: Assim que seu programa estiver pronto,

Leia mais

Lista de Exercícios de Física II Lei de Ohm - circuitos Prof: Tadeu Turma: 3 Ano do Ensino Médio Data: 16/07/2009

Lista de Exercícios de Física II Lei de Ohm - circuitos Prof: Tadeu Turma: 3 Ano do Ensino Médio Data: 16/07/2009 Lista de Exercícios de Física II Lei de Ohm - circuitos Prof: Tadeu Turma: 3 Ano do Ensino Médio Data: 16/07/2009 1ª Questão) Num circuito elétrico, dois resistores, cujas resistências são R 1 e R 2, com

Leia mais

DIODO SEMICONDUTOR. íon negativo. elétron livre. buraco livre. região de depleção. tipo p. diodo

DIODO SEMICONDUTOR. íon negativo. elétron livre. buraco livre. região de depleção. tipo p. diodo DIODO SEMICONDUOR INRODUÇÃO Materiais semicondutores são a base de todos os dispositivos eletrônicos. Um semicondutor pode ter sua condutividade controlada por meio da adição de átomos de outros materiais,

Leia mais

SISTEMA DE MONITORAMENTO DIGITAL

SISTEMA DE MONITORAMENTO DIGITAL SISTEMA DE MONITORAMENTO DIGITAL Módulos para automação Características gerais - Processamento independente - Possui alerta sonoro e luminoso de falta de conexão - Não precisa ser configurado (Plug and

Leia mais

Bloco 3 do Projeto: Comparador com Histerese para Circuito PWM

Bloco 3 do Projeto: Comparador com Histerese para Circuito PWM Bloco 3 do Projeto: Comparador com Histerese para Circuito PWM O circuito de um PWM Pulse Width Modulator, gera um trem de pulsos, de amplitude constante, com largura proporcional a um sinal de entrada,

Leia mais

Projeto No. 11 Display de Leds de 7 Segmentos

Projeto No. 11 Display de Leds de 7 Segmentos Projeto No. 11 Display de Leds de 7 Segmentos O objetivo deste projeto é demonstrar a utilização do display de led de 7 segmentos controlado diretamente a partir das portas do Arduino. Material necessário:

Leia mais

Controle remoto por Bluetooth

Controle remoto por Bluetooth Controle remoto por Bluetooth Introdução Esse tutorial tem como objetivo, facilitar a montagem do controle e drive de potência voltado a modalidades que necessitam de controle remoto, seja robô sumo de

Leia mais

Acessando a Porta Paralela com o Delphi. Vitor Amadeu Souza. vitor@cerne-tec.com.br

Acessando a Porta Paralela com o Delphi. Vitor Amadeu Souza. vitor@cerne-tec.com.br Acessando a Porta Paralela com o Delphi Vitor Amadeu Souza vitor@cerne-tec.com.br Introdução A Porta Paralela pode ser usada de forma a permitir a interface do computador com o mundo externo para acionamento

Leia mais

Eletrodinâmica. Circuito Elétrico

Eletrodinâmica. Circuito Elétrico Eletrodinâmica Circuito Elétrico Para entendermos o funcionamento dos aparelhos elétricos, é necessário investigar as cargas elétricas em movimento ordenado, que percorrem os circuitos elétricos. Eletrodinâmica

Leia mais

Sumário. www.eletrogate.com 2

Sumário. www.eletrogate.com 2 Sumário 1. Introdução... 6 1.1. O que é Arduino... 6 1.2. Por que usar o Arduino... 6 1.3. Afinal, pra que serve o Arduino?... 7 2. Hardware... 7 2.1. Alimentação do Arduino... 9 3. Software... 9 3.1.

Leia mais

1Manual do Program-ME... 6

1Manual do Program-ME... 6 1Manual do Program-ME... 6 1.1Componentes para Program-ME / Arduino... 6 1.2Aplicações práticas... 7 1.3O que é Arduino... 8 1.3.1Características técnicas do Arduino/Program-ME... 8 1.3.2Program-ME v1.0

Leia mais

Robótica com Arduino

Robótica com Arduino Robótica com Arduino Nesta apresentação veremos conceitos sobre contadores, estrutura de condição if, e trabalharemos com a comunicação Serial entre o Arduino e o Computador. Professor: Paulo Marcos Trentin

Leia mais

DIODO SEMICONDUTOR. Conceitos Básicos. Prof. Marcelo Wendling Ago/2011

DIODO SEMICONDUTOR. Conceitos Básicos. Prof. Marcelo Wendling Ago/2011 DIODO SEMICONDUTOR Prof. Marcelo Wendling Ago/2011 Conceitos Básicos O diodo semicondutor é um componente que pode comportar-se como condutor ou isolante elétrico, dependendo da forma como a tensão é aplicada

Leia mais

TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO DE CERTIFICADOR DE CABEAMENTO

TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO DE CERTIFICADOR DE CABEAMENTO TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO DE CERTIFICADOR DE CABEAMENTO Por Ivan Max Freire de Lacerda ivanmaxlacerda@gmail.com Muitos técnicos sabem implantar a infra-estrutura de cabeamento para redes de computadores,

Leia mais

Universidade Federal da Paraíba Centro de Ciências Exatas e da Natureza Departamento de Informática

Universidade Federal da Paraíba Centro de Ciências Exatas e da Natureza Departamento de Informática Universidade Federal da Paraíba Centro de Ciências Exatas e da Natureza Departamento de Informática Francisco Erberto de Sousa 11111971 Saulo Bezerra Alves - 11111958 Relatório: Capacitor, Resistor, Diodo

Leia mais

CENTRAL DE ALARME DE incêndio MODELO NGSG101. Versão 1.03, Agosto 2006 ERP:30303964

CENTRAL DE ALARME DE incêndio MODELO NGSG101. Versão 1.03, Agosto 2006 ERP:30303964 1 CENTRALNGSG101.DOC CENTRAL DE ALARME DE incêndio MODELO NGSG101 Manual de Instalação e de Operação INDICE 1. Generalidades 2. Especificações técnicas 3. Estrutura e configuração 3.1 Aspecto exterior

Leia mais

ACESSO FÍSICA LISTA 1 (LEIS DE OHM E CORRENTE ELÉTRICA)

ACESSO FÍSICA LISTA 1 (LEIS DE OHM E CORRENTE ELÉTRICA) ACESSO FÍSICA LISTA 1 (LEIS DE OHM E CORRENTE ELÉTRICA) 1. (Fuvest) O plutônio ( Pu) é usado para a produção direta de energia elétrica em veículos espaciais. Isso é realizado em um gerador que possui

Leia mais

21/07/2010 LED ELETRÔNICA DIGITAL. LED Tipos. LED Princípio de funcionamento. Display de 7 segmentos. LED Circuito de polarização

21/07/2010 LED ELETRÔNICA DIGITAL. LED Tipos. LED Princípio de funcionamento. Display de 7 segmentos. LED Circuito de polarização 2/7/2 LED ELETRÔNICA DIGITAL Parte 6 Display, Decodificadores e Codificadores Diodo emissor de luz (LED) Para nós será utilizado para dar uma indicação luminosa do nível lógico de sinal; Ligado nível lógico

Leia mais

Atenção ainda não conecte a interface em seu computador, o software megadmx deve ser instalado antes, leia o capítulo 2.

Atenção ainda não conecte a interface em seu computador, o software megadmx deve ser instalado antes, leia o capítulo 2. Atenção ainda não conecte a interface em seu computador, o software megadmx deve ser instalado antes, leia o capítulo 2. Interface megadmx SA Firmware versão 1, 2 e 3 / software megadmx 2.000 (Windows/MAC

Leia mais

Circuito integrado 555 e suas aplicações

Circuito integrado 555 e suas aplicações Circuito integrado 555 e suas aplicações Introdução Um circuito integrado popular é o versátil 555. Introduzido pela em 1973 pela Signetcs, este circuito integrado tem aplicações que variam de equipamentos

Leia mais

www.vwsolucoes.com Copyright 2012 VW Soluções

www.vwsolucoes.com Copyright 2012 VW Soluções 1 Apresentação O Cabo PicKit2 é uma versão simplificada do gravador PicKit2 da Microchip com a idéia de podermos substituir o microcontrolador dos Clp Pic 28 e/ou Clp Pic40 por outros com maiores capacidades

Leia mais

Física C Extensivo V. 8

Física C Extensivo V. 8 Extensivo V 8 Exercícios 0) E I Verdadeira C ε o A d II Falsa A capacitância se reduz à metade III Falsa Não depende da carga 0) B P Q Como o tempo de transferência é pequeno, a t potência é máxima 0)

Leia mais

Prof.: Geraldo Barbosa Filho

Prof.: Geraldo Barbosa Filho AULA 07 GERADORES E RECEPTORES 5- CURVA CARACTERÍSTICA DO GERADOR 1- GERADOR ELÉTRICO Gerador é um elemento de circuito que transforma qualquer tipo de energia, exceto a elétrica, em energia elétrica.

Leia mais

Linha de Módulos de Comando

Linha de Módulos de Comando RKM SISTEMAS DE AUTOMAÇÃO E CONTROLE LTDA. Rua Catão Coelho, 215 PORTO ALEGRE RS Fone: (51) 3029-3250 www.rkmautomacao.com.br Linha de Módulos de Comando RKM Aurora MANUAL DE CONFIGURAÇÃO Rev. 1.0 Abril

Leia mais

LUMIKIT PRO X4 / RACK INTERFACE QUICK GUIDE

LUMIKIT PRO X4 / RACK INTERFACE QUICK GUIDE LUMIKIT PRO X4 / RACK INTERFACE QUICK GUIDE LEIA O MANUAL ANTES DE UTILIZAR O PRODUTO! Considerações importantes, leia antes de usar o produto: A diferença entre a interface Lumikit PRO X4 e Lumikit PRO

Leia mais

RADIOELETRICIDADE. O candidato deverá acertar, no mínimo: Classe B 50% Classe A 70% TESTE DE AVALIAÇÃO

RADIOELETRICIDADE. O candidato deverá acertar, no mínimo: Classe B 50% Classe A 70% TESTE DE AVALIAÇÃO RADIOELETRICIDADE O candidato deverá acertar, no mínimo: Classe B 50% Classe A 70% TESTE DE AVALIAÇÃO Fonte: ANATEL DEZ/2008 RADIOELETRICIDADE TESTE DE AVALIAÇÃO 635 A maior intensidade do campo magnético

Leia mais

Intel Galileo: Instalação e IDE Arduino

Intel Galileo: Instalação e IDE Arduino Objetivo Instalação do software e execução de Sketch para teste do hardware e conectividade da placa Galileo. 20/10/2014 Objetivo Instalação do software e execução de Sketch para teste do hardware e conectividade

Leia mais

LEI DE OHM. Professor João Luiz Cesarino Ferreira. Conceitos fundamentais

LEI DE OHM. Professor João Luiz Cesarino Ferreira. Conceitos fundamentais LEI DE OHM Conceitos fundamentais Ao adquirir energia cinética suficiente, um elétron se transforma em um elétron livre e se desloca até colidir com um átomo. Com a colisão, ele perde parte ou toda energia

Leia mais

Sistema de Leitura da Porta de Mouse do PC

Sistema de Leitura da Porta de Mouse do PC FUNDAÇÃO ESCOLA TÉCNICA LIBERATO SALZANO VIEIRA DA CUNHA Projeto para Trabalho Trimestral de Física Curso: Técnico em Eletrônica Turma: 4312 Data: 18/10/2005 Sala : 224 Aluno: Cleber Moraes n : 5 Aluno:

Leia mais

eletroeletrônica II Na linha de produção de uma empresa há Blocos eletrônicos

eletroeletrônica II Na linha de produção de uma empresa há Blocos eletrônicos A UU L AL A Manutenção eletroeletrônica II Na linha de produção de uma empresa há uma máquina muito sofisticada. Certo dia essa máquina apresentou um defeito e parou. Imediatamente foi acionada a equipe

Leia mais

Eletrônica Industrial Apostila sobre Modulação PWM página 1 de 6 INTRODUÇÃO

Eletrônica Industrial Apostila sobre Modulação PWM página 1 de 6 INTRODUÇÃO Eletrônica Industrial Apostila sobre Modulação PWM página 1 de 6 Curso Técnico em Eletrônica Eletrônica Industrial Apostila sobre Modulação PWM Prof. Ariovaldo Ghirardello INTRODUÇÃO Os controles de potência,

Leia mais

DATA: HORÁRIO DE ENTRADA: HORÁRIO DE SAÍDA: BANCADA: NOMES DOS COMPONENTES DO GRUPO DE TRABALHO: PROJETO - CONTADORES ASSÍNCRONOS

DATA: HORÁRIO DE ENTRADA: HORÁRIO DE SAÍDA: BANCADA: NOMES DOS COMPONENTES DO GRUPO DE TRABALHO: PROJETO - CONTADORES ASSÍNCRONOS DATA: HORÁRIO DE ENTRADA: HORÁRIO DE SAÍDA: BANCADA: RGM: NOMES DOS COMPONENTES DO GRUPO DE TRABALHO: PROJETO - CONTADORES ASSÍNCRONOS O objetivo desse projeto extra é aplicar os conceitos vistos em aula

Leia mais

Projeto No. 12 Display de Led de 7 Segmentos

Projeto No. 12 Display de Led de 7 Segmentos Projeto No. 12 Display de Led de 7 Segmentos O objetivo deste projeto é demonstrar a utilização de um display de led de 7 segmentos controlado diretamente a partir das portas digitais do Arduino. Material

Leia mais

Placa Acessório Modem Impacta

Placa Acessório Modem Impacta MANUAL DO USUÁRIO Placa Acessório Modem Impacta Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. A Placa Modem é um acessório que poderá ser utilizado em todas as centrais

Leia mais

Manual do instalador Box Output AC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output AC.

Manual do instalador Box Output AC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output AC. Pág. 1/10 Apresentação Equipamento para acionamento de cargas em corrente alternada 110/220V. Comunicação com outros dispositivos por rede CAN. 6 entradas digitais para acionamento local ou remoto. 6 entradas/saídas

Leia mais

1. INTRODUÇÃO COMPUTADOR

1. INTRODUÇÃO COMPUTADOR 1. INTRODUÇÃO O objetivo deste manual é apresentar, de uma forma simples e rápida, o básico de programação, sendo assim iremos focar apenas nos conceitos que são importantes para Arduino e sistemas embarcados

Leia mais

LABORATÓRIO 11. Diodos e LEDs. Objetivos: Identificar o comportamento de um diodo e de um LED em um circuito simples; calcular a resistência. do LED.

LABORATÓRIO 11. Diodos e LEDs. Objetivos: Identificar o comportamento de um diodo e de um LED em um circuito simples; calcular a resistência. do LED. LABORATÓRIO 11 Diodos e LEDs Objetivos: do LED. Identificar o comportamento de um diodo e de um LED em um circuito simples; calcular a resistência Materiais utilizados Diodo, LED, multímetro, resistores,

Leia mais

Os capacitores são componentes largamente empregados nos circuitos eletrônicos. Eles podem cumprir funções tais como o armazenamento de cargas

Os capacitores são componentes largamente empregados nos circuitos eletrônicos. Eles podem cumprir funções tais como o armazenamento de cargas Os capacitores são componentes largamente empregados nos circuitos eletrônicos. Eles podem cumprir funções tais como o armazenamento de cargas elétricas ou a seleção de freqüências em filtros para caixas

Leia mais

RESISTORES. 1.Resistencia elétrica e Resistores

RESISTORES. 1.Resistencia elétrica e Resistores RESISTORES 1.Resistencia elétrica e Resistores Vimos que, quando se estabelece uma ddp entre os terminais de um condutor,o mesmo é percorrido por uma corrente elétrica. Agora pense bem, o que acontece

Leia mais

Como utilizar um multímetro digital

Como utilizar um multímetro digital 1 Como utilizar um multímetro digital Um multímetro digital oferece a facilidade de mostrar diretamente em seu visor, que chamamos de display de cristal líquido, ou simplesmente display, o valor numérico

Leia mais

SENSOR DE LUMINOSIDADE Com indicador de intervalo

SENSOR DE LUMINOSIDADE Com indicador de intervalo SENSOR DE LUMINOSIDADE Com indicador de intervalo Este projeto refere-se à construção de um sensor de luminosidade com o uso de um LDR (Light Dependent Resistor), com as seguintes características: 1. Luminosidade

Leia mais