CURSO PRIUS PREPARATÓRIO PARA TÉCNICOS DE ENFERMAGEM HUPE / UERJ

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURSO PRIUS PREPARATÓRIO PARA TÉCNICOS DE ENFERMAGEM HUPE / UERJ"

Transcrição

1 AME - Dicionário de Administração de Medicamentos na Enfermagem. 2009/2010. Rio de Janeiro: EPUB, ANVISA. Curso Básico de Controle de Infecção Hospitalar - Caderno C: Métodos de Proteção Anti- infecciosa Disponível em: Brasil, Ministério da Saúde. Portaria Regulamenta as ações de controle de infecção hospitalar no país. Brasília, MANIPULAÇÃO E CÁLCULO DE MEDICAMENTOS FUNDAMENTOS DE ENFERMAGEM CCIH E BIOSSEGURANÇA Semiologia e Semiotécnica; Preparo e administração de medicamentos; Cálculos de medicação; Atuação nos diversos procedimentos de assistência ao cliente; Ações de prevenção e controle de infecção hospitalar. Normas de biossegurança Registros de enfermagem; BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego - Secretaria de Inspeção do Trabalho. Portaria SIT Nº 25, de 15 de outubro de Norma Regulamentadora Nº 6 - Equipamento de Proteção Individual. Disponível em: Profissionalização de auxiliares de enfermagem: cadernos do aluno: Fundamentos de enfermagem; Ética profissional - 2. Ed., 1.a reimpr. - Brasília: Ministério da Saúde; Rio de Janeiro: FIOCRUZ, Disponível em: Lima, I. L. & Matão, M. E. L. (org) et al. Manual do Técnico e Auxiliar de Enfermagem. Goiânia: AB Editora. 7ª ed SILVA, M.V.G. e Oliveira A M. G. O. Plantão de Enfermagem: O cotidiano da Assistência de enfermagem numa Unidade Hospitalar. Rio de Janeiro: Nogueira ed. LTDA., 2009 SILVA, Marcelo T. e Silva, Sandra R. L. P. T. Cálculo e administração de Medicamentos na Enfermagem.São Paulo, 2008.p.79

2 A Ética aplicada à Enfermagem; Conselho Federal de Enfermagem (BR). Código de ética dos profissionais de enfermagem. Rio de Janeiro (RJ): Conselho Federal de Enfermagem; Código de Ética profissional em Enfermagem; ÉTICA E LEGISLAÇÃO EM ENFERMAGEM Lei do Exercício Profissional em Enfermagem; Pareceres e legislações aplicadas a enfermagem BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 05/10/88. Seção II- da Saúde, Art. 196 ao Art Acessível em: BRASIL. Lei nº 8.080/90. Lei orgânica da Saúde que dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Acessível em: SUS E POLÍTICAS DE SAÚDE Aspectos legais e normativos; Princípios e diretrizes do SUS; A humanização do atendimento no contexto do SUS: Política Nacional de Humanização; Aspectos normativos e técnicos para o desenvolvimento das ações do Humaniza SUS; BRASIL. Lei nº 8142/90. Dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) e sobre as transferências intergovernamentais de recursos financeiros na área da saúde e dá outras providências. BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Básica. O Humaniza SUS na atenção básica. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, (Série B Textos básicos de saúde). Acessível em: BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização. Humaniza SUS: documento básico para gestores e trabalhadores do SUS. 4.ed. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, (Série B Textos básicos de saúde). Acessível em: BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização. Acolhimento nas práticas de produção de saúde. 2.ed. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, (Série B Textos básicos de saúde). Acessível em: BRASIL. Ministério da Saúde. Política Nacional de Humanização - HumanizaSUS. Acessível em:

3 Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. A vigilância, o controle e a prevenção das doenças crônicas não transmissíveis: DCNT no contexto do Sistema Único de Saúde. - Brasília: Organização Pan- Americana de Saúde, Disponível em: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Prevenção Clínica de Doenças Cardiovasculares, Cerebrovascular e Renal Crônica. Cadernos de Atenção Básica nº p. (Série A. Normas e Manuais Técnicos) Brasília : Ministério da Saúde, Disponível em: ENFERMAGEM MÉDICO- CIRÚRGICA Atuação do técnico de enfermagem na assistência de enfermagem aos pacientes com distúrbios nos sistemas digestivo, cardiovascular, respiratório, renal, geniturinário, endócrino, hematológico. Assistência do técnico de enfermagem em oncologia. Atuação do técnico de enfermagem nos períodos pré- operatório, trans- operatório e pós- operatório; durante os procedimentos cirúrgico- anestésicos e recuperação anestésica. Sistemas de drenagem Processo de limpeza, desinfecção e esterilização Métodos de monitorização e controle do ciclo de esterilização. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Hipertensão arterial sistêmica para o Sistema Único de Saúde. Cadernos de Atenção Básica; nº p. (Série A. Normas e Manuais Técnicos). Brasília: Ministério da Saúde, Disponível em:http://dtr2004.saude.gov.br/dab/caderno_ab.php. Profissionalização de auxiliares de enfermagem: cadernos do aluno: Saúde do Adulto, assistência clínica/ ética profissional; - 2. Ed., 1.a reimpr. - Brasília: Ministério da Saúde; Rio de Janeiro: FIOCRUZ, Disponível em: BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego - Secretaria de Inspeção do Trabalho. Portaria SIT Nº 25, de 15 de outubro de BRASIL, Ministério da Saúde, INCA. Ações de Enfermagem para o Controle do Câncer STOCHERO, O. - Enfermagem em Centro Cirúrgico Ambulatorial. Ed. Guanabara Koogan: Rio de Janeiro, SANTOS, nº C. M. - Centro Cirúrgico e Cuidados de Enfermagem - Ed. Iátria: São Paulo SILVA, M.V.G. e Oliveira A M. G. O. Plantão de Enfermagem: O cotidiano da Assistência de enfermagem numa Unidade Hospitalar. Rio de Janeiro: Nogueira ed. LTDA., 2009

4 Profissionalização de auxiliares de enfermagem: cadernos do aluno: Saúde do Adulto, assistência cirúrgica/ atendimento de emergência ; 2. Ed., 1.a reimpr. - Brasília: Ministério da Saúde; Rio de Janeiro: FIOCRUZ, Disponível em: URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS Atuação do técnico de enfermagem em situações de urgência e emergências: choques, parada cardiorrespiratória, edema agudo de pulmão, hemorragias, trauma, queimaduras e crise hipertensiva. BRUNO, Paulo e OLDENBERG, Cyntia. Enfermagem em Pronto Socorro. Rio de Janeiro: SENAC Nacional SILVA, M.V.G. e Oliveira A M. G. O. Plantão de Enfermagem: O cotidiano da Assistência de enfermagem numa Unidade Hospitalar. Rio de Janeiro: Nogueira ed. LTDA., 2009 Lima, I. L. & Matão, M. E. L. (org) et al. Manual do Técnico e Auxiliar de Enfermagem. Goiânia: AB Editora. 7ª ed PORTUGUÊS PARA CONCURSOS Leitura e compreensão de textos de diferentes gêneros e domínios discursivos. Unidade e diversidade da língua portuguesa: variação regional, variação social e registros de usos. Funções da linguagem. Mecanismos de coesão textual. Pontuação gramatical e expressiva. Elementos mórficos e processos de formação de palavras. Emprego das diferentes classes de palavra. Período simples: funções sintáticas. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal; emprego do acento grave. Sintaxe de colocação. Período composto: processos sintáticos de estruturação, comportamento sintático das orações e relações lógico- discursivas marcadas pelos conectores. Sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, hiperônimos, hipônimos; polissemia, denotação e conotação. Ortografia, ortoepia e prosódia. AZEREDO, José Carlos de. Gramática Houaiss da Língua Portuguesa. 2ed. São Paulo: Publifolha, BECHARA, Evanildo. Moderna Gramática Portuguesa. 37ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, HOUAISS, Antônio & VILLAR, Mauro de Salles. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001.

5 Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Assistência Pré- natal e Puerpério: manual técnico. 3ª ed. Brasília: Ministério da Saúde, Disponível em: SAÚDE DA MULHER Controle e prevenção do câncer de mama e cérvico- uterina: Planejamento Familiar; Assistência no pré- natal, parto, puerpério. Profissionalização de auxiliares de enfermagem: cadernos do aluno: Saúde da mulher da criança e do adolescente; - 2. Ed., 1.a reimpr. - Brasília: Ministério da Saúde; Rio de Janeiro: FIOCRUZ, Disponível em: Brasil, Ministério da Saúde.Urgência e emergências maternas. Guia para diagnóstico e conduta em situaçõesderiscodemortematerna. ManualTécnico,Brasília,2003. BRASIL, Ministério da Saúde. Pré- natal e Puerpério: atenção qualificada e humanizada - manual técnico. Brasília: Ministério da Saúde. Série Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos, Caderno n.5, 2005.(53) Disponível em: ttp://dtr2001.saude.gov.br/editora/produtos/livros/pdf/05_0151_m.pdf SAÚDE DA CRIANÇA E DO RECÉM- NASCIDO Assistência à Saúde da Criança nas diferentes fases da vida; Prevenção de agravos fisiológicos e sociais; Acompanhamento do processo de crescimento e desenvolvimento; Cuidados do técnico de enfermagem ao recém- nato normal e de risco; Intervenções de Enfermagem nas unidades de internação e ambulatorial à clientela pediátrica; Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde da Criança: Nutrição Infantil - Aleitamento materno e Alimentação Complementar. Série A. Normas e manuais técnicos. Caderno de Atenção Básica. nº 23. Brasília: Ministério da Saúde Disponível em: : Saúde da mulher da criança e do adolescente; - 2. Ed., 1.a reimpr. - Brasília: Ministério da Saúde; Rio de Janeiro: FIOCRUZ, Disponível em: SCHMITZ, E. D. A enfermagem em Pediatria e Puericultura. São Paulo. Ed Atheneu

6 Brasil. Ministério da Saúde. Fundação Nacional de Saúde. Manual de normas de vacinação, 3 ed., Brasília: Ministério da Saúde, 2001/ Adendo Disponível em: SAÚDE PÚBLICA Vigilância Epidemiológica; Determinantes no processo saúde-doença; Indicadores de saúde; Programa Nacional de Imunização; Programas de controle de Diabetes Melittus, Tuberculose, Hanseníase, Hipertensão, doenças infectoparasitárias, DSTs/AIDS. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Diabetes Mellitus. Cadernos de Atenção Básica, nº p. (Série A. Normas e Manuais Técnicos). - Brasília: Ministério da Saúde, Disponível em: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Departamento de Gestão da Educação na Saúde. Projeto de Profissionalização dos Trabalhadores da Área de Enfermagem. Profissionalização de auxiliares de enfermagem: cadernos do aluno: Saúde coletiva; - 2. Ed., 1.a reimpr. - Brasília: Ministério da Saúde; Rio de Janeiro: FIOCRUZ, Disponível em:

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Cargo: ENFERMEIRO/ÁREA 1. DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO: Prestar assistência ao paciente e/ou usuário em clínicas, hospitais, ambulatórios, navios, postos de saúde e em domicílio, realizar consultas e procedimentos

Leia mais

PROVA PARA SELEÇÃO AO SERVIÇO MILITAR TEMPORÁRIO NA ÁREA DA2ª REGIÃO MILITAR - ESTÁGIO DE SERVIÇO TÉCNICO (EST/2016)

PROVA PARA SELEÇÃO AO SERVIÇO MILITAR TEMPORÁRIO NA ÁREA DA2ª REGIÃO MILITAR - ESTÁGIO DE SERVIÇO TÉCNICO (EST/2016) PROVA PARA SELEÇÃO AO SERVIÇO MILITAR TEMPORÁRIO NA ÁREA DA2ª REGIÃO MILITAR - ESTÁGIO DE SERVIÇO TÉCNICO (EST/2016) ÁREA: ENFERMAGEM RELAÇÃO DE ASSUNTOS 1 - ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE E ADMINISTRAÇÃO APLICADA

Leia mais

Município de Rebouças

Município de Rebouças ANEXO I - ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS EDITAL 002/2014 AUXILIAR DE ENFERMAGEM PSF: Atribuições: Realizar procedimentos de enfermagem dentro das suas competências técnicas e legais. Realizar procedimentos de

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PÚBLICO SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE - SMS EDITAL Nº. 001/2012 ANEXO VI

PROCESSO SELETIVO PÚBLICO SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE - SMS EDITAL Nº. 001/2012 ANEXO VI PROCESSO SELETIVO PÚBLICO SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE - SMS EDITAL Nº. 001/2012 ANEXO VI CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CARGO: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE - ACS LÍNGUA PORTUGUESA 1. Interpretação de textos

Leia mais

PLANO DE CARREIRA DA FISCALIZAÇÃO MUNICIPAL PROGRAMAS DAS PROVAS CARGOS DE ENSINO SUPERIOR

PLANO DE CARREIRA DA FISCALIZAÇÃO MUNICIPAL PROGRAMAS DAS PROVAS CARGOS DE ENSINO SUPERIOR PLANO DE CARREIRA DA FISCALIZAÇÃO MUNICIPAL PROGRAMAS DAS PROVAS CARGOS DE ENSINO SUPERIOR CARGO: FISCAL DE SAÚDE PÚBLICA I PROVAS COMUNS ÀS FUNÇÕES DE FISCAL DE SAÚDE PÚBLICA E FISCAL DE SAÚDE PÚBLICA/FARMACÊUTICO.

Leia mais

DIABETES MELLITUS NO BRASIL

DIABETES MELLITUS NO BRASIL DIABETES MELLITUS NO BRASIL 17º Congresso Brasileiro Multidisciplinar em Diabetes PATRÍCIA SAMPAIO CHUEIRI Coordenadora d Geral de Áreas Técnicas DAB/MS Julho, 2012 DIABETES MELITTUS Diabetes é considerado

Leia mais

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS INTEGRANTES DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS INTEGRANTES DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS INTEGRANTES DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ATRIBUIÇÕES DO MÉDICO I- Realizar consultas clínicas aos usuários de sua área adstrita; II- Participar das atividades de grupos de controle

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DE DISCIPLINA. Enfermagem em Saúde Coletiva da Criança e do Adolescente (1º Semestre / 2013)

PROGRAMAÇÃO DE DISCIPLINA. Enfermagem em Saúde Coletiva da Criança e do Adolescente (1º Semestre / 2013) PROGRAMAÇÃO DE DISCIPLINA Enfermagem em Saúde Coletiva da Criança e do Adolescente (1º Semestre / 2013) Coordenador: Prof ª Aurea Tamami Minagawa Toriyama Carga horária total: 60 horas 30 horas práticas

Leia mais

RETIFICAÇÃO Nº 01 AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2007

RETIFICAÇÃO Nº 01 AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2007 Estado de Santa Catarina PREFEITURA MUNICIPAL DE HERVAL D OESTE RETIFICAÇÃO Nº 01 AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2007 CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E/OU PROVAS E TÍTULOS, PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO Disciplina: Saúde da Criança e do Adolescente Código: 106209 Crédito: 04.07.00

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE MAJOR VIEIRA CNPJ/MF 83.102.392/0001-27

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE MAJOR VIEIRA CNPJ/MF 83.102.392/0001-27 EDITAL Nº 002/2015 PROCESSO SELETIVO DE PROVAS PARA SUPRIR VAGA TEMPORÁRIA ORILDO ANTONIO SEVERGNINI Prefeito Municipal de Major Vieira, Estado de Santa Catarina, usando de suas atribuições legais, faz

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO BIOMÉDICO FACULDADE DE ENFERMAGEM PRÓ-SAUDE

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO BIOMÉDICO FACULDADE DE ENFERMAGEM PRÓ-SAUDE 1º período Saúde, Trabalho e Meio- Ambiente I 150 10 UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO BIOMÉDICO FACULDADE DE ENFERMAGEM PRÓ-SAUDE Identificação da relação entre os modos de viver e o processo

Leia mais

ENFERMAGEM DO TRABALHO - TURMA VII

ENFERMAGEM DO TRABALHO - TURMA VII Rua Rio Branco, 216, Centro, CEP 650-490, São Luís /MA - Fone: (98) 3878.21 Credenciado pela Portaria Ministerial nº 1764/06, D.O.U. 211 de 03.11.06, Seção 01, Folha14 ENFERMAGEM DO TRABALHO - TURMA VII

Leia mais

ANEXO IX PROGRAMAS E BIBLIOGRAFIAS

ANEXO IX PROGRAMAS E BIBLIOGRAFIAS ANEXO IX PROGRAMAS E BIBLIOGRAFIAS LÍNGUA PORTUGUESA PROGRAMAS I LÍNGUA PORTUGUESA: NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO Compreensão de texto. Emprego das letras. Acentuação gráfica. Palavras sinônimas e antônimas.

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS 1º PERÍODO

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS 1º PERÍODO CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS 1º PERÍODO Biologia Geral, Citologia e Genética Estudo da célula, seus componentes e relação com as funções

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CONCURSO PÚBLICO TÉCNICO-ADMINISTRATIVO EM EDUCAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CONCURSO PÚBLICO TÉCNICO-ADMINISTRATIVO EM EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CONCURSO PÚBLICO TÉCNICO-ADMINISTRATIVO EM EDUCAÇÃO EDITAL COMPLEMENTAR Nº 01 AO EDITAL Nº 07/2015-REITORIA/IFRN O REITOR DO INSTITUTO

Leia mais

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*.

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*. EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pela Universidade Federal de Viçosa são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, referentes a cada Departamento, seguidas de um número de três

Leia mais

CURSO: ENFERMAGEM. Objetivos Específicos 1- Estudar a evolução histórica do cuidado e a inserção da Enfermagem quanto às

CURSO: ENFERMAGEM. Objetivos Específicos 1- Estudar a evolução histórica do cuidado e a inserção da Enfermagem quanto às CURSO: ENFERMAGEM Missão Formar para atuar em Enfermeiros qualificados todos os níveis de complexidade da assistência ao ser humano em sua integralidade, no contexto do Sistema Único de Saúde e do sistema

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 1559/02, DE 16 DE JULHO DE 2002.

LEI MUNICIPAL Nº 1559/02, DE 16 DE JULHO DE 2002. LEI MUNICIPAL Nº 1559/02, DE 16 DE JULHO DE 2002. Cria e extingue cargos na estrutura do Quadro Permanente de Cargos, lei Municipal 1338/98, e dá outras providências. WOLMIR ÂNGELO DALL`AGNOL, Prefeito

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Habilitação Profissional: Técnico em Enfermagem Qualificação:

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL Autarquia Federal Lei nº 5.905/73

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL Autarquia Federal Lei nº 5.905/73 PARECER DEFISC Nº 09/2012 Porto Alegre, 11 de maio de 2012. Laudo para teste rápido de gravidez por profissionais de Enfermagem. I - Relatório Trata-se de solicitação de dúvida, encaminhada por profissional

Leia mais

JUSTIFICATIVA DA INCLUSÃO DA DISCIPLINA NA CONSTITUIÇÃO DO CURRÍCULO

JUSTIFICATIVA DA INCLUSÃO DA DISCIPLINA NA CONSTITUIÇÃO DO CURRÍCULO FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA LORENA - SP Curso: Enfermagem Disciplina: Enfermagem Saúde da Criança e do Adolescente Ano letivo 2011 Série 3º Ano Carga Horária Total h/a T 90 h/a P 54 h/a En. Cl.

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ATENÇÃO A SAÚDE DA MULHER E DO HOMEM II Código: ENF- 213 CH

Leia mais

Turmas Semana Unidade São Judas. Manhã: 08h às 12h Noite: 18h30 às 22h30

Turmas Semana Unidade São Judas. Manhã: 08h às 12h Noite: 18h30 às 22h30 Curso Intensivo Preparatório para Concurso Público PREFEITURA MUNICIPAL DE ITARIRI - EDITAL ABERTURA (COMPLETO) - CONCURSO PÚBLICO N.º 01/2014 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO - EDITAL N 03, DE 28 DE

Leia mais

AUXILIAR DE ENFERMAGEM

AUXILIAR DE ENFERMAGEM AUXILIAR DE ENFERMAGEM REQUISITO DE QUALIFICAÇÃO PARA INGRESSO NO CARGO: ESCOLARIDADE: Ensino médio completo+ profissionalizante Coren. HABILITAÇÃO PROFISSIONAL: Registro no Conselho competente. Decreto

Leia mais

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Enfermagem Disciplina: Assistência de Enfermagem à Saúde do Trabalhador Professor: Daniely Oliveira Nunes Gama E-mail: danioliveiranunes@yahoo.com.br

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Habilitação Profissional: Especialização Profissional Técnica

Leia mais

Mantenedora FASIPE CENTRO EDUCACIONAL LTDA. Mantida FACULDADE FASIPE MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

Mantenedora FASIPE CENTRO EDUCACIONAL LTDA. Mantida FACULDADE FASIPE MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM Mantenedora FASIPE CENTRO EDUCACIONAL LTDA. Mantida FACULDADE FASIPE MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM SINOP / MATO GROSSO MATRIZ CURRICULAR ENFERMAGEM 1º SEMESTRE Anatomia Humana I

Leia mais

UNILUS CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA PLANO ANUAL DE ENSINO ANO 2010

UNILUS CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA PLANO ANUAL DE ENSINO ANO 2010 UNILUS CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA PLANO ANUAL DE ENSINO ANO 2010 CURSO: Enfermagem DEPARTAMENTO: Ciências Básicas da Saúde DISCIPLINA: Enfermagem em Clínica Médica Cirúrgica I PROFESSORA RESPONSÁVEL:

Leia mais

Agente Comunitário em Saúde

Agente Comunitário em Saúde Agente Comunitário em Saúde Introdução a Informática Ações de Promoção do ambiente saudável A sociedade em que vivemos Construção de Redes Comunitárias e Promoção à Saúde Introdução à Profissão de Agente

Leia mais

Programas Seleção Conteúdo Vagas com bolsas Vagas sem bolsa Data da seleção

Programas Seleção Conteúdo Vagas com bolsas Vagas sem bolsa Data da seleção Programas Seleção Conteúdo Vagas com bolsas Vagas sem bolsa Data da seleção Processo de Trabalho em saúde: Integralidade e Cuidado do 6º ou 7º Biossegurança no trabalho, aspectos legais, suas classificações

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL Das Atribuições dos Profissionais dos Recursos Humanos Atribuições comuns a todos os profissionais que integram a equipe: Conhecer a realidade das famílias pelas

Leia mais

Faculdade da Alta Paulista

Faculdade da Alta Paulista CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Área: Estágio de Enfermagem em Saúde do Adulto I e II Campo de Atuação: Santa Casa de Tupã; Instituto de Psiquiatria de Tupã e Hospital São

Leia mais

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. Ortografia (escrita correta das palavras). Divisão silábica. Pontuação. Acentuação Gráfica. Flexão do substantivo

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. Ortografia (escrita correta das palavras). Divisão silábica. Pontuação. Acentuação Gráfica. Flexão do substantivo ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO EMPREGO: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE Ortografia (escrita correta das palavras). Divisão silábica. Pontuação. Acentuação Gráfica. Flexão do substantivo (gênero masculino e

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUNDIAÍ DO SUL

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUNDIAÍ DO SUL ANEXOII ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS PARA CONCURSO PÚBLICO PARA EMPREGO PÚBLICO Nº. 001/2010 JUNDIAÍ DO SUL PARANÁ 1. Para os cargos do grupo PSF Programa da Saúde da Família, conveniados com o Governo Federal:

Leia mais

PLANO DE ENSINO CURSO: MEDICINA. INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade Curricular Prática de Integração: Ensino, Serviço e Comunidade IV PIESC IV

PLANO DE ENSINO CURSO: MEDICINA. INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade Curricular Prática de Integração: Ensino, Serviço e Comunidade IV PIESC IV PLANO DE ENSINO Turno: Integral Currículo 2015 Período 4º Tipo Obrigatória CURSO: MEDICINA INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade Curricular Prática de Integração: Ensino, Serviço e Comunidade IV PIESC IV Teórica

Leia mais

PROGRAMAS DAS PROVAS NÍVEL E

PROGRAMAS DAS PROVAS NÍVEL E PARA TODOS OS CARGOS: PORTUGUÊS: 1. Compreensão de textos informativos e argumentativos e de textos de ordem prática (ordens de serviço, instruções, cartas e ofícios). 2. Domínio da norma do português

Leia mais

ANEXO. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Para candidatos que desejam entrar na 4ª etapa do curso

ANEXO. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Para candidatos que desejam entrar na 4ª etapa do curso ANEXO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Para candidatos que desejam entrar na 4ª etapa do curso Células e Tecidos do Sistema Imune Anatomia do sistema linfático Inflamação aguda e crônica Mecanismos de agressão por

Leia mais

Prefeitura de João Pessoa 2017 PRÉ-EDITAL.

Prefeitura de João Pessoa 2017 PRÉ-EDITAL. Prefeitura de João Pessoa 2017 PRÉ-EDITAL 1 Plano de Estudo - Prefeitura Municipal de João Pessoa - PB Saiba como encontrar cada assunto do edital no Curso Completo de Enfermagem. CURSO COMPLETO DE ENFERMAGEM

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente 2013

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente 2013 Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Rodrigues de Abreu Código: 135 Município: Bauru/SP Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em Enfermagem

Leia mais

1ª Retificação Concurso Público - Edital nº 01/2014

1ª Retificação Concurso Público - Edital nº 01/2014 1ª Retificação Concurso Público - Edital nº 01/2014 A Prefeitura Municipal de Rio Espera - MG no uso de suas atribuições legais torna público a 1ª retificação do Concurso Público nº 01/2014, que objetiva

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DOS CAMPOS EDITAL DE RETIFICAÇÃO- II

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DOS CAMPOS EDITAL DE RETIFICAÇÃO- II PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DOS CAMPOS EDITAL DE RETIFICAÇÃO- II O Prefeito do Município de São Gonçalo dos Campos, Estado da Bahia, no uso de suas atribuições legais, retifica o Edital 001/2014

Leia mais

SECRETARIA DA SAUDE. Fonte:http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1

SECRETARIA DA SAUDE. Fonte:http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1 SECRETARIA DA SAUDE Fonte:http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1 1 2 UBS Equipe da Atenção Básica UBS Equipe da Atenção Básica + EACS Equipe de Agentes Comunitários da Saúde UBS Equipe da Atenção

Leia mais

SUS: princípios doutrinários e Lei Orgânica da Saúde

SUS: princípios doutrinários e Lei Orgânica da Saúde Universidade de Cuiabá - UNIC Núcleo de Disciplinas Integradas Disciplina: Formação Integral em Saúde SUS: princípios doutrinários e Lei Orgânica da Saúde Profª Andressa Menegaz SUS - Conceito Ações e

Leia mais

ABNER SANTOS MAGALHÃES 5821273 ADRIANA OLIVEIRA DOS SANTOS 456432280 CAMILA GIL DAMACENA 468135820 MICHELLY LEITE CAMPOS PINTO 496312534

ABNER SANTOS MAGALHÃES 5821273 ADRIANA OLIVEIRA DOS SANTOS 456432280 CAMILA GIL DAMACENA 468135820 MICHELLY LEITE CAMPOS PINTO 496312534 IRMANDADE DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO PAULO Entidade Mantenedora ESCOLA DE ENFERMAGEM DA SANTA CASA Autorização de Funcionamento: Portaria 312 Publicada no D.O.E. 09.01.1993 Diretoria de Ensino

Leia mais

Palavras- chave: Vigilância epidemiológica, Dengue, Enfermagem

Palavras- chave: Vigilância epidemiológica, Dengue, Enfermagem ANÁLISE DAS NOTIFICAÇÕES DE DENGUE APÓS ATUAÇÃO DO SERVIÇO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA HOSPITALAR INTRODUÇÃO: A Dengue é uma doença infecciosa febril aguda de amplo espectro clínico e de grande importância

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ - UVA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CCS CURSO DE ENFERMAGEM. Relatório Pró-Saúde Enfermagem UVA

UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ - UVA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CCS CURSO DE ENFERMAGEM. Relatório Pró-Saúde Enfermagem UVA UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ - UVA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CCS CURSO DE ENFERMAGEM Relatório Pró-Saúde Enfermagem UVA Sobral - 2007 Resumo do projeto: Dentre os principais trabalhos referentes

Leia mais

Regulamenta a Lei nº 7.498, de 25 de junho de 1986, que dispõe sobre o exercício da Enfermagem, e dá outras providências

Regulamenta a Lei nº 7.498, de 25 de junho de 1986, que dispõe sobre o exercício da Enfermagem, e dá outras providências Decreto Nº 94.406 / 1987 (Regulamentação da Lei nº 7.498 / 1986) Regulamenta a Lei nº 7.498, de 25 de junho de 1986, que dispõe sobre o exercício da Enfermagem, e dá outras providências O Presidente da

Leia mais

INFORMAÇÕES REFERENTES À EXPOSIÇÃO DOS PÔSTERES APROVADOS NO XXVII COBREM

INFORMAÇÕES REFERENTES À EXPOSIÇÃO DOS PÔSTERES APROVADOS NO XXVII COBREM INFORMAÇÕES REFERENTES À EXPOSIÇÃO DOS PÔSTERES APROVADOS NO XXVII COBREM Os estudantes que tiveram seus resumos de trabalhos aprovados no XXVII COBREM, deverão afixar seus pôsteres no pátio da Escola

Leia mais

Modelos Assistenciais em Saúde

Modelos Assistenciais em Saúde 6 Modelos Assistenciais em Saúde Telma Terezinha Ribeiro da Silva Especialista em Gestão de Saúde A análise do desenvolvimento das políticas de saúde e das suas repercussões sobre modos de intervenção

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR Curso Medicina Semestres Área Temática Módulo Sem CH CH Semestre Introdução ao Estudo da Epidemiologia Geral 4 40

MATRIZ CURRICULAR Curso Medicina Semestres Área Temática Módulo Sem CH CH Semestre Introdução ao Estudo da Epidemiologia Geral 4 40 MATRIZ CURRICULAR Curso Medicina Semestres Área Temática Módulo Sem CH CH Semestre Introdução ao Estudo da Epidemiologia Geral 4 40 Medicina I Anatomia Sistêmica Aplicada 8 80 Semiologia Médica 6 60 Ética

Leia mais

FLUXOGRAMA DO CURSO DE ENFERMAGEM DAS FACULDADES INTA

FLUXOGRAMA DO CURSO DE ENFERMAGEM DAS FACULDADES INTA FLUXOGRAMA DO CURSO DE ENFERMAGEM DAS FACULDADES INTA 1º SEMESTRE 1. Anatomia Humana 90 60 30 06 2. Biologia (Citologia/Genética) 60 45 15 04 3. Educação em Saúde 30 20 10 02 4. Introdução a Enfermagem

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO SERMUSA EDITAL Nº 01/2010 SERTANÓPOLIS - PARANÁ ANEXO I CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONCURSO PÚBLICO SERMUSA EDITAL Nº 01/2010 SERTANÓPOLIS - PARANÁ ANEXO I CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONCURSO PÚBLICO SERMUSA EDITAL Nº 01/2010 SERTANÓPOLIS - PARANÁ ANEXO I CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1- PORTUGUÊS CARGOS: ASSISTENTE ADMINISTRATIVO, AUXILIAR DE ENFERMAGEM, AUXILIAR DE FARMÁCIA, ENFERMEIRO,

Leia mais

Atenção à Saúde e Saúde Mental em Situações de Desastres

Atenção à Saúde e Saúde Mental em Situações de Desastres Atenção à Saúde e Saúde Mental em Situações de Desastres Desastre: interrupção grave do funcionamento normal de uma comunidade que supera sua capacidade de resposta e recuperação. Principais causas de

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 871/2010, de 08-02-10.

LEI MUNICIPAL Nº 871/2010, de 08-02-10. LEI MUNICIPAL Nº 871/2010, de 08-02-10. DISPÕE SOBRE A CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA EMERGENCIAL DE PROFISSIONAIS PARA ÁREA MÉDICA ESPECIALIZADA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. IRANI LEONARDO CHERINI PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE

PLANO DE TRABALHO DOCENTE PLANO DE TRABALHO DOCENTE IDENTIFICAÇÃO: COLÉGIO ESTDUAL DARIO VELLOZO CURSO: TÉCNICO EM ENFERMAGEM PROF. ENFª. ARLETE JUÇARA REFOSCO TANURE DISCPLINA: ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA APLICADA A ENFERMAGEM

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO HOMEM

POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO HOMEM POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO HOMEM COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS SENADO FEDERAL BRASÍLIA, 16 DE MAIO DE 2013 Criação de um novo departamento dentro da SAS: DAET- Departamento de Atenção

Leia mais

Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais Diretor Geral: Damião Mendonça Vieira

Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais Diretor Geral: Damião Mendonça Vieira Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais Diretor Geral: Damião Mendonça Vieira CREDENCIAMENTO DE DOCENTE ESP-MG Nº 066/2013 CURSO TÉCNICO DE ENFERMAGEM COMPLEMENTAÇÃO Objetivo do Curso: Complementação

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL Autarquia Federal - Lei nº 5.905/73

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL Autarquia Federal - Lei nº 5.905/73 CÂMARA TÉCNICA DE LEIS E NORMAS CÂMARA TÉCNICA DE PESQUISA E EDUCAÇÃO PARECER TÉCNICO Nº 01/2015 Porto Alegre, 06 de novembro de 2015. Atividade do Técnico de Enfermagem como auxiliar de operador de máquina,

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC Monsenhor Antonio Magliano Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Saúde Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em Enfermagem

Leia mais

Gestão em Saúde a educação à distância rompendo barreiras de acesso promovendo mudanças na gestão local para o fortalecimento SUS

Gestão em Saúde a educação à distância rompendo barreiras de acesso promovendo mudanças na gestão local para o fortalecimento SUS Gestão em Saúde a educação à distância rompendo barreiras de acesso promovendo mudanças na gestão local para o fortalecimento SUS Caracterização do problema A dificuldade de acesso à qualificação dos profissionais

Leia mais

Elevação dos custos do setor saúde

Elevação dos custos do setor saúde Elevação dos custos do setor saúde Envelhecimento da população: Diminuição da taxa de fecundidade Aumento da expectativa de vida Aumento da demanda por serviços de saúde. Transição epidemiológica: Aumento

Leia mais

Linha de Cuidado da Obesidade. Rede de Atenção à Saúde das Pessoas com Doenças Crônicas

Linha de Cuidado da Obesidade. Rede de Atenção à Saúde das Pessoas com Doenças Crônicas Linha de Cuidado da Obesidade Rede de Atenção à Saúde das Pessoas com Doenças Crônicas Evolução do excesso de peso e obesidade em adultos 0,8% (1.550.993) da população apresenta obesidade grave 1,14% das

Leia mais

Fica autorizada a remuneração por parte das OS (Organizações Sociais) de acordo com tabela e instruções contidas em anexo - Orientações

Fica autorizada a remuneração por parte das OS (Organizações Sociais) de acordo com tabela e instruções contidas em anexo - Orientações Circular S/SUBPAV/SAP n.º 10/2011. Aos Coordenadores das A.P.s com vistas às Unidades Primárias de Saúde Assunto: Pagamento de gratificações Rio de Janeiro, 15 de abril de 2011. CONSIDERANDO a necessidade

Leia mais

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. Ensino Médio e Superior

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. Ensino Médio e Superior ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONHECIMENTOS COMUNS A TODOS OS CARGOS Disciplina Língua Portuguesa Conhecimentos Gerais Disciplina Língua Portuguesa Matemática Conhecimentos Gerais Ensino Médio e Superior

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ENFERMAGEM Atividades Complementares Compreende atividades extracurriculares desenvolvidas conforme opção do aluno, correlacionadas com os objetivos gerais

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO RETIFICAÇÃO AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 01/2014

CONCURSO PÚBLICO RETIFICAÇÃO AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 01/2014 CONCURSO PÚBLICO RETIFICAÇÃO AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 01/2014 Dispõe sobre a retificação do edital de abertura de inscrições para o provimento de cargo público do Quadro Permanente de Pessoal do

Leia mais

PROGRAMA PARA CONCURSO PÚBLICO MODALIDADE:. EDUCADOR INFANTIL ANA CAROLINA M. MINODA PRESIDENTE DA COMISSÃO DE CONCURSOS

PROGRAMA PARA CONCURSO PÚBLICO MODALIDADE:. EDUCADOR INFANTIL ANA CAROLINA M. MINODA PRESIDENTE DA COMISSÃO DE CONCURSOS . EDUCADOR INFANTIL II) MATEMÁTICA para o curso regular do Ensino Médio (2 grau). Conteúdo: Operações fundamentais; potenciação e radiciação; sistemas de medidas (decimais e não decimais); geometria (perímetros,

Leia mais

PROGRAMAS E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

PROGRAMAS E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 066/2011 PROGRAMAS E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CONHECIMENTOS GERAIS PARA OS CARGOS DE NÍVEL C LÍNGUA PORTUGUESA 1. Compreensão de textos

Leia mais

Prefeitura Municipal de Sales

Prefeitura Municipal de Sales FUNDAMENTAL Prefeitura Municipal de Sales Av. Ramillo Salles, 717 Fone/Fax (17) 3557-90 CEP 14980-000 Estado de São Paulo CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2015 RETIFICAÇÃO Nº 01 O Prefeito do Município de Sales,

Leia mais

ACES GRANDE PORTO I SANTO TIRSO / TROFA PROGRAMAS E PROJETOS

ACES GRANDE PORTO I SANTO TIRSO / TROFA PROGRAMAS E PROJETOS ACES GRANDE PORTO I SANTO TIRSO / TROFA PROGRAMAS E PROJETOS O Dec. Lei 28/2008 de 22 de Fevereiro, estabelece o regime da criação, estruturação e funcionamento dos agrupamentos de Centros de Saúde (ACES)

Leia mais

Especialização Profissional Técnica de Nível Médio

Especialização Profissional Técnica de Nível Médio Plano de Trabalho Docente 2015 Especialização Profissional Técnica de Nível Médio Etec: Paulino Botelho Código: 091 Municipio: São Carlos Eixo Tecnológico: AMBIENTE e SAÚDE Habilitação Profissional: Habilitação

Leia mais

PLANO DE ENSINO. MEDICINA Turno: Integral INFORMAÇÕES BÁSICAS. 2013 Prática de Integração: ensino, serviço e comunidade l. Carga Horária Prática 40 h

PLANO DE ENSINO. MEDICINA Turno: Integral INFORMAÇÕES BÁSICAS. 2013 Prática de Integração: ensino, serviço e comunidade l. Carga Horária Prática 40 h PLANO DE ENSINO Currículo MEDICINA Turno: Integral INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade curricular 2013 Prática de Integração: ensino, serviço e comunidade l Departamento CCO Período 1º Teórica 36 Carga Horária

Leia mais

PLANO DE ENSINO CURSO: MEDICINA. INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade Curricular Prática de Integração: Ensino, Serviço e Comunidade I PIESC l

PLANO DE ENSINO CURSO: MEDICINA. INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade Curricular Prática de Integração: Ensino, Serviço e Comunidade I PIESC l PLANO DE ENSINO Turno: Integral Currículo 2015 Período 1º Tipo Obrigatória CURSO: MEDICINA INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade Curricular Prática de Integração: Ensino, Serviço e Comunidade I PIESC l Teórica 32

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA 1/6 PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: SAÚDE DA MULHER CÓDIGO: EMI026 CARGA HORÁRIA TEÓRICA 30H CARGA HORÁRIA PRÁTICA 90H CRÉDITOS 8 VERSÃO CURRICULAR: 2010/2 PERÍODO: 7º DEPTO: EMI PRÉ-REQUISITOS Fundamentos

Leia mais

INSERÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA EM UMA UNIDADE DE SAÚDE EM PONTA GROSSA-PR

INSERÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA EM UMA UNIDADE DE SAÚDE EM PONTA GROSSA-PR INSERÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA EM UMA UNIDADE DE SAÚDE EM PONTA GROSSA-PR SANTOS, Elaine Ferreira dos (estagio II), WERNER, Rosiléa Clara (supervisor), rosileawerner@yahoo.com.br

Leia mais

CURSOS DE EXTENSÃO FACULDADE PERNAMBUCANA DE SAÚDE

CURSOS DE EXTENSÃO FACULDADE PERNAMBUCANA DE SAÚDE CURSOS DE EXTENSÃO FACULDADE PERNAMBUCANA DE SAÚDE AGOSTO 2011 Conheça um pouco mais sobre nossos cursos de extensão SUMÁRIO Curso de Primeiros Socorros Modulo 1...3 Os Fundamentos da Ética Contemporânea...5

Leia mais

QUADRO DE VAGAS PARA MONITORIA 2015.1 - ESCOLA DA SAÚDE - CAMPUS NATAL

QUADRO DE VAGAS PARA MONITORIA 2015.1 - ESCOLA DA SAÚDE - CAMPUS NATAL Educação Educação Educação Educação Sistema Ósteo Mio Articular Noturno 1 2 Sistema Ósteo Mio Articular Medidas e Avaliação do Desempenho Humano Noturno 1 3 Medidas e Avaliação do Desempenho Humano Biodinâmica

Leia mais

10 projetos de pesquisa aprovados no edital BICT/FUNCAP 12/2014

10 projetos de pesquisa aprovados no edital BICT/FUNCAP 12/2014 Projetos de pesquisa no Saúde Instituto de Ciências da 10 projetos de pesquisa aprovados no edital BICT/FUNCAP 12/2014 Título: Avaliação da autoeficácia materna para prevenir diarreia infantil em Redenção-CE

Leia mais

Seminário de Doenças Crônicas

Seminário de Doenças Crônicas Seminário de Doenças Crônicas LINHA DE CUIDADO DE HIPERTENSÃO ARTERIAL E DIABETES EXPERIÊNCIA DE DIADEMA SP Dra Lidia Tobias Silveira Assistente Gabinete SMS Diadema Linha de cuidado de HAS e DM Experiência

Leia mais

Missão Sal da Terra UAI SÃO JORGE/ PAMPULHA e UAPSF SETOR SUL Processo Seletivo - Edital 01/2012 ANEXO IV

Missão Sal da Terra UAI SÃO JORGE/ PAMPULHA e UAPSF SETOR SUL Processo Seletivo - Edital 01/2012 ANEXO IV ANEXO IV MODELO DE FORMULÁRIO PARA RECURSO (UM RECURSO POR FOLHA) À Comissão Especial do Processo Seletivo MISSÃO SAL DA TERRA, de de 2012. Ref: Recurso Administrativo Processo Seletivo Edital nº 01/2012

Leia mais

2. FUNCIONÁRIOS - CONTRATADOS POR TEMPO DETERMINADO

2. FUNCIONÁRIOS - CONTRATADOS POR TEMPO DETERMINADO 1. FUNCIONÁRIOS - EFETIVOS Médico Clínico 0 Médico Pediatra 1 Médico de Estratégia PSF 3 Psicólogo Clínico 30 horas 0 Psicólogo Clínico 40 horas 1 Cirurgião Dentista 2 Auxiliar de Saúde Bucal 2 Fonoaudiólogo

Leia mais

GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM CARACTERIZAÇÃO DO CURSO DENOMINAÇÃO: CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DIPLOMA CONFERIDO: BACHAREL NÚMERO DE VAGAS: 100 VAGAS ANUAIS NÚMERO DE ALUNOS POR TURMA: 50 ALUNOS TURNOS

Leia mais

EDITAL N 37/2013 1 - Das áreas 2- Das vagas 3- Dos Requisitos 4- Das inscrições 5 - Da seleção 1ª Etapa: Data: Resultado da 1ª Etapa:

EDITAL N 37/2013 1 - Das áreas 2- Das vagas 3- Dos Requisitos 4- Das inscrições 5 - Da seleção 1ª Etapa: Data: Resultado da 1ª Etapa: EDITAL N 37/2013 A Diretoria Acadêmica da Associação Caruaruense de Ensino Superior, mantenedora da Faculdade ASCES, torna público a realização do processo seletivo destinado ao recrutamento de profissional

Leia mais

Natal Saúde Medicina Patologia Noturno 0 4 Patologia Medicina

Natal Saúde Medicina Patologia Noturno 0 4 Patologia Medicina Educação Educação Educação Educação QUADRO DE VAGAS PARA MONITORIA 2015.1 - ESCOLA DA SAÚDE - CAMPUS NATAL Sistema Ósteo Mio Articular Noturno 1 2 Sistema Ósteo Mio Articular Medidas e Avaliação do Desempenho

Leia mais

Requisitos mínimos para o programa de Residência em Pediatria

Requisitos mínimos para o programa de Residência em Pediatria Requisitos mínimos para o programa de Residência em Pediatria O programa de Residência em Pediatria prevê 60 horas de jornada de trabalho semanal, sendo 40 horas de atividades rotineiras e 20 horas de

Leia mais