M A N U A L D A Q U A L I D A D E

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "M A N U A L D A Q U A L I D A D E"

Transcrição

1 M A N U A L D A Q U A L I D A D E 14ª Versão Última atualização:

2 MANUAL DA QUALIDADE - Rev. Data Elaborado por Descrição da alteração 01 10/06/2012 Hélio Lipiani Versão Inicial 02 20/07/2010 Hélio Lipiani 3.2; 4.1; /09/2010 Hélio Lipiani ; 4.4; 4.5; 4.6; /10/2010 Hélio Lipiani 05 26/10/2010 Hélio Lipiani /11/2010 Hélio Lipiani 5.2; /11/2010 Hélio Lipiani 5.2; 5.3; /11/2010 Hélio Lipiani /12/2012 Juliana Cristina /03/2011 Juliana Cristina/ Cacilda 11 02/11/2011 Juliana Cristina 3.2; ; 4.3.2; 4.4; 4.7.1; 4.9; 5.0; 5.1; 5.2; 5.5; 6.1; 6.3; ; 8.1; 8.2; 8.3; 8.4 Implantação de novo modelo de adotado na EMCASA Correção ortográfica da palavra promover ; e Numeração do Procedimento EMC-8.5; Inclusão de controle de alteração de documentos na contra-capa 12 25/06/2012 Juliana Cristina Alteração de endereço da empresa: nº da sala 905 para /01/2013 Frederico Hadan 5.5.2; Alteração de de contato; 14 Frederico Hadan Alteração da Apresentação da Empresa Elaborado por: Frederico Marco Antonio Hadan Silva V. Coelho Ferraz Engenheiro Rodrigues de Segurança Assistente CREA-MG Administrativo 31276/D Analisado por: Frederico Marco Antonio Hadan Silva V. Coelho Ferraz Engenheiro Rodrigues de Segurança Assistente Administrativo Aprovado por: Rosimary Alves Arcanjo Gastão Gerente A. Mendonça QSM Filho Diretor Antes de imprimir o documento, pense em seu compromisso com o meio ambiente. Página 2 de 14

3 INTRODUÇÃO Identificação da Empresa Razão Social: CONSTRUTORA EMCASA LTDA Endereço: Av. Getúlio Vargas, Sala Savassi Belo Horizonte Minas Gerais Telefone: (0XX31) APRESENTAÇÃO DA EMPRESA A CONSTRUTORA EMCASA LTDA. foi fundada em 1996 para atuar no segmento de construção civil de execução de obras de edificações de projetos habitacionais populares. Com foco no setor econômico que representa o maior crescimento potencial do mercado imobiliário brasileiro, a EMCASA soma atualmente aproximadamente 5000 unidades residenciais em construção distribuídos nas cidades de Uberlândia, Montes Claros, Pará de Minas, Itaituba, Altamira, Colatina e Gurupi além de vários outros projetos em fase de contratação junto à Caixa Econômica Federal. O principal objetivo da EMCASA é o constante aprimoramento dos seus processos, visando lucratividade e satisfação dos clientes, além de promover neste contexto o desenvolvimento de seus colaboradores. Com a implantação do Sistema de Gestão da Qualidade com base na NBR ISO 9001 e no SiAC /PBQP-H Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat, a EMCASA identificou os processos, determinou os procedimentos necessários a fim de manter a qualidade, reduzir o custo operacional, controlar os processos e, com isso, oferecer maior confiabilidade aos clientes e substancial aumento da competitividade no mercado em que atua. 2. SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE 2.1 Objetivo do Manual da Qualidade Este Manual tem por objetivo descrever o SGQ Sistema de Gestão da Qualidade da EMCASA, definindo diretrizes, estabelecendo responsabilidades e referenciando os procedimentos internos documentados para seu efetivo desempenho; Definir o escopo do SGQ, a Política da Qualidade, a referência e a descrição da interação entre os processos do Sistema de Gestão da Qualidade. Antes de imprimir o documento, pense em seu compromisso com o meio ambiente. Página 3 de 14

4 2.2 Escopo de Certificação NBR ISO 9001 SiAC - PBQP-H Obras de Edificações Nos documentos que compõem o SGQ onde houver citação às Normas, aplicam-se as edições mais recentes dos referidos documentos. 3. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL A inter-relação dos colaboradores da EMCASA está definida no organograma detalhado no Anexo A. 4. SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE 4.1. Requisitos Gerais A EMCASA estabeleceu, documentou, implementou e mantém através deste Manual e demais documentos nele referenciados um Sistema de Gestão da Qualidade, com o propósito de melhorá-lo continuamente. A figura a seguir representa os processos do Sistema de Gestão da Qualidade da EMCASA e a interação entre os mesmos: Antes de imprimir o documento, pense em seu compromisso com o meio ambiente. Página 4 de 14

5 GESTÃO ALTA DIREÇÃO ANÁLISE CRÍTICA DO SGQ ANALISE DE DADOS PROVISAO DE RECURSOS GESTÃO DO CLIENTE RECURSOS HUMANOS CONTROLE DOS REGISTROS INDIVIDUAIS DE QUALIFICAÇÃO CONTRATAÇÃO DE PESSOAL FOLHA DE PAGAMENTO QUALIDADE CONTROLE DE DOCUMENTOS CONTROLE DE REGISTROS LEVANTAMENTO DE DADOS AUDITORIAS INTERNAS NÃO CONFORMIDADES AÇOES CORRETIVAS / PREVENTIVAS LEVTO DE NECESSIDADES TREINAMENTOS REALIZAÇÃO DO PRODUTO ENTRADAS REQUISITOS DO CLIENTE REQUISITOS ESTATUTÁRIOS REQUISITOS NORMATIVOS COMERCIAL ANÁLISE DE VIABILIDADE DO EMPREENDIMENTO GESTÃO DE CONTRATOS ORÇAMENTO ANÁLISE DE CUSTOS ELABORAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO SUPERV. OBRAS PEDIDO DE MATERIAIS PROJETO E DESENVOLVIMENTO (PRELIMINAR, BÁSICO E EXECUTIVO) GESTÃO DO EMPREENDIMENTO (RH, MATERIAIS, INDIRETOS) EXEC. DE OBRAS ANÁLISE DE VIABILIDADE DO EMPREENDIMENT O GESTÃO DE CONTRATOS SUPRIMENTO S QUALIFICAÇÃO FORNECEDORES AQUISIÇÃO DE MATERIAIS AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES E SERVIÇOS SAÍDAS ATENDIMENTO AOS REQUISITOS DE ENTRADA SATISFAÇÃO DO CLIENTE APOIO SEG. TRABALHO CONTABILIDADE FINANCEIRO TI JURÍDICO (*) O processo de sistema de informação inclusive backup é gerenciado pelo responsável pelo Depto de SI Requisitos de Documentação Generalidades A documentação do Sistema de Gestão da Qualidade consiste em: Declaração da Política da Qualidade / Objetivos da Qualidade; Manual da Qualidade; Descrição de Funções; Antes de imprimir o documento, pense em seu compromisso com o meio ambiente. Página 5 de 14

6 Procedimentos documentados; Registros aplicáveis à comprovação de ações realizadas; Planos da Qualidade Manual da Qualidade Documento de nível estratégico, que especifica as diretrizes e critérios da EMCASA para manutenção e melhoria contínua do SGQ através do cumprimento dos Requisitos Normativos. Este Manual da Qualidade, em atendimento aos requisitos normativos, apresenta: A descrição da interação entre processos do Sistema de Gestão da Qualidade Item 4.1; A Política da Qualidade Item 5.3 ; Referência aos documentos estabelecidos para o Sistema de Gestão da Qualidade, ao longo da descrição dos requisitos Controle de Documentos A sistemática de controle de documentos do Sistema de Gestão da Qualidade da EMCASA está definida no procedimento Controle de Documentos e Registros (EMC-4.2.3/4) Controle de Registros A sistemática de controle de registros do Sistema de Gestão da Qualidade da EMCASA está definida no procedimento Controle de Documentos e Registros (EMC-4.2.3/4). 5. RESPONSABILIDADE DA DIREÇÃO 5.1. Comprometimento da Direção A Alta Direção da EMCASA se compromete com o desenvolvimento e implementação do Sistema de Gestão da Qualidade e com a melhoria contínua de sua eficácia através da aprovação deste Manual, dos eventos de divulgação do Sistema de Gestão da Qualidade, do estabelecimento e da manutenção da Política e dos Objetivos da Qualidade, da condução das Análises Críticas do Sistema de Gestão da Qualidade e da disponibilidade de recursos Foco no Cliente A Alta Direção da EMCASA assegura que os requisitos do cliente são determinados e atendidos. Para tal determinou a sistemática de acompanhamento da Satisfação do Cliente (EMC ). Antes de imprimir o documento, pense em seu compromisso com o meio ambiente. Página 6 de 14

7 5.3. Política da Qualidade A Política da Qualidade da CONSTRUTORA EMCASA LTDA é: PROMOVER A MELHORIA CONTÍNUA DO SISTEMA DA QUALIDADE PARA EXECUTAR, COM LUCRATIVIDADE, OBRAS QUE SATISFAÇAM NOSSOS CLIENTES. A EMCASA levou em consideração para composição da Política da Qualidade as expectativas de todas as partes que possuem interesse no negócio, envolvendo: clientes, fornecedores, colaboradores e sócios, de forma geral. Detalhamos abaixo os conceitos utilizados para elaboração da Política da Qualidade: PROMOVER A MELHORIA CONTÍNUA DO SISTEMA DA QUALIDADE Identificar evidências de melhoria que podem ser provenientes dos seguintes aspectos: melhoria nos processos, programas de treinamento, otimização dos ambientes de trabalho, observância às necessidades dos clientes e situações afins que demonstrem ações de melhoria com base em registros de ocorrências nas obras e em avaliações periódicas (visitas da supervisão, auditorias internas, relatório de medição feitas pela Caixa Econômica Federal, quando aplicável, e afins). EXECUTAR OBRAS COM LUCRATIVIDADE Monitorar resultados gerenciais das obras com base nas metas planejadas; SATISFAZER NOSSOS CLIENTES Focar o Cliente na busca do atendimento pleno de seus requisitos, mantendo este foco em todas as ações da EMCASA. De forma a manter a Política adequada aos propósitos da empresa a mesma é analisada criticamente quando das Reuniões de Análise Crítica do Sistema de Gestão da Qualidade, para eventuais mudanças e melhorias aplicáveis Planejamento Objetivos da Qualidade Os indicadores da qualidade que possibilitam a mensuração periódica do cumprimento dos objetivos da qualidade constam do Anexo-B Planejamento do Sistema de Gestão da Qualidade A diretoria da EMCASA acompanha o andamento das ações do SGQ coordenadas pelo RD assegurando que as mesmas possibilitem o atendimento aos requisitos normativos e aos objetivos da qualidade, bem como sua manutenção e adequação contínua. Antes de imprimir o documento, pense em seu compromisso com o meio ambiente. Página 7 de 14

8 Para garantir a eficiência e a eficácia do SGQ, alterações identificadas como necessárias durante as ações de melhorias são planejadas, implementadas e monitoradas com o acompanhamento da Alta Direção Responsabilidade, Autoridade e Comunicação Responsabilidade e Autoridade As responsabilidades e autoridades são definidas no Manual de Descrição de Funções (MDF), Procedimentos Internos e no Organograma da EMCASA, inclusive nos PQO s Representante da Direção A Diretoria designou a Sr. Frederico Hadan Silva Ferraz Rodrigues, membro da administração, como Representante da Direção (RD), que independente de outras atribuições, tem responsabilidade e autoridade para: Assegurar que os processos do Sistema de Gestão da Qualidade estejam implementados e mantidos; Relatar a alta Direção o desempenho do Sistema de Gestão da Qualidade, incluindo qualquer necessidade de melhoria; Representar a Direção nos assuntos relacionados ao Sistema de Gestão da Qualidade, inclusive perante o Organismo de Certificação; Assegurar que todos na organização estejam conscientes de sua importância no Sistema de Gestão da Qualidade e da necessidade de atender aos requisitos do cliente e aumentar sua satisfação. Delegar aos auxiliares as atividades associadas ao SGQ Comunicação Interna A Diretoria da EMCASA promove a comunicação interna da eficácia do SGQ (divulgação da política, objetivos, resultados de indicadores da qualidade, gerenciais e de processo, satisfação do cliente e resultados de ações de melhoria, treinamento, programação de auditoria, quando aplicável) através de: para colaboradores alocados em escritórios com acesso a computadores: por meio de software desenvolvido pela própria empresa; para pessoal operacional alocado em obra, através de quadros de avisos, banner s ou folhetos informativos, conforme aplicável. Antes de imprimir o documento, pense em seu compromisso com o meio ambiente. Página 8 de 14

9 5.6. Análise Crítica pela Direção Reuniões de Análise Crítica A análise crítica do SGQ é realizada com periodicidade máxima de 06 meses, com o intuito de analisar os resultados associados às entradas previstas no requisito normativo e assegurar a determinação de decisões e ações para a melhoria do produto, gestão de recursos e contínua adequação e eficácia do SGQ. 6. GESTÃO DE RECURSOS 6.1. Provisão de Recursos A Alta Direção da EMCASA garante que são determinados e providenciados todos os recursos necessários para implementação, manutenção e melhoria do Sistema de Gestão da Qualidade e também para a busca e ampliação da satisfação do cliente Recursos Humanos A EMCASA identifica as competências necessárias ao pessoal que executa atividades que influenciam na qualidade do produto conforme sistemática estabelecida no Procedimento EMC / 6.4. Infra-Estrutura e Ambiente de Trabalho A Direção da EMCASA provê a infra-estrutura e o ambiente de trabalho necessários para alcançar a conformidade com os requisitos do produto. O controle da manutenção de equipamentos de obra é realizado conforme Plano de Qualidade da Obra (PQO) e o backup dos documentos do SGQ mantido em local externo com proteção adequada. As ações necessárias são monitoradas pela direção. Antes de imprimir o documento, pense em seu compromisso com o meio ambiente. Página 9 de 14

10 7. REALIZAÇÃO DO PRODUTO 7.1 Planejamento da Realização do Produto As diretrizes de planejamento e desenvolvimento dos processos necessários à execução da obra estão descritos nos Plano de Qualidade da Obra-PQO, com o nível de detalhamento aplicável, em atendimento ao SiAC/PBQP-H. O planejamento, programação e controle do andamento das obras é registrado em Cronogramas, Diários de Obra, Atas de Reunião e documentos afins. As diretrizes do planejamento estão estabelecidas no Procedimento 7.1 Planejamento de Qualidade da Obra. 7.2 Processos Relacionados a Clientes A sistemática de determinação e análise crítica dos requisitos relacionados ao produto, inclusive o método de comunicação com o cliente está definido no Procedimento Comercial (EMC-7.2). 7.3 Projeto e Desenvolvimento 7.4 Aquisição A sistemática de desenvolvimento de um novo projeto (empreendimento), inclusive análise crítica de projetos fornecidos pelo cliente segue o método definido no Procedimento Desenvolvimento de Projetos (EMC-7.3) PROCESSO DE AQUISIÇÃO As diretrizes para as atividades de qualificação e avaliação de fornecedores, informações para aquisição (materiais controlados, serviços controlados, serviços laboratoriais, serviços de projeto e serviços especializados de engenharia) e verificação destes produtos e serviços estão definidas no Procedimento Aquisição (EMC-7.4). 7.5 Produção e Fornecimento de Serviço Controle de Produção e Fornecimento de Serviço A EMCASA planeja e realiza seus serviços sob condições controladas, conforme Procedimento EMC- 7.5 Execução de Serviços de Obras incluindo quando aplicável: Informações que descrevem as características dos produtos; Procedimentos de Execução de Serviços (PES) aos serviços realizados nas obras integrantes de cada PQO, conforme a aplicabilidade; Equipamentos de produção aplicáveis à obra, conforme PQO; Antes de imprimir o documento, pense em seu compromisso com o meio ambiente. Página 10 de 14

11 Uso de equipamentos de monitoramento e medição; Atividades de entrega e pós- entrega Validação dos Processos de Produção e Fornecimento de Serviço Todos os processos e serviços onde a saída resultante não possa ser verificada por monitoramento ou medição subseqüente são previamente validados. Isso inclui quaisquer processos onde as deficiências só fiquem aparentes depois que o serviço tenha sido entregue, de forma a demonstrar a capacidade desses processos de alcançar os resultados planejados. Para que essa validação ocorra de forma satisfatória, são definidos, quando aplicável: Critérios para análise crítica e aprovação dos processos, Aprovação de equipamento e qualificação de pessoal, Uso de métodos e procedimentos específicos, Requisitos para registros e Revalidação quando os parâmetros se alterarem ou os resultados não sejam alcançados. Caso haja necessidade de procedimentos específicos, para serviços não rotineiros, o tratamento é indicado no Plano de Qualidade da Obra Identificação e Rastreabilidade A EMCASA garante a rastreabilidade dos materiais controlados cuja qualidade não possa ser assegurada por meio de medição e monitoramento antes do uso, mantendo registros aplicáveis aos produtos específicos de cada obra associados a esta situação Propriedade de Cliente Na execução de empreendimentos através da Caixa Econômica Federal, este requisito não aplica à EMCASA Preservação de Produto Os critérios de preservação para os materiais controlados estão descritos na TEIA-Tabela de Especificação, Inspeção e Armazenamento de Materiais (EMC ) e/ou nas definições dos fornecedores/fabricantes. Para serviços controlados os critérios de preservação até a entrega da obra estão definidos nos PES. Antes de imprimir o documento, pense em seu compromisso com o meio ambiente. Página 11 de 14

12 7.6 Controle de Equipamentos de Monitoramento e Medição A sistemática de controle dos Equipamentos de Monitoramento e Medição utilizados pela EMCASA nas inspeções de materiais e liberações dos serviços está definida no Procedimento Controle de Equipamentos de Medição e Monitoramento (EMC-7.6). 8. MEDIÇÃO, ANÁLISE E MELHORIA 8.1 Generalidades A EMCASA implementou processos de monitoramento, medição, análise e melhoria para demonstrar e assegurar: Conformidade do Produto: Todos os serviços e materiais controlados que influem na qualidade final da obra são monitorados através de procedimentos cujos registros demonstram a conformidade do produto. Conformidade do SGQ: A verificação da conformidade do SGQ é realizada através de auditorias (internas e externas), bem como através de ações periódicas de inspeção nos diversos setores. Melhoria Contínua da Eficácia do SGQ: Monitoramento das atividades diárias, acompanhamento de indicadores da qualidade e de processos, reuniões de análise crítica e tomadas de ações a partir das análises de dados. 8.2 Medição e Monitoramento Satisfação dos Clientes Como uma das medições do desempenho do Sistema de Gestão da Qualidade, a EMCASA monitora a Satisfação dos Clientes, semestralmente, a partir de amostra adequada, através de pesquisa. Os formulários utilizados podem ser modificados para clientes diretos e usuários sendo mantidos como registros até a emissão da tabulação dos dados para o indicador satisfação de clientes (EMC ) Auditoria Interna A EMCASA estabeleceu e mantém através do Procedimento Auditoria Interna (EMC-8.2.2), a sistemática para planejamento e implementação das Auditorias Internas Medição e Monitoramento de Processos A EMCASA aplica métodos adequados ao monitoramento e, onde aplicável, à medição dos processos do SGQ. Para o monitoramento e medição são estabelecidos indicadores de desempenho de Antes de imprimir o documento, pense em seu compromisso com o meio ambiente. Página 12 de 14

13 processos conjuntamente com indicadores da qualidade que possibilitam a mensuração periódica do cumprimento das metas propostas. Nas obras, são definidos nos PQO s Plano de Qualidade das Obras, os objetivos específicos das mesmas que permitem o monitoramento de resultados. Quando estes processos não possibilitam os resultados desejados, são feitas correções, implementadas ações aplicáveis e/ou reestabelecidas metas factíveis aplicáveis Medição e Monitoramento de Produto A EMCASA monitora e mede as características do produto para verificar a capacidade destes em atender aos requisitos especificados, em estágios pré-definidos no fluxo de cada atividade construtiva, conforme registros nas Fichas de Verificação de Serviços- FVS. O registro da inspeção das características finais da obra antes da sua entrega, em conformidade das especificações e necessidades do cliente quanto ao produto acabado é feito no Controle de Entrega e Pós Entrega da Obra é registrada nos formulários EMC Vistoria Final da UH e EMC Controle de Entrega e Pós Entrega da Obra. 8.3 Controle de Produto Não Conforme O controle de materiais e serviço de execução controlados e da obra não conformes é estabelecido no Procedimento EMC-8.3 Controle de Produto Não Conforme. 8.4 Análise de Dados Todos os dados coletados nas pesquisas de satisfação dos clientes, monitoramento de fornecedores, medições e Monitoramentos dos produtos, auditorias internas, dentre outros, são analisados periodicamente e considerados como entrada em Reuniões de Análise Crítica, de forma a demonstrar a eficácia e adequação do Sistema de Gestão da Qualidade e identificar oportunidades de melhorias. Antes de imprimir o documento, pense em seu compromisso com o meio ambiente. Página 13 de 14

14 8.5 Melhoria Melhoria Contínua Através do uso da política da qualidade, objetivo da qualidade, resultados de auditorias, análise de dados, ações corretivas e preventivas e análise crítica pela direção, a EMCASA promove a melhoria contínua da eficácia do SGQ Ação Corretiva A sistemática de implementação de ações corretivas é estabelecida no Procedimento EMC Melhoria Ação Preventiva A sistemática de implementação de ações preventivas é estabelecida no Procedimento EMC Melhoria. Belo Horizonte, 08 de outubro de 2013 Antes de imprimir o documento, pense em seu compromisso com o meio ambiente. Página 14 de 14

MANUAL DA QUALIDADE DA CONSTRUTORA COPEMA

MANUAL DA QUALIDADE DA CONSTRUTORA COPEMA 1/10 INFORMAÇÕES SOBRE A EMPRESA... 2 ABRANGÊNCIA DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE... 3 1. SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE:... 4 - MANUAL DA QUALIDADE... 4 Escopo do SGQ e definição dos clientes... 4 Política

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE MQ 01 Rev. 07 MANUAL DA QUALIDADE

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE MQ 01 Rev. 07 MANUAL DA QUALIDADE Rev. Data. Modificações 01 14/09/2007 Manual Inicial 02 12/06/2009 Revisão Geral do Sistema de Gestão da Qualidade 03 22/10/2009 Inclusão de documento de referência no item 8. Satisfação de cliente, Alteração

Leia mais

ESTRUTURA ISO 9.001:2008

ESTRUTURA ISO 9.001:2008 Sistema de Gestão Qualidade (SGQ) ESTRUTURA ISO 9.001:2008 Objetivos: Melhoria da norma existente; Melhoria do entendimento e facilidade de uso; Compatibilidade com a ISO 14001:2004; Foco Melhorar o entendimento

Leia mais

Lista de Verificação / Checklist

Lista de Verificação / Checklist Lista de Verificação / Checklist Avaliação NC / PC / C Departamentos Padrões de Referência /// Referências do MQ //// Referências Subjetivas A B C D E Cláusula Padrão Conforme/ Não C. 4 Sistema de Gestão

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO NBR ISO 13485:2004 RDC 59:2000 PORTARIA 686:1998 ITENS DE VERIFICAÇÃO PARA AUDITORIA

ESTUDO COMPARATIVO NBR ISO 13485:2004 RDC 59:2000 PORTARIA 686:1998 ITENS DE VERIFICAÇÃO PARA AUDITORIA ESTUDOCOMPARATIVO NBRISO13485:2004 RDC59:2000 PORTARIA686:1998 ITENSDEVERIFICAÇÃOPARAAUDITORIA 1. OBJETIVO 1.2. 1. Há algum requisito da Clausula 7 da NBR ISO 13485:2004 que foi excluída do escopo de aplicação

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade MQ Manual da Qualidade SUMÁRIO... 1 1. APRESENTAÇÃO... 2

Sistema de Gestão da Qualidade MQ Manual da Qualidade SUMÁRIO... 1 1. APRESENTAÇÃO... 2 Revisão:14 Folha:1 de17 SUMÁRIO SUMÁRIO... 1 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. RESPONSABILIDADE DA DIREÇÃO... 3 2.1 POLÍTICA DA QUALIDADE... 3 2.2 OBJETIVOS DA QUALIDADE... 4 2.3 ORGANIZAÇÃO DA EMPRESA PARA A QUALIDADE...

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE Data Rev: MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE Manual da Qualidade do Sistema de Gestão da Qualidade da Construtora Tardock Ltda. Folha: 2 de 19 I - ELABORAÇÃO E APROVAÇÃO DESTE MANUAL Nome Data Assinatura

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE MQ-01

MANUAL DA QUALIDADE MQ-01 Sumário 1 Objetivo 2 Últimas Alterações 3 Termos e definições 4 Sistema de gestão de qualidade 5 Responsabilidade da direção 6 Gestão de recursos 7 Realização do produto 8 Medição, análise e melhoria.

Leia mais

CHECK - LIST - ISO 9001:2000

CHECK - LIST - ISO 9001:2000 REQUISITOS ISO 9001: 2000 SIM NÃO 1.2 APLICAÇÃO A organização identificou as exclusões de itens da norma no seu manual da qualidade? As exclusões são relacionadas somente aos requisitos da sessão 7 da

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA EMPRESA...

APRESENTAÇÃO DA EMPRESA... MANUAL DA QUALIDADE Pág.: 1 de 21 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA... 3 2. OBJETIVO... 3 3. ESCOPO E EXCLUSÕES DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE... 3 4. SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE... 4 4.1. Requisitos

Leia mais

MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE

MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE Revisão: 07 Data: 05.03.09 Página 1 de 7 Copia controlada MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE José G. Cardoso Diretor Executivo As informações contidas neste Manual são de propriedade da Abadiaço Ind. e Com.

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA EMPRESA... 3 1. ESCOPO... 3 2. REFERÊNCIA NORMATIVA... 4 3. TERMOS E DEFINIÇÕES... 4 4. SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE...

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA EMPRESA... 3 1. ESCOPO... 3 2. REFERÊNCIA NORMATIVA... 4 3. TERMOS E DEFINIÇÕES... 4 4. SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE... 1 / 21 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA EMPRESA... 3 1. ESCOPO... 3 2. REFERÊNCIA NORMATIVA... 4 3. TERMOS E DEFINIÇÕES... 4 4. SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE... 4 4.1 REQUISITOS GERAIS... 4 4.2 REQUISITOS DE DOCUMENTAÇÃO...

Leia mais

NORMA NBR ISO 9001:2008

NORMA NBR ISO 9001:2008 NORMA NBR ISO 9001:2008 Introdução 0.1 Generalidades Convém que a adoção de um sistema de gestão da qualidade seja uma decisão estratégica de uma organização. O projeto e a implementação de um sistema

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade MQ Manual da Qualidade

Sistema de Gestão da Qualidade MQ Manual da Qualidade Revisão: 09 Folha: 1 de 20 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE... 3 2.1 PLANEJAMENTO E ESCOPO DO SISTEMA... 3 2.2 EXCLUSÕES... 5 2.3 CONSCIENTIZAÇÃO E COMUNICAÇÃO... 5 2.3.1

Leia mais

ÍNDICE CAPÍTULO 1 - APRESENTAÇÃO 1.1 APRESENTAÇÃO 03 CAPÍTULO 2 - OBJETIVO DO MANUAL DA QUALIDADE 2.1 OBJETIVO 04

ÍNDICE CAPÍTULO 1 - APRESENTAÇÃO 1.1 APRESENTAÇÃO 03 CAPÍTULO 2 - OBJETIVO DO MANUAL DA QUALIDADE 2.1 OBJETIVO 04 Nível - A 1 de 27 ÍNDICE CAPÍTULO 1 - APRESENTAÇÃO 1.1 APRESENTAÇÃO 03 CAPÍTULO 2 - OBJETIVO DO MANUAL DA QUALIDADE 2.1 OBJETIVO 04 CAPÍTULO 3 - ESCOPO E APLICAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE 3.1

Leia mais

TREINAMENTO ITAIM INTERPRETAÇÃO DA NORMA NBR ABNT ISO 9001:2008. Maria das Graças Ferreira mgferreira@prefeitura.sp.gov.

TREINAMENTO ITAIM INTERPRETAÇÃO DA NORMA NBR ABNT ISO 9001:2008. Maria das Graças Ferreira mgferreira@prefeitura.sp.gov. TREINAMENTO ITAIM INTERPRETAÇÃO DA NORMA NBR ABNT ISO 9001:2008 Maria das Graças Ferreira mgferreira@prefeitura.sp.gov.br 11 3104-0988 Este treinamento tem por objetivo capacitar os participantes para

Leia mais

ABNT NBR ISO 9001:2008

ABNT NBR ISO 9001:2008 ABNT NBR ISO 9001:2008 Introdução 0.1 Generalidades Convém que a adoção de um sistema de gestão da qualidade seja uma decisão estratégica de uma organização. O projeto e a implementação de um sistema de

Leia mais

Manual de Gestão da Qualidade MGQ Elaborado por: Representante da Direção (RD)

Manual de Gestão da Qualidade MGQ Elaborado por: Representante da Direção (RD) 1/22 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Emissão do documento baseado nos requisitos da ISO 9001:2008 Vendas Gestão de Contratos Service Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo Responsável

Leia mais

CHECK LIST DE AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES Divisão:

CHECK LIST DE AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES Divisão: 4.2.2 Manual da Qualidade Está estabelecido um Manual da Qualidade que inclui o escopo do SGQ, justificativas para exclusões, os procedimentos documentados e a descrição da interação entre os processos

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade

Sistema de Gestão da Qualidade Sistema de Gestão da Qualidade Coordenadora Responsável Mara Luck Mendes, Jaguariúna, SP, mara@cnpma.embrapa.br RESUMO Em abril de 2003 foi lançado oficialmente pela Chefia da Embrapa Meio Ambiente o Cronograma

Leia mais

ANÁLISE DOS REQUISITOS NORMATIVOS PARA A GESTÃO DE MEDIÇÃO EM ORGANIZAÇÕES

ANÁLISE DOS REQUISITOS NORMATIVOS PARA A GESTÃO DE MEDIÇÃO EM ORGANIZAÇÕES V CONGRESSO BRASILEIRO DE METROLOGIA Metrologia para a competitividade em áreas estratégicas 9 a 13 de novembro de 2009. Salvador, Bahia Brasil. ANÁLISE DOS REQUISITOS NORMATIVOS PARA A GESTÃO DE MEDIÇÃO

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DA QUALIDADE. Rua Acre, 291 - CEP 83.040-030 Bairro Boneca do Iguaçu - São José dos Pinhais - Paraná.

MANUAL DO SISTEMA DA QUALIDADE. Rua Acre, 291 - CEP 83.040-030 Bairro Boneca do Iguaçu - São José dos Pinhais - Paraná. ELABORADO POR: Carlos Eduardo Matias Enns MANUAL DO SISTEMA DA QUALIDADE APROVADO POR: Edson Luis Schoen 28/1/5 1 de 11 1. FINALIDADE A Saint Blanc Metalmecânica Ltda visa estabelecer as diretrizes básicas

Leia mais

SISTEMA DA GESTÃO AMBIENTAL SGA MANUAL CESBE S.A. ENGENHARIA E EMPREENDIMENTOS

SISTEMA DA GESTÃO AMBIENTAL SGA MANUAL CESBE S.A. ENGENHARIA E EMPREENDIMENTOS CESBE S.A. ENGENHARIA E EMPREENDIMENTOS SISTEMA DA GESTÃO AMBIENTAL MANUAL Elaborado por Comitê de Gestão de Aprovado por Paulo Fernando G.Habitzreuter Código: MA..01 Pag.: 2/12 Sumário Pag. 1. Objetivo...

Leia mais

Estrutura da ISO DIS 9001/2015 ISO/TC 176/SC 2 Document N1224, July 2014

Estrutura da ISO DIS 9001/2015 ISO/TC 176/SC 2 Document N1224, July 2014 Prefácio Introdução 0.1 Generalidades 0.2 As normas ISO para gestão da qualidade 0.3 Abordagem de processo 0.4 Ciclo PDCA 0.5 Pensamento baseado em risco Estrutura da ISO DIS 9001/2015 0.6 Compatibilidade

Leia mais

Correspondência entre OHSAS 18001, ISO 14001:1996, ISO 9001:1994 e ISO 9001:2000

Correspondência entre OHSAS 18001, ISO 14001:1996, ISO 9001:1994 e ISO 9001:2000 Anexo A (informativo) Correspondência entre, ISO 14001:1996, ISO 9001:1994 e ISO 9001:2000 Tabela A.1 - Correspondência entre, ISO 14001:1996 e ISO 9001:1994 Seção Seção ISO 14001:1996 Seção ISO 9001:1994

Leia mais

Curso do Prêmio PBQP-H 2009/2010 APOIO:

Curso do Prêmio PBQP-H 2009/2010 APOIO: Curso do Prêmio PBQP-H 2009/2010 APOIO: Objetivo do Prêmio PBQP-H 2009/2010 É um prêmio único no mundo. O objetivo geral é fazer a distinção das organizações da construção civil que elevam os patamares

Leia mais

Cirius Quality. A Consultoria que mais cresce no Brasil. Av. José Bonifácio Nº 1076 - Diadema-SP.

Cirius Quality. A Consultoria que mais cresce no Brasil. Av. José Bonifácio Nº 1076 - Diadema-SP. CQ Consultoria Cirius Quality e Treinamento 1º Edição Interpretação da NBR ISO 9001:2008 Cirius Quality Av. José Bonifácio Nº 1076 - Diadema-SP. CEP: 09980-150 i www.ciriusquality.com.br e contato@ciriusquality.com.br

Leia mais

---- --- --- Consultoria e Assessoria

---- --- --- Consultoria e Assessoria 4. SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE SGQ. 4.1. Requisitos Gerais. A Protec estabelece, documenta e implementa o SGQ de acordo com os requisitos da NBR ISO 9001:2008. Para implementar o SGQ foi realizado um

Leia mais

ISO 9000 ISO 9001:2008

ISO 9000 ISO 9001:2008 ISO 9001:2008 QUALIDADE II ISO 9000 A ISO 9000 - Qualidade é o nome genérico utilizado pela série de normas da família 9000 (ISO) que estabelece as diretrizes para implantação de Sistemas de Gestão da

Leia mais

Uso Exclusivo em Treinamento

Uso Exclusivo em Treinamento Web Site: www.simplessolucoes.com.br ABNT NBR ISO 9001:2008 Uso Exclusivo em Treinamento SUMÁRIO 0. Introdução 2 0.1 Generalidades 2 0.2 Abordagem de processo 3 0.3 Relação com a norma NBR ISO 9004 5 0.4

Leia mais

ANEXO I Planejamento e Implantação do Sistema

ANEXO I Planejamento e Implantação do Sistema Anexos ANEXO I Planejamento e Implantação do Sistema 309 Diagnóstico da Empresa para a Qualidade Identificação PLAN. 01/01 Data do Diagnóstico: Folha Nº: O presente diagnóstico deve ser aplicado aos escopos

Leia mais

1 2009 CBG Centro Brasileiro de Gestão

1 2009 CBG Centro Brasileiro de Gestão 1 2009 CBG Centro Brasileiro de Gestão ISO 9001:2015 Histórico da série 2 2009 CBG Centro Brasileiro de Gestão Histórico da série REVISÕES DA SÉRIE ISO 9000 2000 2008 2015 1994 1987 3 2009 CBG Centro Brasileiro

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE MQ SGQ 01-10

MANUAL DA QUALIDADE MQ SGQ 01-10 SUMÁRIO: Apresentação da ACEP 2 Missão da Empresa 3 Escopo e Justificativas de Exclusão 4 Comprometimento da Direção 5 Política da Qualidade 7 Objetivos de Qualidade 7 Fluxo de Processos 8 Organograma

Leia mais

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EPR 16 - SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EPR 16 - SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EPR 16 - SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 9001:2000 Prof. Dr. João Batista Turrioni Objetivo geral Introduzir e discutir a importância da adoção de um Sistema de Gestão da Qualidade

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA EMPRESA... 3 1. ESCOPO... 3 2. REFERÊNCIA NORMATIVA... 4 3. TERMOS E DEFINIÇÕES... 4 4. SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE...

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA EMPRESA... 3 1. ESCOPO... 3 2. REFERÊNCIA NORMATIVA... 4 3. TERMOS E DEFINIÇÕES... 4 4. SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE... 1 / 27 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA EMPRESA... 3 1. ESCOPO... 3 2. REFERÊNCIA NORMATIVA... 4 3. TERMOS E DEFINIÇÕES... 4 4. SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE... 4 4.1 REQUISITOS GERAIS... 4 4.2 REQUISITOS DE DOCUMENTAÇÃO...

Leia mais

Sistemas de gestão da qualidade - Requisitos

Sistemas de gestão da qualidade - Requisitos DEZ 2000 NBR ISO 9001 Sistemas de gestão da qualidade - Requisitos ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas Sede: Rio de Janeiro Av. Treze de Maio, 13 28º andar CEP 20003-900 Caixa Postal 1680 Rio

Leia mais

TRANSELETRON SERVIÇOS TÉCNICOS ESPECIALIZADOS LTDA SUMÁRIO

TRANSELETRON SERVIÇOS TÉCNICOS ESPECIALIZADOS LTDA SUMÁRIO Página 2 de 26 SUMÁRIO 1. Objetivo 05 2. Definições e Termos 05 3. Apresentação da Organização 05 3.1.1 Identificação 06 3.1.2 Histórico 06 3.1.3 Principais Clientes 06 3.1.4 Principais Fornecedores 07

Leia mais

ECS -ASSESSORIA E CONSULTORIA TÉCNICA. ISO 9001:2015 Tendências da nova revisão

ECS -ASSESSORIA E CONSULTORIA TÉCNICA. ISO 9001:2015 Tendências da nova revisão ISO 9001:2015 Tendências da nova revisão A ISO 9001 em sua nova versão está quase pronta Histórico ECS -ASSESSORIA E CONSULTORIA TÉCNICA As normas da série ISO 9000 foram emitidas pela primeira vez no

Leia mais

CICLO DE EVENTOS DA QUALIDADE

CICLO DE EVENTOS DA QUALIDADE Maio de 2003 CICLO DE EVENTOS DA QUALIDADE Dia 12/05/2003 Certificação e homologação de produtos, serviços e empresas do setor aeroespacial,com enfoque na qualidade Dia 13/05/2003 ISO 9001:2000 Mapeamento

Leia mais

Data Revisão Página Código. Referência TÍTULO MANUAL DA QUALIDADE EMISSÃO. Márcio Oliveira. Cargo. Gestor do SGQ APROVAÇÃO. Egidio Fontana.

Data Revisão Página Código. Referência TÍTULO MANUAL DA QUALIDADE EMISSÃO. Márcio Oliveira. Cargo. Gestor do SGQ APROVAÇÃO. Egidio Fontana. Data Revisão Página Código 11/04/2014 03 1 / 22 MQ-01 Referência MANUAL DA QUALIDADE TÍTULO MANUAL DA QUALIDADE Escrital Contabilidade Rua Capitão Otávio Machado, 405 São Paulo/SP Tel: (11) 5186-5961 Site:

Leia mais

Manual do SGI Sistema de Gestão Integrada

Manual do SGI Sistema de Gestão Integrada Manual do SGI Sistema de Gestão Integrada Revisão 02 Manual MN-01.00.00 Requisito Norma ISO 14.001 / OHSAS 18001 / ISO 9001 4.4.4 Página 1 de 14 Índice 1. Objetivo e Abrangência 2. Documentos Referenciados

Leia mais

Tradução livre Uso Exclusivo em Treinamento

Tradução livre Uso Exclusivo em Treinamento Web Site: www.simplessolucoes.com.br N786-1 ISO CD 9001 Tradução livre Uso Exclusivo em Treinamento N786-1 ISO CD 9001 para treinamento - Rev0 SUMÁRIO Página Introdução 4 0.1 Generalidades 4 0.2 Abordagem

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE MA-C-GQ-01 MANUAL DA QUALIDADE Cópia controlada Revisão 02 DATA Nº REVISÃO HISTÓRICO DAS REVISÕES 01/09/2009 15/03/2012 23/01/2013

GESTÃO DA QUALIDADE MA-C-GQ-01 MANUAL DA QUALIDADE Cópia controlada Revisão 02 DATA Nº REVISÃO HISTÓRICO DAS REVISÕES 01/09/2009 15/03/2012 23/01/2013 DATA Nº REVISÃO HISTÓRICO DAS REVISÕES 01/09/2009 15/03/2012 23/01/2013 00 01 02 Emissão inicial. Alteração do representante da direção Inclusão de informação no item 4.2.2.3 (passo 8) SMD 147. Elaborado:

Leia mais

Manual da Qualidade. Figura 1: Organograma da SInfo e Escopo de Certificação

Manual da Qualidade. Figura 1: Organograma da SInfo e Escopo de Certificação Criado por Aprovado por Analisado criticamente por Wilker Bueno de Freitas Rosa Luiz Mauro de Pádua Silveira Comitê da Qualidade 1 - SGQ- Sinfo A Superintendência de Informática Inserida dentro do quadro

Leia mais

SIMPROS 2001. Experiência de implantação da norma ISO 9001:2000 a partir da utilização da ISO/IEC TR 15504 (SPICE) para Melhoria de Processos

SIMPROS 2001. Experiência de implantação da norma ISO 9001:2000 a partir da utilização da ISO/IEC TR 15504 (SPICE) para Melhoria de Processos Experiência de implantação da norma ISO 9001:2000 a partir da utilização da ISO/IEC TR 15504 (SPICE) para Melhoria de Processos Adilson Sérgio Nicoletti Blumenau, SC - setembro de 2001 Conteúdo Apresentação

Leia mais

Sistemas de gestão da qualidade Requisitos

Sistemas de gestão da qualidade Requisitos DEZ 2000 NBR ISO 9001 Sistemas de gestão da qualidade Requisitos Sumário Prefácio 0 Introdução 1 Objetivo 2 Referência normativa 3 Termos e definições 4 Sistema de gestão da qualidade 5 Responsabilidade

Leia mais

Norma ISO 9001:2008. Gestão da Qualidade

Norma ISO 9001:2008. Gestão da Qualidade Norma ISO 9001:2008 Gestão da Qualidade Sistemas da Qualidade e Qualidade Ambiental ISO 9000 e ISO 14000 Prof. M. Sc. Helcio Suguiyama 1- Foco no cliente 2- Liderança 3- Envolvimento das Pessoas 4- Abordagem

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade -Requisitos

Sistema de Gestão da Qualidade -Requisitos MB Consultoria Av. Constantino Nery, Nº 2789, Edifício Empire Center, Sala 1005 a 1008 Manaus - Amazonas - Brasil CEP: 69050-002 Telefones: (92) 3656.2452 Fax: (92) 3656.1695 e-mail: mb@netmb.com.br Site:

Leia mais

SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE

SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE Objectivos do Curso. No final deste os alunos deverão: Identificar os principais objectivos associados à implementação de Sistemas de Gestão da Qualidade (SGQ) Compreender

Leia mais

Matrizes de Correlaça o ISO 9001:2008 e ISO 9001:2015

Matrizes de Correlaça o ISO 9001:2008 e ISO 9001:2015 2015 Matrizes de Correlaça o ISO 9001:2008 e ISO 9001:2015 Texto traduzido e adaptado por Fernando Fibe De Cicco, Coordenador de Novos Projetos do QSP. Outubro de 2015. Matrizes de correlação entre a ISO

Leia mais

MQ-1 Revisão: 06 Data: 20/04/2007 Página 1

MQ-1 Revisão: 06 Data: 20/04/2007 Página 1 MQ-1 Revisão: 06 Data: 20/04/2007 Página 1 I. APROVAÇÃO Emitente: Função: Análise crítica e aprovação: Função: Liliane Alves Ribeiro da Silva Gerente Administrativa Roberto José da Silva Gerente Geral

Leia mais

INTERPRETAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO

INTERPRETAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO NBR ISO 9001:2008 INTERPRETAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO 8 Princípios para gestão da qualidade Foco no cliente Liderança Envolvimento das pessoas Abordagem de processos Abordagem sistêmica para a gestão Melhoria

Leia mais

Relatório de Atividade Técnica

Relatório de Atividade Técnica RUA DESEMBARGADOR JÚLIO GUIMARÃES, 275 SAÚDE -SÃO PAULO -BR-SP CEP: 04158-060 CNPJ: 46.995.494/0001-92 Telefone: (11) 5058-6066 Pessoa de Contato: ALMO BRACCESI (almo@betta.com.br) Tipo: Auditoria de Manutenção

Leia mais

Módulo 2. Estrutura da norma ISO 9001:2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos 0, 1, 2, 3 e 4/4, Exercícios

Módulo 2. Estrutura da norma ISO 9001:2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos 0, 1, 2, 3 e 4/4, Exercícios Módulo 2 Estrutura da norma ISO 9001:2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos 0, 1, 2, 3 e 4/4, Exercícios Norma NBR ISO 9001:2008 - Índice 0 - Introdução 1 - Escopo 2 - Referência Normativa 3 -

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE NBR ISO 9001:2008 Índice Histórico de Revisões... 4 1. Introdução... 5 1.1. Política da Qualidade... 5 1.2. Escopo... 5 2. Histórico... 6 3. Gestão Estratégica...

Leia mais

Sistemas de gestão da qualidade Requisitos

Sistemas de gestão da qualidade Requisitos NORMA BRASILEIRA ABNT NBR ISO 9001:2008 ERRATA 1 Publicada em 11.09.2009 Sistemas de gestão da qualidade Requisitos ERRATA 1 Esta Errata 1 da ABNT NBR ISO 9001:2008 foi elaborada no Comitê Brasileiro da

Leia mais

ABNT NBR ISO 9001. Sistemas de gestão da qualidade Requisitos. Quality management systems Requirements ' NORMA BRASILEIRA. Segunda edição 28.11.

ABNT NBR ISO 9001. Sistemas de gestão da qualidade Requisitos. Quality management systems Requirements ' NORMA BRASILEIRA. Segunda edição 28.11. ' NORMA BRASILEIRA ABNT NBR ISO 9001 Segunda edição 28.11.2008 Válida a partir de 28.12.2008 Sistemas de gestão da qualidade Requisitos Quality management systems Requirements Palavras-chave: Sistemas

Leia mais

AVALIAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DO FORNECEDOR

AVALIAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DO FORNECEDOR Prezado Fornecedor, A Innova S/A, empresa certificada nas normas ISO 9001:2000, ISO 14001:1996, OHSAS 18001, avalia seus fornecedores no atendimento de requisitos relativos a Qualidade, Meio Ambiente,

Leia mais

PROCEDIMENTO DA QUALIDADE

PROCEDIMENTO DA QUALIDADE Pág.: 1 de 6 1. OBJETIVO Realizar o gerenciamento dos projetos desde o seu planejamento, desenvolvimento, recebimento, análise crítica, controle e distribuição nas obras. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA Manual

Leia mais

Sistemas de gestão da qualidade Requisitos

Sistemas de gestão da qualidade Requisitos ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas DEZ 2000 NBR ISO 9001 Sistemas de gestão da qualidade Requisitos Sede: Rio de Janeiro Av. Treze de Maio, 13 28 o. andar CEP 20003-900 Caixa Postal 1680 Rio

Leia mais

ISO 9001 2008 FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA FACCAT. Curso de Tecnólogo em Gestão da Qualidade.

ISO 9001 2008 FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA FACCAT. Curso de Tecnólogo em Gestão da Qualidade. FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA FACCAT Curso de Tecnólogo em Gestão da Qualidade. ISO 9001 2008 Carolina Rothe Luiz Gustavo W. Krumenauer Paulo Emílio Paulo Saldanha Relação das principais normas da Série

Leia mais

NBR ISO 14011 - DIRETRIZES PARA AUDITORIA AMBIENTAL - PROCEDIMENTOS DE AUDITORIA - AUDITORIA DE SISTEMAS DE GESTÃO AMBIENTAL

NBR ISO 14011 - DIRETRIZES PARA AUDITORIA AMBIENTAL - PROCEDIMENTOS DE AUDITORIA - AUDITORIA DE SISTEMAS DE GESTÃO AMBIENTAL NBR ISO 14011 - DIRETRIZES PARA AUDITORIA AMBIENTAL - PROCEDIMENTOS DE AUDITORIA - AUDITORIA DE SISTEMAS DE GESTÃO AMBIENTAL Sumário 1. Objetivo e campo de aplicação...2 2. Referências normativas...2 3.

Leia mais

NBR ISO 9001:2008. Prof. Marcos Moreira

NBR ISO 9001:2008. Prof. Marcos Moreira NBR ISO 9001:2008 Sistema de Gestão da Qualidade Prof. Marcos Moreira História International Organization for Standardization fundada em 1947, em Genebra, e hoje presente em cerca de 157 países. Início

Leia mais

14 ANEXO 02 - NORMA ISO 9001:2000 - INTERPRETAÇÃO LIVRE

14 ANEXO 02 - NORMA ISO 9001:2000 - INTERPRETAÇÃO LIVRE 14 ANEXO 02 - NORMA ISO 9001:2000 - INTERPRETAÇÃO LIVRE Sumário Prefácio 0 Introdução 1 Objetivo 2 Referência normativa 3 Termos e definições 4 Sistema de gestão da qualidade 5 Responsabilidade da direção

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL: ISO 14001. Material Didático: IBB 254 Gestão Ambiental / 2015 Curso: Ciências Biológicas - UFAM

SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL: ISO 14001. Material Didático: IBB 254 Gestão Ambiental / 2015 Curso: Ciências Biológicas - UFAM SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL: ISO 14001 Material Didático: IBB 254 Gestão Ambiental / 2015 Conceitos Gerais A gestão ambiental abrange uma vasta gama de questões, inclusive aquelas com implicações estratégicas

Leia mais

Universidade Paulista

Universidade Paulista Universidade Paulista Ciência da Computação Sistemas de Informação Gestão da Qualidade Principais pontos da NBR ISO/IEC 12207 - Tecnologia da Informação Processos de ciclo de vida de software Sergio Petersen

Leia mais

APRESENTAÇÃO INICIAL. Empresa: IMAGO Norma: ISO 9001:2008

APRESENTAÇÃO INICIAL. Empresa: IMAGO Norma: ISO 9001:2008 APRESENTAÇÃO INICIAL Empresa: IMAGO Norma: ISO 9001:2008 IMAGO Consultoria M.E Colaborou com a certificação de empresas em diversas áreas: Metalúrgica Têxtil Médica Educação Terceirização de mão de obra

Leia mais

MUDANÇAS NA ISO 9001: A VERSÃO 2015

MUDANÇAS NA ISO 9001: A VERSÃO 2015 MUDANÇAS NA ISO 9001: A VERSÃO 2015 Está em andamento o processo de revisão da Norma ISO 9001: 2015, que ao ser concluído resultará na mudança mais significativa já efetuada. A chamada família ISO 9000

Leia mais

Treinamento Gestão da Qualidade - Cartilha

Treinamento Gestão da Qualidade - Cartilha Treinamento Gestão da Qualidade - Cartilha Apresentação A AGM está se estruturando nos princípios da Qualidade Total e nos requisitos da Norma NBR ISO 9001:2000, implantando em nossas operações o SGQ Sistema

Leia mais

Módulo 3. Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 6.2, 6.2.1, 6.2.2, 6.2.3, 6.2.4, 6.2.5, 6.3, 6.4, 6.4.1, 6.4.2, 6.4.

Módulo 3. Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 6.2, 6.2.1, 6.2.2, 6.2.3, 6.2.4, 6.2.5, 6.3, 6.4, 6.4.1, 6.4.2, 6.4. Módulo 3 Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 6.2, 6.2.1, 6.2.2, 6.2.3, 6.2.4, 6.2.5, 6.3, 6.4, 6.4.1, 6.4.2, 6.4.3 Exercícios 6.2 Iniciando a auditoria/ 6.2.1 Designando o líder da equipe

Leia mais

Processo de elaboração dos indicadores do Sistema de Gestão da Qualidade voltados para Sustentabilidade na Construção Civil

Processo de elaboração dos indicadores do Sistema de Gestão da Qualidade voltados para Sustentabilidade na Construção Civil Processo de elaboração dos indicadores do Sistema de Gestão da Qualidade voltados para Sustentabilidade na Construção Civil QUEILA RODRIGUES Universidade Federal do Pampa andressalhamby@hotmail.com MAURÍCIO

Leia mais

Abertura do Evento Sr. Wanderley Sigali - Diretor Executivo Gristec

Abertura do Evento Sr. Wanderley Sigali - Diretor Executivo Gristec KEYASSOCIADOS 1 PROGRAMAÇÃO Abertura do Evento Sr. Wanderley Sigali - Diretor Executivo Gristec Apresentação Institucional KEYASSOCIADOS Sr. Francisco R. Ramires Gerente Comercial - KEY Apresentação NBR

Leia mais

Manual de Gestão - MG Pág. 1 de 13

Manual de Gestão - MG Pág. 1 de 13 Manual de Gestão - MG Pág. 1 de 13 Representantes dos Processos Principais: Estão diretamente envolvidos no atendimento aos principais requisitos dos clientes externos, portanto estão focados no cliente

Leia mais

Preparando a Implantação de um Sistema de Gestão da Qualidade

Preparando a Implantação de um Sistema de Gestão da Qualidade Preparando a Implantação de um Projeto Pró-Inova - InovaGusa Ana Júlia Ramos Pesquisadora em Metrologia e Qualidade e Especialista em Sistemas de Gestão da Qualidade 1. Gestão Gestão Atividades coordenadas

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software Rafael D. Ribeiro, M.Sc. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br A expressão ISO 9000 (International Organization for Standardization) designa um grupo de normas técnicas que estabelecem

Leia mais

PROGRAMA INTEGRADO DE DESENVOLVIMENTO E QUALIFICAÇÃO DE FORNECEDORES SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE EM FORNECIMENTO

PROGRAMA INTEGRADO DE DESENVOLVIMENTO E QUALIFICAÇÃO DE FORNECEDORES SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE EM FORNECIMENTO PROGRAMA INTEGRADO DE DESENVOLVIMENTO E QUALIFICAÇÃO DE FORNECEDORES SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE EM FORNECIMENTO SGQF:: 2008 SUMÁRIO PREFÁCIO -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 9001:2008 e SiAC nível-a. Relatório de Auditoria interna

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 9001:2008 e SiAC nível-a. Relatório de Auditoria interna 1/6 1. DADOS DA EMPRESA LATACHE ENGENHARIA E INSTALAÇÕES LTDA Situada na Rua Governador Seabra nº55 Apipucos - Recife - PE. 2. OBJETIVO, ESCOPO E PERÍODO DA AUDITORIA. Verificar a aderência do Sistema

Leia mais

EJRos Brasil Workshop 2014 Todos os Direitos Reservados. Everton J. De Ros

EJRos Brasil Workshop 2014 Todos os Direitos Reservados. Everton J. De Ros Everton J. De Ros A ISO 9001 Revisão 2015 Cronograma Publicação Prevista em setembro de 2015 Jun 2012 Nov 2012 Jun 2013 Jan 2014 Set 2014 Jan 2015 Set2015 Minuta Design Spec & WD Design Spec & WD1 aprovada

Leia mais

Manual da Gestão Integrada - M.G.I

Manual da Gestão Integrada - M.G.I Manual da Gestão Integrada - M.G.I Revisão 001 / Outubro de 2009 CBC - Consultoria e Planejamento Ambiental Ltda. Rua Felicíssimo Antonio Pereira, 21-37, CEP 17045-015 Bauru SP Fone: (14) 3313 6332 www.cbcambiental.com.br

Leia mais

Sistemas de gestão da qualidade Requisitos

Sistemas de gestão da qualidade Requisitos SET/2000 PROJETO NBR ISO 9001 Sistemas de gestão da qualidade Requisitos ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas Sede: Rio de Janeir o Av. Treze de Maio, 13 28º andar CEP 20003-900 Caixa Postal 1680

Leia mais

Qualidade de Processo de Software Normas ISO 12207 e 15504

Qualidade de Processo de Software Normas ISO 12207 e 15504 Especialização em Gerência de Projetos de Software Qualidade de Processo de Software Normas ISO 12207 e 15504 Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br Qualidade de Software 2009 Instituto

Leia mais

Copyright Proibida Reprodução. Prof. Éder Clementino dos Santos

Copyright Proibida Reprodução. Prof. Éder Clementino dos Santos INTERPRETAÇÃO ISO 9001:2008 GESTÃO DE QUALIDADE O que é ISO? ISO = palavra grega que significa Igualdade CAPÍTULO: Preâmbulo ISO 9001:2008 0.1 - Generalidades: foi esclarecido que a conformidade com requisitos

Leia mais

FORMAÇÃO DE AVALIADORES DE SGI PELAS NORMAS DE GESTÃO DE QUALIDADE, SMS E RESPONSABILIDADE SOCIAL

FORMAÇÃO DE AVALIADORES DE SGI PELAS NORMAS DE GESTÃO DE QUALIDADE, SMS E RESPONSABILIDADE SOCIAL FORMAÇÃO DE AVALIADORES DE SGI PELAS NORMAS DE GESTÃO DE QUALIDADE, SMS E RESPONSABILIDADE SOCIAL 1 MODELOS DE GESTÃO MODELO Busca representar a realidade GESTÃO ACT CHECK PLAN DO PDCA 2 MODELOS DE GESTÃO

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE E AMBIENTAL ISO 9001:2008 + ISO 14001:2004

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE E AMBIENTAL ISO 9001:2008 + ISO 14001:2004 ISO 91:28 + ISO 141:24 1. PROPÓSITO: Descrever o Sistema de Gestão da Qualidade e Ambiental (SGQA) da MONDIL MONTAGEM INDUSTRIAL, comprovando assim a sua plena adequação à norma NBR ISO 91:28 Sistemas

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA

MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA Páginas: 1 de 13 APROVAÇÃO Este Manual de Gestão está aprovado e representa o Sistema de Gestão Integrada implementado na FOX Comércio de Aparas Ltda. Ricardo Militelli Diretor FOX Páginas: 2 de 13 1.

Leia mais

Introdução à ISO 9001 ano 2008

Introdução à ISO 9001 ano 2008 Introdução à ISO 9001 ano 2008 1. A FAMÍLIA DE NORMAS ISO 9000 1.1 Histórico A primeira Norma de Garantia da Qualidade foi publicada em 1979 pela British Standards Institution (BSI) em três partes como

Leia mais

MANUAL DE DESCRIÇÃO E FUNÇÕES

MANUAL DE DESCRIÇÃO E FUNÇÕES MANUAL DE DESCRIÇÃO E FUNÇÕES TÍTULO DO CARGO: Diretor Comercial Garantir as melhores condições de rentabilidade para a empresa, na prospecção, desenvolvimento, contratação de obras e serviços. Superior

Leia mais

Plano de Aula - Sistema de Gestão da Qualidade - cód. 5325. 56 Horas/Aula

Plano de Aula - Sistema de Gestão da Qualidade - cód. 5325. 56 Horas/Aula Plano de Aula - Sistema de Gestão da - cód. 5325 Aula 1 Capítulo 1 - Conceitos e Fundamentos da Aula 2 1 - Aula 3 1 - Aula 4 1 - Aula 5 Capítulo 2 - Ferramentas da Aula 6 2 - Ferramentas da Aula 7 2 -

Leia mais

MGQ.422-03. Manual da Qualidade. Diretoria de Gestão e Tecnologia da Informação

MGQ.422-03. Manual da Qualidade. Diretoria de Gestão e Tecnologia da Informação Diretoria de Gestão e Tecnologia da Informação MGQ.422-03 O presente manual tem por objetivo descrever o Sistema de Gestão da Qualidade, onde é definida sua organização, responsabilidades, relações entre

Leia mais

PLANEJAMENTO DO SISTEMA DA QUALIDADE - SIAC - NÍVEL C - EDIFICAÇÕES Empresa:

PLANEJAMENTO DO SISTEMA DA QUALIDADE - SIAC - NÍVEL C - EDIFICAÇÕES Empresa: 4. (b) Foi definido claramente o(s) subsetore(s) e tipo(s) de obra abrangido(s) pelo Sistema de Gestão da Qualidade. Não foi definido o subsetor e o tipo de obra abrangido pelo Sistema de Gestão pela Qualidade.

Leia mais

Prof. Adilson Spim Gestão da Qualidade ISO 9001:2008 1

Prof. Adilson Spim Gestão da Qualidade ISO 9001:2008 1 Certificação NBR Requisitos A partir da versão 1994, a série ISO 9000 passou a ser conhecida como família ISO 9000 ; leva em conta duas situações, a contratual e não contratual; Para a situação não contratual

Leia mais

CLAUSULA 4.0 DA NORMA ISO 9001:2008 SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

CLAUSULA 4.0 DA NORMA ISO 9001:2008 SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PÁGINA: 1 de 20 CLAUSULA 4.0 DA NORMA ISO 91:28 SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE 4.1 Requisitos gerais. A TIVOLITUR estabelece, documenta, implementa e mantêm seu sistema de gestão da qualidade, visando

Leia mais

Manual de Gestão Integrado MGI Elaborado por: Representante

Manual de Gestão Integrado MGI Elaborado por: Representante 1/32 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Emissão do documento baseado nos requisitos da ISO 9001:2008 01 Alteração do nome onde passa a ser chamado de e a devida adequação os requisitos das normas ISO 14001:2004

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL AQUISIÇÃO / QUALIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES

PROCEDIMENTO OPERACIONAL AQUISIÇÃO / QUALIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES Histórico de Revisões Rev. Modificações 01 30/04/2007 Primeira Emissão 02 15/06/2009 Alteração de numeração de PO 7.1 para. Alteração do título do documento de: Aquisição para: Aquisição / Qualificação

Leia mais

Palestra Informativa Sistema da Qualidade NBR ISO 9001:2000

Palestra Informativa Sistema da Qualidade NBR ISO 9001:2000 Palestra Informativa Sistema da Qualidade NBR ISO 9001:2000 ISO 9001:2000 Esta norma considera de forma inovadora: problemas de compatibilidade com outras normas dificuldades de pequenas organizações tendências

Leia mais

Enviado por sanson@tecpar.br. em 19/12/11. Recebido por

Enviado por sanson@tecpar.br. em 19/12/11. Recebido por Pedido nº.: Destinatário/ Addressee: PREFEITURA MUNICIPAL DE COLOMBO ((41) 3656-8161) Data/Date: 16 / 12 / 2011 Nome/Name: ISMAILIN SCHROTTER Fax N : Remetente/Sender: TECPAR CERTIFICAÇÃO Páginas/Pages:

Leia mais