Garapa Parte 6. Imagem. Áudio. Som Ambiente. Primeiro plano em plongê: Menina comendo em uma peneira. Som Ambiente.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Garapa Parte 6. Imagem. Áudio. Som Ambiente. Primeiro plano em plongê: Menina comendo em uma peneira. Som Ambiente."

Transcrição

1 Garapa Parte 6 Imagem Primeiro plano em plongê: Menina comendo em uma peneira Primeiro Plano em plongê: Menina sente arrepios Primeiro Plano em contra-plongê: Menina comendo. Plano americano da mulher comendo filmado em plongê. Plano geral de todos comendo. Plano detalhe de um prato e uma colher com comida. Travelling da colher que estava em detalhe até a boca do menino. Plano detalhe da mulher ajeitando a comida em uma colher. Plano próximo de uma mulher filmado em plongê. Travelling até o bebe que ela está amamentando. Travelling até os pés da mulher Primeiro plano de homem deitado. Travelling até a menina que está do lado dele. Ela está comendo. Plano americano da menina comendo filmado em plongê. Travelling até o homem deitado. Plano médio da cozinha. Zoom até a mulher com o bebe no colo. Plano detalhe da mulher amamentando o Mulher se desloca até a cadeira para se sentar e a câmera a acompanha. Áudio

2 Perfil de mulher comendo em plano próximo e plongê. Travelling até mulher comendo com bebe no colo sentada na cama. Plano médio de homem e menino deitados no chão. Plano médio de mulher e menina dentro da casa se arrumando e um bebe sentado no chão. Travelling até a mulher que mexe no fogão. Plano detalhe da panela de comida que a mulher prepara. Travelling em plano médio da mulher entregando a comida para a criança. Plano médio da criança mexendo na comida com o bebe na frente da câmera. Plano americano da mulher amamentando o Plano detalhe do bebe mamando. Plano detalhe das moscas nos pés do Travelling até a criança que está próxima aos pés do Câmera acompanha o bebe até o homem com bebe no colo. Travelling em plano americano até o rosto do homem. Plano detalhe da mão do homem segurando um copo. Travelling seguindo o copo até a boca do homem. Travelling do homem entregando o copo para o menino. Travelling acompanhando o menino saindo da cozinha. Primeiro plano da mulher falando. Menina fala com o Menina fala com o Mulher fala. Som ambiente. Som ambiente.

3 Plano próximo da mulher fazendo carinho no bebe que está no seu colo. Plano detalhe das moscas. Perfil em primeiro plano do bebe com moscas em seu rosto. Travelling mostrando ele coçando as suas pernas. Plano médio do bebe sentado na cama coçando as suas pernas. Plano americano de uma mulher alimentando um bebe que está em seu colo. Perfil em plano americano de uma criança nua. Travelling até a mulher que alimenta o Mulher entrega o prato de comida para a criança guardar. Plano médio frontal de uma criança nua comendo com um prato e uma colher. Primeiro plano da criança comendo. Plano detalhe do prato nas mãos da criança. Travelling do prato até a boca da criança. Plano detalhe da mulher limpando a mesa. Plano médio de homem parado na porta. Plano médio de uma mulher e outra carregando um Travelling em plano médio traseiro acompanhado um bebe nu andando pela casa. Plano americano do bebe chorando. Travelling acompanhando o bebe chorando atrás da mãe. Mulher falando com o Criança chora para a mãe. Criança chora para a mãe. Criança chora. Criança chora para a mãe.

4 Mãe pega garrafas e sai da cena. Criança fica parada na frente da porta. Plano médio da criança nua abaixada no chão brincando, criança engatinha até sair da cena. Travelling em plano médio da criança nua engatinhando. Plano médio da criança sentada no chão brincando com uma garrafa. Plano detalhe do pé do homem. Travelling em plano médio da menina perto da sua mãe. Plano médio da mulher mexendo nos cabelos da menina. Primeiro plano da mulher amamentando o Plano detalhe da mãe em plongê da mãe mostrando o caroço na cabeça da menina. Travelling para em plano próximo até o rosto da mãe. Plano médio da sala, as crianças estão em um colchão do lado direito do vídeo. Mulher passa pela imagem. Plano próximo do rosto do homem. Plano médio traseiro da criança nua sentada no chão. Gato entra na cena e para nas costas do menino. Travelling até a mulher que entra na cena, ela põem uma jarra na mesa e a cena fica completamente negra. Plano geral no lugar onde se localiza a casa. Plano médio de um homem e uma mulher. Travelling até o outro cômodo da casa, onde o homem e a mulher ainda conversam. Criança chora. Criança chora. Homem falando sobre remédios. Mulher e homem conversando. Mulher e homem discutindo. Mulher e homem discutindo.

5 Plano médio do lado externo da casa. Homem anda e a câmera o acompanha. O homem se dirige até outra casa. Plano médio de um menino puxando uma carrocinha. Plano de conjunto de uma mulher com três meninas andando pelas ruas. Plano médio de um homem tentando alimentar o bebe que está um seu colo. Homem entrega o recipiente a uma mulher. Homem dá a chupeta para o Plano de conjunto da mulher e as três meninas andando pela cidade. Plano médio das mulheres e as crianças conversando. Uma mulher entrega a criança à médica. Plano médio da médica pesando o Plano médio das crianças brincando. Primeiro plano da médica. Travelling até a mãe da criança, que está colocando alguns papéis dentro da sacola. Plano médio de uma criança engatinhando no chão do hospital. Plano médio de um menino andando pelo hospital. Travelling até um menino que está sentado no chão brincando. Plano médio da cozinheira do hospital. Plano próximo da cozinheira. Plano médio da mulher na cozinha com dois pratos na mão. Plano de conjunto de pessoas comendo a câmera sobe. Plano detalhe da mulher. Som ambiente. Homem cochicha com o Médica conversa com a mulher. Médica passa instruções à mulher. Médica passa instruções à mulher. Médica passa instruções à mulher. Cozinheira fala sobre as refeições que serve. Mulher conta que se as crianças não comerem agora, não terão o que comer em casa.

6 Travelling até a criança que está em seu colo. Plano médio da área externa, com uma mulher, duas crianças e uma mula andando. Plano médio da criança pegando agua na lagoa. Plano americano da criança com o balde de agua na mão. Plano detalhe do burro andando. Plano traseiro do burro andando. Plano médio das crianças, mulheres e o burro. Plano americano da criança nua andando. Plano detalhe do burro bebendo agua na lagoa. Plano médio do menino colocando as garrafas no chão. Plano detalhe dos pés da mulher dentro da agua. Travelling até a garrafa que está na mão da mulher, que ela coloca no chão. Plano médio das crianças saindo da lagoa. Travelling acompanhando o menino que vai colocar as garrafas no chão. Travelling até o menino que estava chorando. Plano médio das mulheres que colocam suas coisas no burro. Mulher arruma as coisas na bolsa pendurada no burro. Plano próximo do burro. Criança reclama e mulher conversa com ela. Crianças gritando. Mulheres falando. Mulheres falando. Criança falando. Criança chorando e mulher falando. Mulheres falando. Mulher faz som para o burro andar.

7 Travelling em plano próximo da mulher com a criança no colo. Plano detalhe (travelling) dos pés andando. Plano médio da mulher com o burro. Plano médio da mulher guardando os suprimentos.

UM SOL ALARANJADO. Vemos de cima uma pequena vila de subúrbio com suas casas baixas. Amanhece, e pessoas começam a sair das casas.

UM SOL ALARANJADO. Vemos de cima uma pequena vila de subúrbio com suas casas baixas. Amanhece, e pessoas começam a sair das casas. SEQUÊNCIA 1 - EXTERIOR - DIA VILA UM SOL ALARANJADO Roteiro de Eduardo Valente, a partir de argumento e com a colaboração de Rubio Campos. Vemos de cima uma pequena vila de subúrbio com suas casas baixas.

Leia mais

UM SOL ALARANJADO. Roteiro de Eduardo Valente, a partir de argumento e com a colaboração de Rubio Campos. SEQUÊNCIA 1 - INTERIOR - DIA QUARTO

UM SOL ALARANJADO. Roteiro de Eduardo Valente, a partir de argumento e com a colaboração de Rubio Campos. SEQUÊNCIA 1 - INTERIOR - DIA QUARTO SEQUÊNCIA 1 - INTERIOR - DIA UM SOL ALARANJADO Roteiro de Eduardo Valente, a partir de argumento e com a colaboração de Rubio Campos. Por uma janela, vemos o sol nascendo ao fundo de uma série de casas

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Nathália da Silva Santos 6º ano Escola Municipalizada Paineira TEMPESTADE NO COPO

Roteiro para curta-metragem. Nathália da Silva Santos 6º ano Escola Municipalizada Paineira TEMPESTADE NO COPO Roteiro para curta-metragem Nathália da Silva Santos 6º ano Escola Municipalizada Paineira TEMPESTADE NO COPO SINOPSE Sérgio e Gusthavo se tornam inimigos depois de um mal entendido entre eles. Sérgio

Leia mais

ACOMPANHE O DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA

ACOMPANHE O DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA ACOMPANHE O DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA 1 Mês: Sucção vigorosa Levanta a cabeça e rasteja as pernas, se deitado de frente Sustenta a cabeça momentaneamente Preensão de objetos que vão à mão Aquieta-se com

Leia mais

Como preparar sua casa após cirurgia de quadril

Como preparar sua casa após cirurgia de quadril PÓS-OPERATÓRIO Como preparar sua casa após cirurgia de quadril Retire os tapetes, extensões e fios telefônicos, pois eles podem ocasionar quedas. Caso ainda não tenha, instale corrimãos em pelo menos um

Leia mais

PEDRA NO RIM. Por ABRAÃO AGUIAR BAÊTA. Feito de 05/05/2010 a 08/05/2010

PEDRA NO RIM. Por ABRAÃO AGUIAR BAÊTA. Feito de 05/05/2010 a 08/05/2010 PEDRA NO RIM Por ABRAÃO AGUIAR BAÊTA Feito de 05/05/2010 a 08/05/2010 E-mails: baeta99@hotmail.com abraaoab@globo.com Telefones: (21) 7576-6771 HOMEM: tem aproximadamente trinta anos, bonito, atraente,

Leia mais

Mantendo as Crianças em Segurança

Mantendo as Crianças em Segurança PORT.SAFETY 2013 Mantendo as Crianças em Segurança Colocar-se em situações de perigo não é sinal de mau comportamento. As crianças precisam aprender a se manter em segurança à medida que exploram o mundo.

Leia mais

NOSSA SAÚDE. Ministério da Educação e Cultura. Com o apoio do povo do Japão

NOSSA SAÚDE. Ministério da Educação e Cultura. Com o apoio do povo do Japão A HIGIENE E A NOSSA SAÚDE Ministério da Educação e Cultura Com o apoio do povo do Japão O QUE SÃO CUIDADOS DE HIGIENE? É tudo o que fazemos para cuidar da limpeza do nosso corpo, como tomar banho, lavar

Leia mais

CHAVE DE ANTEROS. Adriano Henrique Cândido. Segundo Tratamento

CHAVE DE ANTEROS. Adriano Henrique Cândido. Segundo Tratamento CHAVE DE ANTEROS de Adriano Henrique Cândido Segundo Tratamento Copyright 2013 by Adriano Henrique Cândido. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. CENA 01 - INT. IGREJA - NOITE FADE IN., 20 e poucos anos, entra

Leia mais

ROTEIRO: O LUGAR ONDE EU VIVO

ROTEIRO: O LUGAR ONDE EU VIVO ROTEIRO: O LUGAR ONDE EU VIVO Ideia: Produção realizada a partir de um fato marcante e em algumas situações ocorre a mesclagem entre narrações e demonstrações de cenas. Personagens: A filha da doméstica

Leia mais

INVERNO Um roteiro de Mikael Santiago 25/05/2009

INVERNO Um roteiro de Mikael Santiago 25/05/2009 INVERNO Um roteiro de Mikael Santiago 25/05/2009 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS COPYRIGHT MIKAEL SANTIAGO mikael@mvirtual.com.br RUA ITUVERAVA, 651/305 JACAREPAGUÁ RIO DE JANEIRO - RJ (21)9879-4890 (21)3186-5801

Leia mais

ALICE DIZ ADEUS 4º TRATAMENTO* Escrito e dirigido por. Simone Teider

ALICE DIZ ADEUS 4º TRATAMENTO* Escrito e dirigido por. Simone Teider DIZ ADEUS 4º TRATAMENTO* Escrito e dirigido por Simone Teider SEQUENCIA 1 Uma mulher, (46), está sentada num sofá vendo TV e lixando as unhas. Ela veste um vestido florido e um brinco grande. (16), de

Leia mais

SÉRIE 6: MODOS DE VIDA

SÉRIE 6: MODOS DE VIDA 23 The Bridgeman Art Library SÉRIE 6: MODOS DE VIDA Gustave Caillebotte Esboço para Paris, um dia chuvoso 1877 Óleo sobre tela. 24 Ministério da Cultura e Endesa Brasil apresentam: Arteteca:lendo imagens

Leia mais

Olga, imigrante de leste, é empregada nessa casa. Está vestida com um uniforme de doméstica. Tem um ar atrapalhado e está nervosa.

Olga, imigrante de leste, é empregada nessa casa. Está vestida com um uniforme de doméstica. Tem um ar atrapalhado e está nervosa. A Criada Russa Sandra Pinheiro Interior. Noite. Uma sala de uma casa de família elegantemente decorada. Um sofá ao centro, virado para a boca de cena. Por detrás do sofá umas escadas que conduzem ao andar

Leia mais

Blog Cantinho do Saber

Blog Cantinho do Saber Blog Cantinho do Saber BRINCADEIRAS PARA A VOLTA ÀS AULAS 1) Onça Dorminhoca Educação infantil Formar com os alunos uma grande roda. Cada criança fica dentro de um pequeno círculo desenhado sob os pés,

Leia mais

CASA DE FAMÍLIA intervenção dos Vira-Latas sob o signo do sangue a ser realizada na Praça da Matriz / Largo da Freguesia do Ó

CASA DE FAMÍLIA intervenção dos Vira-Latas sob o signo do sangue a ser realizada na Praça da Matriz / Largo da Freguesia do Ó CASA DE FAMÍLIA intervenção dos Vira-Latas sob o signo do sangue a ser realizada na Praça da Matriz / Largo da Freguesia do Ó Uma sala de jantar de uma casa. A mesa está coberta com toalha vermelha. Cadeiras,

Leia mais

CANINO. by André Meirelles Collazzi. Grupo de Pesquisa em Cinema AP 43 www.ap43.com.br

CANINO. by André Meirelles Collazzi. Grupo de Pesquisa em Cinema AP 43 www.ap43.com.br CANINO by André Meirelles Collazzi Grupo de Pesquisa em Cinema AP 43 www.ap43.com.br INT. APARTAMENTO. CONSULTÓRIO. NOITE Objetos sobre uma mesa: dentadura, dentes soltos, ferramentas de modelar, massa

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Escola Municipal de Ensino Fundamental David Canabarro Florianópolis, 3892 Mathias Velho/Canoas Fone: 34561876/emef.davidcanabarro@gmail.com DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Nome: Stefani do Prado Guimarães Ano

Leia mais

Módulo K - Saúde dos indivíduos com 60 anos ou mais e cobertura de mamografia entre mulheres de 50 anos e mais

Módulo K - Saúde dos indivíduos com 60 anos ou mais e cobertura de mamografia entre mulheres de 50 anos e mais Módulo K - Saúde dos indivíduos com 60 anos ou mais e cobertura de mamografia entre mulheres de 50 anos e mais Para mulheres de 50 a 59 anos de idade realizar apenas as perguntas K40 a K43 e K62. Primeiramente,

Leia mais

LIVRO DE BRINCADEIRAS DA TURMA DO VAMPIRO

LIVRO DE BRINCADEIRAS DA TURMA DO VAMPIRO LIVRO DE BRINCADEIRAS DA TURMA DO VAMPIRO 1º ANO A 2011 BRINCADEIRAS ALERTA AMARELINHA BARRA-MANTEIGA BATATA-QUENTE CABRA-CEGA CORRE-LENÇO MAMÃE DA RUA PARLENDA: COPO DE VENENO PEGA-PEGA GELO PIQUE-BANDEIRA

Leia mais

24 Questionário para Meses

24 Questionário para Meses De 23 meses e 0 dia até 25 meses e 15 dias 24 Questionário para Meses Por favor, preencha o formulário abaixo. Use caneta preta ou azul e escreva em letra de forma. Data do preenchimento: D D M M A A A

Leia mais

CRIANÇA DE 1 ANO de idade

CRIANÇA DE 1 ANO de idade Dr(a) Para CRIANÇA DE 1 ANO de idade ACOMPANHE O DESENVOLVIMENTO DA SUA CRIANÇA Anda apoiada só por uma mão. Começa andar com as pernas separadas (joelhos afastados), pernas em arco e pés virados para

Leia mais

O LUGAR ONDE VIVO. Um roteiro de Ingredy Galvão

O LUGAR ONDE VIVO. Um roteiro de Ingredy Galvão O LUGAR ONDE VIVO Um roteiro de Ingredy Galvão FADE IN: 01 EXT. CASA DO GUARÁ DIA O caminhão da mudança chega à casa de, menina de 12 anos, magra, morena, estatura mediana, filha carinhosa. Ela tem em

Leia mais

A DOMÉSTICA (FILME CURTA) Final 2

A DOMÉSTICA (FILME CURTA) Final 2 A DOMÉSTICA (FILME CURTA) Final 2 Roteiro de Alcir Nicolau Pereira Versão de OUTUBRO/2012. 1 A DOMÉSTICA (FILME-CURTA) ---------------------------------------------------------------- PERSONAGENS Empregada

Leia mais

A TURMA DO ZICO EM: CUIDADO COM A DENGUE

A TURMA DO ZICO EM: CUIDADO COM A DENGUE Texto: Warley di Brito A TURMA DO ZICO EM: CUIDADO COM A DENGUE Personagens: Zico, Zefinha, Paulinha e sua mãe Bastiana Cenário: A esquete acontece no quintal da casa da mãe de Zico, para a montagem do

Leia mais

Curso Intermediário de LIBRAS

Curso Intermediário de LIBRAS Curso Intermediário de LIBRAS 1 Curso Intermediário de LIBRAS 2 Unidade 2 Fazer as compras Sábado foi dia de ir ao Tok Stok. Nós, casal, fomos passear e dar uma voltada para olhar os moveis e objetos.

Leia mais

Atividades psicomotoras

Atividades psicomotoras Atividades psicomotoras ANDAR Andar de lado (passos laterais) Andar de lado (passos cruzados) Correr com as mãos na cabeça Correr com as mãos nos quadris Correr com as mão nas costas Saltitar com 2 pés

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM JOGOS DIGITAIS

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM JOGOS DIGITAIS PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM JOGOS DIGITAIS ÍTALO VICTOR MATSUTANI INOUE LIMA TRABALHO DE LINGUAGEM AUDIOVISUAL STORYBOARD SÃO PAULO 2014 CENA PRINCIPAL A1 A2 A3 B1 B2 B3

Leia mais

verdenovo ESTUDOS ATIVIDADES PRÁTICAS PARA AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA

verdenovo ESTUDOS ATIVIDADES PRÁTICAS PARA AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA verdenovo ESTUDOS ATIVIDADES PRÁTICAS PARA AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA BRUXINHA E AS BRANCAS DE NEVE Faixa etária: 2 a 6 anos Materiais: Chapéu de bruxa Desenvolvimento: Uma criança será escolhida para ser

Leia mais

PORQUE É QUE NÃO DANÇAM?

PORQUE É QUE NÃO DANÇAM? PORQUE É QUE NÃO DANÇAM? Na cozinha, ele serviu se de mais uma bebida e olhou para a mobília de quarto de cama que estava no pátio da frente. O colchão estava a descoberto e os lençóis às riscas estavam

Leia mais

A DOMÉSTICA (FILME CURTA) Final 2

A DOMÉSTICA (FILME CURTA) Final 2 A DOMÉSTICA (FILME CURTA) Final 2 Roteiro de Alcir Nicolau Pereira Versão de NOVEMBRO DE 2012. 1 A DOMÉSTICA (FILME-CURTA) --------------------------------------------------------------- PERSONAGENS Empregada

Leia mais

A creche A creche deve promover e facilitar a participação da família e respeitar a opinião dos pais.

A creche A creche deve promover e facilitar a participação da família e respeitar a opinião dos pais. O bebê de 2 a 11 meses A creche Acumule conhecimentos. Interesse-se por tudo. Cabe aos pais decidir se matriculam ou não seu bebê na creche. Antes de escolher uma creche, é bom passar algum tempo observando

Leia mais

BOLA NA CESTA. Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares

BOLA NA CESTA. Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares BOLA NA CESTA Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares 25/04/2012 SINOPSE Essa é a história de Marlon Almeida. Um adolescente que tem um pai envolvido com a criminalidade. Sua salvação está no esporte.

Leia mais

Obrigado por cuidar de mim!!

Obrigado por cuidar de mim!! Data da alta do bebê Retorno ao hospital Fabiana Pinheiro Ramos Sônia Regina Fiorim Enumo Kely Maria Pereira de Paula 7. Escreva aqui as suas principais dúvidas para perguntar ao médico na próxima consulta:

Leia mais

O curativo do umbigo

O curativo do umbigo Higiene do bebê O curativo do umbigo Organizo meu futuro porque o presente já passou. O curativo do umbigo deve ser feito todos os dias, depois do banho, até que o cordão do umbigo seque e caia. Isso leva

Leia mais

Aprender brincando e brincar aprendendo: zero a três anos

Aprender brincando e brincar aprendendo: zero a três anos Aprender brincando e brincar aprendendo: zero a três anos Brincadeiras são peças fundamentais na engrenagem da Educação Infantil. Não se trata de apenas distrair as crianças. Brincar contribui para o desenvolvimento

Leia mais

Questionário sobre os exames de saúde da criança (exceto os ítens comuns com o questionário da província)

Questionário sobre os exames de saúde da criança (exceto os ítens comuns com o questionário da província) Questionário sobre os exames de saúde da criança (exceto os ítens comuns com o questionário da província) Criança de 1 mês 1 A criança está se alimentando (mamando) bem? Sim 2 A criança bate as mãos e

Leia mais

Centro de Desenvolvimento Infantil Estimulopraxis

Centro de Desenvolvimento Infantil Estimulopraxis Centro de Desenvolvimento Infantil Estimulopraxis Janeiro de 2013 Este documento tem como objectivo ajudar as pessoas mais próximas do GB a complementar o trabalho executado ao longo das sessões de Reabilitação

Leia mais

BRINCADEIRA. por. Vinícius Bernardes

BRINCADEIRA. por. Vinícius Bernardes BRINCADEIRA por Vinícius Bernardes baseado na crônica "Brincadeira" de Luís Fernando Veríssimo oliverplentz@gmail.com Copyright (c) 2015 This screenplay may not be used or reproduced without the express

Leia mais

PREVENÇÃO DE ACIDENTES NA INFÂNCIA CAUSAS E SOLUÇÕES

PREVENÇÃO DE ACIDENTES NA INFÂNCIA CAUSAS E SOLUÇÕES PREVENÇÃO DE ACIDENTES NA INFÂNCIA CAUSAS E SOLUÇÕES Introdução As crianças pequenas não têm a capacidade para avaliar o perigo, pelo que qualquer objeto que encontram em casa pode transformar-se num brinquedo

Leia mais

Etapa 1: A Diarreia: Identificar e reconhecer a doença

Etapa 1: A Diarreia: Identificar e reconhecer a doença GUIA DO/DA FACILITADOR(A) DE SAUDE Luta contra doenças diarreicas e a Malária Inter Aide Projecto Agua e Saneamento Luta contra Malaria CP 6 Nacala a Velha 82 78 29 956 MENSAGENS CHAVES Etapa 1: A Diarreia:

Leia mais

Vivendo e aprendendo em família

Vivendo e aprendendo em família Vivendo e aprendendo em família VERSÍCULO BÍBLICO Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado

Leia mais

MASTOLOGIA ORIENTAÇÕES FISIOTERÁPICAS: Coordenação DIVISÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL COMITÊ DE PADRONIZAÇÕES

MASTOLOGIA ORIENTAÇÕES FISIOTERÁPICAS: Coordenação DIVISÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL COMITÊ DE PADRONIZAÇÕES O R I E N T A Ç Õ E S AOS PACIENTES MINISTÉRIO DA SAÚDE INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER Coordenação DIVISÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL COMITÊ DE PADRONIZAÇÕES Essas orientações são essencialmente para pacientes

Leia mais

COMO AMAMENTAR SEU FILHO

COMO AMAMENTAR SEU FILHO COMO AMAMENTAR SEU FILHO Cabeça e corpinho do bebê ficam alinhados em uma mesma reta. Barriga do bebê fica encostada na barriga da mãe. Apoiar o bumbum do bebê. Mãe segura a mama com seu dedão acima da

Leia mais

Vínculo entre mãe e bebê

Vínculo entre mãe e bebê Vínculo mãe/bebê Vínculo entre mãe e bebê Tenha uma idéia audaciosa hoje. Amanhã ela já não será nova. O bebê precisa reconhecer quem cuida dele, por isso, precisa ser cuidado sempre pela mesma pessoa.

Leia mais

3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Ciências Nome: Leia este texto para resolver as questões propostas.

3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Ciências Nome: Leia este texto para resolver as questões propostas. 3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Ciências Nome: Leia este texto para resolver as questões propostas. 1) O nosso corpo se divide em cabeça, tronco e membros, mas existe uma estrutura, a menor

Leia mais

História Para as Crianças. A menina que caçoou

História Para as Crianças. A menina que caçoou História Para as Crianças A menina que caçoou Bom dia crianças, feliz sábado! Uma vez, do outro lado do mundo, em um lugar chamado Austrália vivia uma menina. Ela não era tão alta como algumas meninas

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

FUGA de Beatriz Berbert

FUGA de Beatriz Berbert FUGA de Beatriz Berbert Copyright Beatriz Berbert Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 FUGA FADE IN: CENA 1 PISCINA DO CONDOMÍNIO ENTARDECER Menina caminha sobre a borda

Leia mais

A ULTIMA ROSA. INT. CASA DE ARTUR QUARTO NOITE Artur sentado em frente ao computador escrevendo. Mãos de Artur

A ULTIMA ROSA. INT. CASA DE ARTUR QUARTO NOITE Artur sentado em frente ao computador escrevendo. Mãos de Artur A ULTIMA ROSA FADE IN INT. CASA DE QUARTO NOITE Artur sentado em frente ao computador escrevendo. Mãos de Artur digitando. TELA DO COMPUTADOR Poemas De Artur Silva Ao lado direito da mesa um prato vazio.

Leia mais

Guia de Puericultura. Alimentação

Guia de Puericultura. Alimentação Guia de Puericultura Com o nascimento do bebé, os pais necessitam de adquirir uma série de artigos. A oferta no mercado é cada vez maior, por isso é importante estar informado: com este guia ajudamo-la

Leia mais

ROTEIRO DE:Luccas Miguel e Higor Espedito. 2 revisão ROTEIRO ORIGINAL PARA CURTA METRAGEM

ROTEIRO DE:Luccas Miguel e Higor Espedito. 2 revisão ROTEIRO ORIGINAL PARA CURTA METRAGEM ROTEIRO DE:Luccas Miguel e Higor Espedito. 2 revisão ROTEIRO ORIGINAL PARA CURTA METRAGEM FADE IN: CENA 1.DIA-EXT-CEMITERIO Cemitério.vemos dois garotos brincando,o sorrisos em seus rostos.a baderna que

Leia mais

Prevenção de Acidentes na Infância. Cuidado e atenção são indispensáveis.

Prevenção de Acidentes na Infância. Cuidado e atenção são indispensáveis. Prevenção de Acidentes na Infância. Cuidado e atenção são indispensáveis. Os principais acidentes na faixa etária de 1 a 3 anos são: Quedas Cortes Queimaduras Choques elétricos Afogamentos Ingestão de

Leia mais

ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME

ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME CENA 1. HOSPITAL. QUARTO DE. INTERIOR. NOITE Fernanda está dormindo. Seus pulsos estão enfaixados. Uma enfermeira entra,

Leia mais

Preparando a casa para receber o bebê

Preparando a casa para receber o bebê Preparando a casa Preparando a casa para receber o bebê Vamos ensinar aos pais os direitos das crianças? Está chegando a hora do bebê nascer. A família deve ajudar a gestante a preparar a casa para a chegada

Leia mais

Segurança, Equipamentos e Investigação Científica

Segurança, Equipamentos e Investigação Científica Segurança, Equipamentos e Investigação Científica Folha do Professor Resumo: O professor fará uma demonstração do que não se deve fazer no laboratório e os alunos tentarão adivinhar os erros. Em seguida,

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM Roteiro para curta-metragem Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM SINOPSE José é viciado em drogas tornando sua mãe infeliz. O vício torna José violento, até que

Leia mais

FÉRIAS ESCOLARES ACIDENTES DOMÉSTICOS

FÉRIAS ESCOLARES ACIDENTES DOMÉSTICOS FÉRIAS ESCOLARES X ACIDENTES DOMÉSTICOS As férias escolares exigem mais cuidados com os acidentes domésticos porque as crianças ficam mais tempo em casa e isso aumenta o risco de ocorrerem acidentes que

Leia mais

O NASCIMENTO DE RUNA

O NASCIMENTO DE RUNA Für die Übersetzung ins brasilianische Porugiesisch danken wir herzlich Adriana Dantas Breust. O NASCIMENTO DE RUNA MINHA IRMÃ VEM AO MUNDO Concepção e texto: Uwe Spillmann. Ilustração: Inga Kamieth Este

Leia mais

O LAVA JATO MACABRO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA

O LAVA JATO MACABRO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA O LAVA JATO MACABRO Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA Rua alameda dom Pedro II n 718 Venda da cruz São Gonçalo. e-mail:jfigueiredo759@gmail.com TEL: (21)92303033 EXT.LAGE DA CASA.DIA Renam está sentado na

Leia mais

Está na hora do meu filho

Está na hora do meu filho Está na hora do meu filho ter maior autonomia. Junho de 2013 STEDIM A CRIANÇA COM NECESSIDADES ESPECIAIS DIFICULDADES INDEPENDÊNCIA/AUTONOMIA GRANDE PROTEÇÃO FAMILIAR SERVIÇOS DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM

Leia mais

AUTORES E ILUSTRADORES: FELIPE DE ROSSI GUERRA JULIA DE ANGELIS NOGUEIRA VOGES

AUTORES E ILUSTRADORES: FELIPE DE ROSSI GUERRA JULIA DE ANGELIS NOGUEIRA VOGES AUTORES E ILUSTRADORES: FELIPE DE ROSSI GUERRA JULIA DE ANGELIS NOGUEIRA VOGES 1ºC - 2011 APRESENTAÇÃO AO LONGO DESTE SEMESTRE AS CRIANÇAS DO 1º ANO REALIZARAM EM DUPLA UM TRABALHO DE PRODUÇÃO DE TEXTOS

Leia mais

Movimento * 0 a 12 meses 2010 www.ovk.ch

Movimento * 0 a 12 meses 2010 www.ovk.ch Ostschweizerischer Verein für das Movimento Fotografia: www.z-fotostudio.ch * 0 a 12 meses Portugiesisch 2010 www.ovk.ch Movimentar-se muito estimula a saúde e a competência social de seus filhos, dá-lhes

Leia mais

Preparando a casa para receber o bebê

Preparando a casa para receber o bebê Preparando a casa Preparando a casa para receber o bebê Vamos ensinar aos pais os direitos das crianças? Está chegando a hora do bebê nascer. A família deve ajudar a gestante a preparar a casa para a chegada

Leia mais

ANTES DE OUVIR A VERDADE. Plano fechado em uma mão masculina segurando um revólver.

ANTES DE OUVIR A VERDADE. Plano fechado em uma mão masculina segurando um revólver. ANTES DE OUVIR A VERDADE FADE IN: CENA 01 - INT. SALA DE ESTAR NOITE Plano fechado em uma mão masculina segurando um revólver. Plano aberto revelando o revólver nas mãos de, um homem de 35 anos, pele clara

Leia mais

FIM DE SEMANA. Roteiro de Curta-Metragem de Dayane da Silva de Sousa

FIM DE SEMANA. Roteiro de Curta-Metragem de Dayane da Silva de Sousa FIM DE SEMANA Roteiro de Curta-Metragem de Dayane da Silva de Sousa CENA 1 EXTERIOR / REUNIÃO FAMILIAR (VÍDEOS) LOCUTOR Depois de uma longa semana de serviço, cansaço, demoradas viagens de ônibus lotados...

Leia mais

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação...

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação... Sumário Agradecimentos... 7 Introdução... 9 1 - Um menino fora do seu tempo... 13 2 - O bom atraso e o vestido rosa... 23 3 - O pequeno grande amigo... 35 4 - A vingança... 47 5 - O fim da dor... 55 6

Leia mais

Agenda de gravações Simplificada SEGREDO DE UM ANJO

Agenda de gravações Simplificada SEGREDO DE UM ANJO Agenda de gravações Simplificada SEGREDO DE UM ANJO Todos os direitos reservado a LISIM PRODUÇÕES / Registro de patente - N546B4 Local: SETÚBAL - BOA VIAGEM Titulo: Casa de Suzy 74 ( Sofia chega no quarto

Leia mais

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA LENDA DA COBRA GRANDE Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA CRUZEIRO DO SUL, ACRE, 30 DE ABRIL DE 2012. OUTLINE Cena 1 Externa;

Leia mais

Passos para se proteger do Ébola enquanto aguarda por assistência Documento para a Guiné-Bissau

Passos para se proteger do Ébola enquanto aguarda por assistência Documento para a Guiné-Bissau Passos para se proteger do Ébola enquanto aguarda por assistência Documento para a Guiné-Bissau 1 Lembre-se de três coisas Não tocar Isole a pessoa doente Ligue para a linha de apoio 2 Se pensa que alguém

Leia mais

Manual de Instruções Carrinho - Twin

Manual de Instruções Carrinho - Twin Manual de Instruções Carrinho - Twin (Ref. 1350) Página 1 de 8 Remova o carrinho da caixa. As rodas dianteiras, rodas traseiras, bandeja frontal, pedana e capota dianteira devem ser instaladas antes de

Leia mais

INTERTÍTULO: DIANA + 1 FADE IN EXT. PRAIA/BEIRA MAR DIA

INTERTÍTULO: DIANA + 1 FADE IN EXT. PRAIA/BEIRA MAR DIA DIANA + 3 INTERTÍTULO: DIANA + 1 FADE IN EXT. PRAIA/BEIRA MAR DIA Pablo, rapaz gordinho, 20 anos, está sentado na areia da praia ao lado de Dino, magrinho, de óculos, 18 anos. Pablo tem um violão no colo.

Leia mais

"INSOLÚVEL" SEGUNDO RASCUNHO. Escrito por: Luís Eduardo E. Ribeiro

INSOLÚVEL SEGUNDO RASCUNHO. Escrito por: Luís Eduardo E. Ribeiro "INSOLÚVEL" SEGUNDO RASCUNHO Escrito por: Luís Eduardo E. Ribeiro Rua Faustolo, 371 São Paulo SP CEP 05041-000 (11) 9272-4021 1 INSOLÚVEL FADE IN: INT. CASA DO MENINO MANHÃ MENINO de 12-13 anos acorda.

Leia mais

Solidão PROCURA-SE MULHER PROCURA-SE MULHER

Solidão PROCURA-SE MULHER PROCURA-SE MULHER Edna estava caminhando pela rua com sua sacola de compras quando passou pelo carro. Havia um cartaz na janela lateral: Ela parou. Havia um grande pedaço de papelão grudado na janela com alguma substância.

Leia mais

Educação para a cidadania

Educação para a cidadania Educação para a cidadania Algumas vezes temos que conviver com os problemas. A criança aprende valores essenciais para uma vida digna e solidária, na convivência com sua família e comunidade. A melhor

Leia mais

Como Se Recuperar Após uma Cirurgia de Extração de Siso

Como Se Recuperar Após uma Cirurgia de Extração de Siso Como Se Recuperar Após uma Cirurgia de Extração de Siso O dente do siso começa a surgir na maioria das pessoas entre os 17 e 24 anos. Porém, em alguns, o siso não nasce completamente e causa dor, inchaços

Leia mais

PRIMEIRO ATO SEGUNDO ATO

PRIMEIRO ATO SEGUNDO ATO STORYLNE O Primeiro-Ministro Michael Callow é chantageado por um criminoso desconhecido que sequestra a Princesa Susannah, e pede como resgate que o político se humilhe em rede nacional. ARGUMENTO Uma

Leia mais

Cada coisa no seu lugar

Cada coisa no seu lugar A U A UL LA M Ó D U L O 13 Acesse: http://fuvestibular.com.br/ Cada coisa no seu lugar Cenatexto Hilda chega, finalmente, a sua casa. Os meninos estão todos encarapitados no velho sofá, com os olhos vidrados

Leia mais

NORMAS PARA PACIENTES, ACOMPANHANTES E VISITANTES

NORMAS PARA PACIENTES, ACOMPANHANTES E VISITANTES NORMAS PARA PACIENTES, ACOMPANHANTES E VISITANTES INFORMAÇÕES GERAIS Terão direito a um (01) acompanhante, pacientes com mais de 60 anos, menores de 18 anos, pessoas com deficiência ou que tenham dificuldade

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM RECUPERAÇÃO DE IMAGEM Quero que saibam que os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Porém, quando tornei a sair consciente, expus ao professor tudo o que estava acontecendo comigo, e como eu

Leia mais

UMA PIZZA CHAMADA DESEJO. por. Rodrigo Ferrari. Versão final 02/09/2011

UMA PIZZA CHAMADA DESEJO. por. Rodrigo Ferrari. Versão final 02/09/2011 UMA PIZZA CHAMADA DESEJO por Rodrigo Ferrari Versão final 02/09/2011 rodrigoferrari@gmail.com (21)9697.0419 Iluminados, no fundo do palco, BLANCHE e o. O Médico veste um jaleco branco, estetoscópio, óculos

Leia mais

A PINTORA Era madrugada, fumaça e pincéis estampavam a paisagem interna de um loft. Lá fora uma grande lua pintava as ruas semi-iluminadas com um fantasmagórico prateado. Uma mão delicada retocava a gravata

Leia mais

:: Sabão Líquido :: Em um balde ou recipiente bem grande, despejar a soda e 1 litro de água, mexendo por ceca de 5 minutos;

:: Sabão Líquido :: Em um balde ou recipiente bem grande, despejar a soda e 1 litro de água, mexendo por ceca de 5 minutos; :: Sabão Líquido :: Para fazer 30 litros Ingredientes: 1,5 litros de azeite (morno) ½ quilo de soda cáustica 1,5 litros de álcool líquido 1 litro de água (1ª etapa) 27 litros de água (2ª etapa) 2 colheres

Leia mais

Plano de Parto. , e. (gestante) (acompanhante) (bebê) I- Nossa filosofia para o nascimento

Plano de Parto. , e. (gestante) (acompanhante) (bebê) I- Nossa filosofia para o nascimento Plano de Parto, e (gestante) (acompanhante) (bebê) I- Nossa filosofia para o nascimento O plano de parto expressa nossos desejos e preferências para o nascimento do nosso bebê. Nós nos informamos antes

Leia mais

L0NGE, atrás em monte, sol cair e céu ficar em fogo. Fraco, Eu

L0NGE, atrás em monte, sol cair e céu ficar em fogo. Fraco, Eu 5 L0NGE, atrás em monte, sol cair e céu ficar em fogo. Fraco, Eu subir monte, pés d Eu molhados em erva fria. Não haver erva em cima em monte. Só haver terra, em volta, monte como cabeça de homem sem cabelo.

Leia mais

Poder Invisível Use sua mente a seu favor!

Poder Invisível Use sua mente a seu favor! Poder Invisível Use sua mente a seu favor! Lucyana Mutarelli Poder Invisível Use sua mente a seu favor! 1 Edição Abril de 2013 "Concentre-se naquilo que tem na sua vida e terá sempre mais. Concentre-se

Leia mais

Por volta de 1865, o jornalista João Brígido chega com

Por volta de 1865, o jornalista João Brígido chega com Por volta de 1865, o jornalista João Brígido chega com Ciço ao Seminário da Prainha depois de uma viagem de mais de um mês, montado a cavalo, desde a região do Cariri até a capital, Fortaleza. Trazia uma

Leia mais

QUEM É A PESSOA IDOSA?

QUEM É A PESSOA IDOSA? INTRODUÇÃO Líder, este caderno é seu, para cadastrar e acompanhar as pessoas idosas no domicílio. Ele contém os principais indicadores que nos levam a conhecer a realidade na qual vivem as pessoas, permitindo

Leia mais

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri. Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.com Página 1 1. HISTÓRIA SUNAMITA 2. TEXTO BÍBLICO II Reis 4 3.

Leia mais

Plano de Aula: Ginástica circense.

Plano de Aula: Ginástica circense. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANA ESCOLA ESTADUAL ERNANI VIDAL PIBID/CAPES/UFPR 1º ano: 1º Aula: Plano de Aula: Ginástica circense. Pega-pega com nome: Será um pega-pega tradicional, porém quando o pegador

Leia mais

Acidentes não são fatalidades. Os acidentes podem ser prevenidos e evitados.

Acidentes não são fatalidades. Os acidentes podem ser prevenidos e evitados. Acidentes não são fatalidades. Os acidentes podem ser prevenidos e evitados. CUIDADOS BÁSICOS COM O BEBÊ Na hora da alimentação é importante: - Testar a temperatura do leite ou outros alimentos no dorso

Leia mais

TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA. (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico)

TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA. (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico) TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico) Januária setembro/2011 CENÁRIO: Livre, aberto, porém, deve se haver por opção uma cadeira, uma toalha e uma escova

Leia mais

Qual o Sentido do Natal?

Qual o Sentido do Natal? Qual o Sentido do Natal? Por Sulamita Ricardo Personagens: José- Maria- Rei1- Rei2- Rei3- Pastor 1- Pastor 2- Pastor 3-1ª Cena Uma música de natal toca Os personagens entram. Primeiro entram José e Maria

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães 2 No dia em que Iracema e Lipe voltaram para visitar a Gê, estava o maior rebuliço no hospital. As duas crianças ficaram logo

Leia mais

A Vida Passada a Limpo. Ayleen P. Kalliope

A Vida Passada a Limpo. Ayleen P. Kalliope A Vida Passada a Limpo Ayleen P. Kalliope 2011 Este livro é dedicado ao meu querido filho, Pedro Paulo, que ao nascer me trouxe a possibilidade de parar de lecionar Inglês e Português, em escolas públicas

Leia mais

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta Copyright Betina Toledo e Thuany Motta Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 MERGULHO FADE IN: CENA 1 PRAIA DIA Fotografia de

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES ASPIRADOR DE PÓ 800 W COM CABO TELESCÓPICO Equipamento somente para uso doméstico. Obrigado por escolher um produto com a marca Tramontina. Por favor, leia o Manual de Instruções por

Leia mais

Como Falar bem em Público

Como Falar bem em Público Como Falar bem em Público Com Rosélia Andrade - Especialista em Direito Público Oratória É o termo que designa a arte de falar em público. É um conjunto de técnicas que auxiliam na habilidade de quem fala

Leia mais

Um pro logo que ha de fazer algum sentido mais a frente

Um pro logo que ha de fazer algum sentido mais a frente Um pro logo que ha de fazer algum sentido mais a frente De entre todas as coisas que podem entupir os canos lá em casa, um mamífero do Ártico com excesso de peso é provavelmente a pior. Isto porque, embora

Leia mais