18 de Maio. Denuncie. Faça sua parte! Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "18 de Maio. Denuncie. Faça sua parte! Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes"

Transcrição

1 18 de Maio Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES. Denuncie. Faça sua parte!

2 Ficha Técnica União Norte Brasileira de Educação e Cultura - UNBEC Ir. Wellington Mousinho de Medeiros Ir. Ataide José de Lima Ir. Alexandre Lucena Lôbo Ir. José de Assis Elias de Brito Ir. José Wagner Rodrigues da Cruz Ecônomo Geral Ir. Humberto Lima Gondim Superintendente de Organismos Provinciais Ir. James Pinheiro Superintendente de Operações Centrais Arthur Nappo Superintendente Socioeducacional Dilma Alves Rodrigues Instituto Marista de Assistência Social - IMAS Gerente Social Cláudia Laureth Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes: Abuso e Exploração. O ABUSO SEXUAL acontece com a prática do ato sexual com criança ou adolescente, para a satisfação sexual de um adulto. Mas esse tipo de crime ocorre também com a ação de desnudar, tocar e acariciar as partes íntimas da criança e do adolescente ou ainda exibir os próprios órgãos sexuais diante deles/delas. Levar a criança/adolescente a assistir ou participar de práticas sexuais de qualquer natureza real ou virtual também caracterizam esse crime. Induzir ou supor o consentimento da criança não anula a culpa do agressor. Já a EXPLORAÇÃO SEXUAL pressupõe a oferta de favores, bens ou dinheiro em troca da satisfação sexual obtida na relação com a criança ou o adolescente. Isso pode ocorrer na relação interpessoal e até intrafamiliar e nos demais universos em que a criança e o se relacionam, mas também se consolida na exploração comercial do sexo (claramente proibida a menores de 18 anos) assim como na pornografia infantil e na exibição de imagens em locais públicos ou privados. A criança e o adolescente explorados são tratados, na maioria das vezes, como objetos e mercadorias estando expostos aos maus tratos de todos os tipos. Diretora Milda Moraes Analista de Comunicação Social - Jornalista Fernanda Carmo Analistas Sociais Fábio Feitosa Geraldo Costa Lauriene Queiroz IMPORTANTE: não existe prostituição infantil e sim exploração sexual de crianças e adolescentes. Uma criança é um sujeito de Direito em desenvolvimento, portanto ela não pode ter o seu corpo explorado em nenhuma situação, conforme preconiza o artigo 6º do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Motorista Domingos Teixeira Estagiária Alessandra Santos

3 Aumento da violência sexual contra crianças e adolescentes: Realidade Brasileira A violência sexual em crianças de 0 a 9 anos é o segundo maior tipo de violência mais característico nessa faixa etária, ficando pouco atrás apenas para as notificações de negligência e abandono. A conclusão é de um levantamento inédito do Ministério da Saúde, que, em 2011, registrou notificações de violência doméstica, sexual, física e outras agressões contra crianças menores de dez anos. Segundo um levantamento de 2011, realizado pelo Ministério da Saúde, apontou que as notificações de agressão sexual contra crianças, até nove anos (35%), ficam pouco atrás daquelas de negligência e abandono (36%) do total das notificações registradas no Sistema de Saúde. São números do Sistema de Vigilância de Violência e Acidentes (VIVA) do Ministério da Saúde. Também na faixa de 10 a 14 anos, a violência sexual ocupa o segundo lugar (10,5%), ficando atrás apenas da agressão física. Por outro lado, em 2011, um mapeamento conjunto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Secretaria dos Direitos Humanos (SDH) e da Organização Internacional do Trabalho (OIT) com o apoio da Childhood Brasil, revelou que as rodovias federais brasileiras ainda contam com locais vulneráveis à exploração sexual de crianças e adolescentes. Do total, 38,9% (691) são consideradas localidades críticas. Isso significa: falta de iluminação, falta de vigilância privada, aglomeração de veículos em trânsito, consumo de bebida alcoólica e drogas. Entre os locais vulneráveis, há aqueles onde já foram confirmados os casos de exploração sexual de crianças e adolescentes e aqueles em que há indícios ou denúncias. A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, por meio do Disque Direitos Humanos, informa que de janeiro a abril de 2012 o Módulo Criança e Adolescente recebeu denúncias, que representa 71% de aumento em relação ao mesmo período do ano anterior. Dentre os estados com maior incidência de denúncias estão os estados de São Paulo, com relatos, seguido pelo Rio de Janeiro, com e Bahia com relatos de denúncias. Quando considerado o número de denúncias para cada habitantes, o Distrito Federal aparece em primeiro lugar com o índice de 19,24 denúncias para cada habitantes, seguido do Rio Grande do Norte com o índice de 18,54 e o Amazonas com 17,01. A região com maior número de relatos é a região sudeste, responsável por 36,2% do total de registros do Módulo Criança e Adolescente (12.367), seguida da região nordeste com 34,7% (11.848), a região sul com 11,3% (3.855), a região centro-oeste com 9% (3.070) e, por fim, a região norte com 8,8% (2.998) do total de denúncias registradas no período. Os movimentos sociais ligados à garantia de Direitos Humanos de crianças e adolescentes têm demonstrado preocupação com a aproximação dos mega eventos e de suas obras como a Copa do Mundo que podem criar situações e locais favoráveis a essa exploração sexual. Além disso, as cidades turísticas, em especial, aquelas que sediarão os mega eventos, precisam de ações estratégicas, emergenciais e intersetoriais de forma a coibir claramente essa violação de Direito que é crime. O Disque 100, que recebe denúncias desse e de outros tipos de crime contra os Direitos Humanos, vem registrando a cada ano, um aumento progressivo da denúncia de casos de violência sexual contra crianças e adolescentes.

4 Como Denunciar? Além de procurar o Conselho Tutelar da sua cidade ou bairro, você pode usar o DISQUE DENÚNCIA, ligando para o número 100, sem qualquer custo. As denúncias de violações de Direitos Humanos contra Crianças e Adolescentes registradas no Disque Direitos Humanos são examinadas e encaminhadas para os serviços de atendimento, proteção e responsabilização do Sistema de Garantia de Direitos da Infância e Adolescência presentes nos estados e municípios. Os principais parceiros são os Conselhos Tutelares, os órgãos da segurança pública (Delegacias de Proteção à Criança e ao Adolescente, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal) e Ministério Público. Fontes Consultadas: Humanos.pdf Estatuto da Criança e do Adolescente O Disque 100 funciona 24h, todos os dias, inclusive aos sábados, domingos e feriados. O sigilo é garantido!

5 QS 01 Rua 210 Lote 40 Edifício Taguatinga Shopping Torre A 7º. Andar sala 707/708 Águas Claras Brasília/DF CEP

Maristas 2015 contra o Trabalho Infantil

Maristas 2015 contra o Trabalho Infantil Maristas 2015 contra o Trabalho Infantil Trabalhar NÃO é coisa de criança Ficha Técnica União Norte Brasileira de Educação e Cultura UNBEC DIRETORIA GERAL Wellington Mousinho de Medeiros Diretor-presidente

Leia mais

ORIENTAÇÕES E METODOLOGIA PARA REALIZAÇÃO DAS CONFERÊNCIAS LIVRES DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

ORIENTAÇÕES E METODOLOGIA PARA REALIZAÇÃO DAS CONFERÊNCIAS LIVRES DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE ORIENTAÇÕES E METODOLOGIA PARA REALIZAÇÃO DAS CONFERÊNCIAS LIVRES DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE 1 Ficha Técnica União Norte Brasileira de Educação e Cultura - UNBEC Ir. Wellington Mousinho de

Leia mais

DROGAS. a vida é SEM ELAS. bem melhor

DROGAS. a vida é SEM ELAS. bem melhor DROGAS a vida é bem melhor SEM ELAS Ficha Técnica União Norte Brasileira de Educação e Cultura UNBEC DIRETORIA GERAL Wellington Mousinho de Medeiros Diretor-presidente José de Assis Elias de Brito Diretor

Leia mais

TRABALHO INFANTIL. CEREST ESTADUAL Márcia Peixoto Lucimeira Costa

TRABALHO INFANTIL. CEREST ESTADUAL Márcia Peixoto Lucimeira Costa TRABALHO INFANTIL CEREST ESTADUAL Márcia Peixoto Lucimeira Costa O que é trabalho infantil? São crianças e adolescentes economicamente ativos, meninos e meninas com idade até 18 anos que contribuam para

Leia mais

Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes

Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes Mostrando que a proteção de nossas crianças e adolescentes também está em fase de crescimento Subsecretaria de Promoção

Leia mais

BALANÇO SEMESTRAL DO DISQUE DIREITOS HUMANOS DISQUE 100 PESSOA IDOSA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

BALANÇO SEMESTRAL DO DISQUE DIREITOS HUMANOS DISQUE 100 PESSOA IDOSA PESSOA COM DEFICIÊNCIA BALANÇO SEMESTRAL DO DISQUE DIREITOS HUMANOS DISQUE 100 PESSOA IDOSA LGBT PESSOA COM DEFICIÊNCIA CRIANÇA E ADOLESCENTE POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA PESSOAS EM RESTRIÇÃO DE LIBERDADE BALANÇO SEMESTRAL

Leia mais

Manual de Preenchimento

Manual de Preenchimento Manual de Preenchimento Formulário para o mapeamento de pontos vulneráveis à exploração sexual de crianças e adolescentes - 2009 MJ DPRF OIT BRASIL CHILDHOOD BRASIL Rede de Enfrentamento à Exploração Sexual

Leia mais

Tourisme sexuel impliquant des enfants & grands

Tourisme sexuel impliquant des enfants & grands Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente Conférence Internationale Tourisme sexuel impliquant des enfants & grands

Leia mais

70% 500.000. De acordo com a nova lei, são crianças e adolescentes. 1. de estupro

70% 500.000. De acordo com a nova lei, são crianças e adolescentes. 1. de estupro O QUE É VIOLÊNCIA SEXUAL Todos os anos, estima-se que 500.000 70% Mulheres das vítimas sejam vítimas de estupro no Brasil, e que outros tantos milhões sofram com abusos e violências sexuais. de estupro

Leia mais

Orientações práticas para o processo de escolha dos membros do. Conselho Tutelar

Orientações práticas para o processo de escolha dos membros do. Conselho Tutelar Orientações práticas para o processo de escolha dos membros do Conselho Tutelar Ficha Técnica União Norte Brasileira de Educação e Cultura UNBEC DIRETORIA GERAL Wellington Mousinho de Medeiros Diretor-presidente

Leia mais

O PAPEL DO SERVIÇO DE EPIDEMIOLOGIA NA REDE DE PROTEÇÃO A CRIANÇA E AO ADOLESCENTE EM SITUACAO DE RISCO PARA A VIOLENCIA NO HOSPITAL DE CLÍNICAS.

O PAPEL DO SERVIÇO DE EPIDEMIOLOGIA NA REDE DE PROTEÇÃO A CRIANÇA E AO ADOLESCENTE EM SITUACAO DE RISCO PARA A VIOLENCIA NO HOSPITAL DE CLÍNICAS. O PAPEL DO SERVIÇO DE EPIDEMIOLOGIA NA REDE DE PROTEÇÃO A CRIANÇA E AO ADOLESCENTE EM SITUACAO DE RISCO PARA A VIOLENCIA NO HOSPITAL DE CLÍNICAS. AREA TEMÁTICA: Saúde. COORDENADORA: Prof.ª Dr.ª Denise

Leia mais

Princípios de Emponderamento da Mulheres. Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes Igualdade significa Negócios

Princípios de Emponderamento da Mulheres. Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes Igualdade significa Negócios Princípios de Emponderamento da Mulheres Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes Igualdade significa Negócios Denuncie DISQUE DIREITOS HUMANOS 100 2 Campanha de Prevenção à Violência Sexual contra

Leia mais

Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes. Disque Denúncia Nacional: DDN 100

Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes. Disque Denúncia Nacional: DDN 100 Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual Contra Crianças

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Observatório de Violências e Acidentes Observatório de Violações de Direitos de Crianças e Adolescentes Carnaval 2015 Bahia

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Observatório de Violências e Acidentes Observatório de Violações de Direitos de Crianças e Adolescentes Carnaval 2015 Bahia RELATÓRIO CONSOLIDADO 6º DIA DO CARNAVAL 2015 Salvador-BA Revisado 24-02-15 Das 18 horas de 12/02/2015 às 06 horas de 17/02/2015 foram consolidados/analisados pelo Observatório um total de 1126 atendimentos:

Leia mais

Disque 100: cem mil denúncias e um retrato da violência sexual infanto- juvenil

Disque 100: cem mil denúncias e um retrato da violência sexual infanto- juvenil Disque 100: cem mil denúncias e um retrato da violência sexual infanto- juvenil Por um Brasil sem violência sexual contra crianças e adolescentes, Disque 100 O Disque 100 completou, em junho de 2009, cem

Leia mais

QUERIDO(A) ALUNO(A),

QUERIDO(A) ALUNO(A), LANÇADA EM 15 MAIO DE 2008, A CAMPANHA PROTEJA NOSSAS CRIANÇAS É UMA DAS MAIORES MOBILIZAÇÕES PERMANENTES JÁ REALIZADAS NO PAÍS, COM FOCO NO COMBATE À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS

Leia mais

A 4ª Delegacia de Polícia de Repressão à Pedofilia - Estatísticas e Cases

A 4ª Delegacia de Polícia de Repressão à Pedofilia - Estatísticas e Cases A 4ª Delegacia de Polícia de Repressão à Pedofilia - Estatísticas e Cases Dra.Ancilla-Dei Vega Dias Baptista Giaconi Maio/2014 0 4ª Delegacia de Polícia de Repressão à Pedofilia Criada em 23 de Novembro

Leia mais

PROJETO MAPEAR MAPEAMENTO DOS PONTOS VULNERÁVEIS À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

PROJETO MAPEAR MAPEAMENTO DOS PONTOS VULNERÁVEIS À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES Ministério da Justiça Polícia Rodoviária Federal Comissão Nacional de Direitos Humanos/PRF PROJETO MAPEAR MAPEAMENTO DOS PONTOS VULNERÁVEIS À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES Capilaridade 2.

Leia mais

Cartilha de Prevenção Orientações para o combate à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes

Cartilha de Prevenção Orientações para o combate à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes Art. 5º Nenhuma criança ou adolescente será objeto de qualquer forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão, punido na forma da lei qualquer atentado, por ação ou omissão,

Leia mais

RESOLUÇÃO CONJUNTA CNAS/CONANDA Nº 001 DE 09 DE JUNHO DE 2010

RESOLUÇÃO CONJUNTA CNAS/CONANDA Nº 001 DE 09 DE JUNHO DE 2010 RESOLUÇÃO CONJUNTA CNAS/CONANDA Nº 001 DE 09 DE JUNHO DE 2010 Estabelece parâmetros para orientar a constituição, no âmbito dos Estados, Municípios e Distrito Federal, de Comissões Intersetoriais de Convivência

Leia mais

Violação dos Direitos da Criança e do Adolescente

Violação dos Direitos da Criança e do Adolescente Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal Violação dos Direitos da Criança e do Adolescente Conceito Onde denunciar Procedimentos Renato Rodovalho Scussel Juiz de Direito Simone Costa Resende

Leia mais

3 Jornal da Federação - 2012 ENCONTRO REGIONAL SUDESTE 4 Jornal da Federação - 2012 ENCONTRO REGIONAL NORDESTE Jornal da Federação - 2012 ENCONTRO REGIONAL SUL 5 Jornal da Federação - 2012 ENCONTRO REGIONAL

Leia mais

Violência contra a Pessoa Idosa. Sandra Regina Gomes Fonoaudióloga e Gerontóloga sandra@longevida.com.br

Violência contra a Pessoa Idosa. Sandra Regina Gomes Fonoaudióloga e Gerontóloga sandra@longevida.com.br Violência contra a Pessoa Idosa Sandra Regina Gomes Fonoaudióloga e Gerontóloga sandra@longevida.com.br Violência contra as pessoas idosas: FOTOGRAFIA: THINKSTOCK problema sério e invisível Síntese de

Leia mais

Educomunicacao. Um caminho para o Protagonismo de Crianças, Adolescentes e Jovens

Educomunicacao. Um caminho para o Protagonismo de Crianças, Adolescentes e Jovens Educomunicacao Um caminho para o Protagonismo de Crianças, Adolescentes e Jovens Ficha Técnica União Brasileira de Educação e Ensino - UBEE Ir. Wellington Mousinho de Medeiros Ir. Ataide José de Lima Ir.

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO 2013 - PROGRAMA NOSSAS CRIANÇAS

EDITAL PROCESSO SELETIVO 2013 - PROGRAMA NOSSAS CRIANÇAS EDITAL PROCESSO SELETIVO 2013 - PROGRAMA NOSSAS CRIANÇAS O seguinte edital tem por objetivo convidar organizações da sociedade civil a participarem do processo de seleção de projetos para obtenção de apoio

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES PAIR

PROGRAMA NACIONAL DE ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES PAIR Presidência da República Secretaria de Direitos Humanos Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente Departamento de Políticas Temáticas dos Direitos da Criança e do Adolescente

Leia mais

Governo planeja ações com base em dados e tenta aprimorar combate à exploração incentivando envolvimento da sociedade civil em fóruns e conselhos

Governo planeja ações com base em dados e tenta aprimorar combate à exploração incentivando envolvimento da sociedade civil em fóruns e conselhos / / Fique ligado Notícias / Especiais Promenino Fundação Telefônica 10/12/2012 Os desafios da fiscalização do trabalho infantil Governo planeja ações com base em dados e tenta aprimorar combate à exploração

Leia mais

Fique Ligado... Pólo de Prevenção à Violência Doméstica, Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Família Feliz! Família Feliz!

Fique Ligado... Pólo de Prevenção à Violência Doméstica, Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Família Feliz! Família Feliz! Fique Ligado... Pólo de Prevenção à Violência Doméstica, e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes O que você acabou de ver são situações que estão presentes em muitas famílias. Estas situações podem

Leia mais

Como proceder à notificação e para onde encaminhá-la?

Como proceder à notificação e para onde encaminhá-la? Se a família não quiser ou não puder assumir a notificação, o educador deverá informar a família que, por força da lei, terá que notificar o fato aos órgãos competentes. Como proceder à notificação e para

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA A INFÂNCIA E A ADOLESCÊNCIA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA A INFÂNCIA E A ADOLESCÊNCIA Seminário de Vigilância e Prevenção da Violência e Promoção da Cultura da Paz SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA A INFÂNCIA E A ADOLESCÊNCIA Secretaria Especial dos Direitos Humanos Subsecretaria de Promoção

Leia mais

Vamos Combater o Abuso e a Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes

Vamos Combater o Abuso e a Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes Vamos Combater o Abuso e a Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes A violência sexual contra crianças e adolescentes acontece em todo o mundo, em diversas famílias e classes sociais. O QUE É A

Leia mais

Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes.

Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes. Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes. Crescendo junto com o Brasil. Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente Secretaria

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO VARA CENTRAL DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER SP

PODER JUDICIÁRIO VARA CENTRAL DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER SP PODER JUDICIÁRIO VARA CENTRAL DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER SP Projeto: DIALOGANDO PARA A PAZ 1. INTRODUÇÃO A violência doméstica e familiar contra a mulher é um fenômeno multicausal

Leia mais

O PETI e o Trabalho em Rede. Maria de Fátima Nassif Equipe Proteção Social Especial Coordenadoria de Ação Social Secretaria de Desenvolvimento Social

O PETI e o Trabalho em Rede. Maria de Fátima Nassif Equipe Proteção Social Especial Coordenadoria de Ação Social Secretaria de Desenvolvimento Social O PETI e o Trabalho em Rede Maria de Fátima Nassif Equipe Proteção Social Especial Coordenadoria de Ação Social Secretaria de Desenvolvimento Social Articulação da rede de serviços socioassistenciais Proteção

Leia mais

Esta cartilha destina-se ao público adulto, composto por profissionais da educação, saúde, assistência social, psicólogos, conselheiros tutelares e

Esta cartilha destina-se ao público adulto, composto por profissionais da educação, saúde, assistência social, psicólogos, conselheiros tutelares e Cartilha Denuncie o abuso e a exploraçao sexual contra crianças e adolescentes Esta cartilha destina-se ao público adulto, composto por profissionais da educação, saúde, assistência social, psicólogos,

Leia mais

www.senado.leg.br/datasenado

www.senado.leg.br/datasenado www.senado.leg.br/datasenado Lei Maria da Penha completa 9 Promulgada em 2006, a Lei Maria da Penha busca garantir direitos da mulher, além da prevenção e punição de casos de violência doméstica e familiar.

Leia mais

1.4 Objeto e Metodologia

1.4 Objeto e Metodologia 1.4 Objeto e Metodologia O objeto a pesquisa cujos dados serão apresentados foi definido juntamente com a SAS- Secretaria de Assistência Social de Presidente Prudente em especial com a equipe do CREAS

Leia mais

Analistas do IMAS dialogam com estudantes no I Fórum Marista dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes. Expediente

Analistas do IMAS dialogam com estudantes no I Fórum Marista dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes. Expediente Brasília, 08 de julho de 20132012 Volume 3. edição 26 Analistas do IMAS dialogam com estudantes no I Fórum Marista dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes Expediente Gerente Social Cláudia Laureth

Leia mais

VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA ou ADOLESCENTE

VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA ou ADOLESCENTE VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA ou ADOLESCENTE Equipe LENAD: Ronaldo Laranjeira Clarice Sandi Madruga IlanaPinsky Maria Carmen Viana Divulgação: Maio de 2014. 1. Porque esse estudo é relevante? Segundo a Subsecretaria

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome PETI. Programa de Erradicação do Trabalho Infantil

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome PETI. Programa de Erradicação do Trabalho Infantil Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome PETI Programa de Erradicação do Trabalho Infantil Brasil livre do trabalho infantil, todos juntos nesse desafio! O Governo Federal e a sociedade brasileira

Leia mais

Pesquisa sobre Tráfico de Mulheres, Crianças e Adolescentes para Fins de Exploração Sexual Comercial no Brasil (Pestraf)

Pesquisa sobre Tráfico de Mulheres, Crianças e Adolescentes para Fins de Exploração Sexual Comercial no Brasil (Pestraf) Pesquisa sobre Tráfico de Mulheres, Crianças e Adolescentes para Fins de Exploração Sexual Comercial no Brasil (Pestraf) Uma das principais pesquisas já realizadas no Brasil sobre o assunto Exploração

Leia mais

SUGESTÕES DE COMO ABORDAR NAS EMPRESAS O TEMA DO ENFRENTAMENTO DA EXPLORAÇÃO SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES

SUGESTÕES DE COMO ABORDAR NAS EMPRESAS O TEMA DO ENFRENTAMENTO DA EXPLORAÇÃO SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES SUGESTÕES DE COMO ABORDAR NAS EMPRESAS O TEMA DO ENFRENTAMENTO DA EXPLORAÇÃO SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES PRESIDENTA DA REPÚBLICA Dilma Vana Rousseff MINISTRA DE ESTADO CHEFE DA SECRETARIA DE

Leia mais

Palestrante: Silvana Ferreira Fernandes silvanaff@yahoo.com.br Psicopedagoga e Neuropedagoga

Palestrante: Silvana Ferreira Fernandes silvanaff@yahoo.com.br Psicopedagoga e Neuropedagoga Palestrante: Silvana Ferreira Fernandes silvanaff@yahoo.com.br Psicopedagoga e Neuropedagoga CONTRA MULHERES, CRIANÇAS E IDOSOS CONCEITO DE VIOLÊNCIA A violência é um fenômeno polissêmico e complexo que

Leia mais

> Números da Childhood Brasil. 13 anos 6 programas próprios. 94 projetos apoiados. parceria com 54 organizações. R$ 34 milhões investidos na causa

> Números da Childhood Brasil. 13 anos 6 programas próprios. 94 projetos apoiados. parceria com 54 organizações. R$ 34 milhões investidos na causa > Números da Childhood Brasil 13 anos 6 programas próprios 94 projetos apoiados parceria com 54 organizações R$ 34 milhões investidos na causa 25 > Nossos programas Programa COMUNICAÇÃO e Mobilização:

Leia mais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Estatuto da Criança e do Adolescente: 18 anos, 18 Compromissos A criança e o adolescente no centro da gestão municipal O Estatuto

Leia mais

QUESTIONÁRIO: VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS NOME: CLASSIFIQUE EM VERDADEIRO (V) OU FALSO (F) AS SENTENÇAS ABAIXO:

QUESTIONÁRIO: VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS NOME: CLASSIFIQUE EM VERDADEIRO (V) OU FALSO (F) AS SENTENÇAS ABAIXO: QUESTIONÁRIO: VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS NOME: 1. Um tapinha no bumbum não é considerado violência devido ao baixo grau de agressão. 2. A prática sexual com indivíduos menores de 14 anos, com o consentimento

Leia mais

II CAPACITAÇÃO DE CONSELHEIROS TUTELARES E DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

II CAPACITAÇÃO DE CONSELHEIROS TUTELARES E DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE II CAPACITAÇÃO DE CONSELHEIROS TUTELARES E DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE SEDESE Belo Horizonte, 25 de Outubro de 2012. ABUSO E EXPLORAÇÃO SEXUAL INFANTO-JUVENIL Maria de Lurdes Rodrigues Santa

Leia mais

Garantia do direito à educação da criança e do adolescente (Ensino Fundamental)

Garantia do direito à educação da criança e do adolescente (Ensino Fundamental) da criança Ensino fundamental da criança e do, ciclo de ano a ano E FAMÍLIA Identificar escola mais próxima à residência da criança e e efetivar a matrícula Art. 53, V (ECA) Há escola próxima com relação

Leia mais

Histórico 2006/ 2010

Histórico 2006/ 2010 Histórico 2006/ 2010 Programa Na Mão Certa O Programa Na Mão Certa, uma iniciativa da Childhood Brasil, que tem como objetivo reunir esforços para mobilizar governos, empresas e organizações da sociedade

Leia mais

Gabinetes de Atendimento da Mulher e da Criança: a análise dos casos registados. Margarita Mejia, Conceição Osório, Maria José Arthur

Gabinetes de Atendimento da Mulher e da Criança: a análise dos casos registados. Margarita Mejia, Conceição Osório, Maria José Arthur Gabinetes de Atendimento da Mulher e da Criança: análise dos casos registados Margarita Mejia, Conceição Osório, Maria José Arthur Publicado em Outras Vozes, nº 7, Maio de 2004 A WLSA Moçambique concluiu

Leia mais

Edição Especial I Oficina de Educomunicação

Edição Especial I Oficina de Educomunicação Comunicação Área Social - Província Marista Brasil Centro Norte - PMBCN Expediente Brasília, 10 de outubro de 2011 Volume 1. edição 4 Edição Especial I Oficina de Educomunicação Reportagem e Edição Fernanda

Leia mais

Prevenção ao abuso sexual infantil Pedofilia

Prevenção ao abuso sexual infantil Pedofilia Segurança contra a pedofilia Orientações aos pais 1 2 Prevenção ao abuso sexual infantil Pedofilia 3 4 1 Nunca Atitudes preventivas deixe seu filho dormir fora de casa ainda que seja em casa de parentes

Leia mais

RECOMENDAÇÃO MINISTERIAL Nº 002/2015

RECOMENDAÇÃO MINISTERIAL Nº 002/2015 Procedimento administrativo nº 201400036940 RECOMENDAÇÃO MINISTERIAL Nº 002/2015 Objeto: Dispõe sobre o dever de atuação de diversas autoridades públicas, durante a Romaria Nossa Senhora d'abadia do Muquém

Leia mais

(1979) Convenção Sobre Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Contra a Mulher CEDAW

(1979) Convenção Sobre Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Contra a Mulher CEDAW (1979) Convenção Sobre Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Contra a Mulher CEDAW (1994) Convenção Interamericana para Prevenir, Punir e Erradicar a Violência Contra a Mulher (Convenção de Belém

Leia mais

Dos dias 01 a 04 de abril a Vila

Dos dias 01 a 04 de abril a Vila Comunicação da Gerência Social-Província Marista Brasil Centro-Norte - PMBCN Brasília/DF, 11 de abril de 2013 Volume 5, edição 77 EXPEDIENTE Gerente Social Cláudia Laureth Coordenador Administrativo Social

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria Especial dos Direitos Humanos Subsecretaria de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria Especial dos Direitos Humanos Subsecretaria de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria Especial dos Direitos Humanos Subsecretaria de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente Programa de Ações Integradas e Referenciais de Enfrentamento à Violência

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO ORIGEM: PRT da 08ª Região ORGÃO OFICIANTE: Dra. Rejane de Barros Meireles Alves INTERESSADO 1: Superintendência Regional do Trabalho e Emprego/PA. INTERESSADO 2: Raimundo Teixeira Maia ASSUNTOS: EXPLORAÇÃO

Leia mais

CAPACITAÇÃO PARA CREAS E LIBERDADE CIDADÃ

CAPACITAÇÃO PARA CREAS E LIBERDADE CIDADÃ CAPACITAÇÃO PARA CREAS E LIBERDADE CIDADÃ Serviços de Proteção Social Especial de Média Complexidade: introdução e metodologias de ação do Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos

Leia mais

MINISTÉRIO DO TURISMO

MINISTÉRIO DO TURISMO MINISTÉRIO DO TURISMO TURISMO SUSTENTÁVEL & INFÂNCIA-TSI Presidente da República Luís Inácio Lula da Silva Ministra de Estado Marta Suplicy Coordenadora Elisabeth Bahia MINISTÉRIO DO TURISMO A missão do

Leia mais

IMAS no lançamento da Campanha Nacional contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Expediente

IMAS no lançamento da Campanha Nacional contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Expediente Comunicação da Gerência Social - Província Marista Brasil Centro-Norte - PMBCN Brasília, 03 de junho de 20132012 Volume 3. edição 25 Expediente IMAS no lançamento da Campanha Nacional contra o Abuso e

Leia mais

Projeto de Lei n.º 36/2013-L

Projeto de Lei n.º 36/2013-L Projeto de Lei n.º 36/2013-L AUTORIZA A CRIAÇÃO DE UMA CASA DE PASSAGEM PARA MULHERES NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE BARRA BONITA. Art. 1º Fica o Executivo autorizado a criar no âmbito

Leia mais

Exploração Sexual Comercial de Crianças as e Adolescentes

Exploração Sexual Comercial de Crianças as e Adolescentes Exploração Sexual Comercial de Crianças as e Adolescentes Gorete Vasconcelos go_vasconcelos@yahoo.com.br Marcos Históricos e Políticos Código de Menores /1927 Doutrina da Situação Irregular; Declaração

Leia mais

do Idoso Portaria 104/2011

do Idoso Portaria 104/2011 DEVER DE NOTIFICAR- do Idoso Portaria 104/2011 Lei 6.259/75l Lei 10.778/03, ECA, Estatuto n Médicos n Enfermeiros n Odontólogos n Biólogos n Biomédicos n Farmacêuticos n Responsáveis por organizações e

Leia mais

Malabaristas Equilibristas infantis lutando por uma vida digna

Malabaristas Equilibristas infantis lutando por uma vida digna Malabaristas Equilibristas infantis lutando por uma vida digna Autor: Alexandre Pontieri (Advogado, Pós-Graduado em Direito Tributário pela UNIFMU-SP, Pós-Graduado em Direito Penal pela ESMP-SP) Publicado

Leia mais

RESPONSÁVEIS RELAÇÕES

RESPONSÁVEIS RELAÇÕES Para a Patrus Transportes, atuar de forma responsável significa valorizar as pessoas. Essa relação começa no ambiente interno e se estende a todos os stakeholders da empresa, como clientes, fornecedores,

Leia mais

HOSPITAL GERAL DR. WALDEMAR ALCÂNTARA RUA PERGENTINO MAIA, 1559 BAIRRO: MESSEJANA FORTALEZA/CE CEP: 60.840 045 CNPJ: 05.268.526.

HOSPITAL GERAL DR. WALDEMAR ALCÂNTARA RUA PERGENTINO MAIA, 1559 BAIRRO: MESSEJANA FORTALEZA/CE CEP: 60.840 045 CNPJ: 05.268.526. NORMAS DE ATENDIMENTO AO PACIENTE SOB SUSPEITA DE NEGLIGÊNCIA, MAUS TRATOS OU VIOLÊNCIA DE QUALQUER NATUREZA. 1. AMBITO DE APLICAÇÃO: Todas as Unidades do HGWA. 2. OBJETIVO: Garantir a notificação compulsória

Leia mais

Caravana Siga Bem 2014, emoções em dobro!

Caravana Siga Bem 2014, emoções em dobro! Caravana Siga Bem 2014, emoções em dobro! Maior projeto itinerante das estradas da América Latina chega à sua oitava edição com uma grande novidade: em 2014, serão duas Caravanas percorrendo os quatro

Leia mais

Curso de. Direito. Núcleo de Prática Jurídica. Crimes Sexuais Estupro e Pedofilia. www.faesa.br

Curso de. Direito. Núcleo de Prática Jurídica. Crimes Sexuais Estupro e Pedofilia. www.faesa.br Curso de Direito Núcleo de Prática Jurídica Crimes Sexuais Estupro e Pedofilia www.faesa.br mportante: Serviços especializados em crimes sexuais: Ÿ Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA)

Leia mais

Nome da Empresa. Logomarca da Empresa

Nome da Empresa. Logomarca da Empresa Nome da Empresa Logomarca da Empresa Introdução Ação: ADESIVAGEM Período: MAIO/2012 Responsável pela ação: ASSESSORIA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL E-mail: vivianibr@celesc.com.br Telefone de contato: (48)

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A VIOLÊNCIA CONTRA O IDOSO. NÚCLEO DE DEFESA DO IDOSO E PESSOA COM DEFICIÊNCIA ALEXANDRE DE OLIVEIRA ALCÂNTARA

REFLEXÕES SOBRE A VIOLÊNCIA CONTRA O IDOSO. NÚCLEO DE DEFESA DO IDOSO E PESSOA COM DEFICIÊNCIA ALEXANDRE DE OLIVEIRA ALCÂNTARA REFLEXÕES SOBRE A VIOLÊNCIA CONTRA O IDOSO. NÚCLEO DE DEFESA DO IDOSO E PESSOA COM DEFICIÊNCIA ALEXANDRE DE OLIVEIRA ALCÂNTARA FORTALEZA, 17 de junho de 2011. VIOLÊNCIA CONTRA O IDOSO PESQUISA: Violência

Leia mais

GARANTINDO OS DIREITOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA COPA DO MUNDO

GARANTINDO OS DIREITOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA COPA DO MUNDO GARANTINDO OS DIREITOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA COPA DO MUNDO BAHIA 2014 1 APRESENTAÇÃO Este documento tem o objetivo de levar ao conhecimento de todos aqueles que pretendem colaborar com a realização

Leia mais

SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL COMISSÃO INTERGESTORES TRIPARTITE RESOLUÇÃO Nº 4, DE 24 DE MAIO DE 2011

SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL COMISSÃO INTERGESTORES TRIPARTITE RESOLUÇÃO Nº 4, DE 24 DE MAIO DE 2011 SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL COMISSÃO INTERGESTORES TRIPARTITE RESOLUÇÃO Nº 4, DE 24 DE MAIO DE 2011 Institui parâmetros nacionais para o registro das informações relativas aos serviços ofertados

Leia mais

BALANÇO. 1º Semestre 2015

BALANÇO. 1º Semestre 2015 BALANÇO 1º Semestre 2015 Dilma Rousseff Presidenta da República Eleonora Menicucci Ministra de Estado Chefe da Secretaria de Políticas para as Mulheres Linda Goulart Secretária-Executiva Aparecida Gonçalves

Leia mais

Termo de Referência - Edital 004/2016

Termo de Referência - Edital 004/2016 PROJETO BRA/10/007 BOAS PRÁTICAS EM REDES NA IMPLANTAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA: SIPIA CONSELHO TUTELAR E SIPIA SINASE WEB Termo de Referência - Edital

Leia mais

Universidade do Estado do Rio de Janeiro Vice-Reitoria Curso de Abordagem da Violência na Atenção Domiciliar Unidade 2-Violência e criança

Universidade do Estado do Rio de Janeiro Vice-Reitoria Curso de Abordagem da Violência na Atenção Domiciliar Unidade 2-Violência e criança Universidade do Estado do Rio de Janeiro Vice-Reitoria Curso de Abordagem da Violência na Atenção Domiciliar Unidade 2-Violência e criança Nesta unidade, analisaremos os aspectos específicos referentes

Leia mais

Secretaria Nacional de Assistência Social

Secretaria Nacional de Assistência Social POLÍTICA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SUAS Secretaria Nacional de Assistência Social MARCOS NORMATIVOS E REGULATÓRIOS Constituição Federal 1988 LOAS 1993 PNAS 2004

Leia mais

Conselho Tutelar de São José dos Campos-SP. Circunscrição Centro. Prestação de Contas Dezembro 2011 até Novembro 2012

Conselho Tutelar de São José dos Campos-SP. Circunscrição Centro. Prestação de Contas Dezembro 2011 até Novembro 2012 Conselho Tutelar de São José dos Campos-SP Circunscrição Centro Prestação de Contas Dezembro 2011 até Novembro 2012 Conselheiros Tutelares Eleitos: Mandato do Triênio 2010/2013 * Daniella Magalhães Itacarambi

Leia mais

ORIENTAÇÕES DE COMUNICAÇÃO SOBRE VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES

ORIENTAÇÕES DE COMUNICAÇÃO SOBRE VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES A proteção e a promoção dos direitos da infância e adolescência também devem ser contempladas na forma como falamos e comunicamos este assunto. Alguns cuidados com a comunicação são fundamentais para proteger

Leia mais

Breve Cronologia das Ações

Breve Cronologia das Ações A ECPAT nasce como campanha de mobilização contra o turismo sexual nos países asiáticos e, a partir de 1995, torna-se referência mundial no combate à exploração sexual comercial, à pornografia e ao tráfico

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA FACULDADE DE PSICOLOGIA/UFAM Nº 03/2013 SELEÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA ATUAÇÃO POR CURTO PRAZO

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA FACULDADE DE PSICOLOGIA/UFAM Nº 03/2013 SELEÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA ATUAÇÃO POR CURTO PRAZO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS FACULDADE DE PSICOLOGIA Núcleo de Formação Continuada de Conselheiros dos Direitos e Conselheiros Tutelares do Estado do Amazonas Escola de Conselhos do Amazonas CHAMADA

Leia mais

FORTALECIMENTO DO SISTEMA DE GARANTIA DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE EQUIPAGEM ORIENTAÇÕES AOS GESTORES LOCAIS

FORTALECIMENTO DO SISTEMA DE GARANTIA DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE EQUIPAGEM ORIENTAÇÕES AOS GESTORES LOCAIS FORTALECIMENTO DO SISTEMA DE GARANTIA DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Conselho Tutelar EQUIPAGEM DE CONSELHOS TUTELARES O trabalho da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República

Leia mais

- Adolescentes desprotegidos

- Adolescentes desprotegidos + Adolescentes estudando - Adolescentes desprotegidos É da Nossa Conta! = [Cartilha Empregador] Promenino Fundação Telefônica Apoio cartilha_empregador_geral_final.indd 1 01/08/14 17:22 A Campanha É da

Leia mais

Estado de Mato Grosso Poder Judiciário Comarca de Jauru ROMPENDO O SILÊNCIO

Estado de Mato Grosso Poder Judiciário Comarca de Jauru ROMPENDO O SILÊNCIO 1 Estado de Mato Grosso Poder Judiciário Comarca de Jauru ROMPENDO O SILÊNCIO 2 O Fórum da Comarca de Jauru/MT em cumprimento a determinação emanada da Coordenadoria da Infância e Juventude do Tribunal

Leia mais

Combate e prevenção à violência contra a mulher

Combate e prevenção à violência contra a mulher Combate e prevenção à violência contra a mulher O CIM - Centro Integrado de Atendimento à Mulher Vítima de Violência Doméstica e Familiar - tem por objetivo fazer valer a Lei n.º 11.340/06, Lei Maria da

Leia mais

Carta Política. Campanha Cidades Seguras para as Mulheres

Carta Política. Campanha Cidades Seguras para as Mulheres Carta Política Campanha Cidades Seguras para as Mulheres Brasil - 2014 Nós, mulheres de diversas localidades e comunidades de Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e São Paulo, que há muito

Leia mais

Histórico Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS) agosto de 2010 no Recife Transformando a sociedade a partir da igreja local

Histórico Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS) agosto de 2010 no Recife Transformando a sociedade a partir da igreja local Histórico Esta campanha tem sua origem no contexto do V Encontro Nacional da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS) em agosto de 2010 no Recife PE. Nessa ocasião, o enfoque do evento foi: Transformando

Leia mais

como Política Pública de Estado

como Política Pública de Estado como Política Pública de Estado Brasil 27 estados 5.565 municipios 190 milhoes ha 60 milhoes de 0 a 18 anos. Constituicao Federal de 1988 Art. 227. É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar

Leia mais

Mapeamento 2013-2014. Mapeamento dos Pontos Vulneráveis à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Federais Brasileiras

Mapeamento 2013-2014. Mapeamento dos Pontos Vulneráveis à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Federais Brasileiras Mapeamento 2013-2014 Mapeamento dos Pontos Vulneráveis à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Federais Brasileiras ACRONIMOS PRF Policia Rodoviária Federal OIT Organização Internacional

Leia mais

População de rua leva cartão vermelho Viviane Tavares - Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz)

População de rua leva cartão vermelho Viviane Tavares - Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz) População de rua leva cartão vermelho Viviane Tavares - Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz) População de rua aumenta nos últimos anos e a resposta da gestão pública é a violência,

Leia mais

A GESTÃO DO CREAS E AS MUDANÇAS COM A TIPIFICAÇÃO E O PROTOCOLO DE GESTÃO

A GESTÃO DO CREAS E AS MUDANÇAS COM A TIPIFICAÇÃO E O PROTOCOLO DE GESTÃO A GESTÃO DO CREAS E AS MUDANÇAS COM A TIPIFICAÇÃO E O PROTOCOLO DE GESTÃO A Assistência Social como política de proteção social configura uma nova situação para o Brasil: garantir proteção a todos, que

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº de de 2015.

PROJETO DE LEI Nº de de 2015. PROJETO DE LEI Nº de de 2015. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL PARA O SISTEMA INTEGRADO DE INFORMAÇÕES DE VIOLÊNCIA CONTRA O IDOSO NO ESTADO DE GOIÁS, DENOMINADO OBSERVATÓRIO ESTADUAL DA VIOLÊNCIA CONTRA O

Leia mais

Políticas Setoriais Secretarias Municipais: Saúde, Assistência Social, Educação, Direitos Humanos(quando houver). Participações Desejáveis

Políticas Setoriais Secretarias Municipais: Saúde, Assistência Social, Educação, Direitos Humanos(quando houver). Participações Desejáveis PARÂMETROS PARA A CONSTITUIÇÃO DAS COMISSÕES INTERSETORIAIS DE ACOMPANHAMENTO DO PLANO NACIONAL DE PROMOÇÃO, PROTEÇÃO E DEFESA DO DIREITO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES À CONVIVÊNCIA FAMILIAR E COMUNITÁRIA

Leia mais

No dia 15 de janeiro de 2014,

No dia 15 de janeiro de 2014, EXPEDIENTE Superintendente Socioeducacional Brasília/DF, 06 de fevereiro de 2013 Volume 6, edição 90 CE: Ir. José Augusto Alves toma posse na Escola Marista Sagrado Coração/CE Dilma Alves Gerente Social

Leia mais

LEGISLAÇÃO CITADA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988

LEGISLAÇÃO CITADA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988 LEGISLAÇÃO CITADA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988 TÍTULO VIII Da Ordem Social CAPÍTULO VII DA FAMÍLIA, DA CRIANÇA, DO ADOLESCENTE E DO IDOSO Art. 227. É dever da família, da sociedade

Leia mais

NOTA TÉCNICA N. º22 CGDANT/DASIS/SVS/MS

NOTA TÉCNICA N. º22 CGDANT/DASIS/SVS/MS MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE Departamento de Análise de Situação de Saúde Esplanada dos Ministérios, Edifício Sede, 1º andar, sala 148 - CEP 70.058-900 Tel. 61-3315 3419/ 3498

Leia mais

Universidade do Estado do Rio de Janeiro Vice-Reitoria Curso de Abordagem da Violência na Atenção Domiciliar Unidade 2 Violência de gênero

Universidade do Estado do Rio de Janeiro Vice-Reitoria Curso de Abordagem da Violência na Atenção Domiciliar Unidade 2 Violência de gênero Universidade do Estado do Rio de Janeiro Vice-Reitoria Curso de Abordagem da Violência na Atenção Domiciliar Unidade 2 Violência de gênero Nesta unidade, analisaremos os aspectos específicos referentes

Leia mais

Eixos do Plano de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes do Município de Palmas

Eixos do Plano de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes do Município de Palmas Eixos do Plano de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes do Município de Palmas Período de execução 2015/2019 EIXO PREVENÇÃO EIXO - PREVENÇÃO Objetivo: Assegurar ações preventivas

Leia mais