INFOMAÇÕES IMPORTANTES CATEGORIAS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INFOMAÇÕES IMPORTANTES CATEGORIAS"

Transcrição

1 INFOMAÇÕES IMPORTANTES CATEGORIAS Para efeito de seleção das categorias que possuem divisão de 1 o, 2 o,3 o, vigoram os seguintes paramentos abaixo listados: 1 o categoria Contrato social acima de R$ ,00 ou área construída acima de 150m 2. 2 o categoria - Contrato social entre R$ ,00 a R$ ,99 ou área construída entre 100 a 149m 2. 3 o categoria- Contrato social até R$ ,99 ou área construída até 99m 2. Observações: 1- Vigora o critério que oferecer maior benefício ao contribuinte. 2- No caso de cozinha industrial e estabelecimentos classificados na segunda e terceira categorias caso sejam identificados pelo fiscal sanitário como de elevado risco sanitário, será necessário um responsável técnico de nível superior com responsabilidade técnica emitida pelo conselho de classe. 3- No caso de serviços de Hospedagem, estabelecimentos acima de cinquenta (50) quartos será necessário um responsável técnico de nível superior com responsabilidade técnica emitida pelo conselho de classe.

2 Comparecer a vigilância Sanitária do Município do Ipojuca, no Complexo Educacional, localizado na Rodovia PE 60 Ipojuca - Centro, com a documentação necessária para abertura do processo de Licença Sanitária, sob pena de aplicação das penalidades na legislação. LICENÇA INICIAL: TRANSPORTE DE ALIMENTOS CATEGORIA: 1 ( ) 2 ( ) 3 ( ) 01. Cópia do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (C.N.P.J.); 02. Cópia do Contrato Social ou Ato Constitutivo registrado na junta comercial (nesse documento deverão estar claramente explícitos os objetivos das atividades que forem Requeridas); 03. Cópia do Alvará de Funcionamento; 04. Cópia do Atestado de Regularidade do Corpo de Bombeiros; 05. Declaração dos produtos utilizados com número da Autorização de Funcionamento da Indústria e registro/notificação do produto; Fica o estabelecimento ciente que os documentos abaixo relacionados deverão ficar disponíveis no momento da inspeção. CIENTE, 1. Cópia do documento de dedetização (Empresa licenciada pela visa); 2. Análise da água e certificado de limpeza do(s)reservatórios de água; 3. Manual de procedimento operacional padrão ou memorial descritivo das atividades desenvolvidas; 4. Atestados de Saúde Ocupacional (ASO) dos manipuladores de alimentos.

3 Comparecer a vigilância Sanitária do Município do Ipojuca, no Complexo Educacional, localizado na Rodovia PE 60 Ipojuca - Centro, com a documentação necessária para abertura do processo de Licença Sanitária, sob pena de aplicação das penalidades na legislação. SERVIÇOS DE HOSPEDAGEM HOTEIS, MOTEIS, PENSÕES, POUSADAS E SIMILARES CATEGORIA: 1 ( ) 2 ( ) 3 ( ) LICENÇA INICIAL: 1. Cópia do C. N. P. J. Atualizado; 2. Cópia do contrato Social; 3. Cópia do Atestado do Corpo de Bombeiros; 4. Certificado de Responsável Capacitado com Carga horária mínima de 40 horas -para categoria 2 e 3; 5. Declaração de Responsabilidade Técnica (Modelo Padronizado), assinada pelo proprietário e por profissional habilitado, com o número do respectivo Conselho Regional. 6. Relação nominal dos funcionários com as respectivas funções, assinada pelo responsável técnico; 7. Certificado de Responsabilidade Técnica emitido pelo conselho de classe; expedida pelo conselho de classe (para categoria 1ª) Fica o estabelecimento ciente que os documentos abaixo relacionados deverão ficar disponíveis no momento da inspeção. CIENTE, 1. Atestados de Saúde Ocupacional (ASO) dos manipuladores de alimentos; 2. Manual de boas práticas de fabricação; 3. Certificado de limpeza do sistema de exaustão e caixa de gordura; 4. Cópia do documento de dedetização (Empresa licenciada pela visa); 5. Análise da água e certificado de limpeza do(s)reservatórios de água; 6. Cópia do contrato com a lavanderia, caso este serviço seja terceirizado. 7. Manual de procedimento operacional padrão ou memorial descritivo das atividades desenvolvidas; 8. Ata ou Certidão de Capacitação dos manipuladores para categoria 1 e 2;

4 Comparecer a vigilância Sanitária do Município do Ipojuca, no Complexo Educacional, localizado na Rodovia PE 60 Ipojuca - Centro, com a documentação necessária para abertura do processo de Licença Sanitária, sob pena de aplicação das penalidades na legislação. MERCADINHOS, MERCEARIAS, ESTIVAS E SIMILARES LICENÇA INICIAL: 1. Cópia do C. N. P. J. Atualizado; 2. Cópia do contrato Social; 3. Cópia do Atestado do Corpo de Bombeiros; 4. Relação nominal dos funcionários com as respectivas funções 5. Curso de Responsável Capacitado com Carga horária mínima de 40 horas ou Certificado DE Regularidade Técnica do responsável técnico no órgão competente; 6. Declaração de Responsabilidade Técnica (Modelo Padronizado), assinada pelo proprietário e por profissional habilitado, com o número do respectivo Conselho Regional. Fica o estabelecimento ciente que os documentos abaixo relacionados deverão ficar disponíveis no momento da inspeção. CIENTE, 1. Cópia do documento de dedetização (Empresa licenciada pela VISA); 2. Cópia dos Atestados de Saúde Ocupacional (ASO) dos manipuladores de alimentos, (hemograma completo, exame de fezes, cultura das unhas e cultura da oro- faringe); 3. Manual de boas práticas de fabricação; 4. Análise da água e declaração de limpeza do(s) reservatórios de água.

5 Comparecer a vigilância Sanitária do Município do Ipojuca, no Complexo Educacional, localizado na Rodovia PE 60 Ipojuca - Centro, com a documentação necessária para abertura do processo de Licença Sanitária, sob pena de aplicação das penalidades na legislação. AMBULATÓRIO LICENÇA INICIAL 1. Cópia do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (C.N.P.J), no caso de pessoa jurídica ou CPF, no caso pessoa física; 2. Cópia do Contrato Social; 3. Cópia do Atestado de Regularidade do Corpo de Bombeiros; 4. Cópia do certificado de Regularidade Técnica emitido pelo Conselho Regional respectivo; 5. Declaração do quantitativo de recursos humanos de nível médio e de nível elementar, com as respectivas funções e cargas horárias; 6. Declaração contendo relação dos profissionais, e por setor com indicação de especialidade, número do Conselho Regional e assinada pelo técnico responsável; 7. Carteira de Saúde dos funcionários/ expedida pelo Órgão oficial ou Médico do trabalho credenciado pelo Ministério do Trabalho; 8. Declaração de Responsabilidade Técnica (Modelo Padronizado), assinada pelo proprietário e por profissional habilitado, com o número do respectivo Conselho Regional; 9. Relação dos funcionários da empresa, com nome e função. 10. Ficha de Cadastro do CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde; 11. Plano de Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS); 12. Contrato com empresa especialista em recolhimento dos resíduos dos serviços de saúde; Fica o estabelecimento ciente que os documentos abaixo relacionados deverão ficar disponíveis no momento da inspeção. CIENTE, Documentos para serem apresentados no momento da inspeção 1. Cópia do memorial descritivo das atividades desenvolvidas; 2. Normas e rotinas de higienização e desinfecção de artigos e superfícies; 3. Certificado de dedetização, empresa licenciada pela Autoridade Sanitária; 4. Cópia dos Atestados de Saúde Ocupacional (ASO) dos funcionários do Ambulatório; 5. Carteiras de vacinação dos funcionários do Ambulatório.

6 Comparecer a vigilância Sanitária do Município do Ipojuca, no Complexo Educacional, localizado na Rodovia PE 60 Ipojuca - Centro, com a documentação necessária para abertura do processo de Licença Sanitária, sob pena de aplicação das penalidades na legislação. AMBULATÓRIO LICENÇA RENOVAÇÃO 1. Cópia do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e Registro Geral (RG), no caso de pessoa física; 2. Cópia do Contrato Social; 3. Relação nominal dos funcionários com suas respectivas funções; 4. Cópia do Atestado de Regularidade do Corpo de Bombeiros; 5. Cópia do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (C.N.P.J), no caso de pessoa jurídica; 6. Cópia do certificado de Regularidade Técnica emitido pelo Conselho Regional respectivo; 7. Declaração do quantitativo de recursos humanos de nível médio e de nível elementar, com as respectivas funções e cargas horárias; 8. Apresentar licença do ano anterior. 9. Plano de Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS); 10. Contrato com empresa especialista em recolhimento dos resíduos dos serviços de saúde; Fica o estabelecimento ciente que os documentos abaixo relacionados deverão ficar disponíveis no momento da inspeção. CIENTE, 1. Carteira de vacina dos funcionários/ expedida pelo Órgão oficial; 2. Cópia do memorial descritivo das atividades desenvolvidas; 3. Normas e rotinas de higienização e desinfecção de artigos e superfícies; 4. Certificado da Controladora de Pragas licenciada pela Autoridade Sanitária; 5. Projeto arquitetônico: Situação, localização e cobertura, planta baixa com layout, cortes e fachadas, nome e assinatura do proprietário e responsável técnico pelo projeto. Memorial descritivo e ART do projeto de arquitetura. 6. Cópia da licença anterior.

7 CONSULTÓRIOS EM GERAL (MÉDICO, ODONTOLÓGICO E VETERINÁRIO) LICENÇA INICIAL: DOCUMENTOS PARA PROTOCOLO: 1. Cópia do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (C.N.P.J), ou CPF, no caso de pessoa física; 2. Cópia do Contrato Social, no caso de pessoa jurídica; 3. Cópia do Atestado de Regularidade do Corpo de Bombeiros; 4. Cópia do Certificado de Responsabilidade Técnica, emitida pelo respectivo conselho regional. 5. Declaração de Responsabilidade Técnica (Modelo Padronizado), assinada pelo proprietário e por profissional habilitado, com o número do respectivo Conselho Regional; 6. Relação nominal dos funcionários com as respectivas funções; 7. Cópia do memorial descritivo das atividades desenvolvidas. 8. Plano de Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS); 9. Contrato com empresa especialista em recolhimento dos resíduos dos serviços de saúde; Fica o estabelecimento ciente que os documentos abaixo relacionados deverão ficar disponíveis no momento da inspeção Ciente: 1. Plano de Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS); 2. Contrato com empresa especialista em recolhimento dos resíduos dos serviços de saúde; 3. Laudo técnico do DEN-UFPE sobre as instalações físicas e funcionamento das fontes ionizantes, no caso de sua existência; 4. Normas e rotinas de higienização e desinfecção de artigos e superfícies; 5. Certificado da Controladora de Pragas licenciada pela Autoridade Sanitária; 6. Análise da água e declaração de limpeza do(s) reservatórios de água; 7. Cópia dos atestados de Saúde Ocupacional dos funcionários (ASO); 8. Cópia das fichas de equipamentos de proteção individual (EPI s).

8 CONSULTÓRIOS EM GERAL (MÉDICO, ODONTOLÓGICO E VETERINÁRIO) RENOVAÇÃO DE LICENÇA 1. Cópia da taxa da Vigilância Sanitária (atualizada e paga), procurar o Serviço de Orientação ao contribuinte (SEOCON) Prefeitura (Sr. Gilberto). 2. Cópia do Contrato Social ou Ato Construtivo registrado na Junta Comercial (nestes documentos deverão estar explicitadas todas as atividades que forem requeridas, e as alterações contratuais, quando for o caso), no caso de pessoa jurídica; 3. Cópia do Atestado de Regularidade do Corpo de Bombeiros; 4. Cópia do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (C.N.P.J) ou CPF, no caso seja pessoa física; 5. Declaração de Responsabilidade Técnica (Modelo Padronizado), assinada pelo proprietário e por profissional habilitado, com o número do respectivo Conselho Regional; 6. Cópia do certificado de Regularidade Técnica emitido pelo Conselho Regional respectivo; 7. Licença do ano anterior; 8. Declaração do quantitativo de recursos humanos, com as respectivas funções e cargas horárias; 9. Apresentar licença do ano anterior. Fica o estabelecimento ciente que os documentos abaixo relacionados deverão ficar disponíveis no momento da inspeção Ciente: 1. Laudo técnico do DEN-UFPE sobre as instalações físicas e funcionamento das fontes ionizantes, no caso de sua existência; 2. Normas e rotinas de higienização e desinfecção de artigos e superfícies; 3. Certificado da Controladora de Pragas licenciada pela Autoridade Sanitária; 4. Análise da água e declaração de limpeza do(s) reservatórios de água; 6. Cópia dos atestados de Saúde Ocupacional dos funcionários (ASO); 7. Cópia das fichas de equipamentos de proteção individual(epi s). 8. Cópia do memorial descritivo das atividades desenvolvidas;

9

10 BARBEARIA E SALÕES DE BELEZA CATEGORIA: 1º ( ) 2º ( ) 3º ( ) LICENÇA INICIAL 1. Cópia do Contrato Social ou Ato Constitutivo registrado na Junta Comercial. 2. Declaração de Responsabilidade Técnica (Modelo padronizado) assinada pelo proprietário e por profissional habilitado; 3. Cópia do Diploma do Responsável Técnico, emitido por instituição de ensino técnico; 4. Cópia do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ); 5. Cópia do Atestado de Regularidade do Corpo de Bombeiros; 6. Relação nominal dos funcionários com as respectivas funções, assinada pelo responsável técnico; 7. Cópia do atestado do Corpo de Bombeiros. Fica o estabelecimento ciente que os documentos abaixo relacionados deverão ficar disponíveis no momento da inspeção Ciente: 1. Cópia dos Atestados de Saúde Ocupacional (ASO) dos funcionários; 2. Declaração dos procedimentos de esterilização (POP); 3. Certificado da Controladora de Pragas licenciada pela Autoridade Sanitária; 4. Análise da água e certificado de limpeza do(s) reservatórios de água.

11 BARBEARIA E SALÕES DE BELEZA CATEGORIA: 1º ( ) 2º ( ) 3º ( ) RENOVAÇÃO DA LICENÇA 1. Cópia do Contrato Social ou Ato Constitutivo registrado na Junta Comercial (Caso tenha tido alguma alteração); 2. Declaração de Responsabilidade Técnica (Modelo padronizado) assinada pelo proprietário e por profissional habilitado; 3. Cópia do Diploma do Responsável Técnico, emitido por instituição de ensino técnico; 4. Cópia do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ); 5. Cópia do Atestado de Regularidade do Corpo de Bombeiros; 6. Apresentar licença do ano anterior; 7. Relação nominal dos funcionários com as respectivas funções. Fica o estabelecimento ciente que os documentos abaixo relacionados deverão ficar disponíveis no momento da inspeção Ciente: 1. Cópia dos Atestados de Saúde Ocupacional (ASO) dos funcionários; 2. Declaração de procedimento de esterilização (POP); 3. Certificado da Controladora de Pragas licenciada pela Autoridade Sanitária; 4. Análise da água e certificado de limpeza do(s) reservatórios de água.

12 LICENÇA ANTERIOR: SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO RESTAURANTES, BARES, LANCHONETES E SIMILARES. CATEGORIA: 1 ( ) 2 ( ) 3 ( ) 1. Cópia do C. N. P. J. Atualizado 2. Cópia do contrato Social; 3. Cópia do Atestado do Corpo de Bombeiros; 4. Curso de Responsável Capacitado com Carga horária mínima de 40 horas ou cadastramento de responsável técnico no órgão competente (conselho da categoria): 5. Declaração de Responsabilidade Técnica (Modelo Padronizado), assinada pelo proprietário e por profissional habilitado, com o número do respectivo Conselho Regional. 6. Certidão de Responsabilidade Técnica expedida pelo conselho de classe, categoria 1ª; 7. Relação nominal dos funcionários com as respectivas funções, assinada pelo responsável técnico. Fica o estabelecimento ciente que os documentos abaixo relacionados deverão ficar disponíveis no momento da inspeção Ciente: 1. Cópia dos Atestados de Saúde Ocupacional (ASO) dos manipuladores de alimentos, (hemograma completo, exame de fezes, cultura das unhas e cultura da oro- faringe); 2. Cópia do documento de dedetização (Empresa licenciada pela VISA); 3. Manual de boas práticas de fabricação; 4. Certificado de limpeza do sistema de exaustão e caixa de gordura; 5. Procedimento Operacional Padrão ou memorial descritivo das atividades desenvolvidas 6. Análise da água e certificado de limpeza do (s) reservatórios de água.

13 SERVIÇOS DE HOSPEDAGEM HOTEIS, MOTEIS, PENSÕES, POUSADAS E SIMILARES. CATEGORIA: 1 ( ) 2 ( ) 3 ( ) RENOVAÇÃO: 2. Cópia do C. N. P. J. Atualizado; 3. Cópia do contrato Social; 4. Cópia do Atestado do Corpo de Bombeiros; Cópia do documento de dedetização (Empresa licenciada pela VISA); 5. Cópia dos Atestados de Saúde Ocupacional (ASO) dos manipuladores de alimentos, (hemograma completo, exame de fezes, cultura das unhas e cultura da oro- faringe); 6. Curso de Responsável Capacitado com Carga horária mínima de 40 horas ou cadastramento de responsável técnico no órgão competente (conselho da categoria): 7. Manual de boas práticas de fabricação (NO MOMENTO DA INSPEÇÃO); 3. Declaração de Responsabilidade Técnica (Modelo Padronizado), assinada pelo proprietário e por profissional habilitado, com o número do respectivo Conselho Regional; 4. Licença do ano anterior

14 ( ) SUPERMERCADO ( ) MERCADINHOS, MERCEARIAS, ESTIVAS E SIMILARES RENOVAÇÃO: 1. Cópia do C. N. P. J. Atualizado; 2. Cópia do contrato Social; 3. Cópia do Atestado do Corpo de Bombeiros; 4. Cópia do documento de dedetização (Empresa licenciada pela VISA); 5. Cópia dos Atestados de Saúde Ocupacional (ASO) dos manipuladores de alimentos, (hemograma completo, exame de fezes, cultura das unhas e cultura da oro- faringe); 6. Curso de Responsável Capacitado com Carga horária mínima de 40 horas ou cadastramento de responsável técnico no órgão competente (conselho da categoria): 7. Manual de boas práticas de fabricação (no momento da inspeção); 8. Declaração de Responsabilidade Técnica (Modelo Padronizado), assinada pelo proprietário e por profissional habilitado, com o número do respectivo Conselho Regional; 9. Licença do ano anterior.

15 EMPRESAS QUE TRANSPORTA ÁGUA NATURAL POTÁVEL LICENÇA INICIAL 1. Requerimento padronizado da Secretaria de Saúde Vigilância Sanitária assinado pelo proprietário e/ou Responsável Técnico; 2. Cópia do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (C.N.P.J); 3. Cópia do Contrato Social ou Ato Construtivo registrado na Junta Comercial (nestes Documentos deverão estar explicitadas todas as atividades que forem requeridas, e as Alterações contratuais, quando for o caso); 4. Cópia do Alvará de funcionamento; 5. Cópia do Atestado de Regularidade do Corpo de Bombeiros; 6. Declaração da(s) fonte(s) de água natural potável fornecedora(s), acompanhada(s) da(s) Respectiva(s) cópia(s) da(s) Licença(s) Sanitária(s); 7. Declaração dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI s), contendo: a. Relação dos funcionários com função; b. Tipos de EPI s e quantidade. 8. Declaração dos carros-pipas da empresa contendo: a. Número de veículos; b. Tipo; c. placas; d. Revestimento interno dos tanques; e. Equipamento para enchimento. 9. Cópia do Atestado de Saúde Ocupacional (ASO) dos funcionários; 10. Cópia dos documentos dos veículos.

16 SERVIÇOS DE LAVANDERIA E CONGÊNERES LICENÇA INICIAL 1. Requerimento padronizado da Secretaria de Saúde Vigilância Sanitária assinado pelo proprietário e/ou responsável Técnico; 2. Cópia do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (C.N.P.J.); 3. Cópia do Contrato Social; 4. Cópia do Atestado de Regularidade do Corpo de Bombeiros; 5. Relação nominal dos funcionários com as respectivas funções, assinada pelo responsável técnico; Fica o estabelecimento ciente que os documentos abaixo relacionados deverão ficar disponíveis no momento da inspeção Ciente: 1. Cópia dos Atestados de Saúde Ocupacional (ASO) dos funcionários; 2. Cópia do documento de dedetização (Empresa licenciada pela VISA); 3. Procedimento Operacional Padrão ou memorial descritivo das atividades desenvolvidas 4. Análise da água (Bacteriológico) e certificado de limpeza do (s) reservatórios de água

17 EMPRESAS LIMPADORAS DE FOSSAS, CONTROLADORA DE PRAGAS E RESERVATÓRIOS DE ÁGUA LICENÇA INICIAL 1. Requerimento padronizado da Secretaria de Saúde Vigilância Sanitária assinado pelo Proprietário e/ou Responsável Técnico; 2. Cópia do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (C.N.P.J.); 3. Cópia do Contrato Social ou Ato Constitutivo registrado na junta comercial (nesse Documento deverão estar claramente explícitos os objetivos das atividades que forem Requeridas); 4. Declaração de Responsabilidade Técnica (Modelo padronizado), assinado pelo Proprietário e por profissional habilitado, com o número do respectivo Conselho Regional; 5. Cópia do Certificado de Regularidade Técnica expedida pelo Conselho de Classe do Responsável; 6. Cópia do Alvará de Funcionamento; 7. Declaração dos funcionários com respectivas funções; 8. Cópia das fichas de Equipamentos de Proteção Individual (EPI s); 9. Relação dos veículos contendo: a. Número de veículos, tipo, placa; b. Revestimento interno dos tanques; c. Equipamentos e acessórios. 10. Cópia do Atestado de Regularidade do Corpo de Bombeiros; 11. Cópia do Atestado de Saúde Ocupacional (ASO) dos Funcionários e exames Complementares de acordo com PCMSO; 12. Cópia da carteira de imunização atualizada contendo Hepatite e DT. 13. Cópia dos documentos dos veículos

18 COMÉRCIO E/OU ESCRITÓRIO DE REPRESENTAÇÃO DE PRODUTOS DE HIGIENE PESSOAL, COSMÉTICOS, PERFUMES, SANEANTES DOMISSANITÁRIOS, PRODUTOS AGRO-VETERINÁRIOS (EXCETO MEDICAMENTOS E VACINAS) E PRODUTOS NATURAIS LICENÇA INICIAL: 1. Requerimento padronizado da Secretaria de Saúde Vigilância Sanitária assinado pelo Proprietário e/ou Responsável Técnico; 2. Cópia do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ); 3. Cópia do Contrato Social ou Ato Constitutivo registrado na Junta Comercial (nestes Documentos deverão estar explicitadas todas as atividades que forem requeridas) e as Alterações contratuais, quando for o caso; 4. Cópia do Alvará de Funcionamento; 5. Cópia do Atestado de regularidade do Corpo de Bombeiros; 6. Declaração com relação dos produtos comercializados; 7. Cópia do Atestado de Saúde Ocupacional (ASO) dos funcionários; 8. Declaração com relação dos funcionários com nome e função.

19 FÁBRICA DE GELO/LICENÇA INICIAL 1. Requerimento padronizado da Secretaria de Saúde Vigilância Sanitária assinado pelo Proprietário e/ou Responsável Técnico; 2. Cópia do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (C.N.P.J); 3. Cópia do Contrato Social; 4. Cópia do Atestado de Regularidade do Corpo de Bombeiros; 5. Projeto Arquitetônico: Situação, locação e Coberta, Planta Baixa com Layout, Cortes e Fachadas. Duas (02) vias com nome e Assinatura do Proprietário e do Responsável Técnico pelo Projeto. Memorial Descritivo e ART do Projeto de Arquitetura; 6. Declaração de Responsabilidade Técnica (Modelo Padronizado), assinada pelo proprietário e por profissional habilitado, com o número do respectivo Conselho Regional; 7. Cópia do certificado de Regularidade Técnica emitido pelo Conselho Regional respectivo; 8. Laudos físico-químicos da água emitidos pelo laboratório oficial ou privado licenciado Pela autoridade sanitária, no ano em curso; 9. Laudo microbiológico da água emitido por laboratório oficial ou privado licenciado pela Autoridade Sanitária no último trimestre; 10. PCMSO (Programa de Controle Medico e Saúde Ocupacional); 11. PPRA (Programa de Prevenção a Riscos Ambientais); 12. Para as indústrias que possuem poço, Licença de Operação e Outorga junto a CPRH; 13. Licença de funcionamento da indústria na CPRH; 14 Laudos microbiológico do gelo emitido pelo laboratório oficial ou privado licenciado pela visa; 15. Relação dos veículos da empresa contendo: a. Número de veículos, tipo, placa; b. Revestimento interno; c. Equipamentos e acessórios. 16. Cópia do plano de armazenamento de produtos perigosos (amônia) *; 17. Certificado da Controladora de Pragas licenciada pela Autoridade Sanitária; 18. Cópia das fichas de Equipamentos de Proteção Individual (EPI s); 20. Cópia do contrato de terceirização da produção, se houver; Obs.:*Para as empresas que utilizem gás amônia no sistema de refrigeração

20 COMÉRCIO PRODUTOS AGRO-VETERINÁRIOS (EXCETO MEDICAMENTOS E VACINAS) E PRODUTOS NATURAIS LICENÇA INICIAL 2. Requerimento padronizado da Secretaria de Saúde Vigilância Sanitária assinado pelo proprietário e/ou responsável Técnico; 3. Cópia do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (C.N.P.J.); 4. Cópia do Contrato Social; 6. Cópia do Atestado de Regularidade do Corpo de Bombeiros; 7. Relação nominal dos funcionários com as respectivas funções, assinada pelo responsável técnico; Fica o estabelecimento ciente que os documentos abaixo relacionados deverão ficar disponíveis no momento da inspeção Ciente: 1. Cópia dos Atestados de Saúde Ocupacional (ASO) dos funcionários; 2. Cópia do documento de dedetização (Empresa licenciada pela VISA); 3. Procedimento Operacional Padrão ou memorial descritivo das atividades desenvolvidas 4. Análise da água (Bacteriológico) e certificado de limpeza do (s) reservatórios de água

21 COMÉRCIO ATACADISTA DE PRODUTOS DE HIGIENE LICENÇA INICIAL 1. Requerimento padronizado da Secretaria de Saúde Vigilância Sanitária assinado pelo proprietário e/ou responsável Técnico; 2. Cópia do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (C.N.P.J.); 3. Cópia do Contrato Social; 4. Cópia do Atestado de Regularidade do Corpo de Bombeiros; 5.Relação nominal dos funcionários com as respectivas funções, assinada pelo responsável técnico; Fica o estabelecimento ciente que os documentos abaixo relacionados deverão ficar disponíveis no momento da inspeção Ciente: 1. Cópia dos Atestados de Saúde Ocupacional (ASO) dos funcionários; 2. Cópia do documento de dedetização (Empresa licenciada pela VISA); 3.Memorial descritivo das atividades desenvolvidas; 4. Análise da água (Bacteriológico) e certificado de limpeza do (s) reservatórios de água; 5. Apresentar contratos de prestação de serviços terceirizados, quando houver.

22 COMÉRCIO DE PERFUMARIA/COSMÉTICOS LICENÇA INICIAL 1. Requerimento padronizado da Secretaria de Saúde Vigilância Sanitária assinado pelo proprietário e/ou responsável Técnico; 2. Cópia do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (C.N.P.J.); 3. Cópia do Contrato Social; 4. Cópia do Atestado de Regularidade do Corpo de Bombeiros; 5. Relação nominal dos funcionários com as respectivas funções, assinada pelo responsável técnico; Fica o estabelecimento ciente que os documentos abaixo relacionados deverão ficar disponíveis no momento da inspeção Ciente: 1. Cópia dos Atestados de Saúde Ocupacional (ASO) dos funcionários; 2. Cópia do documento de dedetização (Empresa licenciada pela VISA); 3. Memorial descritivo das atividades desenvolvidas; 4. Análise da água (Bacteriológico) e certificado de limpeza do (s) reservatórios de água; 5. Apresentar contratos de prestação de serviços terceirizados, quando houver.

23 LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS/POSTO DE COLETA LICENÇA INICIAL 2. Requerimento padronizado da Secretaria de Saúde Vigilância Sanitária assinado pelo proprietário e/ou responsável Técnico; 3. Cópia do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (C.N.P.J.); 4. Cópia do Contrato Social; 6. Cópia do Atestado de Regularidade do Corpo de Bombeiros; 7. Relação nominal dos funcionários com as respectivas funções, assinada pelo responsável técnico; 8. Cópia do Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde-CNES; 9. Declaração de Responsabilidade Técnica expedida pelo respectivo Conselho de classe; 10. Relações dos profissionais com suas respectivas funções; 11. PCMSO (Programa de Controle Medico e Saúde Ocupacional); 12. PPRA (Programa de Prevenção a Riscos Ambientais); 13. Licença de Funcionamento do CPRH. Fica o estabelecimento ciente que os documentos abaixo relacionados deverão ficar disponíveis no momento da inspeção Ciente: 1. Cópia dos Atestados de Saúde Ocupacional (ASO) dos funcionários; 2. Cópia do documento de dedetização (Empresa licenciada pela VISA); 3. Memorial descritivo das atividades desenvolvidas; 4. Análise da água (Bacteriológico) e certificado de limpeza do (s) reservatórios de água; 5. Apresentar contrato da empresa recolhedora de resíduos; 6. Plano de Gerenciamento de resíduos de Serviços de Saúde; 7. Procedimentos Operacional Padrão de artigos e superfícies; 8. Carteira de vacinação dos funcionários, com comprovação das vacinas obrigatórias;

24 COMÉRCIO ATACADISTA DE PRODUTOS DE HIGIENE LICENÇA INICIAL 2. Requerimento padronizado da Secretaria de Saúde Vigilância Sanitária assinado pelo proprietário e/ou responsável Técnico; 3. Cópia do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (C.N.P.J.); 4. Cópia do Contrato Social; 6. Cópia do Atestado de Regularidade do Corpo de Bombeiros; 7. Relação nominal dos funcionários com as respectivas funções, assinada pelo responsável técnico; Fica o estabelecimento ciente que os documentos abaixo relacionados deverão ficar disponíveis no momento da inspeção Ciente: 1. Cópia dos Atestados de Saúde Ocupacional (ASO) dos funcionários; 2. Cópia do documento de dedetização (Empresa licenciada pela VISA); 3. Memorial descritivo das atividades desenvolvidas; 4. Análise da água (Bacteriológico) e certificado de limpeza do (s) reservatórios de água; 5. Apresentar contratos de prestação de serviços terceirizados, quando houver.

RENOVAÇÃO GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

RENOVAÇÃO GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA ESTABELECIMENTOS DESTINADOS À PRODUÇÃO, FABRICO, PREPARO, BENEFICIAMENTO, MANIPULAÇÃO, ACONDICIONAMENTO, TRANSPORTE, DEPÓSITO, VENDA OU CONSUMO DE ALIMENTOS (BARES, LANCHONETES, RESTAURANTES, PADARIAS

Leia mais

LICENÇA INICIAL GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

LICENÇA INICIAL GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA ESTABELECIMENTOS DESTINADOS À PRODUÇÃO, FABRICO, PREPARO, BENEFICIAMENTO, MANIPULAÇÃO, ACONDICIONAMENTO, TRANSPORTE, DEPÓSITO, VENDA OU CONSUMO DE ALIMENTOS (BARES, LANCHONETES, RESTAURANTES, PADARIAS

Leia mais

COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA BAIXA COMPLEXIDADE COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA OUTROS ANEXO 1 B Depósito de produtos não relacionados à saúde; Estação rodoviária; veículo de transporte coletivo interestadual com banheiro (ônibus);

Leia mais

Atualizada.: 20/08/2013 BAIXA COMPLEXIDADE

Atualizada.: 20/08/2013 BAIXA COMPLEXIDADE BAIXA COMPLEXIDADE Atualizada.: 20/08/2013 OUTROS ANEXO 1 B Depósito de produtos não relacionados à saúde; Estação rodoviária; veículo de transporte coletivo interestadual com banheiro (ônibus); Academias

Leia mais

Atualizada.: 25/07/2013 4 MÉDIA COMPLEXIDADE ANEXO 1 G- DISTRIBUIDORAS

Atualizada.: 25/07/2013 4 MÉDIA COMPLEXIDADE ANEXO 1 G- DISTRIBUIDORAS 4 MÉDIA COMPLEXIDADE ANEXO 1 G- DISTRIBUIDORAS Drogarias; Ervanária, posto de medicamento, dispensário de medicamentos; Distribuidora com fracionamento de cosmético, perfume, produtos de higiene; Distribuidora

Leia mais

Atualizada.: 20/04/2012 COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA E AMBIENTAL BAIXA COMPLEXIDADE

Atualizada.: 20/04/2012 COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA E AMBIENTAL BAIXA COMPLEXIDADE BAIXA COMPLEXIDADE OUTROS ANEXO 1 B Depósito de produtos não relacionados à saúde; Estação rodoviária; veículo de transporte coletivo interestadual com banheiro (ônibus); Academias para práticas de esportes;

Leia mais

Atualizada.: 19/04/2012 ANEXO 1 E

Atualizada.: 19/04/2012 ANEXO 1 E COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA E AMBIENTAL MEDIA COMPLEXIDADE ANEXO 1 E Ótica; Creches; Instituições de longa permanência para idosos; Instituições que prestem serviços de atenção a pessoas com

Leia mais

DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA EMISSÃO DO ALVARÁ SANITÁRIO. Área de Medicamentos e Produtos de Interesse à Saúde (AMPIS)

DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA EMISSÃO DO ALVARÁ SANITÁRIO. Área de Medicamentos e Produtos de Interesse à Saúde (AMPIS) 1 DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA EMISSÃO DO ALVARÁ SANITÁRIO Área de Medicamentos e Produtos de Interesse à Saúde (AMPIS) DROGARIAS (CONFORME LEI FEDERAL 5991/73, RESOLUÇÃO RDC ANVISA 44/09 E OUTRAS PERTINENTES)

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS PARA EMISSÃO DE ALVARÁ SANITÁRIO

LISTA DE DOCUMENTOS PARA EMISSÃO DE ALVARÁ SANITÁRIO LISTA DE DOCUMENTOS PARA EMISSÃO DE ALVARÁ SANITÁRIO I - ABERTURA DE EMPRESA: EMPRESA DE PESSOA JURÍDICA 1- CÓPIA DE DOCUMENTOS DOS SÓCIOS (RG E CPF); 2- CÓPIA DO ENDERECO COMERCIAL; 3- VISTORIA DO CORPO

Leia mais

EXIGÊNCIAS MÍNIMAS VIGILÂNCIA SANITÁRIA PARA TODOS ESTABELECIMENTOS INSTALAÇÃO INDEPENDENTE DA MORADIA EDIFICAÇÃO DE ALVENARIA ANEXO 8 (COM TELEFONE DO CONTRIBUINTE) LAUDO DESINSETIZAÇÃO/DESRATIZAÇÃO/LIMPEZA

Leia mais

Câmara Municipal de Volta Redonda Estado do Rio de Janeiro

Câmara Municipal de Volta Redonda Estado do Rio de Janeiro Lei Municipal Nº 3.704 1 CAPÍTULO V DO LICENCIAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS Artigo 68 - Nenhum estabelecimento sediado no município e que se enquadram no presente Código Sanitário poderá funcionar sem prévia

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO

DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO PESSOA JURIDICA. Cópia CNPJ; Nº Inscrição estadual; Nº telefone; Comprovante de endereço; Cópia RG e CPF resp. Legal; Cópia RG e CPF resp. Técnico;

Leia mais

COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA ANEXO 1-A: BAIXA COMPLEXIDADE 1 - ALIMENTOS COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA Açougues, comércio de frios,comércios de pescados; Depósitos de alimentos, bombonièries, cafés, depósitos de bebidas, depósitos

Leia mais

LICENÇA DE OPERAÇÃO LO

LICENÇA DE OPERAÇÃO LO LICENÇA DE OPERAÇÃO LO Autoriza o início da atividade, do empreendimento ou da pesquisa científica, após a verificação do efetivo cumprimento das medidas de controle ambiental e condicionantes determinados

Leia mais

SECRETARIA EXECUTIVA DE PROMOÇÃO A SAÚDE GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. Orientações

SECRETARIA EXECUTIVA DE PROMOÇÃO A SAÚDE GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. Orientações SECRETARIA EXECUTIVA DE PROMOÇÃO A SAÚDE GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA Orientações 2014 Vigilância Sanitária Lei Federal 8.080 de 19 de setembro de 1990 1º Entende-se

Leia mais

Instituto de Meio Ambiente de Alagoas IMA Diretoria da Presidência DIPRE Diretoria Técnica DIT Diretoria de Licenciamento DILIC POSTOS DE COMBUSTÍVEIS

Instituto de Meio Ambiente de Alagoas IMA Diretoria da Presidência DIPRE Diretoria Técnica DIT Diretoria de Licenciamento DILIC POSTOS DE COMBUSTÍVEIS POSTOS DE COMBUSTÍVEIS LICENÇA PRÉVIA 1. Formulário de requerimento padrão dirigido à Presidência do IMA, devidamente preenchido e assinado; 2. Comprovante de pagamento da Taxa de Concessão da Licença

Leia mais

COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA E AMBIENTAL

COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA E AMBIENTAL 4 MÉDIA COMPLEXIDADE ANEXO 1 G- DISTRIBUIDORAS Drogarias; Ervanária, posto de medicamento, dispensário de medicamentos; Distribuidora com fracionamento de cosmético, perfume, produtos de higiene; Distribuidora

Leia mais

ALVARÁ SANITÁRIO. 1 Fonte: adaptado da SUVISA/RN

ALVARÁ SANITÁRIO. 1 Fonte: adaptado da SUVISA/RN ALVARÁ SANITÁRIO 1) Definição Alvará Sanitário é o documento emitido pela Autoridade Sanitária após análises das condições higiênico-sanitárias de estabelecimentos, veículos e/ou equipamentos que desenvolvam

Leia mais

Instituto do Meio Ambiente ESTADO DE ALAGOAS DOCUMENTAÇÃO PARA POSTOS DE COMBUSTÍVEIS NOVOS

Instituto do Meio Ambiente ESTADO DE ALAGOAS DOCUMENTAÇÃO PARA POSTOS DE COMBUSTÍVEIS NOVOS DOCUMENTAÇÃO PARA POSTOS DE COMBUSTÍVEIS NOVOS LICENÇA PRÉVIA - Documentação necessária 1. Requerimento Padrão definido pelo IMA, devidamente preenchido e assinado; 2. Cadastro do empreendimento, definido

Leia mais

ACADEMIA/ESCOLAS ESPORTIVA/CLUBES E SIMILARES

ACADEMIA/ESCOLAS ESPORTIVA/CLUBES E SIMILARES ACADEMIA/ESCOLAS ESPORTIVA/CLUBES E SIMILARES 2. Cópia de alvará de funcionamento 3. Declaração do número de alunos (praticantes de atividade física) 4. Relação dos recursos humanos e atividades respectivas

Leia mais

TABELA II SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA TAXAS

TABELA II SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA TAXAS Lei nº 5.655/91 TABELA II SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA TAXAS DISCRIMINAÇÃO DE INCIDÊNCIA Divisão de Controle da Qualidade dos Alimentos - D.C.Q.A. 1 Estabelecimentos que lidam com gêneros alimentícios

Leia mais

ANEXO I DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

ANEXO I DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA ANEXO I DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO: responsável técnico; identificação) do identificação) do identificação) do identificação) do FARMÁCIAS E DROGARIAS identificação) do identificação)

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 10.462

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 10.462 Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 10.462 Regulamenta critérios para operação e manutenção de reservatórios de água potável superiores e inferiores (cisternas), de estabelecimentos

Leia mais

RESOLUÇÃO RDC ANVISA Nº 345, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2002. (D.O.U. de 19/12/02)

RESOLUÇÃO RDC ANVISA Nº 345, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2002. (D.O.U. de 19/12/02) RESOLUÇÃO RDC ANVISA Nº 345, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2002 (D.O.U. de 19/12/02) Dispõe sobre a aprovação do Regulamento Técnico para a Autorização de Funcionamento de empresas interessadas em prestar serviços

Leia mais

Os 1 Item(ns) da lista de documentos que não foram cumprido(s):

Os 1 Item(ns) da lista de documentos que não foram cumprido(s): Agência Nacional de Vigilância Sanitária Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Data: 14.11.05 EMPRESA: ANCHIETA INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Leia mais

Anexo 7 Requisitos para prestadores de serviços

Anexo 7 Requisitos para prestadores de serviços Para execução dos serviços o contratado deve enviar a documentação abaixo conforme a atividade que será desenvolvida. Para outras atividades que não constam na lista, o contratado deve enviar os documentos

Leia mais

II FÓRUM DE SAÚDE PÚBLICA E MEIO AMBIENTE DO CRMV-RJ. Licenciamento Ambiental e o Controle da Comercialização de Agrotóxicos

II FÓRUM DE SAÚDE PÚBLICA E MEIO AMBIENTE DO CRMV-RJ. Licenciamento Ambiental e o Controle da Comercialização de Agrotóxicos II FÓRUM DE SAÚDE PÚBLICA E MEIO AMBIENTE DO CRMV-RJ Licenciamento Ambiental e o Controle da Comercialização de Agrotóxicos NOVO SISTEMA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DECRETO Nº

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO

DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO PESSOA JURIDICA. Cópia CNPJ; Nº Inscrição estadual; Nº telefone; Comprovante de endereço; Cópia RG e CPF resp. Legal; Cópia RG e CPF resp. Técnico;

Leia mais

Manual de procedimentos do Alvará de Licença e Funcionamento de Atividade

Manual de procedimentos do Alvará de Licença e Funcionamento de Atividade Manual de procedimentos do Alvará de Licença e Funcionamento de Atividade Prefeitura Municipal de São Leopoldo Secretaria Municipal da Fazenda Coordenadoria Tributária Divisão de Tributos Mobiliários Seção

Leia mais

Cartilha ALVARÁ L OCALIZAÇÃO E F UNCIONAMENTO

Cartilha ALVARÁ L OCALIZAÇÃO E F UNCIONAMENTO Cartilha ALVARÁ L OCALIZAÇÃO E F UNCIONAMENTO I NTRODUÇÃO Caro empreendedor, elaboramos esta cartilha com o objetivo de auxiliá-lo na abertura de novas empresas, licenciamentos e renovações de alvarás.

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS I - ANEXAR: -REQUERIMENTO DE INSPECAO SANITARIA, MARCADO O CAMPO ABERTURA, ASSINADO PELO RESPONSAVEL LEGAL.

LISTA DE DOCUMENTOS I - ANEXAR: -REQUERIMENTO DE INSPECAO SANITARIA, MARCADO O CAMPO ABERTURA, ASSINADO PELO RESPONSAVEL LEGAL. LISTA DE DOCUMENTOS Assunto: PRIMEIRO ALVARA SANITARIO Titulo: ABERTURA DE EMPRESA SUJEITA A FISCALIZACAO SANITARIA I - ANEXAR: -REQUERIMENTO DE INSPECAO SANITARIA, MARCADO O CAMPO ABERTURA, ASSINADO PELO

Leia mais

RESOLUÇÃO DP Nº 10.2015, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2015.

RESOLUÇÃO DP Nº 10.2015, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2015. RESOLUÇÃO DP Nº 10.2015, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2015. ESTABELECE PROCEDIMENTOS PARA OS SERVIÇOS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA POTÁVEL ÀS EMBARCAÇÕES, NAS ÁREAS DO PORTO ORGANIZADO DE SANTOS. O DIRETOR-PRESIDENTE

Leia mais

DISTRIBUIDORA DE COSMÉTICOS

DISTRIBUIDORA DE COSMÉTICOS 1. Identificação do Estabelecimento Razão Social: Nome Fantasia: CNPJ: Endereço: Bairro: Município: CEP: Fone: Fax: E-mail: Responsável Legal: CPF: Responsável Técnico: CPF: CR : 2. Inspeção Data: Objetivo:

Leia mais

8. Regularização do Negócio

8. Regularização do Negócio 8. Regularização do Negócio Conteúdo 1. Forma Jurídica das Empresas 2. Consulta Comercial 3. Busca de Nome Comercial 4. Arquivamento do contrato social/requerimento de Empresário 5. Solicitação do CNPJ

Leia mais

VISTORIA PREVIA ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO (INICIO DE ATIVIDADE)

VISTORIA PREVIA ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO (INICIO DE ATIVIDADE) VISTORIA PREVIA REQUERIMENTO PREENCHIDO E ASSINADO PELO REPRESENTANTE LEGAL DA EMPRESA DECLARACAO A PROPRIO PUNHO INFORMANDO O RAMO DE ATIVIDADE GUIA DE IPTU DO ULTIMO ANO QUITADA LISTA DE DOCUMENTOS DISPONIVEL

Leia mais

WebSite da Vigilância Sanitária

WebSite da Vigilância Sanitária Página 1 de 5 SERVIÇOS MAIS ACESSADOS: Selecione um Serviço Página Principal Quem somos Regularize sua Empresa Roteiros Denúncias e Reclamações Vigilância e Fiscalização Sanitária em Indústrias de Alimentos

Leia mais

ORIENTAÇÕES TÉCNICAS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS - INDÚSTRIAS DE COSMÉTICOS E SANEANTES -

ORIENTAÇÕES TÉCNICAS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS - INDÚSTRIAS DE COSMÉTICOS E SANEANTES - ORIENTAÇÕES TÉCNICAS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS - INDÚSTRIAS DE COSMÉTICOS E SANEANTES - 1. LEGISLAÇÃO SANITÁRIA ESPECÍFICA - Lei Federal 6.360/76 e Decreto Estadual (DE) 23.430 de 24/10/1974 (http://www.al.rs.gov.br/legis/);

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE COORDENADORIA GERAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE NORMA TÉCNICA 2/07

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE COORDENADORIA GERAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE NORMA TÉCNICA 2/07 PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE COORDENADORIA GERAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE NORMA TÉCNICA 2/07 Esta Norma dispõe sobre a Regulamentação e Controle das Condições Sanitárias

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAGOA VERMELHA Secretaria Municipal da Saúde Divisão de Vigilância Sanitária

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAGOA VERMELHA Secretaria Municipal da Saúde Divisão de Vigilância Sanitária PREFEITURA MUNICIPAL DE LAGOA VERMELHA Secretaria Municipal da Saúde Divisão de Vigilância Sanitária DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO 1. ESTABELECIMENTOS DE ALIMENTOS Comércio de alimentos

Leia mais

VIGILÂNCIA SANITÁRIA. Prefeitura publica a nova tabela da VigilânciaSanitária

VIGILÂNCIA SANITÁRIA. Prefeitura publica a nova tabela da VigilânciaSanitária Diário Oficial Ano: 3 Páginas: 12 VIGILÂNCIA SANITÁRIA Prefeitura publica a nova tabela da VigilânciaSanitária A Prefeitura de Canavieiras promoveu a atualização da tabela de preços e multas aplicadas

Leia mais

PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO E HABITAÇÃO - SEMURH

PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO E HABITAÇÃO - SEMURH Documentos pessoais do requerente; Certidão Negativa do IPTU; Documento de responsabilidade técnica emitido pelo CREA ou CAU; Declaração do engenheiro ou arquiteto responsável pela obra; Aprovação do projeto

Leia mais

Termo de Referência para Posto de Combustível no Município de Teresina

Termo de Referência para Posto de Combustível no Município de Teresina Termo de Referência para Posto de Combustível no Município de Teresina Requisitos e procedimentos para expedição do Licenciamento Ambiental de postos de combustíveis instalados/localizados e/ou a serem

Leia mais

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) REGULARIZAÇÃO

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) REGULARIZAÇÃO ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) REGULARIZAÇÃO Regularização de Licença de Instalação (Empreendimento ou Atividade sem qualquer Licenciamento Ambiental) LICENÇA DE INSTALAÇÃO (Regularização) - Exigida nos

Leia mais

ROTEIRO PARA SOLICITAÇÃO DE PARECER EM LEIAUTE E FLUXOGRAMA SETOR DE ALIMENTOS

ROTEIRO PARA SOLICITAÇÃO DE PARECER EM LEIAUTE E FLUXOGRAMA SETOR DE ALIMENTOS ROTEIRO PARA SOLICITAÇÃO DE PARECER EM LEIAUTE E FLUXOGRAMA SETOR DE ALIMENTOS Este roteiro só se aplica aos estabelecimentos não obrigados a aprovação de projeto arquitetônico na Vigilância Sanitária

Leia mais

DOCUMENTOS SAC 1. INSCRIÇÃO NO CAU - CADASTRO ÚNICO DO MUNICÍPIO.

DOCUMENTOS SAC 1. INSCRIÇÃO NO CAU - CADASTRO ÚNICO DO MUNICÍPIO. DOCUMENTOS SAC 1. INSCRIÇÃO NO CAU - CADASTRO ÚNICO DO MUNICÍPIO. PESSOA JURÍDICA: a) instrumento de constituição primitivo e respectivas alterações, se houver, admitindo-se a Última alteração quando consolidada,

Leia mais

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL (PGRCC)

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL (PGRCC) DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL (PGRCC) Todos os empreendimentos da área da construção civil, em operação ou a serem implantados, geradores de qualquer

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2013 - OPME

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2013 - OPME INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2013 - OPME O Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar/ISGH, Organização Social administradora do Hospital Regional do Cariri HRC E do Hospital Regional Norte -HRN, está realizando

Leia mais

Formalização do Funcionamento de. Nutrição. Profª. Mônica de Caldas Rosa dos Anjos

Formalização do Funcionamento de. Nutrição. Profª. Mônica de Caldas Rosa dos Anjos Formalização do Funcionamento de Unidades de Alimentação e Nutrição Profª. Mônica de Caldas Rosa dos Anjos A sobrevivência de agrupamentos humanos está diretamente relacionada à existência de objetivos

Leia mais

Ficha Cadastral de Fornecedores

Ficha Cadastral de Fornecedores de Fornecedores Informações Jurídicas Razão Social: CNPJ: Nome Fantasia: Responsáveis legais: CPF: Responsável técnico: Nº Documento: Órgão emissor: CNES: ANS: Endereço Completo: Fone/Fax: e-mail vendas:

Leia mais

Em Distribuidora de Medicamentos, Correlatos, Cosméticos e Saneantes Domissanitários.

Em Distribuidora de Medicamentos, Correlatos, Cosméticos e Saneantes Domissanitários. Em Distribuidora de Medicamentos, Correlatos, Cosméticos e Saneantes Domissanitários. Nº PROCESSO REQUERIMENTO RAZÃO SOCIAL IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO NOME DE FANTASIA NÚMERO DO CNPJ NÚMERO ÚLTIMO

Leia mais

Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar

Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar MANUAL DO AVALIADOR Parte I 1.1 Liderança Profissional habilitado ou com capacitação compatível. Organograma formalizado, atualizado e disponível. Planejamento

Leia mais

f) especificação da finalidade do pedido ( Licença, Certificado de Vistoria ou Cancelamento);

f) especificação da finalidade do pedido ( Licença, Certificado de Vistoria ou Cancelamento); São Paulo, 118 (122) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I quinta-feira 3 de julho de 2008 DEPARTAMENTO DE IDENTIFICAÇÃO E REGISTROS DIVERSOS DIVISÃO DE PRODUTOS CONTROLADOS Portaria DPC - 3, de 2-7-2008

Leia mais

LICENÇA AMBIENTAL. Lanns Alves de Almeida Filho Secretário de Agricultura e Meio Ambiente

LICENÇA AMBIENTAL. Lanns Alves de Almeida Filho Secretário de Agricultura e Meio Ambiente LICENÇA AMBIENTAL Licença Ambiental Simplificada nº 26/2015 Processo nº. 9481/2015 O Secretário de Agricultura e Meio Ambiente no exercício de sua competência definida pelo Decreto Municipal nº 10.076

Leia mais

PORTARIA SMS Nº 136 DE 18/05/2015 D.O.M. DE 26/05/2015

PORTARIA SMS Nº 136 DE 18/05/2015 D.O.M. DE 26/05/2015 PORTARIA SMS Nº 136 DE 18/05/2015 D.O.M. DE 26/05/2015 SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE FORTALEZA, no uso de suas atribuições legais e de acordo com os artigos 2º e 24 da Lei Nº 4.950 de 30/11/1977, artigo

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL 1 OBJETIVO: Estabelecer requisitos e exigências para o Credenciamento de Empresas Revendedoras, Instaladoras e Conservadoras de Sistemas de Proteção Contra Incêndio e Pânico, complementando o Art. 9º do

Leia mais

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST)

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) CÓDIGO 09.00 GRUPO/ATIVIDADES 09.07 Postos de Revenda de Combustíveis e Derivados de Petróleo com ou sem lavagem e ou lubrificação de veículos PPD M AGRUPAMENTO NORMATIVO

Leia mais

MENU DE SERVIÇOS PARA PESSOA JURÍDICA (MENU PJ)

MENU DE SERVIÇOS PARA PESSOA JURÍDICA (MENU PJ) MENU DE SERVIÇOS PARA PESSOA JURÍDICA (MENU PJ) INSCRIÇÃO DE PESSOA JURÍDICA REGISTRO DE ALTERAÇÃO CONTRATUAL SUBSTITUIÇÃO DE RESPONSÁVEL TÉCNICO CERTIDÃO DE REGULARIDADE RENOVAÇÃO DO CERTIFICADO DE INSCRIÇÃO

Leia mais

Para requerer: Providenciar a documentação necessária conforme os pré-requisitos para cada tipo de atividade.

Para requerer: Providenciar a documentação necessária conforme os pré-requisitos para cada tipo de atividade. Alvará Sanitário Para solicitar o Alvará Sanitário dirija-se a Vigilância Sanitária. A listagem dos documentos abaixo relacionados poderá sofrer alteração de acordo com a legislação vigente. Para requerer:

Leia mais

Desdobramentos do Programa de Monitoramento Estadual da Qualidade de Cosméticos 2006 Ações da GVMC/SVS/MG CATEC ANVISA/MS.

Desdobramentos do Programa de Monitoramento Estadual da Qualidade de Cosméticos 2006 Ações da GVMC/SVS/MG CATEC ANVISA/MS. Desdobramentos do Programa de Monitoramento Estadual da Qualidade de Cosméticos 2006 Ações da GVMC/SVS/MG CATEC ANVISA/MS Outubro/2006 Teresinha de Fátima Póvoa Diretora da GVMC/SVS/MG Programação Pactuada

Leia mais

ANEXO Nº I. Liberação: ¾ Termo de Liberação dos gestores da área solicitante para inicio das atividades; Prorrogação:

ANEXO Nº I. Liberação: ¾ Termo de Liberação dos gestores da área solicitante para inicio das atividades; Prorrogação: ANEXO Nº I Item: SERVIÇO Unidade Requisitante: Código Cadastro: Empresa Contratada Especificações de Segurança, Higiene e Medicina do Trabalho para realização de integração na contratante. 1) Itens obrigatórios

Leia mais

ROTEIRO PARA AUTO INSPEÇÃO

ROTEIRO PARA AUTO INSPEÇÃO Secretaria Municipal da Saúde Coordenação de Vigilância em Saúde Gerência de Produtos e Serviços de Interesse da Saúde Subgerência de Produtos Para a Saúde, Saneantes Domissanitários e Cosméticos Roteiro

Leia mais

Secretaria da Administração

Secretaria da Administração Secretaria da Administração Procedimento para Elaboração de Programas de Segurança para Empresas Contratadas PCMSO / PPRA / PCMAT / ARO Revisão 00 2014 1. Objetivo Estabelecer as exigências mínimas sobre

Leia mais

http://www.fonoaudiologia.org.br//servlet/consultalegislacao?acao=pi&leiid=17

http://www.fonoaudiologia.org.br//servlet/consultalegislacao?acao=pi&leiid=17 Page 1 of 7 Número: 339 Ano: 2006 Ementa: Dispõe sobre o registro de Pessoas Jurídicas nos Conselhos de Fonoaudiologia e dá outras providências. Cidade: - UF: Conteúdo: Brasilia-DF, 25 de Fevereiro de

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL DIVISÃO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA Centro Estadual de Vigilância em Saúde Núcleo de Estabelecimento de Saúde PODOLOGIA

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL DIVISÃO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA Centro Estadual de Vigilância em Saúde Núcleo de Estabelecimento de Saúde PODOLOGIA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL DIVISÃO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA Centro Estadual de Vigilância em Saúde Núcleo de Estabelecimento de Saúde PODOLOGIA Ana Carolina Kraemer Enfermeira - Especialista em Saúde Portaria

Leia mais

Informações para Licenciamento Ambiental Municipal de PADARIAS, CONFEITARIAS E PASTELARIAS (2.640,10 Padarias, Confeitarias e Pastelarias)

Informações para Licenciamento Ambiental Municipal de PADARIAS, CONFEITARIAS E PASTELARIAS (2.640,10 Padarias, Confeitarias e Pastelarias) PADARIAS, CONFEITARIAS E PASTELARIAS (2.640,10 ) 1 - IDENTIFICAÇÃO DO EMPREENDEDOR Nome ou Razão Social: CNPJ: CPF: CGC/TE: Endereço (Rua/Av.) : nº: Bairro: CEP: Município: Telefone: Celular: e-mail: Contato

Leia mais

NORMAS PARA VEÍCULOS DE TRANSPORTE DE PACIENTES

NORMAS PARA VEÍCULOS DE TRANSPORTE DE PACIENTES NORMAS PARA VEÍCULOS DE TRANSPORTE DE PACIENTES C A ÇA D O R - S C DOCUMENTAÇÃO ALVARÁ SANITÁRIO 1. Requerimento DVS 2. CNPJ (jurídica) cópia atualizada 3. Documento do Veiculo 4. Taxa de Emissão de Alvará

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA. EDITAL Nº 16, de 04 de maio de 2015.

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA. EDITAL Nº 16, de 04 de maio de 2015. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA,Câmpus Santa Rosa EDITAL Nº 16, de 04 de maio de 2015. EDITAL DE DIVULGAÇÃO DO CURSO DE BOAS

Leia mais

LICENÇA DE OPERAÇÃO Regularização

LICENÇA DE OPERAÇÃO Regularização LO N : 0001/2013. A Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, criada pela Lei Municipal n 368 de 20/05/77, no uso das atribuições que lhe confere a Lei n 6.938, de 31/08/81, que dispõe sobre

Leia mais

Formulário de Solicitação de Habilitação de Centro de Equivalência Farmacêutica

Formulário de Solicitação de Habilitação de Centro de Equivalência Farmacêutica Formulário de Solicitação de Habilitação de Centro de Equivalência Farmacêutica Coordenação de Equivalência Farmacêutica (CEFAR/GTFAR/GGMED/Anvisa) www.anvisa.gov.br Brasília, de de 201 Formulário de Solicitação

Leia mais

Não DADOS DA EMPRESA RAZÃO SOCIAL: ENDEREÇO:

Não DADOS DA EMPRESA RAZÃO SOCIAL: ENDEREÇO: Formulário para renovação de credenciamento para comercialização de vacina contra a febre aftosa no Estado do Rio Grande do Sul (O preenchimento desse formulário deve ser realizado pelo Médico Veterinário

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ODONTOLOGIA DE SÃO PAULO. Inscrição

CONSELHO REGIONAL DE ODONTOLOGIA DE SÃO PAULO. Inscrição Inscrição Legalidade: A inscrição no CROSP é obrigatória pelas Leis Federais 5.965/73 e 6.839/80 e Consolidação CFO, após a realização das etapas anteriores (1ª e 2ª) e registros em Cartório/Junta Comercial

Leia mais

REGULARIZAÇÃO POSTO DE ABASTECIMENTO E SERVIÇOS DE VEÍCULOS

REGULARIZAÇÃO POSTO DE ABASTECIMENTO E SERVIÇOS DE VEÍCULOS POSTO DE ABASTECIMENTO E SERVIÇOS DE VEÍCULOS I- Requerimento (modelo fornecido pela EMURB), assinado pelo proprietário ou procurador legalmente constituído. II- Número da inscrição cadastral do imóvel

Leia mais

Sistema Integrado de Licenciamento - SIL

Sistema Integrado de Licenciamento - SIL Sistema Integrado de Licenciamento - SIL CERTIFICADO DE LICENCIAMENTO INTEGRADO SECRETARIA ESTADUAL DE GESTÃO PÚBLICA Prefeitura do Município de Tatuí Governo do Estado de São Paulo É importante saber

Leia mais

DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013.

DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013. DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013. Disciplina a liberação, o cancelamento e a baixa de Alvará de Localização e Funcionamento no município de Erechim. O Prefeito Municipal de Erechim, Estado do

Leia mais

DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA AMBIENTAL DE ESTAÇÃO RÁDIO-BASE (ERB) Portaria SMMA nº 002/2012 e Lei Mun. 11.535/2005

DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA AMBIENTAL DE ESTAÇÃO RÁDIO-BASE (ERB) Portaria SMMA nº 002/2012 e Lei Mun. 11.535/2005 DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA AMBIENTAL DE ESTAÇÃO RÁDIO-BASE (ERB) Portaria SMMA nº 002/2012 e Lei Mun. 11.535/2005 ***TODOS OS DOCUMENTOS E PROJETOS ENTREGUES FICARÃO RETIDOS. *** TODOS OS PROJETOS

Leia mais

EDITAL Nº 03/2007 CHAMAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE LABORATÓRIOS DE ANÁLISES CLÍNICAS.

EDITAL Nº 03/2007 CHAMAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE LABORATÓRIOS DE ANÁLISES CLÍNICAS. EDITAL Nº 03/2007 CHAMAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE LABORATÓRIOS DE ANÁLISES CLÍNICAS. O MUNICÍPIO DE PALMAS, no Estado do Tocantins, através da Secretaria Municipal de Saúde, pela COMISSÃO ESPECIAL DE

Leia mais

LICENÇA DE INSTALAÇÃO LI

LICENÇA DE INSTALAÇÃO LI LICENÇA DE INSTALAÇÃO LI Autoriza o início da implementação do empreendimento ou atividade, de acordo com as especificações constantes dos planos, programas e projetos aprovados, incluindo as medidas de

Leia mais

LEI N. 3.714 DE 30 DE DEZEMBRO DE 1997. O PREFEITO MUNICIPAL DE CAICÓ, Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI N. 3.714 DE 30 DE DEZEMBRO DE 1997. O PREFEITO MUNICIPAL DE CAICÓ, Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: PREFEITURA MUNICIPAL DE CAICO Rua Felipe Guerra, 379 CGC (MF) 08.385.940/0001-58 LEI N. 3.714 DE 30 DE DEZEMBRO DE 1997. Dispões sobre a expedição de alvará de funcionamento sanitário pela Secretaria Municipal

Leia mais

ROTEIRO DE INSPEÇÃO EM BANCO DE TECIDOS OCULARES BTOC INFORMAÇÕES GERAIS

ROTEIRO DE INSPEÇÃO EM BANCO DE TECIDOS OCULARES BTOC INFORMAÇÕES GERAIS Instruções de preenchimento - Somente itens cumpridos integralmente pelo serviço devem ser considerados SIM ; - Nos casos em que o serviço realize apenas parte do disposto no item avaliado, este deve ser

Leia mais

PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE MODELO SIMPLIFICADO PGRSS - ANEXO I

PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE MODELO SIMPLIFICADO PGRSS - ANEXO I Prefeitura Municipal de Curitiba Secretaria Municipal do Meio Ambiente Secretaria Municipal da Saúde PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE MODELO SIMPLIFICADO PGRSS - ANEXO I SIGLAS UTILIZADAS:

Leia mais

Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Dia 04/07/2006

Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Dia 04/07/2006 Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Dia 04/07/2006 EMPRESA: MARCOS QUEQUE PRODUTOS MÉDICOS HOSPITALARES E LABORATORIAIS CNPJ: 05.667.010/0001-07

Leia mais

1. OBJETIVO Prestar atendimento ao cidadão de maneira rápida, eficiente e eficaz, de acordo com os requisitos especificados pelo cliente.

1. OBJETIVO Prestar atendimento ao cidadão de maneira rápida, eficiente e eficaz, de acordo com os requisitos especificados pelo cliente. Sistema de Gestão do Programa Vapt Vupt SUPERINTENDÊNCIA DE VAPT VUPT E ATENDIMENTO AO PÚBLICO INSTRUÇÃO DE TRABALHO VAPT VUPT EMPRESARIAL PREFEITURA DE GOIANIA Responsável: Rosana Mérola Martins Cópia

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE MANUAL DE ROTINAS E PROCEDIMENTOS - ODONTOLOGIA

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE MANUAL DE ROTINAS E PROCEDIMENTOS - ODONTOLOGIA INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE MANUAL DE ROTINAS E PROCEDIMENTOS - ODONTOLOGIA Este material tem como objetivo básico servir como sugestão para elaboração do Manual de Rotinas e Procedimentos para Estabelecimentos

Leia mais

Parágrafo único. O prazo de validade do CA objeto de pedido de alteração será o mesmo do CA anteriormente concedido.

Parágrafo único. O prazo de validade do CA objeto de pedido de alteração será o mesmo do CA anteriormente concedido. MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO PORTARIA N.º 162, DE 12 DE MAIO DE 2006 (DOU de 16/05/06 Seção 1) Estabelece procedimentos para o cadastro de empresas e para a emissão

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE GRAVATÁ Secretaria de Planejamento e Orçamento Secretaria Executiva de Planejamento Urbano

PREFEITURA MUNICIPAL DE GRAVATÁ Secretaria de Planejamento e Orçamento Secretaria Executiva de Planejamento Urbano PREFEITURA MUNICIPAL DE GRAVATÁ Secretaria de Planejamento e Orçamento Secretaria Executiva de Planejamento Urbano 2014 CONCEITOS GERAIS DOS SERVIÇOS E Lei nº 3401/06 ( Plano Diretor), Lei nº 3420/07 (Código

Leia mais

PRÉ - REQUISITOS PARA ABERTURA DE PROCESSOS DOCUMENTOS GERAIS

PRÉ - REQUISITOS PARA ABERTURA DE PROCESSOS DOCUMENTOS GERAIS PESSOA FÍSICA PRÉ - REQUISITOS PARA ABERTURA DE PROCESSOS - Requerimento (modelo Secretaria) - RG e CPF (cópia) - Telefone para contato DOCUMENTOS GERAIS - Documento da Propriedade (Título Definitivo,

Leia mais

Brasil: Autorização de Funcionamento de Empresas Farmoquímicas

Brasil: Autorização de Funcionamento de Empresas Farmoquímicas Brasil: Autorização de Funcionamento de Empresas Farmoquímicas Portaria nº 231 de 27/12/1996 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA PORTARIA Nº 231, DE 27 DE DEZEMBRO DE 1996 O Secretário

Leia mais

ROTEIRO DE INSPEÇÃO EM HOTEIS E MOTEIS

ROTEIRO DE INSPEÇÃO EM HOTEIS E MOTEIS SUPERINTEDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE GERENCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL E SAÚDE DO TRABALHADOR COORDERNAÇÃO DE FISCALIZAÇÃO DE AMBIENTES E SAÚDE DO TRABALHADOR Av. Anhanguera, nº 5.195 Setor Coimbra

Leia mais

Guia de Mobilização - Vale

Guia de Mobilização - Vale Guia de Mobilização - Vale 2ª Edição Nov/2015 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. APLICAÇÃO... 3 3. MACRO FLUXO DO PROCESSO DE MOBILIZAÇÃO... 3 3.1. CERTIFICAÇÃO... 3 3.2. CONTRATAÇÃO... 4 3.3. MOBILIZAÇÃO...

Leia mais

Caracterização. Caracterização da Atividade

Caracterização. Caracterização da Atividade 1 Informações relevantes a Vigilância Sanitária sobre a Atividade Relacionada a Produtos de Interesse a Saúde 1-2- Nome Fantasia 3- Endereço Leia as instruções Caracterização 4- Número 5- Complemento 6-

Leia mais

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA SAÚDE

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA SAÚDE PORTARIA Nº 13/2012 Dispõe sobre a documentação necessária para abertura de processos administrativos da área de vigilância sanitária de estabelecimentos assistenciais de saúde e estabelecimentos de interesse

Leia mais

LICENCIAMENTO AMBIENTAL AMMA - EUSÉBIO ANÁLISE DOCUMENTAL PARA ANUÊNCIA DE LICENCIAMENTO

LICENCIAMENTO AMBIENTAL AMMA - EUSÉBIO ANÁLISE DOCUMENTAL PARA ANUÊNCIA DE LICENCIAMENTO SIT Nº ÍTEM 1 LICENCIAMENTO AMBIENTAL AMMA - EUSÉBIO ANÁLISE DOCUMENTAL PARA ANUÊNCIA DE LICENCIAMENTO Requerimento (formulário de solicitação) devidamente assinado pelo proprietário ou representante legal,

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FORMALIZAR PROCESSOS

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FORMALIZAR PROCESSOS DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FORMALIZAR PROCESSOS 01) ALTERAÇÃO DE DADOS NO CADASTRO IMOBILIÁRIO FISCAL ; - Registro do imóvel (emissão com menos de 1 ano); - CPF e identidade do titular ou dos sócios

Leia mais

adota a seguinte Resolução de Diretoria Colegiada e eu, Diretor-Presidente, determino a sua publicação:

adota a seguinte Resolução de Diretoria Colegiada e eu, Diretor-Presidente, determino a sua publicação: Resolução - RDC nº 275, de 21 de outubro de 2002(*) Republicada no D.O.U de 06/11/2002 Dispõe sobre o Regulamento Técnico de Procedimentos Operacionais Padronizados aplicados aos Estabelecimentos Produtores/Industrializadores

Leia mais

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST)

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) CÓDIGO 03.00 GRUPO/ATIVIDADES RESÍDUOS SÓLIDOS E PPD Armazenamento Temporário de Resíduos A 03.01 das Classes I Perigoso ou A Serviço de Saúde 03.02 Armazenamento Temporário

Leia mais

ADEQUAÇÃO AO SISTEMA MUNICIPAL DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

ADEQUAÇÃO AO SISTEMA MUNICIPAL DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS ADEQUAÇÃO AO SISTEMA MUNICIPAL DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS Este documento. Requerimento padrão do empreendedor ou representante legal. Cadastro Descritivo da Atividade - Geral devidamente

Leia mais

MUNICÍPIO DE MONTES CLAROS Gabinete do Prefeito Av. Cuia Mangabeira, 211 - Montes Claros - MG - CEP: 39.401-002

MUNICÍPIO DE MONTES CLAROS Gabinete do Prefeito Av. Cuia Mangabeira, 211 - Montes Claros - MG - CEP: 39.401-002 MUNICÍPIO DE MONTES CLAROS Gabinete do Prefeito Av. Cuia Mangabeira, 211 - Montes Claros - MG - CEP: 39.401-002 LEI N 4.158, DE 07 DE OUTUBRO DE 2009. DISPÕE SOBRE FEIRAS ITINERANTES E CONTÉM OUTRAS DISPOSIÇÕES.

Leia mais

LICENÇA DE INSTALAÇÃO LI

LICENÇA DE INSTALAÇÃO LI LICENÇA DE INSTALAÇÃO LI Autoriza o início da implementação do empreendimento ou atividade, de acordo com as especificações constantes dos planos, programas e projetos aprovados, incluindo as medidas de

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO PORTARIA ANP N. 127, DE 30.07.99 REVOGADA PELA RESOLUÇÃO ANP N. 20, DE 18.06.09 O DIRETOR da AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO ANP, no uso de suas atribuições legais, conferidas

Leia mais

Norma de Referência Selo de Conformidade ANFIR

Norma de Referência Selo de Conformidade ANFIR Histórico das alterações: Nº Revisão Data de alteração 00 20.01.204 Emissão inicial do documento. Sumário das Alterações Pág. 1 1. Resumo Esta norma estabelece requisitos técnicos para a concessão do Selo

Leia mais