Unidade 1 INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA. Informática

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Unidade 1 INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA. Informática"

Transcrição

1 Unidade 1 INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA Informática é a ciência que estuda o processamento automático das informações. Seu objetivo é desenvolver o processamento de dados com mais perfeição e rapidez. A Informática se divide em duas áreas de estudo: o Hardware e Software. Dados Informática Informação Figura 1 O processamento de dados Os sistemas computacionais trabalham basicamente com dados. Os dados são elementos que vistos isoladamente não têm qualquer valor. A Informática tem o papel de processar os dados e transformá-los em informação. 1. Aplicação Nos dias atuais, a Informática tem se mostrado uma importante ferramenta nos mais diversos seguimentos empresariais. Comércios, indústrias e empresas de prestação de serviços em geral bem como profissionais autônomos, utilizam a Informática como recurso para realização de suas atividades de negócio. Algumas tarefas podem ser facilitadas com o uso da Informática como elaboração de textos, planilhas, apresentações, entre outras. 1

2 2. Evolução da Computação As primeiras referências datam de anos A.C, com o surgimento do Ábaco na China. Formado por fios paralelos e contas deslizantes, que de acordo com a sua posição, representavam a quantidade a ser trabalhada. Nos dias de hoje é utilizado para ensinar às crianças operações de somar e subtrair. Os gregos e romanos, na antiguidade, utilizavam o ábaco para calcular, e depois os chineses e japoneses o aperfeiçoaram. Figura 2 O Ábaco 2000 a.c Figura 3 O Ábaco hoje Em 1642, Blaise Pascal construiu uma máquina com rodas dentadas que realizava operações básicas de cálculo chamada de PASCALINE. Em 1833 surgiu a Calculadora Diferencial, que utilizava cartões perfurados. Os cartões davam instruções à calculadora sobre como trabalhar com os dados. A partir daquela ocasião surgiu o conceito de dados e processamento. O processamento informa ao computador o que fazer com os dados. Em 1880, Hermann Hollerith, utilizando o mesmo princípio dos cartões perfurados, criou uma máquina para processar os dados do senso popular dos Estados Unidos. O primeiro computador eletrônico, o ENIAC, projetado para fazer cálculos balísticos, surgiu na década de 40 durante a Segunda Guerra Mundial, mas tornou se operacional depois do final da guerra. Ele não tinha sistema operacional e seu funcionamento era parecido com uma calculadora simples de hoje, realizava quinhentas multiplicações por segundo, através das suas dezoito mil válvulas que deixavam ou não a corrente elétrica circular. Atualmente a maioria das pessoas não usam computadores para fazer cálculos, mas para acessar à Internet, criar documentos diversos, ouvir música. Fazer cálculos é hoje apenas 2

3 uma das inúmeras tarefas possíveis. Figura 10 Um computador da década de 1960 Uma grande evolução ocorreu quando as válvulas foram substituídas por um meio mais eficaz de processamento: os transistores. Estes eram muito menores que as válvulas e muito mais confiáveis. Em agosto de 1981 surgiu o primeiro PC original da IBM, que foi a base para o desenvolvimento dos modelos atuais. Dois anos mais tarde foi lançado o PC 8086 (XT). Figura 4 O primeiro PC da IBM 3. O que é o computador? É um dispositivo eletrônico controlado por um programa utilizado para processar dados e gerar informações. O termo PC (Personal Computer) que significa Computador Pessoal, tornou se popular quando a IBM lançou um dos seus primeiros micros. Praticamente todos os 3

4 microcomputadores atuais são descendentes desse antigo modelo da IBM. Monitor Gabinete Teclado Mouse Figura 1 O computador pessoal moderno 4. Hardware É a parte física na Informática, ou seja, estuda os componentes eletrônicos e mecânicos responsáveis pelo processamento físico dos dados para transformá los em informação. A seguir, conheceremos alguns componentes básicos que com compõem um computador: 4.1 Placa Mãe (Motherboard) Nesta placa são acoplados os demais itens de hardware como o processador e os soquetes para acoplamento do disco rígido, placas de extensão e memórias. 4

5 Figura 5 Modelo de placa mãe Microprocessador Também conhecido como CPU (Unidade Central de Processamento), é responsável pelo processamento propriamente dito. Realiza as instruções de comando de todo hardware e software instalados no computador. O microprocessador é um hardware tão importante que normalmente dá nome ao computador como, por exemplo, Pentium, Celeron, Athlon, Semprom, etc. Figura 5 Modelos de microprocessador Memória As memórias são responsáveis pelo armazenamento de dados e instruções em forma 5

6 de sinais digitais em computadores. Para que o processador possa executar suas tarefas, ele busca na memória todas as informações necessárias ao processamento. Existem dois tipos de memória: Principal e Secundária Memória Principal São memórias que tem acesso direto ao processador, sem as quais o computador não pode funcionar. Sua função é conter a informação necessária para o processador num determinado momento; esta informação pode ser, por exemplo, os programas em execução. A memória principal se divide em RAM e ROM Memória RAM É a abreviação de Random Access Memory (Memória de Acesso Aleatório), e serve para armazenar as informações temporariamente enquanto o computador estiver ligado. Por isso, dizemos que a memória RAM é uma memória volátil. Ela é responsável pelo armazenamento dos dados a serem processados, sendo assim, uma memória que auxilia o processador. Para que as informações da memória RAM não sejam perdidas, é necessário utilizar dispositivos de armazenamento de dados. Figura 6 Modelo de memória RAM Memória ROM ROM é a sigla para Read Only Memory (Memória Somente de Leitura). Já pelo nome, é possível perceber que esse tipo de memória só permite leitura, ou seja, suas informações são gravadas pelo fabricante uma única vez e após isso não podem ser alteradas ou apagadas, somente acessadas. 6

7 Figura 10 modelo de memória ROM Memória Secundária (Auxiliar) São memórias que não tem acesso direto ao processador, e portanto, a informação precisa ser carregada em memória Principal antes que seja tratada pelo processador. Não são estritamente necessárias para a operação do computador. São geralmente não voláteis, ou seja, guardam todas as informações mesmo quando não há alimentação por energia elétrica. Incluem se, nesta categoria, os discos rígidos, CDs, DVDs e disquetes Disco Rígido Também conhecido como HD (Hard Disk), o Disco Rígido é responsável pelo armazenamento físico das informações. Podemos dizer que o disco rígido é uma memória não volátil, ou seja, não se apaga quando desligamos o computador. Nele é armazenado o Sistema Operacional, que falaremos nas próximas aulas, e todos os programas. Existem hoje no mercado HDs com diversas capacidades de armazenamento. 7

8 Figura 6 Disco Rígido Disquete (Floppy Disk) É um disco removível de armazenamento fixo de dados. Conhecido também como floppy disk (disco flexível) sua capacidade de armazenamento é de 1.44 Mb. Figura 10 Disco Flexível CD (Compact Disc) O CD é a abreviação de Compact Disc, em português, Disco Compacto. É um dos mais populares meios de armazenamento de dados digitais, principalmente de música e programas de computador, caso em que o CD recebe o nome de CD ROM. O CD Possui capacidade de armazenamento de dados entre 650 e 800 Mb, podendo ser do tipo CD R (graváveis) ou CD RW (regraváveis). Figura 1 Modelo de CDR 8

9 DVD (Digital Video Disc) DVD é a abreviação de Digital Video Disc, em português, Disco Digital de Vídeo. Contém informações digitais, tendo uma maior capacidade de armazenamento que o CD, devido a uma tecnologia óptica superior, além de padrões melhorados de compressão de dados. Sua capacidade de armazenamento varia entre 2 e 9 Gb. A Memória Flash O tipo de memória conhecido como FLASH é o tipo mais moderno dentre os apresentados aqui. A Memória flash é do tipo não volátil, ou seja, não precisa de energia para manter as informações armazenadas no chip. Esta memória é comumente usada em Pen drives, MP3 Players, cartões de memória e celulares. Sua gravação é feita em geral através da porta USB. Medidas de Memória na Informática Antes de conhecermos as grandezas para medir memórias, é importante sabermos que os computadores entendem somente o que chamamos de linguagem de máquina. Essa linguagem é representada por uma unidade conhecida como Bit ( BInary digit, simplificação para dígito binário, em português) que é a menor unidade de medida de processamento e transmissão de dados usada na Computação Português Comunicação Linguagem Natural Linguagem de Máquina 9

10 Figura 1 Comunicação entre o usuário e o computador Na matemática, utilizamos a unidade Metro (M) para medir o comprimento, da mesma forma que utilizamos o Litro (L) para medir a capacidade. Em informática, para representar a capacidade de armazenamento de memórias foram criadas unidades de medidas. O processador utiliza a memória RAM para armazenar programas e dados que estão em uso, ficando impossibilitado de trabalhar sem uma quantidade mínima dela. Para medir a memória, utilizamos uma tabela com as unidades e seus respectivos valores. Tabela 1 Unidades de armazenamento na informática UNIDADES VALORES BIT Menor unidade que o computador pode processar. Admite os valores 0 ou 1. BYTE KBYTE (KB) Corresponde ao conjunto de 8 bits, ou seja, um caractere (*). Corresponde ao conjunto de 1024 BYTES MEGABYTE (MB) Corresponde ao conjunto de 1024 KB GIGABYTE (GB) Corresponde ao conjunto de 1024 MB TERABYTE (TB) Corresponde ao conjunto de 1024 GB (*) Um caractere é representado por uma letra, um número, caracteres especiais (&, etc ) Componentes Periféricos São dispositivos que permitem a comunicação entre o computador e o usuário. Têm como objetivo exibir, captar e armazenar dados. São divididos em três categorias: periféricos de entrada, saída e entrada e saída. Gabinete 10

11 É uma caixa metálica onde estão acoplados os componentes de hardware essenciais do computador como o processador e a placa mãe. Existem diversos tipos de gabinetes de cores e formatos diferentes, como os do tipo Torre (verticais) e Desktops (horizontais). Gabinete Desktop Gabinete Torre Figura 10 Modelos de gabinete Dispositivos de Entrada São dispositivos que servem exclusivamente para a introdução dos dados no computador. Teclado É um equipamento composto de teclas para digitação e operação do computador. 11

12 Figura 10 O teclado Mouse É um periférico utilizado para apontar e clicar em objetos mostrados na tela do monitor de vídeo. Ao clicar com o mouse temos acesso ao conteúdo do objeto. Existem mouses de várias cores, formatos e aqueles que funcionam sem fio como se fossem um controle remoto. Figura 10 O Mouse Scanner Digitalizador ou Scanner é um periférico de entrada responsável por digitalizar imagens, fotos e textos impressos para o computador. Ele faz varreduras na imagem física gerando impulsos elétricos através de um captador de reflexos. É dividido em duas categorias: Scanner de mão e de mesa. Figura 1 Modelo de Scanner de mesa 12

13 Dispositivos de Saída São dispositivos utilizados para exibir ao usuário o resultado do processamento. Monitor de Vídeo O monitor de vídeo ou simplesmente monitor, é um hardware utilizado para mostrar as imagens em uma tela. Os monitores são classificados de acordo com a tecnologia utilizada na formação da imagem. Atualmente, essas tecnologias são duas: CRT e LCD. Existem monitores de diversos tamanhos (14, 15, 17 e 19 ) e modelos (padrão, embutido, LCD). Monitor CRT Monitor LCD Figura 10 Modelos de Monitor de Vídeo Impressoras A Impressora possibilita exibir os dados em papel, sendo um dispositivo indispensável para os dias de hoje. Existem diversos tipos de impressoras quanto à capacidade de impressão e tecnologia utilizadas. Alguns tipos de Impressoras existentes são: Matriciais, Jato de Tinta, Laser, entre outras. Matricial Jato de tinta Laser 13

14 Figura 10 Modelos de Impressora Impressora Multifuncional Figura 1 Impressora Multifuncional Um equipamento multifuncional é aquele que possui múltiplas funcionalidades. Geralmente consiste de um equipamento integrado por scanner, impressora, copiadora e fax. Dispositivos de Entrada e Saída São dispositivos que possuem as duas funcionalidades. Drive de Disquete Dispositivo utilizado para leitura ou gravação em disquetes. Figura 10 Drive Leitor de Disquetes 14

15 Drive de CD Aparelho que lê a superfície da mídia do CD através de um feixe de luz (laser), o que permite que as informações sejam gravadas próximas umas das outras. Gravador de CD Permite a gravação e regravação de CDR (Graváveis) e CDRW (Regraváveis), respectivamente. Gravador de DVD Permite a gravação e regravação de DVDR (Graváveis) e DVDRW (Regraváveis), respectivamente. Figura 10 Gravador de DVD Pen Drive É um dispositivo de armazenamento constituído por uma memória flash tendo uma fisionomia semelhante a um chaveiro. Sua capacidade de armazenamento, varia de 512 Mb a 16 GB. 15

16 Figura 10 Pen Drive MP3 Player É um aparelho eletrônico capaz de armazenar e reproduzir arquivos de áudio do tipo mp3. Os Mp3 players mais modernos são capazes de reproduzir diversos outros tipos de áudio, como o wma e ogg, por exemplo. Um MP3 player pode funcionar também como Pen drive e é facilmente conectado a um computador através de uma porta USB. Figura 10 MP3 Player MP4 Player O MP4 Player é um aparelho capaz de reproduzir arquivos digitais de áudio e vídeo. É um modelo de MP3 Player, porém com capacidade de reproduzir vídeo. O nome do aparelho pouco tem a ver com o formato de arquivo de som MP4, tendo mais um apelo comercial ao se colocar como sucessor dos MP3 Player. 16

17 Figura 10 MP4 Player MP5 Player O Mp5 Player é o nome comercial utilizado para designar aparelhos portáteis capazes de tocar músicas armazenadas em arquivos no formato MP3, executar vídeos em uma pequena tela de cristal líquido ou funcionar como câmera. Figura 10 Figura MP5 Player Câmera Digital A Câmera digital revolucionou o processo de captura de imagens, contribuindo para a 17

18 popularização da fotografia. Ao invés de utilizar a película fotossensível (filme) para o registro das imagens, que requer posteriormente um processo de revelação, a câmera digital registra as imagens através de um sensor e armazena as imagens em cartões de memória. Figura 10 Câmera Digital Sony DSC 700 Cartão de Memória Cartão de memória ou cartão de memória flash é um dispositivo de armazenamento de dados com memória flash utilizado em videogames, câmeras digitais, telefones celulares, computadores de mão, Mp3 players e outros aparelhos eletrônicos. Podem ser regravados várias vezes, não necessitam de eletricidade para manter os dados armazenados, são portáteis e suportam condições de uso e armazenamento mais rigorosos que outros dispositivos baseados em peças móveis. Cartão SD Cartão Micro SD Figura 1 Alguns modelos de Cartão de Memória O que é um Laptop? 18

19 É um computador portátil e leve, que pode ser levado a qualquer lugar. Geralmente um laptop contém monitor de LCD (cristal líquido), teclado, unidade de disco rígido e flexível. Os modelos mais modernos possuem também gravadores de CD/DVD e o disco flexível foi abolido. Figura 10 Laptop Acer 4310 A expressão laptop deriva da aglutinação dos termos em inglês lap (colo) e top (em cima) significando computador portátil, em contrapartida aos desktop (em cima da mesa). Mecanismos de Proteção Estabilizadores de Voltagem Os estabilizadores são equipamentos eletrônicos responsáveis por corrigir a tensão da rede elétrica para fornecer aos equipamentos uma alimentação segura, confiável e protegida. Para uma maior segurança nos equipamentos, recomenda se o uso de dispositivos do tipo No Break. 19

20 Figura 1 Modelo de Estabilizador de voltagem No Break É um dispositivo de alimentação elétrica que entra em ação, quando há interrupção no fornecimento de energia, mantendo os equipamentos ligados a ele em condições de funcionamento. Sua alimentação é provida por uma bateria, que é carregada enquanto a rede elétrica está funcionando corretamente. Essa bateria possui uma autonomia de tempo que pode variar de minutos a horas dependendo do modelo. Figura 1 Modelo de No Break Software É a parte lógica na Informática, ou seja, são os programas de computador. Os softwares são classificados de acordo com sua utilização específica e é importante salientar a completa dependência que existe entre os dois. Não há como usar um computador (hardware) sem a presença de um programa (software) que o faça funcionar. 20

21 Existem basicamente três categorias de softwares: Sistema Operacional, Aplicativo e Utilitário. Sistema Operacional É o software responsável pelo gerenciamento dos componentes básicos do computador. É através dele que podemos utilizar os recursos disponíveis na máquina. Na verdade é o Sistema Operacional que tem a responsabilidade de fazer a comunicação entre o usuário e a máquina como mostra o esquema seguinte: Sistema Operacional Usuário Computador Alguns exemplos de Sistemas Operacionais são o Linux, Windows e Mac OS. Softwares Aplicativos São os softwares responsáveis por atividades específicas tais como editores de textos, editores de imagens e planilhas eletrônicas. Editores de textos São utilizados para elaboração de documentos de texto em geral como cartas, memorandos, ofícios, currículos, entre outros documentos. Como exemplos de editores de textos temos o BrOffice Writer e o Word. Editores de imagens São utilizados para manipular imagens como desenhos, fotos, paisagens, etc. Como exemplos de editores de imagens temos o Gimp e o Photoshop. Editor de Planilhas Eletrônicas 21

22 São Utilizados para elaborar planilhas de custos, folhas de pagamentos, tabelas de preços, etc. Alguns exemplos de editor de planilhas são o BrOffice Calc e o Excel. Softwares Utilitários Além dos softwares mencionados acima, existem ainda aqueles destinados a suprir deficiências dos sistemas operacionais, tais como os compiladores, utilizados para desenvolvimento de programas de computador, compactadores de dados, software de limpeza de discos rígidos, acesso à Internet e os antivírus. Principais cuidados ao usar computadores Vírus de Computador Vírus de computador é um programa malicioso desenvolvido por programadores que, tal como um vírus biológico, infecta o sistema, faz cópias de si mesmo e tenta se espalhar para outros computadores, utilizando se de diversos meios. A maioria das contaminações ocorrem pela ação do usuário executando o arquivo infectado recebido como um anexo de um e mail. A segunda causa de contaminação é por Sistema Operacional desatualizado, sem a aplicação de corretivos, que poderiam corrigir vulnerabilidades conhecidas dos sistemas operacionais ou aplicativos, que poderiam causar o recebimento e execução do vírus inadvertidamente. Ainda existem alguns tipos de vírus que permanecem ocultos em determinadas horas, entrando em execução em horas especificas. Possíveis Danos Perda de desempenho do micro; Exclusão de arquivos; Alteração de dados; Acesso a informações confidenciais por pessoas não autorizadas; Perda de desempenho da rede (local e Internet); Monitoramento de utilização (espiões); Desconfiguração do Sistema Operacional; Inutilização de determinados programas. 22

23 Para manter o micro protegido, alguns passos devem ser sempre seguidos: Mantenha seu Sistema Operacional sempre atualizado; Tenha um antivírus sempre atualizado; Atualize os principais programas de acesso a Internet (navegadores, clientes de e mails, mensageiros instantâneos); Nunca abra arquivos com extensões.exe,.bat,.scr,.com,.pif, etc, de origem desconhecida. Anti vírus Os antivírus são programas desenvolvidos por empresas de segurança, com o objetivo de detectar e eliminar vírus encontrados no computador. Os antivírus possuem uma base de dados contendo as assinaturas dos vírus de que podem eliminar. Desta forma, somente após a atualização de seu banco de dados, os vírus recém descobertos podem ser detectados. Figura 10 Alguns Anti vírus conhecidos Alguns antivírus dispõem da tecnologia heurística, que é uma forma de detectar a ação de um vírus ainda desconhecido através de sua ação no sistema do usuário. A Panda Software criou um serviço de heurística que foi muito popular, porque detectou 98.92% dos vírus desconhecidos (não na sua base de dados) em um teste. Agora, as pessoas com esta heurística podem ficar 98.92% mais descansadas! Hoje em dia os Antivírus podem ter "Proteção em Tempo Real" que detecta os códigos maliciosos desde que você inicie o computador até que o desligue. Esta tecnologia torna mais fácil de o utilizador ficar protegido. 23

24 Lesões por esforços repetitivos Lesões por Esforços Repetitivos, são inflamações dos tendões, músculos, nervos e ligamentos, de origem ocupacional, que acometem principalmente os membros superiores, pescoço e região escapular, geralmente curáveis, que causam dor, fadiga, perda de força muscular, inchaço, queda da performance no trabalho e incapacidade temporária. Para evitar tais transtornos é importante ter alguns cuidados: Sente se sempre com o quadril no fundo do assento e relaxe o corpo. Mantenha o tronco apoiado ao encosto e pés apoiados no chão (formando um ângulo de 90) Evite trabalhar com o pescoço dobrado. Aproxime a cadeira da mesa de trabalho, observando para que tronco e pescoço não fiquem curvados. Mantenha o material de trabalho disposto a facilitar o manuseio. Utilize a flexibilidade postural: levante se de tempos em tempos, ande um pouco, espreguice se, faça movimentos contrários àqueles da tarefa. 24

25 25

Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação

Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação INFORMÁTICA -É Ciência que estuda o tratamento automático da informação. COMPUTADOR Equipamento Eletrônico capaz de ordenar, calcular, testar, pesquisar e

Leia mais

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO O que é a Informática? A palavra Informática tem origem na junção das palavras: INFORMAÇÃO + AUTOMÁTICA = INFORMÁTICA...e significa, portanto, o tratamento da informação

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Conceitos básicos de informática O que é informática? Informática pode ser considerada como significando informação automática, ou seja, a utilização de métodos

Leia mais

Princípios de Informática

Princípios de Informática Princípios de Informática Aula 1 Introdução à Informática Universidade Federal de Santa Maria Colégio Agrícola de Frederico Westphalen Curso Técnico em Alimentos Prof. Bruno B. Boniati www.cafw.ufsm.br/~bruno

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA COMPUTADOR QUANTO AO TIPO COMPUTADOR SISTEMAS DE COMPUTAÇÃO o Analógico o Digital o Híbrido o Hardware (parte física)

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Componentes Sistema Informação Hardware - Computadores - Periféricos Software - Sistemas Operacionais - Aplicativos - Suítes Peopleware - Analistas - Programadores - Digitadores

Leia mais

Microinformática. Perguntas:

Microinformática. Perguntas: Microinformática UNICERP Disciplina: Informática Prof. Denis Henrique Caixeta Perguntas: Como foi a evolução da computação? Qual a função do computador? O que é Hardware? O que é Software? BIT, Byte, etc

Leia mais

Trabalho 01 Conceitos básicos de Microinformática

Trabalho 01 Conceitos básicos de Microinformática Trabalho 01 Conceitos básicos de Microinformática Disciplina: Informática. Professor: Denis Henrique Caixeta. Valor: 4 pontos Visto no caderno 1) Quais são as características dos primeiros computadores?

Leia mais

Lista de Exercícios Introdução à Informática

Lista de Exercícios Introdução à Informática Lista de Exercícios Introdução à Informática Histórico e Evolução da Computação 1. Cite alguns problemas que o uso de válvulas provocava nos computadores de 1ª geração. 2. O que diferencia os computadores

Leia mais

b) Estabilizador de tensão, fonte no-break, Sistema Operacional, memória principal e memória

b) Estabilizador de tensão, fonte no-break, Sistema Operacional, memória principal e memória CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA SISUTEC DISCIPLINA: INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO PROF.: RAFAEL PINHEIRO DE SOUSA ALUNO: Exercício 1. Assinale a opção que não corresponde a uma atividade realizada em uma Unidade

Leia mais

Informática para Banca IADES. Hardware e Software

Informática para Banca IADES. Hardware e Software Informática para Banca IADES Conceitos Básicos e Modos de Utilização de Tecnologias, Ferramentas, Aplicativos e Procedimentos Associados ao Uso de Informática no Ambiente de Escritório. 1 Computador É

Leia mais

INFORmação. O que é um Computador?

INFORmação. O que é um Computador? Professor: M. Sc. Luiz Alberto Filho Conceitos básicos Evolução histórica Hardware Sistemas de numeração Periféricos Software Unidades Básicas de Medidas 2 Facilidade de armazenamento e recuperação da

Leia mais

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares SENAI São Lourenço do Oeste Introdução à Informática Adinan Southier Soares Informações Gerais Objetivos: Introduzir os conceitos básicos da Informática e instruir os alunos com ferramentas computacionais

Leia mais

PROCESSAMENTO DE DADOS

PROCESSAMENTO DE DADOS PROCESSAMENTO DE DADOS Aula 1 - Hardware Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari 2 3 HARDWARE Todos os dispositivos físicos que constituem

Leia mais

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO O que é a Informática? A palavra Informática tem origem na junção das palavras: INFORMAÇÃO + AUTOMÁTICA = INFORMÁTICA...e significa, portanto, o tratamento da informação

Leia mais

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento.

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento. Conceitos básicos b sobre Hardware O primeiro componente de um sistema de computação é o HARDWARE(Ferragem), que corresponde à parte material, aos componentes físicos do sistema; é o computador propriamente

Leia mais

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware Professor: Renato B. dos Santos 1 O computador é composto, basicamente, por duas partes:» Hardware» Parte física do computador» Elementos concretos» Ex.: memória, teclado,

Leia mais

Processamento de Dados

Processamento de Dados Processamento de Dados Evolução da Tecnologia 2000 a.c. -------------------------- 1621 Ábaco Réguas de Cálculo 1642 ------------------------------- 1890 Calculadora mecânica Início da Revolução Industrial

Leia mais

www.proinfocamamu.com.br

www.proinfocamamu.com.br www.proinfocamamu.com.br Prof. Miquéias Reale - www.proinfocamamu.com.br Professor: Miquéias Reale Diretor de Tecnologia da Reale Tech Telefone: (75) 3641-0056 / 8838-1300 E-mail: miqueias@realetech.com.br

Leia mais

Noções de Hardware. André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com)

Noções de Hardware. André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Hardware André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Gerações de hardware Tipos de computadores Partes do Microcomputador Periféricos Armazenamento de

Leia mais

Apresentação. Conceitos Iniciais. Apresentação & Introdução. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br.

Apresentação. Conceitos Iniciais. Apresentação & Introdução. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação Apresentação & Introdução Condicionamento www.profricardobeck.com.br contato@profricardobeck.com.br Material Didático Site / E-mail Testes? Edital Mensurando Dados Sistemas de numeração Conceitos

Leia mais

Apresentação. Conceitos Iniciais. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação & Introdução.

Apresentação. Conceitos Iniciais. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação & Introdução. Apresentação www.profricardobeck.com.br contato@profricardobeck.com.br Apresentação & Introdução Condicionamento Material Didático Site / E-mail Testes? Edital Conceitos Iniciais 1 Mensurando Dados Sistemas

Leia mais

Para existência de um sistema de informação, fazem-se necessários três componentes, são eles:

Para existência de um sistema de informação, fazem-se necessários três componentes, são eles: RESUMO Um sistema de informação é composto de três componentes, Hardware, Software e Peopleware. Para quantificar a memória do equipamento é utilizado um sistema de medida, ou seja, o byte, que significa

Leia mais

AULA 2. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email:

AULA 2. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email: AULA 2 Disciplina: Informática Básica Professor: Gustavo Leitão Email: gustavo.leitao@ifrn.edu.br Índice Continuação aula anterior... Memória Barramento Unidades de armazenamento Periféricos Interfaces

Leia mais

Computação I. Profa. Márcia Hellen Santos marciasantos@uepa.br

Computação I. Profa. Márcia Hellen Santos marciasantos@uepa.br Computação I Profa. Márcia Hellen Santos marciasantos@uepa.br MÓDULO I- Introdução à Informática Hardware Hardware? HARDWARE é a parte física do computador. É o conjunto de componentes mecânicos, elétricos

Leia mais

Prof. Lázaro Nogueira trabalhoseatividades@yahoo.com.br www.lazzoz.xpg.com.br

Prof. Lázaro Nogueira trabalhoseatividades@yahoo.com.br www.lazzoz.xpg.com.br Prof. Lázaro Nogueira trabalhoseatividades@yahoo.com.br ti id d h b www.lazzoz.xpg.com.br Introdução a Informática Informática: é a ciência que estudo o tratamento automático e racional da informação.

Leia mais

15/08/2013 DIREITO DA. Professor: Luis Guilherme Magalhães (62) 9607-2031 INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA

15/08/2013 DIREITO DA. Professor: Luis Guilherme Magalhães (62) 9607-2031 INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA DIREITO DA INFORMÁTICA Professor: Luis Guilherme Magalhães (62) 9607-2031 INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA 1 CONCEITOS BÁSICOS Informática infor + mática. É o tratamento da informação de forma automática Dado

Leia mais

MODULO II - HARDWARE

MODULO II - HARDWARE MODULO II - HARDWARE AULA 01 O Bit e o Byte Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. Aplicações: Byte 1 0 1 0 0

Leia mais

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação Informática Aplicada Revisão para a Avaliação 1) Sobre o sistema operacional Windows 7, marque verdadeira ou falsa para cada afirmação: a) Por meio do recurso Windows Update é possível manter o sistema

Leia mais

Introdução. à Informática. Wilson A. Cangussu Junior. Escola Técnica Centro Paula Souza Professor:

Introdução. à Informática. Wilson A. Cangussu Junior. Escola Técnica Centro Paula Souza Professor: Introdução à Informática Escola Técnica Centro Paula Souza Professor: Wilson A. Cangussu Junior Vantagens do computador Facilidade de armazenamento e recuperação da informação; Racionalização da rotina,

Leia mais

Informática. Aulas: 01 e 02/12. Prof. Márcio Hollweg. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.

Informática. Aulas: 01 e 02/12. Prof. Márcio Hollweg. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM. Informática Aulas: 01 e 02/12 Prof. Márcio Hollweg UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO

Leia mais

Prof. Orlando Rocha. Qual o nosso contexto atual?

Prof. Orlando Rocha. Qual o nosso contexto atual? 1 Qual o nosso contexto atual? Atualmente, vivemos em uma sociedade que é movida pela moeda informação! No nosso dia-a-dia, somos bombardeados por inúmeras palavras que na maioria das vezes é do idioma

Leia mais

Introdução à Ciência da Computação

Introdução à Ciência da Computação Introdução à Ciência da Computação Prof. Edberto Ferneda Hardware: Computador e Periféricos 1 John L. von Neumann (1903-1957) Armazenamento secundário Dispositivos de armazenamento de dados e programas

Leia mais

Aula 01 Introdução à Informática. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br www.profbrunogomes.com.br

Aula 01 Introdução à Informática. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br www.profbrunogomes.com.br Aula 01 Introdução à Informática Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br www.profbrunogomes.com.br Agenda da Aula Introdução à Informática; Dados x Informação; O Computador (Hardware); Unidades de medida.

Leia mais

Noções básicas sobre sistemas de computação

Noções básicas sobre sistemas de computação Noções básicas sobre sistemas de computação Conceitos e definições Dado: Pode ser qualquer coisa! Não tem sentido nenhum se estiver sozinho; Informação: São dados processados. Um programa determina o que

Leia mais

Informática, Internet e Multimídia

Informática, Internet e Multimídia Informática, Internet e Multimídia 1 TIPOS DE COMPUTADOR Netbook Notebook Computador Pessoal 2 Palmtop / Handheld Mainframe TIPOS DE COMPUTADOR Computador Pessoal O Computador Pessoal (PC Personal Computer),

Leia mais

Introdução a Informática

Introdução a Informática Inclusão Projeto Digital do Jovem Agricultor Introdução a Informática Projeto 1/18 Inclusão Projeto Digital do Jovem Agricultor Conteúdo Programático Introdução; História do computador; Hardware, Software

Leia mais

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B 1 2 MODULO II - HARDWARE AULA 01 OBiteoByte Byte 3 Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. 4 Aplicações: Byte 1

Leia mais

INFORMÁTICA BÁSICA. Prof. Rafael Zimmermann

INFORMÁTICA BÁSICA. Prof. Rafael Zimmermann INFORMÁTICA BÁSICA Prof. Rafael Zimmermann 1. INFORMÁTICA É a ciência que estuda o processamento de informações. Nasceu da necessidade do homem processar informações cada vez mais complexas e com maior

Leia mais

Patrícia Noll de Mattos. Introdução à Informática

Patrícia Noll de Mattos. Introdução à Informática Patrícia Noll de Mattos Introdução à Informática 2010 2007 IESDE Brasil S.A. É proibida a reprodução, mesmo parcial, por qualquer processo, sem autorização por escrito dos autores e do detentor dos direitos

Leia mais

05/02/2014 O QUE É UM COMPUTADOR? O QUE É UM COMPUTADOR? O QUE É UM COMPUTADOR? PENSAR EM INFORMÁTICA É PENSAR EM:

05/02/2014 O QUE É UM COMPUTADOR? O QUE É UM COMPUTADOR? O QUE É UM COMPUTADOR? PENSAR EM INFORMÁTICA É PENSAR EM: Apple I - 1976 1982 O Homem do ano Apple II - 1977 IBM PC - 1981 O QUE É UM COMPUTADOR? É uma máquina que tem a capacidade de realizar o PROCESSAMENTO de dados. É um dispositivo físico que recebe dados

Leia mais

Introdução ao Processamento de Dados - IPD

Introdução ao Processamento de Dados - IPD Introdução ao Processamento de Dados - IPD Autor: Jose de Jesus Rodrigues Lira 1 INTRODUÇÃO AO PROCESSAMENTO DE DADOS IPD A Informática está no nosso dia a dia: No supermercado, no banco, no escritório,

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores Introdução à Organização do Computador

Arquitetura e Organização de Computadores Introdução à Organização do Computador 1 Arquitetura e Organização de Computadores Introdução à Organização do Computador Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Curso: Sistemas de Informação Introdução 2 O Computador é uma ferramenta que

Leia mais

Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com. Informática

Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com. Informática Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com Informática Componentes de um SC Hardware X Software Memória do Computador Hardware X Software Toda interação dos usuários de computadores modernos é realizada

Leia mais

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves Conceitos Básicos de Informática Antônio Maurício Medeiros Alves Objetivo do Material Esse material tem como objetivo apresentar alguns conceitos básicos de informática, para que os alunos possam se familiarizar

Leia mais

Estrutura geral de um computador

Estrutura geral de um computador Estrutura geral de um computador Prof. Helio H. L. C. Monte-Alto Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu

Leia mais

INSTITUTO MARTIN LUTHER KING CURSO PROCESSAMENTO DE DADOS DISCIPLINA: HARDWARE

INSTITUTO MARTIN LUTHER KING CURSO PROCESSAMENTO DE DADOS DISCIPLINA: HARDWARE Memória ROM Vamos iniciar com a memória ROM que significa Read Only Memory, ou seja, uma memória somente para leitura. Isso quer dizer que as instruções que esta memória contém só podem ser lidas e executadas,

Leia mais

Hardware. Prof. Luiz Carlos Branquinho Informática Básica Gestão Comercial

Hardware. Prof. Luiz Carlos Branquinho Informática Básica Gestão Comercial Hardware Prof. Luiz Carlos Branquinho Informática Básica Gestão Comercial Conteúdo Definição do hardware; Tipo e tamanho dos computadores; Família dos computadores; Elementos do hardware; Portas de comunicação.

Leia mais

COMPUTADORES PC. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br 24/11/2009 CRONOGRAMA INFORMÁTICA - BANRISUL EDITAL

COMPUTADORES PC. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br 24/11/2009 CRONOGRAMA INFORMÁTICA - BANRISUL EDITAL CRONOGRAMA INFORMÁTICA - BANRISUL Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br AULAS 1 E 2 CONCEITOS BÁSICOS/HARDWARE AULA 3 SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS AULA 4 EXCEL AULA 5 WORD AULA 6 CALC E WRITER AULAS

Leia mais

Infra-estrutura de TI Recursos de Hardware. Sistemas de Informações Gerenciais Prof. M.Sc. Daniel A. Furtado Introdução à Informática Prof.

Infra-estrutura de TI Recursos de Hardware. Sistemas de Informações Gerenciais Prof. M.Sc. Daniel A. Furtado Introdução à Informática Prof. Infra-estrutura de TI Recursos de Hardware Sistemas de Informações Gerenciais Prof. M.Sc. Daniel A. Furtado Introdução à Informática Prof. Anilton O que é Tecnologia da Informação? O termo Tecnologia da

Leia mais

1 Como seu Cérebro Funciona?

1 Como seu Cérebro Funciona? 1 Como seu Cérebro Funciona? UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC (UFABC) O cérebro humano é capaz de processar as informações recebidas pelos cinco sentidos, analisá-las com base em uma vida inteira de experiências,

Leia mais

UCP. Memória Periféricos de entrada e saída. Sistema Operacional

UCP. Memória Periféricos de entrada e saída. Sistema Operacional Arquitetura: Conjunto de elementos que perfazem um todo; estrutura, natureza, organização. Houaiss (internet) Bit- Binary Digit - Número que pode representar apenas dois valores: 0 e 1 (desligado e ligado).

Leia mais

Memória principal; Unidade de Controle U C P. Unidade Lógica e Aritmética

Memória principal; Unidade de Controle U C P. Unidade Lógica e Aritmética Tecnologia da Administração Computador: origem, funcionamento e componentes básicos Parte II Sumário Introdução Origem Funcionamento Componentes Básicos Referências Sistema Binário O computador identifica

Leia mais

CONCEITOS ESSENCIAIS E SISTEMAS OPERATIVOS EM AMBIENTE GRÁFICO. Informação Automática. Informática

CONCEITOS ESSENCIAIS E SISTEMAS OPERATIVOS EM AMBIENTE GRÁFICO. Informação Automática. Informática CONCEITOS ESSENCIAIS E SISTEMAS OPERATIVOS EM AMBIENTE GRÁFICO Sandra Silva 2008 Unicenter. Todos os direitos reservados O que é Informática A palavra informática surgiu: Informação Automática Informática

Leia mais

O Computador. Hardware e Software. Formatos de Computadores

O Computador. Hardware e Software. Formatos de Computadores O Computador Formatos de Computadores Com a evolução da tecnologia diversos formatos de computadores surgiram no mundo, e muitos ainda estão por surgir, mas vamos conhecer alguns formatos que encontramos

Leia mais

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Introdução a microinformática William S. Rodrigues HARDWARE BÁSICO O hardware é a parte física do computador. Em complemento ao hardware, o software é a parte lógica, ou seja,

Leia mais

Informática. Técnico em Agronegócio 1º. Módulo Profa. Madalena Pereira da Silva madalena.silva@ifsc.edu.br

Informática. Técnico em Agronegócio 1º. Módulo Profa. Madalena Pereira da Silva madalena.silva@ifsc.edu.br Informática Técnico em Agronegócio 1º. Módulo Profa. Madalena Pereira da Silva madalena.silva@ifsc.edu.br Roteiro de Aula Introdução Computador Hardware, Software básico, Software Aplicativo Hardwares

Leia mais

O Computador e seus Componentes Referência: Aula 2

O Computador e seus Componentes Referência: Aula 2 INFORMÁTICA E COMPUTAÇÃO CMP 1060 Conceitos Básicos B sobre Informática O Computador e seus Componentes Referência: Aula 2 CONCEITOS BÁSICOS B : Informática - infor + mática. É o tratamento da informação

Leia mais

Introdução à Informática ARQUITETURA DE COMPUTADORES

Introdução à Informática ARQUITETURA DE COMPUTADORES Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Engenharia Ambiental Prof.: Maico Petry Introdução à Informática ARQUITETURA DE COMPUTADORES DISCIPLINA: Informática Aplicada O Que éinformação? Dados

Leia mais

Princípios de Informática CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA

Princípios de Informática CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA Princípios de Informática CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA Conteúdo 1. O que é informática?...3 2. O Computador...3 2.1 Conceito...3 2.2 Histórico...3 2.3 Gerações...5 3. Organização dos Computadores...6

Leia mais

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO INFORMÁTICA BÁSICA AULA 05. Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 25/06/2014

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO INFORMÁTICA BÁSICA AULA 05. Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 25/06/2014 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 05 Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 25/06/2014 Armazenamento Secundário BENEFÍCIOS

Leia mais

Hardware e Software Conceitos Básicos. ATES Associação do Trabalho e Economia Solidária

Hardware e Software Conceitos Básicos. ATES Associação do Trabalho e Economia Solidária Hardware e Software Conceitos Básicos ATES Associação do Trabalho e Economia Solidária Conceitos Básicos Hardware É a parte física do computador, ou seja, é o conjunto de componentes eletrônicos, circuitos

Leia mais

Apostila 1 Introdução à Informática

Apostila 1 Introdução à Informática INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CAMPUS INCONFIDENTES Apostila 1 Introdução à Informática Projeto INCLUDJA Inconfidentes Março de 2011 SUMÁRIO CAPÍTULO 1 -INTRODUÇÃO...2

Leia mais

APOSTILA DE INFORMÁTICA - INTRODUÇÃO

APOSTILA DE INFORMÁTICA - INTRODUÇÃO APOSTILA DE INFORMÁTICA - INTRODUÇÃO Profa Responsável Fabiana P. Masson Caravieri SUMÁRIO 1. CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA... 3 2. PRINCIPAIS COMPONENTES FÍSICOS DO COMPUTADOR... 3 2.1 PERIFÉRICOS...

Leia mais

Informática básica Telecentro/Infocentro Acessa-SP

Informática básica Telecentro/Infocentro Acessa-SP Informática básica Telecentro/Infocentro Acessa-SP Aula de hoje: Periférico de entrada/saída, memória, vírus, Windows, barra tarefas. Prof: Lucas Aureo Guidastre Memória A memória RAM é um componente essencial

Leia mais

Infra-Estrutura de Hardware

Infra-Estrutura de Hardware Infra-Estrutura de Hardware P r o f. W i l t o n O. F e r r e i r a U n i v e r s i d a d e F e d e r a l R u r a l d e P e r n a m b u c o U F R P E 1 º S e m e s t r e / 2 0 1 2 Conteúdo da aula Hardware

Leia mais

EVOLUÇÃO DOS COMPUTADORES

EVOLUÇÃO DOS COMPUTADORES EVOLUÇÃO DOS COMPUTADORES 1951/1959 - Computadores de primeira geração Circuitos eletrônicos e válvulas Uso restrito Precisava ser reprogramado a cada tarefa Grande consumo de energia Problemas devido

Leia mais

INFORMÁTICA INFORMÁTICA

INFORMÁTICA INFORMÁTICA 1 FATEC Faculdade de Tecnologia de Jundiaí Tratamento Sistemático da informação! Prof. Cláudio Farias Rossoni ou... 1 2 Informação Automática Informática é a ciência que estuda o tratamento automático

Leia mais

O paradigma de que se mexer no computador ele pode quebrar.

O paradigma de que se mexer no computador ele pode quebrar. 1 O paradigma de que se mexer no computador ele pode quebrar. Tópicos: 2 Números Binários Unidades de Medida de Informação Arquitetura Básica Hardware Software Periféricos de Entrada Periféricos de saída

Leia mais

Introdução à estrutura e funcionamento de um Sistema Informático

Introdução à estrutura e funcionamento de um Sistema Informático Introdução à estrutura e funcionamento de um Sistema Informático Elementos que constituem o Computador O funcionamento do computador é possível devido aos vários elementos interligados que o constituem:

Leia mais

Unidade I PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo

Unidade I PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo Unidade I PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Cronologia da evolução dos computadores: 3500 a.c.: os sumérios criam a numeração e o ábaco. 1500 a.c.: egípcios utilizam o Relógio de

Leia mais

Prof. Esp. Lucas Cruz

Prof. Esp. Lucas Cruz Prof. Esp. Lucas Cruz O hardware é qualquer tipo de equipamento eletrônico utilizado para processar dados e informações e tem como função principal receber dados de entrada, processar dados de um usuário

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL Entendendo o Computador Componentes do Computador COMPONENTES DO COMPUTADOR Tabela ASCII A sigla ASCII deriva de American Standard Code for Information Interchange, ou seja, Código no Padrão Americano

Leia mais

Cargo: Auxiliar Judiciário II. Índice

Cargo: Auxiliar Judiciário II. Índice Cargo: Auxiliar Judiciário II Índice Pg. - Componentes de um computador: hardware e software. Arquitetura básica de computadores: unidade central, memória: tipos e tamanhos. Periféricos: impressoras, drivers

Leia mais

Cadeira de Tecnologias de Informação. Ano lectivo 2007/08. Conceitos fundamentais de Hardware

Cadeira de Tecnologias de Informação. Ano lectivo 2007/08. Conceitos fundamentais de Hardware Cadeira de Tecnologias de Informação Ano lectivo 2007/08 Conceitos fundamentais de Hardware Prof. Mário Caldeira Profª Ana Lucas Dr. Fernando Naves Engª Winnie Picoto Engº Luis Vaz Henriques Dr. José Camacho

Leia mais

INFORMÁTICA. Prof. Rafael FernandoZimmermann

INFORMÁTICA. Prof. Rafael FernandoZimmermann INFORMÁTICA Prof. Rafael FernandoZimmermann E-mail e MSN: rafael@portalrz.com.br Site: www.portalrz.com.br Blog: rafael.portalrz.com.br Facebook: www.facebook.com/rfzimmermann82 Twitter: www.twitter.com/rfzimmermann

Leia mais

INFORMÁTICA. Prof. Jacinto José Franco E-mail: jacinto.franco@jna.ifmt.edu.br

INFORMÁTICA. Prof. Jacinto José Franco E-mail: jacinto.franco@jna.ifmt.edu.br INFORMÁTICA Prof. Jacinto José Franco E-mail: jacinto.franco@jna.ifmt.edu.br 1 HARDWARE 2 HARDWARE É a parte física que compõe o computador, e estes componentes eletrônicos se comunicam através de barramentos.

Leia mais

Introdução a Informática. Colégio "Serrano Guardia" Módulo I Informática Básica William Andrey de Godoy

Introdução a Informática. Colégio Serrano Guardia Módulo I Informática Básica William Andrey de Godoy Introdução a Informática 1 Colégio "Serrano Guardia" Módulo I Informática Básica Introdução a Informática São conjuntos de métodos e equipamentos através do quais podemos armazenar e manipular informações

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 02 Hardware e Software Sistemas de Informação Baseados no Computador - CBIS PROCEDIMENTOS PESSOAS HARDWARE SOFTWARE BANCO DE DADOS TELECOMUNICAÇÕES

Leia mais

Tecnologia - Conjunto de instrumentos, métodos e processos específicos de qualquer arte, ofício ou técnica.

Tecnologia - Conjunto de instrumentos, métodos e processos específicos de qualquer arte, ofício ou técnica. Técnica - Conjunto de processos que constituem uma arte ou um ofício. Aplicação prática do conhecimento científico. Tecnologia - Conjunto de instrumentos, métodos e processos específicos de qualquer arte,

Leia mais

Curso EFA Técnico/a de Informática - Sistemas. Óbidos

Curso EFA Técnico/a de Informática - Sistemas. Óbidos Curso EFA Técnico/a de Informática - Sistemas Óbidos MÓDULO 769 Arquitectura interna do computador Carga horária 25 Objectivos No final do módulo, os formandos deverão: i. Identificar os elementos base

Leia mais

Fundamentos de Sistemas de Informação Hardware: Dispositivos de Entrada, Processamento e Saída

Fundamentos de Sistemas de Informação Hardware: Dispositivos de Entrada, Processamento e Saída Fundamentos de Sistemas de Informação Hardware: Dispositivos de Entrada, Processamento e Saída Profª. Esp. Milena Resende - milenaresende@fimes.edu.br Introdução O uso apropriado da tecnologia pode garantir

Leia mais

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação Informática Aplicada Revisão para a Avaliação 1) É necessário criar várias cópias de documentos importantes em locais diferentes. Esses locais podem ser pastas no HD interno ou HD externo, ou então em

Leia mais

INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES

INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES Instalação e Operação de Sistemas Informáticos 2.ºC CEF Operador (a) de Informática Nível II - [2012/2013] Sumário 2 1.ª a 3.ª aula Apresentação alunos e professor

Leia mais

frozza@ifc-camboriu.edu.brcamboriu.edu.br

frozza@ifc-camboriu.edu.brcamboriu.edu.br Informática Básica Conceitos Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.brcamboriu.edu.br Conceitos INFOR MÁTICA Informática INFOR MAÇÃO AUTO MÁTICA Processo de tratamento da informação

Leia mais

1. CAPÍTULO COMPUTADORES

1. CAPÍTULO COMPUTADORES 1. CAPÍTULO COMPUTADORES 1.1. Computadores Denomina-se computador uma máquina capaz de executar variados tipos de tratamento automático de informações ou processamento de dados. Os primeiros eram capazes

Leia mais

Aplicativos Informatizados da Administração. Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios.

Aplicativos Informatizados da Administração. Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios. Aplicativos Informatizados da Administração Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios. Habilidades, Competências e Bases Tecnológicas Bases tecnológicas: Fundamentos de equipamentos

Leia mais

Se ouço esqueço, se vejo recordo, se faço aprendo

Se ouço esqueço, se vejo recordo, se faço aprendo Se ouço o esqueço, se vejo recordo, se faço o aprendo Meios de Armazenamento Secundário Principais Dispositivos de Entrada Principais Dispositivos de Saída Outros Dispositivos de Entrada/Saída Meios de

Leia mais

Contextualização: Sistemas de Computação

Contextualização: Sistemas de Computação Contextualização: Sistemas de Computação Professor: Santiago Viertel dcc2sv@joinville.udesc.br Modelo de Computador Modelo de Computador: Informática Origem e Definição; Elementos Fundamentais; Hardware;

Leia mais

Programa A busca da formação integral de adolescentes que habitam as periferias e bolsões de miséria em Cascavel/PR através da saúde, do meio

Programa A busca da formação integral de adolescentes que habitam as periferias e bolsões de miséria em Cascavel/PR através da saúde, do meio Programa A busca da formação integral de adolescentes que habitam as periferias e bolsões de miséria em Cascavel/PR através da saúde, do meio ambiente, da cultura e da tecnologia O que é computador? O

Leia mais

Informática Aplicada

Informática Aplicada Informática Aplicada Conceitos Aula 2 Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2013 Esquema Geral do Computador HARDWARE; SOFTWARE. Prof. Walteno Martins Parreira

Leia mais

1/3/2011 HISTÓRIA DA INFORMÁTICA 5ª SÉRIE (6ºANO) INFORMÁTICA. INFORmação automática

1/3/2011 HISTÓRIA DA INFORMÁTICA 5ª SÉRIE (6ºANO) INFORMÁTICA. INFORmação automática HISTÓRIA DA INFORMÁTICA 5ª SÉRIE (6ºANO) INFORMAÇÃO TECNOLOGIA INFORMÁTICA INFORmação automática 2 1 Na China, 3000 anos antes de Cristo, surgiu o ábaco, primeiro equipamento para efetuar cálculos. 3 2

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM REDES DE COMPUTADORES

CURSO TÉCNICO EM REDES DE COMPUTADORES CURSO TÉCNICO EM REDES DE COMPUTADORES O QUE É UM COMPUTADOR? Os computadores são baseados na simples idéia de imitação. Ele faz essencialmente o mesmo que o cérebro humano faz: processa dados. Porém,

Leia mais

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto Introdução a Informática Prof.: Roberto Franciscatto 4.1 HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS Qualquer PC é composto pelos mesmos componentes básicos: Processador, memória, HD, placa-mãe, placa de vídeo e monitor

Leia mais

SUMÁRIO. 6. FERRAMENTAS E APLICATIVOS ASSOCIADOS À INTERNET: navegação, correio eletrônico, grupos de discussão, busca e pesquisa...

SUMÁRIO. 6. FERRAMENTAS E APLICATIVOS ASSOCIADOS À INTERNET: navegação, correio eletrônico, grupos de discussão, busca e pesquisa... RAFAEL MACEDO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 162 QUESTÕES DE PROVAS DA BANCA ORGANIZADORA DO CONCURSO SEFAZ/MS E DE OUTRAS INSTITUIÇÕES DE MS GABARITADAS. Seleção das Questões: Prof. Rafael Macedo Coordenação

Leia mais

Apostilas OBJETIVA Assistente Técnico Judiciário Edital/março 2015 TJ AM Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas - Concurso Público 2015

Apostilas OBJETIVA Assistente Técnico Judiciário Edital/março 2015 TJ AM Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas - Concurso Público 2015 Cargo: Assistente Técnico Judiciário Índice Pg. - Noções básicas de hardware e software - CPU e periféricos: conceitos... Exercícios pertinentes... MS Windows - Sistema operacional Windows (multiversão):

Leia mais

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware)

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Curso Conexão Noções de Informática Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Agenda ; Arquitetura do Computador; ; ; Dispositivos de Entrada e Saída; Tipos de Barramentos; Unidades de Medidas. Email:

Leia mais

Informática Computador Visão Geral. Prof. Marcos André Pisching, M.Sc.

Informática Computador Visão Geral. Prof. Marcos André Pisching, M.Sc. Informática Computador Visão Geral Prof. Marcos André Pisching, M.Sc. Objetivos Identificar os componentes básicos de um sistema de computador: entrada, processamento, saída e armazenamento. Relacionar

Leia mais