Museu do Marcapasso do DECA ganha sede fixa no Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia (IDPC)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Museu do Marcapasso do DECA ganha sede fixa no Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia (IDPC)"

Transcrição

1 Ano 2014, Dezembro, nº 3 Informativo do Departamento de Estimulação Cardíaca Artificial Museu do Marcapasso do DECA ganha sede fixa no Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia (IDPC) Dia do Portador de Marcapasso leva informação e serviço para mais de 27 mil pessoas e entra para a história da entidade CBHPM 2014: AMB anuncia novos procedimentos na área de estimulação cardíaca Artigos científicos discutem a Estimulação Ventricular Direita Septal Alta e o Choque de DEA no portador de marcapasso Pág. 6 Pág. 12 Págs. 9 e 10 1

2 Editorial Expediente Caros leitores É com muita satisfação que estamos terminando mais um ano de trabalho e, certamente, nossa diretoria não mediu esforços para cumprir as metas e realizar as ações que tinham como objetivo o fortalecimento do nosso departamento. Nessa edição mostraremos o grande impacto que o Dia do Portador de Marcapasso causou na mídia. A mobilização ocorreu em 39 cidades. As principais emissoras de TV, rádio, jornais locais e sites do Brasil deram amplo espaço para a ação do DECA. O dia 23 de setembro de 2014 entrou para a história do DECA/SBCCV como a maior ação da entidade em prol da população. Na área da educação médica continuada, foi à vez das cidades de Salvador, Bahia, Belo Horizonte, capital mineira, e São José dos Campos, no interior de São Paulo, receberem, em outubro e novembro, o PRONE (Programa Nacional de Ensino), levando conhecimento em estimulação cardíaca para clínicos, cardiologistas, residentes e estudantes de medicina dessas localidades. Parabenizamos os coordenadores locais pelo grande sucesso desses eventos. Na esquina científica, convidamos o Dr. André Queiroga, o Dr. Carlos Assumpção e a Dr. Stela Sampaio para abordarem temas importantes e atualizados na área da estimulação cardíaca. Enfim, temos a imensa alegria de comunicar que o Museu do Marcapasso do DECA está de casa nova. O maior acervo sobre estimulação cardíaca artificial do mundo, com mais de 500 peças, ficará hospedado no Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia. Boa Leitura. Genildo Ferreira Nunes Departamento de Estimulação Cardíaca - DECA Gestão 2014 Presidente Cláudio José Fuganti Vice-Presidente Luiz Paulo Rangel Gomes da Silva Secretária Cecília Monteiro Boya Barcellos Diretor Financeiro Antonio Malan Cavalcanti Lima Diretor Administrativo Álvaro Roberto Barros Costa Diretor Científico Antônio Vítor Moraes Júnior Diretora de Comunicação Stela Maria Vitorino Sampaio Diretor de Defesa Profissional Emanoel Gledeston Dantas Licarião Diretor de Eventos Giancarlo Grossi Mota Diretor de Memórias Genildo Ferreira Nunes Diretor de Registros Silas dos Santos Galvão Filho Diretor de Relação Institucional Eduardo Rodrigues Bento Costa Diretor da Relampa Celso Salgado de Melo Conselho Deliberativo Wilson Lopes Pereira Antonio Carlos Assumpção (Caio) Antônio Macedo do Nascimento Junior Cândido Rodrigues Martins Gomes José Carlos Pachón Mateos Comunicação: Débora Valejo Assessoria de Imprensa: DOC PRESS Diagramação: Rudolf Serviços Gráficos Impressão: Graftipo Canal aberto com o DECA: Compartilhe sua opinião sobre esta publicação e contribua para torná-la cada vez mais agradável, abrangente e útil. Envie elogios, críticas e sugestões para: Ou entre em contato conosco pelo endereço: Rua Beira Rio, 45 - conj Vila Olímpia - São Paulo (SP) - CEP Tels.: (11) / Visite nosso site: 2

3 Palavra do Presidente Caros colegas, Estamos realizando a última edição do nosso Jornal em Foi um ano de grandes realizações, o segundo de um projeto de três anos de gestão, iniciado na presidência do Dr. Luiz Paulo Rangel em 2013 e continuado em nosso mandato em Conseguimos cumprir toda a agenda programada em 2013, com a reprogramação da gestão administrativa do Departamento, reorganização da Relampa, trazendo toda sua edição para dentro da nossa sede. O Diretor da Relampa, Dr. Celso Salgado de Mello, tem realizado um excelente trabalho, trazendo significativa melhora no número e qualidade das publicações. Além disso, estamos fazendo um grande projeto de atualização dos dados do RBM até Em 2014, cumprimos também toda agenda do PRONE e Simpósio Internacional de Estimulação Cardíaca. Implantamos o projeto inédito DIA DO PORTADOR DE MARCAPASSO, com enorme repercussão nas mídias locais e nacional. Com grande alegria e orgulho, inauguramos a sede do Museu do Marcapasso no Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia (IDCP), graças ao inestimável esforço, dedicação e persistência da Dra. Amanda Guerra de Moraes Rego Souza, diretora geral do IDCP e ao incansável trabalho do Dr. Celso Salgado de Melo, o grande idealizador e responsável pela busca das mais de 500 peças que constituem o maior acervo sobre a história da estimulação cardíaca no Brasil. Comunicamos que a AMB confirmou a publicação de novos procedimentos na CBHPM 2014 relacionados à ECA, um trabalho conjunto com o DECA/SBCCV. Nossa agenda em 2015 será a validação dos procedimentos no Rol da ANS. A parte negativa do ano foi a relação extremamente conflituosa com a SOBRAC, que teve início em fevereiro de 2014 com a solicitação da extinção do Grupo de Estudos em ECA, criado pelo DECA na SBC em 2013, e que culminou com a publicação no site da SOBRAC da prova de proficiência em Estimulação Cardíaca Artificial, prontamente retirada do site após nossos protestos. Vivenciamos também a completa exclusão do DECA da programação de estimulação cardíaca artificial (ECA) e da presença no Congresso Brasileiro de Arritmias Cardíacas de 2014, rompendo unilateralmente acordo de 12 anos entre as duas sociedades. Tudo isso foi amplamente discutido na assembleia da SOBRAC no CBAC no Rio de Janeiro. Sentindo-se agredido, desrespeitado e tendo a responsabilidade de representar, normatizar e defender a ECA brasileira há mais de 30 anos, o DECA foi obrigado a recorrer as vias judiciais para garantir e resguardar o direito legítimo de cerca de 800 afiliados, cardiologistas e cirurgiões cardíacos que efetivamente exercem a ECA no Brasil. Esperamos que o alvorecer de 2015 traga de volta o diálogo de bom senso entre as duas sociedades, para que possamos caminhar realmente para a tão esperada união das sociedades desde que as competências de cada uma, eletrofisiologia clínica e estimulação cardíaca, sejam reconhecidas e respeitadas mutuamente. Terminamos 2014 com a sensação do dever cumprido, tendo uma atuação firme na defesa dos interesses e na garantia de direitos sobre a ECA nacional, para todos nossos afiliados. Um Natal repleto de muita paz e alegria, não esquecendo do verdadeiro significado dessa data, onde o nascimento de Jesus vem renovar todas as nossas esperanças. Um Ano Novo com grandes conquistas e realizações!!! Cláudio Fuganti Índice O Museu do Marcapasso do DECA está de casa nova 4 Lançamento do Tratado de Estimulação Cardíaca no Dante Pazzanese de Cardiologia, em São Paulo 5 Dia do Portador de Marcapasso acontece simultaneamente em 39 cidades brasileiras 6 Na mídia: Dia do Portador de Marcapasso foi destaque em mais de 100 veículos de comunicação, entre TVs, rádios, jornais locais e sites 8 Estimulação Ventricular Direita Septal Alta: Devemos Esquecer Esta Ideia? 9 É seguro um portador de marcapasso receber um choque de DEA? 10 DECA realiza PRONEs em Salvador (BA), Belo Horizonte (MG) e São José dos Campos (SP) 12 Resolução Normativa da CBHPM 2014 contempla novos procedimentos na área de estimulação cardíaca 12 3

4 Capa O Museu do Marcapasso do DECA está de casa nova O maior acervo sobre estimulação cardíaca artificial do mundo com mais de 500 peças ficará hospedado, a partir de agora, no Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia (IDPC). No último dia 27 de novembro, foi inaugurada a sede fixa do Museu do Marcapasso do DECA. A cerimônia contou com a presença da diretora do IDPC, Amanda Guerra, do presidente do DECA, Dr. Claudio Fuganti e do idealizador e curador do museu Dr. Celso Salgado de Melo, entre outros membros da diretoria da entidade. A inauguração do museu, que fica ao lado do Auditório Décio Silvestre Kormann, no andar da diretoria, coincidiu com o encerramento do Jubileu de Diamante do Instituto. O convite da diretora do Dante, Amanda Guerra de Moraes Rego Souza, coroou os esforços de Celso Salgado de Melo, e de todas as diretorias recentes do Departamento que vinham incansavelmente procurando um local adequado para o nosso brilhante museu. Isso é mais uma prova de que, quando lutamos as brigas justas, os resultados positivos podem demorar, mas sempre aparecem, comemorou Cláudio Fuganti. E não é por acaso que a casa própria do Museu seja no Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia. A principal ajuda para reunir as peças foi do Departamento de Estimulação Cardíaca Artificial do Dante, do acervo de Décio Kormann, e de colegas de várias regiões do Brasil, que enviaram marcapassos e outros equipamentos, ressalta Celso Salgado de Melo. O Museu reúne geradores de marcapassos antigos, cabos-eletrodos, cartazes, fitas cassete, fitas de vídeo, fotografias, programadores antigos, livros, folders, filmes V8 e peças originais fabricadas artesanalmente na antiga oficina do Instituto de Cardiologia do Estado de São Paulo. No final de 1974, comecei a colecionar geradores de marcapasso com desgastes, que eram substituídos durante as cirurgias de pacientes em Uberaba. Em um ano, já 4

5 Capa tinha conseguido um grande número de peças, lembra o criador do museu. O acervo também tem peças internacionais. Nesses anos de história, mantivemos muitos intercâmbios, principalmente com Seymour Furman, responsável pelo museu da Heart Rhythm Society, presente em vários congressos americanos. Muitas peças repetidas foram trocados com eles. Enviamos também várias peças para o museu da Bakken Society and Library, de Minneapolis (EUA), lembra Celso Salgado de Melo. No site do Museu (http://www.deca.org.br/museu/), en contram-se todas as peças fotografadas e catalogadas, que pode ser acessadas por todos que desejam conhecer a fantástica história da estimulação cardíaca artificial. Lançamento do Tratado de Estimulação Cardíaca no Dante Pazzanese de Cardiologia, em São Paulo Dr. Celso Salgado de Melo A 5ª edição do Tratado de estimulação cardíaca artificial acaba de ser lançada no Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia. Ampliada e atualizada, a obra reúne todas as informações para aqueles que desejam conhecer o funcionamento dos dispositivos cardíacos eletrônicos implantáveis. Editada por Celso Salgado de Melo, diretor do DECA, Tratado de estimulação cardíaca artificial possui 62 capítulos escritos por renomados especialistas da área com o objetivo de apresentar todas as informações a respeito dos dispositivos e seus avanços tecnológicos como por exemplo: complexo estimulante do coração; bradiarritmias; conceitos básicos na estimulação cardíaca; cabos-eletrodos; indicações para o implante de marcapasso definitivo; marcapasso como opção terapêutica para o tratamento da insuficiência cardíaca; síndrome do QRS largo e síndrome ventricular do marcapasso: uma nova fase na estimulação cardíaca artificial; evidências atuais para a indicação de cardiodesfibriladores implantáveis; e arritmias na estimulação cardíaca artificial. 5

6 Aconteceu Dia do Portador de Marcapasso acontece simultaneamente em 39 cidades brasileiras Uma mobilização sem precedentes. O dia 23 de setembro de 2014 entrou para a história do DECA/SBCCV como a maior ação da entidade em prol da população. Profissionais de 39 cidades se engajaram para levar informação e serviço para mais de 27 mil pessoas, de norte a sul do país. Araçatuba (SP) Belo Horizonte (MG) Brasília (DF) Palmas (TO) 6 Para o presidente do DECA, Dr. Cláudio Fuganti, o envolvimento e dedicação dos coordenadores locais foram fundamentais para o sucesso da campanha, pioneira no Brasil. As ações foram variadas e aconteceram em parques, hospitais, entidades médicas, shoppings, universidades, cen tros médicos, terminais de ônibus, postos de saúde, Belém (PA) Boa Vista (RR) Campo Grande (MS) Recife (PE) Natal (RN) Ribeirão Preto (SP) Santos (SP) Alagoas (AL)

7 Aconteceu entre outros. Além da distribuição de cartilhas, houve também avaliação gratuita dos dispositivos eletrônicos implantáveis cardíacos, exposição de aparelhos, exibição de vídeos informativos, palestras, realização de eletrocardiograma, serviços como aferição de pressão, avaliação de glicemia e orientação de reanimação em caso de parada cardiorrespiratória; com a presença de cardiologistas estimulistas, fisioterapeutas e profissionais diretamente ligados ao implante de marcapassos. Algumas cidades realizaram ações simultâneas em locais variados, como São Paulo (4 hospitais e uma praça), Rio de Janeiro (3 hospitais) e Maceió (4 hospitais). O Dia do Portador de Marcapasso também teve o objetivo de alertar a opinião pública sobre a necessidade de melhorar o acesso dos pacientes que precisam desses dispositivos e ao profissional médico, principalmente no Sistema Único de Saúde, uma vez que atualmente muitas pessoas morrem na fila de espera por um implante. Ano que vem pretendemos ampliar a ação e prestar serviço para um número ainda maior de pessoas. É preciso alertar a opinião pública sobre a necessidade de melhorar o acesso dos pacientes ao profissional médico, conclui Cláudio Fuganti. Curitiba (PR) Fortaleza (CE) Goiânia (GO) Itajuba (MG) Uberaba (MG) Hospital São Luiz do Jabaquara - São Paulo (SP) Juiz de Fora (MG) Marília (SP) São Paulo (SP) Londrina (PR) Salvador (BA) Santa Casa - São Paulo (SP) Franca (SP) São José dos Campos (SP) 7

8 Aconteceu Na mídia: Dia do Portador de Marcapasso foi destaque em mais de 100 veículos de comunicação, entre TVs, rádios, jornais locais e sites As principais emissoras de TV, rádio, jornais locais e sites do Brasil deram amplo espaço para a ação do DECA. Ao todo, foram exibidas pelo menos 34 matérias em telejornais nacionais e locais, que atingiram mais de 4 milhões de telespectadores em todo o país; mais de 20 matérias em rádios, com um público estimado de quase 1 milhão de ouvintes; e os jornais impressos publicaram mais de 55 matérias, lidas por pelo menos 2,2 milhões de leitores. 8

9 Esquina Científica Estimulação Ventricular Direita Septal Alta: Devemos Esquecer Esta Ideia? por André Queiroga - Doutor em Medicina Cardiovascular Pela Universidade de Birmingham - Reino Unido A estimulação cardíaca permanente em ápice do ventrículo direito pode estar correlacionada à deterioração da função sistólica de ventrículo esquerdo em longo prazo, com desenvolvimento de cardiomiopatia dilatada e consequente insuficiência cardíaca. A estimulação septal alta de ventrículo direito há muito é sugerida como alternativa mais fisiológica 1, respeitando os caminhos naturais do sistema de condução intraventricular. Para testar esta hipótese, o estudo multicêntrico PROTECT PACE 2, do grupo de Gammage et al, apresentado no HEART RHYTHM 2014, recrutou 240 pacientes com bloqueio atrioventricular (BAV) de alto grau e função de ventrículo esquerdo normal, randomizando-os para estimulação septal alta de ventrículo direito versus estimulação apical de ventrículo direito. Após dois anos de acompanhamento, ambos os grupos demonstraram diminuição da fração de ejeção (FE) em relação aos valores de base. Contudo, não houve diferença de FE entre os dois grupos de estimulação cardíaca (eletrodo ventricular em septo alto versus ponta), concluindo-se que a estimulação septal alta de ventrículo direito não conferiu nenhum efeito protetor sobre função ventricular após seguimento de dois anos. Apenas o tempo de fluoroscopia foi significativamente maior na estimulação septal alta em comparação com a estimulação apical (10.6 minutos vs 5.3 minutos, p<0,001). Seria este o fim da estimulação septal alta? O tempo de fluoroscopia certamente não é o problema principal, pois tecnicamente o implante é, no máximo, marginalmente mais difícil que na estimulação apical alta. Além do mais, em estudos clínicos, sabe-se que nem sempre as mãos mais experientes realizam os implantes. Resta-nos apenas ponderar se esses dados permanecerão os mesmos após um período maior de acompanhamento ou se houve algum erro na concepção e desenho do estudo. Será que ficaremos com o mesmo dissabor dos resultados do UK PACE 3, que também foi incapaz de mostrar benefícios da estimulação bicameral sobre a monocameral ventricular em pacientes com BAV avançado, acima de 70 anos de idade? O bom senso certamente orienta-nos a implantar eletrodos ventriculares septais altos, mas infelizmente as evidências ainda não consubstanciam esta prática. Referências bibliográficas 1. Harris ZI, Gammage MD. Alternative Right Ventricular Pacing Sites: Do We Need Them? Europace. 2000;2: Kaye JC, Linker NJ, Marwick T, Pouliot E and Gammage MD. A Randomized Comparison of the Effect of Right Ventricular Apex and High Septum on Left Ventricular Sistolic Function in Patients with High Grade Atrioventriclar Block: The Results of the Protect-Pace Study. Heart Rhythm. Vol. 11, nº 5, May Supplement 2014, S Toff WD, Camm AJ and Skehan JD, for the United Kingdom Pacing and Cardiovascular Events (UKPACE) Trial Investigators. Single-Chamber versus Dual-Chamber Pacing for High-Grade Atrioventricular Block. N Engl J Med 2005;353: O Departamento de Estimulação Cardíaca Artificial (DECA) informa a mudança de endereço da nossa sede para Departamento de Estimulação Cardíaca Artificial Rua Afonso Celso, 1178 Vila Mariana, São Paulo SP CEP: , próximo a estação Santa Cruz do Metrô 9

10 Esquina Científica É seguro um portador de marcapasso receber um choque de DEA? por Antonio Carlos Assumpção - Mestre, Doutor, Especialista em Estimulação Cardíaca (DECA) O idoso é a faixa da população que mais cresce 1 e a degeneração do sistema de condução, a dislipidemia, hipertensão, diabetes e coronariopatia, contribuem para o aparecimento de substratos arritmogênicos 2. A cardiopatia isquêmica é a maior causa de morte súbita 3. Tanto as bradi como as taquiarritmias aumentam com a idade. A cardioversão desfibrilação transtorácica (CDT) é uma terapia eficaz para taquicardias malignas e o desenvolvimento dos marcapassos (MP) permitiram a recuperação de bradicardias 2,4. O número de portadores de MP, bem como a ocorrência de paradas cardíacas extra hospitalares, vem aumentando 4. Desfibriladores cardíacos externos, capazes de interromper morte arrítmica não ficaram restritos a hospital. Na forma que equipamentos automáticos ou semiautomáticos, denominados desfibriladores externos automáticos (DEA), passaram a equipar veículos de atendimento médico, se tornaram obrigatórios em locais de aglomeração populacional, como aeronaves, aeroportos, locais de espetáculos, estádios, etc e capazes de serem operados por leigos. A possibilidade aplicação de CDT em um portador de MP ficou muito provável. Os DEA utilizam ondas monofásicas (Mono) e/ou bifásicas (Bi) de 120 a 360 Joules(J) 5 e não se conhece os efeitos adversos do seu uso na clínica, particularmente em portadores de MP. Mais de /ano DEA são vendidos nos EUA. Seu uso aumenta a sobrevivência após parada cardíaca fora de hospital, reforçando a importância da compreensão do efeito sobre o limiar de estimulação ventricular (LEV) após CDT 4. Assim algumas perguntas merecem respostas: É seguro a CDT em portadores de MP? Qual o comportamento do LEV após uma CDT? O aumento do LEV tem sido observado após CDT, contudo, poucos estudos avaliaram este fenômeno em relação a energia e a forma de onda. Analisamos, em suínos submetidos a MP, o LEV após CDT de 360J, mono e Bi, comparando-se os resultados, a cada minuto, durante 10 minutos em três situações: 10 sem indução de fibrilação ventricular (FV) e CDT, (Grupo I); induzindo FV, sem intervenção por um minuto, massagem cardíaca externa por 2 minutos e CDT, (Grupo II) e FV, sem intervenção por 2 minutos, massagem cardíaca por 4 minutos e CDT, (Grupo III). (Figura. 1). A impedância e onda R foram obtidas no inicio e final de cada experimento. Um total de 143 experimentos foram concluídos. No final do período, os grupos I e II mostraram valores constantes LEV. O Grupo III mostrou aumento no LEV após choque Mono e Bi, sem diferença entre elas. O choque Mono foi associada a maiores valores de LEV quando o tempo de FV foi maior. (Gráfico. 1 e Gráfico. 2) A onda R e impedância antes e depois de um choque externo não mostrou diferenças entre os grupos. A incorporação de tecnologia como, diodo regulador de tensão 6, evolução da estrutura dos e ampliação da área de contato dos eletrodos, associado ao fato da CDT não utilizar o eletrodo de comando 7, indicam o motivo de não encontrarmos alterações do LEV nos Grupos I e II. Figura 1. A) Distribuição das ETAPAS e Grupos.

11 Esquina Científica Gráfico 1. Evolução dos LEV após choque Mono nos diferentes Grupos. (*P < 0.05 e **P < pelo teste Bon fer - roni post-hoc para comparações múltiplas). Gráfico 2. Evolução dos LEV após choque Bi nos diferentes grupos, sem evidências de alterações significativas. A isquemia, explica as alterações do Grupo III, que em Mono e Bi houve um aumento gradual do LEV, pela diminuição das correntes iônicas, quando a hipóxia prolongada passa ser o fator determinante, demonstrado por Reiter 8. Zhang, concluiu que o choque Bi foi superior na interrupção da FV, com menor dano miocárdico 9. Tang, após FV, observou diferença desfavorável da função ventricular utilizando ondas Mono 10. Como todos receberam a mesma técnica anestésica e as curvas do Grupo III tem variações semelhantes, acreditamos que as diferença foram devidos ao formato de onda, quando associadas à isquemia miocárdica. Por utilizarmos um MP atual, as informações de segurança destes dispositivos submetidos a CDT são concretas e sugerem que considerando o LEV, a CDT em portadores de MP podem ser seguras nas seguintes situações: tratamento de TPSV/Fibrilação atrial/flutter atrial (Gru po I); PCR em um menor intervalo, como em hospitais, clínicas e ambulatórios, (Grupo II); PCR Em atendimentos fora de hospitais, (Grupo III). Conclusão A CDT não tem impacto significativo sobre o LEV, neste modelo. Na Mono, houve aumento do LEV quando o período de FV foi mais longo. Referências bibliográficas 1. Tarlov AR. The coming influence of a social sciences perspective on medical education. Academic medicine: journal of the Association of American Medical Colleges Nov;67(11): Duprez DA. Angina in the elderly. European heart journal Dec;17 Suppl G: Gandhi MM. Clinical epidemiology of coronary heart disease in the UK. British journal of hospital medicine Jun 18-Jul 8;58(1): Weisfeldt ML, Sitlani CM, Ornato JP, Rea T, Aufderheide TP, Davis D, et al. Survival after application of automatic external defibrillators before arrival of the emergency medical system: evaluation in the resuscitation outcomes consortium population of 21 million. Journal of the American College of Cardiology Apr 20;55(16): PubMed PMID: Fornazier CM, S.C.; Buss, G.; Trindade,E.; Pereira,A.A.; Barbieri,D.X.; Silva, J.E.L.; et. al. BIT - Boletim Informativo de Tecnovigilância. In: ANdVS A, editor. Abordagem de Vigilância Sanitária de Produtos para Saúde Comercialidados no Brasil: Desfibrilador Externo. BIT n 1 Jan - Fev - Mar de 2011 ed. Brasilia: Ministério da Saúde; Lau FY, Bilitch M, Wintroub HJ. Protection of implanted pacemakers from excessive electrical energy of D.C. shock. The American journal of cardiology Feb;23(2): Yee R, Jones DL, Jarvis E, Donner AP, Klein GJ. Changes in pacing threshold and R wave amplitude after transvenous catheter countershock. Journal of the American College of Cardiology Sep;4(3): Reiter MJ, Lindenfeld J, Tyndal CM, Jr., Breckinridge S, Mann DE. Effects of ventricular fibrillation and defibrillation on pacing threshold in the anesthetized dog. Journal of the American College of Cardiology Jan;13(1): Zhang Y, Karlsson G, Davies LR, Coddington WJ, Kerber RE. Biphasic and monophasic transthoracic defibrillation in pigs with acute left ventricular dysfunction. Resuscitation Jul;50(1): Tang W, Weil MH, Sun S, Povoas HP, Klouche K, Kamohara T, et al. A comparison of biphasic and monophasic waveform defibrillation after prolonged ventricular fibrillation. Chest Sep;120(3):

12 PRONE DECA realiza PRONEs em Salvador (BA), Belo Horizonte (MG) e São José dos Campos (SP) Salvador (BA) Belo Horizonte (MG) São José dos Campos (SP) As cidades de Salvador, Bahia, Belo Horizonte, capital mineira, e São José dos Campos, no interior de São Paulo, receberam, em outubro e novembro, o PRONE (Programa Nacional de Ensino), realizado pelo Departamento de Estimulação Cardíaca Artificial (DECA) para levar conhecimento para clínicos, cardiologistas, residentes e estudantes de medicina de todo o país. A programação foi dividida em dois dias, com módulos temáticos em Síncope, Morte Súbita, Fibrilação Atrial e Insuficiência Cardíaca. Em seis anos, mais de 2500 profissionais em 25 cidades, já participaram do Programa Nacional de Ensino do DECA, que reúne os maiores especialistas da área para apresentar o que há de mais moderno no combate às doenças. A agenda dos PRONEs de 2015 estará disponível no site do DECA em breve.. Salvador BA Acontece Resolução Normativa da CBHPM 2014 contempla novos procedimentos na área de estimulação cardíaca A Associação Médica Brasileira (AMB) acaba de incluir os procedimentos Implante de Cardiodesfibrilador Multissítio TRC-D (Gerador e Eletrodos) e Implante de Monitor de Eventos (Looper Implantável) na Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM). A Resolução Normativa CNHM nº 016/2014 foi aprovada pela Câmara Técnica Permanente da CBHPM de 11/09/2014 e tem validade imediata. Nossa agenda em 2015 será a validação dos procedimentos no Rol da ANS, quando então haverá obrigatoriedade na cobertura desses procedimentos por parte dos Planos de Saúde Complementar. Parabéns a todos do DECA/SBCCV que há anos trabalham pela Estimulação Cardíaca no Brasil, comemorou o presidente do DECA, Cláudio Fuganti.

Arritmias Cardíacas Classificação e Tratamento Emergencial. Classificação das Arritmias (Segundo a Freqüência Cardíaca Associada)

Arritmias Cardíacas Classificação e Tratamento Emergencial. Classificação das Arritmias (Segundo a Freqüência Cardíaca Associada) Arritmias Cardíacas Classificação e Tratamento Emergencial Prof. Dr. Luiz F. Junqueira Jr. Universidade de Brasília Departamento de Clínica Médica - Laboratório Cardiovascular Hospital Universitário de

Leia mais

Relatório Assessoria de Imprensa *** BOOK 2012

Relatório Assessoria de Imprensa *** BOOK 2012 Relatório Assessoria de Imprensa *** BOOK 2012 Índice Atividades: Pág. 03 Resultados 2012: Pág. 04 Imprensa Mídia/Origem Meses: Pág. 06 Imprensa Segmentos de imprensa: Pág. 07 Imprensa Qualidade dos espaços

Leia mais

Dissociação atrioventricular

Dissociação atrioventricular ELETROCARDIOGRAMA Antonio Américo Friedmann I Clínica Geral do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (Professor Milton de Arruda Martins) não é um diagnóstico de arritmia

Leia mais

NOTA TÉCNICA 63 2011 PROPOSTA DE AMPLIAÇÃO DO PROJETO VIDA NO TRÂNSITO

NOTA TÉCNICA 63 2011 PROPOSTA DE AMPLIAÇÃO DO PROJETO VIDA NO TRÂNSITO NOTA TÉCNICA 63 2011 PROPOSTA DE AMPLIAÇÃO DO PROJETO VIDA NO TRÂNSITO Repasse financeiro do Fundo Nacional de Saúde aos Fundos de Saúde Estaduais, Municipais e do Distrito Federal, por meio do Piso Variável

Leia mais

Estimulação Cardíaca Artificial Marcapasso. Sammylle Gomes de Castro

Estimulação Cardíaca Artificial Marcapasso. Sammylle Gomes de Castro Estimulação Cardíaca Artificial Marcapasso Sammylle Gomes de Castro Catharina Serafin e Hugo von Ziemssen 1950 primeiros marcapassos móveis com fonte de energia elétrica Auxilio dos experimentos com hipotermia

Leia mais

Arritmias Cardíacas e Morte Súbita

Arritmias Cardíacas e Morte Súbita Arritmias Cardíacas e Morte Súbita SOBRAC Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas www.sobrac.org (Marco Paulo Tomaz Barbosa) Qual o órgão mais importante do corpo humano? Claro que EU sou o mais Importante!!!

Leia mais

DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA

DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA Analista de Correios / Administrador AC / Rio Branco 123 1 123,00 Analista de Correios / Técnico em Comunicação Social Atuação: Jornalismo AC / Rio Branco 27 1 27,00 Médico do Trabalho Formação: Medicina

Leia mais

INTERVALO E VISITA À EXPOSIÇÃO PARALELA - TEMA LIVRE PÔSTER GRUPO I

INTERVALO E VISITA À EXPOSIÇÃO PARALELA - TEMA LIVRE PÔSTER GRUPO I XXII CONGRESSO NACIONAL DO DEPARTAMENTO DE ERGOMETRIA, EXERCÍCIO, REABILITAÇÃO CARDIOVASCULAR, CARDIOLOGIA NUCLEAR E CARDIOLOGIA DO ESPORTE. PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA QUINTA-FEIRA 29 DE OUTUBRO DE 2015 07:30H

Leia mais

HOSPITAL SÃO FRANCISCO RIBEIRÃO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO PROGRAMA TEÓRICO E PRÁTICO PARA ESTÁGIO EM CARDIOLOGIA EM 2016

HOSPITAL SÃO FRANCISCO RIBEIRÃO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO PROGRAMA TEÓRICO E PRÁTICO PARA ESTÁGIO EM CARDIOLOGIA EM 2016 HOSPITAL SÃO FRANCISCO RIBEIRÃO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO PROGRAMA TEÓRICO E PRÁTICO PARA ESTÁGIO EM CARDIOLOGIA EM 2016 Credenciado e reconhecido pela Sociedade Brasileira de Cardiologia Início 2 de Fevereiro

Leia mais

DISCIPLINA DE CARDIOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ARRITMIAS CARDÍACAS

DISCIPLINA DE CARDIOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ARRITMIAS CARDÍACAS DISCIPLINA DE CARDIOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ARRITMIAS CARDÍACAS Prof. Humberto Villacorta Arritmias Cardíacas Ritmo Sinusal, taquicardia e bradicardia sinusais Bradiarritmias Extra-sístoles

Leia mais

Procedimentos Operacionais padrão das unidades integradas de Saúde Unimed Rio

Procedimentos Operacionais padrão das unidades integradas de Saúde Unimed Rio Jornada Unimed Rio A Prática Cardiológica no Cenário da Alta Complexidade Insuficiência Cardíaca e a Utilização de Marcapassos, Ressincronizadores e Desfibriladores Implantáveis Procedimentos Operacionais

Leia mais

I CURSO INTERNACIONAL DE ARRITMIAS BIOCOR INSTITUTO:

I CURSO INTERNACIONAL DE ARRITMIAS BIOCOR INSTITUTO: I CURSO INTERNACIONAL DE ARRITMIAS BIOCOR INSTITUTO: Realidade e Tendencias Rua da Paisagem, bairro Vila da Serra, Nova Lima, 5 e 6 de novembro de 2010 DIRETOR DO CURSO DR EDUARDO BACK STERNICK BIOCOR

Leia mais

Avaliação de Tecnologias em Saúde

Avaliação de Tecnologias em Saúde Câmara Técnica de Medicina Baseada em Evidências Avaliação de Tecnologias em Saúde Assunto: Comparativo entre as marcas de cardioversores desfibriladores(cdi) Canoas, setembro de 2009 Avaliação da Câmara

Leia mais

Principais Arritmias Cardíacas

Principais Arritmias Cardíacas Principais Arritmias Cardíacas Arritmia É qualquer mudança na freqüência ou configuração das ondas individuais do eletrocardiograma. Chamamos de arritmias cardíacas toda alteração na condução elétrica

Leia mais

Mulheres em rede pela humanização da assistência ao parto. O trabalho da Rede Parto do Princípio

Mulheres em rede pela humanização da assistência ao parto. O trabalho da Rede Parto do Princípio Mulheres em rede pela humanização da assistência ao parto O trabalho da Rede Parto do Princípio Enfª Marisol Figueiredo Almeida Bacharel em enfermagem UCB Pós Graduanda em atenção integral à saúde materno-infantil

Leia mais

PROGRAMA IV BRASIL PREVENT & II LATIN AMERICAN PREVENT DATA: 05 A 07 DEZEMBRO 2013 BAHIA OTHON PALACE HOTEL SALVADOR BAHIA

PROGRAMA IV BRASIL PREVENT & II LATIN AMERICAN PREVENT DATA: 05 A 07 DEZEMBRO 2013 BAHIA OTHON PALACE HOTEL SALVADOR BAHIA PROGRAMA IV BRASIL PREVENT & II LATIN AMERICAN PREVENT DATA: 05 A 07 DEZEMBRO 2013 BAHIA OTHON PALACE HOTEL SALVADOR BAHIA Sábado 07 de Dezembro de 2013 09:00 10:30 Sessão 4 Novas Estratégias Para Prevenção

Leia mais

Órteses, Próteses e Materiais Especiais OPME

Órteses, Próteses e Materiais Especiais OPME Órteses, Próteses e Materiais Especiais OPME Martha Oliveira Diretora-Presidente Substituta Brasília, 14 de abril de 2015 Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS Dimensão do setor OPMEs no âmbito da

Leia mais

ANEXO II - PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS - MODELO DE PROPOSTA PROPOSTADEFORNECIMENTO

ANEXO II - PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS - MODELO DE PROPOSTA PROPOSTADEFORNECIMENTO ANEXO II - PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS - MODELO DE PROPOSTA PROPOSTADEFORNECIMENTO Ref.:COTAÇÃO ELETRÔNICANº003/2015 ApresentamosnossapropostaparafornecimentodosItensabaixodiscriminados,conformeAnexoI

Leia mais

PROGRAMA TEÓRICO E PRÁTICO PARA ESTÁGIO EM CARDIOLOGIA 2014 Credenciado e reconhecido pela Sociedade Brasileira de Cardiologia

PROGRAMA TEÓRICO E PRÁTICO PARA ESTÁGIO EM CARDIOLOGIA 2014 Credenciado e reconhecido pela Sociedade Brasileira de Cardiologia HOSPITAL SÃO FRANCISCO RIBEIRÃO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO PROGRAMA TEÓRICO E PRÁTICO PARA ESTÁGIO EM CARDIOLOGIA 2014 Credenciado e reconhecido pela Sociedade Brasileira de Cardiologia Início 28 de Fevereiro

Leia mais

EXAMES COMPLEMENTARES: ECG NORMAL. Diego A. H. Ortega dos Santos 07/11/12

EXAMES COMPLEMENTARES: ECG NORMAL. Diego A. H. Ortega dos Santos 07/11/12 EXAMES COMPLEMENTARES: ECG NORMAL Diego A. H. Ortega dos Santos 07/11/12 OBJETIVOS 1) Revisar Eletrofisiologia Cardíaca 2) Compreender o ECG - Quanto aos valores - Quanto à técnica - Quanto às derivações

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA O CONCURSO DE PROFICIÊNCIA NA ÁREA DE ARRITMIA CLÍNICA. Período de Inscrição: de 09 de agosto a 21 de setembro de 2010.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA O CONCURSO DE PROFICIÊNCIA NA ÁREA DE ARRITMIA CLÍNICA. Período de Inscrição: de 09 de agosto a 21 de setembro de 2010. 1 EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA O CONCURSO DE PROFICIÊNCIA NA ÁREA DE ARRITMIA CLÍNICA Local: Durante o XXVII Congresso Brasileiro de Arritmias Cardíacas no Centro de Convenções na Rua Constante Sodré, nº.

Leia mais

Artigo. Diagnóstico diferencial de taquicardia de QRS estreito

Artigo. Diagnóstico diferencial de taquicardia de QRS estreito rtigo Revista da SOCIEDDE DE CRDIOLOGI DO ESTDO DO RIO GRNDE DO SUL Diagnóstico diferencial de taquicardia de QRS estreito *Eduardo Bartholomay **Rafael Moraes ***Guilherme Gazzoni ****Renata Etchepare

Leia mais

FEIRÃO CAIXA DA CASA PRÓPRIA. II Fórum de Comunicação do Governo Federal no Nordeste 11 NOV 2008

FEIRÃO CAIXA DA CASA PRÓPRIA. II Fórum de Comunicação do Governo Federal no Nordeste 11 NOV 2008 FEIRÃO CAIXA DA CASA PRÓPRIA ESTRATÉGIA DO FEIRÃO OS PÚBLICOS TRABALHADOS ESTRATÉGIA DE COMUNICAÇÃO RESULTADOS ESTRATÉGIA DO FEIRÃO Disponibilizar espaço para a interação entre demanda (população), oferta

Leia mais

REDE D Or de Hospitais Instituto D Or de Pesquisa e Ensino

REDE D Or de Hospitais Instituto D Or de Pesquisa e Ensino REDE D Or de Hospitais Instituto D Or de Pesquisa e Ensino Serviço de Arritmia, Eletrofisiologia e Estimulação Cardíaca Artificial CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM ARRITMIA CLÍNICA E MÉTODOS DIAGNÓSTICOS NÃO

Leia mais

ÍUÍA Paula Hodas Advogada - Departamento Jurídico

ÍUÍA Paula Hodas Advogada - Departamento Jurídico CM do Brasil General Motors dobrasil Ltda. Av.Indlanópolis, 3096 BlocoA-2a andar Planalto Paulista - São Paulo SP-Brasil CEP 04062-003 São Paulo, 16 de dezembro de 2013. Aos Órgãos de Defesa do Consumidor

Leia mais

MICROCEFALIA DENGUE CHIKUNGUNYA ZIKA NOVEMBRO DE 2015

MICROCEFALIA DENGUE CHIKUNGUNYA ZIKA NOVEMBRO DE 2015 MICROCEFALIA DENGUE CHIKUNGUNYA ZIKA NOVEMBRO DE 2015 Situação da microcefalia no Brasil Até 21 de novembro, foram notificados 739 casos suspeitos de microcefalia, identificados em 160 municípios de nove

Leia mais

Miniaturização no Pacing permanente

Miniaturização no Pacing permanente Miniaturização no Pacing permanente Para onde vamos? Dr. Luis Alves Carpinteiro CHLN / HSM Miniaturização no pacing permanente A miniaturização de sistemas implantáveis para terapia de ritmo cardíaco designa

Leia mais

REGULAMENTO TIM LIBERTY WEB

REGULAMENTO TIM LIBERTY WEB REGULAMENTO TIM LIBERTY WEB O plano TIM Liberty Web é composto por seis pacotes para utilização em computadores, notebooks ou tablets com as seguintes características. Pacote de dados Volume de Valor do

Leia mais

Imagem da Semana: Eletrocardiograma e Radiografia de tórax

Imagem da Semana: Eletrocardiograma e Radiografia de tórax Imagem da Semana: Eletrocardiograma e Radiografia de tórax Figura 1: Primeiro eletrocardiograma realizado. Figura 2: Segundo eletrocardiograma realizado. Figura 3: Radiografia de tórax nas incidências

Leia mais

Política Nacional de Saúde Bucal

Política Nacional de Saúde Bucal MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DE SAÚDE BUCAL Política Nacional de Saúde Bucal Brasil Sorridente, suas ações, abrangências e como as

Leia mais

Curso Nacional de Reciclagem em Cardiologia Região Sul 20 a 24 de setembro de 2006 ACM - Florianópolis

Curso Nacional de Reciclagem em Cardiologia Região Sul 20 a 24 de setembro de 2006 ACM - Florianópolis Curso Nacional de Reciclagem em Cardiologia Região Sul 20 a 24 de setembro de 2006 ACM - Florianópolis Dr. José Carlos Moura Jorge Laboratório de Eletrofisiologia de Curitiba Bradicardia Sinusal. Doença

Leia mais

Ministério da Saúde Conselho Nacional de Saúde/CNS

Ministério da Saúde Conselho Nacional de Saúde/CNS Ministério da Saúde Conselho Nacional de Saúde/CNS Ministério da Saúde Conselho Nacional de Saúde/CNS Comissão Nacional de Ética em Pesquisa 256ª Reunião Ordinária CNS Jorge Alves de Almeida Venancio 09/04/2014

Leia mais

Percepção Institucional

Percepção Institucional Percepção Institucional Junho/2007 Recorte de notícias editado pela Assessoria de Imprensa Reajuste dos planos de saúde é destaque de junho O presidente da Unimed do Brasil, Celso Barros, comentou o reajuste

Leia mais

Pluralidade dos Meios de Comunicação

Pluralidade dos Meios de Comunicação Pluralidade dos Meios de Comunicação Novembro/212 APRESENTAÇÃO A pesquisa Pluralidade dos Meios de Comunicação, desenvolvida pelo Instituto Palavra Aberta entidade criada em fevereiro de 21 pela Abert

Leia mais

TECNOLOGIA PARA UM MUNDO MELHOR

TECNOLOGIA PARA UM MUNDO MELHOR TECNOLOGIA PARA UM MUNDO MELHOR Garantir que todas as pessoas tenham oportunidade de utilizar equipamentos e redes de comunicação digital é uma das principais formas de contribuir para o desenvolvimento

Leia mais

COORDENADOR: PROF. LUIZ F. SALAZAR DISCIPLINA: SEMIOLOGIA CARDIOVASCULAR

COORDENADOR: PROF. LUIZ F. SALAZAR DISCIPLINA: SEMIOLOGIA CARDIOVASCULAR PROCAPE / - CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM CARDIOLOGIA ANO: 0 HORÁRIO: 07:30 HS. ( em ponto) COORNADOR: PROF. LUIZ F. SALAZAR DISCIPLINA: SEMIOLOGIA CARDIOVASCULAR 07.0 ª A ANAMNESE EM CARDIOLOGIA SINTOMAS Dr.Luiz

Leia mais

Interior de SP. Mailing Jornais

Interior de SP. Mailing Jornais São Paulo AGORA SÃO PAULO BRASIL ECONÔMICO D.C.I. DESTAK (SP) DIÁRIO DO COMMERCIO (SP) DIÁRIO DE SÃO PAULO DIÁRIO DO GRANDE ABC EMPREGO JÁ (SP) EMPREGOS & CONCURSOS (SP) EMPRESAS & NEGÓCIOS (SP) FOLHA

Leia mais

TESTE DO REFLEXO VERMELHO tem ampla campanha nacional de divulgação

TESTE DO REFLEXO VERMELHO tem ampla campanha nacional de divulgação 8 Teste do Olhinho TESTE DO REFLEXO VERMELHO tem ampla campanha nacional de divulgação Quando estava grávida, descobri que, logo ao nascer, de preferência na maternidade, todo bebê deve fazer um exame

Leia mais

Hotelaria Hospitalar. Comunicação e Treinamentos Histórico da Empresa e Sua Sócia Fundadora

Hotelaria Hospitalar. Comunicação e Treinamentos Histórico da Empresa e Sua Sócia Fundadora Hotelaria Hospitalar Comunicação e Treinamentos Histórico da Empresa e Sua Sócia Fundadora Hotelaria Hospitalar Comunicação e Treinamentos Histórico da Empresa Data da Fundação e Público Alvo; Missão,

Leia mais

Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS

Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS Brasília, 11 de junho de 2014. SISTEMÁTICA ATUAL Desde 01/01/2010, o INSS direciona os benefícios para o vencedor do Lote, desde que

Leia mais

MAILING TVs PÚBLICAS

MAILING TVs PÚBLICAS MAILING TVs PÚBLICAS Associação Brasileira das Emissoras Públicas Educativas e Culturais ABEPEC foi criada oficialmente em abril de 1998, a entidade tem personalidade jurídica de direito privado, sem fins

Leia mais

Detecção precoce de cardiotoxicidade em Oncologia

Detecção precoce de cardiotoxicidade em Oncologia Congresso Novas Fronteiras em Cardiologia Detecção precoce de cardiotoxicidade em Oncologia Andreia Magalhães Fevereiro/2013 Cardiotoxicidade Lesão cardíaca induzida por fármacos utilizados no tratamento

Leia mais

Resultados da Movimentação de Viagens Organizadas na Temporada de Inverno 2014

Resultados da Movimentação de Viagens Organizadas na Temporada de Inverno 2014 Resultados da Movimentação de Viagens Organizadas na Temporada de Inverno 2014 EQUIPE TÉCNICA DO IPETURIS Coordenação: Mariana Nery Pesquisadores: César Melo Tamiris Martins Viviane Silva Suporte: Gerson

Leia mais

Projeto: Curta Esmeralda Ortiz

Projeto: Curta Esmeralda Ortiz Projeto: Curta Esmeralda Ortiz Uma história de superação que poderá ser um alento para quem sofre com a dependência química e também para seus familiares. Um filme que tem o propósito de ajudar na prevenção

Leia mais

DO COLETÂNEA ONLINE. Brasil Dados Públicos. atos oficiais atos administrativos processos judiciais editais, Avisos e Contratos orçamentos da União,

DO COLETÂNEA ONLINE. Brasil Dados Públicos. atos oficiais atos administrativos processos judiciais editais, Avisos e Contratos orçamentos da União, folheto de especificações ONLINE atos oficiais atos administrativos processos judiciais editais, Avisos e Contratos orçamentos da União, Estados e Municípios Base de dados eletrônica que contém a íntegra

Leia mais

A Receita Federal a Serviço do Contribuinte. Avaliação 4º. Semestre 10/12/2009. Reunião Empresas

A Receita Federal a Serviço do Contribuinte. Avaliação 4º. Semestre 10/12/2009. Reunião Empresas NF-e Avaliação 4º. Semestre 10/12/2009 Reunião Empresas Nacional Projeto NF-e Agenda NF-e Cenário atual da NF-e; Desafios para 2010: Implantação da obrigatoriedade definida no Protocolo ICMS 42/2009; Implantação

Leia mais

Diretoria de Geociências Coordenação de Geografia. Regiões de Influência das Cidades

Diretoria de Geociências Coordenação de Geografia. Regiões de Influência das Cidades Diretoria de Geociências Coordenação de Geografia Regiões de Influência das Cidades 2007 Objetivos Gerais Hierarquizar os centros urbanos Delimitar as regiões de influência associadas aos centros urbanos

Leia mais

Aeroportos no Brasil: investimentos recentes, perspectivas e preocupações

Aeroportos no Brasil: investimentos recentes, perspectivas e preocupações Aeroportos no Brasil: investimentos recentes, perspectivas e preocupações Carlos Campos Neto carlos.campos@ipea.gov.br Frederico Hartmann de Souza frederico.souza@ipea.com.br Abril de 2011 Objetivos Avaliar

Leia mais

Programa de Requalificação de UBS. Março/2015

Programa de Requalificação de UBS. Março/2015 Programa de Requalificação de UBS Março/2015 PROGRAMA DE REQUALIFICAÇÃO DE UBS Instituído no ano de 2011 OBJETIVOS: Criar incentivo financeiro para as UBS Contribuir para estruturação e o fortalecimento

Leia mais

CARTA DE SÃO PAULO 5º CONGRESSO BRASILEIRO SOBRE O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS E A SEGURANÇA DO PACIENTE

CARTA DE SÃO PAULO 5º CONGRESSO BRASILEIRO SOBRE O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS E A SEGURANÇA DO PACIENTE CARTA DE SÃO PAULO 5º CONGRESSO BRASILEIRO SOBRE O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS E A SEGURANÇA DO PACIENTE A realização do I Congresso Brasileiro sobre o Uso Racional de Medicamentos

Leia mais

PANORAMA DOS SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA

PANORAMA DOS SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA PANORAMA DOS SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA ( 44.ª EDIÇÃO ) AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES - ANATEL PANORAMA DOS SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA PRESIDENTE Ronaldo Mota Sardenberg CONSELHEIROS Emília

Leia mais

[297] 136. MONITORIZAÇÃO CARDÍACA

[297] 136. MONITORIZAÇÃO CARDÍACA Parte VI P R O T O C O L O S D E P R O C E D I M E N T O S [297] Avançar o guia através da agulha. Monitorizar o ECG, devido a risco de produção de arritmias. Remover a agulha deixando o fio guia. Empregar

Leia mais

Pesquisa da 10ª Semana. Coordenação de Estudos Sócioeconômicos CESES Departamento de Difusão Fomento e Economia de Museus DDFEM Ibram, 2012

Pesquisa da 10ª Semana. Coordenação de Estudos Sócioeconômicos CESES Departamento de Difusão Fomento e Economia de Museus DDFEM Ibram, 2012 Pesquisa da 10ª Semana de Museus Coordenação de Estudos Sócioeconômicos CESES Departamento de Difusão Fomento e Economia de Museus DDFEM Ibram, 2012 Panorama geral - Pesquisa da 10ª Semana Nº entradas

Leia mais

Curriculum Vitae. Graduação Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Paraná 1976.

Curriculum Vitae. Graduação Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Paraná 1976. Curriculum Vitae Identificação Nome: Sérgio do Carmo Jorge Nascimento: 12. Abril. 1952 Filiação: Armando Jorge e Altina Mazucco Jorge Naturalidade: São Manuel SP Nacionalidade: Brasileiro RG: 5.272.833

Leia mais

ADA. ão, acesso venoso, e drogas. desfibrilação

ADA. ão, acesso venoso, e drogas. desfibrilação C - CIRCULAÇÃO BÁSICA B E AVANÇADA ADA Monitoração, desfibrilação ão, acesso venoso, e drogas Hospital Municipal Miguel Couto Centro de Terapia Intensiva Dr David Szpilman CONCEITO DE PCR: Cessação súbita

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE APRIMORAMENTO NA ÁREA DE ARRITMIAS, ELETROFISIOLOGIA E ESTIMULAÇÃO CARDÍACA ARTIFICIAL DO HOSPITAL DO CORAÇÃO

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE APRIMORAMENTO NA ÁREA DE ARRITMIAS, ELETROFISIOLOGIA E ESTIMULAÇÃO CARDÍACA ARTIFICIAL DO HOSPITAL DO CORAÇÃO REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE APRIMORAMENTO NA ÁREA DE ARRITMIAS, ELETROFISIOLOGIA E ESTIMULAÇÃO CARDÍACA ARTIFICIAL DO HOSPITAL DO CORAÇÃO CAPÍTULO I Conceito Art. 1º - O Programa de Aprimoramento

Leia mais

É uma ação permanente de promoção dos museus brasileiros coordenada pelo Ibram;

É uma ação permanente de promoção dos museus brasileiros coordenada pelo Ibram; Pesquisa da 13ª Semana Nacional de Museus Período de aplicação: 25 de maio a 30 de junho de 2015 Coordenação de Estudos Socioeconômicos e Sustentabilidade Ceses Departamento de Difusão, Fomento e Economia

Leia mais

Ficha Técnica. Supervisão Comissão de Organização, Normas e Procedimentos CONP

Ficha Técnica. Supervisão Comissão de Organização, Normas e Procedimentos CONP Referência Ficha Técnica Plano de comunicação Resolução n 1.025, de 30 de outubro de 29 Supervisão Comissão de Organização, Normas e Procedimentos CONP Elaboração Projeto ART e Acervo Técnico - Equipe

Leia mais

Endereços das Secretarias Estaduais de Educação

Endereços das Secretarias Estaduais de Educação Endereços das Secretarias Estaduais de Educação ACRE MARIA CORRÊA DA SILVA Secretária de Estado da Educação do Acre Rua Rio Grande do Sul, 1907- Aeroporto Velho CEP: 69903-420 - Rio Branco - AC Fone: (68)

Leia mais

Cardiologia NOÇÕES DE ELETROCARDIOGRAFIA

Cardiologia NOÇÕES DE ELETROCARDIOGRAFIA NOÇÕES DE ELETROCARDIOGRAFIA O ELETROCARDIOGRAMA É O REGISTRO DA ATIVIDADE ELÉTRICA DO CORAÇÃO Aplicações do Cardiologia Eletrocardiograma Isquemia miocárdica e infarto Sobrecargas (hipertrofia) atriais

Leia mais

1º Encontro de Comunicação do Setor Sucroenergético de Minas BELO HORIZONTE 08/10/09

1º Encontro de Comunicação do Setor Sucroenergético de Minas BELO HORIZONTE 08/10/09 1º Encontro de Comunicação do Setor Sucroenergético de Minas Gerais BELO HORIZONTE 08/10/09 . Jornal Canavial SIAMIG-SINDAÇÚCAR-MG EVOLUÇÃO DA COMUNICAÇÃO. Criação do Boletim Eletrônico. Criação do Site

Leia mais

Uma proposta da ISES do Brasil

Uma proposta da ISES do Brasil Uma proposta da ISES do Brasil INTRODUÇÃO: Aeroportos x Geração Fotovoltaica Características construtivas: praticamente horizontais, grandes áreas; Formadores de opinião e tomadores de decisão passam por

Leia mais

Pesquisa Rodoviária CNT 2002. Relatório Gerencial

Pesquisa Rodoviária CNT 2002. Relatório Gerencial Pesquisa Rodoviária CNT 2002 Relatório Gerencial APRESENTAÇÃO A Pesquisa Rodoviária CNT que este ano entra em sua sétima edição é o mais importante balizador da sociedade brasileira para planejar, investir,

Leia mais

Unidade I: SEPN 515 - Bloco B - Ed. Ômega CEP: 70770-502 - Brasília - DF Telefone: (61) 3448-1000

Unidade I: SEPN 515 - Bloco B - Ed. Ômega CEP: 70770-502 - Brasília - DF Telefone: (61) 3448-1000 5. órgãos do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) Unidade I: SEPN 515 - Bloco B - Ed. Ômega CEP: 70770-502 - Brasília - DF Telefone: (61) 3448-1000

Leia mais

Avaliação do Evento. 23 SET a 26 SET de 2012 São Luís - MA

Avaliação do Evento. 23 SET a 26 SET de 2012 São Luís - MA Avaliação do Evento 23 SET a 26 SET de 2012 São Luís - MA Realização Aspectos desta Avaliação Opinião dos Participantes sobre o Evento Carga Horária por Atividade Opiniões, Sugestões e Comentários Opinião

Leia mais

Sobre o Cineboteco. Em operação nos melhores bares e restaurantes de São Paulo, Rio de Janeiro e em mais 26 cidades do país.

Sobre o Cineboteco. Em operação nos melhores bares e restaurantes de São Paulo, Rio de Janeiro e em mais 26 cidades do país. MEDIAKIT 2014 Sobre o Cineboteco Líder em mídia digital place based (DPb), fundada em 2003, especializada em bares e restaurantes. Desde 2010, o Cineboteco integra a Rede Elemidia, parte do Grupo Abril.

Leia mais

Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Ação Comunitária Coordenadoria de Extensão e Ação Comunitária PROPOSTA DE PROGRAMA

Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Ação Comunitária Coordenadoria de Extensão e Ação Comunitária PROPOSTA DE PROGRAMA Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Ação Comunitária Coordenadoria de Extensão e Ação Comunitária Coordenadoria de Extensão e Ação Comunitária PROPOSTA DE PROGRAMA Número da Ação (Para

Leia mais

ELETROCARDIOGRAMA AS BASES FISIOLÓGICAS DA ELETROCARDIOGRAFIA. Grupo de Fisiologia Geral da Fundação Universidade de Caxias do Sul

ELETROCARDIOGRAMA AS BASES FISIOLÓGICAS DA ELETROCARDIOGRAFIA. Grupo de Fisiologia Geral da Fundação Universidade de Caxias do Sul ELETROCARDIOGRAMA AS BASES FISIOLÓGICAS DA ELETROCARDIOGRAFIA Grupo de Fisiologia Geral da Fundação Universidade de Caxias do Sul Grupo de Fisiologia Geral da Universidade de Caxias do Sul AS BASES FISIOLÓGICAS

Leia mais

Ações e Experiências de Operadoras na Gestão de suas Redes Assistenciais. Flávio Bitter

Ações e Experiências de Operadoras na Gestão de suas Redes Assistenciais. Flávio Bitter Ações e Experiências de Operadoras na Gestão de suas Redes Assistenciais Flávio Bitter outubro 2015 Destaques Presença Nacional Beneficiários (Mil) Operadora líder no mercado brasileiro de Saúde suplementar,

Leia mais

23b/2010. Briefing Campanhas de Comunicação Projeto Fortalecimento da Capacidade Técnica da Participação Social na Regulação Anexo I

23b/2010. Briefing Campanhas de Comunicação Projeto Fortalecimento da Capacidade Técnica da Participação Social na Regulação Anexo I 23b/2010 Briefing Campanhas de Comunicação Projeto Fortalecimento da Capacidade Técnica da Participação Social na Regulação Anexo I Índice Objeto...03 Contexto...04 Fato Principal...05 Relação total de

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO Nota Técnica elaborada em 01/2014 pela CGAN/DAB/SAS. MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO NOTA TÉCNICA Nº15/2014-CGAN/DAB/SAS/MS

Leia mais

BALANÇO 2014 Políticas para as Mulheres

BALANÇO 2014 Políticas para as Mulheres BALANÇO 2014 Dilma Rousseff Presidenta da República Eleonora Menicucci Ministra de Estado Chefe da Secretaria de Políticas para as Mulheres Linda Goulart Secretária-Executiva Aparecida Gonçalves Secretária

Leia mais

Diretrizes de reanimação cardiopulmonar

Diretrizes de reanimação cardiopulmonar Enf: Karin Scheffel Diretrizes de reanimação cardiopulmonar Atendimento inicial suporte básico (BLS) ou suporte primário Atendimento avançado ACLS (Circulation. 2010;122[suppl 3]:S787 S817.) http://circ.ahajournals.org/content/122/18_suppl_3/s787.full

Leia mais

Tabela 1 - Centros de Residência Credenciados pelo MEC

Tabela 1 - Centros de Residência Credenciados pelo MEC Tabela 1 - Centros de Residência Credenciados pelo MEC Região Centros Vagas Oferecidas Vagas Ocupadas % Ocupação % Não Ocupação Estado Sudeste 23 177 38 21,47% 78,53% SP 12 123 31 25,20% 74,80% RJ 7 34

Leia mais

Avon contra o Câncer de Mama 3 de outubro, o espaço será aberto ao público. Fonte Rosa e Árvore da Vida Doe sua selfie

Avon contra o Câncer de Mama 3 de outubro, o espaço será aberto ao público. Fonte Rosa e Árvore da Vida Doe sua selfie Instituto Avon leva a cor rosa para o Parque do Ibirapuera em ação que inclui passeio em roda-gigante e espetáculo na fonte para sensibilizar sobre o câncer de mama Ação é parte da campanha mundial da

Leia mais

O NOVO FORMATO PARA MATERIAIS DE EXIBIÇÃO NA GLOBO

O NOVO FORMATO PARA MATERIAIS DE EXIBIÇÃO NA GLOBO BOLETIM DE INFORMAÇÃO PARA PUBLICITÁRIOS comercialredeglobocombr Maio de 2010 n 570 XDCAM O NOVO FORMATO PARA MATERIAIS DE EXIBIÇÃO NA GLOBO As emissoras da Rede Globo inovam mais uma vez, lançando um

Leia mais

MAPEAMENTO ELETROANATOMICO NA ABLAÇÃO. Cristiane Miranda Hospital São Lucas - RJ

MAPEAMENTO ELETROANATOMICO NA ABLAÇÃO. Cristiane Miranda Hospital São Lucas - RJ MAPEAMENTO ELETROANATOMICO NA ABLAÇÃO Cristiane Miranda Hospital São Lucas - RJ Técnica da ablação Ao final do período, 66% dos pacientes tratados com ablação permaneceram livres dos sintomas, contra 16%

Leia mais

XI. Elaboração de Laudo NO POPULAR... COMO EU POSSO LAUDAR UM EXAME DE HOLTER? Noite de 6ª feira...curso de 24 h de Holter em São Paulo...discussão de exames...sala cheia (graças a Deus!)... Este que

Leia mais

Artigo. de CARDIOLOGIA do RIO GRANDE DO SUL

Artigo. de CARDIOLOGIA do RIO GRANDE DO SUL Artigo REVISTA da SOCIEDADE de CARDIOLOGIA do RIO GRANDE DO SUL Marcapasso Cardíaco e Cardioversor-desfibrilador Implantável Acompanhamento Gilberto Venossi Barbosa Orlando Carlos Belmonte Wender Eduardo

Leia mais

Tire suas dúvidas sobre: PLANOS DE SAÚDE. Núcleo Especializado de. Defesa do Consumidor

Tire suas dúvidas sobre: PLANOS DE SAÚDE. Núcleo Especializado de. Defesa do Consumidor Tire suas dúvidas sobre: PLANOS DE SAÚDE Núcleo Especializado de Defesa do Consumidor O que é Plano de Saúde? EXPEDIENTE Texto Núcleo Especializado de Defesa do Consumidor Revisão Coordenadoria de Comunicação

Leia mais

São Paulo, São José do Rio Preto, Rio de Janeiro, Porto Alegre

São Paulo, São José do Rio Preto, Rio de Janeiro, Porto Alegre 579 Recomendações do Departamento de Arritmias e Eletrofisiologia Clínica (DAEC) da Sociedade Brasileira de Cardiologia para Indicações de Implante de Marcapasso Definitivo, Escolha do Modo de Estimulação

Leia mais

APRESENTAÇÃO QUALIVIDA

APRESENTAÇÃO QUALIVIDA APRESENTAÇÃO QUALIVIDA (143.846 segurados ) (1.010.965 associados) (1.403.755 associados) (373.839 associados) 4.389 empresas 3.000.000 vidas * Dados jan 2013 2 MISSÃO NOSSA MISSÃO NOSSA MISSÃO Tornar

Leia mais

ALBERTINA MARIA DE SOUZA COSTA

ALBERTINA MARIA DE SOUZA COSTA Visas Estaduais ACRE AC ALBERTINA MARIA DE SOUZA COSTA Gerente Da Divisão De Vigilância Sanitária Estadual Rua Benjamim Constant, Nº 830, 4º Andar - Centro CEP: 69908-520 Rio Branco AC Tel.: (68) 3215-2774

Leia mais

Posicionamento do (s) eletrodo (s) MSE e MIE

Posicionamento do (s) eletrodo (s) MSE e MIE ELETROCARDIOGRAMA O eletrocardiograma (ECG) é o registro das forças INTERPRETAÇÃO BÁSICA DO ELETROCARDIOGRAMA elétricas produzidas pelo coração. O corpo age como um condutor gigante de corrente elétricas.

Leia mais

Aeroportos Copa do Mundo 2014. 14 Dezembro 2009

Aeroportos Copa do Mundo 2014. 14 Dezembro 2009 Aeroportos Copa do Mundo 2014 14 Dezembro 2009 Belo Horizonte e Confins - MG 1. Aeroporto Internacional Tancredo Neves Confins 2. Aeroporto de Belo Horizonte/ Pampulha Carlos Drummond de Andrade Brasília

Leia mais

planejamento de comunicação 2011 1. INFORMAÇÕES DA ORGANIZAÇÃO

planejamento de comunicação 2011 1. INFORMAÇÕES DA ORGANIZAÇÃO 1. INFORMAÇÕES DA ORGANIZAÇÃO 1 Nome da Organização: Associação de Defesa Etnoambiental Kanindé 2 Data da Fundação: 15 de novembro de 1992 3 Localização: R. D. Pedro II 1892, sala 7 - Bairro Nossa Sra.

Leia mais

Inventar com a diferenca,

Inventar com a diferenca, Inventar com a diferenca, cinema e direitos humanos PATROCÍNIO APOIO REALIZAÇÃO Fundação Euclides da Cunha O que é Inventar com a diferença: cinema e direitos humanos O projeto visa oferecer formação e

Leia mais

A Atividade Elétrica do Coração http://www.geocities.ws/equipecv/fisiologia/ativeletrica.html

A Atividade Elétrica do Coração http://www.geocities.ws/equipecv/fisiologia/ativeletrica.html A Atividade Elétrica do Coração http://www.geocities.ws/equipecv/fisiologia/ativeletrica.html 1. A contração das células musculares cardíacas é acionada por um potencial de ação elétrico Conforme o músculo

Leia mais

Perfil Municipal de Fortaleza. Tema X: A Dinâmica das Classes Sociais na Última Década. Edição Especial. Nº 45 Novembro 2012

Perfil Municipal de Fortaleza. Tema X: A Dinâmica das Classes Sociais na Última Década. Edição Especial. Nº 45 Novembro 2012 Nº 45 Novembro 2012 Edição Especial Perfil Municipal de Fortaleza Tema X: A Dinâmica das Classes Sociais na Última Década 4 1 GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Cid Ferreira Gomes Governador Domingos Gomes de

Leia mais

Tipo de PCR Fibrilação Ventricular Desfibrilação Princípios da Desfibrilação Precoce Tipos de Desfibrilador

Tipo de PCR Fibrilação Ventricular Desfibrilação Princípios da Desfibrilação Precoce Tipos de Desfibrilador Qual a importância do Desfibrilador Externo Automático (DEA) em praias e balneários e especialmente em casos de afogamento? (versão datada de 24/03/2013) Aprovado pela Diretoria da Sociedade Brasileira

Leia mais

INCOR COMEMORA 1OOº TRANSPLANTE CARDÍACO PEDIÁTRICO

INCOR COMEMORA 1OOº TRANSPLANTE CARDÍACO PEDIÁTRICO Sugestão de nota de agenda INCOR Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP 16 de maio de 2011 INCOR COMEMORA 1OOº TRANSPLANTE CARDÍACO PEDIÁTRICO No sábado, 7 de maio, o coração dos profissionais

Leia mais

EVENTOS NA ÁREA DA SAÚDE: A importância da realização de eventos científicos para a atualização da classe médica.

EVENTOS NA ÁREA DA SAÚDE: A importância da realização de eventos científicos para a atualização da classe médica. EVENTOS NA ÁREA DA SAÚDE: A importância da realização de eventos científicos para a atualização da classe médica. Manuella Borges Silveira¹ Orientador: Jonice Strozzi de Oliveira² Resumo O presente artigo

Leia mais

Reajuste de valores dos procedimentos pelo SUS

Reajuste de valores dos procedimentos pelo SUS Departamento de Estimulação Cardíaca Artificial Ano 2010, Dezembro, n 03 Informativo do Departamento de Estimulação Cardíaca Artificial Entrevista Saiba mais sobre a importância e o funcionamento do Registro

Leia mais

Consulta de puericultura agora está no Rol da ANS

Consulta de puericultura agora está no Rol da ANS Consulta de puericultura agora está no Rol da ANS Colegas pediatras, A Sociedade Brasileira de Pediatria, com o apoio da Sociedade Mineira de Pediatria, convoca a todos - filiadas e pediatras que se mobilizem

Leia mais

RELATÓRIO DA ÁREA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL ANASPS 2006

RELATÓRIO DA ÁREA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL ANASPS 2006 RELATÓRIO DA ÁREA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL ANASPS 2006 Em 2006, no período, a área de Comunicação Social da ANASPS seguiu intensificando suas atividades: Foram produzidas: 1 - Cinco edições do JORNAL DA ANASPS,

Leia mais

Plano Estratégico de Comunicação Integrada

Plano Estratégico de Comunicação Integrada Plano Estratégico de Comunicação Integrada 2015 2016 SBN 2015-2016 1 - Plano Estratégico de Comunicação Integrada Comunicação Imprensa Publicidade Marketing Cursos Eventos Ações pontuais 1 - Plano Estratégico

Leia mais

07 de maio. motiva campanha publicitária do CBO. em defesa da saúde ocular e das prerrogativas profissionais do médico oftalmologista

07 de maio. motiva campanha publicitária do CBO. em defesa da saúde ocular e das prerrogativas profissionais do médico oftalmologista 31 07 de maio motiva campanha publicitária do CBO em defesa da saúde ocular e das prerrogativas profissionais do médico oftalmologista A semana comemorativa do Dia do Médico Oftalmologista foi palco para

Leia mais

Batendo Papo sobre Holter. Bradiarritmias. Editor. Dr. José Luiz B. Cassiolato. Colaboradores

Batendo Papo sobre Holter. Bradiarritmias. Editor. Dr. José Luiz B. Cassiolato. Colaboradores Bradiarritmias Editor Dr. José Luiz B. Cassiolato Colaboradores Dr. Ivan G. Maia Dra. Fátima Dumas Cintra Dr. João Pimenta Norman Holter, pai da eletrocardiografia dinâmica, não poderia imaginar a fantástica

Leia mais

Eventos. Observação 17 a 22 mar. 1947

Eventos. Observação 17 a 22 mar. 1947 s 1º Congresso eiro de Enfermagem São Paulo Elaborar em conjunto, um programa eficiente de enfermagem, visando o desenvolvimento da profissão num plano elevado Zaira Cintra Vidal (2º Gestão) 1947 17 a

Leia mais

UOL e o Segmento Imobiliário

UOL e o Segmento Imobiliário UOL e o Segmento Imobiliário Já somos mais de 83 milhões de internautas no Brasil 11% NORDESTE 8% NORTE/ CENTRO- OESTE 67% SUDESTE 14% SUL Fonte: Estimativa comscore (outubro/ 2011) 3º meio com mais Penetração

Leia mais