Hermann Blumenau - Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal. Materiais Dentários. Professora: Patrícia Cé

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Hermann Blumenau - Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal. Materiais Dentários. Professora: Patrícia Cé"

Transcrição

1 Hermann Blumenau - Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal Materiais Dentários Professora: Patrícia Cé

2 Introdução AULA II Materiais de Moldagem Alginato Polissulfeto Poliéter Silicone de condensação Silicone de adição Pasta zinco-eugenólica Godiva Cera

3 Introdução Materiais de Moldagem Moldagem é o ato técnico de se obter impressão ou molde de uma estrutura ou superfície. Em Odontologia, é o ato de selecionar, manipular, inserir o material de moldagem em uma moldeira, posicioná-la na boca do paciente e mantê-la imóvel até a completa reação de polimerização do material e em seguida, removê-la.

4 Introdução Materiais de Moldagem Molde é o produto de uma moldagem, ou seja, a impressão ou cópia negativa de uma estrutura ou superfície que servirá para reproduzir a estrutura moldada.

5 Introdução Materiais de Moldagem Modelo é a reprodução de uma estrutura ou superfície, obtida com material próprio, a partir de uma impressão ou molde.

6 Materiais Dentários Alginato Alginato de sódio O material de escolha para a obtenção de moldes e posterior confecção dos modelos de estudo é o hidrocolóide irreversível, também conhecido como alginato. Os principais fatores responsáveis pelo sucesso desse material são a facilidade de manipulação, conforto para o paciente e o baixo custo.

7 Materiais Dentários Alginato de sódio É um composto químico, é o sal de sódio do ácido algínico. Ele forma uma goma, quando extraido das paredes celulares de algas castanhas. É usado pela indústria de alimentos para aumentar a viscosidade e como emulsificante. Alginato

8 Alginato Propriedades físico-químicas Atóxico (não libera subprodutos) Fluidez limitada Elasticidade (baixa resistência ao rasgamento)

9 Alginato Tipo I (presa rápida): 1-2 min. Tipo II (presa normal): 2-4 min a 23ºC

10 Materiais Dentários Os elastômeros podem ser indicados para moldagem de próteses (próteses fixas e próteses sobre implantes). De modo geral, os elastômeros são utilizados em duas consistências (viscosidades), cuja diferença é a quantidade de sílica.

11 Materiais Dentários Introdução - Características A polimerização ocorre por um processo de condensação ou adição. Na condensação há formação de subprodutos, o que pode interferir com a Estabilidade dimensional do material;

12 Materiais Dentários - Características Recuperam a forma original quando a carga é removida. Precisão suficiente para a confecção de todos os tipos de prótese. Polimerização em temperatura ambiente. Quando polimerizados, são considerados sólidos viscoelásticos

13 Polissulfeto Por apresentarem boa estabilidade dimensional, facilidade de manuseio e baixo custo, o polissulfeto e o poliéter regular, tem sido uelizados para a realização de moldagens em prótese fixa com o uso de casquetes individuais de resina acrílica.

14 Poliéter O poliéter apresenta maior módulo de elasecidade, maior resistência à compressão, e menor resistência ao rasgamento, quando comparado com o polissulfeto.

15 Silicona de adição Indicações Coroas Inlays Onlays Prótese parcial removível Implantes * Deve ser manipulada SEM luva

16 Silicona de condensação Indicações Moldagens de preparos dentais, próteses parciais removíveis e totais Menor fidelidade de cópia quando comparada à silicona de adição * Pode ser manipulada com ou sem luva

17 Custo Adição Condensação Poliéter Polissulfeto (Mercaptana) Mais caro Tempo de trabalho Polissulfeto (Mercaptana)- maior tempo de trabalho

18 Sabor e Odor Polissulfeto(Mercaptana): desagradável Poliéter: amargo Adição e Condensação: sem sabor ou odor Tempo de presa: Polissulfeto (Mercaptana): maior tempo de presa

19 Facilidade de remoção Polissulfeto (Mercaptana) Silicone de Condensação Silicone de Adição Poliéter Maior facilidade Resistência ao rasgamento Polissulfeto (Mercaptana) Silicone de Adição Poliéter Silicone de Condensação Maior resistência

20 Recuperação eláseca Silicone de Adição= Poliéter (praecamente 100%) Silicone de Condensação Polissulfeto (Mercaptana) Maior recuperação Estabilidade!dimensional Silicone de Adição= Poliéter Mercaptana Silicone de Condensação Maior estabilidade

21 Contração do molde Condensação Polissulfeto (Mercaptana) Poliéter Adição Maior contração Indicações As caracterísecas do material ditarão suas indicações.

22 Pasta ZOE Pasta Zinco- eugenólica (ZOE) Pasta Lysanda É desenada à moldagem de bocas totalmente desdentadas. Vantagens - não é irritante a mucosa bucal, nem possui sabor desagradável, presa rápida; - não é desconfortável para o paciente e economizando o tempo dispensado pelo profissonal; - reproduz corretamente os diferentes pormenores da mucosa bucal; - adere perfeitamente à moldeira e, quando endurecida, não adere à mucosa bucal ou às mãos do profissional.

23 Godiva Godiva É um material aneláseco indicado para moldagem em regiões sem retenções em acientes edêntulos (desdentados); Indicado para registro de mordida com arco facial.

24 Cera Cera As cera são ueliazdas na odontologia para escultura, registro de mordida, adaptação de moldeiras.

25 A VIDA É COMO ANDAR DE BICICLETA, PARA TER EQUILÍBRIO VOCÊ TEM QUE SE MANTER EM MOVIMENTO... ALBERT EINSTEIN

Módulo I: MATERIAIS DE MOLDAGEM

Módulo I: MATERIAIS DE MOLDAGEM SUBSECRETARIA DE ESTADO DE DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE ODONTOLOGIA CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS ODONTOLÓGICAS Módulo I: MATERIAIS DE MOLDAGEM

Leia mais

Curso de Auxiliar em Saude Bucal - ASB Faculdade de Odontologia - UPF. Materiais de Moldagem

Curso de Auxiliar em Saude Bucal - ASB Faculdade de Odontologia - UPF. Materiais de Moldagem Curso de Auxiliar em Saude Bucal - ASB Faculdade de Odontologia - UPF Materiais de Moldagem MATERIAIS DE MOLDAGEM Material de moldagem ideal: É o material que captura com precisão os detalhes das estruturas

Leia mais

Hermann Blumenau - Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal. Materiais Dentários. Professora: Patrícia Cé

Hermann Blumenau - Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal. Materiais Dentários. Professora: Patrícia Cé Hermann Blumenau - Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal Materiais Professora: Patrícia Cé Introdução AULA I Vernizes Cimento de hidróxido de Cálcio Cimento de Ionômero de Vidro Cimento de

Leia mais

Módulo I: MATERIAIS DE MOLDAGEM. Aula 2

Módulo I: MATERIAIS DE MOLDAGEM. Aula 2 SUBSECRETARIA DE ESTADO DE DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE ODONTOLOGIA CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS ODONTOLÓGICAS Módulo I: MATERIAIS DE MOLDAGEM

Leia mais

07/10/2009. Vazamento imediato. Silicona por condensação. Polissulfetos. Poliéter < < > > Silicona por Condensação. Elastômeros

07/10/2009. Vazamento imediato. Silicona por condensação. Polissulfetos. Poliéter < < > > Silicona por Condensação. Elastômeros 07/10/2009 ELASTÔMERS QuickTime and a Sorenson Video 3 decompressor are needed to see this picture. Siliconas por condensação Siliconas por adição Polissulfetos Poliéter Elastômeros Silicona por condensação

Leia mais

Clinical Update. Materiais de Moldagem Hidroclóides Irreversíveis (Alginato) Preparação. (Fig. 1) JELTRATE e JELTRATE PLUS

Clinical Update. Materiais de Moldagem Hidroclóides Irreversíveis (Alginato) Preparação. (Fig. 1) JELTRATE e JELTRATE PLUS Materiais de Moldagem Hidroclóides Irreversíveis (Alginato) A construção de modelos e troquéis sempre foi uma etapa importante para os mais variados procedimentos odontológicos. Sobre os modelos obtidos

Leia mais

MOLDAGEM E CONFECÇÃO DE MODELO DE ESTUDO

MOLDAGEM E CONFECÇÃO DE MODELO DE ESTUDO MOLDAGEM E CONFECÇÃO DE MODELO DE ESTUDO Prof. Dr. Alfredo Júlio Fernandes Neto - 2005 A obtenção do molde e posterior modelo de estudo em gesso é um procedimento crítico e, como em qualquer outro trabalho

Leia mais

Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO 098-ETE PHILADELPHO GOUVEA NETTO - São José do Rio Preto SP

Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO 098-ETE PHILADELPHO GOUVEA NETTO - São José do Rio Preto SP CEETEPS Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO 098-ETE PHILADELPHO GOUVEA NETTO - São José do Rio Preto SP APOSTILA DE MATERIAIS DE PROTESE MATERIAIS DE MOLDAGEM

Leia mais

Cimentos para cimentação

Cimentos para cimentação Curso de Auxiliar em Saude Bucal - ASB Faculdade de Odontologia - UPF Requisitos de um agente cimentante ideal Cimentos para cimentação Ser adesivo; Ser insolúvel no meio bucal; Permitir bom selamento

Leia mais

Ufi Gel SC/P Ufi Gel hard/c. Ufi Gel SC / P Ufi Gel hard / C. aplicação

Ufi Gel SC/P Ufi Gel hard/c. Ufi Gel SC / P Ufi Gel hard / C. aplicação Ufi Gel SC/P Ufi Gel hard/c Ufi Gel SC / P Ufi Gel hard / C O sistema reembasador para qualquer aplicação Ufi Gel SC/P Ufi Gel hard/c O sistema reembasador para qualquer aplicação A atrofia do osso alveolar

Leia mais

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 21. Quanto ao mecanismo de fratura de um dente, podemos considerar como principal fator determinante:

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 21. Quanto ao mecanismo de fratura de um dente, podemos considerar como principal fator determinante: 2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PRÓTESE DENTÁRIA 21. Quanto ao mecanismo de fratura de um dente, podemos considerar como principal fator determinante: a) Tratamento endodôntico. b) Perda da estrutura

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO DE QUATRO MATERIAIS E DE DUAS TÉCNICAS, SIMPLES E DUPLA, PARA MOLDAGENS FUNCIONAIS EM PRÓTESE TOTAL

ESTUDO COMPARATIVO DE QUATRO MATERIAIS E DE DUAS TÉCNICAS, SIMPLES E DUPLA, PARA MOLDAGENS FUNCIONAIS EM PRÓTESE TOTAL WALTER MARCHEZAN ESTUDO COMPARATIVO DE QUATRO MATERIAIS E DE DUAS TÉCNICAS, SIMPLES E DUPLA, PARA MOLDAGENS FUNCIONAIS EM PRÓTESE TOTAL Dissertação apresentada ao Centro de Pós-Graduação / CPO São Leopoldo

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE/ SOEBRAS ELASTÔMEROS. Autor: Christian Ravel dos Santos

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE/ SOEBRAS ELASTÔMEROS. Autor: Christian Ravel dos Santos INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE/ SOEBRAS ELASTÔMEROS Autor: Christian Ravel dos Santos FLORIANÓPOLIS 2009 INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE/ SOEBRAS ELASTÔMEROS Autor: Christian Ravel dos Santos

Leia mais

Clinical Update. Silicones de Condensação Departamento Técnico Dentsply Introdução. Reação de Polimerização. Características.

Clinical Update. Silicones de Condensação Departamento Técnico Dentsply Introdução. Reação de Polimerização. Características. Silicones de Condensação Departamento Técnico Dentsply Introdução Os elastômeros sintéticos não-aquosos foram desenvolvidos principalmente para aplicações na área industrial. No entanto, tem sido considerados

Leia mais

TÉCNICAS DE CONFECÇÃO DE PRÓTESE TOTAL IMEDIATA MUCOSSUPORTADA

TÉCNICAS DE CONFECÇÃO DE PRÓTESE TOTAL IMEDIATA MUCOSSUPORTADA TÉCNICAS DE CONFECÇÃO DE PRÓTESE TOTAL IMEDIATA MUCOSSUPORTADA TECHNIQUES TO MANUFACTURE IMMEDIATE FULL DENTURE MUCOSSUPORTADA Marcelo Coelho Goiato 1 Daniela Micheline dos Santos 2 Rodrigo Antonio de

Leia mais

3M ESPE. Perfil Técnico do Produto

3M ESPE. Perfil Técnico do Produto 3M ESPE Express Penta H Express Penta H Presa Rápida Express, Baixa Viscosidade (verde) Express, Baixa Viscosidade Presa Rápida (azul) Express, Viscosidade Regular (roxo) Perfil Técnico do Produto Índice

Leia mais

"Não temas, porque Eu estou contigo; não te assombres, porque Eu sou teu Deus; Eu te ajudo, e Eu te sustento com a minha justiça."

Não temas, porque Eu estou contigo; não te assombres, porque Eu sou teu Deus; Eu te ajudo, e Eu te sustento com a minha justiça. Juliana Starling AVALIAÇÃO DA ALTERAÇÃO DIMENSIONAL DE SILICONAS DE REAÇÃO POR CONDENSAÇÃO E ADIÇÃO, EM FUNÇÃO DOS MODELOS DE GESSO OBTIDOS EM DIFERENTES TEMPOS DE ARMAZENAGEM DOS SEUS MOLDES Faculdade

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. Maria Aparecida Abreu Barbosa Gomiero

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. Maria Aparecida Abreu Barbosa Gomiero INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE Maria Aparecida Abreu Barbosa Gomiero ESTUDO TEÓRICO COMPARATIVO DE TRÊS MATERIAIS DE MOLDAGEM ELASTOMÉRICOS MAIS UTILIZADOS NA MICRORREGIÃO DE PIRAPORA-MG MONTES CLAROS

Leia mais

Técnica de impressão em dois tempos Técnica de afastamento com duplo fio

Técnica de impressão em dois tempos Técnica de afastamento com duplo fio ESTÉTICA ESTÉTICA ESTÉTICA ESTÉTICA ESTÉTICA Técnica de impressão em dois tempos Técnica de afastamento com duplo fio Prof. Dr. Glauco Rangel Zanetti Doutor em Clínica Odontológica - Prótese Dental - FOP-Unicamp

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS

Universidade Estadual de Maringá PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS Universidade Estadual de Maringá PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS TESTE SELETIVO TÉCNICO EM PRÓTESE DENTÁRIA Edital n o 096/2009-PRH CADERNO DE PROVA CONHECIMENTO ESPECÍFICO - 38

Leia mais

ressaltadas por autores como Sturdevant, 2 3 Gilmore et al, Celenza e Litvak, entre outros. O 4

ressaltadas por autores como Sturdevant, 2 3 Gilmore et al, Celenza e Litvak, entre outros. O 4 VERTICULADOR EMPREGO DO VERTICULADOR EM DENTÍSTICA RESTAURADORA A técnica de utilização dos verticuladores foi desenvolvida há cerca de 50 anos atualmente encontra-se em grande evidência graças a precisão

Leia mais

Técnicas de fundição. Técnicas De Fundição. Page 1 1. Odontologia: tem por função restituir ao dente: Saúde Forma Função Estética

Técnicas de fundição. Técnicas De Fundição. Page 1 1. Odontologia: tem por função restituir ao dente: Saúde Forma Função Estética Disciplina Titulo da aula Expositor Slides 34 Materiais Dentários I Técnicas de fundição Prof. Dr. Eclérion Chaves Duração Aproximadamente 1:30 Plano de aula Publicado em: http://usuarios.upf.br/~fo/disciplinas/materiais%20dentarios/materiais1.htm

Leia mais

Protemp TM 4. Material Provisório à Base de Bisacril. Restauração provisória. qualidade. com a 3M ESPE

Protemp TM 4. Material Provisório à Base de Bisacril. Restauração provisória. qualidade. com a 3M ESPE Protemp TM 4 Material Provisório à Base de Bisacril Restauração provisória com a qualidade 3M ESPE Protemp TM 4 Com 40 anos de experiência em materiais provisórios e amplo conhecimento em produtos com

Leia mais

NOTA TÉCNICA 5.14. Preparo Pré-Tomográfico conceito Bioparts Implantes Parciais Com necessidade de referência protética Sem nenhum provisório

NOTA TÉCNICA 5.14. Preparo Pré-Tomográfico conceito Bioparts Implantes Parciais Com necessidade de referência protética Sem nenhum provisório Passo 1a: Passo 1b: Indicado para casos parciais onde precisa-se de uma referência protética extra além do 3D do paciente, e este não tem provisórios. Passo 2a: Neste caso, precisaremos criar informações

Leia mais

TÉCNICAS DE REEMBASAMENTO PARA PRÓTESE TOTAL

TÉCNICAS DE REEMBASAMENTO PARA PRÓTESE TOTAL TÉCNICAS DE REEMBASAMENTO PARA PRÓTESE TOTAL TECHIQUES FOR RELINING COMPLETE DENTURE Marcelo Coelho Goiato 1 Daniela Micheline dos Santos 1 Rodrigo Antonio de Medeiros 2 Marcela Borghi Paulini 3 Henrique

Leia mais

MANUAL DE PRÓTESE FIXA

MANUAL DE PRÓTESE FIXA MANUAL DE PRÓTESE FIXA INDICE Materiais e Equipamentos 05 Materiais e Técnicas de Moldagem 07 Vazamento de Modelos 08 Montagem em Articulador 17 Enceramento 20 Preparo de Troquel 23 Inclusão 25 Fundição

Leia mais

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA- CAMPUS JOAÇABA VICE-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRÓTESE DENTÁRIA

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA- CAMPUS JOAÇABA VICE-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRÓTESE DENTÁRIA UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA- CAMPUS JOAÇABA VICE-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRÓTESE DENTÁRIA RONALDO SAVARIS MATERIAIS DE MOLDAGEM ELASTOMÉRICOS

Leia mais

MATERIAIS ODONTOLÓGICOS II

MATERIAIS ODONTOLÓGICOS II CURSO DE ODONTOLOGIA MATERIAIS ODONTOLÓGICOS II CADERNO DIDÁTICO TURMA 2011 Autores: ANZILIERO, Luciano Esp. Curso de Odontologia da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e Missões Campus de

Leia mais

Técnicas De Fundição. Page 1. Saúde Forma Função Estética. Fundição em areia.

Técnicas De Fundição. Page 1. Saúde Forma Função Estética. Fundição em areia. Disciplina Titulo da aula Expositor Slides 34 Materiais Dentários I Técnicas de fundição Prof. Dr. Eclérion Chaves Duração Aproximadamente 1:30 Plano de aula Publicado em: http://usuarios.upf.br/~fo/disciplinas/materiais%20dentarios/materiais1.htm

Leia mais

Por: Renato Fabricio de Andrade Waldemarin; Guilherme Brião Camacho e Vinícius Marcel Ferst

Por: Renato Fabricio de Andrade Waldemarin; Guilherme Brião Camacho e Vinícius Marcel Ferst Por: Renato Fabricio de Andrade Waldemarin; Guilherme Brião Camacho e Vinícius Marcel Ferst Técnica 1: Faceta I.Dente vital e preparo protético pronto. 1. Medir a altura e a largura do dente homológo do

Leia mais

CONHECIMENTO DA CONTAMINAÇÃO PRESENTE NAS MOLDAGENS ODONTOLÓGICAS PELOS PROFISSIONAIS DOS LABORATÓRIOS DE PRÓTESE DE CASCAVEL

CONHECIMENTO DA CONTAMINAÇÃO PRESENTE NAS MOLDAGENS ODONTOLÓGICAS PELOS PROFISSIONAIS DOS LABORATÓRIOS DE PRÓTESE DE CASCAVEL CONHECIMENTO DA CONTAMINAÇÃO PRESENTE NAS MOLDAGENS ODONTOLÓGICAS PELOS PROFISSIONAIS DOS LABORATÓRIOS DE PRÓTESE DE CASCAVEL Rosana Izabela Spiller 1 Rosana Aparecida dos Santos INTRODUÇÃO: Com a propagação

Leia mais

DISCIPLINA DE PRÓTESE FIXA I ODT 434

DISCIPLINA DE PRÓTESE FIXA I ODT 434 FACULDADE DE ODONTOLOGIA DA UNIVERSIDADE DO BRASIL Departamento de Prótese e Materiais Dentários 1. CARACTERIZAÇÃO DISCIPLINA DE PRÓTESE FIXA I ODT 434 1.1 PRÉ-REQUISITOS: DENTÍSTICA OPERATÓRIA II ODC

Leia mais

Influência do tipo de material de moldagem e do. tempo para vazamento do molde na estabilidade. dimensional dos modelos de gesso

Influência do tipo de material de moldagem e do. tempo para vazamento do molde na estabilidade. dimensional dos modelos de gesso Fabiana Santos Gonçalves Influência do tipo de material de moldagem e do tempo para vazamento do molde na estabilidade dimensional dos modelos de gesso Dissertação apresentada à Faculdade de Odontologia

Leia mais

André Tomazini Gomes de Sá

André Tomazini Gomes de Sá Influência do casquete (com ou sem contato cervical com a estrutura moldada) e da moldeira de estoque, para um único elastômero, sobre a precisão dimensional de troquéis de um gesso do tipo IV. André Tomazini

Leia mais

DESCRIÇÃO DE TÉCNICA. PALAVRAS-CHAVE: Moldagem; Materiais dentários; Prótese total. Nerildo Luiz Ulbrich* Ana Paula Gebert de Oliveira Franco**

DESCRIÇÃO DE TÉCNICA. PALAVRAS-CHAVE: Moldagem; Materiais dentários; Prótese total. Nerildo Luiz Ulbrich* Ana Paula Gebert de Oliveira Franco** DESCRIÇÃO DE TÉCNICA Simplificação da Técnica de Moldagem Funcional para Prótese Total com a Utilização de uma Resina Autopolimerizável de Baixa Temperatura Simplification of the Functional Molding Technique

Leia mais

SEQUÊNCIA DE POLIMENTO DE CERÔMEROS

SEQUÊNCIA DE POLIMENTO DE CERÔMEROS SEQUÊNCIA DE POLIMENTO DE CERÔMEROS Dr. Alex Antônio Maciel de Oliveira Especialista em Implantodontia Consultor científico do Sistema Friccional de Implantes Kopp Contato: alexamaciel@hotmail.com Nos

Leia mais

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 21. Segundo Bonachela, os polígonos importantes a serem avaliados na condição de estabilidade da PPR são:

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 21. Segundo Bonachela, os polígonos importantes a serem avaliados na condição de estabilidade da PPR são: 2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PROTESE DENTÁRIA 21. Segundo Bonachela, os polígonos importantes a serem avaliados na condição de estabilidade da PPR são: a) Polígonos de Roy e de Kent. b) Polígono

Leia mais

Roteiro de Aula Materiais de Moldagem Elastoméricos

Roteiro de Aula Materiais de Moldagem Elastoméricos Roteiro de Aula Materiais de Moldagem Elastoméricos Elastômeros: São borrachas sintéticas semelhantes às borrachas naturais, formados a partir de uma rede tridimensional de grandes moléculas (polímeros),

Leia mais

Especificação de materiais relacionados aos procedimentos

Especificação de materiais relacionados aos procedimentos Especificação de materiais relacionados aos procedimentos PRÓTESE Confecção de provisório: - resina acrílica (cor 62 e 66) - líquido de resina - vaselina - cimento provisório - fita de carbono - kit brocas

Leia mais

INSERÇÃO DA REABILITAÇÃO PROTÉTICA NA ATENÇÃO BÁSICA

INSERÇÃO DA REABILITAÇÃO PROTÉTICA NA ATENÇÃO BÁSICA INSERÇÃO DA REABILITAÇÃO PROTÉTICA NA ATENÇÃO BÁSICA INSERÇÃO DA REABILITAÇÃO PROTÉTICA NA ATENÇÃO BÁSICA CENTRO DE ESPECIALIDADES ODONTOLÓGICAS E LABORATÓRIOS DE PROTESE DENTÁRIA Porque reabilitar pelo

Leia mais

BT 0011 BOLETIM TÉCNICO RESINA PC 26_ENDURECEDOR G 226_ CARGA EF 35/P

BT 0011 BOLETIM TÉCNICO RESINA PC 26_ENDURECEDOR G 226_ CARGA EF 35/P BT 0011 BOLETIM TÉCNICO RESINA PC 26_ENDURECEDOR G 226_ CARGA EF 35/P Elaborador: Verificadores: Aprovador: Resina PC 26_Endurecedor G 226_Carga EF 35/P Resina

Leia mais

Tipo de Empresa (ME/EPP/GRANDE UNID FRACASSADO UND 39 9,00 351,00 EPP UND 33 2,75 90,75 FRACASSADO POT 42 120,17 5.047,14 DESERTO KIT 42 - -

Tipo de Empresa (ME/EPP/GRANDE UNID FRACASSADO UND 39 9,00 351,00 EPP UND 33 2,75 90,75 FRACASSADO POT 42 120,17 5.047,14 DESERTO KIT 42 - - PREGOEIRO: Janeth Rebouças de Almeida Santos ITEM 1 ALGINATO COMPOSIÇÃO: DIATOMITA, ALGINATO DE POTÁSSIO, SULFATO DE CÁLCIO, ÓXIDO DE MAGNÉSIO, ÓXIDO DE FERRO, TETRASÓDIO DENTAL MED SUL GRANDE PCT 324

Leia mais

Curso de Extensão em Clínica Odontológica Faculdade de Odontologia de Piracicaba - UNICAMP

Curso de Extensão em Clínica Odontológica Faculdade de Odontologia de Piracicaba - UNICAMP Restauração Indireta em Dente Posterior Associando Adesivo e Compósito com Nanopartículas Mario Fernando de Góes Cristiana Azevedo Vinicius Di Hipólito Luís Roberto Martins Cláudio Bragoto Curso de Extensão

Leia mais

INSERÇÃO DA REABILITAÇÃO PROTÉTICA NA ATENÇÃO BÁSICA

INSERÇÃO DA REABILITAÇÃO PROTÉTICA NA ATENÇÃO BÁSICA INSERÇÃO DA REABILITAÇÃO PROTÉTICA NA ATENÇÃO BÁSICA INSERÇÃO DA REABILITAÇÃO PROTÉTICA NA ATENÇÃO BÁSICA CENTRO DE ESPECIALIDADES ODONTOLÓGICAS E LABORATÓRIOS DE PROTESE DENTÁRIA Porque reabilitar pacientes

Leia mais

UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PRÓTESE DENTÁRIA THIAGO LUIZ BASSO

UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PRÓTESE DENTÁRIA THIAGO LUIZ BASSO 0 UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PRÓTESE DENTÁRIA THIAGO LUIZ BASSO TÉCNICAS DE MOLDAGEM COM MATERIAIS ELASTOMÉRICOS PASSO FUNDO 2007 1 THIAGO LUIZ BASSO

Leia mais

Impregum TM Soft Material de Moldagem à base de Poliéter. Perfil Técnico do Produto

Impregum TM Soft Material de Moldagem à base de Poliéter. Perfil Técnico do Produto Impregum TM Soft Material de Moldagem à base de Poliéter Perfil Técnico do Produto 1 Conteúdo Introdução Indicações Histórico das Moldagens Precisas Motivação Características Químicas Visão Geral Hidrofilia

Leia mais

Dentes Alemães Classic A Solução Perfeita 4x4

Dentes Alemães Classic A Solução Perfeita 4x4 Dentes Alemães Classic A Solução Perfeita 4x4 Carta Molde Informação de Produto Magister Dentes anteriores Classic Magister Dentes anteriores com 4 camadas Os dentes Magister apresentam estética semelhante

Leia mais

BT 0013 BOLETIM TÉCNICO RESINA FLOOR REPAIR PLUS_ ENDURECEDOR FLOOR REPAIR PLUS_ SÍLICA F-036

BT 0013 BOLETIM TÉCNICO RESINA FLOOR REPAIR PLUS_ ENDURECEDOR FLOOR REPAIR PLUS_ SÍLICA F-036 BT 0013 BOLETIM TÉCNICO RESINA FLOOR REPAIR PLUS_ ENDURECEDOR FLOOR REPAIR PLUS_ SÍLICA F-036 Elaborador: Verificadores: Aprovador: Resina Floor Repair Plus_Endurecedor

Leia mais

Porta Rolos de algodão - azul ou branco. New Compress - Gaze TNT 5x5 cm 200 unidades. New Mask Pro Shield - Máscaras c/ Viseira

Porta Rolos de algodão - azul ou branco. New Compress - Gaze TNT 5x5 cm 200 unidades. New Mask Pro Shield - Máscaras c/ Viseira DESCARTÁVEIS New cotton rolls - Rolos de algodão nº2-300 gr. Porta Rolos de algodão - azul ou branco New Compress - Gaze TNT 5x5 cm 200 unidades New Mask Pro Shield - Máscaras c/ Viseira New Mask - Máscaras

Leia mais

manter um dente recém- período suficientemente prolongado correção ortodôntica que se conceito polêmico.

manter um dente recém- período suficientemente prolongado correção ortodôntica que se conceito polêmico. Introdução CONTENÇÕES EM ORTODONTIA em ortodontia é o procedimento para manter um dente recém- movimentado em posição por um período suficientemente prolongado para assegurar a manutenção da correção ortodôntica

Leia mais

BT 0014 BOLETIM TÉCNICO RESINA PC 6NF_ENDURECEDOR G 130 BLUE

BT 0014 BOLETIM TÉCNICO RESINA PC 6NF_ENDURECEDOR G 130 BLUE BT 0014 BOLETIM TÉCNICO RESINA PC 6NF_ENDURECEDOR G 130 BLUE Elaborador: Verificadores: Aprovador: Resina PC 6NF_Endurecedor G 130 Blue Resina para aplicação

Leia mais

ANEXO II - RESOLUÇÃO Nº 282/2006-CEPE PLANO DE ENSINO

ANEXO II - RESOLUÇÃO Nº 282/2006-CEPE PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO PERÍODO LETIVO/ANO: 2008 ANO DO CURSO: 3º Curso: Odontologia Modalidade: Semestral Turno: Integral Centro: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Campus: Cascavel APCC 4 Total Disciplina

Leia mais

Nós acreditamos. Conheça o seu novo laboratório!

Nós acreditamos. Conheça o seu novo laboratório! Nós acreditamos. Conheça o seu novo laboratório! Bons profissionais procuram bons parceiros e fornecedores. Trabalhar com profissionais diferenciados, prestando serviços de alta qualidade é a nossa prioridade.

Leia mais

Nome Técnico: Material de moldagem odontológico Nome comercial: Alginatos Cavex

Nome Técnico: Material de moldagem odontológico Nome comercial: Alginatos Cavex Relatório Técnico da família de material de moldagem odontológico Cavex. Nome Técnico: Material de moldagem odontológico Nome comercial: Alginatos Cavex Modelos: CA 37, Impressional, ColorChange, Orthotrace,

Leia mais

CURSO ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria nº 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14

CURSO ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria nº 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 CURSO ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria nº 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: CLÍNICA ODONTOLÓGICA III Código: ODO-041 Pré-requisito: CLÍNICA

Leia mais

Materiais de Moldagem Elásticos I (Paulo Capel)

Materiais de Moldagem Elásticos I (Paulo Capel) DEPARTAMENTO DE BIOMATERIAIS E BIOLOGIA ORAL Disciplina ODB 401 Materiais para uso indireto Roteiro de estudos Data: 14/02/2017 Materiais de Moldagem Elásticos I (Paulo Capel) 1 Introdução 1. Os materiais

Leia mais

5 seringas com 4g cada nas cores: Esmalte: A2, A3, A3,5, B2 e C2 1 seringa de Magic Acid com 2,5mL 1 frasco de Magic Bond DE com 4mL

5 seringas com 4g cada nas cores: Esmalte: A2, A3, A3,5, B2 e C2 1 seringa de Magic Acid com 2,5mL 1 frasco de Magic Bond DE com 4mL Linha de Produtos Fill Magic Resina composta micro-híbrida Excelente consistência e não pegajosa Ótima estabilidade de cor Fluorescência similar ao dente natural Ótimo polimento com brilho semelhante ao

Leia mais

MATERIAIS DE MOLDAGEM ANELÁSTICOS

MATERIAIS DE MOLDAGEM ANELÁSTICOS DEPARTAMENTO DE BIOMATERIAIS E BIOLOGIA ORAL Disciplina ODB 401 Materiais para uso indireto Roteiro de estudos Data: 09/02/2017 Materiais Anelásticos (Profa. Josete Meira) MATERIAIS DE MOLDAGEM ANELÁSTICOS

Leia mais

Marcação dos contatos: Ajuste interno e dos contornos proximais: Carbono líquido ou Base leve silicone e carbono Accufilm;

Marcação dos contatos: Ajuste interno e dos contornos proximais: Carbono líquido ou Base leve silicone e carbono Accufilm; DEFINIÇÃO AJUSTES E CIMENTAÇÃO Desgaste e polimento necessários para o correto assentamento da peça protética sobre o preparo, garantindo o vedamento marginal e um adequado equilíbrio de contatos proximais

Leia mais

Reabilitação Oral Estética e Função Relato de caso clínico

Reabilitação Oral Estética e Função Relato de caso clínico Reabilitação Oral Estética e Função Relato de caso clínico Autor: Frederico dos Reis GOYATÁ Especialista, Mestre e Doutor em Prótese Resumo: As reabilitações orais com as próteses totais removíveis contribuem

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE ENSINO DA AERONÁUTICA

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE ENSINO DA AERONÁUTICA MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE ENSINO DA AERONÁUTICA PORTARIA DEPENS Nº 150-T/DE-2, DE 26 DE ABRIL DE 2012. Protocolo COMAER nº 67500.013024/2012-19 Altera dispositivos nas

Leia mais

1. JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS

1. JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS 1. JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS A Especialização Técnica de Nível Médio em Prótese Total área profissional de Saúde, atende ao disposto na Lei Federal n º 9.394/96 Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional;

Leia mais

2011.1 IMPLANTODONTIA - UFPE UFPE

2011.1 IMPLANTODONTIA - UFPE UFPE 2011.1 UFPE IMPLANTODONTIA - UFPE Manual da Disciplina Eletiva de Implantodontia do Departamento de Prótese e Cirurgia Buco Facial da Universidade Federal de Pernambuco UNIDADES PROGRAMÁTICAS DATA CONTEÚDO

Leia mais

a precisão dimensional de modelos de gesso confeccionados com diferentes técnicas e materiais de moldagem elastoméricos

a precisão dimensional de modelos de gesso confeccionados com diferentes técnicas e materiais de moldagem elastoméricos Estudo da precisão dimensional de modelos de gesso confeccionados com diferentes técnicas e materiais de moldagem elastoméricos Study of dimensional accuracy of stone models made with different techniques

Leia mais

PONTI FÍ CI A U N IVERSIDAD E C AT ÓLICA D E MI N AS GERAI S ESTUDO DAS P ROPRIED AD E S ELÁS T I C AS D OS M AT E R I AI S DE MO L D AG E M

PONTI FÍ CI A U N IVERSIDAD E C AT ÓLICA D E MI N AS GERAI S ESTUDO DAS P ROPRIED AD E S ELÁS T I C AS D OS M AT E R I AI S DE MO L D AG E M 1 PONTI FÍ CI A U N IVERSIDAD E C AT ÓLICA D E MI N AS GERAI S P rogra ma de Mestra d o Ac adê mico em Odontologia F ernando Toledo Santos ESTUDO DAS P ROPRIED AD E S ELÁS T I C AS D OS M AT E R I AI S

Leia mais

Promoções Zhermack. Brasil. 33 CIOSP 2015 Estande Zhermack PAVILHAO VERMELHO, AV. K COM RUA 1.000. elite HD+

Promoções Zhermack. Brasil. 33 CIOSP 2015 Estande Zhermack PAVILHAO VERMELHO, AV. K COM RUA 1.000. elite HD+ Promoções Zhermack 33 CIOSP 2015 Estande Zhermack PAVILHAO VERMELHO, AV. K COM RUA 1.000 Todas as imagens neste folheto são meramente ilustrativas. As quantidades de cada oferta de produtos de consumo

Leia mais

70303 CIRURGIÃO DENTISTA PROTESISTA

70303 CIRURGIÃO DENTISTA PROTESISTA PORTUGUÊS QUESTÃO 01 Observe o poema: Cidade grande Que beleza, Montes Claros. Como cresceu Montes Claros. Que indústria em Montes Claros. Montes Claros cresce tanto, ficou urbe tão notória, prima-rica

Leia mais

www.dentaladvisor.com Quick Up Editors Choice + + + + +

www.dentaladvisor.com Quick Up Editors Choice + + + + + www.dentaladvisor.com Material autopolimerizável para a fixação de attachments e elementos secundários em próteses Editors Choice + + + + + A SOLUÇÃO EM UM KIT É muito comum as próteses totais apresentarem

Leia mais

Structur 2 SC / Structur Premium

Structur 2 SC / Structur Premium Structur Structur 2 SC / Structur Premium Excelentes provisórios com Structur Fácil aplicação O tratamento protético dos seus pacientes, em particular o tratamento provisório, requer a utilização de produtos

Leia mais

PATRÍCIA COSTA ALVES AMARAL SEQUÊNCIA PROTÉTICA PARA CONFECÇÃO DE COROA TOTAL

PATRÍCIA COSTA ALVES AMARAL SEQUÊNCIA PROTÉTICA PARA CONFECÇÃO DE COROA TOTAL CLÍNICA INTEGRADA DE ODONTOLOGIA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PRÓTESE DENTÁRIA PATRÍCIA COSTA ALVES AMARAL SEQUÊNCIA PROTÉTICA PARA CONFECÇÃO DE COROA TOTAL Monografia apresentada a Clínica Integrada de

Leia mais

Catálogo Dentística e prótese

Catálogo Dentística e prótese Catálogo Dentística e prótese Pinos e Núcleos Exacto Metal Free Pino intra-radicular cônico em fibra de vidro CURSOR PARA O AJUSTE DE CORTE Apoio de restaurações e coroas protéticas Fibra de vidro: alta

Leia mais

Prótese Parcial Removível

Prótese Parcial Removível Prótese Parcial Removível Objetivo: Reabilitar arcos parcialmente desdentados, devolvendo as funções estética, fonética e mastigatória, podendo ser removida tanto pelo profissional como pelo paciente,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÃNDIA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE CURSO TÉCNICO PRÓTESE DENTÁRIA FICHA DA SUBFUNÇÃO/COMPONENTE CURRICULAR

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÃNDIA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE CURSO TÉCNICO PRÓTESE DENTÁRIA FICHA DA SUBFUNÇÃO/COMPONENTE CURRICULAR UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÃNDIA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE CURSO TÉCNICO PRÓTESE DENTÁRIA FICHA DA SUBFUNÇÃO/COMPONENTE CURRICULAR FUNÇÃO: Recuperação / Reabilitação SUBFUNÇÃO OU COMPONENTE CURRICULAR:

Leia mais

Classificação dos Núcleos

Classificação dos Núcleos OBJETIVO Núcleos Permitir que o dente obtenha características biomecânicas suficientes para ser retentor de uma prótese parcial fixa. Classificação dos Núcleos Núcleos de Preenchimento Núcleos Fundidos

Leia mais

Próteses obturadoras para pacientes maxilarectomizados: estado atual da tecnologia e necessidades de aprimoramentos

Próteses obturadoras para pacientes maxilarectomizados: estado atual da tecnologia e necessidades de aprimoramentos XI Jornada Norte e Nordeste de Cirurgia de Cabeça e Pescoço I Jornada Caririense de Odontologia em Cirurgia de Cabeça e Pescoço Próteses obturadoras para pacientes maxilarectomizados: estado atual da tecnologia

Leia mais

REABILITAÇÃO ATRAVÉS DE HÍBRIDA APARAFUSADA.

REABILITAÇÃO ATRAVÉS DE HÍBRIDA APARAFUSADA. LABORATÓRIO Joaquín Madrueño Arranz Direção Técnica em laboratório de prótese dental próprio Formação e Peritagem em próteses dentais (Fotografias clínicas cedidas pelo Dr. Villar) REABILITAÇÃO ATRAVÉS

Leia mais

COMO REALIZAR O SELAMENTO PERIFÉRICO E A MOLDAGEM FUNCIONAL?

COMO REALIZAR O SELAMENTO PERIFÉRICO E A MOLDAGEM FUNCIONAL? COMO REALIZAR O SELAMENTO PERIFÉRICO E A MOLDAGEM FUNCIONAL? HOW TO PERFORM THE BORDER IMPRESSION AND FUNCTIONAL IMPRESSION TECHNIQUES? Marcelo Coelho GOIATO 1 Daniela Micheline DOS SANTOS 1 Emily Vivianne

Leia mais

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários Nosso consultório odontológico está equipado para oferecer ao produtor rural todos os tratamentos odontológicos disponíveis na atualidade. Segue abaixo uma discriminação detalhada de cada tratamento oferecido

Leia mais

Anexo II da Resolução nº 146/2003-CEPE UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

Anexo II da Resolução nº 146/2003-CEPE UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Anexo II da Resolução nº 146/2003-CEPE UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO - PERÍODO LETIVO/ANO: 2008 ANO DO CURSO: 3 Curso: Odontologia Modalidade: Profissionalizante

Leia mais

Moldagens digitais e manuseio de modelos digitais: o futuro da Odontologia

Moldagens digitais e manuseio de modelos digitais: o futuro da Odontologia O q u e h á d e n o v o n a O d o n t o l o g i a Moldagens digitais e manuseio de modelos digitais: o futuro da Odontologia Waldemar D. Polido* Introdução Novas modalidades de moldagem digital já estão

Leia mais

UFG/CS PREFEITURA DE GOIÂNIA CONCURSO PÚBLICO/SAÚDE/2012

UFG/CS PREFEITURA DE GOIÂNIA CONCURSO PÚBLICO/SAÚDE/2012 CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE PÚBLICA QUESTÃO 01 De acordo com o Artigo 198 da Constituição Federal de 1988, as ações e os serviços públicos de saúde integram uma rede regionalizada e hierarquizada e constituem

Leia mais

01* 02* 01* 02* 01* 02* 1 20 1 20 2 40 33

01* 02* 01* 02* 01* 02* 1 20 1 20 2 40 33 Organização Curricular PERÍODO LETIVO COMPONENTES CURRICULARES MATRIZ CURRICULAR 1º SEMESTRE / 1º MÓDULO CARGA HORÁRIA (horas-aulas) CARGA HORÁRIA TEÓRICA PRÁTICA TOTAL TOTAL (horasrelógio) Confecção de

Leia mais

SISTEMAS DE PISO EPOXI

SISTEMAS DE PISO EPOXI SISTEMAS DE PISO EPOXI PRODUTO DESCRIÇÃO VEC-601 TUBOFLOOR TEE-556 AUTONIVELANTE Selador epóxi de dois componentes de baixa viscosidade. Revestimento epóxi com adição de sílica para regularização de pisos.

Leia mais

LILIANE DA SILVA OLIVEIRA MOLDAGEM EM PRÓTESE TOTAL UMA REVISÃO DE LITERATURA

LILIANE DA SILVA OLIVEIRA MOLDAGEM EM PRÓTESE TOTAL UMA REVISÃO DE LITERATURA LILIANE DA SILVA OLIVEIRA MOLDAGEM EM PRÓTESE TOTAL UMA REVISÃO DE LITERATURA Londrina 2012 LILIANE DA SILVA OLIVEIRA MOLDAGEM EM PRÓTESE TOTAL UMA REVISÃO DE LITERATURA Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

ANEXO VI TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO VI TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO VI TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO O objeto da presente licitação é a contratação de Laboratório de Prótese Dentária para confecção de próteses dentárias parciais móveis e fixas unitárias, pelo período

Leia mais

Conhecimentos Específicos

Conhecimentos Específicos Conhecimentos Específicos 01. A ausência de dentes é um dos mais graves problemas da saúde bucal no Brasil. Atualmente, 75% dos idosos são desdentados. Entre adultos com idade de 30 a 44 anos esse índice

Leia mais

Clinical Update. Clinical Update. Moldagem com Silicone de Reação por Adição Aquasil A Otimização da Moldagem ao Alcance do CD Clínico.

Clinical Update. Clinical Update. Moldagem com Silicone de Reação por Adição Aquasil A Otimização da Moldagem ao Alcance do CD Clínico. Clinical Update Nº 3 Moldagem com Silicone de Reação por Adição Aquasil - A Otimização da Moldagem ao Alcance do CD Clínico Artiplus: Dentes Artificiais Poliméricos - Alguns Aspectos de Relevância Clínica

Leia mais

www.laboratoriojulio.com.br TELEFAX: (11) 3082-0306 R. Navarro de Andrade, 155 Pinheiros São Paulo SP CEP 05418-020

www.laboratoriojulio.com.br TELEFAX: (11) 3082-0306 R. Navarro de Andrade, 155 Pinheiros São Paulo SP CEP 05418-020 O Laboratório Julio utiliza produtos com qualidade garantida: www.laboratoriojulio.com.br TELEFAX: (11) 3082-0306 R. Navarro de Andrade, 155 Pinheiros São Paulo SP CEP 05418-020 V I S Ã O & I N S P I R

Leia mais

Somos uma empresa especializada em importar e distribuir materiais de última

Somos uma empresa especializada em importar e distribuir materiais de última 1 »» A Oraltech Somos uma empresa especializada em importar e distribuir materiais de última geração destinados as diversas áreas da Odontologia. A nossa filosofia é oferecer excelência de qualidade através

Leia mais

TÉCNICAS E MATERIAIS DE MOLDAGEM PARA TRANSFERÊNCIA DE IMPLANTES

TÉCNICAS E MATERIAIS DE MOLDAGEM PARA TRANSFERÊNCIA DE IMPLANTES FACULDADES INTEGRADAS DO NORTE DE MINAS - FUNORTE TÉCNICAS E MATERIAIS DE MOLDAGEM PARA TRANSFERÊNCIA DE IMPLANTES ANDRÉ LUIZ LIMA MALFATTI São Paulo-2008 2008 ANDRÉ LUIZ LIMA MALFATTI TÉCNICAS E MATERIAIS

Leia mais

GC South America Catálogo de Produtos - 2013

GC South America Catálogo de Produtos - 2013 GC South America Catálogo de Produtos - INTRODUÇÃO A GC é referência mundial em produtos odontológicos de qualidade, e busca a excelência desde a sua fundação em Tokyo, em 1921. Hoje ela é uma empresa

Leia mais

Vinylsiloxanether Impression Material ISO 4823. Fabricante: Kettenbach GmbH & Co. KG Im Heerfeld 7 35713 Eschenburg, Alemanha www.kettenbach.

Vinylsiloxanether Impression Material ISO 4823. Fabricante: Kettenbach GmbH & Co. KG Im Heerfeld 7 35713 Eschenburg, Alemanha www.kettenbach. Instruções de uso Heavy Heavy Medium Medium Medium soft Light Light Scan Medium Scan Heavy Scan Light Fabricante: Kettenbach GmbH & Co. KG Im Heerfeld 7 35713 Eschenburg, Alemanha www.kettenbach.com Vendas

Leia mais

UFSC CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA PROGRAMA DE ENSINO. Departamento ODT - Odontologia

UFSC CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA PROGRAMA DE ENSINO. Departamento ODT - Odontologia UFSC CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA PROGRAMA DE ENSINO DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Nome da disciplina ODT 7102 Materiais Dentários II Departamento ODT - Odontologia

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS

CATÁLOGO DE PRODUTOS CATÁLOGO DE PRODUTOS ANESTESIA E CIRURGIA SEPTOJECT XL Agulha estéril descartável com maior calibre interno Tribiselada, siliconizada, bisel interno e pré-rosqueada; Indicador de bisel; Menor esforço para

Leia mais

Profilaxia. Verniz de flúor transparente com fluoreto de cálcio e de sódio. Bifluorid 12 em embalagens Single Dose. Indicações: Indicações:

Profilaxia. Verniz de flúor transparente com fluoreto de cálcio e de sódio. Bifluorid 12 em embalagens Single Dose. Indicações: Indicações: Bifluorid 12 Bifluorid 12 Single Dose Verniz de flúor transparente com fluoreto de cálcio e de sódio Bifluorid 12 em embalagens Single Dose Reparação de cerâmica directa Tratamento de hipersensibilidade

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Acerca da anatomia dental, julgue os itens a seguir. 41 Cúspides são elevações triangulares, situadas nas faces oclusais de molares e pré-molares, que apresentam dois lados denominados vertentes. Os dentes

Leia mais

Fabricante: Kettenbach GmbH & Co. KG Im Heerfeld 7 35713 Eschenburg, Alemanha www.kettenbach.com

Fabricante: Kettenbach GmbH & Co. KG Im Heerfeld 7 35713 Eschenburg, Alemanha www.kettenbach.com Instruções de uso Português binetics putty fast binetics putty soft putty putty fast set putty soft tray fast heavy tray soft heavy tray soft heavy fast monophase medium initial contact regular initial

Leia mais

CEREC. Feito para inspirar.

CEREC. Feito para inspirar. SOLUÇÕES CAD/CAM PARA O dentista CEREC. Feito para inspirar. sirona.com.br CEREC NO CONSULTÓRIO: CLINICAMENTE SEGURO. Mais de 28 anos de experiência por um bom motivo: tudo está sob seu controle com CEREC,

Leia mais

PLANO DE ENSINO Semestre DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Nome da disciplina ODT 7102 Materiais Dentários II

PLANO DE ENSINO Semestre DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Nome da disciplina ODT 7102 Materiais Dentários II UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA COORDENADORIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA Campus Prof. João David Ferreira Lima CEP 88040-900 Trindade

Leia mais

SIMPLES E EFICIENTES PROCEDIMENTOS PARA AS REABILITAÇÕES ORAIS SOBRE DENTES NATURAIS E IMPLANTES

SIMPLES E EFICIENTES PROCEDIMENTOS PARA AS REABILITAÇÕES ORAIS SOBRE DENTES NATURAIS E IMPLANTES PARA AS REABILITAÇÕES ORAIS SOBRE Dr. Dario Adolfi Dr. Oswaldo Scopin de Andrade Dr. Maurício Adolfi Data: 7 a 11 de outubro de 2013 OBJETIVOS: Saiba como planejar uma reabilitação total e mostrar ao paciente

Leia mais