Turismo de (bons) negócios. 26 KPMG Business Magazine

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Turismo de (bons) negócios. 26 KPMG Business Magazine"

Transcrição

1 Turismo de (bons) negócios 26 KPMG Business Magazine

2 Segmento ganha impulso com eventos internacionais e aumento da demanda interna Eventos mobilizaram mais de R$ 20,6 bilhões em 2011 A contagem regressiva para a Copa de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 cria um ambiente de otimismo em diversos segmentos econômicos. Ninguém mais duvida que os dois eventos sejam excelentes vitrines para sedimentar a boa imagem que o Brasil vem construindo como um player importante na economia global. Os dois megaeventos, assim como o dinamismo do mercado interno brasileiro, já impulsionam o setor de turismo, com destaque para o segmento de negócios e eventos, que exibe maturidade e resultados surpreendentes. Segundo a Confederação Brasileira de Convention & Visitors Bureaux (CBC&VB), os participantes de eventos realizados no Brasil em 2011 movimentaram mais de R$ 20,6 bilhões. No total, foram cerca de 330 mil eventos, reunindo aproximadamente 80 milhões de pessoas e com a geração de mais de 725 mil empregos diretos e indiretos. Os dados da CBC&VB se refletem ainda em outros indicadores positivos do turismo em geral, como o volume de desembarques internacionais e domésticos e os gastos dos turistas no Brasil. Entre os meses de janeiro e setembro de 2012, o número de passageiros que chegaram ao país subiu para 7 milhões, ante os 5,8 milhões registrados no mesmo período de Seguindo a mesma base de comparação, os desembarques domésticos passaram de 49,5 milhões para quase 64 milhões e os gastos dos turistas tiveram um salto de US$ 4,3 bilhões para US$ 5 bilhões. Fotografia do setor Desembarques internacionais de passageiros Desembarques domésticos de passageiros Gastos de turistas no Brasil (em US$ milhões) As séries acima consideram dados de janeiro a setembro dos períodos em análise KPMG Business Magazine 27

3 Falta de qualificação profissional eleva custos Certamente ainda existe um potencial de crescimento internacional em função da alta exposição do país com a Copa e a Olimpíada e também com outros eventos que já ocorreram, como a Rio +20 e os Jogos Militares Mundiais, ou ainda serão realizados, como a Jornada Mundial Católica e o Encontro Mundial do Rotary Internacional, diz o presidente da CBC&VB, João Luiz dos Santos Moreira. Ele ressalta que o turismo de negócios e eventos também ocupa posição de destaque no mercado doméstico. De acordo com levantamento conjunto do CBC&VB e do Ministério do Turismo, o segmento possui cerca de 30% de participação e está à frente de outras modalidades, como o turismo cultural, de aventura, rural, náutico, religioso, de sol e praia e o ecoturismo. Infraestrutura preocupa Para Jarib Fogaça, sócio da KPMG no Brasil, responsável pelo escritório de Campinas e pelos escritórios da região Central do Brasil, essa ampla variedade de oportunidades e o momento econômico brasileiro trazem vantagens e desafios para as empresas envolvidas diretamente com o turismo de negócios e eventos. A estabilidade econômica foi um fator-chave para o sucesso do setor. E, apesar de o mercado não girar somente em torno da Copa e da Olimpíada, esses dois grandes acontecimentos são catalisadores. Eles dão visibilidade e contribuem para atrair outros eventos internacionais. E ainda temos os investimentos públicos e privados que estão sendo feitos por causa dos eventos esportivos, principalmente em infraestrutura, destaca. Fogaça alerta, porém, que a infraestrutura deficiente de algumas cidades é um dos obstáculos a serem superados pelas empresas de turismo de negócios e eventos. A falta de qualificação profissional, o elevado custo de alguns serviços oferecidos aos organizadores dos eventos e as opções de transporte também merecem atenção, acrescenta o sócio da KPMG. Para evitar surpresas e gastos desnecessários, é preciso fazer um trabalho minucioso de planejamento aliado à adoção de processos de controles cada vez mais aprimorados. Isso vale para os prestadores de serviços, uma pequena empresa do turismo receptivo, por exemplo, e também para as multinacionais, que enviam executivos de um lado para o outro do mundo ou organizam grandes eventos. A definição do local tem influência direta no bom resultado do evento. Neste quesito, algumas cidades saem na frente na corrida para atrair os eventos. A proximidade de aeroportos ou o fácil acesso por rodovias, 28 KPMG Business Magazine

4 hotéis e restaurantes de boa qualidade, profissionais treinados para lidar com grandes grupos e diferentes culturas são diferenciais que existem, por exemplo, em Campinas, afirma o sócio da KPMG responsável pelo escritório da cidade. Moreira, da CBC&VB, salienta que o Brasil subiu no ranking da International Congress and Convention Association (ICCA). De 2010 para 2011, o país passou do 9º para o 7º lugar. Com certeza, fruto dos bons negócios por aqui. Crescimento do turismo, por segmentos *Segmentação do turismo nos destinos trabalhados pelo CBC&VB KPMG Business Magazine 29

5 Experiência valiosa Entre os principais centros de turismo de negócios e eventos no Brasil, Campinas passou por uma transformação nos últimos anos, principalmente com a chegada de novas empresas e o aumento no movimento do Aeroporto de Viracopos. Há cinco anos, Viracopos tinha um milhão de passageiros e, no balanço de 2012, esse número deve saltar para 8 milhões. Entretanto, isso não é garantia do aumento de eventos na cidade, alerta Antonio Dias, diretor executivo do Royal Palm Hotels & Resorts. Ele argumenta que a localização de um empreendimento tem dois aspectos: o macro, entendido como a região, e o micro, que considera o acesso ao local e o seu entorno. Campinas vive um bom momento para a hotelaria ligada ao turismo de negócios e eventos, mas não podemos esquecer que um hotel fechou as portas em 2010 por ficar em uma região onde havia pontos de prostituição. De acordo com a experiência vivenciada no Royal Palm Hotels & Resort, outros aspectos que Dias considera fundamentais para o sucesso de um empreendimento no seu segmento de atuação são a adequação à demanda local e a qualidade dos serviços. Para ele, o que fideliza o cliente é o atendimento cordial, prestativo e eficiente. Qualificação da mão de obra, seleção adequada de pessoal e incentivos pelo bom desempenho são os diferenciais em qualidade de serviços. O diretor lembra, ainda, que a realização de eventos como congressos e convenções, visando a aproximar as pessoas, demandam ambientes diferenciados, preferencialmente em outra cidade. O engajamento de quem participa de um evento é muito maior quando ele viaja. O grupo cria uma unidade. O fato de fazer o evento em um resort fortalece o aspecto motivacional, pois passa a mensagem de que o participante faz parte da estratégia de negócios do organizador. Pode ser, por exemplo, uma empresa que fez uma fusão e precisa criar a união entre duas culturas distintas ou um lançamento de um produto, conclui. 30 KPMG Business Magazine

Turismo de Negócios, Congressos e Eventos. 1º. Encontro de Secretários de Turismo da Rede Mercocidades. Mercodestinos Capitais Gauchas Rotas Tchê

Turismo de Negócios, Congressos e Eventos. 1º. Encontro de Secretários de Turismo da Rede Mercocidades. Mercodestinos Capitais Gauchas Rotas Tchê Turismo de Negócios, Congressos e Eventos 1º. Encontro de Secretários de Turismo da Rede Mercocidades Mercodestinos Capitais Gauchas Rotas Tchê Visão, Acordos, Compromissos, Estratégias e Ações Porto Alegre,

Leia mais

São Paulo. O Brasil como Pólo Internacional de Investimentos e Negócios. tsando@visitesaopaulo.com

São Paulo. O Brasil como Pólo Internacional de Investimentos e Negócios. tsando@visitesaopaulo.com São Paulo O Brasil como Pólo Internacional de Investimentos e Negócios São Paulo Convention & Visitors Bureau Fundação 25 de Janeiro Entidade estadual, mantida pela iniciativa privada. Captação e apoio

Leia mais

A decolagem do turismo

A decolagem do turismo A decolagem do turismo OBrasil sempre foi considerado detentor de um enorme potencial turístico. Em 1994, no entanto, o país recebeu menos de 2 milhões de turistas internacionais, um contingente que, na

Leia mais

ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO

ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO MTUR/DEAOT/CGQT Campinas, 20 de março de 2010 ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO POLÍTICAS DE INCENTIVO AO TURISMO NORMATIZAÇÃO DE CAMPINGS COPA DO MUNDO E OLIMPÍADAS REGISTRO

Leia mais

Valorização e Globalização da Marca Brasil Plano Aquarela, Megaeventos e Marketing Turístico Internacional

Valorização e Globalização da Marca Brasil Plano Aquarela, Megaeventos e Marketing Turístico Internacional Valorização e Globalização da Marca Brasil Plano Aquarela, Megaeventos e Marketing Turístico Internacional Tribunal de Contas da União, 17 de agosto de 2011 Plano Aquarela Desde 2005 é a base metodológica

Leia mais

IMPACTO DOS MEGA EVENTOS NA INDuSTrIA hoteleira brasileira JUNHO 2013

IMPACTO DOS MEGA EVENTOS NA INDuSTrIA hoteleira brasileira JUNHO 2013 IMPACTO DOS MEGA EVENTOS NA Industria hoteleira brasileira JUNHO 2013 ENTIDADE ABIH NACIONAL Fundada em 09/11/1936 3.500 associados 35 escritórios 26 capitais + DF 08 regionais ENTIDADE 25.500 meios de

Leia mais

1. O que é Convention Bureau? 2. Desenvolvimento da estrutura de Porto Alegre no turismo de eventos

1. O que é Convention Bureau? 2. Desenvolvimento da estrutura de Porto Alegre no turismo de eventos 1. O que é Convention Bureau? 2. Desenvolvimento da estrutura de Porto Alegre no turismo de eventos 3. Planos e Perspectivas do POACVB para a Copa do Mundo no RS. Quem Somos O Porto Alegre & Região Metropolitana

Leia mais

Síntese do planejamento e os impactos para o país com a Copa do Mundo 2014

Síntese do planejamento e os impactos para o país com a Copa do Mundo 2014 Code-P0 Síntese do planejamento e os impactos para o país com a Copa do Mundo 2014 Encontro Nacional - Abracen Eventos Esportivos e os Impactos para o país São Paulo, 7 de março de 2012 Code-P1 O Brasil

Leia mais

PARCEIROS BONS. Mercado

PARCEIROS BONS. Mercado Mercado BONS PARCEIROS por Fabio Steinberg Saiba quem são e como funcionam os Conventions & Visitors Bureaus, que divulgam o destino, sendo fundamentais para a captação de visitantes e eventos. Há milhares

Leia mais

L B O C A L I Z A R ÇÃO A S I L

L B O C A L I Z A R ÇÃO A S I L L O C A L I Z A Ç Ã O BRASIL L O C A L I Z A Ç Ã O B R A S I L B R A S I L NOVA REALIDADE 6º PIB DO MUNDO 5ª MAIOR ECONOMIA EM 2015 OLIMPÍADAS E COPA DO MUNDO U M P A Í S EM DESTAQUE SANTA CATARINA L O

Leia mais

Legado turístico pós-copa: as potencialidades de BH. Roberto Luciano Fagundes Presidente do BHC&VB

Legado turístico pós-copa: as potencialidades de BH. Roberto Luciano Fagundes Presidente do BHC&VB Legado turístico pós-copa: as potencialidades de BH Roberto Luciano Fagundes Presidente do BHC&VB Legado turístico pós-copa: as potencialidades de BH O que é Belo Horizonte Convention & Vistors Bureau

Leia mais

Plano Aquarela 2020. Promoção Internacional do Turismo do Brasil Estratégia e Plano de Ação 2012. Porto Alegre, 28 de maio de 2012

Plano Aquarela 2020. Promoção Internacional do Turismo do Brasil Estratégia e Plano de Ação 2012. Porto Alegre, 28 de maio de 2012 Plano Aquarela 2020 Promoção Internacional do Turismo do Brasil Estratégia e Plano de Ação 2012 Porto Alegre, 28 de maio de 2012 EMBRATUR - Estrutura Organizacional Presidência Diretoria de Mercados Internacionais

Leia mais

COPA. Copa de 2014, Desafios e Oportunidades JOÃO ALBERTO VIOL. Vice-Presidente Nacional ABECE - ABCIC. 29 de Outubro 2009

COPA. Copa de 2014, Desafios e Oportunidades JOÃO ALBERTO VIOL. Vice-Presidente Nacional ABECE - ABCIC. 29 de Outubro 2009 COPA Copa de 2014, Desafios e Oportunidades JOÃO ALBERTO VIOL Vice-Presidente Nacional ABECE - ABCIC 29 de Outubro 2009 1 SINAENCO Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva

Leia mais

Projeto PERNAMBUCO NA COPA 2014

Projeto PERNAMBUCO NA COPA 2014 Projeto PERNAMBUCO NA COPA 2014 4º Fórum de Direito do Turismo 20 de Maio de 2011 ARRANJO INSTITUCIONAL - GOVERNO DE PERNAMBUCO SECOPA-PE Atribuições Planejar, coordenar e gerir as iniciativas dos órgãos

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE POS GRADUAÇÃO LATO SENSU 2014/2015

PROJETO PEDAGÓGICO DE POS GRADUAÇÃO LATO SENSU 2014/2015 PROJETO PEDAGÓGICO DE POS GRADUAÇÃO LATO SENSU 2014/2015 1- JUSTIFICATIVA O setor de eventos vem passando por uma grande reformulação. Dos eventos corporativos, hoje mais bem estruturados e com foco específico,

Leia mais

Legado da Copa do Mundo e das Olimpiadas - Rio AMCHAM - Rio. Rio de Janeiro setembro 2013

Legado da Copa do Mundo e das Olimpiadas - Rio AMCHAM - Rio. Rio de Janeiro setembro 2013 Legado da Copa do Mundo e das Olimpiadas - Rio AMCHAM - Rio Rio de Janeiro setembro 2013 Sistema Brasileiro de CVBx Confederação Brasileira Federação de CVBx do RJ CVBx do RJ Federados a FCVB-RJ Convention

Leia mais

APL DE TURISMO NO LITORAL DO PIAUÍ

APL DE TURISMO NO LITORAL DO PIAUÍ APL DE TURISMO NO LITORAL DO PIAUÍ (A) Teresina; (B) Cajueiro da Praia; (C) Luis Correia; (D) Parnaíba; (E) Ilha Grande Rota das Emoções: Jericoacoara (CE) - Delta (PI) - Lençóis Maranhenses (MA) Figura

Leia mais

Estudo da Demanda Turística Internacional

Estudo da Demanda Turística Internacional Estudo da Demanda Turística Internacional Brasil 2012 Resultados do Turismo Receptivo Pontos de Coleta de Dados Locais de entrevistas - 25 Entrevistados - 31.039 15 aeroportos internacionais, que representam

Leia mais

Oportunidades de Negócios com a Copa do Mundo 2014. Salvador 04/11/10

Oportunidades de Negócios com a Copa do Mundo 2014. Salvador 04/11/10 Oportunidades de Negócios com a Copa do Mundo 2014 Salvador 04/11/10 É a vez do Brasil! Linha do Tempo Eventos Esportivos Copa das Confederações 2013 Copa do Mundo FIFA 2014 Olimpíadas e Paraolimpíadas

Leia mais

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Maio de 2010 Paulo Moreira da Fonseca Agenda Introdução Arenas Hotéis Mobilidade Urbana Demais Investimentos Agenda Introdução Arenas Hotéis Mobilidade

Leia mais

Centro Cultural e de Exposições de Maceió

Centro Cultural e de Exposições de Maceió Centro Cultural e de Exposições de Maceió Descrição Administrar, explorar comercialmente e desenvolver eventos culturais, de lazer e de negócios no Centro Cultural e de Exposições de Maceió, localizado

Leia mais

COPA 2014 DESAFIOS E OPORTUNIDADES. GEAE Grupo de Excelência em Administração Esportiva Conselho Regional de Administração - SP

COPA 2014 DESAFIOS E OPORTUNIDADES. GEAE Grupo de Excelência em Administração Esportiva Conselho Regional de Administração - SP COPA 2014 DESAFIOS E OPORTUNIDADES GEAE Grupo de Excelência em Administração Esportiva Conselho Regional de Administração - SP A INDÚSTRIA DO ESPORTE A Indústria do Esporte Atividades econômicas relacionadas

Leia mais

SÃO PAULO TURISMO - OBSERVATÓRIO DE TENDÊNCIAS NÚMEROS DA CIDADE DE SÃO PAULO

SÃO PAULO TURISMO - OBSERVATÓRIO DE TENDÊNCIAS NÚMEROS DA CIDADE DE SÃO PAULO TURISMO - INDICADORES GERAIS Demanda Total de Turistas (estimativa) Principais Procedências - Internacionais 13,22 milhões; 84% Brasileiros, 16% Estrangeiros EUA, Argentina, Alemanha, Chile, Espanha 2013

Leia mais

Invista no hotel certo

Invista no hotel certo Invista no hotel certo O QUE VOCÊ PROCURA EM UM INVESTIMENTO HOTELEIRO ESTÁ AQUI. A economia de minas gerais cresce acima da média nacional: 5,15% no 1º trim./2011. Fonte: Informativo CEI-PIB MG _Fundação

Leia mais

Síntese do planejamento do Governo Federal para a Copa do Mundo 2014 Brasília, Setembro de 2012

Síntese do planejamento do Governo Federal para a Copa do Mundo 2014 Brasília, Setembro de 2012 Code-P0 Síntese do planejamento do Governo Federal para a Copa do Mundo 2014 Brasília, Setembro de 2012 Code-P1 O Brasil recebe os grandes eventos esportivos em um contexto favorável COPA OLIMPÍADAS Brasil

Leia mais

Entrevistas pessoais com as 80 maiores empresas de turismo no Brasil;

Entrevistas pessoais com as 80 maiores empresas de turismo no Brasil; 10ª edição / 2014 Apresentação Entrevistas pessoais com as 80 maiores empresas de turismo no Brasil; Série histórica iniciada em 2004 Pesquisa complementar ao BDET (Boletim de Desempenho Econômico do Turismo),

Leia mais

O que o Brasil já ganhou com a Copa. Secretaria-Geral da Presidência da República

O que o Brasil já ganhou com a Copa. Secretaria-Geral da Presidência da República O que o Brasil já ganhou com a Copa COPA DO MUNDO NO BRASIL um momento histórico e de oportunidades A Copa do Mundo é um momento histórico para o Brasil, que vai sediar, em conjunto com as Olimpíadas em

Leia mais

Indústria do Esporte. Análise de Faturamento FIFA Copa do Mundo

Indústria do Esporte. Análise de Faturamento FIFA Copa do Mundo Indústria do Esporte Análise de Faturamento FIFA Copa do Mundo Fevereiro 2013 Com a proximidade da Copa do Mundo no Brasil, a BDO RCS fez um levantamento sobre a evolução da receita da FIFA desde a sua

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

A POLÍTICA DE TURISMO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIANTE DOS MEGAEVENTOS

A POLÍTICA DE TURISMO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIANTE DOS MEGAEVENTOS A POLÍTICA DE TURISMO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIANTE DOS MEGAEVENTOS A IMPORTÂNCIA DO SETOR: TURISMO E SUSTENTABILIDADE O Turismo é o maior setor econômico no que se refere ao faturamento e número

Leia mais

Distribuição Geográfica dos Pontos de Coleta de Dados

Distribuição Geográfica dos Pontos de Coleta de Dados Distribuição Geográfica dos Pontos de Coleta de Dados Nº de Entrevistados da Pesquisa: 39.000 pessoas Nº de locais das entrevistas: 27 15 em aeroportos internacionais, que representam 99% do fluxo internacional

Leia mais

Autores: ANNARA MARIANE PERBOIRE DA SILVA, MARIA HELENA CAVALCANTI DA SILVA

Autores: ANNARA MARIANE PERBOIRE DA SILVA, MARIA HELENA CAVALCANTI DA SILVA RELAÇÕES ENTRE A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E O SETOR DE HOSPITALIDADE: um estudo de caso aplicável ao curso Técnico de Hospedagem Secretaria de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente de Pernambuco Autores: ANNARA

Leia mais

COPA DO MUNDO... 35 E OLIMPÍADA... 35

COPA DO MUNDO... 35 E OLIMPÍADA... 35 APRESENTAÇÃO... 13 INTRODUÇÃO... 15 Fortes transformações...15 Principais desafios...16 Evolução do setor...16 PERSPECTIVAS... 17 E TENDÊNCIAS... 17 Otimismo brasileiro...17 Tarifas dos hotéis...18 Barreiras

Leia mais

As lições de Vancouver

As lições de Vancouver As lições de Vancouver O sucesso das Olimpíadas de Inverno realizadas na cidade canadense ensina diversas lições sobre como organizar eventos desse porte Com a proximidade das duas grandes competições

Leia mais

Secretaria. de Futebol de 2014

Secretaria. de Futebol de 2014 Secretaria Especial de Articulação para a Copa do Mundo de Futebol de 2014 SECOPA Assistir direta e indiretamente ao Prefeito na condução aos assuntos referentes a Copa do Mundo; Parcerias com a sociedade

Leia mais

Preparação do país para a Copa do Mundo 2014 e a herança para

Preparação do país para a Copa do Mundo 2014 e a herança para Code-P0 Preparação do país para a Copa do Mundo 2014 e a herança para a engenharia brasileira O Mundial e o Desenvolvimento Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) Manaus, 30 de março de 2012 Code-P1

Leia mais

COPA DO MUNDO FIFA 2014 BRASIL. Oportunidades e Desafios

COPA DO MUNDO FIFA 2014 BRASIL. Oportunidades e Desafios COPA DO MUNDO FIFA 2014 BRASIL Oportunidades e Desafios COPA DO MUNDO - OPORTUNIDADES Um evento esportivo do porte de uma Copa do Mundo é como uma grande vitrine do país no exterior e corresponde a um

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA NA ECONOMIA NACIONAL. Mapa de oportunidades para Agências de Viagens

GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA NA ECONOMIA NACIONAL. Mapa de oportunidades para Agências de Viagens GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA NA ECONOMIA NACIONAL Mapa de oportunidades para Agências de Viagens O que é ABAV? Entidade empresarial, sem fins lucrativos, que representa as Agências de Viagens espalhadas

Leia mais

Bourbon Hotéis & Resorts

Bourbon Hotéis & Resorts Bourbon Hotéis & Resorts O jeito brasileiro de hospedar Mais que um conceito, é a principal filosofia da Bourbon Hotéis & Resorts. Desde 1963 administrando empreendimentos hoteleiros, conta atualmente

Leia mais

TURISMO NO BRASIL 2011-2014

TURISMO NO BRASIL 2011-2014 TURISMO NO BRASIL Documento Referencial OBJETIVO Reflexão sobre as perspectivas de desenvolvimento do turismo brasileiro para os próximos anos. Ação conjunta do Ministério do Turismo, do e do Fórum de

Leia mais

9º Lugar. População: 62.204 hab. Área do Município: 1,589,52 km² Localização: Região Sul Goiano PIB (2005): R$ 505,5 milhões PIB :

9º Lugar. População: 62.204 hab. Área do Município: 1,589,52 km² Localização: Região Sul Goiano PIB (2005): R$ 505,5 milhões PIB : População: 62.204 hab. Área do Município: 1,589,52 km² Localização: Região Sul Goiano PIB (2005): R$ 505,5 milhões PIB : per capita R$ 7.701,00 9º Lugar Principais distâncias: Goiânia: 154 km Brasília:

Leia mais

Infraestrutura Turística, Megaeventos Esportivos e Promoção da Imagem do Brasil no Exterior. Ministro Augusto Nardes

Infraestrutura Turística, Megaeventos Esportivos e Promoção da Imagem do Brasil no Exterior. Ministro Augusto Nardes Infraestrutura Turística, Megaeventos Esportivos e Promoção da Imagem do Brasil no Exterior Ministro Augusto Nardes TEMA 2: Geração de emprego e renda na economia nacional 1. Frente Parlamentar e a micro

Leia mais

Legado dos Megaeventos Esportivos para o Turismo Brasileiro

Legado dos Megaeventos Esportivos para o Turismo Brasileiro Legado dos Megaeventos Esportivos para o Turismo Brasileiro Ana Isabel Mesquita de Oliveira Secretária Nacional de Políticas de Turismo Brasília, 17 de Agosto de 2011 Números País/evento Número ingresso

Leia mais

Turismo do Rio em números

Turismo do Rio em números 1 2 APRESENTAÇÃO A indústria do turismo tanto no Brasil como no Rio de Janeiro enfrenta um grande carência de indicadores estatísticos e econômicos, que possibilitem mensurar de maneira confiável e precisa

Leia mais

Caderno de dados do Turismo

Caderno de dados do Turismo EDIÇÃO 5 CADERNO D E DAD OS Caderno de dados do Turismo Maio - 2013 Apresentação Mineirão - Fotógrafo Alberto Andrich e Ilustrador digital Felipe Coutinho Nesta edição 1 Apresentação 1 Metodologia 2 Mensagem

Leia mais

Marketing Esportivo. os desafios e as oportunidades. Claudinei P. Santos. Delft Consultores - ABRAESPORTE - INNE

Marketing Esportivo. os desafios e as oportunidades. Claudinei P. Santos. Delft Consultores - ABRAESPORTE - INNE Marketing Esportivo os desafios e as oportunidades Delft Consultores - ABRAESPORTE - INNE Algumas provocações... Incentivo ao esporte Integração social pelo esporte Patrocínio Copa 2014 Olimpíadas 2016

Leia mais

BRASIL 2015: O VERDADEIRO RESULTADO DA COPA

BRASIL 2015: O VERDADEIRO RESULTADO DA COPA BRASIL 2015: O VERDADEIRO RESULTADO DA COPA Brasil, 2007 PIB R$ 1,8 trilhão Alfabetização 88,6% Expec. de Vida 71,7 anos PIB per capita US$ 8.402 Fonte: ONU e IBGE Brasil, 2015 PIB R$ 2,1 trilhões Alfabetização

Leia mais

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DE GARÇA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE BACHARELADO EM TURISMO RA: 31.902

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DE GARÇA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE BACHARELADO EM TURISMO RA: 31.902 ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DE GARÇA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE BACHARELADO EM TURISMO RA: 31.902 O TURISMO DE EVENTOS ENQUANTO MECANISMO DE PRESERVAÇÃO E PROPAGAÇÃO DE IDENTIDADES CULTURAIS

Leia mais

RETRATO DO TURISMO RURAL PELO SEBRAE NACIONAL

RETRATO DO TURISMO RURAL PELO SEBRAE NACIONAL RETRATO DO TURISMO RURAL PELO SEBRAE NACIONAL PEC Nordeste - 2015 Evelynne Tabosa dos Santos Gestora Estadual do Programa de Turismo do Ceará TURISMO NO BRASIL - HISTÓRICO Atividade presente na Constituição

Leia mais

A GP no mercado imobiliário

A GP no mercado imobiliário A GP no mercado imobiliário A experiência singular acumulada pela GP Investments em diferentes segmentos do setor imobiliário confere importante diferencial competitivo para a Companhia capturar novas

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE O TURISMO E O DESENVOLVIMENTO HOTELEIRO NO BRASIL

REFLEXÕES SOBRE O TURISMO E O DESENVOLVIMENTO HOTELEIRO NO BRASIL REFLEXÕES SOBRE O TURISMO E O DESENVOLVIMENTO HOTELEIRO NO BRASIL Turismo é o estudo do deslocamento humano para fora de seu habitat usual, da indústria que responde por suas necessidades e dos impactos

Leia mais

São Paulo. o perfil dos. cada ano esticam mais a estadia e começam a agregar, cada vez mais, o lazer ao trabalho. cidade. anuário 2012 CRIATIVA

São Paulo. o perfil dos. cada ano esticam mais a estadia e começam a agregar, cada vez mais, o lazer ao trabalho. cidade. anuário 2012 CRIATIVA São Paulo anuário 2012 o perfil dos visitantes Os turistas que visitam a capital paulista, a cada ano esticam mais a estadia e começam a agregar, cada vez mais, o lazer ao trabalho Turistas conheça o perfil

Leia mais

na cidade de São Paulo

na cidade de São Paulo OBSERVATÓRIO DO TURISMO DA CIDADE DE SÃO PAULO SÃO PAULO TURISMO Copa do mundo da fifa Brasil 2014 impacto econômico na cidade de São Paulo A pesquisa Objetivo: * Identificar o movimento econômico gerado

Leia mais

BNDES e a Copa 2014. Rodolfo Torres. Novembro de 2011. Área de Infraestrutura Social

BNDES e a Copa 2014. Rodolfo Torres. Novembro de 2011. Área de Infraestrutura Social BNDES e a Copa 2014 Novembro de 2011 Rodolfo Torres Área de Infraestrutura Social Agenda Introdução: Eventos Esportivos no Brasil Participação do BNDES Agenda Introdução: Eventos Esportivos no Brasil Participação

Leia mais

PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS:

PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS: PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS: O QUE É PRECISO PARA SER UM CORRETOR DE SUCESSO gerenciador e site imobiliário Introdução O perfil do corretor de imóveis de sucesso Aprimorando os pontos fracos Conclusão

Leia mais

MAIS TURISMO, MAIS DESENVOLVIMENTO

MAIS TURISMO, MAIS DESENVOLVIMENTO Ministério do Turismo MAIS TURISMO, MAIS DESENVOLVIMENTO INDICADORES 2012 MAIS TURISMO, MAIS DESENVOLVIMENTO INDICADORES maio - 2013 Lagoa Azul, Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, MA Mais Turismo

Leia mais

IV SIMPOTEL acontece em São Luís

IV SIMPOTEL acontece em São Luís IV SIMPOTEL acontece em São Luís Nos dias 20 e 21 de março aconteceu no Grand São Luís Hotel o IV SIMPOTEL, Simpósio de Turismo e Hotelaria, promovido pela disciplina Empreendimentos Turísticos e Organização

Leia mais

HOTELARIA DE CURITIBA: UM GOL DE PLACA NA COPA 2014

HOTELARIA DE CURITIBA: UM GOL DE PLACA NA COPA 2014 HOTELARIA DE CURITIBA: UM GOL DE PLACA NA COPA 2014 INDUSTRIA HOTELEIRA EM CURITIBA Curitiba e região possui atualmente 18 mil leitos, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH).

Leia mais

TERMO PÚBLICO, ABERTO À ADESÃO, DE COMPROMISSO PELO EMPREGO E TRABALHO DECENTE NA COPA DO MUNDO FIFA DE 2014 E NOS JOGOS OLÍMPICOS DE 2016.

TERMO PÚBLICO, ABERTO À ADESÃO, DE COMPROMISSO PELO EMPREGO E TRABALHO DECENTE NA COPA DO MUNDO FIFA DE 2014 E NOS JOGOS OLÍMPICOS DE 2016. TERMO PÚBLICO, ABERTO À ADESÃO, DE COMPROMISSO PELO EMPREGO E TRABALHO DECENTE NA COPA DO MUNDO FIFA DE 2014 E NOS JOGOS OLÍMPICOS DE 2016. O Ministério do Trabalho e Emprego, o Tribunal Regional do Trabalho,

Leia mais

Bourbon Hotéis & Resorts

Bourbon Hotéis & Resorts Bourbon Hotéis & Resorts O jeito brasileiro de hospedar Mais que um conceito, é a principal filosofia da Bourbon Hotéis & Resorts. Desde 1963 administrando empreendimentos hoteleiros, conta atualmente

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE A COPA FIFA 2014

INFORMAÇÕES SOBRE A COPA FIFA 2014 INFORMAÇÕES SOBRE A COPA FIFA 2014 Por Milton Karam 06.outubro.2010 COPA FIFA 2014 CRONOLOGIA 2003 03 de junho - a Confederação Sul-Americana de Futebol CONMEBOL anuncia Argentina, Brasil e Colômbia 2006

Leia mais

Estudo da demanda turística internacional 2005-2011

Estudo da demanda turística internacional 2005-2011 Departamento de Estudos e Pesquisas Secretária Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Estudo da demanda turística internacional 2005-2011 Brasília, outubro de 2012 Sumário 1 Perfil da demanda

Leia mais

Cidades: O Que Fazer? Competitividade e Desenvolvimento Sustentável no Brasil Senado Federal Subcomissão Permanente de Acompanhamento da Rio+20 e do

Cidades: O Que Fazer? Competitividade e Desenvolvimento Sustentável no Brasil Senado Federal Subcomissão Permanente de Acompanhamento da Rio+20 e do Cidades: O Que Fazer? Competitividade e Desenvolvimento Sustentável no Brasil Senado Federal Subcomissão Permanente de Acompanhamento da Rio+20 e do regime internacional sobre mudanças climáticas Brasília,

Leia mais

O LEGADO DOS MEGAEVENTOS ESPORTIVOS PARA O BRASIL

O LEGADO DOS MEGAEVENTOS ESPORTIVOS PARA O BRASIL O LEGADO DOS MEGAEVENTOS ESPORTIVOS PARA O BRASIL MEGAEVENTOS CHEGANDO. COPA DO MUNDO FIFA EM 2014... OLIMPÍADAS EM 2016... Qual o legado real desses megaeventos para nosso país? Qual o custo (financeiro

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2013

Anuário Estatístico de Turismo - 2013 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2013 Volume 40 Ano base 2012 Guia de leitura Guia de leitura O Guia de Leitura tem o propósito de orientar

Leia mais

FECOMÉRCIO FALTOU NO CLIPPING VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA: CIDADES

FECOMÉRCIO FALTOU NO CLIPPING VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA: CIDADES FECOMÉRCIO FALTOU NO CLIPPING VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA: CIDADES VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA: LISTZ MADRUGA VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA:

Leia mais

6ª FNINM. Feira de Negócios da Indústria Nacional de Motopeças. Club Homs - São Paulo

6ª FNINM. Feira de Negócios da Indústria Nacional de Motopeças. Club Homs - São Paulo 6ª FNINM Feira de Negócios da Indústria Nacional de Motopeças Club Homs - São Paulo FNINM Feira de Negócios Indústria Nacional de Motopeças QUEM SOMOS / COMO SURGIU / PÚBLICO O objetivo da feira é valorizar

Leia mais

Caio Luiz de Carvalho Presidente

Caio Luiz de Carvalho Presidente Caio Luiz de Carvalho Presidente Os desafios do Brasil Deixar de ser espectador e se tornar ator do processo. Todos os brasileiros. Profissionais ou espectadores, envolvidos diretamente ou não. Muitas

Leia mais

INICIATIVA PRIVADA AHCF - Associação de Hotéis de Cabo Frio ACIRB - Associação da Rua dos Biquínis AHB - Associação de Hotéis de Búzios

INICIATIVA PRIVADA AHCF - Associação de Hotéis de Cabo Frio ACIRB - Associação da Rua dos Biquínis AHB - Associação de Hotéis de Búzios INICIATIVA INICIATIVA Um projeto da INICIATIVA PRIVADA (Grupo ABC do Sol) que une as cidades de Arraial do Cabo, Armação dos Búzios e Cabo Frio, representado por: AHCF - Associação de Hotéis de Cabo Frio

Leia mais

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 3 } 1. INTRODUÇÃO: PARQUE TECNOLÓGICO CAPITAL DIGITAL - PTCD Principal polo de desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação do Distrito Federal, o PTCD

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO 2014/2020 FARROUPILHA - RS

PLANO DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO 2014/2020 FARROUPILHA - RS PLANO DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO 2014/2020 FARROUPILHA - RS 22 de Outubro de 2014 AGENDA Relembrar o conceito de Plano Municipal de Turismo Etapas percorridas no desenvolvimento do PMT de Farroupilha

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO RCVB (RECIFE CONVENTION &VISITORS BUREAU) PARA A CONSOLIDAÇÃO DO TURISMO DE EVENTOS EM RECIFE.

A IMPORTÂNCIA DO RCVB (RECIFE CONVENTION &VISITORS BUREAU) PARA A CONSOLIDAÇÃO DO TURISMO DE EVENTOS EM RECIFE. A IMPORTÂNCIA DO RCVB (RECIFE CONVENTION &VISITORS BUREAU) PARA A CONSOLIDAÇÃO DO TURISMO DE EVENTOS EM RECIFE. Autor: ANTÔNIO CARLOS DE SOUZA E SÁ FILHO Introdução O Turismo de Eventos está em plena ascensão

Leia mais

Estudo da demanda turística internacional 2006-2012

Estudo da demanda turística internacional 2006-2012 Departamento de Estudos e Pesquisas Secretária Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Estudo da demanda turística internacional 2006-2012 Brasília, agosto de 2013 Sumário 1 Perfil da demanda

Leia mais

Capítulo IX. Turismo

Capítulo IX. Turismo Capítulo IX Turismo O México e a Espanha, há muitas décadas, produzem mais divisas com o turismo internacional do que o Brasil com sua exportação de café. Por que o Brasil não pode fazer o mesmo, com tanta

Leia mais

Marketing esportivo é um mercado de ouro

Marketing esportivo é um mercado de ouro 1 de 5 05/04/2010 19:37 Imprimir Reportagem / mercado Marketing esportivo é um mercado de ouro Um patrocínio para uma corrida de rua pode chegar a R$ 1 milhão. Palestras com treinadores e atletas valem

Leia mais

TURISMO NO CONTEXTO INTERNACIONAL

TURISMO NO CONTEXTO INTERNACIONAL TURISMO NO CONTEXTO INTERNACIONAL US$ bilhões O TURISMO NO COMÉRCIO INTERNACIONAL 3,500 Exportações worldwide Mundiais 3,000 2,500 Turismo 6% do total de exportações 30% das exportações de serviços US$

Leia mais

ROSEMARY OLIVEIRA DE LIMA

ROSEMARY OLIVEIRA DE LIMA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ UECE CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - CCT CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS APLICADOS - CESA MESTRADO PROFISSIONAL EM GESTÃO DE NEGÓCIOS TURÍSTICOS MPGNT ROSEMARY OLIVEIRA DE LIMA

Leia mais

Rio de Janeiro- Ideal para eventos

Rio de Janeiro- Ideal para eventos Rio de Janeiro- Ideal para eventos DIRETORIA SOPTERJ/ GRUPO EXECUTIVO RIO 2014 Presidente: Dr. Bernardo Henrique Ferraz Maranhão Vice-Presidente: Dr. Luiz Paulo Pinheiro Loivos Capital e Baixada Fluminense:

Leia mais

EXPERIÊNCIA VIPYOURSELF

EXPERIÊNCIA VIPYOURSELF EXPERIÊNCIA EXPERTIZE & NETWORK Desde sua fundação, em 1968, a GRANDE SÃO PAULO TURISMO tem como objetivo atender as necessidades de quem viaja a negócios ou lazer. Hoje contamos com ao menos uma empresa

Leia mais

Como Fazer Negócios com o Governo Business to Government B2G

Como Fazer Negócios com o Governo Business to Government B2G Como Fazer Negócios com o Governo Business to Government B2G Porque fazer negócios com o Governo? Descubra a maneira mais eficiente de fazer negócios com o Governo. Como Fazer Negócios com o Governo Business

Leia mais

19ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO ESTADUAL DE TURISMO. 05 de Dezembro de 2013 BDMG Belo Horizonte

19ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO ESTADUAL DE TURISMO. 05 de Dezembro de 2013 BDMG Belo Horizonte 19ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO ESTADUAL DE TURISMO 05 de Dezembro de 2013 BDMG Belo Horizonte ESTATÍSTICAS DO TURISMO MINEIRO -Perfil da Demanda -Estudo de Competitividade -Dados Econômicos RAFAEL OLIVEIRA

Leia mais

Estudo da demanda turística internacional 2007-2013

Estudo da demanda turística internacional 2007-2013 Departamento de Estudos e Pesquisas Secretária Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Estudo da demanda turística internacional 2007-2013 Brasília, novembro de 2014 Sumário 1 Perfil da

Leia mais

A FORÇA DA BHG. * Dados de 2010.

A FORÇA DA BHG. * Dados de 2010. PORQUE INVESTIR? Belo Horizonte tem o quarto maior PIB entre os municípios brasileiros; Minas Gerais é o segundo pólo turístico do Brasil; Localização estratégica. A Savassi é ponto nobre e estratégico

Leia mais

MKT GJP - Versão 07-16/05/2013 G J P PARTICIPAÇÕES

MKT GJP - Versão 07-16/05/2013 G J P PARTICIPAÇÕES G J P PARTICIPAÇÕES GUILHERME PAULUS ACIONISTA CONTROLADOR DA GJP PARTICIPAÇÕES E PRESIDENTE DA GJP HOTELS & RESORTS Presidente do Conselho do Conselho de Administração de Administração CVC Turismo e membro

Leia mais

A gestão de risco, no topo da agenda

A gestão de risco, no topo da agenda A gestão de risco, no topo da agenda 4 KPMG Business Magazine Ambiente de incertezas e estagnação econômica traz novos desafios em GRC O gerenciamento de riscos permanece no topo da agenda corporativa

Leia mais

SÃO PAULO TURISMO - OBSERVATÓRIO DE TENDÊNCIAS Números DA CIDADE DE SÃO PAULO

SÃO PAULO TURISMO - OBSERVATÓRIO DE TENDÊNCIAS Números DA CIDADE DE SÃO PAULO Turismo - indicadores gerais Demanda Total de Turistas (Estimativa) Demanda Total de Turistas (Estimativa) Principais Procedências - Internacionais 13,2 milhões; 85% Brasileiros, 15% Estrangeiros 15,1

Leia mais

Investimentos no Brasil: Hotéis & Resorts -2011

Investimentos no Brasil: Hotéis & Resorts -2011 Investimentos no Brasil: Hotéis & Resorts -2011 INVESTIMENTOS NO BRASIL: HOTÉIS & RESORTS - 2011 Este relatório foi realizado pela BSH Travel Research, divisão estatística da BSH International e apresenta

Leia mais

FRANQUIA MODALIDADE QUIOSQUE

FRANQUIA MODALIDADE QUIOSQUE FRANQUIA MODALIDADE QUIOSQUE SUMÁRIO QUEM SOMOS 02 PREMIAÇÕES 03 ONDE ESTAMOS 04 O MODELO QUIOSQUE 06 NOSSO NEGÓCIO 07 MULTIMARCAS 07 MULTISERVIÇOS 08 PERFIL DO FRANQUEADO 09 VANTAGENS DA FRANQUIA CLUBE

Leia mais

PROGRAMA BEM RECEBER COPA. O Convênio. Entidade: ABETAR. Convênio: 728599/2009

PROGRAMA BEM RECEBER COPA. O Convênio. Entidade: ABETAR. Convênio: 728599/2009 O Convênio Entidade: ABETAR Convênio: 728599/2009 Objeto: Projeto de Qualificação Técnica e Capacitação Profissional para o segmento do Transporte Aéreo Regional Vigência: 17/03/2011 O Programa A próxima

Leia mais

ANÁLISE DAS ADPTAÇÕES NA ACESSIBILIDADE NOS MEIOS DE HOSPEDAGENS DE FOZ DO IGUAÇU

ANÁLISE DAS ADPTAÇÕES NA ACESSIBILIDADE NOS MEIOS DE HOSPEDAGENS DE FOZ DO IGUAÇU ANÁLISE DAS ADPTAÇÕES NA ACESSIBILIDADE NOS MEIOS DE HOSPEDAGENS DE FOZ DO IGUAÇU Andriélle Pereira de Oliveira 1 RESUMO As normas de acessibilidade nos meios de hospedagens de Foz do Iguaçu são constituídas

Leia mais

Futebol alemão X Futebol brasileiro

Futebol alemão X Futebol brasileiro Futebol alemão X Futebol brasileiro Um fez sua revolução. Outro nem começou! Novembro de 2015 A revolução na Alemanha Eliminação precoce na Eurocopa de 2000 impulsionou as mudanças. Plano de longo prazo

Leia mais

Visão estratégica para compras

Visão estratégica para compras Visão estratégica para compras FogStock?Thinkstock 40 KPMG Business Magazine Mudanças de cenário exigem reposicionamento do setor de suprimentos O perfil do departamento de suprimentos das empresas não

Leia mais

SAP Customer Success Story Turismo Hotel Urbano. Hotel Urbano automatiza controle financeiro e internaliza contabilidade com SAP Business One

SAP Customer Success Story Turismo Hotel Urbano. Hotel Urbano automatiza controle financeiro e internaliza contabilidade com SAP Business One Hotel Urbano automatiza controle financeiro e internaliza contabilidade com SAP Business One Geral Executiva Nome da Hotel Urbano Indústria Turismo Produtos e Serviços Comercialização online de pacotes

Leia mais

Portal de Turismo Divulgando seu empreendimento

Portal de Turismo Divulgando seu empreendimento www.visitesaopedrodaaldeia.com.br Portal de Turismo Divulgando seu empreendimento Tel/ax: (21) 2522-2421 ideias@ideias.org.br Quem Somos O Instituto IDEIAS é uma associação civil, sem fins lucrativos,

Leia mais

O Mercado Esportivo e a Importância do Administrador: Cenário e Perspectivas

O Mercado Esportivo e a Importância do Administrador: Cenário e Perspectivas O Mercado Esportivo e a Importância do Administrador: Cenário e Perspectivas Marcelo Claro 4 de outubro de 2012 Esporte é paixão e emoção Um pouco do mercado esportivo no mundo Quase 900 milhões de pessoas

Leia mais

Nossos Clientes: www.luxoreng.com.br. Luxor Engenharia & Construções

Nossos Clientes: www.luxoreng.com.br. Luxor Engenharia & Construções Luxor Engenharia Construções e Pavimentação Ltda. é uma construtora e incorporadora com mais de 18 anos de mercado e diversos empreendimentos bem-sucedidos em todo o estado de São Paulo. Se destaca pela

Leia mais

Valor das marcas de 23 clubes do Brasil

Valor das marcas de 23 clubes do Brasil Valor das marcas de 23 clubes do Brasil Edição de 2013 Valor das marcas de 23 clubes do Brasil Pelo quinto ano consecutivo a BDO publica seu estudo avaliando as marcas dos maiores clubes de futebol do

Leia mais

Por que temos um Estudo de Competitividade?

Por que temos um Estudo de Competitividade? Por que temos um Estudo de Competitividade? Criação de índices nos ajuda a conhecer as dificuldades do destino turístico. O estudo proporciona informações para a elaboração de planos de ação mais objetivos.

Leia mais

FRANQUIA MODALIDADE LOJA

FRANQUIA MODALIDADE LOJA FRANQUIA MODALIDADE LOJA SUMÁRIO QUEM SOMOS PREMIAÇÕES ONDE ESTAMOS NOSSO NEGÓCIO MULTIMARCAS MULTISERVIÇOS PERFIL DO FRANQUEADO VANTAGENS DA FRANQUIA CLUBE TURISMO DESCRITIVO DO INVESTIMENTO PROCESSO

Leia mais

IV Congresso Latino Americano de Opinião Pública WAPOR 2011. Belo Horizonte - Brasil

IV Congresso Latino Americano de Opinião Pública WAPOR 2011. Belo Horizonte - Brasil IV Congresso Latino Americano de Opinião Pública WAPOR 2011 Belo Horizonte - Brasil Os brasileiros e a Copa de 2014: Movimentos de opinião pública e de mercado 2 Introdução Metodologia Além do levantamento

Leia mais