Questão 1. A alternativa que contém a seqüência correta, de cima para baixo, é a 01) V F V F V 02) V F F F V 03) F V F V F 04) F F V V F 05) V V V V V

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Questão 1. A alternativa que contém a seqüência correta, de cima para baixo, é a 01) V F V F V 02) V F F F V 03) F V F V F 04) F F V V F 05) V V V V V"

Transcrição

1 Comunicação e Expressão/ Língua Portuguesa/Literatura Brasileira Questões de 1 a 10 Esta prova deverá ser respondida pelos Candidatos inscritos para os cursos de Graduação e de Graduação Tecnológica. INSTRUÇÃO: Para responder a essas questões, identifique APENAS UMA ÚNICA alternativa correta e marque o número correspondente na Folha de Respostas. Questões 1 a 7 TEXTO: Corrida de obstáculos Comércio internacional é tema constante na agenda corporativa. Exportações criam fontes de receitas, viabilizam a expansão dos negócios e ajudam a fortalecer a imagem e a marca. O comércio internacional é também 5 tema estratégico na agenda do poder público. Alterações nas regras que governam as transações entre países podem estimular o desenvolvimento e gerar riquezas. Podem também ter impactos negativos sobre setores inteiros, com conseqüências sociais e políticas nefastas. 10 A cobertura da mídia leva a crer que o comércio mundial já viveu dias mais esperançosos. Segundo o noticiário econômico, o fracasso da Rodada de Doha, no fim de julho, teria espalhado ceticismo por todas as latitudes, representando um lamentável revés para a 15 causa do livre comércio. O esforço em questão teve início em 2001, com o objetivo de flexibilizar as regras do comércio. A reunião em Genebra tinha uma agenda de 20 pontos. Nada menos do que 18 pontos foram vencidos. O desacordo sobre o 19 o ponto, relacionado a 20 mecanismos de proteção para agricultores de países em desenvolvimento, selou o fim do encontro. Ainda que o colapso tenha gerado frustração, o paciente segue firme. A progressiva liberação comercial vem fazendo com que o comércio entre as nações cresça 25 a um ritmo superior ao do PIB mundial. O Brasil ainda é um participante modesto. Cabe a pergunta: que barreiras e dificuldades enfrentam as empresas brasileiras? O que as impede de ter maior presença no comércio mundial? Foi divulgada recentemente uma ampla pesquisa 30 sobre a competitividade das empresas brasileiras. Esse estudo estabelece como primeiro passo a identificação de todos os fatores que podem constituir barreiras para a exportação. O levantamento originou nada menos do que 172 gargalos, organizados em oito categorias gerais: 35 das condições macroeconômicas à atratividade dos mercados, da qualidade da gestão à estrutura logística, dos sistemas de informação às dificuldades com a legislação, e da onisciente burocracia à mal-resolvida questão tributária. Segundo o coordenador da pesquisa, 40 a identificação dos gargalos é um resultado importante, pois mostra a amplitude da questão e sugere que medidas de aperfeiçoamento devem desenvolver esforços coordenados das empresas e do governo. Ressalvou também o coordenador que parece ainda estar presente 45 na memória empresarial o paternalismo estatal. Assim, se falta às nossas empresas um esforço mais incisivo de melhoria da qualidade de sua própria gestão, falta ao governo implantar diretrizes mais inteligentes e perenes, que facilitem a vida das empresas. WOOD JR, Thomaz. Corrida de obstáculos. Carta Capital, São Paulo: Confiança, ano XV, n. 511, p. 54, 3 set Adaptado. Questão 1 Identifique as afirmativas verdadeiras(v ) e as falsas (F). Do ponto de vista temático, o texto ( ) evidencia as dificuldades vivenciadas atualmente pelo comércio internacional, situando o Brasil nesse contexto. ( ) faz referência à exclusão das nações subdesenvolvidas na participação do comércio internacional devido a obstáculos que existem tanto interna quanto externamente. ( ) contrapõe o insucesso da discussão em Genebra, relacionada com mecanismos de proteção para agricultores de países em desenvolvimento, ao crescimento do livre comércio entre as nações. ( ) condena a ausência de senso crítico das empresas brasileiras, deixando claro que elas não estão ainda conscientes de que o seu bom desempenho depende, única e exclusivamente, delas próprias. ( ) estabelece uma relação entre os gargalos encontrados nas empresas exportadoras do Brasil e suas próprias limitações, além da ausência de eficientes e ininterruptas políticas governamentais voltadas para esse fim. A alternativa que contém a seqüência correta, de cima para baixo, é a 01) V F V F V 02) V F F F V 03) F V F V F 04) F F V V F 05) V V V V V Questão 2 Constitui uma informação com respaldo no texto a explicitada na alternativa 01) As transações comerciais entre nações, pela sua importância, deviam ser isentas de linhas norteadoras de qualquer natureza. 02) As informações veiculadas pela mídia nem sempre correspondem à verdade, gerando, sem necessidade, desestímulos e frustrações. 03) Os executivos brasileiros fazem muito bem a sua parte, mas não contam com um estímulo consistente do governo, capaz de viabilizar sua prática e de gerar mais riquezas para o país. 04) Os entraves que impedem uma efetiva participação das empresas brasileiras no comércio internacional seriam afastados de uma vez por todas com a presença atuante do Estado protetor. 05) As negociações internacionais, por refletir interesses políticos e econômicos, dependem de acordos entre governos e da capacidade competitiva das empresas envolvidas, para que o social possa desfrutar dos benefícios delas advindos. Questão 3 A leitura que se faz do fragmento transcrito está correta em 01) Segundo o noticiário econômico (l ) Embora as notícias sobre economia. 02) representando um lamentável revés para a causa do livre comércio. (l ) configurando-se uma lastimável reviravolta para a questão da liberação comercial. 03) com o objetivo de flexibilizar as regras do comércio. (l ) objetivando anular as normas comerciais. 04) Nada menos do que 18 pontos foram vencidos. (l. 18) Mais de 18 itens foram debatidos. 05) Ainda que o colapso tenha gerado frustração (l. 22) Visto que a crise tenha causado decepção. PORT-1

2 Questão 4 Embora o texto se apresente em linguagem predominantemente denotativa, alguns trechos contêm termos usados em sentido conotativo. A alternativa em que inexiste correlação entre o termo transcrito e o que ele conota é a 01) fontes (l. 2) origem. 02) cobertura (l. 10) proteção. 03) colapso (l. 22) insucesso. 04) passo (l. 31) ação. 05) gargalos (l. 40) obstáculo. Questão 5 A análise do último parágrafo do texto permite afirmar: 01) Assim introduz uma conseqüência do enunciado no último período do parágrafo anterior. 02) se estabelece uma concessão para o que vai ser colocado posteriormente. 03) mais, nas duas ocorrências, exprime uma idéia de quantidade. 04) que, em relação à oração a que se liga, indica restrição. 05) das empresas restringe o sentido do termo vida. Questão 6 A progressiva liberação comercial vem fazendo com que o comércio entre as nações cresça a um ritmo superior ao do PIB mundial. (l ) Sobre o período em destaque, é correto afirmar: 01) O adjetivo comercial, se transposto para antes de nome, não altera o sentido do contexto. 02) A locução verbal vem fazendo expressa um fato incerto no presente. 03) A partícula o, em com que o comércio, é a forma masculina do a, em cresça a um ritmo, já que ambas pertencem à mesma classe de palavras. 04) O vocábulo ritmo está elíptico entre as contrações ao e do. 05) O termo do PIB mundial mantém relação sintática com cresça. Questão 7 Uma das funções da vírgula é separar orações da mesma natureza sintática, como no fragmento transcrito na alternativa 01) Exportações criam fontes de receitas, viabilizam a expansão dos negócios (l. 2-3). 02) Segundo o noticiário econômico, o fracasso da Rodada de Doha (l.11-12). 03) O esforço em questão teve início em 2001, com o objetivo de flexibilizar as regras do comércio. (l ). 04) Ainda que o colapso tenha gerado frustração, o paciente segue firme. (l ). 05) O levantamento originou nada menos do que 172 gargalos, organizados em oito categorias gerais (l ). Questão 8 SMYTHE, Reg (Reginald). Zé do boné. Caros amigos, São Paulo: Casa Amarela, ano XI, n.132, p. 44, mar Identifique com V os ditos populares que se aplicam à situação veiculada nos quadrinhos e com F, os demais. ( ) Nem tudo que reluz é ouro. ( ) O mundo é dos mais espertos. ( ) Rir melhor quem rir por último. ( ) Um dia da caça, outro do caçador. ( ) Que guarda com fome, o rato come. A alternativa que contém a seqüência correta, de cima para baixo, é a 01) V F V F V 03) F V V V F 05) V V V V V 02) F V F V F 04) V F F F V Questões 9 e 10 I. Verbo crackar Eu empobreço de repente Tu enriqueces por minha causa Ele azula para o sertão Nós entramos em concordata Vós protestais por preferência Eles escafedem a massa Sê pirata Sede trouxas Abrindo o pala Pessoal sarado Oxalá que eu tivesse sabido que esse verbo era irregular. ANDRADE, Oswald de. Verbo crackar. Memórias sentimentais de João Miramar. Disponível em: < UM:www. lumiarte.com/luardeoutono...>. Acesso em: 31 set I. Nosso tempo O poeta declina de toda responsabilidade na marcha do mundo capitalista e com suas palavras, intuição, símbolos e outras armas promete ajudar a destruí-lo como uma pedreira, uma floresta, um verme. ANDRADE, Carlos Drummond de. Nosso tempo. Disponível em:<http:// w w w.lyricstime.com/carlos-drummond-de-andrade-nosso-tempo-lyrics.html>. Acesso em: 31 set PORT

3 Questão 9 Os dois textos apresentam o sujeito poético 01) revoltado pela falência fraudulenta de que foi vítima. 02) desejoso de somar esforços na luta contra a corrupção. 03) envolvido na turbulência de mais uma crise econômica. 04) consciente de que o mundo capitalista é marcado por sérias irregularidades. 05) ansioso por resgatar os valores humanos perdidos nos descompassos da modernidade. Questão 10 Marque V ou F, conforme o caso. No texto I, constituem uma antítese os versos ( ) Eu empobreço de repente / Tu enriqueces por minha causa. RED EDAÇÃO ( ) Ele azula para o sertão / Nós entramos em concordata. ( ) Vós protestais por preferência / Eles escafedem a massa. ( ) Sê pirata / Sede trouxas. ( ) Abrindo o pala / Pessoal sarado. A alternativa que contém a seqüência correta, de cima para baixo, é a 01) V F V F V 02) F V F V F 03) V F F V F 04) F V V F V 05) V V V V V INSTRUÇÕES: Escreva sua Redação no espaço reservado ao rascunho. Transcreva seu texto na Folha de Redação, usando caneta de tinta azul ou preta. Escreva entre 20 e 30 linhas e não ultrapasse os limites da Folha de Redação. Não utilize letra de imprensa. Será anulada a Redação redigida fora do tema proposto; apresentada em forma de verso; assinada fora do local apropriado; identificada por qualquer meio; escrita a lápis ou de forma ilegível; pré-moldada, apresentando texto padronizado, comum a vários candidatos. Tema da Redação Há três décadas, as principais potências decidiram que a nova ordem mundial seria o neoliberalismo. Globalizaram o capital financeiro e obrigaram todos os países subdesenvolvidos a abrir suas fronteiras para bancos e produtos industrializados. No entanto, a estratégia neoliberal também tinha como objetivo desestruturar o sistema produtivo de alimentos dos povos do Terceiro mundo. Antes, as pessoas, na agricultura de subsistência, não pagavam nada para comer, e vendiam os excedentes para quem podia pagar preços relativamente altos. Depois, no entanto, a grande maioria, proibida de produzir para a subsistência, simplesmente não tinha dinheiro para comprar, mesmo os preços sendo mais baratos. Segundo o discurso do FMI, do BIRD e da OMC, era vantajoso importar alimentos mais baratos em vez de produzir. Agora a situação desandou de vez: a fome generalizada e os altos preços demonstram que a soberania é algo estratégico para os povos. Enquanto isso, a OMC (Organização Mundial do Comércio) aconselha o aumento na produção de alimentos por parte dos países produtores para conter a crise, e aparecem novos créditos salvadores. Assim a história volta a repetir-se, mais dinheiro para fomentar uma agricultura de exportação em vez de agricultura de soberania alimentícia. (ARANHA, Rodrigo. A fome sempre foi um bom negócio. Caros amigos,são Paulo: Casa Amarela, ano XII, n.43, p , jun ) Atente para a situação problematizada por Rodrigo Aranha no fragmento em destaque e produza um texto argumentativo, procurando mostrar como a questão da fome tem sido um bom negócio, em virtude do descaso com que se tem tratado a agricultura de subsistência e formentado a agricultura de exportação. PORT/RED-3

4 RASCUNHO DA REDAÇÃO 4-RED

5 Matemática Questões de 11 a 20 Esta prova deverá ser respondida pelos Candidatos inscritos para os cursos de Graduação e de Graduação Tecnológica. INSTRUÇÃO: Para responder a essas questões, identifique APENAS UMA ÚNICA alternativa correta e marque o número correspondente na Folha de Respostas. Questão 11 Um comerciante comprou um lote de certa mercadoria por um valor V. 1 3 Revendendo do lote com lucro de 50%, do lote com prejuízo de 10% e o 5 4 restante pelo preço de custo, o comerciante, na venda de todo o lote, 01) não terá lucro nem prejuízo. 02) terá lucro total de 0,25%. 03) terá lucro total de 2,5%. 04) terá prejuízo de 0,25%. 05) terá prejuízo de 0,5%. Questão 12 A glicose é uma fonte de energia facilmente absorvida pelas células, daí ser extensivamente usado em medicina como nutriente energético, via endovenosa. Quando cada 100 m de soro glicosado contém t gramas de glicose, diz-se que ele é glicosado a t%. Misturando-se x d de um soro glicosado a 2,5% com y d de um soro glicosado a 10%, obtêm-se 3 litros de um soro glicosado a 5%. Os valores de x e y podem ser calculados através da equação matricial 01) 02) 03) 1 1 x 30 = 0,5 2 y x 30 = 0,5 1 y x 30 = 0,1 2 y x 10 04) = 0,1 2 y x 30 05) = 0,1 1 y 15 Questão 13 Se os números x 1 = 2 e x 2 = 1 + i são raízes do polinômio P(x) = x 3 + bx 2 + cx + d, em que b, c e d são constantes reais, então o resto da divisão de P(x) por x 2 1 é 01) 3 02) 0 03) 2x 04) 4 3x 05) 7x 8 MAT-5

6 Questão 14 f(x) Sendo A o conjunto-imagem de f e B = x R/ 0, em que f e g são as g(x) funções reais representadas no gráfico, pode-se afirmar que o número de elementos inteiros do conjunto A B é 01) 2 02) 3 03) 5 04) 7 05) 8 Questão 15 Sendo m e n, respectivamente, o menor e o maior valores de x que satisfazem à inequação 1 x (0, 3) (0, 09), pode-se afirmar que log (m 2 + n 2 ) é igual a 01) 1 3log2. 02) 1 2log2. 03) 2 + log5. 04) log5 log2. 05) log2 + log3. Questão 16 Um grupo de 8 amigos sai em dois carros para uma festa de confraternização e combinam que dois deles, A e B, não deverão beber, pois serão os motoristas na volta para casa. Sabendo-se que cada automóvel tem capacidade para 5 pessoas, o número máximo de formas distintas de agrupar os amigos nos automóveis, na volta para casa, é 01) 28 02) 42 03) 50 04) 76 05) 100 Questão 17 Em um mapa, cuja escala é 1:100000, um terreno é representado por um paralelogramo que tem um dos ângulos internos θ =120º. Sabendo-se que, no mapa, os lados e a diagonal oposta a θ, medidos em cm, formam uma progressão aritmética de razão 2, pode-se afirmar que o perímetro do terreno, em km, mede 01) 1,6 02) 2,0 03) 9,6 04) 16,0 05) 20,0 Questão 18 A figura representa uma piscina de comprimento 10m, largura 4m, profundidade 1,20m na parte mais rasa e 1,80m na parte mais funda. 6-MAT

7 Para que o nível da água esteja exatamente a 15cm da borda superior, a piscina deve conter, em litros de água, o equivalente a 01) ) ) ) ) Questão 19 Sobre o retângulo de vértices A= (0,0), B = (3, 4), C e D=( 2,y D ),representado na figura, afirma-se: ( ) Uma equação da reta que contém o lado AD é 4y +3x= 0. ( ) A diagonal do retângulo mede 2,5 u.c. ( ) Uma equação da circunferência de centro B e que passa por C é ( x 3) + ( y 4) = 4. Atribuindo-se V para as sentenças verdadeiras e F, para as falsas, pode-se concluir que a seqüência correta, de cima para baixo, é 01) V V V 02) V V F 03) V F V 04) F F V 05) F V F Questão 20 O lugar geométrico dos vértices da parábola f(x) = ax 2 + x 3, a 0, quando a percorre o conjunto R * +,é 01) uma reta. 02) duas retas concorrentes. 03) uma parábola. 04) uma elipse. 05) um ramo de uma hipérbole. * * * MAT-7

8 Comunicação e Expressão/ Língua Estrangeira Inglês Esta prova deverá ser respondida apenas pelos candidatos inscritos para o curso de Graduação. Questões de 21 a 30 Questões de 21 a 26 TEXTO: How to travel with your laptop If you re taking your laptop on an airplane, there are some steps you should take to keep your computer safe. Here are 10 tips from Luke M. Ford, founder of My Computer Works, a provider of help desk and computer 5 support services for businesses and consumers. Use a well-made, well-padded case.never check your laptop during air travel. Make sure security applications and software updates are current. These include anti-virus, firewall, 10 and anti-spyware. Limit confidential information transmission, such as any credit purchases and reservations or anything with a Social Security number. Unfamiliar networks are always potentially dangerous. 15 Bring an Ethernet (Cat5) cable with you on your trip, in case there is no wireless connection available and you have to hook up to that little box next to the phone that you ll find in most hotel rooms. Use a system password on your laptop to help 20 slow down the novice thief. Use file passwords when available on confidential files. Do not set your computer down and leave it out of sight (especially in the airport bathroom). 25 If you must leave your laptop unattended in a car, put it in the trunk where it can t be seen. But remember that extreme temperatures are not good for electronic devices. Don t send your laptop through the airport X-ray 30 conveyor belt until it s your turn to walk through the metal detector. That way you ll be able to pick it up promptly when it comes out the other end and prevent anyone else from walking away with it. HOW to travel with your laptop. Travel. Houston, Mar 23, p. 6 Questão 21 The article informs the readers about 01) a special service of accomodations for travelers. 02) useful measures when taking a laptop on a flight. 03) some recommendations on where to travel and stay. 04) some suggestions taken from laptops about traveling stories. 05) a basic course to people who have to travel with a laptop. Questão 22 The article is directed 01) only to new laptop consumers. 02) to people who use the laptop every day. 03) to travelers with good news about laptops. 04) only to business people who travel every day. 05) to any person who needs to travel by plane with a laptop. 8-ING Questão 23 Fill in the parentheses with True or False. People shouldn t ( ) leave the laptop in very hot places. ( ) connect the cable of the laptop in a hotel room. ( ) go to the airport bathroom with a laptop. The alternative containing the correct sequences, from top to bottom is 01) True/False/False. 04) False/True/False. 02) True/False/True. 05) True/True/True. 03) False/False/True. Questão 24 The article describes measures a person must take to 01) avoid using laptops on weekend. 02) limit information on line. 03) avoid selling laptops to thieves. 04) keep the laptop protected. 05) buy laptops from big firms. Questão 25 I. safe (l. 2) I. tips (l. 3) I. current (l. 9) IV. Unfamiliar (l. 13) V. available (l. 21) VI. prevent (l. 32) The alternative that presents the correct sequence from top to bottom is 01) III,I,IV,II,VI,V 02) IV,I,V,II,III,VI 03) IV,III,V,I,VI,II 04) V,III,I,IV,II,VI 05) VI,II,IV,V, I,I Questão 26 In relation to language usage one can say that 01) founder (l. 3) and provider (l. 4) are in the comparative degree. 02) during (l. 7) and always (l. 14) are conjunctions. 03) credit (l. 12) and eletronic (l. 27) are functioning as nouns. 04) unattended (l. 25) is a word formed by adding a sufix and a prefix. 05) it can t be seen (l. 26) is in the Present Perfect tense. Questões 27 e 28 TEXTO: Match the columns considering the words from the text and their meanings Hello...I m On the Plane Say goodbye to exorbitant prices charged by airlines for using their satellite phones during a flight. More and more travelers are realizing that technology that works on terra firma is just as good in midair. 5 Thanks to the recent boom in onboard broadband wireless Internet access currently offered by 10 carriers including SAS, Singapore Airlines and Lufthansa passengers can now simply log onto Skype or other Internet voice services and make encrypted phone calls, 10 all at 12,000 m. The cost of accessing the Internet is determined by your carrier (Lufthansa, for example, charges $9.95 per hour or $26.95 per flight). HEIDARI, F.Time, New York, p. 50. Mar ( ) strange ( ) recent ( ) at hand ( ) secure ( ) stop ( ) information

9 Questão 27 The only regular verb of this group is 01) Say (l.1). 02) are (l.3). 03) works (l.3). 04) can (l.8). 05) make (l.9). Questão 28 The cost of accessing the Internet is determined by your carrier (l ) This sentence in the active voice is 01) Your carrier will determine the access of the Internet. 02) your carrier determines the cost of accessing the Internet. 03) The cost of accessing the Internet determined the carriers. 04) The Internet access will determine the cost of the carriers. 05) Your carrier should determine the cost of accessing the Internet. Questões 29 e 30 Questão 29 According to the advertisements, if you buy laptop 1 you can save 01) one and seventeen cents. 02) one dollar and seventy cents. 03) a hundred and seventy dollars. 04) one thousand and seven dollars. 05) a hundred dollars and seven cents. Questão 30 Considering these prices, laptop 1 is than laptop 2 The alternative that completes the sentence correctly is 01) cheap. 02) cheaper. 03) cheapest. 04) more expensive. 05) the most expensive. * * * Comunicação e Expressão/ Língua Estrangeira Espanhol Esta prova deverá ser respondida apenas pelos candidatos inscritos para o curso de Graduação. Questões de 21 a 30 Questões de 21 a 27 TEXTO: Marte El otro día me sucedió algo desazonante. Una alumna de la Facultad de Periodismo vino a entrevistarme para su clase, lo cual es algo muy normal; antes o después siempre hay algún profesor que manda hacer 5 una entrevista, y por lo general los alumnos se abalanzan sobre los periodistas profesionales. Eso hicimos todos cuando estudiábamos, y por eso solemos prestarnos todos al ejercicio. Esta chica tenía diecinueve años y era especialmente lista; se había preparado el trabajo a 10 conciencia y lo hizo muy bien, con mucha serenidad y gran desparpajo. Con esa misma desenvoltura me soltó, nada más llegar, una pregunta que me dejó patidifusa. Acabábamos de sentarnos en la mesa del bar cuando, inclinándose un poco hacia delante, dijo: Bueno, tú 15 sabes que no te voy a pagar esta entrevista, verdad?. Ahí comenzó un pequeño diálogo más bien delirante, porque ambas partes estábamos igual de atónitas, igual de asombradas ante lo que la otra nos decía. Éramos como dos especies alienígenas distintas 20 que se encuentran por primera vez en la galaxia. Ella me contó que sus compañeros de clase pensaban que las entrevistas tenían un precio, y que de hecho le habían preguntado: Pero ya le has advertido de que no le vas a dar dinero?. Y yo le expliqué que ningún medio o 25 periodista serios pagan a un entrevistado por su entrevista (en este periódico es algo que está prohibido), porque entonces sus declaraciones no resultarían fiables: podría alterar o inventar lo que dice para complacerte y que se lo compres. Por qué estas cosas no te las cuenta 30 ningún profesor?, se quejó la muchacha. Probablemente porque a ningún profesor se le ocurre que sus estudiantes son tan marcianos como para creer semejante cosa. Pero el problema es que llevamos viviendo en Marte mucho tiempo. Las nuevas generaciones se han pasado 35 años percibiendo el mundo a través de la bazofia televisiva, educándose en su cochambre moral y en la venta masiva de todo lo que uno es, desde la propia dignidad hasta los higadillos. Y así estamos llegando a lo peor, al pero entonces, si no te pagan, por qué lo 40 haces?, a ser incapaces de concebir que más allá del dinero hay una vida. MONTERO,Rosa. El País. Disponível em:< ultima/marte/elpporopi/ elpepiult_2/tes>. Acesso em: 18 set ING/ESP-9

10 Questão 21 En este texto, la periodista Rosa Montero 01) defiende un mejor salario para los periodistas. 02) cuestiona el programa de la facultad de Periodismo. 03) critica el bajo nivel de los estudiantes de periodismo. 04) afirma que no existen periódicos que paguen una entrevista. 05) cuenta un preocupante malentendido de la estudiante sobre las entrevistas. Questão 22 Cuenta Rosa Montero que la estudiante de Periodismo 01) pensaba que la escritora cobraba por las entrevistas. 02) se quejó de la falta de preparación de los profesores. 03) entendió perfectamente sus argumentos. 04) le hizo preguntas inconvenientes. 05) no destacaba por su inteligencia. Questão 23 En el texto, se recoge la idea de que 01) el dinero es un bien indigno. 02) la juventud actual no tiene ética ni moral. 03) los jóvenes de hoy ven demasiado la televisión. 04) la profesión periodística está perdiendo sus valores. 05) la telebasura ejerce una pésima influencia en la formación de los jóvenes. Questão 24 En el texto, vivir en Marte significa no 01) conocer a fondo la profesión. 02) saber cuánto gana un periodista. 03) imaginar otros valores que los del dinero. 04) tener noción del precio real de las cosas. 05) estar preocupado por los problemas sociales del mundo. Questão 25 Se ofrece un sinónimo adecuado a la palabra del texto en la alternativa 01) desazonante (l. 1) inquietante. 02) se abalanzan (l. 5) admiran. 03) solemos (l. 7) queremos. 04) fiables (l. 27) interesantes. 05) bazofia (l. 35) programación. Questão 26 Sobre la lengua del texto, se puede afirmar que 01) lo, en lo cual (l. 3), por lo general (l. 5) y lo hizo muy bien (l. 10), es un artículo neutro. 02) ante (l. 18) es una preposición equivalente a frente a. 03) nos, en nos decía (l ) es un pronombre reflexivo que acompaña al verbo. 04) primera (l. 20) es un determinante ordinal que sufriría apócope si se tratara de un texto coloquial. 05) algo (l. 26) es un pronombre indefinido que se opone semánticamente a nadie. Questão 27 Es correcto lo que se dice sobre las palabras del texto en la alternativa 01) había (l. 9) se acentúa por ser palabra llana acabada en vocal. 02) patidifusa (l. 12), atónitas (l. 18) y asombradas (l. 18) significan lo mismo. 03) distintas (l. 19) es un sinónimo de distinguidas. 04) ningún (l. 24) forma el plural con -s. 05) dinero (l. 41) es heterosemántica. 10-ESP Questões de 28 a 30 TEXTO: EL ROTO. Disponível em: <http://www.elpais.com/vineta/?d_data= &autor=el%20roto&anchor=elpporopivin&xref= elpepivin_4&type=Test&K=Roto>. Acesso em: 18 set Questão 28 En esta viñeta, el ángel habla con los humanos y les advierte de 01) su falta de moral y de conciencia. 02) su demasiada ambición y egoísmo. 03) su individualismo y falta de solidaridad. 04) su exceso de vanidad y culto a lo superficial. 05) su apego a la riqueza material y escaso sentido ético. Questão 29 Este texto se relaciona con el primero Marte porque 01) rechaza el capitalismo y la sociedad de consumo. 02) se preocupa por la corrupción y la falta de sentido ético en el mundo de hoy. 03) apela a la sensibilidad y la concienciación política frente a los problemas sociales. 04) llama la atención sobre la sobrevaloración del dinero en detrimento de los valores éticos. 05) habla de la falta de ética en los medios de comunicación y de la necesidad de recuperarla. Questão 30 Sobre la lengua del texto, es correcto decir: 01) tenéis es una forma verbal en presente referida ustedes, los humanos. 02) el es un pronombre personal, que, en femenino, es ella. 03) nivel es una palabra heterotónica. 04) muy se apocopa por estar seguido de preposición. 05) encima es un adverbio de lugar que se opone en el significado a abajo. * * *

11 Ciências Humanas/Atualidades Questões de 31 a 40 Esta prova deverá ser respondida apenas pelos candidatos inscritos para o curso de Graduação. INSTRUÇÃO: Para responder a essas questões, identifique APENAS UMA ÚNICA alternativa correta e marque o número correspondente na Folha de Respostas. Questões de 31 a 33 Uma profusão de línguas, diversas etnias, mais de 50 países: segundo continente mais populoso do planeta, a África parece não ter muito peso no mundo globalizado e a mídia não presta muita atenção a ela. É como se não tivessem importância as milhares de pessoas desalojadas, refugiadas, mortas e vítimas de violência em conseqüência de conflitos políticos. E outras tantas milhares de pessoas debilitadas por fome, doenças negligenciadas ou Aids. [...] A África que hoje se apresenta ao mundo é também uma herança colonial e da partilha que foi feita do continente no final do século 19, quando as potências européias de então dividiram-no entre si na Conferência de Berlim ( ). Os colonizadores preocuparam-se principalmente com as zonas de grande interesse econômico para eles. Como as rivalidades entre europeus não cessavam, as fronteiras dos países africanos sofreram algumas alterações. Assim como os recursos naturais e os acidentes geográficos, os povos colonizados eram transferidos de soberania, freqüentemente divididos sem consideração pela sua organização sociocultural e pelo seu passado político. É assim que um mesmo povo podia acabar sujeito a poderes político-administrativos diferentes, e povos rivais submetidos a um mesmo poder político-administrativo. A história da definição das fronteiras de Angola, por exemplo, dá conta também do colonizador firmando acordos de protetorado com chefes africanos e de bolsas de resistência que tornavam teórico o domínio português em certas áreas. Não são poucos os desafios para mudar a situação da população no continente, e um dos que se colocam aos povos africanos é conciliar a atual organização em estados nacionais à sua organização sociocultural ancestral. (ALBERICO, 2008, p.6). Questão 31 Em relação à história do continente africano, é correto afirmar: 01) A sociedade egípcia antiga se desenvolveu, no norte do continente, graças ao seu isolamento econômico e cultural em relação aos povos do Oriente Próximo e da Europa mediterrânea. 02) As organizações tribais africanas e os cultos animistas impediram a expansão cultural e econômica islâmica no norte da África. 03) A unidade étnica e cultural africana contribuiu para a penetração dos europeus no interior da África, na época moderna, com o objetivo de escravizar os africanos, 04) A Conferência de Berlim solucionou pacificamente as divergências entre as potências colonialistas na África, evitando um conflito generalizado entre os governos imperialistas. 05) As lutas fratricidas que ocorrem na África atual têm, entre suas origens, as fronteiras artificiais estabelecidas pelo colonizador europeu. Questão 32 A relação entre o continente africano e a Europa, na maioria das vezes, ocorreu em forma de encantamento e, outras vezes, de espanto e de desprezo. A África fascinava o europeu, mas também provocava horror ou indiferença. Sobre a questão africana, pode-se afirmar que 01) a Europa não se interessou pelo continente africano durante a Primeira Guerra Mundial, já que a disputa entre os países beligerantes ficou circunscrita à península Balcânica. 02) os acordos estabelecidos entre os chefes políticos locais e os países imperialistas evitaram que a África se envolvesse na Segunda Guerra Mundial, mantendo a sua independência política. 03) a descolonização africana só foi possível a partir da dissolução da União Soviética, quando os Estados Unidos puderam atuar livremente a favor desse processo. 04) a Guerra Fria acirrou os conflitos no continente, ao levar os Estados Unidos e a União Soviética a apoiarem militarmente facções políticas africanas rivais, na luta pela independência. 05) a solução dos conflitos internos que ocorrem, atualmente, na África, só será possível com o restabelecimento da unidade política, cultural e social existentes nas épocas ancestrais, quando a África era formada por um só país e uma só nação. Questão 33 A análise do texto e os conhecimentos sobre a África permitem afirmar: 01) As lutas em Serra Leoa têm sua origem na religião, uma vez que a maioria da população pratica o animismo e as oligarquias dominantes procuram impor o islamismo à população. 02) A fome endêmica que assola o continente decorre de condições climáticas desfavoráveis, como as secas cíclicas prolongadas, que dificultam a prática da agropecuária. 03) Os conflitos que ocorrem, nos dias atuais, estão relacionados, entre outros fatores, ao desinteresse das antigas metrópoles em investir capitais produtivos no continente. 04) O baixo IDH africano se deve à localização geográfica, à escassez de água, à aridez do solo e ao litoral pouco recortado, que dificulta o sistema viário. 05) As baixas potencialidades naturais e a ausência de lideranças políticas explicam a pobreza do continente. Questões 34 e 35 As reservas indígenas já ocupam 46% do território de Roraima e asfixiam qualquer tentativa de progresso. A participação de Roraima no PIB nacional é ínfima, de apenas 0,1%. O Brasil tem uma dívida histórica com os povos indígenas. Mas não vai resgatá-la com medidas impensadas e inconseqüentes. Ao contrário, sem um projeto econômico viável, corre o risco de pôr em risco a sobrevivência dos próprios índios aos quais se pretende beneficiar. Na reserva Raposa Serra do Sol, vivem 19 mil índios. A generosa distribuição de terras corresponde a 90 campos de futebol para cada índio, área três vezes maior do que a gleba da reforma agrária que é dada à família de um agricultor. Foi adiado, pelo STF (Supremo Tribunal Federal), o julgamento sobre uma nova demarcação das terras indígenas, que irá decidir o destino da reserva da Raposa da Terra do Sol. Para pressionar o Supremo, um grupo da reserva de índios foi a Brasília.Grande parte dos aliados dos índios da Raposa Serra do Sol, presentes CH/AT-11

12 Questão 34 A polêmica sobre a demarcação de terras indígenas na Região Norte tem gerado debates, inquietações e conflitos. A partir da análise do texto e dos conhecimentos sobre essa questão, pode-se afirmar: 01) A Região Norte tem vocação agrícola, devido à fertilidade do solo e à abundância de água e de fontes de energia, o que justifica a disputa pela posse dessas terras pelos indígenas e pelos agricultores. 02) A atuação da Funai (Fundação Nacional do Índio), incentivando os índios a enfrentar os agricultores invasores, aliada à escassez de terras cultiváveis, explica a união de todos os grupos étnicos da região contra a presença dos últimos. 03) A luta dos índios contra a ocupação das terras da reserva Raposa Serra do Sol é justificável, porque mais de metade das terras dessa reserva foi invadida pelos produtores de arroz, o que inviabiliza a sobrevivência das comunidades indígenas. 04) A polêmica em torno da demarcação das terras indígenas mobiliza forças empresariais, o exército e outros segmentos da sociedade, que destacam a necessidade do controle das áreas limítrofes da Amazônia, para que seja possível garantir a soberania nacional. 05) A demarcação das terras de forma contínua na reserva Raposa Serra do Sol inviabiliza o desenvolvimento econômico de Roraima, uma vez que a única fonte de renda desse Estado são os impostos recolhidos dos agricultores que ocuparam as terras disputadas. Questão 35 Com base na análise do texto e nos conhecimentos sobre a história dos movimentos sociais no Brasil, pode-se afirmar: 01) A resistência indígena à escravidão foi quase nula, visto que a indolência e a preguiça dos índios levaram os colonizadores a se recusar a adotá-lo como mão-de-obra. 02) A luta pela reforma agrária, objetivo principal dos movimentos do Cangaço e do liderado por Antônio Conselheiro, na Primeira República, angariou uma forte repressão estatal a esses movimentos. 03) O projeto de reforma agrária, defendido pelo presidente João Goulart, objetivava uma política distributiva de renda, o que provocou sua rejeição pelos grupos de oposição e acelerou a eclosão do golpe militar de ) As Ligas Camponesas não resistiram à repressão do regime militar e abandonaram seus ideais de uma reforma agrária, adotando concepções socialistas, o que deu origem ao MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra). 05) A CUT (Central Única dos Trabalhadores) foi a primeira organização sindical brasileira, visto que, até então, o Brasil se caracterizava por ser um pais rural e agrário. Questões de 36 a CH/AT aos protestos, eram manifestantes do MST. O índio Júlio Mucuxi, liderança em Raposa Serra do Sol, admitiu ter recebido ajuda financeira para os protestos. Só ganhei passagem de avião de vinda para Brasília, diz Júlio. O MST chegou para somar. (MARQUES; COSTA, 2008, p ). Assim como o mapa-múndi mudou depois da era das grandes navegações, a partir do século 15, o mapa da Europa foi bastante alterado ao longo do século 20. Esse período entrou para a história como a era das rápidas transformações geopolíticas, marcada pelo nascimento de muitos países. No século 20 as fronteiras transformaram-se em elementos cada vez mais maleáveis aos interesses das novas esferas do poder mundial. E um dos momentos mais significativos desse período aconteceu a partir da 2ª Grande Guerra, com a instauração da Guerra Fria - nome dado à disputa político-ideológica travada entre os Estados Unidos, defensores do capitalismo, e a União Soviética, defensora do socialismo. (A CORTINA , p. 56). Questão 36 A época das Grandes Navegações, dos Descobrimentos e da formação dos impérios coloniais foi responsável pela criação de um Novo Mundo e mudou, para sempre, a história da humanidade. Dentre as transformações que, ocorridas a partir dessa época, influenciaram na formação e no desenvolvimento da sociedade brasileira, encontra-se 01) o estabelecimento de um modelo de colonização, que, no decorrer dos séculos, prejudicou a aristocracia rural brasileira e provocou o primeiro movimento revolucionário elitista na América, que rompeu relações políticas com a metrópole. 02) a fundação da cidade do Salvador que, devido à sua importância administrativa e militar, se tornou uma das mais importantes cidades do império português e um ponto de parada entre o comércio do Ocidente com as Índias. 03) o surgimento de movimentos revolucionários separatistas de caráter popular, como a Inconfidência Mineira, defensora do rompimento com Portugal e da adoção de uma nova estrutura socioeconômica no Brasil. 04) a invasão de Portugal pela França, em retaliação à assinatura do Tratado de Tordesilhas e a conseqüente divisão da América em áreas portuguesa e espanhola, o que acarretou a transmigração da Corte portuguesa para o Brasil. 05) o atraso no processo industrial brasileiro, devido à histórica dependência econômica do Brasil em relação à Inglaterra e à obrigatoriedade do uso de mão-de-obra exclusivamente escrava, até o final do Império, que se tornaram um obstáculo ao crescimento industrial do país. Questão 37 A sociedade brasileira, no período referido no texto, a Guerra Fria, caracterizou-se 01) pelo apoio dado pelos Estados Unidos à ditadura de Vargas, estabelecida com o Estado Novo, diante da ameaça da instalação de um governo fascista no Brasil. 02) pela criação da Petrobras, financiada pelos Estados Unidos, temerosos que o Brasil permitisse a exploração do petróleo por potências estrangeiras rivais, como a União Soviética. 03) pela oposição norte-americana ao regime ditatorial militar e a defesa da instalação de regimes democráticos na América Latina, como mecanismo de contenção do totalitarismo soviético. 04) pela perseguição do governo ao movimento sindical e estudantil nos anos 60, defensores de uma política nacionalista e considerados, portanto, como uma ameaça socialista no país. 05) pela pressão exercida pelos Estados Unidos ao governo de Fernando Henrique Cardoso, com o objetivo de acelerar o processo de privatização e impedir a associação das empresas privatizadas com empresas estatais soviéticas. Questão 38 Em relação ao panorama mundial da Guerra Fria, é correto afirmar: 01) A Europa Oriental alcançou o desenvolvimento industrial mais expressivo de sua história e a melhor distribuição de renda da Europa, graças ao apoio da União Soviética. 02) A Europa Ocidental, apoiada pelos Estados Unidos, eliminou a miséria pessoal, promoveu um desenvolvimento homogêneo na região.

13 03) Cuba se tornou uma grande potência latino-americana, devido ao apoio econômico dado pelos Estados Unidos, que financiou a exploração de suas reservas petrolíferas e minerais. 04) A economia brasileira, sempre vulnerável às crises mundiais, registrou a maior recessão da história econômica do país. 05) Os Estados Unidos impuseram seu imperialismo na América Latina e apoiaram os governos ditatoriais de direita, mantendo os privilégios das oligarquias dominantes. Questão 39 Sobre a distribuição e os movimentos da população brasileira, é correto afirmar: 01) A partir do século XVII, as migrações internas se processaram, em geral, após o surgimento de novos pólos de atração populacional. 02) O cultivo do café no vale do Paraíba foi a única atividade econômica que não atraiu migrantes brasileiros e, sim, europeus. 03) A concentração da população, desde o Período Colonial, é uma realidade e, atualmente, as mais altas taxas de densidade demográfica registradas no país são encontradas na porção ocidental, em decorrência do grande desenvolvimento econômico dessa região. 04) A intensificação do êxodo rural, nas décadas de 50 e de 60 do século XX, foi resultante do grande desenvolvimento das atividades secundárias na porção oriental do país e da maior oferta de emprego na indústria de precisão. 05) A transumância é o único movimento da população que não está ligado a fatores econômicos, e ela só ocorre na Região Sul. Questão 40 O surgimento de megacidades está associado à rápida urbanização mundial. Sobre esses fenômenos, pode-se afirmar: 01) As megacidades estão localizadas exclusivamente no Hemisfério Sul, nos países de industrialização clássica, como São Paulo, no Brasil, Jacarta, na Indonésia, e Buenos Aires, na Argentina. 02) O processo de urbanização nos países emergentes se intensificou após a Segunda Guerra Mundial, em conseqüência de fatores estruturais, o que contribuiu para a hipertrofia do setor terciário. 03) A ausência de megacidades nos Estados Unidos está relacionada ao baixo crescimento demográfico e à inexistência do processo de conurbação. 04) As megacidades são resultantes da revolução econômica e cultural promovida pela expansão do processo de globalização e pela democratização de bens de consumo duráveis, em todos os continentes. 05) A instantaneidade da informação na era da globalização foi um fator fundamental para o surgimento de megacidades, na última década. Referências Questões de 31 a 33 ALBERICO, Andréa P. Serra Leoa e a Mama África. Mundo Jovem: um jornal de idéias. Porto Alegre, ano 46, n. 390, set Questões 34 e 35 MARQUES, Hugo; COSTA, Octávio. Soberania nacional em risco. ISTO É. São Paulo: Três, n. 2026, 3 set Adaptado. Questões de 36 a 38 A CORTINA DE FERRO. Discutindo Geografia. São Paulo: Escala Educacional, ano 2 n. 9, * * * Ciências Físicas e Biológicas Questões de 41 a 55 Esta prova deverá ser respondida apenas pelos candidatos inscritos para o curso de Graduação. INSTRUÇÃO: Para responder a essas questões, identifique APENAS UMA ÚNICA alternativa correta e marque o número correspondente na Folha de Respostas. QUESTÕES de 41 a 44 A incidência crescente de casos de dengue, no Brasil, levou pesquisadores do Laboratório de Ciências Químicas da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, UENF, a desenvolver um sabão repelente para proteção contra o mosquito transmissor dessa doença. Esse produto demonstra ser um meio de proteção alternativo eficiente e de baixo custo, feito a partir da glicerina, um subproduto do óleo de cozinha e de essências naturais de plantas, a exemplo do citral, extraído do capim-limão e do eugenol, encontrado no cravo-da-índia. (FURTADO, 2008, p.59) Questão 41 Com relação à dengue, pode-se afirmar: 01) O tratamento dessa doença por meio de antibióticos promove excelente resposta em pacientes sintomáticos. 02) A transmissão ocorre por meio de fluídos, gotículas de muco e secreções dos indivíduos infectados. 03) A propagação ocorre pela picada de mosquitos do gênero Lutzomya, assim como na leishmaniose. 04) Os agentes etiológicos causadores dessa enfermidade são caracterizados como arbovírus. 05) A contenção da disseminação dessa doença deve levar em conta as mesmas medidas preventivas utilizadas contra a hepatite do tipo B. Questão 42 O processo de produção do sabão repelente ao mosquito da dengue desenvolvido pela UENF põe em evidência, dentre outros aspectos, 01) o aproveitamento do óleo de cozinha, submetido ao processo de hidrólise, em meio básico, com objetivo da utilização de glicerina e de sais de sódio de ácidos graxos. 02) a ação repelente dos óleos essenciais decorrente da presença de ligações múltiplas na estrutura do citral e de características básicas do eugenol em meio aquoso. 03) a utilização de glicerina, um poliálcool primário de propriedades desidratantes. 04) a recuperação do óleo de cozinha, utilizado em frituras por meio da solubilidade em água sob ação de detergentes. 05) a inexistência de pressão de vapor do citral e do eugenol como condição de repelência dessas substâncias. CH/AT/CFB-13

14 Questão 43 A figura representa as trajetórias dos raios de luz refletidos nas faces superior e inferior de uma película de água com sabão de uma bolha que exibe um colorido brilhante. A partir da análise da figura e com base nos conhecimentos sobre fenômenos ondulatórios, é correto afirmar: 01) O raio de luz sofre reflexão total nos pontos A e C. 02) A variação da distância ABC não provoca a alteração nas cores da bolha de sabão. 03) As ondas estarão em oposição de fase se a distância ABC for igual a um número par de comprimento de onda da luz. 04) As ondas sofrerão uma difração se a distância ABC for igual a um número ímpar de meio comprimento de onda da luz. 05) As ondas sofrerão uma interferência construtiva se a distância ABC for igual a um número par de meio comprimento de onda da luz. Questão 44 No início do ano de 2008, o aumento do número de indivíduos infectados por febre amarela, no Brasil, em regiões de floresta próximas às cidades, fez com que os órgãos de vigilância em saúde ficassem atentos à possibilidade da ocorrência de mortes por conta da incidência dessa doença. Esse fato foi observado de maneira crescente à medida que os indivíduos se deslocavam para as regiões de mata, onde havia grande risco de contaminação. Essa situação é conseqüência de 01) não haver, em regiões de mata, possibilidade de utilização da vacina, que, imediatamente após a sua aplicação, torna o indivíduo imune à doença. 02) mosquitos de área urbana, em épocas mais quentes do ano, aumentarem a sua proliferação em regiões silvestres. 03) mosquitos, que normalmente infectam macacos presentes em regiões silvestres, poderem vir a infectar os seres humanos. 04) indivíduos formando grupos nessas regiões de mata, quando infectados, transmitirem a doença uns aos outros, facilitando a disseminação do agente etiológico. 05) ocorrerem, nas regiões silvestres, formas mais infectivas do vetor devido a adaptações sofridas às essas regiões mais inóspitas. QUESTÕES 45 e CFB O número de manchas solares e outras evidências de atividade magnética solar oscilam em um ciclo de 11 anos. Nos últimos 11 anos, 21 mil flares fulgurações e 13 mil nuvens de gás ionizado foram registrados da superfície solar. Esses fenômenos, coletivamente chamados de tempestades solares, surgem da inexorável efervescência dos gases que formam o plasma solar. Elas podem ser consideradas como análogos ampliados de tempestades troposféricas, com uma importante diferença: campos magnéticos permeiam os gases solares atribuindo-lhes forma e conferindo-lhes energia. Os flares são análogos de tempestades de relâmpagos. São explosões de partículas energéticas e de raios X intensos resultantes de variações do campo magnético em escalas relativamente pequenas. As chamadas ejeções coronais de matéria, CMEs, análogas dos Questão 45 furacões, são bolhas magnéticas gigantes, com milhões de quilômetros e extensão, que arremessam violentamente para o espaço nuvens de plasma de milhões de toneladas, a uma velocidade de vários milhões de quilômetros por hora. (ODENWALD, 2008, p.37) A figura representa as regiões de campo magnético da Terra, os cinturões de radiação Van Allen, onde ocorrem os fenômenos das auroras. Com base nas informações do texto e nos conhecimentos de eletromagnetismo, analise as proposições, marcando com V as verdadeiras e com F, as falsas. ( ) Prótons e elétrons, ao serem ejetados do Sol, geram, ao seu redor, campos elétricos e magnéticos. ( ) Prótons mais energéticos em repouso constituem correntes elétricas aurorais. ( ) Os raios cósmicos provenientes do Sol que penetram obliquamente nas regiões de campo magnético da Terra descrevem trajetórias espirais de raios variáveis. ( ) A força magnética que atua sobre prótons e elétrons que descrevem movimento circular uniforme é de natureza centrípeta. ( ) Elétrons e prótons lançados pelo Sol conseguem atingir a superfície da Terra, atravessando as regiões próximas do pólo norte e do pólo sul. A alternativa que indica a seqüência correta, de cima para baixo, é a 01) V V V F F 02) V V F F F 03) V F V V F 04) F V F F V 05) F F V V F Questão 46 Na(g) + 5,1 ev Na + (g) + 1e O flare e as CMEs também aceleram prótons até energia de 30 milhões de elétrons-volts. O fluxo de prótons da supertempestade de 1859 reduziu o ozônio, O 3 (g), estratosférico em 5%, e a camada de ozônio levou quatro anos para se recuperar. Prótons mais energéticos interagem com os núcleos de átomos de nitrogênio e de oxigênio do ar, gerando nêutrons e criando anomalias com abundância de nitratos NO 3 (g )

15 Considerando-se as transformações desencadeadas por fluxos de prótons acelerados até altas energias, é correto afirmar: 01) A energia de 30 milhões de ev é suficiente para ionizar, aproximadamente, 1, mol de átomos gasosos de sódio em íons Na + (g). 02) O ozônio é uma forma alotrópica mais estável de oxigênio que, ao se transformar em O 2 (g), absorve energia. 03) O núcleo do átomo de nitrogênio, ao receber um próton e expulsar um nêutron, é transformado em núcleo de átomo isótopo desse elemento químico. 04) Ao desencadear a oxidação de outras espécies iônicas, o Nox do nitrogênio no íon nitrato aumenta. 05) Ao ganhar um próton e perder um nêutron, o átomo de um elemento químico diminui o seu número atômico. QUESTÕES de 47 a 49 As perdas nos mantos de gelo na Groenlândia e na Antártica originaram-se da aceleração das correntes de gelo das geleiras de descarga que transportam massas de gelo para o oceano. O derretimento das plataformas de gelo flutuante não produz nenhum efeito sobre o nível do mar. (BELL, 2008, p. 59) Questão 47 Os fenômenos de derretimento de gelo na Groenlândia e na Antártica, associados às alterações do nível do mar, permitem concluir: 01) O derretimento do gelo flutuante não produz nenhum efeito sobre o nível do mar porque, ao fundir, a massa de gelo diminui. 02) A perda de massa do manto de gelo por derretimento, que se desloca, sob forma de correntes líquidas, em direção ao oceano, contribui para o aumento do nível do mar. 03) Ao fundir, determinada massa de gelo libera calor suficiente para congelar igual massa de água liquida. 04) O volume de um bloco de 1,0km 3 de gelo, ao fundir, produz 1,0km 3 de água líquida. 05) A estrutura do gelo apresenta cada molécula de água no centro de uma pirâmide, interligada a três ligações de hidrogênio estabelecidas com três moléculas vizinhas. Questão 48 O processo de derretimento dos mantos de gelo da Groenlândia e da Antártica pode ser associado corretamente ao principal impacto ambiental de 01) inundações, levando ao aumento dos níveis de erosão do solo e à redução de biomassa vegetal. 02) eutrofização, ocasionando o desaparecimento de espécies nativas das regiões afetadas com os grandes aportes de água. 03) redução das massas de ar quente, causando a alteração dos padrões de circulação do ar atmosférico. 04) diminuição do buraco da camada de ozônio, em conseqüência do efeito estufa. 05) alterações climáticas, afetando diretamente a dinâmica dos ecossistemas. Questão 49 Considere um bloco de gelo, que está começando a derreter, flutuando na água contida em um recipiente, que, nesse instante, está cheio até a borda. Sabendo-se que o gelo se encontra à temperatura de 0 o C e a densidade relativa dele é 0,917, analise as proposições. I. A parte emersa do gelo é igual a 8,3% do volume total. I. O nível da água no recipiente permanece o mesmo porque a massa do gelo é igual à massa de água que cabe no espaço ocupado pelo volume de gelo submerso. I. O peso do bloco de gelo em equilíbrio é igual ao peso da água que cabe no espaço do volume de gelo. IV. O volume de água que extravasa do recipiente, quando o gelo derreter, é igual ao volume da parte emersa de gelo. A alternativa que contém as proposições corretas é a 01) Ie II 02) IIeIII 03) IIIeIV 04) I e IV 05) II e IV QUESTÕES de 50 a 52 Atualmente nove países do mundo estão em condição de dizimar milhões de pessoas por conta das ogivas e bombas nucleares de que dispõem. Dentre eles, Estados Unidos, Rússia e China podem bombardear qualquer país com mísseis balísticos de longo alcance. Os efeitos da explosão de uma única bomba nuclear destas ultrapassariam de longe os horrores de Hiroshima e Nagasahi [...]. Ogivas nucleares modernas são bombas de fusão basicamente bombas de fissão envoltas em elementos químicos específicos que podem sofrer fusão sob condições adequadas. Inicialmente os explosivos moldados, que envolvem o primário, um núcleo físsil, detonam, comprimindo plutônio, que está sendo bombardeado por nêutrons, provenientes de um disparador especial. O plutônio se desintegra em elementos mais leves liberando energia. Essa energia, na forma de radiação, inunda o secundário, um dispositivo que contém elementos prontos para se fundir. A radiação, auxiliada em alguns projetos por outra radiação de fissão disparada por ela, dá início à fusão entre os isótopos de hidrogênio, trítio e deutério no combustível de deutereto de lítio. Essa fusão se auto-alimenta e forma uma bola de fogo termonuclear.(bielo, 2008, p.32-43) CFB-15

16 Questão 50 A grande maioria da população morre rapidamente em uma explosão nuclear, mas inúmeros sobreviventes sofrem graves conseqüências decorrentes da exposição à radiação, inclusive indivíduos que habitam nas cidades afastadas do ponto de explosão. Com relação aos efeitos da radiação nuclear no corpo humano, analise as seguintes afirmativas: I. A incidência de radiação não é capaz de causar danos ao sistema circulatório, apesar do aumento do número de células sangüíneas observado na maioria dos casos. I. Células musculares e nervosas são as mais sensíveis à radiação, estando relacionadas aos danos biológicos mais imediatos. I. Um dos principais efeitos relacionados à exposição à radiação nuclear são os danos irreversíveis causados ao sistema respiratório, ocasionando constantes paradas cardiorrespiratórias. IV. A ação da radiação sobre o organismo humano promove a elevação do risco de incidência de câncer em células somáticas. V. A radiação trata-se de um agente teratogênico, levando a produção de malformações de fetos em desenvolvimento intra-uterino. A alternativa em que todas as afirmativas são verdadeiras é a 01) Ie II. 02) Ie III. 03) II e IV. 04) III e V. 05) IV e V. Questão 51 I. 239 Pu n Zr + X 3 1n + energi I. 2 3 H + H 4 y n + energi CFB Considerando-se a renovação de armas atômicas que prevê a construção de novas ogivas nucleares que funcionam de forma parecida à de qualquer outra bomba de fusão, as informações do texto e as equações nucleares I e I,pode-se afirmar: 01) O deutereto de lítio é representado pela fórmula Li 2 1H, 2 e o berílio, na ogiva nuclear, absorve completamente os nêutrons emitidos na fissão do plutônio ) O nuclídeo X representado na equação nuclear I é o xenônio ) A fusão nuclear do deutério com o trítio é iniciada em um processo exotérmico com a formação de uma partícula α representada por y. 04) A desintegração do plutônio 239 ocorre em um processo, em cadeia, com a formação apenas dos isótopos instáveis Zr e X. 05) A energia liberada pelo explosivo químico é maior que a liberada na fissão do plutônio 239. Questão 52 Considere um míssil balístico de longo alcance lançado com velocidade de módulo v0, formando um ângulo θ em relação ao plano horizontal. Desprezando-se os efeitos de resistência do ar, a curvatura e a rotação da Terra, e considerando o módulo da aceleração da gravidade local como sendo g, uma análise do movimento um modelo idealizado permite afirmar: 01) O módulo da aceleração do projétil, no ponto mais alto da trajetória, é nulo. 02) A energia mecânica do projétil, no ponto mais alto da mv trajetória, é dada por ) A equação da trajetória do projétil tem forma y = bx + cx 2, sendo b e c constantes. 04) A velocidade escalar do projétil, em qualquer instante, é dada por QUESTÕES de 53 a cos ) + (v 0 senθ gt) (v θ. 05) O módulo da quantidade de movimento do projétil, de massa m, em qualquer instante, é igual a mv 0. Geralmente o termo dietético é aplicado a produtos isentos de sacarose. Embora o pão francês possa ser vendido nas padarias, sem açúcar, essa substância é fundamental no processo de fabricação desse alimento, uma vez que serve de nutriente para o fermento biológico. Um quilograma de massa para fazer pão contém cerca de 30,0g de sacarose, além de outros ingredientes, como farinha de trigo rica em amido e glúten, um tipo de proteína sal, água e fermento biológico. (CUNHA, 2008, p. 82) Questão 53 A principal função do açúcar nas massas de panificação é fornecer alimento para que o agente biológico transforme a sacarose em gás carbônico e etanol. Esse é um processo comumente realizado pelas células para obtenção de energia na realização de suas atividades. Com base nessas informações, os organismos responsáveis pela realização do processo de panificação são 01) fungos pertencentes ao grupo ascomiceto, que normalmente se apresentam sob a forma unicelular e se reproduzem assexuadamente por fissão ou por brotamento. 02) microorganismos do grupo basidiomiceto formadores de corpos de frutificação, denominados basidiocarpos ou basidiomas. 03) cianobactérias associadas, formando agrupamentos multicelulares organizados, que apresentam um sistema organizado de divisão de trabalho. 04) microorganismos que se reproduzem sexuadamente, formando células especiais conhecidas como basídios, onde se originam os esporos sexuais. 05) bactérias unicelulares formadoras de colônias que mantêm sua individualidade, apresentando células viáveis mesmo quando separadas do grupo. Questão 54 I. C 12 H 22 O 11 (aq) + H 2 O( ) C 6 H 12 O 6 (aq) + C 6 H 12 O 6 (aq) sacarose glicose frutose I. C 6 H 12 O 6 2C 2 H 6 O + 2CO 2 + energia etanol Considerando-se as informações do texto e as equações químicas que representam, resumidamente, o processo de fabricação do pão francês, é correto afirmar: 01) O pão francês, preparado a partir de 50,0g de massa de fazer pão, é dietético porque, durante a fermentação, consome 1,50g de sacarose e libera 429mL de CO 2 (g) a 25 o C e 1,0atm. 02) O glúten é uma proteína complexa solúvel em água, que resulta da esterificação de ácidos graxos. 03) O amido é uma macromolécula formada a partir da condensação de moléculas de sacarose. 04) A quantidade de matéria de etanol produzida a partir de 180,0g de glicose é 46,0g. 05) A fermentação de glicose é um processo endotérmico, e a equação química I representa uma reação de decomposição.

17 Questão 55 Considere um forno elétrico, de especificação 220V 4400W, utilizado em uma panificadora. O calor é produzido por uma associação de resistores em série, e cada resistor é um fio de tungstênio com 40,0cm de comprimento e 0,8mm 2 de área da secção transversal, enrolado em forma de uma espira. Desprezando-se os efeitos da dilatação térmica e considerando-se a resistividade elétrica do fio como sendo constante e 2 2 Ω. mm igual a 5 5,. 10, pode-se afirmar que o número de resistores no circuito é igual a m 01) 50 03) ) ) 89 04) 250 Referência Questões de 41 a 44 FURTADO, Fred. Sabão contra dengue. Ciência Hoje, n. 248, v. 42, maio de Questões 45 e 46 ODENWALD, Sterl F.Tempestade no Horizonte interplanetário. Scientific American Brasil, ano 6, n. 76, set Questões 47 a 49 BELL, Robin. Gelo inquieto. Scientific American, ano 6, n. março de Questões 50 a 52 BIELLO, David. Armas nucleares em um mundo novo. Novas ogivas são mesmo indispensáveis? Scientific American Brasil. Ano 2006, n. 68, jan. de Questões 53 a 55. CUNHA, Fernando, Antônio Portela da. A química da padaria. Ciência Hoje. V. 42, n. 247, abr Fonte das Ilustrações Questões de 41 a 44 MOSQUITO da dengue. < Disponível em brasilescola.com/doen%c3%a7as/dengue.htm> Acesso em 09 out Questão 45 HALIDDAY, David. Física básica.tradução de Adir Moyses Luiz. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1991, p Questões de 50 a 52 BIELLO, David. Armas nucleares em um mundo novo. Novas ogivas são mesmo indispensáveis? Scientific American Brasil. Ano 2006, n. 68, jan. de CFB-17

DATA: VALOR: 20 PONTOS NOME COMPLETO:

DATA: VALOR: 20 PONTOS NOME COMPLETO: DISCIPLINA: Geografia PROFESSOR(A): Rodrigo/Saulo DATA: VALOR: 20 PONTOS NOTA: NOME COMPLETO: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2ªEM TURMA: Nº: 01. RELAÇÃO DO CONTEÚDO Demografia (Transição

Leia mais

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar)

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Somos parte de uma sociedade, que (re)produz, consome e vive em uma determinada porção do planeta, que já passou por muitas transformações, trata-se de seu lugar, relacionando-se

Leia mais

O continente africano

O continente africano O continente africano ATIVIDADES Questão 04 Observe o mapa 2 MAPA 2 Continente Africano Fonte: . A região do Sahel, representada

Leia mais

CONTEXTO HISTORICO E GEOPOLITICO ATUAL. Ciências Humanas e suas tecnologias R O C H A

CONTEXTO HISTORICO E GEOPOLITICO ATUAL. Ciências Humanas e suas tecnologias R O C H A CONTEXTO HISTORICO E GEOPOLITICO ATUAL Ciências Humanas e suas tecnologias R O C H A O capitalismo teve origem na Europa, nos séculos XV e XVI, e se expandiu para outros lugares do mundo ( Ásia, África,

Leia mais

África. Palavras amáveis não custam nada e conseguem muito. Blaise Pascal 30. www1.folha.uol.com.br

África. Palavras amáveis não custam nada e conseguem muito. Blaise Pascal 30. www1.folha.uol.com.br África Acredita-se que a situação atual da África seja resultado da maneira em que foi colonizado pelos Europeus. Por meio de colônia de exploração de recursos mineiras, separação dos territórios tribais

Leia mais

Guerra fria (o espaço mundial)

Guerra fria (o espaço mundial) Guerra fria (o espaço mundial) Com a queda dos impérios coloniais, duas grandes potências se originavam deixando o mundo com uma nova ordem tanto na parte política quanto na econômica, era os Estados Unidos

Leia mais

Guerras tribais ou conflitos étnicos?

Guerras tribais ou conflitos étnicos? Guerras tribais ou conflitos étnicos? O continente africano padece das conseqüências de um longo e interminável processo de exploração que espoliou a maior parte de suas nações, determinando, na maioria

Leia mais

O CAPITALISMO E A DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (DIT)

O CAPITALISMO E A DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (DIT) O CAPITALISMO E A DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (DIT) O capitalismo teve origem na Europa, entre os séculos XIII e XIV, com o renascimento urbano e comercial e o surgimento de uma nova classe social:

Leia mais

O IMPERIALISMO EM CHARGES. Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com. 1ª Edição (2011)

O IMPERIALISMO EM CHARGES. Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com. 1ª Edição (2011) O IMPERIALISMO EM CHARGES 1ª Edição (2011) Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com Imperialismo é a ação das grandes potências mundiais (Inglaterra, França, Alemanha, Itália, EUA, Rússia

Leia mais

1) Caracterize a economia e a história recente da região insular da América Central.

1) Caracterize a economia e a história recente da região insular da América Central. 1) Caracterize a economia e a história recente da região insular da América Central. 2) Considere a tabela para responder à questão: TAXA DE CRESCIMENTO URBANO (em %) África 4,3 Ásia 3,2 América Lat./Caribe

Leia mais

Gabarito oficial preliminar: História

Gabarito oficial preliminar: História 1) Questão 1 Segundo José Bonifácio, o fim do tráfico de escravos significaria uma ameaça à existência do governo porque Geraria uma crise econômica decorrente da diminuição da mão de obra disponível,

Leia mais

Exercícios Reorganização Política Internacional

Exercícios Reorganização Política Internacional Exercícios Reorganização Política Internacional 1. (Ufg 2013) Analise a charge a seguir. A charge refere-se a dois temas: o papel do Estado na economia e as relações de trabalho. A respeito desses temas,

Leia mais

TRATADO SOBRE AGRICULTURA SUSTENTÁVEL PREÂMBULO

TRATADO SOBRE AGRICULTURA SUSTENTÁVEL PREÂMBULO [25] TRATADO SOBRE AGRICULTURA SUSTENTÁVEL PREÂMBULO Entendendo que: 1. O sistema sócio-econômico e político internacionalmente dominante, ao qual se articula o modelo industrial de produção agrícola e

Leia mais

CONTEÚDOS PARA A 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL 1ª ETAPA 2014 ENSINO FUNDAMENTAL II CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE CIÊNCIAS 1ª ETAPA 2014

CONTEÚDOS PARA A 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL 1ª ETAPA 2014 ENSINO FUNDAMENTAL II CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE CIÊNCIAS 1ª ETAPA 2014 CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE CIÊNCIAS 1ª ETAPA 2014 6º ANO - 17/ 03/ 2014 - Ecologia (níveis de organização; relações alimentares; cadeia e teia alimentar; relações ecológicas); 7º ANO - 17/ 03/

Leia mais

DATA: /12/2014 VALOR: 20 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho recuperação final SÉRIE: 9º TURMA: NOME COMPLETO:

DATA: /12/2014 VALOR: 20 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho recuperação final SÉRIE: 9º TURMA: NOME COMPLETO: DISCIPLINA: GEOGRAFIA PROFESSORES: Marina Monteiro e Fábio Luiz DATA: /12/2014 VALOR: 20 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho recuperação final SÉRIE: 9º TURMA: NOME COMPLETO: Nº: A PROVA FINAL NÃO SERÁ LIMITADA

Leia mais

01. Com freqüência os meios de comunicação noticiam conflitos na região do Oriente Médio.

01. Com freqüência os meios de comunicação noticiam conflitos na região do Oriente Médio. 01. Com freqüência os meios de comunicação noticiam conflitos na região do Oriente Médio. Sobre essa questão, leia atentamente as afirmativas abaixo: I. Em 11 de setembro de 2001, os EUA sofreram um violento

Leia mais

PROGRAMA DAS DISCIPLINAS

PROGRAMA DAS DISCIPLINAS PROGRAMA DAS DISCIPLINAS PRODUÇÃO DE TEXTO O texto elaborado pelo candidato deve atender à situação de produção apresentada na prova, obedecendo para tanto à tipologia e ao gênero textual solicitados.

Leia mais

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo História baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA Middle e High School 2 6 th Grade A vida na Grécia antiga: sociedade, vida cotidiana, mitos,

Leia mais

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE. DA REPRODUÇÃO DA VIDA E PODE SER ANALISADO PELA TRÍADE HABITANTE- IDENTIDADE-LUGAR. OBJETIVOS ESPECÍFICOS A. Caracterizar o fenômeno da urbanização como maior intervenção humana

Leia mais

A novidade é que o Brasil não é só litoral É muito mais é muito mais que qualquer zona sul Tem gente boa espalhada por este Brasil Que vai fazer

A novidade é que o Brasil não é só litoral É muito mais é muito mais que qualquer zona sul Tem gente boa espalhada por este Brasil Que vai fazer CAUSAS: Acirramento da concorrência comercial entre as potências coloniais; Crise das lavouras de cana; Estagnação da economia portuguesa na segunda metade do século XVII; Necessidade de encontrar metais

Leia mais

07. Alternativa c. Seja PABC a pirâmide regular, com as medidas indicadas. Tem-se:

07. Alternativa c. Seja PABC a pirâmide regular, com as medidas indicadas. Tem-se: + + = = = + = = = = = = 07. Alternativa c. Seja PABC a pirâmide regular, com as medidas indicadas. Tem-se: (1) PP'A: 4 = cos60º = 1 = () PABC é regular P' é baricentro y = y = () ABC é equilátero + y =

Leia mais

Cidade e desigualdades socioespaciais.

Cidade e desigualdades socioespaciais. Centro de Educação Integrada 3º ANO GEOGRAFIA DO BRASIL A Produção do Espaço Geográfico no Brasil nas economias colonial e primário exportadora. Brasil: O Espaço Industrial e impactos ambientais. O espaço

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA

PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= 01- Observe a figura

Leia mais

Imperialismo dos EUA na América latina

Imperialismo dos EUA na América latina Imperialismo dos EUA na América latina 1) Histórico EUA: A. As treze colônias, colonizadas efetivamente a partir do século XVII, ficaram independentes em 1776 formando um só país. B. Foram fatores a emancipação

Leia mais

Resolução de Questões- Tropa de Elite ATUALIDADES Questões- AULA 1-4 NILTON MATOS

Resolução de Questões- Tropa de Elite ATUALIDADES Questões- AULA 1-4 NILTON MATOS Resolução de Questões- Tropa de Elite ATUALIDADES Questões- AULA 1-4 NILTON MATOS 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. OBS: EM NEGRITO OS ENUNCIADOS, EM AZUL AS

Leia mais

RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE

RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE Conceitos Diversos Estado É uma organização políticoadministrativa da sociedade. Estado-nação - Quando um território delimitado é composto de um governo e uma população

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 9º Turma: Data: / /2012 Nota: Professor(a): Edvaldo Valor da Prova: 65 pontos Orientações gerais: 1)

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 3C

CADERNO DE EXERCÍCIOS 3C CADERNO DE EXERCÍCIOS 3C Ensino Fundamental Ciências Humanas Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 1 África: Colonização e Descolonização H40 2 Terrorismo H46 3 Economia da China H23 4 Privatizações

Leia mais

Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos

Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos POPULAÇÃO BRASILEIRA Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos Desde a colonização do Brasil o povoamento se concentrou no litoral do país. No início do século XXI, a população brasileira ainda

Leia mais

Matéria da Recuperação. Industrialização Urbanização População

Matéria da Recuperação. Industrialização Urbanização População Disciplina: Geografia Roteiro de Recuperação Ano / Série: 7º Professor (a): Gabriel Data: / / 2013 Matéria da Recuperação Industrialização Urbanização População 1- A função urbana de uma cidade diz respeito

Leia mais

GEOGRAFIA. O texto refere-se ao(à) (A) Índia. (B) Japão. (C) Coréia do Sul. (D) Cingapura. (E) China.

GEOGRAFIA. O texto refere-se ao(à) (A) Índia. (B) Japão. (C) Coréia do Sul. (D) Cingapura. (E) China. GEOGRAFIA 16ª QUESTÃO Com a criação de zonas econômicas especiais, nos últimos anos, este país asiático em transição econômica, do socialismo para o capitalismo, tem adotado uma política de abertura da

Leia mais

Lista de Recuperação de Geografia 2013

Lista de Recuperação de Geografia 2013 1 Nome: nº 9ºano Manhã Prof: Francisco Castilho Lista de Recuperação de Geografia 2013 Conteúdo da recuperação: Europa: industrialização e agropecuária, economia dos países europeues, Ásia: divisão regional,

Leia mais

Como está a situação da população mundial e que expectativa razoável podemos ter para o futuro?

Como está a situação da população mundial e que expectativa razoável podemos ter para o futuro? População mundial Leia as manchetes abaixo: População mundial superará 9,2 bilhões em 2050, estima ONU BBC Brasil Casais ricos burlam lei do filho único na China BBC Brasil A população mundial atingiu

Leia mais

PROVA GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010

PROVA GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010 PROVA GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010 PROF. FERNANDO NOME N o 8 o ANO A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou preta.

Leia mais

Próton Nêutron Elétron

Próton Nêutron Elétron Próton Nêutron Elétron Próton Nêutron Elétron Número de prótons: 54 2 Nome do elemento: BORO BERÍLIO HÉLIO Esta Os quantidade diferentes tipos de prótons de átomos recebe (elementos o nome químicos) de

Leia mais

XI OLIMPÍADA REGIONAL DE CIÊNCIAS-2009 O Sistema Solar

XI OLIMPÍADA REGIONAL DE CIÊNCIAS-2009 O Sistema Solar XI OLIMPÍADA REGIONAL DE CIÊNCIAS-2009 O Sistema Solar Gabarito Primeira Fase Cruzadinha 3 6 1 V Ê N U S E 2 L U A 8 1 S N M 3 E S P E C T R O S C O P I A Q 2 R R U T E 4 É I 4 E C L Í P T I C A 7 N R

Leia mais

Ásia. Bandeiras da China, Japão, Índia, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Tuvalu respectivamente. Os países líderes na questão ambiental na região.

Ásia. Bandeiras da China, Japão, Índia, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Tuvalu respectivamente. Os países líderes na questão ambiental na região. Ásia O desenvolvimento sustentável no continente asiático é visto como consequência de vários fatores que se apresentam na região como o grande número populacional e a sua enorme concentração urbano, a

Leia mais

VESTIBULAR 2013 1ª Fase. GEOGRAFIA Grade de Correção. Instruções Gerais: Instruções para a prova de Geografia:

VESTIBULAR 2013 1ª Fase. GEOGRAFIA Grade de Correção. Instruções Gerais: Instruções para a prova de Geografia: Instruções Gerais: VESTIBULAR 2013 1ª Fase GEOGRAFIA Grade de Correção Hoje você deverá responder às questões de Artes e Questões Contemporâneas, História, Geografia e de Raciocínio Lógico-Matemático.

Leia mais

Conteúdos de Recuperação. 6º ano

Conteúdos de Recuperação. 6º ano Conteúdos de Recuperação 6º ano Português Prof. Ubirajara Análise do texto; Sílabas tônicas; Substantivos; Adjetivos; Verbos; Advérbios. Matemática Profª Rafaella Números racionais na forma de fração Simplificação

Leia mais

ATIVIDADES ONLINE 9º 3. Cidade chinesa que estreou economia de mercado completa 30 anos

ATIVIDADES ONLINE 9º 3. Cidade chinesa que estreou economia de mercado completa 30 anos ATIVIDADES ONLINE 9º 3 1) Leia atentamente. Cidade chinesa que estreou economia de mercado completa 30 anos Deng Xiaoping, pai da reforma econômica da China, decidiu no começo dos anos 80 testar as regras

Leia mais

Sugestão de avaliação

Sugestão de avaliação Sugestão de avaliação 9 GEOGRAFIA Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao primeiro bimestre escolar ou à Unidade 1 do Livro do Aluno. Avaliação Geografia NOME: TURMA: escola: PROfessOR: DATA:

Leia mais

Bom trabalho! DATA: 17/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL. SÉRIE: 2 a EM NOME COMPLETO:

Bom trabalho! DATA: 17/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL. SÉRIE: 2 a EM NOME COMPLETO: DISCIPLINA: FÍSICA PROFESSOR: Erich/ André DATA: 17/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2 a EM Circule a sua turma: Funcionários: 2 o A 2ºB Anchieta:2 o NOME COMPLETO:

Leia mais

A era dos impérios. A expansão colonial capitalista

A era dos impérios. A expansão colonial capitalista A era dos impérios A expansão colonial capitalista O século XIX se destacou pela criação de uma economia global única, caracterizado pelo predomínio do mundo industrializado sobre uma vasta região do planeta.

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA A PROVA DE RECUPERAÇÃO - SIMULADO OBS: GABARITO NO FINAL DOS EXERCÍCIOS. QUALQUER DÚVIDA DEIXAR MENSAGEM NO FACEBOOK

EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA A PROVA DE RECUPERAÇÃO - SIMULADO OBS: GABARITO NO FINAL DOS EXERCÍCIOS. QUALQUER DÚVIDA DEIXAR MENSAGEM NO FACEBOOK EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA A PROVA DE RECUPERAÇÃO - SIMULADO OBS: GABARITO NO FINAL DOS EXERCÍCIOS. QUALQUER DÚVIDA DEIXAR MENSAGEM NO FACEBOOK 1. A vegetação varia de local para local baseada, sobretudo,

Leia mais

ESTADOS DA MATÉRIA. O átomo é composto por outras partículas ainda menores.

ESTADOS DA MATÉRIA. O átomo é composto por outras partículas ainda menores. ESTADOS DA MATÉRIA A matéria que temos a nossa volta é formada de moléculas que são constituídas por átomos. Uma combinação destes átomos forma as substâncias que conhecemos, porém, devemos salientar que

Leia mais

Recuperação - 1ª Etapa Ensino Fundamental II

Recuperação - 1ª Etapa Ensino Fundamental II 1 HISTÓRIA 6º ANO ENS. FUNDAMENTAL II PROFESSOR (A): SEBASTIÃO ABICEU NOME: Nº QUESTÃO 01: O que a História estuda? Responda com suas palavras. QUESTÃO 02: O que são fontes históricas? QUESTÃO 03: Dê exemplos

Leia mais

1º ano. I. O Surgimento do Estado e a Organização de uma Sociedade de Classes

1º ano. I. O Surgimento do Estado e a Organização de uma Sociedade de Classes Africana: África como berço da humanidade Capítulo 1: Item 1 Européia Capítulo 1: Item 2 Asiática Capítulo 1: Item 2 Americana Capítulo 1: Item 3 Arqueologia Brasileira Capítulo 1: Item 4 A paisagem e

Leia mais

FÍSICA. Questões de 01 a 04

FÍSICA. Questões de 01 a 04 GRUPO 1 TIPO A FÍS. 1 FÍSICA Questões de 01 a 04 01. Considere uma partícula presa a uma mola ideal de constante elástica k = 420 N / m e mergulhada em um reservatório térmico, isolado termicamente, com

Leia mais

1) Em novembro de 1807, a família real portuguesa deixou Lisboa e, em março de 1808, chegou ao Rio de Janeiro. O acontecimento pode ser visto como:

1) Em novembro de 1807, a família real portuguesa deixou Lisboa e, em março de 1808, chegou ao Rio de Janeiro. O acontecimento pode ser visto como: 1) Em novembro de 1807, a família real portuguesa deixou Lisboa e, em março de 1808, chegou ao Rio de Janeiro. O acontecimento pode ser visto como: a) incapacidade dos Braganças de resistirem à pressão

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012

PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012 PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012 ano: 9º disciplina: geografia professor: Meus caros (as) alunos (as): Durante o 2º trimestre, você estudou as principais características das cidades globais e das megacidades

Leia mais

Metas Curriculares Ensino Básico Geografia

Metas Curriculares Ensino Básico Geografia Metas Curriculares Ensino Básico Geografia 9.º ano Versão para discussão pública Novembro de 2013 Autores Adelaide Nunes António Campar de Almeida Cristina Nolasco Geografia 9.º ano CONTRASTES DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

A ONU ESTIMA QUE, ATÉ 2050, DOIS TERÇOS DA POPULAÇÃO MUNDIAL ESTARÃO MORANDO EM ÁREAS URBANAS.

A ONU ESTIMA QUE, ATÉ 2050, DOIS TERÇOS DA POPULAÇÃO MUNDIAL ESTARÃO MORANDO EM ÁREAS URBANAS. A ONU ESTIMA QUE, ATÉ 2050, DOIS TERÇOS DA POPULAÇÃO MUNDIAL ESTARÃO MORANDO EM ÁREAS URBANAS. EM 1950, O NÚMERO CORRESPONDIA A APENAS UM TERÇO DA POPULAÇÃO TOTAL. CERCA DE 90% DO AVANÇO DA POPULAÇÃO URBANA

Leia mais

REVISÃO AMÉRICA ANGLO SAXÔNICA E MÉXICO

REVISÃO AMÉRICA ANGLO SAXÔNICA E MÉXICO REVISÃO AMÉRICA ANGLO SAXÔNICA E MÉXICO DIVISÃO DO CONTINENTE AMERICANO Os países que pertencem a América do Norte são: EUA, Canadá e México. Os países que pertencem a América Anglo Saxônica são: EUA

Leia mais

ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES E RESPECTIVOS ESPAÇOS PARA RESPOSTAS. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS

ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES E RESPECTIVOS ESPAÇOS PARA RESPOSTAS. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES E RESPECTIVOS ESPAÇOS PARA RESPOSTAS. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS A correção de cada questão será restrita somente ao que estiver registrado no espaço

Leia mais

CORREÇÃO TAREFAS. Aulas 1 4 Pág. 24-31

CORREÇÃO TAREFAS. Aulas 1 4 Pág. 24-31 CORREÇÃO TAREFAS Aulas 1 4 Pág. 24-31 Paginas 24 e 25 1. a) População absoluta é a população total de um determinado local. b) População relativa é a densidade demográfica, ou seja, média de habitantes

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA 3 o TRIMESTRE DE 2012

PROVA DE GEOGRAFIA 3 o TRIMESTRE DE 2012 PROVA DE GEOGRAFIA 3 o TRIMESTRE DE 2012 PROFa. JULIANA NOME N o 8 o ANO A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou preta.

Leia mais

No mapa, destaca-se uma área onde se concentram cidades que representam, atualmente, grande potencial turístico.

No mapa, destaca-se uma área onde se concentram cidades que representam, atualmente, grande potencial turístico. 11 GEOGRAFIA No mapa, destaca-se uma área onde se concentram cidades que representam, atualmente, grande potencial turístico. a) Cite o nome de três destas cidades e identifique o estado brasileiro onde

Leia mais

Geografia. Questão 01. Questão 02. Leia com atenção:

Geografia. Questão 01. Questão 02. Leia com atenção: Questão 01 Leia com atenção: I - Abrange uma superfície considerável do território brasileiro em sua parte central. II - É fortemente influenciado pelo quadro climático marcado por temperaturas médias

Leia mais

RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS DAS

RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS DAS 1 RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS DAS QUESTÕES ( ) I Unidade ( ) II Unidade ( x ) III Unidade FÍSICA E GEOGRAFIA Curso: Ensino Fundamental Ano: 1.º Turma: ABCDEFG Data: / / 11 009 Física Profs. 1. Resolução I

Leia mais

POPULAÇÃO SUBNUTRIDA - 2006

POPULAÇÃO SUBNUTRIDA - 2006 PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== 01- Observe os

Leia mais

Construção do Espaço Africano

Construção do Espaço Africano Construção do Espaço Africano Aula 2 Colonização Para melhor entender o espaço africano hoje, é necessário olhar para o passado afim de saber de que forma aconteceu a ocupação africana. E responder: O

Leia mais

ATUDALIDADES - Conflitos na Atualidade

ATUDALIDADES - Conflitos na Atualidade ATUDALIDADES - Conflitos na Atualidade Origem dos povos ORIENTE MÉDIO: Conflitos árabes-israelenses: 1948 Independência de Israel 1949 Guerras da Independência 1956 Crise de Suez 1964 Criação da OLP` 1967

Leia mais

Aula 1a: Introdução à Administração do agronegócio. Agronegócio Brasileiro: História, Cenário atual e perspectivas futuras

Aula 1a: Introdução à Administração do agronegócio. Agronegócio Brasileiro: História, Cenário atual e perspectivas futuras Aula 1a: Introdução à Administração do agronegócio Agronegócio Brasileiro: História, Cenário atual e perspectivas futuras Prospecção do conhecimento Defina agronegócio Cite, conforme seu conhecimento e

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE - Sistemas sociais e culturais de notação de tempo ao longo da história, - As linguagens das fontes históricas; - Os documentos escritos,

Leia mais

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional CIÊNCIAS HUMANAS (HISTÓRIA/ATUALIDADES/GEOGRAFIA) O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional das sociedades através dos tempos, observando os fatores econômico, histórico,

Leia mais

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios,

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios, Prezados colégios, Buscando atender a demanda por GeekieTestes para o 1º e 2º anos do Ensino Médio, elaboramos nossa Matriz Geekie de Avaliação para 2014. Nela, buscamos contemplar os principais conteúdos

Leia mais

Data: /08/2014 Bimestre: 2. Nome: 8 ANO B Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo

Data: /08/2014 Bimestre: 2. Nome: 8 ANO B Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Data: /08/2014 Bimestre: 2 Nome: 8 ANO B Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 3 1- (1,0) A mundialização da produção industrial é caracterizada

Leia mais

Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo

Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo A UA UL LA MÓDULO 7 Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo Nesta aula O café foi o principal produto de exportação durante a República Velha. Os cafeicultores detinham o controle da

Leia mais

II - Desenvolvimento. 1. O primeiro mundo. 2. Sociedades de consumo

II - Desenvolvimento. 1. O primeiro mundo. 2. Sociedades de consumo I - Introdução Consideram-se como Norte os países ricos ou industrializados: o primeiro Mundo ou países capitalistas desenvolvidos, em primeiro lugar e também os países mais industrializados do antigo

Leia mais

2011/2012 Geografia 8º Ano de escolaridade

2011/2012 Geografia 8º Ano de escolaridade 2011/2012 Geografia 8º Ano de escolaridade O aumento da população ficará na história da Humanidade como o facto mais extraordinário do século XX. Há cerca de cinquenta anos estimava-se a população em cerca

Leia mais

-2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE

-2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE -2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE DISCURSIVA OBJETIVA QUÍMICA FÍSICA QUÍMICA FÍSICA Matéria e energia Propriedades da matéria Mudanças de estado físico

Leia mais

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRENTE 7B AULA 19 e 20. Profº André Tomasini

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRENTE 7B AULA 19 e 20. Profº André Tomasini TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRENTE 7B AULA 19 e 20 Profº André Tomasini CONTINENTE AMERICANO Possuindo uma área de 42.560.270 Km2 o continente americano é o segundo maior continente da Terra ocupando 28 % das

Leia mais

As regiões com maior e menor crescimento previsto para 2050

As regiões com maior e menor crescimento previsto para 2050 Introdução: O aumento da população ficará na história da Humanidade como o facto mais extraordinário do século XX. Há quarenta anos estimava-se a população em cerca de 3000 milhões de pessoas. Daí em diante

Leia mais

Aquecimento Global e Protocolo de Kyoto. Professor Thiago Espindula Disciplina de Geografia

Aquecimento Global e Protocolo de Kyoto. Professor Thiago Espindula Disciplina de Geografia Aquecimento Global e Protocolo de Kyoto Professor Thiago Espindula Disciplina de Geografia Exercícios (ENEM 2006) Com base em projeções realizadas por especialistas, teve, para o fim do século

Leia mais

GEOGRAFIA. Professores: Marcus, Ronaldo

GEOGRAFIA. Professores: Marcus, Ronaldo GEOGRAFIA Professores: Marcus, Ronaldo Questão que trabalha conceitos de cálculo de escala, um tema comum nas provas da UFPR. O tema foi trabalhado no Módulo 05 da apostila II de Geografia I. Para melhor

Leia mais

Aula 1. Atividades. V. A cartografia é a arte que tem o interesse de explicar a origem do planeta Terra. Estão corretas: e) II, IV e V.

Aula 1. Atividades. V. A cartografia é a arte que tem o interesse de explicar a origem do planeta Terra. Estão corretas: e) II, IV e V. Aula 1 1. Atividades A palavra cartografia é relativamente nova, sendo utilizada pela primeira vez em 8 de dezembro de 1839. Seu uso aconteceu na carta escrita em Paris, enviada pelo português Visconde

Leia mais

MERCADO ECONÓMICO EM ANGOLA PERSPECTIVA DE EVOLUÇÃO

MERCADO ECONÓMICO EM ANGOLA PERSPECTIVA DE EVOLUÇÃO MERCADO ECONÓMICO EM ANGOLA PERSPECTIVA DE EVOLUÇÃO Mercado Economico em Angola - 2015 Caracterização Geográfica de Angola Caracterização da economia Angolana Medidas para mitigar o efeito da redução do

Leia mais

PRÉ REQUISITOS ENSINO MÉDIO 2015

PRÉ REQUISITOS ENSINO MÉDIO 2015 PRÉ REQUISITOS ENSINO MÉDIO 2015 Matérias 1º MÉDIO 2º MÉDIO 3º MÉDIO Português Figuras de Linguagem Linguagem Coloquial Normativa Formal Informal -Conectivos -Gêneros textuais Literatura: Barroco,Arcadismo,Romantismo

Leia mais

Questão 1. Resposta A. Resposta B

Questão 1. Resposta A. Resposta B Questão 1 Ao longo do século XX, as cidades norte-americanas se organizaram espacialmente de um modo original: a partir do Central Business District (CBD), elas se estruturaram em circunferências concêntricas

Leia mais

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de?

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de? Física 01. Um fio metálico e cilíndrico é percorrido por uma corrente elétrica constante de. Considere o módulo da carga do elétron igual a. Expressando a ordem de grandeza do número de elétrons de condução

Leia mais

BRIC A EMERGÊNCIA OU INSURGÊNCIA DA PERIFERIA?

BRIC A EMERGÊNCIA OU INSURGÊNCIA DA PERIFERIA? BRIC A EMERGÊNCIA OU INSURGÊNCIA DA PERIFERIA? Ontem, Brasília foi realmente o foco das atenções mundiais. No Brasil, um pouco menos. Não foi o Brasil que inventou isso, mas a gente registrou o fenômeno

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 8º Turma: Data: 04/06/2011 Nota: Professor: Edvaldo Valor da Prova: 40 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

A) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida.

A) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida. TEXTO PARA A QUESTÃO 1. Sonda espacial detecta sal de cozinha em lua de Saturno A análise da composição química do anel mais externo de Saturno revelou a presença de 98% de água, 1% de cloreto de sódio,

Leia mais

AMÉRICA: ASPECTOS NATURAIS E TERRITORIAIS

AMÉRICA: ASPECTOS NATURAIS E TERRITORIAIS AMÉRICA: ASPECTOS NATURAIS E TERRITORIAIS Tema 1: A América no mundo 1. Um continente diversificado A América possui grande extensão latitudinal e, por isso, nela encontramos diversas paisagens. 2. Fatores

Leia mais

PROCESSO DE METROPOLIZAÇÃO. desigualmente mudando de natureza e de composição, exigindo

PROCESSO DE METROPOLIZAÇÃO. desigualmente mudando de natureza e de composição, exigindo Geografia urbana Costa, 2002 1 PROCESSO DE METROPOLIZAÇÃO! As porções do território ocupadas pelo homem vão desigualmente mudando de natureza e de composição, exigindo uma nova definição. As noções de

Leia mais

HISTÓRIA-2009 2ª FASE 2009

HISTÓRIA-2009 2ª FASE 2009 Questão 01 UFBA - -2009 2ª FASE 2009 Na Época Medieval, tanto no Oriente Médio, quanto no norte da África e na Península Ibérica, muçulmanos e judeus conviviam em relativa paz, fazendo comércio e expressando,

Leia mais

5. Fusão Nuclear. Hinrichs, R.A.; Kleinbach, M. Energia e Meio Ambiente, Pioneira Thomson Learning, SP, 2003.

5. Fusão Nuclear. Hinrichs, R.A.; Kleinbach, M. Energia e Meio Ambiente, Pioneira Thomson Learning, SP, 2003. 5. Fusão Nuclear Hinrichs, R.A.; Kleinbach, M. Energia e Meio Ambiente, Pioneira Thomson Learning, SP, 003. As reservas mundiais de petróleo e gás natural, nesta ordem, sofrerão grandes declínios neste

Leia mais

na nuvem/terra como se houvesse uma longa vara de metal conectando-as. Veja como a "quebra" funciona. Quando o campo elétrico se torna muito forte

na nuvem/terra como se houvesse uma longa vara de metal conectando-as. Veja como a quebra funciona. Quando o campo elétrico se torna muito forte Introdução (relâmpago/raios) O relâmpago é um dos fenômenos mais bonitos da natureza e também um dos mais mortais. Com as temperaturas dos raios sendo maiores do que a da superfície do Sol e com as ondas

Leia mais

Climatologia GEOGRAFIA DAVI PAULINO

Climatologia GEOGRAFIA DAVI PAULINO Climatologia GEOGRAFIA DAVI PAULINO Efeito no clima sobre fatores socioeconômicos Agricultura População Diversidade global de climas Motivação! O Clima Fenômeno da atmosfera em si: chuvas, descargas elétricas,

Leia mais

Ensino Fundamental II

Ensino Fundamental II Ensino Fundamental II Valor do trabalho: 2.0 Nota: Data: /dezembro/2014 Professora: Angela Disciplina: Geografia Nome: n o : Ano: 8º Trabalho de Recuperação Final de Geografia ORIENTAÇÕES: Leia atentamente

Leia mais

AS ORIGENS DO SUBDESENVOLVIMENTO

AS ORIGENS DO SUBDESENVOLVIMENTO AS ORIGENS DO SUBDESENVOLVIMENTO 1. A TEORIA LIBERAL Os Países pobres são pobres porque não atingiram ainda a eficiência produtiva e o equilíbrio econômico necessário à manutenção de um ciclo de prosperidade

Leia mais

América: a formação dos estados

América: a formação dos estados América: a formação dos estados O Tratado do Rio de Janeiro foi o último acordo importante sobre os limites territoriais brasileiros que foi assinado em 1909, resolvendo a disputa pela posse do vale do

Leia mais

As estações do ano acontecem por causa da inclinação do eixo da Terra em relação ao Sol. O movimento do nosso planeta em torno do Sol, dura um ano.

As estações do ano acontecem por causa da inclinação do eixo da Terra em relação ao Sol. O movimento do nosso planeta em torno do Sol, dura um ano. PROFESSORA NAIANE As estações do ano acontecem por causa da inclinação do eixo da Terra em relação ao Sol. O movimento do nosso planeta em torno do Sol, dura um ano. A este movimento dá-se o nome de movimento

Leia mais

ORIENTE MÉDIO. Prof: Marcio Santos ENEM 2009 Ciências Humanas Aula II. Jerusalém Muro das Lamentações e Cúpula da Rocha

ORIENTE MÉDIO. Prof: Marcio Santos ENEM 2009 Ciências Humanas Aula II. Jerusalém Muro das Lamentações e Cúpula da Rocha Prof: Marcio Santos ENEM 2009 Ciências Humanas Aula II ORIENTE MÉDIO -Região marcada por vários conflitos étnicos, políticos e religiosos. -Costuma-se considerar 18 países como pertencentes ao Oriente

Leia mais

Capitalismo, Revolução Russa e Crise de 29

Capitalismo, Revolução Russa e Crise de 29 Capitalismo, Revolução Russa e Crise de 29 Revolução Russa de 1917 A Revolução Russa de 1917 foi uma série de eventos políticos na Rússia, que, após a eliminação da autocracia russa, e depois do Governo

Leia mais

GREGOR MENDEL & GRANDES MESTRES REVISÃO 2ª FASE BAHIANA

GREGOR MENDEL & GRANDES MESTRES REVISÃO 2ª FASE BAHIANA REVISÃO ª FASE BAHIANA 1 Um anel condutor de raio a e resistência R é colocado em um campo magnético homogêneo no espaço e no tempo. A direção do campo de módulo B é perpendicular à superfície gerada pelo

Leia mais

Meio Ambiente Global Conteúdo Complementar

Meio Ambiente Global Conteúdo Complementar GEOGRAFIA 1ª Série Meio Ambiente Global Conteúdo Complementar http://karlacunha.com.br/tag/charges Geografia - 1ª Série Prof. Márcio Luiz Conferência do Clube de Roma Considero que um dos documentos mais

Leia mais

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2 1º ano O absolutismo e o Estado Moderno Capítulo 12: Todos os itens A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10:

Leia mais

CONTEÚDO DE PROVA DO 1º BIMESTRE 1º ANO ENSINO MÉDIO

CONTEÚDO DE PROVA DO 1º BIMESTRE 1º ANO ENSINO MÉDIO CONTEÚDO DE PROVA DO 1º BIMESTRE 1º ANO ENSINO MÉDIO IMPORTANTE!!! O ALUNO DEVE ESTUDAR ALÉM DOS CONTEÚDOS ABAIXO, O DO CADERNO, LIVRO E CADERNO DE ATIVIDADES. Disciplina Data da prova Conteúdo Apresentação

Leia mais