Novembro

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Novembro 2006. www.telemar.com.br/ri"

Transcrição

1 Novembro 2006

2 Índice Visão Geral Telemar Mercado de Telecom no Brasil Telemar: Destaques Operacionais e Financeiros Anexos 2

3 Telemar: Visão Geral Empresa líder em serviços integrados de telecomunicações no Brasil, oferecendo telefonia fixa e móvel (voz e dados), banda larga, aluguel de rede, Internet e serviços de valor adicionado. 27,5 milhões de clientes / Receita anual de R$ 16,7 bilhões (2005) / Concessionária de telefonia fixa e autorizatária na Região I Plataformas integradas e serviços convergentes Foco e estratégia baseados em segmentação de mercado Ampla capilaridade da rede Administração profissional altamente qualificada Programa de bônus baseado no EVA / colaboradores Sólida Posição Financeira Forte geração de caixa nos serviços de telefonia fixa (above 40% margin) Rentabilidade crescente na operação móvel Equilíbrio entre geração de caixa estável (serviços tradicionais) e crescimento (novos serviços) Sólida posição de balanço (Dívida Líquida/ Patrimônio Líquido = 0,7; Dívida Líquida = 0,9x EBITDA) Redução de Alavancagem e Despesas Financeiras Mercado de Capitais Alta liquidez na Bovespa (TNLP; TMAR5) e na NYSE (TNE) 392 milhões de ações no mercado / mais de 80% de free float (TNLP / TNE) Valor de Mercado: US$ 5,9 bilhões; R$ 13 bilhões Ratings: Moody s: Baa3; S&P: BB; Fitch: BB+ Região I Região II 102 milhões de pessoas 41% do PIB Região III 3

4 Mercado de Telecom no Brasil - Receita Líquida * 2003 R$ 60 bilhões (US$ 20 bi) 2004 R$ 70 bilhões (US$ 24 bi) Telefonia Fixa 66% Telefonia Móvel 34% Telefonia Fixa 62% Telefonia Móvel 38% 2005 R$ 77 bilhões (US$ 32 bi) 9M06 R$ 50 bilhões (US$ 23 bi) Telefonia Fixa 60% Telefonia Móvel 40% Telefonia Fixa 50% Telefonia Móvel 50% * Principais grupos de Telecom no Brasil (inclui receita de interconexão) 4

5 Principais Grupos de Telecom no Brasil Setembro/ 06 TELEMAR Brasil Telecom TIM TMAR Oi (GSM) Brasil Telecom BRT GSM TIM (TDMA/GSM) (Só Móvel) Região I Região I Região II Região II 39% 13% 23% 3% 25% Telefonica Telmex / AMX Telefônica (TSP) Vivo (CDMA) TEF / PT Embratel (LD) Claro (TDMA/GSM) CVC / Fundos de Pensão Telemig / Tele Norte (Só Móvel) Região IV Região III 33% 30% 23% 5% Market Share de Linhas Fixas em Serviço Market Share de Clientes na Telefonia Móvel Fonte: Press Release das Cias 5

6 Local LD Móvel Dados/ Banda Larga Mercado de Telecom Brasileiro Penetração Receita Líquida Competição Milhões de Linhas Telecom Receita Líquida Telecom % = US$ 32 bilhões 1 Maiores Grupos Jun-06 Móvel Fixa Tel. M óvel 33% Aparelhos 6% Outros 6% Dados 8% LD 17% Local 30% Fonte: Anatel Fonte: Relatório das Companhias Fonte: Relatório das Companhias Nota: 1 ConsiderandoTele Norte Leste, Brasil Telecom, Telesp Fixa, Embratel, Tim Brasil, Vivo, Claro, Telemig e Tele Norte Celular. 6

7 Mercado de Telecom no Brasil Evolução Recente Telefonia Fixa Linhas em Serviço (milhões) Telefonia Móvel Base de Clientes (milhões) Expansão Maturidade Crescimento Moderado Região I set/06 (1) Brasil Aceleração Início GSM Expansão set/06 Brasil Região I Taxa de Penetração Brasil (%) Fonte: IBGE e Anatel Nota: (1) Penetração por domicílio = 54% (Dez/05) 7

8 Mercado de Telecom Móvel A consolidação já vem acontecendo no Brasil Operadoras em 2000 Hoje Amanhã: Quantos? Mexicano? Espanhol?? Safra BCI Brasileiro? 8

9 Competição no Mercado de Telefonia Móvel 3 ou 4 operadoras por região 1 Forte competição Altos custos de retenção de clientes Altos custos c/ subsídios de aparelhos e marketing Margens e retornos decrescentes Nota: 1 Fonte: Anatel 9

10 Maior Operadora de Telecom na América Latina Telemar oferece a maior opção de serviços de telecom aos clientes na América Latina (Telesp Fixa) País Tel. Fixa Tel. Móvel Internet / Banda larga Linhas fixas em serviço (milhões) Assinantes tel. móvel (milhões) Assinantes ADSL (milhões) 14,5 12,3 9, ,6 4,0 3,5 2,4-12, ,5 22,3 20,9-6,9 6,6-88, Fonte: Relatório das Companhias Nota: Posição em 30, junho, Excluindo Claro (AMX s nas operações no Brasil) Companhias de telecom integradas 10

11 Mercado de Telecom no Brasil Acessos Internet em Banda Larga Usuários de Banda Larga (mil) & Market Share Outros Rádio Cabo 3% 21% 2% GVT ADSL (1) ADSL 76% 27% 33% 38% TMAR BRT Telefônica set-06 Fonte: Teleco e Telemar Nota: (1) Incluí Velox, Speedy, BR Turbo e GVT 11

12 Penetração Telefonia Móvel Setembro 06 Set/04 Set/05 Set/06 Região I 26,6% 35,9% 45,1% Região II 40,2% 55,2% 60,5% Região III 38,7% 49,2% 56,7% Brasil 32,5% 43,4% 51,3% Brasil - 51,3% 111% Região I Ex-Rio:41,3% Região II - 60,5% Região I - 45,1% 66% 54% 49% 40% 37% 33% 48% 49% 47% Região III - 56,7% 57% 43% 40% 38% 38% 35% 27% 61% 54% 59% 58% 53% 67% 44% 38% 39% 21% RJ MG ES AM RR PA AP PE RN SE AL CE PB BA PI MA SP DF MS MT GO PR SC RS RO AC TO Fonte: Anatel 12

13 Market Share da Telefonia Móvel Brasil e Região I Brasil Dez/03 Dez/04 Dez/05 Set/06 Vivo 45% Claro 21% TIM 18% Oi 8% Outros^ 8% Vivo 41% Claro 21% TIM 21% Oi 10% Outros^ 7% Vivo 35% Claro 22% TIM 23% Outros^ 8% Oi 12% Vivo 30% Claro 23% TIM 25% Outros^ 9% Oi 13% Região I Dez/03 Dez/04 Dez/05 Set/06 Vivo 27% TIM 21% Vivo 24% TIM 22% Vivo 20% TIM 25% Vivo 18% TIM 26% Claro 18% Outros^ 16% Oi 18% Claro 16% Outros^ 14% Oi 24% Claro 17% Outros^ 12% Oi 26% Claro 18% Outros^ 11% Oi 27% Nota: ^Inclui outros grupos: Fundos de Pensão / Citigroup, BRT, Nextel, CTBC e Sercomtel. 13

14 Destaques Operacionais e Financeiros Base de Clientes Set/06 14,4 milhões de linhas fixas em serviço 12,6 milhões de clientes móveis (100%GSM) 1 milhão clientes ADSL Mais de 1,9 milhões de cadastrados usuários em banda larga Principais Resultados Forte expansão na base de clientes móveis, Velox (ADSL) e Oi Internet Aumento de rentabilidade na operação móvel (Oi) Controle de Investimento Forte Geração de Caixa & Redução da Dívida Estratégia de Crescimento Serviços Integrados / Convergência: Móvel, Longa Distância, Banda Larga, Internet e Serviços de Valor Adicionado Segmentação de Mercado Crescimento da Banda Larga Aumentar eficiência no Capex e Opex Disciplina Financeira 14

15 Oi Crescimento da Base de Clientes Clientes (milhões) Forte marca e rede de distribuição Planos inovadores / Ofertas convergentes 10,3 12,6 20% pontos de venda / 141 lojas Oi (franquias) Presente em 796 localidades (Dez/05) Market share = 27,6% (Região I) ARPU: R$22 (3T06) 18% 6,9 14% 3,9 1,4 17% 20% Dez/02 Dez/03 Dez/04 Dez/05 Set/06 % Pós pago Adições Líquidas ( milhões de clientes) 55% Market Share de Adições Líquidas (Região I) 1,4 49% 2,5 37% 3,0 34% 3,5 21% 2,1 23% 2,3 Depois de conquistada a liderança em nossa área de atuação, o principal foco é aumentar a rentabilidade da operadora de telefonia móvel. 2S / M05 9M06 15

16 Banda Larga: Crescimento de Clientes ADSL Milhares de Clientes % % 3.7% ,3% 6,7% 6,1% 4.9% 5.4% % de Linhas Fixas em Serviço * Total de Assinantes * Adições Líquidas Com cobertura em 220 cidades na região I, o Velox (ADSL) está em forte expansão, crescendo 40% em relação ao 9M05. Da nossa base total, 84% são clientes residenciais, (o equilíbrio é alocado entre clientes SME e SOHO). 0 4T04 1T05 2T05 3T05 4T05 1T06 2T06 3T06 *Final do período 16

17 Serviços Convergentes: Visão Integrada e Margem do Cliente Segmentação de Valor Visão Integrada por Domicílio Margem por Domicílio 7,8% 6,1% 1,2% 22,2% Margem recorrente Margem Potencial 0,7% 1,9% Alto valor Médio valor Baixo valor 1,7% 27,9% Distribuição de domicílio 11% 26% 64% Distribuição de margem 39% 45% 16% 27,8% + 2,7% 17

18 Serviços convergentes: Definir o Produto estratégico para Grupos de Domicílio Serviços Grupo Fixa Velox LD Oi % Domicílios Margem recorrente + potencial Grupo 1 1,2% Grupo 2 1,9% Grupo 3 0,7% Grupo 4 1,7% Grupo 5 6,1% Grupo 6 22,2% Grupo 7 7,8% Grupo 8 27,9% Margem recorrente Grupo 9 27,8% Margem potencial Grupo 10 2,7% Source: Telemar 18

19 Serviços Convergentes: Alguns Exemplos - Oi Conta Total Oi Conta Total mostra o sucesso da convergência no segmento de alto valor Principais Resultados Planos Pós-Pagos Mais de clientes fixos e clientes móveis. Aumento do ARPU 1 para R$31 Depois da adesão ao Oi Conta Total aproximadamente 70% dos clientes aumentaram a receita. Aderência por Plano 2 Plan 3 30% Plan 4 8% Plan 1 21% R$149 limited Internet dial 100min Oi R$229 Velox 1M 200 min Oi R$299 Velox 1M 500 min R$399 Velox 1M 1000 min Oi Plan 2 41% Fonte: Telemar Nota: 1 Receita média por usuário. 2 Baseado no número de assinantes de linhas fixas. Posição de agosto/

20 Serviços Convergentes: Alguns Exemplos - Oi Cartão Total Oi Cartão Total - convergência com foco no segmento de baixo valor, combinando baixa assinatura mensal com uma variedade de serviços Recarga Automática Planos Pré-Pagos Base de Clientes: CAGR 2T04-2T06: 144% Recarga média mensal: R$ T04 3T04 4T04 1T05 2T05 3T05 4T05 1T06 2T06 3T06 Cliente pré-pago pode usar os créditos no: Saldo Único 3 9 Base de Clientes: CAGR Set-Ago: 480% Celular Pré-Pago preço do minuto móvel Orelhão Telefone Fixo Tarifa de telefone fixo: mais baixa Jun- 05 Jul Ago Set Out Nov Dez Jan Fev Mar Apr Mai Jun Jul Ago Fonte: Telemar 20

21 Linhas Fixas em Serviço Planos Alternativos Planos Alternativos (mil) Set/ Planos de Minutos Oi Conta Total Economia Total Os planos alternativos já representam 7% do total de linhas fixas em serviço. Fonte: Telemar 21

22 Linhas Fixas em Serviço Planos de Minutos Aderência por Planos (mil) Planos de Minutos % Ligações locais ilimitadas em horários reduzidos, durante dois meses. Minutos não utilizados são acumulados para o mês seguinte. Cliente pode solicitar conta detalhada. 230 minutos R$ 43, minutos R$ 54, minutos R$ 66,90 Acesso Restrito Acesso Ilimitado Navegue a Noite Total minutos R$ 109,90 23% dos Planos de Minutos têm acesso ilimitado. Esses planos possuem uma assinatura mensal ~70% acima do plano básico. Fonte: Telemar Acesso ilimitado entre 21hs 6hs, das 14hs Sábado até 6hs Segundafeira, e durante feriados. Acesso ilimitado 230 minutos R$ 61, minutos R$ 72, minutos R$ 84, minutos R$ 127, minutos R$ 70, minutos R$ 81, minutos R$ 93, minutos R$ 136,90 22

23 Linhas Fixas em Serviço Acesso à Internet Internet sem Limites Lançada em março de 2006, o plano Pacote Internet sem Limites possui clientes. 23

24 Crescimento e Mudança na Composição da Receita Receita Líquida (R$ milhões) Principais Pontos: Receita estável em relação ao 9M05 Principais vetores: F-M 18% LD 14% M05 9M06 Mix da Receita Bruta 9M05 = R$ M Móvel 11% Dados 8% Uso de Rede 5% Outros 8% F-M 14% LD 14% 9M06 = R$ M Móvel 14% Dados 10% Uso de Rede 3% Outros 6% Crescimento: - Dados (principalmente banda larga) - Móvel Redução: - Uso de Rede (regulatório) - Fixo-Móvel (competição na móvel) Local 40% Local 39% 24

25 Custos e Despesas Operacionais* R$ milhões Foco 2006: Redução dos Custos de Aparelhos (subsídios, distribuição, comissão) a fim de aumentar as margens da operação móvel M05 9M06 Forte controle em marketing e despesas gerais e administrativas. Composição dos Custos e Despesas Serviços de Terceiros 35% 9M05 Outros 22% Interconexão 25% Pessoa 6%l PDD 6% Aparelhos 7% Serviços de Terceiros 37% 9M06 Outros 22% Inter-conexão 26% Pessoal 6% PDD 4% Aparelhos 5% O fim do Bill and Keep parcial entre as operadoras móveis acarretará um aumento nos custos de interconexão das móveis. * Exclui depreciação e amortização 25

26 9M05 Uso de Rede Fixa Renovação contrato concessão Fim do B&K parcial Outros 9M06 EBITDA Consolidado R$ milhões 35% 45% 44% 41% 40% Margem EBITDA Principais impactos no EBITDA: Regulatório Redução da receita de uso de rede Custos adicionais com a renovação do novo contrato de concessão Manutenção da Planta Centralização dos provedores de serviços visando aumentar a produtividade e reduzir provisões para contingências 26

27 Capex R$ bilhões 10,1 Móvel 2,2 (2) Desde 1998: R$ 27 bilhões (~US$ 12 bilhões): 80% Tel. Fixa / 20% Móvel CAPEX 9M06 = 12,4% da receita líquida Fixa 7,9 (1) 2,0 0,9 1,1 1,7 0,6 1,1 2,0 0,7 1,3 2,4 0,8 1,6 1,5 0,5 1,0 1,5 0,4 1,1 Foco 2006: Expandir e aumentar a capacidade da banda larga e as plataformas móveis Qualidade e exigências regulatórias (Rede telefonia fixa) M05 9M06 (1) Metas de Universalização (2) Licença da Oi: R$ 1,1 bilhões Capex 2006E: R$ 2,4 bilhões - 75% Tel. Fixa / 25% Móvel 27

28 Lucro Líquido R$ milhões ROE 2005 = 11% Meta: resultados crescentes baseado em queda na depreciação e menores despesas financeiras M05 9M06 28

29 Free Cash Flow* R$ bilhões FCF yield (12 m) = 25% 2,3 4,0 4,0 3,5 2,5 2,3-5, M05 9M06 (*) Depois do CAPEX 29

30 Posição da Dívida Consolidada (R$ bilhões) Dívida Líquida Cronograma de Amortização Set / 06 0,88 x EBITDA Dívida Total = R$ 8,9 bilhões 7,7 9,1 7,8 3,4 3,6 6,5 6,1 5,6 C A S 2,0 1,9 1,2 H 0, set/06 set/ Objetivos Alcançados: - Redução da alavancagem (-39% desde 2002) - Alongamento dos prazos (74% da dívida no longo prazo) - Menor exposição cambial (55% em Set/06 vs 65% em Dez/05) - Redução das despesas financeiras / custos com hedging - Custo médio da dívida: 98,8% (CDI) 30

31 Anexos 31

32 Anexo: Região I: Estatística Socioeconômica / 2005 Accesso à Telefonia Classe Faixa % Domicílios Tel. Fixa PC Internet Total Fixas/ Móveis Só Fixa Só Móvel A >20 SM 2% 99% 80% 72% 99% 92% 3% 4% B 10<SM<20 5% 99% 62% 50% 98% 83% 6% 9% C 5<SM<10 D 2<SM<5 90% 58% 8% 5% 58% 23% 10% 25% E SM < 2 Renda não declarada 3% 64% 21% 16% 64% 37% 8% 19% Total Região I 28M 61% 13% 9% 61% 28% 10% 23% Brasil 53M 72% 19% 14% 71% 36% 12% 23% Notas: (SM = Salário Mínimo / 1 SM = R$ 350 / mês) População total = 187 M (~ 102M na Região I) US$ 1 = R$ 2,14 (Setembro/06) Fonte: IBGE PNAD /

33 Aviso Importante As informações aqui disponíveis foram reunidas de maneira criteriosa dentro da atual conjuntura, baseada em trabalhos em andamento e respectivas estimativas. O uso de termos como projeta, estima, antecipa, prevê, planeja, espera, entre outros, objetiva sinalizar possíveis tendências que, evidentemente, envolvem incertezas e riscos, cujo resultados futuros podem diferir das expectativas atuais. A Telemar não se responsabiliza por operações ou decisões de investimento tomadas com base nas mesmas. Relações com Investidores Rua Humberto de Campos, 425 / 8º andar Leblon Rio de Janeiro - RJ Tel: (55 21) /1313/1315/1316 Fax: (55 21) Visite nosso website: 33

www.telemar.com.br/ri Maio - 2004

www.telemar.com.br/ri Maio - 2004 Apresentação Corporativa Maio - 2004 Apresentação Telemar - Agenda 1. Destaques 2003/2004 1 2. Estratégia de Crescimento 3 3. Revisão do Resultado Operacional 12 4. Resultados Financeiros 20 1 Destaques

Leia mais

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013 Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA Abril 2013 1T13 Estratégia RESIDENCIAL Convergência de serviços com crescimento de Banda Larga e TV Paga MOBILIDADE PESSOAL Crescimento do pós e rentabilização

Leia mais

Apresentação APIMEC. Dezembro 2010. Investor Relations. Investor Relations

Apresentação APIMEC. Dezembro 2010. Investor Relations. Investor Relations Apresentação APIMEC Dezembro 2010 AGENDA 03. Mercado Brasileiro de Telecom 06. Oi: Perfil e Estratégia 13. Resultados Operacionais e Financeiros 19. Aliança com a Portugal Telecom Mercado Brasileiro de

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA Julho de 2011 Mercado Brasileiro de Telecomunicações Oi: Perfil, Cobertura e Estratégia Resultados Operacionais e Financeiros Aliança com a Portugal Telecom e Aumento de Capital

Leia mais

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014.

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014. Resultados 3T14_ Novembro de 2014. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento

Leia mais

TELEFONIA FIXA E MÓVEL

TELEFONIA FIXA E MÓVEL DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TELEFONIA FIXA E MÓVEL NOVEMBRO DE 2015 PRODUTOS PLANTA DE TELEFONIA NO BRASIL 2011 Acessos fixos 14,4% Acessos móveis 85,6% FONTE: ANATEL dez/10 PLANTA

Leia mais

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010 Apresentação da Companhia Setembro de 2010 Comprovada capacidade de execução Visão geral da Inpar Empreendimentos por segmento (1) Modelo de negócios integrado (incorporação, construção e venda) Comercial

Leia mais

10ª CONFERÊNCIA WEBSITE ANUAL SANTANDER AGOSTO DE 2009. Relações com Investidores

10ª CONFERÊNCIA WEBSITE ANUAL SANTANDER AGOSTO DE 2009. Relações com Investidores 10ª CONFERÊNCIA WEBSITE ANUAL SANTANDER AGOSTO DE 2009 Relações com Investidores AGENDA O Mercado de Telecomunicações no Brasil Perfil e Estratégia da Oi Resultados Operacionais e Financeiros Atuação no

Leia mais

Brasil Telecom. Gigantes dos Mercados Emergentes UBS Warburg. Dezembro de 2002

Brasil Telecom. Gigantes dos Mercados Emergentes UBS Warburg. Dezembro de 2002 Brasil Telecom Gigantes dos Mercados Emergentes UBS Warburg Dezembro de 2002 1 OSetor de Telecomunicações no Brasil 2 Empresas de Telefonia Fixa Região IV (Somente Longa Distância) Preço Mínimo: US$1.548

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 1T06. 5 de Maio de 2006

TIM Participações S.A. Resultados do 1T06. 5 de Maio de 2006 TIM Participações S.A. Resultados do 5 de Maio de 2006 1 Principais realizações Desempenho do Mercado Desempenho Financeiro 2 Status da Reestruturação Corporativa Principais realizações Melhorando a Estrutura

Leia mais

Brasil Telecom. Café da Manhã com Investidores Unibanco. Fevereiro 2003

Brasil Telecom. Café da Manhã com Investidores Unibanco. Fevereiro 2003 Brasil Telecom Café da Manhã com Investidores Unibanco Fevereiro 2003 1 Estratégia 2 Mercado Metas Metas Garantir a liderança na Região II, focando nos clientes de alto valor. Garantir a liderança na Região

Leia mais

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 EBITDA atingiu a soma de R$ 391 milhões no ano passado São Paulo, 24 de março de 2010 A Algar Telecom, empresa de telecomunicações do Grupo Algar,

Leia mais

Destaques do trimestre

Destaques do trimestre Resultados 3T12 Destaques do trimestre 1 Empresa integrada é líder no índice de satisfação do cliente 2 Líder indiscutível nos segmentos de maior receita com foco na geração de valor 3 Melhora sequencial

Leia mais

Número 04 São Paulo, 07 de outubro de 2013. Operadora:

Número 04 São Paulo, 07 de outubro de 2013. Operadora: Número 04 São Paulo, 07 de outubro de 2013 Operadora: Indicadores operacionais e financeiros 2º trimestre/2013 1. Desempenho Operacional - Claro No 2º trimestre de 2013 (2T13) a Claro teve aumento de 5,6%

Leia mais

Oi: Visão Geral Dezembro 2006

Oi: Visão Geral Dezembro 2006 Março / 2007 1 Oi: Visão Geral Dezembro 2006 Empresa líder na oferta convergente de serviços de telecomunicações no Brasil: telefonia fixa, móvel, banda larga, transmissão de dados, longa distância, internet

Leia mais

Tele Celular Sul. Apresentação dos Resultados do 1º Trimestre/2002

Tele Celular Sul. Apresentação dos Resultados do 1º Trimestre/2002 Tele Celular Sul Apresentação dos Resultados do 1º Trimestre/2002 8 de Maio, 2002 Agenda Estratégia Operacional Realizações no 1º Trimestre/2002 Estratégia Operacional Ações para 2002 Capacidade do CRM

Leia mais

Dezembro/2003. Apresentação Corporativa

Dezembro/2003. Apresentação Corporativa Dezembro/2003 Apresentação Corporativa Visão Geral 1 Destaques Operadora integrada 15,1 milhões de linhas fixas em serviço (dez/03) 4,0 milhões de linhas móveis (jan/04) Região I Área de Concessão (Região

Leia mais

Gestão da Qualidade da Banda Larga

Gestão da Qualidade da Banda Larga Gestão da Qualidade da Banda Larga Agência Nacional de Telecomunicações Brasília, 17 de maio de 2013 METODOLOGIA DE MEDIÇÃO INDICADORES DE BANDA LARGA FIXA Avaliações realizadas através de medidores instalados

Leia mais

3T12 TRADING UPDATE 0

3T12 TRADING UPDATE 0 TRADING UPDATE Lisboa, 8 novembro 2012 0 Aviso importante O presente comunicado contém objetivos acerca de eventos futuros, de acordo com o U.S. Private Securities Litigation Reform Act de 1995. Tais objetivos

Leia mais

DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 150

DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 150 DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 50 A. Empresa: Oi (Telemar Norte Leste S.A.) B. Nome do Plano: Plano Alternativo de Serviço n.º 50 Franquia 500 minutos Internet sem Limites + Franquia VC

Leia mais

Resultados 1T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio, 2015.

Resultados 1T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio, 2015. Resultados _ Relações com Investidores Maio, 2015. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes,

Leia mais

Crescer agregando valor

Crescer agregando valor Crescer agregando valor Marcio Araujo de Lacerda Presidente do Conselho de Administração Maio de 2008 1/XX Orientações do Governo Mineiro Para Minas Gerais: Um Estado para Resultados Visão: Tornar Minas

Leia mais

Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados. Seminário sobre Telecomunicações APIMEC RIO

Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados. Seminário sobre Telecomunicações APIMEC RIO Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados Seminário sobre Telecomunicações APIMEC RIO As Oportunidades do Mercado de Telecom no Brasil Universalização dos Serviços Através do Móvel Crescimento

Leia mais

I Fórum Lusófono de Comunicações. Abril. 2010

I Fórum Lusófono de Comunicações. Abril. 2010 I Fórum Lusófono de Comunicações Abril. 2010 Evolução do Setor de Telecomunicações no Brasil Pré-Privatização Monopólio estatal Poucos investimentos Baixa qualidade dos serviços 98 Grande demanda reprimida

Leia mais

DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 124a

DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 124a DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 124a A. Empresa: Oi (Telemar Norte Leste S.A.) B. Nome do Plano: Plano Alternativo de Serviço n.º 124A Oi Fixo Controle C. Identificação para a Anatel: Plano

Leia mais

Número 03 São Paulo, 15 de julho de 2013. Operadora: Indicadores econômico-financeiros

Número 03 São Paulo, 15 de julho de 2013. Operadora: Indicadores econômico-financeiros Número 03 São Paulo, 15 de julho de 2013 Operadora: Indicadores econômico-financeiros 1. Desempenho Operacional A Claro encerrou 2012 com 65,2 milhões de celulares no país, variação de 8% em relação a

Leia mais

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados Resultados do 2T09 Teleconferência de Resultados Destaques do 2T09 2 Destaques do 2T09 em linha com a estratégia geral da Companhia Nossas conquistas do 2T09 são refletidas nos resultados da Companhia

Leia mais

PLANOS DE LONGA DISTÂNCIA - VC2 E VC3 NOVOS VALORES VIGENTES NOVOS VALORES MÁXIMOS NOVOS VALORES PROMOCIONAIS (1) REGIÃO DO PGO

PLANOS DE LONGA DISTÂNCIA - VC2 E VC3 NOVOS VALORES VIGENTES NOVOS VALORES MÁXIMOS NOVOS VALORES PROMOCIONAIS (1) REGIÃO DO PGO EMBRATEL PREÇOS E TARIFAS DE CHAMADAS ENVOLVENDO TERMINAIS MÓVEIS TABELA REFERENTE AO COMUNICADO PUBLICADO NO JORNAL DO COMMERCIO, EM 31/03/2014 PLANOS ALTERNATIVOS DE SERVIÇOS ENVOLVENDO ACESSOS DO SMP

Leia mais

MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011

MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011 MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011 1 MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO: O Mercado de títulos de capitalização vem mantendo crescimentos fortes e retornos robustos. Nesse período o volume de vendas atingiu

Leia mais

1T10 RESULTADOS. Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom

1T10 RESULTADOS. Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom RESULTADOS 1T10 Uberlândia MG, Maio de 2010 A Algar Telecom, Empresa integrada de telecomunicações com um portfólio completo de serviços, divulga seus resultados do 1º Trimestre de 2010 (1T10). As Informações

Leia mais

Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados 2T09

Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados 2T09 Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados 2T09 1 DESTAQUES DO 2T09 2 Base de Clientes TV a Cabo: 3,5 milhões Base de Clientes Net Vírtua: 2,6 milhões Base de Clientes em Voz: 2,3 milhões ARPU: oportunidade

Leia mais

Resultados 3T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro, 2015. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A.

Resultados 3T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro, 2015. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Resultados _ Novembro, 2015. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento

Leia mais

Apresentação de resultados. Algar Telecom. Reunião Gerencial, 20/05/2008

Apresentação de resultados. Algar Telecom. Reunião Gerencial, 20/05/2008 Apresentação de resultados Algar Telecom 2008 Agenda Segmentos de negócios Concessão e Expansão Resultados de 2008 Agenda Segmentos de negócios Concessão e Expansão Resultados de 2008 Segmentos de negócios

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2015 Magazine Luiza Destaques do Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Luizacred Lucro Líquido Ganhos de market share, principalmente em tecnologia Receita

Leia mais

Número de operações: 93

Número de operações: 93 APIMEC Maio de 2010 PRESENÇA GEOGRÁFICA 2 Número de operações: 93 Principais cidades São Paulo Rio de Janeiro Belo Horizonte Recife Brasília Manaus Curitiba Florianópolis Porto Alegre Guarulhos Ponta Grossa

Leia mais

4 A Telefonia Móvel no Brasil

4 A Telefonia Móvel no Brasil 4 A Telefonia Móvel no Brasil 4.1 Breve Histórico da Telefonia Móvel O uso da telefonia móvel teve início no Brasil no final de 1990. Em 30 de dezembro deste ano o Sistema Móvel Celular (SMC) começou a

Leia mais

Plano industrial 2014-2016 TIM Participações

Plano industrial 2014-2016 TIM Participações Plano industrial 2014-2016 TIM Participações Limitação de Responsabilidade Este documento pode incluir declarações prospectivas. Essas declarações não são declarações de fatos históricos e refletem crenças

Leia mais

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas CICLO APIMEC 2010 Índice RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas 3 RS no Brasil DADOS DEMOGRÁFICOS RS BRASIL População

Leia mais

Perspectiva Regulatória. Novembro de 2015

Perspectiva Regulatória. Novembro de 2015 Perspectiva Regulatória Novembro de 2015 acesso móvel TV por assinatura telefone fixo banda larga fixa Panorama Setorial - Tradicional 44,1 milhões de assinantes 25,2 milhões de assinantes R$ 204 bi RECEITA

Leia mais

Qualidade da Banda Larga Fixa (SCM) Relatório de Indicadores de Desempenho Operacional

Qualidade da Banda Larga Fixa (SCM) Relatório de Indicadores de Desempenho Operacional Qualidade da Banda Larga Fixa (SCM) Relatório de Indicadores de Desempenho Operacional 2014 Superintendência de Controle de Obrigações - SCO Gerência de Controle de Obrigações de Qualidade - COQL Brasília,

Leia mais

Aniversário de 15 anos - Rodrigo Abreu. Destaque - Rodrigo Abreu. Operações - Lorenzo Lindner. Marketing - Roger Solé. Live TIM - Rogério Takayanagi

Aniversário de 15 anos - Rodrigo Abreu. Destaque - Rodrigo Abreu. Operações - Lorenzo Lindner. Marketing - Roger Solé. Live TIM - Rogério Takayanagi 1 Agenda Aniversário de 15 anos - Rodrigo Abreu Temas do 2º Trimestre : Destaque - Rodrigo Abreu Operações - Lorenzo Lindner Marketing - Roger Solé Live TIM - Rogério Takayanagi Financeiro - Claudio Zezza

Leia mais

4. Mercado de Telefonia Móvel

4. Mercado de Telefonia Móvel 70 4. Mercado de Telefonia Móvel Tendo em vista que este estudo de caso é de uma empresa de telefonia móvel, torna-se relevante que seja abordada a evolução histórica da telefonia móvel no Brasil, suas

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14 27 de fevereiro de 2015 Magazine Luiza Destaques 2014 Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Ajustado Luizacred Lucro Líquido Ajustado Crescimento da receita

Leia mais

Resultados Financeiros e Operacionais de 2002. Fevereiro - 2003

Resultados Financeiros e Operacionais de 2002. Fevereiro - 2003 1 Resultados Financeiros e Operacionais de 2002 Fevereiro - 2003 Agenda 2 Ambiente Competitivo Posicionamento Resultados Operacionais e Financeiros Amazônia Celular Telemig Celular Ambiente Competitivo

Leia mais

www.estacioparticipacoes.com/ri Global Services Conference Phoenix-AZ, 27 de fevereiro de 2008

www.estacioparticipacoes.com/ri Global Services Conference Phoenix-AZ, 27 de fevereiro de 2008 www.estacioparticipacoes.com/ri Global Services Conference Phoenix-AZ, 27 de fevereiro de 2008 0 1. Visão Geral Setor de Ensino Superior no Brasil Visão Geral Estratégia Empresarial Destaques Financeiros

Leia mais

DESCRITIvO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 110

DESCRITIvO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 110 DESCRITIvO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 110 I) Empresas: Este Plano Alternativo de Serviço aplica-se à TELEMAR NORTE LESTE S.A., sucessora por incorporação das Empresas Concessionárias do Serviço

Leia mais

Resultados do 4T05 e do ano de 2005

Resultados do 4T05 e do ano de 2005 Resultados do 4T05 e do ano de 2005 Teleconferência 24/03/2006 1 Considerações Futuras Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais

Leia mais

Divulgação de Resultado Consolidado

Divulgação de Resultado Consolidado Divulgação de Resultado Consolidado 4º Trimestre 2006 Não Auditado Brasília, 30 de janeiro de 2007 BRTO3: R$ 25,70 / 1.000 ações BRTO4: R$ 9,90 / 1.000 ações BTM: US$ 13,84 / ADR Valor de Mercado: R$ 9.497,0

Leia mais

I I F ó r u m N a c i o n a l d o s. Conselhos de Usuár ios

I I F ó r u m N a c i o n a l d o s. Conselhos de Usuár ios I I F ó r u m N a c i o n a l d o s Conselhos de Usuár ios PESQUISA DE SATISFAÇÃO E QUALIDADE PERCEBIDA Destaques dos Resultados Coletiva de Imprensa Superintendência de Relações com Consumidores 29/03/2016

Leia mais

Resultados 1T07 10 de maio de 2007

Resultados 1T07 10 de maio de 2007 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 102% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 32% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 1T07. As demonstrações financeiras da Companhia são elaboradas

Leia mais

Comunicação por meio de dispositivos móveis ainda tem muito para crescer no país

Comunicação por meio de dispositivos móveis ainda tem muito para crescer no país Comunicação por meio de dispositivos móveis ainda tem muito para crescer no país Atualmente, não dá para falar em mídias digitais sem considerar o mobile. Se por um lado os acessos móveis ganham força,

Leia mais

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012 Apresentação de Resultados 2T12 10 de agosto de 2012 Aviso Legal Esta apresentação contém certas declarações futuras e informações relacionadas à Companhia que refletem as visões atuais e/ou expectativas

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010. Embratel Participações S.A. ( Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ), 100,0

Leia mais

DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO de SERVIÇO Nº35A

DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO de SERVIÇO Nº35A DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO de SERVIÇO Nº35A I) Empresas: Este Plano Alternativo de Serviço aplica-se à TELEMAR NORTE LESTE S.A., sucessora por incorporação das Empresas Concessionárias do Serviço

Leia mais

PROMOÇÃO VIVO CONTROLE MÓVEL COM CARTÃO DE CRÉDITO

PROMOÇÃO VIVO CONTROLE MÓVEL COM CARTÃO DE CRÉDITO PROMOÇÃO VIVO CONTROLE MÓVEL COM CARTÃO DE CRÉDITO DISPOSIÇÕES GERAIS DA PROMOÇÃO 1.1. A promoção Vivo Controle Móvel no Cartão de Crédito é realizada pela Telefônica Brasil S/A, que oferece os benefícios

Leia mais

Apresentação para Investidores 1S10

Apresentação para Investidores 1S10 Apresentação para Investidores 1S10 1 Agenda 1. Visão Geral e Desempenho Consolidado 2. Livraria Saraiva 3. Editora Saraiva 2 Governança Corporativa Nível 2 de Governança Corporativa da Bovespa Primeira

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014 Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2014 Destaques do Expressivo crescimento em vendas mesmas lojas (25,4%) com rentabilidade Crescimento da receita líquida total: 28,5% versus 1T13 R$2,3 bilhões

Leia mais

Resultados 2T11. Telecomunicações de São Paulo S.A. Vivo Participações S.A. São Paulo, 27 de Julho de 2011.

Resultados 2T11. Telecomunicações de São Paulo S.A. Vivo Participações S.A. São Paulo, 27 de Julho de 2011. Resultados 2T11 Telecomunicações de São Paulo S.A. Vivo Participações S.A. São Paulo, 27 de Julho de 2011. 0 Telefónica Servicios Audiovisuales S.A. / Telefónica España S.A. Título de la ponencia / Otros

Leia mais

DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 145

DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 145 DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 145 A. Empresa: Oi (Telemar Norte Leste S.A.) B. Nome do Plano: Plano Alternativo de Serviço n.º 145 Franquia 230 minutos + Franquia VC1 C. Identificação para

Leia mais

TIM BRASIL MARIO CESAR ARAUJO

TIM BRASIL MARIO CESAR ARAUJO MARIO CESAR ARAUJO Agenda Destaques dos resultados de 2007 O contexto do mercado brasileiro Visão geral do plano 2008-10 Metas para 2008-10 1 Destaques 2007 TIM Brasil está posicionada como líder em valor

Leia mais

Detalhamento da avaliação

Detalhamento da avaliação Prêmio melhor oferta Mães 2012 Detalhamento da avaliação Última revisão São Paulo 24 de abril de 2012 Copyright Pricez Ltda. Todos os direitos reservados. Um prêmio imparcial é a forma mais eficaz de se

Leia mais

Fatores de Sucesso. Carlos Raimar Schoeninger Diretor de Estratégia e RI. Seminário sobre Telecomunicações APIMEC Rio. Telefônica Vivo 27.09.

Fatores de Sucesso. Carlos Raimar Schoeninger Diretor de Estratégia e RI. Seminário sobre Telecomunicações APIMEC Rio. Telefônica Vivo 27.09. Fatores de Sucesso Carlos Raimar Schoeninger Diretor de Estratégia e RI Seminário sobre Telecomunicações APIMEC Rio Telefônica Vivo 27.09.2012 Conteúdo 01 Vivo: uma história de sucesso 02 Desempenho da

Leia mais

Apresentação Corporativa. Novembro, 2008

Apresentação Corporativa. Novembro, 2008 Apresentação Corporativa Novembro, 2008 1 Agenda Setor de Telecomunicações no Brasil 2 Histórico da Oi: Um Caso de Transformação 9 Nossa Estratégia e Principais Resultados 13 Destaques Operacionais e Financeiros

Leia mais

RESULTADOS 2T15 RIO DE JANEIRO, 13 DE AGOSTO DE 2015

RESULTADOS 2T15 RIO DE JANEIRO, 13 DE AGOSTO DE 2015 RESULTADOS RIO DE JANEIRO, 13 DE AGOSTO DE 2015 AVISO IMPORTANTE Esta apresentação contém declarações acerca de eventos futuros, de acordo com o U.S. Private Securities Litigation Reform Act de 1995. São

Leia mais

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1)

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) ANEXO I BICICLETA ESCOLAR Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) Assunto: Adesão à ata de registro de preços nº 70/2010 do pregão eletrônico nº 40/2010. 1 2 BICICLETA 20 - AC,

Leia mais

Telefônica Brasil Estratégia Segmentada para Maximizar Geração de Valor. Novembro de 2013.

Telefônica Brasil Estratégia Segmentada para Maximizar Geração de Valor. Novembro de 2013. Telefônica Brasil Estratégia Segmentada para Maximizar Geração de Valor Novembro de 2013. Continuamos evoluindo em nosso esforço de integração... Espaço TI Atenção ao Cliente Contratos Unificação e renegociação

Leia mais

7 a Conferência Brasil Anual Santander Banespa. 21 e 22 de agosto de 2006

7 a Conferência Brasil Anual Santander Banespa. 21 e 22 de agosto de 2006 7 a Conferência Brasil Anual Santander Banespa 21 e 22 de agosto de 2006 1 Considerações Futuras Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados

Leia mais

Apresentação de resultados. Algar Telecom 3T10

Apresentação de resultados. Algar Telecom 3T10 Apresentação de resultados Algar Telecom Destaques do Lucro Líquido consolidado de R$ 32,8 milhões, 49,5% maior que o do. Margem de 8,6% no, ante 6,2% no. Algar Telecom inicia oferta de varejo (voz, banda

Leia mais

Mas afinal, o que é a CONVERGÊNCIA?

Mas afinal, o que é a CONVERGÊNCIA? Tecnologia 40 Mas afinal, o que é a CONVERGÊNCIA? DSL Cabo Fibra Móvel Móvel WiFi em movimento Convergência TERMINAL é poder MULTI- se comunicar ÓTIMO MÍDIA independente de local, dispositivo de acesso

Leia mais

Apresentação Institucional. Novembro 2015

Apresentação Institucional. Novembro 2015 Apresentação Institucional Novembro 2015 Seção 1 Visão Geral da Unidas Visão Geral da Unidas 3ª maior empresa brasileira de aluguel de carros em frota total, com cobertura nacional em soluções para terceirização

Leia mais

Jarbas José Valente. Superintendente de Serviços Privados. Brasília, 27 de fevereiro de 2008

Jarbas José Valente. Superintendente de Serviços Privados. Brasília, 27 de fevereiro de 2008 Jarbas José Valente Superintendente de Serviços Privados Brasília, 27 de fevereiro de 2008 Agenda O que é SMP? Ponto de vista legal Ponto de vista de negócio Ponto de vista social Pontos Positivos Desafios

Leia mais

NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S.A. Resultados do 4T07

NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S.A. Resultados do 4T07 NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S.A. Resultados do 4T07 Destaques 2 Lançamento do NET Digital HD, que combina as funções de gravador e conversor de alta definição; Aquisição da BIGTV traz 12 importantes cidades

Leia mais

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA SENADO FEDERAL EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 04 DE NOVEMBRO DE 2014 crescimento do setor de telecomunicações

Leia mais

DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 103

DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 103 DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 103 I) Empresas: Este Plano Alternativo de Serviço aplica-se à TELEMAR NORTE LESTE S.A., sucessora por incorporação das Empresas Concessionárias do Serviço

Leia mais

Apresentação institucional CTBC 1T07

Apresentação institucional CTBC 1T07 Apresentação institucional CTBC 1T07 1 Visão geral Empresa integrada de telecomunicações - há mais de 53 anos no mercado de telecom - portfolio completo de serviços - forma de atuação regional (proximidade

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 Americana SP, 23 de março de 2005 A VIVAX S.A. (Bovespa: VVAX11), ou Companhia, segunda maior operadora de TV a Cabo do Brasil, em número de assinantes, e uma das principais

Leia mais

Comunicado à Imprensa. S&P reafirma ratings da Tele Norte Leste Participações S.A.

Comunicado à Imprensa. S&P reafirma ratings da Tele Norte Leste Participações S.A. Comunicado à Imprensa S&P reafirma ratings da Tele Norte Leste Participações S.A. Analistas: Ana Claudia Nunes, São Paulo (55) 11-5501-8956; Reginaldo Takara, São Paulo (55) 11-5501- 8932; Milena Zaniboni,

Leia mais

Resultados do 1T09. Teleconferência de Resultados. Lançamentos de 2008

Resultados do 1T09. Teleconferência de Resultados. Lançamentos de 2008 Resultados do 1T09 Teleconferência de Resultados Lançamentos de 2008 Felice (Nova Lima-MG) Beach Park Wellness Resort (Aquiraz-CE) ViVer Zona Sul (Porto Alegre-RS) Viver São J. Pinhais (São J. Pinhais-PR)

Leia mais

Apresentação Investidores

Apresentação Investidores Apresentação Investidores Abril de 2011 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve riscos

Leia mais

RESULTADO DO 1º TRIMESTRE DE 2013

RESULTADO DO 1º TRIMESTRE DE 2013 RESULTADO DO 1º TRIMESTRE DE 2013 DASA divulga receita bruta de R$ 640,4 milhões e geração de caixa operacional de R$ 43,3 milhões no 1T13 Romeu Cortes Domingues Presidente do Conselho de Administração

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2T15 31 de julho de 2015 Magazine Luiza Destaques do 2T15 Vendas E-commerce Ganho consistente de participação de mercado Redução na receita líquida de 10,1% para R$2,1 bilhões

Leia mais

Tendências e cenários para a infra-estrutura de telecomunicações. ões. Seminário: O futuro das (tele)comunicações no Brasil

Tendências e cenários para a infra-estrutura de telecomunicações. ões. Seminário: O futuro das (tele)comunicações no Brasil Tendências e cenários para a infra-estrutura de telecomunicações ões Seminário: O futuro das (tele)comunicações no Brasil em homenagem a Sérgio S Motta (1940 1998) S. Paulo, 3 de junho de 2008 Juarez Quadros

Leia mais

Telefonia Móvel. Audiência Pública da Comissão de Defesa do Consumidor Requerimentos 03/2011 e 05/2011 24 de março de 2011

Telefonia Móvel. Audiência Pública da Comissão de Defesa do Consumidor Requerimentos 03/2011 e 05/2011 24 de março de 2011 Telefonia Móvel Audiência Pública da Comissão de Defesa do Consumidor Requerimentos 03/2011 e 05/2011 24 de março de 2011 Sumário Base de clientes Investimentos Empregos gerados Competição Preço dos serviços

Leia mais

Oi e Portugal Telecom formalizam parceria e investimento estratégico

Oi e Portugal Telecom formalizam parceria e investimento estratégico Oi e Portugal Telecom formalizam parceria e investimento estratégico A parceria prevê capitalização da empresa brasileira em até R$ 12 bi, reduzindo alavancagem e ampliando capacidade de investimento,

Leia mais

APRESENTAÇÃO APIMEC. Março de 2015. Copyright Cielo Todos os direitos reservados

APRESENTAÇÃO APIMEC. Março de 2015. Copyright Cielo Todos os direitos reservados APRESENTAÇÃO APIMEC Março de 2015 Copyright Cielo Todos os direitos reservados A COMPANHIA FAZ DECLARAÇÕES SOBRE EVENTOS FUTUROS QUE ESTÃO SUJEITAS A RISCOS E INCERTEZAS Tais declarações têm como base

Leia mais

Seminário Setorial de Construção Civil APIMEC SUL. Outubro de 2010

Seminário Setorial de Construção Civil APIMEC SUL. Outubro de 2010 Seminário Setorial de Construção Civil APIMEC SUL Outubro de 2010 Aviso Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são apenas fatos históricos, mas refletem as metas e as expectativas

Leia mais

Resultados 2T12 FLRY 3. Agosto / 2012

Resultados 2T12 FLRY 3. Agosto / 2012 Resultados 2T12 FLRY 3 Agosto / 2012 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2012 Aviso Legal Esta apresentação pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos,

Leia mais

Conference Call 1Q03. Maio/03

Conference Call 1Q03. Maio/03 Conference Call 1Q03 1 1 Agenda Resultados do 1º Trimestre Perfil da Dívida Outlook Perguntas e Respostas 2 Bom dia a todos e bemvindos à nossa Teleconferência sobre os resultados do 1T02. A agenda de

Leia mais

RESULTADOS 4T14. Rio de Janeiro, 27 de março de 2015

RESULTADOS 4T14. Rio de Janeiro, 27 de março de 2015 RESULTADOS Rio de Janeiro, 27 de março de 2015 AVISO IMPORTANTE Esta apresentação contém declarações acerca de eventos futuros, de acordo com o U.S. Private Securities Litigation Reform Act de 1995. São

Leia mais

I. AMBIENTE DE MERCADO II. RESULTADOS III. NOVOS PROJETOS UTVM IV. NOVOS PROJETOS UF

I. AMBIENTE DE MERCADO II. RESULTADOS III. NOVOS PROJETOS UTVM IV. NOVOS PROJETOS UF 1 I. AMBIENTE DE MERCADO II. RESULTADOS III. NOVOS PROJETOS UTVM IV. NOVOS PROJETOS UF 2 Crédito ainda em Expansão, mas Desacelerando 30,7% Crescimento do Crédito 15,1% 20,6% 18,8% 16,4% 14,7% 11,7% 2008

Leia mais

Reunião com Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais LOJAS RENNER S.A.

Reunião com Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais LOJAS RENNER S.A. Reunião com Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais LOJAS RENNER S.A. São Paulo, 8 de dezembro de 2005 1 Aviso Legal Eventuais declarações que possam ser feitas durante esta apresentação,

Leia mais

APIMEC SP Maio 2006 1

APIMEC SP Maio 2006 1 APIMEC SP Maio 2006 1 Considerações Futuras Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

Alteração item I.2, III e IV Oferta prorrogada até 31/07/2011 PROMOÇÃO VIVO SMARTPHONE: INTERNET, VIVO VOCE E VANTAGENS REGULAMENTO

Alteração item I.2, III e IV Oferta prorrogada até 31/07/2011 PROMOÇÃO VIVO SMARTPHONE: INTERNET, VIVO VOCE E VANTAGENS REGULAMENTO Alteração item I.2, III e IV Oferta prorrogada até 31/07/2011 PROMOÇÃO VIVO SMARTPHONE: INTERNET, VIVO VOCE E VANTAGENS REGULAMENTO Vivo DF I. DISPOSIÇÕES GERAIS DA PROMOÇÃO I.1. Descrição Geral A Promoção

Leia mais

Apresentação Unidas. Maio 2014

Apresentação Unidas. Maio 2014 Apresentação Unidas Maio 2014 Seção 1 Visão Geral da Unidas Visão Geral da Unidas 2ª maior empresa brasileira de aluguel de carros em frota total, com cobertura nacional em soluções para terceirização

Leia mais

Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal. JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Anatel

Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal. JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Anatel Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Anatel Brasília/DF Maio/2013 15 anos de LGT Em 1997, na corrida pelo usuário, a

Leia mais

Resultados do 2T08. Destaques. Relações com Investidores

Resultados do 2T08. Destaques. Relações com Investidores Resultados do 2T08 Uberlândia MG, Agosto de 2008 A CTBC Companhia de Telecomunicações do Brasil Central S.A, empresa integrada de telecomunicações com um portfólio completo de serviços, divulga seus resultados

Leia mais

Telefônica Brasil. Bom momento para ficar ligado em Telefônica. Relatório de Análise. Rodob ihjiohoihoih9. Investment Research.

Telefônica Brasil. Bom momento para ficar ligado em Telefônica. Relatório de Análise. Rodob ihjiohoihoih9. Investment Research. Bom momento para ficar ligado em Telefônica Estamos introduzindo nosso novo preço alvo para S.A., de R$69,00, com uma recomendação de COMPRA, baseado em nosso Fluxo de Caixa Descontado, o que representa

Leia mais

Telecom Italia TIM Brasil Plano 2012 2014 Plano 2012 14

Telecom Italia TIM Brasil Plano 2012 2014 Plano 2012 14 Telecom Italia TIM Brasil Plano 2012 14 14 LUCA LUCIANI Limitação de Responsabilidade Este documento pode incluir declarações prospectivas. Essas declarações não são declarações de fatos históricos e refletem

Leia mais

1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados. 14 de Maio de 2009

1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados. 14 de Maio de 2009 1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados 14 de Maio de 2009 Aviso Legal Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração

Leia mais

Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados do 1T08

Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados do 1T08 Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados do 1T08 Destaques do Trimestre 2 Lançamento recente do Net Fone.com, produto que combina os serviços de telefonia, acesso rápido à internet e melhoria de imagem,

Leia mais