- -(13) *** GLOSÁRIO DE TERMOS RADIOAMADOR e INFORMÁTICA ***

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "http://www.hlage.com - heraldolage@yahoo.com.br -(13) 9778-0062 - 9201-7736 *** GLOSÁRIO DE TERMOS RADIOAMADOR e INFORMÁTICA ***"

Transcrição

1 *** GLOSÁRIO DE TERMOS RADIOAMADOR e INFORMÁTICA *** - Em português dá-se o nome de ''arroba'' a este símbolo. A arroba é utilizada nos endereços de e significa ''at'' (em). 10base2 - Tipo de cabo coaxial para ligar nós em redes Ethernet 10base5 - Tipo de cabo coaxial para ligar nós em redes Ethernet 10baseT - Tipo de cabo coaxial para ligar nós em redes Ethernet 3G - Third Generation Wireless networks = Rede sem fios da terceira geração Refere-se a um conjunto de especificações desenvolvidas pelo IEEE para tecnologias de redes sem fio. A/D - Analogic to Digital = Analógico/digital AAAS - American Association for the Advancement of Science = Associação americana para o desenvolvimento da ciência (www.aas.org) AAC [1] Automatic Amplitude Control = Controle automático de amplitude [2] Advanced Audio Coding = Será o sucessor do áudio AC3. É baseado no AC3 enquanto possui várias melhorias em diversas áreas. Atualmente o suporte de hardware e software para esse formato é ainda bastante limitado. AAL - ATM Adaptation Layer = Nível de adaptação ATM AAT - Arbitrated Access Timer = Temporizador de acesso arbitrado ABL - Automatic Brightness Limiter = Limitador automático de luminosidade ABM - Asynchronous Balanced Mode = Modo assíncrono equilibrado AC [1] Access Control = Controle de acesso [2] Alternate Current = Corrente alternada AC3 - Inicialmente conhecido como Audio Coding 3, AC3 é o sinônimo de Dolby Digital atualmente. Dolby Digital é uma tecnologia avançada de compressão de áudio que permite codificar até 6 canais separadamente em bitrates de até 448kbit/s. Para mais informações por favor veja no site da Dolby ACC - Automatic Color Control = controle automático de cor ACI - Adjacent Channel Interference = Interferência de canal adjacente ACIA - Asynchronous Communications Interface Adapter = Adaptador de interface para comunicações assíncronas ACID - Atomicity, Consistency, Isolation and Durability = Atomicidade, consistência, isolamento e durabilidade (teste) ACK - Acknowledge = Reconhecimento

2 ACL - Advanced Cmos Logic = Família de integrados lógicos CMOS avançados ACSSB - Amplitude Compandored Single SideBand = Banda lateral única com amplitude comprimida ACT - Advisory Committee on Telecommunications = Comissão consultiva de telecomunicações ACTIVE-X - Componentes utilizados para permitir a conexão via objetos ativos, com aplicações do lado servidor. AD - Letras de código de integrados fabricados pela Intersil; Analog Devices ADAPSO - Association of Data Processing Service Organisation = Associação das organizações de processamento de dados ADC - Analog to Digital Converter = conversor analógico/digital ADCCP - Advanced Data Communication Control Procedures = Procedimento avançado de controle para comunicação de dados ADP - Automatic Data Processing = Processamento automático de dados ADPCM - Adaptive Pulse Code Modulation = Modulação por impulsos codificados ADR - Address = Endereço ADSL - Sigla do inglês Asymetric Digital Subscriber Line. Utiliza a mesma infra-estrutura das linhas telefônicas convencionais. Uma das vantagens é que consegue maior velocidade de acesso (banda larga) e a linha telefônica fica desocupada. ADWARE - Do Inglês Advertising Software. Software especificamente projetado para apresentar propagandas. Constitui uma forma de retorno financeiro para aqueles que desenvolvem software livre ou prestam serviços gratuitos. Pode ser considerado um tipo de spyware, caso monitore os hábitos do usuário, por exemplo, durante a navegação na Internet para direcionar as propagandas que serão apresentadas. AEC - Atomic Energy Commission = Comissão da energia atômica AES [1] American Audio Engineering Society = Sociedade americana da engenharia do áudio [2] Advanced Encryption Standard = Norma de cifragem avançada AF - Audio Frequency = Áudio freqüência AFC - Automatic Frequency Control = controle (comando) automático de freqüência AFMR - AntiFerroMagnetic Resonance = Ressonância anti ferro-magnética AFPC - Automatic Frequency and Phase Control = controle automático de freqüência e fase AFSK - Audio Frequency Shift Keying = Codificação por deslocamento de freqüência de áudio AFT - Automatic Fine Tuning = Sintonia fina automática AGENT - Um programa de computador ou processo que opera sobre uma aplicação cliente ou servidor e realiza uma função específica, como uma troca de informações. AGC - Automatic Gain Control = controle automático de ganho AGND - Analogic GrouND = Massa analógica AGP - Advanced Graphics Port = Porto gráfico avançado

3 AH - Letras de código de integrados fabricados pela National Semiconductor AI [1]* Application Interface = Interface para aplicações [2]* Artificial Intelligence = Inteligência artificial AIIF - Um dos muitos formatos de arquivos de som para Mac. AIIM - AGP InLine Memory = Módulo de memória AGP em linha AIP - American Institute of Physics = Instituto americano de física ALC - Automatic Level Control = controle automático de amplitude (ou potência) ALDC - Adaptive Lossles Data Compression = Sistema de compressão de dados em discos rígidos ALE - Address Latch Enable = Ativação do trinco de endereços ALGOL - ALGOrithmic Language = Linguagem orientada para problemas matemáticos e científicos ALIAS - Significa segundo nome, ou apelido. Pode referenciar um endereço eletrônico alternativo de uma pessoa ou grupo de pessoas, ou um segundo nome de uma máquina. É também um dos comandos básicos do Unix ALU - Arithmetic and Logic Unit = Unidade aritmética e lógica ALVC - Advanced Low Voltage CMOS = CMOS de baixa tensão AM [1]* Letras de código de integrados fabricados pela AMD [2]* Amplitude Modulation = Modulação de amplitude AMSAT - Radio Amateur Satellite Corporation = Corporação de satélites de radioamadores AMTOR - Amateur Teleprinting Over Radio = Tele-impressora por rádio de radioamadores AMU - Atomic Mass Unit = Unidade de massa atômica ANI - Automatic Number Identification = Identificação numérica automática ANEXO - Arquivo enviado junto com uma mensagem de correio eletrônico. Pode ser uma foto, um arquivo sonoro, vídeo ou mesmo um programa de computador. ANONYMOUS - Nome normalmente utilizado para o login num servidor FTP, e indica tratar-se de um usuário anônimo, ou seja, não cadastrado na máquina em questão. A password a fornecer em seguida deve ser o endereço eletrônico ou guest. O sistema permitirá apenas o acesso aos arquivos públicos. ANSI (American National Standards Institute) 1. Uma organização afiliada à ISO e que é a principal organização norte-americana envolvida na definição de padrões (normas técnicas) básicos como o ASCII. 2. Conjunto de normas para a transferência de caracteres de controle. Utilizado para tratamento de atributos, cores, endereçamento do cursor, etc, em terminais ou emuladores de terminais. ANT - Antenna = Antena ANTENA = Acoplador de energia entre o sistema de rádio e o espaço livre

4 ANTIVÍRUS - Programa utilizado para descontaminar um computador ou rede que estiver infectado com vírus, worm e códigos maliciosos, bem como fornecer proteção contra novas infestações. Esses programas precisam ser atualizados com freqüência para garantir sua eficácia. AOS - Acquisition Of Signal = Obtenção de sinal APA - All-Points Addressable = Todos os pontos endereçáveis APDC - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações APESI - Associação Portuguesa das Empresas de Serviços de Informática API - Applications Programming Interface = Interface com programas de aplicação APLICAÇÃO - Programa que faz uso de serviços de rede tais como transferência de arquivos, login remoto e correio eletrônico. APLICAÇÕES INTERNET - Também conhecidas como aplicações TCP/IP, são os programas de aplicações que utilizam os protocolos da rede conhecidos como: FTP (File Transfer Protocol) para transmissão de arquivos; SMTP (Simple Mail Transfer Protocol) e POP (Post Office Protocol) para correio eletrônico ( ); HTTP e HTML em navegadores (browsers); IRC (Internet Relay Chat) para bate papo; e outros APLICAÇÕES JAVA - São programas de aplicação, desenvolvidos utilizando-se a linguagem java, porém com comportamento similar a de outras aplicações. APLICATIVO - Programa de computador desenvolvido para executar uma função específica, normalmente para o usuário. Em alguns casos, podem desempenhar funções para outros programas como para o sistema operacional. APPLETS JAVA - utilizam uma janela dentro da página web, para interface de entrada e/ou saída com o código intermediário (byte code) java que é executado pelo browser. APOGEU - Ponto na órbita em volta da Terra onde o astro ou satélite tem o maior afastamento da mesma. Oposto de Perigeu APPC - Advanced Program-to-Program Communication = Comunicação programa a programa (avançada) ARA - Amateur Radio Association = Associação de radioamadores ARCHIE - Um serviço de busca de arquivos armazenados em FTP anônimo. Pouco disseminado no Brasil. Pode ser usado para procurar determinado arquivo por assunto, título ou palavra-chave. ARIB - Association for radio Industries and Business = Associação industrial de rádio e negócios ARM - Asynchronous Response Mode = Modo de resposta assíncrona ARPANET (Advanced Research Projects Agency Network) - Rede de longa distância criada em 1969 pela Advanced Research Projects Agency (ARPA, atualmente Defense Advanced Projects Research Agency, ou DARPA) em consórcio com as principais universidades e centros de pesquisa dos EUA, com o objetivo específico de investigar a utilidade da comunicação de dados em alta velocidade para fins militares. É conhecida como a rede-mãe da Internet de hoje e foi colocada fora de operação em 1990, posto que estruturas alternativas de redes já cumpriam seu papel nos EUA. ARQ - Automatic Repeat Request = Pedido de repetição automático ARQUITETURA DE REDE - Conjuntos hierárquicos de protocolos de comunicação. É a coleção de regras lógicas que estabelece a comunicação entre os computadores interligados fisicamente em uma rede. ARQUITETURA CLIENTE/SERVIDOR (Client/Server) - É toda arquitetura de rede onde estações (microcomputadores) executam aplicações clientes que se utilizam de programas servidores para transferência de dados do próprio servidor ou comunicação com outras estações e suas aplicações clientes.

5 ARRAB - Palavra utilizada para representar, quando estiver sendo ditado, o caracter "\". É a barra invertida. ARRAY = 1. Tabela ou coleção de elementos ordenados em forma de tabela (matriz); 2. Em Tecnologia da Informação (TI), significa um grupo de elementos com atributos semelhantes (como discos rígidos) que podem ser endereçados individualmente. ARRL - American Radio Relay League = Liga americana de radioamadores ARS - Amateur Radio Society = Sociedade de radioamadores (estação) ART - Formato de arquivos de imagens ARTICLE - (Artigo) Um texto existente na Usenet/News. AS - Advanced Schottky = Família de integrados lógicos de alta velocidade ASA - American Standards Association = Associação de normalização americana ASF - Advanced Streaming Format. É a resposta da Microsoft para o Real Media e para vídeo em streaming em geral. ASCII (American Standard Code for Information Interchange) Código numérico usado para representar caracteres em arquivos texto em computadores e dispositivos de armazenamento eletrônico de dados. ASEV - Normas Suíças de segurança elétrica ASIC - Application Specific Integrated Circuits = Circuitos integrados para fins específicos ASK - Amplitude-Shift Keying = Modulação por comutação de amplitude ASPI - Advanced SCSI Programming Interface = Interface utilizada para enviar comandos para componentes SCSI ASR - Automatic Send/Receive = Transmissão/recepção automática ASSC - Amateur Satellite Service Council = Conselho do serviço de satélites de amadores ASSINATURA - 1. Um arquivo (tipicamente de três ou quatro linhas), que as pessoas inserem no fim de suas mensagens; 2. Ato de subscrever uma lista de discussão ou newsgroup; 3. Informação que autentica uma mensagem. ASSINATURA DIGITAL - Código utilizado para verificar a integridade de um texto ou mensagem. Também pode ser utilizado para verificar se o remetente de uma mensagem é mesmo quem diz ser. ASSOFT - Associação Portuguesa de Software ASSP - Application Specific Standard Product = Produto normalizado para aplicações específicas AT&T - American Telephone and Telegraph Corporation = Companhia americana de telefones ATA - Advanced Technology Architecture = Norma semelhante a IDE para discos rígidos ATAPI - Norma semelhante a IDE para CD-ROM ATDM - Asynchronous Time Division Multiplexing = Multiplexagem assíncrona por divisão de tempo

6 ATE - Automatic Test Equipment = Equipamento automático de teste ATM [1]* Asynchronous Transfer Mode = Modo de Tranferência Assíncrono. Protocolo de comunicação de alta velocidade, criado para o tráfego de dados e aplicações multimídia. Divide a informação em pacotes, que são enviados sem uma seqüência. Estes pacotes se reorganizam quando chegam ao destino. [2]* Adobe Type Manager = Gestor de fontes Adobe ATTACHMENT - Em Português: Anexo. A frase ''esta mensagem de tem um attachment'' significa que a mensagem tem um arquivo em anexo. Um arquivo anexo a uma mensagem é normalmente representado por um ''clip''. ATV - Amateur TeleVision = Sigla que define uma modalidade no radioamadorismo chamada Amateur Television, ou seja TV amadora. ATVEF - Advanced Televission Enhancement Forum = Fórum para a televisão interativa AU - Formato de arquivos de som do sistema operacional Unix. (AUP) - Acceptable use policy = Regras de boa conduta para a utilização correta da rede e seus serviços. Pode ser um documento distribuido ao novo usuário de um determinado sistema. Audio_TS = É o nome utilizado para o directório do DVD-Audio no volume de um disco de DVD. O DVD-Audio, é um formato diferente do DVD-Video, por isso, num disco DVD-Video padrão a pasta para o Áudio TS está vazia. AUTORESPONDER - Programa que devolve automaticamente uma mensagem padrão sempre que recebe um . AUTORIDADE CERTIFICADORA- Entidade responsável por emitir certificados digitais. Estes certificados podem ser emitidos para diversos tipos de entidades, tais como: pessoa, computador, departamento de uma instituição, instituição, etc. AUTHORING TOOLS - Ferramentas de criação. Programas para criar conteúdo não limitado, inclusive editores de texto, processadores de palavras, gravação de áudio, vídeo e cinema, processando e aplicando imagens. AV - Áudio/Visual = Audiovisual AVC - Automatic Volume Control = controle automático de volume AVI - Audio Video Interleave = Mistura áudio-vídeo AWG - American Wire Gauge - Unidade de medida americana para definir bitolas de fios de cobre. AY - Letras de código de integrados fabricados pela General Instrument e Microchip AZIMUTE - Distância angular horizontal (sobre o horizonte) de um ponto, tomada com referência ao Norte do horizonte do observador. (ângulo (de 0º a 360º) entre o norte e uma direção escolhida. O ângulo apontado pela agulha da bússola é um azimute (no caso, magnético)). B B&W - Black & White = Branco e preto B2B - Do inglês Business-to-Business. Expressão utilizada para indicar operações de comércio eletrônico entre empresas. B2C - Do inglês Business-to-Consumer. Expressão utilizada para indicar operações de comércio eletrônico voltadas para o usuário final.

7 BABT - British Approvals Board for Telecommunication Technology BACKBONE - Espinha dorsal. Estrutura de nível mais alto em uma rede composta por várias sub-redes. O backbone é composto por linhas de conexão de alta velocidade, que se conectam às linhas de menor velocidade. BACKDOOR - Programa mal-intencionado que descobre e utiliza uma falha de segurança para ter acesso ao sistema. A partir daí, cria uma "porta das traseiras" que pode ser utilizada por terceiros. BACKUP - Rotina de segurança utilizada para a armazenagem, normalmente em mídia removível, de toda ou parte das informações existentes nos discos rígidos ou na rede. BALUN - BALanced to UNbalanced = Componente que faz o equilibrio entre duas impedâncias diferentes. BANDA - Conjunto de freqüências contínuas ocupando uma faixa do espectro radioelétrico. BANDA A - Primeira das faixas de radiofreqüências (824 MHz a 891,5 MHz) destinadas à telefonia móvel celular. BANDA ALTA (TV) - Designação atribuída aos canais 7 a 13 de televisão (174 MHz a 216 MHz). BANDA B - Segunda faixa de radiofreqüências (835 MHz a 894 MHz) destinada a telefonia móvel celular. BANDA BAIXA (TV) - Designação atribuída aos canais de 2 a 6 de televisão (de 54 MHz a 72 MHz e de 76 MHz a 88 MHz). BANDA C (Sat) - Faixa de radiofreqüências entre 3,7 GHz e 4,2 GHz utilizada em enlaces terrenos e via satélite. BANDA KA - Faixa entre 18 GHz e 31 GHz, utilizada na execução de telecomunicações LMDS. BANDA KU - Faixa de radiofreqüências entre 10,95 GHz e 12,7 GHz, utilizada em comunicações via satélite. BANDA L - Faixa de radiofreqüências entre 950 MHz e MHz. BANDA LARGA - Denominação genérica de uma linha de alta velocidade de transmissão de dados usada para o acesso à internet. BANDA LATERAL RESIDUALl VSB - Processo de modulação em amplitude onde uma das bandas laterais é reduzida a quase extinção. O vestígio dessa banda é transmitido como sinal piloto. BANDA LATERAL INDEPENDENTE BLI - Processo de modulação em amplitude que gera duas bandas laterais em torno da freqüência portadora, mas tratadas de forma independente, de tal sorte que cada uma pode conduzir até dois canais de voz distintos. BANDA LATERAL DUPLA (DSB) - Processo de modulação em amplitude que gera duas bandas laterais em torno da freqüência portadora. A informação está contida repentinamente em cada uma dessas bandas. BANDA X - Faixa de radiofreqüências entre 7,25 GHz e GHz, utilizada em comunicações via satélite para fins militares. BANDWIDTH - Largura de Banda. Termo que designa a quantidade de informação passível de ser transmitida por unidade de tempo, num determinado meio de comunicação (fio, onda rádio, fibra óptica, etc.). Normalmente medida em bits, kilobits, megabits por segundo. BANNER - Imagem publicitária veiculada pela internet. É um padrão para anúncios na internet, com diferentes formatos. O mais comum é o full banner, de 460 x 60 pixels. BASIC - Beginner's All-purpose Symbolic Instruction Code = Código de instruções simbólicas para principiantes BAUD - bits por segundo (bits/s)

8 BAUD-RATE - Medida de velocidade (taxa de transmissão) de tráfego eletrônico de dados. Geralmente usada para determinar a velocidade de modems. Mede o número de sinais elétricos transmitidos por unidade de tempo. BBS (Bulletin Board System) - Uma base de dados, que pode ser acessada remotamente por um microcomputador e um modem utilizando a linha telefônica ou via rádio (RádioPacket ou RádioPacote), onde normalmente são disponibilizados arquivos de todos os tipos, softwares de domínio público e conversas on-line (chat). Muitos BBS oferecem acesso ao correio eletrônico da Internet. BC - BroadCast = Radiodifusão BCB - BroadCast Band = Banda de radiodifusão BCC - Block Check Character = Caractere para verificação de bloco BCD - Binary Coded Decimal = Decimal codificado em binário BCI - Broadcast Interference = Interferência de radiodifusão BCS - Binary Synchronous Communications = Comunicação binária síncrona BEACON = Transmissores para irradiação de sinal piloto BEDO - Burst EDO DRAM = Tipo de memória EDO DRAM mais rápida BEL - Unidade de medida BER - Bit Error Rate = Taxa (razão) de bits errados BEV - Billions Electron Volts = Bilhões de Eletro Volts BFO - Beat-Frequency Oscillator = Oscilador de batimento BGA - Ball Grid Array = Tipo de encapsulamento compacto para circuitos integrados BiCMOS - Circuitos integrados híbridos, bipolar e CMOS BIFET - Bipolar Field-Effect Transístor = Transistor misto (efeito de campo e bipolar) BILBO - Built In Logical Bloc Observation = Verificação embutida no bloco lógico BIOS - Basic Input/Output System = Sistema básico de entrada/saída BIST - Built In Self Test = Auto-teste incluído BIT - BInary digit = Dígito binário BIT RATE = É o número médio de bits que um segundo de dados de vídeo ou áudio vão consumir. Bit rates altos significam que melhor qualidade de vídeo nos arquivos de maior dimensão. Bit rates baixos vão provocar qualidade inferior para os mesmos arquivos. Por exemplo, o DVD precisa de 4500kbps e o MP3 de, apenas, 128kbps. Ou seja, 4500 mil bits por segundo e 128 mil bits por segundo. BITNET (Because It's Time Network) Criada em 1.981, é uma rede educacional internacional que liga computadores em aproximadamente 2500 universidades e institutos de pesquisa nos EUA, Europa e Japão. A BITNET não usa protocolo da família TCP/IP, mas pode trocar mensagens eletrônicas com a Internet. O protocolo empregado é o RSCS (Remote Spooling Communication System). BLOB - Binary Large OBject = (tipo de dados) BLOG - Abreviatura de. weblog. BLOGGER -

9 1. Abrev. weblogger. - -(13) CMS desenvolvido pela empresa americana Pyra (entretanto adquirida pela Google), e que tem a particularidade de funcionar num servidor alheio de acesso gratuito, o que o tornou bastante popular entre webloggers sem conhecimento ou recursos para instalar um CMS no seu próprio servidor. Mais tarde complementado pelo serviço de alojamento gratuito blogspor. BLOGOESFERA - Palavra etimologicamente duvidosa que designa o subconjunto do ciberespaço - e, regra geral, um subconjunto da World Wide Web - cujos elementos são a totalidade dos weblogs. Termos alternativos de utilização menos corrente: 'blogoespaço', 'bloguiverso', 'bloguistão', 'blogolândia'. BLO.GS - Serviço que lista todos os últimos weblogs actualizados, mediante o envio da parte destes de um sinal - o ping. Como bónus, este site possibilita ainda que o autor de um weblog crie uma blogroll no seu site ordenada pela ordem de actualização. BLOGROACH - Ver parasita. BLOGROLLl - Lista contendo links para os weblogs recomendados pelo autor, normalmente presente numa coluna lateral do site. BLOGSPOT - Serviço de alojamento de websites gratuito disponibilizado pela Pyra de forma a complementar o seu produto Blogger. A simplicidade do seu funcionamento tornaram-no incrivelmente popular, e segundo algumas estatísticas cerca de 75% dos weblogs portugueses utilizarão este serviço. Sofre no entanto de diversas deficiências e problemas de segurança, pelo devem sempre ser consideradas alternativas. BLOGUE - Aportuguesamento da palavra 'blog' feito no espírito do polémico Dicionário da Academia. Os mais radicais efensores do Português deverão no entanto utilizar algo como 'redegisto'. BLOGUERREIA - Do inglês blogorrhea: Escrita compulsiva que resulta numa quantidade anormal de posts, normalmente irrelevantes e desnecessários. Escrever por escrever. BLOGUISTA / BLOGUEIRO / BLOGADOR - Aportuguesamentos de blogger (1). Ver weblogger. BLUETOOTH - Termo que se refere a uma tecnologia de rádio-freqüência (RF) de baixo alcance, utilizada para a transmissão de voz e dados. BMP - Formato de arquivos de imagem (Windows) BNC - British Naval Connector = Conector tipo BNC BOMBA LÓGICA - Código nocivo acres centado a um programa ou sistema operativo que fica "adormecido" duran te um período ou até que algo ocorra e desperte a sua ação. Depois de ativada, a bomba lógica atua como um vírus ou cavalo-de-tróia. BOOKMARK - Em português: Favoritos ou, e se traduzirmos à letra, marcador de livro. A função Bookmark (favoritos) encontra-se normalmente nos browsers (o Internet Explorer ou o Netscape Navigator) para marcar uma página que se pretende visitar mais tarde. A página ''marcada'' é adicionada à lista de favoritos que é acessível no menu correspondente. BOOT - Fase de arranque de um computador BOT - Programa que, além de incluir funcionalidades de worms, sendo capaz de se propagar automaticamente através da exploração de vulnerabilidades existentes ou falhas na configuração de softwares instalados em um computador, dispõe de mecanismos de comunicação com o invasor, permitindo que o programa seja controlado remotamente. O invasor, ao se comunicar com o bot, pode orientá-lo a desferir ataques contra outros computadores, furtar dados, enviar spam, etc. BOTNETS - Redes formadas por diversos computadores infectados com bots. Podem ser usadas em atividades de negação de serviço, esquemas de fraude, envio de spam, etc.

10 BPB - Bios Parameter Block = Bloco de parâmetros do BIOS BPF - Band-Pass Filter = Filtro passa-banda BPI - Bits Per Inch = Bits por polegada BPS (bits per second) - Uma medida da taxa de transferência real de dados de uma linha de comunicação. É dada em bits por segundo. Variantes ou derivativos importantes incluem Kbps (= 1000 bps) e Mbps (= bps). BPSK - BiPhase Shift Keying = Modulação por desvio de fase (2 fases) BREAK = Interrupção BREEMA - British Radio and Electronic Equipment Manufacturers Association = Associação dos fabricantes de equipamento eletrônico e de rádio ingleses BROWSER - O Browser é o nome genérico do programa que nos permite navegar na Internet. Os mais populares são o Internet Explorer e o Netscape Navigator (pode instalar as versões mais recentes de ambos a partir do seu IP-ROM). BRB (be right back) - O equivalente a "volto logo". BRIDGE (ponte) - Um dispositivo que conecta duas ou mais redes de computadores transferindo, seletivamente, dados entre ambas. BS - Backspace = Retrocesso BSA - Business Software Alliance = Aliança de software comercial BSB - British Satellite Broadcasting = Radiodifusão Inglesa por satélite BSG [1]* Formato de arquivos de imagens (FONTASY) [2]* Brown & Sharp Gauge = Calibre para fios, Brown & Sharp BSI - British Standards Institute = Instituto Britânico de normalização BSS [1]* Base Station System = Sistema de estações de base [2]* British Standards specifications = Normas Inglesas BT [1]* Battery = Bateria ou pilha [2]* British Telecom = Telecomunicações britânicas BTU - British Thermal Unit = Unidade térmica inglesa BTW (By the Way) -. Usada em textos de correio eletrônico, artigos de news, etc. Significa "A propósito", "Por falar nisso, etc." BW [1]* Band Width = Largura da banda [2]* Bandwidth = Largura de banda

11 BWG - Birmingham Wire Gauge = Calibre de fios Birmingham BWO - Back Wave Oscilator = Oscilador de microndas BUG - Um bug é um erro num programa (software) ou mesmo num equipamento(hardware) que provoca uma ação inesperada. Um bug pode ser uma falha de segurança num programa, a incapacidade de lidar com datas posteriores a 31de Dezembro de 1999, entre muitas outras falhas. BUP - Um arquivo bup (Back UP) possui relação com os arquivos IFO. Ambos os tipos são encontrados em DVDs BYTE - Grupo de bits, usualmente oito C C - Letras de código de integrados fabricados pela Intel C/N - Carrier to Noise ratio = Razão portadora/ruído (db) CA - Formato de arquivos de imagens (NewsRoom Pro) CABEAMENTO - Infra-estrutura de cabos físicos para a construção de redes de dados ou telefonia em determinado ambiente. CABLE MODEM - Utiliza a infra-estrutura das operadoras de TV a cabo. Dispensa o uso de linha telefônica e permite uma velocidade de no mínimo 256 Kbps. Para funcionar, é preciso instalar um equipamento chamado de cable modem, fornecido geralmente por quem presta o serviço. Veja também Banda Larga CABO DE REDE - Conexão física para ligar computadores entre si formando uma rede. CACHE - A cache é a parte da memória do computador ou do disco rígido que armazena dados frequentemente requisitados, de modo a aumentar a rapidez de acessibilidade. Os browsers mais populares (Internet Explorer e Netscape Navigator) criam um espaço no disco para utilizar como ''cache'' para que as páginas web já visitadas pelo utilizador fiquem guardadas e apareçam mais rapidamente quando as volta a visitar. CAD/CAM - Computer Aided Design / Computer Aided Manufacturing = Desenho auxiliado por computador / Fabricação auxiliada por computador CADD - Computer Assisted Design and Development = Desenho e desnvolvimento assistido por computador CADMAT - Computer-Aided Design, Manufacture and Testing = Desenho auxiliado por computador, fabrico e teste CAE - Computer Aided Engineering = Engenharia auxiliada por computador CAL - Computer-Aided Learning = Ensino assistido por computador CALLSIGN - Indicativo de indentificação de um Radioamador ou uma emissora de Rádiodifusão CAM - Compatible Amplitude Modulation = Modulação de amplitude compatível CAN - CANcel = Cancelar CAP - Carrier Amplitude Phase = Modulação por variação da amplitude da freqüência portadora CARRINHO DE COMPRAS - Programa que permite gerenciar e visualizar compras realizadas em um site.

12 CARTUCHO DE TINTA - Consumível utilizado nas impressoras jato de tinta e que tem duas funções: servir como depósito para a tinta e atuar como cabeça de impressão. CAS - Column Address Strobe = controle da coluna de endereços CATÁLOGO DE ENDEREÇOS - Espécie de agenda existente na maioria dos programas de correio eletrônico, que permite chegar mais facilmente aos endereços eletrônicos. Programas como o Outlook aproveitam essas informações para automatizar o preenchimento automático, escrevendo os endereços completos a partir da digitação apenas das primeiras letras. CATV - Community Antenna TeleVision = Antena de TV comunitária CATVI - CAble-TeleVision Interference = Interferência em televisão por cabo CAVALO DE TRÓIA (TROJAN) - Programa maligno que se esconde em arquivos inofensivos. Propaga-se geralmente por , explorando as vulnerabilidades emocionais dos destinatários para se fazer executar. CB - Citizens Band = Faixa do cidadão CBI - Complementary Binary = Binário complementar CBL - Computer-Based Learning = Aprendizagem assistida por computador CBS - Columbia Broadcasting System = Sistema de radiodifusão Columbia CBT - Computer-Based Training = Treino (aprendizagem) por computador CC - Constant Current = Corrente constante CCB - Copy Control Bit = Bit de controle de cópia CCD - Charge Coupled Device = (Sensor de imagem) com dispositivo de transferência de carga CCETT - Centre Commun des Etudes Telephonie et Television = Centro comum de estudos de telefonia e televisão CCIR - Consultative Committee for International Radio = Comitê Consultivo Internacional de Radiodifusão CCITT (Comité Consultatif Internationale de Telegraphie et Telephonie) - Um órgão da International Telecommunications Union (ITU) das Nações Unidas que define padrões de telecomunicações. (Em 1993, foi extinto e suas atribuições passaram para o ITU-TSS, Telecommunications Standards Section da ITU). CCP - Communications Control Program = Programa de controle de comunicações CCS - Common Channel Signalling = Sinalização por canal comum CCTV - Closed Circuit TeleVision = Televisão em circuito fechado CCU - Communications Control Unit = Unidade de controle de comunicações CCW [1]* Coherent CW = CW coerente [2]* Counter Clock Wise = Sentido contrário ao movimento dos ponteiros de um relógio (sentido anti-horário) CD [1]* Carrier Detect = Detector de portadora [2]* Compact Disc = Disco compacto

13 CD-ROM - Substituto natural da unidade de disco flexível, a unidade de CD-ROM (Compact Disc? Read Only Memory) é utilizada para a leitura de discos CD (dados e som), cujo acesso é mais rápido e confiável e tem capacidade de armazenamento de até 700 MB. O drive de CD-ROM está disponível cm diferentes velocidades de acesso (os modelos de 48x já se tornaram padrão de mercado) e, ao contrário da unidade de disquete, só permite ler informações gravadas. A solução dessa limitação são os drives de CDR-ROM (Compact Disc Recordable? Read Only Memory) que fazem do dispositivo uma alternativa interessante (e barata) para o armazenamento de informações, seja com o propósito de transporte ou como cópia de segurança (backup) dos dados existentes no computador. CD ROM XA - Compact Disc Read-Only Memory extended Architecture = Disco compacto que armazena áudio e dados CD+G - Compact Disc plus Graphics = Norma para armazenar texto e gráficos em discos compactos CD,CDP - Letras de código de integrados fabricados pela General Instruments CD-DA - Compact Disc Digital Audio = Disco compacto de áudio digital CD-R - Compact Disc Recordable = Disco compacto gravável CD-ROM - Compact Disc Read-Only Memory = Disco compacto apenas de leitura CD-RW - Disco compacto regravável CD-WO - Compact Disc Write-Once = Disco compacto só para escrever uma vez CD-i - Compact Disc interative = Norma Philips /Sony para armazenar dados em discos compactos (áudio e vídeo) CDA - Compound Document Architecture = Formato de documentos (texto e gráficos) CDDI - Copper-Distributed Data Interface = Norma para transmissão de dados por cabo em redes de computadores CDM - Companded Delta Modulation = Modulação delta comprimida CDMA - Code Division Multiple Access = Acesso múltiplo por divisão de código CDMO - Compact Disc Magneto-Optical = Disco compacto regravável CDOS - Concurrent Disk Operating System - Sistema operativo da Digital Research CDPS - Compound Document Protocol Specification = Formato de arquivos de documentos (texto e gráficos) CDR - Formato de arquivo de imagens vetoriais CDROM - Compact Disk Read Only Memory = Memória de leitura em disco compacto CDV - Compact Disc Video = Disco compacto para vídeo (Philips) CE [1]* Certified Europe = Certificação européia [2]* Count Enable = Ativação do contador CECL - Cascode Emiter-Coupled Logic = Lógica de acoplamento por emissor CELL (ID) - Uma "cell" é a menor unidade de vídeo num DVD. Normalmente usada para conter um capitulo, pode também conter uma unidade menor no caso de ângulos múltiplos ou títulos do tipo "seamless branching". CELLO - Um programa browser para navegar na WWW.

14 CEMF - Counter ElectroMotive Forve = Força contra-eletro-motriz CEN - Comité Europeu de Normalização CENELEC - Comité Européen de Normalisation Electrotechnique = Comissão européia de normalização eletrotécnica CEPT - European Conference of Postal and Telecommunications Administrations = Conferência Européia de Administração de Correios e Telecomunicações CERDIP - Ceramic Dual Inline Package = Invólucro cerâmico com duas fileiras de pinos CERN - Trata-se do European Laboratory for Particle Physics, possivelmente o mais importante centro para pesquisas avançadas em física nuclear e de partículas, localizado em Genebra, Suíça. O nome CERN relaciona-se ao seu nome anterior, Conseil Europeen pour la Recherche Nucleaire. Para os usuários Internet, o CERN é conhecido como o local onde foi desenvolvido a Web. CERTIFICADO DIGITAL - Arquivo eletrônico, assinado digitalmente, que contém dados de uma pessoa ou instituição, utilizados para comprovar sua identidade. CF [1]* Center Frequency = Freqüência central [2]* Compact Flash = Tipo de módulo de memória CFD - Compact Floppy Disk = Disquetes vulgares de 5,25" e 3,5" CFM - Cubic Feet per Minute = Pés cúbicos por minuto CGA - Color Graphics Adapter = Adaptador gráfico a cores (320x200 ou 640x200 pixels) CGI - Common Gateway Interface = CGI é a abreviatura de Common Gateway Interface, uma tecnologia utilizada para fazer a ''ponte'' entre o browser e as aplicações de servidor. Os programas de servidor a que damos o nome de CGIs são utilizados para desempenhar inúmeras tarefas, como por exemplo processar os dados inseridos em formulários, mostrar banners publicitários, permitir o envio de notícias para amigos, etc. CGH - Computer-Generated Hologram = Holograma gerado por computador CGM - Computer Graphics Metafile = Formato de arquivo de imagens vetoriais CGS - Sistema de unidades de medida (centímetro/grama/segundo) CHAIN LETTER OU CHAIN MAIL - Uma carta que é recebida por alguém e enviada para várias pessoas e assim sucessivamente até que se torna excessivamente difundida. Normalmente o seu texto incita a difusão da carta por outras pessoas. CHAT - Software que permite diálogo em tempo real entre pessoas ligadas pela internet CHAVE CRIPTOGRÁFICA - Algoritmo que permite decodificar um arquivo criptografado. Há duas modalidades de chaves: uma pública e outra privada. CHI - Communications Hardware Interface = Hardware para interface de comunicações CHROMA - Chrominance = Crominância CILE - Call Information Logging Equipment = Equipamento para registro de chamadas CIM - Compuserve Information Manager = Gestor da informação da Compuserve CIRC - Cross Interleaved Reed-Solomon Code = Código entrelaçado de Reed-Solomon

15 CISC - Complex Instruction Set Computing = Conjunto de instruções complexas para computadores CIX - Compulink Information exchange = Tipo de BBS CKT - Circuit = Circuito CL - Current Loop = Anel de corrente CLAN - Cordless Local-Area Network = Rede local sem fios CLARIFIER - Ajuste fino - Clarificador CLI - Command Line Interface = Interface com o utilizador por linhas de comando CLIENTE - É o computador que envia as solicitações ao servidor. Exemplo: Microcomputador utilizando o sistema operacional Windows'95 e navegador Microsoft Internet Explorer (MS IE). Cookies permitem que servidores gravem informações de seu interesse, geralmente de configuração, no lado cliente (browser). Correio eletrônico O é um meio de comunicação baseado no envio e recepção de textos, chamados de mensagens, através de uma rede de computadores. Cada usuário de possui um endereço Internet para corresponder-se. CLIQUE - Pressão sobre o botão do mouse, que geralmente causa a mudança de abertura de uma nova página ou mensagem. É uma métrica importante para o mercado publicitário. CLOCK - Capacidade que processador tem de desempenhar um número específico de tarefas em determinado período de tempo. Normalmente dada em megaherts (MHz) ou gigahertz (GHz). CLUSTER - Técnica utilizada para colocar diversos processadores em paralelo, normalmente utilizada em servidores, para aumentar a capacidade de processamento individual de cada processador. CLUT - Colour Look-Up Table = Tabela de cores CMAC - Norma de transmissão TV MAC por satélite CMIP - Common Management Information Protocol = Protocolo para intercomunicação de informações de gestão CML - Current-Mode Logic = Lógica em modo de corrente CMOS - Complementary Metal-Oxide Semiconductor = Semicondutor de óxido metálico de simetria complementar CMS - Abrev. Content Management System. Software que simplifica a edição e a manutenção de um site. Existe um grande número de CMS dedicados aos weblogs, como o Blogger, o Movable Type, o Textpattern ou o Pmachine. CMRR - Common Mode Rejection Rate = Razão de rejeição do modo comum CMYK (Cian, Magenta, Yellow and Black) - Sistema de quatro cores que, combinadas, podem gerar outras cores. Bastante usado em impressão e trabalhos gráficos e também nas telas dos computadores. COAX - Coaxial Cable = Cabo coaxial COB - Chip On Board = Circuito integrado na placa

16 COBOL - COmmon Business Oriented Language = Linguagem orientada para uso comercial COD - Cash On Delivery - Envio à cobrança; pagamento na entrega CODEC - COder-DECoder = Codificador/decodificador. O codec é um software que lhe permite transformar algo - normalmente áudio ou vídeo - para um outro formato especifico podendo também decodificar uma mídia codificada nesse formato novamente. Codecs populares: MPEG1, MPEG2, MPEG-4, Indeo, etc. AVI, ASF, etc não são codecs, e sim formatos - que podem ser codificados usando diferentes codecs. CÓDIGO MALICIOSO - Pequenos programas de computador, normalmente escritos em ActiveX ou Java, que de disseminam na internet (na maior parte das vezes por meio do correio eletrônico) e que se instalam, sem autorização, no computador do usuário, utilizando brechas na segurança, seja por falhas existentes no sistema operacional ou pela falta de um proteção adequada. Podem executar diversas ações prejudiciais ao funcionamento do equipamento, da rede ou coleta de dados para uso indevido por parte de quem desenvolveu o código. COIL - Bobina - Comumente utilizado em informações técnicas onde a palavra coil aparece descrevendo algum tipo de bobina ou enrolamento com fios magnéticos. COMAL - Common Algorithmic Language = Linguagem de programação de computadores COMPARTILHAMENTO - Método pelo qual um computador roda vários programas de maneira independente, permitindo, por exemplo, que vários sites ou aplicações fiquem instalados na mesma máquina. COMSAT - Communications Satellite Corporation = Corporação das comunicações por satélite COMUNIDADE VIRTUAL - Conjunto de pessoas unidas por afinidades e interesses que se conhecem pela internet. CONEXÃO SEGURA - Conexão que utiliza um protocolo de criptografia para a transmissão de dados, como por exemplo, HTTPS ou SSH CONTAINER - Um container é, como o nome diz, um objeto que visa conter dados - nesse caso vídeo e áudio e possivelmente subtítulos e informações de navegação. Por exemplo, você gostaria de colocar um stream de vídeo sem som e uma faixa de som juntos num mesmo arquivo. Para fazer isso você precisaria do formato de container. Exemplos de formato de container: AVI,ASF,OGM, Quicktime(MOV),VOB e MPG. COOKIES - Se traduzirmos à letra significa ''bolachas''. Os cookies são pequenos arquivos criados pelo Internet Explorer (ou Netscape Navigator) a pedido do web site que se está visitando. Um cookie contém normalmente um número de série. Quando se visita de novo o web site que gerou o cookie, o servidor do web site repara que já existe um cookie e assim percebe que o utilizador já visitou o site. O servidor apenas pode ler o número de série contido no cookie e nada mais. O servidor não pode saber quem o utilizador é nem pode obter qualquer tipo de informações pessoais. COR - Carrier-Operated Relay = Relé comandado pela portadora CORREIO ELETRÔNICO - Ferramenta utilizado para a troca de mensagens por meio eletrônico, seja dentro de uma rede privada (VPN) ou pela internet. Pode utilizar programas de apoio como o Microsoft Outlook ou serviços de correio na internet (web mail), como o Hotmail. COSE - Common Open Software Environment = Versão de sistema operativo UNIX COW - Character-Oriented Windows = Janelas orientadas para caracteres CP [1]* Circular Polarization = Polarização circular [2]* Clock = Sinal de relógio CP/M

17 [1]* Console Processor and Monitor = Consola e monitor do computador [2]* Control Program for Microcomputers = Sistema operativo original de 8 bits CPI - Characters per inch = Caracteres por polegada CPM - Continuous-Phase Modulation = Modulação de fase de onda contínua CPS - Characters per second = Caracteres por segundo CPU - Do inglês Central Processor Unit. Também conhecido como chip, Unidade Central de Processamento ou cérebro do computador, este componente é o responsável pelo controle e execução de todas as tarefas que serão executadas pelo computador. CQ - Chamando qualquer estação - Chamada geral CR - Carriage Return = Retorno do carreto CRA - Call Routing Apparatus = Equipamento para encaminhamento de chamadas CRACKER - Indivíduo que faz de tudo para invadir um sistema alheio, quebrando sistemas de seguranca, para poder espionar ou causar danos. CRASH - Traduzido ao pé da letra ''crash'' significa ''choque'' ou ''acidente''. Quando o computador fica paralisado diz-se que ocorreu um ''crash''. Este termo pode também ser aplicado a um programa individualmente, isto é, se um dos programas ficou paralisado mas o resto do PC está funcional, diz-se que o programa ''crashou''. Muitos usuários já utilizam o verbo ''crashar'' embora esta palavra não faça oficialmente parte do vocabulário português. CRIPTOGRAFIA - Criptografia é a técnica de converter (cifrar) uma mensagem ou mesmo um arquivo utilizando um código secreto. Com o propósito de segurança, as informações nele contidas não podem ser utilizadas ou lidas até serem decodificadas. CRC - Cyclic Redundancy Check = Verificação cíclica de redundância CRT - Cathode Ray Tube = Tubo de raios catódicos (TRC) CS - Chip Select = Selecção do integrado CSA - Canadian Standards Association = Normas Canadenses de segurança elétrica CSS [1] Continuous System Simulation = (Linguagem de simulação) [2] Content Scrambling System = Sistema proprietário de codificação para DVDs de vídeo. Feito para evitar que as pessoas façam cópias de DVDs, a maioria deles são codificados usando CSS. Durante a reprodução, DVDs são de-cripitados na hora. Somente partes de um DVD são encripitadas. (por exemplo todos os arquivos IFO e BUP não são encriptados, e VIDEO_TS.VOB freqüentemente não são encriptados) e o esquema de encriptação é bem fraco e foi facilmente vencido. Se você quer saber o que o CSS faz, insira um DVD no seu PC, comece a reproduzi-lo usando um software reprodutor de DVD, e então feche o reprodutor. Em seguida copie um arquivo VOB do disco para seu HD e tente assistir esse arquivo com o seu software reprodutor. Você verá um monte de blocos coloridos em volta da imagem, tornando-o impossível de se assistir. Mas você também verá partes do filme (as partes que não são criptografadas.). [3] Abrev. Cascading Style Sheets. Linguagem que, regra geral, descreve o aspecto gráfico (exemplo: tipografia) de qualquer página em HTML recente. CSTA - Computer Supported Telephony Applications = Sistema telefônico apoiado por computador CT - Central Tap = Tomada intermédia

18 CTA - Circuit Terminating Equipment = Equipamento terminal de circuito CTCSS - Continuous Tone-Coded Squelch System = Sistema silenciador comandado por freqüência áudio CTS - Clear To Send = Pronto a enviar CUA - Common User Access = Acesso para vários usuários CUT - Formato de arquivo de imagens (Dr. Halo) CUTS - Computer User's Tape System = Sistema de fita magnética para computador CV - Constant Voltage = Tensão constante CVBS - Chrominance-Video-Blanking-Synchronization = Crominância, vídeo, apagamento e sincronização (vídeo composto) CVT - Constant Voltage Transformer = Transformador de tensão constante CW = Telegrafia [1]* Continous Wave ou Code Writing - Código morse ou telegrafia [2]* ClockWise = Sentido do movimento dos ponteiros de um relógio (sentido horário) CYBERSPACE - Por cyberspace designa-se habitualmente o conjunto de computadores, serviços, enfim toda atividade que constitui a rede Internet. Mundo virtual, onde transitam as mais diferentes formas de informação e onde as pessoas que fazem parte da sociedade da informação se relacionam virtualmente, por meios eletrônicos. Termo cunhado em analogia com o espaço sideral explorado pelos astronautas inventado por William Gibson no seu romance Neuromancer. D D - Letras de código de integrados fabricados pela Intel D/A - Digital/Analógico D1MAC - Norma de transmissão TV MAC por cabo D2MAC - Norma de transmissão de TV MAC por cabo (banda estreita) DA - Destination Address = Endereço do destino DAB - Digital Audio Broadcasting = Radiodifusão de áudio digital DAC - Digital/Analogic Converter = Conversor digital/analógico DAEMON - Programa em execução num computador servidor e está sempre pronto para receber solicitações de outros programas, executar determinada ação e retornar a resposta adequada. DAG - Data Address Generator = Gerador de endereços de dados DAR - DAR significa Display Aspect Ratio e indica a dimensão de uma tela. a maior parte das telas de PCs possuem um DAR de 4:3, significando que o tamanho horizontal é 4/3 maior do que o tamanho vertical. Para TVs nós temos várias telas de 4:3 (No Brasil é o tipo predominante) e cada vez mais telas 16:9. Como você pode adivinhar pelos números, displays de 16:9 são mais largos do que displays de 4:3. Telas de 16:9 são mais adequadas para exibir filmes de Hollywood que normalmente são filmados uma taxa de aspecto de 1:2.35 ou 1:1.85 (significando que o tamanho horizontal da imagem é 1,85 vezes maior do que o tamanho vertical).

19 DARPA - Defense Advanced Research Projects Agency = Agência de investigação de projetos avançados da defesa DART - Dual Asynchronous Receiver/Transmitter = Receptor/transmissor assíncrono DASS - Digital Access Signaling System = Sistema digital de sinalização de acesso DAT - Formato de arquivos de imagens (PrintShop) DATAGRAM - Datagram (datagrama) é um pacote de informação que contém os dados do usuário, permitindo sua transferência numa rede de pacotes. DATU - Direct-Access Test Unit = Unidade de verificação com acesso direto DAV - Data Above Voice = Dados a seguir à voz DB - Data Base = Base de dados DB - decibel = Decibel (unidade de medida) DBA - Decibéis referidos a curva de ponderação "A" DBD - Decibéis (positivos ou negativos) - ganho antena em comparação com antena dipolo DBE - Normas alemãs sobre características ecológicas dos produtos DBI - Decibéis (positivos ou negativos) - ganho de antena em comparação com antena isotrópica DBK - Decibéis em relação a 1 kw DBM - Decibéis em relação a 1 miliwatt DBM - Double Ballanced Mixer = Misturador duplamente equilibrado DBMS - DataBase Management System = Sistema de gestão de base de dados DBS - Direct Broadcast Satellite - Radiodifusão direta por satélite DBU - Decibéis em relação a 0,775 Vef DBV - Decibéis em relação a 1 Volt eficaz DBW - Decibéis em relação a 1 Watt DC - Direct Current = Corrente contínua DCD - Data Carrier Detect = Detecção de portadora de dados DCE [1]* Data Circuit Terminating Equipment = Equipamento terminal de circuito de dados [2]* Distributed Computing Environment = Ambiente de computadores distribuídos (arquitetura distribuída) DCX - Formato de arquivos de imagens (Panasonic) DD - Formato de arquivos de imagens (CBM Doodle) DDC - Display Data Channel = Norma para ajustamento de cores no vídeo DDCMP - Digital Data Communication Message Protocol = Protocolo para mensagens em comunicações de dados digitais

20 DDK - Device Driver Developmente Kit = SDK para controladores de periféricos DDN (Defense Data Network) - Uma porção da Internet que conecta bases militares norte-americanas e seus fornecedores, e é usada para comunicações não-confidenciais. MILNET é uma das redes DDN. DDR [1]* Dial-on Demand Routing = Encaminhamento por marcação a pedido [2]* Double Data Rate = Dupla razão de dados. Tipo de memória SDRAM mais rápida DDS [1]* Dataphone Digital Services = Serviço telefônico digital [2]* Digital Data Service = Serviço de dados digitais [3]* Direct Digital Synthesizer = Síntese digital direta DE - Display Enable = Activação do mostrador DECT - Digital European Cordless Telecomunication = Telecomunicações européias digitais sem fios DEINTERLACE - O processo de restaurar uma progressive vídeo stream (stream de vídeo progressiva) apartir de uma entrelaçada é chamado desentrelaçamento DEL - Delete = Apagar DEMKO - Normas dinamarquesas de segurança elétrica DEMULTIPLEXING - O oposto de multiplexing. Nesse processo, várias streams de áudio/vídeo serão separadas no mesmo número de faixas em que ela consiste (uma stream de vídeo, ao menos uma de áudio e uma stream de navegação). Todo codificador VOB demultiplexa arquivos VOB antes de codificar (FlaskMpeg, mpeg2avi, dvd2mpg, ReMpeg2) e todo reprodutor de DVD faz o mesmo (áudio e vídeo são tratados por circuitos diferentes, ou decodificados por diferentes filtros num PC). DES - Data Encryption Standard = Norma de codificação de dados DESCRAMBLING - DVDs são normalmente embaralhados com CSS - imagine que você decida dar um número para cada letra, começando com "1" para "a", "2" para "b", etc. Uma sentença poderá então ser feita somente com dígitos. - isso é o que chamamos de scrambled (embaralhado). É claro que o CSS é muito melhor do que isso mas ainda é bem fácil de quebrar. Descrambling significa fazer o processo inverso, fazendo com que um filme embaralhado torne-se novamente assistível. Descramblers de CSS usam várias chaves comuns (DeCSS ou DODSrip - eles contém um grande número de chaves mas não todas) ou tentam derivar uma chave através de um ataque criptográfico (VobDec - é por isso que funciona na maior parte dos discos, pois não depende de um conjunto de discos). DET - DETector = Detector DF - Direction Finder = Detector de direção DFAC - Digital Filter Audio Chip = Integrado de filtragem digital de áudio DFT - Discret Fourier Transformation = Processo de transformação de Fourier DG - Letras de código de integrados fabricados pela Siliconix DGP - Normas alemãs sobre as características recicláveis dos materiais utilizados nas embalagens DHP - Formato de arquivos de imagens (Dr. Halo) DHTML - Dynamic HTML = Linguagem HTML dinâmica

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS INFORMÁTICA PARA CONCURSOS Prof. BRUNO GUILHEN Vídeo Aula VESTCON MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. A CONEXÃO USUÁRIO PROVEDOR EMPRESA DE TELECOM On-Line A conexão pode ser

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer INFORMÁTICA BÁSICA

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer INFORMÁTICA BÁSICA APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer Netscape Navigator;

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br. Prof. BRUNO GUILHEN

APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br. Prof. BRUNO GUILHEN APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br Prof. BRUNO GUILHEN MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. O processo de Navegação na Internet A CONEXÃO USUÁRIO

Leia mais

Glossário de Internet

Glossário de Internet Acesso por cabo Tipo de acesso à Internet que apresenta uma largura de banda muito superior à da linha analógica. A ligação é feita com recurso a um modem (de cabo), que se liga à ficha de sinal de TV

Leia mais

DAB (DIGITAL AUDIO BROADCASTING)

DAB (DIGITAL AUDIO BROADCASTING) DAB (DIGITAL AUDIO BROADCASTING) DAEMON DATA MINING DATA STRUCTURE DATA WAREHOUSE DATABASE DAB (DIFUSÃO DE ÁUDIO DIGITAL) Essa tecnologia em desenvolvimento é considerada o padrão de rádio do futuro. Permite

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 03 Telecomunicações Sistemas de Telecomunicações 1 Sistemas de Telecomunicações Consiste de Hardware e Software transmitindo informação (texto,

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

Módulo 1 Introdução às Redes

Módulo 1 Introdução às Redes CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes Módulo 1 Introdução às Redes Ligação à Internet Ligação à Internet Uma ligação à Internet pode ser dividida em: ligação física; ligação lógica; aplicação. Ligação física

Leia mais

CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes. Capítulo1 - Introdução à Redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - Agosto de 2007 - Página

CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes. Capítulo1 - Introdução à Redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - Agosto de 2007 - Página CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes Capítulo1 - Introdução à Redes 1 Requisitos para Conexão à Internet Para disponibilizar o acesso de um computador à rede, devem ser levados em consideração 03 parâmetros:

Leia mais

INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET

INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET Objectivos História da Internet Definição de Internet Definição dos protocolos de comunicação Entender o que é o ISP (Internet Service Providers) Enumerar os equipamentos

Leia mais

Exercícios do livro: Tecnologias Informáticas Porto Editora

Exercícios do livro: Tecnologias Informáticas Porto Editora Exercícios do livro: Tecnologias Informáticas Porto Editora 1. Em que consiste uma rede de computadores? Refira se à vantagem da sua implementação. Uma rede de computadores é constituída por dois ou mais

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores Introdução à Organização do Computador

Arquitetura e Organização de Computadores Introdução à Organização do Computador 1 Arquitetura e Organização de Computadores Introdução à Organização do Computador Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Curso: Sistemas de Informação Introdução 2 O Computador é uma ferramenta que

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática Aula 23 http://www.ic.uff.br/~bianca/introinfo/ Aula 23-07/12/2007 1 Histórico da Internet Início dos anos 60 Um professor do MIT (J.C.R. Licklider) propõe a idéia de uma Rede

Leia mais

HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO. Wagner de Oliveira

HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO. Wagner de Oliveira HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO Wagner de Oliveira SUMÁRIO Hardware Definição de Computador Computador Digital Componentes Básicos CPU Processador Memória Barramento Unidades de Entrada e

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Sistemas de Entrada/Saída Princípios de Hardware Sistema de Entrada/Saída Visão Geral Princípios de Hardware Dispositivos de E/S Estrutura Típica do Barramento de um PC Interrupções

Leia mais

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves Conceitos Básicos de Informática Antônio Maurício Medeiros Alves Objetivo do Material Esse material tem como objetivo apresentar alguns conceitos básicos de informática, para que os alunos possam se familiarizar

Leia mais

Universidade de Brasília

Universidade de Brasília Universidade de Brasília Introdução a Microinformática Turma H Redes e Internet Giordane Lima Porque ligar computadores em Rede? Compartilhamento de arquivos; Compartilhamento de periféricos; Mensagens

Leia mais

Internet. O que é a Internet?

Internet. O que é a Internet? O que é a Internet? É uma rede de redes de computadores, em escala mundial, que permite aos seus utilizadores partilharem e trocarem informação. A Internet surgiu em 1969 como uma rede de computadores

Leia mais

MINI DICIONÁRIO TÉCNICO DE INFORMÁTICA. São apresentados aqui alguns conceitos básicos relativos à Informática.

MINI DICIONÁRIO TÉCNICO DE INFORMÁTICA. São apresentados aqui alguns conceitos básicos relativos à Informática. Tecnologias da Informação e Comunicação MINI DICIONÁRIO TÉCNICO DE INFORMÁTICA São apresentados aqui alguns conceitos básicos relativos à Informática. Informática: Tratamento da informação por meios automáticos.

Leia mais

Por razões, é requerido um módulo de E/S, que deve desempenhar duas funções principais:

Por razões, é requerido um módulo de E/S, que deve desempenhar duas funções principais: Entrada e Saída Além do processador e da memória, um terceiro elemento fundamental de um sistema de computação é o conjunto de módulos de E/S. Cada módulo se conecta com o barramento do sistema ou com

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Informática I. Aula 22. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1

Informática I. Aula 22. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1 Informática I Aula 22 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1 Critério de Correção do Trabalho 1 Organização: 2,0 O trabalho está bem organizado e tem uma coerência lógica. Termos

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. /Redes/Internet/Segurança

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. /Redes/Internet/Segurança APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA www.brunoguilhen.com.br A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer

Leia mais

AULA 2. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email:

AULA 2. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email: AULA 2 Disciplina: Informática Básica Professor: Gustavo Leitão Email: gustavo.leitao@ifrn.edu.br Índice Continuação aula anterior... Memória Barramento Unidades de armazenamento Periféricos Interfaces

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Capítulo 1 Gustavo Reis gustavo.reis@ifsudestemg.edu.br - O que é a Internet? - Milhões de elementos de computação interligados: hospedeiros = sistemas finais - Executando aplicações

Leia mais

IEEE 1394 PORQUE OUTRO BARRAMENTO? Grande crescimento do número de conectores no PC. Equipamentos analógicos migrando para digital

IEEE 1394 PORQUE OUTRO BARRAMENTO? Grande crescimento do número de conectores no PC. Equipamentos analógicos migrando para digital Histórico IEEE 1394 1986 - primeiras idéias concretas trazidas pela Apple Computers que adotou a denominação FireWire. 1987 - primeira especificação do padrão. 1995 adoção pelo IEEE do padrão IEEE 394.

Leia mais

Redes de Computadores II

Redes de Computadores II Redes de Computadores II INTERNET Protocolos de Aplicação Intranet Prof: Ricardo Luís R. Peres As aplicações na arquitetura Internet, são implementadas de forma independente, ou seja, não existe um padrão

Leia mais

Computação I. Profa. Márcia Hellen Santos marciasantos@uepa.br

Computação I. Profa. Márcia Hellen Santos marciasantos@uepa.br Computação I Profa. Márcia Hellen Santos marciasantos@uepa.br MÓDULO I- Introdução à Informática Hardware Hardware? HARDWARE é a parte física do computador. É o conjunto de componentes mecânicos, elétricos

Leia mais

Introdução à Informática. Aula 04. Sistemas Operacionais Aplicativos e Utilitários Transmissão e meios de transmissão de dados. Prof.

Introdução à Informática. Aula 04. Sistemas Operacionais Aplicativos e Utilitários Transmissão e meios de transmissão de dados. Prof. Aula 04 Sistemas Operacionais Aplicativos e Utilitários Transmissão e meios de transmissão de dados Sistema Operacional Um conjunto de programas que se situa entre os softwares aplicativos e o hardware:

Leia mais

6 - Gerência de Dispositivos

6 - Gerência de Dispositivos 1 6 - Gerência de Dispositivos 6.1 Introdução A gerência de dispositivos de entrada/saída é uma das principais e mais complexas funções do sistema operacional. Sua implementação é estruturada através de

Leia mais

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux 1. De que forma é possível alterar a ordem dos dispositivos nos quais o computador procura, ao ser ligado, pelo sistema operacional para ser carregado? a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento,

Leia mais

*Conceitos básicos *Formas de conexão *Correio Eletrônico *WWW *Principais navegadores para Internet

*Conceitos básicos *Formas de conexão *Correio Eletrônico *WWW *Principais navegadores para Internet Conceitos básicos Formas de conexão Correio Eletrônico WWW Principais navegadores para Internet Para compreender a Internet faz-se necessário o conhecimento de conceitos simples e que muitas vezes causam

Leia mais

Estrutura de um Rede de Comunicações. Redes e Sistemas Distribuídos. Tarefas realizadas pelo sistema de comunicação. Redes de comunicação de dados

Estrutura de um Rede de Comunicações. Redes e Sistemas Distribuídos. Tarefas realizadas pelo sistema de comunicação. Redes de comunicação de dados Estrutura de um Rede de Comunicações Profa.. Cristina Moreira Nunes Tarefas realizadas pelo sistema de comunicação Utilização do sistema de transmissão Geração de sinal Sincronização Formatação das mensagens

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. www.brunoguilhen.com.br 1 INFORMÁTICA BÁSICA

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. www.brunoguilhen.com.br 1 INFORMÁTICA BÁSICA APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer Netscape Navigator;

Leia mais

2012/2013. Profª Carla Cascais 1

2012/2013. Profª Carla Cascais 1 Tecnologias de Informação e Comunicação 7º e 8º Ano 2012/2013 Profª Carla Cascais 1 Conteúdo Programático Unidade 1 Informação/Internet Unidade 2 Produção e edição de documentos -Word Unidade 3 Produção

Leia mais

Introdução à redes de computadores

Introdução à redes de computadores 1/8 Introdução à redes de computadores Faz todo o sentido ligar os computadores em rede. Você não precisa ter uma impressora, um HD de grande capacidade, um gravador de DVDs e conexão via ADSL para cada

Leia mais

Conceitos básicos sobre TIC

Conceitos básicos sobre TIC Conceitos básicos sobre TIC Origem da palavra Informática Informação + Automática Informática Significado: Tratamento ou processamento da informação utilizando meios automáticos, nomeadamente o computador.

Leia mais

INSTITUTO MARTIN LUTHER KING CURSO PROCESSAMENTO DE DADOS DISCIPLINA: HARDWARE

INSTITUTO MARTIN LUTHER KING CURSO PROCESSAMENTO DE DADOS DISCIPLINA: HARDWARE Memória ROM Vamos iniciar com a memória ROM que significa Read Only Memory, ou seja, uma memória somente para leitura. Isso quer dizer que as instruções que esta memória contém só podem ser lidas e executadas,

Leia mais

MASSACHUSETTS INSTITUTE OF TECHNOLOGY SLOAN SCHOOL OF MANAGEMENT. Fatores Tecnológicos, Estratégicos e Organizacionais

MASSACHUSETTS INSTITUTE OF TECHNOLOGY SLOAN SCHOOL OF MANAGEMENT. Fatores Tecnológicos, Estratégicos e Organizacionais MASSACHUSETTS INSTITUTE OF TECHNOLOGY SLOAN SCHOOL OF MANAGEMENT 15.565 Integração de Sistemas de Informação: Fatores Tecnológicos, Estratégicos e Organizacionais 15.578 Sistemas de Informação Global:

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL Na internet, cada computador conectado à rede tem um endereço IP. Todos os endereços IPv4 possuem 32 bits. Os endereços IP são atribuídos à interface

Leia mais

Tecnologias Web. Lista de Exercícios AV02 Turma 3003. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com

Tecnologias Web. Lista de Exercícios AV02 Turma 3003. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Turma 3003 Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Questão 1 Um analista de sistemas deseja enviar para seu cliente um arquivo de 300 Mb referente a uma atualização do software. Para transferir

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Fundamentos de Redes de Computadores, Transmissão de Dados e Cabeamento

REDES DE COMPUTADORES Fundamentos de Redes de Computadores, Transmissão de Dados e Cabeamento PVH 15-08-05 Administração de Empresas 2º Período Informática Aplicada REDES DE COMPUTADORES Fundamentos de Redes de Computadores, Transmissão de Dados e Cabeamento Prof. Sérgio Rodrigues 1 Redes de Computadores

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores

Arquitetura e Organização de Computadores Arquitetura e Organização de Computadores Entrada/Saída Material adaptado, atualizado e traduzido de: STALLINGS, William. Arquitetura e Organização de Computadores. 5ª edição Problemas Entrada/Saída Grande

Leia mais

1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES

1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES 1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES Objetivos da Aula Aprender os conceitos básicos para compreensão das próximas aulas. Na maioria dos casos, os conceitos apresentados serão revistos com maior

Leia mais

Internet. A Grande Rede Mundial. Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha

Internet. A Grande Rede Mundial. Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha Internet A Grande Rede Mundial Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha O que é a Internet? InterNet International Network A Internet é uma rede mundial de

Leia mais

Fundamentos em Informática

Fundamentos em Informática Fundamentos em Informática 04 Organização de Computadores nov/2011 Componentes básicos de um computador Memória Processador Periféricos Barramento Processador (ou microprocessador) responsável pelo tratamento

Leia mais

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação 1 Introdução à Camada de Transporte Camada de Transporte: transporta e regula o fluxo de informações da origem até o destino, de forma confiável.

Leia mais

2- Conceitos Básicos de Telecomunicações

2- Conceitos Básicos de Telecomunicações Introdução às Telecomunicações 2- Conceitos Básicos de Telecomunicações Elementos de um Sistemas de Telecomunicações Capítulo 2 - Conceitos Básicos de Telecomunicações 2 1 A Fonte Equipamento que origina

Leia mais

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross Redes Pablo Rodriguez de Almeida Gross Conceitos A seguir serão vistos conceitos básicos relacionados a redes de computadores. O que é uma rede? Uma rede é um conjunto de computadores interligados permitindo

Leia mais

SISTEMA DE GRAVAÇÃO DIGITAL COM UM MICROCOMPUTADOR (DVD OU PLACAS DE CAPTURA DE VÍDEO)

SISTEMA DE GRAVAÇÃO DIGITAL COM UM MICROCOMPUTADOR (DVD OU PLACAS DE CAPTURA DE VÍDEO) SISTEMA DE GRAVAÇÃO DIGITAL COM UM MICROCOMPUTADOR (DVD OU PLACAS DE CAPTURA DE VÍDEO) Há vários tipos de sistemas de gravações digitais. Os mais baratos consistem de uma placa para captura de vídeo, que

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M Tanenbaum Redes de Computadores Cap. 1 e 2 5ª. Edição Pearson Padronização de sistemas abertos à comunicação Modelo de Referência para Interconexão de Sistemas Abertos RM OSI Uma

Leia mais

Arquitetura de Computadores. Arquitetura de Computadores 1

Arquitetura de Computadores. Arquitetura de Computadores 1 Computadores Computadores 1 Introdução Componentes: Processador; UC; Registradores; ALU s, FPU s, etc. Memória (Sistema de armazenamento de informações; Dispositivo de entrada e saída. Computadores 2 Introdução

Leia mais

Redes de computadores e Internet

Redes de computadores e Internet Polo de Viseu Redes de computadores e Internet Aspectos genéricos sobre redes de computadores Redes de computadores O que são redes de computadores? Uma rede de computadores é um sistema de comunicação

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TELECOMUNICAÇÕES As telecomunicações referem -se à transmissão eletrônica de sinais para as comunicações, incluindo meios como telefone, rádio e televisão. As telecomunicações

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação: Internet

Tecnologias da Informação e Comunicação: Internet Tecnologias da Informação e Comunicação UNIDADE 3 Tecnologias da Informação e Comunicação: Internet Aula nº 2º Período Escola EB 2,3 de Taíde Ano lectivo 2009/2010 SUMÁRIO Introdução à Internet: história

Leia mais

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares SENAI São Lourenço do Oeste Introdução à Informática Adinan Southier Soares Informações Gerais Objetivos: Introduzir os conceitos básicos da Informática e instruir os alunos com ferramentas computacionais

Leia mais

INFORMÁTICA 01. 02. 03. 04. 05.

INFORMÁTICA 01. 02. 03. 04. 05. INFORMÁTICA 01. Na Internet, os dois protocolos envolvidos no envio e recebimento de e-mail são: a) SMTP e POP b) WWW e HTTP c) SMTP e WWW d) FTP e WWW e) POP e FTP 02. O componente do Windows que é necessário

Leia mais

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO O que é a Informática? A palavra Informática tem origem na junção das palavras: INFORMAÇÃO + AUTOMÁTICA = INFORMÁTICA...e significa, portanto, o tratamento da informação

Leia mais

Exercícios Rede de Computadores I (27/05/2006)

Exercícios Rede de Computadores I (27/05/2006) UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGICAS DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA Exercícios Rede de Computadores I (27/05/2006) Marcelo Santos Daibert Juiz de Fora Minas Gerais Brasil

Leia mais

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES PARTE - III

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES PARTE - III APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES PARTE - III 1 REDE DE COMPUTADORES III 1. Introdução MODELO OSI ISO (International Organization for Standardization) foi uma das primeiras organizações a definir formalmente

Leia mais

Arquitetura de Redes. Sistemas Operacionais de Rede. Protocolos de Rede. Sistemas Distribuídos

Arquitetura de Redes. Sistemas Operacionais de Rede. Protocolos de Rede. Sistemas Distribuídos Arquitetura de Redes Marco Antonio Montebello Júnior marco.antonio@aes.edu.br Sistemas Operacionais de Rede NOS Network Operating Systems Sistemas operacionais que trazem recursos para a intercomunicação

Leia mais

Rede de Computadores. Arquitetura Cliente-Servidor

Rede de Computadores. Arquitetura Cliente-Servidor Rede de Computadores Arquitetura ClienteServidor Coleção de dispositivos de computação interconectados que permitem a um grupo de pessoas compartilhar informações e recursos É a conexão de dois ou mais

Leia mais

Placa de Rede. Rede de Computadores. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. Placa de Rede

Placa de Rede. Rede de Computadores. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. Placa de Rede Rede de Computadores Prof. André Cardia Email: andre@andrecardia.pro.br MSN: andre.cardia@gmail.com Placa de Rede Uma placa de rede (NIC), ou adaptador de rede, oferece capacidades de comunicações nos

Leia mais

Componentes de um Sistema de Computador

Componentes de um Sistema de Computador Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade responsável pelo processamento dos dados, ou seja, o equipamento (parte física) SOFTWARE: Instruções que dizem o que o computador deve fazer (parte

Leia mais

Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Emissor: Receptor: Meio de transmissão Sinal:

Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Emissor: Receptor: Meio de transmissão Sinal: Redes - Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Comunicação sempre foi, desde o início dos tempos, uma necessidade humana buscando aproximar comunidades distantes.

Leia mais

aluno, Responda ao questionário e tire suas dúvidas caso as tenha.

aluno, Responda ao questionário e tire suas dúvidas caso as tenha. Recurso 1 MINISTRADO EM 27/05/2015 Prova da PM aluno, Responda ao questionário e tire suas dúvidas caso as tenha. ------------------Soldado_Policia_Militar_MG_2013 1. 33ª QUESTÃO Marque a alternativa CORRETA.

Leia mais

INTERNET. Surgimento da Internet. Cenário antes do Projeto Arpanet. Aula 04 Prof. André Cardia andre@andrecardia.pro.br. Surgimento da ARPANET

INTERNET. Surgimento da Internet. Cenário antes do Projeto Arpanet. Aula 04 Prof. André Cardia andre@andrecardia.pro.br. Surgimento da ARPANET INTERNET Aula 04 Prof. André Cardia andre@andrecardia.pro.br Surgimento da Internet Projeto militar dos Estados Unidos, em 1969 o departamento de defesa norte americano (DoD), por meio da ARPA (Advanced

Leia mais

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1 Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio slide 1 Objetivos de estudo Quais os principais componentes das redes de telecomunicações e quais as principais tecnologias de rede? Quais os principais

Leia mais

Redes de Computadores e Teleinformática. Zacariotto 4-1

Redes de Computadores e Teleinformática. Zacariotto 4-1 Redes de Computadores e Teleinformática Zacariotto 4-1 Agenda da aula Introdução Redes de computadores Redes locais de computadores Redes de alto desempenho Redes públicas de comunicação de dados Computação

Leia mais

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores Apresentação do professor, da disciplina, dos métodos de avaliação, das datas de trabalhos e provas; introdução a redes de computadores; protocolo TCP /

Leia mais

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware Professor: Renato B. dos Santos 1 O computador é composto, basicamente, por duas partes:» Hardware» Parte física do computador» Elementos concretos» Ex.: memória, teclado,

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Redes Wireless / Wi-Fi / IEEE 802.11 Em uma rede wireless, os adaptadores de rede em cada computador convertem os dados digitais para sinais de rádio,

Leia mais

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Internet

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Internet André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Internet Noções de Internet: O que é Internet; História da Internet; Recursos da Internet; Serviços não-web.

Leia mais

CAB Cabeamento Estruturado e Redes Telefônicas

CAB Cabeamento Estruturado e Redes Telefônicas MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS SÃO JOSÉ SANTA CATARINA CAB Cabeamento Estruturado e Redes Telefônicas

Leia mais

Protocolo. O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta

Protocolo. O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta Protocolo O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta Máquina: Definem os formatos, a ordem das mensagens enviadas e recebidas pelas entidades de rede e as ações a serem tomadas

Leia mais

Placa de Rede. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. MAN (Metropolitan Area Network) Rede Metropolitana

Placa de Rede. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. MAN (Metropolitan Area Network) Rede Metropolitana Rede de Computadores Parte 01 Prof. André Cardia Email: andre@andrecardia.pro.br MSN: andre.cardia@gmail.com Placa de Rede Uma placa de rede (NIC), ou adaptador de rede, oferece capacidades de comunicações

Leia mais

Curso Técnico de Nível Médio

Curso Técnico de Nível Médio Curso Técnico de Nível Médio Disciplina: Informática Básica 2. Hardware: Componentes Básicos e Funcionamento Prof. Ronaldo Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade

Leia mais

Segunda Lista de Exercícios

Segunda Lista de Exercícios INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA Segunda Lista de Exercícios 1. Qual é a posição dos meios de transmissão no modelo OSI ou Internet? Os meios de transmissão estão localizados abaixo

Leia mais

Mídias Contínuas. Mídias Contínuas

Mídias Contínuas. Mídias Contínuas Mídias Contínuas Processamento da Informação Digital Mídias Contínuas Mídias Contínuas (dinâmicas ou dependentes do tempo) Digitalização de Sinais Áudio Vídeo 1 Digitalização de Sinais Codificadores de

Leia mais

Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do RN. A Internet e suas aplicações

Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do RN. A Internet e suas aplicações Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do RN A Internet e suas aplicações Histórico da rede Iniciativa dos militares norte-americanos Sobrevivência de redes de comunicação e segurança em caso

Leia mais

Informática para concursos

Informática para concursos Informática para concursos Prof.: Fabrício M. Melo www.professorfabricio.com msn:fabcompuway@terra.com.br Hardware Software peopleware Parte física (Tangível). Parte lógica (Intangível). Usuários. Processamento

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 3 Internet, Browser e E-mail. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 3 Internet, Browser e E-mail. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 3 Internet, Browser e E-mail Professora: Cintia Caetano SURGIMENTO DA INTERNET A rede mundial de computadores, ou Internet, surgiu em plena Guerra Fria, no final da década de

Leia mais

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF REDES ESAF 01 - (ESAF - Auditor-Fiscal da Previdência Social - AFPS - 2002) Um protocolo é um conjunto de regras e convenções precisamente definidas que possibilitam a comunicação através de uma rede.

Leia mais

Pequena história da Internet

Pequena história da Internet Pequena história da Internet A Internet nasceu em 1969, nos Estados Unidos. Interligava originalmente laboratórios de pesquisa e se chamava ARPAnet (ARPA: Advanced Research Projects Agency). Era uma rede

Leia mais

Comunicações a longas distâncias

Comunicações a longas distâncias Comunicações a longas distâncias Ondas sonoras Ondas electromagnéticas - para se propagarem exigem a presença de um meio material; - propagam-se em sólidos, líquidos e gases embora com diferente velocidade;

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Parte II: Camada Física Dezembro, 2012 Professor: Reinaldo Gomes reinaldo@computacao.ufcg.edu.br Meios de Transmissão 1 Meios de Transmissão Terminologia A transmissão de dados d

Leia mais

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento.

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento. Conceitos básicos b sobre Hardware O primeiro componente de um sistema de computação é o HARDWARE(Ferragem), que corresponde à parte material, aos componentes físicos do sistema; é o computador propriamente

Leia mais

Sistemas Multimédia. Arquitectura Protocolar Simples Modelo OSI TCP/IP. Francisco Maia famaia@gmail.com. Redes e Comunicações

Sistemas Multimédia. Arquitectura Protocolar Simples Modelo OSI TCP/IP. Francisco Maia famaia@gmail.com. Redes e Comunicações Sistemas Multimédia Arquitectura Protocolar Simples Modelo OSI TCP/IP Redes e Comunicações Francisco Maia famaia@gmail.com Já estudado... Motivação Breve História Conceitos Básicos Tipos de Redes Componentes

Leia mais

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador Microsoft Internet Explorer Browser/navegador/paginador Browser (Navegador) É um programa que habilita seus usuários a interagir com documentos HTML hospedados em um servidor web. São programas para navegar.

Leia mais

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Conhecer os modelo OSI, e TCP/IP de cinco camadas. É importante ter um padrão para a interoperabilidade entre os sistemas para não ficarmos

Leia mais

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO INFORMÁTICA BÁSICA AULA 03. Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 25/06/2014

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO INFORMÁTICA BÁSICA AULA 03. Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 25/06/2014 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 03 Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 25/06/2014 Unidades de armazenamento

Leia mais

ILHA I GERENCIAMENTO DE CONTEÚDO CMS DISCIPLINA: Introdução à Computação MÓDULO II Memórias e Processamento

ILHA I GERENCIAMENTO DE CONTEÚDO CMS DISCIPLINA: Introdução à Computação MÓDULO II Memórias e Processamento MÓDULO II Memórias e Processamento Esse módulo irá relatar sobre as memórias seus tipos e a ligação com os tipos variados de processamento. Leia atentamente todo o conteúdo e participe dos fóruns de discursão,

Leia mais

efagundes com Como funciona a Internet

efagundes com Como funciona a Internet Como funciona a Internet Eduardo Mayer Fagundes 1 Introdução à Internet A Internet é uma rede de computadores mundial que adota um padrão aberto de comunicação, com acesso ilimitado de pessoas, empresas

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES O QUE É PROTOCOLO? Na comunicação de dados e na interligação em rede, protocolo é um padrão que especifica o formato de dados e as regras a serem seguidas. Sem protocolos, uma rede

Leia mais

Telecomunicações CONCEITOS DE COMUNICAÇÃO

Telecomunicações CONCEITOS DE COMUNICAÇÃO Telecomunicações CONCEITOS DE COMUNICAÇÃO 1 COMUNICAÇÃO A COMUNICAÇÃO pode ser definida como a transmissão de um sinal através de um meio, de um emissor para um receptor. O sinal contém uma mensagem composta

Leia mais

William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição

William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição Capítulo 7 Entrada/saída Os textos nestas caixas foram adicionados pelo Prof. Joubert slide 1 Problemas de entrada/saída Grande variedade

Leia mais

Unidade de Controlo. Unidade Aritmética e Lógica

Unidade de Controlo. Unidade Aritmética e Lógica Métodos de Programação I Departamento de Matemática, FCTUC 8 Modelo de Organização de um Computador Digital - Modelo de Von Neumann Neste modelo esquemático de organização de um computador digital tradicional

Leia mais

MÓDULO I - INTERNET APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. Prof. BRUNO GUILHEN. O processo de Navegação na Internet. Aula 01

MÓDULO I - INTERNET APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. Prof. BRUNO GUILHEN. O processo de Navegação na Internet. Aula 01 APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN Prof. BRUNO GUILHEN MÓDULO I - INTERNET O processo de Navegação na Internet Aula 01 O processo de Navegação na Internet. USUÁRIO A CONEXÃO PROVEDOR On-Line EMPRESA

Leia mais