Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com"

Transcrição

1 Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini

2 Segurança da Informação Segurança da Informação está relacionada com proteção de um conjunto de dados, no sentido de preservar o valor que possuem para um indivíduo ou uma organização. São características básicas da segurança da informação os atributos de confidencialidade, integridade e disponibilidade, não estando esta segurança restrita somente a sistemas computacionais, informações eletrônicas ou sistemas de armazenamento. O conceito se aplica a todos os aspectos de proteção de informações e dados. O conceito de Segurança Informática ou Segurança de Computadores está intimamente relacionado com o de Segurança da Informação, incluindo não apenas a segurança dos dados/informação, mas também a dos sistemas em si.

3 Conceitos de Segurança Os atributos básicos (segundo os padrões internacionais) são os seguintes: Confidencialidade - propriedade que limita o acesso a informação tão somente às entidades legítimas, ou seja, àquelas autorizadas pelo proprietário da informação. Integridade - propriedade que garante que a informação manipulada mantenha todas as características originais estabelecidas pelo proprietário da informação, incluindo controle de mudanças e garantia do seu ciclo de vida (nascimento,manutenção e destruição). Disponibilidade - propriedade que garante que a informação esteja sempre disponível para o uso legítimo, ou seja, por aqueles usuários autorizados pelo proprietário da informação.

4 Mecanismos de Segurança Mecanismos de criptografia. Permitem a transformação reversível da informação de forma a torná-la ininteligível a terceiros. Utilizase para tal, algoritmos determinados e uma chave secreta para, a partir de um conjunto de dados não criptografados, produzir uma sequência de dados criptografados. A operação inversa é a decifração. Assinatura digital. Um conjunto de dados criptografados, associados a um documento do qual são função, garantindo a integridade e autenticidade do documento associado, mas não a sua confidencialidade. Mecanismos de controle de acesso: sistemas biométricos, firewalls, cartões inteligentes. Mecanismos de certificação. Atesta a validade de um documento.

5

6 Mecanismos de Segurança Protocolos seguros: uso de protocolos que garantem um grau de segurança e usam alguns dos mecanismos citados aqui Existe hoje em dia um elevado número de ferramentas e sistemas que pretendem fornecer segurança. Alguns exemplos são os detectores de intrusões, os anti-vírus, firewalls, firewalls locais, filtros anti-spam, analisadores de código, etc.

7 Ameaças à Segurança Perda de Confidencialidade: seria quando há uma quebra de sigilo de uma determinada informação permitindo que sejam expostas informações restritas as quais seriam acessíveis apenas por um determinado grupo de usuários. Perda de Integridade: aconteceria quando uma determinada informação fica exposta a manuseio por uma pessoa não autorizada, que efetua alterações que não foram aprovadas e não estão sob o controle do proprietário da informação. Perda de Disponibilidade: acontece quando a informação deixa de estar acessível por quem necessita dela. Seria o caso da perda de comunicação com um sistema importante para a empresa, que aconteceu com a queda de um servidor ou de uma aplicação crítica de negócio, que apresentou uma falha devido a um erro causado por motivo interno ou externo ao equipamento ou por ação não autorizada de pessoas com ou sem má intenção.

8 Adware Do Inglês Advertising Software. Software especificamente projetado para apresentar propagandas. Constitui uma forma de retorno financeiro para aqueles que desenvolvem software livre ou prestam serviços gratuitos. Pode ser considerado um tipo de spyware, caso monitore os hábitos do usuário, por exemplo, durante a navegação na Internet para direcionar as propagandas que serão apresentadas.

9 Spyware Termo utilizado para se referir a uma grande categoria de software que tem o objetivo de monitorar atividades de um sistema e enviar as informações coletadas para terceiros. Podem ser utilizados de forma legítima, mas, na maioria das vezes, são utilizados de forma dissimulada, não autorizada e maliciosa.

10 Vírus Programa ou parte de um programa de computador, normalmente malicioso, que se propaga infectando, isto é, inserindo cópias de si mesmo e se tornando parte de outros programas e arquivos de um computador. O vírus depende da execução do programa ou arquivo hospedeiro para que possa se tornar ativo e dar continuidade ao processo de infecção.

11 Trojan (Cavalo-de-Tróia) Da expressão em inglês "Trojan horse", também chamado de Cavalo-de-Tróia. Programa com código malicioso dentro de arquivo aparentemente inofensivo. É um aplicativo ou programa desenvolvido por crackers - hackers mal intencionados especializados no roubo digital de dados - para entrar no computador de usuários conectados à internet e liberar uma "porta" para um invasor. Em geral se esconde sob a forma de um aplicativo útil ou inofensivo para o usuário.

12 Worm Programa capaz de se propagar automaticamente através de redes, enviando cópias de si mesmo de computador para computador. Diferente do vírus, o worm não embute cópias de si mesmo em outros programas ou arquivos e não necessita ser explicitamente executado para se propagar. Sua propagação se dá através da exploração de vulnerabilidades existentes ou falhas na configuração de softwares instalados em computadores.

13 Spam Termo usado para se referir aos s não solicitados, que geralmente são enviados para um grande número de pessoas. Quando o conteúdo é exclusivamente comercial, este tipo de mensagem também é referenciada como UCE (do Inglês Unsolicited Commercial ). Spammer Pessoa que envia spam.

14 Keylogger É um programa de computador do tipo spyware cuja finalidade é registrar tudo o que é digitado, quase sempre a fim de capturar senhas, números de cartão de crédito e afins. Muitos casos de phishing, assim como outros tipos de fraudes virtuais, se baseiam no uso de algum tipo de keylogger, instalado no computador sem o conhecimento da vítima, que captura dados sensíveis e os envia a um cracker que depois os utiliza para fraudes.

15 Phishing Também conhecido como phishing scam ou phishing/scam. Mensagem não solicitada que se passa por comunicação de uma instituição conhecida, como um banco, empresa ou site popular, e que procura induzir usuários ao fornecimento de dados pessoais e financeiros. Inicialmente, este tipo de mensagem induzia o usuário ao acesso a páginas fraudulentas na Internet. Atualmente, o termo também se refere à mensagem que induz o usuário à instalação de códigos maliciosos, além da mensagem que, no próprio conteúdo, apresenta formulários para o preenchimento e envio de dados pessoais e financeiros.

16 Pharming Atividade realizada por atacantes informáticos que, com intenções criminosas, redirecionam o tráfego da Internet, de um Web site para outro idêntico, por forma a enganar e convencer os utilizadores a introduzir os seus dados pessoais no site falso. Semelhante aos esquemas de phishing, o pharming é mais insidioso uma vez que redireciona o utilizador para um site falso, sem qualquer participação ou conhecimento da sua parte.

17 Hoaxes que possui conteúdo alarmante ou falso e que, geralmente, tem como remetente ou aponta como autora da mensagem alguma instituição, empresa importante ou órgão governamental. Através de uma leitura minuciosa deste tipo de , normalmente, é possível identificar em seu conteúdo mensagens absurdas e muitas vezes sem sentido.

18 Ransomware É um tipo de malware. Refere-se aos cavalos de tróia que cobram resgate. Um exemplo é o Arhiveus-A, que compacta arquivos no micro da vítima num pacote criptografado. Depois informa que os documentos somente serão recuperados com o uso de uma senha de 30 dígitos cuja vítima receberá após fazer compras em três farmácias online. Trata-se de um golpe, pois a vítima irá pagar uma quantia pelos medicamentos em um suposto 'resgate' dos dados e ao fim não receberá nenhuma senha e terá de usar outros meios para conseguir recuperar seus arquivos.

19 Referências Bibliográficas Disponível em <http://pt.wikipedia.org/wiki/seguran%c3%a7a_da_informa%c3%a 7%C3%A3o>. Acessado em 25 de Junho de Disponível em <http://www.smartsec.com.br/glossario_seguranca.html>. Acessado em 25 de Junho de 2010.

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso:

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso: MALWARE Spyware É o termo utilizado para se referir a uma grande categoria de software que tem o objetivo de monitorar atividades de um sistema e enviar as informações coletadas para terceiros. Seguem

Leia mais

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DE SEGURANÇA DIGITAL Wagner de Oliveira OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA Hoje em dia a informação é um item dos mais valiosos das grandes Empresas. Banco do Brasil Conscientizar da necessidade

Leia mais

Tecnologia da Informação UNIDADE 3

Tecnologia da Informação UNIDADE 3 Tecnologia da Informação UNIDADE 3 *Definição * A segurança da informação está relacionada com proteção de um conjunto de dados, no sentido de preservar o valor que possuem para a organização. *Definição

Leia mais

Tecnologia da Informação UNIDADE 3:Estrutura organizacional de TI

Tecnologia da Informação UNIDADE 3:Estrutura organizacional de TI Tecnologia da Informação UNIDADE 3:Estrutura organizacional de TI * A segurança da informação está relacionada com proteção de um conjunto de dados, no sentido de preservar o valor que possuem para a organização.

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PARTE 2

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PARTE 2 SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PARTE 2 Segurança da Informação A segurança da informação busca reduzir os riscos de vazamentos, fraudes, erros, uso indevido, sabotagens, paralisações, roubo de informações ou

Leia mais

BOAS PRÁTICAS DE SEGURANÇA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI)

BOAS PRÁTICAS DE SEGURANÇA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) BOAS PRÁTICAS DE SEGURANÇA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) André Gustavo Assessor Técnico de Informática MARÇO/2012 Sumário Contextualização Definições Princípios Básicos de Segurança da Informação Ameaças

Leia mais

Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores. Pragas Virtuais

Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores. Pragas Virtuais Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores Pragas Virtuais 1 Pragas Virtuais São programas desenvolvidos com fins maliciosos. Pode-se encontrar algumas semelhanças de um vírus de computador com

Leia mais

Abin e PF. Informática Complemento. Prof. Rafael Araujo

Abin e PF. Informática Complemento. Prof. Rafael Araujo Criptografia Criptografia é a ciência e arte de escrever mensagens em forma cifrada ou em código. É parte de um campo de estudos que trata das comunicações secretas, usadas, dentre outras finalidades,

Leia mais

Conceitos relativos à proteção e segurança

Conceitos relativos à proteção e segurança Conceitos de proteção e segurança 1 Conceitos relativos à proteção e segurança Códigos Maliciosos (Malware) Código malicioso ou Malware (Malicious Software) é um termo genérico que abrange todos os tipos

Leia mais

Conscientização sobre a Segurança da Informação. Suas informações pessoais não tem preço, elas estão seguras?

Conscientização sobre a Segurança da Informação. Suas informações pessoais não tem preço, elas estão seguras? Conscientização sobre a Segurança da Informação Suas informações pessoais não tem preço, elas estão seguras? PROFISSIONAIS DE O que é Segurança da Informação? A Segurança da Informação está relacionada

Leia mais

A segurança na utilização da Internet é um tema muito debatido nos dias atuais devido à grande quantidade de ladrões virtuais.

A segurança na utilização da Internet é um tema muito debatido nos dias atuais devido à grande quantidade de ladrões virtuais. A segurança na utilização da Internet é um tema muito debatido nos dias atuais devido à grande quantidade de ladrões virtuais. Sobre as práticas recomendadas para que a utilização da internet seja realizada

Leia mais

Malwares Segurança da Informação. S.O.S. Concursos Prof: Tiago Furlan Lemos

Malwares Segurança da Informação. S.O.S. Concursos Prof: Tiago Furlan Lemos Malwares Segurança da Informação. S.O.S. Concursos Prof: Tiago Furlan Lemos Malware O termo malware é proveniente do inglês malicious software; é um software destinado a se infiltrar em um sistema de computador

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA A Política de Segurança deve seguir alguns paradigmas básicos em sua composição.

POLÍTICA DE SEGURANÇA A Política de Segurança deve seguir alguns paradigmas básicos em sua composição. POLÍTICA DE SEGURANÇA A Política de Segurança deve seguir alguns paradigmas básicos em sua composição. CONFIDENCIALIDADE É a garantia do resguardo das informações dadas pessoalmente em confiança e a proteção

Leia mais

Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores. Segurança Lógica

Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores. Segurança Lógica Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores Segurança Lógica 1 Segurança Lógica Mecanismos de Controle A Segurança Lógica é aspecto abrangente e complexo, requerendo, consequentemente, um estudo

Leia mais

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação.

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação. 1. Com relação a segurança da informação, assinale a opção correta. a) O princípio da privacidade diz respeito à garantia de que um agente não consiga negar falsamente um ato ou documento de sua autoria.

Leia mais

Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma

Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma loja específica Manter um Antivírus atualizado; Evitar

Leia mais

Segurança na Internet. Disciplina: Informática Prof. Higor Morais

Segurança na Internet. Disciplina: Informática Prof. Higor Morais Segurança na Internet Disciplina: Informática Prof. Higor Morais 1 Agenda Segurança de Computadores Senhas Engenharia Social Vulnerabilidade Códigos Maliciosos Negação de Serviço 2 Segurança de Computadores

Leia mais

Malwares. Algumas das diversas formas como os códigos maliciosos podem infectar ou comprometer um computador são:

Malwares. Algumas das diversas formas como os códigos maliciosos podem infectar ou comprometer um computador são: Malwares Códigos Maliciosos - Malware Códigos maliciosos (malware) são programas especificamente desenvolvidos para executar ações danosas e atividades maliciosas em um computador. Algumas das diversas

Leia mais

INTRODUÇÃO. O conteúdo programático foi pensado em concursos, assim simularemos algumas questões mais usadas em vestibular e provas de concursos.

INTRODUÇÃO. O conteúdo programático foi pensado em concursos, assim simularemos algumas questões mais usadas em vestibular e provas de concursos. INTRODUÇÃO Essa apostila foi idealizada como suporte as aulas de Informática Educativa do professor Haroldo do Carmo. O conteúdo tem como objetivo a inclusão digital as ferramentas de pesquisas on-line

Leia mais

Índice. Ameaças à Segurança da Informação. Introdução. Dispositivos de Segurança no Bradesco Net Empresa. E-Mail. Como Identificar um Phishing Scan

Índice. Ameaças à Segurança da Informação. Introdução. Dispositivos de Segurança no Bradesco Net Empresa. E-Mail. Como Identificar um Phishing Scan www.bradesco.com.br Índice Versão 01-2007 Introdução 2 Ameaças à Segurança da Informação 12 Dispositivos de Segurança no Bradesco Net Empresa 3 E-Mail 14 Procuradores e Níveis de Acesso 6 Como Identificar

Leia mais

Proteção de dados e informação que possuem valor para uma pessoa ou empresa

Proteção de dados e informação que possuem valor para uma pessoa ou empresa Professor Gedalias Valentim Informática para Banca IADES Segurança da Informação Segurança da Informação Proteção de dados e informação que possuem valor para uma pessoa ou empresa 1 Segurança da Informação

Leia mais

Evolução dos Problemas de Segurança e Formas de Proteção

Evolução dos Problemas de Segurança e Formas de Proteção Evolução dos Problemas de Segurança e Formas de Proteção Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto.br Nic.br http://www.nic.br/ Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no

Leia mais

Tipos de pragas Virtuais; Como funciona os antivírus; Principais golpes virtuais; Profº Michel

Tipos de pragas Virtuais; Como funciona os antivírus; Principais golpes virtuais; Profº Michel Tipos de pragas Virtuais; Como funciona os antivírus; Principais golpes virtuais; Profº Michel Tipos de pragas virtuais 1 Vírus A mais simples e conhecida das ameaças. Esse programa malicioso pode ligar-se

Leia mais

Em informática, um vírus de computador é um software malicioso que vem sendo desenvolvido por programadores que, tal como um vírus biológico, infecta

Em informática, um vírus de computador é um software malicioso que vem sendo desenvolvido por programadores que, tal como um vírus biológico, infecta Em informática, um vírus de computador é um software malicioso que vem sendo desenvolvido por programadores que, tal como um vírus biológico, infecta o sistema, faz cópias de si mesmo e tenta se espalhar

Leia mais

Exploradores de uma vulnerabilidade para atacar ativos

Exploradores de uma vulnerabilidade para atacar ativos Ameaças Exploradores de uma vulnerabilidade para atacar ativos Demonstração de poder Motivos Busca por prestígio Motivações financeiras Motivações ideológicas Motivações comerciais Processo de Ataque Exploram

Leia mais

Prof. Demétrios Coutinho

Prof. Demétrios Coutinho Prof. Demétrios Coutinho Hoje em dia a informação é o bem mais valioso de uma empresa/cliente. A segurança da informação é um conjunto de medidas que se constituem basicamente de controles e política de

Leia mais

Aula 03 Malware (Parte 01) Visão Geral. Prof. Paulo A. Neukamp

Aula 03 Malware (Parte 01) Visão Geral. Prof. Paulo A. Neukamp Aula 03 Malware (Parte 01) Visão Geral Prof. Paulo A. Neukamp Mallware (Parte 01) Objetivo: Descrever de maneira introdutória o funcionamento de códigos maliciosos e os seus respectivos impactos. Agenda

Leia mais

TECNOLOGIA WEB. Segurança na Internet Aula 4. Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB. Segurança na Internet Aula 4. Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Segurança na Internet Aula 4 Profa. Rosemary Melo Segurança na Internet A evolução da internet veio acompanhada de problemas de relacionados a segurança. Exemplo de alguns casos de falta

Leia mais

Segurança em computadores e em redes de computadores

Segurança em computadores e em redes de computadores Segurança em computadores e em redes de computadores Uma introdução IC.UNICAMP Matheus Mota matheus@lis.ic.unicamp.br @matheusmota Computador/rede segura Confiável Integro Disponível Não vulnerável 2 Porque

Leia mais

USO DOS SERVIÇOS DE E-MAIL

USO DOS SERVIÇOS DE E-MAIL USO DOS SERVIÇOS DE E-MAIL 1. OBJETIVO Estabelecer responsabilidades e requisitos básicos de uso dos serviços de Correio Eletrônico, no ambiente de Tecnologia da Informação da CREMER S/A. 2. DEFINIÇÕES

Leia mais

Códigos Maliciosos.

Códigos Maliciosos. <Nome> <Instituição> <e-mail> Códigos Maliciosos Agenda Códigos maliciosos Tipos principais Cuidados a serem tomados Créditos Códigos maliciosos (1/3) Programas especificamente desenvolvidos para executar

Leia mais

Tutorial sobre Phishing

Tutorial sobre Phishing Tutorial sobre Phishing Data: 2006-08-15 O que é o Phishing? Phishing é um tipo de fraude electrónica que tem se desenvolvido muito nos últimos anos, visto que a Internet a cada dia que passa tem mais

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO 1 2 SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO ADRIANO SILVEIRA ADR_SILVEIRA@YAHOO.COM.BR Hacker x Cracker Hacker profissional com conhecimentos avançados em computação. Tem habilidade suficiente para se tornar um cracker

Leia mais

Ricardo Campos [ h t t p : / / w w w. c c c. i p t. p t / ~ r i c a r d o ] Segurança em Redes. Segurança em Redes

Ricardo Campos [ h t t p : / / w w w. c c c. i p t. p t / ~ r i c a r d o ] Segurança em Redes. Segurança em Redes Autoria Esta apresentação foi desenvolvida por Ricardo Campos, docente do Instituto Politécnico de Tomar. Encontra-se disponível na página web do autor no link Publications ao abrigo da seguinte licença:

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Aguinaldo Fernandes Rosa

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Aguinaldo Fernandes Rosa SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO DICAS Aguinaldo Fernandes Rosa Especialista em Segurança da Informação Segurança da Informação Um computador (ou sistema computacional) é dito seguro se este atende a três requisitos

Leia mais

Ameaças a computadores. Prof. César Couto

Ameaças a computadores. Prof. César Couto Ameaças a computadores Prof. César Couto Conceitos Malware: termo aplicado a qualquer software desenvolvido para causar danos em computadores. Estão nele incluídos vírus, vermes e cavalos de tróia. Vírus:

Leia mais

TIC Domicílios 2007 Segurança na Rede, Uso do E-mail e Spam

TIC Domicílios 2007 Segurança na Rede, Uso do E-mail e Spam TIC Domicílios 2007 Segurança na Rede, Uso do E-mail e Spam DESTAQUES 2007 Os módulos sobre Segurança na Rede, Uso do E-mail e Spam da TIC Domicílios 2007 apontaram que: Cerca de 29% dos usuários de internet

Leia mais

Dicas de Segurança no uso de Computadores Desktops

Dicas de Segurança no uso de Computadores Desktops Universidade Federal de Goiás Dicas de Segurança no uso de Computadores Desktops Jánison Calixto CERCOMP UFG Cronograma Introdução Conceitos Senhas Leitores de E-Mail Navegadores Anti-Vírus Firewall Backup

Leia mais

Prof. Ricardo Beck Noções de Informática Professor: Ricardo Beck

Prof. Ricardo Beck Noções de Informática Professor: Ricardo Beck Noções de Informática Professor: Ricardo Beck Prof. Ricardo Beck www.aprovaconcursos.com.br Página 1 de 14 Como Funciona a Internet Basicamente cada computador conectado à Internet, acessando ou provendo

Leia mais

Qual a importância da Segurança da Informação para nós? Quais são as características básicas de uma informação segura?

Qual a importância da Segurança da Informação para nós? Quais são as características básicas de uma informação segura? Qual a importância da Segurança da Informação para nós? No nosso dia-a-dia todos nós estamos vulneráveis a novas ameaças. Em contrapartida, procuramos sempre usar alguns recursos para diminuir essa vulnerabilidade,

Leia mais

Programa que, além de incluir funcionalidades de worms, dispõe de mecanismos de comunicação com o invasor, permitindo que seja controlado remotamente.

Programa que, além de incluir funcionalidades de worms, dispõe de mecanismos de comunicação com o invasor, permitindo que seja controlado remotamente. TIPOS DE VÍRUS Principais Tipos de Códigos Maliciosos 1. Virus Programa que se propaga infectando, isto é, inserindo cópias de si mesmo e se tornando parte de outros programas e arquivos de um computador.

Leia mais

BB Extensiva 05 06. Informática Criptográfica e Malwares. Prof. Rafael. Criptografia. Os princípios básicos de segurança da informações são:

BB Extensiva 05 06. Informática Criptográfica e Malwares. Prof. Rafael. Criptografia. Os princípios básicos de segurança da informações são: Criptografia Criptografia é a ciência e arte de escrever mensagens em forma cifrada ou em código. É parte de um campo de estudos que trata das comunicações secretas, usadas, dentre outras finalidades,

Leia mais

Segurança e Auditoria de Sistemas. Conceitos básicos

Segurança e Auditoria de Sistemas. Conceitos básicos Segurança e Auditoria de Sistemas Conceitos básicos Conceitos básicos Propriedades e princípios de segurança; Ameaças; Vulnerabilidades; Ataques; Tipos de malware; Infraestrutura de segurança. Propriedades

Leia mais

CLAIN 2008. Fraude Eletrônica. Moises J Santos. Internet Banking

CLAIN 2008. Fraude Eletrônica. Moises J Santos. Internet Banking CLAIN 2008 Fraude Eletrônica Moises J Santos Fraude Eletrônica Definição Fraude Subterfúgio para alcançar um fim ilícito, ou ainda, o engano dolosamente provocado, o malicioso induzimento em erro ou aproveitamento

Leia mais

Computadores e Sociedade II. Atos ilegais Hackers Invasões. Bruno Tenório 5613740 Guilherme Marcel 6876158 Wu Yuexiang 6792502

Computadores e Sociedade II. Atos ilegais Hackers Invasões. Bruno Tenório 5613740 Guilherme Marcel 6876158 Wu Yuexiang 6792502 Computadores e Sociedade II Atos ilegais Hackers Invasões Bruno Tenório 5613740 Guilherme Marcel 6876158 Wu Yuexiang 6792502 Sumário Atos Ilegais Crimes Computacionais Malwares Hackers Fraudes Conclusões

Leia mais

Prof. Marcelo Moreira Curso Juris

Prof. Marcelo Moreira Curso Juris Segurança/Exercícios 12/ABR/11 CNPQ - Analista em Ciência e Tec. Jr - CESPE 12/ABR/11 CNPQ - Assistente CESPE 22/MAR/2011 SESA/ES PARTE COMUM TODOS OS CARGOS (MÉDICOS, GESTÃO, VIGILÂNCIA) CESPE 1 2 MAR/2011

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA A Política de Segurança deve seguir alguns paradigmas básicos em sua composição.

POLÍTICA DE SEGURANÇA A Política de Segurança deve seguir alguns paradigmas básicos em sua composição. POLÍTICA DE SEGURANÇA A Política de Segurança deve seguir alguns paradigmas básicos em sua composição. CONFIDENCIALIDADE É a garantia do resguardo das informações dadas pessoalmente em confiança e a proteção

Leia mais

CONCEITOS GERAIS SOBRE SEGURANÇA NA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Prof. Me. Hélio Esperidião

CONCEITOS GERAIS SOBRE SEGURANÇA NA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Prof. Me. Hélio Esperidião CONCEITOS GERAIS SOBRE SEGURANÇA NA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Prof. Me. Hélio Esperidião CONCEITOS GERAIS SOBRE SEGURANÇA NA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO O conceito de segurança envolve formas de proteção e

Leia mais

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS INFORMÁTICA PARA CONCURSOS Professor: Alessandro Borges Aluno: Turma: INTERNET PRINCIPAIS CONCEITOS Introdução a Internet Atualmente a Internet é conhecida como rede mundial de comunicação, mas nem sempre

Leia mais

Março/2005 Prof. João Bosco M. Sobral

Março/2005 Prof. João Bosco M. Sobral Plano de Ensino Introdução à Segurança da Informação Princípios de Criptografia Segurança de Redes Segurança de Sistemas Símbolos: S 1, S 2,..., S n Um símbolo é um sinal (algo que tem um caráter indicador)

Leia mais

- SEGURANÇA DAS INFORMAÇÕES -

- SEGURANÇA DAS INFORMAÇÕES - - SEGURANÇA DAS INFORMAÇÕES - TRT/AM Analista Judiciário 01/2012 FCC 1. Quando o cliente de um banco acessa sua conta corrente através da internet, é comum que tenha que digitar a senha em um teclado virtual,

Leia mais

http://cartilha.cert.br/

http://cartilha.cert.br/ http://cartilha.cert.br/ Códigos maliciosos são usados como intermediários e possibilitam a prática de golpes, a realização de ataques e o envio de spam Códigos maliciosos, também conhecidos como pragas

Leia mais

Complemento de Informática - INSS - Cód.: 1235

Complemento de Informática - INSS - Cód.: 1235 Complemento - 1 Complemento de Informática - INSS - Cód.: 1235 Material desenvolvido com base no EDITAL Nº 1 INSS, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2015 - NOÇÕES DE INFORMÁTICA: 6 Noções básicas de segurança e proteção:

Leia mais

Segurança e Auditoria em Sistemas

Segurança e Auditoria em Sistemas Segurança e Auditoria em Sistemas Curso: Analise e Desenvolvimento de Sistemas Prof.Eduardo Araujo Site:www.professoreduardoaraujo.com EMENTA Definição de segurança de informação. Identificação das necessidades

Leia mais

APOSTILA PROFESSOR BISPO INFORMÁTICA CURSO TÉCNICO

APOSTILA PROFESSOR BISPO INFORMÁTICA CURSO TÉCNICO APOSTILA PROFESSOR BISPO INFORMÁTICA CURSO TÉCNICO 8. SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO função, garantindo a integridade do documento associado, mas não a sua confidencialidade. HASH: Verifica a integridade, pois

Leia mais

Códigos Maliciosos. Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br

Códigos Maliciosos. Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br Códigos Maliciosos Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br Agenda Códigos maliciosos Tipos principais Cuidados a serem tomados Créditos Códigos maliciosos (1/3) Programas especificamente

Leia mais

INFORMÁTICA: SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

INFORMÁTICA: SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Tudo se baseia na confiança! O objetivo principal da Segurança da Informação é a confiança que o sistema vai inspirar nos seus usuários! Então se destaca a importância relacionada à CONFIABILIDADE dos

Leia mais

REDES. Consiste em dois ou mais computadores conectados entre si e compartilhando recursos.

REDES. Consiste em dois ou mais computadores conectados entre si e compartilhando recursos. REDES Consiste em dois ou mais computadores conectados entre si e compartilhando recursos. TIPOS TIPOS LAN MAN WAN FUNCIONAMENTO DE UMA REDE TIPOS Cliente/ Servidor Ponto a ponto INTERNET Conceito 1.

Leia mais

INE 5223 Informática para Secretariado

INE 5223 Informática para Secretariado 4. AMBIENTE INTERNET UFSC Prof.: Achilles Colombo Prudêncio 4. Ambiente Internet UFSC 4.2. Utilização de Recursos da Internet O uso dos recursos da Internet vem sendo comentado sempre, em todos os tópicos

Leia mais

e Uso Abusivo da Rede

e Uso Abusivo da Rede SEGURANÇA FRAUDE TECNOLOGIA SPAM INT MALWARE PREVENÇÃO VÍRUS BANDA LARGA TROJAN PRIVACIDADE PHISHING WIRELESS SPYWARE ANTIVÍRUS WORM BLUETOOTH SC CRIPTOGRAFIA BOT SENHA ATAQUE FIREWAL BACKDOOR COOKIES

Leia mais

Auditoria e Segurança de Sistemas Aula 05 Ataques, Golpes e Malware. Felipe S. L. G. Duarte Felipelageduarte+fatece@gmail.com

Auditoria e Segurança de Sistemas Aula 05 Ataques, Golpes e Malware. Felipe S. L. G. Duarte Felipelageduarte+fatece@gmail.com Auditoria e Segurança de Sistemas Aula 05 Ataques, Golpes e Malware Felipe S. L. G. Duarte Felipelageduarte+fatece@gmail.com Previous... 2 Golpes 3 Engenharia Social Manipulação psicológica de pessoas

Leia mais

O Firewall do Windows vem incorporado ao Windows e é ativado automaticamente.

O Firewall do Windows vem incorporado ao Windows e é ativado automaticamente. Noções básicas sobre segurança e computação segura Se você se conecta à Internet, permite que outras pessoas usem seu computador ou compartilha arquivos com outros, deve tomar algumas medidas para proteger

Leia mais

Noções de Segurança na Internet. Seminário de Tecnologia da Informação Codevasf

Noções de Segurança na Internet. Seminário de Tecnologia da Informação Codevasf Noções de Segurança na Internet Conceitos de Segurança Precauções que devemos tomar contra riscos, perigos ou perdas; É um mal a evitar; Conjunto de convenções sociais, denominadas medidas de segurança.

Leia mais

Disciplina: Administração de Redes de Computadores.

Disciplina: Administração de Redes de Computadores. Disciplina: Administração de Redes de Computadores. Abordagem: Segurança Prof. Leandro Meireles 2011.2 Sistema Seguro Confidencialidade Integridade Disponibilidade Porque se preocupar com a segurança?

Leia mais

MATC99 Segurança e Auditoria de Sistemas de Informação

MATC99 Segurança e Auditoria de Sistemas de Informação MATC99 Segurança e Auditoria de Sistemas de Informação Malware, scam e fraudes Italo Valcy Fraudes Fraudes na Internet Engenharia social Phishing / Scam Código malicioso Engenharia

Leia mais

Questão de prova. encontram-se vários tipos de programas: virus, worm, trojan horse (cavalo de Tróia), spyware e ransomware.

Questão de prova. encontram-se vários tipos de programas: virus, worm, trojan horse (cavalo de Tróia), spyware e ransomware. Malware Resulta da união dos termos em inglês malicious e software. É usado para qualquer tipo de programa que cause malefícios a computadores e/ou seus usuários. ái Dentro desta categoria encontram-se

Leia mais

INTRODUÇÃO A SEGURANÇA EM REDES

INTRODUÇÃO A SEGURANÇA EM REDES INTRODUÇÃO A SEGURANÇA EM REDES Prof. Msc. Hélio Esperidião POR QUE SE PREOCUPAR COM A SEGURANÇA? Senhas, números de cartões de crédito Conta de acesso à internet Dados pessoais e comerciais Danificação

Leia mais

Parte VIII: Códigos Maliciosos (Malware)

Parte VIII: Códigos Maliciosos (Malware) SEGURANÇA FRAUDE TECNOLOGIA SPAM INT MALWARE PREVENÇÃO VÍRUS BANDA LARGA TROJAN PRIVACIDADE PHISHING WIRELESS SPYWARE ANTIVÍRUS WORM BLUETOOTH SC CRIPTOGRAFIA BOT SENHA ATAQUE FIREWAL BACKDOOR COOKIES

Leia mais

Índice. 1. Conceitos de Segurança. 2. Navegando na Internet com Segurança. 3. Utilização do e-mail e programas de mensagem instantânea com segurança

Índice. 1. Conceitos de Segurança. 2. Navegando na Internet com Segurança. 3. Utilização do e-mail e programas de mensagem instantânea com segurança Índice 1. Conceitos de Segurança 1.1. O que é Segurança da Informação? 1.2. Cuidado com os vírus de computador 1.3. Dicas para manter o computador seguro 2. Navegando na Internet com Segurança 2.1. Fique

Leia mais

Segurança de Redes de Computadores

Segurança de Redes de Computadores Segurança de Redes de Computadores Aula 6 Segurança na Camada de Aplicação Obtenção de Acesso não Autorizado via Malwares Vírus, Worms, Trojan e Spyware Prof. Ricardo M. Marcacini ricardo.marcacini@ufms.br

Leia mais

DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO BB 2015 -

DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO BB 2015 - DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO - Professor Esp. Wellington de Oliveira Graduação em Ciência da Computação Pós-Graduação em Docência do Ensino Superior Pós-Graduação MBA em Gerenciamento de

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLES INTERNOS

SISTEMA DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PO - PSI 1ª 1/9 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. ALCANCE... 2 3. ÁREA GESTORA... 2 4. CONCEITOS/CRITÉRIOS GERAIS... 2 5. DIRETRIZES... 3 6. RESPONSABILIDADES... 3 6.1 Todos

Leia mais

TECNOLOGIAS WEB AULA 3 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD

TECNOLOGIAS WEB AULA 3 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD TECNOLOGIAS WEB AULA 3 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD Objetivos: Apresentar os principais aspectos de segurança tanto no lado cliente quanto no servidor. Compreender as implicações de segurança individual

Leia mais

Guia do funcionário seguro

Guia do funcionário seguro Guia do funcionário seguro INTRODUÇÃO A Segurança da informação em uma empresa é responsabilidade do departamento de T.I. (tecnologia da informação) ou da própria área de Segurança da Informação (geralmente,

Leia mais

Glossário COOKIES KEYLOGGER PATCHES R. INCIDENTE TECNOLOGIA SPAM INTERNET MA Cartilha de Segurança para Internet

Glossário COOKIES KEYLOGGER PATCHES R. INCIDENTE TECNOLOGIA SPAM INTERNET MA Cartilha de Segurança para Internet SEGURANÇA FRAUDE TECNOLOGIA SPAM INT MALWARE PREVENÇÃO VÍRUS BANDA LARGA TROJAN PRIVACIDADE PHISHING WIRELESS SPYWARE ANTIVÍRUS WORM BLUETOOTH SC CRIPTOGRAFIA BOT SENHA ATAQUE FIREWAL BACKDOOR COOKIES

Leia mais

Parte VIII: Códigos Maliciosos (Malware)

Parte VIII: Códigos Maliciosos (Malware) SEGURANÇA FRAUDE TECNOLOGIA SPAM INT MALWARE PREVENÇÃO VÍRUS BANDA LARGA TROJAN PRIVACIDADE PHISHING WIRELESS SPYWARE ANTIVÍRUS WORM BLUETOOTH SC CRIPTOGRAFIA BOT SENHA ATAQUE FIREWAL BACKDOOR COOKIES

Leia mais

Segurança da Informação Segurança de Redes Segurança de Sistemas Segurança de Aplicações

Segurança da Informação Segurança de Redes Segurança de Sistemas Segurança de Aplicações Segurança da Informação Segurança de Redes Segurança de Sistemas Segurança de Aplicações Símbolos Símbolos: S 1, S 2,..., S n Um símbolo é um sinal (algo que tem um caráter indicador) que tem uma determinada

Leia mais

Noções de Informática p/tcu

Noções de Informática p/tcu 1 17 Aula 01 Noções de Informática p/tcu www.concurseiro24horas.com.br 2 17 QUESTÕES GABARITADAS E COMENTADAS 1(CESPE/DPF/2014) Um dos objetivos da segurança da informação é manter a integridade dos dados,

Leia mais

Prof. Victor Halla. Unidade IV SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

Prof. Victor Halla. Unidade IV SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Prof. Victor Halla Unidade IV SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Conteúdo Desafios da Segurança da Informação Ética Crimes em Informática Hacker Pirataria Furtos Vírus, Spyware, etc Privacidade Ética Ética é originada

Leia mais

Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA. CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br

Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA. CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br Agenda Segurança o que é? Informação o que é? E Segurança da Informação? Segurança da Informação na UFBA

Leia mais

Prof. Jefferson Costa www.jeffersoncosta.com.br

Prof. Jefferson Costa www.jeffersoncosta.com.br Prof. Jefferson Costa www.jeffersoncosta.com.br Preservação da: confidencialidade: Garantia de que o acesso à informação seja obtido somente por pessoas autorizadas. integridade: Salvaguarda da exatidão

Leia mais

DIREITO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO

DIREITO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO DIREITO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO Prof. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com Bens jurídicos peculiares à informática Crimes digitais e suas modalidades Relações

Leia mais

PROFESSOR: Flávio Antônio Benardo E-mail: flavioufrpe@yahoo.com.br Vírus de computador

PROFESSOR: Flávio Antônio Benardo E-mail: flavioufrpe@yahoo.com.br Vírus de computador ESCOLA TÉCNICA DE PALMARES PROFESSOR: Flávio Antônio Benardo E-mail: flavioufrpe@yahoo.com.br Vírus de computador DEFINIÇÃO É um pequeno programa que se autocópia e/ou faz alterações em outros arquivos

Leia mais

Falaremos um pouco das tecnologias e métodos utilizados pelas empresas e usuários domésticos para deixar a sua rede segura.

Falaremos um pouco das tecnologias e métodos utilizados pelas empresas e usuários domésticos para deixar a sua rede segura. Módulo 14 Segurança em redes Firewall, Criptografia e autenticação Falaremos um pouco das tecnologias e métodos utilizados pelas empresas e usuários domésticos para deixar a sua rede segura. 14.1 Sistemas

Leia mais

INTERNET BANKING: DICAS DE SEGURANÇA. Palavras-chave: Segurança da Informação; Internet Banking; Fraudes; Riscos.

INTERNET BANKING: DICAS DE SEGURANÇA. Palavras-chave: Segurança da Informação; Internet Banking; Fraudes; Riscos. 1 INTERNET BANKING: DICAS DE SEGURANÇA Alexandre Kaspary 1 Alexandre Ramos 2 Leo Andre Blatt 3 William Rohr 4 Fábio Matias Kerber 5 Palavras-chave: Segurança da Informação; Internet Banking; Fraudes; Riscos.

Leia mais

Cartilha de Segurança da Informação

Cartilha de Segurança da Informação Cartilha de Segurança da Informação Acesse e conheça: Cartilha de Segurança Índice: da Informação 1. Conceitos de Segurança 1.1. O que é Segurança da Informação? 1.2. Cuidado com os vírus de computador

Leia mais

Portal do Servidor Publico. Cartilha de Orientação Acesso ao PORTAL

Portal do Servidor Publico. Cartilha de Orientação Acesso ao PORTAL Portal do Servidor Publico Cartilha de Orientação Acesso ao PORTAL 1 Indice Apresentação do Portal... 03 Acesso ao Portal do Servidor Publico... 04 Solicitar Senha... 04 Disponibilidade do Portal... 06

Leia mais

Ameaças, riscos e vulnerabilidades. Prof. Anderson Maia. Objetivos. ameaças mais comuns na internet;

Ameaças, riscos e vulnerabilidades. Prof. Anderson Maia. Objetivos. ameaças mais comuns na internet; Ameaças, riscos e vulnerabilidades Prof. Anderson Maia Objetivos è compreender o funcionamento de algumas ameaças mais comuns na internet; è entender como tais ameaças podem ser exploradas por meio das

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação 2 0 1 3 OBJETIVO O material que chega até você tem o objetivo de dar dicas sobre como manter suas informações pessoais, profissionais e comerciais preservadas. SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO,

Leia mais

Material de Apoio Ameaças e Mecanismos de Proteção

Material de Apoio Ameaças e Mecanismos de Proteção Material de Apoio Ameaças e Mecanismos de Proteção (Aula 02) Parte 01: Ameaças 2 Malware Sumário Definição de Malware Descrição de Códigos Maliciosos Engenharia Social Referências 3 Malware Definição de

Leia mais

Política de Privacidade

Política de Privacidade Política de Privacidade Este documento tem por objetivo definir a Política de Privacidade da Bricon Security & IT Solutions, para regular a obtenção, o uso e a revelação das informações pessoais dos usuários

Leia mais

Gestão de Incidentes de Segurança da Informação - Coleta de evidências

Gestão de Incidentes de Segurança da Informação - Coleta de evidências Gestão de Incidentes de Segurança da Informação - Coleta de evidências Incidente de SI Ação de Acompanhamento contra pessoa/organização Envolvendo ação legal (civil ou criminal) Evidências coletadas, armazenadas

Leia mais

Segurança em Internet Banking.

Segurança em Internet Banking. <Nome> <Instituição> <e-mail> Segurança em Internet Banking Agenda Internet Banking Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Internet Banking (1/4) Permite: realizar ações disponíveis nas agências

Leia mais

Apostila de Informática Básica Professor: Darliton Carvalho Assunto: Exercícios Correio Eletrônico e Segurança da Informação

Apostila de Informática Básica Professor: Darliton Carvalho Assunto: Exercícios Correio Eletrônico e Segurança da Informação Apostila de Informática Básica Professor: Darliton Carvalho Assunto: Exercícios Correio Eletrônico e Segurança da Informação 1 - (CONSULPLAN - 2010 - Prefeitura de Resende - RJ - Administrador / Noções

Leia mais

Spywares, Worms, Bots e Boas Práticas de Segurança

Spywares, Worms, Bots e Boas Práticas de Segurança Spywares, Worms, Bots e Boas Práticas de Segurança Miriam von Zuben miriam@cert.br! Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasill Núcleo de Informação e Coordenação do

Leia mais

Introdução a Segurança de Redes Segurança da Informação. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br

Introdução a Segurança de Redes Segurança da Informação. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Introdução a Segurança de Redes Segurança da Informação Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Objetivos Entender a necessidade de segurança da informação no contexto atual de redes de computadores;

Leia mais

Vírus. Spyware. Worms. Trojans (Calavos de Tróia)

Vírus. Spyware. Worms. Trojans (Calavos de Tróia) Vírus Um vírus de computador é um programa malicioso desenvolvido por programadores que, tal como um vírus biológico, infecta o sistema, faz cópias de si mesmo e tenta se espalhar para outros computadores,

Leia mais

EAD. Controles de Acesso Lógico. Identificar os controles de acesso lógico a serem implementados em cada uma das situações possíveis de ataque.

EAD. Controles de Acesso Lógico. Identificar os controles de acesso lógico a serem implementados em cada uma das situações possíveis de ataque. Controles de Acesso Lógico 3 EAD 1. Objetivos Identificar os controles de acesso lógico a serem implementados em cada uma das situações possíveis de ataque. Usar criptografia, assinatura e certificados

Leia mais