Silverlight. Abstract

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Silverlight. Abstract"

Transcrição

1 Capítulo 1 Silverlight Arthur Rasera e Bianca Ortega Bertoni Abstract Silverlight is a plug-in (component that is added to the browser so that it gains new features) of Microsoft that allows you to create rich applications for the web and provides developers and designers facilities so they can work together. In this chapter will approach the version history and concepts of WPF (Windows Presentation Foundation), RIA (Rich Internet Application), XAML (Extensible Application Markup Language) and animations. Resumo Silverlight é um plug-in (componente que é adicionado ao navegador para que este ganhe novas funcionalidades) da Microsoft que permite a criação de aplicações ricas para a web e oferece aos desenvolvedores e designers facilidades para que eles possam trabalhar em conjunto. Neste capítulo será abordado o histórico de versões e os conceitos de WPF (Windows Presentation Fundation), RIA (Rich Internet Application), XAML (Extensible Application Markup Language) e animações Introdução O Silverlight (Microsoft), conhecido anteriormente como WPF/E, teve sua primeira versão 1.0 lançada em 2007 e atualmente está na versão 4.0. O Microsoft Silverlight é um plug-in para diferentes navegadores e plataformas, ele oferece suporte para AJAX, Python, Ruby,Visual Basic e C#, além de integrar-se aos aplicativos Web já existentes. Ele tem por objetivo fornecer uma nova experiência

2 na web baseada nos conceitos de RIA (Rich Internet Application) e também concorrer com as tecnologias já existentes como Flash (Adobe) e Java (Sun). Os recursos de áudio e vídeo são de alta qualidade e servem para todos os principais navegadores, como por exemplo, Firefox, Safari e Internet Explorer Histórico entre versões Versão Silverlight 1.0 foi lançada em setembro de E a versão 1.1, que era somente para desenvolvedores, foi renomeada pela Microsoft para 2.0. Em setembro de 2008, a Microsoft lançou a versão 2.0 do Silverlight com várias novas características e correção de erros. Em julho 2009, Microsoft liberou a versão 3.0. Liberada em novembro de 2009, a versão beta do Silverlight 4.0 que está disponível para testes e oferece suporte ao Visual Studio Pesquisas mundiais da Microsoft mostram que 400 milhões de consumidores instalaram o Silverlight desde a versão 2.0, em outubro de 2008, e que uma em cada três máquinas já conta com a tecnologia instalada. A Microsoft estima que entre 400 e 500 mil desenvolvedores e designers utilizam o Silverlight e que há quase 625 aplicações desenvolvidas em mais de 62 países. Silverlight 4.0, a mais nova versão encontra-se presente em 45% dos computadores conectados à Internet WPF (Windows Presentation Fundation) O Windows Presentation Foundation é um componente do Microsoft.NET Framework 3.0 em diante. Ele é dividido em duas partes: a da interface que é criado utilizando uma linguagem de marcação chamada XAML (Extensible Application Markup Language) e a lógica é implementada em linguagem de programação C#. O WPF suporta interfaces de aplicação, gráficos 2D e 3D, documentos, aceleração de hardware, gráficos vetoriais e multimídia Comparação: Silverlight e WPF Provavelmente WPF e Silverlight serão uma única tecnologia. Mas enquanto isso não ocorre existem diferenças entre elas que precisam ser consideradas, como por exemplo: Silverlight não suporta desenvolver uma grande aplicação porém é o melhor para aplicações RIA multi-plataforma já o WPF não roda em multi-plataforma mas é a melhor opção para aplicações no Windows 7. Nas versões mais recentes que são Silverlight 4 e WPF 4 é possível compartilhar as bibliotecas (DLLs) entre as duas tecnologias, tornando muito fácil de compartilhar funcionalidades RIA (Rich Internet Application)

3 RIA é a sigla em inglês para Rich Internet Applications, ou aplicações ricas para a internet. Uma definição para RIA seria o fim do processo de clicar, esperar carregar uma página e então continuar, pois todas as soluções RIA envolvem um tempo de execução que executa na máquina do cliente e arquiteturalmente localiza-se entre o usuário e o servidor. Assim, o usuário tem a impressão de que o tempo de baixar um arquivo é menor, porém o tempo é o mesmo, a única diferença é que existe um pré-carregamento obtendo assim resposta imediata Universo Silverlight Microsoft Expression Studio Microsoft Expression Studio é uma suíte de aplicativos multimídia que possibilita a criação de ótimos projetos tanto para desktop quanto para web. Utilizando o Expression Studio e o Visual Studio, ambos da Microsoft, é possível tornar a colaboração entre designers e desenvolvedores mais eficaz. Fazem parte da suite: o Expression Web (antigo Frontpage); o Expression Blend, ferramenta para criação e desenvolvimento de sites que se utiliza da tecnologia Silverlight; o Expression Design, programa que desenvolve as interfaces vetoriais e o Expression Encoder 3, aplicativo destinado à preparação de vídeos Ambiente de Desenvolvimento Ferramentas utilizadas para desenvolvimento de aplicações em Silverlight: Visual Studio Service Pack 1; Silverlight SDK (Software Development Kit- documentação); Expression Blend 3 (designers UI user interface); Deep Zoom Composer; Silverlight Toolkit (biblioteca de rotinas- contém controles, componentes); Silverlight 3 Tools for Visual Studio 2008 SP Moonlight É uma implementação Open Source ( Código Aberto) do Silverlight para Linux atualmente compatível com Silverlight 2.0 com algumas características do Silverlight 3.0, foi desenvolvido a princípio para Linux e outros sistemas compatíveis com Unix/X11. O Moonlight é desenvolvido pelo projeto Mono que é patrocinado pela Novell e Microsoft através de um acordo de interoperabilidade entre as duas empresas, o que originou muitas críticas da comunidade Linux.

4 1.3 - Comparação entre Flash e Silverlight Na comparação entres as principais tecnologias para Web, foi obtido o seguinte resultado: Tabela Comparação entre as tecnologias Flash e Silverlight. Analisando alguns itens da tabela acima temos que, o modelo de animação do Silverlight é considerado melhor e mais robusto que o do Flash e também na categoria Vídeo/Áudio também se mostrou superior. Por outro lado, o Flash possui melhor compatibilidade entre plataformas e maior suporte a formatos de imagens. Como era de se esperar o Flash é melhor na maioria das categorias acima, mas o Silverlight se apresentou forte em outras e a decisão para optar entre uma ou outra, depende da necessidade do projeto e dos usuários finais XAML (Extensible Application Markup Language) XAML é uma linguagem baseada em XML criada pela Microsoft utilizada no desenvolvimento de interfaces com usuário em aplicações WPF e Silverlight e também para criar workflows em aplicações WF (Windows WorkFlow Foundation). Dependendo de como for utilizada, a XAML poderá ser compilada ou interpretada. Integrar o código C# ou VB no XAML só funciona quando a XAML é

5 compilada, caso crie um arquivo.xaml ele será interpretado em tempo de execução sem envolver compilação Painéis do XAML Uma página XAML geralmente começa com um elemento de painel. O painel é um recipiente que armazena o conteúdo da página, posicionamento de controles e faz a renderização do conteúdo. Ao mostrar algo que utilize XAML, um painel sempre será envolvido, porém às vezes será implícito ou explícito. Um painel pode conter outros painéis, permitindo assim que cada região seja controlada por um painel específico. Existem seis tipos de classes de painéis: Canvas: posiciona cada elemento filho utilizando as coordenadas relativas à área de Canvas; DockPanel: coloca os filhos no canto superior, inferior, esquerda, direita ou centro do painel. Quando são colocados vários filhos em uma mesma área, um DockPanel organiza-os horizontalmente ou verticalmente dentro dessa mesma área; FlowPanel: organiza seus filhos de acordo com a área disponível, ou seja, ao reajustar o tamanho da janela, o FlowPanel reajusta o conteúdo de maneira apropriada; TextPanel: utilizado para processar várias linhas de texto em formato de texto múltiplos, quando é necessário um layout de texto complexo; GridPanel: é um elemento simples que organiza os elementos filhos em linhas e colunas formando uma grade (em inglês grid ). É utilizado para criação para tabelas simples, para tabelas complexas deve-se utilizar o controle Table; FixedPanel: posiciona os elementos filhos em uma página de layout fixo, independente da resolução do dispositivo ou tamanho da janela os elementos sempre terão o mesmo posicionamento e paginação Exemplos de painéis do XAML Canvas DockPanel Figura 1.1 Exemplo utilizando Canvas

6 Figura 1.2 Exemplo utilizando DockPanel FlowPanel Figura 1.3 Exemplo de FlowPanel mostra que ao redimensionar a janela ele reorganiza os elementos do painel TextPanel Figura Exemplo de TextPanel com várias fontes, colunas e formatação GridPanel

7 FixedPanel Figura 1.5- Exemplo do GridPanel como uma calculadora Figura 1.6 Exemplo do FixedPanel, mostra que ao redimensionar a janela os elementos do painel não são reorganizados Controles XAML tem muitos controles conhecidos do Windows, como: buttons, check boxes, radio buttons, list boxes, combo boxes, menus, sliders, scroll bars e text boxes exemplificados na figura 1.7 abaixo: Figura 1.7 exemplos de controles do XAML

8 1.5 Gráficos e Animações XAML fornece suporte para desenho de formas, transformação de estado de um objeto e animação de objetos. Utilizam-se elementos de forma para desenhar, elementos de transformação para alterar propriedades de um objeto e elementos de animação para mudar a propriedade de um objeto ao longo do tempo Formas XAML oferece um conjunto de formas que inclui Elipse, Retângulo, Polígono, Linha. É possível também preencher a forma com cor de fundo, aumentar a espessura do contorno e mudar de cor. Figura 1.8 Diferentes formas, cores e tamanho de espessura da borda da figura Transformações Os tipos de transformação são: Translação (Translate Transform): permite mudar a posição do objeto tanto vertivalmente quanto horizontalmente; Rotação (Rotate Transform): permite rotacionar um objeto por um ângulo especifico ao redor de um ponto central; Escala (Scale Transform): permite a transformação do tamanho do objeto. As escalas X e Y aumentam/diminuem respectivamente, na horizontal e vertical; Inclinação (Skew Transform): essa transformação permite inclinar o objeto horizontalmente e verticalmente. É utilizada para criar efeitos 3D para um objeto.

9 Figura 1.9 mostra os tipos de transformações Animações As pessoas associam animação com desenhos animados, estes são feitos um grande número de imagens que são apresentadas em uma sequência rápida, parecendo que é um movimento continuo. Em Silverlight, a implementação de uma animação é simples, é necessário apenas mudar a propriedade de um objeto gradualmente ao longo do tempo, de modo que temos a aparência de que o objeto está movimentando suavemente de um ponto para outro. Figura 2.0 Essa figura mostra que ao clicar no botão ele crescerá gradualmente até atingir um tamanho grande em forma de quadrado 1.6 Conclusões Apesar de ser recente, apenas três anos de existência, a tecnologia Silverlight já se encontra na versão 4.0 e tem sido muito utilizada pelas pessoas. Ela oferece muitos

10 recursos para que desenvolvedores e designers possam criar aplicações web com interfaces ricas e atrativas para o usuário final, além de ser gratuito e rodar em diferentes navegadores. O Silverlight também possui uma versatilidade muito grande na manipulação dos componentes e fácil apresentação de vídeo e som. Referências Lair, R., Beginning Silverlight 3, Apress, Moroney,L.,Introducing Microsoft Silverlight 3, Microsoft Press,2009. Machado, C. "Microsoft lança o Silverlight 1.0". Disponível em: Acesso em: 7 Jan Site Microsoft, Silverlight Developer Center. Disponível em: <http://msdn.microsoft.com/pt-br/silverlight/default.aspx >. Acesso em: 8 Jan Macoratti, J. C. "Contrasting Silverlight and WPF". Disponível em: <http://www.macoratti.net/09/10/net_svl1.htm>. Acesso em: 25 Jan Malheiros G. "Futuro e Convergência do WPF e Silverlight". Disponível em: <http://silverlightbrasil.ning.com/profiles/blogs/futuro-e-convergencia-do-wpf-e>. Acesso em: 25 Jan Sonnino B., Sonnino R., "Posicionamento de objetos em WPF". Disponível em: <http://www.microsoft.com/brasil/msdn/tecnologias/netframework/objetos.mspx>. Acesso em: 2 Fev Microsoft Silverlight. Disponível em: <http://www.silverlight.net/ >. Acesso em: 2 Fev

Novas Tecnologias Microsoft. http://formacao.rumos.pt/

Novas Tecnologias Microsoft. http://formacao.rumos.pt/ Novas Tecnologias Microsoft http://formacao.rumos.pt/ Rich Internet Applications (RIA) Carlos Lima carlos.lima@rumos.pt Agenda Objectivos da sessão O que é uma RIA O que é o Silverlight Software necessário

Leia mais

Adobe Flex. Cainã Fuck dos Santos Thiago Vieira Puluceno Jonathan Kuntz Fornari Gustavo Nascimento Costa

Adobe Flex. Cainã Fuck dos Santos Thiago Vieira Puluceno Jonathan Kuntz Fornari Gustavo Nascimento Costa Adobe Flex Cainã Fuck dos Santos Thiago Vieira Puluceno Jonathan Kuntz Fornari Gustavo Nascimento Costa O que é Flex? Estrutura de Código aberto para a criação de aplicativos Web Utiliza o runtime do Adobe

Leia mais

Principais características

Principais características .Net Framework O que é.net? Proprietário da Microsoft Versão simplificada para Linux Versão compacta para dispositivos móveis Plataforma de desenvolvimento e execução Interface com usuário, conectividade

Leia mais

Capítulo 2 Introdução à ferramenta Flash

Capítulo 2 Introdução à ferramenta Flash Capítulo 2 Introdução à ferramenta Flash Índice 1. O uso da ferramenta Flash no projeto RIVED.... 1 2. História do Flash... 4 1. O uso da ferramenta Flash no projeto RIVED. É importante, antes de iniciarmos

Leia mais

HTML5 E SUAS NOVIDADES

HTML5 E SUAS NOVIDADES HTML5 E SUAS NOVIDADES Gabrie Dalla Porta 1, Julio César Pereira 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil gabrieldallap@gmail.com, juliocesarp@gmail.com Resumo: Este artigo apresenta uma

Leia mais

Esse update é 10: Novos applets e JavaFX

Esse update é 10: Novos applets e JavaFX Esse update é 10: Novos applets e JavaFX Jorge Diz Instrutor Globalcode Objetivos Objetivos: Mostrar o que vem por ai no desktop/ browsertop Ver se os applets agora vão pegar Onde está JavaFX? Agenda >Applets:

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA INTERNET RICA RICH INTERNET APPLICATIONS

PROGRAMAÇÃO PARA INTERNET RICA RICH INTERNET APPLICATIONS PROGRAMAÇÃO PARA INTERNET RICA RICH INTERNET APPLICATIONS Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Apresentar o que é uma Aplicação Rica para Internet Contextualizar tais aplicações na Web e os desafios

Leia mais

Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento

Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento Olá, seja bem-vindo à primeira aula do curso para desenvolvedor de Android, neste curso você irá aprender a criar aplicativos para dispositivos

Leia mais

Utilitários de Sistema Operacional

Utilitários de Sistema Operacional Utilitários de Sistema Operacional Paint utilizado para a criação de desenhos simples e também para a edição de imagens Paint - Ferramentas Ferramentas Selecionar forma livre: seleciona uma área livre:

Leia mais

Análise de Sistemas I: Programação em Nuvem. Luiz Filipe Licidonio. Faculdade de Tecnologia Pastor Dohms. Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Análise de Sistemas I: Programação em Nuvem. Luiz Filipe Licidonio. Faculdade de Tecnologia Pastor Dohms. Porto Alegre, Rio Grande do Sul 1 Análise de Sistemas I: Programação em Nuvem Luiz Filipe Licidonio Faculdade de Tecnologia Pastor Dohms Porto Alegre, Rio Grande do Sul luiz_np_poa@hotmail.com 2 Análise de Sistemas I: Programação em

Leia mais

Ferramenta para design de web site Macromedia Dreamweaver Fábio Fernandes

Ferramenta para design de web site Macromedia Dreamweaver Fábio Fernandes Ferramenta para design de web site Macromedia Dreamweaver Fábio Fernandes Em Abril de 2005, as duas maiores gigantes em desenvolvimento de software de web, gráfico e multimídia design se juntaram: a Adobe

Leia mais

Uma nova luz na web com Microsoft Silverlight. Leonardo Sobral sobral@eng.com.br Consultor de Tecnologia

Uma nova luz na web com Microsoft Silverlight. Leonardo Sobral sobral@eng.com.br Consultor de Tecnologia Uma nova luz na web com Microsoft Silverlight Leonardo Sobral sobral@eng.com.br Consultor de Tecnologia Links Silverlight 4 runtime http://silverlight.net/getstarted/silverlight4/default.aspx Silverlight

Leia mais

1. Instalando o Java 7 JavaFX e o Netbeans

1. Instalando o Java 7 JavaFX e o Netbeans 1. Instalando o Java 7 JavaFX e o Netbeans Faça o download do Java 7 que inclui JavaFX no site do Oracle: http://www.oracle.com/technetwork/java/javase /downloads/index.html. Clique no License Agreement

Leia mais

Desenvolvendo para. Windows 8. Aprenda a desenvolver aplicativos para Windows Phone 8 e Windows 8. Ricardo R. Lecheta. Novatec

Desenvolvendo para. Windows 8. Aprenda a desenvolver aplicativos para Windows Phone 8 e Windows 8. Ricardo R. Lecheta. Novatec Desenvolvendo para Windows 8 Aprenda a desenvolver aplicativos para Windows Phone 8 e Windows 8 Ricardo R. Lecheta Novatec Copyright 2013 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos

Leia mais

Fundamentos da Computação Móvel

Fundamentos da Computação Móvel Fundamentos da Computação Móvel (Plataformas Sistemas Operacionais e Desenvolvimento) Programação de Dispositivos Móveis Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus

Leia mais

Microsoft Office (Inclusive Word 2007)

Microsoft Office (Inclusive Word 2007) 10 Parte I: Conhecendo o ASP.NET e o Visual Web Developer Microsoft Office (Inclusive Word 2007) Quando Bill Gates percebeu que a Microsoft estava atrasada em termos de Internet, as palavras passaram a

Leia mais

Anderson Pereira, Emerson Demetrio, Fernando Mateus, Lucas Bergmann

Anderson Pereira, Emerson Demetrio, Fernando Mateus, Lucas Bergmann Anderson Pereira, Emerson Demetrio, Fernando Mateus, Lucas Bergmann Sistema Operacional E no inicio... Windows CE: - Sistema Operacional criado pela Microsoft para dispositivos sistemas embarcados (Tablet

Leia mais

ANIMAÇÕES WEB AULA 2. conhecendo a interface do Adobe Flash. professor Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com

ANIMAÇÕES WEB AULA 2. conhecendo a interface do Adobe Flash. professor Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com ANIMAÇÕES WEB AULA 2 conhecendo a interface do Adobe Flash professor Luciano Roberto Rocha www.lrocha.com O layout do programa A barra de ferramentas (tools) Contém as ferramentas necessárias para desenhar,

Leia mais

Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina

Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Programação para Internet Rica 1 Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Objetivo: Identificar as principais características de uma Aplicação Internet Rica.

Leia mais

Afinal o que é HTML?

Afinal o que é HTML? Aluno : Jakson Nunes Tavares Gestão e tecnologia da informacão Afinal o que é HTML? HTML é a sigla de HyperText Markup Language, expressão inglesa que significa "Linguagem de Marcação de Hipertexto". Consiste

Leia mais

IVY on the Web, IVY Properties editor

IVY on the Web, IVY Properties editor IVY on the Web, IVY Properties editor Nuno Miguel Milhases da Silva Departamento de Informática Universidade do Minho - Braga pg13879@alunos.uminho.pt Sumário Palavras-chave 1. Introdução Os modelos de

Leia mais

ROTEIRO ILUSTRADO PARA SISTEMA COMPUTACIONAL INSANE

ROTEIRO ILUSTRADO PARA SISTEMA COMPUTACIONAL INSANE UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PROPEEs - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Estruturas INSANE - INteractive Structural ANalysis Environment ROTEIRO ILUSTRADO PARA INSTALAÇÃO DO SISTEMA COMPUTACIONAL

Leia mais

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento HOME O QUE É TOUR MÓDULOS POR QUE SOMOS DIFERENTES METODOLOGIA CLIENTES DÚVIDAS PREÇOS FALE CONOSCO Suporte Sou Cliente Onde sua empresa quer chegar? Sistemas de gestão precisam ajudar sua empresa a atingir

Leia mais

Sistema para gestão de restaurante

Sistema para gestão de restaurante Sistema para gestão de restaurante Luciana Tavares Rosa luciana.rosa@inf.aedb.br AEDB Fábio Rezende Dutra fabio.dutra@inf.aedb.br AEDB Resumo:O sistema para gestão de restaurante é um software desenvolvido

Leia mais

Protótipo de uma aplicação rica de internet para monitoramento de vídeo através de streaming e Silverlight

Protótipo de uma aplicação rica de internet para monitoramento de vídeo através de streaming e Silverlight Protótipo de uma aplicação rica de internet para monitoramento de vídeo através de streaming e Silverlight Thiago da Silva Negherbon Acadêmico Roosevelt dos Santos Júnior Orientador Roteiro Introdução

Leia mais

RIA - RICH INTERNET APPLICATIONS: UMA REVISÃO DOS PRINCIPAIS EXPOENTES DA ÁREA

RIA - RICH INTERNET APPLICATIONS: UMA REVISÃO DOS PRINCIPAIS EXPOENTES DA ÁREA RIA - RICH INTERNET APPLICATIONS: UMA REVISÃO DOS PRINCIPAIS EXPOENTES DA ÁREA PINA, D.S.A União dos Institutos Brasileiros de Tecnologia (UNIBRATEC) Recife- PE, Brasil deyvisonsouto@gmail.com OLIVEIRA,

Leia mais

Implementação de Web Services em Projetos de LabVIEW

Implementação de Web Services em Projetos de LabVIEW 1 Implementação de Web Services em Projetos de LabVIEW Alisson Kokot Engenheiro de Vendas Osvaldo Santos Engenheiro de Sistemas 2 Aplicações Web surgem como soluções viáveis profissionalmente 3 Aplicações

Leia mais

PARTE I A Linguagem C#

PARTE I A Linguagem C# PARTE I A Linguagem C# Capítulo 1, C# 3.0 e o.net 3.5 Capítulo 2, Iniciando: Hello World Capítulo 3, Fundamentos da Linguagem C# Capítulo 4, Classes e Objetos Capítulo 5, Herança e Polimorfismo Capítulo

Leia mais

Desenvolvendo e Integrando Serviços Multiplataforma de TV Digital Interativa

Desenvolvendo e Integrando Serviços Multiplataforma de TV Digital Interativa Desenvolvendo e Integrando Serviços Multiplataforma de TV Digital Interativa Agenda Introdução Aplicações interativas de TV Digital Desafios de layout e usabilidade Laboratório de usabilidade Desafios

Leia mais

Programação para Android

Programação para Android Programação para Android Aula 01: Visão geral do android, instalação e configuração do ambiente de desenvolvimento, estrutura básica de uma aplicação para Android Objetivos Configurar o ambiente de trabalho

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas Linguagem de Programação JAVA Professora Michelle Nery Nomeclaturas Conteúdo Programático Nomeclaturas JDK JRE JEE JSE JME JVM Toolkits Swing AWT/SWT JDBC EJB JNI JSP Conteúdo Programático Nomenclatures

Leia mais

19/05/2009. Módulo 1

19/05/2009. Módulo 1 ASP.NET Módulo 1 Objetivo Mostrar os conceitos fundamentais da plataforma Microsoft.Net e suas ferramentas; Apresentar os conceitos fundamentais de aplicações web e seus elementos; Demonstrar de forma

Leia mais

http://www.blender.org/ Curso de extensão em Blender Prof. Luiz Gonzaga Damasceno

http://www.blender.org/ Curso de extensão em Blender Prof. Luiz Gonzaga Damasceno 1. Introdução http://www.blender.org/ Curso de extensão em Blender Prof. Luiz Gonzaga Damasceno Damasceno www.damasceno.info - damasceno12@hotmail.com Google: Blender 3D: Guia de sobrevivência 1. Introdução

Leia mais

Aplicativo de referência em tecnologias Microsoft

Aplicativo de referência em tecnologias Microsoft Aplicativo de referência em tecnologias Microsoft André Luis Voltolini Sousa Prof. Everaldo Artur Grahl- Orientador Roteiro Introdução Objetivos Fundamentação teórica Especificação Implementação Operacionalidade

Leia mais

PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA

PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA EE Odilon Leite Ferraz PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA AULA 1 APRESENTAÇÃO E INICIAÇÃO COM WINDOWS VISTA APRESENTAÇÃO E INICIAÇÃO COM WINDOWS VISTA Apresentação dos Estagiários Apresentação do Programa Acessa

Leia mais

CADERNO DE QUESTÕES WINDOWS 8

CADERNO DE QUESTÕES WINDOWS 8 CADERNO DE QUESTÕES WINDOWS 8 1) No sistema operacional Microsoft Windows 8, uma forma rápida de acessar o botão liga/desliga é através do atalho: a) Windows + A. b) ALT + C. c) Windows + I. d) CTRL +

Leia mais

História e Evolução da Web. Aécio Costa

História e Evolução da Web. Aécio Costa Aécio Costa A História da Web O que estamos estudando? Período em anos que a tecnologia demorou para atingir 50 milhões de usuários 3 As dez tecnologias mais promissoras 4 A evolução da Web Web 1.0- Passado

Leia mais

Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas O conteúdo deste documento tem como objetivos geral introduzir conceitos mínimos sobre sistemas operacionais e máquinas virtuais para posteriormente utilizar

Leia mais

Início Rápido Desktop. 2015 Release 1 Xojo, Inc.

Início Rápido Desktop. 2015 Release 1 Xojo, Inc. Início Rápido Desktop 2015 Release 1 Xojo, Inc. Capítulo 1 Introdução Bem-vindo ao Xojo, O jeito mais fácil de criar aplicativos multi-plataforma para Desktop e Web. Seção 1 Sobre o Início Rápido para

Leia mais

Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader. Sistemas operacionais em concursos públicos

Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader. Sistemas operacionais em concursos públicos Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader Sistemas operacionais em concursos públicos Antes de tudo é importante relembrarmos que o sistema operacional é um tipo de software com a

Leia mais

Microsoft.NET. Desenvolvimento Baseado em Componentes

Microsoft.NET. Desenvolvimento Baseado em Componentes Microsoft.NET Lirisnei Gomes de Sousa lirisnei@hotmail.com Jair C Leite jair@dimap.ufrn.br Desenvolvimento Baseado em Componentes Resolução de problemas específicos, mas que podem ser re-utilizados em

Leia mais

WebUML: Uma Ferramenta Colaborativa de Apoio ao Projeto e Análise de Sistemas Descritos em Classes UML

WebUML: Uma Ferramenta Colaborativa de Apoio ao Projeto e Análise de Sistemas Descritos em Classes UML Carlos Henrique Pereira WebUML: Uma Ferramenta Colaborativa de Apoio ao Projeto e Análise de Sistemas Descritos em Classes UML Florianópolis - SC 2007 / 2 Resumo O objetivo deste trabalho é especificar

Leia mais

SUMÁRIO. Cursos STE SUMÁRIO... 1

SUMÁRIO. Cursos STE SUMÁRIO... 1 SUMÁRIO SUMÁRIO... 1 STEGEM - INTERFACE... 2 1 Introdução... 2 2 A interface... 2 2.1 Painel de Navegação... 3 2.2 Barra de Menus em forma de Ribbon... 4 2.3 Painel de Trabalho... 5 2.4 Barra de Status...

Leia mais

OPORTUNIDADES CWI: Principais atividades: - Análise e desenvolvimento de sites Cross-plataform (IE/Firefox/Chrome/Safari).

OPORTUNIDADES CWI: Principais atividades: - Análise e desenvolvimento de sites Cross-plataform (IE/Firefox/Chrome/Safari). OPORTUNIDADES CWI: Analista - Experiência mínima de 2 anos com ASP.NET (C Sharp). - Experiência com atendimento a usuários na resolução de problemas com sistemas já existentes. - Experiência em desenvolvimento

Leia mais

Navegador ou browser, é um programa de computador que permite a seus usuários a interagirem com documentos virtuais da Internet.

Navegador ou browser, é um programa de computador que permite a seus usuários a interagirem com documentos virtuais da Internet. TERMINOLOGIA Navegador ou Browser Navegador ou browser, é um programa de computador que permite a seus usuários a interagirem com documentos virtuais da Internet. Os Browsers se comunicam com servidores

Leia mais

Dominando Action Script 3

Dominando Action Script 3 Dominando Action Script 3 Segunda Edição (2014) Daniel Schmitz Esse livro está à venda em http://leanpub.com/dominandoactionscript3 Essa versão foi publicada em 2014-05-02 This is a Leanpub book. Leanpub

Leia mais

Copyright 2015 da Novatec Editora Ltda.

Copyright 2015 da Novatec Editora Ltda. Dan Hermes Novatec Original English language edition published by Apress, Copyright 2015 by Apress, Inc.. Portugueselanguage edition for Brazil copyright 2015 by Novatec Editora. All rights reserved. Edição

Leia mais

INTRODUÇÃO E CONFIGURAÇÃO DO PRIMEFACES MOBILE EM APLICAÇÕES JSF

INTRODUÇÃO E CONFIGURAÇÃO DO PRIMEFACES MOBILE EM APLICAÇÕES JSF INTRODUÇÃO E CONFIGURAÇÃO DO PRIMEFACES MOBILE EM APLICAÇÕES JSF Guilherme Macedo, Jaime Willian Dias Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil guilhermemacedo28@gmail.com, jaime@unipar.br Resumo.

Leia mais

Aplicações Desktop: Swing/SubMacroForms. Carlos Renato Alves Gouveia Novembro/2008 cgouveia@fes.br

Aplicações Desktop: Swing/SubMacroForms. Carlos Renato Alves Gouveia Novembro/2008 cgouveia@fes.br Aplicações Desktop: Swing/SubMacroForms Carlos Renato Alves Gouveia Novembro/2008 cgouveia@fes.br Carlos Renato Alves Gouveia Especialista em Engenharia de Web Sites pela UFMS; Professor Universitário

Leia mais

Estudo comparativo de diferentes linguagens de interfaces baseadas em XML

Estudo comparativo de diferentes linguagens de interfaces baseadas em XML Estudo comparativo de diferentes linguagens de interfaces baseadas em XML Ricardo Alexandre G. C. Martins, José Carlos Ramalho, and Pedro Rangel Henriques \{ram,jcr,prh\}@di.uminho.pt Departamento de Informática

Leia mais

MAPEAMENTO E LOCALIZAÇÃO DE REGIÕES DE INTERESSE UTILIZANDO REALIDADE AUMENTADA EM DISPOSITIVOS MÓVEIS COM PLATAFORMA ANDROID

MAPEAMENTO E LOCALIZAÇÃO DE REGIÕES DE INTERESSE UTILIZANDO REALIDADE AUMENTADA EM DISPOSITIVOS MÓVEIS COM PLATAFORMA ANDROID MAPEAMENTO E LOCALIZAÇÃO DE REGIÕES DE INTERESSE UTILIZANDO REALIDADE AUMENTADA EM DISPOSITIVOS MÓVEIS COM PLATAFORMA ANDROID Alessandro Teixeira de Andrade¹; Geazy Menezes² UFGD/FACET Caixa Postal 533,

Leia mais

OpenJUMP. Pontos fracos do OpenJUMP

OpenJUMP. Pontos fracos do OpenJUMP OpenJUMP No início foi chamado apenas de JUMP (JAVA Unified Mapping Platform), e se tornou popular no mundo livre de SIG(Sistema de informação Geográfica), desenhado por Vivid Solutions. Atualmente é desenvolvido

Leia mais

Google Web Toolkit* Clério Damasceno Soares, Daniel da Silva Filgueiras e Fábio Figueiredo da Silva

Google Web Toolkit* Clério Damasceno Soares, Daniel da Silva Filgueiras e Fábio Figueiredo da Silva Google Web Toolkit* Clério Damasceno Soares, Daniel da Silva Filgueiras e Fábio Figueiredo da Silva Universidade Federal de Juiz de Fora UFJF-MG Campo Universitário Bairro Marmelos Juiz de Fora MG Brasil

Leia mais

A WEB COMO PLATAFORMA Revolução do HTML5

A WEB COMO PLATAFORMA Revolução do HTML5 A WEB COMO PLATAFORMA Revolução do HTML5 Juliano Flores Prof. Lucas Plautz Prestes Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Gestão de TI (GTI034) 06/11/2012 RESUMO Escrever programas de computador,

Leia mais

Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0. Ajuda ao Usuário

Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0. Ajuda ao Usuário Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0 Ajuda ao Usuário A S S I S T E N T E P I M A C O + 2.2.0 Ajuda ao usuário Índice 1. BÁSICO 1 1. INICIANDO O APLICATIVO 2 2. O AMBIENTE DE

Leia mais

3M lança Visual Attention Service baseado na Web para aumentar impacto do design

3M lança Visual Attention Service baseado na Web para aumentar impacto do design Windows Azure Soluções para clientes - Estudo de caso 3M lança Visual Attention Service baseado na Web para aumentar impacto do design Visão geral País ou região: Estados Unidos Setor: Fabricação alta

Leia mais

Universidade Federal do Rio de Janeiro NCE/PGTIAE. Tutorial SweetHome3D

Universidade Federal do Rio de Janeiro NCE/PGTIAE. Tutorial SweetHome3D Universidade Federal do Rio de Janeiro NCE/PGTIAE Tutorial SweetHome3D Trabalho apresentado ao Prof. Carlo na Disciplina de Software Livre no curso Pós Graduação em Tecnologia da Informação Aplicada a

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB

PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB Sumep Julho/2006 PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB Objetivo

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web. Ferramentas e Tecnologias de Desenvolvimento Web. Profª MSc. Elizabete Munzlinger www.elizabete.com.

Introdução à Tecnologia Web. Ferramentas e Tecnologias de Desenvolvimento Web. Profª MSc. Elizabete Munzlinger www.elizabete.com. IntroduçãoàTecnologiaWeb FerramentaseTecnologiasde DesenvolvimentoWeb ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger www.elizabete.com.br ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger www.elizabete.com.br FerramentaseTecnologiasde DesenvolvimentoWeb

Leia mais

Ferramentas RAD e DELPHI

Ferramentas RAD e DELPHI Origem: http://my.opera.com/maicokrause/blog/ferramentas-rad-e-delphi Data: 17 Nov 2009 Autor: Maico Krause Ferramentas RAD e DELPHI Thursday, 16. July 2009, 14:27:40 Desenvolvimento, Delphi, Engenharia

Leia mais

Fundament n os s da platafo f rm r a. NE N T André Menegassi

Fundament n os s da platafo f rm r a. NE N T André Menegassi Fundamentos da plataforma.net André Menegassi O que é o.net Framework?.NET é uma plataforma de software para desenvolvimento de aplicações que conecta informações, sistemas, pessoas e dispositivos através

Leia mais

Introdução a programação de dispositivos móveis. Prof. Me. Hélio Esperidião

Introdução a programação de dispositivos móveis. Prof. Me. Hélio Esperidião Introdução a programação de dispositivos móveis. Prof. Me. Hélio Esperidião Windows Mobile O Windows Mobile é um sistema operacional compacto, desenvolvido para rodar em dispositivos móveis como Pocket

Leia mais

Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 2

Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 2 AULA Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 2 Na aula anterior, vimos sobre: a) Janela de comando b) Gerenciador de Projetos c) Database Designer e Table Designer Prosseguiremos então a conhecer as ferramentas

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS COM LIBGDX. Vinícius Barreto de Sousa Neto

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS COM LIBGDX. Vinícius Barreto de Sousa Neto INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS COM LIBGDX Vinícius Barreto de Sousa Neto Libgdx é um framework multi plataforma de visualização e desenvolvimento de jogos. Atualmente ele suporta Windows, Linux,

Leia mais

4.0 SP2 (4.0.2.0) maio 2015 708P90911. Xerox FreeFlow Core Guia de Instalação: Windows 8.1 Update

4.0 SP2 (4.0.2.0) maio 2015 708P90911. Xerox FreeFlow Core Guia de Instalação: Windows 8.1 Update 4.0 SP2 (4.0.2.0) maio 2015 708P90911 2015 Xerox Corporation. Todos os direitos reservados. Xerox, Xerox com a marca figurativa e FreeFlow são marcas da Xerox Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros

Leia mais

O Primeiro Programa em Visual Studio.net

O Primeiro Programa em Visual Studio.net O Primeiro Programa em Visual Studio.net Já examinamos o primeiro programa escrito em C que servirá de ponto de partida para todos os demais exemplos e exercícios do curso. Agora, aprenderemos como utilizar

Leia mais

Uso do Action₀NET com o PI System da OsiSoft

Uso do Action₀NET com o PI System da OsiSoft Uso do Action₀NET com o PI System da OsiSoft Introdução Se sua empresa utiliza o PI System da OsiSoft, o Action₀NET é o software SCADA (Supervisory Control and Data Acquisition) que mais se adequa a sua

Leia mais

Linux. Educacional. Tutorial Buzzword

Linux. Educacional. Tutorial Buzzword Linux Educacional Tutorial Buzzword Para trabalhar com o programa Buzzword online, é necessário que crie uma conta no site. Para isso acesse o endereço - https://buzzword.acrobat.com/ Para criar uma conta

Leia mais

Programação para Dispositivos Móveis

Programação para Dispositivos Móveis Programação para Dispositivos Móveis Fatec Ipiranga Análise e Desenvolvimento de Sistemas Aula 02 História do desenvolvimento de software para dispositivos móveis Dalton Martins dmartins@gmail.com São

Leia mais

Pós graduação MULTIMÉDIA E SIMULAÇÕES COMPUTACIONAIS 3D. 1º Trimestre:

Pós graduação MULTIMÉDIA E SIMULAÇÕES COMPUTACIONAIS 3D. 1º Trimestre: Pós graduação MULTIMÉDIA E SIMULAÇÕES COMPUTACIONAIS 3D com aplicações à publicidade, educação e entretenimento (Primeiro draft) Duração: 3 trimestres 1º Trimestre: 1. Técnicas Avançadas de Tratamento

Leia mais

CAPÍTULO IV Sistema Operacional Microsoft Windows XP

CAPÍTULO IV Sistema Operacional Microsoft Windows XP CAPÍTULO IV Sistema Operacional Microsoft Windows XP Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais são programas que como o próprio nome diz tem a função de colocar o computador em operação. O sistema Operacional

Leia mais

DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO

DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO Links importantes http://www.android.com/ Site oficial de toda a documentação, downloads e informações sobre a plataforma. http://developer.android.com/

Leia mais

Uma nova luz na web com Microsoft Silverlight

Uma nova luz na web com Microsoft Silverlight Uma nova luz na web com Microsoft Silverlight A ENG DTP & Multimídia SP, PR e DF Desde 1983 Desde 2004 Desde 2007 A ENG DTP & Multimídia Evolução Tecnológica 1993 Director & Authorware 1995 Photoshop e

Leia mais

Infracontrol versão 1.0

Infracontrol versão 1.0 Infracontrol versão 1.0 ¹Rafael Victória Chevarria ¹Tecnologia em Redes de Computadores - Faculdade de Tecnologia SENAC (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) Rua Gonçalves Chaves 602-A Centro 96015-560

Leia mais

OBJETIVO Criação e execução de um projeto Android dentro da IDE IntelliJ.

OBJETIVO Criação e execução de um projeto Android dentro da IDE IntelliJ. Técnico em Informática Turma 10 Programação para Dispositivos Móveis Roteiro Parcial de Projeto Guilherme Cruz OBJETIVO Criação e execução de um projeto Android dentro da IDE IntelliJ. FERRAMENTA IntelliJ

Leia mais

TEMA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO -Tipos de SI e Recursos de Software parte2. AULA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFa. ROSA MOTTA

TEMA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO -Tipos de SI e Recursos de Software parte2. AULA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFa. ROSA MOTTA TEMA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO -Tipos de SI e Recursos de Software parte2 AULA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFa. ROSA MOTTA CONTEÚDO DA AULA Tipos de Software Serviços Web Tendências 2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Leia mais

Guia do Programador Joel Saade

Guia do Programador Joel Saade C# Guia do Programador Joel Saade Novatec Copyright 2011 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução desta obra, mesmo parcial,

Leia mais

OURO MODERNO www.ouromoderno.com.br. Designer Gráfico APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo)

OURO MODERNO www.ouromoderno.com.br. Designer Gráfico APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) Designer Gráfico APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) 1 Índice AULA 1... 3 Apresentação... 3 Iniciando o CorelDRAW X3... 4 Componentes... 5 Barra de Menus... 6 Barra Padrão...

Leia mais

HTML5 - POR QUE USÁ-LO?

HTML5 - POR QUE USÁ-LO? HTML5 - POR QUE USÁ-LO? Ícaro Carlos Andrade Costa (icarocarlosandrade@gmail.com) Igor Antônio Santos Andrade (igorantonioandrade@gmail.com) RESUMO A linguagem HTML surgiu a mais de duas décadas como um

Leia mais

Bem-vindo! Prazer em conhecê-lo.

Bem-vindo! Prazer em conhecê-lo. Bem-vindo! Prazer em conhecê-lo. A nova ferramenta para a confecção de livros do Blurb, o BookWright, foi projetado para ser o mais intuitivo possível, mas duas cabeças não pensam da mesma forma. E todos

Leia mais

Noções de Informática

Noções de Informática Noções de Informática 2º Caderno Conteúdo Microsoft Excel 2010 - estrutura básica das planilhas; manipulação de células, linhas e colunas; elaboração de tabelas e gráficos; inserção de objetos; campos

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Apresentação da ferramenta Professor: Danilo Giacobo Página pessoal: www.danilogiacobo.eti.br E-mail: danilogiacobo@gmail.com 1 Introdução Visual

Leia mais

Aplicações Ricas para Web: Uso do GWT no Desenvolvimento de Controle de Reservas

Aplicações Ricas para Web: Uso do GWT no Desenvolvimento de Controle de Reservas Aplicações Ricas para Web: Uso do GWT no Desenvolvimento de Controle de Reservas Rafael Dani da Cunha 1, Sérgio M. Trad Júnior 1 1 Departamento de Ciência da Computação Universidade Presidente Antônio

Leia mais

Manual de utilização do Zimbra

Manual de utilização do Zimbra Manual de utilização do Zimbra Compatível com os principais navegadores web ( Firefox, Chrome e Internet Explorer ) o Zimbra Webmail é uma suíte completa de ferramentas para gerir e-mails, calendário,

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT E s t u d o s o b r e a i n t e g r a ç ã o d e f e r r a m e n t a s d i g i t a i s n o c u r r í c u l o d a d i s c i p l i n a d e E d u c a ç ã o V i s u a l e T e c n o l ó g i c a My Avatar Editor

Leia mais

3 Serviços na Web (Web services)

3 Serviços na Web (Web services) 3 Serviços na Web (Web services) 3.1. Visão Geral Com base na definição do Word Wide Web Consortium (W3C), web services são aplicações autocontidas, que possuem interface baseadas em XML e que descrevem

Leia mais

O conjunto é composto por duas seções: o App Inventor Designer e o App Inventor Blocks Editor, cada uma com uma função específica.

O conjunto é composto por duas seções: o App Inventor Designer e o App Inventor Blocks Editor, cada uma com uma função específica. Google App Inventor: o criador de apps para Android para quem não sabe programar Por Alexandre Guiss Fonte: www.tecmundo.com.br/11458-google-app-inventor-o-criador-de-apps-para-android-para-quem-naosabe-programar.htm

Leia mais

Manual de Utilização Portal Petronect MT-212-00061-3

Manual de Utilização Portal Petronect MT-212-00061-3 Manual de Utilização Portal Petronect MT-212-00061-3 Última Atualização 26/05/2015 Portal Petronect Objetivo: Este documento tem como objetivo disponibilizar informações ao fornecedor de modo a auxiliar

Leia mais

Pré-Projeto do Trabalho de Conclusão de Curso Tiago Garcia Pereira 1. INTRODUÇÃO

Pré-Projeto do Trabalho de Conclusão de Curso Tiago Garcia Pereira 1. INTRODUÇÃO UM PADRÃO ABERTO DE SOFTWARE PARA COMPUTAÇÃO MÓVEL: UM ESTUDO SOBRE GOOGLE ANDROID 1. INTRODUÇÃO O aumento do número usuários de dispositivos móveis atrai cada vez os desenvolvedores a produzir aplicações

Leia mais

Início Rápido Web. 2015 Release 1 Xojo, Inc.

Início Rápido Web. 2015 Release 1 Xojo, Inc. Início Rápido Web 2015 Release 1 Xojo, Inc. Capítulo 1 Introdução Bem-vindo ao Xojo, O jeito mais fácil de criar aplicativos multi-plataforma para Desktop e Web. Seção 1 Sobre o Início Rápido Web INICIANDO

Leia mais

SCPIWeb. SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 )

SCPIWeb. SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 ) 2010 SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 ) SCPIWebCotacao Aplicação Web para Cotação de Preços via Internet Resumo de Instruções

Leia mais

Google App Engine. André Gustavo Duarte de Almeida. Computação Ubíqua e Nuvens. Natal, 24 de maio de 2012 andregustavoo@gmail.com

Google App Engine. André Gustavo Duarte de Almeida. Computação Ubíqua e Nuvens. Natal, 24 de maio de 2012 andregustavoo@gmail.com Google App Engine Natal, 24 de maio de 2012 andregustavoo@gmail.com Sumário Introdução Instalação Aplicação Exemplo Implantação Conclusão Introdução Google App Engine developers.google.com/appaengine Permite

Leia mais

Agregadores de Conteúdo

Agregadores de Conteúdo Agregadores de Conteúdo São programas ou sites capazes de interpretar e mostrar o conteúdo dos Feeds RSS. Essa é uma forma de facilitar a leitura de vários sites e blogs, acessando o que há de novo em

Leia mais

ÍNDICE... 2 POWER POINT... 4. Abas... 7 Salvando Arquivos... 8 Abrindo um arquivo... 11 LAYOUT E DESIGN... 13

ÍNDICE... 2 POWER POINT... 4. Abas... 7 Salvando Arquivos... 8 Abrindo um arquivo... 11 LAYOUT E DESIGN... 13 Power Point ÍNDICE ÍNDICE... 2 POWER POINT... 4 Abas... 7 Salvando Arquivos... 8 Abrindo um arquivo... 11 LAYOUT E DESIGN... 13 Guia Design... 14 Cores... 15 Fonte... 16 Efeitos... 17 Estilos de Planos

Leia mais

RICH INTERNET APPLICATIONS

RICH INTERNET APPLICATIONS Uma visão geral RICH INTERNET APPLICATIONS joao.saleiro@webfuel.pt Agenda 1. A história do Sr. Fonseca 2. Rich Internet Applications 3. Showcase 4. Tecnologias Adobe Flex 5. Próximos passos O apresentador

Leia mais

Ambientes Visuais. Ambientes Visuais

Ambientes Visuais. Ambientes Visuais Ambientes Visuais Inicialmente, apenas especialistas utilizavam os computadores, sendo que os primeiros desenvolvidos ocupavam grandes áreas e tinham um poder de processamento reduzido. Porém, a contínua

Leia mais

OPORTUNIDADES CWI: Analista de Sistemas Sênior

OPORTUNIDADES CWI: Analista de Sistemas Sênior OPORTUNIDADES CWI: Analista de Sistemas Sênior - Experiência em levantamento de requisitos. - Elaboração de especificação funcional. - Desejável conhecimento em logística e transporte. Analista de Testes

Leia mais

Índice de ilustrações

Índice de ilustrações Sumário 1Dez novos recursos do windows 8...2 1.1Interface Metro...2 1.2Internet Explorer 10...4 1.3Gerenciador de Tarefas...5 1.4Painel de Controle...5 1.5Interface Ribbon...6 1.6Menu Iniciar...7 1.7Windows

Leia mais

Desenvolvimento para Android Prá9ca 1. Prof. Markus Endler

Desenvolvimento para Android Prá9ca 1. Prof. Markus Endler Desenvolvimento para Android Prá9ca 1 Prof. Markus Endler Pré- requisitos Para desenvolver para plataforma Android, é necessário fazer o download e instalar: Android SDK Tools: necessário para gerenciamento

Leia mais