Uma introdução sobre WF Windows Workflow Foundation

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Uma introdução sobre WF Windows Workflow Foundation"

Transcrição

1 Uma introdução sobre WF Windows Workflow Foundation Waldemir Cambiucci Arquiteto de Soluções Microsoft Brasil twitter.com/wcamb blogs.msdn.com/wcamb 1

2 Agenda O que é o WF? Cenários recomendados de utilização Cenários não recomendados de utilização Integração WF+WCF Novidades do WF 4.0 Conclusões Publicação: Outubro/2009 2

3 Objetivos da Sessão Apresentar uma introdução sobre o WF Windows Workflow Foundation. Apresentar aspectos de integração entre WF e WCF Windows Communication Foundation. Apresentar alguns recursos do WF

4 O que é o WF? WF Windows Workflow Foundation é um framework de desenvolvimento do.net Framework, que permite a construção de workflows e máquinas de estado para a coordenação de atividades em aplicações diversas. Parte integrante do.net Framework desde a versão 3.0, o WF suporta uma série de cenários, controles de fluxo e máquinas de estado. 4

5 .NET Framework 3.5 SP1.NET Framework ADO.NET Entity Framework ADO.NET Data Services ASP.NET Dynamic Data ASP.NET Routing Principais recursos do.net Framework..NET Framework 3.5 REST AJAX LINQ RSS POX ATOM JSON +BCL.NET Framework 3.0 WCF WPF WF Card Space ADO.NET.NET Framework 2.0 CLR Web Services ASP.NET

6 O que é o WF? O que é um workflow? Um conjunto de atividades que coordena pessoas e/ou software, organizadas em alguma forma de fluxo de trabalho. Flowcharts Diagramas de estados 6

7 7 O que é o WF? Workflows executam dentro de um processo host: qualquer aplicação ou servidor Componentes Base Activity Library: atividades Out-of-box e base para customizações Runtime Engine: Gerenciamento de Workflow e estado de execução Runtime Services: Camada de comunicação e conectividade Visual Designer: módulo gráfico para construção e composição Desenvolvedores podem construir suas próprias Custom Activity Libraries Visual Designer Um Workflow Uma atividade Custom Activity Library Windows Workflow Foundation Base Activity Library Runtime Engine Runtime Services Host Process

8 O que é o WF? Workflow WF No Visual Studio, o WF é construido de forma visual 8

9 Benefícios Entre os principais benefícios do WF citamos: Ferramenta visual para a construção de workflows, processos e máquinas de estado; Suporte a uma série de atividades, controles de fluxo, laços, estruturas condicionais, escopo transacional, entre outros; Disponibilidade de inúmeros templates integrados ao Visual Studio 2008; Integração completa com interfaces de serviços em WCF Windows Communication Foundation; Suporte para diversos hospedeiros de processos, como IIS, Windows Service, Dublin, WAS, etc. 9

10 Cenários exemplo Veja um cenário genérico de uso de WCF, WF e WPF no.net Framework Camada de Apresentação (WPF) Camada de processos ou workflows (WF) Camada de serviços (WCF) Camada de Aplicações (LoB) 10

11 Cenários recomendados O WF é indicado para cenários de coordenação de atividades no escopo da aplicação ou no domínio da solução, suportando: escopo transacional long running workflow integração de serviços integração de máquinas de estado cenários de orquestração de web services exposição de web services como workflows 11

12 Cenários não recomendados O WF não é recomendado para cenários com: grande volume de transformação de mensagens; necessidade de integração de diversos adaptadores ou diferentes plataformas; presença de mecanismos de monitoração, inspeção de mensagens ou composição dinâmica de chamadas. Nesses casos, deve-se avaliar a necessidade de um núcleo EAI Enterprise Application Integration, como oferecido pelo BizTalk Server 2009, por exemplo. Para a composição de serviços dinâmicos, com patterns de roteamento, transformação e itinerário de mensagens, devemos avaliar um barramento de serviços (ESB). 12

13 Interoperabilidade na plataforma Microsoft Interop in the Cloud:.NET Services do Windows Azure Access Control Service Bus Federated Services Interop In the Box: BizTalk Server / BizTalk ESB Toolkit 2.0 LOB applications: B2B standards: Message buses: Heritage (IBM): Other formats: SAP Siebel Applications PeopleSoft Enterprise JD Edwards OneWorld JD Edwards Enterprise One XML EDI (EDIFACT, ANSI X12, HIPAA) AS2 SWIFT HL7 RosettaNet WebSphere MQ MSMQ/MSMQT TIBCO Rendezvous TIBCO Enterprise Message Service CICS, IMS 3270, APPC COBOL, RPG DB2, VSAM SQL Server SharePoint Oracle DBMS File, FTP HTTP, SOAP POP3/SMTP Interop in the Framework: WCF / WF Unified Protocols: Messaging & Metadata: Security, Reliability & Transactions: Web 2.0 ASMX WSE.NET Remoting COM+ MSMQ SOAP, WS-Addressing, MTOM WSDL, WS-MetadataExchange, WS-Policy WS-Security, WS-SecureConversation, WS-Trust WS-Reliable Messaging, WS-Coordination, WS-AtomicTransaction POX REST JSON RSS/ATOM 13

14 Anatomia de um serviço no WCF Bv Cliente Metadata Endpoint Serviço Bv C B A Mensagem A B C Bv Proxy A B C Bv Endpoint Address Binding Contract (Onde) (Como) (O quê) ServiceHost<T>() 14

15 Integração WCF+WF Com o.net 3.0, um workflow WF podia interagir com serviços apenas através de interfaces Web Services, ou seja, a integração com WCF não era nativa. Invocando um Web Service com os recursos do.net

16 Integração WCF+WF O.NET 3.5 trouxe novas funcionalidades e entre elas, uma maior facilidade para o consumo de serviços WCF a partir de fluxos de trabalho em WF. Para a exportação do worfklow como um serviço 16 Para o consumo de um serviço a partir do workflow

17 WCF + WF = Workflow Services Total suporte a diversos cenários de integração WCF+WF WCF Service WCF endpoint WF Workflow Client External Service WCF endpoint External Service 17

18 Integração WCF+WF Podemos consumir serviços WCF a partir de workflows em WF Serviço WCF A B C A B C Bv Bv Workflow WF 18

19 Integração WCF+WF Podemos expor workflows WF através de interfaces de serviços em WCF Bv Cliente WCF Bv C B A A B C Bv Workflow WF A B C Bv 19

20 Novidades do WF 4.0 WF declarativos Melhorias na Base Activity Library Atividades customizadas simplificadas Fluxo de dados Melhorias no Runtime/designer 20

21 Workflows Declarativos Visio DSL C# A definição do programa é somente dado Arquivo XML facilmente manipulável Possibilidade de várias ferramentas Armazenado em qualquer lugar arquivo, DB, nuvem, etc. Representação em vários formatos XAML, C#, Visio, DSL, etc. 21

22 Base Activity Library.NET 4.0 traz novas atividades, além de melhorias Flow Control Collection Outras Flowchart ForEach Parallel ParallelForEach DoWhile Pick AddToCollection RemoveFromCollection ExistsInCollection ClearCollection... Assign InvokeMethod Persist TryCatch CompensableActivity Interop... Microsoft está planejando disponibilizar novas atividades no CodePlex 22

23 Flow Chart Model Flowcharts é um meio termo entre o modelo sequencial e a máquina de estado Controle do fluxo de processamento com ifs, loops, etc Permite retornar o fluxo para atividades anteriores 23

24 Modelo de Programação Simplificado Maior facilidade para: Hospedar e rodar as instâncias dos workflows Gerenciar bookmarks Criar atividades customizadas Trafegar e armazenar dados 24

25 Criação de atividades customizadas Novo modelo de programação WorkflowElement Activity CodeActivity NativeActivity 25

26 WF 4.0 Data Flow Constructs Arguments Utilizado para definir o fluxo de dados das atividades; Cada um tem uma direção: input, output, ou input/output. Variables Armazenamento de dados dentro de uma atividade; Podem ter vários escopos dentro do workflow Expressions Funcionam como funções, recebem parâmetros, realizam alguma operação e retornam algum valor 26

27 27

28 Conclusões WF suporta diferentes cenários para workflows, máquinas de estado e orquestração de serviços e processos no domínio da aplicação. Podemos implementar regras de negócio e fluxos de tomada de decisão através de workflows em WF, com grande produtividade. Cenários baseados em EAI Enterprise Application Integration ou ESB Enterprise Service Bus podem compor workflows implementados em WF. Devemos avaliar as reais necessidades de interoperabilidade e composição de processos em nossas soluções. 28

29 Recursos WCF and WF Services in the.net Framework 4.0 and "Dublin" The Workflow Way: Understanding Windows Workflow Foundation A Developer's Introduction to Windows Workflow Foundation (WF4) in.net 4 Beta 1 A Developer s Introduction to Windows Communication Foundation (WCF).NET 4 Beta 1 29

30 Recursos (cont.) ArqBR.Groups ArqCasts no Channel9/Brasil ebook Arquitetura de Soluções Centro de Arquitetura MSDN 30

31 Microsoft Corporation. All rights reserved. Microsoft, Windows, Windows Vista and other product names are or may be registered trademarks and/or trademarks in the U.S. and/or other countries. The information herein is for informational purposes only and represents the current view of Microsoft Corporation as of the date of this presentation. Because Microsoft must respond to changing market conditions, it should not be interpreted to be a commitment on the part of Microsoft, and Microsoft cannot guarantee the accuracy of any information provided after the date of this presentation. MICROSOFT MAKES NO WARRANTIES, EXPRESS, IMPLIED OR STATUTORY, AS TO THE INFORMATION IN THIS PRESENTATION.

Uma introdução sobre Frameworks de Desenvolvimento

Uma introdução sobre Frameworks de Desenvolvimento Uma introdução sobre Frameworks de Desenvolvimento Waldemir Cambiucci Arquiteto de Soluções Microsoft Brasil twitter.com/wcamb ogs.msdn.com/wcamb 1 Agenda Ferramentas de produtividade Questões sobre frameworks

Leia mais

Seja Bem-Vindo. Sharepoint 2007 para Desenvolvedores. Inicio: 19:00 Termino: 22:00

Seja Bem-Vindo. Sharepoint 2007 para Desenvolvedores. Inicio: 19:00 Termino: 22:00 Seja Bem-Vindo Sharepoint 2007 para Desenvolvedores Inicio: 19:00 Termino: 22:00 Intervalo: 15 minutos Marcelo Sincic Consultor / Instrutor msincic@uol.com.br Microsoft como CPLS - Certified Partner Learning

Leia mais

Seminário Tecnológico Microsoft Biztalk Server

Seminário Tecnológico Microsoft Biztalk Server Seminário Tecnológico Microsoft Biztalk Server 30 de Outubro José Grilo (jose.grilo@microsoft.com) 1 Agenda 2 9:15 Biztalk: Integração Simplificada Orador: Rui Pereira, Microsoft 10:30 O Potencial da Interoperabilidade

Leia mais

Grupo de Arquitetos Microsoft Brasil

Grupo de Arquitetos Microsoft Brasil Grupo de Arquitetos Microsoft Brasil Luciano Condé Markus Christen Otávio Pecego Coelho Waldemir Cambiucci Azure Academy Markus Christen Arquiteto de Infra-Estrutura Microsoft Brasil http://blogs.technet.com/markus

Leia mais

Grupo de Arquitetos Microsoft Brasil

Grupo de Arquitetos Microsoft Brasil Grupo de Arquitetos Microsoft Brasil Luciano Condé Markus Christen Otávio Pecego Coelho Waldemir Cambiucci Azure Academy Waldemir Cambiucci Arquiteto de Soluções Microsoft Brasil http://blogs.msdn.com/wcamb

Leia mais

Uma nova luz na web com Microsoft Silverlight. Leonardo Sobral sobral@eng.com.br Consultor de Tecnologia

Uma nova luz na web com Microsoft Silverlight. Leonardo Sobral sobral@eng.com.br Consultor de Tecnologia Uma nova luz na web com Microsoft Silverlight Leonardo Sobral sobral@eng.com.br Consultor de Tecnologia Links Silverlight 4 runtime http://silverlight.net/getstarted/silverlight4/default.aspx Silverlight

Leia mais

Grupo de Arquitetos Microsoft Brasil

Grupo de Arquitetos Microsoft Brasil Grupo de Arquitetos Microsoft Brasil Luciano Condé Markus Christen Otávio Pecego Coelho Waldemir Cambiucci Azure Academy Waldemir Cambiucci Arquiteto de Soluções Microsoft Brasil http://blogs.msdn.com/wcamb

Leia mais

Seja Bem-Vindo. System Center Family. Inicio: 09:00 Termino: 12:00

Seja Bem-Vindo. System Center Family. Inicio: 09:00 Termino: 12:00 Seja Bem-Vindo System Center Family Inicio: 09:00 Termino: 12:00 Intervalo: 15 minutos Marcelo Sincic Consultor / Instrutor msincic@uol.com.br blog: http://www.marcelosincic.eti.br Microsoft como CPLS

Leia mais

Grupo de Arquitetos Microsoft Brasil

Grupo de Arquitetos Microsoft Brasil Grupo de Arquitetos Microsoft Brasil Luciano Condé Markus Christen Otavio Pecego Coelho Waldemir Cambiucci Azure Academy Otavio Pecego Coelho Arquiteto de Soluções Microsoft Brasil http://blogs.msdn.com/otavio

Leia mais

Performance Disponibilidade Segurança Gerenciável. On client Partner-hosted Microsoft-hosted

Performance Disponibilidade Segurança Gerenciável. On client Partner-hosted Microsoft-hosted Compreensivo Flexível Global Performance Disponibilidade Segurança Gerenciável Coordinação Consolidação Transformação Sincronização Armazenamento e Pesquisa Federation Composição Monitoriamento Análise

Leia mais

Alcance Adapte-se a mundança. Nome, Título

Alcance Adapte-se a mundança. Nome, Título Alcance Adapte-se a mundança Nome, Título Foco no Consumidor Conectada Modernização Força de Trabalho Entusiastas Visionários Pragmáticos Conservadores Séticos Diferenciação Start-ups e CSVs Corporações

Leia mais

Uma introdução sobre MDD Model Driven Design e projeto Oslo

Uma introdução sobre MDD Model Driven Design e projeto Oslo Uma introdução sobre MDD Model Driven Design e projeto Oslo Waldemir Cambiucci Arquiteto de Soluções Microsoft Brasil twitter.com/wcamb blogs.msdn.com/wcamb 1 Agenda Modelos e Linguagens Projeto Oslo Linguagem

Leia mais

Centro de Inovação Microsoft-PUCRS

Centro de Inovação Microsoft-PUCRS Centro de Inovação Microsoft-PUCRS O Centro de Inovação Microsoft-PUCRS Coord. Geral: Prof. Bernardo Copstein (FACIN) Coord. Negócios: Profa. Ionara Rech (FACE) Localização: prédio 96b, Tecnopuc O Centro

Leia mais

Patrocinadores. Agenda. Introdução ao BizTalk Server 2006. CTS01 O que há de novo no BizTalk Server 2006? Perspectiva Histórica

Patrocinadores. Agenda. Introdução ao BizTalk Server 2006. CTS01 O que há de novo no BizTalk Server 2006? Perspectiva Histórica Microsoft TechDays 2005 Aprender, Partilhar, Experimentar CTS01 O que há de novo no BizTalk Server 2006? Patrocinadores Agenda CTS01 is RATED: NO CODE Introdução ao BizTalk Server 2006 Perspectiva histórica

Leia mais

Uma nova luz na web com Microsoft Silverlight

Uma nova luz na web com Microsoft Silverlight Uma nova luz na web com Microsoft Silverlight A ENG DTP & Multimídia SP, PR e DF Desde 1983 Desde 2004 Desde 2007 A ENG DTP & Multimídia Evolução Tecnológica 1993 Director & Authorware 1995 Photoshop e

Leia mais

Microsoft S+S Day Data: 09 de dezembro de 2008

Microsoft S+S Day Data: 09 de dezembro de 2008 Microsoft S+S Day Data: 09 de dezembro de 2008 Otavio Pecego Coelho Arquiteto de Soluções Microsoft Brasil http://blogs.msdn.com/otavio Expandir para nova localidade Upgrade ao vivo de novas funcionalidades

Leia mais

Microsoft Software + Serviços

Microsoft Software + Serviços 9 de Março de 2010 Microsoft Software + Serviços O Poder de Escolha Nas Instalações (On-Premise) Controlo e propriedade Capacidades estratégicas Integração avançada Alojado por Parceiros (Hosting) TI em

Leia mais

NetApp Visão Geral Alguns Desafios de uma Infraestrutura em Nuvem Integração com o System Center 2012

NetApp Visão Geral Alguns Desafios de uma Infraestrutura em Nuvem Integração com o System Center 2012 Agenda NetApp Visão Geral Alguns Desafios de uma Infraestrutura em Nuvem Integração com o System Center 2012 Monitoramento, Relatórios e Recomendações Pronto para sua Nuvem: System Center Orchestrator

Leia mais

Café com Target. Andrea Leal APS MKT Manager Março, 2009 advertising.microsoft.com/brasil

Café com Target. Andrea Leal APS MKT Manager Março, 2009 advertising.microsoft.com/brasil Café com Target Andrea Leal APS MKT Manager Março, 2009 advertising.microsoft.com/brasil BOM DIA! Mapa de Navegação do Dia 09h00 Café da Manhã 09h30 Abertura 09h35 QUE *($^*#)@(*$ EU ESTOU FAZENDO AQUI?

Leia mais

Produzindo Valor com Gerenciamento do Ciclo de Vida de Aplicativos Delivering Value with Application Lifecycle Management (ALM)

Produzindo Valor com Gerenciamento do Ciclo de Vida de Aplicativos Delivering Value with Application Lifecycle Management (ALM) Produzindo Valor com Gerenciamento do Ciclo de Vida de Aplicativos Delivering Value with Application Lifecycle Management (ALM) Clementino de Mendonça Senior Development Consultant Microsoft Services O

Leia mais

Software as a Service (SaaS)

Software as a Service (SaaS) Software as a Service (SaaS) Estratégias para acessar mais usuários Otavio Pecego Coelho Arquiteto Soluções DPE Microsoft Brasil otavioc@microsoft.com Agenda Introdução ao tema Software as a Service (SaaS)

Leia mais

Bernardo Patrão Technical Manager Critical Software

Bernardo Patrão Technical Manager Critical Software Bernardo Patrão Technical Manager Critical Software 10 Dezembro 2009 Instituto de Estudos Superiores Militares A problemática da protecção de informação crítica A Segurança nas Organizações Ameaças Modelo

Leia mais

IBM WebSphere Message Broker e Microsoft.NET em Soluções de Mercado de Médio Porte Guia da Solução IBM Redbooks

IBM WebSphere Message Broker e Microsoft.NET em Soluções de Mercado de Médio Porte Guia da Solução IBM Redbooks IBM WebSphere Message Broker e Microsoft.NET em Soluções de Mercado de Médio Porte Guia da Solução IBM Redbooks IBM WebSphere Message Broker é um barramento de serviço corporativo (ESB) avançado e leve

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE AULA 1

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE AULA 1 DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE AULA 1 CAMPUS SANTO ANDRÉ CELSO CANDIDO SEMESTRE 2014 1 Características da Plataforma.NET A plataforma.net Framework 4.0 (.NET 4.0) é uma plataforma de softwares que fornece

Leia mais

Marcelo Sincic Consultor e instrutor msincic@green.com.br

Marcelo Sincic Consultor e instrutor msincic@green.com.br Marcelo Sincic Consultor e instrutor msincic@green.com.br Marcelo Sincic Consultor / Instrutor msincic@uol.com.br blog: http://www.marcelosincic.eti.br Marcelo Sincic Consultor e instrutor msincic@green.com.br

Leia mais

O poder da cobertura das consultas (Cover Indexes) Estratégias de indexação apropriadas (AND, OR, joins, agregações)

O poder da cobertura das consultas (Cover Indexes) Estratégias de indexação apropriadas (AND, OR, joins, agregações) São Paulo 05 07 Dezembro DAT303 Pré-requisitos (detabe sobre índices cluster) O poder da cobertura das consultas (Cover Indexes) Estratégias de indexação apropriadas (AND, OR, joins, agregações) Outras

Leia mais

Microsoft.NET. Desenvolvimento Baseado em Componentes

Microsoft.NET. Desenvolvimento Baseado em Componentes Microsoft.NET Lirisnei Gomes de Sousa lirisnei@hotmail.com Jair C Leite jair@dimap.ufrn.br Desenvolvimento Baseado em Componentes Resolução de problemas específicos, mas que podem ser re-utilizados em

Leia mais

Uma ( pequena ) volta pelo.net Framework 4. Diego Rodrigo Neufert Coordenador de Sistemas Logísticos ALL América Latina Logística

Uma ( pequena ) volta pelo.net Framework 4. Diego Rodrigo Neufert Coordenador de Sistemas Logísticos ALL América Latina Logística Uma ( pequena ) volta pelo.net Framework 4 Diego Rodrigo Neufert Coordenador de Sistemas Logísticos ALL América Latina Logística Novidades Visual Studio 2010 Funcionalidades Visual Studio Compelto Ultimate

Leia mais

Encontro de Arquitetos Belo Horizonte

Encontro de Arquitetos Belo Horizonte Encontro de Arquitetos Belo Horizonte Data: 10 de Novembro de 2009 Agenda Sessão 1: Arquitetura Web na plataforma Microsoft Conceitos e Tendências Waldemir Cambiucci - Arquiteto de Soluções Hora: 14:30

Leia mais

Fundament n os s da platafo f rm r a. NE N T André Menegassi

Fundament n os s da platafo f rm r a. NE N T André Menegassi Fundamentos da plataforma.net André Menegassi O que é o.net Framework?.NET é uma plataforma de software para desenvolvimento de aplicações que conecta informações, sistemas, pessoas e dispositivos através

Leia mais

Nova geração de certificações Microsoft: SQL Server 2005/2008 Visual Studio 2008/2010

Nova geração de certificações Microsoft: SQL Server 2005/2008 Visual Studio 2008/2010 Nova geração de certificações Microsoft: SQL Server 2005/2008 Visual Studio 2008/2010 Alexandre Lopes MCDBA MCSE MCTS MCITP MCT alopes@sqlserverday.com.br http://alopes.sqlserverday.com.br Agnaldo Diogo

Leia mais

Computação Orientada aos Serviços. WF (parte 1) Semestre de Inverno 12/13

Computação Orientada aos Serviços. WF (parte 1) Semestre de Inverno 12/13 Computação Orientada aos Serviços WF (parte 1) Semestre de Inverno 12/13 Workflow No desenvolvimento de software, o principal objectivo é resolver problemas reais de negócio. Normalmente parte-se a resolução

Leia mais

Rogério Molina Consultor e instrutor rogeriomolina@green.com.br

Rogério Molina Consultor e instrutor rogeriomolina@green.com.br Rogério Molina Consultor e instrutor rogeriomolina@green.com.br Parte 1 Instalação e Configuração Quais opções são possíveis Requisitos para instalação Demo de upgrade Considerações para migração Demo

Leia mais

Observe que estas edições também vêm com o free Azure time (Capítulo 16).

Observe que estas edições também vêm com o free Azure time (Capítulo 16). CAPÍTULO 1 Capítulo 1 n Introdução n n n Introdução Esta é uma época interessante para ser um desenvolvedor.net, e o Visual Studio 2010 (VS2010) e o framework.net 4.0 trouxeram um número impressionante

Leia mais

Principais características

Principais características .Net Framework O que é.net? Proprietário da Microsoft Versão simplificada para Linux Versão compacta para dispositivos móveis Plataforma de desenvolvimento e execução Interface com usuário, conectividade

Leia mais

Microsoft TechDays 2007 - Lisboa

Microsoft TechDays 2007 - Lisboa INT002 Novidades no... João jota Martins jota@create.pt CTO, create it Patrocinadores Agenda Enquadramento Novidades BizTalk Server e a.net Framework Quando? This presentation is for informational purposes

Leia mais

19/05/2009. Módulo 1

19/05/2009. Módulo 1 ASP.NET Módulo 1 Objetivo Mostrar os conceitos fundamentais da plataforma Microsoft.Net e suas ferramentas; Apresentar os conceitos fundamentais de aplicações web e seus elementos; Demonstrar de forma

Leia mais

Informática para Gestão de Negócios Linguagem de Programação III. Prof. Me. Henrique Dezani dezani@fatecriopreto.edu.br. Agenda

Informática para Gestão de Negócios Linguagem de Programação III. Prof. Me. Henrique Dezani dezani@fatecriopreto.edu.br. Agenda Informática para Gestão de Negócios Linguagem de Programação III Prof. Me. Henrique Dezani dezani@fatecriopreto.edu.br Professor Apresentação Agenda Ementa, Objetivo, Conteúdo Programático, Bibliografia,

Leia mais

Abstraindo as Camadas de SOA & Aplicações Compostas

Abstraindo as Camadas de SOA & Aplicações Compostas Abstraindo as Camadas de SOA & Aplicações Compostas Serviço Service Requisitante Consumer Service Serviço Provider Provedor consumidores processos business e processes negócios Coreografia process choreography

Leia mais

Novas Tecnologias Microsoft. http://formacao.rumos.pt/

Novas Tecnologias Microsoft. http://formacao.rumos.pt/ Novas Tecnologias Microsoft http://formacao.rumos.pt/ Rich Internet Applications (RIA) Carlos Lima carlos.lima@rumos.pt Agenda Objectivos da sessão O que é uma RIA O que é o Silverlight Software necessário

Leia mais

Integração Orientada a Serviços

Integração Orientada a Serviços Integração Orientada a Serviços Porto Alegre, Agosto de 2006 Agenda Sobre a e-core SOA O que é? Web Services x SOA Principal Motivação - Integração SOI ESB BPEL JBI ServiceMix Solução Proposta A Empresa

Leia mais

Windows Azure. Uma plataforma para Cloud Computing. I Innovation Day Curitiba 2010. Waldemir Cambiucci Arquiteto de Soluções Microsoft Brasil

Windows Azure. Uma plataforma para Cloud Computing. I Innovation Day Curitiba 2010. Waldemir Cambiucci Arquiteto de Soluções Microsoft Brasil I Innovation Day Curitiba 2010 Windows Azure Uma plataforma para Cloud Computing http://blogs.msdn.com/wcamb/ http://twitter.com/wcamb/ Waldemir Cambiucci Arquiteto de Soluções Microsoft Brasil 27 de Março

Leia mais

3 Serviços na Web (Web services)

3 Serviços na Web (Web services) 3 Serviços na Web (Web services) 3.1. Visão Geral Com base na definição do Word Wide Web Consortium (W3C), web services são aplicações autocontidas, que possuem interface baseadas em XML e que descrevem

Leia mais

Porto Editora acentua ganhos de produtividade e eficiência com investimento em tecnologia Microsoft

Porto Editora acentua ganhos de produtividade e eficiência com investimento em tecnologia Microsoft Microsoft Exchange Server 2007 Caso de Estudo Microsoft Porto Editora Porto Editora acentua ganhos de produtividade e eficiência com investimento em tecnologia Microsoft Sumário País Portugal Sector Cultura

Leia mais

Apresentando o.net Framwork

Apresentando o.net Framwork Disciplina: Programação Web AULA 01 Apresentando o.net Framwork Edmilson Campos, Prof. MsC. http://edmilsoncampos.net edmilson.campos@ifrn.edu.br 2 3 »»»» 4 Code C# VB.NET J# Others Compiler Common Language

Leia mais

Miguel Teixeira miguel.teixeira@microsoft.com Unified Communications Solutions-Product Manager Microsoft Portugal

Miguel Teixeira miguel.teixeira@microsoft.com Unified Communications Solutions-Product Manager Microsoft Portugal Miguel Teixeira miguel.teixeira@microsoft.com Unified Communications Solutions-Product Manager Microsoft Portugal Trabalhar em conjunto em tempo real Manter equipas globais sincronizadas Partilhar informação

Leia mais

Web Services. Tópicos. Motivação. Tecnologias Web Service. Passo a passo Business Web Conclusão. Integração de aplicações SOAP, WSDL, UDDI, WSFL

Web Services. Tópicos. Motivação. Tecnologias Web Service. Passo a passo Business Web Conclusão. Integração de aplicações SOAP, WSDL, UDDI, WSFL Web Services Antonio Dirceu adrvf@cin.ufpe.br Tópicos Motivação Integração de aplicações Tecnologias Web Service SOAP, WSDL, UDDI, WSFL Passo a passo Business Web Conclusão Motivação Integração de Aplicações

Leia mais

INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES UTILIZANDO WEB SERVICE. Kellen Kristine Perazzoli 1, Manassés Ribeiro 2 RESUMO

INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES UTILIZANDO WEB SERVICE. Kellen Kristine Perazzoli 1, Manassés Ribeiro 2 RESUMO INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES UTILIZANDO WEB SERVICE Kellen Kristine Perazzoli, Manassés Ribeiro RESUMO O grande avanço tecnológico vivenciado nos últimos anos, os web services vem sendo utilizados trazendo

Leia mais

Arquiteturas Orientadas a Serviços ESB. Enterprise Service Bus. Prof. Ricardo J. Rabelo DAS5316 Integração de Sistemas Corporativos

Arquiteturas Orientadas a Serviços ESB. Enterprise Service Bus. Prof. Ricardo J. Rabelo DAS5316 Integração de Sistemas Corporativos ESB Enterprise Service Bus Prof. Ricardo J. Rabelo DAS5316 Integração de Sistemas Corporativos Resumo Introdução Definição Problemas atuais e Vantagens Evolução do ESB ESB versus EAI, MOM, Workfow, SOA

Leia mais

Eliminando Fronteiras: Aumente a Produtividade com Soluções de Mobilidade Symantec Arthur Cesar Oreana

Eliminando Fronteiras: Aumente a Produtividade com Soluções de Mobilidade Symantec Arthur Cesar Oreana Eliminando Fronteiras: Aumente a Produtividade com Soluções de Mobilidade Symantec Arthur Cesar Oreana Senior Systems Engineer 1 SYMANTEC VISION 2013 2 SYMANTEC VISION 2013 3 Valor da conectividade Era

Leia mais

Conecte-se THE AGILE BUSINESS. conectando pessoas informações dispositivos

Conecte-se THE AGILE BUSINESS. conectando pessoas informações dispositivos Conecte-se THE AGILE BUSINESS conectando pessoas informações dispositivos Operacionalizando e Otimizando Intersecções Intra e Extra Organizacionais Bruno Nowak Soluções para Manufatura Agenda Tendências

Leia mais

GSA2013 THE GREAT SHAREPOINT ADVENTURE 2013

GSA2013 THE GREAT SHAREPOINT ADVENTURE 2013 Missões Impossíveis em Desenvolvimento de Software. GSA2013 THE GREAT SHAREPOINT ADVENTURE 2013 Este curso de 5 dias explora as oportunidades de desenvolvimento com o SharePoint Server 2013 da Microsoft.

Leia mais

Arquitetura Orientada a Serviços (SOA) Copyright e-core LTDA, 2010. Todos os direitos reservados.

Arquitetura Orientada a Serviços (SOA) Copyright e-core LTDA, 2010. Todos os direitos reservados. Arquitetura Orientada a Serviços (SOA) Visão Geral e-coree Estabelecida em 1999 Escritórios rios no Brasil e EUA Aproximadamente 100 profissionais Atua em prestação de serviços offshore desde 2004 Roteiro

Leia mais

PROGRAMA DE MBA em Gestão e Engenharia do Produto. O Produto Internet e suas Aplicações

PROGRAMA DE MBA em Gestão e Engenharia do Produto. O Produto Internet e suas Aplicações Universidade de São Paulo Escola Politécnica Programa de Educação Continuada em Engenharia PROGRAMA DE MBA em Gestão e Engenharia do Produto O Produto Internet e suas Aplicações Tecnologias de Informação

Leia mais

Formação em Tecnologias de Informação

Formação em Tecnologias de Informação Formação em Tecnologias de Informação Índice Índice 2 Apresentação 3 Empresa 4 Metodologia 5 Vantagens Empresa 6 Formação 7 Oferta formativa Microinformática 8 Informática Técnica 9 Curriculum Oficial

Leia mais

Formação ASP.NET MVC com C#

Formação ASP.NET MVC com C# Comece a desenvolver sistemas para Web e Desktop com a linguagem de programação mais utilizada entre as equipes de alta performance. Carga-horária: 80h O que você aprenderá na formação ASP.NET MVC com

Leia mais

Implementando soluções com o SharePoint 2007, Windows Workflow Foundation e InfoPath 2007 (e pouca codificação) Adriano Gomes Microsoft Brasil

Implementando soluções com o SharePoint 2007, Windows Workflow Foundation e InfoPath 2007 (e pouca codificação) Adriano Gomes Microsoft Brasil Implementando soluções com o SharePoint 2007, Windows Workflow Foundation e InfoPath 2007 (e pouca codificação) Adriano Gomes Microsoft Brasil 01. 02. 03. 04. Infopath Infopath Mais Integrado Workflow

Leia mais

Roadmap e Arquitetura SOA

Roadmap e Arquitetura SOA Roadmap e Arquitetura SOA São Paulo, Setembro de 2006 0000 2006 Accenture Todos os direitos reservados. Accenture, seu logotipo e Accenture Resultado Alta Performance são marcas registradas da Accenture.

Leia mais

Nova Geração de Recursos de Rede no Windows Vista

Nova Geração de Recursos de Rede no Windows Vista Nova Geração de Recursos de Rede no Windows Vista Yuri Diogenes (MCTS Windows Vista, MCITP, MCSE+Security, Security+, Network+, CCNP) Support Engineer Microsoft Corporation http://blogs.technet.com/latam

Leia mais

SGBDs Móveis. Sumário 12/06/11. Emmanuel Férrer & Gabriela Fernanda. Introdução. Desafios do armazenamento. SQL Anywhere Studio.

SGBDs Móveis. Sumário 12/06/11. Emmanuel Férrer & Gabriela Fernanda. Introdução. Desafios do armazenamento. SQL Anywhere Studio. SGBDs Móveis Emmanuel Férrer & Gabriela Fernanda Introdução Sumário Desafios do armazenamento SQL Anywhere Studio DB2 Everyplace Microsoft SQL Server Oracle9I Lite Aplicações Móveis Referências 1 Introdução

Leia mais

Computação Orientada aos Serviços. WCF Semestre de Inverno 11/12 (Parte 1)

Computação Orientada aos Serviços. WCF Semestre de Inverno 11/12 (Parte 1) Computação Orientada aos Serviços WCF Semestre de Inverno 11/12 (Parte 1) WCF O Windows Communication Foundation (WCF) é uma application programming interface (API) na.net Framework para construir aplicações

Leia mais

Microsoft Services Provider License Program

Microsoft Services Provider License Program Microsoft Services Provider License Program Agenda Programa SPLA Service Provider License Agreement O que é um Fornecedor de Serviços? O que são Serviços de Software? O que é o SPLA? O SPLA é a oferta

Leia mais

Aplicativo de referência em tecnologias Microsoft

Aplicativo de referência em tecnologias Microsoft Aplicativo de referência em tecnologias Microsoft André Luis Voltolini Sousa Prof. Everaldo Artur Grahl- Orientador Roteiro Introdução Objetivos Fundamentação teórica Especificação Implementação Operacionalidade

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 14 SOA e ESB Service-Oriented

Leia mais

Arquitetura do Aplicativo CICS Transaction Server Guia da Solução IBM Redbooks

Arquitetura do Aplicativo CICS Transaction Server Guia da Solução IBM Redbooks Arquitetura do Aplicativo CICS Transaction Server Guia da Solução IBM Redbooks O IBM CICS Transaction Server é um servidor de transações que acima de tudo é executado em mainframes IBM System z no IBM

Leia mais

Melhorias na IDE do Visual Studio 2010

Melhorias na IDE do Visual Studio 2010 Tecnologias Visual Studio 2010, ASP.NET 4, Silverlight 4, Entity Framework 4, WPF, Diagramas, Arquitetura, Cloud Computing Sumário Neste artigo vou mostrar as melhores justificativas para se adotar o Visual

Leia mais

Arquitetura Orientada a Serviço

Arquitetura Orientada a Serviço Arquitetura Orientada a Fabio Perez Marzullo IEEE Body of Knowledge on Services Computing Sponsored by Technical Committee on Services Computing, IEEE Computer Society 1 SOA e Web Services SOA é um modelo

Leia mais

Fase 1: Engenharia de Produto

Fase 1: Engenharia de Produto Fase 1: Engenharia de Produto Disciplina: Análise de Requisitos DURAÇÃO: 44 h O objetivo principal da disciplina é realizar uma análise das necessidades e produzir um escopo do produto. Representará os

Leia mais

Apresentando Sonic V7.0

Apresentando Sonic V7.0 Apresentando Sonic V7.0 A próxima geração do ESB Renato L. Rissardi System Engineer Agenda Apresentando Sonic v7.0 Novas Ferramentas de desenvolvimento Web Services Avançados Demo Resumo Q & A 2 Progress

Leia mais

Computação Orientada aos Serviços. WF (parte 1) Semestre de Inverno 13/14

Computação Orientada aos Serviços. WF (parte 1) Semestre de Inverno 13/14 Computação Orientada aos Serviços WF (parte 1) Semestre de Inverno 13/14 Workflow No desenvolvimento de software, o principal objetivo é resolver problemas reais de negócio. Normalmente parte-se a resolução

Leia mais

Arquitecturas de Serviços Internet Service Bus

Arquitecturas de Serviços Internet Service Bus Arquitecturas de Serviços Internet Service Bus João Pedro Martins jota@create.pt http://blogit.create.pt/blogs/joaomartins http://www.arquitecturadesoftware.org/blogs/joaomartins Agenda S de Serviço Serviços,

Leia mais

PLANEJAMENTO DO DESENVOLVIMENTO E INTEGRAÇÕES

PLANEJAMENTO DO DESENVOLVIMENTO E INTEGRAÇÕES Anexo II C Extranet Social PLANEJAMENTO DO DESENVOLVIMENTO E INTEGRAÇÕES Página 1 de 15 Tudo que for diferente do que foi citado nesse documento deverá ser aprovado pela área de tecnologia do SESC. As

Leia mais

A Coexistência do SAP e SharePoint. Crise de Informação ou Solução dos Negócios?

A Coexistência do SAP e SharePoint. Crise de Informação ou Solução dos Negócios? A Coexistência do SAP e SharePoint Crise de Informação ou Solução dos Negócios? Junho de 2012 Contents SharePoint: A Crise da Informação... 1 Os usos mais comuns do SharePoint... 1 Relatórios e Business

Leia mais

Mitos Desfeitos sobre Prevenção a Perda de Dados

Mitos Desfeitos sobre Prevenção a Perda de Dados Mitos Desfeitos sobre Prevenção a Perda de Dados Vladimir Amarante Principal Systems Engineer CISSP IR B06 - DLP Myths Debunked 1 Mitos sobre Data Loss Prevention Mito #1: Mito #2: Mito #3: Mito #4: Mito

Leia mais

IBM WebSphere Business Monitor

IBM WebSphere Business Monitor Obtenha visibilidade em tempo real do desempenho dos processos de negócios IBM WebSphere Business Monitor Fornece aos usuários de negócios uma visão abrangente e em tempo real do desempenho dos processos

Leia mais

INT-9: Implementing ESB Processes with OpenEdge and Sonic David Cleary

INT-9: Implementing ESB Processes with OpenEdge and Sonic David Cleary Implementando Processos ESB com OpenEdge e Sonic Paulo Costa Global Field Services Agenda Desenvolvendo Processos de Negócio Visão geral da tecnologia Desenvolvendo um processo de negócio do início ao

Leia mais

Juliano Sulzbach. Consultor de Vendas Oracle Regional Sul

Juliano Sulzbach. Consultor de Vendas Oracle Regional Sul Juliano Sulzbach Consultor de Vendas Oracle Regional Sul GUO-RS Oracle BPEL Process Manager Agenda Introdução Oracle BPEL Process Manager Rápida revisão Demonstrações Agenda Introdução Oracle BPEL Process

Leia mais

Protótipo de um sistema para licenciamento de aplicativos Microsoft.NET baseado em assinatura digital XML

Protótipo de um sistema para licenciamento de aplicativos Microsoft.NET baseado em assinatura digital XML Protótipo de um sistema para licenciamento de aplicativos Microsoft.NET baseado em assinatura digital XML Acadêmico: Leonardo Chagas D Ippolito Orientador: Prof. Marcel Hugo Blumenau, Dezembro de 2004

Leia mais

DevOps. Carlos Eduardo Buzeto (@_buzeto) IT Specialist IBM Software, Rational Agosto 2013. Accelerating Product and Service Innovation

DevOps. Carlos Eduardo Buzeto (@_buzeto) IT Specialist IBM Software, Rational Agosto 2013. Accelerating Product and Service Innovation DevOps Carlos Eduardo Buzeto (@_buzeto) IT Specialist IBM Software, Rational Agosto 2013 1 O desenvolvedor O mundo mágico de operações Como o desenvolvedor vê operações Como operações vê uma nova release

Leia mais

Como acompanhar a evolução dos aplicativos? Console >> Desktop >> Web >> Mobile >> Cloud. Como aproveitar o melhor de cada programador?

Como acompanhar a evolução dos aplicativos? Console >> Desktop >> Web >> Mobile >> Cloud. Como aproveitar o melhor de cada programador? Como acompanhar a evolução dos aplicativos? Console >> Desktop >> Web >> Mobile >> Cloud Como aproveitar o melhor de cada programador? Clientes querem tudo pra ontem. Como atender essa necessidade? Microsoft.NET

Leia mais

4 Solução Proposta. 4.1 Escopo Proposto

4 Solução Proposta. 4.1 Escopo Proposto 30 4 Solução Proposta 4.1 Escopo Proposto Neste trabalho propomos um arcabouço genérico que permite implementar leques de serviços baseados na Simulação de Monte Carlo, utilizando o ambiente de computação

Leia mais

Desenvolvendo aplicações

Desenvolvendo aplicações Desenvolvendo aplicações Sobre Adriano Bertucci Email: adriano@bertucci.com.br Twitter: @adrianobertucci Técnico: www.bertucci.com.br Consultoria e Serviços: www.fcamara.com.br Agenda Software + Serviços

Leia mais

Solução Symantec de Gerenciamento de Armazenamento e Proteção de Dados Ministério Rodrigo Pinheiro

Solução Symantec de Gerenciamento de Armazenamento e Proteção de Dados Ministério Rodrigo Pinheiro Solução Symantec de Gerenciamento de Armazenamento e Proteção de Dados Ministério Rodrigo Pinheiro Gerente Regional - DF 1 Agenda 1 Contratação 2 Desafios 3 Solução 4 Resultados 2 Contratação - Proteção

Leia mais

DATA: 06/05/2015 AUDITÓRIO: ESTRATÉGIA E GESTÃO TEMA: INFORMAÇÕES NÃO FALTAM: O QUE FAZER COM ELAS? PALESTRANTE: FERNANDO LEMOS

DATA: 06/05/2015 AUDITÓRIO: ESTRATÉGIA E GESTÃO TEMA: INFORMAÇÕES NÃO FALTAM: O QUE FAZER COM ELAS? PALESTRANTE: FERNANDO LEMOS DATA: 06/05/2015 AUDITÓRIO: ESTRATÉGIA E GESTÃO TEMA: INFORMAÇÕES NÃO FALTAM: O QUE FAZER COM ELAS? PALESTRANTE: FERNANDO LEMOS Copyright 2014 Oracle and/or its affiliates. All rights reserved. Inovando

Leia mais

Dicas e truques do Oracle WebLogic Server para a proteção de seu ambiente

Dicas e truques do Oracle WebLogic Server para a proteção de seu ambiente Dicas e truques do Oracle WebLogic Server para a proteção de seu ambiente Fernando Ribeiro Principal Sales Consultant Systems Safe Harbor Statement The following is intended to outline our general product

Leia mais

A Importância de gerir ficheiros nas Organizações

A Importância de gerir ficheiros nas Organizações A Importância de gerir ficheiros nas Organizações Transferência de Ficheiros: Porquê? É um suporte acessível para transferência de informação entre aplicações e entre sistemas heterogéneos Possibilita

Leia mais

SINS: um Ambiente para Geração de Aplicações baseadas em Serviços

SINS: um Ambiente para Geração de Aplicações baseadas em Serviços SINS: um Ambiente para Geração de Aplicações baseadas em Serviços Sérgio Larentis Júnior, Jorge Luis Victória Barbosa, Sérgio Crespo Coelho da Silva Pinto, Andrêsa Vargas Larentis Programa Interdisciplinar

Leia mais

Plataforma de Aplicações e Web

Plataforma de Aplicações e Web Plataforma de Aplicações e Web Sobre o documento ESTE DOCUMENTO NÃO É UMA ESPECIFICAÇÃO DE PRODUTO. Este documento suporta a versão Beta 3 do Windows Server Longhorn. As informações contidas no mesmo representam

Leia mais

Desafios das Empresas. Maior Lucratividade

Desafios das Empresas. Maior Lucratividade Disclaimer 2013 Microsoft Corporation. All rights reserved. Microsoft, Windows, Windows Vista and other product names are or may be registered trademarks and/or trademarks in the U.S. and/or other countries.

Leia mais

12/7/2007. Realizar uma consulta em um banco de dados? Renomear todos os arquivos com extensão.htm para a extensão.html?

12/7/2007. Realizar uma consulta em um banco de dados? Renomear todos os arquivos com extensão.htm para a extensão.html? São Paulo 05 07 Dezembro DEV301 Entender o que são DSLs (linguagens de domínio específico) Compreensão do conceito de modelagem visual Assimilar o suporte ferramental do VS para a criação de DSLs Criar

Leia mais

OPORTUNIDADES CWI: Principais atividades: - Análise e desenvolvimento de sites Cross-plataform (IE/Firefox/Chrome/Safari).

OPORTUNIDADES CWI: Principais atividades: - Análise e desenvolvimento de sites Cross-plataform (IE/Firefox/Chrome/Safari). OPORTUNIDADES CWI: Analista - Experiência mínima de 2 anos com ASP.NET (C Sharp). - Experiência com atendimento a usuários na resolução de problemas com sistemas já existentes. - Experiência em desenvolvimento

Leia mais

OPORTUNIDADES CWI: Analista de Sistemas Sênior

OPORTUNIDADES CWI: Analista de Sistemas Sênior OPORTUNIDADES CWI: Analista de Sistemas Sênior - Experiência em levantamento de requisitos. - Elaboração de especificação funcional. - Desejável conhecimento em logística e transporte. Analista de Testes

Leia mais

SIBS PROCESSOS cria solução de factura electrónica com tecnologias Microsoft

SIBS PROCESSOS cria solução de factura electrónica com tecnologias Microsoft SIBS PROCESSOS cria solução de factura electrónica com tecnologias Microsoft A solução MB DOX oferece uma vantagem competitiva às empresas, com a redução do custo de operação, e dá um impulso à factura

Leia mais

Uso do Action₀NET com o PI System da OsiSoft

Uso do Action₀NET com o PI System da OsiSoft Uso do Action₀NET com o PI System da OsiSoft Introdução Se sua empresa utiliza o PI System da OsiSoft, o Action₀NET é o software SCADA (Supervisory Control and Data Acquisition) que mais se adequa a sua

Leia mais

2 Conceitos relativos a Web services e sua composição

2 Conceitos relativos a Web services e sua composição 15 2 Conceitos relativos a Web services e sua composição A necessidade de flexibilidade na arquitetura das aplicações levou ao modelo orientado a objetos, onde os processos de negócios podem ser representados

Leia mais

Business Critical Services todo!

Business Critical Services todo! Business Critical Services todo! Mauricélio Lauand Diretor Executivo Caso de Sucesso Contax CIO Engage 1 Tópicos da Apresentação 1 2 3 4 5 6 7 Overview Institucional Contax e todo! Infraestrutura de TI

Leia mais

Visão Geral Técnica Xenos Enterprise Server. Grupo Xenos. Dados. Documentos

Visão Geral Técnica Xenos Enterprise Server. Grupo Xenos. Dados. Documentos Visão Geral Técnica Xenos Enterprise Server Dados Documentos Linha de Aplicativos de Negócio Arquitetura do Xenos Enterprise Server A plataforma do Xenos Enterprise Server (ES) trata dos desafios do negócio

Leia mais