DO VELHO SE FAZ NOVO. capa construir um servidor REQUISITOS MÍNIMOS. Um PC com alguns anos pode não correr o Vista, mas ainda pode ser um bom servidor

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DO VELHO SE FAZ NOVO. capa construir um servidor REQUISITOS MÍNIMOS. Um PC com alguns anos pode não correr o Vista, mas ainda pode ser um bom servidor"

Transcrição

1 REQUISITOS MÍNIMOS OS REQUISITOS de hardware do FreeNAS são tão reduzidos, que poderá utilizar um PC bem velhote. O mínimo é um Pentium II com 96 MB de memória RAM, mas para que tudo funcione de forma fluida, será preferível um Pentium III com 128 MB de RAM ou superior. Idealmente, o FreeNAS deverá ser instalado numa unidade de armazenamento diferente daquela onde vão ficar guardados os ficheiros. Pode ser instalado numa pen ou num cartão de memória, o que liberta o disco rígido, mas, para o efeito, o PC terá de suportar o arranque através de uma unidade USB, o que não acontece em PCs mais antigos. Se tem uma pen USB de 128 MB a mais, verifique na configuração da BIOS se o PC permite o arranque (boot) através da pen. Na maioria dos casos, é mais simples e mais prático instalar o FreeNAS no disco rígido, como se de um vulgar disco rígido se tratasse. Quanto maior for o disco, mais espaço de armazenamento vai ficar disponível, razão pela qual recomendamos a instalação de um segundo disco rígido, de maior capacidade. Isto porque, se utilizar um PC antigo, o mais provável é que o disco seja pouco espaçoso. Uma boa dica é instalar o FreeNAS no disco existente, o tal que deve ter pouca capacidade, e montar um ou dois discos rígidos espaçosos dedicados ao armazenamento dos ficheiros. Para instalar o sistema, o PC terá de estar equipado com uma drive de CD-ROM ou DVD-ROM. No entanto, esta unidade pode ser removida após a instalação se precisar da drive para outro computador. De modo a simplificar o processo de instalação, recomendamos que remova da máquina, se existirem, placas de rede extras (deixe apenas uma) e todos os componentes desnecessários. Se, posteriormente, quiser adicionar uma placa de rede (uma controlador wireless, por exemplo), poderá fazê-lo já a partir do sistema FreeNAS. Ilustração: Carlos Paes DO VELHO SE FAZ NOVO Tem um PC velho a ocupar espaço na arrecadação? Não envie o material já para a reciclagem. Com a nossa ajuda, software gratuito e algum engenho, poderá transformar o que já parecia ser lixo informático num sistema funcional e extremamente útil. Até porque reutilizar é um dos três r para proteger o ambiente Textos: Sérgio Magno O PENTIUM III com 128 MB de memória RAM corria Quake como nenhum ou- tro PC na vizinhança. Mas, o que foi um glorioso PC de topo, que nos enchia de orgulho perante os nossos colegas e amigos, acabou encostado a um canto na garagem, cheio de pó e a servir de apoio para se conseguir chegar à prateleira mais alta. De facto, é difícil encontrar outro mercado onde os produtos tenham uma vida tão curta e uma desvalorização tão rápida como acontece com a informática. RENASCER DAS CINZAS E se lhe disséssemos que o seu velho computador pode recuperar o orgulho e até ocupar um lugar central no seu sistema informático lá de casa? E não, não estamos a falar de upgrades complexos e dispendiosos, onde a única coisa que se aproveita é a caixa e a velha drive de DVD. Referimo-nos soluções totalmente gratuitas e de implementação simples, que podem transformar um velho PC num útil servidor doméstico, criado para, por exemplo, guardar e partilhar os ficheiros multimédia entre os computadores de casa. Se tem uma Xbox 360 ou outro qualquer dispositivo compatível com a norma UPnP (Universal Plug and Play), até poderá criar um servidor deste tipo, para que possa aceder directamente a vídeos, a fotos e a música armazenados no servidor sem intervenção de um PC. TRANSFORMAR UM PC VELHO NUM SERVIDOR É cada vez mais comum encontrarmos dois, três ou até mesmo mais computadores numa casa ligados em rede através de um router (normalmente Wi- -Fi). Esta variedade de máquinas cria um problema de dispersão de ficheiros. Ou seja, por vezes os utilizadores têm de percorrer mais de um computador para encontrar determinado ficheiro. Há ainda o eterno problema das cópias de segurança, que, infelizmente, muitas vezes só é considerado quando os utilizadores passam pela experiência traumática de perder documentos importantes, como fotos familiares insubstituíveis e trabalhos escolares ou profissionais. NAS, O SALVADOR Como temos várias vezes referido, os NAS (Network-Attached Storage) são a forma mais prática e económica de se criar um sistema eficiente para centralizar e salvaguardar os ficheiros de uma pequena rede de um casa ou de um escritório. Basicamente, um NAS actua como um servidor de ficheiros, mas sem as Um PC com alguns anos pode não correr o Vista, mas ainda pode ser um bom servidor desvantagens associadas a um servidor, como a elevada complexidade de instalação e manutenção e o custo do software (sistema operativo, antivírus, aplicações de gestão). Hoje é fácil encontrarmos sistemas NAS no mercado. No entanto, apenas os aparelhos mais simples, parcos em funcionalidades e com espaço para um único disco rígido, custam menos de 100 euros. Como verificámos no teste comparativo, na edição 168, um bom NAS dificilmente custa menos de 250 euros, isto sem contarmos com os discos rígidos. Os melhores podem facilmente ultrapassar 500 euros. RENASCER DAS CINZAS A criação de um NAS carregado de funcionalidades avançadas é, provavelmente, a melhor forma de se reutilizar um PC velho. Não só pelas úteis funcionalidades já mencionadas, mas porque é relativamente fácil implementar um sistema deste tipo e as exigências de hardware são muito reduzidas, o que significa que podemos reutilizar máquinas mais antigas. QUAL O SOFTWARE A ESCOLHER Existem muitas formas de implementar um servidor de ficheiros. Mesmo se 72 EXAME INFORMÁTICA Setembro 2009 Setembro 2009 EXAME INFORMÁTICA 73 RRIN0171_072a081.indd :37:12

2 reduzirmos as opções a sistemas NAS, existem ainda assim muitos modos diferentes de implementar uma máquina deste tipo. No entanto, os dois sistemas operativos gratuitos mais conhecidos são o FreeNAS (www.freenas.org) e o Open- Filer (www.openfiler.com). Os dois foram criados de raiz para sistemas NAS, ao contrário de outras implementações que exigem outro sistema operativo de base. Como tal, têm várias vantagens, salientando-se a gestão remota via browser Web. Ou seja, tanto o FreeNAS como o OpenFiler permitem criar um NAS que, depois de instalado, pode ser escondido num canto da casa, sem que precise de um teclado ou de um monitor. Isto porque a gestão do aparelho pode ser feita remotamente, através de um qualquer PC ligado à rede, utilizando para o efeito um simples browser Web. O mesmo sistema que é utilizado pelos NAS mais sofisticados e, por exemplo, pela esmagadora maioria dos routers. FREENAS VS OPENFILER O OpenFiler é uma distribuição Linux, enquanto o FreeNAS é baseado no FreeBSD (UNIX). Os dois são gratuitos, fiáveis e em constante desenvolvimento. Pelas experiências e testes que fizemos, o Openfiler oferece um leque de opções maior, adaptando-se melhor à realidade das empresas. Permite ainda criar NAS com taxas de transferência mais rápidas (maior velocidade de cópia de ficheiros através da rede) e tem um maior suporte de hardware mais sofisticado (placas RAID, por exemplo). Contudo, e porque o Openfiler tem claramente um ADN empresarial, este sistema é também muito mais difícil de instalar e exige hardware bem mais recente do que o FreeNAS. Outro problema do Openfiler para os utilizadores domésticos é a relativa falta de documentação disponibilizada na Internet. Aliás, apesar de o software ser gratuito, o manual de utilização é pago (40 dólares). Por outro lado, o FreeNAS tem uma instalação simples e, por ser muito popular, é fácil encontrar informação online sobre a instalação e configuração deste sistema. Isto significa que se quiser aventurar-se em configurações mais complexas do que aquelas que apresentamos, terá facilidade em obter a informação para o efeito. CRIAR UM CD DE INSTALAÇÃO DO FREENAS O PRIMEIRO passo é descarregar o ficheiro ISO do FreeNAS, que permite a posterior criação de um CD de arranque (boot) e instalação deste sistema operativo. Poderá encontrar o ficheiro correspondente à versão em secção Downloads/Programas (link directo: clix.pt/solucoes/downloadprogramas/index.html). Por altura do fecho desta edição, já existia a versão 0.7RC1, que apresentava novidades importantes, como o aumento da variedade de hardware suportado. Mas, por não se tratar de uma versão final, optámos por utilizar a versão para garantir a melhor estabilidade possível para o sistema. No entanto, pelo que conseguimos verificar, o modo de instalação e configuração das duas versões é idêntico. GRAVAR O CD Utilize um programa de gravação de CD/DVD com suporte para criar discos a partir de imagens ISO. A maioria dos programas suporta esta funcionalidade, incluindo o popular Nero Burning ROM. Se não sabe exactamente do que estamos a falar ou não tem um programa com esta funcionalidade, descarregue CDBurnerXP a partir de pt/solucoes/downloadprogramas/ html. Este é um programa gratuito, mas muito funcional, para gravar CD e DVD. Instale o CDBurnerXP 4.2.4, escolhendo português como a idioma, e execute este programa. NO PRIMEIRO menu escolha a opção Gravar imagem ISO e clique em OK. Claro que terá de ter um CD virgem na unidade de gravação. EM SEGUIDA, no campo Seleccione a Imagem ISO a Gravar: clique no botão [ ] e escolha o ficheiro ISO relativo ao FreeNAS descarregado inicialmente (FreeNAS-i386-LiveCD iso). Clique em Gravar Disco. AGORA só tem de aguardar que o CD de arranque seja gravado com sucesso. Instalar o FreeNAS AGORA que já criou o CD de instalação do FreeNAS, pode ir buscar o seu velho PC à cave para o transformar num NAS sofisticado. Foi o que fizemos, já que, para realizar este artigo, utilizámos um velho Pentium 4 com 128 MB de RAM. Fomos, no entanto, obrigados a substituir o disco rígido original, um IDE de 40 GB, porque já não nos dava a confiança necessária para operar num servidor e instalámos ENTRAR A BIOS 1 Ligue o PC, com monitor e teclado, e entre na configuração da BIOS. Para o fazer deverá ter de pressionar uma tecla, normalmente o [Del], durante os segundos iniciais do arranque da máquina. GUARDAR AS ALTERAÇÕES 3 Aproveite este momento para introduzir o CD de instalação do FreeNAS criado anteriormente na drive de CD ou DVD. Antes de sair da configuração da BIOS, não se esqueça guardar as alterações efectuadas. Ao sair, o PC será reiniciado e o sistema vai arrancar a partir do CD do FreeNAS. O PRIMEIRO MENU 5 Em abono da verdade, nesta fase o FreeNAS já está a funcionar e até já poderia ser configurado. No entanto, todas as alterações que efectuássemos não seriam guardadas porque o sistema está a correr de um CD. Como tal, seleccione 9) Install/ Upgrade to hard drive/flash device, etc.. uma unidade de DVD-ROM porque a drive óptica original já tinha desaparecido. PARA UMA REDE TÍPICA Este tutorial foi criado para as redes domésticas típicas, que têm por base um router com capacidade de atribuir endereços IP aos dispositivos ligados à rede. Nas casas com ligação de banda larga, o router normalmente é fornecido pelo operador e muitas vezes está integrado num aparelho com outras funcionalidades, incluído a de modem. De qualquer modo, o router é o aparelho onde estão ligados os computadores, através de cabo Ethernet ou via Wi-Fi. O modo mais eficiente de colocar o seu novo NAS a funcionar na sua rede é ligando-o ao router via cabo de rede Ethernet. ALTERAR A ORDEM DE ARRANQUE 2 Certifique-se que a unidade de CD-ROM ou DVD-ROM está em primeiro lugar na ordem de pesquisa pelo sistema operativo. O menu onde está esta opção varia consoante a implementação da BIOS. Boot Order, Boot Device Priority são denominações muito populares. Em caso de dúvida, tente encontrar o manual da placa-mãe no site do respectivo fabricante. Aproveite também para desactivar a opção de o sistema parar o arranque caso não seja detectado um teclado (halt on keyboard error). Normalmente, esta é uma das opções disponíveis nos primeiros menus da BIOS. Se não o fizer e decidir remover o teclado do NAS posteriormente, o sistema poderá não iniciar surgirá o tal aviso Keyboard not found. Press F1 to continue INÍCIO UM POUCO ASSUSTADOR 4 O arranque do FreeNAS pode demorar muitos segundos ou mesmo um ou dois minutos, dependendo do desempenho do PC e da velocidade do leitor de CD ou DVD. No primeiro menu (na imagem) não seleccione nada, já que o sistema automaticamente escolhe a opção correcta ao fim de cinco segundos. ESCOLHER O TIPO DE INSTALAÇÃO 6 No menu Install & Upgrade, o primeiro a cores, podemos escolher o tipo de instalação utilizando as teclas direccionais para seleccionar e a tecla [Enter] para confirmar a selecção. Só nos interessa as primeiras três opções. Entre estas, a segunda (Install embedded OS on HDD/Flash/USB + DATA + SWAP partition) é a mais adequada à maioria dos utilizadores, já que divide automaticamente o disco rígido em partições para o sistema operativo e para o armazenamento de ficheiros. Por outro lado, se o seu sistema permite o arranque através de uma pen prefira a opção 1 Install embedded OS on HDD/Flash/USB. Deste modo o sistema operativo ficará instalado na pen e o(s) disco(s) rígido(s) ficam dedicados ao armazenamento, o que aumenta a segurança do NAS. 74 EXAME INFORMÁTICA Setembro 2009 Setembro 2009 EXAME INFORMÁTICA 75 RRIN0171_072a081.indd :37:16

3 ESCOLHER O TIPO DE INSTALAÇÃO 7 Depois de escolher o tipo de instalação, surgirá um aviso que indica que os conteúdos do disco rígido onde o FreeNAS será instalado serão totalmente eliminados. Clique em <OK> para prosseguir. No menu seguinte, terá de escolher a unidade de origem, onde está o CD de instalação. Se o PC só tem uma unidade óptica, então só deverá existir uma opção (acd0). Clique em <OK>. ONDE INSTALAR 8 Agora chegou ao momento de definir o disco de destino da instalação. Uma vez mais, só temos de pressionar <OK> se apenas existir um disco. Caso exista mais de uma unidade (uma pen e um disco, por exemplo), escolha a drive onde quer que o sistema operativo fique instalado. Normalmente é a de menor capacidade, já que se pretende reservar o máximo espaço possível para o armazenamento. A configuração O FREENAS já está instalado no PC antigo, que, a partir deste momento, já é um NAS de pleno direito. Como uma das vantagens do FreeNAS é o acesso remoto via página Web, toda a configuração a partir deste ponto deve ser feita através de um PC ligado à mesma rede. Na verdade, depois de executar os passos seguintes, poderá desligar o NAS, remover o monitor e o teclado, e esconder o aparelho num local onde o caixote pouco atractivo não dê nas vistas. A única limitação é o facto de o NAS ter de estar ligado à rede. No entanto, pode resolver esta questão através de um sistema de PowerLine, que permite utilizar a rede eléctrica como se de uma rede Ethernet se tratasse. Deste modo, o seu NAS pode ficar escondido num canto da casa, logo que fique próximo de uma ficha eléctrica. ADICIONAR DISCOS SATA COMPUTADORES mais antigos podem não incluir portas SATA, necessárias para se utilizar os discos rígidos actuais. No entanto, pode sempre adicionar esta funcionalidade através da instalação de uma placa controladora PCI com portas SATA. PARTIÇÃO DE SEGURANÇA 9 Uma das novidades da versão 0.69 é a capacidade de se criar uma partição swap, que funciona como uma memória intermédia. Esta partição é importante por razões de fiabilidade, já que reduz significativamente a hipótese de surgirem falhas de gravação dos ficheiros. Como tal, escolha <Yes>. Em seguida é possível definir o tamanho da partição. O melhor será deixar o valor predefinido e clicar em <OK>. O processo de instalação será iniciado. Aguarde. INFORMAÇÃO IMPORTANTE 10 Este ecrã, que surge após a instalação, apresenta algumas dicas importantes sobre a configuração do FreeNAS, nomeadamente como adicionar e activar as partições de dados e de swap criadas. Por razões de segurança, tome nota do que é apresentado, informação que vai ser útil durante a configuração. ACEDER AO NAS 1 Utilizando um PC ligado à rede onde está instalado o seu novo NAS, abra um browser Web (Internet Explorer ou Firefox, por exemplo) e digite o endereço que anotou no ponto anterior, do tipo XX.XX.XX.XX:80. No nosso caso, foi Ser- -lhe-á pedido utilizador e palavra-chave, que são, respectivamente, admin e freenas (podem e devem ser mudados posteriormente). CONHECER O SISTEMA 2 Na primeira página da configuração, podemos verificar qual é o estado do sistema, incluindo os níveis de utilização do CPU e da memória. Na última linha, Disk space usage, vai ser indicado qual o valor do espaço em disco que é utilizado. Como ainda não há qualquer disco configurado, surge a informação No disk configured. 11 REINICIAR Ao pressionarmos [Enter], voltamos ao menu de instalação. Seleccionamos <Exit>, o que faz surgir novam ente o menu Console setup. Nesta fase retiramos o CD de instalação da unidade e escolhemos a opção 7) Reboot system para reiniciar o sistema é necessário confirmar o reinício. LIGA O NAS À REDE 12 Depois de reiniciar, o FreeNAS está instalado, mas ainda não deverá estar acessível aos restantes computadores da rede. Ligue o seu novo NAS a uma das portas Ethernet livres no seu router através de um cabo de rede. GESTÃO DAS DRIVES 3 Clique em Disks > Management. No separador Management (já deve estar seleccionado), clique no símbolo [ + ], disponível à direita. Terá de repetir este processo, incluindo os passos seguintes, sempre que adicionar mais discos rígidos ao NAS, sejam eles internos ou externos (USB, por exemplo). PREPARAR O DISCO PRINCIPAL 4 No nosso exemplo, a unidade principal já foi formatada durante a instalação. Como tal, no primeiro campo, Disk, seleccionamos o disco onde o FreeNAS foi instalado (em caso de dúvidas, usamos a referência à capacidade para escolher a unidade certa) e, no campo Preformatted file system, escolhemos UFS (GPT and Soft Updates). Preencha o campo Description e clique em Add. O QUE SÃO OS ENDEREÇOS IP ATRIBUIR ENDEREÇO IP 13 No menu Console Setup, escolha 2) Set LAN IP address. Em seguida ser-lhe-á perguntado se pretende utilizar o modo DHCP (atribuição dinâmica e automática de endereços IP). Na maioria dos casos, quando os computadores estão ligados a um router, a opção a escolher é o <Yes>. Em seguida é perguntado se pretendemos configurar o IPv6. Escolha <No>. Em resultado destas escolhas, o FreeNAS vai tentar obter um endereço IP através do DHCP do router. Atenção: se o PC tem mais do que uma placa de rede, certifique-se que está a utilizar a correcta. Anote o endereço IP apresentado em You can Access the WebGUI using the following URL. ESTES endereços são constituídos por quatro grupos de três algarismos (na norma IPv4) e funcionam como as matrículas dos automóveis. Em cada rede, o mesmo endereço IP não deverá ser repetido. Ou seja, cada um dos PC bem como cada um dos outros dispositivos ligados à rede deverá ter um endereço IP único. Nas redes domésticas, os endereços IP dos PC são normalmente atribuídos automaticamente por um router, que liga a rede à Internet. Em redes com base em simples hubs ou switchs, os endereços são definidos manualmente pelo utilizador. ADICIONAR OUTRAS UNIDADES 5 Se o PC só tem um disco rígido instalado, pode passar para o passo seguinte. Se tem dois ou mais, utilize as capacidades como referência para adicionar os discos, mas desta vez deixe o campo Preformatted file system em Unformated. Se instalou o FreeNAS numa pen ou num disco rígido dedicado, não adicione esta unidade porque não vai ser utilizada para armazenar ficheiros. POUPAR ENERGIA 6 Muito provavelmente, o seu NAS não será utilizado intensivamente. Como tal, recomendamos que, de modo a poupar energia, defina um Hard disk standby time de 30 minutos ou inferior. Em Advanced Power Management a opção mais apropriada para a maioria dos sistemas é o Level 127 Intermediate power usage with Standby. 76 EXAME INFORMÁTICA Setembro 2009 Setembro 2009 EXAME INFORMÁTICA 77 RRIN0171_072a081.indd :37:24

4 ADICIONAR DISCOS EXTRA 7 Clique em Add para adicionar o disco rígido (repita o processo se existirem mais discos) o que fará aparecer novamente a lista das unidades. No nosso sistema utilizamos dois discos, o que resultou na lista apresentada na imagem. Clique no botão Apply changes. FORMATAR OS DISCOS 8 Não pode formatar o disco principal, onde foi instalado o FreeNAS. Neste caso, salte para o passo seguinte. Se tem mais de um disco, seleccione o menu Disks > Format. No campo Disk, escolha a unidade a formatar e atribua um nome em Volume label. Em File system opte pelo formato UFS (GPT and Soft Updates), já que garante maior fiabilidade dos dados. Clique em Format disk e confirme quando lhe for perguntado Do you really want to format Vai surgir uma lista de comandos e códigos. APLICAR A PARTILHA 15 Clique em Add no final da página. Repita o processo para adicionar outras pastas a partilhar na rede. Como é habitual, temos de clicar em Apply changes para confirmar as alterações. Neste caso, as partilhas definidas. A PRIMEIRA UTILIZAÇÃO DO NAS 16 Depois de criadas as partilhas, já será possível aceder ao NAS através da rede. Num PC ligado à rede (pode ser o mesmo que está a utilizar para configurar o NAS), abra o explorador do Windows para encontrar o NAS na rede (Os meus locais de rede no Windows XP e Rede no Windows Vista). É possível que demore alguns minutos até o NAS surgir nesta listagem. Se não o encontrar, clique em Iniciar e, no campo de pesquisa do Windows Vista (ou 7), digite \\nomedonas, onde nomedonas representa o nome dado no passo 13 (ServidorNAS no nosso exemplo). Se ainda utiliza o Windows XP, clique em Iniciar > Executar > digite \\nomedonas. VERIFICAR A FORMATAÇÃO 9 Quando a lista ficar completa (aparece Done! no final da lista), o disco está formatado (se não conseguir visualizar a lista toda, mova a página Web através da corrediça do browser). Repita o processo para formatar outros discos se existirem (mas nunca o disco onde está instalado o FreeNAS). MONTAR OS DISCOS 10 Antes de poderem ser utilizados, os discos têm de ser montados no sistema: menu Disks > Mount Point. No separador Management (já deverá estar seleccionado), clique no ícone [ + ]. Se, como nós, instalou FreeNAS num disco que também vai ser utilizado para armazenar, escolha esta unidade no campo Disk, atribua-lhe um nome em Mount point name e uma descrição em Description. Muito importante: escolha 2 em Partition number, já que a partição 1 está reservada ao sistema operativo. Clique em Add e repita o processo se existirem outros discos, escolhendo para estes 1 em Partition number. CRIAR UTILIZADORES 17 Por enquanto, qualquer utilizador da rede pode abrir e guardar ficheiros no NAS, já que só tem de aceder ao aparelho através da rede. No entanto, é possível criar níveis de acesso diferentes para os vários utilizadores. Para o efeito, abra o menu Access > Users and Groups. Para adicionar um utilizador, clique no sinal [ + ]. FICHA DE UTILIZADOR 18 Preencha os primeiros campos: em Login coloque o nome que o utilizador vai ter de digitar para aceder ao NAS; em Full Name, escreva o nome que identifique mais facilmente o utilizador (primeiro e último nome, por exemplo); e, em Password, digite a palavra-chave que vai permitir o acesso. Para não complicar, o melhor será deixar os restantes campos como estão. Clique em Add e, em seguida, no menu que lista os utilizadores, clique no botão Apply Changes. APLICAR A MONTAGEM 11 No nosso sistema, como existem dois discos, atribuímos a uma das unidades a denominação de Multimédia (para, por exemplo, armazenar e partilhar fotos, vídeos e áudio) e a outra foi baptizada de Backup, destinando-se ao armazenamento de cópias de segurança dos computadores da rede. Nesta página, clicamos em Apply changes. Se surgir algum erro no campo Status, repita os processos de formatação e montagem indicados anteriormente. Se o erro persistir, é provável que o disco em questão esteja danificado e, como tal, deve ser removido do sistema. ACTIVAR O SWAP 12 Para que a unidade swap criada antes seja utilizada, abra o menu System > Advanced e seleccione o separador Swap. Seleccione a opção Enable, disponível à direita, escolha Device no campo Type e no campo Device digite o caminho que foi anotado no passo 10 da instalação. No nosso sistema foi /dev/ad2s3. Clique em Save. ACTIVAR BLOQUEIO 19 Apesar de os utilizadores já estarem criados, o acesso ainda está livre porque falta activar a autenticação. Para o fazer, abra o separador Settings novamente (em Services > CIFS/SMB) e, no campo Authentication escolha Local User. Clique em Save and Restart, disponível no final da página. TESTAR O ACESSO 20 Reinicie o PC Windows que está a utilizar para aceder ao NAS. Em seguida, utilizando o mesmo PC, tente aceder através da rede às pastas partilhadas no NAS. Agora terá de introduzir o nome de utilizador e a palavra-chave para conseguir abrir as pastas. ACTIVAR A PARTILHA PARA O WINDOWS 13 Para que os PCs que correm o Windows detectem as pastas do NAS, tem de activar o protocolo CIFS. Para o efeito, abra o menu Services > CIFS/SMB, seleccione Enable (à direita). Em NetBIOS name, escolha o nome (uma só palavra), que quer que apareça na sua rede (ServidorNAS, por exemplo). Se tem um grupo de trabalho definido, digite o nome respectivo em Workgroup (em caso de dúvidas, deixe como está). Digite também uma descrição em Description. ESCOLHER AS PASTAS A PARTILHAR 14 No final da página clique em Save and Restart. Ainda no menu Services > CIFS/SMB, escolha o separador Shares e clique no sinal [ + ]. É nesta janela que escolhemos quais as pastas que queremos partilhar na rede. Clique no botão [ ] em Path e escolha uma pasta a partilhar. Em Name digite o nome que quer que surja na rede, bem como um comentário (um resumo do conteúdo da pasta, por exemplo). PROTEGER O NAS 21 De regresso à configuração do NAS através de browser Web, não se esqueça de mudar o nome de utilizador do administrador e a respectiva palavra-chave, para que não corra o risco de alguém aceder à sua rede e desconfigurar o NAS. Abra o menu System > General. Na janela WebGUI, mude o username para um à sua escolha. Clique em Save. Seleccione o separador Password e digite a palavra- -chave original (freenas) em Old Password e digite uma palavra-chave à sua escolha em Password (tem de a escrever nos dois campos para confirmar). Clique em Save. Agora terá de introduzir as novas credenciais sempre que quiser aceder à página Web de configuração do NAS. 78 EXAME INFORMÁTICA Setembro 2009 Setembro 2009 EXAME INFORMÁTICA 79 RRIN0171_072a081.indd :37:32

5 Criar um servidor multimédia O NAS propriamente dito já está a funcionar, o que significa que agora já tem um espaço na rede onde partilhar os ficheiros com os outros utilizadores. Também é um bom sítio para guardar os backups dos PCs lá de casa (ou do escritório), que podem ser feitos através das ferramentas de cópias de segurança do próprio Windows. Mas uma das melhores características das versões mais recentes do FreeNAS é permitirem o streaming de conteúdos multimédia. VANTAGENS DO STREAMING Ao contrário da reprodução manual, em que o utilizador tem de adicionar ficheiros ao leitor multimédia no computador, um sistema de streaming permite a gestão e disponibilização automática deste tipo de ficheiros pelo servidor. Por exemplo, sempre que um ou mais utilizadores copiarem ficheiros de áudio para o servidor, estes ficheiros aparecem automaticamente na lista de reprodução de todos os utilizadores ligados à rede. Outra grande vantagem é que o streaming permite a reprodução e conteúdos multimédia digitais sem a intervenção de um PC. Por exemplo, se tem em sua casa um receptor de streaming, como uma consola de jogos, uma Apple TV, um televisor equipado com esta tecnologia ou um leitor dedicado de marcas como a Sonos, a Logitech e a Philips, então poderá reproduzir conteúdos armazenados no seu novo servidor a partir de qualquer ponto da casa e sem sequer ligar um computador. ITUNES, O MAIS EFICIENTE O itunes tornou-se num verdadeiro standard de distribuição digital. E inclui tecnologia de streaming. Por ser fácil de instalar e existirem muitos receptores compatíveis com esta tecnologia, vamos começar por explicar como instalar um servidor de itunes no FreeNAS. 1 PASTA DEDICADA AO STREAMING Crie uma pasta no NAS denominada itunes. No nosso exemplo, vamos criar esta pasta dentro da pasta Multimedia. Copie alguns ficheiros de música MP3 para dentro da pasta criada (itunes). 2 ACTIVAR O SERVIÇO ITUNES/DAAP Abra a página Web de configuração do NAS. Aceda ao menu Services > itunes/ /DAAP (Digital Audio Access Protocol). Seleccione Enable (à direita). Em Server name, defina o nome que vai aparecer nos clientes do streaming (por exemplo, no itunes instalado em PCs ou em Macs ligados à rede). Em Database directory clique no botão [ ] e seleccione a pasta criada no ponto anterior. Em Content faça o mesmo: clique no botão [ ] para seleccionar a mesma pasta e depois pressione o botão Add. Isto fará com que a pasta surja na lista disponível logo em frente a Content. Mais tarde poderá adicionar outras pastas. Em Password defina uma palavra-chave para aceder ao servidor de streaming do itunes (a original é freenas). Clique no botão Save and restart. 3 INICIAR O SERVIDOR DE STREAMING Clique sobre o endereço IP que surge em URL para abrir o servidor de streaming Firefly. Digite admin em nome de utilizador e a palavra-chave definida anteriormente. Clique em Start Full Scan. 4 REPRODUZIR OS CONTEÚDOS Agora só tem de ligar um aparelho com capacidade de recepção de streamings de itunes à rede (Apple TV, por exemplo). Se não tem um destes dispositivos, pode sempre utilizar o leitor multimédia itunes nos PCs ou Macs ligado à mesma rede onde está o NAS. Se não tem o itunes, pode descarregá-lo e instalá-lo gratuitamente a partir de Se tudo estiver a funcionar como deve de ser, automaticamente o itunes apresentará a lista de reprodução na coluna da esquerda (em Partilha). Se isto não acontecer, verifique se tem o itunes configurado para pesquisar conteúdos partilhados na rede: menu Editar > Preferências > separador Partilha > seleccionar Procurar bibliotecas partilhadas. A partir de agora, todos os ficheiros multimédia compatíveis com o itunes que sejam adicionados à pasta itunes criada no NAS vão aparecer na lista de reprodução nos receptores do streaming. Acabou de criar um sofisticado servidor multimédia de streaming, capaz de ser acessível por qualquer aparelho ou sistema compatível com o serviço itunes/daap. UPNP, A NORMA MAIS UNIVERSAL O itunes é simples e eficiente, mas não é o mais universal dos sistemas de streaming. Este lugar cabe ao protocolo UPnP. Consolas de nova geração (Playstation 3 e Xbox 360), televisores com DNLA, leitores de multimédia dedicados com porta de rede Existem muitos aparelhos capazes de receber streaming através deste protocolo. 1 ACTIVAR O UPNP Comece por criar uma pasta no NAS onde serão armazenados os conteúdos que serão disponibilizados via straming. Copie alguns ficheiros multimédia (MP3, por exemplo), para esta pasta. Abra o menu Services > UPnP através da página Web do NAS. Seleccione Enable. Escolha um nome para a identificação no servidor de streaming na rede (em Name) e escolha a pasta onde guardar a base de dados. Em Content adicione as pastas com os conteúdos a disponibilizar. O FreeNAS é sofisticado ao ponto de poder gerar perfis que melhor se adequam aos receptores do streaming. Como tal, se tem um destes aparelhos (uma Playstation 3, por exemplo), escolha-o em Profile. Se não tem a certeza de qual o melhor perfil a utilizar, deixe em Default, já que poderá mudá-lo mais tarde. Seleccione a opção Enable transconding, que permite recodificar os formatos armazenados de modo a que possam ser reproduzidos no aparelho receptor. Como esta operação exige uma capacidade de processamento apreciável, é possível que o NAS fique lento e instável durante o streaming se for baseado num PC com poucos recursos. Se isto acontecer, desactive esta funcionalidade. Defina uma pasta temporária para os ficheiros recodificados em Temporary directory. Para evitar problemas, crie uma nova pasta no NAS para estes ficheiros (Temp, por exemplo). Active a opção Enable web user interface e clique em Save and restart. 2 CONFIRMAR O STREAMING Clique no endereço IP disponibilizado em URL para iniciar a página Web de configuração do FUPPES. No menu da esquerda seleccione Options e, no menu da direita, clique em Rebuild database. Pode fechar as páginas Web de configuração do servidor de streaming e do NAS. 3 E JÁ ESTÁ! Agora, se utilizar um computador com o Windows Vista facilmente vai encontrar na rede um novo servidor, desta vez multimédia, que disponibiliza os conteúdos armazenados nas pastas adicionadas anteriormente. Também outros aparelhos, que não computadores, poderão aceder a este conteúdo. UM SERVIDOR SOFISTICADO E assim se prova que, graças ao open source, é possível fazer renascer uma máquina condenada ao esquecimento e dar-lhe uma posição de destaque na nossa rede de casa ou do escritório. Um NAS, para guardar e partilhar ficheiros, que também é um servidor multimédia poderoso. Num fundo, uma máquina de ontem para ajudar a construir a casa do futuro. TEM DÚVIDAS? Não conseguiu instalar ou configurar o FreeNAS? Precisa de algumas dicas para funcionalidades não indicadas? Envie as suas perguntas para e veja as respostas, bem como todo este tutorial, em vídeo no DVD que acompanha a próxima edição da Exame Informática. 80 EXAME INFORMÁTICA Setembro 2009 Setembro 2009 EXAME INFORMÁTICA 81 RRIN0171_072a081.indd :37:41

Instalação do Sistema Operativo Windows XP

Instalação do Sistema Operativo Windows XP Curso Profissional - Técnico de Informática de Gestão 10ºB Prof. Pedro Lopes Ficha de Trabalho nº1 S i s t e m a s d e I n f o r m a ç ã o Instalação do Sistema Operativo Windows XP A instalação de um

Leia mais

Manual de actualização passo a passo do Windows 8 CONFIDENCIAL 1/53

Manual de actualização passo a passo do Windows 8 CONFIDENCIAL 1/53 Manual de passo a passo do Windows 8 CONFIDENCIAL 1/53 Índice 1. 1. Processo de configuração do Windows 8 2. Requisitos do sistema 3. Preparativos 2. Opções de 3. 4. 5. 6. 1. Personalizar 2. Sem fios 3.

Leia mais

Acer erecovery Management

Acer erecovery Management 1 Acer erecovery Management Desenvolvido pela equipa de software da Acer, o Acer erecovery Management é uma ferramenta que lhe permite de forma fácil, fiável e segura restaurar o seu computador para o

Leia mais

Nas redes atuais, o armazenamento

Nas redes atuais, o armazenamento Armazenamento centralizado de dados com o FreeNAS Armazenamento livre CAPA O FreeNAS, baseado em BSD, transforma qualquer computador em um storage completo. por Thomas Leichtenstern Nas redes atuais, o

Leia mais

Linux Caixa Mágica 14. Como Gravar um Live CD. http://www.caixamagica.pt. Julho 2009 Versão 1.1

Linux Caixa Mágica 14. Como Gravar um Live CD. http://www.caixamagica.pt. Julho 2009 Versão 1.1 Linux Caixa Mágica 14 Como Gravar um Live CD http://www.caixamagica.pt Julho 2009 Versão 1.1 Índice 1. Introdução...3 2. Gravar um Live CD em sistemas Linux...3 2.1. Verificação da Integridade da Imagem

Leia mais

Manual de Recuperação, Cópias de Segurança e Resolução de Problemas 4-445-112-21(1)

Manual de Recuperação, Cópias de Segurança e Resolução de Problemas 4-445-112-21(1) Manual de Recuperação, Cópias de Segurança e Resolução de Problemas 4-445-112-21(1) Conteúdo Introdução... 3 Acerca da recuperação... 3 Acerca da cópia de segurança... 4 Criar suportes de recuperação...

Leia mais

Guia de Rede MediCap USB300

Guia de Rede MediCap USB300 Guia de Rede MediCap USB300 Aplica-se às versões de firmware 110701 e mais recentes 1 Introdução... 2 Instruções Preliminares... 2 Como Configurar o Acesso Através da Rede ao Disco Rígido do USB300...

Leia mais

Introdução ao Puppy Linux: Instalação num disco USB

Introdução ao Puppy Linux: Instalação num disco USB Introdução ao Puppy Linux: Instalação num disco USB Alex Gotev 1 Conteúdos O que é o Puppy Linux? Como o posso obter? Como o inicializo (boot)? Que programas estão incluídos? Instalação num disco USB 2

Leia mais

Manual de Instalação Linux Comunicações - Servidor. Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL

Manual de Instalação Linux Comunicações - Servidor. Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL Manual de Instalação Linux Comunicações - Servidor Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL Sumário 1 Instalando o Linux Comunicações para Telecentros (servidor) 2 1.1 Experimentar o Linux

Leia mais

Manual de Instalação Solução Alinex Salas TIC Pág. 1/32

Manual de Instalação Solução Alinex Salas TIC Pág. 1/32 Í n d i c e 1) Pré-requisitos...5 2) Apresentação da solução...5 3) Instruções Passo a Passo de instalação da Solução...6 4) Primeiros passos...7 a) Preparar o equipamento...7 b) Configuração RAID em Servidores

Leia mais

Acer econsole Manual do Utilizador

Acer econsole Manual do Utilizador Acer econsole Manual do Utilizador 1 Informações sobre software de outras empresas ou software gratuito O software pré-instalado, integrado ou distribuído com os produtos fornecidos pela Acer contém programas

Leia mais

Instruções de Instalação e Licenciamento. Notas Prévias. Versão 1.5.

Instruções de Instalação e Licenciamento. Notas Prévias. Versão 1.5. Instruções de Instalação e Licenciamento Versão 1.5. Notas Prévias Introdução Instruções de Instalação/Actualização Instruções de Licenciamento Notas Prévias Verificações prévias: Os postos de trabalho

Leia mais

Como instalar o sistema operacional pfsense no Citrix Xen Server

Como instalar o sistema operacional pfsense no Citrix Xen Server Como instalar o sistema operacional pfsense no Citrix Xen Server Autor: Eder S. G. - edersg@vm.uff.br Versão: 1.2 Data: 21/11/2012 Última atualização: 07/03/2013 Observação: Máquina real: Sistema operacional

Leia mais

Manual de Instalação. Windows XP. Desenvolvedores: Patrick Duarte, Rodrigo dos Santos. Setembro de 2014.

Manual de Instalação. Windows XP. Desenvolvedores: Patrick Duarte, Rodrigo dos Santos. Setembro de 2014. Manual de Instalação Windows XP Desenvolvedores: Patrick Duarte, Rodrigo dos Santos. Setembro de 2014. 1 SUMÁRIO OBJETIVO DO MANUAL:...03 REQUISITOS MÍNIMOS:...03 PROCESSO DE INSTALAÇÃO:...04 3.1 Documentos

Leia mais

Software da Impressora

Software da Impressora Software da Impressora Acerca do Software da Impressora O software Epson inclui o controlador de impressão e o EPSON Status Monitor 3. O controlador de impressão é um software que permite controlar a impressora

Leia mais

Figura 1 - Tal como sugerido pressione qualquer tecla do seu teclado

Figura 1 - Tal como sugerido pressione qualquer tecla do seu teclado Windows 7 Ainda usa o windows Vista, ou mesmo o Xp?Não estará na hora de fazer um upgrade?pois claro que está, se não, não estaria agora a ler este tutorial. Ao contrário do Windows Vista, o 7 está muito

Leia mais

Boot Camp Manual de Instalação e Configuração

Boot Camp Manual de Instalação e Configuração Boot Camp Manual de Instalação e Configuração Conteúdo 3 Introdução 3 Elementos necessários 4 Descrição geral da instalação 4 Passo 1: Verificar se existem actualizações 4 Passo 2: Preparar o computador

Leia mais

Vodafone ADSL Station Manual de Utilizador. Viva o momento

Vodafone ADSL Station Manual de Utilizador. Viva o momento Vodafone ADSL Station Manual de Utilizador Viva o momento 3 4 5 5 6 6 7 8 9 12 12 14 16 17 18 19 20 21 22 22 23 23 24 24 24 25 26 27 Ligar o Router LEDs Configuração do Router Aceder à ferramenta de configuração

Leia mais

Guia Rápido de Instalação Ilustrado

Guia Rápido de Instalação Ilustrado Livre S.O. Guia Rápido de Instalação Ilustrado Introdução Este guia tem como objetivo auxiliar o futuro usuário do Livre S.O. durante o processo de instalação. Todo procedimento é automatizado sendo necessárias

Leia mais

Configurando DDNS no Stand Alone

Configurando DDNS no Stand Alone Configurando DDNS no Stand Alone Abra o seu navegador de internet e acesse o endereço http://www.advr.com.tw(ou, http://59.124.143.151 ). Clique em Register para efetuar o cadastro de um novo grupo.(foto

Leia mais

Guia rápido de utilização da Caixa Mágica

Guia rápido de utilização da Caixa Mágica Guia rápido de utilização da Caixa Mágica Este Guia especialmente dirigido a iniciados em Linux pretende ajudá-lo no arranque da utilização do mesmo. Se deparar com problemas ao executar os passos aqui

Leia mais

Manual de Instalação de Telecentros Comunitários. Ministério das Comunicações

Manual de Instalação de Telecentros Comunitários. Ministério das Comunicações Manual de Instalação de Telecentros Comunitários Ministério das Comunicações As informações contidas no presente documento foram elaboradas pela International Syst. Qualquer dúvida a respeito de seu uso

Leia mais

2.1.10. Trabalhar com CDs e DVDs

2.1.10. Trabalhar com CDs e DVDs 2.1.10. Trabalhar com CDs e DVDs Os procedimentos utilizados para gravar informação num CD ou num DVD variam conforme a forma como estes forem formatados. A formatação é efectuada em discos vazios e consiste

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

Boot Camp Manual de Instalação e Configuração

Boot Camp Manual de Instalação e Configuração Boot Camp Manual de Instalação e Configuração Contéudo 3 Introdução 4 Elementos necessários 5 Descrição geral da instalação 5 Passo 1: Verificar se existem actualizações 5 Passo 2: Preparar o computador

Leia mais

Manual de Recuperação, Cópias de Segurança e Resolução de Problemas. Crie os suportes de recuperação imediatamente após a configuração.

Manual de Recuperação, Cópias de Segurança e Resolução de Problemas. Crie os suportes de recuperação imediatamente após a configuração. Manual de Recuperação, Cópias de Segurança e Resolução de Problemas Crie os suportes de recuperação imediatamente após a configuração. Conteúdo Introdução... 3 Acerca da recuperação... 3 Acerca da cópia

Leia mais

MANUAL NMT De Instalação e utilização do Software

MANUAL NMT De Instalação e utilização do Software MANUAL NMT De Instalação e utilização do Software Conteúdo 1 Início da parametrização do aparelho... 4 1.1 Ajuste do modo de TV... 4 1.1.1 Ligar ao aparelho de TV... 4 1.1.2 Tipos de ligação... 4 1.1.3

Leia mais

Manual de Preparação do Computador para Sistema Dual Boot (Windows e Linux)

Manual de Preparação do Computador para Sistema Dual Boot (Windows e Linux) Manual de Preparação do Computador para Sistema Dual Boot (Windows e Linux) Autores: Hugo Manuel Santos (1040711) Maria João Viamonte (MJV) Berta Batista (BPP) Nota introdutória Devem seguir este manual,

Leia mais

Guia de instalação da rede sem fios NPD4759-00 PT

Guia de instalação da rede sem fios NPD4759-00 PT Guia de instalação da rede sem fios NPD4759-00 PT Verificar a sua rede Confirme as definições de rede do computador e, em seguida, seleccione o próximo passo. Siga as instruções para o ambiente no qual

Leia mais

BREVE MANUAL WIRELESS

BREVE MANUAL WIRELESS BREVE MANUAL WIRELESS Introdução O Projecto Municipal Seixal Digital pretende dotar o município do Seixal de equipamentos e infraestruturas que permitam o acesso às tecnologias de informação e comunicação.

Leia mais

RECUPERANDO DADOS COM REDO BACKUP E RECOVERY

RECUPERANDO DADOS COM REDO BACKUP E RECOVERY RECUPERANDO DADOS COM REDO BACKUP E RECOVERY Redo Backup é um programa para a recuperação de arquivos e discos rígidos danificados. Com ele você dispõe de um sistema completo para resolver diversos problemas

Leia mais

Segurança 24, Lda VIDEOGRAVADOR DIGITAL EM DISCO DURO TRANSMISOR POR TCP-IP SERVIDOR WEB MANUAL DO UTILIZADOR

Segurança 24, Lda VIDEOGRAVADOR DIGITAL EM DISCO DURO TRANSMISOR POR TCP-IP SERVIDOR WEB MANUAL DO UTILIZADOR VIDEOGRAVADOR DIGITAL EM DISCO DURO TRANSMISOR POR TCP-IP SERVIDOR WEB MANUAL DO UTILIZADOR Capítulo 4 Guia Básico de Operação 4.1 Ligar o DVR Nota: Certifique-se que liga correctamente os conectores de

Leia mais

Menus do Norton Ghost

Menus do Norton Ghost Menus do Norton Ghost O Norton Ghost é formado por 3 Opções: *Ghost Basic *Ghost Advanced *Ghost Utilities 9 Ghost Basic Tem as operações básicas do software. Este menu é constituído por 3 opções: Backup

Leia mais

Reposição de imagens XD Linux

Reposição de imagens XD Linux Reposição de imagens XD Linux Reposição de imagens XD Linux Esta distribuição é ideal para uma máquina de ponto de venda já que garante a exclusividade ao software XD não permitindo, sem autorização técnica,

Leia mais

Manual do Utilizador. Ahead Software AG

Manual do Utilizador. Ahead Software AG Manual do Utilizador Ahead Software AG Informações sobre copyright e marcas comerciais O manual do utilizador InCD e a totalidade do respectivo conteúdo estão protegidos por copyright e são propriedade

Leia mais

Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma maquina virtual

Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma maquina virtual Maria Augusta Sakis Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma Máquina Virtual Máquinas virtuais são muito úteis no dia-a-dia, permitindo ao usuário rodar outros sistemas operacionais dentro de uma

Leia mais

Monitor Wall 4.0. Manual de Instalação e Operação

Monitor Wall 4.0. Manual de Instalação e Operação Monitor Wall 4.0 pt Manual de Instalação e Operação Monitor Wall 4.0 Índice pt 3 Índice 1 Introdução 4 1.1 Sobre este manual 4 1.2 Convenções neste manual 4 1.3 Requisitos mínimos de Instalação e Operação

Leia mais

IPBRICK. iportalmais - Serviços de Internet e Redes, Lda.

IPBRICK. iportalmais - Serviços de Internet e Redes, Lda. IPBRICK Manual de Instalação iportalmais - Serviços de Internet e Redes, Lda. Janeiro 2006 2 Copyright c iportalmais Todos os direitos reservados. Janeiro 2006. A informação contida neste documento está

Leia mais

Instalação e Manutenção de Microcomputadores (COI)

Instalação e Manutenção de Microcomputadores (COI) Instalação e Manutenção de Microcomputadores (COI) 4. Montagem do Computador Disco rígido limpeza; Disco rígido verificação de erros (modo gráfico); Disco rígido verificação de erros (linha de comandos;

Leia mais

Certifique-se de que você possui todas as informações necessárias e equipamento em mãos antes de iniciar a instalação.

Certifique-se de que você possui todas as informações necessárias e equipamento em mãos antes de iniciar a instalação. Este produto pode ser configurado utilizando qualquer navegador web atual, como por ex. Internet Explorer 6 ou Netscape Navigator 7 ou superior. DSL-2730B Roteador ADSL Wireless Antes de começar Certifique-se

Leia mais

TABELA 3.1 Requisitos do Windows Server 2008 Standard

TABELA 3.1 Requisitos do Windows Server 2008 Standard 3 3INSTALAÇÃO DE UM SERVIDOR 2008 Feita a apresentação das funcionalidades do Windows Server 2008, eis que chega a hora mais desejada: a da implementação do nosso servidor. No entanto não é de todo recomendável

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Instalação em Rede. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Instalação em Rede. v2011 Manual Avançado Instalação em Rede v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Hardware... 3 b) Servidor:... 3 c) Rede:... 3 d) Pontos de Venda... 4 4. SQL Server... 5 e) Configurar porta estática:... 5 5.

Leia mais

Introdução à aplicação Web

Introdução à aplicação Web Introdução à aplicação Web A aplicação Web SanDisk +Cloud é uma interface com base na Web para aceder ao seu conteúdo e gerir a sua conta. Com a aplicação Web poderá reproduzir música, ver filmes, ver

Leia mais

Unidade 2. ROM BIOS (Basic Input/Output System) Sistema Operativo. Interacção entre as diferentes partes num computador: software e hardware

Unidade 2. ROM BIOS (Basic Input/Output System) Sistema Operativo. Interacção entre as diferentes partes num computador: software e hardware Interacção entre as diferentes partes num computador: software e hardware Unidade 2 Utilização do ambiente operativo Windows Aplicações Sistema Operativo ROM BIOS Processador+memória+... Software aplicacional

Leia mais

Com o DPR-1260 podem ser utilizadas até 4 impressoras USB. Segue um exemplo de topologia a que o equipamento atende:

Com o DPR-1260 podem ser utilizadas até 4 impressoras USB. Segue um exemplo de topologia a que o equipamento atende: Com o DPR-1260 podem ser utilizadas até 4 impressoras USB. Segue um exemplo de topologia a que o equipamento atende: 1 1- Para configurar o DPR-1260 conecte um cabo de rede na porta LAN do DPR-1260 até

Leia mais

LEARNING NETWORK MANAGER 2007 MANUAL DE INSTALAÇÃO

LEARNING NETWORK MANAGER 2007 MANUAL DE INSTALAÇÃO LEARNING NETWORK MANAGER 2007 MANUAL DE INSTALAÇÃO Preâmbulo No âmbito do Plano Tecnológico para a Educação considera-se de especial importância a actualização tecnológica dos espaços escolares, traduzindo-se

Leia mais

First Step Linux. Instalação do VirtualBox Para instalar o software VirtualBox siga os seguintes passos :

First Step Linux. Instalação do VirtualBox Para instalar o software VirtualBox siga os seguintes passos : First Step LINUX First Step Linux Experimente o Linux É possível experimentar o Linux sem alterar o sistema operativo actual do seu computador. Com o software Virtual Box consegue criar um ambiente virtual

Leia mais

7.3. WINDOWS MEDIA PLAYER 12

7.3. WINDOWS MEDIA PLAYER 12 7.3. WINDOWS MEDIA PLAYER 12 Este programa permite gerir toda a sua colecção de músicas, vídeos e até mesmo imagens, estando disponível para download no site da Microsoft, o que significa que mesmo quem

Leia mais

Como formatar e reinstalar o Windows 7

Como formatar e reinstalar o Windows 7 Como formatar e reinstalar o Windows 7 Windows 7 é muito melhor que as versões anteriores do Windows (XP e Vista). O processo de instalação é "simples e fáceis de seguir. Big Bravo! para a Microsoft por

Leia mais

INSTITUTO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL

INSTITUTO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL Ficha Informativa Nº 6 Disco rígido externo Um disco rígido externo é um suporte de dados móvel, não integrado no computador e que se liga a este por um cabo USB. Os discos rígidos externos são muitas

Leia mais

Linux Caixa Mágica. Documentos Técnicos CM. Instalação por Rede e/ou Desacompanhada. Date: Pages: Issue: State: Access: Reference:

Linux Caixa Mágica. Documentos Técnicos CM. Instalação por Rede e/ou Desacompanhada. Date: Pages: Issue: State: Access: Reference: Linux Caixa Instalação por Rede e/ou Desacompanhada Date: Pages: Issue: State: Access: Reference: 02207/2005 15 Instalar e Configurar Final Público CM2005-2001 i Approved Version: RR Name Function Signature

Leia mais

ROUTER BANDA LARGA SEM FIOS 11N 300MBPS

ROUTER BANDA LARGA SEM FIOS 11N 300MBPS ROUTER BANDA LARGA SEM FIOS 11N 300MBPS Manual de Instalação Rápida DN-70591 INTRODUÇÃO DN-70591 é um dispositivo conjunto de rede com fios/sem fios destinado especificamente para as necessidades de pequenas

Leia mais

LACIE PRIVATE/PUBLIC MANUAL DO UTILIZADOR

LACIE PRIVATE/PUBLIC MANUAL DO UTILIZADOR LACIE PRIVATE/PUBLIC MANUAL DO UTILIZADOR CLIQUE AQUI PARA ACEDER A UMA VERSÃO ONLINE ACTUALIZADA deste documento, bem como para obter os conteúdos mais recentes e funcionalidades tais como ilustrações

Leia mais

SLIDESHOWS PARA TODOS

SLIDESHOWS PARA TODOS 110 JULHO AGOSTO 2004 2004 / / EDIÇÃO 109 110 NO CD E DVD SLIDESHOWS PARA TODOS Aprenda organizar as suas fotos para uma posterior gravação num CD ou DVD. Tudo com excelentes efeitos visuais e com as suas

Leia mais

Imagem Genérica Linux Caixa Mágica 14 E-Escolas. Manual de Instalação

Imagem Genérica Linux Caixa Mágica 14 E-Escolas. Manual de Instalação Imagem Genérica Linux Caixa Mágica 14 E-Escolas Manual de Instalação http://www.caixamagica.pt Dezembro 2009 Versão 1.0 Índice 1.Introdução...3 2.Download do Ficheiro.ISO...4 3.Gravação do ficheiro.iso

Leia mais

Memeo Instant Backup Guia Rápido de Introdução

Memeo Instant Backup Guia Rápido de Introdução Introdução O Memeo Instant Backup é uma solução de cópias de segurança simples para um mundo digital complexo. O Memeo Instant Backup protege os seus dados, realizando automática e continuamente uma cópia

Leia mais

Seu manual do usuário EPSON LQ-630 http://pt.yourpdfguides.com/dref/1120693

Seu manual do usuário EPSON LQ-630 http://pt.yourpdfguides.com/dref/1120693 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual do usuário (informação,

Leia mais

Telefone sem fios Manual de configuração Office

Telefone sem fios Manual de configuração Office Telefone sem fios Manual de configuração Office Índice Configurar o Office sem fios 5 Configurar o seu telefone sem fios 5 Configurar a base do telefone 5 Associar o telefone à base 8 Configurar uma conta

Leia mais

SOFTWARE DE GESTÃO DA TERAPIA PARA A DIABETES. Guia de instalação

SOFTWARE DE GESTÃO DA TERAPIA PARA A DIABETES. Guia de instalação SOFTWARE DE GESTÃO DA TERAPIA PARA A DIABETES Guia de instalação 2010, Medtronic MiniMed, Inc. Todos os direitos reservados. Paradigm, Paradigm Link e CareLink são marcas comerciais registadas da Medtronic,

Leia mais

Como instalar Windows XP

Como instalar Windows XP Como instalar Windows XP 1 Como instalar Windows XP Existem 2 opções para instalar XP: Opção A: para micro novo sem Sistema Operacional instalado (Exemplo de sistema operacional:windows 98, Windows 2000,

Leia mais

Guia Rápido do TVR 12

Guia Rápido do TVR 12 Guia Rápido do TVR 12 Figura 1: Ligações do painel traseiro 1. "Loop through" para um máximo de 16 câmaras analógicas (consoante o modelo de DVR). 2. Ligar a um dispositivo RS-232. 3. Ligar até quatro

Leia mais

Guia de Instalação de Software

Guia de Instalação de Software Guia de Instalação de Software Este manual explica como instalar o software através de uma ligação USB ou de rede. A ligação de rede não se encontra disponível para os modelos SP 200/200S/203S/203SF/204SF.

Leia mais

Guia de introdução. Router WiFi Tribanda Nighthawk X6 AC3200 Modelo R8000. Conteúdo da embalagem. Vídeo de instalação

Guia de introdução. Router WiFi Tribanda Nighthawk X6 AC3200 Modelo R8000. Conteúdo da embalagem. Vídeo de instalação Suporte Obrigado por comprar este produto NETGEAR. Após instalar o dispositivo, localize o número de série na etiqueta do produto e use-o para registar o produto em https://my.netgear.com. Tem de registar

Leia mais

O Acer erecovery Management

O Acer erecovery Management O Acer erecovery Management O Acer erecovery Management constitui uma forma rápida, fiável e segura de restaurar o seu computador para as predefinições de fábrica ou para a configuração do sistema definida

Leia mais

BACKUP S IBERWEB MANUAL DE INSTALAÇÃO. Manual de Instalação Backup s IBERWEB (Versão1.0) 2008 IBERWEB, LDA. Todos os direitos reservados.

BACKUP S IBERWEB MANUAL DE INSTALAÇÃO. Manual de Instalação Backup s IBERWEB (Versão1.0) 2008 IBERWEB, LDA. Todos os direitos reservados. BACKUP S IBERWEB MANUAL DE INSTALAÇÃO INTRODUÇÃO Aproveitamos desde já para agradecer a sua adesão ao serviço de Backup s da IBERWEB. De seguida iremos apresentar as principais funcionalidades de um dos

Leia mais

IceData500. Manual do utilizador. Agosto 2004 Versão 1.1

IceData500. Manual do utilizador. Agosto 2004 Versão 1.1 IceData500 Manual do utilizador Agosto 2004 Versão 1.1 Índice Instalação dos Microfiltros... 3 Microfiltro simples...3 Microfiltro duplo...3 Instalação do Modem em Windows... 4 Estado do ícone DSL...5

Leia mais

Printer Driver. Antes de utilizar o controlador da impressora, certifique-se de que lê o ficheiro Readme. Antes de utilizar o software 4-539-577-71(1)

Printer Driver. Antes de utilizar o controlador da impressora, certifique-se de que lê o ficheiro Readme. Antes de utilizar o software 4-539-577-71(1) 4-539-577-71(1) Printer Driver Guia de instalação Este manual descreve a instalação dos controladores da impressora para o Windows 8, Windows 7, Windows Vista, Windows XP e. Antes de utilizar o software

Leia mais

Realizado por: Fábio Rebeca Nº6. Iuri Santos Nº8. Telmo Santos Nº23

Realizado por: Fábio Rebeca Nº6. Iuri Santos Nº8. Telmo Santos Nº23 Realizado por: Fábio Rebeca Nº6 Iuri Santos Nº8 Telmo Santos Nº23 1 Tutorial de instalação e partilha de ficheiros na Caixa Mágica Índice Índice... 1 Introdução... 2 Material que iremos utilizar... 3 Instalação

Leia mais

PORTUGUÊS. Mesa Digitalizadora. Manual do Utilizador. Windows 2000 / XP / Vista

PORTUGUÊS. Mesa Digitalizadora. Manual do Utilizador. Windows 2000 / XP / Vista Mesa Digitalizadora Manual do Utilizador Windows 2000 / XP / Vista 1 I. Informação Geral 1. Visão Geral Bem-vindo ao mundo das canetas digitais! Irá descobrir que é muito fácil controlar o seu computador

Leia mais

USB para CONVERSOR EM SÉRIE

USB para CONVERSOR EM SÉRIE USB para CONVERSOR EM SÉRIE Manual do Utilizador DA-70156 Rev.5 Manual de Instalação do Windows 7/8/8.1 Passo 1: Introduzir o CD deste produto na entrada CD-ROM. Ligar o dispositivo à porta USB extra do

Leia mais

Guia de Instalação do Software

Guia de Instalação do Software Guia de Instalação do Software Este manual explica como instalar o software através de uma ligação USB ou de rede. A ligação de rede não se encontra disponível para os modelos SP 200/200S/203S/203SF/204SF.

Leia mais

Atualização para Windows 8.1

Atualização para Windows 8.1 Atualização para Windows 8.1 Português Atualização para Windows 8.1 Antes de começar Antes de começar, prepare o seu Tesla W8 Recomendamos seguir estes passos preliminares para preparar o seu tablet antes

Leia mais

604 wifi. Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual.

604 wifi. Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual. 604 wifi FUNÇÕES WIFI e Internet Suplemento ao Manual do Utilizador ARCHOS 504/604 Versão 1.2 Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual. Este manual contém informações

Leia mais

EM8037 Kit de Iniciação de Adaptador Powerline Wi-Fi

EM8037 Kit de Iniciação de Adaptador Powerline Wi-Fi EM8037 Kit de Iniciação de Adaptador Powerline Wi-Fi 2 PORTUGUÊS EM8037 - Kit de Iniciação de Adaptador Powerline Wi-Fi Índice 1.0 Introdução... 2 1.1 Conteúdo da embalagem... 2 2.0 Ligar os Adaptadores

Leia mais

RO002/RO002UK Sweex Broadband Router. Não existe nenhum aparelho ligado a esta porta

RO002/RO002UK Sweex Broadband Router. Não existe nenhum aparelho ligado a esta porta RO002/RO002UK Sweex Broadband Router Introdução Não exponha o Sweex Broadband Router a temperaturas extremas. Não coloque o dispositivo directamente ao sol ou perto de elementos de aquecimento. Não utilize

Leia mais

Gerenciamento de Redes de Computadores. Pfsense Introdução e Instalação

Gerenciamento de Redes de Computadores. Pfsense Introdução e Instalação Pfsense Introdução e Instalação Introdução A utilização de um firewall em uma rede de computadores possui o objetivo básico de proteção relacionado a entrada e saída de dados. Introdução O pfsense é um

Leia mais

Tutorial de Instalação do Software das Carteiras Informatizadas Oppitz

Tutorial de Instalação do Software das Carteiras Informatizadas Oppitz P á g i n a 1 Estado de Santa Catarina Secretaria de Estado da Educação Diretoria de Organização, Controle e Avaliação Gerência de Recursos Humanos Tecnologia Administrativa Rua Antônio Luz, 111 Centro

Leia mais

Guia de introdução. Modem-router WiFi VDSL/ADSL AC1600 Modelo D6400. Conteúdo da embalagem

Guia de introdução. Modem-router WiFi VDSL/ADSL AC1600 Modelo D6400. Conteúdo da embalagem Suporte Obrigado por comprar este produto NETGEAR. Após instalar o dispositivo, localize o número de série na etiqueta do produto e use-o para registar o produto em https://my.netgear.com. Tem de registar

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT E s t u d o s o b r e a i n t e g r a ç ã o d e f e r r a m e n t a s d i g i t a i s n o c u r r í c u l o da d i s c i p l i n a d e E d u c a ç ã o V i s u a l e T e c n o l ó g i c a AnimatorDV M a

Leia mais

HCN/HCS SERIES CÂMERAS E CONVERSORES IP

HCN/HCS SERIES CÂMERAS E CONVERSORES IP HCN/HCS SERIES CÂMERAS E CONVERSORES IP Obrigado por utilizar os produtos Dimy s. Antes de operar o equipamento, leia atentamente as instruções deste manual para obter um desempenho adequado. Por favor,

Leia mais

Manual do Utilizador. Ahead Software AG

Manual do Utilizador. Ahead Software AG Manual do Utilizador Ahead Software AG Informações sobre copyright e marcas comerciais O manual do utilizador InCD e a totalidade do respectivo conteúdo estão protegidos por copyright e são propriedade

Leia mais

MANUAL WIRELESS DOS PONTOS MUNICIPAIS DE BANDA LARGA

MANUAL WIRELESS DOS PONTOS MUNICIPAIS DE BANDA LARGA MANUAL WIRELESS DOS PONTOS MUNICIPAIS DE BANDA LARGA Introdução O Projecto Municipal dos Pontos Municipais de Banda Larga (PMBL) pretende dotar o Município de Almeida de equipamentos e infra-estruturas

Leia mais

Índice. Instalação de Ponto de acesso sem fios nos portáteis 1/14

Índice. Instalação de Ponto de acesso sem fios nos portáteis 1/14 Índice 1) Conteúdo da embalagem... 3 2) Configuração em 5 passos utilizando o Browser... 3 a) Configuração do equipamento... 3 b) Configuração do ponto de acesso... 3 c) Ligação do ponto de acesso à Internet...

Leia mais

CONVERSOR IP DE VÍDEO HCS-V404

CONVERSOR IP DE VÍDEO HCS-V404 MANUAL DE INSTRUÇÕES CONVERSOR IP DE VÍDEO HCS-V404 Conteúdo IMPORTANTE!!!... 3 GERAL:... 3 INSTALAÇÃO:... 3 Menu Network Setup... 7 Menu Media Setup... 9 Menu Record and Replay... 9 IMPORTANTE!!!... 10

Leia mais

Manual do PDFCreator Versão 1

Manual do PDFCreator Versão 1 Manual do PDFCreator Versão 1 O PDFCreator é um software livre que permite criar documentos em formato PDF a partir outras aplicações. Centro de Formação de Penalva e Azurara www.cfpa.pt 2006 Índice Índice...

Leia mais

Para continuar, baixe o linux-vm aqui: http://www.gdhpress.com.br/downloads/linux-vm.zip

Para continuar, baixe o linux-vm aqui: http://www.gdhpress.com.br/downloads/linux-vm.zip Se, assim como a maioria, você possui um único PC ou notebook, uma opção para testar as distribuições Linux sem precisar mexer no particionamento do HD e instalar o sistema em dualboot, é simplesmente

Leia mais

http://www.uarte.mct.pt

http://www.uarte.mct.pt ws-ftp 1 sobre o programa...... pag.. 2 descarregar o programa a partir do site da uarte... pag.. 3 instalar o programa...... pag.. 4 a 6 iniciar o programa...... pag.. 7 interface dpo programa... pag..

Leia mais

Guia de consulta rápida DVR HD

Guia de consulta rápida DVR HD Guia de consulta rápida DVR HD Primeira parte: Operações Básicas... 2 1. Instalação básica... 2 2. Arranque... 2 3. Desligar... 2 4. Iniciar sessão... 2 5. Pré- visualização... 3 6. Configuração da gravação...

Leia mais

Utilizando o Tablet PC da GIGABYTE pela primeira vez

Utilizando o Tablet PC da GIGABYTE pela primeira vez Parabéns pela aquisição deste Slate PC da GIGABYTE! Este Guia de Instalação permite-lhe fazer a instalação de forma correcta e rápida do seu equipamento. Para mais detalhes, por favor navegue em www.gigabyte.com.

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

Placa de rede local sem fios Nokia C110/C111. Manual de Instalação

Placa de rede local sem fios Nokia C110/C111. Manual de Instalação Placa de rede local sem fios Nokia C110/C111 Manual de Instalação DECLARAÇÃO DE CONFORMIDADE A NOKIA MOBILE PHONES Ltd declara ser a única responsável pela conformidade dos produtos DTN-10 e DTN-11 com

Leia mais

Como instalar uma impressora?

Como instalar uma impressora? Como instalar uma impressora? Antes de utilizar uma impressora para imprimir seus documentos, arquivos, fotos, etc. é necessário instalá-la e configurá-la no computador. Na instalação o computador se prepara

Leia mais

Conteúdo do pacote. Lista de terminologia. Powerline Adapter

Conteúdo do pacote. Lista de terminologia. Powerline Adapter Powerline Adapter Note! Não expor o Powerline Adapter a temperaturas extremas. Não deixar o dispositivo sob a luz solar directa ou próximo a elementos aquecidos. Não usar o Powerline Adapter em ambientes

Leia mais

AR-NB2 KIT DE EXPANSÃO PARA REDE. MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO SOFTWARE (da impressora de rede) MODELO

AR-NB2 KIT DE EXPANSÃO PARA REDE. MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO SOFTWARE (da impressora de rede) MODELO MODELO AR-NB2 KIT DE EXPANSÃO PARA REDE MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO SOFTWARE (da impressora de rede) INTRODUÇÃO ANTES DA INSTALAÇÃO LIGAR A UMA REDE AMBIENTE DE INSTALAÇÃO E PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO CONFIGURAR

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO DE SOFTWARE

GUIA DE INSTALAÇÃO DE SOFTWARE GUIA DE INSTALAÇÃO DE SOFTWARE SISTEMA MULTIFUNÇÕES DIGITAL Página INTRODUÇÃO ANTES DA INSTALAÇÃO INSTALAR O DRIVER DA IMPRESSORA LIGAÇÃO A UM COMPUTADOR 9 CONFIGURAR O CONTROLADOR DA IMPRESSORA 0 COMO

Leia mais

Índice. 1. Introdução 3. 2. Instalação e desinstalação do GENIUS VOIP MOUSE 4. 2.2 IMs suportados pelo GENIUS VOIP MOUSE 5

Índice. 1. Introdução 3. 2. Instalação e desinstalação do GENIUS VOIP MOUSE 4. 2.2 IMs suportados pelo GENIUS VOIP MOUSE 5 Índice 1. Introdução 3 2. Instalação e desinstalação do GENIUS VOIP MOUSE 4 2.1 Requisitos do sistema 4 2.2 IMs suportados pelo GENIUS VOIP MOUSE 5 2.3 Website de cada IM para download 5 2.4 Instalação

Leia mais

FrontPage Express. Manuel Cabral Reis UTAD Departamento de Engenharias Curso de Ciências da Comunicação Disciplina de Introdução à Informática

FrontPage Express. Manuel Cabral Reis UTAD Departamento de Engenharias Curso de Ciências da Comunicação Disciplina de Introdução à Informática FrontPage Express Manuel Cabral Reis UTAD Departamento de Engenharias Curso de Ciências da Comunicação Disciplina de Introdução à Informática O que é o FrontePage Express Para aceder ao programa que vai

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 4.2 - Instalando o Ubuntu Virtualizado

Sistema Operacional Unidade 4.2 - Instalando o Ubuntu Virtualizado Sistema Operacional Unidade 4.2 - Instalando o Ubuntu Virtualizado Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 CRIAÇÃO DA MÁQUINA VIRTUAL... 3 Mas o que é virtualização?... 3 Instalando o VirtualBox...

Leia mais

Mac OS X 10.6 Snow Leopard Manual de Instalação e Configuração

Mac OS X 10.6 Snow Leopard Manual de Instalação e Configuração Mac OS X 10.6 Snow Leopard Manual de Instalação e Configuração Leia este documento antes de instalar o Mac OS X. Ele inclui informações importantes acerca da instalação do Mac OS X. Requisitos de sistema

Leia mais

Manual de introdução de Bomgar B300v

Manual de introdução de Bomgar B300v Manual de introdução de Bomgar B300v Índice remissivo Pré-requisitos 2 Passo 1 Transfira a sua Bomgar B300v 2 Passo 2 Importe os ficheiros da Bomgar B300v para o Inventário VMware 3 Passo 3 Primeiro arranque

Leia mais