Introdução Padrão Brasileiro de TV Digital. Desenvolvimento de Aplicações Interativas. Trabalhos em andamento

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Introdução Padrão Brasileiro de TV Digital. Desenvolvimento de Aplicações Interativas. Trabalhos em andamento"

Transcrição

1 Introdução Padrão Brasileiro de TV Digital Middleware GINGA Desenvolvimento de Aplicações Interativas Linguagem NCL (Nested Context Language) Trabalhos em andamento Maior resolução de imagem Melhor qualidade de imagem Melhor qualidade de som Som surround Otimização da utilização do espectro Recepção móvel Novos tipos de conteúdo - transmissão de dados; Novos recursos interatividade multiprogramação !

2 Transmissão via satélite Transmissão a cabo Padrão Brasileiro Transmissão terrestre Transmissão terrestre digital de sinais de televisão (radiodifusão), incorporando as potencialidades da tecnologia digital (novas aplicações, interatividade, novos recursos) => Inclusão digital Sistema Americano ATSC Advanced Television Sistema Europeu DVB Digital Video Broadcast Sistema Japonês ISDB Integrated Services Digital Broadcasting Sistema Brasileiro ISDB-TB - Integrated Services Digital Broadcasting Terrestrial (Brasileiro) ISDB-TB Brasil, Peru, Argentina Chile, Venezuela, Equador Costa Rica, Paraguai, Bolívia, Filipinas DVB-T Uruguai, Colômbia, Panamá Guiana Francesa ATSC México, Porto Rico, Honduras !

3 ESTÚDIO Captura de áudio, vídeo e dados Transmissor Provedor Codificador de serviço de difusão e interação Multiplexador Canal de Transmissão Meios de Difusão DIFUSÃO Casa do Telespectador Sinais no formato específico da TV analógica Fluxos de áudio, vídeo e dados Fluxo de transporte Decodificador sinal Modulador Tx Rx Demodulador Canal de retorno Receptor SET-TOP BOX Demultiplexador Set-Top Box Canal de Retorno Aplicação Middleware Codificação Monomídia Multiplexação! Modulação EPG T-GOV T-COM Entretenimento H.264 H.264 GINGA MPEG2-TS BST-OFDM MPEG-4 MPEG SBTVD ISDB-TB Subsistema de transmissão baseado no padrão japonês ISDB Incorpora padrões mais recentes de codificação monomídia H.264 e MPEG-4 AAC Incorpora inovações desenvolvidas pela área de computação das universidades brasileiras Middleware brasileiro GINGA Middleware é uma camada de software adicional, cujo objetivo é oferecer um serviço padronizado às aplicações, escondendo as especificidades e heterogeneidades das camadas de hardware e sistema operacional, dando suporte às facilidades básicas de codificação, transporte e modulação de um sistema de televisão digital. Requisitos do middleware dependem dos requisitos das aplicações Cenário brasileiro => inclusão social e digital !

4 !

5 Sistema de transmissão em broadcast Distância razoável entre o usuário e a tela Dispositivos de E/S com poucos recursos Assistência coletiva Aplicações baseadas em vídeo principal Interatividade como caso particular de sincronismo Múltiplos dispositivos Perfis de usuários diferentes Dispositivos de exibição diversos Usuários em localidades diferentes Adaptabilidade Conteúdo pode depender, por exemplo, da localização do usuário! !

6 Suporte à sincronização interatividade Suporte a canal de retorno Suporte a múltiplos dispositivos Suporte a adaptação do conteúdo e da apresentação Suporte à edição ao vivo O universo das aplicações para televisão digital pode ser particionado em dois conjuntos: Aplicações declarativas: Uma aplicação declarativa é aquela em que sua entidade inicial é do tipo conteúdo declarativo (baseado em XML). Aplicações procedurais: Uma aplicação procedural é aquela em que sua entidade inicial é do tipo conteúdo procedural (baseado em Java) Imperativo (procedural) Especificação: como fazer Maior poder de expressão Declarativo Especificação: a intenção final Especificação em mais alto nível Middleware GINGA pode ser dividido em dois subsistemas principais, que permitem o desenvolvimento de aplicações seguindo dois paradigmas de programação diferentes. GINGA-J aplicações procedurais Java Xlets GINGA-NCL aplicações declarativas NCL e Lua Linguagem NCL Nested Context Language Suporte à sincronização interatividade Suporte a canal de retorno Suporte a múltiplos dispositivos Suporte a adaptação do conteúdo e da apresentação Suporte à edição ao vivo NCL é software livre Em NCL, é fácil: descrever o comportamento espacial e temporal de uma apresentação multimídia, associar links (interação do usuário) a objetos de mídia, definir alternativas para apresentação (adaptação) e descrever o leiaute da apresentação em múltiplos dispositivos !

7 Em NCL, é difícil: processamento matemático, manipulação sobre textos, uso do canal de interatividade, controle fino do teclado, animações para objetos gráficos e, tarefas que necessitem da especificação de algoritmos e estruturas de dados. Uma linguagem declarativa também deve oferecer suporte a objetos que contêm código procedural NCL permite: Aplicações HTML com código ECMAScript NCLet objetos procedurais com código Java Xlet NCLua objetos procedurais com código Lua Lua é simples e poderosa Lua é portável Lua é embeddable Lua é rápida Lua é robusta Lua é software livre Receptor SBTVD com suporte a interatividade Receptores full-seg recebem sinal de alta definição Receptores one-seg Equipamentos portáteis (celulares, TVs portáteis ) !

8 Programa de TV digital interativa é um documento multimídia composto de: Objetos de mídia Texto, imagem, gráfico, áudio, vídeo, animação... Relacionamentos entre os objetos Blablabla! Blablabla! Blablabla!...! Blablabla! Blablabla!...! <ncl>! O que exibir? Nós Onde exibir? Regiões Como exibir? Descritores Quando exibir? Elos e conectores </ncl>! Nós <media> <media id="video" src="media/video.mp4" type= video/ mp4 descriptor="dpvideo"> <area id="apresentaicone" begin="20s" end="40s"/> <area id="apresentafigura" begin="50s"/> </media> <media id= choro src= choro.mp3 descriptor= audiodesc > <property name= soundlevel value= 1 /> </media> !

9 Estrutura do documento Nós de contexto <body> e <context> Regiões - <region> Indicam área do dispositivo de exibição que será usada para apresentar algum nó atributos <regionbase> <region id= TV > <region id= rgvideotv top= 5% left= 5% width= 50% height= 50% /> <region id= rgimg top= 100 left= 100 width= 200 height= 200 /> </region> </regionbase> Descritores - <descriptor> Indicam as características de exibição de um nó <descriptorbase> <descriptor id= dvideo region = rgvideotv /> <descriptor id= dimg region = rgimg explicitdur= 4s > <descriptorparam name= transparency value= 30% /> </descriptor> </descriptorbase> !

10 Todo nó deve ser associado a um descritor, que pode ter uma região associada Cabeçalho: <region id= rgvideo1 /> <descriptor id= dvideo1 region= rgvideo1 /> Corpo: <media id= video1 descriptor= dvideo1 /> Como criar um relacionamento entre nós? Elos e conectores Como definir o elo entre os nós? Outras facilidades: Adaptação do conteúdo de um programa Definição de metadados Reúso Definições de animações e transições Programação para múltiplos dispositivos Comandos para edição ao vivo Integração com objetos Lua Desenvolvimento de aplicações interativas Quiz, Manuais Interativos, Comerciais, T-Censo Jogos RummiTV, Genius, Lig4, Jogo da Velha, Jogo do Mosquito, Jogo da Memória, Sudoku, Tetris DamasTV menção honrosa no Concurso Latinoamericano de Aplicações para TV Digital WebMedia/WTVDI 2010 e menção honrosa no 1 st ITU IPTV Challenge 2011 categoria user friendliness Linguagens e ferramentas para facilitar autoria NCL Novas linguagens para definição e uso de templates em programas NCL Editores Gráficos de templates !

11 APIs Java para manipular documentos NCL ana API NCL para Autoria anaa API para Autoria e Análise (validação) Trabalhos em andamento Editor gráfico NCL com suporte a templates JNCL JSON NCL Conversor NCL => HTML5 Framework para Desenvolvimento de Jogos em Lua Ambiente de autoria gráfico integrado para GINGA Obrigada!! Mais informações sobre NCL: clube.ncl.org.br Mais informações sobre o Laboratório MídiaCom: !

Arquitetura do Sistema Brasileiro. Novos Recursos. Aplicações. Middleware

Arquitetura do Sistema Brasileiro. Novos Recursos. Aplicações. Middleware Departamento de Ciência da Computação TV Digital no Brasil Introdução a TV Digital Interativa no Brasil Padrão Brasileiro Transmissão terrestre Transmissão terrestre digital de sinais de televisão (radiodifusão),

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Interativas. GINGA NCL e LUA. Projeto TV Digital Social

Desenvolvimento de Aplicações Interativas. GINGA NCL e LUA. Projeto TV Digital Social Desenvolvimento de Aplicações Interativas GINGA NCL e LUA Projeto TV Digital Social Marco Antonio Munhoz da Silva DATAPREV Gestor do Proejeto TV Digital Social AGENDA Divisão dos assuntos em quatro partes

Leia mais

PADRÕES DE MIDDLEWARE PARA TV DIGITAL

PADRÕES DE MIDDLEWARE PARA TV DIGITAL PADRÕES DE MIDDLEWARE PARA TV DIGITAL Rafael V. Coelho Fundação Universidade Federal do Rio Grande (FURG) Rio Grande - RS rafaelvc2@gmail.com Resumo. Este trabalho discute os tipos de Middleware usados

Leia mais

Jornalismo Multiplataforma. Tecnologias Redes e Convergência. eduardo.barrere@ice.ufjf.br

Jornalismo Multiplataforma. Tecnologias Redes e Convergência. eduardo.barrere@ice.ufjf.br Jornalismo Multiplataforma Tecnologias Redes e Convergência eduardo.barrere@ice.ufjf.br Panorama Em 2011, a TV atingiu 96,9% (http://www.teleco.com.br/nrtv.asp) TV Digital Uma novidade???? TV Digital Resolve

Leia mais

TV Dig ital - S ocial

TV Dig ital - S ocial Edson Luiz Castilhos Gerente Célula Software Livre - RS Marco Antonio Munhoz da Silva Gestor Projeto TV Digital Social 1 AGENDA O que é TV Digital? Histórico TV Analógica x TV Digital Sistema de TV Digital

Leia mais

NCL e Java. Aquiles Burlamaqui

NCL e Java. Aquiles Burlamaqui Construindo programas de TV Digital Interativa usando NCL e Java Aquiles Burlamaqui Sumário Introdução Middleware Aplicações de TVDI Ginga NCL Ginga J Conclusões Introdução TV Digital Interativa O que

Leia mais

Ginga e a TV Digital Interativa no Brasil

Ginga e a TV Digital Interativa no Brasil Ginga e a TV Digital Interativa no Brasil Bruno Ghisi Engenheiro de Software weblogs.java.net/brunogh Alexandre Lemos Engenheiro de Software Objetivo Introduzir o conceito do cenário brasileiro de TV Digital,

Leia mais

1 Introdução. 1.1. Motivação

1 Introdução. 1.1. Motivação 1 Introdução A adoção do Ginga-NCL como middleware declarativo do SBTVD (Sistema Brasileiro de Televisão Digital) estabeleceu um marco no desenvolvimento de aplicações interativas para TV Digital terrestre

Leia mais

1.1. Aplicações de TVD dinâmicas

1.1. Aplicações de TVD dinâmicas 1 Introdução Uma aplicação de TV Digital (TVD) comumente é composta por um vídeo principal associado a outros objetos (aplicações, imagens, vídeos, textos etc.), que são transmitidos em conjunto possibilitando

Leia mais

TV Digital no Brasil e o Middleware Ginga. Luiz Eduardo Cunha Leite

TV Digital no Brasil e o Middleware Ginga. Luiz Eduardo Cunha Leite TV Digital no Brasil e o Middleware Ginga Luiz Eduardo Cunha Leite 1 Sistema de TV Digital no Brasil 3G 1 Seg 2 PTSN, Internet, etc. Nível de Transporte TCP / IP -SI -Carrossel de Dados e Objetos -MPE

Leia mais

Pesquisas em Redes de Computadores e Sistemas Multimídia

Pesquisas em Redes de Computadores e Sistemas Multimídia Pesquisas em Redes de Computadores e Sistemas Multimídia Profa. Débora Christina Muchaluat Saade Instituto de Computação - UFF debora@ic.uff.br Roteiro equipe Linhas de Pesquisa Redes Mesh Redes Avançadas

Leia mais

Protocolo de Aplicação para Jogos de Tabuleiro para Ambiente de TV Digital

Protocolo de Aplicação para Jogos de Tabuleiro para Ambiente de TV Digital Protocolo de Aplicação para Jogos de Tabuleiro para Ambiente de TV Digital Felipe Martins de Lima Escola de Engenharia Universidade Federal Fluminense (UFF) Rua Passo da Pátria, 156 São Domingos Niterói

Leia mais

Demonstrações: Requisitos do M iddleware

Demonstrações: Requisitos do M iddleware 1 Copyright 2012 TeleMídia Agenda Introdução à TV Digital Demonstrações: Requisitos do M iddleware M odelo de Referência Ginga: NCL (Lua) Considerações Finais 2 Copyright 2012 TeleMídia Copyright Laboratório

Leia mais

Entretenimento e Interatividade para TV Digital

Entretenimento e Interatividade para TV Digital Entretenimento e Interatividade para TV Digital Desenvolvimento de Aplicativos para TV Digital Interativa Rodrigo Cascão Araújo Diretor Comercial Apresentação da Empresa A EITV desenvolve software e provê

Leia mais

Visão Geral das Tecnologias Envolvidas no Desenvolvimento de Aplicações Interativas para o Sistema Brasileiro de TV

Visão Geral das Tecnologias Envolvidas no Desenvolvimento de Aplicações Interativas para o Sistema Brasileiro de TV Visão Geral das Tecnologias Envolvidas no Desenvolvimento de Aplicações Interativas para o Sistema Brasileiro de TV Felipe S. PEREIRA 1, Danielle COSTA 2 1 aluno do curso de Análise e Desenvolvimento de

Leia mais

Entretenimento e Interatividade para TV Digital

Entretenimento e Interatividade para TV Digital Entretenimento e Interatividade para TV Digital Interatividade na TV Digital Ginga e Plataformas de Desenvolvimento Rodrigo Cascão Araújo Diretor Comercial O que é a TV Digital Transmissão da emissora

Leia mais

Engenheiro Eletrônico pela PUC-RJ e mestrando da Universidade Federal Fluminense.

Engenheiro Eletrônico pela PUC-RJ e mestrando da Universidade Federal Fluminense. Padrões de Middleware para TV Digital Este tutorial apresenta o conceito de middleware para TV Digital, os atuais padrões de mercado e uma comparação entre eles, em termos de funcionalidades disponibilizadas.

Leia mais

PESPECTVIAS DO PROJETO DE PESQUISA DESENVOLVIMENTO DE MIDDLEWARE PARA DIVULGAÇÃO DE SABERES POPULARES NO CANAL DE INTERATIVIDADE DA TV DIGITAL *

PESPECTVIAS DO PROJETO DE PESQUISA DESENVOLVIMENTO DE MIDDLEWARE PARA DIVULGAÇÃO DE SABERES POPULARES NO CANAL DE INTERATIVIDADE DA TV DIGITAL * PESPECTVIAS DO PROJETO DE PESQUISA DESENVOLVIMENTO DE MIDDLEWARE PARA DIVULGAÇÃO DE SABERES POPULARES NO CANAL DE INTERATIVIDADE DA TV DIGITAL * Wellington Garcia PEREIRA 1 ; Hudson Henrique de Sousa LOPES

Leia mais

Televisão Digital Interativa se faz com Ginga. Guido Lemos de Souza Filho LAVID DI - UFPB

Televisão Digital Interativa se faz com Ginga. Guido Lemos de Souza Filho LAVID DI - UFPB Televisão Digital Interativa se faz com Ginga Guido Lemos de Souza Filho LAVID DI - UFPB Instituições Selecionadas para Elaborar Propostas de Alternativas Tecnológicas Requisitos básicos b do SBTVD Robustez

Leia mais

Aplicações Tv Digital

Aplicações Tv Digital Iniciando e terminando dois nós simultaneamente

Leia mais

4 Middleware Ginga-NCL como Plugin para Navegadores Web

4 Middleware Ginga-NCL como Plugin para Navegadores Web 4 Middleware Ginga-NCL como Plugin para Navegadores Web De forma análoga ao que existe hoje ao se embutir um objeto de mídia HTML em uma aplicação NCL, a integração entre o middleware Ginga e um navegador

Leia mais

GINGA - Software Livre para TV Digital Brasileira

GINGA - Software Livre para TV Digital Brasileira 1 of 6 23/6/2010 22:40 GINGA - Software Livre para TV Digital Brasileira Autor: Paulo Roberto Junior - WoLF Data: 13/04/2009 O que é GINGA Posso falar com minhas próprias indagações

Leia mais

Ginga-NCL com objetos de mídia SSML embutidos Relatório Técnico: Requisitos

Ginga-NCL com objetos de mídia SSML embutidos Relatório Técnico: Requisitos PUC-Rio - Departamento de Informática Ginga-NCL com objetos de mídia SSML embutidos Relatório Técnico: Requisitos Rafael Diniz Matrícula: 1312398 5 de agosto de 2014 Sumário 1 Introdução 2 1.1 Propósito...........................................

Leia mais

MDD Mídias Interativas. TV Digital no Brasil

MDD Mídias Interativas. TV Digital no Brasil Pós-Graduação MDD Mídias Interativas TV Digital no Brasil Apresentações Profª. Graciana Simoní Fischer de Gouvêa Email: graciana.fischer@prof.infnet.edu.br COMO FUNCIONAVA A TV NO BRASIL? Analógico Analógico

Leia mais

PROF.: PAULO GOMES MATÉRIA: STRS 2 MOURA LACERDA

PROF.: PAULO GOMES MATÉRIA: STRS 2 MOURA LACERDA PROF.: PAULO GOMES MATÉRIA: STRS 2 MOURA LACERDA A TV digital O surgimento da TV digital se deu em função do desenvolvimento da TV de alta definição (HDTV) no Japão e na Europa, há mais de duas décadas,

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO Centro das Ciências Exatas e Tecnologia Faculdade de Matemática, Física e Tecnologia

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO Centro das Ciências Exatas e Tecnologia Faculdade de Matemática, Física e Tecnologia PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO Centro das Ciências Exatas e Tecnologia Faculdade de Matemática, Física e Tecnologia 1.00.00.00-3 - CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA 1.03.00.00-7 - CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

Leia mais

A TV DIGITAL COMO INSTRUMENTO DE ENSINO DE MATEMÁTICA. Adriano Aparecido de Oliveira, Juliano Schimiguel

A TV DIGITAL COMO INSTRUMENTO DE ENSINO DE MATEMÁTICA. Adriano Aparecido de Oliveira, Juliano Schimiguel A TV DIGITAL COMO INSTRUMENTO DE ENSINO DE MATEMÁTICA Adriano Aparecido de Oliveira, Juliano Schimiguel Universidade Cruzeiro do Sul/CETEC, Av. Ussiel Cirilo, 225 São Paulo Resumo A TV é um importante

Leia mais

APLICAÇÃO PARA A TV DIGITAL INTERATIVA UTILIZANDO A API JAVATV Eli CANDIDO JUNIOR 1 Francisco Assis da SILVA 2

APLICAÇÃO PARA A TV DIGITAL INTERATIVA UTILIZANDO A API JAVATV Eli CANDIDO JUNIOR 1 Francisco Assis da SILVA 2 APLICAÇÃO PARA A TV DIGITAL INTERATIVA UTILIZANDO A API JAVATV Eli CANDIDO JUNIOR 1 Francisco Assis da SILVA 2 RESUMO: A televisão é uma das principais fontes de informação, entretenimento e cultura. A

Leia mais

2 TV digital e TV de alta definição 2.1. A tecnologia digital

2 TV digital e TV de alta definição 2.1. A tecnologia digital 2 TV digital e TV de alta definição 2.1. A tecnologia digital Neste capítulo, serão abordados os aspectos principais da tecnologia digital e suas conseqüências em termos de mercado consumidor (telespectadores).

Leia mais

TECNOLOGIAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES EDUCACIONAIS PARA TV DIGITAL

TECNOLOGIAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES EDUCACIONAIS PARA TV DIGITAL TECNOLOGIAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES EDUCACIONAIS PARA TV DIGITAL Lady Daiana O. PINTO (1,2), José P. QUEIROZ-NETO (1), Kátia Cilene N. SILVA (2). (1) Centro Federal de Educação Tecnológica

Leia mais

Padrões de Middleware para TV Digital

Padrões de Middleware para TV Digital Padrões de Middleware para TV Digital Alexsandro Paes, Renato Antoniazzi UFF Universidade Federal Fluminense Centro Tecnológico Departamento de Engenharia de Telecomunicações Mestrado em Telecomunicações

Leia mais

MyPersonal-EPG: Um EPG Personalizável e com Suporte à Recomendações para o SBTVD

MyPersonal-EPG: Um EPG Personalizável e com Suporte à Recomendações para o SBTVD UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E MATEMÁTICA APLICADA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SISTEMAS E COMPUTAÇÃO MyPersonal-EPG: Um

Leia mais

TV DIGITAL INTERATIVA: UM RECURSO DIDÁTICO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

TV DIGITAL INTERATIVA: UM RECURSO DIDÁTICO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA SET Congresso 2012 TV DIGITAL INTERATIVA: UM RECURSO DIDÁTICO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Pricila de Souza, Hálison Maia, Marlos Rodrigues, Samir Batalha,

Leia mais

O Panorama da TV Digital no Brasil. Leandro Miller Leonardo Jardim

O Panorama da TV Digital no Brasil. Leandro Miller Leonardo Jardim O Panorama da TV Digital no Brasil Leandro Miller Leonardo Jardim Tópicos Abordados TV Aberta no Brasil Vantagens da TV Digital Padrões de TV Digital Sistema Brasileiro de TV Digital Oportunidades na TV

Leia mais

Tópicos Avançados em Engenharia de Software

Tópicos Avançados em Engenharia de Software Tópicos Avançados em Engenharia de Software 02/10/2012 Profº. Mario Godoy mario.godoy@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~mario.godoy/gis Agenda a) Questionário grupo; b) Manic Time (standard free): USB

Leia mais

Desenvolvendo e Integrando Serviços Multiplataforma de TV Digital Interativa

Desenvolvendo e Integrando Serviços Multiplataforma de TV Digital Interativa Desenvolvendo e Integrando Serviços Multiplataforma de TV Digital Interativa Agenda Introdução Aplicações interativas de TV Digital Desafios de layout e usabilidade Laboratório de usabilidade Desafios

Leia mais

TV Digital : Convergência e Interatividade. 2010 HXD Interactive Television

TV Digital : Convergência e Interatividade. 2010 HXD Interactive Television TV Digital : Convergência e Interatividade. A TELEVISÃO. A Televisão... o mais subversivo instrumento da comunicação deste século!" Assis Chateaubriand (1950). A Televisão Sem TV é duro de dizer quando

Leia mais

UMA PROPOSTA DE API PARA DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES MULTIUSUÁRIO E MULTIDISPOSITIVO PARA TV DIGITAL UTILIZANDO O MIDDLEWARE GINGA

UMA PROPOSTA DE API PARA DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES MULTIUSUÁRIO E MULTIDISPOSITIVO PARA TV DIGITAL UTILIZANDO O MIDDLEWARE GINGA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM INFORMÁTICA UMA PROPOSTA DE API PARA DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES MULTIUSUÁRIO

Leia mais

NCLFORMS: UMA API PARA DESENVOLVIMENTO DE GUIS EM APLICAÇÕES INTERATIVAS DE TV DIGITAL

NCLFORMS: UMA API PARA DESENVOLVIMENTO DE GUIS EM APLICAÇÕES INTERATIVAS DE TV DIGITAL NCLFORMS: UMA API PARA DESENVOLVIMENTO DE GUIS EM APLICAÇÕES INTERATIVAS DE TV DIGITAL Renan Ribeiro de Vasconcelos Projeto de Graduação apresentado ao Curso de Engenharia de Computação e Informação da

Leia mais

ENSINO-APRENDIZAGEM NA TV DIGITAL: ESTENDENDO O AMBIENTE AULANET PARA A TV

ENSINO-APRENDIZAGEM NA TV DIGITAL: ESTENDENDO O AMBIENTE AULANET PARA A TV CENTRO UNIVERSITÁRIO VILA VELHA CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO FILIPE BOSI GUAITOLINI ENSINO-APRENDIZAGEM NA TV DIGITAL: ESTENDENDO O AMBIENTE AULANET PARA A TV VILA VELHA 2008 FILIPE BOSI GUAITOLINI

Leia mais

Metodologia de Integração entre Aplicações Web e Aplicações para TV Digital

Metodologia de Integração entre Aplicações Web e Aplicações para TV Digital 1 Metodologia de Integração entre Aplicações Web e Aplicações para TV Digital Eduardo Barrére Universidade Federal de Juiz de Fora eduardo.barrere@ice.ufjf.br Paula Marin Leite Universidade Federal de

Leia mais

Lady Daiana O. Pinto ; José P. Queiroz-Neto e Kátia Cilene N. Silva (1) (2) Centro Federal de Educação Tecnológica do Amazonas CEFET

Lady Daiana O. Pinto ; José P. Queiroz-Neto e Kátia Cilene N. Silva (1) (2) Centro Federal de Educação Tecnológica do Amazonas CEFET DESENVOLVIMENTO DE JOGOS EDUCACIONAIS PARA TV DIGITAL 1 2 3 Lady Daiana O. Pinto ; José P. Queiroz-Neto e Kátia Cilene N. Silva (1) (2) Centro Federal de Educação Tecnológica do Amazonas CEFET (1) ladypinheiro@cefetam.edu.br

Leia mais

Conversor de TV Digital Terrestre: Set-top box

Conversor de TV Digital Terrestre: Set-top box Conversor de TV Digital Terrestre: Set-top box Este tutorial apresenta detalhes de funcionamento de um Conversor de TV Digital Terrestre, também chamado de Set-top box ou terminal de acesso, incluindo

Leia mais

Impacto da TV Digital no Futuro dos Negócios

Impacto da TV Digital no Futuro dos Negócios Impacto da TV Digital no Futuro dos Negócios Congresso SUCESU-SP 2007 Integrando Tecnologia aos Negócios 29/11/07 Juliano Castilho Dall'Antonia Diretor de TV Digital w w w. c p q d. c o m. b r 1 Sumário

Leia mais

Uso da TV Digital na Educação a Distância

Uso da TV Digital na Educação a Distância Uso da TV Digital na Educação a Distância Eduardo da Silva 1,Vanessa Battestin Nunes 1 1 Instituto Federal do Espírito Santo (IFES), Campus Serra. Rod. ES 010, s/n Manguinhos Serra ES. Cep: 29164-231 edsilva@redegazeta.com.br,

Leia mais

TV DIGITAL APLICADA NA EDUCAÇÃO. Email: fujio.yamada@mackenzie.br

TV DIGITAL APLICADA NA EDUCAÇÃO. Email: fujio.yamada@mackenzie.br II SIMPOSIO INTERNACIONAL SOBRE NOVAS COMPETENCIAS EM TECNOLOGIA DIGITAL INTERATIVAS NA EDUCAÇÃO LABORATÓRIO DE TV DIGITAL DR. PROF. FUJIO YAMADA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Email: fujio.yamada@mackenzie.br

Leia mais

FUNDAMENTOS DE TV DIGITAL. Objetivos do Sistema Digital. Digital. Comparação. (NTSC x ATSC) Transmissão simultânea de várias programações

FUNDAMENTOS DE TV DIGITAL. Objetivos do Sistema Digital. Digital. Comparação. (NTSC x ATSC) Transmissão simultânea de várias programações PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ FUNDAMENTOS DE TV DIGITAL Prof. Alexandre A. P. Pohl Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e Informática Industrial - CPGEI 1 Objetivos do Sistema

Leia mais

Promovendo a Memória de Pelotas pela TV Digital

Promovendo a Memória de Pelotas pela TV Digital Promovendo a Memória de Pelotas pela TV Digital Flávia P. dos Santos, Cauane Blumenberg, Christian Brackmann, Paulo R. G. Luzzardi Centro Politécnico Universidade Católica de Pelotas (UCPEL) Rua Félix

Leia mais

Introdução ao Desenvolvimento de Aplicações para Televisão Digital

Introdução ao Desenvolvimento de Aplicações para Televisão Digital Capítulo 4 Introdução ao Desenvolvimento de Aplicações para Televisão Digital Mario Godoy Neto 1,2, Carlos André Guimarães Ferraz 2 1 Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF) Av. Antonio

Leia mais

Desenvolvimento de Sistemas para TV Digital. Prof. Fabrício J. Barth fbarth@tancredo.br Faculdades Tancredo Neves

Desenvolvimento de Sistemas para TV Digital. Prof. Fabrício J. Barth fbarth@tancredo.br Faculdades Tancredo Neves Desenvolvimento de Sistemas para TV Digital Prof. Fabrício J. Barth fbarth@tancredo.br Faculdades Tancredo Neves Objetivo Apresentar os conceitos básicos para o desenvolvimento de sistemas para TV Digital.

Leia mais

Middleware Ginga. Jean Ribeiro Damasceno. Escola de Engenharia Universidade Federal Fluminense (UFF) RuaPassoda Pátria, 156 Niterói RJ Brasil

Middleware Ginga. Jean Ribeiro Damasceno. Escola de Engenharia Universidade Federal Fluminense (UFF) RuaPassoda Pátria, 156 Niterói RJ Brasil Fundamentos de Sistemas Multimídia Prof. ª Débora C. Muchaluat Saade Middleware Ginga Jean Ribeiro Damasceno Escola de Engenharia (UFF) RuaPassoda Pátria, 156 Niterói RJ Brasil jeanrdmg@yahoo.com.br Introdução

Leia mais

Desenvolvendo Aplicações para TV Digital Interativa

Desenvolvendo Aplicações para TV Digital Interativa Desenvolvendo Aplicações para TV Digital Interativa Sávio Luiz de Oliveira Almeida 1, Frederico Coelho 1 1 Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC) Barbacena MG Brasil 2 Departamento de Ciência

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UMA APLICAÇÃO PARA TV DIGITAL U- TILIZANDO A PLATAFORMA GINGA J

DESENVOLVIMENTO DE UMA APLICAÇÃO PARA TV DIGITAL U- TILIZANDO A PLATAFORMA GINGA J DESENVOLVIMENTO DE UMA APLICAÇÃO PARA TV DIGITAL U- TILIZANDO A PLATAFORMA GINGA J Angélica de Oliveira Faculdade de Engenharia de Computação CEATEC angelica.o@puccampinas.edu.br Prof. Dr. David Bianchini

Leia mais

Serviços de Mídia Contínua Em Redes de Pacotes

Serviços de Mídia Contínua Em Redes de Pacotes Serviços de Mídia Contínua Em Redes de Pacotes Caracterização das Aplicações e Requisitos PUC -Rio Departamento de Informática Luiz Fernando Gomes Soares lfgs@inf.puc-rio.br Tópicos Aplicações de Banda

Leia mais

Construindo Programas. Audiovisuais Interativos. Utilizando a NCL 3.0 e a. Ferramenta Composer

Construindo Programas. Audiovisuais Interativos. Utilizando a NCL 3.0 e a. Ferramenta Composer serg Construindo Programas Audiovisuais Interativos Utilizando a NCL 3.0 e a Ferramenta Composer Carlos de Salles Soares Neto Luiz Fernando Gomes Soares Rogério Ferreira Rodrigues Simone Diniz Junqueira

Leia mais

TDC 2011 - T-Commerce e T-Banking- Aplicações Seguras. Julho de 2011 Aguinaldo Boquimpani Gerente Senior de Produtos TOTVS TQTVD

TDC 2011 - T-Commerce e T-Banking- Aplicações Seguras. Julho de 2011 Aguinaldo Boquimpani Gerente Senior de Produtos TOTVS TQTVD TDC 2011 - T-Commerce e T-Banking- Aplicações Seguras Julho de 2011 Aguinaldo Boquimpani Gerente Senior de Produtos TOTVS TQTVD TDC 2011 AGENDA I. Cadeia de valor da TV Digital Interativa II. O Ginga e

Leia mais

5.1. Análise Comparativa

5.1. Análise Comparativa 5 Conclusões O objetivo desta dissertação foi apresentar o ambiente de autoria Composer, o qual é voltado para a criação de programas NCL, versão 3.0, para TV digital interativa. Da mesma forma que no

Leia mais

Edriano Carlos Campana UM AMBIENTE COMPUTACIONAL PARA EMULAR EM REDE APLICAÇÕES INTERATIVAS DESENVOLVIDAS PARA TELEVISÃO DIGITAL

Edriano Carlos Campana UM AMBIENTE COMPUTACIONAL PARA EMULAR EM REDE APLICAÇÕES INTERATIVAS DESENVOLVIDAS PARA TELEVISÃO DIGITAL UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE ARQUITETURA, ARTES E COMUNICAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TELEVISÃO DIGITAL: INFORMAÇÃO E CONHECIMENTO Edriano Carlos Campana UM

Leia mais

GTTV - Grupo de Trabalho de Televisão Digital. Guido Lemos de Souza Filho LAViD - DI CCEN UFPB

GTTV - Grupo de Trabalho de Televisão Digital. Guido Lemos de Souza Filho LAViD - DI CCEN UFPB GTTV - Grupo de Trabalho de Televisão Digital Guido Lemos de Souza Filho LAViD - DI CCEN UFPB Sistema de TV Digital ITV Middleware (eg. MHP or DASE) Real-Time Operating System Device Drivers Conditional

Leia mais

PADRÕES DE MIDDLEWARE PARA TV DIGITAL

PADRÕES DE MIDDLEWARE PARA TV DIGITAL Niterói, RJ, Brasil, 8-10 de novembro de 2005. PADRÕES DE MIDDLEWARE PARA TV DIGITAL Alexsandro Paes, Renato H. Antoniazzi, Débora C. Muchaluat Saade Universidade Federal Fluminense (UFF) / Centro Tecnológico

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DA TERRA E DO MAR CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DA TERRA E DO MAR CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DA TERRA E DO MAR CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ESTUDO DO POTENCIAL INTERATIVO DA TV DIGITAL PARA APLICAÇÕES EDUCACIONAIS Área de Informática

Leia mais

Construção de programas Interativos para TV Digital utilizando o Ginga

Construção de programas Interativos para TV Digital utilizando o Ginga Capítulo 1 Construção de programas Interativos para TV Digital utilizando o Ginga Aquiles Burlamaqui, Igor Rosberg de Medeiros Silva, Diogo Henrique Duarte Bezerra Abstract Based on the actual television

Leia mais

Introdução ao middleware de TV Digital brasileiro

Introdução ao middleware de TV Digital brasileiro Introdução ao middleware de TV Digital brasileiro Bruno Ghisi Fundação CERTI SCJA, SCJP, SCMAD, SCSNI e IBM Certified Specialist SQ Ian Ribas Fundação CERTI SCEA Objetivo Fornecer uma visão geral sobre

Leia mais

Me Engº Leonardo Ortolan. Me Engº Thiago L. S. Santos

Me Engº Leonardo Ortolan. Me Engº Thiago L. S. Santos TV Digital Me Engº Leonardo Ortolan Me Engº Thiago L. S. Santos Sumário Introdução Desenvolvimento TV Digital: O que é? Padrões de TV Digital TV Digital Brasileira Participação da PUCRS no SBTVD Conclusão

Leia mais

Amadeus-TV: Portal Educacional na TV Digital Integrado a um Sistema de Gestão de Aprendizado

Amadeus-TV: Portal Educacional na TV Digital Integrado a um Sistema de Gestão de Aprendizado Amadeus-TV: Portal Educacional na TV Digital Integrado a um Sistema de Gestão de Aprendizado Bruno de Sousa Monteiro Orientação: Prof. Dr. Fernando da Fonseca de Souza Prof. Dr. Alex Sandro Gomes 1 Roteiro

Leia mais

Desenvolvendo para TV Digital

Desenvolvendo para TV Digital Desenvolvendo para TV Digital Alexandre Belchior Medeiros Fabiano Cavassani Notz Gilber Leite Leal Associação Educacional Dom Bosco Associação Educacional Dom Bosco Associação Educacional Dom Bosco alexbelchior@gmail.com

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA COMPUTAÇÃO SeReS-EPG: Guia Eletrônico de Programação com Suporte à Recomendação de Conteúdo para o SBTVD Cléber Moterani

Leia mais

TV ESCOLA INTERATIVA: UMA PROPOSTA EDUCATIVA PARA TV DIGITAL

TV ESCOLA INTERATIVA: UMA PROPOSTA EDUCATIVA PARA TV DIGITAL TV ESCOLA INTERATIVA: UMA PROPOSTA EDUCATIVA PARA TV DIGITAL Fernanda Paulinelli Rodrigues Silva 1 Thiago José Marques Moura 1 Alice Helena de Sousa Santos 1 Marília de Barros Ribeiro 1 Guido Lemos de

Leia mais

Desenvolvendo aplicações para TV Digital e Interativa utilizando JAVA TV

Desenvolvendo aplicações para TV Digital e Interativa utilizando JAVA TV Desenvolvendo aplicações para TV Digital e Interativa utilizando JAVA TV ê çã (1) (2) Financiamento: Introdução Principais conceitos Padrões TVDI Sistema Brasileiro de TV Digital Plataformas de Desenvolvimento

Leia mais

Suporte a Metadados Semânticos para o Desenvolvimento de Aplicações Interativas de TV Digital

Suporte a Metadados Semânticos para o Desenvolvimento de Aplicações Interativas de TV Digital Suporte a Metadados Semânticos para o Desenvolvimento de Aplicações Interativas de TV Digital Aline M. Saettler 1, Roberta L. Gomes 2, Renata S. S. Guizzardi 2 1 Departamento de Informática Pontifícia

Leia mais

B ringing Al l U sers to the Television

B ringing Al l U sers to the Television PUC Minas Campus de Poços de Caldas Departamento de Ciência da Computação Laboratório de Televisão Digital Interativa B ringing Al l U sers to the Television Prof. Dr. João Benedito dos Santos Junior Coordenador

Leia mais

Sincronismo entre Fluxos de Mídia Contínua e Aplicações Multimídia em Redes por Difusão

Sincronismo entre Fluxos de Mídia Contínua e Aplicações Multimídia em Redes por Difusão Sincronismo entre Fluxos de Mídia Contínua e Aplicações Multimídia em Redes por Difusão Marcio Ferreira Moreno Romualdo Monteiro de Resende Costa Luiz Fernando Gomes Soares Departamento de Informática

Leia mais

4 Plano de Recuperação

4 Plano de Recuperação 4 Plano de Recuperação Como pode ser observado na Seção 3.2, um projeto de um middleware para TVD deve considerar o fato que ele será embarcado em plataformas diversas e, portanto, que fará uso de diversas

Leia mais

João Ricardo Andrêo EXPLORANDO A INTERATIVIDADE LOCAL EM TV DIGITAL: UMA METODOLOGIA PARA VÍDEO INSTITUCIONAL DE UMA ESCOLA DE NÍVEL TÉCNICO

João Ricardo Andrêo EXPLORANDO A INTERATIVIDADE LOCAL EM TV DIGITAL: UMA METODOLOGIA PARA VÍDEO INSTITUCIONAL DE UMA ESCOLA DE NÍVEL TÉCNICO UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE ARQUITETURA, ARTES E COMUNICAÇÃO MESTRADO PROFISSIONAL TELEVISÃO DIGITAL: INFORMAÇÃO E CONHECIMENTO João Ricardo Andrêo EXPLORANDO A

Leia mais

Bringing All Users to the Television

Bringing All Users to the Television PUC Minas Campus de Poços de Caldas Departamento de Ciência da Computação Laboratório de Televisão Digital Interativa Bringing All Users to the Television Guia de Instalação, Configuração e Desenvolvimento

Leia mais

Um framework para o desenvolvimento de aplicações interativas para a Televisão Digital

Um framework para o desenvolvimento de aplicações interativas para a Televisão Digital Um framework para o desenvolvimento de aplicações interativas para a Televisão Digital Adriano Simioni, Valter Roesler Departamento de Informática Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) Av. Unisinos,

Leia mais

ISDB-Brasil Padrão Brasileiro de TV Digital

ISDB-Brasil Padrão Brasileiro de TV Digital ISDB-Brasil Padrão Brasileiro de TV Digital Penetração da TV analógica no Brasil 89,9% das residências brasileiras possuem TV analógica 40,6 milhões de residências 57 milhões de aparelhos de televisão

Leia mais

ANÁLISE DO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES PARA TV DIGITAL INTERATIVA EM UM CENÁRIO DE T-COMMERCE

ANÁLISE DO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES PARA TV DIGITAL INTERATIVA EM UM CENÁRIO DE T-COMMERCE III Congresso de Pesquisa e Inovação da Rede Norte Nordeste de Educação Tecnológica ANÁLISE DO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES PARA TV DIGITAL INTERATIVA EM UM CENÁRIO DE T-COMMERCE Nairon S.

Leia mais

III.2. CABLE MODEMS CARACTERÍSTICAS BÁSICAS UNIDADE III SISTEMAS HÍBRIDOS

III.2. CABLE MODEMS CARACTERÍSTICAS BÁSICAS UNIDADE III SISTEMAS HÍBRIDOS 1 III.2. CABLE MODEMS III.2.1. DEFINIÇÃO Cable modems são dispositivos que permitem o acesso em alta velocidade à Internet, através de um cabo de distribuição de sinais de TV, num sistema de TV a cabo.

Leia mais

2 Geração Dinâmica de Conteúdo e Templates de Composição

2 Geração Dinâmica de Conteúdo e Templates de Composição 2 Geração Dinâmica de Conteúdo e Templates de Composição Alguns dos aspectos mais importantes na arquitetura proposta nesta dissertação são: a geração dinâmica de conteúdo e a utilização de templates de

Leia mais

Serviço de Controle e Programação para Dispositivos Remotos para Aplicações Interativas e Imersivas na TV Digital

Serviço de Controle e Programação para Dispositivos Remotos para Aplicações Interativas e Imersivas na TV Digital Serviço de Controle e Programação para Dispositivos Remotos para Aplicações Interativas e Imersivas na TV Digital Eduardo Agostinho¹, Victor Nogueira³, Samuel Azevedo³, Luiz Marcos Gonçalves³, Anelisa

Leia mais

4 Arquitetura para aplicações NCL dinâmicas

4 Arquitetura para aplicações NCL dinâmicas 4 Arquitetura para aplicações NCL dinâmicas Além de ser composta por objetos de mídia com conteúdo audiovisual, uma aplicação NCL dinâmica precisa ter objetos NCLua geradores de conteúdo em sua composição.

Leia mais

TV Digital: Recepção no Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre (SBTVD-T)

TV Digital: Recepção no Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre (SBTVD-T) TV Digital: Recepção no Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre (SBTVD-T) O conteúdo deste tutorial foi obtido do artigo de autoria do Érico Barbosa Teixeira, do Filipe Sousa Bragança Ferreira de Almeida

Leia mais

Sistema de acesso a dispositivos eletrônicos através da TV Digital interativa. Aluno: Rodrigo Brüning Wessler Orientador: Francisco Adell Péricas

Sistema de acesso a dispositivos eletrônicos através da TV Digital interativa. Aluno: Rodrigo Brüning Wessler Orientador: Francisco Adell Péricas Sistema de acesso a dispositivos eletrônicos através da TV Digital interativa Aluno: Rodrigo Brüning Wessler Orientador: Francisco Adell Péricas Roteiro da Apresentação Introdução Objetivos Fundamentação

Leia mais

TV Digital Interativa Jocimar Fernandes ESAB Vitória (ES)

TV Digital Interativa Jocimar Fernandes ESAB Vitória (ES) TV Digital Interativa Jocimar Fernandes ESAB Vitória (ES) Introdução Este trabalho apresenta o modelo brasileiro de telecomunicações, seus problemas e motivos de migração para um sistema digital. São abordados

Leia mais

Explorando a interatividade com entrada de dados textuais em ambiente de TV Digital

Explorando a interatividade com entrada de dados textuais em ambiente de TV Digital Explorando a interatividade com entrada de dados textuais em ambiente de TV Digital Herlon Silva Santos¹, Samuel Azevedo², Aquiles Medeiros Filgueira Burlamaqui¹, Luiz Marcos Garcia Gonçalves², Luiz Eduardo

Leia mais

XTATION: UM AMBIENTE PARA EXECUÇÃO E TESTE DE APLICAÇÕES INTERATIVAS PARA O MIDDLEWARE GINGA

XTATION: UM AMBIENTE PARA EXECUÇÃO E TESTE DE APLICAÇÕES INTERATIVAS PARA O MIDDLEWARE GINGA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM INFORMÁTICA XTATION: UM AMBIENTE PARA EXECUÇÃO E TESTE DE APLICAÇÕES INTERATIVAS

Leia mais

Utilizando o framework AppTV no desenvolvimento de aplicações para TV Digital Interativa

Utilizando o framework AppTV no desenvolvimento de aplicações para TV Digital Interativa Utilizando o framework AppTV no desenvolvimento de aplicações para TV Digital Interativa Lile Palma Hattori 1, Sylvio Siqueira Silva 1,Tatiana Aires Tavares 1, Manoel Carvalho Marques Neto 1, Celso Saibel

Leia mais

Criação do Módulo Web para Suporte ao Guri: Software de Autoria de Material Educacional Interativo para a TV Digital

Criação do Módulo Web para Suporte ao Guri: Software de Autoria de Material Educacional Interativo para a TV Digital Criação do Módulo Web para Suporte ao Guri: Software de Autoria de Material Educacional Interativo para a TV Digital Alan da Silva Aguirre 1, Rafael Rieder 1 1 Curso de Ciência da Computação ICEG Universidade

Leia mais

1 INTRODUÇÃO 1 2 CONSIDERAÇÕES INICIAIS 1 2.1 ARQUITETURA DO SISTEMA 4 3 CONFIGURAÇÃO DO PROCESSADOR BTS 4 3.1 COMPRESSOR 5 3.

1 INTRODUÇÃO 1 2 CONSIDERAÇÕES INICIAIS 1 2.1 ARQUITETURA DO SISTEMA 4 3 CONFIGURAÇÃO DO PROCESSADOR BTS 4 3.1 COMPRESSOR 5 3. COMPRESSOR / DECOMPRESSOR TS9600 BTS i SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO 1 2 CONSIDERAÇÕES INICIAIS 1 2.1 ARQUITETURA DO SISTEMA 4 3 CONFIGURAÇÃO DO PROCESSADOR BTS 4 3.1 COMPRESSOR 5 3.2 DECOMPRESSOR 6 4. CARACTERÍSTICAS

Leia mais

Sistema Brasileiro de TV Digital

Sistema Brasileiro de TV Digital UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO POLITÉCNICO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM INFORMÁTICA Sistema Brasileiro de TV Digital por Christian Puhlmann Brackmann Trabalho Individual I TI-2008/02 Orientado

Leia mais

ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE INTERATIVO COM GINGA-NCL PARA TV DIGITAL

ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE INTERATIVO COM GINGA-NCL PARA TV DIGITAL ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE INTERATIVO COM GINGA-NCL PARA TV DIGITAL João Vitor Carvalho de Melo jvcmelo@aluno.ufabc.edu.br Universidade Federal do ABC Avenida dos Estados, 5001 - Bairro

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA UniCEUB CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO PROJETO FINAL WANESSA DE SOUSA BASTOS

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA UniCEUB CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO PROJETO FINAL WANESSA DE SOUSA BASTOS CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA UniCEUB CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO PROJETO FINAL WANESSA DE SOUSA BASTOS SOLUÇÃO DE INTERATIVIDADE PARA TV DIGITAL EM PADRÃO ISDB-T B UTILIZANDO CANAL DE RETORNO

Leia mais

Middleware para Set-top Boxes Um enfoque prático Uma adaptação muito, mas muito livre do hit Festa no apê

Middleware para Set-top Boxes Um enfoque prático Uma adaptação muito, mas muito livre do hit Festa no apê Middleware para Set-top Boxes Um enfoque prático Uma adaptação muito, mas muito livre do hit Festa no apê Manoel dos Santos Dantas mdantas@midiacom.uff.br Departamento de Telecomunicações Pós Graduação

Leia mais

Uma Implementação de Broadcast File System para Transmissão de Dados de TV Digital

Uma Implementação de Broadcast File System para Transmissão de Dados de TV Digital UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO TECNOLÓGICO E CIENTÍFICO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E ESTATÍSTICA CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO Uma Implementação de Broadcast File System

Leia mais

TV digital no Brasil: uma abordagem técnica

TV digital no Brasil: uma abordagem técnica TV digital no Brasil: uma abordagem técnica Ernani Ferraz Introdução O desenvolvimento tecnológico da Televisão no Brasil contou com a instalação de transmissores nas grandes metrópoles favorecendo o desafio

Leia mais

Desenvolvendo aplicações Java para TV Digital Ginga-J. Carlos Fernando Gonçalves César Augusto Fusca Thiago G. Vespa

Desenvolvendo aplicações Java para TV Digital Ginga-J. Carlos Fernando Gonçalves César Augusto Fusca Thiago G. Vespa Desenvolvendo aplicações Java para TV Digital Ginga-J Carlos Fernando Gonçalves César Augusto Fusca Thiago G. Vespa Agenda Motivação Introdução Interatividade nas emissoras de TV Middleware Ginga Ginga

Leia mais