Manual Construindo ARTE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual Construindo ARTE"

Transcrição

1 M a r ia Cr is t ina Z i ll i Um apoio para o desenvolvimento de sua atividade

2 A quem se destina este material: Este material se destina a dar suporte para os acadêmicos no desenvolvimento de suas atividades do Projeto Comunitário. O presente manual pretende aumentar o potencial criativo e as possibilidades no uso de várias técnicas em diversas linguagens artísticas. Por meio da união da criatividade e de elementos simples e acessíveis, tornase prazeroso criar e brincar com maravilhoso veículo que é ARTE! Maria Cristina Zilli, a autora. Orientações para utilização O manual contém técnicas de artes que podem ser desenvolvidas com crianças, adolescentes e adultos. Deve-se atentar para não serem utilizadas as técnicas que não são indicadas para cada público, em especial, crianças. Em cada atividade apresenta-se a descrição da técnica, quando necessário, e o detalhamento com desenho; tem-se também a descrição do material e o público com quem pode ser utilizada. Antes de propor as atividades, verifique com a instituição parceira quanto à disponibilidade do material para a realização da técnica, bem como escolha um local apropriado para que não ocorram imprevistos. Certifique-se que você sabe desenvolver a técnica antes de utilizá-la com um grupo; para tanto faça um teste antes. Página 2

3 Sumário 1. TINTAS, PIGMENTOS E AGLUTINANTES 1.1 Extração de pigmentos 1.1.1) Pigmentos líquidos a) Cocção b) Maceração c) Infusão 1.1.2) Pigmentos em pó a) Trituração b) Calcinação c) Decantação d) Lixação 1.2 Aglutinantes 1.3 Tintas 1.4 Técnicas com pigmentos 1.5 Conservação de trabalhos 2. TÉCNICAS DE SUPERFÍCIE 2.1 Preparação de bases a) Estuque b) Afresco c) Base para madeira d) Base para compensados, madeira e papel e) Preparado para tela 3. TÉCNICAS DE PINTURA a) Encáustica b) Têmpera c) Pintura a óleo Página 3 4. TÉCNICAS ALTERNATIVAS a) Pintura a creme b) Pintura com as mãos 5. VITRAIS a) Vitral com papelão b) Vitral com recorte de revista c) Vitral com acetato d) Vitral de flor ou mandala e) Painel f) Recorte positivo e negativo 6. COLAGENS a) Colagem com papéis coloridos e foscos b) Colagem com letras c) Colagem com figuras geométricas d) Colagem com temas e) Colagem com papel sanfonado f) Colagem com estrias g) Colagem com lã h) Colagem dupla i) Colagem em relevo j) Remontagem perfeita k) Canudos de jornal 7. DESENHOS E PINTURAS SOBRE PAPEL a) Carvão b) Desenho esfumado c) Pintura com pó colorido d) Anilina e lápis de cera e) Colagem em papel sanfonado f) Anilina com goma caseira g) Anilina com goma arábica h) Desenho raspado i) Desenho totalmente raspado j) Desenho escorrido k) Desenho sobre lixa l) Desenho sobre papel amassado m) Desenho circular n) Desenho esfregado o) Desenhando o branco sobre o preto p) Pintando e lavando q) Desenho com nanquim r) Aguada de nanquim s) Nanquim sobre papel úmido t) Nanquim pastoso u) Desenho lavado v) Impressão w) Impressão com barbante x) Impressão dobrada y) Monotipia z) Carimbo aa) Pinte assoprando ab) Guache pulverizado ac) Desenho ininterrupto

4 Sumário ad) Desenho cego ae) Ambidestrismo af) Estilização 8. TÉCNICAS PARA PINTAR TECIDOS 8.1 Pintura em algodão a) Pintura com máscaras b) Pintura com bonecas ou trouxinhas c) Tingimento com nós 8.2 Pintura em seda 8.2.1) Técnicas secas a) Pintura de expansão b) Pintura de flores c) Pintura borrifada 8.2.2) Técnicas molhadas a) Pintura livre b) Flores com sal grosso c) Marmorizado 9. MÁSCARAS a) Máscara de papel b) Máscara de saco de papel c) Máscaras femininas enfeitadas d) Máscaras personalizadas 10. TÉCNICAS DE MODELAGEM 10.1 Trabalhos com argila a) Baixo e alto relevo b) Formas maciças c) Formas ocas d) Massa de Biscuit e) Modelar com arame 11. MONTAGEM EM PAPEL a) Maquetes b) Recorte em papel c) Pipa 12. MÓBILES 13. TRABALHO COM ROLHAS 14. JOGO DE DAMAS 15. TEATRO DE BONECOS 16. FANTOCHES E MARIONETES 17. BICHO DE CONE DE LÃ 18. TEATRO DE SOMBRAS 19. DESENHO ANIMADO Volume 1, edição 1 Página 4

5 1. TINTAS, PIGMENTOS E AGLUTINANTES (Público: Adultos) A EXTRAÇÃO DE PIGMENTOS: polpa vermelha, mistura de marcela e beterraba, pau-brasil. Os pigmentos são substâncias que CARMINS - beterraba, cascas de jabuticaba. dão coloração aos materiais que os contêm. VERDES - erva mate, folhas diversas, couve, espinafre. De acordo com sua origem, os pigmentos podem ser naturais ou produzidos em laboratório mediante processos AZUIS - feijão preto (água), campainha (flor), anil (corante doméstico usado químicos. Os naturais são extraídos da natureza vegetal (flores, frutos, sementes, para roupas). raízes, troncos, etc.) ou de minerais e terras, produzindo tintas mais resistentes e de uva. ROXOS - pétalas de rosa e cascas com maior cobertura. BRANCOS - giz (carbonato de cálcio), gesso, cascas brancas de ovos moí- A coloração dos pigmentos depende basicamente dos produtos que lhe dão origem. Vejamos os principais e sua fonte de das. PRETOS - carvão, fuligem, sementes obtenção: e ossos queimados. AMARELOS - marcela, cravo de defunto ou cravina, girassol e outras flores de MARRONS - café, madeiras como cedro, cajarana, louro, pinho, caviúna, imbuia e outras. cor amarela. LARANJAS - urucum, flor do campo, OCRAS - vários tipos e tonalidades flores de cor laranja. de terra. VERMELHOS - tomate, sementes de Importante: São diversos os métodos de extração de pigmentos. Dos processos de extração podem resultar os pigmentos líquidos ou os pigmentos em pó. Página 5

6 1.1 Pigmentos líquidos 1.2 Pigmentos em pó Para a extração de pigmentos líquidos utilizam-se os seguintes processos: a) Cocção - cascas de uva, café, erva, erva-mate, tomate e marcela são misturados e submetidos à fervura até a redução da água, concentrando a cor. Os pigmentos naturais resultantes da cocção requerem um bactericida. b) Maceração - feijão preto, café, erva mate, sementes coloridas são colocadas separadamente em recipientes com água, durante 12 horas ou mais, até soltar a cor. Para que haja concentração da cor, podemos colocar esses produtos num recipiente raso para que a água evapore mais facilmente. c) Infusão - pétalas de rosa e flores diversas, fuligem, semente de urucum, cascas de jabuticaba, cedro, cajarana, folhas diversas são submersos num recipiente com álcool, que poderá ser usado puro ou com cola plástica, adquirindo a consistência de gel. A seleção dos materiais deverá ser feita com antecedência, principalmente com os pigmentos em infusão no álcool. Para obtermos pigmentos em pó, podem-se usar os seguintes processos: a) Trituração - giz, carvão, cascas de ovos, urucum e café são moídos até ficarem reduzidos a um pó muito fino. b) Calcinação - ossos, sementes e madeira serão queimados e triturados. c) Decantação - os pigmentos terrosos são peneirados várias vezes, lavados e colocados para decantar. Após a secagem estarão prontos para uso. d) Lixação - as madeiras como cedro, pessegueiro, louro e outras serão lixadas e transformadas em pó muito fino que será misturado à cola ou a aglutinantes. Para avivar os tons de verde obtidos da fervura da erva mate, poderemos acrescentar um pouco de cinza proveniente da combustão da madeira, a fim de obter um verde mais luminoso. Volume 1, edição 1 Página 6

7 1.3 Aglutinantes 1.4 Tintas Os aglutinantes são substâncias que irão ligar ou aglutinar o pigmento formando uma massa. Podem ser colas, óleos, clara de ovo, goma arábica, goma de polvilho e outros. A gema de ovo, usada como aglutinante, atua como e- mulsão e dá excelente resultado nos pigmentos terrosos, mas torna-se necessário o uso de um bactericida como lisoform para evitar a incidência de fungos ou bolores. Para pós de madeira, argila queimada, erva mate, café, fuligem ou cinza pode ser usado qualquer tipo de aglutinante. As tintas com pigmentos podem ser transparentes ou opacas. a) Tintas transparentes - semelhantes a anilinas, compostas por aglutinantes mantendo a transparência, em geral com maior diluição. b) Tintas opacas - em geral formadas por pós, compostas por aglutinantes com maior quantidade de pigmentos, o que as torna mais espessas ou encorpadas. Página 7

8 1.5 Técnicas com Pigmentos Naturais Existem diversas técnicas de aplicação no uso das tintas à base de pigmentos naturais: a) Tintas diluídas em água: podem ser aplicadas em papel. b) Tintas diluídas em álcool: poderão ser usadas em papel artesanal, papel sulfite ou canson. c) Pigmentos em pó: podem ser usados tendo como aglutinante a clara de ovo ou cola plástica. Sua aplicação pode ser feita em suportes como papel ou madeira. Para garantir sua durabilidade é aplicado algum impermeabilizante, como, por exemplo, cola, cera ou verniz. d) Tintas obtidas por infusão: podem ser misturadas à cola plástica incolor; e as demais, cola plástica leitosa ou clara de ovo. Veja as opções para produzir texturas: Opção 1: Tintas: pó de tijolo, cajarana, erva-mate, carvão e flor-do-campo. Aglutinante - cola plástica ou cola branca e pó de mármore. Suporte - papel sulfite, madeira, papel cartão ou artesanal. Impermeabilizante - verniz fosco ou brilhante. Opção 2: Tintas: carvão, flor-do-campo, urucum e cimento. Diluente - água ou álcool. Dicas: Suporte - tela branca preparada com uma demão de PVA, ou seja, tinta látex. Aglutinante - cola plástica. Suporte - papel sulfite, lona (preparada com PVA), cartão e madeira. Impermeabilizante - cera de abelha, verniz. Suporte - papel sulfite, papel duplex ou cartão. Impermeabilizante - verniz brilhante. Volume 1, edição 1 Página 8

9 1.6 Conservação de trabalhos As tintas naturais podem ser utilizadas em papel, tecidos e outros materiais. As bases plásticas ou sintéticas podem ser preparadas com gesso ou tinta látex. Após a realização e secagem dos trabalhos, eles podem receber uma camada de verniz sintético, ou uma mão de parafina ou cera de abelha diluída em solvente na consistência de pasta. Obs.: O lisoform é um bactericida encontrado facilmente em qualquer supermercado para uso doméstico. Página 9

10 2. TÉCNICAS DE SUPERFÍCIE (Público: Todos) Muitas obras das artes plásticas são produzidas em superfícies previamente preparadas para essa finalidade. As bases podem ser usadas por qualquer faixa etária, pois são suportes para várias técnicas e pinturas artesanais ou artísticas. Na sequência serão apresentadas as diversas possibilidades de se preparar as bases, levando em consideração as modalidades: estuque, afresco e base de madeira. Modo de preparar: 1º. Passe três demãos de tinta látex sobre a madeira, deixando secar bem. 2º. Em seguida, deve lixar em vários sentidos, ficando pronta para receber a pintura à têmpera, óleo, guache, acrílica, pastel oleoso ou seco. d) Base para compensados, madeira e papel Folhas de gelatina branca, alvaiade Como preparar as bases a) Estuque - massa preparada com gesso, cola e água. Suporte - madeira, parede normal. b) Afresco - pintura feita em parede sobre reboco úmido - pigmento diluído em água para ser ligado à argamassa. c) Base para madeira Material: MDF ou compensado Tinta látex branca ou creme Lixa grossa Modo de preparar: 1º. Deixe a gelatina de molho (100 g por litro de água) até amolecer. *2º. Leve-a ao fogo, mexendo até sua completa dissolução. 3º. Deixe esfriar e misture o branco de alvaiade formando uma pasta. 4º. Passe sobre o papelão ou madeira. Quando a superfície estiver lisa, deixe secar. Use-a normalmente para técnicas variadas. * Obs.: quando o público for crianças, faz-se necessário o a- companhamento de adultos. Volume 1, edição 1 Página 10

11 e) Preparado para tela 300 gramas de alvaiade ou óxido de zinco 50 gramas de goma coqueiro (goma usada na fabricação de flores de tecido) ou cola animal 1 litro de água 500 ml de tinta látex branca, de preferência marca Suvinil. Modo de preparar: 1º. Dissolva a cola em banho-maria usando uma lata. 2º. Misture a água, o alvaiade e por último a tinta látex. 3º. Aplique sobre o pano já esticado sobre a estrutura de madeira chanfrada, com trincha de cerda curta. Passar três demãos em sentidos diferentes, deixando secar bem entre as aplicações. 4º. Use a tela após uma semana de preparada. 3. TÉCNICAS DE PINTURAS (Público: Todos) a) Encáustica - pigmento misturado à cera virgem. Suporte - madeira, tela, papel. b) Têmpera - pigmento misturado à clara de ovo. Suporte - madeira, tela, papel. c) Pintura a óleo - pigmento macerado e misturado a óleo de linho ou cravo. Suporte - madeira, tela, papelão. d) Aguada - tipo de pintura em que a tinta é aplicada diluída em água. Exemplos: aguada de nanquim, ecoline, aquarela, guache, etc. Suporte papel canson, sulfite ou papéis feitos de algodão. e) Carvão - madeira queimada usada para o estudo do desenho. Suporte - papel, tela, madeira, papelão, papel de embrulho poroso. f) Giz pastel - pigmento misturado à goma arábica, moldado em forma de bastão e usado como giz. Suporte - papel áspero ou madeira com uma demão de tinta látex. Página 11

12 4. TÉCNICAS ALTERNATIVAS (Público: Adultos) a) Pintura a creme Massa: 500 ml de água 1 xícara de farinha de trigo 1/4 de xícara de açúcar 1 colher de sopa de sal Modo de preparar: 1º. Misture tudo e deixe a massa ferver de 5 a 10 minutos, mexendo sempre até empelotar. (Esse primeiro passo deve ser feito por um adulto) 2º. Separe em pequenos potes ou fôrmas de gelo até amornar. 3º. Em seguida, adicione o corante conforme a cor desejada. 4º. Coloque um pouco de detergente de cozinha. Não guarde a tinta. Só prepare o que for utilizar. Corantes naturais: em pó ou corantes como café, chá, etc. Corantes líquidos: corantes comestíveis de várias cores ou anilinas. Corantes artificiais: pó xadrez, corantes de tinta látex. b) Pintura com as mãos Ingredientes: 1/2 copo de polvilho 1/2 copo de água fria 1/2 copo de água quente (a água quente deve ser manipulada por um adulto) 1/2 copo de sabão em pó 1 colher pequena de glicerina 1 colher de (lisoform), corantes diversos (produto tóxico, deve ser manipulado por um adulto) Modo de preparar: 1º. Prepare a goma misturando o polvilho e a água fria, e coloque de uma só vez numa vasilha de água quente, mexendo sempre e, devagar, acrescente o sabão previamente diluído. 2º. Adicione a glicerina e o lisoform. 3º. Divida a massa conforme as cores de sua preferência e adicione os corantes. ATENÇÃO: Só prepare o que for utilizar no dia. Volume 1, edição 1 Página 12

13 5. VITRAIS Originalmente, vitral é uma composição plástica figurativa, feita com pedaços de vidros coloridos, unidos por armação de chumbo. Os vitrais foram muito usados no período gótico nas igrejas com a finalidade de decorar e iluminar. a) Vitral com papelão (Público: Adolescentes e Jovens) Também podemos fazer vitrais com cartolina e papel celofane. Cartolina, papel cartão ou papelão grosso de caixas de camisa, sapato ou embalagens Papel celofane ou de seda Cola branca Estilete ou tesoura sem ponta. Tinta preta, guache, acrílica ou látex 1º. Elabore o desenho e corte a parte vazada no papel mais grosso. 2 Cole pedaços de papel transparente coloridos na parte anterior do papel grosso com cola branca, tomando o cuidado de não sujar o celofane, e deixe secar. b) Vitral com recorte de revista (Público: Crianças de 07 a 12 anos) Cartolina Revista Tesoura sem ponta. Cola branca Pincel Tinta 1º. Escolha uma foto bem colorida em uma revista e corte-a em pedaços. 2º. Cole os pedaços sobre uma cartolina, deixando um espaço entre eles. 3º. Pinte os espaços com uma cor escura ou de sua preferência. 3º. Pinte o contorno do recorte e o fundo com tinta preta. Página 13

14 c) Vitral com acetato (Público: Crianças de 07 a 12 anos e Adolescentes) Papelão ou base de prato de isopor 1 folha de acetato transparente (pode utilizar garrafa pet recortada) Diversos tons de tinta acrílica Caneta permanente de retroprojetor em tom escuro: preto, cinza ou marrom 1º. Coloque o acetato sobre o seu modelo e desenhe decalcando-o com a caneta permanente. 2º. Após a transferência do desenho, prepare a tinta acrílica mais aguada e pinte as partes, trabalhando com o pincel e em leves batidas com uma cor em cada espaço. 3º. Deixe secar. D) Vitral de flor ou mandala (Público: Adolescentes e Jovens Cartolina ou pratos de isopor (embalagem de supermercado) Papel celofane colorido Cola Estilete ou tesoura sem ponta 1º. Escolha um tema circular como uma flor ou mandala. 2º. Dobre o papel ao meio,desenhe a flor ou mandala pela metade, traçando o contorno e miolo. 3º. Recorte as linhas e desdobre a flor conforme desenho. 4º. Remonte o desenho e cole sobre celofane. Este motivo po- derá ser um lindo móbile ou janela de maquete de casa ou igreja Volume 1, edição 1 Página 14

15 lescentes) Tesoura sem ponta ou estilete (com a ajuda de um adulto) e) Painel (Público: Crianças de 07 a 12 anos e Ado- Papelão, cartolina ou prato de isopor Cola Papel celofane em várias cores 1º. Desenhe sobre o papel ou isopor uma árvore ou outro motivo de sua preferência. 2º. Recorte as peças deixando o cartão todo vazado. 3º. Cole pedaços de celofane colorido sob os espaços vazados pela parte de trás da peça, conseguindo efeito de vitral. f) Recorte positivo e negativo (Público: Crianças de 07 a 12 anos e Adolescentes) O recorte em positivo ou negativo pode ser usado como máscara para várias técnicas e como suporte para o vitral. Papel Tesoura sem ponta Recorte positivo - corresponde à forma tirada. Recorte negativo - o vazado que fica no papel. Sugestões: O desenho em positivo pode ser usado para móbiles, decorações de caixas, cadernos, etc. O recorte em negativo pode ser usado para máscaras, aproveitando o vazado como motivo na pintura esponjada, pintura de tecidos, etc. Página 15

16 6. COLAGENS a) Colagens com papéis coloridos e foscos (Público: Crianças de 07 a 12 anos) nos) b) Colagem com letras (Público: Crianças de 07 a 12 a- Papéis diversos, lisos, texturados, transparentes, opacos, impressos Cartolina Cola plástica Tesoura sem ponta Revistas, jornais, etc. Cartolina, isopor ou papelão Cola Tesoura sem ponta Canetinha ou tinta colorida guache, acrílica 1º. Combinando papéis transparentes e opacos e usando sua criatividade na escolha das cores e texturas, você poderá obter diversos efeitos interessantes. 2º. Para obter melhores resultados, você poderá aplicar tintas ou desenhar linhas para completar o desenho. 3º. Selecione uma gravura em cores claras e cole em cima dela um papel transparente em cores contrastantes. 1º. Recorte de jornais e revistas letras de várias cores e tamanhos. 2º. Utilize o suporte de sua escolha e cole as letras criando mensagens, palavras bonitas ou simplesmente criando imagens. 3º. Depois de colar as letras, complete com canetinha ou tinta colorida fazendo um belo quadro. Volume 1, edição 1 Página 16

17 c) Colagem com figuras geométricas (Público: Crianças de 07 a 12 anos) anos) d) Colagem com tema (Público: Crianças de 07 a 12 Papéis de várias cores Cola Tesoura sem ponta Cartolina Papel sulfite Revistas Cola Tesoura sem ponta Canetinha 1º. Recorte figuras geométricas, em várias cores e formas. 2º. Cole as figuras na cartolina formando uma composição harmônica, procurando combinar as formas e cores. 1º. Escolha um tema de sua preferência. 2º. Recorte figuras de revistas; 3º. Cole as figuras no papel sulfite compondo o motivo. Sugestões: faça flores compostas de pessoas, casas feitas de flores, um avental feito com legumes, etc. Página 17

18 e) Colagem em papel sanfonado (Público: Crianças de 07 a 12 anos) nos) f) Colagem com estrias (Público: Crianças de 07 a 12 a- Papelão sanfonado de embalagem Revistas Cola Tesoura sem ponta 1º. Escolha uma figura. 2º. Passe cola no papelão e cole a figura cuidadosamente com a ajuda de uma régua acompanhando os contornos do papelão. Papel sulfite Revistas Cola Régua Tesoura sem ponta 1º. Escolha uma figura de revista. 2º. Utilizando uma régua, recorte em tiras a figura escolhida. 3º. Cole as tiras sobre o papel, com intervalos de 0,5 cm, esticando a figura. Sugestões: as tiras podem ser cortadas na vertical ou horizontal e coladas de forma regular ou desencontrada criando divertidas figuras e efeito de venezianas. Volume 1, edição 1 Página 18

19 anos) g) Colagem com lã (Público: Crianças de 04 a 07 nos) h) Colagem dupla (Público: Crianças de 06 a 08 a- Cartolina ou pratos de isopor Lãs de diferentes cores Cola branca Tesoura sem ponta Papel sulfite Revistas Cola Tesoura sem ponta 1º. Desenhe o motivo escolhido na cartolina ou isopor. 2º.Cole a lã até cobrir todo o desenho. Tome cuidado para definir bem o desenho e o fundo do quadrinho. 1º. Escolha duas figuras que lhe agradem. 2º. Corte-as em tiras 3º. Cole as tiras livremente de forma que componham uma terceira figura. Sugestão: o desenho pode ser trabalhado nos dois lados, recortado e amarrado por um fio, tornando-se um belo móbile para decoração. *Para crianças de 04 a 06 anos levar figura impressa. Página 19

20 nos) i) Colagem em relevo (Público: Crianças de 07 a 12 a- anos) j) Remontagem perfeita (Público: Crianças de 06 a 08 Sementes, pedaços de plástico, folhas secas, cascas de árvore, tampas de garrafa pet, pedaços de garrafas pet coloridas, etc. Papelão, isopor ou madeira 1º. Use papelão, isopor ou madeira como suporte. 2º. Selecione os materiais que vai usar 3º. Faça um quadro colando os objetos em relevo. Pode ser um desenho figurativo ou abstrato. Sugestão: seja criativo, combine materiais com texturas diferentes, eles podem dar excelentes resultados. Papel sulfite Revistas Cola Tesoura sem ponta 1º. Utilize uma foto como base. 2º. Cole sobre ela os elementos que venham a compô-la e enriquecê-la de forma harmônica. 3º. Os elementos devem complementar-se perfeitamente. Ex: um belo campo sendo complementado com várias raças de cães. Sugestão: tenha cuidado com o tamanho e a quantidade de elementos. Volume 1, edição 1 Página 20

21 k) Canudos de jornal (Público: Todos) Jornais Cola branca diluída em água Pincel 1º. Corte o jornal em quadrados; 2º. Passe a cola no jornal com pincel. 3º. Faça pequenos rolos no sentido vertical, obtendo maiores extensões; 4º. Deixe secar; 5º. Depois de secos, os rolinhos poderão cobrir caixas, vasos de cerâmica e outros materiais. 6º. Se preferir, pode pintar a peça com tinta guache ou anilina colorida. Sugestão: Para obter cor e textura de madeira, aplique u- ma demão de betume. Página 21

22 7. DESENHOS E PINTURAS SOBRE PAPEL a) Carvão (Público: Adolescentes) b) Desenho Esfumado (Público: Adolescentes) Carvão Papel sulfite Fixador (goma laca branca) Papel sulfite Pó de carvão obtido com a lixa Lixa 1º. Desenhe livremente sobre o papel. Aos poucos irá descobrindo os efeitos do carvão. 2º. Para impermeabilizar aplique sobre o papel uma camada de goma laca. 1º. Escolha um motivo de sua preferência. Desenhe uma folha, flor, desenho geométrico ou abstrato. 2º. Recorte ou rasgue o material do motivo escolhido. 3º. Coloque o motivo sobre o papel, segure o desenho com u- ma mão e com a outra esfumace ao redor do papel com o pó de carvão. 4º. Após esfumaçar todo o contorno, retire o papel que funcionou como máscara e componha com outras figuras. Volume 1, edição 1 Página 22

23 c) Pintura com pó colorido (Público: Crianças de 06 a 08 anos) Papel sulfite Pó de lápis de cor (obtido com lixa). Cola d) Anilina e lápis de cera (Público: Todos) Papel sulfite Anilina Lápis de cera Pincel chato ou trincha 1º. Crie um desenho sobre o papel branco. 2º. Cubra o traçado do desenho com cola. 3º. Espalhe cuidadosamente o pó colorido sobre o papel. 1º. Com o pincel e anilina de uma ou mais cores, manche o papel em listras e deixe secar. 2º. Pinte com giz de cera colorido, obtendo efeitos interessantes como texturas abstratas e desenhos figurativos diversos. Página 23

24 e) Colagem em papel sanfonado (Público: Crianças de 07 a 12 anos) Papelão sanfonado de embalagem Revistas Cola Tesoura sem ponta 1º. Escolha uma figura. 2º. Passe cola no papelão e cole a figura cuidadosamente com a ajuda de uma régua acompanhando os contornos do papelão. Volume 1, edição 1 Página 24

25 f) Anilina com goma caseira (Público: Adultos) g) Anilina com goma arábica (Público: Adultos) Papel sulfite ou cartolina Goma caseira (colher de farinha de trigo) Materiais que façam texturas como pentes, palitos, garfos ou dedos Papel sulfite ou cartolina branca Goma arábica Anilina 1º. Cubra o papel com bastante goma arábica. 1º. Prepare a goma caseira: 1 colher de sopa de farinha de trigo para um copo de água cozinhando até engrossar. 2º. Aplique a goma sobre o papel e em seguida, passe um garfo, palito, pente ou mesmo os dedos, para criar a textura. 2º. Pingue ou desenhe com anilina em cores variadas. A anilina se fundirá na goma formando manchas. 3º. Deixe secar e envernize. 3º. Depois de secar, passe verniz. Sugestão: a goma aplicada pode ser previamente colorida com anilina ou usada sobre o papel e depois colorida com pingos de anilina sobre a massa ainda mole. Página 25

26 h) Desenho Raspado (Público: Adolescentes) i) Desenho totalmente raspado (Público: Adolescentes) Papel sulfite Giz de cera de várias cores Nanquim Pincel Palito de sorvete Papel sulfite Giz de cera Nanquim Pincel Palito de sorvete. 1º. Desenhe fortemente toda a superfície do papel com giz de cera branco e colorido. 2º. Cubra toda a folha com nanquim. 3º. Depois de seco, raspe com o palito de sorvete O DESE- NHO DE SUA PREFERÊNCIA, deixando aparecer as cores colocadas inicialmente. 1º. Crie um desenho bem colorido com giz de cera. 2º. Cubra-o com nanquim. 3º. Depois de seco, raspe TODO o desenho com o palito de sorvete. Sugestão: trabalhe bem a composição feita na base do processo, para obter uma composição forte e colorida. Volume 1, edição 1 Página 26

27 j) Desenho escorrido (Público: Adultos) Papel sulfite Nanquim colorido Ecoline ou guache diluído em diversas cores 1º. Pingue a tinta e movimente o papel conduzindo a tinta para formar figuras ou formas abstratas. 2º. Pode complementar posteriormente os desenhos obtidos com outras técnicas. Sugestões: Aproveitar as linhas como galhos e desenhar flores coloridas. k) Desenho sobre lixa ((Público: Crianças de 07 a 12 anos) Lápis de cor ou de cera Lixa Desenhe livremente sobre a lixa, inclusive com a cor branca. l) Desenho sobre papel amassado (Público: Crianças de 04 a 08 anos) Papel sulfite Giz de cera ou tinta guache em várias cores 1º. Amasse o papel. 2º. Pinte sobre o papel amassado. Página 27

28 nos) m) Desenho circular (Público: Crianças de 07 a 12 a- nos) n) Desenho esfregado (Público: Crianças de 04 a 08 a- Papel sulfite Lápis grafite, lápis de cor ou giz de cera colorido 1º. Com lápis colorido ou grafite, faça traços circulares sobre o papel até cobrir toda superfície. 2º. Procure figuras no meio dos traços dando continuidade a elas, formando novas composições figurativas ou abstratas. Papel sulfite Lápis de cor ou de cera colorido Algodão 1º. Lixe as pontas dos lápis de colorir de diversas cores. 2º.Elabore um desenho sobre papel branco. 2º. Com as mechas de algodão ou mesmo usando o dedo esfregue o pó colorido, compondo sua figura em várias cores. Sugestão: o desenho pode ser valorizado com traços coloridos. Volume 1, edição 1 Página 28

29 o) Desenhando o branco sobre o preto (Público: Crianças de 07 a 12 anos) Papel branco Lápis grafite ou lápis de cor preto Borracha Lápis de cor branco Lápis de cera branco Guache branco e preto Nanquim preto Pincel redondo escolar Opção 2 1º. Faça um desenho com lápis de cera branco. Firme bastante o lápis para que fique nítido. 2º. Dilua o guache preto com água e passe sobre o desenho com pincel. O lápis cera isolará o papel revelando o desenho. 3º. Deixe secar. Sugestão: se quiser, raspe o desenho ou complemente com guache branco, criando mais opções. Opção 1 1º. Cubra toda a superfície do papel com lápis de cor preta. 2º. Esfume com algodão ou com um pano até que a superfície fique lisa e escura. 3º. Usando a borracha, vá apagando e formando composições nas formas que desejar. Sugestão: você pode usar lápis de cor branco ou guache branco para conseguir efeitos diferenciados. Página 29

30 p) Pintando e lavando (Público: Adolescentes) q) Desenho com nanquim (Público: Adolescentes) Pincéis Papel canson Lápis de cera Papel sulfite Tinta nanquim preta ou de outra cor Pena, palito, espeto de madeira ou pincel Tinta guache Nanquim preto Opção 1 1º. Desenhe e pinte o motivo com tinta guache branca e deixe secar. Desenhe livremente com o palito, espeto ou pincel descobrindo as possibilidades do material. Sugestão: o nanquim permite um bom resultado linear, podendo ser usado como base para trabalhos coloridos. 2º. Cubra toda a superfície com nanquim preto e deixe secar. 3º. Em seguida, lave o desenho em baixo da torneira obtendo efeito de transparência. Volume 1, edição 1 Página 30

31 r) Aguada de nanquim (Público: Adolescentes) Papel sulfite Nanquim preto Tinta gauche branca Pincel 1º. Faça um desenho a lápis. 2º. Umedeça o papel com o pincel e água. 3º. Dilua o nanquim em água e espalhe sobre o papel com pincel enriquecendo o desenho. Comece pelas tonalidades claras, acentuando à medida que for necessário. s) Nanquim sobre papel úmido (Público: Adolescentes) Papel sulfite Nanquim Anilina Palito ou pincel Esponja 1º. Umedeça o papel com uma esponja. 2º. Desenhe palito ou pincel, ou pingue o nanquim formando manchas. 3º. Deixe secar e cubra com anilina colorida conseguindo efeito de transparência. 4º. Deixe as tonalidades claras do nanquim secarem podendo acentuar com tinta guache os detalhes se assim o preferir. Página 31

32 t) Nanquim pastoso (Público: Crianças de 04 a 08 anos) Papel sulfite Nanquim Pasta de dente Palito ou pincel 1º. Coloque a pasta de dente sobre o papel. 2º. Pingue o nanquim e misture com os dedos, pincel ou palito, criando texturas diversas e relevos. u) Desenho lavado (Público: Adolescentes) Papel sulfite Guache branco ou em cores Nanquim Pincéis Esponja e água 1º. Com guache espesso, crie um desenho no papel. 2º. Depois de seco, cubra-o com nanquim e deixe secar novamente. 3º. Lave com esponja umedecida delicadamente, em movimentos circulares obtendo relevos e texturas esfumaçadas. Volume 1, edição 1 Página 32

33 v) Impressão (Público: Crianças de 07 a 12 anos) Papel sulfite Giz de cera Folhas secas da natureza Rendas Moedas Texturas variadas 1º. Monte uma composição com as moedas, folhas, etc. 2º. Coloque o papel em cima e passe o lápis de cor ou cera deitado, de maneira que as figuras que estão em baixo a- pareçam impressas no papel. w) Impressão com barbante (Público: Crianças de 07 a 12 anos) Várias folhas de papel sulfite Nanquim ou guache colorido diluído Pedaços de barbante de algodão 1º. Molhe o barbante na tinta, coloque-o sobre a superfície do papel e cubra com outra folha. 2º. Depois, pressione e deslize o barbante formando traços ou manchas. 3º. Deixe secar e se quiser, complemente com tinta na cor da sua preferência. Sugestão: faça uma cor de cada vez. 3º. Se preferir, você pode destacar os desenhos com outras cores ou com anilina. Página 33

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó Dê asas à sua imaginação nas diversas aplicações do Pó Xadrez. Aplicações Xadrez Pigmento em Pó O PÓ XADREZ é um pigmento concentrado que proporciona efeitos decorativos em diversas aplicações. Mais econômico,

Leia mais

Bijuterias em papel. Etapas 1. Numa folha de revista ou papel de presente, desenhe com o lápis triângulos de 3 cm de base e pelo menos 6 cm de altura.

Bijuterias em papel. Etapas 1. Numa folha de revista ou papel de presente, desenhe com o lápis triângulos de 3 cm de base e pelo menos 6 cm de altura. Bijuterias em papel O que você precisa: papéis coloridos usados: revistas, papéis de presente, etc. régua lápis tesoura cola branca linha ou fio de nylon agulha grande Etapas 1. Numa folha de revista ou

Leia mais

Papel Reciclado Artesanal Branco

Papel Reciclado Artesanal Branco Papel Reciclado Artesanal Branco 1 Técnica utilizada: reciclagem de papel Materiais 2 Papel para reciclar (sulfite, formulário contínuo ou outros papéis que não contenham vernizes, plásticos ou laminados)

Leia mais

Papel Reciclado Artesanal Branco com Cascas de Cebola

Papel Reciclado Artesanal Branco com Cascas de Cebola Papel Reciclado Artesanal Branco com Cascas de Cebola 1 Técnica utilizada: reciclagem de papel com cascas de cebola Materiais 2 Papel para reciclar (sulfite, formulário contínuo ou outros papéis que não

Leia mais

Materiais Necessários:

Materiais Necessários: Materiais Necessários: Peça crua de madeira Pinceis chatos nos tamanhos 8 e 16 Pincel chanfrado tamanho 8 e 12 Pincel MOP Brochinha para stêncil Lixa para madeira 220 Rolinho Stêncil com motivo quadrados

Leia mais

Data de entrega dos materiais: Durante a semana que antecede às aulas Início das aulas em 01/02/2016

Data de entrega dos materiais: Durante a semana que antecede às aulas Início das aulas em 01/02/2016 Lista de Materiais Mini- Maternal 2016 1 rolo de pintura pequeno 1 rolo de fita crepe 3 potes de massinha Soft grande (500g) 2 blocos de cartonado tamanho A4 2 blocos de folhas coloridas Meu 1º caderno

Leia mais

LISTA DE MATERIAL ESCOLAR 2016 EDUCAÇÃO INFANTIL

LISTA DE MATERIAL ESCOLAR 2016 EDUCAÇÃO INFANTIL OBSERVAÇÕES: 1. Todo o material deverá vir com nome, ano e professora; 2. Etiquetar cadernos, livros e pastas (do lado de fora) 3. O material de uso individual deverá ser reposto sempre que necessário;

Leia mais

Estações do Ano. Procedimentos com ArteVerão

Estações do Ano. Procedimentos com ArteVerão Estações do Ano Procedimentos com ArteVerão Faixas de Verão (3º Dia) Leia o livro da turma No Verão. Discuta brevemente as coisas que acontecem no verão. Depois distribua folhas de papel branco para que

Leia mais

E-book. Passo-a-Passos Pintura em Madeira

E-book. Passo-a-Passos Pintura em Madeira E-book Passo-a-Passos Pintura em Madeira 1 Pintura em Madeira CAIXA COM ROSA Material necessário Pincel ref. 427 nº 8 e 18 Rolo de espuma 988 5 cm Esponja Abrasiva Duplla Ref. 860 Carbono Verniz acrílico

Leia mais

DICAS E ORIENTAÇÕES PARA REUTILIZAÇÃO DE GARRAFAS PET

DICAS E ORIENTAÇÕES PARA REUTILIZAÇÃO DE GARRAFAS PET DICAS E ORIENTAÇÕES PARA REUTILIZAÇÃO DE GARRAFAS PET ORGANIZAÇÃO: Antes de começar a trabalhar é necessário um mínimo de organização. Pode-se nomear uma comissão para coordenar os trabalhos, distribuir

Leia mais

EXPRESSÃO E EDUCAÇÃO PLÁSTICA

EXPRESSÃO E EDUCAÇÃO PLÁSTICA EXPRESSÃO E EDUCAÇÃO PLÁSTICA PRINCÍPIOS ORIENTADORES A manipulação e experiência com os materiais, com as formas e com as cores permite que, a partir de descobertas sensoriais, as crianças desenvolvam

Leia mais

As bonecas de papel são brinquedos que estimulam a imaginação e a criatividade das crianças. Foram muito usadas no século XIX e até meados do século

As bonecas de papel são brinquedos que estimulam a imaginação e a criatividade das crianças. Foram muito usadas no século XIX e até meados do século As bonecas de papel são brinquedos que estimulam a imaginação e a criatividade das crianças. Foram muito usadas no século XIX e até meados do século passado, quando faziam as delícias de muitas das nossas

Leia mais

E-book. Passo-a-Passos Técnicas Exclusivas

E-book. Passo-a-Passos Técnicas Exclusivas E-book Passo-a-Passos Técnicas Exclusivas 1 Pintura em Madeira FLORAL DECORATIVO Materiais Necessários Pincel Condor ref. 601 nº 16 Pincel Condor ref. 606 nº 10 e 16 Pinta-Bolinhas Condor ref. 555 Bandeja

Leia mais

LISTA DE MATERIAL EDUCAÇÃO INFANTIL CSM 2015 NÍVEL I 1 ANO

LISTA DE MATERIAL EDUCAÇÃO INFANTIL CSM 2015 NÍVEL I 1 ANO NÍVEL I 1 ANO 1 lençolzinho (etiquetado) 1m de algodão cru 1 jogo de blocos (grande) para montar (peças apropriadas para a idade) para os meninos. 1 travesseiro pequeno - etiquetado ½ m de velcro Panelinhas

Leia mais

LISTA DE MATERIAL 2015 MINIMATERNAL 1

LISTA DE MATERIAL 2015 MINIMATERNAL 1 LISTA DE MATERIAL 2015 MINIMATERNAL 1 1 caixa de Meu 1º giz 6 cores Acrilex 2 caixas de pintura a dedo, não tóxica 2 potes de massinha, soft, 150 g, da cor 2 tubos de cola glitter, cor perolada e prata

Leia mais

LISTA DE MATERIAL ANUAL 2015 BERÇÁRIO I

LISTA DE MATERIAL ANUAL 2015 BERÇÁRIO I LISTA DE MATERIAL ANUAL 2015 BERÇÁRIO I Material que ficará na Escola: 01 Pacote de fraldas descartáveis 01 Lenços umedecidos ou Pacote de algodão 01 Pomada para assaduras 01 Sabonete líquido 01 Shampoo

Leia mais

Colégio Anchieta Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio. Lista de Material Escolar - 2016

Colégio Anchieta Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio. Lista de Material Escolar - 2016 MATERNAL I ( 02 anos) 003 caixas de giz de cera (grande) 004 caixas de massa de modelar 002 caixas de fósforo (palitos pequenos) 001 rolo de durex (pequeno e largo) 002 rolos de papel crepom 001 rolo de

Leia mais

COMO FAZER CAMISETAS USANDO STÊNCIL

COMO FAZER CAMISETAS USANDO STÊNCIL COMO FAZER CAMISETAS USANDO STÊNCIL por: Danelectro Olá, amigos! Como vocês já devem ter percebido, o mundo moderno está repleto de coisas iguais. Carros, computadores, móveis, comida: tudo é fabricado

Leia mais

LISTA DE MATERIAL NÍVEL 4 e 5-2015.

LISTA DE MATERIAL NÍVEL 4 e 5-2015. ESCOLA DE EDUCAÇÃO INFANTIL CIRANDA CIRANDINHA Rua Antônio Araújo, 687 centro Passo Fundo RS Fone: 54-3312-09 / 54-91762789 E-mail: sercirandinha@yahoo.com.br Site: www.escolacirandacirandinha.com.br LISTA

Leia mais

Lista de Materiais - 2015 Curso: Berçário I (04 meses a 01 ano e 03 meses)

Lista de Materiais - 2015 Curso: Berçário I (04 meses a 01 ano e 03 meses) 01 toalha de banho c/ nome bordado ou pintado; 01 mamadeira para água; 01 mamadeira para leite; 01 mamadeira para suco; 01 jogo de lençol (será trocado toda semana); 01 kit de berço; 01 escova para cabelo;

Leia mais

LISTA DE MATERIAL ESCOLAR INFANTIL II (1 a 2 anos)- 2015

LISTA DE MATERIAL ESCOLAR INFANTIL II (1 a 2 anos)- 2015 MATERIAL ESCOLAR: 02 Placas de EVA (lisa - sem enrolar) 02 Placas de EVA (Glítter extra brilho - sem enrolar) 02 Folhas de EVA (plush sem enrolar) 02 Folhas de EVA (estampado) 02 Cartolinas americanas

Leia mais

LISTA DE MATERIAL (2 e 3 ANOS)

LISTA DE MATERIAL (2 e 3 ANOS) LISTA DE MATERIAL (2 e 3 ANOS) PAPELARIA 50 Folhas de sulfite A3 2 folhas de papel Paraná 1 Pacote de bexiga nº 7 1 Bloco de canson A4 branco 2 Folhas de papel de presente (tema infantil) 1 Rolo de fitilho

Leia mais

Impresso fechado. Pode ser aberto pela ECT.

Impresso fechado. Pode ser aberto pela ECT. Impresso fechado. Pode ser aberto pela ECT. 1 Anotações Meu Brasil brasileiro mulato inzoneiro de raízes, flores e frutos. Dos mais doces aos mais cítricos. Todos traços típicos de uma cultura que sabe

Leia mais

Almôndegas de Arroz. Ingredientes. Modo de preparo

Almôndegas de Arroz. Ingredientes. Modo de preparo Almôndegas de Arroz 2 xícaras (chá) de arroz cozido 200g de carne moída 1 dente de alho picado 1 cebola picada 2 colheres (sopa) de farinha de rosca 4 xícaras (chá) de molho de tomate Sal e pimenta a gosto

Leia mais

Escola Pequenópolis Av. Euclides da Cunha, 73 Graça

Escola Pequenópolis Av. Euclides da Cunha, 73 Graça LISTA DE MATERIAL DE ARTES EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPOS 2 E 3 2015 JUSTIFICATIVA As Listas de Materiais de Arte se compõem dos materiais que serão utilizados pelos alunos no decorrer do ano letivo. Atividades

Leia mais

Receitas Deliciosas de Aproveitamentos APRESENTAÇÃO EVITANDO O DESPERDÍCIO. Receitas deliciosas com talos, folhas e sementes

Receitas Deliciosas de Aproveitamentos APRESENTAÇÃO EVITANDO O DESPERDÍCIO. Receitas deliciosas com talos, folhas e sementes APRESENTAÇÃO A alimentação e tão necessária ao nosso corpo quanto o ar que precisamos para a nossa sobrevivência, devem ter qualidade para garantir a nossa saúde. Quando falamos em alimentação com qualidade

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA Balinha e Dentinho 2. EPISÓDIO TRABALHADO Situação delicada 3. SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO O episódio Situação delicada faz parte da série Balinha

Leia mais

Professora. Trabalhar com a reciclagem de materiais, além de valorizar as instalações escolares já feitas com esse tipo de material.

Professora. Trabalhar com a reciclagem de materiais, além de valorizar as instalações escolares já feitas com esse tipo de material. Professora 1. Objetivos Gerais A partir do maior conhecimento do trabalho do professor, fazer com que os alunos percebam a importância de se trabalhar com papel e demais materiais reciclados. Outro assunto

Leia mais

LISTA DE MATERIAL ESCOLAR

LISTA DE MATERIAL ESCOLAR Maternal I 02 fotos 3x4 01 caneca plástica 01 par de boias de braço para atividades aquáticas 01 estojo higiênico (01 escova de dente, 01 toalha de mão e 01 creme dental) 02 caixas de lenço descartável

Leia mais

LISTA DE MATERIAL INFANTIL 1-2015

LISTA DE MATERIAL INFANTIL 1-2015 INÍCIO DAS AULAS: 02/02/2015 Rua Senador Pinheiro Machado, 189 - CENTRO - PONTA GROSSA - PR. FONE: (042) 3224-0301 LISTA DE MATERIAL INFANTIL 1-2015 DATA DA ENTREGA DOS MATERIAIS EDUCAÇÃO INFANTIL : 28

Leia mais

Colégio Universitário Professor Canísio Ignácio Lunkes LISTA DE MATERIAL ESCOLAR 2014 EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I

Colégio Universitário Professor Canísio Ignácio Lunkes LISTA DE MATERIAL ESCOLAR 2014 EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I LISTA DE MATERIAL ESCOLAR 2014 EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I Material de uso individual 01 Copo com tampa com nome do aluno Obs: Os materiais abaixo deverão ficar dentro da mochila do aluno 01 Caixa de

Leia mais

Apostila de Técnicas 2011

Apostila de Técnicas 2011 Apostila de Técnicas 2011 Apostila de Técnicas tinta ainda úmida, obtendo assim o efeito de couro, seque; 7. Aplique aleatoriamente uma demão generosa de Hidro Vitral Gato Preto Incolor. 8. Logo em seguida

Leia mais

Treinamento Conservas de frutas 382

Treinamento Conservas de frutas 382 Para que haja boa conservação dos alimentos é importante que os produtos conservados mantenham suas qualidades nutritivas, seu aroma, sabor e que se eliminem as causas das alterações. As várias maneiras

Leia mais

COLÉGIO SS.SACRAMENTO

COLÉGIO SS.SACRAMENTO COLÉGIO SS.SACRAMENTO GRUPO 3 ED. INFANTIL 01 mochila / 1 lancheira 02 caixas de lenço de papel 02 foto 3x4 Higiene ( deverá vir na mochila ) 01 short / 01 camiseta / 01 cueca ou calcinha / toalha de banho

Leia mais

CONTRATURNO ENSINO FUNDAMENTAL B e C (crianças que completam 7,8,9 e 10 anos de idade durante o ano letivo)

CONTRATURNO ENSINO FUNDAMENTAL B e C (crianças que completam 7,8,9 e 10 anos de idade durante o ano letivo) CONTRATURNO ENSINO FUNDAMENTAL B e C (crianças que completam 7,8,9 e 0 anos de idade durante o ano letivo) Material pessoal que é necessário IDENTIFICAR COM O NOME DA CRIANÇA, em especial UNIFORMES. A

Leia mais

Lista de Material - 2012. Educação Infantil Infantil I

Lista de Material - 2012. Educação Infantil Infantil I Lista de Material - 2012 Educação Infantil Infantil I 05 cartolinas guachadas (cores diferentes) 01 cartolina laminada dourada 05 cartolinas brancas 02 cartolinas pretas 02 rolos de papel crepom na cor

Leia mais

Projeto de Extensão: Ciclo de Oficinas de Educação Matemática: os ODM em foco. Oficina Eco Natal

Projeto de Extensão: Ciclo de Oficinas de Educação Matemática: os ODM em foco. Oficina Eco Natal Oficina Eco Natal Apresentação Olá! Esta oficina faz parte de um projeto de extensão Ciclo de oficinas de Educação Matemática: os ODM em foco que tem como objetivo realizar atividades do cotidiano que

Leia mais

Treinamento: Aproveitamento Integral de Alimentos Cód. 821

Treinamento: Aproveitamento Integral de Alimentos Cód. 821 APROVEITAMENTO INTEGRAL DE ALIMENTOS Para higienização de hortifrutis: - 1 litro de água potável - 1 colher de sopa (10 ml) de água sanitária, sem perfume - Deixar de molho por 15 minutos CALDO NUTRITIVO

Leia mais

PINTURA DE KITS Caros modelistas!

PINTURA DE KITS Caros modelistas! PINTURA DE KITS Caros modelistas! Buscamos sempre em nossos trabalhos a representação da realidade em miniatura, e independente de estarmos utilizando materiais de laser cut, plástico, resina ou metal,

Leia mais

CORES DA TERRA. Autoestima... você é quem pinta! Elaboração: Eliane Almeida Vieira de Oliveira Extensionista Social II São Fidélis-RJ.

CORES DA TERRA. Autoestima... você é quem pinta! Elaboração: Eliane Almeida Vieira de Oliveira Extensionista Social II São Fidélis-RJ. CORES DA TERRA Fazenda Punhadinho São José 1º Distrito de São Fidélis-RJ (pintado com tinta da terra) Autoestima... você é quem pinta! Elaboração: Eliane Almeida Vieira de Oliveira Extensionista Social

Leia mais

Atendendo a pedidos. Sobremesas. geladas. Serviço Nestlé ao Consumidor

Atendendo a pedidos. Sobremesas. geladas. Serviço Nestlé ao Consumidor Sobremesas Atendendo a pedidos geladas Serviço Nestlé ao Consumidor Bem estar... é viver diferentes sensações e sabores O prazer de viver num país tropical é poder desfrutar, o ano inteiro, de um cardápio

Leia mais

LISTA DE MATERIAL ANUAL -2011 BERÇÁRIO- I LISTA DE MATERIAL DE HIGIENE PARA SER MANTIDO NA MOCHILA DIARIAMENTE

LISTA DE MATERIAL ANUAL -2011 BERÇÁRIO- I LISTA DE MATERIAL DE HIGIENE PARA SER MANTIDO NA MOCHILA DIARIAMENTE LISTA DE MATERIAL ANUAL -2011 BERÇÁRIO- I LISTA DE MATERIAL DE HIGIENE PARA SER MANTIDO NA MOCHILA DIARIAMENTE 1 pacote de lenço umedecido ou algodão Fraldas descartáveis Chupeta (caso use) Fralda de boca

Leia mais

Educandário Edith dos Santos

Educandário Edith dos Santos Educandário Edith dos Santos Lista de material Escolar 2012 Uso Didático 100 folhas de papel ofício colorido. 1 pacote de folhas colorset (24 folhas) 1 folha de papel 40 kg (colorida) 1 folha de papel

Leia mais

Recado aos Pais e Professores

Recado aos Pais e Professores Recado aos Pais e Professores A criança aprende fazendo. Um trabalho manual confeccionado logo após a história bíblica fixa os ensinos que a criança acabou de ouvir, e também é um lembrete visual do constante

Leia mais

Lista de material Infantil 1-2011 (Unidades Santos e Guarujá)

Lista de material Infantil 1-2011 (Unidades Santos e Guarujá) Lista de material Infantil 1-2011 (Unidades Santos e Guarujá) I) Material fornecido pela escola: O Centro Educacional Objetivo fornece aos seus alunos todos os Cadernos de Atividades necessários ao trabalho

Leia mais

LISTA DE MATERIAL 1º ETAPA

LISTA DE MATERIAL 1º ETAPA LISTA DE MATERIAL 1º ETAPA (2 e 3 ANOS) PAPELARIA 50 Folhas de sulfite A3 1 Bloco de canson A3 1 Bloco de canson A4 branco 2 Folhas de papel de presente (tema infantil) 1 Rolo de fitilho 1 Livro infantil

Leia mais

Dia das Crianças. 3º ano Fundamento I. Justificativa

Dia das Crianças. 3º ano Fundamento I. Justificativa Dia das Crianças 3º ano Fundamento I Justificativa O mês de outubro começa com uma expectativa entre as crianças: a comemoração do seu dia. A data não pode ser esquecida. Assim, sugerimos que a escola

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL II (4 ANOS)

EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL II (4 ANOS) EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL II (4 ANOS) LIVROS DIDÁTICOS Livro Interdisciplinar Material Rede RCE educação e valores (Volumes 1 e 2) 2 Volumes por ano e Agenda personalizada. Livro de Inglês Playtime A

Leia mais

JÚNIOR JOSÉ MACHADO DIORAMA FERRÉO. Esse projeto contém informações simples e obejtivas com intuito de mostrar parte do meu trabalho e conhecimento.

JÚNIOR JOSÉ MACHADO DIORAMA FERRÉO. Esse projeto contém informações simples e obejtivas com intuito de mostrar parte do meu trabalho e conhecimento. JÚNIOR JOSÉ MACHADO DIORAMA FERRÉO Esse projeto contém informações simples e obejtivas com intuito de mostrar parte do meu trabalho e conhecimento. CONCEITO DO PROJETO Esse projeto a ser apresentado foi

Leia mais

Montagem de Kit Loja de Bolos Passo a Passo

Montagem de Kit Loja de Bolos Passo a Passo Montagem de Kit Loja de Bolos Passo a Passo (o kit pode ser adquirido na www.pequenasartes.com.br) O kit é bem completo e vem com praticamente tudo o que você vai precisar para montar, inclusive cola e

Leia mais

LISTA DE MATERIAIS PARA 2015 INF. I - FASE 1

LISTA DE MATERIAIS PARA 2015 INF. I - FASE 1 LISTA DE MATERIAIS PARA 2015 INF. I - FASE 1 O Colégio Objetivo Júnior fornece aos seus alunos todos os Cadernos de Atividades necessários ao desenvolvimento do trabalho nas diversas áreas. Esses cadernos

Leia mais

Tutorial Como Fazer Ferrugem. Como fazer Ferrugem

Tutorial Como Fazer Ferrugem. Como fazer Ferrugem Como fazer Ferrugem Quando se constrói um modelo naval há de se ter em mente os dois casos, ou meu modelo vai ser um modelo novo recém lançado ao mar ou outros, ou vai ser um modelo que já sofreu as intempéries

Leia mais

Não deixe de aproveitar os pratos com a economia do TodoDia!

Não deixe de aproveitar os pratos com a economia do TodoDia! Esta revista foi pensada para deixar você com água na boca do início ao fim. Nela, vou mostrar duas de minhas especialidades na cozinha: receitas de massas e tortas. Nada mais versátil para agradar à família

Leia mais

LISTA DE MATERIAIS 2015 MATERNAL

LISTA DE MATERIAIS 2015 MATERNAL MATERNAL 01 Brinquedo de areia 01 Brinquedo educativo (para crianças de 3 anos) 01 CD virgem 01 Caixa de algodão 01 Caixa de camisa (encapada de amarelo) 01 Caixa de cola colorida com 6 unidades 01 Caixa

Leia mais

Fazendo tinta com terra

Fazendo tinta com terra Fazendo tinta com terra Viçosa-MG 2007 Autores (em ordem alfabética): Anôr Fiorini de Carvalho Letícia de Melo Honório Marcelo Rodrigues de Almeida Paulo César dos Santos Pedro Eugênio Quirino Expediente:

Leia mais

BERÇÁRIO I E II Unidade II

BERÇÁRIO I E II Unidade II BERÇÁRIO I E II 01 malinha com aproximadamente 4 trocas (incluindo 2 babadores) 01 sabonete 01 saboneteira 01 shampoo 01 condicionador 01 pomada contra assaduras 01 pote de lenços umedecidos 01 toalha

Leia mais

LISTA DE MATERIAL - 2011 1º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL I

LISTA DE MATERIAL - 2011 1º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL I 1º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL I 02 estojos 04 lápis pretos (triangular) 02 borrachas brancas macias 01 conjunto de canetinhas (hidrocor 850) 12 cores 01 caixa de lápis de cor 12 cores (jumbo) 01 caderno

Leia mais

Discurso Feminino. Cozinha Sob Medida. Receitas para Você Adoçar seu Coração

Discurso Feminino. Cozinha Sob Medida. Receitas para Você Adoçar seu Coração Discurso Feminino Cozinha Sob Medida Receitas para Você Adoçar seu Coração 1 Página 4 Bolo de Chocolate Índice Página 6 CupCake Página 8 Página 10 Bolo de Iogurte Torta de Limão 2 O Discurso Feminino é

Leia mais

ESCOLA BRANCA DE NEVE

ESCOLA BRANCA DE NEVE MATERNAL II 02 Folhas de papel cartão (vermelho) 02 Folhas de cartolina dupla face (estampada e azul) 04 Folhas de E.V.A. 40X60- (verde,preto,lilás e estampado) 02 Folhas de papel crepom (vermelho e amarelo)

Leia mais

BISCOITINHO DE QUEIJO

BISCOITINHO DE QUEIJO ÍNDICE DE RECEITAS Salgados Biscoitinho de queijo, 3 Cheesecake de salmão defumado, 4 Mousse de azeitona, 5 Nhoque de ricota, 6 Pão de queijo, 7 Samboussek, 8 Torta de queijo, 9 Doces Bolo de côco ralado,

Leia mais

Nesta edição, a Saborama apresenta

Nesta edição, a Saborama apresenta Nesta edição, a Saborama apresenta uma seleção de delícias apresentadas no Blog Saída de Emergência. Com uma experiência incrível no preparo de alimentos, a Mell Santos, criadora do blog e parceira da

Leia mais

TERMOS E CONDIÇO ES. Sempre que houver dúvidas procure um profissional de saúde e leve o material para avaliar. Página 1

TERMOS E CONDIÇO ES. Sempre que houver dúvidas procure um profissional de saúde e leve o material para avaliar. Página 1 TERMOS E CONDIÇO ES Todas as Receitas incluídas nesse e-book foram retiradas de fontes seguras que são referências no assunto, não nos responsabilizamos pelo uso dessas receitas caso o seu estado de Diabetes

Leia mais

RECURSOS COM PALAVRAS E GESTOS

RECURSOS COM PALAVRAS E GESTOS RECURSOS COM PALAVRAS E GESTOS Arquivo enviado cordialmente por Alice Lirio ao Grupo virtual de Ev. Infantil Yahoo e convertido para formato PPS por Arlete Länzlinger Artes Cênicas Englobam a dramatização

Leia mais

Manual prático de como fazer sabonete artesanal em casa

Manual prático de como fazer sabonete artesanal em casa Manual prático de como fazer sabonete artesanal em casa Este manual foi elaborado a partir de pesquisas nos vários sites de artesanato da Internet brasileira. Ele é gratuito e seu uso e leitura é reservado

Leia mais

A arca de Noé. Texto: Ruth Rocha Ilustrações: Mariana Massarani. Elaboração Anna Flora

A arca de Noé. Texto: Ruth Rocha Ilustrações: Mariana Massarani. Elaboração Anna Flora A arca de Noé Texto: Ruth Rocha Ilustrações: Mariana Massarani Elaboração Anna Flora Brincadeira 1: Cada bicho com seu par Veja nos arquivos anexos e imprima a página que tem os nomes dos bichos da Arca

Leia mais

:: Sabão Líquido :: Em um balde ou recipiente bem grande, despejar a soda e 1 litro de água, mexendo por ceca de 5 minutos;

:: Sabão Líquido :: Em um balde ou recipiente bem grande, despejar a soda e 1 litro de água, mexendo por ceca de 5 minutos; :: Sabão Líquido :: Para fazer 30 litros Ingredientes: 1,5 litros de azeite (morno) ½ quilo de soda cáustica 1,5 litros de álcool líquido 1 litro de água (1ª etapa) 27 litros de água (2ª etapa) 2 colheres

Leia mais

Docinho de abacaxi...4 Cheesecake de goiabada...5 Pavê de doce de leite com amendoim...6 Torta de chocolate...7 Bolo de fubá...8 Pão de coco...

Docinho de abacaxi...4 Cheesecake de goiabada...5 Pavê de doce de leite com amendoim...6 Torta de chocolate...7 Bolo de fubá...8 Pão de coco... www.liquigas.com.br Docinho de abacaxi...4 Cheesecake de goiabada...5 Pavê de doce de leite com amendoim...6 Torta de chocolate...7 Bolo de fubá...8 Pão de coco...9 Cocada de forno...10 Petit gateau...11

Leia mais

Brinquedos ecológicos e experiências: estratégias para o ensino das descobertas sociocientíficas

Brinquedos ecológicos e experiências: estratégias para o ensino das descobertas sociocientíficas Brinquedos ecológicos e experiências: estratégias para o ensino das descobertas sociocientíficas Fabiana Chinalia Professora de Metodologia para o Ensino de Ciências Naturais e Meio Ambiente Data: 18/06/2011

Leia mais

LISTA DE MATERIAL 2016-

LISTA DE MATERIAL 2016- É que todo material abaixo seja etiquetado com o LISTA DE 2016- QUE DEVERÁ SER TRAZIDO TODOS OS DIAS NA MOCHILA: 2 babadores 1 pente ou escova de cabelo Roupas para troca de frio e calor Agenda diária

Leia mais

E.E.I.F. PROFª. ADRIANA SODRÉ. Material Escolar - 2016 Berçário I, Berçário II e Mini Maternal

E.E.I.F. PROFª. ADRIANA SODRÉ. Material Escolar - 2016 Berçário I, Berçário II e Mini Maternal Berçário I, Berçário II e Mini Maternal 01 malinha com aproximadamente 4 trocas (incluindo 2 babadores) 01 sabonete 01 saboneteira 01 shampoo 01 condicionador 01 pomada contra assaduras 01 pote de lenços

Leia mais

FAÇA VOCÊ MESMO UM FOGÃO SOLAR

FAÇA VOCÊ MESMO UM FOGÃO SOLAR Prepare seus alimentos com a energia do sol! FAÇA VOCÊ MESMO UM FOGÃO SOLAR www.sustentavelnapratica.net Elaborado por: Andrea Zimmermann e Fabio França FOGÃO SOLAR Características e vantagens: Uso de

Leia mais

3242-7124/ 3246-5390. Agenda diária do aluno(a) será vendida na escola.

3242-7124/ 3246-5390. Agenda diária do aluno(a) será vendida na escola. / 3246-5390 LISTA DE MATERIAIS BEBÊS 2014 Agenda diária do aluno(a) será vendida na escola. 01 caixa plástica grande com tampa para colocar os materiais; 01 jogo de lençol com travesseiro e fronha com

Leia mais

TINTA ECOLÓGICA Aprenda a fazer

TINTA ECOLÓGICA Aprenda a fazer TINTA ECOLÓGICA Aprenda a fazer. Para preparar 18 litros de tinta, você vai precisar de: 8 kg de terra; 4 kg de cola branca; 8 litros de água. Coloque 6 litros de água em uma lata e adicione a terra. Com

Leia mais

Relação de itens do Material Escolar 2016 Jardim Educação Infantil NÃO É PERMITIDO O USO DE MOCHILA DE RODINHA.

Relação de itens do Material Escolar 2016 Jardim Educação Infantil NÃO É PERMITIDO O USO DE MOCHILA DE RODINHA. Jardim Educação Infantil Quant. DESCRIÇÃO Quant. DESCRIÇÃO 1 Apontador com depósito 1 Pacote de bexiga 1 Avental para pintura 1 Pacote de pena grande 2 Borrachas 1 Pincel para pintura grosso 2 Cadernos

Leia mais

RECEITAS SEM GLÚTEN BOLO DE BANANA CARAMELADA

RECEITAS SEM GLÚTEN BOLO DE BANANA CARAMELADA RECEITAS SEM GLÚTEN BOLO DE BANANA CARAMELADA COBERTURA: 1/ 1/4 de xíc de água 06 bananas-nanicas maduras firmes, cortadas ao meio no sentido do comprimento Margarina para untar a fôrma. MASSA: 4 ovos

Leia mais

LISTA DE MATERIAL PARA 2014 EDUCAÇÃO INFANTIL

LISTA DE MATERIAL PARA 2014 EDUCAÇÃO INFANTIL EDUCAÇÃO INFANTIL 01 caderno de capa dura de 100 folhas (somente p/ o Pré II) 01 caderno de cartografia de 50 folhas 02 lápis pretos triangular 01 borracha 01 apontador com depósito 01 tesoura sem ponta

Leia mais

Atenciosamente Direção/Coordenação

Atenciosamente Direção/Coordenação Material Escolar - 2015-1º ANO ENSINO FUNDAMENTAL I Uso Coletivo 10 lápis pretos nº 02 01 gibi 01 caixa polionda azul marinho 01 fita crepe escolar larga 04 borrachas macias 01 rolo de lastex 02 apontadores

Leia mais

Tabule Rendimento 4 porções

Tabule Rendimento 4 porções Tabule Rendimento 4 porções - 4 tomates picados - 1 xícara (chá) de trigo para quibe - 1 cebola picada - 1 pepino com casca picado em cubos - 1/2 xícara (chá) de salsinha picada - 1/4 xícara (chá) de cebolinha

Leia mais

Quem é craque nas vendas só tem a ganhar. Quem é craque na pintura não fica pra trás.

Quem é craque nas vendas só tem a ganhar. Quem é craque na pintura não fica pra trás. O Craques da Pintura é um programa da Condor que promove o treinamento de vendedores e pintores, visando deixá-los ainda melhores naquilo que fazem. Como nesse time só pinta craque, a Condor não podia

Leia mais

ATENÇÃO: MALA COM RODINHAS

ATENÇÃO: MALA COM RODINHAS Lista de Material 1 ano 2015 01 caderno de linguagem pequeno capa dura de 100 folhas (espiral encapado com nome) 01 caderno de desenho grande capa dura de 100 folhas (espiral encapado com nome e sem folhas

Leia mais

LISTA DE MATERIAL JARDIM E PRÉ I

LISTA DE MATERIAL JARDIM E PRÉ I LISTA DE MATERIAL JARDIM E PRÉ I 01 CADERNO DE DESENHO GRANDE 01 CONJUNTO DE PINCEL HIDROGRÁFICO 12 CORES (DE PREFERÊNCIA COMPACTOR) 01 BLOCO DE CANSON A4 01 BLOCO DE CREATIVE (DE PREFERÊNCIA LUMI PAPER)

Leia mais

A infância é o tempo de maior criatividade na vida de um ser humano. Jean Piaget

A infância é o tempo de maior criatividade na vida de um ser humano. Jean Piaget Lista de material 2016 BERÇÁRIO II (1 a 2 anos) 01 resma de papel A3 01 pacote de papel sulfite rosa 04 folhas de papel microondulado (coloridas) 03 folhas de papel laminado (2 pratas/01 verde) 02 folhas

Leia mais

LISTA DE MATERIAL ESCOLAR 2013 MINI-MATERNAL

LISTA DE MATERIAL ESCOLAR 2013 MINI-MATERNAL LISTA DE MATERIAL ESCOLAR 2013 MINI-MATERNAL Material Individual 01 Agenda Escolar (será padronizada e fornecida pelo Colégio) 01 Mochila pequena 06 Caixas de lenço de papel 06 Pacotes de lenços umedecidos

Leia mais

RECEITAS DE BOLOS ARQUITETÔNICOS SUSTENTÁVEIS Arquiteto Francisco Lima Arquiteto Edoardo Aranha

RECEITAS DE BOLOS ARQUITETÔNICOS SUSTENTÁVEIS Arquiteto Francisco Lima Arquiteto Edoardo Aranha RECEITAS DE BOLOS ARQUITETÔNICOS SUSTENTÁVEIS Arquiteto Francisco Lima Arquiteto Edoardo Aranha Lembrando que receitas sempre evoluem com nosso toque pessoal baseado em experimentações e pesquisas, então:

Leia mais

Escola Pequenópolis Av. Euclides da Cunha, 73 Graça

Escola Pequenópolis Av. Euclides da Cunha, 73 Graça LISTA DE MATERIAL DE ARTES EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPOS 2 E 3 2016 JUSTIFICATIVA As Listas de Materiais de Arte se compõem dos materiais que serão utilizados pelos alunos no decorrer do ano letivo. Atividades

Leia mais

LISTA DE MATERIAL- INFANTIL 1-2014

LISTA DE MATERIAL- INFANTIL 1-2014 LISTA DE MATERIAL- INFANTIL 1-2014 01 tubo de cola branca Acrilex- 37grs 02 caixas de massa de modelar Soft Acrilex -atóxica - 180grs. 01 pasta A³ 01 pote plástico para giz de cera 01 livro infantil lavável

Leia mais

Bem-Nascido de Morango

Bem-Nascido de Morango Bem-Nascido de Morango BEM-NASCIDO DE MORANGO Rendimento: 60 unidades com aproximadamente 30g cada Ingredientes Massa 200g de ovo 120g de açúcar refinado 170g de farinha de trigo peneirada 10g de fermento

Leia mais

OFI F C I IN I A A D E E M Ú M SI S C I A A N A A E D E UCAÇÃO I N I FA F NTI T L

OFI F C I IN I A A D E E M Ú M SI S C I A A N A A E D E UCAÇÃO I N I FA F NTI T L OFICINA DE MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL O som está envolto do ser humano desde a sua vida uterina. Sendo que no percurso do desenvolvimento infantil, a criança relaciona-se com o cotidiano através do sentir,

Leia mais

RECEITAS SEM GLÚTEN ALERGIAS ALIMENTARES RECEITAS

RECEITAS SEM GLÚTEN ALERGIAS ALIMENTARES RECEITAS RECEITAS Souflê de brócolis (4 - Porção(ões) - 120 - Caloria(s)) Ingredientes: 100 g de queijo minas ou tofu 1 xícara de leite ou extrato de soja 2 ovos 1 colher de sopa de amido de milho (maisena) 1 pitada

Leia mais

RECHEIOS E COBERTURAS PARA BOLO NO POTE

RECHEIOS E COBERTURAS PARA BOLO NO POTE [APOSTILA] RECHEIOS E COBERTURAS PARA BOLO NO POTE 32 receitas rápidas e simples de fazer para você começar hoje mesmo! WWW.CLUBEDASDOCEIRAS.COM 1 ÍNDICE Conteúdo Página 1. RECHEIO DE CREME DE COCO 2 2.

Leia mais

LISTA DE MATERIAL 2015

LISTA DE MATERIAL 2015 LISTA DE MATERIAL 2015 USO USO AGENDA UNIFORME DIÁRIO HORÁRIO DE AULA INÍCIO DAS AULAS ENTREGA DE MATERIAIS 0001 PASTA COM 50 PLÁSTICOS PARA O PORTFÓLIO (SOMENTE PARA AS S NOVAS) 01 CAMISETA USADA PARA

Leia mais

na Forminha Bombom Para quem pensava que só os grandes chocolateiros poderiam fazer 9 Bombons 3 Bombom na Forminha 6 Bombons Moldados Banhados

na Forminha Bombom Para quem pensava que só os grandes chocolateiros poderiam fazer 9 Bombons 3 Bombom na Forminha 6 Bombons Moldados Banhados Agora que você já conhece todos os segredos do bombom, é hora de colocar em prática! E não esqueça de nos contar depois quais foram os resultados! Sem Segredos A Garoto coloca à sua disposição um Programa

Leia mais

livro de RECEITAS festa do milho

livro de RECEITAS festa do milho livro de RECEITAS festa do milho JACI - SÃO PAULO Índice Pg. 03 Pg. 04 Pg. 05 Pg. 06 Pg. 07 Pg. 08 Pg. 09 Pg. 10 Pg. 11 Pg. 12 Pg. 13 Pg. 14 Pg. 15 Pg. 16 Pg. 17 Pg. 18 Pg. 19 Pg. 20 Pg. 21 Curau Tradicional

Leia mais

LISTA DE MATERIAIS 2015 - MINI MATERNAL E MATERNAL

LISTA DE MATERIAIS 2015 - MINI MATERNAL E MATERNAL LISTA DE MATERIAIS 2015 - MINI MATERNAL E MATERNAL MATERIAL ESCOLAR 2 Caixas de pintura a dedo com 6 cores 2 Caixas de cola colorida 1 Caixa de gizão de Cera 3 Caixas de massa de modelar com 12 cores 1

Leia mais

MELHOR DA COZINHA VEGETARIANA

MELHOR DA COZINHA VEGETARIANA O MELHOR DA COZINHA VEGETARIANA Mahalia Goskowski CHOP SUEY DE LEGUMES - 1/4 de nabo branco comprido; - 4 cenouras; - 1 pimentão vermelho; - 1 pimentão verde; - 1/4 de acelga; - broto de feijão; - brócolis;

Leia mais

Papel Reciclado Artesanal Branco com Sisal

Papel Reciclado Artesanal Branco com Sisal Papel Reciclado Artesanal Branco com Sisal 1 Técnica utilizada: reciclagem de papel Materiais 2 Papel para reciclar (sulfite, formulário contínuo ou outros papéis que não contenham vernizes, plásticos

Leia mais

PLANEJAMENTO TRIMESTRAL III Trimestre / 2009. PROFESSORA: Bianca de Souza NÚCLEO 3 TURMA N3-8 OBJETIVOS 1

PLANEJAMENTO TRIMESTRAL III Trimestre / 2009. PROFESSORA: Bianca de Souza NÚCLEO 3 TURMA N3-8 OBJETIVOS 1 PLANEJAMENTO TRIMESTRAL III Trimestre / 2009 PROFESSORA: Bianca de Souza OBJETIVOS 1 Os objetivos para o terceiro trimestre com a turma N3-8 é o estudo e a construção de uma maquete da escola. Uma sequência

Leia mais

ESCOLA BRANCA DE NEVE

ESCOLA BRANCA DE NEVE MATERNAL II 02 Folhas de papel cartão (vermelho) 02 Folhas de cartolina dupla face (estampada e azul) 04 Folhas de E.V.A. 40X60- (verde,preto,branco e estampado) 02 Folhas de papel crepom (azul e preto)

Leia mais

Kartoffelsalat (Salada de batatas)

Kartoffelsalat (Salada de batatas) Kartoffelsalat (Salada de batatas) Rendimento: 4 porções - 1 e 1/2 kg de batata inglesa - 1 cebola roxa - 150g de presunto picado - 3 colheres (sopa) de vinagre de vinho - 2 colheres (sopa) de mostarda

Leia mais