Cálculos de matérias-primas: Exercícios para estudo Última atualização: 20 de março de 2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cálculos de matérias-primas: Exercícios para estudo Última atualização: 20 de março de 2014"

Transcrição

1 Universidade Federal do Rio de Janeiro Escola de Comunicação Departamento de Expressão e Linguagem Prof. André Villas-Boas ECA351 Cálculo de custos e matérias-primas Cálculos de matérias-primas: Exercícios para estudo Última atualização: 20 de março de 2014 Caro(a) aluno(a) do semestre : Ignore os itens c e f (cálculos de perdas e de chapas). Noções gerais Algumas noções básicas e termos de produção gráfica são necessários para que você compreenda os enunciados e as implicações das especificações técnicas para o equacionamento das questões. É recomendável, em caso de dúvidas, que você recorra às anotações feitas em aula, ou às suas anotações feitas na disciplina Processos gráficos (caso a tenha cursado), ou a alguma obra sobre produção gráfica (a bibliografia do curso é VILLAS-BOAS, André. Produção gráfica para designers. Teresópolis (RJ): 2AB, 2008 (3ª Ed.) (1ª. reimpressão: 2010). Apenas para rememorar, seguem-se noções resumidas: Formato de fábrica Os formatos das folhas de papel tal como fabricadas. No Brasil, a maioria dos papéis usados na indústria editorial têm os seguintes formatos: 2A = 76x112cm 2B = 66x96cm Americano (AM) = 87x114cm Americanão (AM+) = 89x117cm Formato de entrada O formato da folha de papel efetivamente usado na impressão. Em máquinas de grande porte, ele coincide com os formatos de fábrica, e as folhas entram na máquina sempre pelo lado da maior dimensão. Nas máquinas de meia-folha, o formato de entrada corresponde à metade da folha do formato de fábrica, que é cortada ao meio sempre no lado da maior medida. Este lado, se torna, então, sua menor medida. Tal como nas impressoras de grande porte, a folha de papel entra na máquina sempre pelo lado da maior dimensão. Área útil de impressão Corresponde ao formato de entrada subtraída das margens necessárias para o movimento do papel dentro da máquina. As margens variam de acordo com a tecnologia do maquinário utilizado na impressão, mas estamos convencionando estes valores em 2cm para a margem da pinça (no lado que entra primeiramente na máquina) e 1cm para os outros três lados. Desta forma, para calcular a área útil deve-se subtrair 2cm da maior dimensão e 3cm da menor dimensão do formato de entrada. Formato fechado As dimensões do formato da página do livro, após o refile Formato aberto As dimensões do conjunto de duas páginas do livro, unidas pela dobra, necessária para a encadernação com costura e cola. Encadernação com costura e cola: Baseada nestes dois insumos, necessita da formação de cadernos para que possa ser realizada. Assim, cada grupo de quatro páginas tem que ser unido por uma dobra (duas páginas numa face e duas páginas na outra face). É por isso que a base de cálculo nas edições com costura e cola é o formato aberto (FA), e não o formato fechado (FF). Cálculos de matérias-primas: Exercícios para estudo Cálculo de Custos e Matérias-Primas Prof. André Villas-Boas 1

2 Encadernação com lombada quadrada De adoção recente na indústria editorial (considerando-se um mínimo de qualidade), pode dispensar a formação de cadernos (já que as folhas são encadernadas unicamente com o uso de cola) e, portanto, pode dispensar também a exigência do uso do formato aberto (FA) para a organização do diagrama de aproveitamento da folha de papel. Dependendo da organização do trabalho na gráfica em questão,pode-se usar como unidade de cálculo a folha refilada que, após a impressão, dará origem a duas páginas da publicação (a frente e o verso da folha refilada). Assim, neste caso, o cálculo se dá pelo número de lâminas impressas e refiladas (Ln) em cada folha de entrada em máquina, e não pelo número de formatos abertos (FAn) em cada folha de entrada. Meio-caderno Cadernos com metade do número de páginas dos cadernos previstos no diagrama de aproveitamento. Desta forma, uma mesma folha de entrada pode imprimir dois meios-cadernos idênticos, diminuindo o número de cópias daquela(s) chapa(s) de impressão. Esse recurso é denominado tira-e-retira, como você verá adiante, e economiza chapas (mas complica um pouco os cálculos...). Tira-e-retira Recurso pelo qual é possível imprimir dois meios-cadernos numa mesma folha de entrada com um menor número de chapas. Este número será equivalente ao maior número de entradas em máquina previstos para cada folha (por exemplo: 1 chapa para cada dois meios-cadernos em uma impressão 1/1, 2 chapas para cada dois meios-cadernos em uma impressão 2/1, 4 chapas para cada dois meio-cadernos em uma impressão 4/3). Nos cadernos inteiros, o número de chapas equivale à soma das entradas em máquina de ambos os lados (2 chapas em 1/1, 3 chapas para 2/1, 7 em 4/3). O tira-e-retira só representa economia quando todas as tintas da face com menor número de entradas estiverem presentes na outra face. Sangramentos Recurso gráfico pelo qual um elemento do layout ultrapassa a mancha gráfica e alcança a borda da página, sugerindo que tal elemento continuaria após o refile. Para tal, é necessário que seja impresso um excedente do elemento (geralmente de 3mm) no lado onde haverá refile e que é desprezado após o refile. A convenção adotada aqui é de 0,5 cm. Nos formatos abertos, isso significa um acréscimo de 1cm em cada uma de suas duas medidas (altura e largura), gerando um formato aberto hipotético, apenas para efeito de cálculo (o FAS). Pacotes (ou resmas) Reunião de 500 folhas num dado formato de fábrica. É a forma mais comum como o papel em folhas é comprado por editoras de pequeno e médio porte (as editoras maiores as obtém por toneladas). Não existem pacotes que reúnam mais de um tipo de papel. Assim, quando um mesmo livro tem seu miolo formado por tipos diferentes de papel, é necessário calcular separadamente o número de resmas para cada um dos tipos utilizados. Perda de papel, por folha A área da folha de papel que, devido ao formato fechado e ao diagrama de aproveitamento utilizados, será desprezada após o refile, transformando-se em aparas. Representa um custo adicional na produção do livro. Quebra de produção As folhas de papel que serão perdidas durante a impressão (principalmente para o ajuste de máquina) e no acabamento. Estas perdas são inevitáveis, podendo variar seu montante de acordo com a qualidade do serviço realizado. As perdas são calculadas sobre um percentual da tiragem do impresso. Em geral, este percentual embora não varie tanto assim é inversamente menor à tiragem (quanto maior a tiragem, menor o percentual, e vice-versa). Nestes exercícios, porém, estamos convencionando a quebra de produção em 10%, independentemente da tiragem. A quebra de produção deve ser somada ao subtotal de folhas necessárias à impressão, resultando no número total de pacotes que terá ser comprado para a produção do livro em questão. Cálculos de matérias-primas: Exercícios para estudo Cálculo de Custos e Matérias-Primas Prof. André Villas-Boas 2

3 Exercício 1 Impressão em máquina de grande porte Tiragem: 3000 exemplares Formato fechado: 14,3x21,5 N o. de páginas: 256 Entradas em máquina: 1/1 Sangramentos: Não Papel: offset 75g/m 2 Cálculos de matérias-primas: Exercícios para estudo Cálculo de Custos e Matérias-Primas Prof. André Villas-Boas 3

4 Exercício 2 Impressão em máquina de meia-folha Tiragem: 1000 exemplares Formato fechado: 18x26 No. de páginas: 336 Entradas em máquina: 1/1 Sangramentos: Não Cálculos de matérias-primas: Exercícios para estudo Cálculo de Custos e Matérias-Primas Prof. André Villas-Boas 4

5 Exercício 3 h) de pacotes (resmas) de papel, já incluída a quebra de produção: : Impressão em máquina de grande porte Tiragem: 5000 exemplares Formato fechado: 14x21 No. de páginas: 216 Entradas em máquina: 2/2 Sangramentos: Sim Cálculos de matérias-primas: Exercícios para estudo Cálculo de Custos e Matérias-Primas Prof. André Villas-Boas 5

6 Exercício 4 Impressão em máquina de meia-folha Tiragem: 1000 exemplares Formato fechado: 13x16,5 No. de páginas: 360 Entradas em máquina: 1/1 Sangramentos: Não Cálculos de matérias-primas: Exercícios para estudo Cálculo de Custos e Matérias-Primas Prof. André Villas-Boas 6

7 Exercício 5 Impressão em máquina de meia-folha Tiragem: 3000 exemplares Formato fechado: 19x25,5 No. de páginas: 72 Entradas em máquina: 4/1 Sangramentos: Sim Cálculos de matérias-primas: Exercícios para estudo Cálculo de Custos e Matérias-Primas Prof. André Villas-Boas 7

8 Exercício 6 Impressão em máquina de grande porte Tiragem: 2000 exemplares Formato fechado: 17,5x31 No. de páginas: 192 Entradas em máquina: 1/1 Sangramentos: Sim Cálculos de matérias-primas: Exercícios para estudo Cálculo de Custos e Matérias-Primas Prof. André Villas-Boas 8

9 Exercício 7 Impressão em máquina de grande porte Tiragem: 2000 exemplares Formato fechado: 14x27 N o. de páginas: 192 Entradas em máquina: 1/1 Sangramentos: Não Cálculos de matérias-primas: Exercícios para estudo Cálculo de Custos e Matérias-Primas Prof. André Villas-Boas 9

10 Exercício 8 Impressão em máquina de meia-folha Tiragem: 2000 exemplares Formato fechado: 10,5x15 No. de páginas: 288 Entradas em máquina: 4/4 Sangramentos: Sim Cálculos de matérias-primas: Exercícios para estudo Cálculo de Custos e Matérias-Primas Prof. André Villas-Boas 10

Apresentação...03. Especificações...05. Serviços...08. Dicas Importantes...13

Apresentação...03. Especificações...05. Serviços...08. Dicas Importantes...13 S Apresentação...03 Especificações...05 Serviços...08 Dicas Importantes...13 02 Manual de Serviços Gráficos - DIO ES A O Departamento de Imprensa Oficial do Espírito Santo (DIO/ES) é responsável pela impressão

Leia mais

Guia de Instruções de Trabalho

Guia de Instruções de Trabalho Guia de Instruções de Trabalho Este guia foi desenvolvido para orientá-lo durante o processo de produção de arte para ser enviada à Gráfica Manchester. Siga as instruções para que não tenha problemas de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA PRO REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA PRO REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA TRABALHO ACADÊMICO: Guia fácil para diagramação Antes de iniciar a digitação de seu trabalho acadêmico configure seu documento com as especificações a seguir, facilitando a visualização e sua futura impressão.

Leia mais

Usando os Softwares Corretos. Tudo bem explicadinho

Usando os Softwares Corretos. Tudo bem explicadinho Cartilha da Pré-Impressão A JACUÍ apresenta sua Cartilha da Pré-Impressão, elaborada especialmente como ferramenta de auxílio aos nossos clientes/agências. Facilitar o desenvolvimento de seus impressos

Leia mais

TRABALHO ACADÊMICO: Guia fácil para diagramação: formato A5. Formatação do Texto

TRABALHO ACADÊMICO: Guia fácil para diagramação: formato A5. Formatação do Texto TRABALHO ACADÊMICO: Guia fácil para diagramação: formato A5 Antes de iniciar a digitação de seu trabalho acadêmico configure seu documento com as especificações a seguir, facilitando a visualização e sua

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Letras

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Letras CÓDIGO 042 CÓD. CURSO 42226 CÓD. DISC. 092.2734.2 PROFESSOR PLANO DE ENSINO UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO Letras Produção Editorial Gráfica Marcos Nepomuceno ETAPA 7 CH 04 T 04 P 00 ANO

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO CEARÁ

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO CEARÁ ANEXO III MODELO DE PROPOSTA DE PREÇOS PROCESSO LICITATÓRIO Nº. 08/2015 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº. 01/2015 (emitida em papel timbrado) Nome da Empresa: CNPJ: Endereço: Apresentamos nossa proposta

Leia mais

Nome dos(as) alunos(as): Antes de montar o trabalho, leia atentamente o arquivo EG-ImpressosInstr.pdf.

Nome dos(as) alunos(as): Antes de montar o trabalho, leia atentamente o arquivo EG-ImpressosInstr.pdf. Universidade Federal do Rio de Janeiro Escola de Comunicação Departamento de Expressão e Linguagem Prof. André Villas-Boas ECL472 Edição gráfica Trabalho de reconhecimento de impressos - 2 Última atualização:

Leia mais

Ex.1: se a unidade de medida utilizada na nota fiscal for a tonelada, o fator de conversão será 1.000, pois cada tonelada corresponde a 1.000 kg.

Ex.1: se a unidade de medida utilizada na nota fiscal for a tonelada, o fator de conversão será 1.000, pois cada tonelada corresponde a 1.000 kg. 1) Tabela - Tipo de Papel: 1.1 - Existe um fator de conversão único a ser adotado? Resposta: Conforme consta no Ajuda do programa, inclusive com os exemplos transcritos abaixo, deve ser indicado o fator

Leia mais

Rotogravura. Sistemas e processos de impressão: André Villas-Boas. Relevografia tipografia flexografia. Encavografia rotogravura

Rotogravura. Sistemas e processos de impressão: André Villas-Boas. Relevografia tipografia flexografia. Encavografia rotogravura Sistemas e processos de impressão: Rotogravura VILLAS-BOAS, André. Produção gráfica para designers. Rio de Janeiro: 2AB, 2008. André Villas-Boas 1 Sistemas de impressão matriz em baixo-relevo rotograv

Leia mais

MÍDIA KIT 2014. Guia de Compras Celulose e Papel FABRICANTES E FORNECEDORES. 16 o Edição 2014-2015 - Rev. 001

MÍDIA KIT 2014. Guia de Compras Celulose e Papel FABRICANTES E FORNECEDORES. 16 o Edição 2014-2015 - Rev. 001 16 o Edição 2014-2015 - Rev. 001 Agora o Guia de Compras está mais completo, Catálogo de expositores ABTCP 2014 Lista de empresas de celulose e papel - Brasil Perfil Editorial Celulose e Papel 2014 O GUIA

Leia mais

SUPLEMENTO Nº 02. 1. Pelo presente Suplemento ficam alteradas as redações dos seguintes itens, constantes do EDITAL:

SUPLEMENTO Nº 02. 1. Pelo presente Suplemento ficam alteradas as redações dos seguintes itens, constantes do EDITAL: SUPLEMENTO Nº 02 1. Pelo presente Suplemento ficam alteradas as redações dos seguintes itens, constantes do EDITAL: 1.1. Seção IV, pág. 1/10, do EDITAL MODELO DE AUTORIZAÇÃO DE SERVIÇOS ITEM 3 DESCRIÇÃO

Leia mais

Fechamento de arquivos em CorelDraw

Fechamento de arquivos em CorelDraw Fechamento de arquivos em CorelDraw Fechamento de arquivos no CorelDraw X5 Para fechar um arquivo a partir do CorelDraw X5, assim como de qualquer outro aplicativo, precisamos inicialmente observar se

Leia mais

Perguntas mais Frequentes sobre Escalas no AutoCAD e suas Respostas

Perguntas mais Frequentes sobre Escalas no AutoCAD e suas Respostas Perguntas mais Frequentes sobre Escalas no AutoCAD e suas Respostas Cleber Reis Professor de AutoCAD 2D e 3D AC5904-V Compreender as escalas no AutoCAD pode parecer uma tarefa difícil, mas não é. Qual

Leia mais

Impressora HP LaserJet Série P2050 Guia de papel e mídia de impressão

Impressora HP LaserJet Série P2050 Guia de papel e mídia de impressão Impressora HP LaserJet Série P2050 Guia de papel e mídia de impressão Copyright e licença 2008 Copyright Hewlett-Packard Development Company, L.P. A reprodução, adaptação ou tradução sem permissão prévia

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Caso se identifique em qualquer

Leia mais

Perguntas Freqüentes sobre a Gráfica Abril

Perguntas Freqüentes sobre a Gráfica Abril Perguntas Freqüentes sobre a Gráfica Abril Qual é o papel usado na impressão de revistas? Cada revista utiliza um tipo de papel diferente. Na gráfica são utilizados papéis do tipo LWC, SC, Couchê, Jornal

Leia mais

Grupo 30.16 B - Material de expediente (papel A4, carta e ofício)

Grupo 30.16 B - Material de expediente (papel A4, carta e ofício) O catálogo do grupo 30.16B contém as especificações de material de expediente (papel A4, carta e ofício). Os itens que estão destacados com a mesma coloração significam que possuem a mesma descrição, no

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA FECHAMENTO E ENVIO DE ARQUIVOS DE JORNAIS PARA IMPRESSÃO

PROCEDIMENTOS PARA FECHAMENTO E ENVIO DE ARQUIVOS DE JORNAIS PARA IMPRESSÃO PROCEDIMENTOS PARA FECHAMENTO E ENVIO DE ARQUIVOS DE JORNAIS PARA IMPRESSÃO JANEIRO/2012 Introdução Este guia descreve os padrões, formatos e procedimentos a serem adotados na preparação e fechamento de

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Objetivos Este manual estabelece as formas de comunicação e aplicação da marca Balada Segura para aumentar o seu reconhecimento e consistência para o público. A aplicação das

Leia mais

Dicas para seu Cartão de Visita

Dicas para seu Cartão de Visita O Cartão de Visita O cartão de visita é um pequeno cartão contendo os dados de contato de uma pessoa ou corporação. Para muitos, ele é a primeira ferramenta de marketing. Após um contato profissional,

Leia mais

Outsourcing de Impressão

Outsourcing de Impressão 1... 1/6 Outsourcing de Impressão Opções de Cópias - MFP Elaborado por: Alessandro N Silva Versão: Data: 3/5/212 1... 2/6 Este documento tem como objetivo, expor as melhores configurações para realização

Leia mais

TRABALHO ACADÊMICO: PADRÃO UFSC (FORMATO A5)

TRABALHO ACADÊMICO: PADRÃO UFSC (FORMATO A5) TRABALHO ACADÊMICO: PADRÃO UFSC (FORMATO A5) dezembro de 2012. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. Biblioteca Universitária. Programa de capacitação. APRESENTAÇÃO 2 a) Motivações a) sustentabilidade;

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL DE SÃO PAULO. Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00001/2016

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL DE SÃO PAULO. Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00001/2016 Página 1 de 7 Pregão Eletrônico MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL DE SÃO PAULO Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00001/2016 Às 12:55 horas do dia 07 de abril

Leia mais

Impressora HP Color LaserJet Série CP1210

Impressora HP Color LaserJet Série CP1210 Impressora HP Color LaserJet Série CP1210 Guia para papel e mídia de impressão Copyright e licença 2007 Copyright Hewlett-Packard Development Company, L.P. A reprodução, adaptação ou tradução sem permissão

Leia mais

Características do papel. Escolhendo formulários préimpressos. Escolhendo papel préperfurado

Características do papel. Escolhendo formulários préimpressos. Escolhendo papel préperfurado A qualidade da impressão e a confiabilidade da alimentação de sua impressora e as opções podem variar de acordo com o tipo e tamanho do material de impressão utilizado. Esta seção fornece as diretrizes

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00013/2014-000 SRP

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00013/2014-000 SRP 26422 - INST.FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. CATARINENSE 158459 - INST.FED.CATARINENSE/CAMPUS ARAQUARI RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00013/2014-000 SRP 1 - Itens da Licitação 1 - Confecção Materiais

Leia mais

Uma nova maneira de interagir com a Gráfica Art3! A mais nova tecnologia em aprovação de arquivos via WEB.

Uma nova maneira de interagir com a Gráfica Art3! A mais nova tecnologia em aprovação de arquivos via WEB. Uma nova maneira de interagir com a Gráfica Art3! A mais nova tecnologia em aprovação de arquivos via WEB. O Portal Art3 é um sistema que permite uma grande flexibilidade na entrega e aprovação de seus

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA A IMPRESSÃO DA CAPA DE TRABALHOS ACADÊMICOS DA UTFPR

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA A IMPRESSÃO DA CAPA DE TRABALHOS ACADÊMICOS DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Diretoria de Comunicação Institucional PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ ORIENTAÇÕES GERAIS PARA A IMPRESSÃO DA CAPA DE TRABALHOS

Leia mais

OBI2012 Caderno de Tarefas

OBI2012 Caderno de Tarefas OBI2012 Caderno de Tarefas Modalidade Programação Nível 2, Fase 2 12 de maio de 2012 A PROVA TEM DURAÇÃO DE 5 HORAS Promoção: Patrocínio: v1.0 Olimpíada Brasileira de Informática OBI2012 1 Instruções LEIA

Leia mais

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado.

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. , ()! $ Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. Uma estratégia muito utilizada para organizar visualmente informações numéricas

Leia mais

Prezado coordenador(a) e/ou professor(a) O Prêmio

Prezado coordenador(a) e/ou professor(a) O Prêmio O Prêmio Público-Alvo Categorias Prezado coordenador(a) e/ou professor(a) Essa apresentação do PIDI é exclusiva aos responsáveis dos cursos de desing. O regulamento final para conhecimento dos alunos estará

Leia mais

Colocação de material

Colocação de material Colocação de material Este capítulo inclui: Material suportado na página 2-2 Carregando material na bandeja 1 na página 2-8 Colocação de material na bandeja 2, 3 ou 4 na página 2-14 Copyright 2005 Xerox

Leia mais

Tabela única de preços para as publicações da Next Editorial

Tabela única de preços para as publicações da Next Editorial Válida a partir de 01/04/15 Tabela única de preços para as publicações da Next Editorial Aproveitamentos Outros Segmentos Indústria e varejo Promo PME* Página 28.677,00 9.477,70 5.410,10 Página dupla 34.083,10

Leia mais

Apostila de Word 2013

Apostila de Word 2013 Iniciando o word 2013...01 Regras Básicas para digitação de um texto...02 Salvando um arquivo com senha...02 Salvando um arquivo nas nuvens (OneDrive).... 02 Verificando a ortografia e a gramática do texto...

Leia mais

DATAS E CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES

DATAS E CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES NORMAS DE ENVIO DE TRABALHOS AO XVI CONGRESSO BRASILEIRO DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS E XVII ENCONTRO NACIONAL DE PERFURADORES DE POÇOS São Luís - MA, 31 de agosto a 03 de setembro de 2010 DATAS E CONSIDERAÇÕES

Leia mais

NORMAS PARA EDITORAÇÃO E ENVIO DE TRABALHOS TÉCNICOS AO EVENTOS BRASIL 2014

NORMAS PARA EDITORAÇÃO E ENVIO DE TRABALHOS TÉCNICOS AO EVENTOS BRASIL 2014 NORMAS PARA EDITORAÇÃO E ENVIO DE TRABALHOS TÉCNICOS AO EVENTOS BRASIL 2014 07 a 08 de dezembro de 2014 São Paulo - SP DATAS E CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES Os trabalhos técnicos deverão ser enviados eletronicamente,

Leia mais

MANUALGRAFICO MANUALGRAFICO PARAROTULOS EENCARTES

MANUALGRAFICO MANUALGRAFICO PARAROTULOS EENCARTES MANUALGRAFICO MANUALGRAFICO PARAROTULOS EENCARTES ESPECIFICAÇÕESTECNICAS As informações abaixo deverão constar OBRIGATORIAMENTE no rótulo/capa do CD e DVD: 1. Texto de identificação do fabricante: Produzido

Leia mais

Impressora HP Color LaserJet Série CP1510 Guia para papel e mídia de impressão

Impressora HP Color LaserJet Série CP1510 Guia para papel e mídia de impressão Impressora HP Color LaserJet Série CP1510 Guia para papel e mídia de impressão Copyright e licença 2007 Copyright Hewlett-Packard Development Company, L.P. A reprodução, adaptação ou tradução sem permissão

Leia mais

TÉCNICO EM CONTABILIDADE MATEMÁTICA FINANCEIRA MÓDULO 1 ETEP TÉCNICO EM CONTABILIDADE MÓDULO 1 MATEMÁTICA FINANCEIRA 2012

TÉCNICO EM CONTABILIDADE MATEMÁTICA FINANCEIRA MÓDULO 1 ETEP TÉCNICO EM CONTABILIDADE MÓDULO 1 MATEMÁTICA FINANCEIRA 2012 2012-1 TÉCNICO EM CONTABILIDADE MÓDULO 1 MATEMÁTICA FINANCEIRA 1 Explicando o funcionamento da disciplina e a avaliação. Serão 2 aulas semanais onde os conteúdos serão abordados, explicados e exercitados.

Leia mais

NORMAS DE REDAÇÃO PARA QUALIFICAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES

NORMAS DE REDAÇÃO PARA QUALIFICAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES 1 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/ DE 30 DE MAIO DE 2011/ PRODEMA-UFS DE Estas normas de redação foram definidas como diretrizes básicas pelo Colegiado do Núcleo de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 15ª REGIÃO ANEXO II MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 15ª REGIÃO ANEXO II MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL ANEXO II MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL Pregão Eletrônico - SRP nº 04/2014 1 - DADOS DA EMPRESA: RAZÃO SOCIAL: CNPJ: ENDEREÇO: CIDADE: ESTADO: CEP: TELEFONE: FAX: E-MAIL: PESSOA PARA CONTATO: BANCO: AG.

Leia mais

Memorial Descritivo do XXVII CBP

Memorial Descritivo do XXVII CBP I. DADOS GERAIS: NOME DA EMPRESA TELEFONE FAX E-MAIL ENDEREÇO NOME DO TITULAR DA EMPRESA / CIDADE / UF TEL. CELULAR GERENTE / COORDENADOR RESPONSÁVEL PELO EVENTO TELEFONE CELULAR II - XXVII CONGRESSO BRASILEIRO

Leia mais

Companhia Docas do Ceará Campanha: Publicidade Institucional e Mercadológica Custos de Criação/Finalização/Planejamento/Redação.

Companhia Docas do Ceará Campanha: Publicidade Institucional e Mercadológica Custos de Criação/Finalização/Planejamento/Redação. Custos de Criação/Finalização/Planejamento/Redação. 1* E-mail Marketing 1.1 Criação. 1.2 Finalização. 2* Convite Eletrônico 2.1 Criação. 2.2 Finalização. 3* Cartão Eletrônico Temático 3.1 Criação. 3.2

Leia mais

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO NORMAS PARA APRESENTAÇÃO GRÁFICA DE DISSERTAÇÕES E TESES DEFENDIDAS NOS PROGRAMAS

Leia mais

REVISÃO E CONTROLE DO FUNCIONAMENTO DOS FORNOS DE CURA TÊXTIL

REVISÃO E CONTROLE DO FUNCIONAMENTO DOS FORNOS DE CURA TÊXTIL REVISÃO E CONTROLE DO FUNCIONAMENTO DOS FORNOS DE CURA TÊXTIL As tintas de plastisol curam somente a uma temperatura e tempo determinados; falando em termos analíticos, podemos então dizer que a cura do

Leia mais

HP Color LaserJet série CM1312 MFP Guia de papel e mídia de impressão

HP Color LaserJet série CM1312 MFP Guia de papel e mídia de impressão HP Color LaserJet série CM1312 MFP Guia de papel e mídia de impressão Copyright e licença 2008 Copyright Hewlett-Packard Development Company, L.P. A reprodução, adaptação ou tradução sem permissão prévia

Leia mais

PREGÃO SESC/AN Nº. 15/0079 - PG ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS LOTE 1: - Item 1 - Serviços de impressão digital laser (2400 dpi)

PREGÃO SESC/AN Nº. 15/0079 - PG ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS LOTE 1: - Item 1 - Serviços de impressão digital laser (2400 dpi) PREGÃO SESC/AN Nº. 5/0079 - PG ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS LOTE : - Item - Serviços de impressão digital laser (2400 dpi) ITEM PAPEL /Cópia P&B 20x297mm. Papel Off set 75.2 Papel Off set 90.3 Papel

Leia mais

Cópia. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424

Cópia. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424 Cópia Este capítulo inclui: Cópia básica na página 3-2 Ajustando as opções de cópia na página 3-4 Configuração básica na página 3-5 Ajustes de imagem na página 3-9 Ajustes de posicionamento de imagem na

Leia mais

Prof. Wanderlei Paré PROCESSOS DE IMPRESSÃO

Prof. Wanderlei Paré PROCESSOS DE IMPRESSÃO CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS DIRETA QUANDO A MATRIZ IMPRIME DIRETAMENTE SOBRE O PAPEL. INDIRETA QUANDO A MATRIZ IMPRIME SOBRE UMA SUPERFÍCIE E DESTA PARA O PAPEL. PLANA QUANDO TODA A SUPERFÍCIE DA MATRIZ TOMA

Leia mais

REGRAS PARA ENVIO DE RESUMOS

REGRAS PARA ENVIO DE RESUMOS NORMAS DE ENVIO DE RESUMOS EXPANDIDOS AO IV CONGRESSO INTERNACIONAL DE MEIO AMBIENTE SUBTERRÂNEO São Paulo - SP, 05 e 06 de outubro de 2015 REGRAS PARA ENVIO DE RESUMOS A submissão de resumos expandidos

Leia mais

Como gerar arquivos.plt

Como gerar arquivos.plt Como gerar arquivos.plt O formato PLT destina se a uso em plotters. É como se você tivesse um plotter conectado diretamente ao seu computador. No momento que manda imprimir, o AutoCAD (ou qualquer outro

Leia mais

Leia-me Criação de perfis de saída personalizados para a controladora de impressão Fiery usando o Fiery Color Profiler Suite: System 9R2

Leia-me Criação de perfis de saída personalizados para a controladora de impressão Fiery usando o Fiery Color Profiler Suite: System 9R2 Leia-me Criação de perfis de saída personalizados para a controladora de impressão Fiery usando o Fiery Color Profiler Suite: System 9R2 Este documento descreve o processo de criação de um perfil de saída

Leia mais

PRODUÇÃO DE LIVRO OU OUTRO IMPRESSO ECO-UFRJ Prof. Paulo César Castro

PRODUÇÃO DE LIVRO OU OUTRO IMPRESSO ECO-UFRJ Prof. Paulo César Castro PRODUÇÃO DE LIVRO OU OUTRO IMPRESSO ECO-UFRJ Prof. Paulo César Castro ESQUEMA DE CORTE DE PAPÉIS O papel é o principal insumo dos processos de impressão, visto ser o maior responsável pela qualidade do

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA Atualizada em julho de 2011 A maior parte das Monografias

Leia mais

PADRÃO GRÁFICO REVISTAS PROPESQ

PADRÃO GRÁFICO REVISTAS PROPESQ PADRÃO GRÁFICO REVISTAS PROPESQ Apresentação Através da utilização deste Manual de Projeto Gráfico (MPG), o processo de comunicação das capas das revistas da PROPESQ ficará normatizado e terá definições

Leia mais

CARTILHA DE PRÉ-IMPRESSÃO

CARTILHA DE PRÉ-IMPRESSÃO CARTILHA DE PRÉ-IMPRESSÃO gráfica e editora MARGENS DE SEGURANÇA Utilize este QRcode para me adicionar à agenda de contatos do seu celular. Malires Gráfica 41 3346.6498 malires@malires.com.br www.malires.com.br

Leia mais

Exercícios Resolvidos sobre Parâmetros e tabelas de frequência

Exercícios Resolvidos sobre Parâmetros e tabelas de frequência Exercícios Resolvidos sobre Parâmetros e tabelas de frequência Apresentamos aqui uma série de exercícios nos quais destacamos o uso de parâmetros e tabelas de frequência. O conhecimento desses parâmetros

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. JUSTIFICATIVA: A eventual e futura aquisição de itens gráficos através deste Registro de Preços tem por finalidade a utilização interna desse material nas áreas administrativas

Leia mais

www.totemonline.com.br Estudo comparativo de uso da Bobina Térmica x Impressão convencional

www.totemonline.com.br Estudo comparativo de uso da Bobina Térmica x Impressão convencional Estudo comparativo de uso da Bobina Térmica x Impressão convencional O programa Totem Planilha permite que você imprima a planilha de moto em Rolos de papel térmico. Vamos apresentar neste documento as

Leia mais

Auto-Suporte Perguntas Frequentes - FAQ

Auto-Suporte Perguntas Frequentes - FAQ Linha Tópico Produtos Objetivo Laser Mono Linha 2000 Funções do Drive de Impressão HL2140, HL2170W Conversão de dados do formato utilizado pelo computador para o formulário utilizado por uma impressora

Leia mais

Manual do Usuário QL-700

Manual do Usuário QL-700 Manual do Usuário QL-700 Certifique-se de ler e compreender este manual antes de usar a máquina. Recomendamos que você mantenha este manual em local acessível para referência futura. www.brother.com.br

Leia mais

ATO CONVOCATÓRIO 28/2012 MAR Museu de Arte do Rio

ATO CONVOCATÓRIO 28/2012 MAR Museu de Arte do Rio ATO CONVOCATÓRIO 28/2012 MAR Museu de Arte do Rio 1. INTRODUÇÃO a) Considerando que o Museu de Arte do Rio MAR será uma das âncoras do plano de revitalização da região portuária da cidade e será instalado

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

Microsoft Word INTRODUÇÃO

Microsoft Word INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO O Word é uma ferramenta utilizada para o processamento e editoração eletrônica de textos. O processamento de textos consiste na possibilidade de executar e criar efeitos sobre um texto qualquer,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE Comissão Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em

Leia mais

AULA TEÓRICA 9. Tema 4. Introdução ao Microsoft Excel (cont). Funções Organização de dados Gráficos Recursos adicionais Impressão

AULA TEÓRICA 9. Tema 4. Introdução ao Microsoft Excel (cont). Funções Organização de dados Gráficos Recursos adicionais Impressão AULA TEÓRICA 9 Tema 4. Introdução ao Microsoft Excel (cont). Funções Organização de dados Gráficos Recursos adicionais Impressão 1 Funções são fórmulas predefinidas que efetuam cálculos usando valores

Leia mais

Tamanho de papel 3 Desenh en o h t écni n co Projeto el étrico

Tamanho de papel 3 Desenh en o h t écni n co Projeto el étrico Aula 3 Escalas e cotas 1 Escalas e cotas Considerações Iniciais Todo mapa/carta/planta é uma representação esquemática da realidade, dando-se segundo proporções entre o desenho e a medida real 2 Tamanho

Leia mais

Introdução ao Projeto de Placas de Circuito Impresso

Introdução ao Projeto de Placas de Circuito Impresso Objetivo: Introdução ao Projeto de Placas de Circuito Impresso Prof. Stefano Apresentar algumas considerações iniciais para permitir ao estudante se familiarizar com a placa de circuito impresso (PCI),

Leia mais

ORREVUA DANI PASCOALETO (RJ) www.orrevua.com.br

ORREVUA DANI PASCOALETO (RJ) www.orrevua.com.br ORREVUA DANI PASCOALETO (RJ) www.orrevua.com.br Designer há mais de 12 anos, apaixonou-se pela arte da encadernação manual há 5 anos, pela beleza de suas costuras e a possibilidade de criar livros e projetos

Leia mais

Um guia para você conhecer o que nós temos de melhor para a sua empresa! A melhor definição em impressos. Portifólio. Objetivos Produtos.

Um guia para você conhecer o que nós temos de melhor para a sua empresa! A melhor definição em impressos. Portifólio. Objetivos Produtos. Um guia para você conhecer o que nós temos de melhor para a sua empresa! A melhor definição em impressos. Portifólio Objetivos Produtos Criações A Empresa A Infotec tem como objetivo a excelência de seus

Leia mais

Tutorial Word 2007. Estilos. 1. Estruturação do Documento. 1.1 Mapa do documento. Tutorial Word 2007

Tutorial Word 2007. Estilos. 1. Estruturação do Documento. 1.1 Mapa do documento. Tutorial Word 2007 Tutorial Word 2007 Este tutorial pretende introduzir algumas das ferramentas automáticas do Word para a geração de sumários, índices de figuras ou tabelas, referencias e citações automáticas ao longo do

Leia mais

Papelão Ondulado. Ronildo Peroti Outubro/2012 São Paulo

Papelão Ondulado. Ronildo Peroti Outubro/2012 São Paulo Papelão Ondulado Ronildo Peroti Outubro/2012 São Paulo Ronildo Peroti Experiência no setor nas áreas de Desenvolvimento de Produtos, Produção e Manutenção; Gerente de Desenvolvimento de Produtos da Cartonagem

Leia mais

DIREÇÃO DE ARTE Prof. Breno Brito

DIREÇÃO DE ARTE Prof. Breno Brito CURSO: COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA TURMA: CS2/CS3 DIREÇÃO DE ARTE Apostila 9 CRIAÇÃO PARA REVISTA E JORNAL ABRIL 2015 CRIAÇÃO PARA A MÍDIA IMPRESSA Quando se cria um anúncio, tudo precisa

Leia mais

Criando uma mala direta com o Word 2007 em 6 Passos

Criando uma mala direta com o Word 2007 em 6 Passos Criando uma mala direta com o Word 2007 em 6 Passos por Rafael Arcanjo Uma das tarefas mais trabalhosas e, porque não, chatas de se fazer é criar etiquetas manualmente quando você precisa enviar cartas

Leia mais

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 06

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 06 MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 06 IMPRIMINDO PLANILHAS E GRÁFICOS Até este ponto, você viu como introduzir dados e criar formulas, formatar texto e criar gráficos. Agora você vai apresentar os dados ou

Leia mais

Provas com a mesma tecnologia, integridade de pontos e retículas do seu processo de impressão

Provas com a mesma tecnologia, integridade de pontos e retículas do seu processo de impressão Provas com a mesma tecnologia, integridade de pontos e retículas do seu processo de impressão Com Chromedot você tem provas com pontos idênticos aos do CTP, fotocompositora ou clichê com lineatura de até

Leia mais

Sistema de Produção KJewel

Sistema de Produção KJewel Sistema de Produção KJewel O sistema de Produção do Kjewel foi inicialmente desenhado para atender as necessidades de uma indústria joalheira. Todavia, como as características da indústria de jóias são

Leia mais

Normas técnicas para a monografia de graduação da Faculdade de Letras

Normas técnicas para a monografia de graduação da Faculdade de Letras UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO FACULDADE DE LETRAS DIREÇÃO ADJUNTA DE GRADUAÇÃO SEÇÃO DE ENSINO Normas técnicas para a monografia de graduação da Faculdade de Letras 2 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO...

Leia mais

OBI2010 Caderno de Tarefas

OBI2010 Caderno de Tarefas OBI2010 Caderno de s Modalidade Programação Nível Júnior, Fase 1 de março de 2010 A PROVA TEM DURAÇÃO DE 3 HORAS Promoção: Patrocínio: Olimpíada Brasileira de Informática OBI2010 1 Instruções LEIA ATENTAMENTE

Leia mais

Sphinx Scanner Informações gerais V 5.1.0.8

Sphinx Scanner Informações gerais V 5.1.0.8 Sphinx Scanner Informações gerais V 5.1.0.8 Pré-requisitos: Possuir modalidade scanner no software Sphinx A SPHINX Brasil propõe uma solução de leitura automática de questionários por scanner. O Sphinx

Leia mais

Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais. Manual de Identidade Gráfica

Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais. Manual de Identidade Gráfica Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais Manual de Identidade Gráfica 1 2 Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais Manual de Identidade Gráfica 4 ÍNDICE Introdução I. Significado I.0 Emblema

Leia mais

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007 WORD 2007 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE TECNOLOGIA Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa

Leia mais

Treinamento Módulo Contas a Pagar

Treinamento Módulo Contas a Pagar Contas a Pagar Todas as telas de cadastro também são telas de consultas futuras, portanto sempre que alterar alguma informação clique em Gravar ou pressione F2. Teclas de atalho: Tecla F2 Gravar Tecla

Leia mais

MÁQUINAS, EQUIPAMENTOS E INSUMOS PARA ENCADERNAÇÃO Acessórios e peças de reposição

MÁQUINAS, EQUIPAMENTOS E INSUMOS PARA ENCADERNAÇÃO Acessórios e peças de reposição MÁQUINAS, EQUIPAMENTOS E INSUMOS PARA ENCADERNAÇÃO Acessórios e peças de reposição Cartão BNDES - Consulte quais produtos podem ser financiados com o cartão BNDES. Adesivadora Manual Para papéis, cartões,

Leia mais

Sistema de acompanhamento da Produção na indústria Gráfica

Sistema de acompanhamento da Produção na indústria Gráfica Sistema de acompanhamento da Produção na indústria Gráfica Este programa serve para acompanhar os verdadeiros tempos utilizados na produção e impressão na indústria gráfica de pequeno e médio porte. SPGráfica

Leia mais

Serviço Técnico de Informática. Curso Básico de PowerPoint

Serviço Técnico de Informática. Curso Básico de PowerPoint Serviço Técnico de Informática Curso Básico de PowerPoint Instrutor: Tiago Souza e Silva de Moura Maio/2005 O Microsoft PowerPoint No Microsoft PowerPoint, você cria sua apresentação usando apenas um arquivo

Leia mais

14º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia e Ambiental

14º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia e Ambiental NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS REGRAS BÁSICAS A submissão de trabalhos ao 14º Congresso Brasileiro de Geologia será totalmente online, não mais sendo necessário o envio de cópias impressas. Porém, para

Leia mais

5.3.2 Livros 5.3.2.1 Texto

5.3.2 Livros 5.3.2.1 Texto 76 5.3.2 Livros O Livro é uma das maiores invenções da humanidade. A transmissão do conhecimento, a documentação dos fatos históricos, as estórias que povoam nossa imaginação, tudo isso vem sido veiculado

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO SECRETARIA DE GESTÃO E ORÇAMENTO. Controle de Material Gráfico do Pregão 47/2008

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO SECRETARIA DE GESTÃO E ORÇAMENTO. Controle de Material Gráfico do Pregão 47/2008 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO SECRETARIA DE GESTÃO E ORÇAMENTO Controle de Material Gráfico do Pregão 47/2008 Processo nº. 23402.001595/2009-30 Item Descrição Resumida Unidade

Leia mais

EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARALELA 4º BIMESTRE

EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARALELA 4º BIMESTRE EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARALELA 4º BIMESTRE NOME Nº SÉRIE : 1º EM DATA : / / BIMESTRE 3º PROFESSOR: Renato DISCIPLINA: Física 1 VISTO COORDENAÇÃO ORIENTAÇÕES: 1. O trabalho deverá ser feito em papel

Leia mais

Disciplina : Desenho Técnico Professora: Mariza Andrade. Mariza Andrade

Disciplina : Desenho Técnico Professora: Mariza Andrade. Mariza Andrade Disciplina : Desenho Técnico Professora: Mariza Andrade Nossas Aulas Ementa 1ª Parte: - Introdução ao Desenho Técnico; - Padronização do Desenho ; - Normas ABNT; - Instrumentos de Desenho e sua utilização;

Leia mais

Seminários de Ensino de Matemática

Seminários de Ensino de Matemática Introdução Seminários de Ensino de Matemática A matemática do papel (5/03/0) José Luiz Pastore Mello O formato do papel que usamos rotineiramente nos serviços de impressão ou fotocópia possui uma história

Leia mais

Guia de Impressão. Formatos & Sangria. Cor & Imagem. Tipografia. Finalização

Guia de Impressão. Formatos & Sangria. Cor & Imagem. Tipografia. Finalização Guia de Impressão Guia de Impressão Formatos & Sangria Formatos de Papel 01 Formato Aberto ou Fechado 02 Folhas e Páginas 03 Lâminas 04 Sangria e Margens 05 Cor & Imagem A Impressão CMYK 06 O Preto no

Leia mais

AULA 02 Normatização, Formatação, Caligrafia e Introdução ao Desenho técnico instrumentado. 2013/01. Prof. Esp. Arq. José Maria

AULA 02 Normatização, Formatação, Caligrafia e Introdução ao Desenho técnico instrumentado. 2013/01. Prof. Esp. Arq. José Maria AULA 02 Normatização, Formatação, Caligrafia e Introdução ao Desenho técnico instrumentado. 2013/01 Prof. Esp. Arq. José Maria Norma: Trata-se de um princípio, previamente acordado, que deve ser tomado

Leia mais

C a m p a n h a I n s t I t u C I o n a l

C a m p a n h a I n s t I t u C I o n a l Viva Melhor! Campanha Institucional CAMPANHA VIVA MELHOR! Camisetas garrafa squeeze saco lixo para carro FOLHETO PROMOCIONAL CAMPANHA Viva Melhor! JUNTOS, PODEMOS CONSTRUIR UM CAMINHO MAIS SOLIDÁRIO E

Leia mais

Corte Linear. Faca. ROSSI tecnologia gráfica ltda

Corte Linear. Faca. ROSSI tecnologia gráfica ltda Corte Linear Uma das variáveis menos controladas pelos gráficos, na impressão ofsete em folhas, é o corte linear ou refile que antecede a impressão. Na realidade, esta operação não deveria existir para

Leia mais

Fundamentos da PESQUISA OPERACIONAL

Fundamentos da PESQUISA OPERACIONAL Andréa Cardoso Fundamentos da PESQUISA OPERACIONAL Março 200 2 0. Lista de Problemas 6. O quadro a seguir mostra o processo de resolução de um PPL. A partir dos dados fornecidos, responda às seguintes

Leia mais

R e g r a s b á s i c a s, d i c a s e t r u q u e s

R e g r a s b á s i c a s, d i c a s e t r u q u e s A espessura da parede Na impressão em 3D, a espessura da parede refere-se à distância entre uma superfície do modelo e a superfície oposta. A espessura da parede pode ser uma superfície sólida forte, ou

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Lote nº 01 01 Agenda permanente com fita em tecido para marcação de datas Unidade 50 02 Bobina para máquina de calcular em papel apergaminhado 57mm x 30m. Modelo de referência:

Leia mais