EVOLUÇÃO DO VENCIMENTO E REMUNERAÇÃO DOS DOCENTES DAS UEBA S EM 2015

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EVOLUÇÃO DO VENCIMENTO E REMUNERAÇÃO DOS DOCENTES DAS UEBA S EM 2015"

Transcrição

1 Escritório Regional da Bahia Rua do Cabral 15 Nazaré CEP Salvador Bahia Telefone: (71) Fax: (71) Salvador, 27 de Outubro de 2015 EVOLUÇÃO DO VENCIMENTO E REMUNERAÇÃO DOS DOCENTES DAS UEBA S EM SIMULAÇÃO DA EVOLUÇÃO DO VENCIMENTO-BASE A seguir, são apresentadas tabelas com as simulações de como os vencimentos dos docentes devem se comportar ao longo de 2015, considerando os reajustes de março e novembro (correspondentes ao reajuste linear dos servidores estaduais). Foi tomado como ponto de partida o vencimento-base vigente na tabela de dezembro de As simulações foram elaboradas para cada cargo e levando em conta os diferentes níveis e jornadas previstos na tabela de vencimentos da carreira de docência. Nos cálculos, também foi considerado um possível reajuste salarial a ser concedido em janeiro de 2016, partindo do princípio de que o reajuste anual será exatamente igual à inflação do período imediatamente anterior. Levando-se em conta este princípio, utilizado ao longo dos últimos 9 anos, o reajuste estimado é de 9,84%, que equivale à previsão de inflação pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) do IBGE para o período de janeiro a dezembro de Esta estimativa é a última previsão divulgada pelo Banco Central do Brasil, em 21 de outubro último. Foi escolhido este índice de inflação, uma vez que o governo estadual o tem utilizado como parâmetro para os reajustes salariais dos servidores nos últimos anos 9 anos. No entanto, cabe ressaltar, que a proposta de orçamento enviada à Assembleia Legislativa do Estado da Bahia para o ano de 2016, não prevê reajuste de salários para os trabalhadores do setor público estadual. Também cabe frisar que os valores previstos para janeiro de 2016 podem vir a ser diferentes, a depender do reajuste que for estipulado pelo poder executivo estadual e o comportamento da inflação nos meses de outubro, novembro e dezembro de 2015, que ainda são uma estimativa. 1

2 De qualquer forma, o objetivo das simulações é poder visualizar o caminho que será percorrido pela categoria. Simulação da evolução do vencimento-base dos docentes das UEBAs Cargo: Auxiliar Jornada Nível Jan/14 Jun/14 Jul/14 Dez/14 Mar/15 Nov/15 Jan/16 Nivel A 1.459, , , , , , ,48 Nivel B 1.576, , , , , , ,29 Nivel A 2.919, , , , , , ,97 Nivel B 3.152, , , , , , ,59 Nivel A 4.378, , , , , , ,45 Nivel B 4.728, , , , , , ,88 Simulação da evolução do vencimento-base dos docentes das UEBAs Cargo: Assistente Jornada Nível Jan/14 Jun/14 Jul/14 Dez/14 Mar/15 Nov/15 Jan/16 Nivel A 1.693, , , , , , ,13 Nivel B 1.828, , , , , , ,15 Nivel A 3.386, , , , , , ,26 Nivel B 3.656, , , , , , ,31 Nivel A 5.079, , , , , , ,39 Nivel B 5.485, , , , , , ,46 Simulação da evolução do vencimento-base dos docentes das UEBAs Cargo: Adjunto Jornada Nível Jan/14 Jun/14 Jul/14 Dez/14 Mar/15 Nov/15 Jan/16 Nivel A 1.963, , , , , , ,21 Nivel B 2.120, , , , , , ,45 Nivel A 3.927, , , , , , ,41 Nivel B 4.241, , , , , , ,90 Nivel A 5.891, , , , , , ,62 Nivel B 6.362, , , , , , ,35 2

3 Simulação da evolução do vencimento-base dos docentes das UEBAs Cargo: Titular Jornada Nível Jan/14 Jun/14 Jul/14 Dez/14 Mar/15 Nov/15 Jan/16 Nivel A 2.317, , , , , , ,73 Nivel B 2.502, , , , , , ,76 Nivel A 4.634, , , , , , ,47 Nivel B 5.005, , , , , , ,53 Nivel A 6.952, , , , , , ,20 Nivel B 7.508, , , , , , ,29 Simulação da evolução do vencimento-base dos docentes das UEBAs Cargo: Pleno Jornada Jan/14 Jun/14 Jul/14 Dez/14 Mar/15 Nov/15 Jan/ , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,39 2. ESTIMATIVA DE GANHO REAL DO VENCIMENTO-BASE A fim de estimar o ganho real acumulado sobre os vencimentos base dos docentes em 2015, confrontou-se a inflação medida pelo IPCA em 2014 e a projeção para 2015 com os reajustes anunciados para o ano de A inflação dos anos de 2014 e 2015 está estimada em 16,88%. Ao longo de 2015, a categoria irá acumular reajustes no percentual de 6,41% de reposição da perda inflacionária de Ou seja, termina o ano sem ganho real. Em janeiro, há previsão de ser aplicado um novo reajuste salarial para os servidores estaduais, o que deve apenas repor as perdas inflacionárias de 2015, estimadas em 9,84%. 3. SIMULAÇÃO DA EVOLUÇÃO DA REMUNERAÇÃO TOTAL ATÉ 2015 Além do vencimento-base, outros adicionais e vantagens pessoais compõem a remuneração total dos docentes das Universidades Estaduais da Bahia. Por isso, também foram feitas simulações de como essa remuneração se comportaria, considerando apenas a aplicação da vantagem por titulação prevista atualmente (Incentivo à Pós Graduação - IPG) no Plano de Cargos da categoria (vide quadro abaixo). Sobre cada vencimento-base, calculou-se a remuneração total aplicando o incentivo de especialização para a classe de auxiliar, o incentivo de mestrado para a classe de assistente e o incentivo de doutorado para a classe de 3

4 adjunto. Por fim, utilizou-se, como referência para cada tabela, a evolução do vencimentobase, já apresentada na seção 1 deste estudo. Vantagens dos Docentes Percentual Vantagem 20% Incent. Func. - Especialização 40% Incent. Func. -Mestrado 60% Incent. Func. -Doutorado Fonte: UNEB - PGDP A seguir, são apresentadas as simulações de como a remuneração total (vencimento-base + incentivo por titulação) dos docentes se comportaria até janeiro de 2016, considerando como ponto de partida o vencimento vigente em dezembro de Para janeiro de 2016, foi considerado um reajuste de 9,84%, que corresponde à estimativa de inflação para o ano de 2015, medida pelo IPCA-IBGE. Com isso, a variação total da remuneração seria de 16,88% entre dez/14 e jan/16. Ou seja, sem ganho real, mas também sem perdas nesse período. Simulação da evolução da remuneração total dos docentes das UEBAs Cargo: Auxiliar + 20% de incentivo - Especialização Jornada Nível Dez/13 Jan/14 Jun/14 Jul/14 Dez/14 Mar/15 Nov/15 Jan/16 Nivel A 1.717, , , , , , , ,98 Nivel B 1.854, , , , , , , ,15 Nivel A 3.434, , , , , , , ,96 Nivel B 3.708, , , , , , , ,30 Nivel A 5.151, , , , , , , ,94 Nivel B 5.563, , , , , , , ,46 Simulação da evolução da remuneração total dos docentes das UEBAs Cargo: Assistente + 40% de incentivo - Mestrado Jornada Nível Dez/13 Jan/14 Jun/14 Jul/14 Dez/14 Mar/15 Nov/15 Jan/16 Nivel A 2.323, , , , , , , ,58 Nivel B 2.509, , , , , , , ,02 Nivel A 4.647, , , , , , , ,16 Nivel B 5.019, , , , , , , ,03 Nivel A 6.971, , , , , , , ,75 Nivel B 7.528, , , , , , , ,05 4

5 Simulação da evolução da remuneração total dos docentes das UEBAs Cargo: Adjunto + 60% de incentivo - Doutorado Jornada Nível Dez/13 Jan/14 Jun/14 Jul/14 Dez/14 Mar/15 Nov/15 Jan/16 Nivel A 3.080, , , , , , , ,13 Nivel B 3.327, , , , , , , ,92 Nivel A 6.161, , , , , , , ,26 Nivel B 6.654, , , , , , , ,84 Nivel A 9.241, , , , , , , ,39 Nivel B 9.981, , , , , , , ,76 Simulação da evolução da remuneração total dos docentes das UEBAs Cargo: Titular + 60% de incentivo - Doutorado Jornada Nível Dez/13 Jan/14 Jun/14 Jul/14 Dez/14 Mar/15 Nov/15 Jan/16 Nivel A 3.635, , , , , , , ,38 Nivel B 3.925, , , , , , , ,02 Nivel A 7.270, , , , , , , ,75 Nivel B 7.851, , , , , , , ,04 Nivel A , , , , , , , ,13 Nivel B , , , , , , , ,07 Simulação da evolução da remuneração total dos docentes das UEBAs Cargo: Pleno com 60% de incentivo - Doutorado Jornada Dez/13 Jan/14 Jun/14 Jul/14 Dez/14 Mar/15 Nov/15 Jan/ , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,88 4. PERDAS SALARIAIS DE NOVEMBRO DE 1990 ATÉ DEZEMBRO DE 2015 É inegável que nos últimos anos a categoria tem conseguido repor as perdas inflacionárias anuais e também elevar o vencimento-base através da incorporação de gratificações que faziam parte da remuneração total. No ano de 2015, no entanto, os docentes obterão apenas a reposição inflacionária correspondente ao período de janeiro a dezembro de Um 5

6 agravante, é que a reposição inflacionária, embora paga de forma integral, será parcelada em duas vezes, nos meses de março (não retrativo a janeiro de 2015) e no mês de novembro. Isto significa um problema, uma vez que o índice de inflação considerado para o reajuste, foi o relativo à data-base janeiro. Contudo, a reposição só contempla 10 dos 12 meses do ano, uma vez que o pagamento não foi retroativo a janeiro. Além disso, com o parcelamento em duas vezes e com a segunda parcela paga apenas a partir de novembro, há perda de poder aquisitivo para os trabalhadores durante a maior parte do ano. Apenas em novembro, o salário terá o poder de compra equivalente a janeiro de Na prática o poder de compra dos trabalhadores será totalmente recomposto, em relação a janeiro de 2014, apenas em novembro de Embora o reajuste de 6,41% reponha a inflação, medida pelo IPCA-IBGE, em termos de poder de compra, o reajuste médio será de apenas 4,08%. Nos meses de janeiro e dezembro, simplesmente não houve nenhum reajuste. Nos meses de março a outubro, o reajuste foi de 3,5% e apenas nos meses de novembro e dezembro haverá recomposição total de 6,41%. Por outro lado, os próximos reajustes incidirão sobre os salários totalmente reajustados, em relação à inflação, medida pelo IPCA- IBGE. No entanto, a categoria ainda acumula perdas históricas, quando consideramos o período de novembro de 1990 a dezembro de Para a atualização do cálculo dos salários reais, foram mantidos os mesmos parâmetros de cálculos anteriores, quais sejam: o Índice do Custo de Vida (ICV) calculado pelo DIEESE, utilizado como deflator, e a remuneração total dos docentes (vencimento base + GEAC + CET + especialização) como referência de salário a ser analisada. A evolução da remuneração total foi calculada considerando os reajustes salariais aplicados sobre os vencimentos-base ao longo do período em questão. Também foi levado em conta o impacto da implantação de 2 gratificações (GEAC e CET) sobre a remuneração total; assim como o impacto das alterações de percentual e a incorporação das mesmas ao vencimentobase. Além disso, considerou-se como referência o docente em início de carreira, enquadrado na classe Auxiliar (nível A - 20 horas) e com incentivo de especialização. Considerando o ICV-DIEESE como referência, verifica-se que, no período de 1o de novembro de 1990 a 31 de dezembro de 2015, a variação da remuneração total foi inferior à inflação acumulada, rebaixando o salário real da categoria. Ao final de dezembro de 2015, o mesmo deve ficar em 50,87% do vencimento de novembro de 1990 (vencimento total = 100). Ou seja, é como se em novembro de 1990 o docente ganhasse R$ 100 (cem reais) de 6

7 remuneração total e, em dezembro de 2015, ele estivesse ganhando apenas R$ 50,87 (cinquenta reais e oitenta e sete centavos). Isso significa que seria necessário um reajuste de 96,57% para elevar a remuneração ao mesmo patamar do início do período analisado. Cabe frisar, que o índice de inflação dos meses de outubro a dezembro de 2015 ainda estão estimados. Portanto, os percentuais de salário real e reajuste necessário podem ser um pouco diferentes quando da divulgação do índice oficial ao final do ano. Nos últimos anos, a categoria está conseguindo recompor gradualmente seu poder de compra, mas ainda tem sido uma recomposição lenta para o tamanho das perdas. Em novembro de 2005, o salário real era de 40,80% e foi subindo ano a ano. Em dezembro de 2015, o salário real deve ficar em torno de 51%, levando em conta a estimativa de inflação até o final deste ano. Se for levado considerado um possível reajuste salarial em janeiro de 2016, em percentual igual à estimativa de inflação para o ano de 2015 (9,84%), o salário real da categoria chegaria a 55,63% Os dados apresentados deixam claro que os salários reais da categoria ainda se encontram em níveis muito abaixo do necessário e isso se dá em função dos recentes reajustes incidirem sobre uma base salarial bastante corroída. 7

8 ANEXO Evolução do salário real dos docentes das Universidades Estaduais da Bahia Ano/Mês Reajuste salarial (%) e do reajuste necessário nov/1990 a jan/2016 Incorporação (%) Adicional especializ. (%) GEAC (%) CET (%) Salário Real (%) Reajuste Necessário (%) nov ,00-20, ,20 16,01 dez-90 0,00-20, ,63 35,81 jan-91 41,46-20, ,71 19,46 fev-91 0,00-20, ,11 42,64 mar-91 0,00-20, ,74 56,89 abr-91 0,00-20, ,06 69,33 mai-91 0,00-20, ,22 84,45 jun-91 0,00-20, ,71 105,29 jul-91 0,00-20, ,00 132,58 ago-91 20,00-20, ,42 120,15 set-91 0,00-20, ,09 155,82 out-91 0,00-20, ,37 208,93 nov-91 0,00-20, ,74 288,51 dez-91 0,00-20, ,82 380,35 jan-92 74,53-20, ,08 256,08 fev-92 10,00-20, ,35 294,48 mar-92 10,00-20, ,40 346,48 abr-92 0,00-20, ,70 434,66 mai-92 72,61-20, ,39 278,97 jun-92 10,00-20, ,79 320,41 jul-92 10,00-20, ,17 372,27 ago-92 0,00-20, ,50 471,55 set ,42-20, ,20 176,22 out-92 10,00-20, ,04 212,08 nov-92 0,00-20, ,68 289,39 dez-92 0,00-20, ,94 377,66 jan ,57-20, ,63 188,78 fev-93 0,00-20, ,50 263,61 mar-93 26,03-20, ,20 267,60 abr-93 0,00-20, ,32 369,09 mai ,98-20, ,77 128,45 jun-93 0,00-20, ,06 193,63 jul-93 35,00-20, ,31 183,21 ago-93 0,00-20, ,21 281,57 set ,22-20, ,93 132,93 out-93 0,00-20, ,85 213,96 nov-93 41,20-20, ,00 203,00 dez-93 0,00-20, ,83 319,68 jan ,56-20, ,91 113,19 fev-94 0,00-20, ,68 196,93 mar-94 49,09-20, ,54 181,41 abr-94 42,60-20, ,22 192,23 mai-94 44,00-20, ,28 191,70 jun-94 46,60-20, ,70 196,77 jul-94 0,00-20, ,49 277,46 ago-94 0,00-20, ,92 285,81 8

9 set-94 0,00-20, ,75 288,35 out-94 0,00-20, ,00 299,92 nov-94 15,67-20, ,15 255,22 dez-94 0,00-20, ,00 257,10 jan-95 9,00-20, ,25 230,63 fev-95 0,00-20, ,80 235,59 mar-95 0,00-20, ,86 246,46 abr-95 0,00-20, ,11 255,78 mai-95 0,00-20, ,36 265,53 jun-95 0,00-20, ,61 275,84 jul-95 0,00-20, ,88 286,40 ago-95 0,00-20,00 10,00-27,62 261,99 set-95 0,00-20,00 10,00-27,49 263,80 out-95 0,00-20,00 10,00-27,09 269,15 nov-95 0,00-20,00 10,00 25,00 31,43 218,22 dez-95 0,00-20,00 10,00 25,00 30,94 223,24 jan-96 4,00-20,00 10,00 25,00 31,38 218,68 fev-96 0,00-20,00 10,00 25,00 31,28 219,66 mar-96 0,00-20,00 20,00 25,00 32,94 203,62 abr-96 0,00-20,00 20,00 25,00 32,75 205,32 mai-96 0,00-20,00 20,00 25,00 32,19 210,70 jun-96 0,00-20,00 20,00 70,00 40,93 144,34 jul-96 0,00-20,00 20,00 70,00 39,99 150,06 ago-96 0,00-20,00 20,00 70,00 40,10 149,41 set-96 0,00-20,00 20,00 70,00 40,06 149,66 out-96 0,00-20,00 20,00 70,00 39,93 150,45 nov-96 0,00-20,00 20,00 70,00 39,80 151,26 dez-96 0,00-20,00 20,00 70,00 39,65 152,21 jan-97 0,00-20,00 20,00 70,00 38,83 157,56 fev-97 0,00-20,00 20,00 70,00 38,65 158,74 mar-97 0,00-20,00 20,00 70,00 38,46 160,04 abr-97 0,00-20,00 20,00 70,00 38,05 162,84 mai-97 0,00-20,00 20,00 70,00 38,05 162,82 jun-97 0,00-20,00 20,00 70,00 37,68 165,42 jul-97 0,00-20,00 20,00 70,00 37,47 166,88 ago-97 0,00-20,00 20,00 70,00 37,58 166,13 set-97 0,00-20,00 20,00 70,00 37,53 166,43 out-97 0,00-20,00 20,00 70,00 37,51 166,59 nov-97 0,00-20,00 20,00 70,00 37,43 167,15 dez-97 0,00-20,00 20,00 70,00 37,37 167,63 jan-98 0,00-20,00 30,00 70,00 38,87 157,25 fev-98 0,00-20,00 30,00 70,00 38,76 157,97 mar-98 0,00-20,00 30,00 70,00 38,69 158,49 abr-98 25,36-20,00 30,00 70,00 48,41 106,59 mai-98 0,00-20,00 30,00 70,00 48,21 107,43 jun-98 0,00-20,00 30,00 70,00 48,18 107,54 jul-98 0,00-20,00 30,00 70,00 48,36 106,77 ago-98 0,00-20,00 30,00 70,00 48,80 104,93 set-98 0,00-20,00 30,00 70,00 48,85 104,70 out-98 0,00-20,00 30,00 70,00 48,75 105,13 nov-98 0,00-20,00 30,00 70,00 48,92 104,44 dez-98 0,00-20,00 30,00 70,00 48,84 104,74 jan-99 0,00-20,00 30,00 70,00 48,18 107,57 9

10 fev-99 0,00-20,00 30,00 70,00 47,63 109,96 mar-99 0,00-20,00 30,00 70,00 47,17 112,01 abr-99 0,00-20,00 30,00 70,00 47,12 112,25 mai-99 0,00-20,00 30,00 70,00 47,01 112,71 jun-99 0,00-20,00 30,00 70,00 46,85 113,44 jul-99 0,00-20,00 30,00 70,00 46,30 115,98 ago-99 0,00-20,00 30,00 70,00 46,13 116,80 set-99 0,00-20,00 30,00 70,00 45,96 117,60 out-99 0,00-20,00 30,00 70,00 45,53 119,62 nov-99 0,00-20,00 30,00 70,00 44,93 122,57 dez-99 0,00-20,00 30,00 70,00 44,57 124,35 jan-00 0,00-20,00 30,00 70,00 44,05 127,02 fev-00 0,00-20,00 30,00 70,00 44,14 126,56 mar-00 0,00-20,00 30,00 70,00 43,80 128,31 abr-00 0,00-20,00 30,00 70,00 43,67 128,97 mai-00 0,00-20,00 30,00 70,00 43,76 128,51 jun-00 0,00-20,00 30,00 70,00 43,70 128,85 jul-00 0,00-20,00 30,00 70,00 42,78 133,73 ago-00 0,00-20,00 30,00 70,00 42,23 136,79 set-00 0,00-20,00 30,00 70,00 42,06 137,76 out-00 0,00-20,00 30,00 70,00 42,06 137,76 nov-00 0,00-20,00 30,00 70,00 41,92 138,57 dez-00 0,00-20,00 30,00 70,00 41,58 140,53 jan-01 0,00-20,00 30,00 70,00 41,23 142,52 fev-01 0,00-20,00 30,00 70,00 41,14 143,08 mar-01 5,00-20,00 30,00 70,00 42,99 132,62 abr-01 0,00-20,00 30,00 70,00 42,82 133,52 mai-01 0,00-20,00 30,00 70,00 42,73 134,04 jun-01 0,00-20,00 30,00 70,00 42,08 137,62 jul-01 0,00-20,00 30,00 70,00 41,21 142,65 ago-01 4,76-20,00 30,00 70,00 42,89 133,13 set-01 0,00-20,00 30,00 70,00 42,64 134,53 out-01 0,00-20,00 30,00 70,00 42,13 137,35 nov-01 0,00-20,00 30,00 70,00 41,72 139,67 dez-01 0,00-20,00 30,00 70,00 41,79 139,29 jan-02 5,00-20,00 30,00 70,00 43,42 130,31 fev-02 0,00-20,00 30,00 70,00 43,36 130,61 mar-02 0,00-20,00 30,00 70,00 43,26 131,14 abr-02 0,00-20,00 30,00 70,00 42,95 132,85 mai-02 0,00-20,00 30,00 70,00 42,90 133,08 jun-02 0,00-20,00 30,00 70,00 42,65 134,48 jul-02 4,76-20,00 30,00 70,00 44,09 126,83 ago-02 0,00-20,00 30,00 70,00 43,91 127,74 set-02 0,00-20,00 30,00 70,00 43,50 129,90 out-02 0,00-20,00 30,00 70,00 43,01 132,50 nov-02 0,00-20,00 30,00 70,00 41,68 139,94 dez-02 0,00-20,00 30,00 70,00 40,70 145,67 jan-03 0,00-20,00 30,00 70,00 39,55 152,84 fev-03 0,00-20,00 30,00 70,00 39,02 156,26 mar-03 0,00-20,00 30,00 70,00 38,61 158,97 abr-03 0,00-20,00 30,00 70,00 38,08 162,57 mai-03 0,00-20,00 30,00 70,00 37,99 163,20 jun-03 0,00-20,00 30,00 70,00 38,09 162,52 10

11 jul-03 0,00-20,00 40,00 70,00 39,68 151,98 ago-03 0,00-20,00 40,00 70,00 39,74 151,61 set-03 0,00-20,00 40,00 70,00 39,25 154,78 out-03 0,00-20,00 40,00 70,00 39,07 155,97 nov-03 0,00-20,00 40,00 70,00 38,97 156,64 dez-03 0,00-20,00 40,00 70,00 38,84 157,46 jan-04 0,00 10,06 20,00 27,20 70,00 39,79 151,33 fev-04 0,00-20,00 27,20 70,00 39,86 150,88 mar-04 0,00-20,00 27,20 70,00 39,67 152,06 abr-04 0,00-20,00 27,20 70,00 39,65 152,21 mai-04 0,00-20,00 27,20 70,00 39,48 153,29 jun-04 0,00-20,00 27,20 70,00 39,04 156,13 jul-04 0,00-20,00 27,20 70,00 38,58 159,23 ago-04 0,00-20,00 27,20 70,00 38,31 161,02 set-04 5,00-20,00 27,20 70,00 40,11 149,31 out-04 0,00-20,00 27,20 70,00 39,90 150,63 nov-04 0,00-20,00 27,20 70,00 39,57 152,71 dez-04 0,00-20,00 27,20 70,00 39,36 154,08 jan-05 0,00-20,00 27,20 70,00 39,00 156,39 fev-05 0,00-20,00 27,20 70,00 38,88 157,21 mar-05 0,00-20,00 27,20 70,00 38,57 159,29 abr-05 0,00-20,00 27,20 70,00 38,37 160,59 mai-05 4,08-20,00 27,20 70,00 39,79 151,35 jun-05 0,00-20,00 27,20 70,00 39,85 150,92 jul-05 0,00-20,00 27,20 70,00 39,92 150,50 ago-05 0,00-20,00 27,20 70,00 39,92 150,50 set-05 0,00-20,00 27,20 70,00 39,64 152,30 out-05 0,00-20,00 27,20 70,00 39,41 153,74 nov-05 3,92-20,00 27,20 70,00 40,80 145,09 dez-05 0,00-20,00 27,20 70,00 40,72 145,56 jan-06 0,00-20,00 27,20 70,00 40,43 147,33 fev-06 0,00-20,00 27,20 70,00 40,38 147,62 mar-06 0,00-20,00 27,20 70,00 40,17 148,91 abr-06 8,00-20,00 27,20 70,00 43,41 130,34 mai-06 0,00-20,00 27,20 70,00 43,58 129,48 jun-06 0,00-20,00 27,20 70,00 43,67 129,00 jul-06 0,00-20,00 27,20 70,00 43,73 128,68 ago-06 0,00-20,00 27,20 70,00 43,59 129,41 set-06 0,00-20,00 27,20 70,00 43,42 130,31 out-06 0,00-20,00 27,20 70,00 43,30 130,93 nov-06 0,00-20,00 27,20 70,00 43,16 131,69 dez-06 0,00-20,00 27,20 70,00 42,88 133,20 jan-07 0,00-20,00 27,20 70,00 42,48 135,41 fev-07 0,00-20,00 27,20 70,00 42,39 135,91 mar-07 0,00-20,00 27,20 70,00 42,28 136,50 abr-07 0,00-20,00 27,20 70,00 42,11 137,47 mai-07 3,30-20,00 27,20 70,00 43,23 131,33 jun-07 0,00-20,00 27,20 70,00 43,16 131,68 jul-07 0,00-20,00 27,20 70,00 43,29 130,98 ago-07 0,00-20,00 27,20 70,00 43,12 131,90 set-07 0,00-20,00 27,20 70,00 42,99 132,60 out-07 0,00-20,00 27,20 70,00 42,85 133,37 nov-07 1,16-20,00 27,20 70,00 43,23 131,34 11

12 dez-07 0,00-20,00 27,20 70,00 42,76 133,86 jan-08 0,00-20,00 27,20 70,00 42,39 135,92 fev-08 0,00-20,00 27,20 70,00 42,40 135,85 mar-08 4,46 7,20 20,00 18,66 70,00 45,28 120,85 abr-08 0,00-20,00 18,66 70,00 45,09 121,78 mai-08 0,00-20,00 18,66 70,00 44,70 123,71 jun-08 0,00-20,00 18,66 70,00 44,27 125,89 jul-08 0,00-20,00 18,66 70,00 43,89 127,84 ago-08 0,00-20,00 18,66 70,00 43,75 128,58 set-08 0,00-20,00 18,66 70,00 43,69 128,90 out-08 0,00-20,00 18,66 70,00 43,50 129,87 nov-08 0,00-20,00 18,66 70,00 43,27 131,10 dez-08 0,00-20,00 18,66 70,00 43,23 131,32 jan-09 0,77-20,00 18,66 70,00 43,27 131,13 fev-09 5,90 11,00 20,00 6,90 70,00 47,72 109,56 mar-09 0,00-20,00 6,90 70,00 47,53 110,41 abr-09 0,00-20,00 6,90 70,00 47,38 111,06 mai-09 0,00-20,00 6,90 70,00 47,27 111,55 jun-09 0,00-20,00 6,90 70,00 47,24 111,67 jul-09 0,00-20,00 6,90 70,00 47,01 112,71 ago-09 0,00-20,00 6,90 70,00 46,87 113,35 set-09 0,00-20,00 6,90 70,00 46,75 113,92 out-09 0,00-20,00 6,90 70,00 46,50 115,05 nov-09 0,00-20,00 6,90 70,00 46,22 116,35 dez-09 0,00-20,00 6,90 70,00 46,19 116,52 jan-10 4,00 6,90 20,00-70,00 48,59 105,80 fev-10 0,00-20,00-70,00 48,30 107,02 mar-10 0,00-20,00-70,00 48,08 108,00 abr-10 0,00-20,00-70,00 47,97 108,47 mai-10 0,00-20,00-70,00 47,90 108,79 jun-10 0,00-20,00-70,00 47,89 108,83 jul-10 0,00-20,00-70,00 47,82 109,12 ago-10 0,00-20,00-70,00 47,70 109,65 set-10 0,00-20,00-70,00 47,45 110,76 out-10 0,00-20,00-70,00 47,01 112,72 nov-10 0,00-20,00-70,00 46,53 114,92 dez-10 0,00-20,00-70,00 46,23 116,31 jan-11 5,91-20,00-70,00 48,34 106,86 fev-11 0,00-20,00-70,00 48,15 107,70 mar-11 0,00 8,00 20,00-57,40 48,11 107,86 abr-11 0,00-20,00-57,40 47,73 109,51 mai-11 0,00-20,00-57,40 47,71 109,60 jun-11 0,00-20,00-57,40 47,87 108,89 jul-11 0,00-20,00-57,40 47,67 109,80 ago-11 0,00-20,00-57,40 47,48 110,61 set-11 0,00-20,00-57,40 47,16 112,04 out-11 0,00 8,00 20,00-45,75 47,44 110,79 nov-11 0,00-20,00-45,75 47,20 111,88 dez-11 0,00-20,00-45,75 46,96 112,93 jan-12 6,50-20,00-45,75 49,37 102,57 fev-12 0,00-20,00-45,75 49,30 102,83 mar-12 0,00 8,00 20,00-34,95 49,48 102,09 abr-12 0,00-20,00-34,95 49,15 103,47 12

13 mai-12 0,00-20,00-34,95 48,94 104,34 jun-12 0,00-20,00-34,95 48,83 104,81 jul-12 0,00-20,00-34,95 48,62 105,67 ago-12 0,00-20,00-34,95 48,52 106,09 set-12 0,00-20,00-34,95 48,32 106,96 out-12 0,00 8,00 20,00-24,95 48,42 106,51 nov-12 0,00-20,00-24,95 48,15 107,68 dez-12 0,00-20,00-24,95 47,94 108,57 jan-13 2,00-20,00-24,95 49,86 100,56 fev-13 0,00-20,00-24,95 49,80 100,79 mar-13 0,00-20,00-24,95 49,42 102,36 abr-13 0,00-20,00-24,95 49,26 103,00 mai-13 0,00 9,00 20,00-14,63 49,57 101,72 jun-13 0,00-20,00-14,63 49,40 102,41 jul-13 3,77-20,00-14,63 49,36 102,60 ago-13 0,00-20,00-14,63 49,31 102,79 set-13 0,00-20,00-14,63 49,19 103,28 out-13 0,00-20,00-14,63 48,88 104,59 nov-13 0,00 9,00 20,00-5,17 49,31 102,78 dez-13 0,00 5,20 20, ,52 101,95 jan-14 2,00-20, ,54 101,85 fev-14 0,00-20, ,24 103,07 mar-14 0,00-20, ,85 104,72 abr-14 0,00-20, ,57 105,88 mai-14 0,00-20, ,50 106,16 jun-14 4,00-20, ,44 98,24 jul-14 3,84-20, ,03 92,21 ago-14 0,00-20, ,95 92,50 set-14 0,00-20, ,82 92,98 out-14 0,00-20, ,69 93,46 nov-14 0,00-20, ,56 93,95 dez-14 3,00-20, ,97 88,77 jan-15 0,00-20, ,48 94,25 fev-15 0,00-20, ,77 96,97 mar-15 3,50-20, ,89 92,71 abr-15 0,00-20, ,61 93,77 mai-15 0,00-20, ,32 94,87 jun-15 0,00-20, ,90 96,45 jul-15 0,00-20, ,42 98,32 ago-15 0,00-20, ,39 98,43 set-15 0,00-20, ,15 99,39 out-15 0,00-20, ,93 100,28 nov-15 2,81-20, ,10 95,69 dez-15 0,00-20, ,87 96,57 jan-16 0,00-20, ,63 79,76 Fonte: SAEB Elaboração: DIEESE Notas: (1) Em julho/94, foi considerada a variação do ICV-DIEESE em CR$ = 27,19% (2) No período de vigência da URV considerou-se as suas respectivas variações mensais. (3) Em ago/1995, criação da Gratificação de Estímulo às Atividades Acadêmicas - GEAC (10%) (4) Em nov/1995, criação da gratificação por Condições Especiais de Trabalho - CET (25%) (5) Em mar/1996, alteração da GEAC para 20% (6) Em jun/1996, alteração da CET para 70% (7) Em jan/1998, alteração da GEAC para 30% 13

14 (8) Reajuste de 10% em 2x (março e agosto/2001) (9) Reajuste de 10% em 2x (janeiro e julho/2002) (10) Em jul/2003, alteração da GEAC para 40% (11) Em jan/2004, redução da GEAC para 27,2% com a incorporação de 10,06% ao vencimento base (12) Reajuste de 8% em 2x (maio e novembro/2005) (13) Em mar/2008, houve 4,46% de reajuste e 7,2% de incorporação de parte da GEAC (sobra 18,66%) (14) Em fev/2009, houve 5,9% de reajuste e 11% de incorporação de parte da GEAC (sobra 6,9%) (15) Em jan/2010, houve 4% de reajuste e 6,9% de incorporação de parte da GEAC (16) Em mar/2011, houve 8% de incorporação de parte da CET (sobra 57,41%) (17) Em out/2011, houve 8% de incorporação de parte da CET (sobra 45,75%) (18) Em mar/2012, houve 8% de incorporação de parte da CET (sobra 34,95%) (19) Em out/2012, houve 8% de incorporação de parte da CET (sobra 24,95%) (20) Reajuste de 5,84% em 2x (janeiro e julho/2013) (21) Em maio/13, houve 9% de incorporação de parte da CET - sobra 14,63% (22) Em nov/13, houve 9% de de incorporação de parte da CET - sobra 5,17% (23) Em dez/13, houve 5,2% de de incorporação do resíduo da CET (24) Em jan/14, houve reajuste de 2% (primeira parcela de um total de 5,84%) (25) Em jun/14, houve reajuste de 4% (conforme PL /2013) (26) Em jul/14, houve reajuste de 3,84% (última parcela de um total de 5,84%) (27) Em dez/14, houve reajuste de 3% (conforme PL /2013) (28) O índice de inflação para os meses de outubro a dezembro/15 ainda estão estimados. (29) Foi considerado um reajuste de 9,84% em jan/2016, como reposição da inflação estimada para

COMENTÁRIOS SOBRE A PROPOSTA DE INCORPORAÇÃO DE GRATIFICAÇÃO

COMENTÁRIOS SOBRE A PROPOSTA DE INCORPORAÇÃO DE GRATIFICAÇÃO Escritório Regional da Bahia Rua do Cabral 15 Nazaré CEP 40.055.010 Salvador Bahia Telefone: (71) 3242-7880 Fax: (71) 3326-9840 e-mail: erba@dieese.org.br Salvador, 23 de Fevereiro de 2011 COMENTÁRIOS

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo INPC-IBGE. março de 2014

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo INPC-IBGE. março de 2014 EVOLUÇÃO SALARIAL Categoria: Material de suporte para categorias em data base Deflatores: ICV-DIEESE INPC-IBGE março de 2014 Este trabalho contém o estudo sobre o comportamento dos salários desde 01-março-2013

Leia mais

EVOLUÇÃO DO VENCIMENTO E REMUNERAÇÃO DOS DOCENTES DAS UEBA S EM 2014

EVOLUÇÃO DO VENCIMENTO E REMUNERAÇÃO DOS DOCENTES DAS UEBA S EM 2014 Escritório Regional da Bahia Rua do Cabral 15 Nazaré CEP 40.055.010 Salvador Bahia Telefone: (71) 3242-7880 Fax: (71) 3326-9840 e-mail: erba@dieese.org.br Salvador, 01 de Setembro de 2014 EVOLUÇÃO DO VENCIMENTO

Leia mais

ANÁLISE DAS PROPOSTAS DE REAJUSTE SALARIAL DOS SERVIDORES, DATA BASE 2015 Por Cid Cordeiro Silva Silva

ANÁLISE DAS PROPOSTAS DE REAJUSTE SALARIAL DOS SERVIDORES, DATA BASE 2015 Por Cid Cordeiro Silva Silva ANÁLISE DAS PROPOSTAS DE REAJUSTE SALARIAL DOS SERVIDORES, DATA BASE 2015 Por Cid Cordeiro Silva Silva A negociação salarial na data base é o momento de atualizar o rendimento recuperando as perdas salariais

Leia mais

SERVIDORES DO PARANÁ EM ESTADO DE GREVE

SERVIDORES DO PARANÁ EM ESTADO DE GREVE SERVIDORES DO PARANÁ EM ESTADO DE GREVE Informamos que durante o 37 Encontro Estadual de Técnicos Agrícolas, realizado em Curitiba, nos dias 24 e 25 de abril/2015, foi sinalizado pelos presentes, estado

Leia mais

REAJUSTE NECESSÁRIO ENTRE 50,47% E 28,83% PARA RECOMPOR A REMUNERAÇÃO DESDE JUNHO DE 2006

REAJUSTE NECESSÁRIO ENTRE 50,47% E 28,83% PARA RECOMPOR A REMUNERAÇÃO DESDE JUNHO DE 2006 REAJUSTE NECESSÁRIO ENTRE 50,47% E 28,83% PARA RECOMPOR A REMUNERAÇÃO DESDE JUNHO DE 2006 Considerando 1 como base o mês de junho de 2006, que foi a data em que foi aprovado o PCS III, até dezembro de

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

De janeiro a junho de 2015, houve uma inflação de 7,03%, passando assim a inflação de todo o ano de 2014 que foi de 6,73%.

De janeiro a junho de 2015, houve uma inflação de 7,03%, passando assim a inflação de todo o ano de 2014 que foi de 6,73%. Até Junho, Inflação já supera todo o ano de 2014 INFLAÇÃO DE 7,03% DE JANEIRO A JUNHO DE 2015 ATÉ JUNHO DE 2015 1 REAJUSTE NECESSÁRIO DE 48,49% PARA RECOMPOR A REMUNERAÇÃO DESDE JUNHO DE 2006 Considerando

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Sindipetro RJ. Petroleiros do Rio de Janeiro. Deflatores: IPCA-IBGE INPC-IBGE. julho de 2012

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Sindipetro RJ. Petroleiros do Rio de Janeiro. Deflatores: IPCA-IBGE INPC-IBGE. julho de 2012 EVOLUÇÃO SALARIAL Categoria: Petroleiros do Rio de Janeiro Deflatores: IPCA-IBGE INPC-IBGE julho de 2012 Este trabalho contém o estudo sobre o comportamento dos salários desde 01-setembro-2011 até 31-agosto-2012

Leia mais

Evolução Salarial dos Docentes da Carreira de Magistério Superior (CMS)

Evolução Salarial dos Docentes da Carreira de Magistério Superior (CMS) Evolução Salarial dos Docentes da Carreira de Magistério Superior (CMS) Síntese das Questões: O cálculo compara o reajuste no período em análise em contrapartida com a inflação acumulada em igual período,

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo INPC-IBGE. abril de 2013

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo INPC-IBGE. abril de 2013 EVOLUÇÃO SALARIAL Categoria: Material de suporte para categorias em data-base Deflatores: ICV-DIEESE INPC-IBGE abril de 2013 Este trabalho contém o estudo sobre o comportamento dos salários desde 01-abril-2012

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo. Material de suporte para categorias em data-base.

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo. Material de suporte para categorias em data-base. EVOLUÇÃO SALARIAL Categoria: Material de suporte para categorias em data-base. Deflatores: ICV-DIEESE INPC-IBGE junho de 2017 Este trabalho contém o estudo sobre o comportamento dos salários desde 01-junho-2016

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo INPC-IBGE. junho de 2014

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo INPC-IBGE. junho de 2014 EVOLUÇÃO SALARIAL Categoria: Material de suporte para categorias em data-base Deflatores: ICV-DIEESE INPC-IBGE junho de 2014 Este trabalho contém o estudo sobre o comportamento dos salários desde 01-junho-2013

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo. Material de Suporte para Categorias em Data-Base INPC-IBGE

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo. Material de Suporte para Categorias em Data-Base INPC-IBGE EVOLUÇÃO SALARIAL Categoria: Material de Suporte para Categorias em Data-Base Deflatores: ICV-DIEESE INPC-IBGE maio de 2015 Este trabalho contém o estudo sobre o comportamento dos salários desde 01-maio-2014

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL (Não considerando a incorporação da Gratificação Nova Escola como reajuste)

EVOLUÇÃO SALARIAL (Não considerando a incorporação da Gratificação Nova Escola como reajuste) EVOLUÇÃO SALARIAL (Não considerando a incorporação da Gratificação Nova Escola como reajuste) Categoria: Profissionais da Educação da Rede Estadual de Ensino do Rio de Janeiro (Magistério) Deflatores:

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo. Material de suporte para categorias em data-base INPC-IBGE

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo. Material de suporte para categorias em data-base INPC-IBGE EVOLUÇÃO SALARIAL Categoria: Material de suporte para categorias em data-base Deflatores: IPCA-IBGE INPC-IBGE março de 2015 Este trabalho contém o estudo sobre o comportamento dos salários desde 01-março-2014

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo INPC-IBGE. junho de 2013

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo INPC-IBGE. junho de 2013 EVOLUÇÃO SALARIAL Categoria: Material de suporte para categorias em data-base Deflatores: IPCA-IBGE INPC-IBGE junho de 2013 Este trabalho contém o estudo sobre o comportamento dos salários desde 01-junho-2012

Leia mais

Boletim Econômico e do Setor Portuário. Sumário

Boletim Econômico e do Setor Portuário. Sumário Boletim Econômico e do Setor Portuário Junho de 2014 Sumário Indicadores da Economia Nacional... 2 O Produto Interno Bruto PIB no primeiro trimestre de 2014... 2 Os Índices de Inflação... 3 O Mercado de

Leia mais

Perdas salariais da categoria desde novembro de 1990. Docentes das Universidades Estaduais da Bahia

Perdas salariais da categoria desde novembro de 1990. Docentes das Universidades Estaduais da Bahia Perdas salariais da categoria desde novembro de 1990 Docentes das Universidades Estaduais da Bahia Itapetinga, 10 de Abril de 2012 Sobre o estudo de perdas O estudo feito pelo DIEESE teve como objetivo

Leia mais

LEI Nº 7.885 DE 23 DE AGOSTO DE 2001

LEI Nº 7.885 DE 23 DE AGOSTO DE 2001 LEI Nº 7.885 DE 23 DE AGOSTO DE 2001 Dispõe sobre os vencimentos dos serventuários da Justiça e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA, faço saber que a Assembléia Legislativa decreta

Leia mais

75,4. 1,95 mulher, PNAD/08) Taxa de analfabetismo (15 anos ou mais em %) 4,4% População urbana 5.066.324

75,4. 1,95 mulher, PNAD/08) Taxa de analfabetismo (15 anos ou mais em %) 4,4% População urbana 5.066.324 SEMINÁRIO ESTRUTURA E PROCESSO DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA CONJUNTURA DO SETOR RURAL E MERCADODETRABALHOEMSANTA DE EM CATARINA CONTAG CARACTERÍSTICAS C C S GERAIS CARACTERÍSTICA GERAIS DE SANTA CATARINA Área

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA 2015/2016

CONVENÇÃO COLETIVA 2015/2016 CONVENÇÃO COLETIVA 2015/2016 A seguir reproduzimos as cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho entre o SINPROCIM e SINDPRESP, em relação a convenção anterior. REAJUSTE SALARIAL A partir de 1º de março

Leia mais

PLANILHAS DE IMPACTO DO REAJUSTE SALARIAL DOS TRABALHADORES DO CEETEPS

PLANILHAS DE IMPACTO DO REAJUSTE SALARIAL DOS TRABALHADORES DO CEETEPS PLANILHAS DE IMPACTO DO REAJUSTE SALARIAL DOS TRABALHADORES DO CEETEPS 1. Impacto para atendimento à reivindicação da Categoria: 72,22% a partir de 1º de maio de 2004 (Valores em Reais). 5. Folha Reajustada

Leia mais

1-Inflação acumulada desde junho de 2006 até maio de

1-Inflação acumulada desde junho de 2006 até maio de A Diretoria do SITRAEMG SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDEAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS solicitoume a elaboração do presente Estudo, composto de três itens 1 : 1Inflação acumulada desde junho

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

ICV-DEESE fica em 6,04%, em 2013

ICV-DEESE fica em 6,04%, em 2013 1 São Paulo, 8 de janeiro de 2014. ICV-DEESE fica em 6,04%, em 2013 NOTA À IMPRENSA Em 2013, o Índice do Custo de Vida ICV calculado pelo DIEESE Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos

Leia mais

Custo da Cesta Básica aumenta em todas as cidades

Custo da Cesta Básica aumenta em todas as cidades 1 São Paulo, 16 de fevereiro de 2016 NOTA à IMPRENSA Custo da Cesta Básica aumenta em todas as cidades A partir de janeiro de 2016, o DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos)

Leia mais

Matemática Financeira. Aula 03 Taxa Real de Juros

Matemática Financeira. Aula 03 Taxa Real de Juros Matemática Financeira Aula 03 Taxa Real de Juros Inflação É o fenômeno conhecido como o aumento persistente dos preços de bens e serviços Fatores: Escassez de produtos, déficit orçamentário, emissão descontrolada

Leia mais

IMPACTO PERCENTUAL NA FOLHA DE PAGAMENTO PLC COMP. PROPOSTAS E INFLAÇÃO

IMPACTO PERCENTUAL NA FOLHA DE PAGAMENTO PLC COMP. PROPOSTAS E INFLAÇÃO COMP. PROPOSTAS E INFLAÇÃO PLC PROPOSTA MPOG 28.629.633.463,00 IMPACTO EM 2015 1.434.642.359,72 - ESTIMATIVA ORÇAMENTO DE PESSOAL DO PJF EM 2016 = 2015 28.629.633.463,00 28.629.633.463,00 IMPACTO EM 2016

Leia mais

INFORMA DIEESE agosto/2008

INFORMA DIEESE agosto/2008 INFORMA DIEESE Nº. 74 AGOSTO/2008 1 INFORMA DIEESE agosto/2008 A INFLAÇÃO RECENTE E AS CAMPANHAS SALARIAIS A inflação voltou? Como ficam as campanhas salariais dos trabalhadores? Com o objetivo de discutir

Leia mais

Cesta Básica DIEESE/PROCON atinge o maior valor de sua história. Gráfico 1 Cesta Básica DIEESE/PROCON Valor Diário (EM URV/Real) 190,00 2º. Sem.

Cesta Básica DIEESE/PROCON atinge o maior valor de sua história. Gráfico 1 Cesta Básica DIEESE/PROCON Valor Diário (EM URV/Real) 190,00 2º. Sem. ANOTE Informativo Eletrônico do DIEESE Ano 4, N.º. 38 Maio de 2.003 1 CONJUNTURA Cesta Básica DIEESE/PROCON atinge o maior valor de sua história Calculada diariamente desde março de 1990, ou seja, a mais

Leia mais

COMUNICADO SDG Nº 02/2013

COMUNICADO SDG Nº 02/2013 COMUNICADO SDG Nº 02/2013 O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo divulga aos órgãos jurisdicionados da área municipal o calendário de obrigações para 2013 necessárias ao atendimento das exigências

Leia mais

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,8 21-Jul-00 Real 0,6493 Sem frete - PIS/COFINS

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Page 1 of 6 TERMO ADITIVO A ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RN000202/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 18/06/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR029210/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46217.004335/2013-95

Leia mais

Lista de exercício nº 4* Fluxos de caixa não uniformes, inflação, juros reais e nominais

Lista de exercício nº 4* Fluxos de caixa não uniformes, inflação, juros reais e nominais Lista de exercício nº 4* Fluxos de caixa não uniformes, inflação, juros reais e nominais 1. Calcule o Valor Presente Líquido do fluxo de caixa que segue, para as taxas de desconto de 8% a.a., 10% a.a.

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS. Observatório de Recursos Humanos em Saúde SETEMBRO / 2015

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS. Observatório de Recursos Humanos em Saúde SETEMBRO / 2015 1 SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS Indicadores de Recursos Humanos- SES/SP Observatório de Recursos Humanos em Saúde SETEMBRO / 2015 Equipe Técnica: Adriana R. L. Carro -

Leia mais

Servidor Público Militar. Veja o quanto de perdas salariais que você terá com 5% de Data Base

Servidor Público Militar. Veja o quanto de perdas salariais que você terá com 5% de Data Base Servidor Público Militar. Veja o quanto de perdas salariais que você terá com 5% de Data Base Técnicos do FES fizeram uma análise das contas do governo. Usando os dados de janeiro a maio deste ano e a

Leia mais

O levantamento anual envolveu sete instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Safra e Santander.

O levantamento anual envolveu sete instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Safra e Santander. ANÁLISE COMPARATIVA RELATÓRIO ANUAL DE TAXAS DE JUROS / 2013 EMPRÉSTIMO PESSOAL E CHEQUE ESPECIAL O levantamento anual envolveu sete instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica

Leia mais

A necessidade de elevar a incidência da contribuição para o PIS/PASEP e da COFINS sobre cigarros

A necessidade de elevar a incidência da contribuição para o PIS/PASEP e da COFINS sobre cigarros A necessidade de elevar a incidência da contribuição para o PIS/PASEP e da COFINS sobre cigarros Estudo de Roberto Iglesias, economista, consultor da ACT Maio de 2009 O Poder Executivo, através da Medida

Leia mais

http://www.legislabahia.ba.gov.br/verdoc.php?id=65585&voltar=voltar

http://www.legislabahia.ba.gov.br/verdoc.php?id=65585&voltar=voltar Page 1 of 11 Voltar Imprimir "Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial do Estado." LEI Nº 11.374 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2009 Ver também: Decreto 14.488 de 23 de maio de 2013 - Regulamenta

Leia mais

Estudo aponta que o salário mínimo aumentou 1.019,2% em 20 anos de Plano Real

Estudo aponta que o salário mínimo aumentou 1.019,2% em 20 anos de Plano Real Veículo: Bahia Negócios Data: 28/05/14 Estudo aponta que o salário mínimo aumentou 1.019,2% em 20 anos de Plano Real Em 1994, quando foi instituído o Plano Real, o salário mínimo custava R$ 64,79. Passados

Leia mais

NÍVEL DE ATIVIDADE, INFLAÇÃO E POLÍTICA MONETÁRIA A evolução dos principais indicadores econômicos do Brasil em 2007

NÍVEL DE ATIVIDADE, INFLAÇÃO E POLÍTICA MONETÁRIA A evolução dos principais indicadores econômicos do Brasil em 2007 NÍVEL DE ATIVIDADE, INFLAÇÃO E POLÍTICA MONETÁRIA A evolução dos principais indicadores econômicos do Brasil em 2007 Introdução Guilherme R. S. Souza e Silva * Lucas Lautert Dezordi ** Este artigo pretende

Leia mais

Gestor(a): Desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira

Gestor(a): Desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira Gestor(a): Desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira Meta Meta 2 de 29 Meta 2 de 21 Meta 2 de 212 Meta 2 de 213 Descrição Identificar os processos judiciais mais antigos e adotar medidas concretas

Leia mais

ÍNDICE UNIFAFIBE DO CUSTO DA CESTA BÁSICA DE BEBEDOURO BOLETIM ANUAL 2011 Destaques:

ÍNDICE UNIFAFIBE DO CUSTO DA CESTA BÁSICA DE BEBEDOURO BOLETIM ANUAL 2011 Destaques: 1 ÍNDICE UNIFAFIBE DO CUSTO DA CESTA BÁSICA DE BEBEDOURO BOLETIM ANUAL Destaques: Inflação anual da cesta básica de Bebedouro é de 5,12%, aumento de R$ 23,56. Aumento da cesta foi puxado por alimentos.

Leia mais

Curitiba, 25 de agosto de 2010. SUBSÍDIOS À CAMPANHA SALARIAL COPEL 2010 DATA BASE OUTUBRO 2010

Curitiba, 25 de agosto de 2010. SUBSÍDIOS À CAMPANHA SALARIAL COPEL 2010 DATA BASE OUTUBRO 2010 Curitiba, 25 de agosto de 2010. SUBSÍDIOS À CAMPANHA SALARIAL COPEL 2010 DATA BASE OUTUBRO 2010 1) Conjuntura Econômica Em função dos impactos da crise econômica financeira mundial, inciada no setor imobiliário

Leia mais

MÓDULO II PISO SALARIAL PROFISSIONAL NACIONAL

MÓDULO II PISO SALARIAL PROFISSIONAL NACIONAL MÓDULO II PISO SALARIAL PROFISSIONAL NACIONAL LEGISLAÇÃO BÁSICA LEI Nº 11.738, DE 16/07/2008 1 Profissionais têm direito ao piso piso. O art. 1º e o 2º do art. 2º definem quais profissionais têm direito

Leia mais

PLANO DE REMUNERAÇÃO VARIÁVEL - PRV

PLANO DE REMUNERAÇÃO VARIÁVEL - PRV 1 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO PLANO DE REMUNERAÇÃO VARIÁVEL - PRV 1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO DE PESSOAS 1.1 Histórico da Prática Eficaz A Nova Escola tem aplicado a Meritocracia como um recurso na Gestão de

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em dezembro/2013 sendo esta a sétima elevação do ano.

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em dezembro/2013 sendo esta a sétima elevação do ano. PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em dezembro/2013 sendo esta a sétima elevação do ano. Esta elevação é reflexo da elevação da Taxa Básica de Juros (Selic)

Leia mais

TABELA DE REAJUSTE SALARIAL Demais Trabalhadores de 1978 a 2010

TABELA DE REAJUSTE SALARIAL Demais Trabalhadores de 1978 a 2010 TABELA DE REAJUSTE SALARIAL Demais Trabalhadores de 1978 a 2010 MÊS Valor ÍNDICES % PARCELA A ACRESCENTAR MÊS DE INCIDÊNCIA jan/78 40,00 jan/77 DC Nº 22/77 jan/79 Até 2,5 SM 2.147,00 48,00 jan/78 DC Nº

Leia mais

IMA Institute of Management Accountants PESQUISA DE JUROS

IMA Institute of Management Accountants PESQUISA DE JUROS PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em outubro/2013, sendo esta a sexta elevação no ano. Esta elevação pode ser atribuída à última elevação da Taxa de Juros

Leia mais

Grupos Disponíveis Para Venda - 25/05/2015 10:58:48

Grupos Disponíveis Para Venda - 25/05/2015 10:58:48 25/05/2015 10:59:09 Página 1 Grupo: 000894 Prazo: 084 Prazo Restante: 062 Assembleia Atual: 023 11/06/2015 Vencimento: 08/06/2015 Participantes: 600 Cotas Vagas: 000 Característica: 1 SORTEIO - 1 SORTEIO

Leia mais

A data base dos Servidores da Prefeitura Municipal de Sapezal será sempre em 1º de maio

A data base dos Servidores da Prefeitura Municipal de Sapezal será sempre em 1º de maio S.I.M.S SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS SAPEZAL/MT PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE SAPEZAL -20013 INTRODUÇÃO O Sindicato dos Servidores Municipais de Sapezal-SIMS/MT,

Leia mais

De Até De Até De Até Total Inflação - ICV DIEESE 60,60% 71,90% 77,12% 92,19% 105,13% 118,94%

De Até De Até De Até Total Inflação - ICV DIEESE 60,60% 71,90% 77,12% 92,19% 105,13% 118,94% Reajuste Necessário 2006 a 2018 Total Inflação - ICV DIEESE 60,60% 71,90% 77,12% 92,19% 105,13% 118,94% REAJUSTE EM JANEIRO DE 2013, 2014 e 2015-5% A CADA ANO, 15,76% 15,76% 22,13% 28,24% 34,39% 39,77%

Leia mais

II REUNIÃO CIENTÍFICA - APAMT Associação Médica do Paraná Curitiba/PR 28 de março de 2015

II REUNIÃO CIENTÍFICA - APAMT Associação Médica do Paraná Curitiba/PR 28 de março de 2015 II REUNIÃO CIENTÍFICA - APAMT Associação Médica do Paraná Curitiba/PR 28 de março de 2015 Rua França Rua Pinto, França 332 Pinto, Vila 332 Mariana Vila Mariana - São - Paulo São Paulo Brasil Brasil CEP

Leia mais

Evolução dos Reajustes Salariais

Evolução dos Reajustes Salariais Ano I - nº 3 - Cidade Universitária Zeferino Vaz, junho de 212 Informativo Institucional produzido pela Assessoria de Comunicação da Unicamp Evolução dos Reajustes Salariais Ao mesmo tempo em que garante

Leia mais

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12 JANEIRO 2,8451 2,7133 2,4903 2,3303 2,1669 1,9859 1,7813 1,6288 1,4527 1,3148 1,1940 1,0684 FEVEREIRO 2,8351 2,6895 2,4758 2,3201 2,1544 1,9676 1,7705 1,6166 1,4412 1,3048 1,1840 1,0584 MARÇO 2,8251 2,6562

Leia mais

ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL. (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000)

ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL. (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000) ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000) PLANO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE LONDRINA

Leia mais

Número 131 - novembro de 2013. Imposto de Renda Pessoa Física: Propostas para uma Tributação Mais Justa

Número 131 - novembro de 2013. Imposto de Renda Pessoa Física: Propostas para uma Tributação Mais Justa Número 131 - novembro de 2013 Imposto de Renda Pessoa Física: Propostas para uma Tributação Mais Justa 1 Imposto de Renda Pessoa Física: Propostas Para Uma Tributação Mais Justa É sabido que a política

Leia mais

Algumas PERGUNTAS e RESPOSTAS:

Algumas PERGUNTAS e RESPOSTAS: Algumas PERGUNTAS e RESPOSTAS: (1) Quem exerceu cargo em comissão (CD) ou função de confiança (FG) antes de 8/ 4/ 1998, mas exerceu cargo em comissão (CD) ou função de confiança (FG) no período 9/ 4/ 1998

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE TAXAS DE JUROS / 2011 EMPRÉSTIMO PESSOAL E CHEQUE ESPECIAL

RELATÓRIO ANUAL DE TAXAS DE JUROS / 2011 EMPRÉSTIMO PESSOAL E CHEQUE ESPECIAL RELATÓRIO ANUAL DE TAXAS DE JUROS / 2011 EMPRÉSTIMO PESSOAL E CHEQUE ESPECIAL ANÁLISE COMPARATIVA O levantamento anual envolveu sete instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica

Leia mais

VINCULAÇÃO DOS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS AO SALÁRIO MÍNIMO: O CUSTO DA RECOMPOSIÇÃO DOS BENEFÍCIOS

VINCULAÇÃO DOS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS AO SALÁRIO MÍNIMO: O CUSTO DA RECOMPOSIÇÃO DOS BENEFÍCIOS ESTUDO VINCULAÇÃO DOS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS AO SALÁRIO MÍNIMO: O CUSTO DA RECOMPOSIÇÃO DOS BENEFÍCIOS Cláudia Deud Consultora Legislativa da Área XXI Previdência e Assistência Social ESTUDO JUNHO/2015

Leia mais

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016 Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado do Paraná Safra 2016/2017 Mar/16 0,6048 0,6048 0,6048 66,04 73,77 Abr 0,6232 0,6232 0,5927 64,72 72,29 Mai 0,5585 0,5878 0,5868

Leia mais

Elementos de Análise Financeira Matemática Financeira e Inflação Profa. Patricia Maria Bortolon

Elementos de Análise Financeira Matemática Financeira e Inflação Profa. Patricia Maria Bortolon Elementos de Análise Financeira Matemática Financeira e Inflação O que é Inflação? Inflação É a elevação generalizada dos preços de uma economia O que é deflação? E a baixa predominante de preços de bens

Leia mais

Fonte: Sepe/RJ, Dieese e IBGE Elaboração: Dieese - Subseção Sepe/RJ

Fonte: Sepe/RJ, Dieese e IBGE Elaboração: Dieese - Subseção Sepe/RJ Em praticamente todos os segmentos da sociedade, fala-se muito da importância da educação pública para o desenvolvimento de um povo, e no município do Rio de Janeiro não é diferente. Nas diversas instâncias

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 001 DE 02 DE JANEIRO DE 2014 MENSAGEM

PROJETO DE LEI Nº 001 DE 02 DE JANEIRO DE 2014 MENSAGEM PROJETO DE LEI Nº 001 DE 02 DE JANEIRO DE 2014 Exmo. Sr. Vereador Tayrone Arcanjo Guimarães DD. Presidente da Câmara Municipal de Rio Piracicaba Rio Piracicaba Minas Gerais MENSAGEM Senhor Presidente,

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG004311/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 27/10/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR053641/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46211.008617/2011-50 DATA DO

Leia mais

Indicadores SEBRAE-SP

Indicadores SEBRAE-SP Indicadores SEBRAE-SP Pesquisa de Conjuntura (resultados de julho de 2008) setembro/08 1 Principais destaques Em julho/08 as micro e pequenas empresas (MPEs) apresentaram queda de 3% no faturamento real

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL BOMBINHAS-SC

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL BOMBINHAS-SC LEI COMPLEMENTAR Nº 034, de 13 de dezembro de 2005. Institui o Plano de Carreira, Cargos e Vencimentos do Pessoal do Poder Legislativo do Município de Bombinhas e dá outras providências.. Júlio César Ribeiro,

Leia mais

PLANO DE CARREIRA DOS SERVIDORES EFETIVOS DO TCEMG A LEI 18.799/2010 E A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL. Padrão incial Agente do TCEMG

PLANO DE CARREIRA DOS SERVIDORES EFETIVOS DO TCEMG A LEI 18.799/2010 E A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL. Padrão incial Agente do TCEMG PLANO DE CARREIRA DOS SERVIDORES EFETIVOS DO TCEMG A LEI 18.799/21 E A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL Recentemente, foi publicada a Lei Ordinária n.º 18.799/21, que reajusta o vencimento dos servidores

Leia mais

Demonstrativo das Despesas com Pessoal da UEPB

Demonstrativo das Despesas com Pessoal da UEPB Universidade Estadual da Paraíba UEPB Pró-Reitoria de Recursos Humanos PRRH Pró-reitor Prof. Sandy Gonzaga de Melo Pró-Reitor Adjunto Alberto Edvanildo Sobreira Coura Demonstrativo das Despesas com Pessoal

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito apresentaram em agosto/2014 comportamentos distintos.

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito apresentaram em agosto/2014 comportamentos distintos. PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito apresentaram em agosto/2014 comportamentos distintos. Na pessoa física as taxas de juros tiveram uma pequena elevação sendo esta a décima quinta

Leia mais

ANÁLISE. Oferta cai para imóveis residenciais e comerciais

ANÁLISE. Oferta cai para imóveis residenciais e comerciais PESQUISA ALUGUÉIS Belo Horizonte Outubro de 2009 A Pesquisa ALUGUÉIS levanta as características determinantes dos imóveis disponíveis para alugar em Belo Horizonte a partir de uma amostra das principais

Leia mais

www.anefac.com.br Rua 7 de abril. 125 - conj. 405 - CEP 01043-000 República - São Paulo-SP - Telefone: 11 2808-320 PESQUISA DE JUROS

www.anefac.com.br Rua 7 de abril. 125 - conj. 405 - CEP 01043-000 República - São Paulo-SP - Telefone: 11 2808-320 PESQUISA DE JUROS PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em maio/2014, sendo esta a décima segunda elevação seguida, quinta elevação no ano. Estas elevações podem ser atribuídas

Leia mais

RB CAPITAL RENDA II FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII APRESENTAÇÃO AOS INVESTIDORES. Março/2012

RB CAPITAL RENDA II FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII APRESENTAÇÃO AOS INVESTIDORES. Março/2012 RB CAPITAL RENDA II FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII APRESENTAÇÃO AOS INVESTIDORES Março/2012 Agenda Introdução A Oferta Características do portfolio final do Fundo Rendimento das Cotas Contatos &

Leia mais

Apesar de menor, deflação continua

Apesar de menor, deflação continua 1 São Paulo, 06 de julho de 2006. NOTA À IMPRENSA Apesar de menor, deflação continua Pelo terceiro mês consecutivo, o Índice do Custo de Vida (ICV) calculado pelo DIEESE - Departamento Intersindical de

Leia mais

TARIFA MÉDIA DE CONCESSÃO 2014

TARIFA MÉDIA DE CONCESSÃO 2014 2014 TARIFA MÉDIA DE CONCESSÃO 2014 POTIGÁS DIRETORIA EXECUTIVA ASSESSORIA DE PLANEJAMENTO Este relatório apresenta a metodologia de cálculo da Tarifa Média da POTIGÁS para o ano de 2014, com base no Contrato

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em setembro/2013, sendo esta a quinta elevação no ano. Esta elevação

Leia mais

Taxas de juros das operações de crédito têm terceira elevação no ano, constata ANEFAC

Taxas de juros das operações de crédito têm terceira elevação no ano, constata ANEFAC Taxas de juros das operações de crédito têm terceira elevação no ano, constata ANEFAC Todas as linhas de crédito para pessoas jurídicas subiram. Para pessoas físicas, houve aumento nos juros do comércio,

Leia mais

em seguida veremos como esses dados variam em termos percentuais.

em seguida veremos como esses dados variam em termos percentuais. Introdução O trabalho a seguir desenvolvido tem por finalidade explicar o que são e como funcionam alguns índices econômicos e financeiros, tais como IBOVESPA; NASDAQ, entre outros que aqui serão apresentados,

Leia mais

ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 20/2013

ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 20/2013 ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 20/2013 Data: 27/11/2013. Participantes Efetivos: Edna Raquel Rodrigues Santos Hogemann Presidente, Valcinea Correia da Silva Assessora Especial,

Leia mais

Balanço do Tesouro Direto - Fevereiro 2013

Balanço do Tesouro Direto - Fevereiro 2013 Balanço do Tesouro Direto - Fevereiro 2013 1. Vendas e Resgates Em fevereiro, o montante financeiro vendido no Tesouro Direto foi de R$ 236,1 hões, valor 63% inferior ao mês anterior e 18% menor que o

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013

LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013 LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013 Procedência: Governamental Natureza: PLC/0046.0/2013 DO: 19.729, de 31/12/2013 Fonte: ALESC/Coord. Documentação Fixa o subsídio mensal dos integrantes

Leia mais

RESOLUÇÃO CFP Nº 009/2009

RESOLUÇÃO CFP Nº 009/2009 RESOLUÇÃO CFP Nº 009/2009 Dispõe sobre o reajuste, direitos e deveres dos empregados do Conselho Federal de Psicologia. O CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA, no uso de suas atribuições legais, estatutárias

Leia mais

Indicadores IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Março 2005

Indicadores IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Março 2005 Indicadores IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Março 2005 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro de Estado do Planejamento, Orçamento

Leia mais

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - CONSERVADORA FIX

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - CONSERVADORA FIX BENCHMARK 100.00%CDI Relatório Gerencial Consolidado - Período de 01/04/2015 Posição e Desempenho da Carteira - Resumo a 30/04/2015 pg. 1 Posição Sintética dos Ativos em 30/04/2015 Financeiro % PL FUNDOS

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE TAXAS DE JUROS / 2012 EMPRÉSTIMO PESSOAL E CHEQUE ESPECIAL

RELATÓRIO ANUAL DE TAXAS DE JUROS / 2012 EMPRÉSTIMO PESSOAL E CHEQUE ESPECIAL ANÁLISE COMPARATIVA RELATÓRIO ANUAL DE TAXAS DE JUROS / 2012 EMPRÉSTIMO PESSOAL E CHEQUE ESPECIAL O levantamento anual envolveu sete instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica

Leia mais

Aspectos Gerais sobre a Aplicação da Lei 11.738/08 a. Ericksen Prätzel Ellwanger Assessor jurídico da FECAM

Aspectos Gerais sobre a Aplicação da Lei 11.738/08 a. Ericksen Prätzel Ellwanger Assessor jurídico da FECAM Aspectos Gerais sobre a Aplicação da Lei 11.738/08 a partir da ADI 4167 Ericksen Prätzel Ellwanger Assessor jurídico da FECAM A Lei 11.738/2008 A Lei nº 11.738, de 17/7/2008, instituiu o piso salarial

Leia mais

Política de Valorização do Salário Mínimo: Valor para 2014 será de R$ 724,00

Política de Valorização do Salário Mínimo: Valor para 2014 será de R$ 724,00 Nota Técnica Número 132 dezembro 2013 Política de Valorização do Salário Mínimo: Valor para 2014 será de Salário Mínimo de 2014 será de A partir de 1º de janeiro de 2014, o valor do Salário Mínimo passa

Leia mais

Nossos serviços e práticas

Nossos serviços e práticas Ferramentas online para identificação de características da liderança Nossos serviços e práticas Nosso propósito Transformando estratégias em realidade Nossas práticas Construindo uma organização eficaz

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI Nº 13.421, DE 05 DE ABRIL DE 2010. (publicada no DOE nº 062, de 05 de abril de 2010 2ª edição) Institui a Carreira

Leia mais

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - MODERADA MIX 20

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - MODERADA MIX 20 BENCHMARK RF:80.00% ( 100.00%CDI ) + RV:20.00% ( 100.00%IBRX 100 ) Relatório Gerencial Consolidado - Período de 01/04/2015 Posição e Desempenho da Carteira - Resumo a 30/04/2015 pg. 1 Posição Sintética

Leia mais

Notas sobre o Salário Mínimo e imposto de renda. Número 17 março 2006 NOTA TÉCNICA

Notas sobre o Salário Mínimo e imposto de renda. Número 17 março 2006 NOTA TÉCNICA Notas sobre o Salário Mínimo e imposto de renda Número 17 março 2006 NOTA TÉCNICA Notas sobre o salário mínimo e imposto de renda Impactos dos reajustes E m 2005, as Centrais Sindicais 1 deram continuidade

Leia mais

INDICADORES SETORIAIS E MACROECONÔMICOS

INDICADORES SETORIAIS E MACROECONÔMICOS INDICADORES SETORIAIS E MACROECONÔMICOS DEZEMBRO 2014 INCTF INCTL IGPM IPCA INPC ICV OUTROS ÍNDICE VARIAÇÃO MÊS (%) VARIAÇÃO ANO (%) VARIAÇÃO 12 MESES (%) Índice Nacional do Custos do Transporte de Carga

Leia mais

INDICADORES SETORIAIS E MACROECONÔMICOS

INDICADORES SETORIAIS E MACROECONÔMICOS INDICADORES SETORIAIS E MACROECONÔMICOS MAIO 2015 INCTF INCTL IGPM IPCA INPC ICV OUTROS ÍNDICE VARIAÇÃO MÊS (%) VARIAÇÃO ANO (%) VARIAÇÃO 12 MESES (%) Índice Nacional do Custos do Transporte de Carga Fracionada

Leia mais

Alimentos e eletricidade respondem pela deflação em São Paulo

Alimentos e eletricidade respondem pela deflação em São Paulo Alimentos e eletricidade respondem pela deflação em São Paulo Pelo segundo mês consecutivo, o custo de vida no município de São Paulo registrou taxa negativa de 0,17%, segundo cálculo do DIEESE - Departamento

Leia mais

PLANO DE VALORIZAÇÃO DOS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS E MUDANÇA DO PADRÃO REMUNERATÓRIO DOS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO

PLANO DE VALORIZAÇÃO DOS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS E MUDANÇA DO PADRÃO REMUNERATÓRIO DOS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO PLANO DE VALORIZAÇÃO DOS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS E MUDANÇA DO PADRÃO REMUNERATÓRIO DOS SERVIDORES

Leia mais

RECEBIMENTOS EM ATRASO

RECEBIMENTOS EM ATRASO Página: 1 RECEBIMENTOS EM ATRASO Recibo Unidade: Histórico Valor Total 14107481 46645165 46543815 46653454 46322894 46334708 46653377 46657430 46512906 46652358 46652273 46649795 46415955 46645056 46640429

Leia mais