Configuração do ASTERISK

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Configuração do ASTERISK"

Transcrição

1 Configuração do ASTERISK [INBOUND] // FORA->DENTRO com condições no horário include=> a_trabalhar 9:00-17:30 mon-fri include=> a_n_trabalhar [a_trabalhar] // quem liga de FORA vem para aqui exten=>0,1,dial(zap/1,20) exten=>0,2,goto(menu,s,1) //se!operadora por menu [a_n_trabalhar] exten=>s,1,playback(estamos fechados) //o playback obriga a ouvir exten=>0,2,goto(menu,s,1) [menu] exten=>s,1,background(menu) exten=>1,1,goto(interno) exten=>0,1,wait(20) exten=>0,1,hangup //o background não obriga a ouvir //se n escolherem nada, desligamos [menu_in] exten=>s,1,background(menu_in) //apresentar menu exten=>1,1,goto(extern,s,1) // ir para o contexto ligar para fora exten=>2,1,dial(zap/1,20) // ligar outro número (tipo vendas,etc..) exten=>3,1,goto(cria_conferencia) // criar conferencia dinamicamente exten=>0,1,wait(20) exten=>0,1,hangup [extern] exten=>s,1,background(extwhat) //apresentar menu de escolha exten=>1,1,goto(local) exten=>2,1,goto(international) exten=>3,1,goto(interno) exten=>4,1,goto(directdial) [directdial] exten=>0,1,dial(zap/g2/) exten=>0,2,congestion //marca qualquer coisa que o user puser

2 [international] include=>international_voip include=>international_pt [international_voip] exten=>_3512xnxxxxxx,1,dial(zap/g2/${exten:1}) // internacional PT exten=>_3512xxxxxxxx,2,congestion [international_pt] exten=>_003512xnxxxxxx,1,dial(iax/crit_uk/${exten}) exten=>_003512xnxxxxxx,2,dial(zap/g2/${exten:1}) exten=>_003512xxxxxxxx,3,congestion [interno] exten=>_1xxx,1,dial(zap/g2/${exten:1}) // 4 digitos sendo o 1º 1 exten=>_1xxx,2,congestion // avisar se não conseguir [local] include=>local_voip include=>local_pt [local_voip] exten=>_239xxxxxx,1,dial(zap/g2/${exten:1}) exten=>_239xxxxxx,2,congestion [local_pt] exten=>_239xxxxxx,1,dial(iax/crit_lx/${exten}) exten=>_239xxxxxx,2,dial(zap/g2,${exten:2}) exten=>_239xxxxxx,3,congestion [voic ] //vê quem telefona, e dp só lhe pede exten=> 9999,1,Voic Main(s${CALLERIDNUM}) exten=> 9999,2,Hangup

3 [cria_conferencia] exten=>0000,1,wait(1) exten=>0000,2,meetme( MDi) //http://www.voip-info.org/wiki-asterisk+cmd+meetme [INTERNAL] // DENTRO->DENTRO include=>interno exten=>9,1,dial(zap/1,20) exten=>112,1,goto(nineoneone,s,1) [globals] EMERGENCY=0 EMERGENCY_TRUNK=Zap/17 EMERGENCY_NUM=112 [nineoneone] exten => s,1,setvar(set_emerg_flag=0) exten => s,n(checkavail),chanisavail(${emergency_trunk}) exten => s,n,setglobalvar(emergency=1) exten => s,n,setvar(set_emerg_flag=1) exten => s,n(dial),dial(${emergency_trunk}/${emergency_num}) exten => s,s+2(trunkbusy),gotoif($[${emergency} = 1]?inprogress) exten => s,n,softhangup(${emergency_trunk}-1) exten => s,n,wait(12) exten => s,n,goto(checkavail) exten => s,s+2(inprogress),congestion exten => s,checkavail+101(notavail),goto(trunkbusy) exten => h,1,gotoif($[${set_emerg_flag} = 1]?3) exten => h,3,setglobalvar(emergency=0) Configurações no voic .conf: format=wav49 gsm wav servermail=asterisk // de quem é que vem o (user) attach=yes // se o voic vai junto do de notificação ou não maxmessage=180 // tamanho máximo das mensagens em segundos minmessage=3 // tamanho minimo das mensagens em segundos charset=iso // será que queremos usar UTF-8 para dar para toda a gente? pbxskip=no // deverá aparecer [PBX] no subject do ? fromstring=edgebox's PBX // de quem é que vem o mail subject=... // string a definir o subject do body=... // dá para definir o corpo do usando-se algumas variáveis [default] // este 9999 seria criado com o comando addmailbox 9999 => 1234,<your name in here>,<your address here>

4 Configurações no sip.conf: context=default // ter em atenção como vai ficar definido o INCOMING tos=lowdelay // lowdelay,throughput,reliability,mincost,none videosupport=yes // vamos suportar isto? register => // registar-se num SIP proxy Configurações no cdr_manager.conf: enabled=yes // vamos fazer billing? (este módulo tem que estar carregado: cdr_csv.so) Configurações no cdr_pgsql.conf: [global] hostname=localhost port=5432 dbname=asterisk password=password user=postgres // vamos dar a hipótese de logar noutro sítio que não nosso? Configurações no extensions.conf: atenção que este ficheiro é que leva aquelas definições todas que andam lá por cima Configurações no parking.conf: [general] parkext => 700 // que número é que se marca para fazer o park parkpos => // entre que extenções é que ficam as chamadas paradas (dá para 19 aqui) parkingtime => 45 // tempo máximo para uma chamada ficar em park em segundos (depois o original toca de novo) adsipark = yes // avisa-se via ADSI sobre os parks? pickupexten = *8 // configurar a extensão para se returnar do park Configurações no meetme.conf: conf => num_da_conf,pin // não é necessário se usarmos criação dinâmica Configurações no musiconhold.conf: // o Asterisk precisa de levar reload [classes] default => quietmp3:/var/lib/asterisk/mohmp3

5 Notas: Directory Também é possível a utilização de uma lista telefónica (Directory), valerá a pena investir já nisto nesta fase inicial? Configuração com CISCO clients MeetME Control Audio Os vários sons utilizados pelo sistema encontram-se normalmente em /var/lib/asterisk/sounds e utilizam o formato GSM. Para que se possam implementar outras linguas, devem-se seguir os seguintes critérios: /var/lib/asterisk/sounds/pt digits/pt letters/pt etc definir-se a lingua ou via variável language=pt ou via a função SetLanguage() neste momento existem cerca de 922 sons Telefones (syntaxe) [phone1] type=friend // seria peer se isto se tratasse de um proxy host=dynamic defaultip= username=blah secret=blah // podem usar-se aqui hashes md5 (md5secret=) dtmfmode=rfc2833 ; Choices are inband, rfc2833, or info mailbox=9999 ; Mailbox for message waiting indicator context=sip // todos os telefones, pelo menos inicialmente devem estar no mm callerid="me" <2124>

6 Firewall Portas que devem passar conforme a necessidade: 5060 (tcp/udp) [SIP (alguns só usam a udp)] 4569 (udp) [IAX.v2] 5036 (udp) [IAX] 10000:20000 (udp) [media stream] 2727 (udp) [media gateway protocol] Algumas considerações relativamente à segurança Um dos mecanismos que aumentam a segurança, é a hipótese de não se ter que correr o asterisk com a conta de um utilizador com permissões elevadas (eg. root). Um pequeno tutorial sobre como se por a correr o Asterisk a correr com um utilizador mais limitado encontra-se no seguinte endereço: Deve-se também ter em conta que o algoritmo de encriptação durante a autenticação via protocolo SIP é o MD5, que apesar de não ser o mais seguro, já fornece uma boa camada de confidencialidade e protecção. Aquando a implementação do sistema não se sistema a consulta de um documento da Cisco (http://www.cisco.com/en/us/tech/tk652/tk701/technologies_white_paper09186a00800ae41c.shtml ) onde são descritas implementações práticas de sistemas VOIP. Nos contextos deve-se também ter em conta que não pode ser possível aos utilizadores que ligam de fora possam utilizar a conta da empresa para fazer chamadas à custa da mesma.

Macros no Asterisk. Vicente de Paula Nobre vicente.proj@hotmail.com

Macros no Asterisk. Vicente de Paula Nobre vicente.proj@hotmail.com Vicente de Paula Nobre vicente.proj@hotmail.com São sub-rotinas que tem o objetivo de simplificar o plano de discagem eliminando a necessidade de repetição de regras. As macros funcionam como funções dentro

Leia mais

REDES INTEGRADAS DE COMUNICAÇÕES. Enunciado do Projecto de. VoIP

REDES INTEGRADAS DE COMUNICAÇÕES. Enunciado do Projecto de. VoIP REDES INTEGRADAS DE COMUNICAÇÕES Enunciado do Projecto de VoIP Paulo Rogério Pereira, SETEMBRO DE 2011 1. Objectivo Este trabalho tem como objectivo desenvolver um sistema de Interactive Video Voice Response

Leia mais

Cursos que leciono: 450/451 Cursos da formação (Modalidade Presencial). 442 Construindo PABX IP com asterisk na prática (Modalidade Presencial).

Cursos que leciono: 450/451 Cursos da formação (Modalidade Presencial). 442 Construindo PABX IP com asterisk na prática (Modalidade Presencial). www.4linux.com.br 2 / 25 Apresentação Anderson Julio Trabalho 7 anos com Linux e 2 anos com Asterisk. Certificações: LPI nível 1. Cursos que leciono: 450/451 Cursos da formação (Modalidade Presencial).

Leia mais

O dialplan do Asterisk é especificado no arquivo de configuração chamado de /etc/asterisk/extensions.conf.

O dialplan do Asterisk é especificado no arquivo de configuração chamado de /etc/asterisk/extensions.conf. Entendendo melhor o Dialplan O dialplan é verdadeiramente o coração de qualquer sistema Asterisk, já que define como o Asterisk manipula os telefonemas que chegam e que são enviados. Em resumo, o dialplan

Leia mais

VoIP. em casa. Sistemas VoIP possibilitam estabelecer. Capa. Monte um sistema VoIP doméstico com o Asterisk

VoIP. em casa. Sistemas VoIP possibilitam estabelecer. Capa. Monte um sistema VoIP doméstico com o Asterisk Capa Asterisk Monte um sistema VoIP doméstico com o Asterisk VoIP em casa Basta um computador antigo e o Asterisk para montar um servidor telefônico VoIP em uma rede caseira. Por Martin Loschwitz Sistemas

Leia mais

Implementando Soluções de VoIP com Asterisk. Dov Bigio

Implementando Soluções de VoIP com Asterisk. Dov Bigio Implementando Soluções de VoIP com Asterisk Dov Bigio Apresentação Dov Bigio Dov Bigio dov.bigio@locawebtelecom.com.br Engenheiro da Computação formado pela Escola Politécnica da USP Pós-graduado em Administração

Leia mais

Contato FreeBSD Brasil LTDA Configuração VoIP de Exemplo FreeBSD Brasil LTDA Instrucões Conf VoIP Versão 1.1 PUBLICO pg 1/22

Contato FreeBSD Brasil LTDA Configuração VoIP de Exemplo FreeBSD Brasil LTDA Instrucões Conf VoIP Versão 1.1 PUBLICO pg 1/22 Contato Instrucões Conf VoIP Versão 1.1 pg 1/22 CLASSIFICAÇÃO: X NÃO CLASSIFICADO NÃO CLASSIFICADO PRIVADO X PÚBLICO SECRETO PARTICULAR ALTAMENTE SECRETO PRIVADO Contato Instrucões Conf VoIP Versão 1.1

Leia mais

Modelo de configuração do PBX IP Asterisk 1. Configurando o arquivo sip.conf Exemplo de configuração:

Modelo de configuração do PBX IP Asterisk 1. Configurando o arquivo sip.conf Exemplo de configuração: Modelo de configuração do PBX IP Asterisk 1. Configurando o arquivo sip.conf Usuário: LOGIN Senha: SENHA Porta padrão de registro: 5060 Codec G729a SIP Servers: sip1.directdial.c om.br / sip2.direcdial.com.br

Leia mais

Lojamundi CNPJ: 17.869.444/0001-60 Av. Paranoá Qd. 09 conj. 01 lote 01 sala 304, Paranoá DF CEP: 71.571-012 www.lojamundi.com.br

Lojamundi CNPJ: 17.869.444/0001-60 Av. Paranoá Qd. 09 conj. 01 lote 01 sala 304, Paranoá DF CEP: 71.571-012 www.lojamundi.com.br Configuração Openvox GSM e Asterisk Os Gateways da série VoxStack VOIP são produtos inovadores da Openvox, baseados em Asterisk. Esses equipamentos vêm com um design modular criativo, possibilitando a

Leia mais

Instituto Superior Técnico. Projecto VoIP. Sistema IVVR

Instituto Superior Técnico. Projecto VoIP. Sistema IVVR Instituto Superior Técnico Projecto VoIP Sistema IVVR 68239 Rui Barradas 68477 Helton Miranda 68626 Ludijor Barros 72487 Bruna Gondin Introdução O objectivo deste projecto é desenvolver um sistema de Interactive

Leia mais

Alessandro Paganuchi Consultor de Segurança da Informação

Alessandro Paganuchi Consultor de Segurança da Informação Segurança em VoIP Alessandro Paganuchi Consultor de Segurança da Informação 28/05/2008 www.cpqd.com.br Agenda 1 VoIP Intro 2 Desafios 3 Fatores Motivadores 4 Tendências 5 Segurança em VoIP Direitos reservado

Leia mais

Nasce uma estrela das telecomunicações

Nasce uma estrela das telecomunicações Asterisk CAPA Instalando e configurando o Asterisk Nasce uma estrela das telecomunicações O Asterisk oferece uma forma de baixo custo para aproveitar a tecnologia de telefonia IP, colocando-a em uma faixa

Leia mais

TUTORIAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO BÁSICA DO TRIXBOX

TUTORIAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO BÁSICA DO TRIXBOX TUTORIAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO BÁSICA DO TRIXBOX Material traduzido do Tribox all descubierto feito por Alfredo Certain Yance e modificado por Eric Barbosa Jales de Carvalho Coordenador: Nathan

Leia mais

(Artigo 1) - Asterisk e FreeBSD o Futuro da Telefonia IP.

(Artigo 1) - Asterisk e FreeBSD o Futuro da Telefonia IP. (Artigo 1) - Asterisk e FreeBSD o Futuro da Telefonia IP. Autoria de Marcelo Araujo 09/07/2006 Última Atualização 16/07/2006 FUG-BR / Grupo Brasileiro de Usuarios de FreeBSD Observando o mercado, Ã fã

Leia mais

SCOM 2014/2015. Asterisk. João Teixeira 070503247

SCOM 2014/2015. Asterisk. João Teixeira 070503247 SCOM 2014/2015 Asterisk João Teixeira 070503247 19 de dezembro de 2014 Índice Introdução... 1 Instalação... 2 Instalação do software Asterisk:... 2 Configuração... 5 Criação de extensões... 5 Registo de

Leia mais

Telefonia IP MOT. Prática 1

Telefonia IP MOT. Prática 1 Prática 1 Instalando o proxy SIP Kamailio, configurando os usuários e interligando proxies. Objetivo: Criar um ambiente VoIP básico utilizando o proxy SIP Kamailio que terá suas informações de usuário

Leia mais

Relatório Asterisk. Pedro Brito 100503279

Relatório Asterisk. Pedro Brito 100503279 Relatório Asterisk Unidade Curricular: SCOM Ano Letivo: 2014/2015 Docente: João Manuel Couto das Neves Alunos: Diogo Guimarães 100503158 Pedro Brito 100503279 Índice Introdução... 2 Instalação e Configuração

Leia mais

Asterisk MESTRADO INTEGRADO EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES EEC0048 SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES 2014/2015

Asterisk MESTRADO INTEGRADO EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES EEC0048 SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES 2014/2015 MESTRADO INTEGRADO EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES EEC0048 SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES 2014/2015 RELATÓRIO DO TRABALHO PRÁTICO FINAL Asterisk PEDRO DE SERPA CAIANO ROCHA GONÇALVES TIAGO DOS

Leia mais

Índice. Introdução... 2. Instalação... 2. Configurações... 3. Criação de extensões... 3. Voicemail... 4. Conferências...5. Videochamadas...

Índice. Introdução... 2. Instalação... 2. Configurações... 3. Criação de extensões... 3. Voicemail... 4. Conferências...5. Videochamadas... Índice Introdução... 2 Instalação... 2 Configurações... 3 Criação de extensões... 3 Voicemail... 4 Conferências...5 Videochamadas... 6 Trunks... 6 Filas de espera... 9 Mensagens de Texto... 11 Interactive

Leia mais

Só na 4Linux o aluno aprende MUITO MAIS!

Só na 4Linux o aluno aprende MUITO MAIS! Só na 4Linux o aluno aprende MUITO MAIS! www.4linux.com.br 2 1 - Bem-vindo INSTRUTORES Felipe R. Pasa Flávio Henrique Somensi HORÁRIOS 08:30 as 12:00 Intervalo para cofee-break (15 minutos) 13:30 as 18:00

Leia mais

PABX IP utilizando Asterisk

PABX IP utilizando Asterisk PABX IP utilizando Asterisk Hélio Loureiro [helio AT loureiro DT eng DT br] [hloureiro AT dlinkbrasil DT com DT br] Palestrante Debian desde 2.0 (Hamm) Moderador da lista linux br Hélio Loureiro http://helio.loureiro.eng.br

Leia mais

Implementação de Asterisk (IP PBX) Henrique Cavadas 200803845 José Figueiredo 200604114

Implementação de Asterisk (IP PBX) Henrique Cavadas 200803845 José Figueiredo 200604114 Implementação de Asterisk (IP PBX) Henrique Cavadas 200803845 José Figueiredo 200604114 20 de Dezembro de 2014 Serviços de Comunicações Conteúdo 1 Introdução 2 2 Contextualização 3 2.1 PBX...................................

Leia mais

Serviços de Comunicações RELATÓRIO LABORATORIAL IMPLEMENTAÇÃO DE SOLUÇÃO IP PBX

Serviços de Comunicações RELATÓRIO LABORATORIAL IMPLEMENTAÇÃO DE SOLUÇÃO IP PBX Serviços de Comunicações RELATÓRIO LABORATORIAL IMPLEMENTAÇÃO DE SOLUÇÃO IP PBX 19 de Dezembro de 2014 Carlos Leocádio - ee09313@fe.up.pt Tiago Ferreira - ee10085@fe.up.pt Departamento de Engenharia Electrotécnica

Leia mais

Tellfree Brasil Telefonia IP S.A Julho/2012 Manual de configuração Softphone X-lite 5.0 Uso interno e de clientes Tellfree

Tellfree Brasil Telefonia IP S.A Julho/2012 Manual de configuração Softphone X-lite 5.0 Uso interno e de clientes Tellfree Tellfree Brasil Telefonia IP S.A Julho/2012 Manual de configuração Softphone X-lite 5.0 Uso interno e de clientes Tellfree Elaborado por: Vagner Reser vagner.reser@tellfree.com.br Validado por: Gabriel

Leia mais

Integração SIP Redirect com Asterisk (Rev.2)

Integração SIP Redirect com Asterisk (Rev.2) Integração SIP Redirect com Asterisk (Rev.2) Este tutorial tem a finalidade de configurar seu servidor asterisk para realizar consultas em nossos servidores, através do protocolo SIP. 1) Acesse o diretório

Leia mais

HTVix HA 211. Entrada de alimentação 12VDC / 500mA (Positivo no centro)

HTVix HA 211. Entrada de alimentação 12VDC / 500mA (Positivo no centro) 1 HTVix HA 211 1. Interfaces Entrada de alimentação 12VDC / 500mA (Positivo no centro) Conector RJ11 para conexão de aparelho telefônico analógico ou o adaptador para telefone e rede de telefonia convencional

Leia mais

Nome do estudante:...

Nome do estudante:... Nome do estudante:... Escreva o nome no cabeçalho de todas as folhas de exame que entregar; Apresente as respostas na sua folha de exame segundo a ordem correspondente do enunciado; Leia atentamente o

Leia mais

ASTERISK. João Cepêda & Luís Borges SCOM 2013

ASTERISK. João Cepêda & Luís Borges SCOM 2013 ASTERISK João Cepêda & Luís Borges SCOM 2013 VISÃO GERAL O que é Como funciona Principais Funcionalidades Vantagens vs PBX convencional O QUE É Software open-source, que corre sobre a plataforma Linux;

Leia mais

Complemento a Politica:

Complemento a Politica: Complemento a Politica: Ferramentas de Gerencia de Redes Para a politica de segurança será gerenciado todo o recurso computacional atraves das ferramentas de gerencia Cacti,Nagios e Ntop sendo o cacti

Leia mais

Lojamundi CNPJ: 17.869.444/0001-60 Av. Paranoá Qd. 09 conj. 01 lote 01 sala 304, Paranoá DF CEP: 71.571-012 www.lojamundi.com.br

Lojamundi CNPJ: 17.869.444/0001-60 Av. Paranoá Qd. 09 conj. 01 lote 01 sala 304, Paranoá DF CEP: 71.571-012 www.lojamundi.com.br Como Configurar Gateway Synway SMG 1000 FXO e FXS Olá pessoal! Neste tutorial vamos apresentar e configuar, mais uma novidade que a Lojamundi trouxe para o Brasil, os gateways de telefonia FXO e FXS da

Leia mais

04/04/2008. Desafios VoIP. Contexto de implantação VoIP. Fatores motivadores VoIP

04/04/2008. Desafios VoIP. Contexto de implantação VoIP. Fatores motivadores VoIP Segurança em VoIP Alessandro Paganuchi Consultor de Segurança da Informação 04/04/2008 www.cpqd.com.br Agenda 1 Introdução ao VoIP 2 Desafios VoIP 3 Contexto de implantação VoIP 4 Fatores motivadores VoIP

Leia mais

Procedimento para configuração de Redirecionamento de Portas

Procedimento para configuração de Redirecionamento de Portas 1 Procedimento para configuração de Redirecionamento de Portas 1- Para realizar a configuração de redirecionamento de portas o computador deve estar conectado via cabo Ethernet em uma das portas LAN do

Leia mais

Procedimento de configuração Ponto a Ponto

Procedimento de configuração Ponto a Ponto Procedimento de configuração Ponto a Ponto Entendendo o Cenário: Os equipamentos DVG-2001S estão conectados a um roteador e um telefone convencional. Os 2 equipamentos estão interligados pelos roteadores

Leia mais

Guia Rápido para IVR (URA) da TraiTel

Guia Rápido para IVR (URA) da TraiTel Guia Rápido para IVR (URA) da TraiTel Página 1 Guia Rápido para IVR (URA) da TraiTel O sistema IVR ou URA da TraiTel foi projetado para ser facilmente configurado por pessoas que possuem conhecimento básico

Leia mais

Exemplo de Aplicaça o Facebook

Exemplo de Aplicaça o Facebook HCIM Summer Workshop Guião Hands-on Exemplo de Aplicaça o Facebook 1. Download do Software Development Kit (SDK) O download do SDK do Facebook encontra-se disponível aqui. Depois de fazer o download do

Leia mais

Telefone sem fios Manual de configuração Office

Telefone sem fios Manual de configuração Office Telefone sem fios Manual de configuração Office Índice Configurar o Office sem fios 5 Configurar o seu telefone sem fios 5 Configurar a base do telefone 5 Associar o telefone à base 8 Configurar uma conta

Leia mais

Consulte a área Bancos Aderentes para saber em detalhe todas as informações relativas aos bancos aderentes.

Consulte a área Bancos Aderentes para saber em detalhe todas as informações relativas aos bancos aderentes. SERVIÇO MB Way O que é o MB Way? O MB Way é a primeira solução interbancária que permite fazer compras e transferências imediatas através de smartphone ou tablet. Basta aderir ao serviço num MULTIBANCO,

Leia mais

Trabalho Laborato rio 5 Asterisk

Trabalho Laborato rio 5 Asterisk Trabalho Laborato rio 5 Asterisk Serviços de Comunicações - 2014/2015 Autores: Xavier Araújo José Santos Índice 1. Introdução... 3 2. Asterisk Now... 4 3. Configuração dos Serviços de Comunicação... 5

Leia mais

Manual B.P.S ATA 5xxx Índice

Manual B.P.S ATA 5xxx Índice Manual B.P.S ATA 5xxx Índice 1. Conectando o Adaptador para Telefone Analógico (ATA)...02 2. Configurações básicas...05 2.1 Configuração dos parâmetros de usuário e senha para acessos de banda larga do

Leia mais

Asterisk Manager Interface

Asterisk Manager Interface Asterisk Manager Interface Obejetvo: Utilizar a interface AMI do Asterisk para fechar uma ligação entre dois ramais SIP. Passo 1: Edite o arquivo /etc/asterisk/manager.conf gedit /etc/asterisk/manager.conf

Leia mais

Conselho Geral da Ordem Dos Advogados Departamento Informático

Conselho Geral da Ordem Dos Advogados Departamento Informático Nota Introdutória: Este documento destina-se a guiá-lo(a) através dos vários procedimentos necessários para configurar a sua caixa de correio da Ordem dos Advogados, no programa Microsoft Outlook 2007,

Leia mais

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual do Portal de Selfcare Utilizador

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual do Portal de Selfcare Utilizador Manual do Portal de Selfcare Utilizador Índice 1 Introdução... 3 1.1 Âmbito do Documento... 3 1.2 Acesso... 4 1.3 Autenticação... 4 2 Extensões... 5 2.1 Reencaminhamentos (redireccionamentos)... 6 2.2

Leia mais

Existem muitos assuntos relacionados com o Skype. Logo, esta apresentação focar-seá essencialmente nos aspectos mais importantes sobre a arquitectura

Existem muitos assuntos relacionados com o Skype. Logo, esta apresentação focar-seá essencialmente nos aspectos mais importantes sobre a arquitectura 1 Existem muitos assuntos relacionados com o Skype. Logo, esta apresentação focar-seá essencialmente nos aspectos mais importantes sobre a arquitectura da rede e as funcionalidades do Skype. 2 3 4 PRÓS:

Leia mais

Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores. Serviços de Comunicações 2014/2015 TP5 ASTERISK

Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores. Serviços de Comunicações 2014/2015 TP5 ASTERISK Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Serviços de Comunicações TP5 ASTERISK Bruno Rafael Ribeiro Costa 201005303 Eduardo Nuno Moreira Soares de Almeida 201000641 Professor:

Leia mais

Conselho Geral da Ordem Dos Advogados Departamento Informático

Conselho Geral da Ordem Dos Advogados Departamento Informático Nota Introdutória: Este documento destina-se a guiá-lo(a) através dos vários procedimentos necessários para configurar a sua caixa de correio da Ordem dos Advogados, no programa Microsoft Outlook 2003,

Leia mais

Manual básico de configuração. ATA (Adaptador de Terminal Analógico) Modelo Linksys PAP2T

Manual básico de configuração. ATA (Adaptador de Terminal Analógico) Modelo Linksys PAP2T Manual básico de configuração ATA (Adaptador de Terminal Analógico) Modelo Linksys PAP2T Índice 1 Objetivo deste documento... 3 2 Entendendo o que é um ATA... 3 3 Quando utilizar o ATA... 4 4 Requisitos

Leia mais

Configurando o Adaptador de Telefone na interface WEB para conexões de IP dinâmico (DHCP):

Configurando o Adaptador de Telefone na interface WEB para conexões de IP dinâmico (DHCP): Configurando o Adaptador de Telefone na interface WEB para conexões de IP dinâmico (DHCP): Abaixo segue informações com os passos a serem tomados, bem como os campos a serem preenchidos na interface web

Leia mais

Guia IPBrick Billing

Guia IPBrick Billing Guia IPBrick Billing iportalmais 1 de Outubro de 2010 1 Introdução A crescente aceitação da facturação electrónica por parte dos consumidores e da comunidade empresarial tornou-nos conscientes da necessidade

Leia mais

Configurações básicas de telefones INOC-DBA

Configurações básicas de telefones INOC-DBA Configurações básicas de telefones INOC-DBA O projeto INOC opera atualmente com dois modelos de telefone, CISCO 7940 e CISCO 7942. Confira algumas opções importantes de configuração dos dois modelos a

Leia mais

Asterisk. Introdução. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br

Asterisk. Introdução. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Asterisk Introdução!!!! Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br O que é Asterisk? O Asterisk é um software de PABX que usa o conceito de software! livre. Ele é licenciado através de uma licença do tipo

Leia mais

NetPBX Billing System

NetPBX Billing System 2007 NetPBX Billing System Descrição O NetPBX Billing System é uma ferramenta que foi desenvolvida como solução para pequenos e médios Provedores de Telefonia VoIP (ITSP). Através dele é possível administrar

Leia mais

Trabalho de laboratório sobre ARP

Trabalho de laboratório sobre ARP Trabalho de laboratório sobre ARP Redes de Computadores I - 2007/2008 LEIC - Tagus Park Semana de 3 a 7 de Dezembro 1 Introdução O objectivo desta aula é a familiarização com conceitos básicos do protocolo

Leia mais

Como Conectar e configurar Câmeras FullSec em um DVR CVI de 16CH FullSec -ACESSO REMOTO VIA CELULAR

Como Conectar e configurar Câmeras FullSec em um DVR CVI de 16CH FullSec -ACESSO REMOTO VIA CELULAR Como Conectar e configurar Câmeras FullSec em um DVR CVI de 16CH FullSec -ACESSO REMOTO VIA CELULAR 1- Conectar o DVR à internet via cabo de rede 2- Conectar o DVR na energia e ligar 3- Ao ligar, se o

Leia mais

TUTORIAL PARA CONFIGURAR X-LITE

TUTORIAL PARA CONFIGURAR X-LITE TUTORIAL PARA CONFIGURAR X-LITE Etapa 1 - Para configurar o programa X-lite no seu computador, siga as etapas abaixo. Faz um clique sobre SOFTPHONE, em seguida sobre Account Settings. SOFTPHONE Prepare

Leia mais

Copyright 2001-2005 GrupoPIE Portugal, S.A.

Copyright 2001-2005 GrupoPIE Portugal, S.A. ComServer ComServer A Restauração do Séc. XXI Copyright 2001-2005 GrupoPIE Portugal, S.A. 1. WinREST ComServer...5 1.1. Licença...5 1.2. Instalação...5 1.3. Licenciamento...6 1.4. Interface...7 1.5. Método

Leia mais

VoIP no PTT Metro. Fabricio Tamusiunas NIC.BR

VoIP no PTT Metro. Fabricio Tamusiunas NIC.BR VoIP no PTT Metro Fabricio Tamusiunas NIC.BR Histórico de projetos com VoIP INOC-DBA BR Tutorial Sinalização SIP Tutorial Sistemas Abertos PABX VoIP OpenSICAST Projetos Internos VoIP Peering VoIP Peering

Leia mais

Trabalho de laboratório sobre ARP

Trabalho de laboratório sobre ARP Trabalho de laboratório sobre ARP Redes de Computadores I - 2005/2006 LEIC - Tagus Park Semana de 5 a 9 de Dezembro 1 Introdução O objectivo desta aula é a familiarização com conceitos básicos do protocolo

Leia mais

SIP Session Initiation Protocol

SIP Session Initiation Protocol Session Initiation Protocol Carlos Gustavo A. da Rocha Session Initiation Protocol Desenvolvido pelo IETF RFC 2543 (Fev 1999) RFC 3261 (Jun 2002) É um protocolo de sinalização para sessões multimídia Negociação;

Leia mais

Router VPN DrayTek. Cliente VPN IPSec TheGreenBow. Guia de Configuração. http://www.thegreenbow.com support@thegreenbow.com

Router VPN DrayTek. Cliente VPN IPSec TheGreenBow. Guia de Configuração. http://www.thegreenbow.com support@thegreenbow.com Cliente VPN IPSec TheGreenBow Guia de Configuração Router VPN DrayTek WebSite: Contact: http://www.thegreenbow.com support@thegreenbow.com IPSec VPN Router Configuration Property of TheGreenBow Sistech

Leia mais

TIP60808 Telefonia IP

TIP60808 Telefonia IP TIP60808 Telefonia IP Asterisk PABX IP Prof. Emerson Ribeiro de Mello Instituto Federal de Santa Catarina IFSC campus São José mello@ifsc.edu.br http://docente.ifsc.edu.br/mello/tip 05 de maio de 2017

Leia mais

WRNP 2009. Proxies e Gateways. Núcleo de Computação Eletrônica/UFRJ

WRNP 2009. Proxies e Gateways. Núcleo de Computação Eletrônica/UFRJ WRNP 2009 Proxies e Gateways Núcleo de Computação Eletrônica/UFRJ Tópicos Proxy Troca de tráfego com outras redes Princípios do Proxy do serviço fone@rnp Configuração para operação com o Proxy Conexões

Leia mais

4 Serviços de Aplicação

4 Serviços de Aplicação 4 Serviços de Aplicação A existência de um suporte de comunicação permite a interligação de diversos dispositivos e também a disponibilização de diversas aplicações que adicionam funcionalidades ao sistema.

Leia mais

Licenciatura em Eng.ª Informática Complementos de Redes - 3º Ano - 2º Semestre. Trabalho Nº 4 - VoIP

Licenciatura em Eng.ª Informática Complementos de Redes - 3º Ano - 2º Semestre. Trabalho Nº 4 - VoIP Trabalho Nº 4 - VoIP 1. Introdução A utilização de tecnologia VoIP como alternativa às redes telefónicas tradicionais está a ganhar cada vez mais a aceitação junto dos utilizadores, e está sobretudo em

Leia mais

Introdução ao protocolo SIP*

Introdução ao protocolo SIP* Introdução ao protocolo SIP* 1. SIP (Session Initiation Protocol) Pode se dizer que SIP trata se de um protocolo de controle referente à camada de aplicações do Modelo de Referência OSI (Open System Interconnection),

Leia mais

Manual para a instalação e utilização do VOIP

Manual para a instalação e utilização do VOIP Manual para a instalação e utilização do VOIP Aplicativo para Windows X-lite 5.0 O X-Lite é um programa para realizar ligações através de um computador, que pode ser utilizado com um headset ou com microfone

Leia mais

Redes de Acesso Telefone VoIP WiFi baseado em Windows Mobile

Redes de Acesso Telefone VoIP WiFi baseado em Windows Mobile Telefone VoIP WiFi baseado em Windows Mobile Trabalho realizado pelos alunos: Grupo 17 Índice A Introdução...3 B Objectivos...3 C Especificações, Desenvolvimento e Testes...3 C.1 Especificações...3 C.2

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DO ATA ZINWELL ATA ZT-1000

CONFIGURAÇÃO DO ATA ZINWELL ATA ZT-1000 CONFIGURAÇÃO DO ATA ZINWELL ATA ZT-1000 Características Protocolos Interface de Rede Características das Chamadas Codecs Instalação Física Configuração Acessando o ATA pela primeira vez Modificações a

Leia mais

Tutorial de Configuração do ATA Grandstream HT-503

Tutorial de Configuração do ATA Grandstream HT-503 Tutorial de Configuração do ATA Grandstream HT-503 Este é um ATA (Adaptador para Telefone Analógico) com interfaces WAN e LAN com rede de 10/100 Mbps, permitindo você conectar um aparelho telefônico tradicional,

Leia mais

Avaliação de desempenho do PBX Asterisk. Luís António Pereira de Sousa. Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em

Avaliação de desempenho do PBX Asterisk. Luís António Pereira de Sousa. Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Avaliação de desempenho do PBX Asterisk Luís António Pereira de Sousa Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia de Redes de Comunicações Júri Presidente: Prof. Luís Eduardo Teixeira Rodrigues

Leia mais

Equipa de Informática. E-mail

Equipa de Informática. E-mail Equipa de Informática E-mail Conteúdo - Serviço de Email Página a. E-mail ESEL (utilizador@esel.pt) i. Outlook. Computadores da ESEL.... Computadores fora da ESEL..6. Enviar um E-mail pesquisando um contacto

Leia mais

Relatório Intermédio de. Projecto em Contexto Empresarial I. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source

Relatório Intermédio de. Projecto em Contexto Empresarial I. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Relatório Intermédio de Projecto em Contexto Empresarial I VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Cândido Silva Av. dos Descobrimentos, 333 4400-103 Santa Marinha - Vila Nova de

Leia mais

Manual de Configuração D-LINK Modelo: DVG-1402S Firmware: 1.00.011

Manual de Configuração D-LINK Modelo: DVG-1402S Firmware: 1.00.011 Manual de Configuração D-LINK Modelo: DVG-1402S Firmware: 1.00.011 Para usuários de conexão banda larga do tipo PPPoE (autenticação por usuário e senha) Capítulo 1 Conectando-se à Internet Alguns provedores

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DO SOFTFONE EYEBEAM INSTALAÇÃO CONFIGURANDO A LICENÇA TESTE DE REPRODUÇÃO E GRAVAÇÃO CONFIGURAÇÃO DO SIP SETTINGS

CONFIGURAÇÃO DO SOFTFONE EYEBEAM INSTALAÇÃO CONFIGURANDO A LICENÇA TESTE DE REPRODUÇÃO E GRAVAÇÃO CONFIGURAÇÃO DO SIP SETTINGS Voip do Brasil Telefone: 0800 889 9050 CONFIGURAÇÃO DO SOFTFONE EYEBEAM INSTALAÇÃO CONFIGURANDO A LICENÇA TESTE DE REPRODUÇÃO E GRAVAÇÃO CONFIGURAÇÃO DO SIP SETTINGS CONFIGURAÇÃO DE CODEC G729 AJUSTE DE

Leia mais

Organização da Unidade Curricular

Organização da Unidade Curricular Organização da Unidade Curricular 1 Docente: Halestino Pimentel E-Mail: halestino@ipb.pt Página Pessoal: www.ipb.pt/~halestino Gabinete: 54 Horário de Atendimento: Quarta-feira 11:00h às 13:00h Quinta-feira

Leia mais

Conteúdos. Correio Electrónico Protocolos POP3 e SMTP Endereços de correio electrónico Trabalho Prático

Conteúdos. Correio Electrónico Protocolos POP3 e SMTP Endereços de correio electrónico Trabalho Prático Conteúdos Correio Electrónico Protocolos POP3 e SMTP Endereços de correio electrónico Trabalho Prático O desejo de comunicar é a essência das redes. As pessoas sempre desejaram corresponder entre si através

Leia mais

Manual de Utilizador - Configurações

Manual de Utilizador - Configurações SETEMBRO DE 2015 SEMAIT MANAGEMENT SERVICES AND IT Índice Índice... 1 CloudPanel Admin Website... 2 Adicionar contactos a lista de contactos da sua empresa.... 2 Adicionar novo domínio.... 4 Criar modelo

Leia mais

Configuração dos softphones Zoiper e Linphone para uso. no projeto INOC-DBA.

Configuração dos softphones Zoiper e Linphone para uso. no projeto INOC-DBA. Configuração dos softphones Zoiper e Linphone para uso no projeto INOC-DBA. 1. ZOIPER Disponível para: Windows (Vista, 7 e 8), Mac OSX, Linux, Android (2.1 ou superior), ios (4.3 ou superior), Windows

Leia mais

O que são DNS, SMTP e SNM

O que são DNS, SMTP e SNM O que são DNS, SMTP e SNM O DNS (Domain Name System) e um esquema de gerenciamento de nomes, hierárquico e distribuído. O DNS define a sintaxe dos nomes usados na Internet, regras para delegação de autoridade

Leia mais

Abra o software de programação. Clique na opção VOIP, depois opção configuração conforme as imagens:

Abra o software de programação. Clique na opção VOIP, depois opção configuração conforme as imagens: Caro cliente, atendendo a sua solicitação de auxílio no processo de configuração da placa VoIP na central Impacta, segue um passo-a-passo para ajudar a visualização. Abra o software de programação. Clique

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES CURSO TÉCNICO DE INFORMÁTICA Módulo A REDES DE COMPUTADORES Protocolos de Rede FALANDO A MESMA LÍNGUA Um protocolo pode ser comparado a um idioma, onde uma máquina precisa entender o idioma de outra máquina

Leia mais

PABX baseado em código aberto: Asterisk Utilização, configuração e gerenciamento Fabrício Tamusiunas NIC.BR

PABX baseado em código aberto: Asterisk Utilização, configuração e gerenciamento Fabrício Tamusiunas NIC.BR PABX baseado em código aberto: Asterisk Utilização, configuração e gerenciamento Fabrício Tamusiunas NIC.BR Introdução Solução completa de PABX PSTN IP (SIP, H.323, MGCP, etc.), Pode integrar várias soluções

Leia mais

VoIP @ IRICUP Telefonia IP na Universidade do Porto

VoIP @ IRICUP Telefonia IP na Universidade do Porto VoIP @ IRICUP Telefonia IP na Universidade do Porto Orientador: Prof. Dr. Mário Leitão Co-Orientador: Eng.º Mário Serrão Ricardo Carvalho PSTFC LEEC FEUP Junho, 2006 1 Sumário Objectivos do estágio Vantagens

Leia mais

SugarCRM, Integração com Produtos IPBrick iportalmais

SugarCRM, Integração com Produtos IPBrick iportalmais SugarCRM, Integração com Produtos IPBrick iportalmais iportalmais 12 de Junho de 2012 1 Introdução Este documento ilustra o procedimento de configuração das aplicações necessárias na integração do SugarCRM

Leia mais

Guia de Segurança - Update IPBRICK 11 v5.3

Guia de Segurança - Update IPBRICK 11 v5.3 Guia de Segurança - Update IPBRICK 11 v5.3 iportalmais 1 de Julho de 2013 1 Conteúdo 1 Introdução 4 1.1 Ameaças Básicas à Segurança..................... 4 2 Visão Geral do Update 4 2.1 Master/Slave e Master/Cliente.....................

Leia mais

Especificação da Appliance + SO CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server

Especificação da Appliance + SO CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server Especificação da Appliance + SO CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server Versão: 1.05 Data: 2010-12-15 Appliance CAMES.GT 1 ÍNDICE A Apresentação da Appliance CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server B Características

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DO SOFTFONE EYEBEAM INSTALAÇÃO CONFIGURANDO A LICENÇA TESTE DE REPRODUÇÃO E GRAVAÇÃO CONFIGURAÇÃO DO SIP SETTINGS

CONFIGURAÇÃO DO SOFTFONE EYEBEAM INSTALAÇÃO CONFIGURANDO A LICENÇA TESTE DE REPRODUÇÃO E GRAVAÇÃO CONFIGURAÇÃO DO SIP SETTINGS CONFIGURAÇÃO DO SOFTFONE EYEBEAM INSTALAÇÃO CONFIGURANDO A LICENÇA TESTE DE REPRODUÇÃO E GRAVAÇÃO CONFIGURAÇÃO DO SIP SETTINGS CONFIGURAÇÃO DE CODEC G729 AJUSTE DE VOLUME ONDE CONSEGUIR O SOFTFONE 1 INSTALAÇÃO

Leia mais

Mobilidade na camada de Aplicação. Session Initiation Protocol (SIP)

Mobilidade na camada de Aplicação. Session Initiation Protocol (SIP) Mobilidade na camada de Aplicação usando o Session Initiation Protocol (SIP) Referências: RFC 3261, IETF SIP Working Group http://www.radvision.com www.cs.columbia.edu/hgs/ www.networkcomputing.com Introdução

Leia mais

Falaremos um pouco das tecnologias e métodos utilizados pelas empresas e usuários domésticos para deixar a sua rede segura.

Falaremos um pouco das tecnologias e métodos utilizados pelas empresas e usuários domésticos para deixar a sua rede segura. Módulo 14 Segurança em redes Firewall, Criptografia e autenticação Falaremos um pouco das tecnologias e métodos utilizados pelas empresas e usuários domésticos para deixar a sua rede segura. 14.1 Sistemas

Leia mais

Configurando DNS Server. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com

Configurando DNS Server. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com Configurando DNS Server. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com Entendendo o DNS É o serviço responsável por: Traduzir nomes em endereços IP (e vice-versa), de um determinado

Leia mais

Administração de Sistemas

Administração de Sistemas UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Informática Administração de Sistemas Licenciatura em: - Tecnologias e Sistemas de Informação 5. Serviços de Voz sobre IP Docente: Prof. Joel Rodrigues Ano

Leia mais

SEGURANÇA EM PROTOCOLO SIP

SEGURANÇA EM PROTOCOLO SIP SEGURANÇA EM PROTOCOLO SIP Jeremias Neves da Silva 1 RESUMO Este artigo traz uma forma simplificada para a compreensão de todos os que desejam conhecer um pouco mais sobre segurança em protocolos SIP,

Leia mais

Configurando UCM6104 com GXW4104

Configurando UCM6104 com GXW4104 Configurando UCM6104 com GXW4104 Olá pessoal, hoje iremos aprender como configurar um UCM6104 com GXW4104. Antes de começarmos, irei fala um pouco sobre cada um. UCM61xx: O UCM6100 séries aparelho IP PBX

Leia mais

Terminais SIP Configuração e Operação

Terminais SIP Configuração e Operação Terminais SIP Configuração e Operação Fabricio Tamusiunas Comitê Gestor Internet do Brasil Descrição de terminais SIP Hardware Cisco IP Phone 7940G Software X Lite (Windows e MAC OS X) KPhone (Linux) Cisco

Leia mais

A recomendação H.323 define um arcabouço (guarda-chuva) para a estruturação dos diversos

A recomendação H.323 define um arcabouço (guarda-chuva) para a estruturação dos diversos Videoconferência: H.323 versus SIP Este tutorial apresenta uma avaliação técnica e as tendências que envolvem os serviços providos pela pilha de protocolos do padrão H.323, especificados pelo ITU-T, e

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Instalação em Rede. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Instalação em Rede. v2011 Manual Avançado Instalação em Rede v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Hardware... 3 b) Servidor:... 3 c) Rede:... 3 d) Pontos de Venda... 4 4. SQL Server... 5 e) Configurar porta estática:... 5 5.

Leia mais

Relatório SQUID e SAMBA. Instalação e Configuração de Servidores de Rede

Relatório SQUID e SAMBA. Instalação e Configuração de Servidores de Rede Relatório SQUID e SAMBA INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO Instalação e Configuração de Servidores de Rede Trabalho realizado por: Tiago Conceição Nº 11903 Tiago Maques

Leia mais