BARROCO BRASILEIRO séc. XVIII - XIX

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BARROCO BRASILEIRO séc. XVIII - XIX"

Transcrição

1 Campus São Cristóvão II Coordenador pedagógico de disciplina: Shannon Botelho 8º ano. TURMA: NOME: nº BARROCO BRASILEIRO séc. XVIII - XIX O barroco brasileiro desenvolve-se principalmente em Minas Gerais, devido ao ciclo do ouro no século XVIII. Nessa época, na Europa, os artistas há muito tinham abandonado esse estilo, e a arte voltava-se novamente para os modelos clássicos. O pintor Manuel da Costa Ataíde (A última Ceia) e o escultor e arquiteto Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, são os principais nomes e fundam uma arte nacional. As construções seguem modelos europeus adaptados ao nosso clima. Usando materiais disponíveis encontrados na colônia, tipicamente brasileiros (madeira, pedra-sabão). Os artistas dão um enfoque regionalista à obra. O Barroco no Brasil encontra diferenças marcantes, distanciando-se dos modelos europeus e favorecendo uma cultura mais regional na obra. Trazida ao Brasil pelos portugueses adquire aqui uma feição particular, diferente da europeia. Duas vertentes diferentes caracterizam o barroco no Brasil: - nas regiões enriquecidas pelo comércio de açúcar e pela mineração, encontramos igrejas com trabalhos em madeira, recobertos com finas camadas de ouro, e uma arquitetura suntuosa (Minas Gerais, Bahia, Rio de Janeiro e Pernambuco), - nas regiões onde não existia esse comércio (nem açúcar nem ouro), a arquitetura teve outra feição: as igrejas apresentam trabalhos em madeira bem modestos, realizados por artistas menos experientes e famosos do que os que viviam nas regiões mais ricas da época.

2 Bahia São Paulo Características do Barroco no Brasil: - Claramente associado à religião católica; - Dramaticidade das formas (sofrimento, angústia, medo); - Predominância da linha espiralada, linhas rebuscadas; - Dá ilusão de movimento; - Excede nos ornamentos; - apresenta muitas curvas e dobras; - O contraste do claro-escuro (contrastes dramáticos de luz e sombra); - O colorido: escuras X claras (marrom, dourado, vermelho e verde); - Estilo: formas desequilibradas, dinâmicas e ornamentais; As imagens religiosas feitas em madeira, pedra-sabão e argila às vezes eram pintadas com uma espécie de tinta à base de óleo que dava aspecto brilhante ou com têmpera que produzia aspecto fosco. Muitas eram ornamentadas com finíssimos detalhes em folha de ouro, tinham os olhos de vidro e traziam coroas de prata ou ouro.

3 Nas pinturas e esculturas eram frequentemente usados modelos negros e mulatos, o que dá uma feição tropical às faces e formas corporais das esculturas.

4 Artistas que se destacaram e suas obras: Na pintura destaca-se o Frei Ricardo de Pilar que chegou no Brasil por volta de 1666 permanecendo toda a sua vida no Mosteiro de São Bento, no Rio de Janeiro. Neste mosteiro existem inúmeros painéis pintados por ele em estilo barroco onde se intensificava o colorido, a dramaticidade, o contraste do claroescuro e linhas bastante rebuscadas. Mosteiro de São Bento Também de grande importância foi a presença de dois pintores estrangeiros (holandeses) que romperam a tradição de pintar temas religiosos e passaram a retratar paisagens, cenas do cotidiano, figuras de índios e animais. Eram eles: Frans Post e Albert Eckhout.

5 Frans Post pintava natureza e cenas do cotidiano nos engenhos. Albert Eckhout pintava o cotidiano indígena.

6 No Rio de Janeiro destaca-se o pintor Caetano da Costa e o entalhador, ourives, escultor e arquiteto Mestre Valentim, que cria o conceito de planejamento paisagístico em locais como o Passeio Público; Detalhe do forro da nave da Igreja de São Francisco da Penitência, RJ Obra de Caetano da Costa Coelho Na Bahia, Joaquim José da Rocha e, em São Paulo, padre Jesuíno do Monte Carmelo são grandes artistas do período.

7 - Manuel da Costa Ataíde Painel A Última Ceia, no Colégio do Caraça, executado em Antônio Francisco Lisboa (Aleijadinho) 12 Profetas (Santuário de Bom Jesus de Matosinho. Congonhas do Campo MG) e A Via Sacra ;

8 - Valentim da Fonseca e Silva (Mestre Valentim) Passeio Público. As igrejas de Ouro Preto, de Salvador e de muitas outras cidades testemunham como a nossa arte chegou a um grande refinamento. Barroco Pernambucano Recife tinha grande crescimento econômico, portanto tinha igrejas barrocas ricas e uma das mais importantes é a igreja de São Pedro dos Clérigos. Barroco Baiano Salvador, na metade do século XVII era o centro econômico e a região mais rica do Brasil, por isso era a capital do país. Lá são encontradas igrejas riquíssimas como a de São Francisco de Assis. Essa igreja forma o conjunto arquitetônico barroco mais conhecido da cidade até hoje. No frontão da igreja estão os aspectos mais significativos do Barroco: as linhas curvas. No altar lateral do Sagrado Coração de Jesus há uma talha dourada com inúmeras linhas curvas lembrando flores e conchas. A coluna possui linhas retorcidas e figuras masculinas que dão a impressão de sustentarem uma parte do altar. O revestimento interno é em talha dourada por isso é chamada de a mais rica do Brasil.

9 Barroco Carioca O Rio de Janeiro só foi ter destaque quando começou a ser o intercâmbio entre a região da mineração (Minas Gerais) e Portugal. Em 1763 tornou-se a nova capital do país. A partir daí foram erguidas muitas construção que existem até hoje. A escultura barroca carioca contou com artistas portugueses e um mineiro que morava no RJ, Mestre Valentim que era tão respeitado quanto foi Aleijadinho. Mestre Valentim também era paisagista, mas ficou conhecido devido as suas obras nas igrejas do RJ:

10 Ordem Terceira do Carmo Ordem Terceira de São Francisco da Penitência Santa Cruz dos Militares

11 Barroco Mineiro Na arquitetura os mineiros começaram com a técnica construtiva da taipa de pilão, mas não deu certo porque o terreno era muito duro e pedregoso. Mais tarde depois de várias tentativas com outras técnicas construtivas chegaram aos muros de pedras. No interior das construções tinha uma decoração rica. A integração entre construção e a decoração interior era muito bem feita pelo artista Antônio Francisco Lisboa. Na pintura do barroco mineiro temos em destaque o artista Manuel da Costa Ataíde que fazia sua pintura nos forros de igrejas. Ele dominava a técnica da perspectiva. O teto da Igreja de São Francisco de Assis em Ouro Preto é a obra-prima de Mestre Ataíde.

12 O Barroco marcou o início de uma arte brasileira que procurava afirmar seus próprios valores. Foi um movimento singular da história da Arte no Brasil. Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho ( ) nasce em Vila Rica (atual Ouro Preto), filho de um entalhador português e de uma escrava. Inicia seu trabalho como escultor e entalhador ainda criança, seguindo os passos do pai. Aos 40 anos, contrai uma doença que progressivamente lhe retira os movimentos das pernas e mãos (lepra nervosa). Ele de joelhos imprimiu sua arte nas igrejas, trabalhando com o cinzel amarrado no que restava das mãos. Entre 1796 e 1799 realiza o conjunto do santuário de Bom Jesus de Matozinhos, em Congonhas do Campo, com 66 imagens esculpidas em madeira e os 12 majestosos profetas em pedra-sabão. Valentim da Fonseca e Silva, Mestre Valentim ( ) maior escultor do Brasil depois de Aleijadinho. Sua obra se encontra no Rio de Janeiro. Na Igreja da Santa Cruz dos Militares, toda a obra de talha interna, além das

13 imagens em madeira de São Mateus e São João que estão no Museu Histórico Nacional. Realizou também vários projetos arquitetônicos, como o chafariz das Marrecas, da Praça do Carmo e trabalhos urbanísticos como o plano do Passeio Público, feito em colaboração com outros pintores da época.

14 Manuel da Costa Ataíde (1762) autor de volumosa obra de alta qualidade, dono de traços marcantes e de uma variedade de cores. O domínio da técnica, o poder dos traços, a extensão da obra fazem dele o maior vulto da pintura nessa época. A maior obra é o teto da nave da Igreja da Ordem Terceira de São Francisco de Assis em Ouro Preto.

O Barroco no Brasil. Capitulo 11

O Barroco no Brasil. Capitulo 11 O Barroco no Brasil Capitulo 11 O Barroco no Brasil se desenvolveu do século XVIII ao início do século XIX, época em que na Europa esse estilo já havia sido abandonado. Um só Brasil, vários Barrocos O

Leia mais

aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaa Barroco Barroco Profª Adalgiza

aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaa Barroco Barroco Profª Adalgiza aaa Barroco Origem em Roma no final do século XVI; Disseminado por toda a Europa e, através dos colonizadores espanhóis e portugueses, pelas Américas; Pouco influente nos países protestantes. Suas características

Leia mais

BARROCO O que foi? O barroco foi uma manifestação que caracterizava-se pelo movimento, dramatismo e exagero. Uma época de conflitos espirituais e religiosos, o estilo barroco traduz a tentativa angustiante

Leia mais

RENASCIMENTO ITALIANO

RENASCIMENTO ITALIANO ARTES / 2º ANO PROF.MÍLTON COELHO RENASCIMENTO ITALIANO Contexto histórico O termo significa reviver os ideais greco-romanos; na verdade o Renascimento foi mais amplo, pois aumentou a herança recebida

Leia mais

Roteiros Turísticos. [arte colonial]

Roteiros Turísticos. [arte colonial] Roteiros Turísticos [arte colonial] Ouro Preto [Arte Colonial] A Praça Tiradentes é o ponto central da cidade, como se fosse um divisor. A partir dela, podem-se programar as visitas. Como Ouro Preto possui

Leia mais

Barroco Mineiro. Prof. Percival Tirapeli, Instituto de Artes da UNESP

Barroco Mineiro. Prof. Percival Tirapeli, Instituto de Artes da UNESP Barroco Mineiro Prof. Percival Tirapeli, Instituto de Artes da UNESP Mapa da Estrada Real, por onde escoava o ouro encontrado pelos bandeirantes paulistas em 1692. O Caminho Velho iniciava NO Rio de Janeiro

Leia mais

Os templos religiosos e a formação das Minas Gerais

Os templos religiosos e a formação das Minas Gerais Os templos religiosos e a formação das Minas Gerais Sou apenas uma rua na cidadezinha de Minas. Cruz da Igreja de N. Sra do Carmo Ouro Preto Minas há muitas. Provavelmente a Minas que mais nos fascina

Leia mais

Barroco. www.roginei.com.br

Barroco. www.roginei.com.br Barroco As origens da palavra são incertas. Talvez venha do português barroco ou do espanhol berrueco, que significa pérola de formato irregular. O Juízo Final (1536-1541) afresco de Michelangelo Capela

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO 8º ANO

LISTA DE RECUPERAÇÃO 8º ANO 1 Nome: nº Data: / /2012 ano bimestre Profa.: Denise LISTA DE RECUPERAÇÃO 8º ANO Nota: 1) A arte barroca ganhou espaço e passou a inaugurar um novo período na arte européia, que já havia experimentado

Leia mais

Arquitetura Colonial

Arquitetura Colonial Arquitetura Colonial Introdução l Arquitetura colonial corresponde ao período de 1500 até 1822 l os colonizadores adaptaram as correntes estilísticas da Europa ao Brasil: l condições materiais e sócio-econômicas

Leia mais

Memórias de um Brasil holandês. 1. Responda: a) Qual é o período da história do Brasil retratado nesta canção?

Memórias de um Brasil holandês. 1. Responda: a) Qual é o período da história do Brasil retratado nesta canção? Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2012 Prova bimestral 3 o Bimestre 4 o ano história Data: / / Nível: Escola: Nome: Memórias de um Brasil holandês Nessa terra

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS

CARACTERÍSTICAS GERAIS BARROCO BARROCO Originou-se na Itália, no século XVII e irradiouse pela Europa, adquirindo peculiaridades; Pode ser compreendido como a arte da Contra- Reforma Concílio de Trento (1545-1563); Igreja será

Leia mais

Antropocentrismo (do grego anthropos, "humano"; e kentron, "centro") é uma concepção que considera que a humanidade deve permanecer no centro do

Antropocentrismo (do grego anthropos, humano; e kentron, centro) é uma concepção que considera que a humanidade deve permanecer no centro do ARTE GÓTICA A Arte Gótica se desenvolveu na Europa entre os séculos XII e XV e foi uma das mais importantes da Idade Média, junto com a Arte Românica. Ela teve grande influencia do forte Teocentrismo (O

Leia mais

PERÍODO DE 22 À 26/10/14

PERÍODO DE 22 À 26/10/14 BELO HORIZONTE + CONGONHAS + TIRADENTES + SÃO JOÃO DEL REI + MARIANA + OURO PRETO Viagem no Túnel do tempo para conhecer parte da História do nosso Brasil e vivenciar pessoalmente tudo aquilo que está

Leia mais

NEJAD EXAME SUPLETIVO 2016 ENSINO FUNDAMENTAL DISCIPLINA DE ARTE

NEJAD EXAME SUPLETIVO 2016 ENSINO FUNDAMENTAL DISCIPLINA DE ARTE NEJAD EXAME SUPLETIVO 2016 ENSINO FUNDAMENTAL DISCIPLINA DE ARTE ARTE RUPESTRE Arte rupestre é o nome da mais antiga representação artística da história do homem. Os mais antigos indícios dessa arte são

Leia mais

Patrimônio da Humanidade BRASIL

Patrimônio da Humanidade BRASIL Patrimônio da Humanidade BRASIL Patrimônio da Humanidade BRASIL Um local denominado patrimônio mundial é reconhecido pela UNESCO (Organização das Nações Unidas ara a Educação, a Ciência e a Cultura) como

Leia mais

ISSN 2236-0719. Organização Ana Maria Tavares Cavalcanti Maria de Fátima Morethy Couto Marize Malta

ISSN 2236-0719. Organização Ana Maria Tavares Cavalcanti Maria de Fátima Morethy Couto Marize Malta ISSN 2236-0719 Organização Ana Maria Tavares Cavalcanti Maria de Fátima Morethy Couto Marize Malta Universidade Estadual de Campinas Outubro 2011 Apresentação de Mesa-Redonda - 5 Carlos Gonçalves Terra

Leia mais

O trabalho escravo no Brasil Algumas imagens

O trabalho escravo no Brasil Algumas imagens O trabalho escravo no Brasil Algumas imagens Jean Baptiste Debret nasceu em Paris, na França, em 18 de abril de 1768. Formado pela Academia de Belas Artes de Paris, Debret foi um dos membros da Missão

Leia mais

Arte 1º. Ano do Ensino Médio. Linha do Tempo da História da Arte (Períodos/ Movimentos Artísticos/ Contexto Histórico).

Arte 1º. Ano do Ensino Médio. Linha do Tempo da História da Arte (Períodos/ Movimentos Artísticos/ Contexto Histórico). Arte 1º. Ano do Ensino Médio 1º. Trimestre - Conteúdo Avaliativo: Linha do Tempo da História da Arte (Períodos/ Movimentos Artísticos/ Contexto Histórico). Períodos Artísticos: Pré-História/Idade Antiga

Leia mais

A arte na Grécia. Capítulo 3

A arte na Grécia. Capítulo 3 A arte na Grécia Capítulo 3 Por volta do século X a. C, os habitantes da Grécia continental e das ilhas do mar Egeu formavam pequenas comunidades, distantes umas das outras, e falavam diversos dialetos.

Leia mais

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 Pontos NOTA: RELAÇÃO DOCONTEÚDO PARA A RECUPERAÇÃO FINAL

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 Pontos NOTA: RELAÇÃO DOCONTEÚDO PARA A RECUPERAÇÃO FINAL DISCIPLINA: ARTE PROFESSORA: Cristiana de Souza DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 Pontos NOTA: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 6º ANO TURMA: ALUNO (A): RELAÇÃO DOCONTEÚDO PARA A RECUPERAÇÃO FINAL Nº: 01.

Leia mais

JOSÉ DA CONCEIÇÃO E SILVA

JOSÉ DA CONCEIÇÃO E SILVA ENTALHADORES E SANTEIROS ENTALHADORES E SANTEIROS DO BARROCO 1 A. FASE FREI DOMINGOS DA CONCEIÇÃO Escultor, entalhador e santeiro, nasceu em Matosinhos, Portugal, em c. 1643. Aprendeu o ofício de escultor

Leia mais

Arte Românica e Gótica. 6º Ano 2015 Artes Professor Juventino

Arte Românica e Gótica. 6º Ano 2015 Artes Professor Juventino Arte Românica e Gótica 6º Ano 2015 Artes Professor Juventino Arte Românica O estilo românico germinou, desde o final do século X até XIII. Sua denominação foi dada por arqueólogos do século XIX, quando

Leia mais

O Barroco Colonial e o Mosteiro de São Bento no Rio de Janeiro

O Barroco Colonial e o Mosteiro de São Bento no Rio de Janeiro O Barroco Colonial e o Mosteiro de São Bento no Rio de Janeiro Roberto Hofmann, São Bento, Rio de Janeiro, 23 de Junho 2002 O Barroco Colonial Principais intenções dos colonizadores portugueses: Tomar

Leia mais

Azulejo Coleção do Museu de Évora

Azulejo Coleção do Museu de Évora Azulejo Coleção do Museu de Évora De facto, é a força cenográfica da arte do Azulejo, a sua disponibilidade para animar espaços arquitetónicos (vejam-se os revestimentos integrais de padronagem do século

Leia mais

«ARTE CHINESA E A CULTURA DE MACAU»

«ARTE CHINESA E A CULTURA DE MACAU» «ARTE CHINESA E A CULTURA DE MACAU» No espólio museológico da CGD A partir do século XVI Macau tornou-se um ponto central na comunicação e divulgação entre a Civilização Europeia e Chinesa, uma fronteira

Leia mais

3.3 O Largo do Carmo e seu entorno

3.3 O Largo do Carmo e seu entorno 3.3 O Largo do Carmo e seu entorno O Largo do Carmo, como ainda é conhecido o espaço público na frente das igrejas da Ordem Primeira e Terceira do Carmo, e ao lado do Teatro Vasques. Seu entorno conserva

Leia mais

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2013 ( ) ENSINO ( ) PESQUISA ( X ) EXTENSÃO 1. Título: Cidades Históricas de Minas Gerais Angra e Paraty/RJ Área temática: Patrimônio Artístico, Histórico e Cultural 2. Responsável

Leia mais

De que jeito se governava a Colônia

De que jeito se governava a Colônia MÓDULO 3 De que jeito se governava a Colônia Apresentação do Módulo 3 Já conhecemos bastante sobre a sociedade escravista, especialmente em sua fase colonial. Pouco sabemos ainda sobre a organização do

Leia mais

Antiguidade século IV. Arte Bizantina

Antiguidade século IV. Arte Bizantina Antiguidade século IV Arte Bizantina Na Antiguidade, além da arte Egípcia e Grega, também encontram-se a Romana, Paleocristã e Bizantina... Enquanto os romanos desenvolviam uma arte colossal e espalhavam

Leia mais

ESTRADA REAL. Melhor época

ESTRADA REAL. Melhor época ESTRADA REAL Bem-vindo(a) ao Brasil do século XVIII. Era ao longo destes caminhos que as coisas aconteciam durante os 100 anos em que este foi o eixo produtivo mais rico do jovem país que se moldava e

Leia mais

Perfil do artista LOURES. pintor & escultor. Revista Nós Cultura, Estética e Linguagens v.01 n.01-2016 ISSN 2448-1793

Perfil do artista LOURES. pintor & escultor. Revista Nós Cultura, Estética e Linguagens v.01 n.01-2016 ISSN 2448-1793 216 Perfil do artista LOURES pintor & escultor 217 Perfil escrito por José Loures Mestre em Arte e Cultura Visual 218 Loures, perfil biográfico José Rodrigues Loures, ou simplesmente Loures, nasceu em

Leia mais

Igrejas paulistas: barroco e rococó

Igrejas paulistas: barroco e rococó Igrejas paulistas: barroco e rococó Vanessa Proença Título da obra: Igrejas paulistas: barroco e rococó. Autor: Percival Tirapeli 1 Um grande catálogo: é essa a impressão que o livro nos passa. A proposta

Leia mais

RoteiRo visita a mão afro-brasileira nas artes visuais

RoteiRo visita a mão afro-brasileira nas artes visuais Roteiro de visita A mão afro-brasileira nas Artes Visuais 1 Arte O Núcleo de Educação do Museu Afro Brasil convida você a conhecer algumas obras de seu acervo por meio de um roteiro virtual. A exposição

Leia mais

Idade Média. Barroco RENASCIMENTO. Prof. Vinicius Rodrigues

Idade Média. Barroco RENASCIMENTO. Prof. Vinicius Rodrigues Idade Média, RENASCIMENTO Barroco e Prof. Vinicius Rodrigues LITERATURA MEDIEVAL Alta Idade Média TROVADORISMO (Século XI-XIV) Novelas de Cavalaria (PROSA) - O herói-cavaleiro carrega os ideias da Igreja

Leia mais

Cabral Moncada Leilões. LEILÃO DE PINTURA, ANTIGUIDADES, OBRAS DE ARTE, PRATAS E JÓIAS LEILÃO 102 15, 16 e 17 de Dezembro de 2008

Cabral Moncada Leilões. LEILÃO DE PINTURA, ANTIGUIDADES, OBRAS DE ARTE, PRATAS E JÓIAS LEILÃO 102 15, 16 e 17 de Dezembro de 2008 LEILÃO DE PINTURA, ANTIGUIDADES, OBRAS DE ARTE, PRATAS E JÓIAS LEILÃO 102 15, 16 e 17 de Dezembro de 2008 Pintura 452 "CENA DA PAIXÃO DE CRISTO", óleo sobre tela, moldura em madeira pintada de negro e

Leia mais

O barroco O caso Francês e o barroco no mundo

O barroco O caso Francês e o barroco no mundo O barroco O caso Francês e o barroco no mundo O caso Francês Em França, as concepções renascentistas permaneceram até mais tarde, pois houve uma grande resistência ao Barroco por parte das academias. Quando

Leia mais

ARTE NO EGITO ANTIGO

ARTE NO EGITO ANTIGO ARTE NO EGITO ANTIGO Ao longo do rio Nilo e principalmente na região norte - o Delta - ; e na região sul dos rios Eufrates e Tigre, desenvolveram-se as primeiras civilizações. No Egito desenvolveu-se um

Leia mais

ARTE PRÉ-COLOMBIANA: nas artes, a arquitetura e a escultura foram dominantes. A pintura e o desenho foram relativamente apagados.

ARTE PRÉ-COLOMBIANA: nas artes, a arquitetura e a escultura foram dominantes. A pintura e o desenho foram relativamente apagados. ARTE PRÉ-COLOMBIANA: nas artes, a arquitetura e a escultura foram dominantes. A pintura e o desenho foram relativamente apagados. Três principais civilizações: Maias; Astecas; Incas. Civilização Maia:

Leia mais

ALEIJADINHO. Espanha, Holanda, Bélgica e França. Na Europa, perdura até meados do século

ALEIJADINHO. Espanha, Holanda, Bélgica e França. Na Europa, perdura até meados do século ALEIJADINHO Escultor, entalhador e arquiteto mineiro (1730-1814). Antônio Francisco Lisboa nasce em Vila Rica, atual Ouro Preto, filho de um mestre-de-obras português e de uma escrava. Seguindo os passos

Leia mais

Belo Horizonte (MG) - Capela do Colégio Sagrado Coração de Jesus ganha reforma e será reaberta em breve

Belo Horizonte (MG) - Capela do Colégio Sagrado Coração de Jesus ganha reforma e será reaberta em breve Belo Horizonte (MG) - Capela do Colégio Sagrado Coração de Jesus ganha reforma e será reaberta em breve Escola é considerada um marco da história educacional de Belo Horizonte. Adriana Vilaça tinha 11

Leia mais

Jesuítas : Arte e Ciência: o legado da Companhia de Jesus na América Latina

Jesuítas : Arte e Ciência: o legado da Companhia de Jesus na América Latina Jesuítas : Arte e Ciência: o legado da Companhia de Jesus na América Latina Simpósio Nacional : Bicentenário da Restauração da Companhia de Jesus (1814-2014) Parte II Prof. Dr. Percival Tirapeli Instituto

Leia mais

MÓDULO 03 CICLOS ECONÔMICOS E REBELIÕES COLONIAIS

MÓDULO 03 CICLOS ECONÔMICOS E REBELIÕES COLONIAIS MÓDULO 03 CICLOS ECONÔMICOS E REBELIÕES COLONIAIS 3.1- A AGROMANUFATURA AÇUCAREIRA O COMPLEXO AÇUCAREIRO ( XVI / XVII ) - Pré-condições favoráveis( solo, clima, mão-deobra,mercado externo ) - Participação

Leia mais

Colégio Pedro II Departamento de Desenho e Artes Visuais

Colégio Pedro II Departamento de Desenho e Artes Visuais Colégio Pedro II Departamento de Desenho e Campus São Cristóvão II Coordenador pedagógico de Disciplina: Shannon Botelho 7º ano. TURMA: NOME: nº ARTE PÁLEO-CRISTÃ OU DAS CATACUMBAS Surgiu com os primeiros

Leia mais

O presépio Ibero-americano na coleção do Museu de Arte Sacra de São Paulo: um estudo tipológico

O presépio Ibero-americano na coleção do Museu de Arte Sacra de São Paulo: um estudo tipológico O presépio Ibero-americano na coleção do Museu de Arte Sacra de São Paulo: um estudo tipológico Dr. Luciano Migliaccio* FAU / USP Doutoranda Eliana Ambrosio** UNICAMP Esta apresentação é parte de uma pesquisa

Leia mais

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / NOME:

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / NOME: 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / NOME: Quando os portugueses chegaram ao Brasil, em 1500, observaram que os índios expressavam-se através da pintura em seus corpos, em objetos e em paredes. A arte

Leia mais

Locais a Visitar na Vila de Almodôvar

Locais a Visitar na Vila de Almodôvar Locais a Visitar na Vila de Almodôvar Igreja Matriz de Almodôvar A matriz é o monumento mais visitado do Concelho de Almodôvar e é dedicada a Santo Ildefonso, sendo que D. Dinis doou-a à Ordem de Santiago,

Leia mais

Arte no Século XX. Prof Cleber Lima

Arte no Século XX. Prof Cleber Lima Arte no Século XX Prof Cleber Lima CURSO Licenciatura em Música DISCIPLINA Arte no Século XX REGIME Semestral SÉRIE 1º, 2º e 3º Semestre ANO LETIVO 2012 C.H. 80 PROFESSOR Cleber Lima EMENTA A disciplina

Leia mais

DOSSIÊ DE TOMBAMENTO DAS IMAGENS DOS TRÊS REIS MAGOS

DOSSIÊ DE TOMBAMENTO DAS IMAGENS DOS TRÊS REIS MAGOS DOSSIÊ DE TOMBAMENTO DAS IMAGENS DOS TRÊS REIS MAGOS PORTEIRINHA - MG MARÇO DE 2002 INTRODUÇÃO Este dossiê contém as informações sobre as três imagens dos Santos Reis, que pertencem a Igreja de Santos

Leia mais

1 substituição do teto de madeira por abóbadas. 2 grande espessura das paredes,

1 substituição do teto de madeira por abóbadas. 2 grande espessura das paredes, Arte românica é o nome dado ao estilo artístico vigente na Europa entre os séculos XI e XIII. O estilo é visto principalmente nas igrejas católicas construídas após a expansão do cristianismo pela Europa

Leia mais

ARTES AVALIAÇÃO. Aula 3.2 - AVALIAÇÃO

ARTES AVALIAÇÃO. Aula 3.2 - AVALIAÇÃO Aula 3.2-2 1. A Anunciação é uma das obras mais conhecidas de Leonardo da Vinci. Feita por volta do ano de 1472, ela retrata uma das cenas bíblicas mais famosas de todos os tempos. Escreva nas linhas abaixo

Leia mais

A arte da Europa Ocidental no início da Idade Média

A arte da Europa Ocidental no início da Idade Média Natal, RN / /2014 ALUNO: Nº SÉRIE/ANO: TURMA: TURNO: 7º D V DISCIPLINA: TIPO DE ATIVIDADE: PROFESSOR (A): HISTÓRIA DA ARTE TEXTO COMPLEMENTAR - III 1º trimestre TATIANE A arte da Europa Ocidental no início

Leia mais

Aleijadinho. Alunos: Carina Giacomini Júlio César Antunes Nogueira Leonardo Miyahira Thaysa Taíra Silva

Aleijadinho. Alunos: Carina Giacomini Júlio César Antunes Nogueira Leonardo Miyahira Thaysa Taíra Silva Aleijadinho Alunos: Carina Giacomini Júlio César Antunes Nogueira Leonardo Miyahira Thaysa Taíra Silva Vida e obra de Aleijadinho Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, nasceu em Vila Rica, hoje Ouro

Leia mais

Escola Secundária da Ramada

Escola Secundária da Ramada Escola Secundária da Ramada Nome: Margarida Isabel dos Santos Fonseca Turma: 11ºI Número: 7 Disciplina: História da Cultura e das Artes Professora: Maria do Céu Pascoal Data: 09 de Junho de 2006 1/11 Introdução

Leia mais

CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL AULA ARTES. Aula 4.2 Conteúdo: Romantismo Realismo Impressionismo

CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL AULA ARTES. Aula 4.2 Conteúdo: Romantismo Realismo Impressionismo Aula 4.2 Conteúdo: Romantismo Realismo Impressionismo 1 Habilidades: Reconhecer diferentes funções da arte, do trabalho de produção dos artistas em seus meios culturais. 2 Romantismo Designa uma tendência

Leia mais

Fig. 189 Sé de Elvas, fachada lateral poente em 1942, IHRU/DGEMN, Sistema de Informação, Fontes Documentais, Fotografias e Desenhos, Sé de Elvas/Igreja de Nossa Senhora da Assunção, FOTO.0178427, N.º IPA

Leia mais

1) Em novembro de 1807, a família real portuguesa deixou Lisboa e, em março de 1808, chegou ao Rio de Janeiro. O acontecimento pode ser visto como:

1) Em novembro de 1807, a família real portuguesa deixou Lisboa e, em março de 1808, chegou ao Rio de Janeiro. O acontecimento pode ser visto como: 1) Em novembro de 1807, a família real portuguesa deixou Lisboa e, em março de 1808, chegou ao Rio de Janeiro. O acontecimento pode ser visto como: a) incapacidade dos Braganças de resistirem à pressão

Leia mais

INSTRUÇÕES NÃO AMASSE, NÃO DOBRE, NÃO SUJE, NÃO RASURE ESTE MATERIAL.

INSTRUÇÕES NÃO AMASSE, NÃO DOBRE, NÃO SUJE, NÃO RASURE ESTE MATERIAL. INSTRUÇÕES Para a realização destas provas, você recebeu este Caderno de Questões e duas Folhas de Respostas. NÃO AMASSE, NÃO DOBRE, NÃO SUJE, NÃO RASURE ESTE MATERIAL. 1. Caderno de Questões Verifique

Leia mais

ESCOLA ADVENTISTA SANTA EFIGÊNIA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL

ESCOLA ADVENTISTA SANTA EFIGÊNIA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL ESCOLA ADVENTISTA SANTA EFIGÊNIA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL Rua Prof Guilherme Butler, 792 - Barreirinha - CEP 82.700-000 - Curitiba/PR Fone: (41) 3053-8636 - e-mail: ease.acp@adventistas.org.br

Leia mais

COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO. Aluno (a): Série:

COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO. Aluno (a): Série: COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO Aluno (a): Série: Nº. Data: / /2012 Professor(a): Rosilene Ardengui 7º Ano CALIGRAFIA TÉCNICA OU

Leia mais

ARTE PRÉ-HISTÓRICA. IDADE DOS METAISaproximadamente 5.000 a 3.500 a.c. aparecimento de metalurgia; invenção da roda;

ARTE PRÉ-HISTÓRICA. IDADE DOS METAISaproximadamente 5.000 a 3.500 a.c. aparecimento de metalurgia; invenção da roda; ARTE PRÉ-HISTÓRICA PALEOLÍTICO INFERIOR aproximadamente 5.000.000 a 25.000 a.c.; controle do fogo; e instrumentos de pedra e pedra lascada, madeira e ossos: facas, machados. PALEOLÍTICO SUPERIOR instrumentos

Leia mais

Arte Cristã Primitiva

Arte Cristã Primitiva Arte Cristã Primitiva 1º Ano 1º Bimestre 2015 A clandestinidade Dois Momentos 1º - Clandestino e perseguidos pelos romanos 2 - Aceitação da religião cristã Os primeiros cristãos de origem humilde, reuniam-se

Leia mais

A Arte do Renascimento

A Arte do Renascimento A Arte do Renascimento Estas duas pinturas têm o mesmo tema mas são muito diferentes. Porquê? Nossa Senhora e Criança (Idade Média) Nossa Senhora e Criança (Renascimento) Surgiu em Itália: Séc. XV (Quattrocento)

Leia mais

Casa do Mundo Rural de Prados

Casa do Mundo Rural de Prados Casa do Mundo Rural de Prados A Casa do Mundo Rural de Prados, pretende retratar uma época em que a agricultura, associada à pastorícia eram as principais actividades económicas da população, praticando

Leia mais

ARTE BARROCA. História

ARTE BARROCA. História História 01 : contexto 01 : MIGUEL ÂNGELO : David 02 : BERNINI : David : Surge em Itália : Difunde-se por quase toda a Europa : Implantada noutros continentes por europeus : Séc XVII XVIII : Século XVIII

Leia mais

EXERCÍCIOS SOBRE RENASCIMENTO

EXERCÍCIOS SOBRE RENASCIMENTO EXERCÍCIOS SOBRE RENASCIMENTO TEXTO O termo Renascimento é comumente aplicado à civilização européia que se desenvolveu entre 1300 e 1650. Além de reviver a antiga cultura greco-romana, ocorreram nesse

Leia mais

Os negros na formação do Brasil PROFESSORA: ADRIANA MOREIRA

Os negros na formação do Brasil PROFESSORA: ADRIANA MOREIRA Os negros na formação do Brasil PROFESSORA: ADRIANA MOREIRA ESCRAVIDÃO ANTIGA A escravidão é um tipo de relação de trabalho que existia há muito tempo na história da humanidade. Na Antiguidade, o código

Leia mais

Palácio de Versailles. Amanda Mantovani Douglas Gallo Gilberto Nino Julia Coleti

Palácio de Versailles. Amanda Mantovani Douglas Gallo Gilberto Nino Julia Coleti Palácio de Versailles Amanda Mantovani Douglas Gallo Gilberto Nino Julia Coleti O Palácio de Versalhes (em francês Château de Versailles) é um château real localizado na cidade de Versalhes, uma aldeia

Leia mais

A pintura de natureza-morta (com temática de arranjos de frutas, legumes e utensílios domésticos) surgiu como um gênero mais simplório, no início do

A pintura de natureza-morta (com temática de arranjos de frutas, legumes e utensílios domésticos) surgiu como um gênero mais simplório, no início do A pintura de natureza-morta (com temática de arranjos de frutas, legumes e utensílios domésticos) surgiu como um gênero mais simplório, no início do Barroco, derivado das pinturas que representavam cenas

Leia mais

Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo

Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo Prefeitura do Município de São Paulo Secretaria Municipal de Cultura Departamento do Patrimônio Histórico Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São

Leia mais

Amarílis Maria de Medeiros Chaves

Amarílis Maria de Medeiros Chaves Amarílis Maria de Medeiros Chaves Amarílis Chaves nasceu em Belo Horizonte, onde muito cedo despertou para as Artes Plásticas, nunca mais tendo parado este percurso, sempre na procura do traço certo, da

Leia mais

Proposta para a apresentação ao aluno. Apresentação Comunidade 1

Proposta para a apresentação ao aluno. Apresentação Comunidade 1 Introdução Você iniciará agora uma viagem ao mundo da História. Anote tudo que achar interessante, os patrimônios que conhece, as dúvidas que tiver e, depois, debata em sala de aula com seus colegas e

Leia mais

Roteiro de visita: A mão afrobrasileira nas Artes Visuais

Roteiro de visita: A mão afrobrasileira nas Artes Visuais Esse roteiro propõe um percurso pelo Núcleo de Artes da exposição permanente do Museu Afro Brasil. Com ele, o visitante terá oportunidade de conhecer e observar obras de arte produzidas por mãos afro-brasileiras.

Leia mais

BARROCO. 1766 Aleijadinho projeta a Igreja de São Francisco de Assis.

BARROCO. 1766 Aleijadinho projeta a Igreja de São Francisco de Assis. 1. INTRODUÇÃO Historicismo 1523 Reforma Protestante de Lutero. 1541 Contra-Reforma Católica. 1542 Instaurada a Santa Inquisição pelo Concílio de Trento. 1600 Caravaggio pinta A Conversão de Santo Paulo.

Leia mais

Leonardo da Vinci. Auto-retrato de Leonardo da Vinci

Leonardo da Vinci. Auto-retrato de Leonardo da Vinci Leonardo da Vinci Auto-retrato de Leonardo da Vinci Introdução Leonardo da Vinci, artista renascentista italiano, nasceu em 15/04/1452. Existem algumas dúvidas sobre a cidade de seu nascimento: para alguns

Leia mais

Obras desconhecidas de Miguelzinho Dutra

Obras desconhecidas de Miguelzinho Dutra Obras desconhecidas de Miguelzinho Dutra Ruth Sprung Tarasantchi Depto de Artes Plásticas da ECA/USP Foi em 1981 que o Museu de Arte de São Paulo (MASP), juntamente com o Museu Paulista, mostraram uma

Leia mais

- Transição da Idade Média para Idade Moderna

- Transição da Idade Média para Idade Moderna Renascimento - Transição da Idade Média para Idade Moderna - Movimento que começou na Itália por volta do século XV devido ao grande desenvolvimento econômico das cidades italianas (Genova, Veneza, Milão,

Leia mais

MERCURE SALVADOR RIO VERMELHO HOTEL

MERCURE SALVADOR RIO VERMELHO HOTEL LOCAL DO EVENTO O XLI CONSOLDA 2015 será realizado de 12 a 15 de outubro no MERCURE SALVADOR RIO VERMELHO HOTEL - Rua Fonte do Boi 215 - Rio Vermelho, Salvador-BA - 41940-360 Fone: (71) 3172-9200. Mercure

Leia mais

ARTE PROTO-GREGA, GREGA E HELENÍSTICA

ARTE PROTO-GREGA, GREGA E HELENÍSTICA ARTE PROTO-GREGA, GREGA E HELENÍSTICA Arte Proto-Grega A arte Proto-Grega também é conhecida como Creto-Micênica. Na Ilha de Creta, no Mar Egeu, desenvolveu-se uma civilização que deixou como principal

Leia mais

Características gerais

Características gerais Introdução Início no século XVII, na Itália A Europa passava pela Contrarreforma Rompeu com o equilíbrio entre arte e ciência ideal do Renascimento Buscou conciliar, em um mesmo plano, forças antagônicas

Leia mais

BARROCO. Pintura. 8º Ano Artes 2º bimestre

BARROCO. Pintura. 8º Ano Artes 2º bimestre 8º Ano Artes 2º bimestre BARROCO A arte barroca desenvolveu-se no século XVII, num período muito importante da história da civilização ocidental, pois nele ocorreram mudança que deram nova feição à Europa

Leia mais

Túnel das Glicínias, Kawachi Fuji, Japão. História do Paisagismo

Túnel das Glicínias, Kawachi Fuji, Japão. História do Paisagismo Túnel das Glicínias, Kawachi Fuji, Japão História do Paisagismo Mesopotâmia Construídos em 800 a.c. Terraços arborizados e Arquitetura em patamares Irrigados artificialmente Fontes e espelhos d água Egito

Leia mais

A AZULEJARIA BARROCA NOS CONVENTOS DA ORDEM DO CARMO E DA ORDEM DOS CARMELITAS DESCALÇOS EM PORTUGAL

A AZULEJARIA BARROCA NOS CONVENTOS DA ORDEM DO CARMO E DA ORDEM DOS CARMELITAS DESCALÇOS EM PORTUGAL A AZULEJARIA BARROCA NOS CONVENTOS DA ORDEM DO CARMO E DA ORDEM DOS CARMELITAS DESCALÇOS EM PORTUGAL Suzana Andreia do Carmo Carrusca Tese apresentada à Universidade de Évora para obtenção do Grau de Doutor

Leia mais

CODIFICAÇÃO DO BANCO DE DADOS PROJETO AFRICANOS SENHORES DE SUAS CASAS

CODIFICAÇÃO DO BANCO DE DADOS PROJETO AFRICANOS SENHORES DE SUAS CASAS CODIFICAÇÃO DO BANCO DE DADOS PROJETO AFRICANOS SENHORES DE SUAS CASAS A. LIVRO Anotar número do livro. B. FOLHAS Anotar número inicial e final de cada testamento. C. DATA Anotar a data do documento (dia/mês/ano4dígitos).

Leia mais

RoteiRo visita a mão afro-brasileira nas artes visuais

RoteiRo visita a mão afro-brasileira nas artes visuais Roteiro de visita A mão afro-brasileira nas Artes Visuais 1 Grande parte das pessoas que participaram da construção do nosso país foi trazida à força, na condi-ção de escravizada, da África para o Brasil.

Leia mais

Invasões Holandesas. 1630 uma armada holandesa ocupou Olinda e o Recife.

Invasões Holandesas. 1630 uma armada holandesa ocupou Olinda e o Recife. Invasões Holandesas A dependência holandesa do açúcar brasileiro era enorme; Entre 1625 e 1630 a Holanda dedicou-se aos ataques de corsários, no litoral brasileiro e região do Caribe, chegando a ocupar

Leia mais

Módulo Estratégia RPG: Trabalho Final

Módulo Estratégia RPG: Trabalho Final Pontifícia Universidade Católica Departamento de Artes & Design Curso de Especialização O Lugar do Design na Leitura Nome: Giselle Rodrigues Leal Matrícula: 072.997.007 Data: 19/05/08 Módulo Estratégia

Leia mais

UFPB PRG X ENCONTRO DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA

UFPB PRG X ENCONTRO DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA 2CTDAMT04.P A DEFINIÇÃO DA VOLUMETRIA NO PROJETO ARQUITETÔNICO Ana Carolina Marinho Ribeiro (2), Aluísia Márcia Fonseca de Lima (3) Centro de Tecnologia/ Departamento de Arquitetura/ MONITORIA Resumo O

Leia mais

A descoberta de novos continentes, a visão antropocêntrica do mundo, a invenção da bússola e da imprensa, a afirmação dos estados nacionais; a

A descoberta de novos continentes, a visão antropocêntrica do mundo, a invenção da bússola e da imprensa, a afirmação dos estados nacionais; a A descoberta de novos continentes, a visão antropocêntrica do mundo, a invenção da bússola e da imprensa, a afirmação dos estados nacionais; a difusão de variadas formas artísticas inspiradas no mundo

Leia mais

Arte medieval. A Igreja Militante ESTILO ROMÂNICO. Características gerais

Arte medieval. A Igreja Militante ESTILO ROMÂNICO. Características gerais ESTILO ROMÂNICO Arte medieval ESTILO ROMÂNICO ESTILO GÓTICO - Baixa Idade Média (séculos XI e XII); - Estilo pouco homogêneo, que varia de região para região, no entanto, esse estilo apresenta uma unidade

Leia mais

Figura 14 Barão de Viana Autor José Antonio da Cunha Couto Óleo sobre tela, 65 x 54 cm Museu de Arte da Bahia

Figura 14 Barão de Viana Autor José Antonio da Cunha Couto Óleo sobre tela, 65 x 54 cm Museu de Arte da Bahia 42 Couto foi possuidor de uma obra pictórica extensa, sendo o retratista que mais produziu em seu tempo, conhecido pelo colorido e pelas expressões fisionômicas dos seus retratos 12. Em Alves (1976, p.59),

Leia mais

Vantagens de Utilização

Vantagens de Utilização Placas de ACM Placas de ACM eferência em tecnologia de revestimentos, o ACM, do Inglês Aluminum Composite Material, é um novo tipo de material de ornamentação de alta resistência e com muitas outras vantagens

Leia mais

O retrato através da História da Arte

O retrato através da História da Arte ós na ala de Aula - Arte 6º ao 9º ano - unidade 5 Inicie sua aula observando retratos conhecidos da História da Arte e, em seguida, converse com os alunos sobre os retratos na História. Pergunte a eles

Leia mais

Arte Pré Histórica Bisão da Gruta de Altamira Bisão da Gruta de Altamira Réplica Museu Arqueológico Nacional da Espanha Espanha

Arte Pré Histórica Bisão da Gruta de Altamira Bisão da Gruta de Altamira Réplica Museu Arqueológico Nacional da Espanha Espanha Estes textos são produzidos sob patrocínio do Departamento Cultural da Clínica Naturale.Direitos são reservados. A publicação e redistribuição de qualquer conteúdo é proibida sem prévio consentimento.

Leia mais

TRABALHO DE CAMPO / VIAGEM DE ESTUDO DO MEIO CIDADES HISTÓRICAS MINEIRAS

TRABALHO DE CAMPO / VIAGEM DE ESTUDO DO MEIO CIDADES HISTÓRICAS MINEIRAS TRABALHO DE CAMPO / VIAGEM DE ESTUDO DO MEIO CIDADES HISTÓRICAS MINEIRAS 2013 Tiradentes, São João Del Rei, Ouro Preto, Mariana, Congonhas, Cordisburgo e Belo Horizonte 30 / 04 a 05 / 05 / 2013 Colégio

Leia mais

Prova bimestral 4 o ANO 2 o BIMESTRE

Prova bimestral 4 o ANO 2 o BIMESTRE Prova bimestral 4 o ANO 2 o BIMESTRE HISTÓRIA Escola: Nome: Data: / / Turma: Pedro Álvares Cabral foi o comandante da primeira expedição portuguesa que chegou ao território que mais tarde receberia o nome

Leia mais

Arte da Pré-História

Arte da Pré-História ALUNO(A) Nº SÉRIE: 6º. Ano TURMA: DATA: / /2013 Profª Ana Lúcia Leal - DISCIPLINA: ARTE Ficha de Aula - III Trimestre Arte da Pré-História As primeiras expressões artísticas As mais antigas figuras feitas

Leia mais

Prezados Senhores, Agradeço sua gentileza e atenção. Atenciosamente, Eneida Verri Bucco Oliveira. Fone: (19) 3836 3723 (11) 99471-6201 (61) 9104 2626

Prezados Senhores, Agradeço sua gentileza e atenção. Atenciosamente, Eneida Verri Bucco Oliveira. Fone: (19) 3836 3723 (11) 99471-6201 (61) 9104 2626 Prezados Senhores, Venho através desta, apresentar meu Curriculum Vitae contendo minha formação educacional e experiência profissional. Em caso de interesse favor entrar em contato com os telefones abaixo

Leia mais