PROCEDIMENTO COM ANÚNCIO OBRIGATÓRIO 1/2010/RCIST/SP

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROCEDIMENTO COM ANÚNCIO OBRIGATÓRIO 1/2010/RCIST/SP"

Transcrição

1 PROCEDIMENTO COM ANÚNCIO OBRIGATÓRIO 1/2010/RCIST/SP SERVIÇOS DE DESENVOLVIMENTO DE FERRAMENTAS DE SOFTWARE ESPECÍFICAS PARA INTERFACES WEB NO ÂMBITO DOS PROJECTOS EASYCO E ARCOPOL CADERNO DE ENCARGOS Página 1 de 29

2 INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO CADERNO DE ENCARGOS DE: Serviços de desenvolvimento de ferramentas de software específicas para interfaces web no âmbito dos projectos EASYCO e ARCOPOL Preço Base: ,00 (oitenta e dois mil e quinhentos euros) Página 2 de 29

3 Caderno Geral de Encargos Procedimento com anúncio obrigatório Capítulo I Disposições Gerais Cláusula 1.º Objecto Cláusula 2.º Contrato Cláusula 3.º Prazo Capítulo II Obrigações Contratuais Secção I Obrigações do prestador de serviços Subsecção I Disposições Gerais Cláusula 4.º Obrigações principais do prestador de serviços Cláusula 5.º Fases da prestação do serviço Cláusula 6.º Forma de prestação do serviço Cláusula 7.º Prazo de prestação do serviço Cláusula 8.º Conformidade e garantia técnica Subsecção II Dever de Sigilo Cláusula 9.º Objecto do dever de sigilo Cláusula 10.º Prazo de dever de sigilo Secção II Obrigações do Instituto Superior Técnico Cláusula 11.º Preço contratual Cláusula 12.º Condições de pagamento Capítulo III Penalidades contratuais e resolução Cláusula 13.º Penalidades contratuais Cláusula 14.º Força maior Cláusula 15.º Resolução por parte do Instituto Superior Técnico Cláusula 16.º Resolução por parte do prestador de serviços Capítulo IV Resolução de litígios Cláusula 17.º Foro competente Página 3 de 29

4 Capítulo VI Disposições finais Cláusula 18.º Subcontratação e cessão da posição contratual Cláusula 19.º Comunicações e notificações Cláusula 20.º Contagem dos prazos Cláusula 21.º Legislação aplicável Anexos Anexo I Declaração Anexo II Especificações Técnicas Página 4 de 29

5 CAPÍTULO I Disposições gerais Cláusula 1.º Objecto O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento pré-contratual que tem por objecto principal a aquisição de Serviços de desenvolvimento de ferramentas de software específicas para interfaces web no âmbito dos projectos EASYCO e ARCOPOL. Cláusula 2.º Contrato 1. O contrato é composto pelo respectivo clausulado contratual e os seus anexos. 2. O contrato a celebrar integra ainda os seguintes elementos: a. Os suprimentos dos erros e das omissões do Caderno de Encargos identificados pelos concorrentes, desde que esses erros e omissões tenham sido expressamente aceites pelo órgão competente para a decisão de contratar; b. Os esclarecimentos e as rectificações relativos ao Caderno de Encargos; c. O presente Caderno de Encargos; d. A proposta adjudicada; e. Os esclarecimentos sobre a proposta adjudicada prestados pelo adjudicatário. 3. Em caso de divergência entre os documentos referidos no número anterior, a respectiva prevalência é determinada pela ordem pela qual aí são indicados. Cláusula 3.º Prazo O contrato mantém-se até à conclusão dos serviços em conformidade com o respectivos termos e condições e o disposto na lei, sem prejuízo das obrigações acessórias que devam perdurar para além da cessação do contrato. Capítulo II Obrigações contratuais Secção I Página 5 de 29

6 Obrigações do prestador de serviços Subsecção I Disposições Gerais Cláusula 4.º Obrigações principais do prestador de serviços Sem prejuízo de outras obrigações previstas na legislação aplicável, no presente Caderno de Encargos ou nas cláusulas contratuais, da celebração do contrato decorrem para o prestador de serviços as seguintes obrigações principais: a) Obrigação de prestar serviços de desenvolvimento de linguagens e ferramentas de programação; b) Obrigação de cumprir os objectivos do serviço pretendido. Cláusula 5.º Fases de prestação do serviço Os serviços objecto do contrato compreendem as fases referidas no Anexo II Especificações técnicas, do presente Caderno de Encargos. Cláusula 6.º Forma de prestação do serviço 1. Para o acompanhamento da execução do contrato, o prestador de serviços fica obrigado a manter, reuniões de coordenação com os representantes do Instituto Superior Técnico, das quais deve ser lavrada acta a assinar por todos os intervenientes na reunião. 2. O prestador de serviços fica também obrigado a apresentar ao Instituto Superior Técnico, um relatório com a evolução de todas as operações objecto dos serviços e com o cumprimento de todas as obrigações emergentes do contrato. 3. Todos os relatórios, registos, comunicações actas e demais documentos elaborados pelo prestador de serviços devem ser integralmente redigidos em português. Cláusula 7.º Prazo de prestação do serviço 1. O prestador de serviços obriga-se a concluir a execução do serviço, com todos os elementos referidos no Anexo II ao presente Caderno de Encargos, de acordo com as seguintes fases e datas aí referidas. Página 6 de 29

7 2. Os prazos previstos no número anterior podem ser prorrogados por iniciativa do Instituto Superior Técnico ou a requerimento do prestador de serviços devidamente fundamentado. Cláusula 8.º Conformidade e garantia técnica O prestador de serviços fica sujeito, com as devidas adaptações e no que se refere aos elementos entregues ao Instituto Superior Técnico em execução do contrato, às exigências legais, obrigações do fornecedor e prazos respectivos aplicáveis aos contratos de aquisição de bens moveis, nos termos do Regulamento de Compras do Instituto Superior Técnico (RCIST) e do Código dos Contratos Públicos (CCP) e demais legislação aplicável. Subsecção II Dever de sigilo Cláusula 9.º Objecto do dever de sigilo 1. O prestador de serviços deve guardar sigilo sobre toda a informação e documentação, técnica e não técnica, comercial ou outra, relativa ao Instituto Superior Técnico, de que possa ter conhecimento ao abrigo ou sem relação com a execução do contrato. 2. A informação e a documentação cobertas pelo dever de sigilo não podem ser transmitidas a terceiros, nem objecto de qualquer uso ou modo de aproveitamento que não o destinado directa ou exclusivamente à execução do contrato. 3. Exclui-se do dever de sigilo previsto a informação e a documentação que fossem comprovadamente do domínio público à data da respectiva obtenção pelo prestador de serviços ou que este seja legalmente obrigado a revelar, por força da lei, de processo judicial ou a pedido das autoridades reguladoras ou outras entidades administrativas competentes. Cláusula 10.º Prazo do dever de sigilo O dever de sigilo mantém-se em vigor até ao termo do prazo de 2 (dois) anos a contar do cumprimento ou cessação, por qualquer causa, do contrato, sem prejuízo da sujeição Página 7 de 29

8 subsequente a quaisquer deveres legais relativos, designadamente, à protecção de segredos comerciais ou de credibilidade, do prestigio ou da confiança devidos às pessoas colectivas. Secção II Obrigações do Instituto Superior Técnico Cláusula 11.º Preço contratual 1. Pela prestação dos serviços objecto do contrato, bem como pelo cumprimento das demais obrigações constantes do presente Caderno de Encargos, o Instituto Superior Técnico deve pagar ao prestador de serviços o preço constante da proposta adjudicada, acrescido de IVA à taxa legal em vigor, se este for legalmente devido. 2. O preço referido no número anterior inclui todos os custos, encargos e despesas cuja responsabilidade não esteja expressamente atribuída ao Instituto Superior Técnico, nomeadamente os relativos ao transporte dos bens objecto do contrato para o respectivo local de entrega, bem como quaisquer encargos decorrentes da utilização de marcas registadas, patentes ou licenças. Cláusula 12.º Condições de pagamento 1. A(s) quantia(s) devida(s) pelo Instituto Superior Técnico, nos termos da cláusula anterior, deve(m) ser paga(s) no prazo de 60 (sessenta) dias, após a recepção pelo Instituto Superior Técnico das respectivas facturas, as quais só podem ser emitidas após o vencimento da obrigação respectiva. 2. Para os efeitos do número anterior, a obrigação considera-se vencida com a entrega dos elementos a desenvolver pelo prestador de serviços ao abrigo do contrato. 3. Em caso de discordância por parte do Instituto Superior Técnico, quanto aos valores indicados nas facturas, deve este comunicar ao prestador de serviços, por escrito, os respectivos fundamentos, ficando o prestador de serviços obrigado a prestar os esclarecimentos necessários ou proceder à emissão de nova factura corrigida. Página 8 de 29

9 Capítulo III Penalidades contratuais e resolução Cláusula 13.º Penalidades contratuais 1. Pelo incumprimento de obrigações emergentes do contrato o Instituto Superior Técnico, pode exigir do prestador de serviços o pagamento de uma pena pecuniária, de montante a fixar em função da gravidade do incumprimento, nos seguintes termos: a. Pelo incumprimento das datas e prazos de entrega dos elementos referentes a cada fase do contrato, até 10% do valor total do contrato. 2. Em caso de resolução do contrato por incumprimento do prestador de serviços, o Instituto Superior Técnico pode exigir-lhe uma pena pecuniária no montante de 25% do valor total do contrato até 75% do valor total do contrato. 3. Ao valor da pena pecuniária prevista no número anterior são deduzidas as importâncias pagas pelo prestador de serviços ao abrigo da alínea a) do n.º 1, relativamente aos serviços cujo atraso na respectiva conclusão tenha determinado a resolução do contrato. 4. Na determinação da gravidade do incumprimento, o Instituto Superior Técnico tem em conta, nomeadamente, a duração da infracção, a sua eventual reiteração, o grau de culpa do prestador de serviços e as consequências do incumprimento. 5. O Instituto Superior Técnico pode compensar os pagamentos devidos ao abrigo do contrato com as penas pecuniárias devidas nos termos da presente cláusula. 6. As penas pecuniárias previstas na presente cláusula não obstam a que o Instituto Superior Técnico exija uma indemnização pelo dano excedente. Cláusula 14.º Força maior 1. Não podem ser impostas penalidades ao prestador de serviços, nem é havida como incumprimento, a não realização pontual das prestações contratuais a cargo de qualquer das partes que resulte de caso de força maior, entendendo-se como tal as circunstancias que impossibilitem a respectiva realização, alheias à vontade da parte afectada, que ela não pudesse conhecer ou prever à data da celebração do contrato e cujos efeitos não lhe fosse razoavelmente exigível contornar ou evitar. Página 9 de 29

10 2. Podem constituir força maior, se se verificarem os requisitos do número anterior, designadamente, tremores de terra, inundações, incêndios, epidemias, sabotagens, greves, embargos ou bloqueios internacionais, actos de guerra ou terrorismo, motins e determinações governamentais ou administrativas injuntivas. 3. Não constituem força maior, nomeadamente: a) Circunstancias que não constituam força maior para os subcontratados do prestador de serviços, na parte em que intervenham; b) Greves ou conflitos laborais limitados às sociedades do prestador de serviços ou a grupos de sociedades em que este se integre, bem como a sociedades ou grupos de sociedades dos seus subcontratados; c) Determinações governamentais, administrativas, ou judiciais de natureza sancionatória ou de outra forma resultantes do incumprimento pelo prestador de serviços de deveres ou ónus que sobre ele recaiam; d) Manifestações populares devidas ao incumprimento pelo prestador de serviços de normas legais; e) Incêndios ou inundações com origem nas instalações do prestador de serviços cuja causa, propagação ou proporções se devam a culpa ou negligencia sua ou ao incumprimento de normas de segurança; f) Avarias nos sistemas informáticos ou mecânicos do prestador de serviços não devidas a sabotagem; g) Eventos que estejam ou devam estar cobertos por seguros. 4. A ocorrência de circunstâncias que possam consubstanciar casos de força maior deve ser imediatamente comunicada à outra parte. 5. A força maior determina a prorrogação dos prazos de cumprimento das obrigações contratuais afectadas pelo período de tempo comprovadamente correspondente ao impedimento resultante da força maior. Cláusula 15.º Resolução por parte do Instituto Superior Técnico 1. Sem prejuízo de outros fundamentos de resolução previstos na lei, o Instituto Superior Técnico pode resolver o contrato, a título sancionatório, no caso de o prestador de serviços violar de forma grave ou reiterada qualquer das obrigações que lhe incumbem, designadamente nos seguintes casos. Página 10 de 29

11 a) Pelo atraso na conclusão dos serviços ou na entrega dos elementos referentes a cada fase do contrato superior a 3 (três) meses ou declaração escrita do prestador de serviços de que o atraso respectivo excederá esse prazo. 2. O direito de resolução referido no número anterior exerce-se mediante declaração enviada ao prestador de serviços. Cláusula 16.º Resolução por parte do prestador de serviços Sem prejuízo de outros fundamentos de resolução previstos na lei, o prestador de serviços pode resolver o contrato quando: a. Qualquer montante que lhe seja devido esteja em dívida há mais de 60 dias. Capítulo IV Resolução de litígios Cláusula 17.º Foro competente Para a resolução de todos os litígios decorrentes do contrato fica estipulada a competência do Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa, com expressa renúncia a qualquer outro. Capítulo V Disposições finais Cláusula 18.º Subcontratação e cessão da posição contratual A subcontratação pelo prestador de serviços e a cessão da posição contratual por qualquer das partes depende da autorização da outra, nos termos do RCIST. Cláusula 19.º Comunicações e notificações Página 11 de 29

12 1. Sem prejuízo de poderem ser acordadas outras regras quanto às notificações e comunicações entre as partes do contrato, estas devem ser dirigidas, nos termos do RCIST, para o domicílio ou sede contratual de cada uma, identificados no contrato. 2. Qualquer alteração das informações de contacto constantes deve ser comunicada à outra parte. Cláusula 20.º Contagem dos prazos Os prazos previstos no contrato são contínuos, correndo em sábados, domingos e dias feriados. Cláusula 21.º Legislação aplicável O contrato é regulado pela legislação portuguesa. Página 12 de 29

13 ANEXOS Página 13 de 29

14 Anexo I (nome, número de documento de identificação e morada), na qualidade de representante legal de ( 1 )... (firma, número de identificação fiscal e sede ou, no caso de agrupamento concorrente, firmas, números de identificação fiscal e sedes), tendo tomado inteiro e perfeito conhecimento do caderno de encargos relativo à execução do contrato a celebrar na sequência do procedimento de... (designação ou referência ao procedimento em causa), declara, sob compromisso de honra, que a sua representada ( 2 ) se obriga a executar o referido contrato em conformidade com o conteúdo do mencionado caderno de encargos, relativamente ao qual declara aceitar, sem reservas, todas as suas cláusulas. 2- Declara ainda que renuncia a foro especial e se submete, em tudo o que respeitar à execução do referido contrato, ao disposto na legislação portuguesa aplicável. 3- Mais declara, sob compromisso de honra, que: a) Não se encontra em estado de insolvência, em fase de liquidação, dissolução ou cessação de actividade, sujeita a qualquer meio preventivo de liquidação de patrimónios ou em qualquer situação análoga, nem tem o respectivo processo pendente; b) Não foi condenado(a) por sentença transitada em julgado por qualquer crime que afecte a sua honorabilidade profissional ( 3 ) [ou os titulares dos seus órgãos sociais de administração, direcção ou gerência não foram condenados por qualquer crime que afecte a sua honorabilidade profissional ( 4 )] ( 5 ); c) Não foi objecto de aplicação de sanção administrativa por falta grave em matéria profissional ( 6 ) [ou os titulares dos seus órgãos sociais de administração, direcção ou gerência não foram objecto de aplicação de sanção administrativa por falta grave em matéria profissional ( 7 )] ( 8 ); d) Tem a sua situação regularizada relativamente a contribuições para a segurança social em Portugal (ou no Estado de que é nacional ou no qual se situe o seu estabelecimento principal) ( 9 ); e) Tem a sua situação regularizada relativamente a impostos devidos em Portugal (ou no Estado de que é nacional ou no qual se situe o seu estabelecimento principal) ( 10 ); f) Não foi objecto de aplicação da sanção acessória prevista na alínea e) do n.º 1 do artigo 21.º do Decreto-Lei n.º 433/82, de 27 de Outubro, no artigo 45.º da Lei n.º 18/2003, de 11 de Junho, e no n.º 1 do artigo 460.º do Código dos Contratos Públicos ( 11 ); g) Não foi objecto de aplicação da sanção acessória prevista na alínea b) do n.º 1 do artigo 627.º do Código do Trabalho ( 12 ); h) Não foi objecto de aplicação, há menos de dois anos, de sanção administrativa ou judicial pela utilização ao seu serviço de mão-de-obra legalmente sujeita ao pagamento de impostos e contribuições para a segurança social, não declarada Página 14 de 29

15 nos termos das normas que imponham essa obrigação, em Portugal (ou no Estado de que é nacional ou no qual se situe o seu estabelecimento principal) ( 13 ); i) Não foi condenado(a) por sentença transitada em julgado por algum dos seguintes crimes ( 14 ) [ou os titulares dos seus órgãos sociais de administração, direcção ou gerência não foram condenados por alguns dos seguintes crimes ( 15 )] ( 16 ): i. Participação em actividades de uma organização criminosa, tal como definida no n.º 1 do artigo 2.º da Acção Comum n.º 98/773/JAI, do Conselho; ii. iii. iv. Corrupção, na acepção do artigo 3.º do Acto do Conselho de 26 de Maio de 1997 e do n.º 1 do artigo 3.º da Acção Comum n.º 98/742/JAI, do Conselho; Fraude, na acepção do artigo 1.º da Convenção relativa à Protecção dos Interesses Financeiros das Comunidades Europeias; Branqueamento de capitais, na acepção do artigo 1.º da Directiva n.º 91/308/CEE, do Conselho, de 10 de Junho, relativa à prevenção da utilização do sistema financeiro para efeitos de branqueamento de capitais; j) Não prestou, a qualquer título, directa ou indirectamente, assessoria ou apoio técnico na preparação e elaboração das peças do procedimento. k) Não é, a qualquer título, detida ou representada por trabalhador ou titular de órgão com intervenção directa no processo de aquisição, ou ainda por respectivos cônjuge, parente ou afim em linha recta ou até ao 2.º grau da linha colateral, bem como por qualquer pessoa com quem vivam em economia comum 4- O declarante tem pleno conhecimento de que a prestação de falsas declarações implica, consoante o caso, a exclusão da proposta apresentada ou a caducidade da adjudicação que eventualmente sobre ela recaia e constitui contra-ordenação muito grave, nos termos do artigo 456.º do Código dos Contratos Públicos, a qual pode determinar a aplicação da sanção acessória de privação do direito de participar, como candidato, como concorrente ou como membro de agrupamento candidato ou concorrente, em qualquer procedimento adoptado para a formação de contratos públicos, sem prejuízo da participação à entidade competente para efeitos de procedimento criminal. 5- Quando a entidade adjudicante o solicitar, o concorrente obriga-se, a apresentar todos os documentos necessários à comprovação das situações previstas nesta declaração. 6- O declarante tem ainda pleno conhecimento de que a não apresentação dos documentos solicitados nos termos do número anterior, por motivo que lhe seja imputável, determina a caducidade da adjudicação que eventualmente recaia sobre a proposta apresentada e constitui contra-ordenação muito grave, nos termos do artigo 456.º do Código dos Contratos Públicos, a qual pode determinar a aplicação da sanção acessória de privação do direito de participar, como candidato, como concorrente ou como membro de agrupamento candidato ou concorrente, em qualquer procedimento adoptado para a formação de contratos públicos, sem prejuízo da participação à entidade competente para efeitos de procedimento criminal. Página 15 de 29

16 (local),... (data),... [assinatura ( 17 )]. (1) Aplicável apenas a concorrentes que sejam pessoas colectivas. (2) No caso de o concorrente ser uma pessoa singular, suprimir a expressão a sua representada. (3) Indicar se, entretanto ocorreu a respectiva reabilitação. (4) Indicar se, entretanto ocorreu a respectiva reabilitação. (5) Declarar consoante o concorrente seja pessoa singular ou pessoa colectiva. (6) Indicar se, entretanto, ocorreu a respectiva reabilitação. (7) Indicar se, entretanto, ocorreu a respectiva reabilitação. (8) Declarar consoante o concorrente seja pessoa singular ou pessoa colectiva. (9) Declarar consoante a situação. (10) Declarar consoante a situação. (11) Indicar se, entretanto, decorreu o período de inabilidade fixado na decisão condenatória. (12) Indicar se, entretanto, decorreu o período de inabilidade fixado na decisão condenatória. (13) Declarar consoante a situação. (14) Indicar se, entretanto, ocorreu a sua reabilitação. (15) Indicar se, entretanto, ocorreu a sua reabilitação. (16) Declarar consoante o concorrente seja pessoa singular ou pessoa colectiva. (17) A declaração deve ser assinada pelo concorrente ou por representante que tenha poderes para o obrigar. (18) O presente existe, também, em versão inglesa, de igual valor Página 16 de 29

17 Anexo II Especificações Técnicas Development of specific software tools for web interfaces under EASYCO and ARCOPOL Projects. Página 17 de 29

18 LOTE 1 Preço Base: ,00 CPV: Integrated software framework to support water contamination drift simulations + Web Bidirectional Tool + Model Results Download Manager Introduction and Objectives - Technical Specifications - A sustainable and integrated software framework must be developed in order to support the integration of new software tools capable of provide answers on-the-fly related to water contamination drift processes. Different relevant tools are to be developed based on this integrated software framework, like: - a software tool to manage downloads from different modelling applications Model Results Download Manager to get some model results from several different addresses for specific locations; - a web bidirectional tool for exploring models results - an Opendap emulating server to allow the dissemination of results in a central server to remote clients, based on Opendap protocol standard - a smart-client desktop application for in-depth models results analysis this last one will be developed outside the scope of this proposal The aim of having a Web based tool capable of quickly simulate drift situations in the water environment is a final product integrating EASYCO s main project objectives, taking advantage of the different modeling scales and processes involved in this project. This demonstration tool will give more relevance and utility to the different operational models hosted by the several different project partners; the dissemination of this tool inside project website will prove the existence of a water quality prediction collaborative system in a very tangible and accessible way which is in fact the main essence and objective of EASYCO project. In respect to the download manager, several different institutes, universities and private companies use numerical models to generate operational results. Usually, the implementation of an operational infrastructure with numerical models includes the periodically download of other models results. Those data are needed to impose boundary conditions. Different Página 18 de 29

19 technologies to catalog and provide this type of results (ftp, OpenDAP) are available in the market. These technologies are frequently associated to client applications capable of exploring and converting the data to be provided (Ferret, Grads, ConvertHDF5, etc.). However, there is a gap that justifies the development of a solid tool ( Model Results Download Manager ) capable to search different sources, to schedule downloading and data conversion. At the end, a user manual and a programmer manual must be delivered, as well as the software tools described in this document (including source-code). Methodology The Framework to be developed must be split in two main layers: processing / storage and exploitation / dissemination (Figure 1). Processing and storing layer will manage the data flow needed to provide historic (or at least two weeks before), present and future snapshots to end user, with the best available spatial and temporal continuity to the study area. Processes scheduling module is one of the components of this layer. External model data sources Service layer Service layer Configuration & Risk analysis Advance Operator Processing (e.g. downloader scheduler, reporting, validation) Processing and storing layer Data warehouse Smart client (e.g. modelling on demaind) Operator Web exploitation tool Exploitation and dissemination layer Operator Figure 1 - general architecture of the software framework for water contamination drift simulations The scheduling module will allow the automatic scheduling of different processes (or jobs) for external model outputs download via ftp or Opendap, managed by Model Download Results Manager (see the section Model Results Download Manager specifications ). This application must also have associated other sub-processes like formats conversion and interpolation to predefined spatial windows. All the processes and the access to database must be controlled by services developed based on Windows Communication Foundation (WCF), allowing the development of several different exploitation and dissemination tools based on the same processing and storage layer. Página 19 de 29

20 The developed software framework must include the implementation of the WFS (Web Feature Service) interface standard, allowing requests for the geographical features across the web using platform-independent calls. 1. Processing and Storing Module This module must include the following services to be developed: Task scheduling service; Download model results via OPENDAP or FTP includes interpolation to predefined domains and formats conversion (Model Download Results Manager) Service or engine to Run Mohid lagrangian model based on pre-defined spatial windows OPENDAP emulating server will provide the ability to access database information through html, using OPENDAP protocol this functionality will allow the dissemination of database results to remote client applications (like smart-client applications) using the OPENDAP normal protocol standard Different graphic interfaces must be developed, in order to facilitate the configuration of the processing and storing layer in an intuitive way. The developed software framework for this processing and storing module will make possible the development of more complex processing tools, like run Mohid Water modeling system based on initial + boundary + forcing conditions obtained directly from the data warehouse. 2. Exploitation and dissemination module A single tool must result from EASYCO project: a web bidirectional demonstration tool. The end-user profile is technical person or general public familiarized with maritime predictions (eg. surfers) needing access to images that show properties that they are interested, or making hypothetical studies of potential accidents (lagrangean tracers simulation). a. Involved Processes: This tool is a deep upgrade of the bidirectional tool already developed through EASY project: the new EASYCO webgis web bidirectional tool should be able to simulate on-the-fly the behavior and drift trajectories of water contamination episodes, including oil spills, inert and floating objects, HNS products and HAB s transport and dissipation. The visualization of the several different operational models results (shared by the project partners) must also be included (hydrodynamic, waves, atmospheric, water quality, and fishing models). b. Involved Scales: Página 20 de 29

21 Web bidirectional tool must be prepared to show results at different depths (to those where results are available) and for past, present and near-future instants. The end user must have the possibility to include different geographic scales (regional and local) for the visualization and production of drift simulations. As already mentioned, the download and acquisition of those model results in different scales must be controlled and configured through Model Download Manager. c. Visualization / interface Design In order to facilitate results visualization, different sequential information layers must be produced the options available for each layer must be dependable on the choice made in previous layer (except WMS server and data type, which must be independent layers): Layer 0: WMS server model results visualization must be possible using different types of WMS image servers as background layers (some of them eventually added by the end-user), using Google Maps as default. Layer 1: data type circulation /hydrodynamics, waves, atmosphere, water quality, hydrocarbons, floating objects / inert, HAB s; Layer 2: parameters Layer 3: depth (if many are available) Layer 4: graphical representation grid / color, vectors Points or polygons must be available for the end-user, in respect to the input of information about the contamination origin (for inert / floating objects, oil spills, HAB s). Model Results Download Manager specifications Different requisites are identified: Stand-alone running mode o Chronological scheduling download capacity (by time period, by calendar, etc) o Auto-start download when new results are available o Time period relative of data to download (relative to actual and absolute time) o Spatial windows definition Possibility of integration with web e desktop tools Conversion between formats, namely HDF - NetCDF Página 21 de 29

22 Conversion between grids Connection to protocols: o FTP o HTTP o OPENDAP Taking into account the different requisites already explained, three different products must be developed: A dynamic-link library A windows service A graphic interface to manage windows service The dynamic-link library (dll) will encapsulate all the functionalities relative to communication protocols, formats conversion and tasks scheduling. Any Web or desktop product must be able to use these functionalities using this dynamic-link library. The windows service will allow the results download process in stand-alone mode in a persistent way, without need of manually start or monitorize the program - the graphic interface must enable configuration of how and what data sources are going to be downloaded by windows service. This interface can also start and stop the service, and must allow configuration of services running locally or in remote machines inside the network (for users with the needed administration privileges). Different areas must be created in the graphic user interface: Configuration of the addresses where data can be obtained (in any of the 3 protocols mentioned earlier) Configuration of a download work, which includes: o Data source definition o Space and time interval definition o Download process scheduling Conversion between formats and grids Página 22 de 29

Concurso público para a aquisição de redes remotas por links wireless para o Município do Funchal

Concurso público para a aquisição de redes remotas por links wireless para o Município do Funchal Concurso público para a aquisição de redes remotas por links wireless para o Município do Funchal CADERNO DE ENCARGOS - 1 - Índice Cláusula 1ª - Objecto... Cláusula 2ª - Contrato... Cláusula 3ª - Prazo...

Leia mais

MUNICÍPIO DE CONDEIXA-A-NOVA

MUNICÍPIO DE CONDEIXA-A-NOVA Página 1 de 10 3/2014 CP APROV CADERNO DE ENCARGOS Concurso Público para aquisição de uma desumidificadora para as Piscinas Municipais de Condeixa-a-Nova Página 2 de 10 CADERNO DE ENCARGOS Capítulo I Disposições

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Contrato de Prestação de Serviço por Avença, de uma Dietista, com duração de 12 meses = SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO

Leia mais

Índice Artigo 1.º Objecto... 3. Artigo 2.º Contrato... 3. Artigo 3.º Obrigações principais do adjudicatário... 4. Artigo 4.º Prazo...

Índice Artigo 1.º Objecto... 3. Artigo 2.º Contrato... 3. Artigo 3.º Obrigações principais do adjudicatário... 4. Artigo 4.º Prazo... Concurso Público para a elaboração do Inventário de Referência das Emissões de CO2 e elaboração do Plano de Acção para a Energia Sustentável do Município do Funchal CADERNO DE ENCARGOS Índice Artigo 1.º

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Contrato de Prestação de Serviço por Tarefa, de um Eletricista, com duração de 12 meses SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO

Leia mais

Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Formação e Consultoria Especializada no âmbito do QI-PME Norte - Iniciativa Formação para

Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Formação e Consultoria Especializada no âmbito do QI-PME Norte - Iniciativa Formação para Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Formação e Consultoria Especializada no âmbito do QI-PME Norte - Iniciativa Formação para Empresários Caderno de encargos para aquisição de serviços de

Leia mais

Artecimel- Ruas e Neves, Lda Junto ao IC2 3105-238 Meirinhas

Artecimel- Ruas e Neves, Lda Junto ao IC2 3105-238 Meirinhas Município de Condeixa-a-Nova Largo Artur Barreto 3150-124 Condeixa-a-Nova Telef. 239949120 Fax 239945445 www.cm-condeixa.pt geral@cm-condeixa.pt N Verde Serviço de Águas 800 203 683 NIF 501 275 380 Artecimel-

Leia mais

Procedimento n.º 09/2015/DGF-A. Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Patrocínio Judiciário e Assessoria Jurídica na Modalidade de Avença

Procedimento n.º 09/2015/DGF-A. Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Patrocínio Judiciário e Assessoria Jurídica na Modalidade de Avença Procedimento n.º 09/2015/DGF-A Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Patrocínio Judiciário e Assessoria Jurídica na Modalidade de Avença Índice Cláusulas Jurídicas... 4 Capitulo I - Disposições

Leia mais

INSTITUTO DOS VINHOS DO DOURO E DO PORTO, I.P. Aluguer Operacional de Viaturas CADERNO DE ENCARGOS Capítulo I Disposições gerais Clausula 1.

INSTITUTO DOS VINHOS DO DOURO E DO PORTO, I.P. Aluguer Operacional de Viaturas CADERNO DE ENCARGOS Capítulo I Disposições gerais Clausula 1. INSTITUTO DOS VINHOS DO DOURO E DO PORTO, I.P. Aluguer Operacional de Viaturas CADERNO DE ENCARGOS Capítulo I Disposições gerais Clausula 1.ª Objecto O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS. Identificação dos Serviços Objecto de Concurso

CADERNO DE ENCARGOS. Identificação dos Serviços Objecto de Concurso CADERNO DE ENCARGOS Objecto O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento pré-contratual que tem por objecto principal a selecção

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO A CONTRATOS DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS

CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO A CONTRATOS DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO A CONTRATOS DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS Procedimento por Ajuste Directo n.º DSTD/01/2009 Cláusula 1.ª Objecto O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO AO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS

CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO AO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS Procedimento por Ajuste Directo nº SCM 08/2009 Cláusula 1.ª Objecto O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento por ajuste directo

Leia mais

Aquisição de Manuais Escolares

Aquisição de Manuais Escolares CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Aquisição de Manuais Escolares ÍNDICE OBJETO 1 CONTRATO 2 PRAZO E VIGÊNCIA DO CONTRATO 2 OBRIGAÇÕES PRINCIPAIS DO FORNECEDOR 3 CONFORMIDADE E OPERACIONALIDADE DOS SERVIÇOS

Leia mais

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para a prestação do serviço de seguro automóvel

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para a prestação do serviço de seguro automóvel Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para a prestação do serviço de seguro automóvel Convite à apresentação de propostas ANCP Outubro de 2010 Índice Artigo 1.º Objecto

Leia mais

PROGRAMA DO CONCURSO. CONCURSO PÚBLICO n.º 1/2010

PROGRAMA DO CONCURSO. CONCURSO PÚBLICO n.º 1/2010 PROGRAMA DO CONCURSO CONCURSO PÚBLICO n.º 1/2010 FORNECIMENTO DE REFEIÇÕES PARA ESCOLAS DO 1º CICLO E JARDINS- DE-INFÂNCIA DO MUNICÍPIO DE SOBRAL DE MONTE AGRAÇO Aquisição de Serviços - Fornecimento de

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Prestação de Serviço de Desobstrução de Colectores de Esgotos, para o ano "-,, ttelip\1'-,' SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO

Leia mais

Ajuste Directo. (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 02/2015

Ajuste Directo. (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 02/2015 Ajuste Directo (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 02/2015 Aquisição de Serviços de Social Media Marketing e de Criação de espaços virtuais de divulgação CADERNO DE ENCARGOS INDICE CADERNO

Leia mais

Município do Funchal

Município do Funchal Concurso público para a aquisição de 1485 sinais de trânsito retroreflectorizados e 40 cones como dispositivos complementares para o Município do Funchal. CADERNO DE ENCARGOS - 1 - CADERNO DE ENCARGOS

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉCTRICA EM MÉDIA TENSÃO, BAIXA TENSÃO ESPECIAL E BAIXA TENSÃO NORMAL CADERNO DE ENCARGOS

CONCURSO PÚBLICO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉCTRICA EM MÉDIA TENSÃO, BAIXA TENSÃO ESPECIAL E BAIXA TENSÃO NORMAL CADERNO DE ENCARGOS CONCURSO PÚBLICO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉCTRICA EM MÉDIA TENSÃO, BAIXA TENSÃO ESPECIAL E BAIXA TENSÃO NORMAL CADERNO DE ENCARGOS Fornecimento de Energia Eléctrica em Média Tensão, Baixa Tensão Especial

Leia mais

Concurso público para a aquisição de consumíveis de informática para o Município do Funchal

Concurso público para a aquisição de consumíveis de informática para o Município do Funchal Concurso público para a aquisição de consumíveis de informática para o Município do Funchal CADERNO DE ENCARGOS Caderno de encargos Pág. 1/13 Índice Cláusula 1ª - Objecto Cláusula 2ª - Contrato Cláusula

Leia mais

Convite à apresentação de propostas

Convite à apresentação de propostas Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para o fornecimento de veículos automóveis e motociclos e aluguer operacional de veículos Convite à apresentação de propostas

Leia mais

Procedimento n.º 08/2015/DGF-A. Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Consultoria Contabilística e Financeira

Procedimento n.º 08/2015/DGF-A. Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Consultoria Contabilística e Financeira Procedimento n.º 08/2015/DGF-A Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Consultoria Contabilística e Financeira Índice Cláusulas Jurídicas... 4 Capítulo I - Disposições Gerais... 4 Cláusula 1.ª

Leia mais

wmunicípio de Condeixa-a-Nova

wmunicípio de Condeixa-a-Nova wmunicípio de Condeixa-a-Nova Largo Artur Barreto 3150-124 Condeixa-a-Nova Telef. 239 949 120 Fax 239 945 445 www.cm-condeixa.pt geral@cm-condeixa.pt N Verde Serviço de Águas 800 203 683 NIF 501 275 380

Leia mais

Ajuste Directo. (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 03/2015

Ajuste Directo. (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 03/2015 Ajuste Directo (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 03/2015 Aquisição de Serviços de Criação de imagem e Fornecimento de Material de divulgação da oferta comercial CADERNO DE ENCARGOS

Leia mais

Caderno de encargos. Instituto Financeiro para o Desenvolvimento Regional, I. P.

Caderno de encargos. Instituto Financeiro para o Desenvolvimento Regional, I. P. Concurso Público Urgente para aquisição de serviços de manutenção de licenciamento Microsoft Enterprise Agreement e aquisição de licenciamento Microsoft ou equivalente e respectivos serviços de manutenção

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Aquisição de materiais de desgaste rápido, ferramentas e utensílios para diversos serviços na área da Produção e Manutenção

Leia mais

%Concurso Público N.º 02/2008&

%Concurso Público N.º 02/2008& !" #$ %Concurso Público N.º 02/2008& ESCOLA DA GUARDA Í N D I C E C A P I T U L O I - D I S P O S I Ç Õ E S G E R A I S............................................. 3 C L Á U S U L A 1 ª O b j e c t o...3

Leia mais

Concurso público para a aquisição de 14 toneladas de arame queimado para o Município do Funchal

Concurso público para a aquisição de 14 toneladas de arame queimado para o Município do Funchal Concurso público para a aquisição de 14 toneladas de arame queimado para o Município do Funchal PROGRAMA DE CONCURSO - 1 - Índice Artigo 1º Objecto do concurso... Artigo 2º Entidade Adjudicante... Artigo

Leia mais

MUNICÍPIO DE REGUENGOS DE MONSARAZ

MUNICÍPIO DE REGUENGOS DE MONSARAZ MUNICÍPIO DE REGUENGOS DE MONSARAZ AJUSTE DIRETO AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE CONTRATAÇÃO DE ARTISTAS PARA OS EVENTOS A REALIZAR NO ÂMBITO DA CIDADE EUROPEIA DO VINHO CADERNO DE ENCARGOS ÍNDICE DISPOSIÇÕES

Leia mais

Procedimento nº 17/2014

Procedimento nº 17/2014 / REGIME GERAL AJUSTE DIRETO CADERNO DE ENCARGOS (ALÍNEA A) DO Nº 1 DO ARTIGO 20º DO DECRETO-LEI Nº18/2008 DE 29 DE JANEIRO, ALTERADO E REPUBLICADO PELO DECRETO-LEI Nº278/2009 DE 02 DE OUTUBRO) Procedimento

Leia mais

Programa do Concurso. 5 Prazo para apresentação de documentos de habilitação pelo adjudicatário

Programa do Concurso. 5 Prazo para apresentação de documentos de habilitação pelo adjudicatário Programa do Concurso 1 Objeto do concurso 2 Entidade Adjudicante 3 Decisão de contratar 4 Documentos de habilitação 5 Prazo para apresentação de documentos de habilitação pelo adjudicatário 6 Documentos

Leia mais

Fornecimento e montagem de janelas, portas e vãos para o Centro Interpretativo da Olaria e do Barro em São Pedro do Corval

Fornecimento e montagem de janelas, portas e vãos para o Centro Interpretativo da Olaria e do Barro em São Pedro do Corval CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Fornecimento e montagem de janelas, portas e vãos para o Centro Interpretativo da Olaria e do Barro em São Pedro do Corval ÍNDICE OBJETO 1 CONTRATO 1 PRAZO E VIGÊNCIA

Leia mais

Concurso Público n.º 03/2013 Caderno de encargos

Concurso Público n.º 03/2013 Caderno de encargos CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE HIGIENE E LIMPEZA PARA VÁRIAS INSTALAÇÕES DA REGIÃO DE TURISMO DO ALGARVE Página 1 de 9 CADERNO DE ENCARGOS ÍNDICE Artigo

Leia mais

Prestação de Serviços Capítulo I. Disposições Gerais. Cláusula 1ª (Objecto)

Prestação de Serviços Capítulo I. Disposições Gerais. Cláusula 1ª (Objecto) Prestação de Serviços Capítulo I Disposições Gerais Cláusula 1ª (Objecto) O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas que têm por objecto principal a Prestação de Serviços de Fiscal Único. Cláusula

Leia mais

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA COMANDO-GERAL COMANDO DA ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS INTERNOS

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA COMANDO-GERAL COMANDO DA ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS INTERNOS MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA COMANDO-GERAL COMANDO DA ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS INTERNOS DIRECÇÃO DE RECURSOS LOGÍSTICOS DIVISÃO DE AQUISIÇÕES CONCURSO PÚBLICO N.º 21/DRL/DA/2009

Leia mais

Procedimento n.º 18/2015/DGF-A. Convite para Aquisição de Ambulância Tipo B

Procedimento n.º 18/2015/DGF-A. Convite para Aquisição de Ambulância Tipo B Procedimento n.º 18/2015/DGF-A Convite para Aquisição de Ambulância Tipo B Índice 1. Entidades 3 2. Decisão de contratar e de autorização da despesa 3 3. Preço base 3 4. Proposta 4 5. Apresentação da proposta

Leia mais

ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, SA. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA E DESOBSTRUÇÃO DE INFRAESTRUTURAS DA AdCA CADERNO DE ENCARGOS

ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, SA. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA E DESOBSTRUÇÃO DE INFRAESTRUTURAS DA AdCA CADERNO DE ENCARGOS ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, SA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA E DESOBSTRUÇÃO DE INFRAESTRUTURAS DA AdCA CADERNO DE ENCARGOS Página 1 de 9 ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, S.A. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA

Leia mais

INSTITUTO DOS REGISTOS E NOTARIADO, I.P.

INSTITUTO DOS REGISTOS E NOTARIADO, I.P. INSTITUTO DOS REGISTOS E NOTARIADO, I.P. CONCURSO PÚBLICO N.º 5/2009 AQUISIÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO DE FILAS DE ATENDIMENTO DOS SERVIÇOS DESCONCENTRADOS DO IRN, I.P. CADERNO DE ENCARGOS PARTE I CLÁUSULAS

Leia mais

Proc. n.º 15/2012 - DP- Ajuste direto para prestação dos serviços de transporte da população escolar (circuitos 33 e 34) ano letivo 2012/2013

Proc. n.º 15/2012 - DP- Ajuste direto para prestação dos serviços de transporte da população escolar (circuitos 33 e 34) ano letivo 2012/2013 AJUSTE DIRETO PARA A Prestação de Serviços de Transporte da População Escolar (circuitos 33 e 34) Ano letivo 2012/2013 CADERNO DE ENCARGOS Câmara Municipal de Arouca agosto 2012 1 PARTE I CLÁUSULAS JURÍDICAS

Leia mais

Concurso Público com Publicação em Jornal Oficial da União Europeia

Concurso Público com Publicação em Jornal Oficial da União Europeia 1 C Â M A R A MU N I C I P A L D E L I S B O A Concurso Público com Publicação em Jornal Oficial da União Europeia Fornecimento Gás Natural para as instalações e equipamentos do Município de Lisboa Procedimento

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Aquisição de Serviços de Formação Microsoft SQL Server 2008 para 3 Colaboradores da Equipa do Projeto BIORC da Direção-Geral do Orçamento - DGO PARTE I CLÁUSULAS JURÍDICAS

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO AO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS

CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO AO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS Procedimento nº SCM 15/2009 Cláusula 1.ª Objecto e Local de prestação de Serviços 1- O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento

Leia mais

Concurso público para a prestação de serviços de iluminação, som e palco para a Feira do Livro a realizar entre 20 e 29 de Maio de 2011.

Concurso público para a prestação de serviços de iluminação, som e palco para a Feira do Livro a realizar entre 20 e 29 de Maio de 2011. Concurso público para a prestação de serviços de iluminação, som e palco para a Feira do Livro a realizar entre 20 e 29 de Maio de 2011. Caderno de encargos CMF Abril de 2011 Caderno de encargos Pág. 1/9

Leia mais

INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP, DURANTE O ANO DE 2014

INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP, DURANTE O ANO DE 2014 INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO CONCURSO PÚBLICO N.º 1900614 MANUTENÇÃO DA FROTA AUTOMÓVEL DO INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP, DURANTE O ANO DE 2014 PROGRAMA DO

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO AO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS

CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO AO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS Procedimento nº SCM 14/2009 Cláusula 1.ª Objecto e Local de prestação de Serviços 1- O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento

Leia mais

ASSUNTO: Convite para apresentação de proposta Ajuste Direto para Fornecimento de Material de Informático: Toners e Tinteiros Nº 4/2012-2013

ASSUNTO: Convite para apresentação de proposta Ajuste Direto para Fornecimento de Material de Informático: Toners e Tinteiros Nº 4/2012-2013 À BELTRÃO COELHO Parque Empresarial da Madalena Rua Maurício L. de Oliveira, 158 4405-034 Vila Nova de Gaia Porto, 30 de Agosto de 2012 ASSUNTO: Convite para apresentação de proposta Ajuste Direto para

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO AO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS

CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO AO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS Procedimento nº SCM 01/2010 Cláusula 1.ª Objecto e Local de prestação de Serviços 1 O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento

Leia mais

Concurso público para selecção de plataformas electrónicas para contratação pública. Caderno de Encargos

Concurso público para selecção de plataformas electrónicas para contratação pública. Caderno de Encargos Concurso público para selecção de plataformas electrónicas para contratação pública Caderno de Encargos ANCP Novembro de 2008 Índice CAPÍTULO I Disposições gerais... 4 Cláusula 1.ª Objecto... 4 Cláusula

Leia mais

E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP N.º 1200115

E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP N.º 1200115 INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º 1200115 AQUISIÇÃO DE: Material de Consumo Clínico Laminas para Conexão Estéril para Tubuladuras durante o ano 2015

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS. Capítulo I Disposições gerais. Cláusula 1.ª Objecto

CADERNO DE ENCARGOS. Capítulo I Disposições gerais. Cláusula 1.ª Objecto CADERNO DE ENCARGOS Capítulo I Disposições gerais Cláusula 1.ª Objecto 1 O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento pré-contratual

Leia mais

Direção Nacional Unidade Orgânica de Logística e Finanças Departamento de Logística. Caderno de Encargos. Concurso Público n.

Direção Nacional Unidade Orgânica de Logística e Finanças Departamento de Logística. Caderno de Encargos. Concurso Público n. Direção Nacional Unidade Orgânica de Logística e Finanças Departamento de Logística Caderno de Encargos Concurso Público n.º 21/DAC/2013 Aquisição de dois cinemómetros de controlo de velocidade Capítulo

Leia mais

PROGRAMA DE CONCURSO CONCESSÃO E EXPLORAÇÃO DE UMA LOJA NO CAIS DE MERCADORIAS DA REFER DESTINADAS À INSTALAÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE BEBIDAS-B4

PROGRAMA DE CONCURSO CONCESSÃO E EXPLORAÇÃO DE UMA LOJA NO CAIS DE MERCADORIAS DA REFER DESTINADAS À INSTALAÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE BEBIDAS-B4 PROGRAMA DE CONCURSO CONCESSÃO E EXPLORAÇÃO DE UMA LOJA NO ESTABELECIMENTOS DE BEBIDAS-B4 ÍNDICE Entidade promotora... 3 Objeto... 3 Local e modo de apresentação de candidaturas... 3 Valor base do procedimento...

Leia mais

Concurso Público N.º 02/2008 Í N D I C E

Concurso Público N.º 02/2008 Í N D I C E Concurso Público N.º 02/2008!"!#$%%& Í N D I C E P R O G R A M A D E C O N C U R S O SECÇÃO I - D I S P O S I Ç Õ E S G E R A I S...................................................... 4 A r t i g o 1.

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º 1-1004/15

CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º 1-1004/15 CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º 1-1004/15 AQUISIÇÃO DE REAGENTES PARA PESQUISA DE ÁCIDOS NUCLEICOS VIRAIS HIV½/HCV/HBV PARA O INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP, DURANTE O ANO 2015.

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO AO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS, A CELEBRAR NA SEQUÊNCIA DO PROCEDIMENTO POR AJUSTE DIRECTO

CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO AO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS, A CELEBRAR NA SEQUÊNCIA DO PROCEDIMENTO POR AJUSTE DIRECTO CONCURSO DE CONCEPÇÃO PARA A ELABORAÇÃO DO PROJECTO DE CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO AO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS, A CELEBRAR NA SEQUÊNCIA DO PROCEDIMENTO POR AJUSTE DIRECTO Índice PARTE I CLÁUSULAS

Leia mais

AQUISIÇÃO DE CARNE FRESCA PARA O REFEITÓRIO DA ESCOLA PROFISSIONAL DE VOUZELA

AQUISIÇÃO DE CARNE FRESCA PARA O REFEITÓRIO DA ESCOLA PROFISSIONAL DE VOUZELA ESCOLA PROFISSIONAL DE VOUZELA AJUSTE DIRECTO Nº1/2012 AQUISIÇÃO DE CARNE FRESCA PARA O REFEITÓRIO DA ESCOLA PROFISSIONAL DE VOUZELA CADERNO DE ENCARGOS 1- Objecto 1.1 O presente Caderno de Encargos compreende

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO COM PUBLICIDADE INTERNACIONAL

CONCURSO PÚBLICO COM PUBLICIDADE INTERNACIONAL CONCURSO PÚBLICO COM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA AQUISIÇÃO DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA DE AREAIS, PASSADIÇOS E ÁREAS ADJACENTES, EM TODA A ORLA MARÍTIMA E ÁREAS FLUVIAIS IDENTIFICADAS, DO CONCELHO

Leia mais

PT Comunicações, SÁ Rua Andrade Corvo, 6 1050-009 LISBOA DAF

PT Comunicações, SÁ Rua Andrade Corvo, 6 1050-009 LISBOA DAF Município de Condeixa-a-Nova Largo Artur Barreto 3150-124 Condeixa-a-Nova Telef. 239 949 120 Fax 239945445 www.cm-condeixa.pt geral@cm-condeixa.pt N Verde Serviço de Águas 800 203 683 NIF 501 275 380 PT

Leia mais

Caderno de Encargos - Ref. 1/2010 Software de Gestão. Parte I. Artigo 1.º

Caderno de Encargos - Ref. 1/2010 Software de Gestão. Parte I. Artigo 1.º Caderno de Encargos - Ref. 1/2010 Software de Gestão Parte I Artigo 1.º Objecto O presente Caderno de Encargos compreende os artigos a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento pré-contratual

Leia mais

Município de Alenquer Departamento Administrativo e Financeiro Divisão de Contratação

Município de Alenquer Departamento Administrativo e Financeiro Divisão de Contratação Município de Alenquer Departamento Administrativo e Financeiro Divisão de Contratação CONCESSÃO PARA EXPLORAÇÃO DE TRÊS CAMPOS DE TÉNIS, UM CAMPO POLIVALENTE E UM EDIFÍCIO DE APOIO, SITOS NO PARQUE URBANO

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º1-1004/15

CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º1-1004/15 CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º1-1004/15 AQUISIÇÃO DE REAGENTES PARA PESQUISA DE ÁCIDOS NUCLEICOS VIRAIS HIV½/HCV/HBV PARA O INTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP, DURANTE O ANO 2015

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRECTO N.º 06/ENB/2012

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRECTO N.º 06/ENB/2012 CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRECTO N.º RELATIVO A SUPORTE GLOBAL INFORMÁTICO (CONSULTORIA E GESTÃO, SISTEMAS E COMUNICAÇÕES) PARA A ESCOLA NACIONAL DE BOMBEIROS. Ajuste Direto de Regime Geral Artigo 114.º

Leia mais

INSTITUTO HIDROGRÁFICO

INSTITUTO HIDROGRÁFICO S. R. Ministério da Defesa Nacional INSTITUTO HIDROGRÁFICO CONCURSO PÚBLICO N.º 02/2010 AQUISIÇÃO DE UM SISTEMA DE RADAR HF PARA MEDIÇÃO DE CORRENTES SUPERFICIAIS E ONDULAÇÃO (Radar HF) PROGRAMA DO CONCURSO

Leia mais

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇO DE SEGUROS Nº CP 001/ENB/2014

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇO DE SEGUROS Nº CP 001/ENB/2014 CONTRATO PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇO DE SEGUROS Nº CP 001/ENB/2014 Entre: A Escola Nacional de Bombeiros, NIF 503 657 190, com sede na Quinta do Anjinho, São Pedro de Penaferrim - 2710-460 Sintra, neste

Leia mais

Iª REUNIÃO DO CONSELHO TÉCNICO DO CENTRO NACIONAL DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO

Iª REUNIÃO DO CONSELHO TÉCNICO DO CENTRO NACIONAL DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DAS TELECOMUNICAÇÕES E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO CENTRO NACIONAL DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO Iª REUNIÃO DO CONSELHO TÉCNICO DO CENTRO NACIONAL DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO

Leia mais

AJUSTE DIRECTO CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA

AJUSTE DIRECTO CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA AJUSTE DIRECTO CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA A MANUTENÇÃO DE ESPAÇOS VERDES NA FREGUESIA 1 ÍNDICE 1. Objecto do Concurso 2. Entidade Adjudicante 3. Órgão que tomou a decisão

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA O ALUGUER DE STAND PROMOCIONAL ALGARVE NA BOLSA DE TURISMO DE LISBOA

CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA O ALUGUER DE STAND PROMOCIONAL ALGARVE NA BOLSA DE TURISMO DE LISBOA CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA O ALUGUER DE STAND PROMOCIONAL ALGARVE NA BOLSA DE TURISMO DE LISBOA 1/12 CADERNO DE ENCARGOS ÍNDICE Capítulo I - Disposições gerais Artigo 1.º - Objeto

Leia mais

Direção Nacional Unidade Orgânica de Logística e Finanças Departamento de Logística. Caderno de Encargos

Direção Nacional Unidade Orgânica de Logística e Finanças Departamento de Logística. Caderno de Encargos Direção Nacional Unidade Orgânica de Logística e Finanças Departamento de Logística Caderno de Encargos Caderno de Encargos Cláusula 1.ª Objeto 1. O presente caderno de encargos compreende as cláusulas

Leia mais

Convite - Ajuste Direto n.º 003/2012 ANEXO I CONVITE. Pag: 1

Convite - Ajuste Direto n.º 003/2012 ANEXO I CONVITE. Pag: 1 ANEXO I CONVITE Pag: 1 1 Objeto do convite O objeto do procedimento é a celebração de um contrato de aquisição e prestação de serviços de consultoria ao nível do apoio técnico e logístico aos Workshops

Leia mais

Concurso público para a prestação de serviços de iluminação, som e palco para a Feira do Livro a realizar entre 20 e 29 de Maio de 2011

Concurso público para a prestação de serviços de iluminação, som e palco para a Feira do Livro a realizar entre 20 e 29 de Maio de 2011 Concurso público para a prestação de serviços de iluminação, som e palco para a Feira do Livro a realizar entre 20 e 29 de Maio de 2011 Programa de concurso CMF Abril de 2011 Programa de concurso Pág.

Leia mais

PROGRAMA DE PROCEDIMENTO CONCURSO PÚBLICO N.º 1.726/2015 CONCESSÃO DA EXPLORAÇÃO DO ESTABELECIMENTOS DE CAFETARIA/SNACK-BAR, NO EXTERIOR DO EDIFÍCIO

PROGRAMA DE PROCEDIMENTO CONCURSO PÚBLICO N.º 1.726/2015 CONCESSÃO DA EXPLORAÇÃO DO ESTABELECIMENTOS DE CAFETARIA/SNACK-BAR, NO EXTERIOR DO EDIFÍCIO PROGRAMA DE PROCEDIMENTO CONCURSO PÚBLICO N.º 1.726/2015 CONCESSÃO DA EXPLORAÇÃO DO ESTABELECIMENTOS DE CAFETARIA/SNACK-BAR, NO EXTERIOR DO EDIFÍCIO PRINCIPAL EM FRENTE AO SERVIÇO DE URGÊNCIA DA U. H.

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Programa de Concurso Concurso Público Aquisição de Simuladores Diversos para a Faculdade de Ciências da Saúde ÍNDICE GERAL DO PROGRAMA DO CONCURSO Artigo 1º Objecto do concurso Artigo 2º Entidade pública

Leia mais

Convite - Ajuste Direto n.º 002/2012 ANEXO I CONVITE. Pag: 1

Convite - Ajuste Direto n.º 002/2012 ANEXO I CONVITE. Pag: 1 ANEXO I CONVITE Pag: 1 1 Objeto do convite O objeto do procedimento é a celebração de um contrato de aquisição e prestação de serviços de consultoria para o desenvolvimento criativo de brochuras e flyer

Leia mais

UNIVERSIDADE DOS AÇORES

UNIVERSIDADE DOS AÇORES UNIVERSIDADE DOS AÇORES MINUTA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA A APARELHOS DE AR CONDICIONADO, VENTILADORES E EXTRATORES Primeira Outorgante: Universidade dos Açores, Instituto

Leia mais

PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO Nº 04/SRLF/UI/2014 MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA UNIDADE DE INTERVENÇÃO CONCURSO PÚBLICO

PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO Nº 04/SRLF/UI/2014 MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA UNIDADE DE INTERVENÇÃO CONCURSO PÚBLICO MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA UNIDADE DE INTERVENÇÃO CONCURSO PÚBLICO N.º 04/SRLF/UI/2014 PROGRAMA SECÇÃO I Disposições Gerais Artigo 1.º Objeto do concurso 1. O presente

Leia mais

PROGRAMA DO CONCURSO CONCURSO PÚBLICO

PROGRAMA DO CONCURSO CONCURSO PÚBLICO ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO NORTE, I.P. PROGRAMA DO CONCURSO CONCURSO PÚBLICO Aquisição de Serviços de Consultoria para Apoio à Implementação do Modelo Logístico e redesenho da Cadeia Logística

Leia mais

Consulta Prévia ao Mercado 03/2012

Consulta Prévia ao Mercado 03/2012 Consulta Prévia ao Mercado 03/2012 CADERNO DE ENCARGOS Aquisição de Kits de Formação Projecto 074015/2012/23 Formações Modulares Certificadas Página 1 de 13 CADERNO DE ENCARGOS PARTE I CLÁUSULAS JURÍDICAS

Leia mais

Município de Leiria Câmara Municipal

Município de Leiria Câmara Municipal -.-.:"-,.,.."., ;lí~i' -úi J.11. iuuu. I ::L.;; r-r. I._~. _..{ I' ri: --. r I 11'.,_: CONCURSO PÚBLICO N.º 2/2014 Locação de máquinas e camiões, com serviços conexos, pelo período de 12 meses CADERNO

Leia mais

DE VILA VELHA DE 1VIUNICIPAL

DE VILA VELHA DE 1VIUNICIPAL DE VILA VELHA DE 1VIUNICIPAL DE SERVIÇOS DE SEGUROS Entre o de Vila Velha de pessoa coletiva 506 642 798, representado pelo Presidente da Municipal, Miguel Ferro Pereira, casado, natural Vila Velha de

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS PARTE I DISPOSIÇÕES GERAIS

CADERNO DE ENCARGOS PARTE I DISPOSIÇÕES GERAIS CADERNO DE ENCARGOS PARTE I DISPOSIÇÕES GERAIS Cláusula 1ª Objecto 1 - O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento pré-contratual

Leia mais

ANEXO 1 [a que se refere a alinea a) do n.º 1 do artigo 57.º]

ANEXO 1 [a que se refere a alinea a) do n.º 1 do artigo 57.º] Restaurante-Marisqueira "M~IRA".; De: Luís Miguel Roques Leitão NIF 217 952 201 Qt de Santiago - E. N. 255 7200 REGUENGOS DE MONSARAZ ANEXO 1 [a que se refere a alinea a) do n.º 1 do artigo 57.º] 1 - Luís

Leia mais

o concurso público com publicação no Diário da República parafornecimento acondicionamento e entrega

o concurso público com publicação no Diário da República parafornecimento acondicionamento e entrega S.~~~R. RAM,;jtÀÇ'ÀÕ'OECURSOSHUM'..NOS RE G I Ã O AUTÓNO MA DA M AD E IRA GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE PONTA DO SOL ESTRADA DO V CENTENÁRIO,

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO N.º 01/14/GJ/DSR/Estudo para a Simplificação Regulatória AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMNISTRATIVA, I.P. PROGRAMA DE PROCEDIMENTO

CONCURSO PÚBLICO N.º 01/14/GJ/DSR/Estudo para a Simplificação Regulatória AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMNISTRATIVA, I.P. PROGRAMA DE PROCEDIMENTO CONCURSO PÚBLICO N.º 01/14/GJ/DSR/Estudo para a Simplificação Regulatória AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMNISTRATIVA, I.P. PROGRAMA DE PROCEDIMENTO CONCURSO PÚBLICO PARA A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS PARA ELABORAÇÃO

Leia mais

Programa do Concurso. 5 Prazo para apresentação de documentos de habilitação pelo adjudicatário

Programa do Concurso. 5 Prazo para apresentação de documentos de habilitação pelo adjudicatário Programa do Concurso 1 Objeto do concurso 2 Entidade Adjudicante 3 Decisão de contratar 4 Documentos de habilitação 5 Prazo para apresentação de documentos de habilitação pelo adjudicatário 6 Documentos

Leia mais

PROGRAMA DE CONCURSO PÚBLICO. Acordo Quadro para o fornecimento de gás natural em regime de mercado livre para Portugal Continental

PROGRAMA DE CONCURSO PÚBLICO. Acordo Quadro para o fornecimento de gás natural em regime de mercado livre para Portugal Continental PROGRAMA DE CONCURSO PÚBLICO Acordo Quadro para o fornecimento de gás natural em regime de mercado livre para Portugal Continental ÍNDICE CAPÍTULO I OBJETO E ÂMBITO DO CONCURSO... 3 Artigo 1.º Identificação

Leia mais

CONVITE PROCEDIMENTO DE AJUSTE DIRETO PARA A CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS SERVIÇOS DE BAR FUNDAÇÃO DE SERRALVES

CONVITE PROCEDIMENTO DE AJUSTE DIRETO PARA A CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS SERVIÇOS DE BAR FUNDAÇÃO DE SERRALVES CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS SERVIÇOS DE BAR FUNDAÇÃO DE SERRALVES Índice Artigo 1.º Objeto do procedimento de Ajuste Direto Artigo 2.º Entidade adjudicante Artigo 3.º Órgão Competente Para a Decisão de

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES DIRECÇÃO REGIONAL DA CULTURA CADERNO DE ENCARGOS CONCURSO PÚBLICO Nº 01 / 2009

PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES DIRECÇÃO REGIONAL DA CULTURA CADERNO DE ENCARGOS CONCURSO PÚBLICO Nº 01 / 2009 PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES CADERNO DE ENCARGOS CONCURSO PÚBLICO Nº 01 / 2009 FISCALIZAÇÃO E COORDENAÇÃO DE SEGURANÇA DA EMPREITADA PARA A CONSTRUÇÃO DA NOVA BIBLIOTECA PÚBLICA E ARQUIVO

Leia mais

ASSUNTO: Convite para apresentação de proposta Ajuste Directo para Fornecimento de Material de Escritório Nº 3/ 2012-2013

ASSUNTO: Convite para apresentação de proposta Ajuste Directo para Fornecimento de Material de Escritório Nº 3/ 2012-2013 À JOBRILE, LDA. Rua Monte dos Congregados, 70 4000-338 Porto Porto, 30 de Agosto de 2012 ASSUNTO: Convite para apresentação de proposta Ajuste Directo para Fornecimento de Material de Escritório Nº 3/

Leia mais

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO CONCURSO PÚBLICO PARA A Prestação de Serviços de Transporte da População Escolar Ano letivo 2013/2014 PROGRAMA DO PROCEDIMENTO Câmara Municipal de Arouca maio 2013 1 PROGRAMA DO PROCEDIMENTO Artigo 1.º

Leia mais

INSTITUTO HIDROGRÁFICO

INSTITUTO HIDROGRÁFICO S. R. Ministério da Defesa Nacional INSTITUTO HIDROGRÁFICO CONCURSO PÚBLICO N.º 02/2010 AQUISIÇÃO DE UM SISTEMA DE RADAR HF PARA MEDIÇÃO DE CORRENTES SUPERFICIAIS E ONDULAÇÃO (Radar HF) CADERNO DE ENCARGOS

Leia mais

AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA CONCURSO PÚBLICO N.º 19/14/GJ/DSI-IT/SUPORTE PLATAFORMA PMC CADERNO DE ENCARGOS

AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA CONCURSO PÚBLICO N.º 19/14/GJ/DSI-IT/SUPORTE PLATAFORMA PMC CADERNO DE ENCARGOS AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA CONCURSO PÚBLICO N.º 19/14/GJ/DSI-IT/SUPORTE PLATAFORMA PMC CADERNO DE ENCARGOS CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DA PLATAFORMA TECNOLÓGICA

Leia mais

Acordo quadro de licenciamento de software e serviços conexos PROGRAMA DE CONCURSO

Acordo quadro de licenciamento de software e serviços conexos PROGRAMA DE CONCURSO Acordo quadro de licenciamento de software e serviços conexos PROGRAMA DE CONCURSO Índice Artigo 1.º Tipo de procedimento, designação e objeto... 3 Artigo 2.º Entidade pública adjudicante... 5 Artigo 3.º

Leia mais

SERVIÇOS MUNICIPALIZADOS DA

SERVIÇOS MUNICIPALIZADOS DA SERVIIÇOS MUNIICIIPALIIZADOS DA CÂMARA MUNIICIIPAL DE PENIICHE Concurso Público PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA RECOLHA, TRANSPORTE E ENCAMINHAMENTO A DESTINO FINAL DE LAMAS, GRADADOS E RESÍDUOS DE DESARENAMENTO

Leia mais

Procedimento n.º 09/2015/DGF-A. Convite para Aquisição de Serviços de Patrocínio Judiciário e Assessoria Jurídica na Modalidade de Avença

Procedimento n.º 09/2015/DGF-A. Convite para Aquisição de Serviços de Patrocínio Judiciário e Assessoria Jurídica na Modalidade de Avença Procedimento n.º 09/2015/DGF-A Convite para Aquisição de Serviços de Patrocínio Judiciário e Assessoria Jurídica na Modalidade de Avença Índice 1. Entidades... 3 2. Decisão de contratar e de autorização

Leia mais

PROGRAMA DE CONCURSO PÚBLICO. Acordo Quadro para o fornecimento de eletricidade em regime de mercado livre para Portugal Continental

PROGRAMA DE CONCURSO PÚBLICO. Acordo Quadro para o fornecimento de eletricidade em regime de mercado livre para Portugal Continental PROGRAMA DE CONCURSO PÚBLICO Acordo Quadro para o fornecimento de eletricidade em regime de mercado livre para Portugal Continental ÍNDICE CAPÍTULO I OBJETO E ÂMBITO DO CONCURSO... 3 Artigo 1.º Identificação

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º 1-1006/15

CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º 1-1006/15 CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º 1-1006/15 AQUISIÇÃO DE REAGENTES PARA RASTREIO DE AGENTES TRANSMISSÍVEIS DO INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP, DURANTE O ANO 2015 CADERNO DE ENCARGOS

Leia mais

PARTE L - CONTRATOS PÚBLICOS

PARTE L - CONTRATOS PÚBLICOS Quinta-Feira, 13 de Dezembro de 2012 Número 241 PARTE L - CONTRATOS PÚBLICOS EP ESTRADAS DE PORTUGAL, S.A. Anúncio de concurso urgente n.º 229/2012 Hora de disponibilização: 16:45 MODELO DE ANÚNCIO DO

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÁO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONOMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÁO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONOMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÁO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONOMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO Contrato de Prestação de Serviço por Tarefa, de um Calceteiro, com

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRECTO N.º 08/ENB/2011

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRECTO N.º 08/ENB/2011 CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRECTO N.º RELATIVO A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA DAS INSTALAÇÕES DO CENTRO DE FORMAÇÃO DE SÃO JOÃO DA MADEIRA DA ESCOLA NACIONAL DE BOMBEIROS. CADERNO DE ENCARGOS PARTE

Leia mais

Programa de Concurso

Programa de Concurso Programa de Concurso - Empreitada de Obras Públicas Concurso Público Acessibilidades das Aldeias Ribeirinhas do Concelho de Reguengos de Monsaraz Acesso ao Centro Náutico de Monsaraz Acesso ao Ancoradouro

Leia mais