Música na Grécia Antiga Um pouca da História da Música Grega

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Música na Grécia Antiga Um pouca da História da Música Grega"

Transcrição

1 Música na Grécia Antiga Um pouca da História da Música Grega Segundo a tradição, atribui-se a Pitágoras (séc. VI ac.) a primeira teoria da música, cujo pensamento chegou aos nossos dias através de fragmentos escritos pelos pupilos do seu Lyceum. Pitágoras relacionava a Música e a Alma Humana, cuja harmonia dependia de razões numéricas defendendo o papel positivo que a música tinha no desenvolvimento da juventude. Foi o primeiro pensador a medir a altura dos sons (frequência) e o intervalo entre as notas musicais (diferência das suas frequências) ficaram, então, conhecidas as 7 notas actualmente usadas na música ocidental. Aristóteles e a sua escola (séc. IV ac.) tiveram, igualmente, um importante papel na teoria da música, defendendo mais a relação da Música com as Emoções da Alma através da percepção sensorial. Aristoxeno de Tarento definiu as Tonalidades (a ordem melódica dos sons e seus intervalos) a os Ritmos. A Melodia grega baseia-se essencialmente em quatro sons (tetracorde), o número de cordas existente numa Lira. As escalas (sucessão dos sons) liam-se da nota mais aguda para a mais grave (ao contrário da actualidade), existindo inicialmente três Modos: Modo Dórico em Mi MI RÉ DÓ SI (tom tom leima [meio-tom]) Modo Frígio em Ré RÉ DÓ SI LÁ (tom leima tom) Modo Lídio em Dó DÓ SI LÁ SOL (leima tom tom) Posteriormente, surgiram quatro Modos secundários (que completam a oitava actual e exactamente com a mesma sequência de intervalos, à excepção do último): Hipodórico em Lá LÁ SOL FÁ MI (tom tom leima) Hipofrígio em Sol SOL FÁ MI RÉ (tom leima tom) Hipolídio em Fá FÁ MI RÉ DÓ (leima tom tom) Mixolídio em Si SI LÁ SOL FÁ (tom tom tom) O Ritmo ordem da repartição da duração de cada som ou nota musical (Aristoxeno) era, para os gregos, o elemento masculino (sendo a melodia o elemento feminino). Como a música vocal era preponderante, o ritmo de uma canção acompanhava a métrica das palavras.

2 As Formas Musicais A música teve um papel importante na sociedade pública e privada em casamentos, funerais, vindimas, banquetes, ou nos sacrifícios, procissões, orações. As cadências de marchas dos soldados, de ginastas ou remadores eram dadas por instrumentos musicais. HINO (Υμνοζ) inicialmente era uma canção com fins sagrados ou seculares, evoluindo para uma utilização unicamente religiosa. O canto era acompanhado por uma Lira e um Coro de vozes situado junto ao altar, num estilo simples, linear e sem ornamentos excessivos. Os Hinos eram cantados durante as Festividades dos Deuses antes do Sacrifício. PAIAN (ιη παιαν) considerada a forma mais antiga, estava ligado à adoração de Apolo (deus patrono da música). DITHYRAMB (διθυραμβοζ) dedicado ao culto de Dionísio (deus das Vindimas), eram canções orgíacas e estão na origem da Tragédia e ou Líricas populares. Nestas peças, os Coros executavam danças miméticas vivas e estusiásticas. A Lira junta-se à Flauta que toca no adequado modo Frígio ou Hypofrígio. NOMOS (νομοζ) seriam provavelmente simples melodias para Lira ou para Aulos. ADONIDIA eram cânticos cantados por mulheres ao deus Adónis, simbolizando a beleza da natureza. IOBACCHOS (ιο βασχνε) eram cantados nos sacrifícios e festividades de Dionísio e carregados da insolência do deus. HYPORCHEME (υπορχημα) oriunda de Creta, eram canções e danças tocadas no modo Frígio e Dórico. Cratera Ática, séc. V ac. Preparativos teatrais

3 Os Instrumentos Instrumentos de Sopro ou Aerofones AULOS o mais importante instrumento de sopro da Grécia Antiga, era usado nas cerimónias de Dionísio, paradas, jogos, palestras, etc. Consistia em um ou dois tubos abertos de madeira, com palheta(s) num dos extremos e 3 a 5 orifícios lateralmente (sendo 6 no séc. V ac.). Os sons emitidos podiam ser em uníssono (a mesma nota) ou em harmonia (duas notas diferentes). TROMPETA era feito de cobre (rectilíneo) ou de corno (em curva) com embocadura, e usado para chamadas de guerra ou mensagens. Existiam diversos tipos de trompetas. SYRINX e FLAUTAS DE PAN eram flautas pastoris, onde o som era emitido pelo sopro na abertura superior da cana. O seu som, doce e leve, era limitado ao registo agudo. As Flautas de Pan eram constituídas por 7 tubos de dimensão diferente e fechados numa das extremidades. PLAGIAULOS semelhante ao Aulos, a embocadura era colocada de lado. A sua origem é atribuída aos Líbios e feita em madeira de Lotus. Instrumentos de Percussão ou Krouomena KROTALA (castanholas), TIMBALES, TAMBORIM e o TÍMPANO (tambor) eram semelhantes aos actuais, e marcavam o ritmos de dança, sobretudo, das cerimónias de Cybele e Dionísio. Instrumentos de Cordas ou Cordofones CHELYS-LIRA o mais utilizado da família das liras, é tocado por Apolo e em cenas da vida quotidiana. A sua construção consiste numa caixa de ressonância (para amplificar o som) era de casca de tartaruga coberta com uma pele, dois braços de corno de cabra, um travessão a unir os dois extremos e onde se enrolam as sete cordas (de tendão de carneiro) e um cavalete de cana preso entre a caixa de ressonância e as cordas. As cordas podiam ser dedilhadas (com os dedos) ou percutidas com um plectro (feito de corno, osso, marfim ou metal). KHITARA ou Cítara, tinha uma forma mais quadrangular e de maiores dimensões que a Chelys-Lira, era tocada com o plectro e apenas em cerimónias religiosas. HARPA no essencial, funciona como a Lira, mas difere na existência de muitas cordas e ter uma forma triangular. Existiam diversos instrumentos da família como o Pektis o Magadis ou o Trigonon, que eram mais frequentemente percutidos com o plectro. ALAÚDE teria sido importado do Egipto após as conquistas de Alexandre, possuindo apenas 3 (Pandura) ou 4 (Skindapsos) cordas.

4 A Música e a Arte Os ideais de Beleza existentes na Escultura e Arquitectura grega, onde as formas tinham de obedecer a cânones ou proporções rigorosos, encontram paralelo na Escola de Pitágoras, que observou as relações matemáticas nas propriedades do som e do ritmo. Mesmo a Escola Aristotélica não foi capaz de fugir a este Racionalismo que marcou a arte clássica. Na escultura como na pintura, os músicos e os seus instrumentos foram representados integrando cerimónias, procissões ou cenas do quotidiano. Flautista, séc. V ac. Tocadora de Aulos Flautista Marsias entre as Musas, séc. V ac. Marsias toca um Aulos e a Musa uma Khitara Curiosidades A palavra MELODIA tem origem na palavra grega MELOS (μελοζ) que na época Homérica designava CANÇÃO consiste em três elementos: palavras, melodia e ritmo. Diz a mitologia que Pan apaixonou-se por Arcadia, filha do rio Ladon Syrinx. Receosa dos avanços do deus (com chifres e pés de cabra), pediu ajuda a Júpiter, que a transformou numa cana quando Pan dela se aproximou. Cheio de raiva e frustração, Pan partiu em bocados a cana e, quando se apercebeu que estava a quebrar o corpo da ninfa, desatou a chorar e a beijar os bocados de cana. Ouvindo os sons produzidos pelos sopros nas pequenas canas, Pan constrói a sua flauta com os diversos tubos.

5 Audição A reprodução da música da Grécia Antiga baseia-se nos poucos fragmentos musicais encontrados e na vasta teoria deixada pelos pensadores gregos. Na sua reconstituição, são também preciosas as tradições musicais que, por vezes, pouca evolução tiveram. É o exemplo do trabalho desenvolvido por Petros Tabouris, que apresenta um conjunto de peças não só de fragmentos musicais originais como de música baseada em textos gregos antigos. Música Sacra da Antiga Grécia Primeiro Hino Délfico a Apolo* Korivantes (dança) Segundo Hino Délfico a Apolo* Telesias Hino à Musa * Hino ao Sol * Lamento de Tecmessa * Gigras (dança) Hino a Nemesis, de Mesomedes de Creta * Fragmento instrumental de Contrapollinopolis * Aulos * Música de fragmentos originais Textos e compilação musical de José Manuel Russo para a Exposição do Departamento de Artes Visuais e Técnicas, 2004

A música surgiu com os sons

A música surgiu com os sons Dó A música surgiu com os sons da natureza, já que seus elementos formais - som e ritmo - fazem parte do Universo e, particularmente da estrutura humana O homem pré-histórico deve ter percebido os sons

Leia mais

ESCOLA BÁSICA 2º CICLO GASPAR FRUTUOSO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MUSICAL

ESCOLA BÁSICA 2º CICLO GASPAR FRUTUOSO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MUSICAL ESCOLA BÁSICA 2º CICLO GASPAR FRUTUOSO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MUSICAL 2011/2012 5º ANO Timbre: a qualidade do som que permite identificar a sua fonte. Figuras rítmicas: sinais musicais que indicam a duração

Leia mais

PROGRAMA QUALIDADE NA PRÁTICA PEDAGÓGICA MÚSICA VERA MARIA RODRIGUES ALVES SÃO PAULO ABRIL

PROGRAMA QUALIDADE NA PRÁTICA PEDAGÓGICA MÚSICA VERA MARIA RODRIGUES ALVES SÃO PAULO ABRIL 1 PROGRAMA QUALIDADE NA PRÁTICA PEDAGÓGICA MÚSICA VERA MARIA RODRIGUES ALVES SÃO PAULO ABRIL 2015 ROTEIRO 2 1. O que é Música 2. Para fazer música na creche é preciso: 3. O que devemos evitar 4. Qualidades

Leia mais

Matemática Música. Duas irmãs inseparáveis. Visita à Faculdade de Ciências da Universidade do Porto

Matemática Música. Duas irmãs inseparáveis. Visita à Faculdade de Ciências da Universidade do Porto Matemática Música Duas irmãs inseparáveis Visita à Faculdade de Ciências da Universidade do Porto 05 de Maio de 2008 Índice Introdução.02 Desenvolvimento: A Matemática.03 A Música.03 A Sua Relação: -Na

Leia mais

Provas de Habilidades Específicas em Música Composição e Licenciatura

Provas de Habilidades Específicas em Música Composição e Licenciatura Provas de Habilidades Específicas em Música Composição e Licenciatura Percepção Ditado Melódico 1: Reconhecimento de notas erradas na partitura (duração da questão 01min 30s). 1. Ouviremos a seguir um

Leia mais

A música é uma linguagem universal,

A música é uma linguagem universal, A música é uma linguagem universal, mas com muitos dialetos que variam de cultura para cultura, envolvendo a maneira de tocar, de cantar, de organizar os sons (...), segundo Nicole Jeandot (1990). Para

Leia mais

ANEXO 4 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DAS PROVAS DE AFERIÇÃO E EXAMES DOS DIFERENTES INSTRUMENTOS PARA O ENSINO ESPECIALIZADO DE MÚSICA

ANEXO 4 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DAS PROVAS DE AFERIÇÃO E EXAMES DOS DIFERENTES INSTRUMENTOS PARA O ENSINO ESPECIALIZADO DE MÚSICA ANEXO 4 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DAS PROVAS DE AFERIÇÃO E EXAMES DOS DIFERENTES INSTRUMENTOS PARA O ENSINO ESPECIALIZADO DE MÚSICA 1 GRUPO DE SOPROS A- Conteúdos programáticos das Provas de Aferição 1.

Leia mais

Prova Escrita da Disciplina de Educação Musical - Critérios de Correção

Prova Escrita da Disciplina de Educação Musical - Critérios de Correção Prova de Equivalência à Frequência Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho Prova Escrita da Disciplina de Educação Musical - Critérios de Correção 2.º Ciclo do Ensino Básico Prova 12 / 2ª fase 7 Páginas

Leia mais

CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL AULA ARTES. Aula 8.2 Conteúdo. Música

CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL AULA ARTES. Aula 8.2 Conteúdo. Música Aula 8.2 Conteúdo Música 1 Habilidades: Conhecer a origem da Música, seus principais elementos formadores, e a sua importância na sociedade. 2 Música Origem: Pré-história (marcava o ritmo com as mãos e

Leia mais

NOTA FUNDAMENTAL Desse conjunto de sons simultâneos, o que é mais bem identificado é o som da nota principal ou também chamada de nota fundamental.

NOTA FUNDAMENTAL Desse conjunto de sons simultâneos, o que é mais bem identificado é o som da nota principal ou também chamada de nota fundamental. Sons Harmônicos Esse assunto é extenso e bastante complexo, sendo objeto de estudo de diversos cursos especializados e de uma vasta literatura no campo da física e da matemática. Como esse não é nosso

Leia mais

A Música na Antiguidade

A Música na Antiguidade A Música na Antiguidade Josemar Bessa A palavra música deriva de arte das musas em uma referência à mitologia grega, marca fundamental da cultura da antigüidade ocidental. No entanto muitos estudiosos

Leia mais

CEM BENJAMIM JOSÉ DE ALMEIDA PROJETO INTERDISCIPLINAR EINSTEIN E A MÚSICA PROFESSORES: ROSEVALDO CELESTINO BARROS FÁBIO JÚNIOR MILHOMEM

CEM BENJAMIM JOSÉ DE ALMEIDA PROJETO INTERDISCIPLINAR EINSTEIN E A MÚSICA PROFESSORES: ROSEVALDO CELESTINO BARROS FÁBIO JÚNIOR MILHOMEM CEM BENJAMIM JOSÉ DE ALMEIDA PROJETO INTERDISCIPLINAR EINSTEIN E A MÚSICA PROFESSORES: ROSEVALDO CELESTINO BARROS FÁBIO JÚNIOR MILHOMEM ARAGUAÍNA, DEZEMBRO DE 2015 A FÍSICA NA MÚSICA A música, de um modo

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO MUSICAL 5.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO MUSICAL 5.º ANO DE EDUCAÇÃO MUSICAL 5.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO Perfil do aluno no final do 5.º Ano O aluno canta a solo e em grupo, com intencionalidade expressiva, canções em diferentes tonalidades

Leia mais

O SOM E SEUS PARÂMETROS

O SOM E SEUS PARÂMETROS O SOM E SEUS PARÂMETROS Você já percebeu como o mundo está cheio de sons? Mas você já parou para pensar o que é o SOM? Pois bem, som é tudo o que nossos ouvidos podem ouvir, sejam barulhos, pessoas falando

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES ENSINO BÁSICO 2º CICLO PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES ENSINO BÁSICO 2º CICLO PLANIFICAÇÃO ANUAL Domínios e Subdomínios Desenvolvimento da Capacidade de Expressão e Comunicação: Interpretação e Comunicação INDICADORES O aluno canta controlando a emissão vocal em termos de afinação e respiração. O

Leia mais

Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves

Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves 5º e 6º ano Professor Hugo Costa 2009/2010 A Cappella música vocal sem acompanhamento de instrumentos musicais. Accelerando - Aumento gradual do andamento de uma parte

Leia mais

O ETHOS NA MÚSICA GREGA

O ETHOS NA MÚSICA GREGA O ETHOS NA MÚSICA GREGA Najat Nasser * Na antiga Grécia a música era uma atividade vinculada a todas as manifestações sociais, culturais, e religiosas. Dentre todas as artes, era a mais relevante. Para

Leia mais

História da Música Ocidental

História da Música Ocidental História da Música Ocidental A Música na Idade Média e no Renascimento Música medieval é o nome dado à música típica do período da Idade Média. Essas práticas musicais aconteceram há quase 1500 anos atrás.

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Expressões e Tecnologias Planificação Anual de Educação Musical 5º ano Ano Letivo 2013/2014

Leia mais

HISTÓRIA INSTRUMENTOS DOS POR

HISTÓRIA INSTRUMENTOS DOS POR HISTÓRIA DOS INSTRUMENTOS POR 1 HISTÓRIA DOS INSTRUMENTOS FLAUTA A flauta faz parte da família dos instrumentos de madeira, mesmo, ao longo dos anos, tendo sido feita de madeira ou metal. Sabemos que já

Leia mais

NOTAÇÃO MUSICAL TRADICIONAL: Como se escrever música?

NOTAÇÃO MUSICAL TRADICIONAL: Como se escrever música? NOTAÇÃO MUSICAL TRADICIONAL: Como se escrever música? A música é uma linguagem sonora como a fala. Assim como representamos a fala por meio de símbolos do alfabeto, podemos representar graficamente a música

Leia mais

1º Ano Artes 4ª Aula 2015 Prof. Juventino

1º Ano Artes 4ª Aula 2015 Prof. Juventino 1º Ano Artes 4ª Aula 2015 Prof. Juventino Contrapondo-se a Egípcia vida pósmortem. Arte grega fundamenta-se na inteligência Os governantes não eram deuses, mas seres mortais Usavam a razão e o senso de

Leia mais

MATERIAL DE APOIO EIXOS ÁGUA E TERRA

MATERIAL DE APOIO EIXOS ÁGUA E TERRA MATERIAL DE APOIO CAMINHOS SONOROS EIXOS ÁGUA E TERRA Instrumentos de sopro em metais e de percussão 2011 MATERIAL DE APOIO CAMINHOS SONOROS EIXOS ÁGUA E TERRA Instrumentos de sopro em metais e de percussão

Leia mais

A arte na Grécia. Capítulo 3

A arte na Grécia. Capítulo 3 A arte na Grécia Capítulo 3 Por volta do século X a. C, os habitantes da Grécia continental e das ilhas do mar Egeu formavam pequenas comunidades, distantes umas das outras, e falavam diversos dialetos.

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVAS GLOBAIS DE FORMAÇÃO MUSICAL 2014/2015 12.º ANO / 8.º GRAU

INFORMAÇÃO PROVAS GLOBAIS DE FORMAÇÃO MUSICAL 2014/2015 12.º ANO / 8.º GRAU INFORMAÇÃO PROVAS GLOBAIS DE FORMAÇÃO MUSICAL 2014/2015 12.º ANO / 8.º GRAU 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova global do ensino secundário da disciplina de Formação

Leia mais

FUVEST - VESTIBULAR 2011 PROVA DE APTIDÃO EM MÚSICA

FUVEST - VESTIBULAR 2011 PROVA DE APTIDÃO EM MÚSICA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE COMUNICAÇÕES E ARTES DEPARTAMENTO DE MÚSICA FUVEST - VESTIBULAR 2011 PROVA DE APTIDÃO EM MÚSICA Curso: ( ) Licenciatura ( ) Canto ( ) Instrumento ( ) Regência ( ) Composição

Leia mais

Desenvolvimento do pensamento e imaginação musical, isto é, a capacidade de imaginar e relacionar sons;

Desenvolvimento do pensamento e imaginação musical, isto é, a capacidade de imaginar e relacionar sons; DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ARTÍSTICA Educação Musical _ º ANO _ A Ano Letivo: 0/0. Introdução / Finalidades O processo de ensino e aprendizagem da educação musical consiste na interação de um conjunto

Leia mais

TECLADO. Curso Intensivo Nível Básico. Método: Victor Sousa

TECLADO. Curso Intensivo Nível Básico. Método: Victor Sousa 1 TELADO urso Intensivo Nível Básico Método: Victor Sousa 2 Aula 1 BREVE ONEITO DE MÚSIA: Música é a arte e ciência da combinação dos sons; qualquer conjunto de sons. A música contém três elementos essenciais:

Leia mais

A ordem do nome das notas

A ordem do nome das notas Teoria Musical1 Cap.1 Altura dos sons João Carlos Almeida 1 1. ALTURA O SOM tem quatro características principais: Altura sons graves, médios e agudos; Duração sons curtos e longos; Intensidade sons muito

Leia mais

Conteúdos Específicos Professor Ensino Superior - Licenciatura Plena ou Bacharelado - Habilidades Artístico Culturais - Música

Conteúdos Específicos Professor Ensino Superior - Licenciatura Plena ou Bacharelado - Habilidades Artístico Culturais - Música Conteúdos Específicos Professor Ensino Superior - Licenciatura Plena ou Bacharelado - Habilidades Artístico Culturais - Música 31) Em sua primeira fase, a música religiosa era essencialmente vocal, não

Leia mais

CONCURSO VESTIBULAR 2013 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA. Assinatura: PROVA COLETIVA

CONCURSO VESTIBULAR 2013 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA. Assinatura: PROVA COLETIVA CONCURSO VESTIBULAR 2013 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA LOCAL-SALA-SEQ INSCRIÇÃO NOME Assinatura: PROVA COLETIVA 1- A prova está dividida em 4 questões com as seguintes pontuações: Questão

Leia mais

Página 1 de 18. CANTO PRA VIVER WWW.CANTOPRAVIVER.COM 2568-6544 cantopraviver@cantopraviver.com

Página 1 de 18. CANTO PRA VIVER WWW.CANTOPRAVIVER.COM 2568-6544 cantopraviver@cantopraviver.com Página 1 de 18 Página 2 de 18 APOSTILA PERCEPÇÃO HARMÔNICA BÁSICO A OFICINA DE PERCEPÇÃO HARMÔNICA SERÁ TRABALHADA EM DOIS NÍVEIS (MÓDULOS): MÓDULO A ==> Serão passadas noções de teoria musical, intervalos,

Leia mais

TECLADO. (aula 1) O Teclado é um instrumento musical eletrônico, composto por teclas onde simulam sons de forma digital! Origem do Instrumento

TECLADO. (aula 1) O Teclado é um instrumento musical eletrônico, composto por teclas onde simulam sons de forma digital! Origem do Instrumento TECLADO (aula 1) O Teclado é um instrumento musical eletrônico, composto por teclas onde simulam sons de forma digital! Origem do Instrumento O Piano e o Órgão são os instrumentos musicais mais tradicionais

Leia mais

NOTAÇÃO MUSICAL: Como se escreve música?

NOTAÇÃO MUSICAL: Como se escreve música? NOTAÇÃO MUSICAL: Como se escreve música? A música é uma linguagem sonora como a fala. Assim como representamos a fala por meio de símbolos do alfabeto, podemos representar graficamente a música por meio

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE OBOÉ

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE OBOÉ INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE OBOÉ Você vai descobrir o oboé e aprender a tocar e aperfeiçoar a técnica! O objetivo deste documento de Introdução ao Estudo de Oboé é de divulgar e esclarecer os tópicos mais

Leia mais

Cumprimento das actividades definidas no Plano Curricular Anual

Cumprimento das actividades definidas no Plano Curricular Anual Cumprimento das actividades definidas no Plano Curricular Anual Áreas de Conteúdo Actividades planificadas e realizadas Actividades planificadas e não realizadas Actividades não planificadas e realizadas

Leia mais

ARTE PROTO-GREGA, GREGA E HELENÍSTICA

ARTE PROTO-GREGA, GREGA E HELENÍSTICA ARTE PROTO-GREGA, GREGA E HELENÍSTICA Arte Proto-Grega A arte Proto-Grega também é conhecida como Creto-Micênica. Na Ilha de Creta, no Mar Egeu, desenvolveu-se uma civilização que deixou como principal

Leia mais

Noções Básicas de Teoria Musical. por Alessandro Penezzi

Noções Básicas de Teoria Musical. por Alessandro Penezzi Noções Básicas de Teoria Musical por Alessandro Penezzi São Paulo, 1999 1) INTRODUÇÃO...4 a) Som é tudo o que ouvimos....4 b) Música é a arte de combinar sons....4 c) Notas Musicais...4 d) Grau Conjunto...5

Leia mais

Disciplina:História Professora: Andréa Alexandre

Disciplina:História Professora: Andréa Alexandre Disciplina:História Professora: Andréa Alexandre Montanhas e costas marítimas; Mar Mediterrâneo, Mar Egeo e Mar Jônico. Costa bastante recortada com 80% de montanhas; Grande numero de Ilhas; Formação

Leia mais

A RELAÇÃO MATEMÁTICA E MÚSICA. Resumo: Este trabalho procura estudar a relação entre a matemática e a música.

A RELAÇÃO MATEMÁTICA E MÚSICA. Resumo: Este trabalho procura estudar a relação entre a matemática e a música. A RELAÇÃO MATEMÁTICA E MÚSICA Adriano Luís Simonato (Faculdades Integradas FAFIBE) Maria Palmira Minholi Dias (Faculdade de Ciências e Tecnologia de Birigüi/SP) Resumo: Este trabalho procura estudar a

Leia mais

PLATÃO: CONTRIBUIÇÕES DA MÚSICA NA FORMAÇÃO DO CIDADÃO

PLATÃO: CONTRIBUIÇÕES DA MÚSICA NA FORMAÇÃO DO CIDADÃO Carlos Eduardo Ribeiro Aguiar Orientador: Prof. Dr. Paulo César de Oliveira DFIME/UFSJ Resumo: Platão, inspirando-se em Pitágoras, Dâmon e Sócrates, encontrou algumas contribuições da música na formação

Leia mais

Planificação Anual 1º Ano AEC Expressão Musical 2014/2015

Planificação Anual 1º Ano AEC Expressão Musical 2014/2015 Planificação Anual 1º Ano AEC Expressão Musical 2014/2015 Unidades Conteúdos Competências Actividades Recursos/Materiais Unidade 1 Unidade 2 Primeira Abordagem lúdica de Sensibilização e exploração do

Leia mais

VIOLÃO 1. escalas, formação de acordes, tonalidade e um sistema inédito de visualização de trechos para improvisar.

VIOLÃO 1. escalas, formação de acordes, tonalidade e um sistema inédito de visualização de trechos para improvisar. VIOLÃO 1 escalas, formação de acordes, tonalidade e um sistema inédito de visualização de trechos para improvisar CD com solos e acompanhamento Saulo van der Ley Guitarrista e violonista Composição & Regência

Leia mais

Projeto Tocarei ao Senhor

Projeto Tocarei ao Senhor Projeto Tocarei ao Senhor Formando Bandas Sinfônicas nas igrejas Objetivo: Formar Bandas Sinfônicas com uso de instrumentos de sopro (madeiras flautas, clarinetes, saxofones, oboé, fagote), metais (trompetes,

Leia mais

O básico da Guitarra - Aula 6 J. Junior. Acordes Básicos

O básico da Guitarra - Aula 6 J. Junior. Acordes Básicos O básico da Guitarra - Aula 6 J. Junior Acordes Básicos Muitas vezes, o que mexe com a gente e nos faz querer tocar guitarra é aquele solo ou riff do guitarrista da nossa banda favorita, mas devemos saber

Leia mais

Arte 1º. Ano do Ensino Médio. Linha do Tempo da História da Arte (Períodos/ Movimentos Artísticos/ Contexto Histórico).

Arte 1º. Ano do Ensino Médio. Linha do Tempo da História da Arte (Períodos/ Movimentos Artísticos/ Contexto Histórico). Arte 1º. Ano do Ensino Médio 1º. Trimestre - Conteúdo Avaliativo: Linha do Tempo da História da Arte (Períodos/ Movimentos Artísticos/ Contexto Histórico). Períodos Artísticos: Pré-História/Idade Antiga

Leia mais

A Escola de Pitágoras

A Escola de Pitágoras Quem foi Pitágoras? Pitágoras, um dos maiores filósofos da Europa antiga, era filho de um gravador, Mnesarco. Nasceu cerca de 580 anos a.c., em Samos, uma ilha do mar Egeu, ou, segundo alguns, em Sidon,

Leia mais

EDITAL 04/2015 ADMISSÃO AO CURSO PREPARATÓRIO PARA O MÓDULO 3 DO CURSO FORMAÇÃO MUSICAL

EDITAL 04/2015 ADMISSÃO AO CURSO PREPARATÓRIO PARA O MÓDULO 3 DO CURSO FORMAÇÃO MUSICAL GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA FUNDAÇÃO ANITA MANTUANO DE ARTES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ESCOLA DE MÚSICA VILLA-LOBOS EDITAL 04/2015 ADMISSÃO AO CURSO PREPARATÓRIO

Leia mais

ESCOLA PIRLILIM / ANO 2015 PLANO DE UNIDADE PLANO DA I UNIDADE

ESCOLA PIRLILIM / ANO 2015 PLANO DE UNIDADE PLANO DA I UNIDADE ESCOLA PIRLILIM / ANO 2015 PLANO DE UNIDADE GRUPO: 7 PERÍODO: / à / ÁREA DO CONHECIMENTO: Música CARGA HORÁRIA: COMPETÊNCIAS E HABILIDADES PLANO DA I UNIDADE - Conhecer e criar novas melodias. - Desenvolver

Leia mais

Violão Clássico. Prof. Juarez Barcellos. Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos!

Violão Clássico. Prof. Juarez Barcellos. Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos! Violão Clássico Prof. Juarez Barcellos Licença Creative Commons Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos! Em 2002, comecei a dar aulas particulares nas Em 2002, comecei a dar aulas

Leia mais

Planificação MÚSICA TIMORENSE NO 2.º CICLO: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS E CULTURAIS

Planificação MÚSICA TIMORENSE NO 2.º CICLO: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS E CULTURAIS MÚSICA TIMORENSE NO 2.º CICLO: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS E CULTURAIS Sessão n.º 1 1- Apresentação do projeto: objectivos e finalidades; 2- Apresentação dos objetivos e finalidades; 3- Música Timorense (He-le-le);

Leia mais

Escola para Formação de Artistas Artes Visuais Dança Música Teatro

Escola para Formação de Artistas Artes Visuais Dança Música Teatro Fundação das Artes Escola para Formação de Artistas Artes Visuais Dança Música Teatro Inscrições Abertas Turmas 2013 Primeiro Semestre Cursos Livres e Técnicos A Fundação das Artes é uma Escola de Artes

Leia mais

450 ano da Música no Rio de Janeiro na Sala de Aula

450 ano da Música no Rio de Janeiro na Sala de Aula 450 ano da Música no Rio de Janeiro na Sala de Aula Caderno do professor Criado a partir da Cartilha Piano Brasil VII do maestro Ricardo Prado (gentilmente cedida por Cíntia Pereira-Delphos Produções www.delphosproducoes.com)

Leia mais

PROJETO MÚSICA NOS HOSPITAIS ICMS/SP. O canto abraça nossa alma, enternece os corações e comunga com o sagrado em nós.

PROJETO MÚSICA NOS HOSPITAIS ICMS/SP. O canto abraça nossa alma, enternece os corações e comunga com o sagrado em nós. O canto abraça nossa alma, enternece os corações e comunga com o sagrado em nós. CONCERTOS DE MÚSICA SACRA ERUDITA Este projeto tem como premissa, por meio da Música Sacra Erudita, sem vínculos religiosos,

Leia mais

www.portaledumusicalcp2.mus.br

www.portaledumusicalcp2.mus.br Apostila de Educação Musical 1ª Série Ensino Médio www.portaledumusicalcp2.mus.br O QUE É MÚSICA? A música (do grego μουσική τέχνη - musiké téchne, a arte das musas) constituise basicamente de uma sucessão

Leia mais

DISCIPLINAS Português Inglês Francês Artes Visuais Ed. Musical Vocabulário: Family

DISCIPLINAS Português Inglês Francês Artes Visuais Ed. Musical Vocabulário: Family 6º Ano DISCIPLINAS Português Inglês Francês Artes Visuais Ed. Musical Vocabulário: Family Elementos Visuais - members, pets textura (animals and Arte na pré-história - related adjectives); pintura e escultura

Leia mais

Prof. Carlos Rogério Lopes de Souza CAGÉRIO

Prof. Carlos Rogério Lopes de Souza CAGÉRIO OFICINA Construção de instrumentos de sopro Prof. Carlos Rogério Lopes de Souza CAGÉRIO APRESENTAÇÃO CARLOS ROGÉRIO (CAGÉRIO) EDUCAÇÃO FÍSICA UNIFOA (Volta Redonda RJ) EDUCAÇÃO ARTÍSTICA (MÚSICA) USP (Ribeirão

Leia mais

Portaria n.º 84/2004 de 21 de Outubro de 2004

Portaria n.º 84/2004 de 21 de Outubro de 2004 Portaria n.º 84/2004 de 21 de Outubro de 2004 JORNAL OFICIAL Nº 43 I SÉRIE 21-10-2004 Ao abrigo do regime jurídico da educação extra-escolar, criado pelo Decreto Legislativo Regional n.º 13/2002/A, de

Leia mais

24 Acorde Maior X Acorde Menor - Conteúdo

24 Acorde Maior X Acorde Menor - Conteúdo Introdução Formação de Escalas e de Acordes Encadeamentos e Harmonia Acordes Maiores e Menores Tons Homônimos Encadeamento V7 i em Fá Menor (Fm) Cadência de Picardia próxima 2 Introdução Nas Unidades de

Leia mais

Início em Arranjos Musicais

Início em Arranjos Musicais Marcelo Morales Torcato Início em Arranjos Musicais 1ª. Edição Pauliceia Marcelo Morales Torcato 2009 PRIMEIRA AULA. As notas musicais são sete: dó; ré; mi; fá; sol; lá; si. Também podem ser representadas

Leia mais

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Apostila de Iniciação ao Violão e Guitarra Miigueell do Prrado Urrttado São Carlos SP, 23 de fevereiro de 2006. Contatos: miguelurtado@yahoo.com.br miguelurtado@polvo.ufscar.br Proibido reprodução do material

Leia mais

EMOÇÃO E RITMO: ENTRE AS FRONTEIRAS DA TEORIA LITERÁRIA E DA TEORIA MUSICAL

EMOÇÃO E RITMO: ENTRE AS FRONTEIRAS DA TEORIA LITERÁRIA E DA TEORIA MUSICAL EMOÇÃO E RITMO: ENTRE AS FRONTEIRAS DA TEORIA LITERÁRIA E DA TEORIA MUSICAL Introdução Cíntia Pires de Lemos Ramires (PG- CLCA - UENP/CJ) Luciana Brito (Orientadora - CLCA - UENP/CJ) A teoria literária

Leia mais

Colégio Cenecista Dr. José Ferreira

Colégio Cenecista Dr. José Ferreira Colégio Cenecista Dr. José Ferreira MATEMÁTICA E MÚSICA ESTRUTURA MUSICAL EM ESCALA MATEMÁTICA Área de Concentração: Matemática, Ciências Naturais e Teoria Musical Disciplina de Concentração: Matemática

Leia mais

PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS MÚSICA ETAPA TEÓRICA

PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS MÚSICA ETAPA TEÓRICA PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS MÚSICA ETAPA TEÓRICA Para responder às questões de 01 a 09, consulte a obra Kanonisches Liedchen, de Robert Schumann, do Álbum Para Juventude Op. 68, que se encontra reproduzida

Leia mais

Aulas Complementares. Música, Jogos em Movimento, Interação Ambiental e Inglês

Aulas Complementares. Música, Jogos em Movimento, Interação Ambiental e Inglês Aulas Complementares Música, Jogos em Movimento, Interação Ambiental e Inglês Música Instrumentos Experimentar e perceber o som dos instrumentos, é de grande importância na musicalização infantil. Nas

Leia mais

Dó Dó# - Ré Ré# - Mi Fá Fá# - Sol Sol# - Lá Lá# - Si Dó

Dó Dó# - Ré Ré# - Mi Fá Fá# - Sol Sol# - Lá Lá# - Si Dó Introdução às Escalas Musicais Por certo todos já ouviram falar de escalas musicais. A mais conhecida de todas é a escala de Dó maior, onde abrange as notas: Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Lá, Si. Além dessas notas,

Leia mais

A LINGUAGEM MUSICAL DO MUSICOTERAPEUTA

A LINGUAGEM MUSICAL DO MUSICOTERAPEUTA A LINGUAGEM MUSICAL DO MUSICOTERAPEUTA Rita Bomfati. UNESPAR- FAP ritabomfati1@gmail.com Resumo: A importância da formação musical do musicoterapeuta (conhecimento de ritmos e instrumentos, história da

Leia mais

Expressão Musical - Som

Expressão Musical - Som Expressão Musical - Som 1º Ciclo Dos 6 aos 10 anos Página U m a Q u e s t ã o d e S e x o ( s ) É uma exposição orientada, preferencialmente, para alunos do 3ºciclo e do secundário. No entanto, alguns

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM (4 anos)

METAS DE APRENDIZAGEM (4 anos) METAS DE APRENDIZAGEM (4 anos) 1. CONHECIMENTO DO MUNDO Expressar curiosidade e desejo de saber; Reconhecer aspetos do mundo exterior mais próximo; Perceber a utilidade de usar os materiais do seu quotidiano;

Leia mais

-~~ PROVA DE FÍSICA - 2º TRIMESTRE DE 2014 PROF. VIRGÍLIO

-~~ PROVA DE FÍSICA - 2º TRIMESTRE DE 2014 PROF. VIRGÍLIO COl.é. -~~ gio. da Vinci PROVA DE FÍSICA - 2º TRIMESTRE DE 2014 PROF. VIRGÍLIO NOME N 9 ANO --- Olá, caro(a) aluno(a). Segue abaixo uma serre de exercicres que têm, como base, o que foi trabalhado em sala

Leia mais

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC Formação musical suposta para cada ano do 1º ciclo. Cursos de Formação de Professores

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC Formação musical suposta para cada ano do 1º ciclo. Cursos de Formação de Professores FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC Formação musical suposta para cada ano do 1º ciclo Cursos de Formação de Professores António José Ferreira 08/03/2008 Com a acção Formação Musical e Música no 1º Ciclo

Leia mais

Arte Pré Histórica Bisão da Gruta de Altamira Bisão da Gruta de Altamira Réplica Museu Arqueológico Nacional da Espanha Espanha

Arte Pré Histórica Bisão da Gruta de Altamira Bisão da Gruta de Altamira Réplica Museu Arqueológico Nacional da Espanha Espanha Estes textos são produzidos sob patrocínio do Departamento Cultural da Clínica Naturale.Direitos são reservados. A publicação e redistribuição de qualquer conteúdo é proibida sem prévio consentimento.

Leia mais

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim II

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim II EDUCAÇÃO INFANTIL Maceió, 05 de outubro de 2015. GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim II Senhores pais ou responsáveis Seguem abaixo os temas, objetivos, atividades e evento de culminância dos projetos

Leia mais

A Flauta Mágica: Usando a flauta nasal havaiana para curar e manifestar por: Jim Fallon Tradução de José Marcos Sobral

A Flauta Mágica: Usando a flauta nasal havaiana para curar e manifestar por: Jim Fallon Tradução de José Marcos Sobral A Flauta Mágica: Usando a flauta nasal havaiana para curar e manifestar por: Jim Fallon Tradução de José Marcos Sobral Como na maioria das culturas indígenas nativas, os antigos havaianos desenvolveram

Leia mais

História da Arte - Linha do Tempo

História da Arte - Linha do Tempo História da Arte - Linha do Tempo PRÉ- HISTÓRIA (1000000 A 3600 a.c.) Primeiras manifestações artísticas. Pinturas e gravuras encontradas nas paredes das cavernas. Sangue de animais, saliva, fragmentos

Leia mais

HISTÓRIA DA MÚSICA OCIDENTAL

HISTÓRIA DA MÚSICA OCIDENTAL HISTÓRIA DA MÚSICA OCIDENTAL A Música Barroca A palavra barroco vem da língua portuguesa e significa "pérola irregular". Foi adotada internacionalmente para caracterizar o estilo ornamentado e pomposo

Leia mais

PLANIFICAÇÕES AEC Expressão Musical

PLANIFICAÇÕES AEC Expressão Musical PLANIFICAÇÕES AEC Expressão Musical 1º Ano Sons do meio ambiente e da natureza / silêncio Sons do corpo (níveis corporais) Sons naturais e artificiais Sons fortes e fracos Sons pianos (p), médios (mf)

Leia mais

A FÍSICA DA MÚSICA. Carlos Alexandre Wuensche Seminários sobre o ensino de Física São Paulo, 06 de agosto de 2005

A FÍSICA DA MÚSICA. Carlos Alexandre Wuensche Seminários sobre o ensino de Física São Paulo, 06 de agosto de 2005 A FÍSICA DA MÚSICA Carlos Alexandre Wuensche Seminários sobre o ensino de Física São Paulo, 06 de agosto de 2005 http://www.das.inpe.br/~alex/fismus_indice.htm INTRODUÇÃO O que é o som? Qual é a relação

Leia mais

TONALIDADE X FREQUÊNICA

TONALIDADE X FREQUÊNICA Som, notas e tons TONALIDADE X FREQUÊNICA O violão é um instrumento musical e o seu objetivo é fazer música. Música é a organização de sons em padrões que o cérebro humano acha agradável (ou pelo menos

Leia mais

IGREJA CRISTÃ MARANATA. Apostila De Teclado. Comissão de ensino Vale do Aço

IGREJA CRISTÃ MARANATA. Apostila De Teclado. Comissão de ensino Vale do Aço IGREJA CRISTÃ MARANATA Apostila De Teclado Comissão de ensino Vale do Aço Introdução O Teclado é um dos instrumentos mais utilizados hoje em dia, por sua grande flexibilidade e diversificação. Com um simples

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO N 01 DO EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 02/2014

EDITAL DE RETIFICAÇÃO N 01 DO EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 02/2014 EDITAL DE RETIFICAÇÃO N 01 DO EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 02/2014 O Prefeito em Exercício do Município de Lucas do Rio Verde e a Presidente da Comissão Examinadora do Processo

Leia mais

Os instrumentos musicais e seus naipes na idade pré-escolar: Um estudo teórico-prático.

Os instrumentos musicais e seus naipes na idade pré-escolar: Um estudo teórico-prático. Os instrumentos musicais e seus naipes na idade pré-escolar: Um estudo teórico-prático. Mírian Regina Braga Misquiatti. Prefeitura Municipal de Bauru. mquiatti@gmail.com Roberto Vergílio Soares. Prefeitura

Leia mais

FUVEST - VESTIBULAR 2010 PROVA DE APTIDÃO EM MÚSICA

FUVEST - VESTIBULAR 2010 PROVA DE APTIDÃO EM MÚSICA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE COMUNICAÇÕES E ARTES DEPARTAMENTO DE MÚSICA FUVEST - VESTIBULAR 2010 PROVA DE APTIDÃO EM MÚSICA Curso: ( ) Licenciatura ( ) Canto ( ) Instrumento ( ) Regência ( ) Composição

Leia mais

ARTES AVALIAÇÃO. Aula 3.2 - AVALIAÇÃO

ARTES AVALIAÇÃO. Aula 3.2 - AVALIAÇÃO Aula 3.2-2 1. A Anunciação é uma das obras mais conhecidas de Leonardo da Vinci. Feita por volta do ano de 1472, ela retrata uma das cenas bíblicas mais famosas de todos os tempos. Escreva nas linhas abaixo

Leia mais

Prova de Equivalência à Frequência

Prova de Equivalência à Frequência Rubricas dos Professores Vigilantes Prova de Equivalência à Frequência Educação Musical /Prova 12/2ª Fase/2014 Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ESTUDANTE Nome completo Documento

Leia mais

Apostila de Ensino Violão (Módulo I)

Apostila de Ensino Violão (Módulo I) Apostila de Ensino Violão (Módulo I) APRESENTAÇÃO Esta apostila reúne uma compilação de estudos embasados nas devidas referências bibliográficas, notações complementares e exercícios práticos criados;

Leia mais

ACORDEON MANUAL DO PROPRIETÁRIO

ACORDEON MANUAL DO PROPRIETÁRIO ACORDEON MANUAL DO PROPRIETÁRIO ÍNDICE SOBRE O ACORDEON... 4 ANATOMIA...4 O FOLE...6 PARA TOCAR ACORDEON...6 MOVIMENTO DO FOLE...7 DICAS...7 SOBRE O ACORDEON O acordeon pertence a uma ampla família de

Leia mais

Lista de Recuperação de Arte 6º ANO

Lista de Recuperação de Arte 6º ANO 1 Nome: nº Data: / /2012 ano bimestre Profa.: Denise Lista de Recuperação de Arte 6º ANO Nota: 1) A arte fez parte da vida do homem desde a pré-história ( período anterior ao surgimento da escrita ) que

Leia mais

INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO

INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO MARIO SALES SANTOS CAMPO HARMÔNICO São Paulo 2013 SUMARIO O QUE É O CAMPO HARMÔNICO... 02 OUTROS CAMPOS MAIORES... 03 HARMONIZAÇÃO PELO C.H E DICA DE COMPOSIÇÃO... 05 O QUE

Leia mais

Os instrumentos musicais são classificados conforme o material de que são confeccionados e a forma como o som é produzido.

Os instrumentos musicais são classificados conforme o material de que são confeccionados e a forma como o som é produzido. Instrumentos Musicais O homem primitivo começou a construir instrumentos musicais para tentar imitar os sons da natureza. Os primeiros instrumentos de que se têm notícia são aqueles feitos de ossos de

Leia mais

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas Departamento Curricular/Ciclo: 1º Ciclo Disciplina: Expressões Artísticas e Físico-Motora Ano de escolaridade: 4º ano Ano letivo: 2015/2016 Perfil do aluno à saída do 1º ciclo: Participar na vida sala

Leia mais

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES Introdução ao tema A importância da mitologia grega para a civilização ocidental é tão grande que, mesmo depois de séculos, ela continua presente no nosso imaginário. Muitas

Leia mais

VERDADEIROS FALSOS CORRETA

VERDADEIROS FALSOS CORRETA Arte Pré-Histórica Questão 01 A religiosidade é um item de bastante relevância no estudo da arte na pré-história. Que alternativa abaixo marca CORRETAMENTE fatos que atestam esta realidade? a) ( ) As pinturas

Leia mais

Sopro Novo Yamaha Musicalização Através da Flauta Doce

Sopro Novo Yamaha Musicalização Através da Flauta Doce Sopro Novo Yamaha Musicalização Através da Flauta Doce Proposta do Programa Sopro Novo Yamaha de parceria com a Secretaria de Educação e Cultura da cidade XXXXXX estado XXXX 2011 Ementa: Trata-se de um

Leia mais

De Creta a Micenas. As Origens do Mundo Grego

De Creta a Micenas. As Origens do Mundo Grego De Creta a Micenas As Origens do Mundo Grego 1 O início da História Entre os séculos XX a.c. e XVI a.c., floresceu em Creta, a maior ilha do Mediterrâneo, uma brilhante civilização, que influenciou a desenvolvida

Leia mais

Ensino em Grupo de Instrumento Musical na Educação Básica

Ensino em Grupo de Instrumento Musical na Educação Básica Ensino em Grupo de Instrumento Musical na Educação Básica Alessandra Nunes de Castro Silva, SEDUC/GO, alessandrancs@hotmail.com Resumo: O presente artigo trata-se de um relato de experiência a respeito

Leia mais

O Maestro & ==============

O Maestro & ============== Vamos aprender colorindo? ================== I M P R I M A E S T E D O C U M E N T O P A R A P I N T A R C O M L Á P I S D E C O R Nome: Comum CCB: I N T R O D U Ç Ã O : Esta apostila livre foi desenvolvida

Leia mais

Prova Prática: Curso de Música

Prova Prática: Curso de Música Universidade do Estado de Santa Catarina Vestibular 2014.1 Prova Prática: Curso de Música NOME DO(A) CANDIDATO(A) Instruções Para fazer a prova você usará: este caderno de prova; um cartão-resposta que

Leia mais

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 30/08/2009

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 30/08/2009 Questão 21 Conhecimentos Específicos - Instrumento Musical Em 1914, Erich von Hornbostel e Curt Sachs classificaram os instrumentos musicais de acordo com a maneira como é produzido o som. Nesse sistema,

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. DINIS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. DINIS 1 NOTA INTRODUTÓRIA Programa Música - AEC (1º e 2º Ano - 1º CEB) (Adaptação do Programa do 1º Ciclo Plano da Meloteca) No âmbito da Expressão e Educação Musical, ao abrigo do Despacho n.º 9265-B/2013,

Leia mais