ARRANJO PRODUTIVO LOCAL VALE DOS VINHEDOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ARRANJO PRODUTIVO LOCAL VALE DOS VINHEDOS"

Transcrição

1 ARRANJO PRODUTIVO LOCAL VALE DOS VINHEDOS Design: Base de Comunicação ELABORAÇÃO Jorge Tonietto - Embrapa Uva e Vinho Jaime Milan Aprovale

2 Períodos Evolutivos da Vitivinicultura Brasileira Período 1º Período 2º Período 3º Período 4º Período 1870 a a a 1990 Ano 2000 em fase de transição Geração dos Vinhos 1ª Geração 2ª Geração 3ª Geração 4ª Geração Estágio Vinhos Implantação da Vitivinicultura Vinhos de Americanas Fonte : TONIETTO, J Diversificação de Produtos Vinhos de Híbridos e de Viníferas Incremento da Qualidade Vinhos Varietais Afirmação da Identidade Regional Vinhos de Qualidade: Indicação Geográfica

3 A Produção de Vinhos Finos no Brasil Brasil e as Regiões de Vinhos Finos Vale do São Francisco Vale do São Francisco Região Tradicional Região Tradicional Novas Regiões Campanha Serra do Sudeste Serra Gaúcha Serra do Sudeste Por Tonietto, J. & Falcade, I., 2000

4 Vale dos Vinhedos Região Demarcada A primeira indicação geográfica reconhecida do Brasil 12 I N O V A Ç Õ E S N A P R O D U Ç Ã O D E V I N H O S D E Q U A L I D A D E N O B R A S I L

5 Organização e Gerenciamento de Produção APROVALE Criação da Aprovale Abertura do Processo para IG no I.N.P.I Criação do Conselho Regulador da IG Vale dos Vinhedos - Regulamento da IP Vale dos Vinhedos

6 Organização e Gerenciamento de Produção APROVALE Reconhecimento pelo I.N.P.I. Registro de Indicação Geográfica Nº , de Área Geográfica - 81,23 Km 2 (Vale em Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul) Denominação - Vale dos Vinhedos Produtos - Vinhos Tintos, Brancos e Espumantes Base legal - Lei nº 9.279, de Espécie de IG - Indicação de Prodecência País - Brasil Titular Aprovale

7 Associados da APROVALE - Adega Casa de Madeira - Adega Cavalleri - Adega de Vinhos Finos Don Cândido - Angheben Adega de Vinhos Finos - Chandon do Brasil - Calza Junior - Casa Graciema - Casa Valduga - Cooperativa Vinícola Aurora - Famiglia Tasca - Tecnovin do Brasil - Vallontano Vinhos Nobres - Villaggio Larentis - Vinhos Don Laurindo - Vinhos Reserva da Cantina - Vinhos Titton - Vinícola Cave de Pedra - Vinícola Cordelier - Vinícola Lídio Carraro - Vinícola Marco Luigi - Vinícola Miolo - Vinícola Pizzato - Wine Park Organização: Jorge Tonietto, 2003 Embrapa Uva e Vinho

8 Internalização dos Conceitos das Indicações Geográficas Publicações, Palestras com expertos, Internalização deconceitos, Propostas iniciais de desenvolvimento,

9 Apoios Institucionais Aprovale Embrapa UCS Embrapa Solos Embrapa Clima Temperado Fapergs Sebrae

10 Vale dos Vinhedos IP Certificações Safra Vinho fino elaborado no Vale dos Vinhedos Vinho com IP (nº selos) L L L

11 Vale dos Vinhedos IP Certificações SAFRA 2003 Tipo de Vinho Quantidade (litros) Selos Branco L Tinto L Base p/ Espumante L Total: litros

12 Vale dos Vinhedos IP Impacto na Área Geográfica de Produção Valorização das propriedades rurais - 200% a 500% em cinco anos Incremento da Área Plantada - Em crescimento Sistemas de Produção de Qualidade Uvas mais valorizadas - Assistência técnica (espaldeiras e mudas de qualidade) - Valorização da qualidade da uva

13 Vale dos Vinhedos IP Impacto na Área Geográfica de Produção Aumento do Número de Vinícolas e do Padrão Tecnológico - Número crescente de novos empreendimentos (10 novas vinícolas nos últimos 5 anos e mais 5 em andamento) Maior Oferta de Empregos - Empregos cresceram no campo, na indústria, na construção civil, no turismo e nos serviços de apoio (transportes, restaurantes)

14 Vale dos Vinhedos IP Impacto na Área Geográfica de Produção Outros Investimentos - Agroindústria: duas queijarias, produção de sucos e alimentos. - Turismo: dois hotéis e várias restaurantes. - Serviços Enoturismo/ Gastronomia - Crescimento anual constante de visitantes ( em 2003). - Crescimentodos cursos de degustação de vinhos e elaboração

15 Vale dos Vinhedos IP Impacto na Área Geográfica de Produção Preservação Ambiental Grupo de trabalho da Aprovale, comunidade e poder público dos 3 municípios. Conscientização e planejamento para: - Tratamentos fitossanitários, manejo da flora e fauna, preservação dos recursos hídricos (repovoamento dos arroios e combate ao borrachudo e outras pragas). Organização: Jorge Tonietto, 2003 Embrapa Uva e Vinho

16 Vale dos Vinhedos IP Impacto na Área Geográfica de Produção Plano Diretor - Participação de representantes das comunidades na elaboração do Plano Diretor do Interior para ordenar o desenvolvimento da zona rural, preservando a vocação local. Outras Vantagens - Vinhos com IP tem preferência de colocação no mercado. - Não houve redução nos preços de vinhos com IP, enquanto para os demais isto ocorreu.

17 Importações de Vinhos e Derivados da Uva e do Vinho - Por Procedência Observações Quantidade de litros*obtida com base no equivalente médio em litros a um kg de vinho. Países do Mercosul: Argentina, Chile, Uruguai Outros Países: África do Sul, Alemanhã, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, Eslovênia, Espanha, Estados Unidos, França, Grécia, Hungria, Israel, Itália, Líbano, Nova Zelândia, Países Baixos, Portugal, Reino Unido, Romênia, Suíça, Afeganistão, Barbados, Bulgária, China, Croácia, Ilhas Cayman, Irlanda, Japão Fonte: Sistema Alice Web SECEX / MDIC / DECEX - UVIBRA Elaboração: Ibravin Instituto Brasileiro do Vinho

Manual da Indicação Geográfica do Vale dos Vinhedos

Manual da Indicação Geográfica do Vale dos Vinhedos Manual da Indicação Geográfica do Vale dos Vinhedos Uma conquista O Brasil do futuro é agora: a vida melhorando, o mercado crescendo, novos produtos chegando, tudo acontecendo ao mesmo tempo. E com isto

Leia mais

Indicação Geográfica (IG) para Vinhos no Brasil

Indicação Geográfica (IG) para Vinhos no Brasil Análises e Indicadores do Agronegócio ISSN 1980-0711 Indicação Geográfica (IG) para Vinhos no Brasil O Ministério da Agricultura e o Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (IN- PI) têm trabalhado

Leia mais

Recorde-se que no item Transporte chamou-se a atenção para o crescimento do movimento de vôos internacionais no aeroporto de Fortaleza.

Recorde-se que no item Transporte chamou-se a atenção para o crescimento do movimento de vôos internacionais no aeroporto de Fortaleza. A atividade do setor de no Ceará, tem apresentado um expressivo crescimento ao longo dos últimos anos. De fato, tendo recebido 970.000 turistas em 1997, este fluxo alcançou 1.550.857 em 2003 e 1.784.354

Leia mais

CAPÍTULO 2 GEORREFERENCIAMENTO DA REGIÃO DE REFERÊNCIA DA INDICAÇÃO DE PROCEDÊNCIA PINTO BANDEIRA: CARTAS IMAGEM

CAPÍTULO 2 GEORREFERENCIAMENTO DA REGIÃO DE REFERÊNCIA DA INDICAÇÃO DE PROCEDÊNCIA PINTO BANDEIRA: CARTAS IMAGEM CAPÍTULO 2 GEORREFERENCIAMENTO DA REGIÃO DE REFERÊNCIA DA INDICAÇÃO DE PROCEDÊNCIA PINTO BANDEIRA: CARTAS IMAGEM Loiva Maria Ribeiro de Mello Carlos Alberto Ely Machado André Rodrigo Farias Sonia Marliza

Leia mais

Panorama vitivinícola do Brasil. Eng. Agr. Mauro Zanus Chefe-Geral Embrapa Uva e Vinho

Panorama vitivinícola do Brasil. Eng. Agr. Mauro Zanus Chefe-Geral Embrapa Uva e Vinho Panorama vitivinícola do Brasil Eng. Agr. Mauro Zanus Chefe-Geral Embrapa Uva e Vinho A Viticultura no Brasil - Uvas de Mesa - Uvas Finas - Uvas americanas/niágara - Uvas para de Vinho de Mesa - Uvas para

Leia mais

Carlos Eduardo Corrêa Nogueira

Carlos Eduardo Corrêa Nogueira Entrevista: Carlos Eduardo Corrêa Nogueira Carlos Eduardo Corrêa Nogueira é Diretor de Negócios Internacionais da vinícola brasileira Miolo, uma das maiores do País. Em entrevista a Textos do Brasil, Nogueira

Leia mais

Ação Cultural Externa Relatório Anual 2011 - Indicadores DSPDCE - 2012

Ação Cultural Externa Relatório Anual 2011 - Indicadores DSPDCE - 2012 Ação Cultural Externa Relatório Anual 0 Indicadores DSPDCE 0 .Iniciativas apoiadas pelo IC a) Número (total): 0 b) Montante global:.0,0,* Áreas Geográficas África América Ásia Europa Médio Oriente e Magrebe

Leia mais

RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012

RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Atualizado até 30/09/2011 RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012 1 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Autorizações

Leia mais

RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012

RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Atualizado até 30/09/2011 RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012 1 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Autorizações

Leia mais

PROMOÇÃO DA VITIVINICULTURA. Moacir Mazzarollo Presidente do Conselho Deliberativo Carlos Raimundo Paviani Diretor Técnico

PROMOÇÃO DA VITIVINICULTURA. Moacir Mazzarollo Presidente do Conselho Deliberativo Carlos Raimundo Paviani Diretor Técnico ORDENAMENTO E PROMOÇÃO DA VITIVINICULTURA Moacir Mazzarollo Presidente do Conselho Deliberativo Carlos Raimundo Paviani Diretor Técnico Histórico Conavin: Lei Federal Nº 7.298/1984 Decreto Federal Nº 92.152/1985

Leia mais

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes.

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes. 3. Geografia Turística 3.1 Geografia Turística: Brasil de Ponta a Ponta Proporcionar ao participante melhor compreensão geográfica do país; Apresentar as principais especificidades existentes nos continentes

Leia mais

Apresentação Projeto Setorial

Apresentação Projeto Setorial Apresentação Projeto Setorial O Ibravin Instituto Brasileiro do Vinho O Instituto Brasileiro do Vinho (IBRAVIN) nasceu em Janeiro de 1998 para representar os produtores de uva, sucos, vinhos e espumantes

Leia mais

Notas Técnicas A região do Vale do Submédio São Francisco está se desenvolvendo intensamente nos últimos anos. A viticultura, ou seja, a produção de

Notas Técnicas A região do Vale do Submédio São Francisco está se desenvolvendo intensamente nos últimos anos. A viticultura, ou seja, a produção de Notas Técnicas A região do Vale do Submédio São Francisco está se desenvolvendo intensamente nos últimos anos. A viticultura, ou seja, a produção de uvas para o consumo in natura, foi introduzida no Semi-Árido

Leia mais

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 23 de Maio

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 23 de Maio JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 23 de Maio AGENDA HORÁRIO ATIVIDADE LOCAL 07h00 Café da Manhã Restaurante Principal 08h45 Abertura Brasoftware Salão Tangará 10h00 Business Suite Salão Nobre 13h00

Leia mais

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios João Ricardo Albanez Superintendente de Política e Economia Agrícola, Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de

Leia mais

Apoio: Co-Financiamento: Realização:

Apoio: Co-Financiamento: Realização: Apoio: Co-Financiamento: Realização: Percepção que experts e Consumidores Internacionais têm Sobre Vinhos Brasileiros DIRCEU VIANNA JUNIOR Master of Wine Objetivos da Pesquisa: Avaliar vinhos Brasileiros

Leia mais

A dinamização de uma rota de vinhos como polo de atração turística na Beira Interior. Novembro, 2011

A dinamização de uma rota de vinhos como polo de atração turística na Beira Interior. Novembro, 2011 A dinamização de uma rota de vinhos como polo de atração turística na Beira Interior Novembro, 2011 1 Rota Turística (características) 1. Engloba um leque variado de atividades e atrações sob um tema unificador

Leia mais

Estudo de Caso Análise da dinâmica produtiva e inovativa em arranjos produtivos locais:o APL vitivinícola na Serra Gaúcha.

Estudo de Caso Análise da dinâmica produtiva e inovativa em arranjos produtivos locais:o APL vitivinícola na Serra Gaúcha. Estudo de Caso Análise da dinâmica produtiva e inovativa em arranjos produtivos locais:o APL vitivinícola na Serra Gaúcha (Produto 2) Estudo de Caso Análise da dinâmica produtiva e inovativa em arranjos

Leia mais

Empresas e tecnologias na nova conjuntura vinícola brasileira do início do século XXI

Empresas e tecnologias na nova conjuntura vinícola brasileira do início do século XXI Empresas e tecnologias na nova conjuntura vinícola brasileira do início do século XXI Felipe Athia Armando Dalla Costa RESUMO - A partir do final da década de 1980, o Brasil observou um acentuado crescimento

Leia mais

Bem Vindo! Bento Gonçalves - Serra Gaúcha - Brasil

Bem Vindo! Bento Gonçalves - Serra Gaúcha - Brasil Bem Vindo! Bento Gonçalves - Serra Gaúcha - Brasil Localize-se Bento - Gramado - Caxias - POA 45km 120 km 120km Bento Gonçalves: todo o encanto da Serra Gaúcha em uma cidade repleta de histórias e sabores

Leia mais

Degustando o inverno. Vale em Festa! Página 8. Redes Sociais Página 7. D.O. é apresentada ao mercado Página 4. Destaques

Degustando o inverno. Vale em Festa! Página 8. Redes Sociais Página 7. D.O. é apresentada ao mercado Página 4. Destaques Ano II - N o 6 -Abril - Maio - Junho 2011 Serra Gaúcha - RS - Brasil INFORMATIVO APROVALE - ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES DE VINHOS FINOS DO VALE DOS VINHEDOS Lucinara Masiero Degustando o inverno Destaques

Leia mais

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 19 de Setembro

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 19 de Setembro JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 19 de Setembro HORÁRIO ATIVIDADE LOCAL 07h00 Café da Manhã Restaurante Principal 08h45 Abertura Brasoftware Salão Tangará 10h00 Business Suite Salão Nobre 13h00 Almoço

Leia mais

Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional. Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB

Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional. Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB O NÚCLEO DE ECONOMIA EMPRESARIAL ESPM-SUL PESQUISA E APOIO 1. Despesas em

Leia mais

Produtos de qualidade, Patrimônio cultural e Desenvolvimento Territorial: O Caminhos de Pedra e o Vale dos Vinhedos

Produtos de qualidade, Patrimônio cultural e Desenvolvimento Territorial: O Caminhos de Pedra e o Vale dos Vinhedos Produtos de qualidade, Patrimônio cultural e Desenvolvimento Territorial: O Caminhos de Pedra e o Vale dos Vinhedos Claire Cerdan CIRAD-UFSC Introdução Ilustrar o uso do patrimônio cultural como elemento

Leia mais

A RENTABILIDADE FUTURA DO OLIVAL DE REGADIO UMA OPORTUNIDADE PARA PORTUGAL. Manuela Nina Jorge Prof. Francisco Avillez

A RENTABILIDADE FUTURA DO OLIVAL DE REGADIO UMA OPORTUNIDADE PARA PORTUGAL. Manuela Nina Jorge Prof. Francisco Avillez A RENTABILIDADE FUTURA DO OLIVAL DE REGADIO UMA OPORTUNIDADE PARA PORTUGAL Manuela Nina Jorge Prof. Francisco Avillez SUMÁRIO Uma oportunidade Definição das tecnologias Conceitos Análise da Rentabilidade

Leia mais

Es t i m a t i v a s

Es t i m a t i v a s Brasileiros no Mundo Es t i m a t i v a s Ministério das Relações Exteriores - MRE Subsecretaria Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior - SGEB Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2015

Anuário Estatístico de Turismo - 2015 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2015 Volume 42 Ano base 2014 Sumário I Turismo receptivo 1. Chegadas de turistas ao Brasil - 2013-2014

Leia mais

Touriga Nacional Vantagens e Constrangimentos de uma comunicação centrada nesta casta

Touriga Nacional Vantagens e Constrangimentos de uma comunicação centrada nesta casta Touriga Nacional Vantagens e Constrangimentos de uma comunicação centrada nesta casta Vila Real 04 de Novembro de 2014 Touriga Nacional Atributos Casta de identidade própria, fácil de reconhecer no copo

Leia mais

XV Congresso Latino-Americano de Viticultura e XIII Congresso Brasileiro de Viticultura e Enologia - Dall Onder Grande Hotel - Bento Gonçalves/RS

XV Congresso Latino-Americano de Viticultura e XIII Congresso Brasileiro de Viticultura e Enologia - Dall Onder Grande Hotel - Bento Gonçalves/RS XV Congresso Latino-Americano de Viticultura e XIII Congresso Brasileiro de Viticultura e Enologia - Dall Onder Grande Hotel - Bento Gonçalves/RS OPÇÕES DE ROTEIRO DE VISITAS TÉCNICAS - DIA 07 DE NOVEMBRO

Leia mais

2013 AVALIAÇÃO SETORIAL Fonte: depoimentos dos enólogos e pesquisadores citados no texto. Editado por Maurício Roloff e Martha Caus

2013 AVALIAÇÃO SETORIAL Fonte: depoimentos dos enólogos e pesquisadores citados no texto. Editado por Maurício Roloff e Martha Caus 2013 AVALIAÇÃO SETORIAL SAFRA GERAL Em um país com as dimensões do Brasil, é muito difícil traçar um único perfil de safra para todas as regiões vitivinícolas. Mesmo assim, é possível dizer que os vinhos

Leia mais

Preçário dos Cartões Telefónicos PT

Preçário dos Cartões Telefónicos PT Preçário dos Cartões Telefónicos PT Cartão Telefónico PT 5 e (Continente)... 2 Cartão Telefónico PT 5 e (Região Autónoma dos Açores)... 6 Cartão Telefónico PT 5 e (Região Autónoma da Madeira)... 10 Cartão

Leia mais

O USO DA INDICAÇÃO GEOGRÁFICA PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL: O CASO DA CARNE DO PAMPA GAÚCHO

O USO DA INDICAÇÃO GEOGRÁFICA PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL: O CASO DA CARNE DO PAMPA GAÚCHO 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 O USO DA INDICAÇÃO GEOGRÁFICA PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL: O CASO DA CARNE DO PAMPA GAÚCHO Andréia Moreira da Fonseca Boechat 1, Yony Brugnolo Alves

Leia mais

PORTUGAL. A recente performance de Portugal enquanto destino turístico Mitos e realidades. João Cotrim de Figueiredo 05 dezembro 2015

PORTUGAL. A recente performance de Portugal enquanto destino turístico Mitos e realidades. João Cotrim de Figueiredo 05 dezembro 2015 PORTUGAL A recente performance de Portugal enquanto destino turístico Mitos e realidades João Cotrim de Figueiredo 05 dezembro 2015 Um ciclo de crescimento longo e a acelerar 12 000 000 10 000 000 Receitas

Leia mais

1.a. Atividades principais concepção, produção, desenvolvimento e distribuição de bens duráveis e produtos profissionais. São três as suas divisões:

1.a. Atividades principais concepção, produção, desenvolvimento e distribuição de bens duráveis e produtos profissionais. São três as suas divisões: Electrolux AB 1. Principais Características Matriz: Electrolux AB Localização: Estocolmo, Suécia Ano de fundação: 1901 Internet: www.electrolux.com Faturamento (2000): US$ 11.537 mi Empregados (2000):

Leia mais

Geografia Econômica Mundial. Organização da Aula. Aula 4. Blocos Econômicos. Contextualização. Instrumentalização. Tipologias de blocos econômicos

Geografia Econômica Mundial. Organização da Aula. Aula 4. Blocos Econômicos. Contextualização. Instrumentalização. Tipologias de blocos econômicos Geografia Econômica Mundial Aula 4 Prof. Me. Diogo Labiak Neves Organização da Aula Tipologias de blocos econômicos Exemplos de blocos econômicos Algumas características básicas Blocos Econômicos Contextualização

Leia mais

Indicadores de avaliação Mercado de suco de uva; Foco: suco de uva natural/integral; Posicionamento; Evolução: produção, comercialização (mercado interno e exportações); Diferença básica entre suco, néctar

Leia mais

Documentos. O REGULAMENTO DE USO DA INDICAÇÃO GEOGRÁFICA PINTO BANDEIRA Vinhos Finos Tranquilos e Espumantes ISSN 1516-8107.

Documentos. O REGULAMENTO DE USO DA INDICAÇÃO GEOGRÁFICA PINTO BANDEIRA Vinhos Finos Tranquilos e Espumantes ISSN 1516-8107. Documentos Agosto, 2013 83 ISSN 1516-8107 O REGULAMENTO DE USO DA INDICAÇÃO GEOGRÁFICA PINTO BANDEIRA Vinhos Finos Tranquilos e Espumantes ISSN 1516-8107 Agosto, 2013 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Leia mais

A aceleração da inflação de alimentos é resultado da combinação de fatores:

A aceleração da inflação de alimentos é resultado da combinação de fatores: SEGURIDADE ALIMENTARIA: apuesta por la agricultura familiar Seminario: Crisis alimentaria y energética: oportunidades y desafios para América Latina e el Caribe O cenário mundial coloca os preços agrícolas

Leia mais

Panorama Atual e Plano de Desenvolvimento para a Caprinovinocultura

Panorama Atual e Plano de Desenvolvimento para a Caprinovinocultura Panorama Atual e Plano de Desenvolvimento para a Caprinovinocultura Francisco Edilson Maia Presidente da Comissão Nacional de Caprinos e Ovinos CNA Presidente da Câmara Setorial e Temática de Ovinos e

Leia mais

O paradoxo do vinho brasileiro

O paradoxo do vinho brasileiro PENSAMENTO NACIONAL acadêmico O paradoxo do vinho brasileiro Miolo e Salton tentam replicar fenômenos da Austrália e África do Sul com estratégias de internacionalização como saída para a crise dos vinhos

Leia mais

9,7,9,1,&8/785$ DESAFIOS DA VITIVINICULTURA BRASILEIRA. Sérgio Eduardo Silveira da Rosa Pedro Martins Simões*

9,7,9,1,&8/785$ DESAFIOS DA VITIVINICULTURA BRASILEIRA. Sérgio Eduardo Silveira da Rosa Pedro Martins Simões* DESAFIOS DA VITIVINICULTURA BRASILEIRA Sérgio Eduardo Silveira da Rosa Pedro Martins Simões* * Respectivamente, gerente e estagiário de economia do Departamento de Bens de Consumo e de Serviço da Área

Leia mais

Cisco Systems Incorporation

Cisco Systems Incorporation Cisco Systems Incorporation 1. Principais Características Matriz: Cisco Systems Inc. Localização: São José, Califórnia, Estados Unidos Ano de fundação: 1984 Internet: www.cisco.com Faturamento (2000):

Leia mais

Atualidades. Blocos Econômicos, Globalização e União Européia. 1951 - Comunidade Européia do Carvão e do Aço (CECA)

Atualidades. Blocos Econômicos, Globalização e União Européia. 1951 - Comunidade Européia do Carvão e do Aço (CECA) Domínio de tópicos atuais e relevantes de diversas áreas, tais como política, economia, sociedade, educação, tecnologia, energia, ecologia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável e segurança

Leia mais

VALPOLICELLA CLASSICO SUPERIORE Tinto leve. Corvina, Rondinela e Molinara. Região: Veneto.

VALPOLICELLA CLASSICO SUPERIORE Tinto leve. Corvina, Rondinela e Molinara. Região: Veneto. Italia Conhecida pelos gregos da antiguidade como "Enótria", ou Terra do Vinho, a Itália é um dos maioresprodutores de vinho do mundo, produzindo vinho em praticamente todo o seu território. Os italianos

Leia mais

Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos Consumo Mundial de Suco de Laranja

Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos Consumo Mundial de Suco de Laranja Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos Consumo Mundial de Suco de Laranja Câmara Setorial da Citricultura Brasília, 6 de setembro de 2011. TRANSPARÊNCIA E INFORMAÇÃO AGO/2010 OUT/2010 NOV-DEZ/2010

Leia mais

Quem são os turistas que visitam as vinícolas do Planalto Catarinense?

Quem são os turistas que visitam as vinícolas do Planalto Catarinense? Coordenador: Professor Wilton Carlos Cordeiro Bolsistas: José Luiz Monteiro Mattos Newton Kramer dos Santos Neto Colaboradora: Professora Flávia Baratieri Losso OBJETIVO: conhecer o perfil dos turistas

Leia mais

Portugal Leaping forward

Portugal Leaping forward Portugal Leaping forward Dr. Pedro Reis Presidente da AICEP Lisboa, 16 de Março 2012 Enquadramento internacional Fonte: EIU (Fev 2012) Nota: PIB a preços de mercado Variação (%) Enquadramento internacional

Leia mais

Situação atual e perspectivas

Situação atual e perspectivas BANCO REGIONAL DE DESENVOLVIMENTO DO EXTREMO SUL AGÊNCIA DE FLORIANÓPOLIS - SANTA CATARINA GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO VITIVINICULTURA EM SANTA CATARINA Situação atual e perspectivas ES2005-1 VITIVINICULTURA

Leia mais

Geografia 03 Tabata Sato

Geografia 03 Tabata Sato Geografia 03 Tabata Sato IDH Varia de 0 a 1, quanto mais se aproxima de 1 maior o IDH de um país. Blocos Econômicos Economia Globalizada Processo de Regionalização Tendência à formação de blocos econômicos

Leia mais

CHAVES DE FIM DE CURSO. Linha Pesada 441, 461 e 500 Linha à Prova de Explosão

CHAVES DE FIM DE CURSO. Linha Pesada 441, 461 e 500 Linha à Prova de Explosão CHAVES DE FIM DE CURSO Linha Pesada 441, 461 e 500 Linha à Prova de Explosão Índice Importância das Normas Técnicas página 3 Produtos Especiais página 4 Chaves de Emergência Linha 500 página 5 Chaves de

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2012

Anuário Estatístico de Turismo - 2012 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2012 Volume 39 Ano base 2011 Sumário I Turismo receptivo 1. Chegadas de turistas ao Brasil - 2010-2011

Leia mais

A Indicação Geográfica Vale dos Vinhedos. Rogério Carlos Valduga Presidente Aprovale - Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos

A Indicação Geográfica Vale dos Vinhedos. Rogério Carlos Valduga Presidente Aprovale - Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos A Indicação Geográfica Vale dos Vinhedos Rogério Carlos Valduga Presidente Aprovale - Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos A Aprovale Associação dos Produtores de Vinhos Finos

Leia mais

Desenvolvimento de educação técnica e científica para a operação de centros de PD&I no Brasil. Carlos Arruda, Erika Barcellos, Cleonir Tumelero

Desenvolvimento de educação técnica e científica para a operação de centros de PD&I no Brasil. Carlos Arruda, Erika Barcellos, Cleonir Tumelero Desenvolvimento de educação técnica e científica para a operação de centros de PD&I no Brasil Carlos Arruda, Erika Barcellos, Cleonir Tumelero Empresas Participantes do CRI Multinacionais Instituições

Leia mais

Comissão Vitivinícola Regional Alentejana www.vinhosdoalentejo.pt Copyright fotos e textos: Comissão Vitivinícola Regional Alentejana Reprodução

Comissão Vitivinícola Regional Alentejana www.vinhosdoalentejo.pt Copyright fotos e textos: Comissão Vitivinícola Regional Alentejana Reprodução Comissão Vitivinícola Regional Alentejana www.vinhosdoalentejo.pt Copyright fotos e textos: Comissão Vitivinícola Regional Alentejana Reprodução interdita CVRA COMISSÃO VITIVINÍCOLA REGIONAL ALENTEJANA

Leia mais

Os Cursos de Especialização Tecnológica Em Portugal Nuno Mangas

Os Cursos de Especialização Tecnológica Em Portugal Nuno Mangas Os Cursos de Especialização Tecnológica Em Portugal Nuno Mangas Fórum novo millenium Nuno Mangas Covilhã, 22 Setembro 2011 Índice 1 Contextualização 2 Os CET em Portugal 3 Considerações Finais 2 Contextualização

Leia mais

Oportunidades de Proteção de ativos envolvendo Biodiversidade através de Indicações Geográficas - IGs

Oportunidades de Proteção de ativos envolvendo Biodiversidade através de Indicações Geográficas - IGs Oportunidades de Proteção de ativos envolvendo Biodiversidade através de Indicações Geográficas - IGs Lucia Regina Fernandes Diretoria de Contratos, Indicações Geográficas e Registros INPI Junho 2011 Para

Leia mais

FAZER NEGÓCIOS EM MERCADOS ESTRATÉGICOS

FAZER NEGÓCIOS EM MERCADOS ESTRATÉGICOS FAZER NEGÓCIOS EM MERCADOS ESTRATÉGICOS Brasil Panorama Geral Economia Fortalecida Um dos primeiros países do mundo a apresentar PIB positivo no 2º trimestre de 2009 Auto-suficiência da matriz energética

Leia mais

CATEGORIA: POPULAÇÃO PRISIONAL CATEGORIA: PERFIL DO PRESO

CATEGORIA: POPULAÇÃO PRISIONAL CATEGORIA: PERFIL DO PRESO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL DIRETORIA DE POLÍTICAS PENITENCIÁRIAS SISTEMA NACIONAL DE INFORMAÇÕES PENITENCIÁRIAS ESTÁTÍSTICA SUSEPE - SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS

Leia mais

DENOMINAÇÃO DE ORIGEM VALE DOS VINHEDOS. André Larentis Diretor Técnico

DENOMINAÇÃO DE ORIGEM VALE DOS VINHEDOS. André Larentis Diretor Técnico DENOMINAÇÃO DE ORIGEM VALE DOS VINHEDOS André Larentis Diretor Técnico 11 de novembro de 2015 Vale dos Vinhedos A Aprovale - Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos Fundada há 20

Leia mais

LIGAMOS PEQUENAS EMPRESAS A GRANDES NEGÓCIOS.

LIGAMOS PEQUENAS EMPRESAS A GRANDES NEGÓCIOS. Soluções de Telecomunicações para Empresas LIGAMOS PEQUENAS EMPRESAS A GRANDES NEGÓCIOS. Permanência mínima para todos os serviços de 24 meses. IVA não incluido. Válido até Outubro de 2012 ZON Office ZON

Leia mais

4Pro. Telemóvel Telefone Internet Televisão

4Pro. Telemóvel Telefone Internet Televisão 4Pro A oferta mais competitiva, desenhada para empresas e profissionais que lhe garante os melhores resultados 2 cartões de telemóvel com comunicações ilimitadas para todas as redes nacionais, para uma

Leia mais

Opções de Passeios XXI Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas e o XIX Workshop ANPROTEC

Opções de Passeios XXI Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas e o XIX Workshop ANPROTEC Opções de Passeios XXI Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas e o XIX Workshop ANPROTEC POLÍTICAS PARA OS PASSEIOS; - Mínimo de 8 pessoas para realização do passeio - Menores

Leia mais

Taxa de Empréstimo Estatísticas Financeiras Internacionais (FMI - IFS)

Taxa de Empréstimo Estatísticas Financeiras Internacionais (FMI - IFS) Taxa de Empréstimo Estatísticas Financeiras Internacionais (FMI - IFS) África do Sul: Taxa predominante cobrada pelos bancos de contas garantidas prime. Alemanha: Taxa sobre crédito de conta-corrente de

Leia mais

UNIÃO EUROPEIA Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil

UNIÃO EUROPEIA Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC UNIÃO EUROPEIA Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil

Leia mais

Por que a CPMF é um problema para o Brasil?

Por que a CPMF é um problema para o Brasil? Por que a CPMF é um problema para o Brasil? 1 A Carga Tributária Brasileira Muito pesada para um país que precisa crescer 2 A carga tributária brasileira vem apresentando crescimento 40% 30% 26,9% 27,8%

Leia mais

Náutica. Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima. Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012

Náutica. Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima. Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012 Náutica Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012 Aicep Portugal Global é uma agência pública de natureza empresarial, cuja missão é: Atrair investimento estrangeiro para

Leia mais

TEMA: Sustentabilidade e seus impactos no setor vitivinícola brasileiro.

TEMA: Sustentabilidade e seus impactos no setor vitivinícola brasileiro. PROGRAMA QUALITY WINE TEMA: Sustentabilidade e seus impactos no setor vitivinícola brasileiro. Fundaparque 03 e 04 de Maio de 2011. 03 de maio, terça-feira Uma visão geral de sustentabilidade no mundo

Leia mais

AFINAL, O QUE É O TERROIR?

AFINAL, O QUE É O TERROIR? AFINAL, O QUE É O TERROIR? Jorge Tonietto 1 Se eu não tivesse morado na França, escrever sobre terroir seria certamente mais fácil: eu teria menor consciência da complexidade do termo. É que o terroir

Leia mais

Redes de apoio às empresas portuguesas no estrangeiro

Redes de apoio às empresas portuguesas no estrangeiro SERVIÇOS DE INTELIGÊNCIA ECONÓMICA Documento de Inteligência Económica TEMA: Redes de apoio às empresas portuguesas no estrangeiro 1. Importância para as empresas em processo de internacionalização A ação

Leia mais

TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA

TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA TLC-60 Torre Luminosa Compacta Desenvolvida para ser a melhor opção em custo/benefício, a Torre Luminosa Compacta - TLC-60 combina tecnologia e performance na medida ideal

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2013

Anuário Estatístico de Turismo - 2013 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2013 Volume 40 Ano base 2012 Guia de leitura Guia de leitura O Guia de Leitura tem o propósito de orientar

Leia mais

Cafés e Restaurantes. Telefone Internet Televisão

Cafés e Restaurantes. Telefone Internet Televisão Cafés e Internet A solução HORECA que lhe dá tudo O pacote é a solução para o segmento HORECA que conjuga os melhores conteúdos de desporto nacional e internacional, com telefone e internet. Chamadas ilimitadas

Leia mais

DENOMINAÇÕES GEOGRÁFICAS. Nova Tendência de Mercado

DENOMINAÇÕES GEOGRÁFICAS. Nova Tendência de Mercado DENOMINAÇÕES GEOGRÁFICAS Nova Tendência de Mercado Ensei Uejo Neto Belo Horizonte, 31 de agosto de 2006 INDICAÇÃO GEOGRÁFICA INDICAÇÃO GEOGRÁFICA Refere-se a um produto ou serviço particularmente vinculado

Leia mais

Enoturismo nas Regiões Vitivinícolas Serra Gaúcha e Vale dos Vinhedos (Brasil)

Enoturismo nas Regiões Vitivinícolas Serra Gaúcha e Vale dos Vinhedos (Brasil) 10 e 11 de setembro de 2004 Enoturismo nas Regiões Vitivinícolas Serra Gaúcha e Vale dos Vinhedos (Brasil) Ivanira FALCADE 1 Resumo: O turismo associado à vitivinicultura ocorre na região da Serra Gaúcha

Leia mais

Gestão do Turismo. Bento Gonçalves Serra Gaúcha RS

Gestão do Turismo. Bento Gonçalves Serra Gaúcha RS Gestão do Turismo Bento Gonçalves Serra Gaúcha RS Secretaria Municipal de Turismo Grupo Gestor Destino Indutor Estudo de Competitividade Breve Histórico - Primeira Pesquisa MTUR/FGV 12/01 a 18/01/2008

Leia mais

ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS

ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS 1º. Semestre 2013 O Google Analytics é um serviço gratuito oferecido pelo Google que permite analisar as estatísticas de visitação de um site. Este é o primeiro

Leia mais

Blocos Econômicos. MERCOSUL e ALCA. Charles Achcar Chelala

Blocos Econômicos. MERCOSUL e ALCA. Charles Achcar Chelala Blocos Econômicos MERCOSUL e ALCA Charles Achcar Chelala Blocos Econômicos Tendência recente, com origens na década de 50, com a CEE Comunidade Econômica Européia Em 2007 fez 50 anos Objetivos Fortalecer

Leia mais

SOCIOECONÔMICOS 10 2 ASPECTOS INTRODUÇÃO PRODUÇÃO E CAPACIDADE DE ARMAZENAMENTO

SOCIOECONÔMICOS 10 2 ASPECTOS INTRODUÇÃO PRODUÇÃO E CAPACIDADE DE ARMAZENAMENTO 10 2 ASPECTOS SOCIOECONÔMICOS Loiva Maria Ribeiro de Mello INTRODUÇÃO A maçã é a fruta de clima temperado mais importante comercializada como fruta fresca, tanto no contexto internacional quanto no nacional.

Leia mais

Continua a valer a pena investir em Olival em Portugal?

Continua a valer a pena investir em Olival em Portugal? Continua a valer a pena investir em Olival em Portugal? 10 Outubro 2012 Manuela Nina Jorge Índice 02 1. Enquadramento do sector do azeite e evolução mundial 2. Evolução do sector em Portugal nos últimos

Leia mais

O DESENVOLVIMENTO DO ENOTURISMO NO VALE DOS VINHEDOS (RS/BRASIL)

O DESENVOLVIMENTO DO ENOTURISMO NO VALE DOS VINHEDOS (RS/BRASIL) CULTUR, ano 06 - nº 02 - Jun/2012 www.uesc.br/revistas/culturaeturismo Licença Copyleft: Atribuição-Uso não Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas O DESENVOLVIMENTO DO ENOTURISMO NO VALE DOS VINHEDOS

Leia mais

Melhor Prática vencedora: Economia Local (Não Capital)

Melhor Prática vencedora: Economia Local (Não Capital) 1 Melhor Prática vencedora: Economia Local (Não Capital) Eventos Alavancadores do Turismo em Bento Gonçalves: Bento em Vindima e Congresso Latino-Americano de Enoturismo DESTINO: Bento Gonçalves/RS INSTITUIÇÃO

Leia mais

AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO TOPOGRÁFICA DOS VINHEDOS NO VALE DOS VINHEDOS, RIO GRANDE DO SUL, BRASIL

AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO TOPOGRÁFICA DOS VINHEDOS NO VALE DOS VINHEDOS, RIO GRANDE DO SUL, BRASIL AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO TOPOGRÁFICA DOS VINHEDOS NO VALE DOS VINHEDOS, RIO GRANDE DO SUL, BRASIL ELISEU WEBER, ELIANA CASCO SARMENTO, HEINRICH HASENACK Universidade Federal do Rio Grande do Sul, eweber@portoweb.com.br

Leia mais

Cada grupo irá explorar os blocos econômicos que serão definidos em sala de aula.

Cada grupo irá explorar os blocos econômicos que serão definidos em sala de aula. Trabalho 01 dividido em 2 partes 1ª Parte Cada grupo irá explorar os blocos econômicos que serão definidos em sala de aula. 2ª Parte Perguntas que serão expostas após a apresentação da 1ª Parte, e que

Leia mais

LISTA DE REPRESENTAÇÕES SOI 2012 AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA AIEA PAÍSES MEMBROS

LISTA DE REPRESENTAÇÕES SOI 2012 AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA AIEA PAÍSES MEMBROS 1 LISTA DE REPRESENTAÇÕES SOI 2012 AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA AIEA ÁFRICA DO SUL ARÁBIA SAUDITA BRASIL CANADÁ COREIA DO SUL EGITO EQUADOR HOLANDA ITÁLIA JORDÂNIA NÍGER SUÉCIA ALEMANHA ARGENTINA

Leia mais

O ENOTURISMO. Conceito:

O ENOTURISMO. Conceito: Conceito: O conceito de enoturismo ainda está em formação e, a todo o momento, vão surgindo novos contributos; Tradicionalmente, o enoturismo consiste na visita a vinhas, estabelecimentos vinícolas, festivais

Leia mais

Necessidade de visto para. Não

Necessidade de visto para. Não País Necessidade de visto para Turismo Negócios Afeganistão África do Sul Albânia, Alemanha Andorra Angola Antígua e Barbuda Arábia Saudita Argélia. Argentina Ingresso permitido com Cédula de Identidade

Leia mais

INDICAÇÕES GEOGRÁFICAS. Coordenação de Fomento e Registro de Indicações Geográficas DICIG / CGIR / COIND

INDICAÇÕES GEOGRÁFICAS. Coordenação de Fomento e Registro de Indicações Geográficas DICIG / CGIR / COIND INDICAÇÕES GEOGRÁFICAS Coordenação de Fomento e Registro de Indicações Geográficas DICIG / CGIR / COIND Conceito usual Indicação utilizada em produtos que apresentam uma origem geográfica específica e

Leia mais

Vindima no Vale dos Vinhedos De 14 de janeiro de 2016 a 13 de março de 2016

Vindima no Vale dos Vinhedos De 14 de janeiro de 2016 a 13 de março de 2016 Vindima no Vale dos Vinhedos De 14 de janeiro de 2016 a 13 de março de 2016 Confira programação já confirmada para o período: Abertura Oficial da Vindima no Vale dos Vinhedos Data: 23 de janeiro Local:

Leia mais

Instituto Nacional de Estatística divulgou A Península Ibérica em Números - 2007

Instituto Nacional de Estatística divulgou A Península Ibérica em Números - 2007 'DWD 7HPD $FRQWHFLPHQWR 21/12 Economia 20/12 Demografia Instituto Nacional de Estatística divulgou A Península Ibérica em Números - 2007 http://www.ine.pt/portal/page/portal/portal_ine/publicacoes?publicacoespub_boui=10584451&publicacoesm

Leia mais

SAPO Fibra 200 Preço inicial 0,086 SAPO Fibra 100 Crédito de tempo 60 seg

SAPO Fibra 200 Preço inicial 0,086 SAPO Fibra 100 Crédito de tempo 60 seg Comunicações para a Rede Fixa nacional SAPO Fibra 200 SAPO Fibra 100 Qualquer dia, qualquer hora Preço por Minuto 0,000 Tarifação ao minuto. De nível 2 do Plano Nacional de Numeração (PNN). Comunicações

Leia mais

BEBIDAS VITIVINICULTURA MUNDIAL: 1961-2007. Tagore Villarim de Siqueira*

BEBIDAS VITIVINICULTURA MUNDIAL: 1961-2007. Tagore Villarim de Siqueira* VITIVINICULTURA MUNDIAL: 1961-2007 Tagore Villarim de Siqueira* * Economista do Departamento Regional Nordeste do BNDES. Nota: As principais fontes dos dados utilizados neste trabalho foram as seguintes:

Leia mais

NewVision Enquadramento do projecto de Qualificação e Internacionalização de PME

NewVision Enquadramento do projecto de Qualificação e Internacionalização de PME NewVision Enquadramento do projecto de Qualificação e Internacionalização de PME 15.06.2010 Institucional \ Breve Introdução A NEWVISION é uma empresa Portuguesa de base tecnológica, que tem como objectivo

Leia mais

Comércio (Países Centrais e Periféricos)

Comércio (Países Centrais e Periféricos) Comércio (Países Centrais e Periféricos) Considera-se a atividade comercial, uma atividade de alto grau de importância para o desenvolver de uma nação, isso se dá pela desigualdade entre o nível de desenvolvimento

Leia mais

Eixo Temático: Inovação e Sustentabilidade em Diferentes Setores

Eixo Temático: Inovação e Sustentabilidade em Diferentes Setores Eixo Temático: Inovação e Sustentabilidade em Diferentes Setores RESUMO O ENOTURISMO NA CAMPANHA GAÚCHA: POSSIBILIDADE DE DESENVOLVIMENTO DA REGIÃO E DE SUA VITIVINICULTURA THE OENOTOURISM IN CAMPANHA

Leia mais

MANUAL PROGRAMA DE ESTÁGIO IAESTE 2009/2010

MANUAL PROGRAMA DE ESTÁGIO IAESTE 2009/2010 MANUAL PROGRAMA DE ESTÁGIO IAESTE 2009/2010 Caro Participante, Seja bem-vindo ao Programa de intercâmbio de estágio oferecido mundialmente pela IAESTE! Leia atentamente este manual. Ele contém todas as

Leia mais

Capacitación en turismo ecológico. Turª Ms. Ivane Fávero Secretária de Turismo e Cultura de Garibaldi Vice-Presidente da Aenotur

Capacitación en turismo ecológico. Turª Ms. Ivane Fávero Secretária de Turismo e Cultura de Garibaldi Vice-Presidente da Aenotur Capacitación en turismo ecológico Turª Ms. Ivane Fávero Secretária de Turismo e Cultura de Garibaldi Vice-Presidente da Aenotur Hospitalidade: Rede de Valores REDE HOTELEIRA PRESTADORES DE SERVIÇOS VINÍCOLAS

Leia mais

Ranking Mundial de Juros Reais SET/14

Ranking Mundial de Juros Reais SET/14 Ranking Mundial de Juros Reais SET/14 O Ranking Mundial de Juros Reais é um comparativo entre as taxas praticadas em 40 países do mundo e os classifica conforme as taxas de juros nominais determinadas

Leia mais

Priorização de Mercados Potenciais ABEXA

Priorização de Mercados Potenciais ABEXA Priorização de Mercados Potenciais ABEXA Associação Brasileira de Exportação de Artesanato Biênio 2014/2015 Elaborado pela: Unidade de Inteligência Comercial - ic@apexbrasil.com.br Apex-Brasil Tel: +55

Leia mais

(HT T P: //WWW. PORT AL DAINDUST RIA. COM. B R/CNI/CONT AT O/)

(HT T P: //WWW. PORT AL DAINDUST RIA. COM. B R/CNI/CONT AT O/) MAPA DO PORTAL (HT T P: //WWW. PORT AL DAINDUST RIA. COM. B R/CNI/MAPADOSIT E /) SITES DO SISTEMA INDÚSTRIA (HT T P: //WWW. PORT AL DAINDUST RIA. COM. B R/CANAIS/) CONT AT O (HT T P: //WWW. PORT AL DAINDUST

Leia mais

Panorama Geral da Ovinocultura no Mundo e no Brasil

Panorama Geral da Ovinocultura no Mundo e no Brasil Revista Ovinos, Ano 4, N 12, Porto Alegre, Março de 2008. Panorama Geral da Ovinocultura no Mundo e no Brasil João Garibaldi Almeida Viana 1 Os ovinos foram uma das primeiras espécies de animais domesticadas

Leia mais