EQUIPAMENTO AGRÍCOLA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EQUIPAMENTO AGRÍCOLA"

Transcrição

1

2 EQUIPAMENTO AGRÍCOLA PARA GERAÇÃO DE ENERGIA Aproveite a força do seu trator! Práticos, versáteis e seguros, os equipamentos com alternadores da linha Agribam, do grupo Bambozzi, são ideais para propriedades rurais ou lugares onde não haja abastecimento de energia elétrica. Confira os modelos Móvel e Fixo, com suas variedades de potência e diferentes características técnicas. Potência de saída 60 Hz Fixo Ideal para uso em propriedades rurais, granja de aves e suínos, haras, instalações de ordenhas, pesqueiros, processamento de folhas de fumo, etc. Lugares onde não haja a necessidade de movimentação. Móvel Acoplado ao trator, pode ser levado a qualquer lugar. Potência tomada de força Rotação tomada de força Móvel e Fixo Alternador acoplado a uma base com multiplicador de rotação e a um painel de saída de energia; Tracionado por eixo cardã interligado à tomada de força traseira do trator; Painel dotado de disjuntor de proteção, voltímetro, frequencímetro e terminais para ligação ao alternador e à rede; Alternador monofásico ou trifásico, autorregulado e autoexcitado com escovas, 4 polos, 2 mancais, acoplado por polias e correias em V ; Saída de energia monofásica ou trifásica, de acordo com o alternador utilizado. Equipamento Fixo CV (HP) rpm Modelo Alt./Larg./Comp. (mm) Peso (kg) máximo Equipamento Móvel Modelo Alt./Larg./Comp. (mm) Peso (kg) máximo Agribam 20 12,5 a F20 900x600x M20 680x590x Agribam e F30 900x600x M30 680x590x Agribam a F x720x M50 700x6200x A Bambozzi se reserva o direito de mudar as especificações sem prévio aviso a bem do aperfeiçoamento de seus produtos. ALTERNADORES BAMBOZZI ALTERNADORES LTDA. Av. XV de Novembro, 149 Nova Matão CEP Matão-SP Tel./Fax: tg3 comunicação

3 OPCIONAIS PARA GERADORES SÍNCRONOS De construção simples, os Anéis de Acoplamento e Luvas Elásticas, opcionais dos Geradores Síncronos Bambozzi, permitem instalação rápida, com fácil manutenção e baixo custo. Protegem o equipamento de choques e vibrações. As Luvas Elásticas permitem a compensação de possíveis desvios axiais e angulares. Os Anéis de Acoplamento estão disponíveis para os padrões de carcaça de motores SAE3, SAE4 e SAE5. Anel Acoplamento Luva Elástica Anel Acoplamento PAINÉIS PARA GERADORES Os Painéis de Proteção e Leitura para uso com os Geradores Bambozzi são altamente resistentes e seguros. Fabricados com chapas de aço, recebem fundo anticorrosivo e pintura final. Nas versões aberto e fechado, apresentam variada gama de potências. Painel Aberto Painel montado em base aberta para fixação vertical em parede, utilizado para proteção e leitura da energia gerada. Monosáfico. Possui 4 terminais de saída para ligações em série ou paralelo; Voltímetro, disjuntor e frequencímetro. Monofásico Trifásico Tensões (V) Potência () Frequência (Hz) 110/220 3 a 6 7,5 a 10 12,5 a /440 3 a 12,5 3 a 12,5 25 a e /127 3 a 7,5 9 a a a / a a e 60 Outras potências e tensões sob consulta. Painel Fechado Painel montado em caixa de aço fechada para fixação vertical em parede, utilizado para proteção e leitura da energia gerada. Voltímetro, frequencímetro, amperímetro e disjuntor; Pintura eletrostática. Monofásico Trifásico Tensões (V) Potência () Frequência (Hz) 110/ / e / /220 Outras potências e tensões sob consulta.

4 GERADORES SÍNCRONOS Força e energia a toda hora, em qualquer lugar. ARM 50/60 Hz 4 polos Autorregulado monofásico - cos φ = 1 ARM / ARM-E Saída de energia monofásica: 4 terminais religáveis em série e paralelo. 110/220 V ou 220/440 V. Gerador autoexcitado e autorregulado por sistema compensador baseado em enrolamento de excitação, transformador de corrente e ponte retificadora. Energia de excitação, em fase com o principal, passa pelo secundário do transformador de corrente e pela ponte retificadora, alimentando as escovas do campo. A corrente de carga gerada no principal passa pelo primário do transformador e libera excitação para manter a tensão de saída constante (variação da tensão: ± 6%). ARM-E 50/60 Hz 4 polos Autorregulado monofásico eletrônico - cos φ = 1 Gerador autoexcitado e autorregulado por sistema baseado em enrolamento de excitação independente e uma excitatriz eletrônica. A excitatriz eletrônica, alimentada pelo enrolamento de excitação, retifica e controla a tensão recebida, aplicando-a no campo principal através de escovas, mantendo a tensão de saída constante em ± 1% da tensão nominal. Potência gerada contínua Potência de tração Corrente de saída (A) Carcaça Peso (kg) 50 Hz 60 Hz kw CV (HP) 110 V 220 V 440 V 50 Hz 60 Hz 50 Hz 60 Hz ,3 13,6 6,8 132S ,8 36,4 18,2 9,1 132S ,6 45,5 22,7 11,4 132S ,3 54,5 27,3 13,6 132S ,5 7,5 7, M 132S , ,5 160M , ,5 22,7 160L 160M ,5 12,5 12,5 22, ,4 160L , S 160L , ,5 200S , S , S S S mancais compound com escovas eletrônico com escovas 50 Hz - 4 polos 1500 rpm 60 Hz - 4 polos 1800 rpm

5 S Curva senoidal da tensão SÍNCRONOS apresenta distorção harmônica total (THD) 5%; Circuito eletromagnético constituído por discos estampados em chapa laminada de aço silício ou aço baixo carbono tratado, fios esmaltados de classe H (180º C) e isolantes de qualidade; Características comuns entre os Geradores Síncronos Bambozzi: vedação (vida útil de 30 mil horas); Campo enrolado no rotor com balanceamento dinâmico; Classe de Isolação B (130º C) - Classe de Proteção IP21; Alta capacidade de arranque de motores elétricos; Funcionam em qualquer sentido de rotação; Carcaça feita em chapa de aço laminado, soldada e com trata- Opcional com flange p/ acoplamento monobloco; mento anticorrosivo; Normas de construção e teste: ABNT/IEC/NEMA. Mancais de rolamento com lubrificação permanente e dupla ART 50/60 Hz 4 polos Autorregulado trifásico - cos φ = 0,8 ART Saída de energia trifásica: 6 terminais religáveis em estrela com neutro ou triângulo sem neutro. 220/127 V, 380/220 V ou 440/254 V. Opcional: 480 V p/ pivô de irrigação. ART-E Saída de energia trifásica: 10 terminais ligados em estrela com neutro Hz - 380/220 V; - 60 Hz - 220/127 V, 380/220 V e 440/254 V. * A tensão de saída pode ser ajustada em ± 15% da tensão nominal. Gerador autoexcitado e autorregulado por sistema compensador baseado em enrolamento de excitação, transformador de corrente e ponte retificadora. Energia de excitação, em fase com o principal, passa pelo secundário do transformador de corrente e pela ponte retificadora, alimentando as escovas do campo. A corrente de carga gerada no principal passa pelo primário do transformador e libera excitação para manter a tensão de saída constante (variação da tensão: ± 6%). ART-E 50/60 Hz 4 polos Autorregulado trifásico eletrônico - cos φ = 0,8 Gerador autoexcitado e autorregulado por sistema baseado em enrolamento de excitação independente e uma excitatriz eletrônica. A excitatriz eletrônica, alimentada pelo enrolamento de excitação, retifica e controla a tensão recebida, aplicando-a no campo principal através de escovas, mantendo a tensão de saída constante em ± 1% da tensão nominal. Em 380 V - 60 Hz, a corrente de saída é a mesma referente a 440 V, ocasionando uma queda de potência de 15%. Potência gerada contínua Potência de tração Corrente de saída (A) Carcaça Peso (kg) 380 V kw CV (HP) 220 V 50 Hz 60 Hz 50 Hz 60 Hz 440 V 50 Hz 60 Hz 50 Hz 60 Hz 3 3 2,4 4 7,9 4,6 3,9 3,9 132S ,2 5,4 10,5 6,1 5,3 5,3 132S ,7 13,1 7,6 6,6 6,6 132S ,8 8 15,8 9,1 7,9 7,9 132S ,5 7,5 6 10,1 19,7 11,4 9,9 9,9 132S ,2 12,1 23,6 13,7 11,8 11,8 132S ,4 26,3 15,2 13,1 13,1 160M 132S ,5 12, ,8 32, ,4 16,4 160M ,1 39,4 22,8 19,7 19,7 160L 160M ,4 24,1 47,3 27,4 23,6 23,6 160L ,8 52,5 30,4 26,3 26,3 200S 160L ,5 65, ,8 32,8 200S ,2 78,8 45,6 39,4 39,4 200S ,8 48,2 94,6 54,8 47,3 47,3 200S , ,8 52,5 52,5 200S ,1 65,7 65,7 200S , ,3 78,8 78,8 200S mancais compound com escovas eletrônico com escovas 50 Hz - 4 polos 1500 rpm 60 Hz - 4 polos 1800 rpm

6 EISE (BRUSHLESS) 50/60 Hz 4 polos Excitação independente sem escovas trifásico - cos φ = 0,8 Saída de energia trifásica: 12 terminais religáveis em estrela com neutro Hz - 380/220 V; - 60 Hz - 220/127 V, 380/220 V e 440/254 V. * A tensão de saída pode ser ajustada em ± 15% da tensão nominal. Indicado para: Cargas equilibradas com fator de potência entre 1 e 0.8 (ind.). Outras ligações e tensões sob consulta. Gerador síncrono autoexcitado e autorregulado por sistema de excitação sem escovas, utilizando uma excitatriz independente rotativa fixada ao eixo do gerador e ligada diretamente ao campo principal sem uso de anéis e escovas, sistema esse conhecido como brushless. Alimentado por um enrolamento de excitação, possui um regulador eletrônico incorporado que abastece o campo do excitador com energia controlada e adequada para manter a tensão de saída do gerador constante em ± 1% do valor da tensão nominal ajustada. O regulador possui proteção para baixa frequência (queda na rotação do motor): ao atingir um valor pré-ajustado, diminui o valor da tensão fornecida ao campo do excitador, protegendo-o de queima. Em 380 V - 60 Hz, a corrente de saída é a mesma referente a 440 V, ocasionando uma queda de potência de 15%. Potência gerada contínua Potência de tração Corrente de saída (A) Carcaça Peso (kg) 380 V kw CV (HP) 220 V 50 Hz 60 Hz 50 Hz 60 Hz 440 V 50 Hz 60 Hz 50 Hz 60 Hz 67-53, S S ARM / SE 50/60 Hz 2 polos Autorregulado monofásico capacitivo sem escovas - cos φ = 1 Gerador autoexcitado e autorregulado por sistema compensador baseado em enrolamento de excitação, capacitor e bobinas de campo com corrente retificada por um diodo. Opcional: pode ser fornecido com mancal para acoplamento monobloco por ponta cônica. Saída de energia monofásica: 4 terminais religáveis em série para 220 V e paralelo para 110 V. Opcional: Carga de bateria em 12 V ou 24 V com 10 A. Potência gerada contínua Potência de tração Corrente de saída (A) Peso (kg) 50 Hz 60 Hz kw CV (HP) 110 V 220 V 50 Hz 60 Hz 1,5 1,5 1,5 2,9 13,6 6, ,8 18,2 9, ,5 2,5 4,7 22,7 11, ,7 27,3 13, ,5 36,4 18, ,2 45,5 22, ,9 54,5 27, mancais capacitivo sem escovas 50 Hz - 2 polos 3000 rpm 60 Hz - 2 polos 3600 rpm

Alternadores e Circuitos Polifásicos ADRIELLE DE CARVALHO SANTANA

Alternadores e Circuitos Polifásicos ADRIELLE DE CARVALHO SANTANA Alternadores e Circuitos Polifásicos ADRIELLE DE CARVALHO SANTANA Alternadores Um gerador é qualquer máquina que transforma energia mecânica em elétrica por meio da indução magnética. Um gerador de corrente

Leia mais

GERADORES MECÂNICOS DE ENERGIA ELÉTRICA

GERADORES MECÂNICOS DE ENERGIA ELÉTRICA GERADORES MECÂNICOS DE ENERGIA ELÉTRICA Todo dispositivo cuja finalidade é produzir energia elétrica à custa de energia mecânica constitui uma máquina geradora de energia elétrica. O funcionamento do

Leia mais

bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL USINEIRO

bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL USINEIRO bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES BAMBOZZI PRODUTOS ESPECIAIS LTDA. Av. XV de Novembro, 155 - Centro - CEP 15990-630 - Matão (SP) - Brasil Fone (16) 3383-3800 - Fax (16) 3382-4228 bambozzi@bambozzi.com.br

Leia mais

LINHA DE EQUIPAMENTOS DIDÁTICOS PARA ÁREA DE ELETROTÉCNICA: DESCRIÇÃO ETC S

LINHA DE EQUIPAMENTOS DIDÁTICOS PARA ÁREA DE ELETROTÉCNICA: DESCRIÇÃO ETC S EQUACIONAL ELÉTRICA E MECÂNICA LTDA. RUA SECUNDINO DOMINGUES 787, JARDIM INDEPENDÊNCIA, SÃO PAULO, SP TELEFONE (011) 2100-0777 - FAX (011) 2100-0779 - CEP 03223-110 INTERNET: http://www.equacional.com.br

Leia mais

ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA.

ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA. ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA. TRANSFORMADORES MONOFÁSICOS DE ISOLAÇÃO COM BLINDAGEM APLICAÇÃO Os transformadores monofásicos de isolação com blindagens, magnética e eletrostática, foram desenvolvidos

Leia mais

Geradores Trifásicos Para PCH s

Geradores Trifásicos Para PCH s Geradores Trifásicos Para PCH s Geradores Trifásicos para PCH s - 2-1. CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS Carcaça de aço laminado e soldada eletricamente. As suas dimensões são determinadas com o propósito de

Leia mais

Megabloc Manual Técnico

Megabloc Manual Técnico Bomba Padronizada Monobloco Manual Técnico Ficha técnica Manual Técnico Todos os direitos reservados. Os conteúdos não podem ser divulgados, reproduzidos, editados nem transmitidos a terceiros sem autorização

Leia mais

Sistemas de Força Motriz

Sistemas de Força Motriz Sistemas de Força Motriz Introdução; Os Dados de Placa; Rendimentos e Perdas; Motor de Alto Rendimento; Partidas de Motores; Técnicas de Variação de Velocidade; Exemplos; Dicas CONSUMO DE ENERGIA POR RAMO

Leia mais

Questão 3: Três capacitores são associados em paralelo. Sabendo-se que suas capacitâncias são 50μF,100μF e 200μF, o resultado da associação é:

Questão 3: Três capacitores são associados em paralelo. Sabendo-se que suas capacitâncias são 50μF,100μF e 200μF, o resultado da associação é: Questão 1: A tensão E no circuito abaixo vale: a) 0,5 V b) 1,0 V c) 2,0 V d) 5,0 V e) 10,0 V Questão 2: A resistência equivalente entre os pontos A e B na associação abaixo é de: a) 5 Ohms b) 10 Ohms c)

Leia mais

MOTORES ELÉTRICOS Princípios e fundamentos

MOTORES ELÉTRICOS Princípios e fundamentos MOTORES ELÉTRICOS Princípios e fundamentos 1 Classificação 2 3 Estator O estator do motor e também constituido por um núcleo ferromagnético laminado, nas cavas do qual são colocados os enrolamentos alimentados

Leia mais

1ª PARTE: INFORMAÇÃO TECNOLÓGICA ELETROTÉCNICA - IT

1ª PARTE: INFORMAÇÃO TECNOLÓGICA ELETROTÉCNICA - IT 1ª PARTE: INFORMAÇÃO TECNOLÓGICA ELETROTÉCNICA - IT SUMÁRIO Grandezas 01 1.1 Classificação das Grandezas 01 1.2 Grandezas Elétricas 01 2 Átomo (Estrutura Atômica) 01 2.1 Divisão do Átomo 01 3 Equilíbrio

Leia mais

Simples aspiração Dupla aspiração Duplex Rotores de alumínio Rotores chapa galvanizada

Simples aspiração Dupla aspiração Duplex Rotores de alumínio Rotores chapa galvanizada Simples aspiração Dupla aspiração Duplex Rotores de alumínio Rotores chapa galvanizada Fábrica: Av. Brasil, 20.151 Coelho Neto Rio de Janeiro CE 21.530-000 Telefax: (21) 3372-8484 vendas@trocalor.com.br

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Alternadores Síncronos Linha AN10. Novo

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Alternadores Síncronos Linha AN10. Novo Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Alternadores Síncronos Linha AN10 Novo Alternadores Síncronos Linha AN10 Os alternadores da linha AN10 foram desenvolvidos para aplicação em

Leia mais

CAPÍTULO 2 - TIPOS DE MÁQUINAS ASSÍNCRONAS TRIFÁSICAS

CAPÍTULO 2 - TIPOS DE MÁQUINAS ASSÍNCRONAS TRIFÁSICAS CAPÍTULO 2 - TIPOS DE MÁQUINAS ASSÍNCRONAS TRIFÁSICAS 2.1 INTRODUÇÃO O objetivo do presente trabalho é estudar o funcionamento em regime permanente e em regime dinâmico da Máquina Assíncrona Trifásica

Leia mais

GVS GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO SIROCCO

GVS GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO SIROCCO GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO SIROCCO CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS INTRODUÇÃO Os gabinetes de ventilação da linha são equipados com ventiladores de pás curvadas para frente (tipo "sirocco"), de dupla aspiração

Leia mais

Eletrotécnica. Comandos Elétricos

Eletrotécnica. Comandos Elétricos Eletrotécnica Comandos Elétricos Teoria e Aplicações Escola Técnica de Brasília - ETB Prof. Roberto Leal Ligação de Motores 1 Motor Elétrico Transformar energia elétrica em energia mecânica Motores de

Leia mais

Motores Síncronos ADRIELLE C SANTANA

Motores Síncronos ADRIELLE C SANTANA Motores Síncronos ADRIELLE C SANTANA Motores Síncronos Possuem velocidade fixa e são utilizados para grandes cargas, (em função do seu alto custo que faz com que ele não seja viável para aparelhos menores)

Leia mais

Geradores CC Parte 2 Adrielle C. Santana

Geradores CC Parte 2 Adrielle C. Santana Geradores CC Parte 2 Adrielle C. Santana Aplicações dos Geradores CC Atualmente com o uso de inversores de frequência e transformadores, tornou-se fácil a manipulação da Corrente Alternada. Como os geradores

Leia mais

Figura 3.17: Campo girante obtido por rotação mecânica das estruturas.

Figura 3.17: Campo girante obtido por rotação mecânica das estruturas. 3.3 Motores de Indução Trifásicos. 3.3.1 Campo Girante Trifásico. A Figura 3.17 apresenta o campo girante produzido por uma estrutura de dois e quatro pólos magnéticos. A Figura também destaca um núcleo

Leia mais

Conhecer as características de conjugado mecânico

Conhecer as características de conjugado mecânico H4- Conhecer as características da velocidade síncrona e do escorregamento em um motor trifásico; H5- Conhecer as características do fator de potência de um motor de indução; Conhecer as características

Leia mais

Motores de Indução ADRIELLE DE CARVALHO SANTANA

Motores de Indução ADRIELLE DE CARVALHO SANTANA ADRIELLE DE CARVALHO SANTANA Motores CA Os motores CA são classificados em: -> Motores Síncronos; -> Motores Assíncronos (Motor de Indução) O motor de indução é o motor CA mais usado, por causa de sua

Leia mais

Geradores de corrente alternada

Geradores de corrente alternada Geradores de corrente alternada Introdução: A função do gerador elétrico é bastante conhecida, converter energia mecânica em energia elétrica podendo esta ser alternada ou contínua. Um gerador de corrente

Leia mais

VENTILADORES. Aspectos gerais. Detalhes construtivos. Ventiladores

VENTILADORES. Aspectos gerais. Detalhes construtivos. Ventiladores VENTILADORES Aspectos gerais As unidades de ventilação modelo BBS, com ventiladores centrífugos de pás curvadas para frente, e BBL, com ventiladores centrífugos de pás curvadas para trás, são fruto de

Leia mais

bambozzi Manual de Instruções 1,5 CV - TRIFÁSICO Moto Esmeril de Coluna

bambozzi Manual de Instruções 1,5 CV - TRIFÁSICO Moto Esmeril de Coluna A SSISTÊNCIAS T ÊCNICASAUTORIZADAS acesse: www.bambozzi.com.br/assistencias.html ou ligue: +55 (16) 33844968 / 33842409 bambozzi Moto Esmeril de Coluna Manual de Instruções BAMBOZZI TALHAS E MOTO ESMERIL

Leia mais

Central de Produção de Energia Eléctrica

Central de Produção de Energia Eléctrica Central de Produção de Energia Eléctrica Ref.ª CPEE Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4 Tipo 5 5 a 25 kva 25 a 150 kva 150 a 500 kva 500 a 1.000 kva 1.000 a 2.700 kva Pág. 1 ! Combustível Diesel! Frequência 50

Leia mais

Máquinas Eléctricas I

Máquinas Eléctricas I I Máquinas Síncronas Luis Pestana Resumo Máquinas Síncronas Generalidades Principio de funcionamento Aspectos construtivos O gerador síncrono em carga com cargas isoladas Curvas de regulação ligado a um

Leia mais

Monofásicos/Trifásicos Abertos IP21

Monofásicos/Trifásicos Abertos IP21 Monofásicos/Trifásicos Abertos IP21 Institucional Kcel Divisão Motores e Geradores Com presença global, referência em motores elétricos e geradores síncronos desde 2005, a Kcel, lança agora sua nova marca,

Leia mais

DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA COORDENAÇÃO DO CURSO DE ELETROTÉCNICA. Disciplina: Máquinas e Automação Elétrica. Prof.

DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA COORDENAÇÃO DO CURSO DE ELETROTÉCNICA. Disciplina: Máquinas e Automação Elétrica. Prof. DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA COORDENAÇÃO DO CURSO DE ELETROTÉCNICA Disciplina: Máquinas e Automação Elétrica Prof.: Hélio Henrique INTRODUÇÃO IFRN - Campus Mossoró 2 MOTORES TRIFÁSICOS CA Os motores

Leia mais

UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS

UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS VENTILADORES AXIAL UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS DESCRIÇÃO E NOMENCLATURA DE VENTILADORES AXIAL Diâmetro Fabricação Aspiração Rotor Empresa Ex: EAFN 500 Diâmetro da seleção Tipo de Fabricação G = Gabinete

Leia mais

LABORATÓRIO DE ELETROTÉCNICA GERAL. EXPERIÊNCIA TRANSFORMADORES E MOTORES Código: TRM RELATÓRIO -

LABORATÓRIO DE ELETROTÉCNICA GERAL. EXPERIÊNCIA TRANSFORMADORES E MOTORES Código: TRM RELATÓRIO - LABORATÓRIO DE ELETROTÉCNICA GERAL EXPERIÊNCIA TRANSFORMADORES E MOTORES Código: TRM RELATÓRIO - NOTA... Grupo:............. Professor:... Data:..... Objetivo:............. 1. Transformador 1.1 Transformador

Leia mais

MOTORES ELÉTRICOS. Princípios e fundamentos. Eng. Agríc. Luciano Vieira

MOTORES ELÉTRICOS. Princípios e fundamentos. Eng. Agríc. Luciano Vieira Universidade Estadual de Maringá Departamento de Engenharia Agrícola Campus do Arenito MOTORES ELÉTRICOS Princípios e fundamentos Eng. Agríc. Luciano Vieira CLASSIFICAÇÃO Classificação dos motores de

Leia mais

bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO OL-DUPLO - SEMI FECHADO

bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO OL-DUPLO - SEMI FECHADO A SSISTÊNCIAS T ÊCNICASAUTORIZADAS acesse: www.bambozzi.com.br/assistencias.html ou ligue: +55 (16) 33833806 / 33833807 bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES BAMBOZZI PRODUTOS ESPECIAIS LTDA. Av. XV de Novembro,

Leia mais

ENSINO SECUNDÁRIO CURSO PROFISSIONAL

ENSINO SECUNDÁRIO CURSO PROFISSIONAL ESCOLA: Escola Secundária dr. Solano de Abreu DISCIPLINA: Eletricidade e Eletrónica Módulo 1 ANO: 10º ANO 2014/2015 As grandezas mais importantes do circuito elétrico. A lei de OHM. A lei de JOULE. Os

Leia mais

Motores CA. CFP Eliezer Vitorino Costa

Motores CA. CFP Eliezer Vitorino Costa Motores CA Motor Elétrico Definição: É uma máquina destinada a transformar energia elétrica em mecânica. Os motores elétricos em geral são divididos em dois grupos: Motores de Corrente contínua Motores

Leia mais

Geradores de Corrente Contínua UNIDADE 2 Prof. Adrielle de Carvalho Santana

Geradores de Corrente Contínua UNIDADE 2 Prof. Adrielle de Carvalho Santana Geradores de Corrente Contínua UNIDADE 2 Prof. Adrielle de Carvalho Santana INTRODUÇÃO Um gerador de corrente continua é uma máquina elétrica capaz de converter energia mecânica em energia elétrica. Também

Leia mais

Figura 7.1 Fluxo de energia em motores elétricos.

Figura 7.1 Fluxo de energia em motores elétricos. CAPÍTULO 7 MOTORES DE INDUÇÃO 7.1 INTRODUÇÃO ÀS MÁQUINAS ELÉTRICAS As máquinas elétricas podem ser classificadas em dois grupos: a) geradores, que transformam energia mecânica oriunda de uma fonte externa

Leia mais

MOTOBOMBAS E CONJUNTOS PARA COMBATE A INCÊNDIO

MOTOBOMBAS E CONJUNTOS PARA COMBATE A INCÊNDIO MOTOBOMBAS E CONJUNTOS PARA COMBATE A INCÊNDIO Motobombas para combate a incêndio ÍNDICE FSGIN Pg. 3 FIN Pg. 13 Pg. 33 A Famac tem a solução certa em Bombas para sistemas de combate a incêndio. CONJUNTOS

Leia mais

Introdução à Máquina Síncrona

Introdução à Máquina Síncrona Apostila 2 Disciplina de Conversão de Energia B 1. Introdução Introdução à Máquina Síncrona Esta apostila descreve resumidamente as principais características construtivas e tecnológicas das máquinas síncronas.

Leia mais

Atividade prática Partida estrela + cálculos para motores. Medições preliminares bancada R S R T S T R N S N T N

Atividade prática Partida estrela + cálculos para motores. Medições preliminares bancada R S R T S T R N S N T N Atividade prática Partida estrela + cálculos para motores Objetivos da aula Partir motores de indução trifásicos; Entender a ligação estrela e seus conceitos básicos; e Cálculos úteis para motores. Medições

Leia mais

Técnico em Eletrotécnica

Técnico em Eletrotécnica Técnico em Eletrotécnica Caderno de Questões Prova Objetiva 2015 01 Em uma corrente elétrica, o deslocamento dos elétrons para produzir a corrente se deve ao seguinte fator: a) fluxo dos elétrons b) forças

Leia mais

Regulador Digital de Tensão DIGUREG

Regulador Digital de Tensão DIGUREG Regulador Digital de Tensão DIGUREG Totalmente digital. Software para parametrização e diagnósticos extremamente amigável. Operação simples e confiável. Ideal para máquinas de pequena a média potência.

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Comissão Permanente de Concurso Público CONCURSO PÚBLICO 23 / MAIO / 2010

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Comissão Permanente de Concurso Público CONCURSO PÚBLICO 23 / MAIO / 2010 Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Comissão Permanente de Concurso Público PR CONCURSO PÚBLICO 23 / MAIO / 2010 ÁREA / SUBÁREA: ELETROTÉCNICA GABARITO MÁQUINAS ELÉTRICAS

Leia mais

O uso dos diodos nos alternadores implicam numa série de cuidados, tais como:

O uso dos diodos nos alternadores implicam numa série de cuidados, tais como: Resumo - Alternador O uso dos diodos nos alternadores implicam numa série de cuidados, tais como: Não ligar a bateria com polaridade invertida; Não ligar o alternador sem carga ou retirar a carga com alternador

Leia mais

VENTILADORES LIMIT LOAD

VENTILADORES LIMIT LOAD VENTILADORES LIMIT LOAD UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS DESCRIÇÃO E NOMENCLATURA VENTILADORES LIMIT LOAD Diâmetro Fabricação Aspiração Rotor Empresa Ex: ELSC 560 Diâmetro da seleção Tipo de Fabricação

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Alternadores Síncronos Linha G Plus

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Alternadores Síncronos Linha G Plus Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Linha G Plus Disponíveis até 4.200 kva os alternadores da linha G Plus são aplicados principalmente em grupos geradores a diesel ou gás. Também

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Energia Turbogeradores Linhas ST20 e ST40

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Energia Turbogeradores Linhas ST20 e ST40 Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Energia Linhas ST20 e ST40 www.weg.net Desenvolvidos para aplicações em Centrais Termelétricas, os turbogeradores linhas ST20 e ST40 possuem

Leia mais

Transformadores trifásicos

Transformadores trifásicos Transformadores trifásicos Transformadores trifásicos Transformadores trifásicos Por que precisamos usar transformadores trifásicos Os sistemas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 18

PROVA ESPECÍFICA Cargo 18 27 PROVA ESPECÍFICA Cargo 18 QUESTÃO 41 De acordo com a NBR 5410, em algumas situações é recomendada a omissão da proteção contra sobrecargas. Dentre estas situações estão, EXCETO: a) Circuitos de comando.

Leia mais

Introdução à Máquina de Indução

Introdução à Máquina de Indução Introdução à Máquina de Indução 1. Introdução Nesta apostila são abordados os aspectos básicos das máquinas de indução. A abordagem tem um caráter introdutório; os conceitos abordados serão aprofundados

Leia mais

bambozzi Manual de Instruções TN1 B/45 COM 3 kva +55 (16) 3383 3818 S.A.B. (Serviço de Atendimento Bambozzi) 0800 773.3818 sab@bambozzi.com.

bambozzi Manual de Instruções TN1 B/45 COM 3 kva +55 (16) 3383 3818 S.A.B. (Serviço de Atendimento Bambozzi) 0800 773.3818 sab@bambozzi.com. A SSISTÊNCIAS T ÊCNICAS AUTORIZADAS acesse: www.bambozzi.com.br/assistencias.html ou ligue: +55 (16) 3383 3818 bambozzi Manual de Instruções BAMBOZZI SOLDAS LTDA. Rua Bambozzi, 522 Centro CEP 15990-668

Leia mais

PROBLEMAS DE MÁQUINAS ELÉCTRICAS

PROBLEMAS DE MÁQUINAS ELÉCTRICAS PROBLEMAS DE MÁQUINAS ELÉCTRICAS 1. Um dinamo octopolar de 600 r.p.m. com enrolamento em série de 300 condutores activos tem um fluxo por pólo de 5x10 6 Maxwell. Calcule a força electromotriz produzida.

Leia mais

CAPÍTULO III MOTORES ELÉTRICOS PRINCÍPIOS DE FUNCIONAMENTO

CAPÍTULO III MOTORES ELÉTRICOS PRINCÍPIOS DE FUNCIONAMENTO CAPÍTULO III MOTORES ELÉTRICOS PRINCÍPIOS DE FUNCIONAMENTO 3.1 Introdução. 3.1.1 Estator e Rotor. As máquinas elétricas girantes normalmente são constituídas por duas partes básicas: o estator e o rotor.

Leia mais

CATÁLOGO GERADORES CRIAMOS FUTURO

CATÁLOGO GERADORES CRIAMOS FUTURO CATÁLOGO GERADORES CRIAMOS FUTURO GERADORES AKSA Pág. 2 CATÁLOGO GERADORES 2015 Comercialização, Instalação, Manutenção e Pós-Venda. A Noceans Energy celebrou um contrato de fornecimento para o território

Leia mais

ESTUDO APLICADO DE UMA EÓLICA

ESTUDO APLICADO DE UMA EÓLICA Temática Energias Renováveis Capítulo Energia Eólica Secção ESTUDO APLICADO DE UMA EÓLICA INTRODUÇÃO Nesta exposição apresentam-se as equações e os conhecimentos necessários para a resolução dos exercícios.

Leia mais

26/08/2012 1 Agosto/2012

26/08/2012 1 Agosto/2012 26/08/2012 1 Agosto/2012 Motores Elétricos 26/08/2012 2 MOTORES ELÉTRICOS Corrente Pulsante Corrente Alternada Corrente Contínua MOTOR DE PASSO (Step Motor ) RELUT. VARIÁVEL IMÃ PERMANENTE HÍBRIDO MOTOR

Leia mais

CUMMINS 6LTAA8.9-G2 CARACTERÍSTICAS PADRÃO

CUMMINS 6LTAA8.9-G2 CARACTERÍSTICAS PADRÃO MODELO Regime Standby (60Hz) Regime Prime (60Hz) Motor Alternador ACS-C300 300KVA / 240KW 275KVA / 220KW CUMMINS 6LTAA8.9-G2 LEROY SOMER LSA46.2L9 40 CARACTERÍSTICAS PADRÃO Motor (DCEC Cummins 6LTAA8.9-G2)

Leia mais

Controle de vibração significa a eliminação ou a redução da vibração.

Controle de vibração significa a eliminação ou a redução da vibração. Quais são os métodos mais utilizados para controle de vibrações? Defina um absorvedor de vibração? Qual é função de um isolador de vibração? Por que um eixo rotativo sempre vibra? Qual é a fonte da força

Leia mais

FERRAMENTAS ESTACIONÁRIAS

FERRAMENTAS ESTACIONÁRIAS FERRAMENTAS ESTACIONÁRIAS Linha FERRAMENTAS ESTACIONÁRIAS Alta performance nos trabalhos manuais As ferramentas estacionárias são indicadas para trabalhos domésticos, artesanatos, carpintarias, marcenarias,

Leia mais

Geradores Síncronos Linha G Plus. Motores Energia Automação Tintas

Geradores Síncronos Linha G Plus. Motores Energia Automação Tintas Geradores Síncronos Linha G Plus Motores Energia Automação Tintas Geradores Síncronos Disponíveis até 4.200 kva os geradores da linha G Plus são aplicados principalmente em grupos geradores a diesel e

Leia mais

bambozzi Manual de Instruções TN5 B/56 +55 (16) 33833818 S.A.B. (Serviço de Atendimento Bambozzi) 0800 773.3818 sab@bambozzi.com.

bambozzi Manual de Instruções TN5 B/56 +55 (16) 33833818 S.A.B. (Serviço de Atendimento Bambozzi) 0800 773.3818 sab@bambozzi.com. A SSISTÊNCIAS T ÊCNICAS AUTORIZADAS acesse: www.bambozzi.com.br/assistencias.html ou ligue: +55 (16) 33833818 bambozzi Manual de Instruções BAMBOZZI SOLDAS LTDA. Rua Bambozzi, 522 Centro CEP 15990-668

Leia mais

MOTORES DE INDUÇÃO MONOFÁSICOS CAPÍTULO 05

MOTORES DE INDUÇÃO MONOFÁSICOS CAPÍTULO 05 MOTORES DE INDUÇÃO MONOFÁSICOS CAPÍTULO 05 2 5.1 Introdução Os motores elétricos pertencem a dois grandes grupos: os de corrente contínua e os de corrente alternada. Os motores de indução se enquadram

Leia mais

APÊNDICE B. Ensaio da Performance do Protótipo. MATRBDA-HAW560-75kW

APÊNDICE B. Ensaio da Performance do Protótipo. MATRBDA-HAW560-75kW APÊNDICE B Ensaio da Performance do Protótipo MATRBDA-HAW560-75kW 282 LABORATÓRIO DE ENSAIOS ELÉTRICOS - BAIXA TENSÃO WEG MÁQUINAS RELATÓRIO DE ENSAIO DE PROTÓTIPO MATRBDA 560 POTÊNCIA: 75KW / 25KW TENSÃO

Leia mais

bambozzi Manual de Instruções Oficina Rural com MDC-300ED 0800 7733818

bambozzi Manual de Instruções Oficina Rural com MDC-300ED 0800 7733818 bambozzi Consulte as Assistências Técnicas Autorizadas acesse: www.bambozzi.com.br/assistec.xls ou ligue: +55 (16) 33833806 / 33833807 Manual de Instruções BAMBOZZI PRODUTOS ESPECIAIS LTDA. Av. XV de Novembro,

Leia mais

AIR CLEAN. Manual de Instalação. 1 - MODELOS: MOD 200-EX e MOD 400-EX MOD 200-FX e MOD 400-FX MOD 200-GX e MOD 400-GX MOD 200-HX e MOD 400-HX

AIR CLEAN. Manual de Instalação. 1 - MODELOS: MOD 200-EX e MOD 400-EX MOD 200-FX e MOD 400-FX MOD 200-GX e MOD 400-GX MOD 200-HX e MOD 400-HX 1 - MODELOS: MOD 200-EX e MOD 400-EX MOD 200-FX e MOD 400-FX MOD 200-GX e MOD 400-GX MOD 200-HX e MOD 400-HX 2 - DESCRIÇÕES GERAIS: AIR CLEAN é um equipamento desenvolvido para efetuar a redução de névoa

Leia mais

Utilização de Inversores de Freqüência para Diminuição de Consumo de Energia Elétrica em Sistemas de Bombeamento

Utilização de Inversores de Freqüência para Diminuição de Consumo de Energia Elétrica em Sistemas de Bombeamento VI SEREA Seminário Iberoamericano sobre Sistemas de Abastecimento Urbano de Água EFICIÊNCIA HIDRÁULICA E ENERGÉTICA EM SANEAMENTO Utilização de Inversores de Freqüência para Diminuição de Consumo de Energia

Leia mais

Automatizadores Sistema DC

Automatizadores Sistema DC 2 A Atron é uma marca jovem do grupo Atriumdesign que atua á mais de duas décadas no segmento de construção, decoração e engenharia, da qual fabrica portas especiais e também importa ferragens de altíssima

Leia mais

QUEM SOMOS PERFIL DA EMPRESA

QUEM SOMOS PERFIL DA EMPRESA QUEM SOMOS PERFIL DA EMPRESA Desde a descoberta da eletricidade para uso tremendo de hoje, é um espaço de tempo onde a proteção de energia desenvolvida para indústrias em grande escala. Pergunte a qualquer

Leia mais

Turbogeradores. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Turbogeradores. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Turboeradores Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net Turboeradores Desenvolvidos para aplicações em Pequenas Centrais Termoelétricas (PCT), os turboeradores WEG possuem uma

Leia mais

I. Contator... 5. II. Carga Trifásica em Estrela e Triângulo... 11. III. Motor Monofásico... 15. IV. Ligação Subsequente Automática de Motores...

I. Contator... 5. II. Carga Trifásica em Estrela e Triângulo... 11. III. Motor Monofásico... 15. IV. Ligação Subsequente Automática de Motores... COMANDOS ELÉTRICOS 3 SUMÁRIO I. Contator... 5 II. Carga Trifásica em Estrela e Triângulo... 11 III. Motor Monofásico... 15 IV. Ligação Subsequente Automática de Motores... 19 V. Inversão do Sentido de

Leia mais

VENTILADOR INDUSTRIAL

VENTILADOR INDUSTRIAL VENTILADOR INDUSTRIAL UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS DESCRIÇÃO E NOMENCLATURA VENTILADORES INDUSTRIAIS Diâmetro Fabricação Aspiração Rotor Empresa Ex: E L D I 560 Diâmetro da seleção Tipo de Fabricação

Leia mais

Capítulo III. Faltas à terra no rotor e proteções de retaguarda. Proteção de geradores. Faltas à terra no rotor. Tipos de sistemas de excitação

Capítulo III. Faltas à terra no rotor e proteções de retaguarda. Proteção de geradores. Faltas à terra no rotor. Tipos de sistemas de excitação 24 Capítulo III Faltas à terra no rotor e proteções de retaguarda Por Geraldo Rocha e Paulo Lima* Faltas à terra no rotor A função primária do sistema de excitação de um gerador síncrono é regular a tensão

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores Aplicações Comerciais e Residenciais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores Aplicações Comerciais e Residenciais Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Motores Aplicações Comerciais e Residenciais -- Aplicações Comerciais e Residenciais Eficiência e confiabilidade para a indústria Fundada em

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Guia Prático de Treinamento Técnico Comercial. Motor Elétrico.

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Guia Prático de Treinamento Técnico Comercial. Motor Elétrico. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Guia Prático de Treinamento Técnico Comercial Motor Elétrico Módulo I Já se foi o tempo em que só simpatia garantia bons resultados em vendas.

Leia mais

Eletrotécnica Geral. Lista de Exercícios 2

Eletrotécnica Geral. Lista de Exercícios 2 ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PEA - Departamento de Engenharia de Energia e Automação Elétricas Eletrotécnica Geral Lista de Exercícios 2 1. Condutores e Dispositivos de Proteção 2. Fornecimento

Leia mais

Eletromecânicos de Manutenção Industrial

Eletromecânicos de Manutenção Industrial Eletromecânicos de Manutenção Industrial 2013/ 2014 1 Motor de indução trifásico Máquina capaz de transformar energia elétrica em energia mecânica 2 Motor elétrico Noções fundamentais Máquina destinada

Leia mais

TEMA DA AULA PROFESSOR: RONIMACK TRAJANO DE SOUZA

TEMA DA AULA PROFESSOR: RONIMACK TRAJANO DE SOUZA TEMA DA AULA TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA PROFESSOR: RONIMACK TRAJANO DE SOUZA TRANSFORMADORES - PERDAS EM VAZIO Potência absorvida pelo transformador quando alimentado em tensão e frequência nominais,

Leia mais

8. MANUTENÇÃO EM MOTORES ELÉTRICOS

8. MANUTENÇÃO EM MOTORES ELÉTRICOS 8. MANUTENÇÃO EM MOTORES ELÉTRICOS 8.1 INTRODUÇÃO Os motores elétricos são responsáveis por grande parte da energia consumida nos segmentos onde seu uso é mais efetivo, como nas indústrias, onde representam

Leia mais

Transformando energia em soluções. Motores de. Alta Tensão

Transformando energia em soluções. Motores de. Alta Tensão Transformando energia em soluções Motores de Alta Tensão Motores de alta tensão A WEG desenvolveu em conjunto com consultoria internacional especializada uma linha de motores de carcaça de ferro fundido

Leia mais

Introdução à Máquina Síncrona

Introdução à Máquina Síncrona Apostila 2 Disciplina de Conversão de Energia B 1. Introdução Introdução à Máquina Síncrona Esta apostila descreve resumidamente as principais características construtivas e tecnológicas das máquinas síncronas.

Leia mais

Bomba centrífuga de média pressão. 1. Aplicação. 3. Denominação. 2. Descrição. 4. Dados de operação. Manual Técnico Nº A 2751.0P/4 KSB HYDROBLOC M

Bomba centrífuga de média pressão. 1. Aplicação. 3. Denominação. 2. Descrição. 4. Dados de operação. Manual Técnico Nº A 2751.0P/4 KSB HYDROBLOC M Manual Técnico Nº A 2751.0P/4 KSB HYDROBLOC M Bomba centrífuga de média pressão Linha: Multiestágio 1. Aplicação 3. Denominação A bomba KSB Hydrobloc M é apropriada para abastecimento de água, instalação

Leia mais

Como funciona o motor de corrente contínua

Como funciona o motor de corrente contínua Como funciona o motor de corrente contínua Escrito por Newton C. Braga Este artigo é de grande utilidade para todos que utilizam pequenos motores, principalmente os projetistas mecatrônicos. Como o artigo

Leia mais

EQUACIONAL ELÉTRICA E MECÂNICA LTDA

EQUACIONAL ELÉTRICA E MECÂNICA LTDA ELETROTÉCNICA 1. INTRODUÇÃO : Este texto foi preparado procurando uma exposição na forma mais simples, apenas com a intenção de relembrar alguns conceitos fundamentais da eletricidade e do eletromagnetismo

Leia mais

Concurso Público Nível Médio

Concurso Público Nível Médio Concurso Público Nível Médio Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais Código da Vaga: CRC-03 Caderno de Prova Aplicação: 10/02/2010 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 1. Ao receber este caderno, confira

Leia mais

MÁQUINAS DE CORRENTE CONTÍNUA

MÁQUINAS DE CORRENTE CONTÍNUA MÁQUINAS DE CORRENTE CONTÍNUA Geradores e motores A máquina é um motor quando transforma energia elétrica em energia mecânica. Quando transforma energia mecânica em energia elétrica, ela é um gerador.

Leia mais

ANEXO I PROJETO ELÉTRICO GRUPO GERADOR COM ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA LOTE 1 LOCAÇÃO DE GERADOR

ANEXO I PROJETO ELÉTRICO GRUPO GERADOR COM ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA LOTE 1 LOCAÇÃO DE GERADOR ANEXO I PROJETO ELÉTRICO GRUPO GERADOR COM ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA LOTE 1 LOCAÇÃO DE GERADOR ITEM 1 - PROJETO ELETRICO DE ENERGIA DE EMERGENCIA PARA SUPRIR 345KW CONSUMIDOR: SENAC UNIDADE DE MANAUS LOCAL

Leia mais

Bombas Submersas. 1. Aplicação. 2. Dados de operação das bombas submersas. 3. Construção / projeto. Denominação UPD, BPD e BPH (exemplo)

Bombas Submersas. 1. Aplicação. 2. Dados de operação das bombas submersas. 3. Construção / projeto. Denominação UPD, BPD e BPH (exemplo) Manual Técnico A3405.0P Bombas Submersas 1. Aplicação É recomendada para o abastecimento de água limpa ou levemente contaminada, abastecimento de água em geral, irrigação e sistemas de aspersão pressurizados

Leia mais

PRODUTOS E SERVIÇOS EM FORÇA E ENERGIA

PRODUTOS E SERVIÇOS EM FORÇA E ENERGIA PRODUTOS E SERVIÇOS EM FORÇA E ENERGIA CATÁLOGO DE PEÇAS GASOLINA GERADORES MOTORES Esse catálogo compreende motores e geradores com funcionamento T (gasolina). ÍNDICE BLOCO MOTOR E COMPONENTES... 0 CABEÇOTE

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais

Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG) Departamento de Ensino de II Grau Coordenação do Curso Técnico de Eletrotécnica e Automação Industrial Disciplina: Prática de Laboratório

Leia mais

Capacitores para Correção do Fator de Potência Bobinas de polipropileno metalizado, auto-regenerativo e com dielétrico seco Perdas dielétricas

Capacitores para Correção do Fator de Potência Bobinas de polipropileno metalizado, auto-regenerativo e com dielétrico seco Perdas dielétricas Capacitores para Correção do Fator de Potência Bobinas de polipropileno metalizado, auto-regenerativo e com dielétrico seco Perdas dielétricas menores que 0,4 W/kvar Dispositivo interruptor de segurança

Leia mais

Disciplina: Eletrificação Rural. Unidade 9 Instalações para motores elétricos.

Disciplina: Eletrificação Rural. Unidade 9 Instalações para motores elétricos. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE SOLOS E ENGENHARIA AGRÍCOLA Disciplina: Eletrificação Rural Unidade 9 Instalações para motores elétricos. Prof. JORGE LUIZ MORETTI

Leia mais

Produtos de Baixa Tensão. Medidores

Produtos de Baixa Tensão. Medidores Produtos de Baixa Tensão Medidores Indicadores analógicos e digitais Indicadores analógicos Voltímetros e amperímetros ferro-móvel Amperímetros e voltímetros True RMS para conexão direta ou através de

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS O que é um Servomotor? O servomotor é uma máquina síncrona composta por uma parte fixa (o estator) e outra móvel (o rotor). O estator é bombinado como no motor elétrico convencional, porém, apesar de utilizar

Leia mais

11. Dado o circuito abaixo, determine a capacitância equivalente do circuito, sabendo que:

11. Dado o circuito abaixo, determine a capacitância equivalente do circuito, sabendo que: TÉCNICO EM ELETRICIDADE 4 CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS QUESTÕES DE 11 A 25 11. Dado o circuito abaixo, determine a capacitância equivalente do circuito, sabendo que: C1 = 300µF C2 = C3 = 300µF C4 = C5 = C6

Leia mais

Eletrônicos PAE. Componente Curricular: Práticas de Acionamentos. 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08

Eletrônicos PAE. Componente Curricular: Práticas de Acionamentos. 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08 1 Componente Curricular: Práticas de Acionamentos Eletrônicos PAE 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08 OBJETIVO: 1) Efetuar a programação por meio de comandos de parametrização para

Leia mais

Bomba Submersível para Instalação em Poço Úmido. 1. Aplicação. 3. Denominação. 2. Descrição Geral. 4. Dados de Operação. Linha : Submersível

Bomba Submersível para Instalação em Poço Úmido. 1. Aplicação. 3. Denominação. 2. Descrição Geral. 4. Dados de Operação. Linha : Submersível Folheto Descritivo A2750.1P/1 KSB KRT DRAINER Bomba Submersível para Instalação em Poço Úmido Linha : Submersível 1. Aplicação A bomba submersível KRT DRAINER é recomendada para aplicação em drenagem de

Leia mais

Transmissão de Movimento

Transmissão de Movimento Universidade Estadual do Norte Fluminense Centro de Ciências e Tecnologias Agropecuárias Laboratório de Engenharia Agrícola EAG 03204 Mecânica Aplicada * Transmissão de Movimento 1. Introdução A transmissão

Leia mais

Motores Síncronos. Motores Automação Energia Tintas

Motores Síncronos. Motores Automação Energia Tintas Motores Automação Energia Tintas A WEG oferece soluções industriais completas, disponibilizando ao mercado produtos desenvolvidos em conjunto com consultorias internacionais especializadas. Entre os produtos

Leia mais

VENTILADORES AXIAIS AC / B/ AL AFR

VENTILADORES AXIAIS AC / B/ AL AFR VENTILADORES AXIAIS AC / B/ AL AFR ÍNDICE CONTEÚDO Pág Nº Generalidades sobre ventiladores 4 Generalidades sobre as curvas características 5 Ventiladores AFR 5 Nomenclatura 6 Seleção 7 Dimensões AFR /

Leia mais

BOMBA CENTRÍFUGA FBRL20B MONO-ESTÁGIO

BOMBA CENTRÍFUGA FBRL20B MONO-ESTÁGIO BOMBA CENTRÍFUGA FBRL20B MONO-ESTÁGIO MANUAL TÉCNICO Série: FBRL20B Aplicação Desenvolvida para trabalhar com líquidos limpos ou turvos, em inúmeras aplicações, tais como indústrias químicas, petroquímicas,

Leia mais

Motores. Trifásicos Blindados IP56

Motores. Trifásicos Blindados IP56 Motores Trifásicos Blindados IP56 Institucional Motores e Geradores Elétricos Com presença global em motores elétricos e geradores síncronos o Grupo NOVA consolida sua marca, sempre com o máximo em força,

Leia mais