Os últimos resultados da economia e o conturbado cenário nacional. Reunião CIC/FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Março/2016

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Os últimos resultados da economia e o conturbado cenário nacional. Reunião CIC/FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Março/2016"

Transcrição

1 Os últimos resultados da economia e o conturbado cenário nacional Reunião CIC/FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Março/2016

2 ? Cenário político em ebulição: o que pode acontecer com a economia? Enquanto a economia está paralisada, em compasso de espera, a política entra em ebulição. Mudança na condução da política econômica? Condições atuais da economia são diferentes das observadas em 2003 (ciclo de crescimento das commodities) e também de 2009 (contas públicas ajustadas, com superávit primário).

3 O desempenho do dólar em março: reflexos do cenário político 01/02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /03/ /03/ /03/ /03/ /03/ /03/ /03/ /03/ /03/ /03/ /03/ /03/ /03/ /03/ /03/ /03/ /03/2016 4,10 4,00 3,90 3,80 Dólar Comercial Oficial - Valor de Venda 01/02/2016 a 17/03/2016 3,9913 3,9116 3,8504 3,7813 Queda de 8,7 somente em março. 3,8079 3,70 3,60 3,7188 3,7037 3,6445 3,6239 Fonte: Banco Central do Brasil. Acontecimentos políticos: 29 fev: Saída de José Eduardo Cardozo do Ministério da Justiça. 2 Mar: Eduardo Cunha vira réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em ação no STF. 3 mar: Publicação, pela Revista Isto é, de trechos da delação premiada de Delcídio de Amaral. 4 mar: 24ª fase da operação Lava Jato, condução coercitiva do ex-presidente Lula. 9 mar: Ministério Público de SP denuncia ex-presidente. 14 mar: Reação às manifestações de 13 mar. 15 mar: Mercado reage a possibilidade de ex-presidente virar ministro. 16 mar: Crise política pega fogo com a confirmação do novo ministro. Divulgação dos grampos. 17 mar: Assume o novo ministro da Casa Civil. Instalação da Comissão do impeachment.

4 A economia demonstrando a influência da política Índice BOVESPA (Pontos) 01/02/2016 a 17/03/ de março: 6,6% maior alta em 7 anos (17/03/2015) Em março (até o dia 17): aumento de 18,97% Para o mercado aumentou a expectativa de que a presidente não terminará seu mandato, o que mudará as perspectivas da economia Investidores observam com cautela todos os movimentos do campo político /02/ /02/ /02/ /02/ /02/ /03/ /03/2016 Fonte: Banco Central do Brasil. Quando a bolsa registra resultados positivos e o dólar está em queda demonstra que o mercado financeiro está otimista. A atual crise econômico corresponde a um retrocesso que demandará tempo para colocar o País de pé novamente.

5 Indicadores demonstram que a recuperação ainda não está no horizonte O Índice de Atividade econômica, divulgado pelo Banco Central (IBC-Br), uma espécie de prévia do PIB, registrou queda de 0,61% em janeiro. Foi o 11º mês consecutivo de queda. Na comparação com igual mês do ano anterior a queda foi de 6,7%. Já existem algumas projeções de queda de 4% do PIB em 2016 e 1% em 2017.

6 Resultados da produção industrial e da produção de insumos típicos da construção % 4,0 Produção Física Industrial - Indústria Geral e Insumos Típicos da Construção Civil Variação 12 meses (%) - Jan/14 a Jan/16 1,0 1,0-2,0-2,0-5,0-8,0-9,0-5,0-8,0-11,0-14,0-13,7-11,0-14,0 Insumos Típ. C.C Indústria geral Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

7 janeiro- março abril-junho julho-setembro outubro-dezembro janeiro- março abril-junho julho-setembro outubro-dezembro janeiro- março abril-junho julho-setembro outubro-dezembro Janeiro- março abril-junho julho-setembro outubro-dezembro Efeito devastador da crise econômica no mercado de trabalho (mil pessoas) Pessoas Desempregadas no Brasil a Fonte: Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Trimestral (PNAD Contínua Trimestral) - IBGE.

8 jan-fev-mar abr-mai-jun jul-ago-set out-nov-dez jan-fev-mar abr-mai-jun jul-ago-set out-nov-dez jan-fev-mar abr-mai-jun jul-ago-set out-nov-dez jan-fev-mar abr-mai-jun jul-ago-set out-nov-dez Efeito devastador da crise econômica no mercado de trabalho 10,0 % Taxa de Desemprego (%) no Brasil a ,0 9,0 8,0 7,0 6, Fonte: Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Trimestral (PNAD Contínua Trimestral) - IBGE.

9 Forte reflexo da desaceleração da atividade econômica. A arrecadação de impostos e contribuições federais do governo somou R$87,85 bilhões em fevereiro, o que corresponde a queda de 11,5% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Fev/16 foi o pior resultado para o mês desde 2010, ou seja, em seis anos. No acumulado do primeiro bimestre de 2016, a arrecadação totalizou R$ 217,23 bilhões com queda real de 8,71% frente ao mesmo período do ano passado. Este também foi o pior resultado para o período desde 2010.

10 Queda expressiva no comércio As vendas no comércio varejista recuaram 10,3% em janeiro/16 na comparação com o mesmo mês do ano anterior. É o pior resultado para o mês desde o início da série histórica da Pesquisa Mensal do Comércio, em 2001, realizada pelo IBGE. O comércio sente os efeitos do menor consumo das famílias, em função do crescimento do desemprrego, da inflação elevada, da restrição de crédito e dos juros altos.

11 Inflação perdeu força em fevereiro, mas isso não significa que está sob controle O IPCA/IBGE fechou fevereiro com alta de 0,90%. Em janeiro o aumento foi de 1,27%.Apesar do aumento em menor ritmo, a inflação permanece em patamar muito elevado e distante do centro da meta. O Copom, ao manter os juros no patamar de 14,25%, tem sinalizado que a recessão econômica deve conduzir a inflação para um patamar mais perto do centro da meta. Entre as causas o aumento menos intenso nos preços de alimentos e bebidas, do menor ritmo: redução das tarifas de energia elétrica. Fonte: IBGE.

12 DEPÓSITOS DE POUPANÇA Poupança tem o pior resultado para Série Histórica o mês de fevereiro em 21 anos SBPE ANO/MÊS DEPÓSITOS RETIRADAS CAPT. LÍQ. RENDIM. ANO/MÊS DEPÓSITOS RETIRADAS CAPT. LÍQ. SALDO FINAL (*) (A) (B) (A-B) CREDIT. (*) (A) (B) (A-B) RENDIM. CREDIT. R$ Mil SALDO FINAL jan/ jan/ fev/ fev/ mar/ mar/ abr/ abr/ mai/ mai/ jun/ jun/ jul/ jul/ ago/ ago/ set/ set/ out/ out/ nov/ nov/ dez/ dez/ TOTAL TOTAL jan/ jan/ fev/ fev/ mar/ mar/2016 abr/ abr/2016 mai/ mai/2016 jun/ jun/2016 jul/ jul/2016 ago/ ago/2016 set/ set/2016 out/ out/2016 nov/ nov/2016 dez/ dez/2016 TOTAL TOTAL O aumento do desemprego, a inflação elevada e os juros mais atrativos de outros investimentos levaram a poupança a perder recursos em fevereiro. O saldo foi negativo em 6,639 bilhões. A fuga de recursos da caderneta de poupança vem acontecendo desde o ano passado.

13

14 Estímulo para comprar imóveis A Caixa elevou de 50% para 70% o limite financiado de um imóvel usado. Volta da linha da financiamento para a compra de um segundo imóvel, suspensa desde agosto do ano passado. Escassez de recursos da poupança devem ser compensada com parte dos R$21,7 bilhões liberados pelo Conselho Curador do FGTS. Mudanças no financiamento bancário: novas regras podem aquecer a venda de usados e repercutir na venda de imóveis novos.

15

16 Inflação perdeu força em fevereiro, mas isso não significa que está sob controle O IPCA/IBGE fechou fevereiro com alta de 0,90%. Em janeiro o aumento foi de 1,27%.Apesar do aumento em menor ritmo, a inflação permanece em patamar muito elevado e distante do centro da meta. O Copom, ao manter os juros no patamar de 14,25%, tem sinalizado que a recessão econômica deve conduzir a inflação para um patamar mais perto do centro da meta. Entre as causas o aumento menos intenso nos preços de alimentos e bebidas, do menor ritmo: redução das tarifas de energia elétrica. Fonte: IBGE.

17 Perspectivas? A completa deterioração da crise política aprofunda as incertezas em relação ao futuro, o que prejudica muito as perspectivas para a economia nacional, que já estão muito debilitadas pela maior recessão das últimas décadas. A grande dúvida? É real a possibilidade de alteração na condução da política econômica com relaxamento de gastos, corte na taxa de juros e até mesmo a utilização das reservas internacionais (?): País está se distanciando do futuro?

18 Muito obrigada! Economista Ieda Vasconcelos Março/

Os sérios desafios da economia. Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Maio/2016

Os sérios desafios da economia. Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Maio/2016 Os sérios desafios da economia Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Maio/2016 1 Os números da economia brasileira que o novo governo precisa enfrentar 11,089 milhões Número de desempregados no Brasil,

Leia mais

A recessão avança. Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Novembro/2015

A recessão avança. Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Novembro/2015 A recessão avança Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Novembro/2015 Este não é o final de ano que queríamos O retrato da economia Tempo fechado Para o Brasil retomar o crescimento é urgente que a

Leia mais

O cenário da Construção Civil em 2015 e perspectivas. Ec Ieda Vascces Reui CICFIEG Abri2015

O cenário da Construção Civil em 2015 e perspectivas. Ec Ieda Vascces Reui CICFIEG Abri2015 O cenário da Construção Civil em 2015 e perspectivas Ec Ieda Vascces Reui CICFIEG Abri2015 Alguns fatos relevantes de abril/2015 O segundo trimestre começou solidificando as tendências já apresentadas

Leia mais

O cenário macroeconômico atual e a Construção Civil. Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Agosto/2016

O cenário macroeconômico atual e a Construção Civil. Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Agosto/2016 O cenário macroeconômico atual e a Construção Civil Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Agosto/2016 As expectativas... Economias Avançadas Projeções FMI para 2016 1,8 4,1 Economias Emergentes 2,2

Leia mais

O cenário econômico nacional, desempenho da Construção Civil e as perspectivas para o setor

O cenário econômico nacional, desempenho da Construção Civil e as perspectivas para o setor 1 Inovar e crescer, construindo um país melhor Florianópolis, 16 a 18 de maio de 2018 O cenário econômico nacional, desempenho da Construção Civil e as perspectivas para o setor Econ. Daniel Furletti Econ.

Leia mais

Superintendência de Planejamento, Orçamento e Custos

Superintendência de Planejamento, Orçamento e Custos Superintendência de Planejamento, Orçamento e Custos Atividade Econômica PIB - Crescimento anual (%) 4, 4,1 4,5 3,2 3,1 3,5 2,1 1,7 2, 4,8 3,6 2, 2 211 212 213 214 215 216 217* 218* * Projeções do FMI

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P D E Z E M B R O, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: R$ 9,0 bilhões Saldo: R$ 516,0 bilhões Financiamentos

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P D E Z E M B R O, 2 0 1 8 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: R$ 12,2 bilhões Saldo: R$ 618,1 bilhões Financiamentos

Leia mais

O atual cenário econômico nacional

O atual cenário econômico nacional % 4,0 3,0 2,0 1,0 0,0-1,0-2,0-3,0-4,0-5,0-6,0 3,2 2,1 1,2 0,5-0,7 O atual cenário econômico nacional Variação (%) acumulada em 4 trimestres em relação ao mesmo período do ano anterior - PIB Total - 2014

Leia mais

Concessões de Crédito - Recursos Livres Variação acumulada em 12 meses. fev/15. nov/14. mai/14. mai/15. ago/14 TOTAL PF PJ

Concessões de Crédito - Recursos Livres Variação acumulada em 12 meses. fev/15. nov/14. mai/14. mai/15. ago/14 TOTAL PF PJ ASSESSORIA ECONÔMICA Dados divulgados entre os dias 24 de julho e 28 de julho Crédito O estoque total de crédito do sistema financeiro nacional (incluindo recursos livres e direcionados) registrou variação

Leia mais

A recessão avança. Reui CICFIEG Ecista Ieda Vascces Agst2015

A recessão avança. Reui CICFIEG Ecista Ieda Vascces Agst2015 A recessão avança Reui CICFIEG Ecista Ieda Vascces Agst2015 1 O cenário macroeconômico atual Deterioração das contas públicas (crise fiscal). Instabilidade política. Fragilidade do governo federal. Índice

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P F E V E R E I R O, 2 0 1 7 D E S T A Q U E S D O M Ê S São Paulo, 24 de março de 2017 Crédito imobiliário totaliza R$ 2,95 bilhões

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P J A N E I R O, 2 0 1 8 São Paulo, 30 de janeiro de 2018 DESTAQUES DO MÊS: Crédito imobiliário atinge o montante de R$ 3,68 bilhões

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P M A I O, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S São Paulo, 28 de junho de 2016 Em maio, crédito imobiliário somou R$ 3,9 bilhões Poupança

Leia mais

Relatório Conjuntura Econômica Brasileira 1º trimestre de 2013

Relatório Conjuntura Econômica Brasileira 1º trimestre de 2013 Relatório Conjuntura Econômica Brasileira 1º trimestre de 2013 Elaboração: Vice-Presidência de Finanças VIFIN Diretoria Executiva de Finanças e Mercado de Capitais - DEFIN SN de Planejamento Financeiro

Leia mais

INDX registra alta de 1,46% em Junho

INDX registra alta de 1,46% em Junho 15-abr-11 6-mai-11 27-mai-11 17-jun-11 8-jul-11 29-jul-11 19-ago-11 9-set-11 30-set-11 21-out-11 11-nov-11 2-dez-11 23-dez-11 13-jan-12 3-fev-12 24-fev-12 16-mar-12 6-abr-12 27-abr-12 18-mai-12 8-jun-12

Leia mais

O cenário econômico ainda repleto de incertezas

O cenário econômico ainda repleto de incertezas O cenário econômico ainda repleto de incertezas 1 As incertezas continuam As dúvidas ainda não foram reduzidos com o novo cenário político que se desenha. Entretanto, as possibilidades agora estão direcionadas

Leia mais

Conjuntura Nacional e Internacional Escola Florestan Fernandes, Guararema, 3 de julho de º. PLENAFUP

Conjuntura Nacional e Internacional Escola Florestan Fernandes, Guararema, 3 de julho de º. PLENAFUP Conjuntura Nacional e Internacional Escola Florestan Fernandes, Guararema, 3 de julho de 2015 5º. PLENAFUP Economia Brasileira I.54 - Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) Período Índice

Leia mais

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO Atividade econômica surpreende em fevereiro Apesar da semana mais curta, houve a divulgação de dados positivos para atividade econômica. Adicionalmente, na quarta-feira, o Comitê de Política Monetária

Leia mais

Produto Interno Bruto - PIB Var. 12 meses contra 12 meses anteriores (%) Atividades selecionadas, 2016

Produto Interno Bruto - PIB Var. 12 meses contra 12 meses anteriores (%) Atividades selecionadas, 2016 Maio/2017 2ª edição Maio/2017 2ª edição 1 - Introdução O Boletim Economia em Foco, em sua segunda edição, traça um panorama da economia brasileira e fluminense por meio da análise de indicadores econômicos

Leia mais

Nova queda do PIB não surpreende mercado

Nova queda do PIB não surpreende mercado Nova queda do PIB não surpreende mercado Os dados do Produto Interno Bruto (PIB) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE) nesta primeira semana de março mostram a tendência

Leia mais

Conjuntura Econômica e o Mercado Imobiliário

Conjuntura Econômica e o Mercado Imobiliário Conjuntura Econômica e o Mercado Imobiliário Ricardo Yazbek Vice Presidente do Secovi-SP IBAPE - 16/09/2016 Economia Produto Interno Bruto do Brasil (%) 0,5% 4,4% 1,4% 3,1% 1,1% 5,8% 3,2% 4,0% 6,1% 5,1%

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

Relatório de Mercado Semanal

Relatório de Mercado Semanal Boletim Focus Relatório de Mercado Focus Fonte:Banco Central Cenário A semana contou com a divulgação de importantes dados no cenário mundial, dentre eles, o Índice Geral de Preços Mercado (IGP-M) e o

Leia mais

COLETIVA DE IMPRENSA. Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente. São Paulo, 25 de Julho de 2018

COLETIVA DE IMPRENSA. Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente. São Paulo, 25 de Julho de 2018 COLETIVA DE IMPRENSA Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente São Paulo, 25 de Julho de 2018 CENÁRIO MACROECONÔMICO IGMI-R AGENDA FUNDING INADIMPLÊNCIA FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO POTENCIAL DE MERCADO EXPECTATIVA

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P M A I O, 2 0 1 7 D E S T A Q U E S D O M Ê S São Paulo, 25 de maio de 2017 Crédito imobiliário totaliza R$ 3,13 bilhões em abril

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P O U T U B R O, 2 0 1 7 D E S T A Q U E S D O M Ê S São Paulo, 26 de outubro de 2017 Crédito imobiliário atinge R$ 3,41 bilhões

Leia mais

COLETIVA DE IMPRENSA Resultados de 2018 Perspectivas para 2019

COLETIVA DE IMPRENSA Resultados de 2018 Perspectivas para 2019 COLETIVA DE IMPRENSA Resultados de 2018 Perspectivas para 2019 Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente São Paulo 30 de Janeiro de 2019 AGENDA 1. Conjuntura Econômica 2. Construção Civil 3. Funding 4.

Leia mais

Relatório Conjuntura Econômica Brasileira 1º trimestre de 2014

Relatório Conjuntura Econômica Brasileira 1º trimestre de 2014 Relatório Conjuntura Econômica Brasileira 1º trimestre de 2014 Elaboração: Vice-Presidência de Finanças VIFIN Diretoria Executiva de Finanças e Mercado de Capitais - DEFIN Superintendência Nacional de

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P N O V E M B R O, 2 0 1 8 São Paulo, 27 de dezembro de 2018 DESTAQUES DO MÊS Crédito imobiliário atinge R$ 4,88 bilhões em novembro

Leia mais

Relatório Conjuntura Econômica Brasileira 3º trimestre de 2013

Relatório Conjuntura Econômica Brasileira 3º trimestre de 2013 Relatório Conjuntura Econômica Brasileira 3º trimestre de 213 Elaboração: Vice-Presidência de Finanças VIFIN Diretoria Executiva de Finanças e Mercado de Capitais - DEFIN Superintendência Nacional de Planejamento

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P J U N H O, 2 0 1 7 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: R$ 173 milhões Saldo: R$ 517,6 bilhões Financiamentos

Leia mais

Análise e Perspectivas do Mercado Imobiliário

Análise e Perspectivas do Mercado Imobiliário Análise e Perspectivas do Mercado Imobiliário Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP Foreci 02/06/2017 Cenário Econômico Principais indicadores econômicos PIB do Brasil -Taxa de crescimento no ano

Leia mais

Relatório Conjuntura Econômica Brasileira 2º trimestre de 2013

Relatório Conjuntura Econômica Brasileira 2º trimestre de 2013 Relatório Conjuntura Econômica Brasileira 2º trimestre de 13 Elaboração: Vice-Presidência de Finanças VIFIN Diretoria Executiva de Finanças e Mercado de Capitais - DEFIN 1 mai/8 ago/8 nov/8 fev/9 mai/9

Leia mais

Relatório de Mercado Semanal

Relatório de Mercado Semanal Boletim Focus Relatório de Mercado Focus Fonte:Banco Central Cenário A semana que passou foi marcada pelo forte movimento de correção nas bolsas mundiais ocorrido na sexta-feira (9), após declarações hawkish

Leia mais

Riscos Crescentes. Roberto Padovani Junho 2017

Riscos Crescentes. Roberto Padovani Junho 2017 Riscos Crescentes Roberto Padovani Junho 2017 Política volta a ser crítica 1. Política duração da crise - voltou a ser variável de controle; 2. Há impasse político: Economia ajuda manter governabilidade

Leia mais

Junho/2015. Apresentação ECO034 - Macro

Junho/2015. Apresentação ECO034 - Macro Junho/2015 Apresentação ECO034 - Macro Macroeconomia Características: Análise da determinação e comportamento de grandes agregados. Abordagem global. Busca compreender as interações entre os mercados de

Leia mais

Balanço do Mercado Imobiliário de São Paulo 2017

Balanço do Mercado Imobiliário de São Paulo 2017 Balanço do Mercado Imobiliário de São Paulo 17 CONJUNTURA O ano de 17 foi marcado pelo início da retomada. Na economia, o PIB (Produto Interno Bruto) apresentou sinais de recuperação, encerrando uma série

Leia mais

Cenário macroeconômico e a construção civil 29/5/2012

Cenário macroeconômico e a construção civil 29/5/2012 Cenário macroeconômico e a construção civil 29/5/2012 O papel da construção no desenvolvimento sustentado Há cinco anos, o setor da construção iniciou um ciclo virtuoso de crescimento: Esse ciclo foi pavimentado

Leia mais

2016 na rota de Reunião CIC/FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2016

2016 na rota de Reunião CIC/FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2016 2016 na rota de 2015 Reunião CIC/FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2016 Deterioração fiscal Incertezas políticas Baixo patamar de confiança Queda na produção Recessão econômica Desemprego elevado

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P N O V E M B R O, 2 0 1 7 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: - R$ 1,7 bilhões Saldo: R$ 540,3 bilhões Financiamentos

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P N O V E M B R O, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: R$ 2,6 bilhões Saldo: R$ 503,8 bilhões Financiamentos

Leia mais

OAB PREV Síntese de Nov de dezembro de 2016

OAB PREV Síntese de Nov de dezembro de 2016 OAB PREV Síntese de Nov-2016 21 de dezembro de 2016 As incertezas que vem de fora... n n O comportamento dos ativos financeiros no mês de novembro foi influenciado decisivamente pelos resultados das eleições

Leia mais

INADIMPLÊNCIA BELO HORIZONTE PESSOA FÍSICA. Periodicidade: AGOSTO/2018

INADIMPLÊNCIA BELO HORIZONTE PESSOA FÍSICA. Periodicidade: AGOSTO/2018 INADIMPLÊNCIA BELO HORIZONTE PESSOA FÍSICA Periodicidade: AGOSTO/2018 INADIMPLÊNCIA BELO HORIZONTE : PESSOA FÍSICA DEVEDORES Número de CPF na base de inadimplentes do SPC Brasil Comparação Base Anual Agosto.18/Agosto.17

Leia mais

4,90 5,13 5,07 5,59 3,49 3,42 10,50 11,63 50,75 0,58 0,75-26,00 45,00 70,00 5,50

4,90 5,13 5,07 5,59 3,49 3,42 10,50 11,63 50,75 0,58 0,75-26,00 45,00 70,00 5,50 6,72 6,83 7,18 6,58 3,35 3,45 13,75 14,16 45,40 3,49 6,23 19,00 47,00 65,00 6,02 6,49 6,80 7,02 6,29 3,38 3,46 45,20 3,48 6,72 20,00 47,00 67,16 5,95 6,40 6,80 7,02 6,29 3,37 3,46 45,20 3,49 6,68 20,35

Leia mais

Assembleia nacional Banrisul. Fetrafi Porto Alegre, 18 de março de 2017

Assembleia nacional Banrisul. Fetrafi Porto Alegre, 18 de março de 2017 Assembleia nacional Banrisul Fetrafi Porto Alegre, 18 de março de 2017 Frente de Defesa do Banrisul PÚBLICO e ESTADUAL Importância das estatais O que acontece numa privatização? Aposentadoria forçada ...

Leia mais

ÍNDICE CONSTRUÇÃO CIVIL NO BRASIL OTIMISMO NA CONSTRUÇÃO CIVIL PRODUTO INTERNO BRUTO (PIB) Ano: 04.

ÍNDICE CONSTRUÇÃO CIVIL NO BRASIL OTIMISMO NA CONSTRUÇÃO CIVIL PRODUTO INTERNO BRUTO (PIB) Ano: 04. CONSTRUÇÃO CIVIL EM ANÁLISE Nº 11 NOVEMBRO 2017 1 ÍNDICE CONSTRUÇÃO CIVIL NO BRASIL... 02 1 OTIMISMO NA CONSTRUÇÃO CIVIL... 03 1.1 SALDO MENSAL DE EMPREGO NA CONSTRUÇÃO CIVIL DO ESTADO DO PARÁ... 03 1.2

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P A G O S T O, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: - R$ 3,5 bilhões Saldo: R$ 495,4 bilhões Financiamentos

Leia mais

Carta Econômica Trimestral

Carta Econômica Trimestral CARTA ECONÔMICA Nº 10/2016 Senhores Conselheiros, Gestores e Membros do Comitê de Investimentos, Outubro 2016 Neste final de outubro os gestores de recursos dos RPPSs, notadamente aqueles que fazem um

Leia mais

INDICADORES DA ECONOMIA BRASILEIRA JUNHO OBSERVATÓRIO DE POLÍTICAS ECONÔMICAS 2017

INDICADORES DA ECONOMIA BRASILEIRA JUNHO OBSERVATÓRIO DE POLÍTICAS ECONÔMICAS 2017 INDICADORES DA ECONOMIA BRASILEIRA JUNHO OBSERVATÓRIO DE POLÍTICAS ECONÔMICAS 2017 FUNDAÇÃO DOM CABRAL NÚCLEO DE ESTRATÉGIA E NEGÓCIOS INTERNACIONAIS OBSERVATÓRIO DE POLÍTICAS ECONÔMICAS Indicadores da

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P F E V E R E I R O, 2 0 1 8 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: R$ -5,0 bilhões Saldo: R$ 561,1 bilhões

Leia mais

INDX registra alta de 0,4% em Abril

INDX registra alta de 0,4% em Abril 4-abr-11 18-abr-11 2-mai-11 16-mai-11 3-mai-11 13-jun-11 27-jun-11 11-jul-11 25-jul-11 8-ago-11 22-ago-11 5-set-11 19-set-11 3-out-11 17-out-11 31-out-11 14-nov-11 28-nov-11 12-dez-11 26-dez-11 9-jan-12

Leia mais

Mercado de trabalho enfrentou cenário difícil durante todo o ano de 2015

Mercado de trabalho enfrentou cenário difícil durante todo o ano de 2015 Mercado de trabalho enfrentou cenário difícil durante todo o ano de 2015 Neste edição especial do boletim Mercado de trabalho do CEPER-FUNDACE, serão comparados dados do Cadastro Geral de Empregados e

Leia mais

Evolução Macro Econômica Brasil

Evolução Macro Econômica Brasil Evolução Macro Econômica Brasil Fonte: IBGE Principais indicadores econômicos 7,5% 5,8% 6,1% 5,1% PIB do Brasil - Taxa de crescimento no ano 3,2% 4,0% -0,1% 3,9% 1,9% 3,0% 0,1% 1,0% 1,4% 2,5% -3,8% -3,6%

Leia mais

Março/2012. NEPOM Núcleo de Estudos de Política Monetária do IBMEC/MG

Março/2012. NEPOM Núcleo de Estudos de Política Monetária do IBMEC/MG Análise de Conjuntura Março/2012 NEPOM Núcleo de Estudos de Política Monetária do IBMEC/MG Coordenação: Prof. Dr. Cláudio D. Shikida Alunos Integrantes Isadora Figueiredo Guilherme Leite Rafael Byrro Raphael

Leia mais

Elaboração: Economia Pesquisa & Mercado. Divulgada Pesquisa Mensal do Comércio Out.16

Elaboração: Economia Pesquisa & Mercado. Divulgada Pesquisa Mensal do Comércio Out.16 Elaboração: Economia Pesquisa & Mercado Ana Paula Bastos - Economista Sarah Ribeiro Estatística André Correia Analista de Economia Amanda Santos Analista de Pesquisa Luciana Marques - Analista de Pesquisa

Leia mais

INDX apresenta alta de 2,67% em março

INDX apresenta alta de 2,67% em março INDX apresenta alta de 2,67% em março Dados de Março/11 Número 51 São Paulo O Índice do Setor Industrial (INDX), composto pelas ações mais representativas do segmento, encerrou o mês de março de 2010,

Leia mais

PIB trimestral tem crescimento em relação ao mesmo período do ano anterior após 3 anos

PIB trimestral tem crescimento em relação ao mesmo período do ano anterior após 3 anos PIB trimestral tem crescimento em relação ao mesmo período do ano anterior após 3 anos No 2º tri./2017, o PIB brasileiro a preços de mercado apresentou crescimento de 0,23% quando comparado ao 2º tri./2016,

Leia mais

Balanço 2016 Perspectivas PIB e Performance do Agronegócio

Balanço 2016 Perspectivas PIB e Performance do Agronegócio PIB e Performance do Agronegócio 15 16 Balanço 2016 Perspectivas 2017 Perspectivas 2017 MESMO COM A ECONOMIA BRASILEIRA VOLTANDO PARA OS EIXOS EM 2017, O AGRONEGÓCIO NOVAMENTE DEVERÁ SER O SETOR COM MAIOR

Leia mais

Os desafios da economia. Economista Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Outubro/2014

Os desafios da economia. Economista Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Outubro/2014 Os desafios da economia Economista Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Outubro/2014 Os desafios da economia Correção dos rumos da política econômica. Muito mais do que necessidade: É inevitável. Sem ajustes:

Leia mais

CENÁRIO ECONÔMICO 2017:

CENÁRIO ECONÔMICO 2017: CENÁRIO ECONÔMICO 2017: Lenta recuperação após um longo período de recessão Dezembro 2016 AVALIAÇÃO CORRENTE DA ATIVIDADE ECONÔMICA A RECUPERAÇÃO DA CONFIANÇA DO EMPRESARIADO E DO CONSUMIDOR MOSTRAM ACOMODAÇÃO

Leia mais

Por que o Brasil pode ser um dos primeiros países a sair da recessão?

Por que o Brasil pode ser um dos primeiros países a sair da recessão? Por que o Brasil pode ser um dos primeiros países a sair da recessão? Luciano Luiz Manarin D Agostini * RESUMO Observa-se tanto em países desenvolvidos como em desenvolvimento quedas generalizadas do crescimento

Leia mais

Retração do PIB apresenta tímida melhora

Retração do PIB apresenta tímida melhora Retração do PIB apresenta tímida melhora No boletim de Conjuntura Econômica do mês de Jun./16 os dados do Produto Interno Bruto (PIB) para o primeiro trimestre de 2016, divulgados pelo Instituto Brasileiro

Leia mais

I FÓRUM FCE - UFRGS RECESSÃO BRASILEIRA: ORIGENS, DETERMINANTES E CONDIÇÕES DE SAÍDA. Marcelo S. Portugal UFRGS e CNPq

I FÓRUM FCE - UFRGS RECESSÃO BRASILEIRA: ORIGENS, DETERMINANTES E CONDIÇÕES DE SAÍDA. Marcelo S. Portugal UFRGS e CNPq I FÓRUM FCE - UFRGS RECESSÃO BRASILEIRA: ORIGENS, DETERMINANTES E CONDIÇÕES DE SAÍDA Marcelo S. Portugal UFRGS e CNPq Roteiro da Apresentação 1. Determinantes da Crise Econômica 2. Desempenho das variáveis

Leia mais

Indústria e Investimentos recuam no 2º trimestre e Economia Brasileira mantém ritmo lento de crescimento

Indústria e Investimentos recuam no 2º trimestre e Economia Brasileira mantém ritmo lento de crescimento Indústria e Investimentos recuam no 2º trimestre e Economia Brasileira mantém ritmo lento de crescimento Os dados das Contas Nacionais Trimestrais do IBGE mostram que economia brasileira cresceu 0,2% no

Leia mais

- Emplacamento de Veículos / FENABRAVE - Índice Nacional de Expectativa do Consumidor. - Anúncio da taxa básica de juros americana / (INEC) / CNI

- Emplacamento de Veículos / FENABRAVE - Índice Nacional de Expectativa do Consumidor. - Anúncio da taxa básica de juros americana / (INEC) / CNI BRASÍLIA 30/10/2017 30/10 SEGUNDA-FEIRA - Boletim FOCUS/Banco Central - Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPCS)/ FGV - Notas para a imprensa Política Fiscal / Banco Central - IGP-M / FGV EDIÇÃO 0008

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P O U T U B R O, 2 0 1 8 São Paulo, 29 de novembro de 2018 DESTAQUES DO MÊS Crédito imobiliário atinge R$ 5,66 bilhões em outubro

Leia mais

Informativo Mensal Investimentos

Informativo Mensal Investimentos Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

Perspectivas econômicas

Perspectivas econômicas Perspectivas econômicas 5º seminário Abecip Ilan Goldfajn Economista-chefe e Sócio Itaú Unibanco Maio, 2015 2 Roteiro Recuperação em curso nas economias desenvolvidas. O Fed vem adiando o início do ciclo

Leia mais

INDICADORES DA ECONOMIA BRASILEIRA JANEIRO OBSERVATÓRIO DE POLÍTICAS ECONÔMICAS 2017

INDICADORES DA ECONOMIA BRASILEIRA JANEIRO OBSERVATÓRIO DE POLÍTICAS ECONÔMICAS 2017 INDICADORES DA ECONOMIA BRASILEIRA JANEIRO OBSERVATÓRIO DE POLÍTICAS ECONÔMICAS 2017 FUNDAÇÃO DOM CABRAL NÚCLEO DE ESTRATÉGIA E NEGÓCIOS INTERNACIONAIS OBSERVATÓRIO DE POLÍTICAS ECONÔMICAS Indicadores

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

Banco Santander Brasil Negócios Imobiliários

Banco Santander Brasil Negócios Imobiliários Diretoria Executiva de Negócios Imobiliários Banco Santander Brasil Negócios Imobiliários São Paulo, 19 de setembro 2012 Brasil Cenário Econômico Favorável 2 PIB Taxa de Crescimento (%) Taxa de Juros (SELIC

Leia mais

INDX registra alta de 0,41% em outubro

INDX registra alta de 0,41% em outubro INDX registra alta de 0,41% em outubro Dados de Outubro/12 Número 68 São Paulo O Índice do Setor Industrial (INDX), composto pelas ações mais representativas do segmento, encerrou o mês de outubro de 2012

Leia mais

4,80 5,22 5,35 5,12 3,40 3,36 9,75 11,08 50,82 0,50 1,00-26,25 46,00 70,00 5,50

4,80 5,22 5,35 5,12 3,40 3,36 9,75 11,08 50,82 0,50 1,00-26,25 46,00 70,00 5,50 5,10 5,06 5,19 3,42 1 11,53 50,74 0,88-25,35 46,85 5,52 5,22 5,35 5,12 3,40 3,36 9,75 11,08 50,82 1,00-26,25 46,00 5,50 4,71 5,16 5,35 5,07 3,40 3,35 10,91 50,82 1,00-26,00 45,60 5,50 (4) (4) (10) 4,90

Leia mais

Apresentação Semanal. De 25 a 29 de Junho de Tatiana Pinheiro (11)

Apresentação Semanal. De 25 a 29 de Junho de Tatiana Pinheiro (11) Economic Research São Paulo - SP - Brasil 2018 Apresentação Semanal De 25 a 29 de Junho de 2018 Tatiana Pinheiro (11) 3012-5179 tatiana.pinheiro@santander.com.br Indicadores e eventos da última semana

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P F E V E R E I R O, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: - R$ 6,7 bilhões Saldo: R$ 499,3 bilhões

Leia mais

1. Atividade Econômica

1. Atividade Econômica Janeiro / 213 O Núcleo de Pesquisa da FECAPapresenta no seu Boletim Econômicouma compilação dos principais indicadores macroeconômicos nacionais que foram publicados ao longo do mês de referência deste

Leia mais

Desafios e Perspectivas da Economia Brasileira

Desafios e Perspectivas da Economia Brasileira Desafios e Perspectivas da Economia Brasileira 39º Prêmio Exportação Rio Grande do Sul - 2011 Alexandre Tombini Presidente do Banco Central do Brasil 20 de Junho de 2011 Conquistas da Sociedade Brasileira

Leia mais

Boletim Macro IBRE. Seminário de Perspectivas para de Dezembro de 2017

Boletim Macro IBRE. Seminário de Perspectivas para de Dezembro de 2017 Seminário de Perspectivas para 2018 11 de Dezembro de 2017 1 APRESENTADORES PRINCIPAIS PONTOS De acordo com a datação do Codace (Comitê de Datação de Ciclos Econômicos), a atual recessão se iniciou no

Leia mais

Economic Research São Paulo - SP - Brasil Apresentação Semanal. De 17 a 21 de Dezembro de Lucas Nobrega Augusto (11)

Economic Research São Paulo - SP - Brasil Apresentação Semanal. De 17 a 21 de Dezembro de Lucas Nobrega Augusto (11) Economic Research São Paulo - SP - Brasil 2018 Apresentação Semanal De 17 a 21 de Dezembro de 2018 Lucas Nobrega Augusto (11) 3553-5263 Indicadores e eventos da última semana Brasil Indicadores e eventos

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO FINANCEIRA

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO FINANCEIRA CONTRATO 07/2013 EXERCÍCIO 2013 jan/13 fev/13 mar/13 abr/13 mai/13 jun/13 jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 Número da Nota Fiscal emitida - - - - - - 92 99 110 121/133-157 - - Depósitos realizados

Leia mais

INDX registra alta de 10,9% em outubro

INDX registra alta de 10,9% em outubro 1-out-11 2-out-11 3-out-11 4-out-11 5-out-11 6-out-11 7-out-11 8-out-11 9-out-11 10-out-11 11-out-11 12-out-11 13-out-11 14-out-11 15-out-11 16-out-11 17-out-11 18-out-11 19-out-11 20-out-11 21-out-11

Leia mais

CENÁRIO E PERSPECTIVAS

CENÁRIO E PERSPECTIVAS BRASIL E PERNAMBUCO E PERSPECTIVAS PARA A ECONOMIA ROTEIRO AMBIENTE ECONÔMICO NACIONAL AMBIENTE ECONÔMICO ESTADUAL PROJEÇÕES PERSPECTIVAS PARA A ECONOMIA: 2017-2018 2 AMBIENTE ECONÔMICO NACIONAL 3 AMBIENTE

Leia mais

Análise de Conjuntura Maio/2011

Análise de Conjuntura Maio/2011 Análise de Conjuntura Maio/2011 NEPOM Núcleo de Estudos de Política Monetária do IBMEC/MG Coordenação: Prof. Dr. Cláudio D. Shikida Prof. Sérgio G. Xavier Alunos Integrantes Camila Silva Daniela Caetano

Leia mais

Beneficiários de planos de assistência médica e exclusivamente odontológicos

Beneficiários de planos de assistência médica e exclusivamente odontológicos Por Dentro da saúde suplementar Beneficiários de planos de assistência médica e exclusivamente odontológicos Edição Setembro/17 Em sintonia com os sinais de recuperação da atividade econômica, diminui

Leia mais

Análise de Conjuntura Outubro/2011

Análise de Conjuntura Outubro/2011 Análise de Conjuntura Outubro/2011 NEPOM Núcleo de Estudos de Política Monetária do IBMEC/MG Coordenação: Prof. Dr. Cláudio D. Shikida Alunos Integrantes Camila Silva Camila Linhares Caterina D Ippolito

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE SÃO GABRIEL/RS

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE SÃO GABRIEL/RS INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE SÃO GABRIEL/RS CONJUNTURA ECONÔMICA E FINANCEIRA Agosto/17 INTRODUÇÃO Neste relatório disponibilizamos a conjuntura econômica financeira para

Leia mais

Informativo Mensal Investimentos

Informativo Mensal Investimentos Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

Por que os juros para financiamento de veículos não estão acompanhando a queda da SELIC, apesar da diminuição da inadimplência?

Por que os juros para financiamento de veículos não estão acompanhando a queda da SELIC, apesar da diminuição da inadimplência? 24 de abril de 2018 Por que os juros para financiamento de veículos não estão acompanhando a queda da SELIC, apesar da diminuição da inadimplência? Dados levantados pela Associação Nacional das Empresas

Leia mais

Coletiva de Imprensa. Financiamento Imobiliário 1º Semestre de São Paulo 26 de Julho de Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente

Coletiva de Imprensa. Financiamento Imobiliário 1º Semestre de São Paulo 26 de Julho de Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente Coletiva de Imprensa Financiamento Imobiliário 1º Semestre de 2016 Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente São Paulo 26 de Julho de 2016 Índice 1 2 3 4 5 6 Conjuntura Construção Civil Financiamento Imobiliário

Leia mais

DESIG/DIMOT RELATÓRIO - DEPÓSITOS DE POUPANÇA Boletim Diário SBPE + RURAL R$ Mil DEPÓSITO RETIRADA CAPT. LÍQ. (A) (B) (A-B) REND. CRED.

DESIG/DIMOT RELATÓRIO - DEPÓSITOS DE POUPANÇA Boletim Diário SBPE + RURAL R$ Mil DEPÓSITO RETIRADA CAPT. LÍQ. (A) (B) (A-B) REND. CRED. DESIG/DIMOT RELATÓRIO - DEPÓSITOS DE POUPANÇA Boletim Diário SBPE + RURAL R$ Mil MÊS DIA DEPÓSITO RETIRADA CAPT. LÍQ. (A) (B) (A-B) REND. CRED. SALDO janeiro/2018 Total 186.516.370 191.717.529 (5.201.159)

Leia mais

O DESEMPENHO DO SETOR EXTERNO EM JANEIRO DE 2003

O DESEMPENHO DO SETOR EXTERNO EM JANEIRO DE 2003 O DESEMPENHO DO SETOR EXTERNO EM JANEIRO DE 23 Os resultados do setor externo divulgados pelo Banco Central mostram contínua melhora na conta de Transações Correntes, cujo déficit acumulado no período

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro PEIC Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atrasos Não Terão Condições de Pagar Mai/11 64,2% 24,4% 8,6% Abr/12 56,8%

Leia mais

Economia Brasileira. Caio Prates 13 MAIO 2008

Economia Brasileira. Caio Prates 13 MAIO 2008 Economia Brasileira Caio Prates 13 MAIO 2008 Tabela 1 - Indicadores do Cenário Externo 1 Taxa de Juros Títulos do Tesouro Americano Preço do Petróleo (Brent) em US$ Cenário Externo Total Alimentos Metais

Leia mais

O perigo da depressão econômica

O perigo da depressão econômica Boletim Econômico Edição nº 75 dezembro de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico O perigo da depressão econômica (Estado falido, crise política, governo paralisado e país sem

Leia mais

Relatório de Mercado Semanal

Relatório de Mercado Semanal Boletim Focus Relatório de Mercado Focus Fonte:Banco Central Cenário A semana contou com a divulgação de importantes dados do cenário interno e, principalmente, do cenário externo, dentre eles: vendas

Leia mais

Análise de Conjuntura

Análise de Conjuntura Análise de Conjuntura Fevereiro / 2014 NEPOM Núcleo de Estudos de Política Monetária do IBMEC/MG Coordenação: Prof. Dr. Cláudio D. Shikida Alunos Integrantes: Arthur Abreu José Morais Larissa Paiva Maria

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro PEIC Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atrasos Não Terão Condições de Pagar mar/10 63,0% 27,3% 8,7% fev/11 65,3%

Leia mais

Indicadores do Autosserviço

Indicadores do Autosserviço Indicadores do Autosserviço 1 PAUTA Índice Nacional de Vendas Abras Índice de Confiança do Supermercadista Abrasmercado (GfK) Índice de Volume (Nielsen) Projeções 2 Índice Nacional de Vendas Abras 3 Em

Leia mais