Manual Gerador Documento

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual Gerador Documento"

Transcrição

1 Manual Gerador Documento 27/01/2014

2 Sumário 1. Introdução Funcionalidades Requisitos Configuração dos Parâmetros Grupo de Informações Modelo de Documento Documento Dicionário Desenvolvimento do Template Lista de campos em uma tabela Lista de campos como um bloco Condicionais Máscaras Ferramentas para modelar template Exemplos Passo a Passo Versão 1.0

3 1. Introdução Atualmente, devido à ausência de uma funcionalidade de configuração com flexibilidade suficiente para permitir que o próprio cliente realize alterações nos modelos de contratos que utiliza, sempre que os módulos de Créditos são contratados é necessário customizar as funcionalidades de impressão de contratos e/ou fichas cadastrais para atender às necessidades específicas do novo cliente e, além disto, após o módulo já estar implantado em produção, sempre que surge a necessidade de quaisquer novas alterações nos contratos e fichas cadastrais já customizados, o cliente precisa solicitar novas customizações da funcionalidade, o que além de representar custos para os clientes, ainda os sujeita a aguardar pelo prazo padrão do ciclo de entrega de versões, que agora é bimestral, quando os prazos de entrega desejáveis pelo cliente para as alterações desta natureza geralmente são menores. 2. Funcionalidades Cadastro de Grupos de Informações, que são conjuntos de campos de conteúdo variável cujas informações estão relacionadas entre si como, por exemplo, o Grupo de Informações (Entidade/Tabela) chamado Cliente que poderia conter os campos de conteúdo variável (Atributos/Colunas) chamados Código e Nome. Outros exemplos de possíveis Grupos de Informações: Contrato, Parcela, Garantia e Avalista. Desta forma, os campos de conteúdo variável que estarão disponíveis para serem utilizados pelos usuários na confecção dos seus modelos (templates) de documentos serão definidos através dos Grupos de Informações, que terão pelo menos um comando SQL associado que, por sua vez, será utilizado na obtenção dos dados correspondentes aos campos de conteúdo variável. A manutenção dos Grupos de Informações geralmente será realizada pela Totvs, mas eventualmente também poderá ser realizada por clientes que tiverem o conhecimento necessário dos dicionários de dados das bases da Totvs ou que desejarem manter Grupos de Informações de dados que estejam disponíveis em outras bases de dados, que não as da Totvs. Cadastro de Modelos de Documentos, através do qual serão armazenados (upload) e poderão ser exportados (download) os conteúdos dos arquivos de modelos (templates) de documentos que forem criados pelos clientes através de editores de texto de mercado de sua preferência. Somente poderão ser efetivamente utilizados na geração de documentos os arquivos de modelos que forem gerados nos formatos ODF - OpenDocument Format (*.odt) ou OOXML - Office OpenXML (.docx) e que estiverem devidamente cadastrados. Exemplos de Modelos de Documentos: Contrato PF, Contrato PJ, Ficha PF, Ficha PJ, Ficha Avalista etc. Cadastro de Grupos de Informações X Modelos de Documentos, através do qual cada Modelo (template) de Documento deverá ser associado a um ou mais Grupos de Informações. Desta forma, somente os campos de conteúdo variável definidos nos Grupos de Informações que estiverem devidamente associados ao Modelo de Documento cadastrado é que poderão ser utilizados/referenciados efetivamente pelos clientes no conteúdo dos arquivos dos respectivos Modelos de Documentos. Cadastro de Documentos, através do qual deverão ser cadastrados os Documentos que poderão ser gerados pelos clientes, por Módulo/Sistema, ou seja, o mesmo critério utilizado para o controle de acesso de Relatórios, no módulo de Segurança. Com isto, para fins de controle de acesso, um Documento será equivalente a um Relatório. Exemplos de Documentos: Contratos, Fichas Cadastrais etc. Cadastro de Modelos de Documentos X Documentos, através do qual cada Documento deverá ser associado a um ou mais Modelos (templates) de Documentos. Somente os documentos que estiverem associados a pelo menos um template estarão disponíveis para a geração. Documentos que estiverem associados a mais de um template terão esta associação configurada com condições de seleção que serão utilizadas para determinar qual dos templates associados é o que deverá ser utilizado efetivamente na geração do documento. Solicitação de Geração de Documentos, através da qual o usuário poderá selecionar, por Módulo/Sistema, o Documento a ser gerado, informando também os respectivos Parâmetros de Entrada que são necessários para a geração do mesmo. Somente estarão disponíveis para seleção os Documentos aos quais o perfil de acesso do usuário estiver liberado no módulo de Segurança. Após o Documento ser selecionado os Parâmetros de entrada que estiverem configurados para o mesmo serão apresentados na tela, para que possam ser informados pelo usuário. Versão 1.0 3

4 Solicitação de Geração de Documentos (Recebida via Web Service), através da qual as plataformas dos sistemas legados também poderão solicitar a geração dos documentos, mesmo que não sejam plataformas Web. Geração de Documentos, através da qual: serão executados os comandos SQL dos diferentes Grupos de Informações que estão associados aos Modelos (Templates) que estão associados ao Documento a ser gerado; o Modelo (Template) de Documento a ser utilizado na geração será selecionado conforme as condições de seleção previamente definidas; as referências aos campos de conteúdo variável (#{sigla_grupo.sigla_campo}, #{sigla_grupo. sigla_campo[n]}, #{sigla_grupo.ini} e #{sigla_grupo.fim}) serão processadas e substituídas pelos conteúdos já formatados dos respectivos campos, que foram obtidos através da execução dos comandos SQL dos Grupos de Informações associados ao Modelo de Documento em questão; o conteúdo resultante (documento final) será gerado em formato PDF ou no formato original (docx ou odt). 3. Requisitos Instalação do Java na versão 6. OpenOffice.org v2.0.3 ou superior, a última versão estável é recomendada. (StarOffice 8, NeoOffice sendo baseado em OpenOffice.org também deve funcionar) Qualquer sistema operacional para o qual Java e OpenOffice.org está disponível (Windows, Linux, Mac OS X, Solaris, FreeBSD, etc) 4. Configuração dos Parâmetros Tenha certeza de que o OpenOffice.org esteja funcionando e rodando em uma porta, devemos agora configurar o seu host e ip no app.xml para que o sistema possa acessá-lo. Segue configuração do app.xml:... <parametros> <hostopenofficeserver><ip do servidor></hostopenofficeserver> <portopenofficeserver><porta onde está rodando o serviço></portopenofficeserver>... </parametros>... 4 Versão 1.0

5 5. Grupo de Informações Figura 1 Grupo de informações Para adicionar um novo Grupo de Informações, basta selecionar o menu Cadastro > Grupo de Informações e clicar no botão Adicionar da barra de funções, conforme tela acima. Após, será apresentada a tela para cadastro do grupo de funções. Vide abaixo. Figura 2 - Grupo de informações Na tela de cadastro do Grupo de Informações o usuário deve preencher todos os campos obrigatórios. Deverá indicar se a situação do grupo é Ativa ou Inativa. Isto definirá se ele poderá ser utilizado como fonte de informação. Versão 1.0 5

6 O checkbox Mútiplos registros deverá ser selecionado se o grupo de informação vai retornar mais de um registro, ou seja, será uma lista. Para o campo Comando SQL, o usuário deverá definir pelo menos um SQL, sendo: padrão ANSI, Microsoft (SQL Server), Oracle ou Sybase. Deverão ser seguidas as sintaxes correspondentes. É permitido o preenchimento de todos os tipos de banco, porém somente um será utilizando, dando-se preferência para o padrão ANSI. Ainda no preenchimento do comando SQL, é necessário indicar antes dos nomes das tabelas, na cláusula FROM, o banco ao qual a tabela pertence. Exemplo: [credimaster]. O nome do banco deverá estar de acordo com o configurado na tabela t900dbms. É necessário colocar o nome do banco de dados entre colchetes []. Os campos variáveis (vide figura acima) são automaticamente disponibilizados na tela após o preenchimento do comando SQL. As siglas serão apresentadas de acordo com a lista de campos preenchida no select do comando SQL. Caso sejam utilizados alias, estes serão apresentados no lugar do nome do campo. A seção de parâmetros do grupo de informações será preenchida automaticamente de acordo com o Comando SQL. Para que o sistema identifique a existência de parâmetros no SQL, é necessário coloca-lo entre chaves {}, conforme exemplo da figura acima. Após o preenchimento dos campos obrigatórios, basta clicar em Salvar. 6. Modelo de Documento Figura 3 Modelo de Documento Para adicionar um novo modelo de documento, acessar a tela acima através do menu Cadastro > Modelo de Documento. Acione o botão Adicionar da barra de funções para ser direcionado a tela de cadastro do Modelo. 6 Versão 1.0

7 Figura 4 Modelo Documento O cadastro do Modelo está dividido em duas partes: Dados e Grupo de Informações. Na primeira devem ser cadastradas as informações básicas do template, bem como importado o arquivo que será utilizado como padrão para geração do documento. Este arquivo deverá estar já configurado com todos os campos variáveis e formatado. Deverá estar em formato Word (docx) ou OpenOffice(odt). Já na parte de Grupo de Informações devem ser selecionados os grupos de informações que foram utilizados na montagem do template. No botão Adicionar da tela acima, é possível incluir Grupos de Informações a serem utilizados, já o botão Adicionar filho, adiciona um grupo de informação como filho de outro, no exemplo acima, endereco é filho de pessoa. Já o botão Exportar Campos Variáveis irá gerar um arquivo XML com a estrutura de dados dos campos variáveis dos grupos de informações selecionados (Ver figura abaixo). Este arquivo XML poderá ser utilizado na confecção do template, conforme é explicado na seção 7. Versão 1.0 7

8 Figura 5 7. Documento Figura 6 Documentos Para cadastrar um novo documento é necessário acionar o menu Cadastro > Documento e clicar no botão Adicionar da barra de funções, conforme figura acima. Após, será apresentada a tela abaixo. 8 Versão 1.0

9 Figura 7 Documento O cadastro de um novo documento compreende três partes: dados de identificação do documento, os parâmetros que serão solicitados na geração do documento e os possíveis modelos para geração do documento. Este cadastro fará uso das definições realizadas até então, ou seja, para chegar até aqui é necessário realizar o cadastro do grupo de informações bem como do modelo/template. Obs.: poderão ser selecionados vários modelos, porém somente um modelo será utilizado na geração do documento. Para isto será necessário configurar condições de seleção, conforme será explicado a seguir. Figura 8 Documento Na tela de parâmetros (vide figura acima) o usuário pode definir quais são os parâmetros necessários para geração do documento. Os parâmetros definidos nesta tela serão solicitados ao usuário na geração do documento. Conforme pode ser visto na figura, é possível definir o tipo de dados, máscara e a ordem na qual o campo deverá ser apresentado na tela para o usuário. Versão 1.0 9

10 Tipos de Dados suportados: Figura 9 O parâmetro do tipo Texto Livre tem um comportamento diferente, este campo poderá ser usado no template, ou seja, se definirmos um parâmetro do tipo texto livre chamado observação, no template poderemos usar o campo ${observação} e este será substituído pelo valor informado pelo usuário na hora da geração. Figura 10 Condição de Seleção do Modelo de Documento Já na aba Modelo o usuário poderá selecionar vários modelos previamente cadastrados e, para cada modelo poderá definir condições de seleção, exemplificado na figura acima. A condição de seleção pode ser um parâmetro do documento ou um campo variável do grupo de informação associado ao modelo. Podem ser utilizados todos os operadores de comparação, inclusive LIKE. Também na tela de seleção do Modelo deve ser feita a atribuição de parâmetros. Isto consiste em relacionar os parâmetros definidos para os grupos de informações com o parâmetro do documento ou um campo variável de outro grupo de informação. Com base neste relacionamento o sistema irá adicionar os relacionamentos à cláusula WHERE do comando sql que será executado. Também por meio deste relacionamento/atribuição, é possível relacionar (join) dois grupos de informações. 10 Versão 1.0

11 Figura 11 - Atribuição de Parâmetro do Grupo de Informação Feito isto, já é possível realizar a geração do documento, conforme apresentado a seguir. Para geração do documento é necessário acessar o menu Geração > Documento. Será apresentada a tela abaixo, na qual deverá ser selecionado o Módulo, o Documento desejado e, se houver, o Modelo, é ainda disponibilizada a opção do tipo de saída, pdf ou formato original (odt ou docx). O sistema irá, automaticamente, apresentar os parâmetros necessários para a geração do documento. Figura 12 Geração Documento Versão

12 8. Dicionário O dicionário visa a facilitar a visualização de todos os dados utilizados em um determinado documento. Para ter acesso ao dicionário basta selecionar o módulo e o documento desejado, conforme mostra a figura abaixo. Figura 13 Geração Documento 9. Desenvolvimento do Template O desenvolvimento do template compreende a criação de documentos com sua sintaxe, definindo os campos para substituição na geração do documento. As tags a serem utilizadas como delimitadores das expressões contendo referências aos campos de conteúdo variável utilizarão a sintaxe da EL - Expression Language do Java, ou seja, serão iniciadas por ${ e terminadas por }, ou seja, terão os seguintes formatos: ${ sigla_grupo.sigla_campo } ${ sigla_grupo.sigla_campo [n] } O Gerador de Documentos fornece a opção de criar documentos com MS Word e OppenOffice: Microsoft Word (DOCX) Os campos variáveis devem seguir a sintaxe definida. Digitando os campos variáveis diretamente no documento pode funcionar, mas você pode ter problemas com o estilo do campo. Portanto, é aconselhável utilizar o MergeField para definir os campos variáveis dentro do documento (template). Esta seção explica como adicionar o campo ${projeto.nome} no conteúdo do documento template. Seguem as etapas: Criando um simples campo de conteúdo variável: 12 Versão 1.0

13 Use o Ctrl+F9 após o Projeto: Figura 14 O MS Word vai gerar um campo { }. Selecione e clique com o botão direito do mouse para abrir o menu de contexto e selecione Editar Campo... (Field modification...) do menu. Figura 15 Esta ação abre a caixa de diálogo Campo (Field dialog). Selecione o item MergeField. Versão

14 Figura 16 Selecione o item MergeField e em Nome do campo (Field Name) digite: ${projeto.nome} e clique no botão OK. MergeField está criado! Figura Versão 1.0

15 Figura 18 Agora podemos utilizar um estilo no campo. Para fazer isso, selecione todo o campo variável Utilize o estilo como você preferir. Figura 19 Figura 20 Versão

16 Este foi apenas um exemplo simples de criação de um campo variável (MergeField), a sintaxe de template fornece uma grande variedade de funcionalidades. OpenOffice (ODT) Os campos variáveis devem seguir a sintaxe definida. Digitando os campos variáveis diretamente no documento pode funcionar, mas você pode ter problemas com o estilo do campo. Portanto, é aconselhável utilizar o Campo de Entrada (InputField) para definir os campos variáveis dentro do documento (template). Pressione Ctrl+F2 ou clique no item Inserir/Campos/Outros... ( Insert/Fields/Other.. ) no menu: Figura 21 Esta ação abre a caixa de diálogo de Campos. Clique na aba Funções (Functions) e selecione Campo de entrada (Input field): 16 Versão 1.0

17 Figura 22 Clique no botão Inserir (Insert) para abrir a caixa de diálogo Campo de entrada (Input Field), preencha a área de texto com o nome do campos: ${projeto.nome}: Clique em OK, o campo é adicionado ao seu documento: Figura 23 Versão

18 Figura 24 Lista (loop) Para adicionar uma lista de registros no documento template, o grupo de informações de produtos deve estar cadastrado, para nosso exemplo, cadastramos os seguintes campos variáveis: código e nome. Outro detalhe muito importante para que o grupo funcione como uma lista é marcar o checkbox Multiplos registros?..como mostra a imagem abaixo: Figura 25 Os exemplos abaixos foram criados com o MS Word, porém poderão ser feitos no OpenOffice, mudando apenas a forma de entrada dos campos, no MS Word é utilizado o MergeField e no OpenOffice é utilizado o InputField, conforme os exemplos anteriores. 18 Versão 1.0

19 9.1. Lista de campos em uma tabela Criaremos uma tabela no docx para gerar uma lista de produtos em uma tabela, por exemplo: Figura 26 Obs: produtos é um grupo de informação de múltiplos registros. Adicionamos a tabela com 2 células nas quais contém os campos variáveis (merge fields): ${produtos.codigo} ${produtos.nome} Figura 27 Após gerar o documento, o resultado é o seguinte: Figura 28 Versão

20 Quando for uma tabela de um grupo de informação que seja filho de outro, conforme exemplo abaixo, a sintaxe é um pouco diferente. Figura 29 Neste exemplo, contratos é filho de clientes, sendo assim a sintaxe para exibir uma tabela de contratos é a seguinte: Figura 30 Na primeira coluna da tabela, adicionamos três campos de entrada: #tabela-ini[#list clientes.contratos as ctr] ${ctr.numerocontrato} #tabela-fim[/#list] Os campos estão um ao lado do outro sem deixar espaços em branco. Opção 1: 9.2. Lista de campos como um bloco Nos templates, o início destes blocos de conteúdos que devem ser repetidos deverá ser referenciado sempre através de um formato de expressão que contém a Sigla do Grupo de Informações como prefixo, seguida de um sufixo correspondente à palavrachave ini, ambos separados por um ponto. Já o final destes blocos de conteúdos que devem ser repetidos deverá ter a palavrachave fim como sufixo. Desta forma, as tags que demarcam o início e fim dos blocos de conteúdo que devem ser repetidos, deverão ser incluídas no conteúdo dos templates da seguinte forma: 20 Versão 1.0

21 Figura 31 Adicionamos dentro do bloco o conteúdo que deverá ser repetido para cada produto retornado, no exemplo abaixo, contém os campos variáveis (merge fields): ${produtos.codigo} - ${produtos.nome} Após gerar o documento, o resultado é o seguinte: Figura 32 Versão

22 Figura 33 Opção 2: Outra forma de listar registros no template é com a seguinte sintaxe: <#list lista as nome>... </#list> Onde: Exemplo: lista: nome do grupo de informação que é uma lista nome: nome da variável do loop Produtos [#list produtos as prod] ${prod.codigo} - ${prod.nome} [/#list] O resultado será o mesmo que da Figura 18. Sintaxe 9.3. Condicionais <#if condicao>... <#elseif condicao2>... <#elseif condicao3> <#else> 22 Versão 1.0

23 ... </#if> Onde: condicao, condicao2,...etc.: Expressão avaliada como um valor booleano. Descrição Você pode usar if, elseif e else para pular condicionalmente uma seção do template. A condição deve ser avaliada como um valor booleano, ou então um erro irá abortar o processamento do modelo. O elseif deve ocorrer dentro do if. Exemplo Figura 34 Neste exemplo, vai ser exibido um texto diferente para cada tipo de porte da empresa. 10. Máscaras Nesta seção é explicado como adicionar máscaras aos campos variáveis. Existem duas opções para isso: No grupo de informação: Versão

24 Figura 35 Cada campo variável do grupo de informações poderá ser configurado com a máscara desejada. A máscara varia de acordo com o tipo de dado do campo, exemplo, o tipo de dado Numérico contém as seguintes máscaras: Monetário e Monetário por extenso. Uma observação importante, ao configurar a máscara no grupo de informação, não poderá ser utilizada a máscara no mesmo campo no documento template, conforme exemplo abaixo. No documento template (MS Word ou OpenOffice) Para utilizar uma máscara no documento template é simples, após o sufixo correspondente a Sigla do Campo de conteúdo variável, adicionamos o caracter? seguido do nome da máscara desejada. Exemplo: ${projeto.data?data_extenso} Resultado: Sexta feira, 7 de Dezembro de As máscaras disponíveis são:?data Exibe o valor no formata de data: dd/mm/yyyy.?data(?) Exibe o data no formato conforme parâmetro. Exemplo: ${projeto.data?data( yyyy )} 2012?data_extenso Exibe o valor da data por extenso.?monetário Exibe o valor no formato monetário. Exemplo: 2.560,55.?monetário_extenso Exibe o valor no formato monetário por extenso.?cpf_cnpj: Exibe o valor no formato CPF ou CNPJ, dependendo da quantidade de caracteres.?cep Exibe o valor no formato de CEP. Exemplo: Para outras máscaras, consulte a documentação do Freemarker: 24 Versão 1.0

25 11. Ferramenta para modelar O Gerador de Documentos fornece uma ferramenta desenvolvida pela XDocReport na qual é possível projetar seu relatório DOCX ou ODT de maneira fácil e rápida. Esta seção explica como: O macro é muito útil para projetar relatórios docx ou odt, de maneira fácil é possível associar campos variáveis ao documento template. Figura 36 XDocReport Tools O XDocReport fornece uma ferramenta que você pode baixar, o fr.opensagres.xdocreport.document.tools-xxx-distribution.zip. Este zip contém três pastas: bin: que contém o xdrtools.bat que é necessário para a visualização do macro. lib: que contém todos os JAR s necessários para gerar o relatório de docx com Freemarker. Versão

26 macro: que contém o MS Word XDocReport.dotm macro. Baixe este zip, e descompacte-o em uma pasta (nesta seção, zip é descompactado para C: \XDocReport): Instalação e Configuração MS Word Figura 37 Por padrão o MS Word não executa macro, por isso, se você abrir XDocReport.dotm com o MS Word você não será capaz de executar a macro. Existem várias maneiras para resolver este problema, a maneira mais fácil é copiar/colar o macro XDocReport.dotm na pasta de inicialização do MS Word em C:\Documents and Settings\$USER_NAME\Application Data\Microsoft\Word \INICIALIZAÇÃO (STARTUP) ou C:\Users\$USER_NAME \AppData\Roaming\Microsoft\Word\INICIALIZAÇÃO para Windows 7, onde $USER_NAME é o seu usuário do Windows, se a pasta INICIALIZAÇÃO não existir, crie a mesma. 26 Versão 1.0

27 Figura 38 Feche o MS Word se ele estiver aberto e o reabra (não precisa abrir o XDocReport.dotm). Quando o MS Word abrir, ele vai carregar os macros que vêm da pasta de inicialização. Assim que o MS Word for aberto, você verá o menu XdocReport, como o seguinte: Versão

28 Figura 39 Segue as etapas para a configuração do XDocReport.dotm do MS Word: Clique na aba XdocReport, será exibido duas categorias Design e Preview logo abaixo, clique em Settings na categoria Design : Figura 40 Será exibida uma caixa de diálogo XdocReport Settings, na qual será necessário informar o caminho do diretório onde estão armazenados os arquivos xml contendo os campos variáveis dos grupos de informação. Se clicar no botão Fields da categoria Design: Figura 41 Figura 42 A caixa de diálogo é aberta e é exibido os campos variáveis dos grupos de informação do xml: 28 Versão 1.0

29 Figura 43 OpenOffice Para instalar a extensão do OpenOffice, execute o arquivo fr.opensagres.xdocreport.openoffice.macro-xxx.oxt com o OpenOffice/LibreOffice e sera exibida a seguinte caixa de diálogo: Versão

30 Figura 44 Clique no botão OK e aceite a licença: 30 Versão 1.0

31 Figura 45 Esta ação deverá instalar a extensão do XDocReport: Versão

32 Figura 46 Feche o OpenOffice/LibreOffice e o reabra. Se a instalação ocorreu sem erros, você será capaz de visualizar o menu XDocReport no canto superior direito: Figura 47 Segue as etapas para a configuração da extensão do XDocRepor no OpenOffice: Clique o item Settings do menu XdocReport, será exibida uma caixa de diálogo XdocReport Settings, na qual será necessário informar o caminho do diretório onde estão armazenados os arquivos xml contendo os campos variáveis dos grupos de informação: 32 Versão 1.0

33 Figura 48 Configure os campos e clique em OK. Se clicar no item Fields do menu XDocReport, será exibido os campos variáveis dos grupos de informação como segue: Figura 49 Os arquivos xml s são gerador através do botão Exportar Campos Variáveis dos Modelos de Documento. Tela Cadastro Modelo de Documento. Versão

34 12. Exemplos Passo a Passo Nesta seção criaremos três exemplos: Lista simples de veículos (utilizando dois bancos de dados). Documento que lista os clientes e seus contratos (grupo de informação filho de outro) Contrato com dois modelos Exemplo 1 veículos: Primeiro teremos que cadastrar o grupo de informação. Cadastro de Grupos de Informações Selecionamos o menu Cadastro > Grupo de Informações e clicamos no botão Incluir da barra de funções. Após, será apresentada a tela para cadastro. Vide abaixo. Figura 50 Sigla: veiculos Descrição: Lista de Veículos Múltiplos registros? Sim (Marcamos o checkbox pois o sql retorna mais de um veículo) 34 Versão 1.0

35 Comando SQL: select de_mrc 'marca', de_mdl 'modelo', nr_ano_fab 'ano', nr_plc_vcl 'placa', usu.nm_usu 'usuarioatualizador' from [basico].t400veic veic, [seguranca].t400usua usu where usu.cd_usu = veic.cd_usu_atu Salvo o grupo de informação, podemos criar o modelo de documento. Cadastro de Modelo de Documento Selecionamos o menu Cadastro > Modelo de Documento e clicamos no botão Adicionar da barra de funções. Após, será apresentada a tela para cadastro. Vide abaixo. Preencha as informações conforme abaixo. Sigla: mdl-veiculos Descrição: Modelo de Veiculos Arquivo de Origem: importar o template descrito logo abaixo Grupos de Informações: Adicionar o grupo veículos Exemplo de template a ser importado (.odt ou.docx): Figura 51 Versão

36 Figura 52 Após importar o template e salvar o modelo de documento, o último passo é cadastrar o documento. Cadastro de Documento Selecionamos o menu Cadastro > Documento e clicamos no botão Adicionar da barra de funções. Após, será apresentada a tela para cadastro. Vide abaixo. Figura 53 Conforme imagem, na tela de cadastro de documento, é exibido três abas: Documento, Parâmetros e Modelos. Na primeira aba Documento, preencha as informações conforme abaixo. Módulo: CF- Credimaster (pode ser qualquer um para teste) Sigla: doc-veiculos Descrição: Documento de Veículos Situação: Ativo Neste documento, não teremos parâmetros, portanto, clique sobre a aba Modelos, deverá ser exibida a tela para a associação de modelos ao documento, configure a imagem abaixo. 36 Versão 1.0

37 Figura 54 Somente associe o modelo mdl-veiculos ao documento e clique em Salvar. Pronto, agora poderemos gerar o documento. Nata tela Geração > Documento, selecione o documento conforme imagem abaixo e clique em Gerar Documento. Figura 55 Módulo: CF Credimaster Documento: doc-veiculos Modelo n/a Tipo de Saída: PDF ou Formato Original (docx ou odt) Após gerar o documento, o resultado deve ser parecido com a imagem abaixo (depende das informações de cada banco de dados). Versão

38 Figura 56 Exemplo 2 clientes x contratos: Primeiro teremos que cadastrar os grupos de informação. Cadastro de Grupos de Informações Selecionamos o menu Cadastro > Grupo de Informações e clicamos no botão Incluir da barra de funções. Após, será apresentada a tela para cadastro. Vide abaixo. 38 Versão 1.0

39 Figura 57 Sigla: clientes Descrição: Lista de cliente Múltiplos registros? Sim (Marcamos o checkbox pois o sql retorna mais de um cliente) Comando SQL: select cd_cli 'codigo', nm_pes 'nome', nr_cic 'cic' from [basico].t400pess where id_tp_pes = {tipopessoa} Na lista de campos variáveis retornadas, selecionamos a máscara CPF/CNPJ do campo cic, assim a informação será exibida com a máscara correta, dependendo da quantidade de caracteres do campo. No sql adicionamos o parâmetro {tipopessoa} do tipo Alfanumérico, para fins de demonstração. Este parâmetro deverá ser informado na hora da geração do documento, com o valor F (Física) ou J (Jurídica). Criado o Grupo de Informação clientes, deveremos agora criar o grupo contratos, conforme abaixo. Versão

40 Figura 58 Sigla: contrato Descrição: Lista de Contratos Múltiplos registros? Sim (Marcamos o checkbox pois o sql retorna mais de um contrato) Comando SQL: select nr_ctr 'numerocontrato', nr_adl 'numeroadl', cont.vr_tot 'valor' from [credimaster].t402cont cont where cd_cli = {codigocliente} No sql adicionamos o parâmetro {codigocliente} do tipo Numérico, pois este sql visa retornar contratos de um determinado cliente. Este parâmetro deverá ser atribuído do retorno do grupo de informação cliente. Cadastro de Modelo de Documento Selecionamos o menu Cadastro > Modelo de Documento e clicamos no botão Adicionar da barra de funções. Após, será apresentada a tela para cadastro. Vide abaixo. 40 Versão 1.0

41 Figura 59 Preencha as informações conforme abaixo. Sigla: mdl-cliente-contrato Descrição: Modelo Cliente x Contratos Arquivo de Origem: vamos importar o template descrito logo abaixo Grupos de Informações: Adicionamos o grupo clientes e logo em seguida, clicamos no botão Adicionar filho na linha do grupo, selecionamos o grupo contratos como sendo filho de clientes, conforme imagem. Exemplo de template a ser importado (.odt ou.docx): Figura 60 Versão

42 Neste template, temos um bloco de clientes a ser repetido ( ${clientes.ini}...${clientes.fim}), para cada cliente retornado, vai ser exibido seu nome e CPF/CNPJ, além de uma tabela contendo os contratos desse cliente. Para exibir os contratos em forma de tabela veja a seção 9.1, exibindo uma tabela de um grupo filho. Cadastro de Documento Selecionamos o menu Cadastro > Documento e clicamos no botão Adicionar da barra de funções. Após, será apresentada a tela para cadastro. Vide abaixo. Figura 61 Conforme imagem, na tela de cadastro de documento, é exibido três abas: Documento, Parâmetros e Modelos. Na primeira aba Documento, preencha as informações conforme abaixo. Módulo: CF- Credimaster (pode ser qualquer um para teste) Sigla: doc-cliente-contrato Descrição: Documento Cliente x Contratos Situação: Ativo Clique sobre a aba Parâmetros, deverá ser exibida a tela para a configuração de parâmetros de documento, configure o parâmetro conforme a imagem abaixo. Figura 62 Após configurar o parâmetro tipopessoa, vamos atribuir o modelo ao documento, clique na aba Modelos, clique no botão Adicionar e selecione o modelo mdl-cliente-contrato. Vide imagem abaixo. 42 Versão 1.0

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

FAQ. Erros, e dúvidas frequentes

FAQ. Erros, e dúvidas frequentes FAQ Erros, e dúvidas frequentes Sumário ERROS CONHECIDOS... 2 1. Botões desabilitados ou Congelados... 2 Resolução 2... 2 2. Erro de cadastro... 3 3. Célula com o campo #VALOR... 3 4. Erro em tempo de

Leia mais

CERTIDÕES UNIFICADAS

CERTIDÕES UNIFICADAS CERTIDÕES UNIFICADAS Manual de operação Perfil Cartório CERTUNI Versão 1.0.0 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Departamento de Inovação Tecnológica Divisão de Tecnologia da Informação Sumário LISTA DE FIGURAS... 2

Leia mais

CE-240 ListEx 1. Lista de Exercícios 1. Relatório

CE-240 ListEx 1. Lista de Exercícios 1. Relatório CE-240 ListEx 1 Lista de Exercícios 1 Relatório Autor: Daniela América Da Silva Data: 10/04/2007 Versão 2.0 Página 1 de 5 1. Objetivo da Listex 1 Este relatório descreve a execução de operações básicas

Leia mais

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda Manual do Usuário Sistema Notapará Programa Nota Fiscal Cidadã Objetivo: Estabelecer orientações aos usuários do sistema Notapará, tais como: usabilidade, funcionalidade e navegabilidade. Manual do Usuário

Leia mais

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office Treinamento Módulo Escritório Virtual Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office 1. Atualização do sistema Para que este novo módulo seja ativado,

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Manual do Usuário Versão 01. Ficha de Oportunidade

Manual do Usuário Versão 01. Ficha de Oportunidade Versão 01 Ficha de Oportunidade HISTÓRICO DE REVISÕES Data Versão Descrição Autor 24/11/2011 01 Desenvolvimento do manual do usuário baseado nas informações do sistema junto com apoio dos técnicos de implantação.

Leia mais

Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora

Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora Brasília, março de 2012 Versão 1.0 SUMÁRIO 1. CONFIGURAÇÕES RECOMENDADAS... 3 2. ACESSO AO SISTEMA... 4 3. ADESÃO AO FIES... 5

Leia mais

MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico

MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico O GCO é um sistema de controle de clínicas odontológicas, onde dentistas terão acesso a agendas, fichas de pacientes, controle de estoque,

Leia mais

PJCUS-361 CONTRATO COM CÓDIGO DE BARRAS

PJCUS-361 CONTRATO COM CÓDIGO DE BARRAS PJCUS-361 CONTRATO COM CÓDIGO DE BARRAS 1 Sumário 1. OBJETIVO... 3 2. HABILITAR FUNCIONALIDADE... 3 3. INSTALANDO OPENOFFICE 4... 3 4. AMBIENTE WINDOWS... 3 4.1. VARIÁVEL DE AMBIENTE... 3 4.2. ADICIONAR

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 Manual do Usuário Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 1. CONFIGURAÇÕES E ORIENTAÇÕES PARA ACESSO... 4 2 GUIAS... 11 2.1 DIGITANDO AS GUIAS... 11 2.2 SALVANDO GUIAS... 12 2.3 FINALIZANDO UMA GUIA... 13

Leia mais

PMAT. Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações. Manual. Desenvolvido pelo BNDES AS/DEGEP

PMAT. Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações. Manual. Desenvolvido pelo BNDES AS/DEGEP PMAT Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações Manual 1 Índice 1. O que é o Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações PMAT... 3 2. Acessando o sistema pela primeira vez Download... 3 3. Fluxogramas

Leia mais

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Acesso para cadastramento da empresa 2 Caso já tenha se

Leia mais

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário MANUAL DO USUÁRIO 2 ÍNDICE 1. PRÉ REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SIGEP WEB 04 2. PROCEDIMENTOS PARA DOWNLOAD DO SISTEMA 04 3. INSTALANDO O SIGEP WEB 07 4. CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA 09 COMPARTILHANDO O BANCO

Leia mais

KalumaFin. Manual do Usuário

KalumaFin. Manual do Usuário KalumaFin Manual do Usuário Sumário 1. DICIONÁRIO... 4 1.1 ÍCONES... Erro! Indicador não definido. 1.2 DEFINIÇÕES... 5 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 7 3. ACESSAR O SISTEMA... 8 4. PRINCIPAL... 9 4.1 MENU

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS BRADESCO NO FINANCE 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pelo Bradesco... 3 Como gerar os arquivos de Remessa para o Banco pelo Finance... 14 Como enviar

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS - PRH DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS - DRH

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS - PRH DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS - DRH UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS - PRH DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS - DRH DIVISÃO DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO - TDE Apostila do BrOffice.org

Leia mais

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1 2 Índice 1. Escritório Virtual... 5 1.1. Atualização do sistema...5 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1.3. Cadastro do Escritório...5 1.4. Logo Marca do Escritório...6...6 1.5. Cadastro

Leia mais

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário Sumário Conceitos Microsoft Access 97... 01 Inicialização do Access... 02 Convertendo um Banco de Dados... 03 Criando uma Tabela... 06 Estrutura da Tabela... 07 Propriedades do Campo... 08 Chave Primária...

Leia mais

Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas

Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

SisLegis Sistema de Cadastro e Controle de Leis

SisLegis Sistema de Cadastro e Controle de Leis Sistema de Cadastro e Controle de Leis Desenvolvido por Fábrica de Software Coordenação de Tecnologia da Informação Pág 1/22 Módulo: 1 Responsável: Desenvolvimento Ti Data: 01/11/2012 Versão: 1.0 Empresa:

Leia mais

Instalação do ByYou ESB. Guia de Instalação e Atualização do ByYou ESB

Instalação do ByYou ESB. Guia de Instalação e Atualização do ByYou ESB Instalação do ByYou ESB Guia de Instalação e Atualização do ByYou ESB Instalação do ByYou ESB Copyright 2010 TOTVS S.A. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste documento pode ser copiada, reproduzida,

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO. Motor Periférico Versão 8.0

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO. Motor Periférico Versão 8.0 MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO Motor Periférico Versão 8.0 1. Apresentação... 3 2. Instalação do Java... 3 2.1 Download e Instalação... 3 2.2 Verificar Instalação... 3 3. Download do Motor Periférico...

Leia mais

Tela Inicial: O Banco de Dados e seus objetos:

Tela Inicial: O Banco de Dados e seus objetos: Access 1 Tela Inicial: 2 ÁREA DE TRABALHO. Nosso primeiro passo consiste em criar o arquivo do Access (Banco de Dados), para isto utilizaremos o painel de tarefas clicando na opção Banco de Dados em Branco.

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Versão 1.0 Julho/2012 ÍNDICE 1 REQUISITOS MÍNIMOS PARA INSTALAÇÃO... 4 1.1 Equipamento e Sistemas Operacionais 4 1.1.1

Leia mais

DRIVE CONTÁBIL NASAJON

DRIVE CONTÁBIL NASAJON DRIVE CONTÁBIL NASAJON Módulo Gestão de Documentos Versão 1.0 Manual do Usuário 1 Sumário Os Módulos do Gerenciador de NFe: Informações Básicas Primeiro Acesso: Requisitos Acesso ao Drive Contábil Nasajon

Leia mais

Extensão ez Open Document Format (ezodf) Documentação. versão 2.0. experts em Gestão de Conteúdo

Extensão ez Open Document Format (ezodf) Documentação. versão 2.0. experts em Gestão de Conteúdo Extensão ez Open Document Format (ezodf) Documentação versão 2.0 Conteúdo 1. Introdução... 3 2 1.1 Público alvo... 3 1.2 Convenções... 3 1.3 Mais recursos... 3 1.4 Entrando em contato com a ez... 4 1.5

Leia mais

CAPES - MEC COLETA DE DADOS 9.01 MANUAL SIMPLIFICADO DO USUÁRIO 2006

CAPES - MEC COLETA DE DADOS 9.01 MANUAL SIMPLIFICADO DO USUÁRIO 2006 CAPES - MEC COLETA DE DADOS 9.01 MANUAL SIMPLIFICADO DO USUÁRIO 2006 1 APRESENTAÇÃO...2 2 INSTALAÇÃO...2 3 IMPORTAÇÃO DO ARQUIVO ESPECÍFICO...3 4 IMPORTAÇÃO DE DADOS DO CADASTRO DE DISCENTES...4 5 PREENCHIMENTO

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS ARQUIVO XML

MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS ARQUIVO XML MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS ARQUIVO XML DIGITAÇÃO DE GUIAS PARA ENVIO ELETRÔNICO VIA WEB RECIFE - 2015 1 1. ACESSANDO O PORTAL TISS Para acessar o Portal TISS Digitação, o credenciado deverá acessar o

Leia mais

Coordenação-Geral da Qualidade Procedimento do Formulário Digital SUMÁRIO

Coordenação-Geral da Qualidade Procedimento do Formulário Digital SUMÁRIO SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 2 2. CAMPO DE APLICAÇÃO... 2 3. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA... 2 4. DEFINIÇÕES E SIGLAS... 2 5. PROCEDIMENTO... 3 5.1. Introdução 5.2. Configurar / habilitar macros 5.3. Procedimentos

Leia mais

Manual de usuário. do sistema multicálculo CotakWeb

Manual de usuário. do sistema multicálculo CotakWeb Manual de usuário do sistema multicálculo CotakWeb Belo Horizonte 01 de setembro de 2010 1 Sumário 1. CANAIS DE ATENDIMENTO... 3 2. DOWNLOAD DO APLICATIVO... 3 3. LOGIN... 3 4. CONFIGURAÇÃO... 4 4.1. PARÂMETROS

Leia mais

Principais Característic

Principais Característic Principais Característic Características as Software para agendamento e controle de consultas e cadastros de pacientes. Oferece ainda, geração de etiquetas, modelos de correspondência e de cartões. Quando

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

Manual do Instar Mail Sumário

Manual do Instar Mail Sumário Manual do Instar Mail Sumário 1 - Apresentação do sistema... 2 2 - Menu cliente... 2 3 - Menu Importação... 5 4 - Menu Campanhas... 9 5 - Menu banco de arquivos... 16 6 - Menu agendamento... 16 7 - Menu

Leia mais

4 Criação de macros e introdução à linguagem VBA

4 Criação de macros e introdução à linguagem VBA 4 Criação de macros e introdução à linguagem VBA Vinicius A. de Souza va.vinicius@gmail.com São José dos Campos, 2011. 1 Sumário Tópicos em Microsoft Excel 2007 Introdução à criação de macros...3 Gravação

Leia mais

AVISO. Treinamento GVcollege Módulo Ficha Complementar

AVISO. Treinamento GVcollege Módulo Ficha Complementar AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0 CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL CERBERUS Manual do sistema HISTÓRICO DA REVISÃO Data Versão Descrição Autor 07/08/2014 1.0 Criação do documento Antonio Rogério da Costa Silva LISTA DE FIGURAS

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Conectando Bancos de Dados Microsoft Access no BrOffice.org Base. fornecido pelo Projeto de Documentação do BrOffice.org

Conectando Bancos de Dados Microsoft Access no BrOffice.org Base. fornecido pelo Projeto de Documentação do BrOffice.org Conectando Bancos de Dados Microsoft Access no BrOffice.org Base fornecido pelo Projeto de Documentação do BrOffice.org Índice 1 Introdução...2 1.1 Versão... 2 1.2 Licenciamento...2 1.3 Mensagem do Projeto

Leia mais

IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer.

IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer. CONFIGURANDO O SISTEMA OFFLINE DR.MICRO IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer. 1- Ao acessar a plataforma online a opção Minha Escola

Leia mais

MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO

MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO ÍNDICE Relatórios Dinâmicos... 3 Requisitos de Sistema... 4 Estrutura de Dados... 5 Operadores... 6 Tabelas... 7 Tabelas x Campos... 9 Temas... 13 Hierarquia Relacionamento...

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO NF-e CONNECT - Versão 7 - Outubro/2009

MANUAL DE INSTALAÇÃO NF-e CONNECT - Versão 7 - Outubro/2009 Simplificando processos, Dinamizando negócios OOBJ-NF-E/CT-E MANUAL DE INSTALAÇÃO NF-e CONNECT - Versão 7 - Outubro/2009 E-Sales Soluções de integração Avenida França, 1162 Porto Alegre, RS Fone: (51)

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

Manual do Aplicativo NSE Mobile Control

Manual do Aplicativo NSE Mobile Control INSTALAÇÃO DO APLICATIVO Acesse www.nse.com.br/downloads-manuais e baixe os programas de acordo com o dispositivo que irá utilizar, nos links referentes ao produto número 1 - Módulo MTCP-3E4S. - Para uso

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 1 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA Documento de Arrecadação Estadual DAE Manual do Usuário Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 66.053-000 Av. Visconde de Souza Franco, 110 Reduto Belém PA Tel.:(091)

Leia mais

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS 1) Clique duas vezes no arquivo ControlGasSetup.exe. Será exibida a tela de boas vindas do instalador: 2) Clique em avançar e aparecerá a tela a seguir: Manual de Instalação

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS CAIXA ECONÔMICA FEDERAL NO FINANCE Finance V10 New 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pela Caixa Econômica... 3 Como efetuar a Conciliação por Extrato

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Empari Sistemas www.empari.com.br

MANUAL DO USUÁRIO. Empari Sistemas www.empari.com.br MANUAL DO USUÁRIO Empari Sistemas www.empari.com.br Sumário Instalação... 2 Primeira Configuração... 5 Período de experimentação... 8 Configurar Busca de Licitações... 9 Tela de Configuração do LicitaPlus+...

Leia mais

Edidoc. Copyright 2005-2010, ProDesk Consultoria e Treinamento. Porto Alegre/RS, Brasil.

Edidoc. Copyright 2005-2010, ProDesk Consultoria e Treinamento. Porto Alegre/RS, Brasil. Manual do usuário Edidoc Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-UsoNãoComercial-Compartilhamento pela mesma licença. Para ver uma cópia desta licença, visite http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/2.5/br/

Leia mais

Módulo Faturamento INDICE

Módulo Faturamento INDICE Módulo Faturamento INDICE Como faturar contas... 3 Editando os dados de uma conta... 5 Como gerar o arquivo TISS... 7 Como cadastrar médicos... 10 Como cadastrar um convênio... 15 Como cadastrar um layout...

Leia mais

Pagamentos MT-212-00137-6 Última Atualização 06/01/2015

Pagamentos MT-212-00137-6 Última Atualização 06/01/2015 Pagamentos MT-212-00137-6 Última Atualização 06/01/2015 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Carregar Documentos Fiscais Verificar o status de envio dos documentos fiscais Consultar

Leia mais

BCValidador VALIDAÇÃO DE ARQUIVOS XML RECEBIDOS PELO BANCO CENTRAL DO BRASIL

BCValidador VALIDAÇÃO DE ARQUIVOS XML RECEBIDOS PELO BANCO CENTRAL DO BRASIL BCValidador VALIDAÇÃO DE ARQUIVOS XML RECEBIDOS PELO BANCO CENTRAL DO BRASIL Deinf/Dine4 Versão 1.3 20/05/2013 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 06/11/2007 1.0 Elaboração da primeira versão

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

GERADOR DE RELATÓRIOS WINREPORT VERSÃO 2.0. Conteúdo

GERADOR DE RELATÓRIOS WINREPORT VERSÃO 2.0. Conteúdo GERADOR DE RELATÓRIOS WINREPORT VERSÃO 2.0 Este manual foi desenvolvido com o objetivo de documentar as principais funcionalidades do Gerador de Relatórios WinReport versão 2.0. Conteúdo 1. Tela Principal...

Leia mais

Permissão de Usuários

Permissão de Usuários Permissão de Usuários 1 Conteúdo 1. Propósito 3 2. Permissão de Usuários PrefGest 4 3. Permissão de Usuário para PrefCad 10 2 1. Propósito Este documento destina-se a explicar a ação para liberar permissões

Leia mais

Módulo e-rede OpenCart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede OpenCart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede OpenCart v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 vqmod 4 4.2 Instalação e ativação

Leia mais

2013 GVDASA Sistemas Release Notes GVcollege 3.6.7 1

2013 GVDASA Sistemas Release Notes GVcollege 3.6.7 1 2013 GVDASA Sistemas Release Notes GVcollege 3.6.7 1 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual da GVDASA Sistemas e toda a informação nele contida é confidencial. Nenhuma parte deste

Leia mais

8VDQGR5HSRUW0DQDJHUFRP&ODULRQH3RVWJUH64/ -XOLR&HVDU3HGURVR 8VDQGRSDUkPHWURV

8VDQGR5HSRUW0DQDJHUFRP&ODULRQH3RVWJUH64/ -XOLR&HVDU3HGURVR 8VDQGRSDUkPHWURV 8VDQGRSDUkPHWURV O envio de parâmetros para um relatório é uma das funções mais úteis do Report Manager, com eles você pode: Permitir que o usuário final altere palavras ou sentenças de um relatório; Atribuir

Leia mais

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider Ferramenta: Spider-CL Manual do Usuário Versão da Ferramenta: 1.1 www.ufpa.br/spider Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 14/07/2009 1.0 15/07/2009 1.1 16/07/2009 1.2 20/05/2010 1.3 Preenchimento

Leia mais

Guia de geração de arquivos PDF

Guia de geração de arquivos PDF Guia de geração de arquivos PDF Elaboração: SAJ/CAIP/SEATE Projeto gráfico: SID/CIPE/SEPED 1 CRIAÇÃO DE ARQUIVO PDF A PARTIR DO EDITOR DE TEXTOS 1) Se o editor de textos utilizado for o Writer, do LibreOffice,

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Compartilhamento de Arquivos no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução...

Leia mais

Impressão e Fotolito Oficina Gráfica da EDITORA VIENA. Todos os direitos reservados pela EDITORA VIENA LTDA

Impressão e Fotolito Oficina Gráfica da EDITORA VIENA. Todos os direitos reservados pela EDITORA VIENA LTDA Autores Karina de Oliveira Wellington da Silva Rehder Consultores em Informática Editora Viena Rua Regente Feijó, 621 - Centro - Santa Cruz do Rio Pardo - SP CEP 18.900-000 Central de Atendimento (0XX14)

Leia mais

INSTALAÇÃO DO CHEF FOODS NET

INSTALAÇÃO DO CHEF FOODS NET INSTALAÇÃO DO CHEF FOODS NET Obs.: Caso já possua um programa compactador de arquivo pular a etapa 1. 1 - Compactador de Arquivo Para instalar o Chef Foods Net você precisa de um programa descompactador

Leia mais

MANUAL DE SISTEMA. SisFies FIES Pós-graduação. Página1. Manual de Adesão

MANUAL DE SISTEMA. SisFies FIES Pós-graduação. Página1. Manual de Adesão SisFies FIES Pós-graduação Manual de Adesão Página1 Sumário 1 Configurações recomendadas... 3 2 Objetivos... 3 3 Acesso ao sistema... 4 3.1. Acessar com certificado digital 5 3.2. Acessar com CPF/CNPJ

Leia mais

Manual Instalação Pedido Eletrônico

Manual Instalação Pedido Eletrônico Manual Instalação Pedido Eletrônico 1 Cliente que não utiliza o Boomerang, mas possui um sistema compatível. 1.1 Instalação do Boomerang Inserir o CD no drive do computador, clicar no botão INICIAR e em

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

Instalador/Atualizador PIMS Multicultura Manual de Referência. Versão 12.1.4

Instalador/Atualizador PIMS Multicultura Manual de Referência. Versão 12.1.4 Instalador/Atualizador PIMS Multicultura Manual de Referência Versão 12.1.4 Sumário 1. Descrição... 3 2. Pré-requisitos... 4 3. Etapas da instalação/atualização... 8 1. Iniciando a aplicação de instalação/atualização...

Leia mais

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção Este procedimento corresponde ao fluxo de trabalho de Indexação de OCR com separação de código de correção no programa de treinamento do Capture Pro Software. As etapas do procedimento encontram-se na

Leia mais

BI Citsmart Fornece orientações necessárias para instalação, configuração e utilização do BI Citsmart.

BI Citsmart Fornece orientações necessárias para instalação, configuração e utilização do BI Citsmart. 16/08/2013 BI Citsmart Fornece orientações necessárias para instalação, configuração e utilização do BI Citsmart. Versão 1.0 19/12/2014 Visão Resumida Data Criação 19/12/2014 Versão Documento 1.0 Projeto

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 1 Sumário 1 - Instalação Normal do Despachante Express... 3 2 - Instalação do Despachante Express em Rede... 5 3 - Registrando o Despachante Express...

Leia mais

Instalação do TOTVS ESB. Guia de Instalação do TOTVS ESB

Instalação do TOTVS ESB. Guia de Instalação do TOTVS ESB Guia de Instalação do TOTVS ESB Copyright 2011 TOTVS S.A. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste documento pode ser copiada, reproduzida, traduzida ou transmitida por qualquer meio eletrônico

Leia mais

A.S. Sistemas Rua Prof. Carlos Schlottfeldt, 10A Clélia Bernardes Viçosa MG CEP 36570-000 Telefax: (31) 3892 7700 dietpro@dietpro.com.

A.S. Sistemas Rua Prof. Carlos Schlottfeldt, 10A Clélia Bernardes Viçosa MG CEP 36570-000 Telefax: (31) 3892 7700 dietpro@dietpro.com. Sumário Principais Características...5 Configuração necessária para instalação...6 Conteúdo do CD de Instalação...7 Instruções para Instalação...8 Solicitação da Chave de Acesso...22 Funcionamento em Rede...26

Leia mais

DIF-e - MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CONTRIBUINTE

DIF-e - MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CONTRIBUINTE Página 1 de REVISÃO DATA VERSÃO DO HISTÓRICO DAS ALTERAÇÕES SISTEMA 00 1.0 Emissão inicial. Página 2 de Sumário 1. Introdução... 4 2. Modelo Conceitual... 4 3. Programa Cliente... 5 3.1 Telas de Configuração...

Leia mais

Guia de Inicialização para o Windows

Guia de Inicialização para o Windows Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para o Windows Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter

Leia mais

Índice. 1 Requisitos para Funcionamento do Módulo Cedente... 05. 1.1 Instalação do Java... 05. 2 Acesso ao Sicoobnet... 09

Índice. 1 Requisitos para Funcionamento do Módulo Cedente... 05. 1.1 Instalação do Java... 05. 2 Acesso ao Sicoobnet... 09 MÓDULO CEDENTE 2 Índice 1 Requisitos para Funcionamento do Módulo Cedente... 05 1.1 Instalação do Java... 05 2 Acesso ao Sicoobnet... 09 3 Informações Referente Emissão de Boletos e Carnês... 11 4 Instalação

Leia mais

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB CNS LEARNING MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB Versão Online 13 Índice ÍNDICE... 1 VISÃO GERAL... 2 CONCEITO E APRESENTAÇÃO VISUAL... 2 PRINCIPAIS MÓDULOS... 3 ESTRUTURAÇÃO... 3 CURSOS... 4 TURMAS... 4

Leia mais

Sistema de Planejamento

Sistema de Planejamento Sistema de Planejamento Copyright 2013 by Softplan Rod. José Carlos Daux, km 1, Nº 10 Centro de Tecnologia Ilhasoft - ParqueTecAlfa João Paulo CEP 88030-000 Florianópolis SC Telefone: (48) 3027-8000 Homepage:

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5

Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5 Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5 09 de julho de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação

Leia mais

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Página1 e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é Nota Fiscal de Serviço eletrônica

Leia mais

Conhecimento de Transporte

Conhecimento de Transporte Página1 Conhecimento de Transporte No menu de navegação, este item é a opção para emissão e administração dos Conhecimentos de Transporte do sistema. Para acessar, posicione o mouse no local correspondente

Leia mais

Introdução. Nesta guia você aprenderá:

Introdução. Nesta guia você aprenderá: 1 Introdução A criação de uma lista é a primeira coisa que devemos saber no emailmanager. Portanto, esta guia tem por objetivo disponibilizar as principais informações sobre o gerenciamento de contatos.

Leia mais

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Página 1 de 9 Este é um dos principais módulos do SIGLA Digital. Utilizado para dar entrada de produtos no estoque, essa ferramenta segue a seguinte

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL DE SISTEMAS

MANUAL OPERACIONAL DE SISTEMAS MANUAL OPERACIONAL DE SISTEMAS NETPAN CDC VEÍCULOS CONTATO COMERCIAL ÍNDICE 1. ACESSO AO SISTEMA... 3 1.1. ABERTURA DO INTERNET EXPLORER...3 1.2. ACESSO AO NETPAN...3 1.2.1. Tela Inicial...4 1.2.2. Digitando

Leia mais

Certificado Digital A1

Certificado Digital A1 Certificado Digital A1 Geração Todos os direitos reservados. Imprensa Oficial do Estado S.A. - 2012 Página 1 de 41 Pré-requisitos para a geração Dispositivos de Certificação Digital Para que o processo

Leia mais

MANUAL DE SISTEMA. Página1

MANUAL DE SISTEMA. Página1 Página1 Página2 Sumário 1 Configurações Recomendadas... 3 2 Passo a Passo... 4 2.1. Visão inicial do Sistema Presença 4 2.2. Solicitar Acesso 5 2.3. Substituição do Operador Municipal Máster 7 2.4. Acessar

Leia mais

V 1.0 LINAEDUCA - GUIA DE USO

V 1.0 LINAEDUCA - GUIA DE USO V 1.0 LINAEDUCA - GUIA DE USO ARGO Internet ARGO.com.br 2013 Sumário 1. Instalação... 2 1.1 Windows... 2 2 Guia de Uso... 5 2.1 Inicialização... 5 2.1.1 Modo Casa... 5 2.1.2 Modo escola... 6 2.2 Cadastro

Leia mais

Certificado Digital A1

Certificado Digital A1 Abril/ Certificado Digital A1 Geração Página 1 de 32 Abril/ Pré requisitos para a geração Dispositivos de Certificação Digital Para que o processo de instalação tenha sucesso, é necessário obedecer aos

Leia mais

GUIA CASEDITOR - CRM

GUIA CASEDITOR - CRM GUIA CASEDITOR - CRM ÍNDICE ITEM Página 1. Objetivo... 3 2. Criando um Modelo de Contrato... 3 3. Carregando dados no Modelo de Contrato... 13 4. Aproveitando Modelos de contratos em Word... 19 Página

Leia mais

SOS Sistema de Ordem de Serviço SOS SISTEMA DE ORDEM DE SERVIÇO MANUAL DO USUÁRIO. SC Software www.scsoftware.weebly.com

SOS Sistema de Ordem de Serviço SOS SISTEMA DE ORDEM DE SERVIÇO MANUAL DO USUÁRIO. SC Software www.scsoftware.weebly.com SOS SISTEMA DE ORDEM DE SERVIÇO MANUAL DO USUÁRIO INTRODUÇÃO SOS Sistema de Ordem de Serviço Este manual tem por objetivo demonstrar como utilizar o módulo de ordem de serviço no sistema SOS. Com ele você

Leia mais

Manual do Assinador de Documentos

Manual do Assinador de Documentos Manual do Usuário Manual do Assinador de Documentos PROJUDI Template Versão 1.1 SUMÁRIO 1. Requisitos Básicos... 3 2. Atualizar a Versão do Java... 3 2.1 Adicionar Site à Lista de Exceções... 10 3. Baixar

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES 1.3

Leia mais

Grifon Alerta. Manual do Usuário

Grifon Alerta. Manual do Usuário Grifon Alerta Manual do Usuário Sumário Sobre a Grifon Brasil... 4 Recortes eletrônicos... 4 Grifon Alerta Cliente... 4 Visão Geral... 4 Instalação... 5 Pré-requisitos... 5 Passo a passo para a instalação...

Leia mais

Manual do Usuário SisFAPERJ

Manual do Usuário SisFAPERJ Manual do Usuário SisFAPERJ SisFAPERJ - Manual do Usuário Página 1 Sumário Manual do Usuário... 1 SisFAPERJ... 1 1. Tela inicial Login... 3 1.1. Este é meu 1º acesso... 3 1.2. Esqueci minha senha... 4

Leia mais

Manual de Utilização SCI-Ponto

Manual de Utilização SCI-Ponto Manual de Utilização SCI-Ponto Sumário 1. Cadastro de Empregador... 2 2. Cadastro de Locais... 3 3. Cadastro de REPs... 3 4. Cadastro de Horário de Verão... 5 5. Cadastro de Funcionários... 6 6. Exportação

Leia mais

Manual Prático. Dayvison Alves dos Reis www.pgemp.com.br 25/09/2014

Manual Prático. Dayvison Alves dos Reis www.pgemp.com.br 25/09/2014 2014 Manual Prático Dayvison Alves dos Reis www.pgemp.com.br 25/09/2014 Sumário Sobre o PGAD e-credrural... 2 Baixando e instalando o PGAD e-credrural... 3 Acessando o PGAD e-credrural... 3 Entendendo

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES

Leia mais