Criação da Associação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Criação da Associação"

Transcrição

1 Primeira Edição 02/08/2013 ASPREVIC ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA PREVIC BOLETIM INFORMATIVO Nesta edição: Associe-se 2 Prestação de Contas 2 CNPJ 3 Desconto em Folha 3 Festa de final de ano 3 Site em Construção 4 Reunião com Diretoria 4 Assessoria Jurídica 4 Hotel Fazenda 5 Criação da Associação A Assembleia Geral de criação da Associação dos Servidores da Superintendência Nacional de Previdência Complementar - ASPREVIC ocorreu no dia 15 de abril de Na oportunidade, 25 sócios fundadores se reuniram para aprovar o Estatuto da Associação e eleger os membros da Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal. DIRETORIA EXECUTIVA Diretor-Presidente: Diomério Siqueira Machado (CGTR/DITEC) Diretora Administrativo-Financeiro: Myrelle Santos Moreira Miranda (CGMC/DIACE) Diretor Jurídico e de Relações Institucionais: Flavio Boralli Massulini (CGTR/DITEC) Diretora Social e de Comunicação: Luciana Rodovalho Queiroz Senra (CGMC/DIACE) Diretores suplentes: Felipe B. Comparsi (CGMI/DIACE) e Paulo Vitor O. Nilo (CGAT/DITEC) CONSELHO FISCAL Claudemiro Correia Quintal Júnior (CGMA/DIACE) Marcos Antonio Alves Bezerra Júnior (CGMI/DIACE) Maurélio Coelho Barbosa (CGMI/DIACE) Prestação de Contas O Estatuto prevê contribuições mensais equivalentes a 0,5% do rendimento bruto. A primeira contribuição ocorreu em maio, com o objetivo de custear as despesas de criação da associação. A associação arrecadou o montante de R$ 2.855,00. Os gastos com cartório, material de escritório, cópias, autenticações somaram R$ 453,16, gerando um saldo de caixa de R$ 2.401,84. Veja prestação de contas completa na página 2. Contribuição mensal A contribuição referente ao mês de julho de 2013 será recebida em dinheiro entre os dias 5 e 9 de agosto, mediante emissão de recibo assinado pela Diretora Administrativo-Financeira, Myrelle Miranda. Para facilitar a arrecadação, os valores serão arredondados de acordo com a tabela ao lado. Cargos Valor Especialistas 50,00 Analistas 45,00 Técnicos 25,00 Ex-SPC Variável* *O valor da contribuição dos associados que eram servidores da SPC será calculado para cada caso, considerando 0,5% sobre o vencimento básico mais a gratificação constantes da Tabela de Remuneração dos Servidores Públicos Federais.

2 BOLETIM INFORMATIVO Associe-se se Atualmente, a ASPREVIC conta com 65 sócios. Veja no quadro abaixo. Quantidade de servidores Quantidade de sócios % Adesão Ex-SPC % Especialistas % Analistas % Técnicos % TOTAL % O formulário de inscrição pode ser solicitado a qualquer membro da Diretoria ou pelo Prestação de Contas Receitas Valor da contribuição Quantidade de contribuições Valor recebido R$ 50,00 46 R$ 2.300,00 R$ 45,00 4 R$ 180,00 R$ 25,00 15 R$ 375,00 TOTAL 65 R$ 2.855,00 Saldo em caixa: R$ 2.855,00 R$453,16 = R$2.401,84 Despesas Data Histórico Valor gasto 10/05/13 Material de expediente R$ 15,95 01/07/13 Cartório - registro da ata de fundação R$ 138,88 01/07/13 Cartório - registro do Estatuto Social R$ 138,88 15/07/13 Cópia de documentos R$ 24,00 15/07/13 Cartório - autenticação de documentos R$ 113,60 15/07/13 Estacionamento do cartório R$ 6,00 16/07/13 Sedex - envio documentação para Receita R$ 15,85 TOTAL R$ 453,16 A ASPREVIC teve poucas despesas iniciais em virtude de que: Optamos por não contratar o escritório virtual para utilizar como endereço da associação. O preço médio mensal para esse serviço é de R$ 400. O endereço constante no Estatuto da Asprevic, por enquanto, é da residência de um dos diretores; Optamos por não contratar um escritório de contabilidade para esse ano, o que geraria um custo mensal para a associação de, pelo menos, um salário mínimo (R$ 678). Os registros contábeis estão sendo feitos pela Diretoria Administrativo-Financeira. Não tivemos custos de solicitação do CNPJ, a não ser o envio de documentos via Sedex; Não contratamos empresa para criação e manutenção da página da Associação na internet. Um de nossos diretores está desenvolvendo o site; O escritório de advocacia contratado ofereceu três meses de carência. Página 2

3 Primeira Edição CNPJ da ASPREVIC O CNPJ da Associação foi solicitado no dia 11/07/2013. No dia 16/07/2013, os documentos solicitados foram enviados para a Receita Federal. A documentação encaminhada foi recebida pela RFB e encontra-se em análise. O código de acesso para consultas é Assim que o CNPJ for aprovado, será aberta uma conta bancária para a Associação, para que possamos emitir boletos e passar a fazer as contribuições via boleto bancário. A contribuição do dia 2 de agosto de 2013 deve ser a última em dinheiro. Desconto em Folha de Pagamento De acordo com o Decreto nº 6.386, de 29 de fevereiro de 2008, a Associação só poderá solicitar a inclusão de desconto em folha de pagamento para as contribuições depois que possuir autorização para funcionamento há pelo menos dois anos. Veja trecho do Decreto: Art. 4. São contribuições facultativas, na seguinte ordem de prioridade: (...) V - contribuição em favor de associação constituída exclusivamente por servidores públicos cuja folha de pagamento seja processada pelo SIAPE, que tenha por objeto social a representação ou prestação de serviços aos seus associados; (...) Art. 10. São requisitos exigidos para fins de cadastramento e recadastramento: I - de todas as entidades: a) estar regularmente constituída; b) possuir escrituração e registros contábeis conforme legislação específica; e c) possuir regularidade fiscal comprovada; II - das entidades referidas no inciso V do art. 4º: a) possuir autorização para funcionamento há pelo menos dois anos; e b) possuir e manter número mínimo de setecentos associados, ou número de associados equivalente a noventa por cento do total de servidores da categoria, carreira ou do quadro de pessoal que representam; Confraternização de final de ano A ASPREVIC está organizando, em conjunto com a CGRH/ACS, uma confraternização de final de ano para todos os servidores da PREVIC. A princípio, a festa será dia 06 de dezembro, em um salão da AABB, na beira do lago. Será numa sexta-feira à noite, com fino coquetel, bebidas à vontade e música ao vivo. Cada servidor terá direito de levar um acompanhante (cônjuge, namorado (a), etc). O valor será oportunamente divulgado. Do valor que for fixado para cada um, a ASPREVIC vai subsidiar parte para seus associados. Página 3

4 Nome da empresa Página da ASPREVIC na internet A criação da página na internet da ASPREVIC está em andamento. Esperamos que mais este canal de comunicação esteja pronto ainda durante o mês de agosto. Estamos prevendo um espaço democrático para a divulgação das diversas ações em andamento pela Associação. Desde já, estamos abertos a sugestões e ideias para esta iniciativa. Reunião com Diretoria da PREVIC No dia 29 de julho, a Diretoria da ASPREVIC se reuniu com a Diretoria da PREVIC. A PREVIC foi representada pelo Diretor Administrativo, José Maria Menezes e pelo Coordenador Geral de Recursos Humanos, Leandro José Susin. O objetivo da reunião foi apresentar formalmente a Diretoria da Associação, entregar cópia do Estatuto registrado e abrir espaço para diálogo com a Diretoria da Previc. A Associação se propôs a participar da discussão dos assuntos relativos aos servidores. Uma nova reunião foi agendada para o final do mês de agosto. Contratação de assessoria jurídica A Associação está fechando contrato com o escritório Torreão Braz Advogados. O contrato inclui auxílio para registro da Associação em cartório, assessoria jurídica, estudo de legislação em tópicos pontuais e até quatro ações coletivas anuais. Os honorários serão: 10% sobre a arrecadação mensal, com carência de 3 meses; 20% sobre o acréscimo financeiro oriundo da ação judicial nos 3 meses subsequentes ao provimento da ação e mais 7% sobre o montante dos atrasados. Página 4

5 Nome da empresa Confraternização no Hotel Fazenda - 28/09 A ASPREVIC está organizando uma confraternização entre os servidores no dia 28 de setembro. Reservamos o Hotel Fazenda Villa Velluti, localizado no KM 24 da BR-060, na saída para Goiânia. A Associação fechou um pacote Day Use, que permite utilizar as opções de lazer do hotel e inclui almoço e um lanche à tarde. Todos os servidores da PREVIC e seus dependentes estão convidados, entretanto O Day Use somente será oferecido sem custo aos sócios da ASPREVIC*. Servidores não associados e dependentes que tiverem interesse em participar da confraternização deverão contribuir com valor que pode variar entre R$ 80 e R$ 100, a depender da quantidade de interessados. * Novos sócios que efetivarem a inscrição até o dia 15 de agosto também terão direito ao Day Use no hotel fazenda. O Vila Velluti também oferece opção de hospedagem, que pode ser contratada à parte, caso o associado tenha interesse em passar o final de semana. A Associação ainda está negociando os pacotes de hospedagem. Divulgaremos os valores por nas próximas semanas. Trilhas ecológicas: Preparadas com intuito de preservação e apreciação do bioma Cerrado dando acesso às nascentes da Fazenda sendo uma delas totalmente calçada em pedras tornando-a acessível a todas as pessoas inclusive aos portadores de necessidades especiais. Passeios à cavalo e charrete: Outra belíssima forma de explorar as belezas locais é por meio de nossos passeios monitorados à cavalo ou charrete, explorando locais mais distantes e conhecendo mais profundamente a fauna e flora local. Página 5 Pesca Esportiva: Tanques para pesca esportiva também fazem parte do complexo e além de atender os clientes nos momentos de lazer abastecem os Restaurantes e Lanchonetes do lugar com peixes criados de maneira orgânica e saudável.

INSTRUÇÕES PARA APOIO FINANCEIRO DE CURSOS E SEMINÁRIOS

INSTRUÇÕES PARA APOIO FINANCEIRO DE CURSOS E SEMINÁRIOS INSTRUÇÕES PARA APOIO FINANCEIRO DE CURSOS E SEMINÁRIOS O instrumento administrativo Cursos e Seminários aplica-se a eventos pontuais como reuniões, capacitações e workshops previstos para serem realizados

Leia mais

CIRCULAR SUACIEF nº 013/2012 Em 11 de abril de 2012. Assunto Sobre a autorização de impressão de NF para Micro Empreendedor Individual - MEI.

CIRCULAR SUACIEF nº 013/2012 Em 11 de abril de 2012. Assunto Sobre a autorização de impressão de NF para Micro Empreendedor Individual - MEI. CIRCULAR SUACIEF nº 013/2012 Em 11 de abril de 2012 Assunto Sobre a autorização de impressão de NF para Micro Empreendedor Individual - MEI. Senhor Inspetor, Em reunião da qual participei hoje e onde estavam

Leia mais

DO ORGANOGRAMA DAS DIRETORIAS DA ABA DA SUBSEÇÃO NACIONAL As diretorias Executivas da ABA, Nacional, Estadual e Regional, dividem-se em dois grupos,

DO ORGANOGRAMA DAS DIRETORIAS DA ABA DA SUBSEÇÃO NACIONAL As diretorias Executivas da ABA, Nacional, Estadual e Regional, dividem-se em dois grupos, DO ORGANOGRAMA DAS DIRETORIAS DA ABA DA SUBSEÇÃO NACIONAL As diretorias Executivas da ABA, Nacional, Estadual e Regional, dividem-se em dois grupos, sendo um grupo de Diretores Administrativos e um grupo

Leia mais

INSTRUÇÃO PREVIC Nº 5, DE 01 DE NOVEMBRO DE 2013

INSTRUÇÃO PREVIC Nº 5, DE 01 DE NOVEMBRO DE 2013 INSTRUÇÃO PREVIC Nº 5, DE 01 DE NOVEMBRO DE 2013 Dispõe sobre os procedimentos a serem observados pelas entidades fechadas de previdência complementar na divulgação de informações aos participantes e assistidos

Leia mais

Material Explicativo

Material Explicativo Material Explicativo Material Explicativo Índice Introdução 4 Sobre o Plano Previplan 5 Adesão 5 Benefícios do Plano 6 Entenda o Plano 7 Rentabilidade 8 Veja como funciona a Tributação 9 O que acontece

Leia mais

CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS e PREVIDENCIÁRIAS OUTUBRO/2010

CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS e PREVIDENCIÁRIAS OUTUBRO/2010 1 CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS e PREVIDENCIÁRIAS OUTUBRO/2010 Dia 06-10-2010 (Quarta-feira): SALÁRIOS Todos os empregadores, assim definidos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Fato

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS PERGUNTAS E RESPOSTAS Palestra Imposto de Renda: "entenda as novas regras para os profissionais da Odontologia" Abril/2015 Palestra Imposto de Renda 2015 A Receita Federal do Brasil RFB para o exercício

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Fundo fixo. Estabelecer critérios e procedimentos para utilização de fundo fixo na COPASA MG.

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Fundo fixo. Estabelecer critérios e procedimentos para utilização de fundo fixo na COPASA MG. Pág. 1/5 1 Objetivo Estabelecer critérios e procedimentos para utilização de fundo fixo na COPASA MG. 2 Definições Para melhor entendimento desta norma, aplicam-se as seguintes definições: a) fundo fixo

Leia mais

PARCELAMENTO ORDINÁRIO PORTO ALEGRE

PARCELAMENTO ORDINÁRIO PORTO ALEGRE PARCELAMENTO ORDINÁRIO PORTO ALEGRE 1 A - PARCELAMENTO ORDINÁRIO DE TRIBUTOS MUNICIPAIS 1 Em regra, os créditos tributários junto à Fazenda Municipal de Porto Alegre podem ser pagos em até 24 (vinte e

Leia mais

R E S O L V E : 2 - A vigência da presente Resolução é a partir de 05.06.2012; Florianópolis, 05 de junho de 2012

R E S O L V E : 2 - A vigência da presente Resolução é a partir de 05.06.2012; Florianópolis, 05 de junho de 2012 RESOLUÇÃO DEX 40/2012 A Diretoria Executiva da Fundação Celesc de Seguridade Social CELOS, no uso de suas atribuições que lhe confere o Artigo 51, Inciso III, alínea f do Estatuto Social; e CONSIDERANDO

Leia mais

SEGURADO ESPECIAL. Como contribuir para Previdência Social e para o SENAR SENAR PERNAMBUCO. Atualização Agosto de 2013

SEGURADO ESPECIAL. Como contribuir para Previdência Social e para o SENAR SENAR PERNAMBUCO. Atualização Agosto de 2013 SEGURADO ESPECIAL? Como contribuir para Previdência Social e para o SENAR SENAR PERNAMBUCO Atualização Agosto de 2013 ATUALIZAÇÃO 2013 Alterações introduzidas pela IN/RFB Nº 971, de 13 de novembro 2009

Leia mais

DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE?

DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE? 1. O que são os FUNDOS DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE? São recursos públicos mantidos em contas bancárias específicas. Essas contas têm a finalidade de receber repasses orçamentários e depósitos

Leia mais

Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei nº 8.069/90): Artigos 260 a 260-L

Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei nº 8.069/90): Artigos 260 a 260-L Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei nº 8.069/90): Artigos 260 a 260-L Art. 260. Os contribuintes poderão efetuar doações aos Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente nacional, distrital, estaduais

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA.

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

Relatório Controle Interno 2º. Quadrimestre 2015

Relatório Controle Interno 2º. Quadrimestre 2015 Relatório Controle Interno 2º. Quadrimestre 2015 1. APRESENTAÇÃO Nos termos do artigo 74 da Constituição Federal, artigo 59 da Lei Complementar nº. 59, artigos 63 a 66 da Lei Complementar nº. 33, de 28

Leia mais

CONVÊNIO DE ADESÃO QUE CELEBRAM

CONVÊNIO DE ADESÃO QUE CELEBRAM Aprovado pela Portaria DITEC/PREVIC/MPS nº 44, de 31 de janeiro de 2013. (publicada no DOU nº 24, de 04 de fevereiro de 2013, Seção 1, Página 50) CONVÊNIO DE ADESÃO QUE CELEBRAM A UNIÃO E A FUNDAÇÃO DE

Leia mais

3LEI Nº 438 DE 09 DE SETEMBRO DE 2014

3LEI Nº 438 DE 09 DE SETEMBRO DE 2014 3LEI Nº 438 DE 09 DE SETEMBRO DE 2014 Dispõe sobre a consignação em folha de pagamento de agente político e servidor da administração municipal do executivo e do legislativo e dá outras providências. O

Leia mais

Plano Jurídico Diamond

Plano Jurídico Diamond Plano Jurídico Diamond CONTRATO DE ADESÃO DO PLANO JURÍDICO DIAMOND CLÁUSULA PRIMEIRA: Do Objeto. 1.1 - A Contratada, PLANO JURÍDICO DIAMOND, é uma operadora de serviços, com sede na Rua Teixeira Leal,

Leia mais

Número de. Empregados. Pessoa Física Nenhum R$ 50,00 R$ 600,00. Microempresa Até 5 R$ 70,00 R$ 840,00. Acima de 5 R$ 400,00 R$ 4800,00

Número de. Empregados. Pessoa Física Nenhum R$ 50,00 R$ 600,00. Microempresa Até 5 R$ 70,00 R$ 840,00. Acima de 5 R$ 400,00 R$ 4800,00 FICHA DE ADESÃO Por esta Ficha de adesão, solicito meu ingresso como associado da ABRIMPE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE INCENTIVO E MELHORIA EM PROJETOS EMPRESARIAIS, EMPREENDEDORISMO E EDUCACIONAL, comprometendo-me

Leia mais

AO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO REQUERIMENTO DE REGISTRO DE ACORDO COLETIVO DE TRABALHO

AO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO REQUERIMENTO DE REGISTRO DE ACORDO COLETIVO DE TRABALHO Page 1 U1 1 Requerimento- Registro AO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO REQUERIMENTO DE REGISTRO DE ACORDO COLETIVO DE TRABALHO N DA SOLICITAÇÃO: MR076479/2012 SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDUSTRIAS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE AQUIRAZ Secretaria de Finanças e Execução Orçamentária

PREFEITURA MUNICIPAL DE AQUIRAZ Secretaria de Finanças e Execução Orçamentária INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 003/ 2013 Dispõe sobre a criação e funcionamento da comissão de avaliação de imóveis para fins de calculo do Imposto sobre transmissão inter-vivos de bens imóveis, e dá outras providências.

Leia mais

EDITAL Nº 005/2012 PROCESSO SELETIVO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO FINANCEIRA EMPRESARIAL

EDITAL Nº 005/2012 PROCESSO SELETIVO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO FINANCEIRA EMPRESARIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL Nº 005/2012 PROCESSO SELETIVO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO FINANCEIRA EMPRESARIAL A Faculdade

Leia mais

Prefeitura Municipal de Castelo Av. Nossa Senhora da Penha, 103 Centro Cep: 29360 000 Castelo/ES Tel.: +55 28 3542 2124 8526

Prefeitura Municipal de Castelo Av. Nossa Senhora da Penha, 103 Centro Cep: 29360 000 Castelo/ES Tel.: +55 28 3542 2124 8526 DECRETO Nº 13.492 DE 25 DE SETEMBRO DE 2014. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 017/2014, DISPÕE SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO NA PREFEITURA MUNICIPAL DE CASTELO / ES, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA-EXECUTIVA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO NORMA OPERACIONAL/DIRAD/N 04, DE 7 DE AGOSTO DE 2014

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA-EXECUTIVA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO NORMA OPERACIONAL/DIRAD/N 04, DE 7 DE AGOSTO DE 2014 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA-EXECUTIVA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO NORMA OPERACIONAL/DIRAD/N 04, DE 7 DE AGOSTO DE 2014 Define os procedimentos relativos à concessão de auxílio-moradia

Leia mais

FORMALIZAÇÃO formalização será feita pela internet no endereço no endereço www.portaldoempreendedor.gov.br, a partir de 01/07/2009.

FORMALIZAÇÃO formalização será feita pela internet no endereço no endereço www.portaldoempreendedor.gov.br, a partir de 01/07/2009. M.E.I. (Micro empreendedor Individual) Lei Complementar numero 128 de 19 de dezembro de 2008. Considera-se MEI o empresário individual a que se refere o art. 966 da Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002

Leia mais

Para extinção das dívidas e/ou saldos devedores do contrato com fundamento no art. 7º da MP nº 496/2010:

Para extinção das dívidas e/ou saldos devedores do contrato com fundamento no art. 7º da MP nº 496/2010: DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA: Extinção de dívidas do contrato Compra do imóvel com base no art. 12 da Lei nº 11.483/2007 Substituição do beneficiário do contrato de compra e venda ou cessão de direitos Emissão

Leia mais

SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO

SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO A OCB/TO é formada por cooperativas singulares, federações e centrais de todos os ramos. Pela Lei 5.764/71, ainda em vigor, todas

Leia mais

IRPF 2015 Imposto de Renda Pessoa Física

IRPF 2015 Imposto de Renda Pessoa Física CIRCULAR Nº 13/2015 São Paulo, 23 de Fevereiro de 2015. IRPF 2015 Imposto de Renda Pessoa Física Ano-Base 2014 Prezado cliente, No dia 03 de fevereiro de 2015 a Receita Federal publicou a Instrução Normativa

Leia mais

Administração Central Unidade do Ensino Médio e Técnico Célula de Apoio Administrativo INFORMES GERAIS. Informes para participação em eventos na Cetec

Administração Central Unidade do Ensino Médio e Técnico Célula de Apoio Administrativo INFORMES GERAIS. Informes para participação em eventos na Cetec INFORMES GERAIS Informes para participação em eventos na Cetec Caro(a) Participante, Para participação em eventos (reuniões/capacitações) da Cetec algumas informações devem ser de ciência prévia em consideração

Leia mais

MANUAL DE SERVIÇOS 1. PLANO DE ASSISTÊNCIA JURÍDICA FAMILIAR PAF

MANUAL DE SERVIÇOS 1. PLANO DE ASSISTÊNCIA JURÍDICA FAMILIAR PAF MANUAL DE SERVIÇOS 1. PLANO DE ASSISTÊNCIA JURÍDICA FAMILIAR PAF 1.1 SERVIÇOS PRESTADOS Souza & Evangelista Advocacia e Consultoria Jurídica propicia atividades jurídicas privativas de advogados nas vias

Leia mais

Boletim Informativo. Já somos 336 associados! Mutirão de associados. Executivos Públicos Associados do Estado de São Paulo. Julho de 2013 Página 1

Boletim Informativo. Já somos 336 associados! Mutirão de associados. Executivos Públicos Associados do Estado de São Paulo. Julho de 2013 Página 1 Executivos Públicos Associados do Estado de São Paulo Boletim Informativo Julho de 2013 Página 1 Já somos 336 associados! 400 350 20 de julho Secretaria Associados 20/abr 20/jul Novas filiações Educação

Leia mais

Análise Social para redução de mensalidade 2015

Análise Social para redução de mensalidade 2015 Análise Social para redução de mensalidade 2015 ORIENTAÇÕES GERAIS 1. Das disposições preliminares 1.1 As bolsas de estudo serão concedidas a alunos selecionados pela Comissão de Bolsas. 1.2 A seleção

Leia mais

ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014

ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014 ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014 Ao terceiro dia de abril do ano de dois mil e quatorze, às dez horas, reuniu-se, ordinariamente, a diretoria da AJUT Associação dos Servidores na Justiça do Trabalho

Leia mais

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICAS CORPORATIVAS

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICAS CORPORATIVAS 9 - Regulamentos Política de Empréstimos 9.1 Condições para associação O Funcionário, na sua admissão na empresa, assina a Proposta de Admissão e Depósito na Cooperativa, se for de seu interesse, sendo

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO 003/2015

EDITAL DE CREDENCIAMENTO 003/2015 EDITAL DE CREDENCIAMENTO 003/2015 AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR, pessoa jurídica de direito público interno, inscrita no CNPJ/MF sob n.º 18.137.082/0001-86, neste ato representado por seu

Leia mais

IRPF IR2013. Chegou a hora de declarar o. Especial

IRPF IR2013. Chegou a hora de declarar o. Especial Boletim Informativo dirigido a participantes de planos de previdência da Bradesco Vida e Previdência Março de 2013 Especial IRPF 2013 Chegou a hora de declarar o IR2013 >> Fique por dentro >> Onde informar

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS FINANCEIROS REPASSADOS PELO CREA-RS ÀS ENTIDADES DE CLASSE.

GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS FINANCEIROS REPASSADOS PELO CREA-RS ÀS ENTIDADES DE CLASSE. GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS FINANCEIROS REPASSADOS PELO CREA-RS ÀS ENTIDADES DE CLASSE. Gerência de Contabilidade Março/2014 APRESENTAÇÃO A finalidade deste guia é orientar

Leia mais

PROJETO NOVA ASEEL INSTRUÇÃO NORMATIVA 001 DE FINANÇAS E CONTABILIDADE REVISÃO 005 JUNHO 2008 APROVADA NA ATA DE REUNIÃO 352/2008

PROJETO NOVA ASEEL INSTRUÇÃO NORMATIVA 001 DE FINANÇAS E CONTABILIDADE REVISÃO 005 JUNHO 2008 APROVADA NA ATA DE REUNIÃO 352/2008 PROJETO NOVA ASEEL INSTRUÇÃO NORMATIVA 001 DE FINANÇAS E CONTABILIDADE REVISÃO 005 JUNHO 2008 APROVADA NA ATA DE REUNIÃO 352/2008 1/6 ÍNDICE 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 2. OBJETIVOS 3. ABRANGÊNCIA E VIGÊNCIA

Leia mais

DECRETO Nº 3130, DE 22 DE JULHO DE 2011.

DECRETO Nº 3130, DE 22 DE JULHO DE 2011. DECRETO Nº 3130, DE 22 DE JULHO DE 2011. Regulamenta o art. 54 da Lei Complementar nº 392, de 17/12/2008, Dispõe sobre o Regime Jurídico dos Servidores Públicos do Município de Uberaba e dá outras providências.

Leia mais

RELAÇÃO DE SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS PELA ELETROBRÁS NO ESPAÇO DA CIDADANIA DE TERESINA

RELAÇÃO DE SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS PELA ELETROBRÁS NO ESPAÇO DA CIDADANIA DE TERESINA RELAÇÃO DE SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS PELA ELETROBRÁS NO ESPAÇO DA CIDADANIA DE TERESINA 1 PARCELAMENTO DE DÉBITO 1.1 No caso de titular da conta 1. Original e cópia do RG ou da Carteira de Habilitação;

Leia mais

Estatutos da Associação Cecília e João (ACJ)

Estatutos da Associação Cecília e João (ACJ) Estatutos da Associação Cecília e João (ACJ) Capítulo I Da Associação Art. 1º - A Associação Cecília e João (ACJ), entidade de personalidade jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, com sede em

Leia mais

FUNDO DE APOIO A CULTURA DA SOJA MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2009

FUNDO DE APOIO A CULTURA DA SOJA MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2009 INTRODUÇÃO FUNDO DE APOIO A CULTURA DA SOJA 1.1 - Recomenda-se a leitura deste manual antes de utilizar os recursos concedidos pelo FACS. O manual está disponível no site http://www.facsmt.com.br. 1.2

Leia mais

1º Edital Petrobras de Festivais de Música

1º Edital Petrobras de Festivais de Música 1º Edital Petrobras de Festivais de Música REGULAMENTO OBJETIVOS DO EDITAL O apoio previsto neste regulamento tem como objetivos promover: 01. a formação de público para os diversos segmentos da música

Leia mais

Tributação. Mercado à Vista e Day Trade, Compensação de Perdas e Declaração no Informe do Imposto Renda

Tributação. Mercado à Vista e Day Trade, Compensação de Perdas e Declaração no Informe do Imposto Renda Tributação Mercado à Vista e Day Trade, Compensação de Perdas e Declaração no Informe do Imposto Renda Índice Quem recolhe o Imposto? 3 Prazo para Recolhimento 3 Como calcular o Imposto 3 Imposto de Renda

Leia mais

3. ORGANIZAÇÕES ELEGÍVEIS

3. ORGANIZAÇÕES ELEGÍVEIS EDITAL FLD 04/2011 SELEÇÃO DE PROJETOS DE FORTALECIMENTO DE REDES SOCIAIS QUE ATUAM NA PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COM JUSTIÇA SOCIAL, AMBIENTAL E ECONÔMICA 1. OBJETIVO Selecionar projetos

Leia mais

3. DA ABERTURA, DIA, HORA E LOCAL

3. DA ABERTURA, DIA, HORA E LOCAL Cotação Prévia de Preço n 003-2012 Convênio 11.778 FBB Maior percentual de desconto Cotação prévia de Preços na modalidade maior percentual de desconto para contratação de empresa para intermediação de

Leia mais

b) receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40.

b) receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40. Vitória/ES, 23 de fevereiro de 2013. ORIENTAÇÕES PARA DECLARAÇÃO DO IRPF 2013 A partir do dia 1º março a Receita Federal começa a receber a Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda Pessoa Física.

Leia mais

INSTRUÇÕES BÁSICAS PARA PAGAMENTO DE HONORÁRIOS PROFISSIONAIS DE ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA ADVOGADOS E PERITOS PESSOA FÍSICA JURISDIÇÃO DELEGADA

INSTRUÇÕES BÁSICAS PARA PAGAMENTO DE HONORÁRIOS PROFISSIONAIS DE ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA ADVOGADOS E PERITOS PESSOA FÍSICA JURISDIÇÃO DELEGADA 0 HONORÁRIOS PROFISSIONAIS DE ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA ADVOGADOS E PERITOS PESSOA FÍSICA JURISDIÇÃO DELEGADA RESOLUÇÃO 541/2007 - CJF JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU SÃO PAULO NÚCLEO FINANCEIRO SEÇÃO DE

Leia mais

Registrado no 1º Cartório de Registro de Títulos e Documentos da Cidade de Ponta Grossa Estado do Paraná, sob o nº 143.698

Registrado no 1º Cartório de Registro de Títulos e Documentos da Cidade de Ponta Grossa Estado do Paraná, sob o nº 143.698 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA OPERAR, MANTER E ADMINISTRAR CARTEIRA DE COBRANÇA NA REDE MUNDIAL DE COMPUTADORES EM SITE DE PROPRIEDADE DA REGULARIZA IMOVEIS E COBRANÇAS LTDA Registrado no 1º Cartório

Leia mais

DIREITO Lei Estadual nº. 1954/92

DIREITO Lei Estadual nº. 1954/92 Os Direitos Sociais relacionados à cultura e ao desporto estão disciplinados em nossa Carta Magna no título Da Ordem Social em conjunto aos temas da educação, ciência, saúde e meio ambiente dentre outros,

Leia mais

CONTRATO DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE

CONTRATO DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE CONTRATO DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE Pelo presente instrumento, JEAN DOUGLAS TOLEDO RODRIGUES JUNIOR ME (MOTOBOYS DO BRASIL), com sede na FREI HILÁRIO, 101 FUNDOS. CAMPINAS. SÃO JOSÉ SC. CEP: 88101-310,

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA CADASTRO NA CENTRAL PERMANENTE DE LICITAÇÃO - CPL

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA CADASTRO NA CENTRAL PERMANENTE DE LICITAÇÃO - CPL DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA CADASTRO NA CENTRAL PERMANENTE DE LICITAÇÃO - CPL RELATÓRIO APRESENTAÇÃO De acordo com a Lei 8.666, de 21 de junho de 1993, combinada com a Lei 10.406, de 10 de janeiro de

Leia mais

Quais as condições necessárias para que eu me cadastre como empreendedor individual? Faturar até R$ 36 mil por ano;

Quais as condições necessárias para que eu me cadastre como empreendedor individual? Faturar até R$ 36 mil por ano; cultura 1. Quais as condições necessárias para que eu me cadastre como empreendedor individual? 2. Faturar até R$ 36 mil por ano; Não participar de outra empresa, como sócio ou titular; Trabalhar sozinho

Leia mais

FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DAS INSTITUIÇÕES DO MERCADO FINANCEIRO E DE CAPITAIS - MERCAPREV REGULAMENTO BÁSICO CAPÍTULO I - DO OBJETO...

FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DAS INSTITUIÇÕES DO MERCADO FINANCEIRO E DE CAPITAIS - MERCAPREV REGULAMENTO BÁSICO CAPÍTULO I - DO OBJETO... FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DAS INSTITUIÇÕES DO MERCADO FINANCEIRO E DE CAPITAIS - MERCAPREV REGULAMENTO BÁSICO ÍNDICE CAPÍTULO I - DO OBJETO...2 CAPÍTULO II - DA INSCRIÇÃO...3 CAPÍTULO III - DOS

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO Nº 23, DE 30 DE ABRIL DE 2009

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO Nº 23, DE 30 DE ABRIL DE 2009 MNSTÉRO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACONAL DE DESENVOLVMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELBERATVO RESOLUÇÃO Nº 23, DE 30 DE ABRL DE 2009 Estabelece os documentos necessários à certificação da situação de regularidade

Leia mais

O Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente

O Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA OS PROMOTORES DE JUSTIÇA PROGRAMA INFÂNCIA EM 1º LUGAR 2ª ETAPA O Fundo dos Direitos da Criança e do Gestão e Captação de Recursos Fernando Carlos Almeida Fernando Carlos Almeida

Leia mais

MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL

MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Conheça as condições para recolhimento do Simples Nacional em valores fixos mensais Visando retirar da informalidade os trabalhadores autônomos caracterizados como pequenos

Leia mais

CAMARÁ MUNICIPAL DE VEREADORES DO CAPÃO DO LEÃO

CAMARÁ MUNICIPAL DE VEREADORES DO CAPÃO DO LEÃO Resolução n 164, de 14 de março de 2014. Dispõe a programação financeira do Poder Legislativo com vistas à compatibilização entre o recebimento das transferências financeiras do Executivo e a execução

Leia mais

REGULAMENTO DOS EMPRÉSTIMOS FORLUZ

REGULAMENTO DOS EMPRÉSTIMOS FORLUZ Aprovado pelo Comitê de Investimentos da Forluz em 18 e 25/01/13 (Ata da 401ª e 403ª reunião). Válido para empréstimos solicitados a partir de 01/03/2013. REGULAMENTO DOS EMPRÉSTIMOS FORLUZ CAPÍTULO I

Leia mais

POLÍTICA DE PAGAMENTO

POLÍTICA DE PAGAMENTO POLÍTICA DE PAGAMENTO 1. OBJETIVO Estabelecer todos os critérios para o pagamento de fornecedores e prestadores de serviços aos empreendimentos administrados pela Itambé, bem como orientar todos os interlocutores

Leia mais

DECRETO N.º 9.829, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2000. (DOE n.º 5215 de 2 de marco de 2000 p.7/9)

DECRETO N.º 9.829, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2000. (DOE n.º 5215 de 2 de marco de 2000 p.7/9) DECRETO N.º 9.829, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2000. (DOE n.º 5215 de 2 de marco de 2000 p.7/9) Dispõe sobre as consignações em folha de pagamento de servidores públicos civis e militares da Administração Direta,

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA.

LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS PROUNI 2014 PORTARIA NORMATIVA Nº2, 06/01/14

LISTA DE DOCUMENTOS PROUNI 2014 PORTARIA NORMATIVA Nº2, 06/01/14 LISTA DE DOCUMENTOS PROUNI 2014 PORTARIA NORMATIVA Nº2, 06/01/14 DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR O coordenador do ProUni deverá solicitar, salvo em caso de

Leia mais

ROTEIRO PARA CRIAÇÃO DE CURSO E OFERTA DE TURMA DE ESPECIALIZAÇÃO

ROTEIRO PARA CRIAÇÃO DE CURSO E OFERTA DE TURMA DE ESPECIALIZAÇÃO ROTEIRO PARA CRIAÇÃO DE CURSO E OFERTA DE TURMA DE ESPECIALIZAÇÃO (Conforme a Resolução 42/03-COUN, de 05 de novembro de 2003 e suas alterações). I. PROCEDIMENTO PARA CRIAÇÃO DE NOVO CURSO: A. ABERTURA

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO ELEKTRO ELETRICIDADE E SERVIÇOS S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO ELEKTRO ELETRICIDADE E SERVIÇOS S.A. CNPJ 02.328.280/0001-97 POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA ELEKTRO ELETRICIDADE E SERVIÇOS S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF nº 02.238.280/0001-97 Rua Ary Antenor de Souza, nº 321,

Leia mais

Quem tem conhecimento vai pra frente

Quem tem conhecimento vai pra frente blogdosempreendedores.com.br facadiferente.sebrae.com.br contabilidadeschmitt.com.br Fotos: Produtos do Projeto Gemas e Joias do Sebrae-PA Livro Artesanato- Um negócio genuinamente brasileiro (Sebrae,

Leia mais

INSTRUÇÃO INTERNA DE PROCEDIMENTOS IIP Nº 005, de 24 de agosto de 2011 (*)

INSTRUÇÃO INTERNA DE PROCEDIMENTOS IIP Nº 005, de 24 de agosto de 2011 (*) INSTRUÇÃO INTERNA DE PROCEDIMENTOS IIP Nº 005, de 24 de agosto de 2011 (*) Disciplina no âmbito do IFPR as Orientações acerca da Execução Orçamentária e Financeira, relativas à Concessão de Suprimentos

Leia mais

10/2011 750364/2010 SDH/PR

10/2011 750364/2010 SDH/PR Cotação Prévia de Preço n 10/2011 Convênio nº 750364/2010 SDH/PR Projeto: Desenvolver processos de educação popular, visando a garantia dos direitos humanos e fortalecimento da cidadania, na perspectiva

Leia mais

a) Título (Alteração contratual), recomendando-se indicar o nº de seqüência da alteração;

a) Título (Alteração contratual), recomendando-se indicar o nº de seqüência da alteração; ALTERAÇÃO DE SOCIEDADE EMPRESÁRIA: *ELEMENTOS DA ALTERAÇÃO CONTRATUAL a) Título (Alteração contratual), recomendando-se indicar o nº de seqüência da alteração; b) Preâmbulo; c) Corpo da alteração: Nova

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 004/DIR/2011

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 004/DIR/2011 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 004/DIR/2011 ESTABELECE NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA O PAGAMENTO DE SERVIÇOS PRESTADOS POR PESSOA FÍSICA, EM CARÁTER EVENTUAL, POR MEIO DE RECIBO DE PAGAMENTO A CONTRIBUINTE INDIVIDUAL

Leia mais

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 12, DE 23 DE SETEMBRO DE 2013(*)

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 12, DE 23 DE SETEMBRO DE 2013(*) SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 12, DE 23 DE SETEMBRO DE 2013(*) Orienta os órgãos e entidades integrantes do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal (SIPEC) sobre o regime

Leia mais

BOLETIM ADMINISTRATIVO Nº 020 DE 12 a 16/05/14

BOLETIM ADMINISTRATIVO Nº 020 DE 12 a 16/05/14 Leia-se:...Art. 1º DELEGAR COMPETÊNCIA e as responsabilidades decorrentes ao Superintendente Regional do DNIT nos estados de Goiás e Distrito Federal para Lavrar o Termo Aditivo de Prorrogação de prazo,

Leia mais

EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE PROJETOS ESPORTIVOS SOCIAIS 2007-2008

EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE PROJETOS ESPORTIVOS SOCIAIS 2007-2008 EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE PROJETOS ESPORTIVOS SOCIAIS 2007-2008 Ministério do Esporte Secretaria Especial dos Direitos Humanos Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente Comissão de Chancela

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL PARA ABERTURA DE EMPRESA

PROPOSTA COMERCIAL PARA ABERTURA DE EMPRESA PROPOSTA COMERCIAL PARA ABERTURA DE EMPRESA PROPOSTA DE ABERTURA DE EMPRESA INDIVIDUAL / SOCIEDADE / EIRELI É com grande satisfação que agradecemos a oportunidade de apresentarmos nossa proposta comercial,

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Dedução de dependentes da base de cálculo do IRRF - Federal

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Dedução de dependentes da base de cálculo do IRRF - Federal Dedução de dependentes da base de cálculo do IRRF - Federal 03/02/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 4. Conclusão...

Leia mais

Também organizamos eventos, seminários, palestras e encontros, de acordo com as possibilidades e necessidades dos nossos associados.

Também organizamos eventos, seminários, palestras e encontros, de acordo com as possibilidades e necessidades dos nossos associados. APRESENTAÇÃO O FDJUR - Fórum de Departamentos Jurídicos tem como objetivo disseminar modelos e ferramentas de gestão para o mercado jurídico empresarial e incentivar os associados ao estudo, desenvolvimento,

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS PARA OS CANDIDATOS A ASSISTÊNCIA SOCIAL EDUCACIONAL (BOLSA DE ESTUDO) 2013.2

LISTA DE DOCUMENTOS PARA OS CANDIDATOS A ASSISTÊNCIA SOCIAL EDUCACIONAL (BOLSA DE ESTUDO) 2013.2 LISTA DE DOCUMENTOS PARA OS CANDIDATOS A ASSISTÊNCIA SOCIAL EDUCACIONAL (BOLSA DE ESTUDO) 2013.2 Documentos Pessoais e do Grupo Familiar: ( )Uma foto atual 3x4 do aluno; ( )Cópia do comprovante de residência

Leia mais

PROGRAMA IAB UM PATRIMÔNIO DE TODOS FICHA DE CADASTRO DE AMIGO DO IAB 1. DADOS PESSOAIS / EMPRESA 2. CATEGORIAS DE AMIGO C)PARCEIRO DE SERVIÇOS ( )

PROGRAMA IAB UM PATRIMÔNIO DE TODOS FICHA DE CADASTRO DE AMIGO DO IAB 1. DADOS PESSOAIS / EMPRESA 2. CATEGORIAS DE AMIGO C)PARCEIRO DE SERVIÇOS ( ) INSTITUTO DE ARQUEOLOGIA BRASILEIRA Estrada da Cruz Vermelha 45, Vila Santa Tereza, Belford Roxo, RJ. CEP: 26193-415. Tel/Fax: (21) 31358117 www.arqueologia-iab.com.br iab@arqueologia-iab.com.br NOME PROGRAMA

Leia mais

O BENEFICIÁRIO opta por aderir, juntamente com seus respectivos dependentes, ao Plano de Saúde:

O BENEFICIÁRIO opta por aderir, juntamente com seus respectivos dependentes, ao Plano de Saúde: ESTIPULANTE: VIVA ADMINISTRADORA DE BENEFÍCIOS, inscrita no CNPJ nº 12.149.094/0001-44, com sede à Rua Dom Jaime Câmara, 66, salas 603 e 604, Centro, Florianópolis (SC), SUB-ESTIPULANTE: SINDICATO DOS

Leia mais

Universidade Federal da Bahia Escola de Administração da UFBA Núcleo de Pós-Graduação em Administração

Universidade Federal da Bahia Escola de Administração da UFBA Núcleo de Pós-Graduação em Administração EDITAL DE SELEÇÃO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE TERCEIROS DE PESSOA FÍSICA A Fundação de Apoio à Pesquisa e à Extensão FAPEX, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, inscrita no CNPJ sob

Leia mais

MANUAL DO APOSENTADO E PENSIONISTA PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA

MANUAL DO APOSENTADO E PENSIONISTA PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA MANUAL DO APOSENTADO E PENSIONISTA PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA SUMÁRIO Qual é o significado de aposentado e pensionista?...3 Quando é realizado

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS JURÍDICOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS JURÍDICOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS JURÍDICOS Pelo presente instrumento particular de Contrato de Prestação de Serviços Jurídicos, a empresa... (razão social da empresa), inscrita do CNPJ/MF sob o nº...,

Leia mais

AASP Associação dos Advogados de São Paulo MATERIAL EXPLICATIVO AASP PREVIDÊNCIA. Plano administrado pelo HSBC Instituidor Fundo Múltiplo.

AASP Associação dos Advogados de São Paulo MATERIAL EXPLICATIVO AASP PREVIDÊNCIA. Plano administrado pelo HSBC Instituidor Fundo Múltiplo. AASP Associação dos Advogados de São Paulo MATERIAL EXPLICATIVO AASP PREVIDÊNCIA Plano administrado pelo HSBC Instituidor Fundo Múltiplo. Introdução Através deste Material Explicativo você toma conhecimento

Leia mais

Orientações sobre Micro Empreendedor Individual

Orientações sobre Micro Empreendedor Individual Orientações sobre Micro Empreendedor Individual Micro Empreendedor individual Definição Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário.

Leia mais

*REGISTRO ELETRÔNICO DE PONTO

*REGISTRO ELETRÔNICO DE PONTO SICAP NEWS Ano 2 nº 19 Informativo Mensal Março 2010 *REGISTRO ELETRÔNICO DE PONTO * Base Legal: Art. 74 da CLT e Portaria 1.510/2009, do MTE Conforme dispõe o 2º do art. 74 da CLT, estão obrigados à anotação

Leia mais

GUIA DO EMPRESÁRIO CARTAZES DOCUMENTOS ALVARAS

GUIA DO EMPRESÁRIO CARTAZES DOCUMENTOS ALVARAS GUIA DO EMPRESÁRIO CARTAZES DOCUMENTOS ALVARAS CARTAZES/DOCUMENTOS/ALVARAS Você encontrara neste guia as principais exigências com relação a fixação de cartazes para o seu estabelecimento comercial. Na

Leia mais

Laudo de Avaliação do Acervo Líquido da

Laudo de Avaliação do Acervo Líquido da Laudo de Avaliação do Acervo Líquido da Companhia Patrimonial de imóveis comerciais - CPIC a ser incorporado pela JHSF Participações S.A. Balanço Base: 31 de março de 2010 Laudo de avaliação do acervo

Leia mais

REGULAMENTO DOS EMPRÉSTIMOS FORLUZ

REGULAMENTO DOS EMPRÉSTIMOS FORLUZ Aprovado pelo Comitê de Investimentos da Forluz na 330ª reunião de 14/09/2011 e na 331ª reunião de 23/09/2011. Válido para empréstimos solicitados a partir de 01/10/2011. REGULAMENTO DOS EMPRÉSTIMOS FORLUZ

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS ACEITOS PARA FINS COMPROBATÓRIOS I. DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO UM)

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS ACEITOS PARA FINS COMPROBATÓRIOS I. DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO UM) PARA ALUNOS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIOECONÔMICA No ato da apresentação dos documentos comprobatórios obrigatórios deverão ser apresentados os originais e cópias dos mesmos OU cópias autenticadas

Leia mais

Manual Explicativo. Beleza é viver o futuro que você sempre sonhou. Boticário Prev

Manual Explicativo. Beleza é viver o futuro que você sempre sonhou. Boticário Prev Manual Explicativo Beleza é viver o futuro que você sempre sonhou. Boticário Prev 1. MANUAL EXPLICATIVO... 4 2. A APOSENTADORIA E VOCÊ... 4 3. PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR: O que é isso?... 4 4. BOTICÁRIO

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DELIBERATIVO

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DELIBERATIVO REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DELIBERATIVO Art. 1º - O presente Regimento tem por finalidade estabelecer normas para o funcionamento do Conselho Deliberativo da Associação Atlética Banco do Brasil São

Leia mais

Previdência Social sob a forma de Regime Geral

Previdência Social sob a forma de Regime Geral Previdência Social sob a forma de Regime Geral Estrutura do Sistema Previdenciário no Brasil Regime Geral de Previdência Social (RGPS) Administrado pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS); Obrigatório,

Leia mais

Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação!

Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação! Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação! Para realizar sua contemplação providenciar a documentação solicitada abaixo e levar até uma loja do Magazine Luiza ou representação autorizada

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES GRATIFICADAS

ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES GRATIFICADAS ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES GRATIFICADAS ASSESSORIA DE IMPRENSA: Função GERENTE. Assessorar a Diretoria da Ceasa; Promover e divulgar notícias relacionadas a Ceasa; Estreitar o relacionamento da mídia com

Leia mais

Notas explicativas da Administração às demonstrações financeiras Em 31 de dezembro de 2014 e 2013 (Valores em R$, exceto o valor unitário das cotas)

Notas explicativas da Administração às demonstrações financeiras Em 31 de dezembro de 2014 e 2013 (Valores em R$, exceto o valor unitário das cotas) 1. Contexto operacional O CLUBE DE INVESTIMENTO COPACABANA ( Clube ) constituído por número limitado de cotistas que tem por objetivo a aplicação de recursos financeiros próprios para a constituição, em

Leia mais

EDITAL DE ELEIÇÃO E CONSTITUIÇÃO DOS CONSELHOS DE USUÁRIOS DA SKY

EDITAL DE ELEIÇÃO E CONSTITUIÇÃO DOS CONSELHOS DE USUÁRIOS DA SKY EDITAL DE ELEIÇÃO E CONSTITUIÇÃO DOS CONSELHOS DE USUÁRIOS DA SKY São convocados os senhores Usuários dos serviços de Telecomunicações e as associações ou entidades que possuam em seu objeto social características

Leia mais

NORMA DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS AOS PARTICIPANTES

NORMA DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS AOS PARTICIPANTES 1. OBJETIVO Esta norma tem por objetivo estabelecer os critérios e procedimentos a serem adotados para concessão e liberação de empréstimos aos participantes. 2. CAMPO DE APLICAÇÃO As operações de empréstimos

Leia mais

RESOLUÇÃO N 177, DE 10 DE AGOSTO DE 2000 DOU 24/08/2000 SEÇÃO I

RESOLUÇÃO N 177, DE 10 DE AGOSTO DE 2000 DOU 24/08/2000 SEÇÃO I RESOLUÇÃO N 177, DE 10 DE AGOSTO DE 2000 DOU 24/08/2000 SEÇÃO I Alterada pela Resolução CNAS nº 3, de 13 de fevereiro de 2001 Regras e critérios para a concessão ou renovação do Certificado de Entidade

Leia mais

NORMAS PARA SOLICITAÇÃO, USO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS DO FUNDECITRUS

NORMAS PARA SOLICITAÇÃO, USO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS DO FUNDECITRUS 1 NORMAS PARA SOLICITAÇÃO, USO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS DO FUNDECITRUS Todas as normas devem ser lidas atentamente antes da submissão da proposta de pesquisa, bem como antes da realização

Leia mais

Lei n. 12.101/2009 Decreto n. 7.237/2010

Lei n. 12.101/2009 Decreto n. 7.237/2010 Lei n. 12.101/2009 Decreto n. 7.237/2010 LEI N. 12.101/2009 DECRETO N. 7237/2010 O principal objetivo da presente Lei é dispor sobre a certificação das entidades beneficentes de assistência social. Tem

Leia mais