Aula 2 Os Sistemas de Informação. Prof: Cleber Almeida de Oliveira

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aula 2 Os Sistemas de Informação. Prof: Cleber Almeida de Oliveira"

Transcrição

1 1. Introdução Aula 2 Os Sistemas de Informação Gestão de Sistemas de Informação Para a adequada compreensão do conteúdo que será abordado, é imprescindível que você tenha compreendido os aspectos da Teoria Geral de Sistemas, vista em nossa primeira aula, bem como a estrutura hierárquica de uma organização, representada pelos níveis operacional, tático ou gerencial e estratégico. A compreensão de tais conceitos é fundamental, para que possamos entender como funcionam os sistemas em cada um dos níveis da empresa, bem como as especificidades necessárias à eficácia de seus processos. Esperamos que, ao final deste capítulo, você seja capaz de conhecer os fundamentos dos sistemas de informação e de identificar os diferentes tipos de sistemas utilizados pelas organizações. A organização se estrutura, por meio de diversos e distintos sistemas. Cada um possui especificidades, em relação ao tratamento e escopo de utilização de seus dados. Será que todos os colaboradores de uma organização utilizam os sistemas com a mesma finalidade? Existem níveis de compreensão diferentes, em relação às saídas que podem ser obtidas com os processos dos sistemas de informação? Todas as questões podem ser respondidas com uma negativa, e por isso é preciso que tenhamos plena noção da dinâmica de processamento dos sistemas, principalmente no que diz respeito às atividades e funções desempenhadas por cada um deles. Para que possamos chegar ao ponto de compreensão desejado, começaremos com as clássicas definições de dado, informação e conhecimento. Serão elas componentes de um mesmo continuum? Vejamos Definindo informação As organizações produzem, diariamente, uma série muito grande de dados. Mesmo que não perceba, ou até mesmo não os sistematize, ao realizarem as atividades necessárias ao seu funcionamento, estão gerando uma infinidade de dados. Uma das questões fundamentais, nesse caso, é a compreensão sobre a importância deles para o negócio. Uma empresa conseguirá evoluir se não conseguir, por meio dos dados que produz e obtêm, produzir informações e novos conhecimentos? Para ajudar, podemos definir dado como um item básico, elementar, que é produzido em conjunto com atividades operacionais, armazenado por meio do agrupamento com seus pares, com ou sem a utilização de tecnologia da informação. É importante ainda mencionarmos que os dados, em essência, não possuem significado, quando analisados de 1

2 forma isolada. Agora que já conceituamos os dados, que é a base, vamos construir a definição de informação. Não existe apenas um conceito, fechado, e por isso trazemos aqui alguns deles: a informação é todo dado trabalhado, tratado, útil, com valor significativo atribuído ou agregado a ele e com um sentido natural e lógico para quem o usa. Quando a informação é trabalhada por pessoas e pelos recursos computacionais, possibilitando a geração de cenários, simulações e oportunidades, pode ser chamada de conhecimento (REZENDE, 2003). é o conjunto de fatos organizados, de tal forma, que adquirem valor adicional, além do valor do fato em si (STAIR, 1998). informação é a interpretação ou significado dos dados (HOUAISS, 2001). Os dados, as informações e o conhecimento trabalham como uma sequência que se completa, em que os dados processados geram informações que, quando aplicadas, agregam conhecimento ao processo. Cruz (1997) coloca a informação como sendo o poder estratégico para as empresas. A informação, se utilizada de forma estratégica, tem o poder de trazer vantagens competitivas para as organizações. É com base nas informações que as empresas assumem seu posicionamento, em relação às demandas do mercado, ou seja, a informação é à base do processo decisório. Agora que já temos mais elementos constitutivos, vamos conceituar exatamente o que nos interessa: os sistemas de informação. 3. Definindo sistemas de informação A partir daqui, fechamos a construção do conceito essencial de nossa disciplina. Como acabamos de conceituar informação, podemos retomar o conceito de sistema para então reorientarmos as discussões do capítulo. Vejamos: Laudon; Laudon (2004) conceituam um sistema de informação como o conjunto de componentes inter-relacionados que coleta (ou recupera), processa, armazena e distribui informações destinadas a apoiar a tomada de decisões, a coordenação e o controle de uma organização. Em outra definição, Rezende (2003) define um sistema de informação como sendo todo o sistema que usa ou não recursos da tecnologia da informação e assim manipula e/ou gera informações. Os sistemas de informação têm como propósito coletar, manipular, armazenar, 2

3 disseminar dados e informações pela empresa e fornecer um mecanismo de feedback (STAIR, 1998). Tais dados podem ser relativos aos processos organizacionais ou também derivados de análises e referências do ambiente externo. Internamente, é preciso que tenhamos em mente a articulação de três importantes componentes: as pessoas, a estrutura organizacional e as tecnologias. Devido à complexidade e importância da área de sistemas de informações para as organizações contemporâneas, ela é normalmente dividida em quatro partes, sendo: 1. Sistemas de processamento de transações; 2. Sistemas de informação gerenciais; 3. Sistemas de apoio à decisão; 4. Sistemas inteligentes. A informação é decisiva, para que a organização alinhe, estrategicamente, os seus processos de modo a buscar o alcance de seus objetivos, com maior eficácia. É por meio dela que são construídos diferencias competitivos necessários para as organizações. Cada um dos sistemas anteriormente mencionados está relacionado ao escopo de um dos níveis hierárquicos da organização. Como os sistemas inteligentes têm por objetivo a qualificação do tratamento das informações, apresentamos, a seguir, um quadro com a indicação dos sistemas e suas respectivas amplitudes na estrutura organizacional: Figura 1 Os sistemas de informação e os níveis hierárquicos A utilização dos sistemas de informação pelas empresas representa a busca, cada vez mais óbvia, de contextualização das decisões tomadas pelo seu corpo gestor. Na sociedade em que vivemos, a chamada Sociedade da Informação, não faz sentido fecharmos os olhos à análise de inúmeras variáveis que, inevitavelmente, influenciam o 3

4 desenvolvimento dos processos organizacionais. A partir dessa premissa, desdobraremos, a segui,r cada um dos sistemas utilizados pelas empresas. Agora que já conhecemos o conceito de Sistema de Informação SI isso ficará mais fácil. Vamos lá? 3.1 Sistemas de processamento de transações Os sistemas de processamento de transações, também chamados de SPT, relacionam-se diretamente às operações da empresa. É por meio deles que são executadas as atividades básicas de toda a organização e se sustentam suas rotinas. Para que isso aconteça, tais sistemas utilizam-se de conceitos e estruturas de tecnologia da informação, em transações comuns de negócios, transações essas de caráter eminentemente rotineiro e repetitivo (STAIR, 1998). Para ajudar nesta compreensão, podemos definir que transação é o registro de um evento ao qual a empresa deve responder (LAUDON; LAUDON, 2004). A partir de tal definição, é possível compreendermos que os SPT são utilizados no acompanhamento de todos os processos operacionais de uma empresa. Como vimos anteriormente, relaciona-se ao primeiro nível na estrutura da organização o nível operacional. O foco principal é garantir a máxima eficiência nas atividades realizadas pela organização, conferindo a elas a máxima confiabilidade. Os SPT são responsáveis pelo início da geração de informações à empresa e, por isso, devem representar com fidelidade, por meio de suas estruturas funcionais, todo o escopo de ações realizadas cotidianamente pelas organizações. A título de exemplo, podemos citar os sistemas de controle de estoques, folha de pagamento, contas a pagar/receber e uma infinidade de sistemas que são conjugados nas estruturas dos grandes sistemas utilizados pelas empresas, os ERP (Enterprise Resource Planning), assunto que abordaremos em uma unidade específica, graças à sua abrangência, importância e utilização pelas empresas atualmente Funções dos SPT Os Sistemas de Processamento de Transações têm, como função principal, o registro, monitoramento, avaliação, ordenação, listagem e agrupamento das informações operacionais da empresa. Outra função, igualmente importante, é a atualização de todos os registros das atividades realizadas, pois, dessa forma, a organização pode permitir maior integração entre as diversas atividades que são realizadas concomitantemente e que sustentam a estrutura do negócio. Segundo Rezende (2003b, p. 133), os sistemas de informação operacionais controlam os dados detalhados das operações das funções 4

5 empresariais imprescindíveis ao funcionamento harmônico da empresa, auxiliando a tomada de decisão do corpo técnico das unidades departamentais. De qualquer modo, é preciso que o gestor tenha em mente algumas características comuns aos SPT. Vamos ver quais são elas? Características dos SPT Os SPT são utilizados em vários departamentos/áreas da organização. Por seu caráter operacional, estão presentes em praticamente todas as tarefas executadas pela empresa, podendo ser visualizados na gestão de estoques, recursos humanos e também na área financeira, para parar em alguns exemplos. Suas características principais são: grande volume de dados de entrada e saída; necessidade de eficiência no processamento; grande número de acessos/usuários; armazenamento de grande espaço para armazenagem dos dados; processos simplificados; boa usabilidade; validação dos dados; estabilidade do sistema. Tais características podem ser consideradas básicas para os SPT. De qualquer modo, podemos observar outras, de acordo com as especificidades de cada empresa e seus processos Entradas e saídas dos SPT Como vimos em nosso primeiro capítulo, todos os sistemas têm os mesmos parâmetros: entrada, processamento, saídas e feedback. Para auxiliá-lo na compreensão de cada um dos sistemas que trabalharemos, vamos indicar quais são suas entradas, aqui entendidas como as atividades iniciais, e as saídas, ou seja, o produto desta atividade. Vamos lá? A principal entrada dos SPT são as listagens dos processos desenvolvidos rotineiramente e suas habituais atualizações. Podemos citar, como exemplo, os pedidos de venda/compra, os pagamentos efetuados, as contas a pagar, o registro de colaboradores e a atualização do estoque com aquisições e/ou baixas. Para finalizar, vale a pena mencionar que as entradas são obtidas, por meio de 5

6 digitação, de scanners, de arquivos enviados pela Internet, por mensagens de voz, leitoras ópticas, etc. As saídas, em contrapartida, são etiquetas para embalagens, dados que são enviados e processados por outros sistemas e, também, relatórios padronizados, utilizados para o controle das transações da empresa, tendo normalmente a periodicidade diária ou no máximo semanal. Evoluindo na estrutura da organização, conheceremos a seguir os sistemas de informação gerencial. Vamos nessa? 3.2 Sistemas de Informação Gerenciais Todas as decisões dos gestores de uma organização baseiam-se nas informações que possuem. Quanto maior o conhecimento sobre determinado assunto, maiores as chances de êxito em relação ao que deve ser feito. Nesse panorama, vale ressaltar que as decisões são tomadas, em sua grande maioria, em um ambiente de incertezas, tempo escasso e muitas mudanças. Se, no nível operacional, temos o grande rol de atividades que impulsionam a organização, no nível tático ou gerencial, é que tais atividades são efetivamente administradas. Como vimos em disciplinas anteriores, à medida que o colaborador ascende hierarquicamente, mais desenvolve as funções gerenciais de planejamento, organização, direção e controle. Obviamente que o controle de todas as operações não é tarefa simples e reside aí a importância dos sistemas de informação gerenciais. Segundo Stair (1998), os SIG são considerados um agrupamento organizado de pessoas, procedimentos, banco de dados e dispositivos usados para oferecer informações de rotina aos administradores e decisores, focando a eficácia gerencial Funções dos SIG Os sistemas de informação gerenciais são comumente utilizados pelas organizações, com o objetivo de sintetizar, por meio do agrupamento e seleção de dados estruturados nos sistemas de processamento de transações. Como vimos, nos SPT, o volume de dados, tanto de entrada quanto de saída, é enorme, e por isso a análise por parte dos gerentes seria muito dificultada, sem um adequado tratamento, ou seja, sem uma adequada síntese desses dados. É importante frisarmos que, ao mesmo tempo em que os gestores necessitam uma visão completa dos processos organizacionais, esta deve ser resumida, de fácil interpretação e análise. Além de tais apontamentos, por meio dos SIG, a organização alinha seus processos, em busca do alcance de suas metas. 6

7 3.2.2 Características dos SIG Gestão de Sistemas de Informação Como vimos, nos SIG as informações são apresentadas de modo a facilitar a análise dos gestores e suas consequentes decisões. Como características dos SIG podemos citar: geração de relatórios mediante solicitação dos gestores, com o cruzamento de dados específicos; geração de relatórios de exceção, buscando a identificação da variabilidade de processos; produção de relatórios padronizados, objetivando a comunicação com as demais esferas da organização; utilização dos SPT como referencial básico à constituição de seus relatórios. Todas as características acima listadas compõem a essência da aplicação dos sistemas de informação gerencial nas organizações. Vejamos quais são suas entradas e saídas Entradas e saídas dos SIG A base de dados que compõem os SIG (entradas) é formada tanto por dados internos quanto externos. Isso dá uma dimensão da importância de tais sistemas para o processo decisório que se estrutura nas organizações. Os dados internos possuem maior relevância na articulação necessária à concretização da informação, tendo como origem as bases dos SPT. Neste caso, as fontes externas são advindas dos fornecedores, clientes e do próprio mercado. Em contrapartida, as saídas normalmente são estruturadas em forma de relatórios utilizados pelos gestores das mais diversas áreas da empresa. Podem ser produzidos das seguintes formas: relatórios programados, relatórios programados especiais, relatórios sob solicitação e de exceção. 3.3 Sistemas de Apoio à Decisão Os sistemas de apoio à decisão são utilizados pelas organizações com o objetivo de fornecer suporte aos gestores em seu processo decisório. Até aí nenhuma novidade. A diferença fundamental é que suas funcionalidades respondem a questões ou problemas não previstos, ou seja, que não acontecem rotineiramente, mas que precisam de respostas rápidas, imediatas. Os SAD formam-se com a combinação de diversas fontes de dados e desenvolvem seu processamento, por meio de análises aprofundadas (modelos matemáticos complexos) 7

8 em software com interface amigável (usabilidade). Isso porque a base de dados é muito grande e de fontes distintas e seus resultados impactam sobremaneira as decisões da alta cúpula da organização Funções do SAD Por conta de suas especificidades, os SAD constituem-se sistemas mais flexíveis que os SIG e os SPT. São modelados para auxiliar os gestores, nas diversas situações em que decisões são tomadas. Tais sistemas podem colaborar em muitas das fases de solução de um problema, frequência de decisões e diferentes graus da estrutura de um problema (STAIR, 1998). Se, por uma lado, os problemas rotineiros, que já fazem parte do escopo de decisões de uma organização, têm soluções praticamente standardizadas (padronizadas), ou seja, quase prontas e automáticas, os problemas expostos aos SAD não são estruturados e, por isso, não podem ser previstos, nem tampouco têm soluções simples (LAUDON; LAUDON, 2004). Reside aí a magnitude de suas aplicações e também sua importância para as organizações em tempos de mudança como o que vivemos Características dos SAD Listamos abaixo algumas características dos Sistemas de Apoio à Decisão SAD: manipulação de grande e complexo volume de dados; obtenção e processamento de dados de fontes diversas e diferentes; flexibilidade de organização de relatórios e informações; análises complexas e particulares, mediante o processamento de informações qualitativas e quantitativas Entradas e Saídas dos SAD Os SAD processam grandes volumes de dados como já dissemos. Estes são de fontes internas e externas. Em particular, as fontes internas correspondem aos sistemas legados da empresa, e as externas englobam dados sobre clientes, já utilizados em outros sistemas e áreas, dados de fornecedores não utilizados em outros sistemas da empresa e também índices econômicos, do mercado e outros que sejam pertinentes ao problema em questão. As saídas, normalmente na forma de relatórios, são configuradas de acordo com as 8

9 especificidades requeridas pela situação. Objetivamente, busca-se o subsídio às diversas questões que necessitam ser respondidas pelos gestores de uma organização, cotidianamente. Abordaremos, a seguir, aspectos dos bancos de dados, pois sem uma adequada armazenagem, não estariam à disposição dos gestores quando necessário, certo? 4. Data Warehouse O conceito de data warehouse refere-se às estruturas de armazenagem de dados. Literalmente, warehouse significa armazém. O seu objetivo fundamental é garantir, por meio de adequados processos de organização, a busca facilitada dos dados de que a organização dispõe e que são utilizados nos níveis tático/gerencial e estratégico. Segundo Singh (2001, p.12), data warehouse é o processo de integração dos dados corporativos de uma empresa em um único repositório a partir do qual os usuários finais podem facilmente executar consultas, gerar relatórios e fazer análises. Um data warehouse é um ambiente de suporte à decisão que alavanca dados armazenados em diferentes fontes, organiza-os e entrega aos tomadores de decisões da empresa independentemente da plataforma utilizada. Em termos gerais, podemos nos remeter à análise dos data warehouse como uma ferramenta que auxilia a empresa em termos de sua competitividade, graças à sua capacidade de analisar com qualidade os dados da organização. 5. Data Mining Os processos do data mining referem-se à mineração ou garimpagem de dados. Suas técnicas fundamentam-se na capacidade de identificar em pormenores algum tipo de associação, classificação e/ou agrupamento entre os dados dispostos e à disposição da empresa. Trata, normalmente, da descoberta de algo ainda não percebido pelo corpo gestor da organização, ou seja, organiza e estrutura os dados armazenados no data warehouse, de modo que sua recombinação permita a observação de novos aspectos ligados ao processo decisório da organização. Segundo Carvalho (2001, p.7), os processos do data mining referem-se ao uso de técnicas automáticas de exploração de grandes quantidades de dados de forma a descobrir novos padrões e relações que, devido ao volume de dados, não seriam facilmente descobertos a olho nu pelo ser humano. 9

10 Tais processos podem ser aplicados, entre outros exemplos, para observar e analisar questões relativas ao comportamento do consumidor e suas principais nuances. A compreensão de aspectos outrora desconhecidos pelas empresas permite, além de ganhos em termos de sua competitividade, a possibilidade de ofertar produtos/serviços que estejam mais fortemente ligados às expectativas dos clientes, fidelizando-os. Saiba mais Para que você visualize um exemplo da utilização da mineração de dados, trazemos aqui um caso clássico o uso do data mining nos processos do supermercado Wall Mart. Você verá, a partir da leitura do texto que pode ser encontrado no link <http://bit.ly/rtv3k>. Tenho certeza que, após a leitura do texto, sua compreensão será muito maior. O próximo passo é pensar em como trabalhar processos similares na organização em que você atua. Que associações podem ser feitas entre os produtos do seu portfólio? Será que não está na hora de descobrir. 6. Sistemas Inteligentes e Sistemas especialistas Será correto associarmos tal qualidade aos sistemas? Os sistemas podem ser mesmo inteligentes? Sim, e para começar, vejamos uma definição. Para Rezende (2003, p.7), entre as habilidades inteligentes está a habilidade para armazenar e recuperar eficientemente grande quantidade de informação, para resolver problemas ou tomar decisões [...] o centro desse tipo de comportamento refere-se não somente à nossa habilidade organizacional complexa, mas também à nossa habilidade para adaptar ou modificar nosso comportamento baseado na racionalidade (bom senso) e empregar várias habilidades a uma dada situação. Em resumo, os sistemas inteligentes são aqueles capazes de utilizar o conhecimento no intuito de resolver problemas e, principalmente, aprender. Outro conceito importante nesta análise é a Inteligência Artificial. É justamente ela que possibilita ao sistema o aprendizado necessário á execução de suas funções em sua máxima plenitude. Em essência, o diferencial dos sistemas inteligentes é o fato de terem em sua estrutura o conhecimento. Pensando em uma lógica de processamento sistêmica, a informação, quando processada em especial, transforma-se em informação útil, adquire a qualidade de conhecimento. No escopo dos sistemas inteligentes, podemos analisar, com destaque, os sistemas 10

11 especialistas. Tendo por base os conhecimentos específicos de profissionais de um determinado campo do saber humano, estruturam-se os alicerces do processamento dos sistemas especialistas. Segundo O Brien, o uso de um sistema especialista envolve uma sessão interativa baseada no computador e na qual é explorada a solução para o problema, com o sistema especialista atuando como consultor do usuário final. O sistema especialista faz perguntas ao usuário, consulta sua base de conhecimento em busca de fatos, regras ou outro conhecimento, explica seu processo de raciocínio quando perguntado e dá conselhos ao usuário na área que está sendo explorada. Tais sistemas são cada vez mais utilizados pelas empresas e profissionais das mais diversas áreas, da medicina à engenharia. Na administração, os sistemas especialistas configuram-se como apêndices dos Sistemas de Apoio à Decisão, graças à sua capacidade de análise de dados complexos e pouco estruturados. Como vimos neste capítulo, a organização possui diversos sistemas e cada um deles realiza processos específicos à geração de informações úteis que variam em complexidade, na medida em que o processo decisório se torna mais complicado. Conhecer o detalhamento das atividades realizadas pela empresa, é condição básica para que saibamos as articulações e interrelações que se estabelecem entre todos os departamentos/áreas da empresa. A base da estrutura organizacional e seu detalhamento (operacional, tático e estratégico) posicionam o gestor frente ao desafio de identificar os processos e também as melhores formas de sistematizá-los, com vistas à melhoria do fluxo de informação e, também, do desempenho organizacional. No próximo capítulo, estudaremos dois importantes aspectos à adequada gestão dos sistemas de informação: o planejamento e o desenvolvimento de sistemas. O detalhamento dos aspectos inerentes a cada um dos processos é fundamental à compreensão da importância das informações, para a gestão da organização. Veremos o roteiro do planejamento, com a identificação de uma metodologia própria de abordagem do processo, aspectos relativos à qualificação dos colaboradores e os passos necessários até o momento de implantação dos sistemas. Além disso, conversaremos sobre o desenvolvimento e a manutenção dos sistemas, sempre com foco nos potenciais ganhos de eficácia por parte da organização. 11

12 Atividades 1 -Em relação aos SPT (Sistemas de Processamento de Transações) e aos SIG (Sistemas de Informação Gerencial), classifique como V (verdadeiro) ou F (falso), selecionando, a seguir, a alternativa que apresenta a seqüência de respostas correta. ( ) Os dados que integram um SIG são todos obtidos internamente, tendo como fonte exclusiva os Sistemas Transacionais. As informações de saída de um Sistema de Informação Gerencial são, geralmente, uma coleção de relatórios que são distribuídos aos administradores dos diversos ramos da empresa. ( ) Os SPT apresentam algumas características comuns, entre as quais podemos citar o pequeno volume de dados de entrada e, consequentemente, reduzida quantidade de saídas, mediante o uso de computação complexa, envolvendo, na maioria das vezes, aplicações com estruturas de cálculo avançadas. ( ) Um dos exemplos mais conhecidos e utilizados dos SPT são os Sistemas Especialistas, que buscam solucionar problemas, utilizando as mesmas etapas de um especialista humano, e tentam equiparar ou superar o desempenho das pessoas na execução de tarefas definidas e em áreas com domínio especificado. ( ) Os Sistemas de Processamento de Transações (SPT) tratam do negócio da empresa, dão suporte à rotina da organização e garantem que as operações sejam completadas com sucesso. Tais sistemas aplicam os conceitos da tecnologia da informação em transações comuns de negócios, que geralmente são rotineiras e repetitivas. ( ) Os SPT têm como principal entrada as listagens dos processos rotineiros da empresa e as suas atualizações. Alguns exemplos desses processos são os pedidos de compra e venda, pagamentos, registros dos empregados e atualização do estoque. A) V, V, F, F, V B) F, F, F, V, V C) V, F, V,V, F D) F, V, V, F, F 2 -Sobre sistemas de informação gerencial, classifique cada uma das afirmativas abaixo como verdadeira (V) ou falsa (F), selecionando, posteriormente, a alternativa que representa a sequência correta: ( ) Apresentam aos administradores uma visão bastante detalhada (não resumida) das operações realizadas no cotidiano da empresa, listando todas as transações realizadas, de modo que os administradores possam controlar, organizar e planejar, mais eficaz e 12

13 eficientemente, os processos e transações realizadas em toda a empresa. Gestão de Sistemas de Informação ( ) Utilizam, como principal fonte de alimentação, os sistemas de processamento de transações da empresa. ( ) A saída dos SIG é composta por uma listagem de dados que são distribuídos à alta gestão da empresa, de forma a dar suporte aos SPT. ( ) Os relatórios sob solicitação são desenvolvidos para atender pedidos específicos do administrador. Já os relatórios de exceção são gerados quando uma situação anormal ocorre no processamento das transações da empresa. A) F,V,V,V B) F,V,F,V C) V,F,F,V D) V,F,V,V 3 -Em relação aos SPT (Sistemas de Processamento de Transações), classifique como V (verdadeiro) ou F (falso), selecionando, a seguir, a alternativa que apresenta a sequência de respostas correta. ( ) Um dos exemplos mais conhecidos e utilizados dos SPT é o de data warehouse, que é um tipo de sistema que busca organizar os dados corporativos da melhor maneira, para dar subsídios de informações para as decisões de nível operacional. ( ) Os Sistemas de Processamento de Transações (SPT) tratam do negócio da empresa, dão suporte à rotina da organização e garantem que as operações sejam completadas com sucesso. Para que isso seja possível, esses sistemas aplicam os conceitos da tecnologia da informação em transações comuns de negócios, que geralmente são rotineiras e repetitivas. ( ) Os SPT têm, como principal entrada, as atividades desenvolvidas cotidianamente pela organização e as suas atualizações. Alguns exemplos desses processos são os pedidos de compra e venda, pagamentos, registros dos empregados e atualização do estoque. ( ) Os SPT apresentam algumas características comuns, entre as quais podemos citar o grande volume de dados de entrada e, consequentemente, grande quantidade de saída e o uso de computação simples, envolvendo, na maioria das vezes, apenas aplicações como adição, subtração, divisão e multiplicação. A) V, V,F, F B) F, F, V,V C) V, F, V,V D) F, V, V,V 13

14 4 -Complete as lacunas com o tipo de sistema correspondente, assinalando a seguir a alternativa que apresenta a sequência correta. I -Os atendem principalmente o nível de gerência de uma organização e são utilizados para ajudar os gerentes, administradores e diretores da empresa a tomar decisões não usuais, ou seja, decisões que, na maioria das vezes, não podem ser previstas, mas que precisam ser tomadas com rapidez e coerência. II -Os atendem o nível mais elementar de umaorganização, processando os dados de suas operações. São importantesfornecedores de dados para o nível operacional e também para os níveis maiselevados de uma empresa. III -Como função dos, podemos citar controlar,organizar e planejar, eficaz e eficientemente, os processos e transaçõesrealizadas em toda a empresa, uma vez que este tipo de sistema agrupa e sintetiza os dados das operações da organização, para facilitar a tomada de decisão pelos gestores; IV -Os vêm sendo usados nos mais diferentes tipos de aplicação em diversas áreas, sendo que as que mais utilizam são: medicina, engenharia, ciências físicas e administração. No campo de administração, esses sistemas são utilizados em conjunto com os sistemas de apoio à decisão, auxiliando em análises complexas, em que os dados são duvidosos, contraditórios ou de validade limitada. A) Sistemas de Apoio à Decisão; Sistemas de Processamento de Transações; Sistemas de Informação Gerencial; Sistemas Especialistas. B) Sistemas Especialistas; Sistemas de Apoio à Decisão; Sistemas de Processamento de Transações; Sistemas de Informação Gerencial. C) Sistemas de Informação Gerencial; Sistemas de Processamento de Transações; Sistemas de Apoio à Decisão; Sistemas Especialistas. D) Sistemas de Informação Gerencial; Sistemas Especialistas; Sistemas de Apoio à Decisão; Sistemas de Processamento de Transações. 5-Os sistemas de informação não indicam necessariamente o uso de computadores. De qualquer forma, a tecnologia pode auxiliar os tomadores de decisão a acessar, de modo mais rápido e eficaz, as informações necessárias à consecução de seus processos. Como os sistemas de informação são utilizados na empresa em que você trabalha? Todos os processos já se encontram informatizados? É uma excelente oportunidade de analisar criticamente o perfil de sua empresa no que tange ao valor dado às informações. 14

15 Comentários das atividades Para responder a atividade 1, você deve ter observado aspectos referentes aos sistemas de processamento de transações e também o sistema de informação gerencial. Analisando as assertivas, verificou que as três primeiras estão incorretas, devido a erros conceituais. Na primeira, a indicação de que os dados do SIG são obtidos internamente é equivocada; na segunda, o erro está na vinculação dos SPT a pequenos volumes de dados; e, na terceira, o erro reside na afirmação de que os sistemas especialistas são exemplos de sistemas de processamento de informações. As assertivas seguintes estão corretas, e isto implica na definição de resposta correta na assertiva (b). A atividade 2 tem por objetivo auxiliá-lo na compreensão de conceitos ligados aos SIG. Tendo por base a mesma estrutura da atividade anterior, você deve ter percebido que a primeira e a terceira assertivas são falsas, pois o detalhamento das informações diz respeito ao SPT e suas informações são base para os SAD, e não aos sistemas de processamento de transações. A segunda assertiva traz com correção questões ligadas às entradas dos SIG, e a quarta expõe, de maneira coerente, aspectos de suas saídas. A reposta correta é, portanto, a alternativa (b). Na atividade 3, voltamos a falar sobre os sistemas de processamento de transações. Nela, você deve ter notado que a única afirmação que possui incoerência é a primeira, pois o data warehouse não é, definitivamente, um exemplo de SPT. Como as outras assertivas estão corretas, na identificação da resposta, você deve ter escolhido a alternativa (d). Na atividade 4, bastava apenas identificar a que tipo de sistemas se referem às afirmações, preenchendo os espaços vazios. Moleza, não? Essa, vou deixar para discutirmos no Ambiente Virtual de Aprendizagem. O que acha? Na última de nossas atividades, propusemos um exercício. Analise criticamente como se estruturam a base de dados e as informações necessárias à gestão da sua empresa. Você já sabe o valor que as informações têm e seu papel no processo decisório empresarial e, por isso, saberá atuar para proporcionar melhorias, em relação aos fluxos existentes. Referências CARVALHO, Luiz Alfredo Vidal de. Datamining: a mineração de dados no marketing, medicina, economia, engenharia e administração. São Paulo: Érica, CRUZ, Tadeu. Sistemas, organização e métodos: estudo integrado das novas tecnologias de informação. São Paulo: Atlas, HOUAISS, Antônio. Dicionário da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva,

16 LAUDON, Kenneth C.; LAUDON, Jane P. Sistemas de informações gerenciais: administrando a empresa digital. São Paulo: Prentice Hall, O BRIEN, James A. Sistemas de informação e as decisões gerenciais na era da internet. São Paulo: Saraiva, REZENDE, Solange. O. Sistemas inteligentes: fundamentos e aplicações. Barueri: Manole, REZENDE, Denis Alcides. Tecnologia da Informação aplicada a sistemas de informação empresariais: o papel estratégico da informação e dos sistemas de informação nas empresas. São Paulo: Atlas, SINGH, Harry S. Data Warehouse: conceitos, tecnologias, implementação e gerenciamento. São Paulo: Pearson, STAIR, R. M. Princípios de Sistemas de Informação: uma abordagem gerencial. São Paulo: ITP,

Sistema. Atividades. Sistema de informações. Tipos de sistemas de informação. Everson Santos Araujo everson@everson.com.br

Sistema. Atividades. Sistema de informações. Tipos de sistemas de informação. Everson Santos Araujo everson@everson.com.br Sistema Tipos de sistemas de informação Everson Santos Araujo everson@everson.com.br Um sistema pode ser definido como um complexo de elementos em interação (Ludwig Von Bertalanffy) sistema é um conjunto

Leia mais

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Franco Vieira Sampaio 1 Atualmente a informática está cada vez mais inserida no dia a dia das empresas, porém, no início armazenavam-se os dados em folhas,

Leia mais

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos Denis Alcides Rezende Do processamento de dados a TI Na década de 1960, o tema tecnológico que rondava as organizações era o processamento de

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação

Estratégias em Tecnologia da Informação Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 6 Sistemas de Informações Estratégicas Sistemas integrados e sistemas legados Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados Material de apoio 2 Esclarecimentos

Leia mais

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr.

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. 15 Aula 15 Tópicos Especiais I Sistemas de Informação Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. Site Disciplina: http://fundti.blogspot.com.br/ Conceitos básicos sobre Sistemas de Informação Conceitos sobre Sistemas

Leia mais

Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Na prática, não existe uma classificação rígida, permitindo aos autores e principalmente as empresas classificar seus sistemas de diversas maneiras. A ênfase

Leia mais

1. Introdução. Saiba mais

1. Introdução. Saiba mais 1. Introdução Gestão de Sistemas de Informação Aula 3 -Planejamento e desenvolvimento de sistemas de informação Prof: Cleber A. de Oliveira Para a adequada compreensão deste conteúdo, é preciso que estejam

Leia mais

Tecnologias e Sistemas de Informação

Tecnologias e Sistemas de Informação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 02 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

PERSPECTIVA FUNCIONAL DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E TIPOS DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO

PERSPECTIVA FUNCIONAL DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E TIPOS DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO CURSO: GESTÃO AMBIENTAL PROFESSOR: WENES SILVA DOS SANTOS ALUNOS: ANDRÉ VIANA CAVALCANTE, DANILO CARVALHO DE OLIVEIRA, GEISA MOREIRA DE SOUSA, FERNANDA MONTES, LIAMAR MONTES, PRISCILA CASTRO, RAIMUNDINHA

Leia mais

Tópicos Especiais em Economia e Gestão da Saúde

Tópicos Especiais em Economia e Gestão da Saúde Tópicos Especiais em Economia e Gestão da Saúde Sistemas de Informações ( Parte I) Patrícia Paula Dias de Sá Residente de Administração em Gestão Hospitalar Hospital Universitário - UFJF Ato ou efeito

Leia mais

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com. Conceitos - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação - Dados x Informações Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.br Definição de Sistema Uma coleção de objetos unidos por alguma forma

Leia mais

Sistemas de Informação CEA460 - Gestão da Informação

Sistemas de Informação CEA460 - Gestão da Informação Sistemas de Informação CEA460 - Gestão da Informação Janniele Aparecida Conceitos Sistema de Informação Conjunto de componentes interrelacionados que coletam (ou recuperam), processam e armazenam e distribuem

Leia mais

Sistemas de Informações. Profº: Daniel Gondim

Sistemas de Informações. Profº: Daniel Gondim Sistemas de Informações Profº: Daniel Gondim 1 Roteiro O que é um sistema de informação. Entrada, processamento, saída, feedback. SI (Manuais e Computadorizados). Tipos de Sistema de Informação e Grupos

Leia mais

www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br

www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br Outras Apostilas em: www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br Centro Universitário Geraldo di Biase 1. Sistemas, Processos e Informações Ao observarmos o funcionamento de um setor

Leia mais

Sistemas de Informação Gerenciais (SIG)

Sistemas de Informação Gerenciais (SIG) Faculdade de Engenharia - Campus de Guaratinguetá Sistemas de Informação Gerenciais (SIG) Prof. José Roberto Dale Luche Unesp Um SISTEMA DE INFORMAÇÃO é um conjunto de componentes inter-relacionados, desenvolvidos

Leia mais

CAPÍTULO 7. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO (SAD) SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO (SSD)

CAPÍTULO 7. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO (SAD) SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO (SSD) 1 CAPÍTULO 7. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO (SAD) SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO (SSD) A necessidade dos SAD surgiu em decorrência de diversos fatores, como, por exemplo: Competição cada vez maior entre as

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO GERENCIAL PARA AS EMPRESAS

A IMPORTÂNCIA DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO GERENCIAL PARA AS EMPRESAS A IMPORTÂNCIA DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO GERENCIAL PARA AS EMPRESAS Gilmar da Silva, Tatiane Serrano dos Santos * Professora: Adriana Toledo * RESUMO: Este artigo avalia o Sistema de Informação Gerencial

Leia mais

Lógica de Programação

Lógica de Programação Lógica de Programação Sistema de Informação Sistemas de Informação em Negócios e SIG Francisco Rodrigues Sistemas de Informação em Negócios Ajudam os funcionários na execução das tarefas, principalmente

Leia mais

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação UNIFEI Universidade Federal de Itajubá Prof. Dr. Alexandre Ferreira de Pinho 1 Componentes de uma empresa Organizando uma empresa: funções empresariais básicas Funções

Leia mais

SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE TRANSAÇÕES (SPT) PARADA OBRIGATÓRIA!!! SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (SPT, SIG e ERP) CONTEÚDO DA AULA

SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE TRANSAÇÕES (SPT) PARADA OBRIGATÓRIA!!! SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (SPT, SIG e ERP) CONTEÚDO DA AULA PROF.ª MARCIA CRISTINA DOS REIS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 14/08/2012 Aula 4 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (SPT, SIG e ERP) PARADA OBRIGATÓRIA!!! LEITURA DO LIVRO DO TURBAN, RAINER JR E POTTER Sistemas SPT p. 212

Leia mais

O QUE SÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO? Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br

O QUE SÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO? Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br O QUE SÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO? Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br O QUE SÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO? Dado Informação Conhecimento Sistemas de Informação DADO O DADO consiste

Leia mais

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Material de Apoio Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações.

Leia mais

Coletividade; Diferenciais; Informação; Dado; Informação; Conhecimento. Coletar informação; e Identificar as direções.

Coletividade; Diferenciais; Informação; Dado; Informação; Conhecimento. Coletar informação; e Identificar as direções. Revisão 1 Coletividade; Diferenciais; Informação; Dado; Informação; Conhecimento Coletar informação; e Identificar as direções. Precisa; Clara; Econômica; Flexível; Confiável; Dirigida; Simples; Rápida;

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais Aula 4 Sistema de Informação SI baseado em computadores Organização, administração e estratégia Professora: Cintia Caetano INTRODUÇÃO Sistemas de Informação são parte

Leia mais

SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO SAD

SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO SAD SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO SAD Conceitos introdutórios Decisão Escolha feita entre duas ou mais alternativas. Tomada de decisão típica em organizações: Solução de problemas Exploração de oportunidades

Leia mais

E-Business global e colaboração

E-Business global e colaboração E-Business global e colaboração slide 1 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. 2.1 Copyright 2011 Pearson Education, Inc. publishing as Prentice Hall Objetivos de estudo Quais as principais

Leia mais

SIG e SAE. Daniel Gondim

SIG e SAE. Daniel Gondim SIG e SAE Daniel Gondim Roteiro Sistemas de Informações Gerenciais (SIG) Conceitos Aplicações Sistemas de Apoio ao Executivo (SAE) Conceitos Aplicações O SIG dá suporte às funções de planejamento, controle

Leia mais

SAD orientado a DADOS

SAD orientado a DADOS Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Sistemas de Informação Prof.: Maico Petry SAD orientado a DADOS DISCIPLINA: Sistemas de Apoio a Decisão SAD orientado a dados Utilizam grandes repositórios

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação INSTITUTO VIANNA JÚNIOR LTDA FACULDADES INTEGRADAS VIANNA JÚNIOR Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação Lúcia Helena de Magalhães 1 Teresinha Moreira de Magalhães 2 RESUMO Este artigo traz

Leia mais

Conceitos de Sistemas de Informação

Conceitos de Sistemas de Informação Conceitos de Sistemas de Informação Prof. Miguel Damasco AEDB 1 Objetivos da Unidade 1 Explicar por que o conhecimento dos sistemas de informação é importante para os profissionais das empresas e identificar

Leia mais

Planejamento operacional e sistemas automatizados de gestão de recursos organizacionais. Prof. Gilberto Porto porto@gilbertoporto.com.

Planejamento operacional e sistemas automatizados de gestão de recursos organizacionais. Prof. Gilberto Porto porto@gilbertoporto.com. Planejamento operacional e sistemas automatizados de gestão de recursos organizacionais Prof. Gilberto Porto porto@gilbertoporto.com.br Sistemas de Informação SE SSD/ SAE Estratégico Tipos de decisão Não

Leia mais

Sistemas de Informação: tipos e características

Sistemas de Informação: tipos e características Sistemas de Informação: tipos e características Tipos de sistemas de informação. Os quatro tipos principais de sistemas de informação. Sistemas do ponto de vista de pessoal Sistemas de processamento de

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 3.1 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA 3.1 2003 by Prentice Hall 3 ão, Organizações ões, Administração e Estratégia OBJETIVOS

Leia mais

Sistemas Integrados de Gestão I

Sistemas Integrados de Gestão I Sistema Binário Faculdades Integradas Campos Salles Sistemas Integrados de Gestão I Aula - 8 Classificação dos sistemas de informação Carlos Antonio José Oliviero São Paulo - 2012 Tipos de SIs de acordo

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

MPA 015 Fundamentos de Sistemas de Informação

MPA 015 Fundamentos de Sistemas de Informação MPA 015 Fundamentos de Sistemas de Informação UNIFEI Universidade Federal de Itajubá Mestrado Profissional em Administração Prof. Dr. Alexandre Ferreira de Pinho Prof. Dr. Fábio Favaretto 1 Informações

Leia mais

A Importância da Visão Sistêmica para a Introdução dos Sistemas Informatizados nas Organizações

A Importância da Visão Sistêmica para a Introdução dos Sistemas Informatizados nas Organizações A Importância da Visão Sistêmica para a Introdução dos Sistemas Informatizados nas Organizações Carlos Campello Introdução Nos dias atuais existe a necessidade de constantes modificações das estratégias

Leia mais

Aula 1 Conceitos básicos de Sistemas de Informação.

Aula 1 Conceitos básicos de Sistemas de Informação. Aula 1 Conceitos básicos de Sistemas de Informação. Dados X Informações O que são Dados? São materiais brutos que precisam ser manipulados e colocados em um contexto compreensivo antes de se tornarem úteis

Leia mais

08/03/2009. Como mostra a pirâmide da gestão no slide seguinte... Profª. Kelly Hannel. Fonte: adaptado de Laudon, 2002

08/03/2009. Como mostra a pirâmide da gestão no slide seguinte... Profª. Kelly Hannel. Fonte: adaptado de Laudon, 2002 Pirâmide da Gestão Profª. Kelly Hannel Fonte: adaptado de Laudon, 2002 Diferentes tipos de SIs que atendem diversos níveis organizacionais Sistemas do nível operacional: dão suporte a gerentes operacionais

Leia mais

Sistemas de Informação Gerencial. Contextualização. Aula 4. Organização da Disciplina. Organização da Aula. Área Funcional

Sistemas de Informação Gerencial. Contextualização. Aula 4. Organização da Disciplina. Organização da Aula. Área Funcional Sistemas de Informação Gerencial Aula 4 Contextualização Prof. Me. Claudio Nogas Organização da Disciplina Buscaremos, por meio da apresentação de conceitos, exemplos de como gerar conhecimentos sobre

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão I

Sistema Integrado de Gestão I Sistema Binário Faculdades Integradas Campos Salles Sistema Integrado de Gestão I Aulas 3 e 4 Administração da Empresa Digital Parte I Carlos Antonio José Oliviero São Paulo - 2012 Objetivos Qual é o papel

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS O PODER DA INFORMAÇÃO Tem PODER quem toma DECISÃO Toma DECISÃO correta quem tem SABEDORIA Tem SABEDORIA quem usa CONHECIMENTO Tem CONHECIMENTO quem possui INFORMAÇÃO (Sem

Leia mais

Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações. Um SIG gera

Leia mais

GESTÃO EMPRESARIAL E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

GESTÃO EMPRESARIAL E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO * César Raeder Este artigo é uma revisão de literatura que aborda questões relativas ao papel do administrador frente à tecnologia da informação (TI) e sua

Leia mais

Capítulo 2 E-Business global e colaboração

Capítulo 2 E-Business global e colaboração Objetivos de estudo Capítulo 2 E-Business global e colaboração Quais as principais características de um negócio que são relevantes para a compreensão do papel dos sistemas de informação? Como os sistemas

Leia mais

Conversa Inicial. Olá! Seja bem-vindo à quarta aula de Fundamentos de Sistemas de Informação.

Conversa Inicial. Olá! Seja bem-vindo à quarta aula de Fundamentos de Sistemas de Informação. Conversa Inicial Olá! Seja bem-vindo à quarta aula de Fundamentos de Sistemas de Informação. Hoje iremos abordar os seguintes assuntos: a origem dos sistemas integrados (ERPs), os módulos e fornecedores

Leia mais

Estudar os Sistemas de Processamento de Transação (SPT)

Estudar os Sistemas de Processamento de Transação (SPT) Estudar a Colaboração Empresarial. Objetivos do Capítulo Estudar os Sistemas de Processamento de Transação (SPT) Identificar o papel e alternativas de relatórios dos sistemas de informação gerencial. Estudar

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Prof. José Carlos Vaz Baseado em LAUDON, K. & LAUDON, J. Sistemas de Informação Gerenciais. Pearson, 2004 (5a. ed.).

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Prof. José Carlos Vaz Baseado em LAUDON, K. & LAUDON, J. Sistemas de Informação Gerenciais. Pearson, 2004 (5a. ed.). SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. José Carlos Vaz Baseado em LAUDON, K. & LAUDON, J. Sistemas de Informação Gerenciais. Pearson, 2004 (5a. ed.). O que é um sistema de informação? Um conjunto de componentes

Leia mais

:: Portfólio OBJETIVO

:: Portfólio OBJETIVO Disciplina Portfólio N 03 Engenharia de Software Sistema de Informações OBJETIVO :: Portfólio Levar o aluno a conhecer as principais características de um Sistema de Informação e quais os critérios de

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 04 Conceito Sistema de Informação é uma série de elementos ou componentes inter-relacionados que coletam (entrada), manipulam e armazenam (processo),

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DA EMPRESA DIGITAL

ADMINISTRAÇÃO DA EMPRESA DIGITAL Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 1.1 Capítulo 1 ADMINISTRAÇÃO DA EMPRESA DIGITAL 1.1 2003 by Prentice Hall Sistemas de Informação Gerencial Capítulo 1 Administra,cão da Empresa Digital

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais (SIG) Juliana Grigol Fonsechi - 5147903 Chang Ming - 4915182 Vanessa Herculano de Oliveira - 5146840

Sistemas de Informações Gerenciais (SIG) Juliana Grigol Fonsechi - 5147903 Chang Ming - 4915182 Vanessa Herculano de Oliveira - 5146840 Sistemas de Informações Gerenciais (SIG) Juliana Grigol Fonsechi - 5147903 Chang Ming - 4915182 Vanessa Herculano de Oliveira - 5146840 1 Contexto Reclamações comuns dos executivos: Há muita informação

Leia mais

Tecnologia Aplicada à Gestão

Tecnologia Aplicada à Gestão Tecnologia Aplicada à Gestão Parte 4 Aula 11 Fundamentos de SI Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br Introdução O que são e para que servem os Sistemas de Suporte Gerencial? Como

Leia mais

Visão Geral dos Sistemas de Informação

Visão Geral dos Sistemas de Informação Visão Geral dos Sistemas de Informação Existem muitos tipos de sistemas de informação no mundo real. Todos eles utilizam recursos de hardware, software, rede e pessoas para transformar os recursos de dados

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

Sistema de informação para controle de vendas em imobiliária

Sistema de informação para controle de vendas em imobiliária Sistema de informação para controle de vendas em imobiliária Acadêmico: Diego Vicentini Orientador: Prof. Paulo R. Dias FURB Universidade Regional de Blumenau Julho/2007 Roteiro da apresentação Introdução

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Ementa da Disciplina Fundamentos da teoria

Leia mais

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação Módulo 15 Resumo Neste módulo vamos dar uma explanação geral sobre os pontos que foram trabalhados ao longo desta disciplina. Os pontos abordados nesta disciplina foram: Fundamentos teóricos de sistemas

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL 2015 Sabemos que as empresas atualmente utilizam uma variedade muito grande de sistemas de informação. Se você analisar qualquer empresa que conheça, constatará que existem

Leia mais

Tecnologia da Informação e Comunicação. Douglas Farias Cordeiro

Tecnologia da Informação e Comunicação. Douglas Farias Cordeiro Tecnologia da Informação e Comunicação Douglas Farias Cordeiro Algumas coisas que vimos até aqui Qual a diferença entre as funções do analista e do projetista? Como funciona o ciclo de vida de um projeto

Leia mais

TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS

TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS Vimos em nossas aulas anteriores: COMPUTADOR Tipos de computadores Hardware Hardware Processadores (CPU) Memória e armazenamento Dispositivos de E/S

Leia mais

Tipos de Sistemas de Informação Aula 02 FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE

Tipos de Sistemas de Informação Aula 02 FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Tipos de Sistemas de Informação Aula 02 FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Sistemas de informação Manual técnicas de arquivamento e recuperação de informações de grandes arquivos.

Leia mais

Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii. Parte I - Empresa e Sistemas, 1

Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii. Parte I - Empresa e Sistemas, 1 Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii Parte I - Empresa e Sistemas, 1 1 SISTEMA EMPRESA, 3 1.1 Teoria geral de sistemas, 3 1.1.1 Introdução e pressupostos, 3 1.1.2 Premissas

Leia mais

Sistemas de Informação Empresarial

Sistemas de Informação Empresarial Sistemas de Informação Empresarial SAD Sistemas de Apoio à Decisão parte 1: a Tomada de Decisão Fontes: O Brien e Webaula Estácio Visão Integrada do Papel dos SI s na Empresa [ Problema Organizacional

Leia mais

Modelagem de Sistemas de Informação

Modelagem de Sistemas de Informação Modelagem de Sistemas de Informação Professora conteudista: Gislaine Stachissini Sumário Modelagem de Sistemas de Informação Unidade I 1 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO...1 1.1 Conceitos...2 1.2 Objetivo...3 1.3

Leia mais

ERP é um sistema de gestão empresarial que gerencia as informações relativas aos processos operacionais, administrativos e gerenciais das empresas.

ERP é um sistema de gestão empresarial que gerencia as informações relativas aos processos operacionais, administrativos e gerenciais das empresas. Introdução Sistemas de Informação é a expressão utilizada para descrever um Sistema seja ele automatizado (que pode ser denominado como Sistema Informacional Computadorizado), ou seja manual, que abrange

Leia mais

Existem três categorias básicas de processos empresariais:

Existem três categorias básicas de processos empresariais: PROCESSOS GERENCIAIS Conceito de Processos Todo trabalho importante realizado nas empresas faz parte de algum processo (Graham e LeBaron, 1994). Não existe um produto ou um serviço oferecido por uma empresa

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani Planejamento Estratégico de TI Prof.: Fernando Ascani Data Warehouse - Conceitos Hoje em dia uma organização precisa utilizar toda informação disponível para criar e manter vantagem competitiva. Sai na

Leia mais

Figura 1 - Processo de transformação de dados em informação. Fonte: (STAIR e REYNOLDS, 2008, p. 6, adaptado).

Figura 1 - Processo de transformação de dados em informação. Fonte: (STAIR e REYNOLDS, 2008, p. 6, adaptado). Tecnologia da Informação (TI) A tecnologia é o meio, o modo pelo qual os dados são transformados e organizados para a sua utilização (LAUDON; LAUDON, 1999). Os dados podem ser considerados como fatos básicos,

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA Capítulo 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 2.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? Como os sistemas de informação apóiam

Leia mais

EVER SANTORO www.eversantoro.com.br DOCENCIA > UNIP

EVER SANTORO www.eversantoro.com.br DOCENCIA > UNIP GESTÃO DAS INFORMAÇÕES EVER SANTORO www.eversantoro.com.br DOCENCIA > UNIP CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PROGRAMAÇÃO EXPOSIÇÃO DA DISCIPLINA Cultura da informação Informação estratégica Conceito ampliado de informação

Leia mais

Os Sistemas de Informação e a Evolução das Organizações

Os Sistemas de Informação e a Evolução das Organizações Os Sistemas de Informação e a Evolução das Organizações Leonardo C. de Oliveira1, Diogo D. S. de Oliveira1, Noemio C. Neto 1, Norberto B. de Araripe1, Thiago N. Simões1, Antônio L. M. S. Cardoso 1,2 1.Introdução

Leia mais

SIE - Sistemas de Informação Empresarial. Transação. Fontes: O Brien e Associação Educacional Dom Bosco

SIE - Sistemas de Informação Empresarial. Transação. Fontes: O Brien e Associação Educacional Dom Bosco SIE - Sistemas de Informação Empresarial SPT Sistemas de Processamento de Transação Fontes: O Brien e Associação Educacional Dom Bosco Visão Integrada do Papel dos SI s na Empresa O Brien [ Problema Organizacional

Leia mais

Sistemas de Informação Empresarial. Gerencial

Sistemas de Informação Empresarial. Gerencial Sistemas de Informação Empresarial SIG Sistemas de Informação Gerencial Visão Integrada do Papel dos SI s na Empresa [ Problema Organizacional ] [ Nível Organizacional ] Estratégico SAD Gerência sênior

Leia mais

Universidade Cruzeiro do Sul. Campus Virtual Unidade I: Unidade: Processos Mercadológicos

Universidade Cruzeiro do Sul. Campus Virtual Unidade I: Unidade: Processos Mercadológicos Universidade Cruzeiro do Sul Campus Virtual Unidade I: Unidade: Processos Mercadológicos 2010 0 O Processo pode ser entendido como a sequência de atividades que começa na percepção das necessidades explícitas

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1.1 2003 by Prentice Hall Sistemas de Informação José Celso Freire Junior Engenheiro Eletricista (UFRJ) Mestre em Sistemas Digitais (USP) Doutor em Engenharia de Software (Universit(

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação. Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web

Estratégias em Tecnologia da Informação. Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 09 Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina

Leia mais

Sistemas de Informação e Decisão. Douglas Farias Cordeiro

Sistemas de Informação e Decisão. Douglas Farias Cordeiro Sistemas de Informação e Decisão Douglas Farias Cordeiro Algumas coisas que vimos até aqui! Durante o ciclo de vida de desenvolvimento de um SI: Qual a diferença entre os produtos obtidos na fase de definição

Leia mais

Módulo I - Aula 3 Tipos de Sistemas

Módulo I - Aula 3 Tipos de Sistemas Módulo I - Aula 3 Tipos de Sistemas Agora que você já conheceu algumas características dos Sistemas de Informação, nesta aula você vai aprender um pouco sobre tipos de sistemas. Você conhecerá a integração

Leia mais

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 1.1

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 1.1 Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 1.1 SISTEMA DE APOIO À DECISÃO Grupo: Denilson Neves Diego Antônio Nelson Santiago Sabrina Dantas CONCEITO É UM SISTEMA QUE AUXILIA O PROCESSO DE DECISÃO

Leia mais

TIPOS DE PROCESSOS Existem três categorias básicas de processos empresariais:

TIPOS DE PROCESSOS Existem três categorias básicas de processos empresariais: PROCESSOS GERENCIAIS Conceito de Processos Todo trabalho importante realizado nas empresas faz parte de algum processo (Graham e LeBaron, 1994). Não existe um produto ou um serviço oferecido por uma empresa

Leia mais

Módulo 4: Gerenciamento de Dados

Módulo 4: Gerenciamento de Dados Módulo 4: Gerenciamento de Dados 1 1. CONCEITOS Os dados são um recurso organizacional decisivo que precisa ser administrado como outros importantes ativos das empresas. A maioria das organizações não

Leia mais

Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informações gerencias, editora Pearson, 2010. Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informação, editora LTC, 1999

Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informações gerencias, editora Pearson, 2010. Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informação, editora LTC, 1999 FSI capítulo 2 Referências bibliográficas: Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informações gerencias, editora Pearson, 2010 Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informação, editora LTC, 1999 Porter M., Competitive

Leia mais

Planejamento de sistemas de informação.

Planejamento de sistemas de informação. Planejamento de sistemas de informação. O planejamento de sistemas de informação e da tecnologia da informação é o processo de identificação das aplicações baseadas em computadores para apoiar a organização

Leia mais

IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1

IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1 IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1 Banco de Dados Introdução Por: Robson do Nascimento Fidalgo rdnf@cin.ufpe.br IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão ERP Sistema Integrado de Gestão

Sistema Integrado de Gestão ERP Sistema Integrado de Gestão Sistema Integrado de Gestão ERP Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Sistema ERP; Processos de Desenvolvimento, Seleção, Aquisição, Implantação de ERP; Aderência e divergência

Leia mais

Prof. Lucas Santiago

Prof. Lucas Santiago Classificação e Tipos de Sistemas de Informação Administração de Sistemas de Informação Prof. Lucas Santiago Classificação e Tipos de Sistemas de Informação Sistemas de Informação são classificados por

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ PLANO DE ENSINO - 2º SEMESTRE 2011 Disciplina ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS Professor MSC. ADOLFO FRANCESCO DE OLIVEIRA COLARES Carga Horária Semanal Curso ADMINISTRAÇÃO Carga Horária

Leia mais

Profº.: Daniel Gondim. Relatórios Gerenciais e Sistemas Web

Profº.: Daniel Gondim. Relatórios Gerenciais e Sistemas Web Profº.: Daniel Gondim Relatórios Gerenciais e Sistemas Web Roteiro Relatórios Gerenciais Relatórios Programados; Relatórios de Exceção; Relatórios de Solicitação; Sistemas de Informações Web Definições

Leia mais

Sistemas de Apoio a Decisão

Sistemas de Apoio a Decisão Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Sistemas de Informação Prof.: Maico Petry Sistemas de Apoio a Decisão DISCIPLINA: Sistemas de Apoio a Decisão O QUE É UM SISTEMA DE APOIO À DECISÃO?

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA 1 OBJETIVOS 1. O que os administradores precisam saber sobre organizações para montar e usar sistemas de informação com sucesso? 2. Que

Leia mais

A importância da. nas Organizações de Saúde

A importância da. nas Organizações de Saúde A importância da Gestão por Informações nas Organizações de Saúde Jorge Antônio Pinheiro Machado Filho Consultor de Negócios www.bmpro.com.br jorge@bmpro.com.br 1. Situação nas Empresas 2. A Importância

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SIG. Diferença entre relatórios gerados pelo SPT e os gerados pelo SIG

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SIG. Diferença entre relatórios gerados pelo SPT e os gerados pelo SIG Introdução SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SIG A finalidade principal de um SIG é ajudar uma organização a atingir as suas metas, fornecendo aos administradores uma visão das operações regulares da empresa,

Leia mais

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Vantagens e desvantagens de uma rede para a organização Maior agilidade com o uso intenso de redes de computadores; Grandes interações

Leia mais

Capital Intelectual. O Grande Desafio das Organizações. José Renato Sátiro Santiago Jr. José Renato Sátiro Santiago. Novatec

Capital Intelectual. O Grande Desafio das Organizações. José Renato Sátiro Santiago Jr. José Renato Sátiro Santiago. Novatec Capital Intelectual O Grande Desafio das Organizações José Renato Sátiro Santiago Jr. José Renato Sátiro Santiago Novatec 1 Tudo começa com o conhecimento A gestão do conhecimento é um assunto multidisciplinar

Leia mais

DATA WAREHOUSE NO APOIO À TOMADA DE DECISÕES

DATA WAREHOUSE NO APOIO À TOMADA DE DECISÕES DATA WAREHOUSE NO APOIO À TOMADA DE DECISÕES Janaína Schwarzrock jana_100ideia@hotmail.com Prof. Leonardo W. Sommariva RESUMO: Este artigo trata da importância da informação na hora da tomada de decisão,

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS 1 SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS John F. Eichstaedt, Toni Édio Degenhardt Professora: Eliana V. Jaeger RESUMO: Este artigo mostra o que é um SIG (Sistema de Informação gerencial) em uma aplicação prática

Leia mais