Sistemas de Informação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistemas de Informação"

Transcrição

1 CAPÍTULO I ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Conceito básico de sistema Definição de Sistema Características do sistema Dados e Informação: ingredientes básicos para tomada de decisão Dados: fatos brutos Informação: dados processados A qualidade dos dados dentro da informação Convergindo dados em informação Fontes de automação do dado Definição de um sistema de informação Sistema de processamento Sistema de informação gerencial Sistema de suporte à decisão Um amplo escopo da tecnologia dos sistemas de informação Porque os gerentes necessitam entender a tecnologia dos sistemas de informação Uso tradicional da tecnologia dos sistemas de informação Obtendo vantagem competitiva Acrescendo responsabilidade ao gerente 1

2 CAPÍTULO I ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO A sociedade orientada ao serviço e a informação, nos anos 90, requer que os negócios continuem a usar a tecnologia dos sistemas de informação para reduzir custos, melhorar a administração da tomada de decisão e ganhar ou manter vantagem competitiva. Os negócios aumentarão a utilização da tecnologia do processamento da informação nos produtos e serviços aos consumidores. As organizações que esperam continuar competitivas buscaram empregados que sejam treinados no uso da tecnologia, que possam reconhecer aplicações potenciais da tecnologia dos sistemas de informação e que sejam capazes de usar a tecnologia no seu trabalho diário. Definição de um sistema CONCEITOS BÁSICOS DE SISTEMA Um sistema pode ser definido, como sendo, uma coleção de componentes que estão cuidadosamente integrados para buscar uma proposta comum. Eles buscam um sinergismo, isto é, a ação integrada dos componentes, que tem um efeito mais positivo do que a soma dos efeitos dos componentes individuais operando independentemente (Reynolds, 1988). Características do sistema Os sistemas interagem com seu ambiente Todo sistema pode ser dividido dentro de subsistemas Os sistemas serão afetados pela mudança O feedback e controle são essenciais DADOS E INFORMAÇÃO: INGREDIENTES BÁSICOS PARA A TOMADA DE DECISÃO Dados: fatos brutos Dado é uma coleção de fatos desorganizados que ainda não foram transformados em informação. Dado representa fatos brutos no quais as conclusões podem ser desenhadas. Estes fatos devem descrever pessoas, lugares, coisas, idéias, processos e eventos. As fontes de fatos do negócio são várias e diversas. Fatos podem ser gerados através de telefonemas de vendedores sobre quantidades, ou recebidos por carta na forma de ordens ou coletados em terminais de pontos de venda. Podem vir de fontes não usuais como scanners na linha de embalagem de um produto que lê o Código Universal do Produto (CUP). Alguns fatos são gerados por pessoas ou atividades fora da empresa (quando um fornecedor oferece um produto ou um competidor inicia um corte de preço). O dado que nós precisamos não estão sempre disponíveis de uma forma utilizável. Existem dados que não estão em um formato próprio ou não estão completos, acurados ou atualizados. Uma vez que as fontes de dados consistentes estejam identificadas em uma particular proposta da administração, procedimentos formais devem ser estabelecidos para obter uma base de dados regular e contínua. 2

3 Informação: dado processado Informação é o conhecimento adquirido do processamento do dado. A informação freqüentemente leva à ação. Obter dados de diferentes fontes, processá-los para produzir informações relevantes e usar esta informação para tomar decisões são procedimentos comuns nos negócios, bem como na vida diária. Normalmente a informação contém um elemento de surpresa que faz com que se obtenha vantagem na decisão, mas mesmo que ela não tenha, tem valor, pois reduz a incerteza. A qualidade do dado e informação O dado tem cinco características que mensuram sua qualidade. Elas são acuracidade, completariedade, relevância, oportunidade e auditabilidade. 1. Acuracidade: significa sem erro. O processo de editar o dado em um sistema de informação detectará e rejeitará dados não acurados. 2. Completariedade: Cada parte do dado deve ser completamente acurada, mas se apenas metade do dado for recebida então a informação derivada do dado deve ser inválida. 3. Relevância: significa que o dado recebido deve ser importante para aquela decisão a ser tomada. 4. Oportunidade: é importante para decisões que envolvem condições mudando rapidamente. 5. Auditabilidade: refere-se a habilidade para verificar a acuracidade e a completariedade dos dados. A auditoria refere-se ao processo passo-a-passo pelo qual cada item do dado pode ser trazido de volta a sua fonte original. Convergindo dado em informação O processamento do dado para converter em informação envolve um ou mais das seguintes atividades: entrada, processo, armazenagem ou saída. Entrada: Originar/surgir: A ocorrência de um evento ou transação no negócio (recebimento de uma ordem do consumidor, recebimento de uma fatura de um fornecedor) resulta na origem do dado que são entradas para o sistema de informação. Capturar: é necessário obter a transação básica do dado de alguma maneira para que ele de entrada no sistema de informação. Coletar: Deve ser necessário para combinar dados de diversas fontes para ter todos os fatos necessários. Verificar: O dado deve ser editado de uma forma que valide a sua entrada no sistema. Dados de quantidade e custo devem ser numéricos, nomes devem ser alfabéticos, senão eles não são válidos. Codificar: Antes de processar os dados devem ser convertidos de uma forma aceitável para a máquina. Processamento 3

4 Classificar: O dado deve ser agrupado de acordo com algumas características que são úteis para o gerente. Sortear: O dado deve ser arranjado em uma seqüência para simplificar o processamento ou fornecer uma idéia do dado. Calcular: O processamento do dado deve envolver e realizar alguma operação matemática com o dado. nível. Sumarizar: O resumo é a acumulação do dado pormenorizado dentro de um determinado Armazenagem Atualizar: A atualização da operação envolve acrescentar novo dado, deletar o dado desnecessário ou mudar o dado velho para torná-lo atual. Indexar: Indexar é a criação e manutenção do endereço do computador utilizado para ajudar a localizar o dado quando ele for necessário no futuro. Proteger: O dado precisa ser colocado em um local onde ele esteja seguro e pode ser acessado no futuro. Recuperar: Recuperar o dado envolve atrair o dado de sua localização para que ele possa ser visto ou acessado em um novo processamento de dado. Saída Converter: freqüentemente a forma no qual o dado é apresentado não é a forma mais útil. dado. Relatar: O relatório impresso é a saída mais comum para apresentar a informação derivada do Apresentar: A informação está mais e mais freqüentemente sendo apresentada à administração na forma de relatório, dados tabulados ou gráficos, no terminal de computador em vez de no papel. Comunicar: O dado precisa ser movido de um local a outro para alcançar o usuário final. DEFINIÇÃO DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO Um sistema de informação é uma classe especial de sistema cujos componentes são pessoas, procedimentos e equipamentos que trabalham interdependentes, sob alguns meios de controle para processarem dados e fornecer informação para os usuários. SISTEMA DE PROCESSAMENTO DA TRANSAÇÃO Um sistema de processamento da transação captura o dado necessário para atualizar gravações existentes, quando os dados armazenados sobre operações do negócio da organização, devem ser mudados. A transação é uma unidade de trabalho que é elementar do ponto de vista da organização. 4

5 SISTEMA DE INFORMAÇÃO GERENCIAL Um sistema de informação gerencial aceita transações válidas do sistema de processamento da transação para atualizar os conteúdos da base de dados. A administração se abastece de informações que auxiliam quando ela necessita tomar uma decisão. A base de dados representa uma vasta armazenagem de fatos de valor significante para toda a organização e é freqüentemente referida como uma base de dados corporativa. Uma base de dados corporativa é usada por diferentes organizações em diferentes propostas. Determinados subconjuntos de dados devem ser combinados com outros para especificar necessidades dos usuários. Esta coleção especial de dados é freqüentemente chamada uma aplicação da base de dados (base de dados criada para um pequeno conjunto de usuários para um uso específico). SISTEMA DE SUPORTE À DECISÃO As pessoas usam sistema de suporte à decisão para acessar a aplicação das bases de dados, para obter os fatos chaves, necessários, à tomada de decisão. UM AMPLO ESCOPO DA TECNOLOGIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO A tecnologia do sistema de informação retratará um amplo conjunto de tecnologias, baseada no uso do circuito integrado e incluirá comunicações, processamento de dados e sistema de escritório. POR QUE OS GERENTES PRECISAM ENTENDER A TECNOLOGIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO? Uso tradicional da tecnologia dos sistemas de informação No passado, as empresas adquiriam computadores para automatizar funções repetitivas, ajudando suas operações sem problemas e com menos esforço humano. A aplicação de computadores era mais acentuada na contabilidade e controle do inventário, reduzindo o staff e os equipamentos ultrapassados. OBTENDO VANTAGEM COMPETITIVA O serviço e a sociedade orientada à informação, nos anos 90, requisitam que os negócios não somente continuem a usar a tecnologia dos sistemas de informação para que possam reduzir custos, mas também, que eles adicionem o processamento da informação dentro dos produtos e serviços que eles oferecem aos consumidores. Empresas se diferenciam das demais, através de um sistema de informação superior, que habilite a distribuir melhor os serviços aos consumidores. Muitos gerentes e executivos consideram os sistemas de informação uma parte essencial da estratégia de negócio, um ativo vital, um importante elemento para continuarem competitivas. Como resultado, eles buscam trabalhadores que estão preparados para reconhecer oportunidades e para usar a tecnologia dos sistemas de informação, sendo capazes de usá-la no seu trabalho diário. Tendências favorecendo o uso da tecnologia do sistema de informação 1. As pessoas estão recebendo um volume muito grande de dados. Elas precisam sistemas para selecionar, analisar e destilar informação desta quantidade de dados; 2. Os trabalhadores estão tornando-se altamente conhecedores sobre o uso de sistemas de informação, e descobrindo alternativas para contribuir na busca dos objetivos definidos nas suas atividades. Como resultado, eles estão demandando cada vez mais, suportes de sistemas de informação; 5

6 Artigos: 3. O mercado de trabalho - consumidores, fornecedores, competidores e o ambiente - no qual os produtos e serviços estão sendo vendidos - está mudando rapidamente. Os sistemas de informação precisam acompanhar a rapidez destas mudanças; 4. Mais e mais soluções de informações estão tornando-se viáveis. Os sistemas estão tornando-se fáceis de usar, fornecendo alta capacidade com baixo custo e estão disponíveis com um conjunto amplo de opções; 5. Dados de marketing, competição, economia e previsões da indústria e outros pertinentes ao negócio, necessários para obter vantagem competitiva, estão tornando-se disponíveis por empresas especializadas nesta área; 6. Software de quarta geração, que permite não somente os programadores mas também o pessoal de escritório e gerentes de todos os níveis da organização, acessar e usar sistemas de computadores e dados, que estão agora disponíveis. MOURA, Marcio Machado. Dado e informação. Artigo extraído na Internet. MOURA, Marcio Machado. Quando a informação se desgasta. Artigo extraído na Internet. ARAÚJO, Vânia Maria Rodrigues Hermes. Informação: instrumento de dominação e de submissão. Ciência da Informação, v. 20, n.1, pp , jan/jul CIANCONI, Regina de barros. Gerência da informação: mudanças nos perfis profissionais. Ciência da Informação, v.20, n.2, pp , jul/dez ARAÚJO, Vânia Maria Rodrigues Hermes. Papel do profissional da informação em uma sociedade em mudança. Ciência da Informação, v. 15, n.1, pp , jan/jul FURIATI, Nidia M. Ávila. Administração da informação: uma lacuna a ser preenchida. In: Encontro Nacional da Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Administração. Anais. Águas de São Pedro: EAESP/FGV, v.2, pp , DANTAS, Vera. Trabalho, o desafio das empresas no século XXI. IBM Informação, ano XII, n.73, pp , RODRIGUES, Suzana Braga. A informática na organização e no trabalho. Revista de Administração de Empresas, v.28, n.3, pp , jul/set DURAND, Jean Pierre. A tecnologia da informação e o legado do taylorismo na França. Revista de Administração de Empresas, v. 34, n.1, pp , jan/fev RODRIGUES, Suzana Braga. Tecnologia de informação nos serviços - o impacto na configuração do trabalho. Revista de Administração de Empresas, v.26, n.1, pp , jan/mar Estudo de Casos ACRESCENDO MAIS RESPONSABILIDADE AOS GERENTES Exemplos clássicos de pacotes de tecnologia de sistemas de informação aplicados a produtos e serviços ao consumidor American Airlines No início dos anos 60, o sistema SABRE da American Airlines, um sofisticado sistema de reservas aéreas on-line, representou um grande avanço tecnológico, fornecendo a empresa vantagem competitiva. O sistema habilitou a American Airlines a reduzir o número do staff requerido para fazer as reservas, aumentando o número de passageiros em um vôo sem medo de fazer reservas em excesso e fornecendo bilhetes com a garantia do assento. Mesmo hoje, outras empresas estão tentando recuperar o tempo perdido. Eles estão voando tendo seus sistemas de reserva ligados às agências de viagens e, posicionando seus vôos em um terminal de computador, influenciando a recomendação de compra. 6

7 American Hospital Suplly (AHS) Conectando diretamente os hospitais em um sistema de solicitação de ordens de compra online, o AHS eliminou o esforço requerido para atender as ordens e diferenciou-se dos outros competidores. O sistema permitiu ordenar compras por pessoas sem qualificação - auxiliares de escritório com menor salário em vez de agente de compras - reduziu os problemas de serviço ao consumidor, cortou os custos de ordens de compras e forneceu mais flexibilidade, no que tange ao tempo e processo de solicitação das ordens para os consumidores. O sistema forneceu uma grande vantagem competitiva por adicionar valor aos consumidores, com um substancial resultado no aumento das vendas. Isto foi também uma forte força para dirigir a divisão para os Fortune 500. Kraft Foodservice (KF) A KF oferece operadores de restaurantes KraftLink, um sistema simples de computador que resolve todas as necessidades do dia-a-dia. O sistema consiste de um hardware, software de gerenciamento dos alimentos, acesso ao sistema de entrada de ordem Kraft, instalação do software e hardware, treinamento do sistema e manutenção do software no local. O sistema ajuda os consumidores do KF a reduzir os altos custos de desperdício e furto, diminuição dos custos de inventário e baixos níveis de estoque; aumento da satisfação dos consumidores por reduzir as proporções e variações na preparação do menu; determina uma percentagem do custo de um item no custo total do prato e determina o preço do menu baseado no custo atual e na margem de lucro. Cuidado com o Technopathic Manager Embora algumas empresas tivessem grandes benefícios no uso inovativo da tecnologia dos sistemas de informação, outras empresas não tiveram progresso nesta área. Em muitos casos, a culpa deve ser colocada sobre os Technopathic Managers - aqueles que persistem em interessarem-se mais nos computadores e na tecnologia do que nas pessoas que devem usá-los. A tendência dos technopath é excluir as pessoas que não tem capacidade técnica. Para o technopath todas as soluções devem ser soluções técnicas. Eles insistem em adquirir os equipamentos mais modernos e definirem as funções a serem cumpridas pelo equipamento e desenvolverem aplicações produtivas. Sua atitude parece dizer Eu inventei isto, use se você puder. 7

8 CAPITULO II PROCESSAMENTO DA TRANSAÇÃO E O SISTEMA DA INFORMAÇÃO GERENCIAL Sistemas de processamento da transação Definição de um sistema de processamento da transação Dados críticos para o sucesso da organização Sistema de informação gerencial (SIG): ligando a administração aos dados O que é um sistema de informação gerencial? Sistemas de informação gerencial (SIG) e sistemas de administração da base de dados (SABD) O papel dos SABD Vantagens de um SABD Gerenciando o recurso dados Planejamento estratégicos dos dados Administração da Base de dados 8

9 CAPITULO II PROCESSAMENTO DA TRANSAÇÃO E O SISTEMA DA INFORMAÇÃO GERENCIAL Existe uma forte necessidade de obter dados sobre transações de negócios e armazená-los para acesso pelos usuários autorizados. O processamento da transação e o sistema da informação gerencial são ferramentas para gerenciar aqueles dados como um recurso gerencial - uma coleção de dados que servem a múltiplas funções do negócio. O conceito de administração de dados é uma filosofia de como gerenciar dados como um recurso da empresa. Usando as ferramentas certas e implementando a administração dos dados, a empresa pode distribuir a informação aos tomadores de decisão e, com isto, construir uma margem competitiva. SISTEMAS DE PROCESSAMENTO DA TRANSAÇÃO Definição de um sistema de processamento da transação Um sistema de processamento da transação processa o dado necessário para atualizar gravações sobre as operações do negócio da empresa. Toda organização tem muitos sistemas: entrada da ordem, controle do inventário, folha de pagamento, contas a receber e contas a pagar, pesquisa de mercado, planejamento e controle da produção, etc. O resultado do processamento do dado de transação do negócio é atualizar os registros da empresa para refletir a posição da operação após a última transação processada. Todas as empresas de manufatura devem executar marketing, finanças, produção, pesquisa e desenvolvimento, engenharia, distribuição e recursos humanos. Portanto, existe a necessidade de dados e informação para buscar os objetivos de cada unidade organizacional. Os sistemas de processamento da transação têm sido utilizados em muitas organizações para suportar a necessidade de buscar e distribuir os dados. DADOS CRÍTICOS PARA O SUCESSO DA ORGANIZAÇÃO Organizações bem sucedidas devem obter dados e analisá-los para criar informação, disseminar esta informação para as pessoas apropriadas e agir a partir das interpretações destas informações. Portanto, a habilidade de uma organização em obter dados, interpretá-los e agir rapidamente é uma forma que pode distinguir os vencedores dos perdedores em um mercado altamente competitivo. Uma organização começa a obter dado normalmente em suas próprias operações, atividades e planos internos. Os sistemas de processamento da transação e as bases de dados corporativos estão disponíveis para suportar as atividades de planejamento e controle. Os dados internos são usados para comparar resultados atuais dos planos e através disto monitorar, permitindo aos gerentes iniciar ações apropriadas. Um segundo conjunto de dados que devem ser processados são aqueles que descrevem as transações do negócio que fluem para dentro da empresa de fontes externas - faturamento dos fornecedores, ordens dos consumidores, extratos de bancos, etc. A maioria destas transações é feita na forma de papéis. Algumas empresas tem se engajado no EDI. O terceiro conjunto de dados que uma empresa deve obter é aquele que fornece informações sobre a indústria, mercado e outros elementos do ambiente no qual a empresa competem. Todos os tipos de dados são freqüentemente armazenados em bases de dados corporativas: (1) dados sobre as operações internas da organização; (2) dados que descrevem as transações de negócio que fluem para dentro da empresa, e (3) dados que forneçam insight sobre a indústria, mercado e outros elementos do ambiente. 9

10 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL (SIG): LIGANDO A ADMINISTRAÇÃO AOS DADOS O que é um sistema de informação gerencial? Um SIG é um sistema de computador capaz de integrar os dados de muitas fontes para fornecerem dados e informação úteis para operações de suporte, gerenciamento e tomada de decisão em uma organização. Este sistema é usado para extrair dados, processá-los e produzir resultados significativos para os seus usuários. O SIG é usado primariamente para identificar problemas ou áreas de oportunidade para melhoramento. Sistemas Informação Gerencial (SIG) e Sistemas Administração da Base de Dados (SABD) O papel dos SABD Um SABD facilita a criação, manutenção, acesso, backup e a segurança de uma base de dados. Muitos dos dados para o SIG devem ser obtidos, armazenados e processados para produzir informação pelos sistemas de processamento da transação. Estes dados devem ser armazenados em um nível primário, como transações brutas, em grandes arquivos de bases de dados corporativas. Outra abordagem é sumarizar o dado em informação para reduzir o volume que deve ser estocado. Esta última pode conduzir a problemas se existir uma necessidade de retornar e reprocessar as transações brutas para agregar o dado de alguma nova maneira. O sistema de processamento de transações alimenta dados para o sistema de informação gerencial. Um sistema de administração da base de dados (SABD) fornece uma interface entre o SIG e o conjunto de arquivos físicos contidos na base de dados. Vantagens de um SABD Controle centralizado sobre os dados Melhora a habilidade para integrar dados Melhora a produtividade do programador Reduz a redundância dos dados Flexibilidade para acessar os dados Melhora a segurança dos dados Gerenciando o recurso dados Uma base de dados bem desenhada e gerenciada representa um ativo importante da organização. Ela é um local de armazenamento dos dados necessitado por muitas pessoas e organizações para realizar suas funções básicas do negócio. A perda de dados pode ocasionar interrupções em operações e que possivelmente sejam difíceis de recomeçar. A administração do dado é um recurso vital da empresa e deve ser gerenciado como um importante ativo. A atividade principal é assegurar que os dados necessários para resolver os problemas ou explorar oportunidades do negócio estejam disponíveis às pessoas certas, no momento certo e de forma apropriada para o uso. As atividades de administração dividem-se em duas: Administração dos dados e administração da base de dados. A administração dos dados é uma coleção de atividades que ajudam a fornecer direção e controle contínuo dos dados de uma organização. Isto se relaciona as questões organizacionais, gerenciais e técnicas. 10

11 As questões organizacional e gerencial incluem (1) como obter e sustentar o comprometimento do topo gerencial para o conceito de dados compartilhados; (2) como determinar o grau apropriado no qual a administração e o controle dos dados deveria ser centralizado, e (3) como envolver os gerentes de linha nas decisões sobre como usar e gerenciar os dados. As questões técnicas devem incluir (1) a seleção de ferramentas e metodologias apropriadas para usar na implementação do plano do recurso dado, e (2) o treinamento das pessoas da organização para usar estes dados, ferramentas e metodologias. Planejamentos estratégicos dos dados Uma maneira de manter o comprometimento do topo gerencial para o conceito de dados compartilhados é implementando um processo estratégico de dados (PED). O PED envolve o estudo de uma unidade de negócio (toda a empresa, uma divisão, um departamento) para identificar os dados que devem ser compartilhados através de aplicações de computador e/ou funções de negócio (finanças, vendas, marketing, etc). O PED identificará as bases de dados necessárias para suportar as operações do negócio (processamento de ordens, controle do inventário, administração do caixa). Administração da Base de dados É uma coleção de atividades dirigidas à administração e controle de uma base de dados simples e específica. Deve resolver questões organizacionais, gerenciais e técnicas. As questões organizacionais e gerenciais são (1) identificar que tem responsabilidade de administração da base de dados (o gerente da base de dados controla o acesso aos dados e determina quem pode atualizar e quem pode ler os dados), (2) garantir um nível de garantia dos dados, e (3) definir um processo para assegurar a integridade dos dados. As questões técnicas são: (1) monitorar a desempenho da base de dados e ações corretivas para buscar uma operação eficiente, (2) estabelecer e testar processos de redescoberta da base de dados no caso da versão corrente ser perdida ou destruída, (3) assegurar que a segurança do sistema e processos sejam eficientes, (4) realizar consulta com os usuários da base de dados para ajudá-los a obter os dados que eles precisam e assegurar que eles entendam o que receberam, e (5) fazer cumprir os padrões associados com a base de dados. Artigos FERNANDES, Teresa Cristina Gribbler Ricciotti e LEAL, José Eugênio. EDI na logística: uma tendência irreversível. In: (Encontro Nacional de Engenharia de Produção). Anais. Piracicaba: UNIMEP, (Extraído dos anais em CD-ROM). LEITÃO, Dorodame Moura. A informação como insumo estratégico. Ciência da Informação, v. 22, n.2, pp , maio/ago SCHMITT, Carin Maria. Quando as melhorias advindas do uso de sistemas de informação farão parte do dia-adia da construção civil no Brasil? In: Encontro Nacional de Engenharia de Produção. Anais. São Carlos (SP): UFScar, pp , SEGRE, Lídia Micaela e WESTENBERGER, Henrique. Sistemas de informação, falham por quê?. In: Encontro Nacional de Engenharia de Produção. Anais. São Carlos (SP): UFScar, pp , Estudo de Casos Uso do SABD na Westinghouse A redução no consumo de energia, disparo nos custos de óleo e equipamentos, e um tumulto dentro da indústria de energia são problemas que a unidade estratégica de negócio (UEN) de sistemas de força enfrenta na Corporação Westinghouse. Para esta UEN estes problemas significam um novo foco para o atendimento do cliente, no que tange a disponibilidade, confiabilidade e a eficiência das plantas de força. Para este novo desafio, o staff do marketing deve ser hábil em responder as questões como: Quais plantas nos EUA poderiam ser alimentadas com um novo sistema de combustão de 11

12 turbinas para aumentar a eficiência do óleo? As unidades de geração doméstica de 10 a 20 anos precisam de quantos anos para renovar a eficiência alcançando o estado da arte atual? Rápidas e acuradas respostas destas questões e outras similares foram um dos problemas do grupo de pesquisa de mercado. Agora, contudo, este grupo usa o arquivo de Informação de Instalação (AII), uma base de dados computadorizada contendo informações de mais de instalações elétricas. O AII é, essencialmente, uma enciclopédia eletrônica da Indústria de Instalações Elétricas. Entre os itens na base de dados estão nomes de instalações, plantas, unidades geradoras, localização, capacidades de geração, capacidade de turbinas, número de consumidores, vendas anuais, carga no período de pique, óleos primários e alternativos, número de medidores e transformadores, etc. Nenhuma experiência inicial é requisitada para solicitar alguns dos relatórios padrões do sistema. Os usuários têm encontrado facilidade para usar o sistema por causa da orientação em inglês e a construção de fatores que auxiliam o usuário dentro do SABD. Construindo uma base de dados na Westinghouse O processo seguido pela Westinghouse na construção da base de dados AII envolveu seis passos: coleta de dados, estruturação e integração do conjunto, normalização, validação, desenvolvimento de relatórios e treinamento do usuário. A primeira tarefa da coleta de dados foi enfrentar um problema comum da construção: fontes de dados múltiplas e incompatíveis. Mais de cinqüenta fontes de informações foram consultadas para coletar os dados do AII, incluindo bases de dados do governo e outras bases de dados já existentes na Westinghouse. Alguns dos dados foram registrados dentro de um sistema manual. Em outros casos, grandes fitas de computadores foram registradas no AII para carregá-lo com mais dados. Para integrar os dados, a Westinghouse definiu campos chaves para ligar partes dos dados. Foi também necessário decidir quais dados deveriam ser detalhados e quais poderiam ser resumidos. Os dados então tinham que ser ajustados de acordo. Os dados foram então normalizados, um processo de reorganizar para eliminar as repetições desnecessárias e simplificar o relacionamento deles. Para o usuário isto significa um baixo custo para processar um acesso rápido aos dados. Os dados acumulados na base de dados foram revisados para completá-los, dar acuracidade, consistência e validade. Muitas tentativas foram feitas para validar os dados e remover erros antes de usá-los. Programadores e usuários trabalharam juntos para definir e criar relatórios padrões. Usuários foram treinados em como criar seus próprios relatórios para casos específicos usando as facilidades da SABD para gerenciar a base de dados AII. Baseado nestes textos construa as informações que você acha necessárias, para que sua empresa tenha um bom conhecimento do consumidor. 12

13 Tipos de decisões que um gerente enfrenta Sistemas de suporte à decisão CAPÍTULO III SISTEMA DE SUPORTE À DECISÃO (SSD) Definição de um sistema de suporte a decisão Componentes de um SSD Sistema de suporte a executivos O papel dos executivos e sua necessidade de informação Definição dos sistemas de suporte a executivos Comparação entre SSD, SSE e SIG 13

14 CAPÍTULO III SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO (SSD) Sistemas de suporte à decisão estão sendo usados de forma maior pelos tomadores de decisão e executivos na solução dos problemas semi-estruturados e não estruturados. Quando providos com dados suficientes e usados de forma inteligente, estes sistemas podem melhorar em muito os processos de tomada de decisão. TIPOS DE DECISÕES QUE UM GERENTE ENFRENTA Um problema estruturado é aquele que é rotineiro e repetitivo. É provável que para este tipo de problema já existam políticas padrões ou linhas de decisão existentes para direcionar o tomador de decisão. Um problema não estruturado é aquele em que não existe um processo de decisão definido. A solução do problema deve ser desenvolvida utilizando julgamento, intuição, experiência e algumas diretrizes gerais que possam ser aplicadas. Simon (1965) sugere um conjunto de fases associados com a tomada de decisão: (1) inteligência, (2) design, e (3) escolha. A fase de inteligência consiste da descoberta de que existe algum problema ou oportunidade que necessita ser resolvida. Durante esta fase dados sobre o problema ou oportunidade são obtidos para ajudarem a conduzir à solução. Na fase de design, o tomador de decisão tenta usar os dados e qualquer outros recursos disponíveis para desenvolver um número de soluções alternativas para o problema. Na fase da escolha o tomador de decisão seleciona uma entre as soluções para implementar. Gorry e Morton (1971) definiram um problema sem estrutura como aquele no qual todas as três fases do processo estão desestruturadas. Um problema estruturado é aquele no qual as três fases são estruturadas. Um problema semi estruturado é aquele em que uma ou duas fases não estão estruturadas. As decisões são classificadas como: operacionais, táticas e estratégicas. Cada uma delas tem diferentes características e requerem diferentes tipos de fontes de dados. Decisões operacionais: elas lidam com a rotina diária das operações da organização. Existem atividades triviais que toda organização deve executar para permanecer no negócio (produção, controle do estoque, etc..). Decisões associadas com estas atividades são delegadas para os níveis mais baixos da organização, onde podem ser resolvidas rápida e eficientemente. Decisões Táticas: envolvem a alocação e controle dos recursos da empresa para alcançar os objetivos que suportam os objetivos estratégicos do negócio. Decisões estratégicas: incluem um conjunto de objetivos da empresa, definindo as suposições básicas no qual o planejamento a longo-prazo deve estar baseado, e identificar os fatores críticos do sucesso da empresa. SISTEMA DE SUPORTE À DECISÃO (SSD) Definição de um sistema de suporte à decisão Um SSD é um sistema baseado em computador. É usado para auxiliar as pessoas a alcançar soluções sobre problemas semi-estruturados. Um SSD pode fornecer acesso a dados gerados internamente e/ou externamente para o problema estudado. O dado pode ser colocado dentro de um modelo que simula o mundo real, mostrando os resultados de diferentes maneiras, incluindo gráficos. Um SSD é usado para suportar a tomada de decisão em um ambiente particular que inclui as seguintes condições: 14

15 1. O problema é muito complexo para ser resolvido manualmente; 2. Existe a necessidade de conduzir uma análise de sensibilidade para examinar o impacto da mudança nas variáveis envolvidas na decisão; 3. Existe a necessidade da interação entre o tomador de decisão e o sistema, uma vez que os resultados intermediários podem influenciar a direção do processo da tomada de decisão; 4. O tomador da decisão se sente a vontade usando métodos quantitativos para melhorar a tomada de decisão. Os gerentes que usam um SSD obtêm os seguintes benefícios: 1. Eles são hábeis para explorar mais opções e trazer dados relevantes para resolver o problema; 2. Eles são hábeis para fazer recomendações convincentes; 3. Eles são hábeis para alcançar e implementar as decisões mais cedo. Componentes de um SSD Um SSD consiste de quatro componentes: (1) uma interface entre o usuário e o sistema, (2) um modelo do subsistema administração que habilite o usuário especificar um ou mais modelos para simular o mundo real, (3) um subsistema de administração dos dados que forneça acesso aos dados internos e externos, e (4) os dados necessários para suportar o processo de tomada de decisão. SISTEMA DE SUPORTE A EXECUTIVO (SSE) O papel dos executivos e suas necessidades de informação Um SSE é empregado pelos dois níveis do topo gerencial da administração para distribuir dados e informações de uma forma sumarizada para ajudá-los a lidar com problemas não estruturados. Os gerentes do topo organizacional precisam de dados que os ajudarão a avaliar o sucesso de suas organizações e o desempenho dos indivíduos definidos para alcançar aquele sucesso. Eles também necessitam de dados para julgar se o time administrativo está decidindo sobre o que é vital para a performance da organização. Definição dos sistemas de suporte a executivo Um SSE acumula dados de uma variedade de fontes internas e externas e distribui a informação oportuna e pertinente para os membros dos dois níveis do topo administrativo. Benefícios associados com o uso do SSE 1. Fornece aos executivos dados e informações chaves sumarizadas e adaptadas ao consumidor do dado, reduzindo os dados que eles devem revisar; 2. Elimina o gargalo na comunicação entre os executivos e o pessoal de staff que pode prejudicar o processo da tomada de decisão; 3. Ajuda os executivos a melhorarem seus entendimentos da empresa e do ambiente no qual eles operam; 4. Economiza o tempo do staff e dos executivos. Algumas das questões que se modificam na empresa com o uso dos SSE 1. O sucesso ou a falta de sucesso dos executivos em lidar com computadores terá um impacto maior sobre a organização como um todo; 15

16 2. Os subordinados de linha e staff estão inconformados com o acesso dos executivos aos dados operacionais - especialmente se eles não tiverem tempo de fazer suas próprias análises antes que os executivos possam acessar os dados; 3. Usar um SSE não deve ser compatível com muitos executivos que estão acostumados em trabalhar através de outros; 4. Um SSE bem sucedido requer um suporte organizacional considerável para modificar continuamente o sistema, como os dados e informações necessárias pela mudança executiva; 5. Alguns erros e inconsistências nos dados ou informações gerados internamente serão salientados; 6. O número de pessoas necessárias no pessoal de linha e staff para suportar os executivos deve ser reduzida. Uma comparação entre SSD, SSE e SIG O SIG fornece à administração, informações corporativas no formato de um relatório rotineiro e predeterminado. Elas são usualmente limitadas aos dados operacionais da empresa. O SIG é útil para ajudar a administração a lidar com problemas estruturados associados com a tomada de decisão de rotinas operacionais. O SSD é desenvolvido para ajudar os gerentes a lidar com problemas não estruturados e não rotineiros (Planejamento estratégico, avaliação de oportunidades de investimento, identificar fatores chaves em uma decisão). Dados externos (dados econômicos, atividade competitiva, tendências dos consumidores) são fatores críticos para a tomada de decisão e o SSD deve fornecer acesso a estes tipos de dados. Um SSE ajuda os executivos dos níveis do topo gerencial a melhorarem seu entendimento da empresa e do ambiente no qual eles estão inseridos. Ele é construído para extrair, filtrar e resumir um amplo conjunto de dados internos e externos para apresentar a informação que o executivo precisa, sem criar uma sobrecarga de dados. O SSE monitora e salienta os fatores críticos de sucesso de uma área de responsabilidade específica de um executivo. Artigos GRAJEW, Jakow e TOLOVI Jr. José. Como implantar sistemas de apoio à decisão. Negócios em Exame, DETONI, Mônica Maria Luna; SALGADO, Anna Elisa Hosken e ENSSLIN, Leonardo. O processo decisório num moderno contexto organizacional. In: Encontro Nacional de Engenharia de Produção. Anais. Piracicaba: UNIMEP, (Extraído dos anais em CD-ROM). ALTER, Steven L. Como os executivos eficientes usam os sistemas de informações. Negócios em Exame, BORGES, Mônica Erichsen Nassif. A informação como recurso gerencial das organizações na sociedade do conhecimento. Ciência da Informação, v.24, n.2, pp , maio/ago HOPPEN, Norberto e ESPERANÇA, Lucia G. Geradores de Sistemas de Apoio à decisão e seu uso num processo de gestão orçamentária. Revista de Administração de Empresas, v.29, n.2, pp , abr/jun CUSTÓDIO, Isaias. Avaliação de sistemas de informação: um modelo para auxiliar na escolha de métodos e técnicas. Revista de Administração, v. 18, n. 4, pp. 6-17, out/dez OLIVEIRA, Antonio Carlos M. C. A nova tecnologia de informação: problemas gerenciais, ferramentas e processo decisório. Revista de Administração, v.20, n.2, pp , abr/jun MAGALHÃES, Heloísa. Cultura de informática. Dados e idéias, n. 142, pp , abr LACHTERMACHER, Stela. A gestão da crise. Dados e idéias, n. 143, pp , mai

17 Estudo de Casos O SSE em ação Uso de um SSE na Gillette Derwyn F. Phillips, vice-presidente da Gillette Company, usa um SSE para obter acesso rápido aos dados chaves sumarizados sem esperar para obtê-los de subordinados. Mr. Phillips, executivo financeiro e especialista em computadores, desenvolveu um SSE usando um computador pessoal ligado a base de dados da companhia que está em um grande mainframe computer. O SSE facilita o acesso rápido a um amplo conjunto de dados atualizados, respondendo à questões, tais como: Quais foram as vendas de ontem? Baseado na performance passada, quais deveriam ser as vendas neste mês? Qual deve ter sido a participação do produto, lâminas de barbear, nos negócios da Gillette, nos últimos cinco anos? Uso de um SSE na Lincoln National Ian M. Roland é presidente da Lincoln National Corporation, uma seguradora de vida e companhia de serviços financeiros. Ele usa um SSE para obter rápido acesso aos relatórios diários de fluxo de caixa e política de taxas de resgate. O SSE auxilia-o na tomada de decisão no que tange ao aumento do caixa e na venda de seguros, por exemplo. Computador Executivo salva Schwinn Ed Schwinn é parte de uma nova geração de executivos. Ele começou muito cedo em um computador pessoal Apple no colégio e usou a tecnologia do computador para ajudar a salvar a organização de seus ancestrais, iniciada em O mercado varejista sempre esteve em dificuldade - modismos e fascinação florescem da noite para o dia e também apagam-se rapidamente. Manufatureiros freqüentemente têm que trabalhar com visões estreitas de oportunidade. Schwinn, como qualquer outro manufatureiro de bicicletas, flagrou uma crise competitiva no final dos anos 70, como resultado de um modismo de boa forma e a afluência do mercado de baby-boomer. Schwinn e seus gerentes usavam diversos sistemas de computador para atualizar os negócios (redução dos inventários), trajetória do mercado, previsão de vendas e dramática melhoria das relações com os revendedores. Um sistema de seguir o revendedor dava a Schwinn imediato acesso a todas as informações chaves sobre qualquer um deles, incluindo o tamanho da concessionária, a demografia da área do revendedor, os modelos de bicicletas de Schwinn que o revendedor transportava e os relatórios de vendas do revendedor. Schwinn defendia um relacionamento pessoa a pessoa com seus revendedores das pequenas lojas até as revendas de maior volume de vendas no país, e encorajava-os a chamá-lo quando tivesse qualquer problema, pergunta ou sugestão. Quando os revendedores chamavam, Schwinn levantava a base de dados do revendedor no momento e sabia exatamente do que ele estava falando. Ele podia ainda acessar os nomes foneticamente se não fosse familiarizado com aquele revendedor. Este sistema avisava-o dos tipos de coisas que ele deveria ser alertado e conduzia a organização para o topo na tendência das vendas. 17

18 Vantagem competitiva estratégica CAPÍTULO IV SISTEMAS ESTRATÉGICOS DE INFORMAÇÕES (SEI) Definição da Vantagem competitiva estratégica Estratégicas básicas para alcançar a vantagem competitiva Sistemas estratégicos de informação (SEI) Uso dos sistemas de informação para obter vantagem competitiva Definição de um sistema estratégico de informação Como capitalizar sobre as oportunidades do SEI Introduzir a administração para os conceitos do SEI Implementar um processo para identificar e avaliar as oportunidades do SEI Criar um ambiente propício para assumir riscos 18

19 CAPÍTULO IV SISTEMAS ESTRATÉGICOS DE INFORMAÇÔES (SEI) O papel tradicional dos sistemas de informação tem sido aquele de processar e relatar as transações do negócio e suportar o gerenciamento da tomada de decisão. Atualmente, os gerentes têm usado os sistemas de informação para obter vantagem competitiva estratégica. O uso inovativo da tecnologia, relacionada ao computador, tem habilitado um grande conjunto de empresas em muitas indústrias a criarem novos produtos, fornecer serviços melhores e diferenciados e reduzirem dramaticamente seus custos, com isto, obtendo margem significativa e sustentável sobre seus competidores. VANTAGEM COMPETITIVA ESTRATÉGICA Definição da vantagem competitiva estratégica Vantagem competitiva é o valor que a empresa cria para seus compradores. Isto pode se traduzir no preço mais baixo que seus competidores, para benefícios equivalentes ou fornecimento de benefícios únicos, muito, mas do que uma compensação em forma de redução de preço. Vantagem competitiva é o coração do desempenho da empresa em mercados competitivos. Estratégicas básicas para alcançar vantagem competitiva Cinco forças competitivas determinam a habilidade da empresa para atingir um padrão competitivo: 1. Potencial de entrada de novos competidores 2. Ameaça de produtos ou serviços substitutos 3. Poder de barganha dos compradores 4. Poder de barganha dos fornecedores 5. A rivalidade natural entre os competidores existentes Estas cinco forças determinam à lucratividade da indústria porque elas influenciam os preços, custos e requerem investimentos das empresas - os elementos essenciais do retorno sobre o investimento. Porter (1986) afirma que a base fundamental para alcançar e manter a lucratividade por longo prazo é sustentar uma vantagem competitiva. As estratégias básicas são: liderança de custo, diferenciação e foco. 1. Potencial de entrada de novos competidores Barreiras de entrada: Economias de escala Diferenciação do produto Necessidade de capital Custos de mudança Acesso a canais de distribuição Desvantagens de custo independente da escala Tecnologia patenteada do produto Acesso favorável às matérias-primas Localizações favoráveis Subsídios oficiais 19

20 Curva de aprendizagem ou de experiência Política governamental 2. Ameaça de produtos ou serviços substitutos Alternativa de preço/desempenho oferecido Quantidade de produtos que possam desempenhar a mesma função Ações coletivas da indústria 3. Poder de barganha dos compradores Ele está concentrado ou adquire grandes volumes em relação às vendas do vendedor Os produtos que ele adquire representam fração significativa de seus custos ou compras Os produtos que ele compra da indústria são padronizados ou não diferenciados Ele enfrenta poucos custos de mudança Ele consegue lucros baixos Compradores que são uma ameaça concreta de integração para trás 4. Poder de barganha dos fornecedores Dominado por poucas empresas e é mais concentrado que a indústria para qual vende Não está obrigado a lutar com outros produtos substitutos na venda para a indústria A indústria não é um cliente importante para o grupo fornecedor O produto dos fornecedores é um insumo importante para o negócio do comprador Os produtos são diferenciados ou os fornecedores desenvolvem custos de mudança O grupo de fornecedores é uma ameaça concreta de integração para frente 5.A rivalidade natural entre os competidores existentes Concorrentes numerosos ou bem equilibrados Crescimento lento da indústria Altos custos fixos ou de armazenamento Ausência de diferenciação ou custos de mudança Capacidade aumentada em grandes incrementos Concorrentes divergentes Grandes interesses estratégicos Barreiras de saída elevadas SISTEMAS ESTRATÉGICOS DE INFORMAÇÃO (SEI) Uso de sistemas de informação para obter vantagem competitiva Rackoff, Wiseman e Ullrich (1985) desenvolveram um processo de planejamento para a implementação de sistemas de informação para vantagem competitiva baseado em uma versão expandida do modelo de Porter. O modelo é baseado na identificação das cinco áreas de impulso estratégico onde a empresa pode fazer um movimento ofensivo ou defensivo. Estas cinco áreas são: 1. Diferenciação: alcança uma vantagem competitiva distinguindo seus produtos ou serviços daqueles dos seus competidores. 2. Custos: alcança vantagem competitiva reduzindo os custos de sua empresa, custos dos fornecedores ou custos dos consumidores ou aumentando os custos de seus concorrentes que devem pagar para alcançar a qualidade e serviço que sua empresa fornece. 20

Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações. Um SIG gera

Leia mais

Tecnologias e Sistemas de Informação

Tecnologias e Sistemas de Informação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 02 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

ESTRATÉGIA COMPETITIVA. Michael E. Porter

ESTRATÉGIA COMPETITIVA. Michael E. Porter ESTRATÉGIA COMPETITIVA Michael E. Porter 1. A NATUREZA DAS FORÇAS COMPETITIVAS DE UMA EMPRESA 2. ESTRATEGIAS DE CRESCIMENTO E ESTRATÉGIAS COMPETITIVAS 3. O CONCEITO DA CADEIA DE VALOR 1 1. A NATUREZA DAS

Leia mais

Governança de TI Funções Gerenciais e Estrutura Organizacional. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br

Governança de TI Funções Gerenciais e Estrutura Organizacional. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Governança de TI Funções Gerenciais e Estrutura Organizacional Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Agenda Componentes de uma empresa Objetivos Organizacionais X Processos de negócios Gerenciamento integrado

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SIG. Diferença entre relatórios gerados pelo SPT e os gerados pelo SIG

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SIG. Diferença entre relatórios gerados pelo SPT e os gerados pelo SIG Introdução SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SIG A finalidade principal de um SIG é ajudar uma organização a atingir as suas metas, fornecendo aos administradores uma visão das operações regulares da empresa,

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr.

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. 15 Aula 15 Tópicos Especiais I Sistemas de Informação Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. Site Disciplina: http://fundti.blogspot.com.br/ Conceitos básicos sobre Sistemas de Informação Conceitos sobre Sistemas

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL (SIG) Conjunto integrado de pessoas, procedimentos, banco de dados e dispositivos que suprem os gerentes e os tomadores

Leia mais

Prof. Lucas Santiago

Prof. Lucas Santiago Classificação e Tipos de Sistemas de Informação Administração de Sistemas de Informação Prof. Lucas Santiago Classificação e Tipos de Sistemas de Informação Sistemas de Informação são classificados por

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO @ribeirord FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br Sistemas de Informação Sistemas de Apoio às Operações Sistemas

Leia mais

Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Na prática, não existe uma classificação rígida, permitindo aos autores e principalmente as empresas classificar seus sistemas de diversas maneiras. A ênfase

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO @ribeirord FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br Lembrando... Aula 4 1 Lembrando... Aula 4 Sistemas de apoio

Leia mais

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com. Conceitos - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação - Dados x Informações Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.br Definição de Sistema Uma coleção de objetos unidos por alguma forma

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA 1 OBJETIVOS 1. O que os administradores precisam saber sobre organizações para montar e usar sistemas de informação com sucesso? 2. Que

Leia mais

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Franco Vieira Sampaio 1 Atualmente a informática está cada vez mais inserida no dia a dia das empresas, porém, no início armazenavam-se os dados em folhas,

Leia mais

Estudar os Sistemas de Processamento de Transação (SPT)

Estudar os Sistemas de Processamento de Transação (SPT) Estudar a Colaboração Empresarial. Objetivos do Capítulo Estudar os Sistemas de Processamento de Transação (SPT) Identificar o papel e alternativas de relatórios dos sistemas de informação gerencial. Estudar

Leia mais

Operação do Sistema Logístico

Operação do Sistema Logístico Operação do Sistema Logístico Prof. Ph.D. Cláudio F. Rossoni Engenharia Logística II Objetivo Entender que, possuir um excelente planejamento para disponibilizar produtos e serviços para os clientes não

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS O PODER DA INFORMAÇÃO Tem PODER quem toma DECISÃO Toma DECISÃO correta quem tem SABEDORIA Tem SABEDORIA quem usa CONHECIMENTO Tem CONHECIMENTO quem possui INFORMAÇÃO (Sem

Leia mais

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning ERP Enterprise Resources Planning A Era da Informação - TI GRI Information Resource Management -Informação Modo organizado do conhecimento para ser usado na gestão das empresas. - Sistemas de informação

Leia mais

Coletividade; Diferenciais; Informação; Dado; Informação; Conhecimento. Coletar informação; e Identificar as direções.

Coletividade; Diferenciais; Informação; Dado; Informação; Conhecimento. Coletar informação; e Identificar as direções. Revisão 1 Coletividade; Diferenciais; Informação; Dado; Informação; Conhecimento Coletar informação; e Identificar as direções. Precisa; Clara; Econômica; Flexível; Confiável; Dirigida; Simples; Rápida;

Leia mais

Visão Geral dos Sistemas de Informação

Visão Geral dos Sistemas de Informação Visão Geral dos Sistemas de Informação Existem muitos tipos de sistemas de informação no mundo real. Todos eles utilizam recursos de hardware, software, rede e pessoas para transformar os recursos de dados

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA II

ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA II ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA II Atividades Gerenciais de MKT Produto Testar Novos Produtos; Modificar Atuais; Eliminar; Política de Marcas; Criar Satisfação e Valor; Embalagem. 2 1 Atividades Gerenciais

Leia mais

E-Business global e colaboração

E-Business global e colaboração E-Business global e colaboração slide 1 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. 2.1 Copyright 2011 Pearson Education, Inc. publishing as Prentice Hall Objetivos de estudo Quais as principais

Leia mais

Sistema. Atividades. Sistema de informações. Tipos de sistemas de informação. Everson Santos Araujo everson@everson.com.br

Sistema. Atividades. Sistema de informações. Tipos de sistemas de informação. Everson Santos Araujo everson@everson.com.br Sistema Tipos de sistemas de informação Everson Santos Araujo everson@everson.com.br Um sistema pode ser definido como um complexo de elementos em interação (Ludwig Von Bertalanffy) sistema é um conjunto

Leia mais

Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1

Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1 Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1 Fundação Getúlio Vargas Estudantes na Escola de Administração da FGV utilizam seu laboratório de informática, onde os microcomputadores estão em rede

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação

Estratégias em Tecnologia da Informação Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 6 Sistemas de Informações Estratégicas Sistemas integrados e sistemas legados Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados Material de apoio 2 Esclarecimentos

Leia mais

Sistemas de Informações Transacionais SIT Sistemas de Informações Gerenciais SIG. Ana Clara Araújo Gomes da Silva araujo.anaclara@gmail.

Sistemas de Informações Transacionais SIT Sistemas de Informações Gerenciais SIG. Ana Clara Araújo Gomes da Silva araujo.anaclara@gmail. Sistemas de Informações Transacionais SIT Sistemas de Informações Gerenciais SIG Ana Clara Araújo Gomes da Silva araujo.anaclara@gmail.com Papéis fundamentais dos SI Os SI desempenham 3 papéis vitais em

Leia mais

Sistemas de Processamento de Transações. Sandro da Silva dos Santos sandro.silva@sociesc.com.br

Sistemas de Processamento de Transações. Sandro da Silva dos Santos sandro.silva@sociesc.com.br Sistemas de Processamento de Transações Sandro da Silva dos Santos sandro.silva@sociesc.com.br Evolução dos sistemas de informação Os dispositivos de computação passaram dos tubos a vácuo, nos anos 50

Leia mais

Capítulo 2 E-Business global e colaboração

Capítulo 2 E-Business global e colaboração Objetivos de estudo Capítulo 2 E-Business global e colaboração Quais as principais características de um negócio que são relevantes para a compreensão do papel dos sistemas de informação? Como os sistemas

Leia mais

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI. Resposta do Exercício 1

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI. Resposta do Exercício 1 Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI Resposta do Exercício 1 Fundação Getúlio Vargas Leia o texto e responda o seguinte: a) identifique os recursos de: Hardware: microcomputadores,

Leia mais

Faculdade de Tecnologia da Zona Leste Prof. Fumio Ogawa

Faculdade de Tecnologia da Zona Leste Prof. Fumio Ogawa Faculdade de Tecnologia da Zona Leste Prof. Fumio Ogawa Sistemas de Informação 2 1. Fundamentos dos Sistemas de Informação Antes de começar a discutir os sistemas de informação precisamos definir e entender

Leia mais

Tecnologias da Informação e da Comunicação Aula 01

Tecnologias da Informação e da Comunicação Aula 01 Tecnologias da Informação e da Comunicação Aula 01 Douglas Farias Cordeiro Universidade Federal de Goiás 31 de julho de 2015 Mini-currículo Professor do curso Gestão da Informação Professor do curso ESAMI

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA Capítulo 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 2.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? Como os sistemas de informação apóiam

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE IV: Fundamentos da Inteligência de Negócios: Gestão da Informação e de Banco de Dados Um banco de dados é um conjunto de arquivos relacionados

Leia mais

Sistema de Informação

Sistema de Informação Sistema de Informação É um conjunto de partes coordenadas, que buscam prover a empresa com informações, com o objetivo de melhorar a tomada de decisões. Conjunto organizado de pessoas, hardware, software,

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL 2015 Sabemos que as empresas atualmente utilizam uma variedade muito grande de sistemas de informação. Se você analisar qualquer empresa que conheça, constatará que existem

Leia mais

1: FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

1: FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES 1: FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES 1 Os sistemas de informação (SI) utilizam hardware, software, redes de telecomunicações, técnicas de administração de dados computadorizadas e outras formas de

Leia mais

COMO AS ORGANIZAÇÕES USAM OS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

COMO AS ORGANIZAÇÕES USAM OS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO COMO AS ORGANIZAÇÕES USAM OS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. José Luiz Mendes Prof. Gerson Volney Lagemann Prof. Ricardo José Pfitscher 2/78 Relembrando Organização empresarial: Organização complexa e formal

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EXERCÍCIOS DO LIVRO SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS ALUNO ADRIANO RAMPINELLI FERNANDES

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EXERCÍCIOS DO LIVRO SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS ALUNO ADRIANO RAMPINELLI FERNANDES FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EXERCÍCIOS DO LIVRO SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS ALUNO ADRIANO RAMPINELLI FERNANDES Capítulo 1 - Página 28 - Questões de revisão 1.2 O que é exatamente um sistema

Leia mais

Pós-Graduação Business Intelligence

Pós-Graduação Business Intelligence Pós-Graduação Business Intelligence Tendências de Mercado de Business Intelligence Aula 01 Negócios e Tecnologia da Informação Objetivos da Aprendizagem Discutir as pressões corporativas e as reações que

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 1 OBJETIVOS 1. Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? 2. Como os sistemas de informação apóiam as principais funções empresariais:

Leia mais

Exercícios sobre Competindo com a Tecnologia da Informação

Exercícios sobre Competindo com a Tecnologia da Informação Exercícios sobre Competindo com a Tecnologia da Informação Exercício 1: Leia o texto abaixo e identifique o seguinte: 2 frases com ações estratégicas (dê o nome de cada ação) 2 frases com características

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Introdução à Unidade Curricular

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Introdução à Unidade Curricular SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Introdução à Unidade Curricular Material Cedido pelo Prof. Msc. Ângelo Luz Prof. Msc. André Luiz S. de Moraes 2 Materiais Mussum (187.7.106.14 ou 192.168.200.3) Plano de Ensino SISTEMAS

Leia mais

IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1

IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1 IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1 Banco de Dados Introdução Por: Robson do Nascimento Fidalgo rdnf@cin.ufpe.br IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson

Leia mais

Software para Saúde Conectada

Software para Saúde Conectada TrakCare LAB Inovação na evolução dos pacientes, performance de laboratórios e comunicação entre os profissionais de saúde. Software para Saúde Conectada Mais poder para seu laboratório, mais benefícios

Leia mais

Uma visão abrangente dos negócios. Solução para superar barreiras e otimizar recursos na sua empresa

Uma visão abrangente dos negócios. Solução para superar barreiras e otimizar recursos na sua empresa Uma visão abrangente dos negócios Solução para superar barreiras e otimizar recursos na sua empresa Negócios sem barreiras O fenômeno da globalização tornou o mercado mais interconectado e rico em oportunidades.

Leia mais

Competindo com Tecnologia da Informação. Objetivos do Capítulo

Competindo com Tecnologia da Informação. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Identificar as diversas estratégias competitivas básicas e explicar como elas podem utilizar a tecnologia da informação para fazer frente às forças competitivas que as empresas enfrentam.

Leia mais

Gestão de Negócios. Unidade III FUNDAMENTOS DE MARKETING

Gestão de Negócios. Unidade III FUNDAMENTOS DE MARKETING Gestão de Negócios Unidade III FUNDAMENTOS DE MARKETING 3.1- CONCEITOS DE MARKETING Para a American Marketing Association: Marketing é uma função organizacional e um Marketing é uma função organizacional

Leia mais

Tipos de Sistema de Informação mais utilizados atualmente

Tipos de Sistema de Informação mais utilizados atualmente Tipos de Sistema de Informação mais utilizados atualmente FASES DA EVOLUÇÃO DOS SI E DO CONCEITO DE INFORMAÇÃO Período Conceito de informação 1950-1960 Mal necessário,necessidade burocrática. 1960-1970

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais Aula 4 Sistema de Informação SI baseado em computadores Organização, administração e estratégia Professora: Cintia Caetano INTRODUÇÃO Sistemas de Informação são parte

Leia mais

Classificação dos Sistemas de Informação

Classificação dos Sistemas de Informação Sistemas de Informação Classificação dos Sistemas de Informação O que veremos? Estaremos examinando o tipo de sistema de informação Gerencial. Veremos também, outras classificações dos sistemas de informação.

Leia mais

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010 Enterprise Resource Planning - ERP Objetivo da Aula Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 2 1 Sumário Informação & TI Sistemas Legados ERP Classificação Módulos Medidas

Leia mais

agility made possible

agility made possible RESUMO DA SOLUÇÃO CA IT Asset Manager como gerenciar o ciclo de vida de ativos, maximizar o valor dos investimentos em TI e obter uma exibição do portfólio de todos os meus ativos? agility made possible

Leia mais

Tecnologia da Informação Aula 3 Revolução dos SI

Tecnologia da Informação Aula 3 Revolução dos SI Tecnologia da Informação Aula 3 Revolução dos SI Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@ifpe.edu.br Instituto Federal de Pernambuco Recife - PE Visão Geral Desafios Empresariais Administração * Monitora

Leia mais

Projeto gestão de demanda http://www.administradores.com.br/artigos/marketing/projeto-gestao-de-demanda/62517/

Projeto gestão de demanda http://www.administradores.com.br/artigos/marketing/projeto-gestao-de-demanda/62517/ Projeto gestão de demanda http://www.administradores.com.br/artigos/marketing/projeto-gestao-de-demanda/62517/ Muitas empresas se deparam com situações nas tarefas de previsões de vendas e tem como origem

Leia mais

SIG Capítulo 3 - Parte 1

SIG Capítulo 3 - Parte 1 SIG Capítulo 3 - Parte 1 Estudo de caso: Textron Fabrica de tudo: de aviões corporativos e sistemas de transmissão automotivos até aparadores de grama. Outra área industrial e uma financeira Vai de bem

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA OBJETIVOS Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? Como os sistemas de informação apóiam as principais funções empresariais:

Leia mais

Capítulo 5 Sistemas de Informação para Vantagem Estratégica

Capítulo 5 Sistemas de Informação para Vantagem Estratégica Capítulo 5 Sistemas de Informação para Vantagem Estratégica SEÇÃO I: Fundamentos da Vantagem Estratégica Os sistemas de informação devem ser vistos como algo mais do que um conjunto de tecnologias que

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. M.Sc. Anderson Pazin Aula 01 Sistema Sistema é um conjunto de elementos dinamicamente relacionados formando uma atividade para atingir um objetivo sobre

Leia mais

DCC133 Introdução à Sistemas de Informação. E-business global e colaboração

DCC133 Introdução à Sistemas de Informação. E-business global e colaboração Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação DCC133 Introdução à Sistemas de Informação TÓPICO 2 E-business global e colaboração Prof. Tarcísio de Souza Lima OBJETIVOS DE ESTUDO Identificar e descrever

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva. Resposta do Exercício 1

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva. Resposta do Exercício 1 Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva 1 Resposta do Exercício 1 Uma organização usa algumas ações para fazer frente às forças competitivas existentes no mercado, empregando

Leia mais

APTRA PASSPORT DA NCR. Um núcleo empresarial para captura remota de depósitos

APTRA PASSPORT DA NCR. Um núcleo empresarial para captura remota de depósitos APTRA PASSPORT DA NCR Um núcleo empresarial para captura remota de depósitos Uma maneira melhor para os seus clientes depositarem cheques Bancos e instituições financeiras continuam a enfrentar os desafios

Leia mais

Sistemas de Transformação e Estratégia de produção

Sistemas de Transformação e Estratégia de produção Sistemas de Transformação e de produção A seleção do Processo de produção depende: -Tecnologia dos Processos de Transformaçã ção -Tecnologia dos meios auxiliares (dispositivos, ferramentas) -Tecnologia

Leia mais

Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços

Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços da solução SAP SAP ERP SAP Data Maintenance for ERP by Vistex Objetivos Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços Entregar a manutenção de dados

Leia mais

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Material de Apoio Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações.

Leia mais

Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior

Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior Conceitos Por que eu preciso deste curso? Não sou de TI Sou de TI conteúdo utilizado exclusivamente para fins didáticos 2 Não sou

Leia mais

A importância da. nas Organizações de Saúde

A importância da. nas Organizações de Saúde A importância da Gestão por Informações nas Organizações de Saúde Jorge Antônio Pinheiro Machado Filho Consultor de Negócios www.bmpro.com.br jorge@bmpro.com.br 1. Situação nas Empresas 2. A Importância

Leia mais

APERFEIÇOAMENTO DO PROCESSO DE DECISÃO PARA A EMPRESA DIGITAL

APERFEIÇOAMENTO DO PROCESSO DE DECISÃO PARA A EMPRESA DIGITAL APERFEIÇOAMENTO DO PROCESSO DE DECISÃO PARA A EMPRESA DIGITAL 1 OBJETIVOS 1. Como os sistemas de informação podem ajudar cada gerente a tomar as melhores decisões em caso de problemas não-rotineiros e

Leia mais

Os Sistemas de Informação e a Evolução das Organizações

Os Sistemas de Informação e a Evolução das Organizações Os Sistemas de Informação e a Evolução das Organizações Leonardo C. de Oliveira1, Diogo D. S. de Oliveira1, Noemio C. Neto 1, Norberto B. de Araripe1, Thiago N. Simões1, Antônio L. M. S. Cardoso 1,2 1.Introdução

Leia mais

Universidade Federal de Itajubá EPR 806 Sistemas de Informação

Universidade Federal de Itajubá EPR 806 Sistemas de Informação Tipos de Sistemas de Informação Sistemas sob a Perspectiva de Grupos Usuários Sistemas de apoio ao executivo (SAE); Universidade Federal de Itajubá EPR 806 Sistemas de Informação Segundo semestre de 2012

Leia mais

UnB Universidade de Brasília. Administração de Recursos Materiais. Tema: Gestão de estoque. Alunos: - Beliza de Ávila.

UnB Universidade de Brasília. Administração de Recursos Materiais. Tema: Gestão de estoque. Alunos: - Beliza de Ávila. UnB Universidade de Brasília Administração de Recursos Materiais Tema: Gestão de estoque Alunos: - Beliza de Ávila - Felipe Jordán - Guilherme de Miranda - Jefferson Coelho O conceito de ocupação física

Leia mais

Conceitos e tarefas da administração de marketing DESENVOLVIMENTO DE ESTRATEGIAS E PLANOS DE MARKETING

Conceitos e tarefas da administração de marketing DESENVOLVIMENTO DE ESTRATEGIAS E PLANOS DE MARKETING Sumário Parte um Conceitos e tarefas da administração de marketing CAPITULO I MARKETING PARA 0 SÉCULO XXI A importância do marketing O escopo do marketing 0 que é marketing? Troca e transações A que se

Leia mais

2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1 2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Fundamentos da Vantagem Estratégica ou competitiva Os sistemas de informação devem ser vistos como algo mais do que um conjunto de tecnologias que apoiam

Leia mais

Aplicações de Otimização em Processos Industriais

Aplicações de Otimização em Processos Industriais Aplicações de Otimização em Processos Industriais Maria Cristina N. Gramani gramani@mackenzie.com.br Departamento de Engenharia de Produção Escola de Engenharia Universidade Presbiteriana Mackenzie Organização

Leia mais

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação UNIFEI Universidade Federal de Itajubá Prof. Dr. Alexandre Ferreira de Pinho 1 Componentes de uma empresa Organizando uma empresa: funções empresariais básicas Funções

Leia mais

Gerenciamento de Redes

Gerenciamento de Redes Gerenciamento de Redes As redes de computadores atuais são compostas por uma grande variedade de dispositivos que devem se comunicar e compartilhar recursos. Na maioria dos casos, a eficiência dos serviços

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1.1 2003 by Prentice Hall Sistemas de Informação José Celso Freire Junior Engenheiro Eletricista (UFRJ) Mestre em Sistemas Digitais (USP) Doutor em Engenharia de Software (Universit(

Leia mais

O desafio: A vantagem da Videojet:

O desafio: A vantagem da Videojet: Nota de aplicação Tinta Tintas coloridas para embalagens de ponto de venda O desafio: O ambiente de varejo é um mercado em constante evolução, com maior ênfase na embalagem, que não só protege os produtos

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

2015 Internet das Coisas Manual de Parceiro

2015 Internet das Coisas Manual de Parceiro 2015 Internet das Coisas Manual de Parceiro Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos. Prêmios reais, a partir de agora Bem-vindo ao Intel Technology Provider A Internet das Coisas está

Leia mais

08/09/2011 GERÊNCIA DA INTEGRAÇÃO PMBOK GESTÃO DE PROJETOS

08/09/2011 GERÊNCIA DA INTEGRAÇÃO PMBOK GESTÃO DE PROJETOS GESTÃO DE PROJETOS Prof. Me. Luís Felipe Schilling "Escolha batalhas suficientemente grandes para importar, suficientemente pequenas para VENCER." Jonathan Kozol GERÊNCIA DA INTEGRAÇÃO PMBOK 1 GERÊNCIA

Leia mais

SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE TRANSAÇÕES (SPT) PARADA OBRIGATÓRIA!!! SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (SPT, SIG e ERP) CONTEÚDO DA AULA

SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE TRANSAÇÕES (SPT) PARADA OBRIGATÓRIA!!! SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (SPT, SIG e ERP) CONTEÚDO DA AULA PROF.ª MARCIA CRISTINA DOS REIS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 14/08/2012 Aula 4 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (SPT, SIG e ERP) PARADA OBRIGATÓRIA!!! LEITURA DO LIVRO DO TURBAN, RAINER JR E POTTER Sistemas SPT p. 212

Leia mais

CAPÍTULO 7. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO (SAD) SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO (SSD)

CAPÍTULO 7. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO (SAD) SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO (SSD) 1 CAPÍTULO 7. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO (SAD) SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO (SSD) A necessidade dos SAD surgiu em decorrência de diversos fatores, como, por exemplo: Competição cada vez maior entre as

Leia mais

Existem três categorias básicas de processos empresariais:

Existem três categorias básicas de processos empresariais: PROCESSOS GERENCIAIS Conceito de Processos Todo trabalho importante realizado nas empresas faz parte de algum processo (Graham e LeBaron, 1994). Não existe um produto ou um serviço oferecido por uma empresa

Leia mais

PERSPECTIVA FUNCIONAL DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E TIPOS DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO

PERSPECTIVA FUNCIONAL DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E TIPOS DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO CURSO: GESTÃO AMBIENTAL PROFESSOR: WENES SILVA DOS SANTOS ALUNOS: ANDRÉ VIANA CAVALCANTE, DANILO CARVALHO DE OLIVEIRA, GEISA MOREIRA DE SOUSA, FERNANDA MONTES, LIAMAR MONTES, PRISCILA CASTRO, RAIMUNDINHA

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SIG

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SIG GSI I Profa. Msc. Rosa Hoffmann 1 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SIG O SIG é um sistema integrado de apoio à tomada de decisões, proposto como uma ferramenta essencial para implementar a modernização

Leia mais

SIMULADO DO TESTE DE RACIOCÍNIO GLOBAL

SIMULADO DO TESTE DE RACIOCÍNIO GLOBAL SIMULADO DO TESTE DE RACIOCÍNIO GLOBAL COPYRIGHT 2008 PROCTER & GAMBLE CINCINNATI, OH 45202 U.S.A. ATENÇÃO: Todos os direitos são reservados. Nenhuma parte deste teste pode ser reproduzida por meio algum

Leia mais

Conceitos e técnicas. Devem ser contempladas algumas atividades típicas de vendas:

Conceitos e técnicas. Devem ser contempladas algumas atividades típicas de vendas: Administração da equipe de vendas (Neste texto de apoio: Conceitos e técnicas e Plano de ação de vendas) Conceitos e técnicas A correta administração da equipe de vendas é fundamental para o bom desempenho

Leia mais

Sistemas de Informação: tipos e características

Sistemas de Informação: tipos e características Sistemas de Informação: tipos e características Tipos de sistemas de informação. Os quatro tipos principais de sistemas de informação. Sistemas do ponto de vista de pessoal Sistemas de processamento de

Leia mais

Sistemas de Informação Empresarial. Gerencial

Sistemas de Informação Empresarial. Gerencial Sistemas de Informação Empresarial SIG Sistemas de Informação Gerencial Visão Integrada do Papel dos SI s na Empresa [ Problema Organizacional ] [ Nível Organizacional ] Estratégico SAD Gerência sênior

Leia mais

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza edwin@engenharia-puro.com.br www.engenharia-puro.com.br/edwin Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos ... lembrando Uma cadeia de suprimentos consiste em todas

Leia mais

Conceitos de Sistemas de Informação

Conceitos de Sistemas de Informação Conceitos de Sistemas de Informação Prof. Miguel Damasco AEDB 1 Objetivos da Unidade 1 Explicar por que o conhecimento dos sistemas de informação é importante para os profissionais das empresas e identificar

Leia mais

2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO As Empresas e os Sistemas Problemas locais - impacto no sistema total. Empresas como subsistemas de um sistema maior. Uma empresa excede a soma de

Leia mais

GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE

GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE SUMÁRIO O que é gestão de estoque...3 Primeiros passos para uma gestão de estoque eficiente...7 Como montar um estoque...12 Otimize a gestão do seu estoque...16

Leia mais

Prof. JUBRAN. Aula 1 - Conceitos Básicos de Sistemas de Informação

Prof. JUBRAN. Aula 1 - Conceitos Básicos de Sistemas de Informação Prof. JUBRAN Aula 1 - Conceitos Básicos de Sistemas de Informação Conhecimento em Sistemas de Informação Os filósofos tentam há séculos definir dados ou fatores, informação e conhecimento. Seus resultados

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Hermes Management Consulting T: +54 11 4393 2019 www.hermesmc.com.ar

Hermes Management Consulting T: +54 11 4393 2019 www.hermesmc.com.ar Análise dos custos nas agências de viagem e formas de aperfeiçoamento do setor Hermes Management Consulting T: +54 11 4393 2019 www.hermesmc.com.ar Análise dos custos nas agências de viagem e formas de

Leia mais

Sistemas de Informação CEA460 - Gestão da Informação

Sistemas de Informação CEA460 - Gestão da Informação Sistemas de Informação CEA460 - Gestão da Informação Janniele Aparecida Conceitos Sistema de Informação Conjunto de componentes interrelacionados que coletam (ou recuperam), processam e armazenam e distribuem

Leia mais