MINISTÉRIO DA FAZENDA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO DA FAZENDA"

Transcrição

1 MINISTÉRIO DA FAZENDA PNADc IBGE Trimestre: mar-abr-mai/ de junho de 2018 Os informativos econômicos da Secretaria de Política Econômica (SPE) são elaborados a partir de dados de conhecimento público, cujas fontes primárias são instituições autônomas, públicas ou privadas. O objetivo é organizar informações de conhecimento público para ampliar o entendimento sobre a economia brasileira. O conteúdo deste material é meramente informativo, não possuindo caráter prospectivo, nem delimitando as ações de política econômica adotadas pelo Ministério da Fazenda

2 Resumo dos Resultados No trimestre de março a maio de 2018, a taxa de desocupação no Brasil foi estimada em 12,7%. Esta estimativa apresentou queda em relação ao mesmo trimestre do ano anterior (13,3%). A taxa de participação (PEA/PIA) no período de referência apresentou queda, passando de 61,6% para 61,4% na comparação interanual. Quanto ao nível de ocupação (PO/PIA), houve alta, passando de 53,4% para 53,6% na comparação interanual A evolução interanual da PIA foi de 1,0%. A PEA teve alta de 0,6%, na mesma base. Já a PO registrou alta de 1,3%, também na comparação interanual. O rendimento médio mensal habitual de todos os trabalhos foi de R$ 2.187,00 no período de referência, alta de 0,9% na comparação interanual. Já o rendimento efetivo, defasado em um mês, ficou em R$ 2.193,00. Considerando apenas o trabalho principal, o rendimento médio mensal habitual foi de R$ 2.121,00, alta de 1,0% na comparação interanual, enquanto o efetivo ficou em R$ 2.130,00. A massa de rendimentos mensal habitual de todos os trabalhos foi de R$ 193,9 bilhões, alta de 2,3% na comparação interanual, enquanto a efetiva ficou em R$ 194,5 bilhões. 2

3 Taxa de Desocupação % Taxa de desocupação com ajuste sazonal 14% 13% 12,4% 12% 11% 10% 9% 8% 7% 6% 3

4 Distribuição da População Ocupada por categoria de ocupação Quantitativo em milhares de pessoas e variação percentual % Trimestre de referência: mar-abr-mai/2018 Variação em relação ao trimestre anterior, com ajuste sazonal* Variação em relação ao mesmo trimestre do ano anterior (mar-abr-mai/2017) Variação em 4 trimestres Milhares de pessoas População Economicamente Ativa -0,3% 0,6% 1,5% População Ocupada -0,3% 1,3% 1,6% Empregado no setor privado com carteira de trabalho assinada Empregado no setor privado sem carteira de trabalho assinada -0,8% -1,5% -2,0% ,5% 5,7% 5,7% Trabalhador doméstico -2,7% 0,1% 2,0% Empregado no Setor Público 0,9% 2,9% 2,1% Empregador 1,5% 5,6% 5,9% Conta-própria -0,6% 2,5% 3,7%

5 Rendimento do trabalho, segundo a categoria de ocupação Valor em reais (R$) e variação percentual % Trimestre de referência: mar-abr-mai/2018 Rendimento habitual todos os trabalhos Rendimento habitual trabalho principal Empregado no setor privado com carteira de trabalho assinada Empregado no setor privado sem carteira de trabalho assinada Variação em relação ao trimestre anterior, com ajuste sazonal* Variação em relação ao mesmo trimestre do ano anterior (mar-abr-mai/2017) Variação em 4 trimestres Valor em R$ -0,4% 0,9% 1,8% ,0% 1,0% 1,5% ,2% 1,0% 2,4% ,8% 1,4% -0,5% Trabalhador doméstico 0,8% 1,5% 1,3% 882 Empregado no Setor Público 2,3% 3,1% 1,0% Empregador -5,5% -3,0% 2,8% Conta-própria 0,1% -0,1% -0,1%

6 População Ocupada - PO Em milhões de pessoas e variação na margem com ajuste sazonal para o último período PO 93 92, ,5-0,1% 91 90, , ,5 88 6

7 População Desocupada - PD Em milhões de pessoas e variação na margem com ajuste sazonal para o último período PD ,3%

8 População Economicamente Ativa - PEA Em milhões de pessoas e variação na margem com ajuste sazonal para o último período PEA ,1%

9 Taxa de Participação (PEA/PIA) Percentual (%) e variação na margem com ajuste sazonal para o último período 62,2% PEA/PIA 62,0% 61,8% 61,6% 61,4% 61,2% -0,2% 61,0% 60,8% 60,6% 9

10 Nivel de Ocupação (PO/PIA) Percentual (%) e variação na margem com ajuste sazonal para o último período 58% PO/PIA 57% 56% 55% 54% -0,2% 53% 52% 10

11 jan-fev-mar fev-mar-abr mar-abr-mai abr-mai-jun mai-jun-jul jun-jul-ago jul-ago-set ago-set-out set-out-nov out-nov-dez nov-dez-jan dez-jan-fev jan-fev-mar fev-mar-abr mar-abr-mai abr-mai-jun mai-jun-jul jun-jul-ago jul-ago-set ago-set-out set-out-nov out-nov-dez nov-dez-jan dez-jan-fev jan-fev-mar fev-mar-abr mar-abr-mai Variação do contingente populacional Variação em relação ao mesmo trimestre do ano anterior (%) 3,0 População em Idade Ativa População Economicamente Ativa População Ocupada 2,0 1,3 1,0 1,0 0,6 0,0-1,0-2,0-3,

12 Rendimento real habitual de todos os trabalhos Valor em reais (R$) e variação na margem com ajuste sazonal para o último período R$ R$ ,0% R$ R$ R$ R$

13 Massa salarial real total Valor em bilhões de reais (R$) e variação na margem com ajuste sazonal para o último período R$ 205 R$ 200-0,1% R$ 195 R$ 190 R$ 185 R$ 180 R$

14 jan-fev-mar/2016 fev-mar-abr/2016 mar-abr-mai/2016 abr-mai-jun/2016 mai-jun-jul/2016 jun-jul-ago/2016 jul-ago-set/2016 ago-set-out/2016 set-out-nov/2016 out-nov-dez/2016 nov-dez-jan/2017 dez-jan-fev/2017 jan-fev-mar/2017 fev-mar-abr/2017 mar-abr-mai/2017 abr-mai-jun/2017 mai-jun-jul/2017 jun-jul-ago/2017 jul-ago-set/2017 ago-set-out/2017 set-out-nov/2017 out-nov-dez/2017 nov-dez-jan/2018 dez-jan-fev/2018 jan-fev-mar/2018 fev-mar-abr/2018 mar-abr-mai/2018 Componentes da massa salarial real total Variação em relação ao mesmo trimestre do ano anterior (%) População Ocupada Rendimento habitual todos os trabalhos Massa de rendimento habitual de todos os trabalhos 2,3 1,3 0,

15 Massa salarial real dos Empregados com Carteira no Setor Privado Valor em bilhões de reais (R$) e variação na margem com ajuste sazonal para o último período R$ 78 R$ 76 R$ 74 R$ 72 R$ 70 R$ 68 0,0% R$ 66 R$ 64 R$ 62 R$ 60 15

16 mai-jun-jul/2016 jun-jul-ago/2016 jul-ago-set/2016 ago-set-out/2016 set-out-nov/2016 out-nov-dez/2016 nov-dez-jan/2017 dez-jan-fev/2017 jan-fev-mar/2017 fev-mar-abr/2017 mar-abr-mai/2017 abr-mai-jun/2017 mai-jun-jul/2017 jun-jul-ago/2017 jul-ago-set/2017 ago-set-out/2017 set-out-nov/2017 out-nov-dez/2017 nov-dez-jan/2018 dez-jan-fev/2018 jan-fev-mar/2018 fev-mar-abr/2018 mar-abr-mai/2018 Massa salarial real dos Empregados com Carteira no Setor Privado Variação em relação ao mesmo trimestre do ano anterior (%) 6,0 4,0 Empregado com carteira no setor privado Rendimento Habitual do Empregado com carteira no setor privado Massa de Rendimentos Empregado com carteira no setor privado 2,0 1,0 0,0-2,0-0,5-1,5-4,0-6,0-8,0 16

17 Ministério da Fazenda Para maiores informações acesse o site da Secretaria de Política Econômica:

PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICÍLIOS - PNAD. Desemprego segue em queda, mas ainda atinge 12,9 milhões

PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICÍLIOS - PNAD. Desemprego segue em queda, mas ainda atinge 12,9 milhões Taxa de desocupação (em %) Desemprego segue em queda, mas ainda atinge 12,9 milhões A taxa de desocupação, registrada pelo IBGE, no trimestre móvel finalizado em julho de 2018 foi de 12,3%, um recuo de

Leia mais

EAE Economia do Trabalho II. Prof. Hélio Zylberstajn. Aula 1 Economia do trabalho - Conceitos introdutórios

EAE Economia do Trabalho II. Prof. Hélio Zylberstajn. Aula 1 Economia do trabalho - Conceitos introdutórios EAE 0543 - Economia do Trabalho II Prof. Hélio Zylberstajn Aula 1 Economia do trabalho - Conceitos introdutórios Conceitos básicos e estatísticas do mercado de trabalho Objetivos da aula Apresentar conceitos

Leia mais

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua Indicadores mensais produzidos com informações do trimestre móvel terminado em setembro de 2017 Rio de Janeiro, 31 de outubro de 2017

Leia mais

P R I N C I P A L O B J E T I V O. PNAD Contínua. Produzir informações contínuas. Produzir informações anuais

P R I N C I P A L O B J E T I V O. PNAD Contínua. Produzir informações contínuas. Produzir informações anuais 1 Rio de Janeiro, 30/06/2017 O B J P R I N C I P A L Produzir informações contínuas PNAD Contínua Produzir informações anuais E T I Sobre a inserção da população no mercado de trabalho e suas diversas

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NO DISTRITO FEDERAL JANEIRO DE 2007

PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NO DISTRITO FEDERAL JANEIRO DE 2007 PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NO DISTRITO FEDERAL JANEIRO DE 2007 Taxa de desemprego registra variação negativa, devido a saída de pessoas do mercado de trabalho. As informações captadas pela Pesquisa

Leia mais

taxa Indicadores IBGE Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Fevereiro de 2016 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE

taxa Indicadores IBGE Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Fevereiro de 2016 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE taxa Indicadores IBGE Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Fevereiro de 2016 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Presidente da República Dilma Rousseff Ministro do Planejamento,

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua Indicadores mensais produzidos com informações do trimestre móvel terminado em novembro de 2017 Rio de Janeiro, 29 de dezembro de 2017

Leia mais

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua Indicadores mensais produzidos com informações do trimestre móvel terminado em janeiro de 2018 Rio de Janeiro, 28 de fevereiro de 2018

Leia mais

O Macro no Detalhe. Taxa de desemprego diminui 0,2% no trimestre. Série de curtas análises econômicas do nosso Economista-Chefe, Adauto Lima.

O Macro no Detalhe. Taxa de desemprego diminui 0,2% no trimestre. Série de curtas análises econômicas do nosso Economista-Chefe, Adauto Lima. Série de curtas análises econômicas do nosso Economista-Chefe, Adauto Lima Taxa de desemprego diminui 0,2% no trimestre 03 de junho, 2019 Sumário A taxa de desemprego recuou de 12,7% para 12,5% no trimestre

Leia mais

MAIO DE Deteriora-se a situação do mercado de trabalho da RMPA

MAIO DE Deteriora-se a situação do mercado de trabalho da RMPA MERCADO DE TRABALHO NA REGIÃO METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE Ano 18 - Número 05 MAIO DE 2009 1 Deteriora-se a situação do mercado de trabalho da RMPA As informações captadas pela Pesquisa de Emprego e Desemprego

Leia mais

DELEGACIA REGIONAL TRIBUTÁRIA DE

DELEGACIA REGIONAL TRIBUTÁRIA DE Fatores válidos para recolhimento em 01/08/2016 JANEIRO 3,3714 3,2396 3,0166 2,8566 2,6932 2,5122 2,3076 2,1551 1,9790 1,8411 1,7203 1,5947 FEVEREIRO 3,3614 3,2158 3,0021 2,8464 2,6807 2,4939 2,2968 2,1429

Leia mais

AGOSTO 1 DE 2007 Ocupação mantém-se em crescimento

AGOSTO 1 DE 2007 Ocupação mantém-se em crescimento ME RCADO DE TR ABALHO N A RE GIÃO METROPOLITANA DE PORTO AL EGRE Ano 16 - N úmero 8 AGOSTO 1 DE 2007 Ocupação mantém-se em crescimento As informações captadas pela Pesquisa de Emprego e Desemprego na Região

Leia mais

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua. Rio de Janeiro, 23 de fevereiro de 2017

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua. Rio de Janeiro, 23 de fevereiro de 2017 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua Rio de Janeiro, 23 de fevereiro de 2017 P R I N C I P A L O PNAD Contínua B J E T I Produzir informações contínuas Sobre a inserção da

Leia mais

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-46/12

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-46/12 JANEIRO 2,7899 2,6581 2,4351 2,2751 2,1117 1,9307 1,7261 1,5736 1,3975 1,2596 1,1388 1,0132 FEVEREIRO 2,7799 2,6343 2,4206 2,2649 2,0992 1,9124 1,7153 1,5614 1,3860 1,2496 1,1288 1,0032 MARÇO 2,7699 2,6010

Leia mais

GDOC INTERESSADO CPF/CNPJ PLACA

GDOC INTERESSADO CPF/CNPJ PLACA Fatores válidos para recolhimento em 01/02/2017 JANEIRO 3,4634 3,3316 3,1086 2,9486 2,7852 2,6042 2,3996 2,2471 2,0710 1,9331 1,8123 1,6867 FEVEREIRO 3,4534 3,3078 3,0941 2,9384 2,7727 2,5859 2,3888 2,2349

Leia mais

Pesquisa Mensal de Emprego

Pesquisa Mensal de Emprego Pesquisa Mensal de Emprego Retrospectiva 2003-2011 9 anos 1 1, 26/01/2012 1 Produz indicadores mensais sobre a força de trabalho que permitem avaliar as flutuações e a tendência, a médio e a longo prazos,

Leia mais

Na média de 2015, a economia brasileira fechou mais de 525,3 mil postos de trabalho em relação aos dez primeiros meses de O setor de serviços,

Na média de 2015, a economia brasileira fechou mais de 525,3 mil postos de trabalho em relação aos dez primeiros meses de O setor de serviços, Novembro de 2015 1 Na média de 2015, a economia brasileira fechou mais de 525,3 mil postos de trabalho em relação aos dez primeiros meses de 2014. O setor de serviços, contudo, continuou abrindo vagas.

Leia mais

ABRIL DE Taxa de desemprego mantém-se praticamente estável

ABRIL DE Taxa de desemprego mantém-se praticamente estável MERCADO DE TRABALHO DO DISTRITO FEDERAL Ano 21 - Número 04 ABRIL DE 2012 Taxa de desemprego mantém-se praticamente estável Em abril, a Pesquisa de Emprego e Desemprego captou relativa estabilidade da taxa

Leia mais

taxa Indicadores IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Fevereiro 2016 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE

taxa Indicadores IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Fevereiro 2016 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE taxa Indicadores IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Fevereiro 2016 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Presidenta da República Dilma Rousseff Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão

Leia mais

1. Atividade Econômica

1. Atividade Econômica Janeiro / 213 O Núcleo de Pesquisa da FECAPapresenta no seu Boletim Econômicouma compilação dos principais indicadores macroeconômicos nacionais que foram publicados ao longo do mês de referência deste

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

O setor de serviços vem liderando o ranking de geração de empregos em Este ano, o setor deve responder por cerca de 68,0% dos postos de

O setor de serviços vem liderando o ranking de geração de empregos em Este ano, o setor deve responder por cerca de 68,0% dos postos de Dezembro de 2014 1 O setor de serviços vem liderando o ranking de geração de empregos em 2014. Este ano, o setor deve responder por cerca de 68,0% dos postos de trabalho que serão criados. Definições A

Leia mais

VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%)

VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%) PIB 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%) 9.0 8.0 7.6 7.0 6.0 5.0 4.0 3.0 2.0 1.0-1.0 4.4 1.3 3.1 1.2 5.7 3.1 4.0 6.0

Leia mais

CRESCIMENTO DO PIB BRASILEIRO

CRESCIMENTO DO PIB BRASILEIRO PIB 1984 1985 1986 1987 1988 1989 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015* Fonte: IBGE e IPEA CRESCIMENTO DO PIB

Leia mais

CRESCIMENTO DO PIB BRASILEIRO

CRESCIMENTO DO PIB BRASILEIRO PIB 1984 1985 1986 1987 1988 1989 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015* Fonte: IBGE e IPEA CRESCIMENTO DO PIB

Leia mais

Indicadores da Economia Brasileira: Emprego e Rendimento Observatório de Políticas Econômicas 2016

Indicadores da Economia Brasileira: Emprego e Rendimento Observatório de Políticas Econômicas 2016 www.fdc.org.br Indicadores da Economia Brasileira: Emprego e Rendimento Observatório de Políticas Econômicas 2016 Indicadores da Economia Brasileira: Emprego e Rendimento Quadro-Resumo Taxa mensal de desemprego

Leia mais

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua. Mercado de Trabalho Brasileiro 1º trimestre de de maio de 2018

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua. Mercado de Trabalho Brasileiro 1º trimestre de de maio de 2018 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua Mercado de Trabalho Brasileiro 1º trimestre de 2018 17 de maio de 2018 P R I N C I P A L O B J E T I V O Produzir informações contínuas

Leia mais

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,8 21-Jul-00 Real 0,6493 Sem frete - PIS/COFINS

Leia mais

Indicadores IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Outubro 2010

Indicadores IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Outubro 2010 Indicadores IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Outubro 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro de Estado do Planejamento, Orçamento

Leia mais

Massa Salarial Real Média móvel trimestral (R$ milhões) jul/14. jul/15. jan/15. set/15. jan/16. set/14. nov/14. nov/15. mai/15. mar/15.

Massa Salarial Real Média móvel trimestral (R$ milhões) jul/14. jul/15. jan/15. set/15. jan/16. set/14. nov/14. nov/15. mai/15. mar/15. ASSESSORIA ECONÔMICA Dados divulgados entre os dias 28 de janeiro e 01 de fevereiro Mercado de Trabalho (PNAD Contínua Mensal) 210.000 Massa Salarial Real Média móvel trimestral (R$ milhões) 205.000 204.592

Leia mais

DESEMPREGO MANTÉM-SE ESTÁVEL

DESEMPREGO MANTÉM-SE ESTÁVEL MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE JUNHO DE 2007 1 2 3 DESEMPREGO MANTÉM-SE ESTÁVEL Divulgação junho 2007 1. Para junho, as informações da Pesquisa de Emprego e Desemprego de apontam estabilidade

Leia mais

PRESSÃO NO MERCADO DE TRABALHO CAUSA PEQUENA ELEVAÇÃO NO DESEMPREGO

PRESSÃO NO MERCADO DE TRABALHO CAUSA PEQUENA ELEVAÇÃO NO DESEMPREGO PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA 1 MAIO DE 2011 Ano 4 Divulgação Nº 5 PRESSÃO NO MERCADO DE TRABALHO CAUSA PEQUENA ELEVAÇÃO NO DESEMPREGO As informações da Pesquisa

Leia mais

Mercado de Trabalho Brasileiro Retrospectiva 2012 a 2016 Brasil. Rio de Janeiro, 31/01/2017

Mercado de Trabalho Brasileiro Retrospectiva 2012 a 2016 Brasil. Rio de Janeiro, 31/01/2017 Mercado de Trabalho Brasileiro Retrospectiva 2012 a 2016 Brasil 1 Rio de Janeiro, 31/01/2017 Observação: Os indicadores para retrospectiva foram construídos através da média aritmética dos quatro trimestres

Leia mais

PESQUISA MENSAL DE EMPREGO

PESQUISA MENSAL DE EMPREGO ESTIMATIVAS PARA O MÊS DE AGOSTO DE REGIÃO METROPOLITANA DE RECIFE Taxas de atividade e desocupação estáveis Em agosto de havia 3.081 mil pessoas em idade ativa na Região Metropolitana de Recife. Deste

Leia mais

Taxa de desemprego registra comportamento diverso entre as regiões

Taxa de desemprego registra comportamento diverso entre as regiões Taxa de desemprego registra comportamento diverso entre as regiões AGOSTO DE 2016 As informações captadas pela Pesquisa de Emprego e Desemprego revelam que a taxa de desemprego cresceu em Porto Alegre

Leia mais

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12 JANEIRO 2,8451 2,7133 2,4903 2,3303 2,1669 1,9859 1,7813 1,6288 1,4527 1,3148 1,1940 1,0684 FEVEREIRO 2,8351 2,6895 2,4758 2,3201 2,1544 1,9676 1,7705 1,6166 1,4412 1,3048 1,1840 1,0584 MARÇO 2,8251 2,6562

Leia mais

VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%)

VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%) PIB 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%) 7,5 7,0 5,0 3,0 1,0 4,4 1,4 3,1 1,1 5,8 3,2 4,0 6,1 5,1 3,9 1,9 3,0

Leia mais

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua Indicadores mensais produzidos com informações do trimestre móvel terminado em Abril de 2019 Rio de Janeiro, 31 de maio de 2019 A partir

Leia mais

EM % Média : 3,8% Média : 2,7% FONTE: IBGE ELABORAÇÃO: BRADESCO

EM % Média : 3,8% Média : 2,7% FONTE: IBGE ELABORAÇÃO: BRADESCO PIB 1984 1985 1986 1987 1988 1989 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015* Fonte: IBGE e IPEA CRESCIMENTO Elaboração

Leia mais

VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%)

VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%) PIB 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%) 7.5 7.0 5.0 3.0 1.0 4.4 1.4 3.1 1.1 5.8 3.2 4.0 6.1 5.1 3.9 1.9 3.0

Leia mais

DESEMPREGO ESTÁVEL NA RMF

DESEMPREGO ESTÁVEL NA RMF PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA 1 JUNHO DE 2014 Ano 7 Divulgação Nº 06 DESEMPREGO ESTÁVEL NA RMF As informações coletadas pela Pesquisa de Emprego e Desemprego na

Leia mais

PIB BRASILEIRO (variação anual, %)

PIB BRASILEIRO (variação anual, %) PIB PIB BRASILEIRO (variação anual, %) 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 7.5 7.0 5.0 3.0 1.0 4.4 1.4 3.1 1.1 5.8 3.2 4.0 6.1 5.1 4.0 1.9 3.0

Leia mais

Taxa de desemprego registra comportamento de relativa estabilidade em todas as regiões

Taxa de desemprego registra comportamento de relativa estabilidade em todas as regiões Taxa de desemprego registra comportamento de relativa estabilidade em todas as regiões OUTUBRO DE 2016 As informações captadas pela Pesquisa de Emprego e Desemprego revelam que a taxa de desemprego apresentou

Leia mais

EMPREGO E RENDA 1º SEMESTRE/2003 O MERCADO DOMÉSTICO EM CONTRAÇÃO

EMPREGO E RENDA 1º SEMESTRE/2003 O MERCADO DOMÉSTICO EM CONTRAÇÃO EMPREGO E RENDA 1º SEMESTRE/2003 O MERCADO DOMÉSTICO EM CONTRAÇÃO Na última pesquisa de emprego do IBGE, a taxa de desocupação cresceu ainda mais, fazendo com que o semestre fechasse com uma taxa média

Leia mais

Índices de preços base: ago. 94 = 100

Índices de preços base: ago. 94 = 100 Índices de preços base: ago. 94 = 100 Índice Geral de Preços Índice Geral de Preços Índice de Preços ao Produtor Amplo Índice Nacional do Custo da Disponibilidade Interna (IGP-DI) do Mercado (IGP-M) Disponibilidade

Leia mais

SONDAGEM DA INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO. Julho, 2015

SONDAGEM DA INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO. Julho, 2015 SONDAGEM DA INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO Julho, 2015 Resultados da pesquisa Empresas informantes: 1.134 Vendas (R$ Bilhões): 709,5 Pessoal Ocupado (em milhares): 1.360 Período de coleta: 01/07/15 a 22/07/15

Leia mais

EMPREGO E RENDA 2003 UM ANO DE DESEMPREGO E DE QUEDA ACENTUADA DO RENDIMENTO NOS GRANDES CENTROS URBANOS

EMPREGO E RENDA 2003 UM ANO DE DESEMPREGO E DE QUEDA ACENTUADA DO RENDIMENTO NOS GRANDES CENTROS URBANOS EMPREGO E RENDA 2003 UM ANO DE DESEMPREGO E DE QUEDA ACENTUADA DO RENDIMENTO NOS GRANDES CENTROS URBANOS Em dezembro, a pesquisa de emprego do IBGE registrou uma taxa de desocupação de 10,9%. Como é normal

Leia mais

Índices de preços base: ago. 94 = 100

Índices de preços base: ago. 94 = 100 Índices de preços base: ago. 94 = 100 Índice Geral de Preços Índice Geral de Preços Índice de Preços ao Produtor Amplo Índice Nacional do Custo da Disponibilidade Interna (IGP-DI) do Mercado (IGP-M) Disponibilidade

Leia mais

Pesquisa Mensal de Emprego Maio 2004

Pesquisa Mensal de Emprego Maio 2004 Pesquisa Mensal de Emprego Maio 2004 Região Metropolitana do Rio de Janeiro Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE 1 PESQUISA MENSAL DE EMPREGO ESTIMATIVAS PARA O MÊS DE MAIO DE 2004 REGIÃO

Leia mais

Maio 2004. Belo Horizonte. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE

Maio 2004. Belo Horizonte. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Maio 2004 Região Metropolitana de Belo Horizonte Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE 1 PESQUISA MENSAL DE EMPREGO ESTIMATIVAS PARA O MÊS DE MAIO DE 2004 REGIÃO

Leia mais

Relatório Conjuntura Econômica Brasileira 2º trimestre de 2013

Relatório Conjuntura Econômica Brasileira 2º trimestre de 2013 Relatório Conjuntura Econômica Brasileira 2º trimestre de 13 Elaboração: Vice-Presidência de Finanças VIFIN Diretoria Executiva de Finanças e Mercado de Capitais - DEFIN 1 mai/8 ago/8 nov/8 fev/9 mai/9

Leia mais

EMPREGO E RENDA NO 1º SEMESTRE DE 2004 QUADRO PIOR COM SINAIS DE MELHORA EM MAIO/JUNHO

EMPREGO E RENDA NO 1º SEMESTRE DE 2004 QUADRO PIOR COM SINAIS DE MELHORA EM MAIO/JUNHO EMPREGO E RENDA NO 1º SEMESTRE DE 2004 QUADRO PIOR COM SINAIS DE MELHORA EM MAIO/JUNHO Em junho, a pesquisa de emprego do IBGE apurou uma taxa de desocupação de %, abaixo tanto da do mês anterior (%),

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Sindipetro RJ. Petroleiros do Rio de Janeiro. Deflatores: IPCA-IBGE INPC-IBGE. julho de 2012

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Sindipetro RJ. Petroleiros do Rio de Janeiro. Deflatores: IPCA-IBGE INPC-IBGE. julho de 2012 EVOLUÇÃO SALARIAL Categoria: Petroleiros do Rio de Janeiro Deflatores: IPCA-IBGE INPC-IBGE julho de 2012 Este trabalho contém o estudo sobre o comportamento dos salários desde 01-setembro-2011 até 31-agosto-2012

Leia mais

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016 Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado do Paraná Safra 2016/2017 Mar/16 0,6048 0,6048 0,6048 66,04 73,77 Abr 0,6232 0,6232 0,5927 64,72 72,29 Mai 0,5585 0,5878 0,5868

Leia mais

Concessões de Crédito - Recursos Livres Variação acumulada em 12 meses. fev/15. nov/14. mai/14. mai/15. ago/14 TOTAL PF PJ

Concessões de Crédito - Recursos Livres Variação acumulada em 12 meses. fev/15. nov/14. mai/14. mai/15. ago/14 TOTAL PF PJ ASSESSORIA ECONÔMICA Dados divulgados entre os dias 24 de julho e 28 de julho Crédito O estoque total de crédito do sistema financeiro nacional (incluindo recursos livres e direcionados) registrou variação

Leia mais

Conjuntura Econômica Nacional. Junho de 2016

Conjuntura Econômica Nacional. Junho de 2016 Conjuntura Econômica Nacional Junho de 2016 Variação real do PIB (em %) Brasil trimestral (1º tri 2010 a 4º tri 2015) Brasil, mundo e China anual (2008 a 2016) 10 12,0 8 7,5 10,0 8,0 6,7 6 4 2 0 3,1 6,0

Leia mais

Taxa de desemprego estável no DF

Taxa de desemprego estável no DF MERCADO DE TRABALHO DISTRITO FEDERAL Ano 24 Nº 11 Resultados de novembro de 2015 Taxa de desemprego estável no DF 1. As informações da Pesquisa de Emprego e Desemprego no PED-DF, realizada pela Secretaria

Leia mais

Pequeno crescimento do desemprego

Pequeno crescimento do desemprego FEVEREIRO DE 010 PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO N o 303 N o 66 Pequeno crescimento do desemprego Aumentam a PEA e, com menor intensidade, a ocupação

Leia mais

DESEMPREGO CRESCE PELO SEGUNDO MÊS CONSECUTIVO

DESEMPREGO CRESCE PELO SEGUNDO MÊS CONSECUTIVO PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA 1 FEVEREIRO DE 2014 Ano 7 Divulgação Nº 02 DESEMPREGO CRESCE PELO SEGUNDO MÊS CONSECUTIVO As informações disponibilizadas pela Pesquisa

Leia mais

IPCA - alimentos. Junho Data de Divulgação: 06/07/2018 MINISTÉRIO DA FAZENDA

IPCA - alimentos. Junho Data de Divulgação: 06/07/2018 MINISTÉRIO DA FAZENDA MINISTÉRIO DA FAZENDA IPCA - alimentos Junho 2018 Data de Divulgação: 06/07/2018 Os informativos econômicos da Secretaria de Política Econômica (SPE) são elaborados a partir de dados de conhecimento público,

Leia mais

IPC-Fipe. 3ª quadrissemana de agosto/16. 26 de agosto de 2016

IPC-Fipe. 3ª quadrissemana de agosto/16. 26 de agosto de 2016 3ª quadrissemana de agosto/16 26 de agosto de 2016 Os INFORMATIVOS ECONÔMICOS da (SPE) são elaborados a partir de dados de conhecimento público, cujas fontes primárias são instituições autônomas, públicas

Leia mais

O INDX apresenta alta de 3,62% em dezembro

O INDX apresenta alta de 3,62% em dezembro O INDX apresenta alta de 3,62% em dezembro Dados de Dezembro/12 Número 70 São Paulo O Índice do Setor Industrial (INDX), composto pelas ações mais representativas do segmento, encerrou o mês de dezembro

Leia mais

Luís Abel da Silva Filho

Luís Abel da Silva Filho PLANEJAMENTO ECONÔMICO E NOVAS POSSIBILIDADES: O MERCADO DE TRABALHO NA REGIÃO NORDESTE DO BRASIL Luís Abel da Silva Filho abeleconomia@hotmail.com Departamento de Economia Universidade Regional do Cariri

Leia mais

Pesquisa Mensal de Atividade em Serviços. Julho de 2017

Pesquisa Mensal de Atividade em Serviços. Julho de 2017 Pesquisa Mensal de Atividade em Serviços Julho de 2017 OS SERVIÇOS NO ESTADO DE SÃO PAULO PESQUISA MENSAL DE EMPREGO Definições A Pesquisa de Emprego em Serviços é desenvolvida pela CNS/FESESP com base

Leia mais

PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NO DISTRITO FEDERAL ABRIL DE Ocupação cresce ligeiramente e taxa de desemprego permanece praticamente estável

PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NO DISTRITO FEDERAL ABRIL DE Ocupação cresce ligeiramente e taxa de desemprego permanece praticamente estável PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NO DISTRITO FEDERAL ABRIL DE 2011 Ocupação cresce ligeiramente e taxa de desemprego permanece praticamente estável De acordo com as informações captadas pela Pesquisa de

Leia mais

MENOR NÍVEL DE DESEMPREGO

MENOR NÍVEL DE DESEMPREGO PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA 1 OUTUBRO DE 2010 Ano 3 Divulgação Nº 10 MENOR NÍVEL DE DESEMPREGO As informações captadas pela Pesquisa de Emprego e Desemprego na

Leia mais

Abril / NEPOM Núcleo de Estudos de Política Monetária do IBMEC/MG

Abril / NEPOM Núcleo de Estudos de Política Monetária do IBMEC/MG Análise de Conjuntura Abril / 2012 NEPOM Núcleo de Estudos de Política Monetária do IBMEC/MG Coordenação: Prof. Dr. Cláudio D. Shikida Alunos Integrantes Isadora Figueiredo Guilherme Leite Rafael Byrro

Leia mais

DESEMPREGO EM ALTA NA RMF

DESEMPREGO EM ALTA NA RMF PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA 1 AGOSTO DE 2014 Ano 7 Divulgação Nº 08 DESEMPREGO EM ALTA NA RMF As informações captadas pela Pesquisa de Emprego e Desemprego na

Leia mais

PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NO DISTRITO FEDERAL MARÇO DE Em comportamento típico para o período, taxa de desemprego assinala aumento

PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NO DISTRITO FEDERAL MARÇO DE Em comportamento típico para o período, taxa de desemprego assinala aumento PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NO DISTRITO FEDERAL MARÇO DE 2011 Em comportamento típico para o período, taxa de desemprego assinala aumento Em março, a Pesquisa de Emprego e Desemprego captou crescimento

Leia mais

Algumas características da inserção das mulheres no mercado de trabalho

Algumas características da inserção das mulheres no mercado de trabalho 1 Pesquisa Mensal de Emprego Algumas características da inserção das mulheres no mercado de trabalho Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre 2003-2008 Rio de Janeiro

Leia mais

SONDAGEM DA INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO. Fevereiro, 2016

SONDAGEM DA INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO. Fevereiro, 2016 SONDAGEM DA INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO, 2016 Resultados da pesquisa Empresas respondentes: 1.101 Pessoal Ocupado (em milhares): 1.294 Período de coleta: 01/02/16 a 24/02/16 Obs.: Todos os dados desta apresentação

Leia mais

Rio de Janeiro, 18/05/2017. Mercado de Trabalho Brasileiro 1º trimestre de 2017

Rio de Janeiro, 18/05/2017. Mercado de Trabalho Brasileiro 1º trimestre de 2017 1 Rio de Janeiro, 18/05/2017 Mercado de Trabalho Brasileiro estre de 2017 O B J P R I N C I P A L Produzir informações contínuas PNAD Contínua Produzir informações anuais E T I sobre a inserção da população

Leia mais

Resultados de setembro

Resultados de setembro Resultados de setembro Em setembro de sobre setembro de 2015, as micro e pequenas empresas (MPEs) paulistas apresentaram queda de 10,1% na receita (já descontada a inflação). Por setores, no período, os

Leia mais

PESQUISA MENSAL DE EMPREGO

PESQUISA MENSAL DE EMPREGO PESQUISA MENSAL DE EMPREGO ESTIMATIVAS PARA O MÊS DE J ANE I R O DE 2004 REGIÕES METROPOLITANAS DE: RECIFE, SALVADOR, BELO HORIZONTE, RIO DE JANEIRO, SÃO PAULO e PORTO ALEGRE I) INTRODUÇÃO Para o primeiro

Leia mais

Resultados de fevereiro

Resultados de fevereiro Em fevereiro de sobre fevereiro de 2016, as micro e pequenas empresas (MPEs) paulistas apresentaram queda de 3,3% no faturamento real (descontando a inflação). O resultado de fevereiro/17 ocorreu após

Leia mais

DESEMPREGO EM ELEVAÇÃO REGISTRA NOVO RECORDE

DESEMPREGO EM ELEVAÇÃO REGISTRA NOVO RECORDE PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA 1 ABRIL DE 2016 Ano 9 Divulgação Nº 04 DESEMPREGO EM ELEVAÇÃO REGISTRA NOVO RECORDE As informações captadas pela Pesquisa de Emprego

Leia mais

Março/2012. NEPOM Núcleo de Estudos de Política Monetária do IBMEC/MG

Março/2012. NEPOM Núcleo de Estudos de Política Monetária do IBMEC/MG Análise de Conjuntura Março/2012 NEPOM Núcleo de Estudos de Política Monetária do IBMEC/MG Coordenação: Prof. Dr. Cláudio D. Shikida Alunos Integrantes Isadora Figueiredo Guilherme Leite Rafael Byrro Raphael

Leia mais

Taxa de desemprego diminui pelo segundo mês consecutivo

Taxa de desemprego diminui pelo segundo mês consecutivo PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO DO ABC 1 PED ABC outubro 2 DE 2015 DIVULGAÇÃO N o 54 Taxa de desemprego diminui pelo segundo mês consecutivo Nível de ocupação aumenta no Comércio e Reparação

Leia mais

BNB Conjuntura Econômica Nº40

BNB Conjuntura Econômica Nº40 BNB Conjuntura Econômica Nº40 Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste - ETENE 4. Mercado de Trabalho O cenário atual da economia brasileira, que experimentou queda sucessiva do PIB nos dois

Leia mais

Taxa de desemprego aumenta no DF

Taxa de desemprego aumenta no DF MERCADO DE TRABALHO DISTRITO FEDERAL Ano 25 Nº 01 Resultados de janeiro de 2016 Taxa de desemprego aumenta no DF 1. As informações da Pesquisa de Emprego e Desemprego no PED-DF, realizada pela Secretaria

Leia mais

MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE

MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE Abril/2013 Para abril de 2013, taxa de desemprego apresenta redução 1. Em abril, as informações da Pesquisa de Emprego e Desemprego de mostraram redução na

Leia mais

Dados Estatísticos Portabilidades. Setembro/2013

Dados Estatísticos Portabilidades. Setembro/2013 Dados Estatísticos Portabilidades Setembro/2013 Índice Termos Técnicos Utilizados... 3 Dados Quantitativos Evolução Mensal do Número de Portabilidades Cadastradas... 13 Apresentação de Resultados Tabela

Leia mais

Mercado de Trabalho: Ligeira Melhora com Informalização

Mercado de Trabalho: Ligeira Melhora com Informalização 3 Mercado de Trabalho: Ligeira Melhora com Informalização Vera Martins da Silva (*) O mercado de trabalho está finalmente dando sinais de recuperação, ainda que incipiente e apoiada na informalização.

Leia mais

Taxa de desemprego em relativa estabilidade

Taxa de desemprego em relativa estabilidade PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO DO ABC 1 PED ABC JUNHO 2 DE 2016 DIVULGAÇÃO N o 62 Taxa de desemprego em relativa estabilidade Aumenta o nível de ocupação nos Serviços e se reduz na Indústria

Leia mais

Definições. São levantadas informações sobre estoquede trabalhadores, admissões, demissõese salário médioem todos tipos de estabelecimento.

Definições. São levantadas informações sobre estoquede trabalhadores, admissões, demissõese salário médioem todos tipos de estabelecimento. Maio de 2013 Definições A Pesquisa de Emprego em Serviços é desenvolvida pela CNS com base em dados do sistema RAIS-CAGED do Ministério do Trabalho e Emprego e informações do INSS. A periodicidade das

Leia mais

DESEMPREGO CRESCE PELO SEGUNDO MÊS CONSECUTIVO

DESEMPREGO CRESCE PELO SEGUNDO MÊS CONSECUTIVO PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA 1 FEVEREIRO DE 2013 Ano 6 Divulgação Nº 2 DESEMPREGO CRESCE PELO SEGUNDO MÊS CONSECUTIVO As informações disponibilizadas pela Pesquisa

Leia mais

16 de fevereiro de 2018

16 de fevereiro de 2018 16 de fevereiro de 2018 1 Em 2017, a economia brasileira fechou 370,5 mil postos de trabalho em relação a 2016. O setor de serviços privados não financeiros foi responsável por uma parte do desempenho

Leia mais

MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE

MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE Março/2013 Variação negativa do nível ocupacional e leve aumento do desemprego 1. Em março, as informações da Pesquisa de Emprego e Desemprego de mostraram

Leia mais

Ligeiro crescimento da taxa de desemprego

Ligeiro crescimento da taxa de desemprego PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA 1 JANEIRO DE 2015 Ano 8 Divulgação Nº1 Ligeiro crescimento da taxa de desemprego As informações da Pesquisa de Emprego e Desemprego

Leia mais

Resultados de Maio 2017

Resultados de Maio 2017 Diretoria de Pesquisas Coordenação de Serviços e Comércio - COSEC Pesquisa Mensal de Comércio - PMC Resultados de o 2017 Data 12/07/2017 Objetivo Pesquisa Mensal do Comércio Produzir indicadores que permitam

Leia mais

A recessão avança. Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Novembro/2015

A recessão avança. Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Novembro/2015 A recessão avança Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Novembro/2015 Este não é o final de ano que queríamos O retrato da economia Tempo fechado Para o Brasil retomar o crescimento é urgente que a

Leia mais

PME registra menor taxa de desemprego da série histórica para o mês de fevereiro, mas indica acomodação no mercado de trabalho.

PME registra menor taxa de desemprego da série histórica para o mês de fevereiro, mas indica acomodação no mercado de trabalho. PME registra menor taxa de desemprego da série histórica para o mês de fevereiro, mas indica acomodação no mercado de trabalho. Segundo apuração da PME (Pesquisa Mensal do Emprego), realizada pelo IBGE,

Leia mais

Pesquisa Mensal de Emprego - PME

Pesquisa Mensal de Emprego - PME Pesquisa Mensal de Emprego - PME abril/2015 21 de maio de 2015 Secretaria de Política Econômica 1(28) Resumo dos Principais Indicadores Sem ajuste sazonal Com ajuste sazonal fev/15 mar/15 jan/15 fev/15

Leia mais

Cenários Econômicos que Pautam as Decisões de Investimento Individuais Victoria Coates Werneck 12 de setembro de 2018

Cenários Econômicos que Pautam as Decisões de Investimento Individuais Victoria Coates Werneck 12 de setembro de 2018 Cenários Econômicos que Pautam as Decisões de Investimento Individuais Victoria Coates Werneck 12 de setembro de 2018 Todos os direitos reservados para Icatu Seguros S/A - 2010. Nenhuma parte desta publicação

Leia mais

Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo

Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo Safra 2015/2016 Mensal Acumulado Cana Campo (1) Cana Esteira (2) R$/Kg ATR R$/Kg ATR R$/Ton. R$/Ton. Abr/15 0,4909

Leia mais

Conjuntura - Saúde Suplementar

Conjuntura - Saúde Suplementar Conjuntura - Saúde Suplementar 28º Edição - Setembro 2015 Sumário Conjuntura - Saúde Suplementar Seção Especial 3 Nível de Atividade 4 Emprego 5 Emprego direto em planos de saúde 6 Renda 6 Inflação 7 Câmbio

Leia mais

RMF REGISTRA A MENOR TAXA DE DESEMPREGO

RMF REGISTRA A MENOR TAXA DE DESEMPREGO PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA SETEMBRO DE 2010 1 Ano 3 Divulgação Nº 09 RMF REGISTRA A MENOR TAXA DE DESEMPREGO As informações captadas pela Pesquisa de Emprego

Leia mais