Laboratório de Controle de

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Laboratório de Controle de"

Transcrição

1 Laboratório de Controle de Qualidade - LCQ SENAI/CETEMO Eng. Maria Ballestrin Bertarello

2 NBR 15860/2010 Está dividida em duas partes Parte 1 Requisitos de segurança Parte 2 Métodos de ensaios Escopo berços e berços dobráveis (comprimento interno >900mm e 1400mm)

3 3.5 - Partes acessíveis São o lado interno do berço e o lado externo do berço que estão a 300 mm da parte superior da borda, quando a mão de uma criança não pode alcançar o lado externo do berço através das laterais ou extremidades; as partes acessíveis são todo o berço, exceto a parte inferior da base do berço quando a mão de uma criança pode alcançar o lado externo do berço através das laterais ou extremidades.

4 REQUISITOS DE SEGURANÇA - Parte Materiais Quaisquer plásticos, revestimentos de tintas, vernizes, ou acabamentos similares utilizados não devem conter elementos químicos, ou seus compostos solúveis, em proporções excedentes aos máximos exposto na norma NBR NM Quando ensaiado de acordo com 5.7 da NBR NM 300-2:2010, a taxa máxima de propagação da chama de tecidos, tecidos revestidos ou revestimentos plásticos deve ser de 30 mm/s.

5 REQUISITOS DE SEGURANÇA - Parte Construção As bordas e partes salientes acessíveis durante o uso normal devem ser arredondadas ou chanfradas e isentas de rebarbas e arestas vivas. Parafusos auto-atarraxantes não podem ser utilizados para fixar qualquer componente que é projetado para ser removido ou solto quando da desmontagem do berço para fins de transporte ou armazenamento.

6 4.3 - Construção (continuação..) Rótulos e decalques colados não devem ser utilizados nas superfícies internas das laterais e extremidades do berço. As rodas e rodízios não podem ser instalados, exceto na seguinte configuração: a) dois ou mais rodízios ou rodas e pelo menos dois outros pontos de apoio, ou b) pelo menos quatro rodízios ou rodas, das quais pelo menos duas devem possuir sistema de travamentos.

7 4.3 - Construção (continuação..) Fixação da base do colchão e base do berço Não deve ser possível para a criança, de dentro do berço levantar, a base do colchão ou a base do berço. Base do berço ajustável Se a base do berço for ajustável, o ajuste de uma posição mais elevada para uma posição mais baixa deve requer o uso de uma ferramenta ou operação de um sistema de travamento que atenda aos requisitos (sistemas de travamento).

8 Todos sistemas de travamento Com exceção das travas em rodinhas/rodas, todos os sistemas de travamento devem: a) ter uma força residual de pelo menos 50 N (tangencial quando relevante) para operação quando ensaiado com parte 2;ou b) requerer pelo menos duas ações consecutivas de operação em diferentes princípios, a segunda sendo dependente da realização e manutenção da primeira;ou c) requerer que pelo menos duas ações distintas, porém simultâneas, que operem em diferentes princípio;ou d) ter dois dispositivos de operação separados por uma distância de pelo menos 850 mm e requeridos para serem operados simultaneamente; e) requerer que a base do berço seja levantada para permitir o dobramento do berço. Se o peso da criança sobre a base do berço tiver um efeito positivo sobre o travamento, este é aceito como um dispositivo de operação.

9 Sistemas de travamento para berços dobráveis Berços dobráveis que se dobram para dentro devem ser equipados com pelo menos dois sistemas de travamento que atendam aos requisitos de A fim de evitar que um berço dobrável se dobre involuntariamente, os demais berços dobráveis devem ser equipados com um sistema de travamento que atenda aos requisitos de Laterais Móveis As laterais móveis devem ser equipadas com um sistema de travamento que atenda aos requisitos de O sistema deve ser acionado automaticamente quando a lateral móvel for fechada.

10 Distância entre pontos de apoio e a parte superior das laterais e extremidades do berço - Quando ensaiada de acordo com parte 2, sob carga, a distância entre o lado superior da base do berço/base do colchão e a borda superior da lateral e extremidade do berço deve ser de pelo menos 600 mm. - Quando ensaiada de acordo com parte 2, quando ensaiado, deve haver uma distância de pelo menos 600 mm entre a parte superior de qualquer ponto de apoio e a parte superior da lateral e extremidade do berço. - Com a base do berço e as laterais/extremidades na posição mais alta, a distância entre o lado superior da base do berço e a borda superior da lateral e extremidade do berço deve ser de pelo menos 300 mm, medida a partir do ponto mais baixo da lateral e extremidade.

11 Pontos de apoio Estrutura contínua: se quatro triângulos marcados no gabarito estiverem completamente obscurecidos (os quatro triângulos devem ter pelo menos um lado em comum com outros triângulos) Estrutura não contínua: se dois ou mais triângulos marcados no gabarito estiverem completamente obscurecidos entre a borda do gabarito e as linhas em negrito do gabarito pela estrutura que está sendo verificada (os dois ou mais triângulos de cada lado do gabarito devem ter pelo menos um lado em comum com outros.

12 Estruturas finas de arame e similares: se ele se projetar através das linhas em negrito no gabarito. Qualquer estrutura fina de arame ou peça similar, com largura máxima de 5mm deve ser verificada de acordo com Requisito parte 1 - quando ensaiado, deve haver uma distância de pelo menos 600 mm entre a parte superior de qualquer ponto de apoio e a parte superior da lateral e extremidade do berço.

13 Exemplos de pontos de apoio sobre uma estrutura contínua em um ângulo < 55º Exemplos de pontos de apoio sobre uma estrutura não contínua em um ângulo < 55º

14 Exemplos de pontos de apoio sobre estruturas finas de arame e peças similares em um ângulo < 55º Exemplos de pontos de apoio sobre estruturas de interseção ou adjacente onde a segunda estrutura evita o deslizamento

15 Furos e espaçamentos no lado interno do berço Furos de montagem Não podem haver furos de montagem acessíveis entre 7 mm e 12 mm de Ø, a menos que a profundidade seja menor que 10 mm ( parte 2) - Distância entre base e laterais e extremidades do berço Não pode ser possível para o cone de 25 mm (c/30n) passar entre a base e as laterais do berço, e entre a base e as extremidades do berço ( parte 2) - Aberturas em laterais e extremidades de tela Não pode ser possível para o cone de 7 m (c/ 30N) passar através dos orifícios da tela ( parte 2) - Distância entre ripas da base do berço Não pode ser possível para o cone de 60 mm (c/ 30 N) passar entre duas ripas adjacente da base do berço.

16 Furos e espaçamentos no lado interno do berço ( parte 2) - Aberturas na tela da base do berço Não pode ser possível o cone de 85 mm (c/ 90 N) passar através de uma base do berço fabricada de tela (5.3.1 parte 2) - Com exceção do furos, espaços e (5.3.1 parte 2) - Com exceção do furos, espaços e aberturas especificados em a , e , os demais furos, espaços e aberturas acessíveis devem ser menores que 7 mm (c/ 30N), entre 12 (sem força) e 25 mm (c/ 30N), ou entre 45 mm (sem força) e 65 mm (c/ 30 N).

17 - Pontos de cisalhamento Se ou não forem aplicáveis, pontos de cisalhamento e compressão que são criados somente ao abrir ou dobrar são permitidos Quando mecanismos motrizes ou forçados por mola forem utilizados, a distância entre duas partes acessíveis que se movimentam uma em relação a outra deve ser sempre > 18 mm ou < 5 mm Não pode haver pontos de cisalhamento e compressão acessíveis que se fecham menos de 18 mm, a menos que sejam sempre menores que 5 mm durante a última aplicação de carga no ensaio parte 2.

18 Furos e espaçamentos no lado externo do berço ( parte 1) Os requisitos não se aplicam a berços que tenham laterais/extremidades de tela ou tecido e uma perna ou sistema de apoio rígidos, quando a parte mais baixa da abertura for menor que 200 mm do chão Furos, espaços e aberturas completamente delimitados A sonda de cabeça pequena (145 mm) é pressionada com uma força de até 30 N. Se ela passar completamente, é aplicada a sonda de cabeça grande (223 mm) com uma força de 5 N. ( parte 1 -se a sonda de cabeça pequena passa, também deve permitir que a sonda de cabeça grande atravesse completamente a abertura delimitada.) Se as aberturas completamente delimitadas conterem formato em V ou irregulares, realizar também

19

20 Furos, espaços e aberturas com formato em V e irregulares, parcialmente delimitados Se a espessura total do gabarito (pescoço parte B) não puder ser inserida não há perigo, se puder ser inserida há perigo ( letra a) parte 1). Não constituem perigo Há perigo

21 Se o gabarito puder ser inserido a uma profundidade maior que a espessura do gabarito (45 mm), inserir gabarito com a parte A. Com sua linha de centro alinhada com a linha de centro da abertura, até que seu movimento seja impedido pelo contato com os limites da abertura. Se o gabarito (ápice da parte A) tocar a peça inferior da abertura não há perigo, porém se as laterais do gabarito tocarem as laterais da abertura há perigo ( letra b) - parte 1). Não há perigo Há perigo

22 5.4 - Peças pequenas Aplicável às peças pequenas que são consideradas agarráveis por uma criança e que cabem inteiramente no cilindro de peças pequenas. Uma peça é considerada agarrável por uma criança se ela pode agarrar a peça entre o seu polegar e o indicador ou entre seus dentes Ensaio de torque É aplicado um torque gradual na peça pequena, por 5s, em sentido horário até rotacionar de 180º da posição original ou o torque de 0,34 N.m ser atingido. A rotação máxima ou torque requeridos devem ser aplicados por 10s. É repetido no sentido anti-horário.

23 Ensaio de tensão É aplicada uma força de tração por 10 s na peça pequena de: -50 N onde a maior dimensão for a 6 mm; -90 N onde a maior dimensão acessível for > 6mm Se a peça for acessível, puder ser removida e se encaixa totalmente dentro do cilindro de peças pequenas é não conforme ( parte 1).

24 5.5 - Ensaio de mordida - Aplicável a lateral com enchimento. - Os materiais da borda do berço; - 1ª etapa morder a menor quantidade, aplica 50 N por 10 s; - 2ª etapa morder até a borda do berço, aplica 50 N por 10 s. - Se durante as etapas, o material externo da borda do berço for perfurado pelos dentes, remover o material para expor a camada abaixo ou o enchimento até que nenhum enchimento possa ser atingido. Assim que qualquer enchimento torna-se separado, o ensaio deve ser terminado. Avaliação: Requisito parte 1 - Nenhum enchimento deve ser removido da borda do berço

25 5.6 - Resistência da base do berço e base do colchão (ensaio de impacto) - Impactador de 10 kg, cai em queda livre, sobre o colchão de ensaio por 1000 vezes, não mais que 30 vez./min Avaliação: Requisito parte 1- nenhum elemento do berço deve quebrar nem a base do berço deve se soltar. A função do berço não pode ser prejudicada. -Pontos de impacto: a)qualquer canto; b)qualquer local onde o fundo parece ser mais fraco ou diagonal ao a); c)centro de uma lateral; d)centro de uma extremidade; e)centro da base do berço; f) se a base do berço puder ter mais de uma posição de altura, e se a sua construção de apoio não for a mesma, ensaiar adicionalmente na posição mais alta, em seguida somente nos dois cantos diagonais que não foram ensaiados.

26

27 5.7 - Resistência das Laterais e Extremidades Ensaio de carga estática nas ripas laterais (ensaio de dobramento) * Aplicar uma força de 250 N alternadamente em uma ripa posicionada no meio e uma posicionada na extremidade de cada lado, à meia distância da parte superior e inferior da ripa. Por 30 s. Avaliação: Requisito parte 1- as ripas ou as laterais e extremidades não podem se romper e nem ficar separados. A função do berço não pode ser prejudicada

28

29 Resistência das laterais ou ripas laterais (ensaio de impacto) Pêndulo com massa de 2 kg; Uma ripa é impactada de fora para dentro e a próxima de dentro para fora, dez vezes; Berços com lateral sólida, 10 impactos uniformemente distribuídos sobre as laterais do comprimento e quatro sobre as laterais da extremidade (alternando interno e externo). Avaliação: Requisito parte 1- as ripas ou as laterais e extremidades não podem se romper e nem ficar separados. A função do berço não pode ser prejudicada

30 Resistência dos cantos (ensaio de impacto) Avaliação: Requisito parte 1- as ripas ou as laterais e extremidades não podem se romper e nem ficar separados. A função do berço não pode ser prejudicada * Cinco impactos no lado interno e cinco no lado externo. Em cada barra lateral, em cada canto.

31

32 Resistência da tela e laterais flexíveis e extremidades (ensaio de carga estática) Avaliação: Requisito parte 1, os fios da tela e outros materiais flexíveis (tecidos, plásticos), não podem se romper e a função do berço não pode ser prejudicada. * Aplicar a meia distância entre a parte superior e a inferior. Por três vezes, 30 s cada vez.

33 5.8 - Resistência da Estrutura e Elementos de fixação Resistência da Estrutura e Elementos Força de 300 N, 10 vezes. Avaliação: -Requisito parte 1 - não pode haver ruptura. A função do berço não pode ser prejudicada. - Requisito parte 1 - Sob carga, a distância entre o lado superior da base do berço/base do colchão e a borda superior da lateral e extremidade do berço deve ser de pelo menos 600 mm.

34 Ensaio de durabilidade 2000 ciclos cada ponto Não é aplicável a berços dobráveis. Avaliação: Requisito parte 1 - não pode haver ruptura. A função do berço não ode ser prejudicada * Massa de 150x150 mm.calços.a 50 mm.

35

36 5.9 - Pontos salientes (4.3.5 parte 1) A massa não pode ser apoiada por qualquer parte acessível de dentro do berço. Partes das laterais e extremidades do berço maiores que 1400 mm acima do berço são consideradas não acessíveis. * Base do berço na posição mais baixa. Três vezes em cada posição.

37 Estabilidade Avaliação: Requisito parte 1 - o berço não pode tombar * Centro de gravidade da massa a 50 mm abaixo da parte mais alta da lateral. Base do berço na posição mais alta.calços.

38 Mecanismos de travamento Durabilidade Abrir e fechar o mecanismo 300 vezes. Quando aplicável medir a força necessária para a operação. Em elementos rotativos medir a força tangencial Resistência (aplicável a berços dobráveis) Aplicar uma força de 200 N na estrutura do berço, por cinco vezes, por 2 min cada vez, para cada sentido mais crítico, tentando dobrar o berço. Avaliação:Requisito parte após os ensaios o sistema de travamento deve atender sua função. Requisito , ter uma força residual de pelo menos 50 N (tangencial quando relevante) para operação quando ensaiado com

39 5 - EMBALAGEM Qualquer material plástico utilizado para embalar berços, berços dobráveis ou colchões, se aplicável, que não atenda aos requisitos de 4.10 da NM 300-1, deve ser sempre marcado em letras não inferiores a 5 mm de altura e com destaque em negrito: PARA EVITAR O PERIGO DE ASFIXIA, MANTER ESTA EMBALAGEM PLÁSTICA FORA DO ALCANCE DE CRIANÇAS REQUISITO 4.10 DA NM REQUISITO 4.10 DA NM Qualquer cobertura plástica usada como embalagem de berços ou colchões, com o perímetro de abertura superior a 360 mm e a soma da profundidade e do perímetro, totalmente estendido, maior que 584 mm, devem: 1 - ter espessura nominal mínima de 0,038mm porém nunca uma espessura real de 0,036mm. 2 Ter uma perfuração com orifícios bem definidos com área mínima de 1% medida em qualquer área máxima de 30 x 30 mm

40 6 - INSTRUÇÕES DE USO - Instruções devem ser providas língua portuguesa. Estas instruções devem ter o texto "IMPORTANTE LER COM ATENÇÃO E GUARDAR PARA EVENTUAIS CONSULTAS" em letras não inferiores a 5 mm de altura e com destaque em negrito. - As instruções devem incluir as seguintes advertências: a) Advertência:Esteja ciente do risco de chama aberta e outras fontes de calor, tais como aquecedores elétricos, aquecedores a gás, etc. nas proximidades do berço. b) Advertência:Não utilize o berço se alguma parte estiver quebrada, rasgada ou faltando. Utilizar somente peças de reposição aprovadas pelo fabricante. c) Advertência:Não deixe nenhum objeto dentro ou próximo ao berço que possa servir de ponto de apoio ou apresente perigo de asfixia ou estrangulamento, como por exemplo, cordas, cordões de persiana/cortina, etc. d) Advertência:Nunca utilize mais de um colchão no berço.

41 - As instruções devem incluir as seguintes recomendações: a) Que o berço está pronto para uso somente quando os mecanismos de travamento estiverem devidamente acionados. b) Se a altura da base do berço for ajustável, a posição mais baixa é a mais segura e a base deve ser sempre utilizada nessa posição tão logo o bebê tenha idade suficiente para se sentar. c) Quando existirem laterais móveis, uma advertência "ao deixar a criança sozinha no berço, sempre certifique-se de que a lateral móvel esteja na posição mais alta". d) Quando existirem dispositivos de apoio destacáveis para apoiar a base do berço acima da sua posição mais baixa, uma advertência de que é essencial remover esses dispositivos antes que o berço seja utilizado na sua posição mais baixa. e) Desenho de montagem, uma lista e descrição de todas as peças e ferramentas requeridas para a montagem e um diagrama dos parafusos e outros fixadores requeridos.

42 f) A espessura do colchão deve ser tal que a altura interna (da superfície do colchão até a borda superior da armação de berço) seja de pelo menos 480 mm na posição mais baixa da base do berço e pelo menos 180 mm na posição mais elevada da base do berço. g) Quando o requisito em 6 f) for atendido por uma marca no berço, uma recomendação de que a marca indica a espessura máxima do colchão a ser utilizado com o berço. h) Sobre o tamanho mínimo de colchão a ser utilizado com o berço. O comprimento e a largura devem ser tais que o espaço entre o colchão e as laterais e as extremidades não exceda 30 mm. i) De que todas as conexões de montagem devem ser sempre apertadas adequadamente e que as conexões sejam verificadas regularmente e re-apertadas, conforme necessário. j) Instruções para a lavagem/limpeza, quando aplicável. k) Advertência para evitar riscos de quedas de que quando a criança for capaz de escalar o berço, ele não deve mais ser utilizado por essa criança.

43 7 - MARCAÇÃO Todos os berços devem ser permanentemente marcados com as seguintes informações: a) Razão social, nome ou marca comercial registrada do fabricante, distribuidor ou varejista, juntamente com meios adicionais de identificação do produto. b) Número e ano desta norma. c) Se o colchão não for uma parte integrante do berço, uma marcação, na base do berço, recomendando o uso de colchões com espessura máxima permitida de 120 mm, conforme a NBR

44 Obrigada

REF.: 144. Berço Cama ENCANTO Ferramentas Utilizadas na Montagem. Berço Cama ENCANTO CUIDADOS AO MANUSEAR O PRODUTO

REF.: 144. Berço Cama ENCANTO Ferramentas Utilizadas na Montagem. Berço Cama ENCANTO CUIDADOS AO MANUSEAR O PRODUTO Fone/Fa. : (017) 3283-90 e-mail: moveisjaci@moveisjaci.com.br www.moveisjaci.com.br Berço Cama ENCANTO Ferramentas Utilizadas na Montagem Sr. cliente, ao montar o berço, observar que há duas peças de numero

Leia mais

MANUAL DE MONTAGEM E INSTRUÇÕES DE USO BERÇO SONHO ENCANTADO / PREMIUM

MANUAL DE MONTAGEM E INSTRUÇÕES DE USO BERÇO SONHO ENCANTADO / PREMIUM WWW.FIORELLO.COM.BR SAC@FIORELLO.COM.BR ENTRADA PRINCIPAL S/N - DISTRITO IND. II - BAIRRO CARAMURU TEL: (46) 3547-3547 CEP: 85880-000 - ITAIPULÂNDIA - PR MANUAL DE MONTAGEM E INSTRUÇÕES DE USO BERÇO SONHO

Leia mais

Berço Playard cercado para dormir e brincar H600

Berço Playard cercado para dormir e brincar H600 ABNT NBR 5860-:200 MANUAL DE INSTRUÇÕES Berço Playard cercado para dormir e brincar H600 IMPORTANTE LER COM ATENÇÃO E GUARDAR PARA EVENTUAIS CONSULTAS ADVERTÊNCIA: esteja ciente do risco de chama aberta

Leia mais

MANUAL DE MONTAGEM - BERÇO ENCANTHUS

MANUAL DE MONTAGEM - BERÇO ENCANTHUS Móveis Qualidade para merecer você MANUAL DE MONTAGEM BERÇO ENCANTHUS De acordo com a Norma 15860/2010 da ABNT. BERÇO ENCANTHUS 173 O fabricante se reserva ao direito de introduzir modificações técnicas

Leia mais

INSTRUÇÃO DE MONTAGEM

INSTRUÇÃO DE MONTAGEM LST PÇS tem aixa Qtd escrição Medidas (mm) 01 1/1 01 Lateral superior M 790x764x15 02 1/1 01 Lateral inferior M com etiqueta 764x310x15 03 1/1 01 Lateral maior M 1100x764x15 04 1/1 02 Travessa estrutural

Leia mais

Portaria n.º 315, de 19 de junho de 2012.

Portaria n.º 315, de 19 de junho de 2012. Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA-INMETRO Portaria n.º 315, de 19 de junho de 2012. O PRESIDENTE

Leia mais

Portaria n.º 683, de 21 de dezembro de 2012.

Portaria n.º 683, de 21 de dezembro de 2012. Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA-INMETRO Portaria n.º 683, de 21 de dezembro de 2012. O PRESIDENTE

Leia mais

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO INSTALAÇÃO PERMANENTE

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO INSTALAÇÃO PERMANENTE ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO Norma de Origem: NIT-DICLA-016 Folha: 1 Total de Folhas: 11 RAZÃO SOCIAL/DESIGNAÇÃO DO LABORATÓRIO Laboratório de Árvores, Madeiras e Móveis / Centro

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES MODELO ABC DESIGN 3 TEC

MANUAL DE INSTRUÇÕES MODELO ABC DESIGN 3 TEC MANUAL DE INSTRUÇÕES MODELO ABC DESIGN 3 TEC Utilização 3 em 1 (sistema travel system) bebê conforto adaptável ao carrinho Altura regulável das alças para empurrar o carrinho 3 posições de regulagem de

Leia mais

Instruções de instalação

Instruções de instalação Instruções de instalação Acessórios Cabos de ligação do acumulador da caldeira de aquecimento Para técnicos especializados Ler atentamente antes da montagem. Logano plus GB225-Logalux LT300 6 720 642 644

Leia mais

Verano. guarda-sóis manual de troca de corda

Verano. guarda-sóis manual de troca de corda Verano guarda-sóis manual de troca de corda Verano guarda-sóis manual de troca de corda Instruções gerais e de segurança Leia as instruções de montagem Apesar dos produtos Stobag serem de fácil montagem,

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1. ESTRUTURA E BLINDAGEM DOS MODULOS 1.1 - Estruturas Laterais Externas Deverão ser confeccionadas em chapa de aço SAE1010 #18, com varias dobras formando colunas, sem quinas ou

Leia mais

Capa TN. com Índice. Conheça os produtos TN Faça uma escolha inteligente

Capa TN. com Índice. Conheça os produtos TN Faça uma escolha inteligente Conheça os produtos TN Faça uma escolha inteligente Corrediça Oculta TN Slowmotion Corrediça Telescópica TN H45 Corrediça Telescópica TN H45 Slowmotion Corrediça Telescópica TN MINI H35 Capa TN Corrediça

Leia mais

IMPORTANTE LER COM ATENÇÃO E GUARDAR PARA EVENTUAIS CONSULTAS.

IMPORTANTE LER COM ATENÇÃO E GUARDAR PARA EVENTUAIS CONSULTAS. MANUAL DE INSTRUÇÕES e informações importantes para manutenção e limpeza dos nossos produtos erço NANNA Ref. IXE5029 Foto meramente ilustrativa Obrigado mamãe e papai. Nós da URIGOTTO, estamos a cada dia

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO TALHAS E TROLES MANUAIS

MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO TALHAS E TROLES MANUAIS MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO TALHAS E TROLES MANUAIS TALHAS ELÉTRICAS GUINCHOS DE ALAVANCA TALHAS COM ACIONAMENTO MANUAL 1) NORMAS UTILIZADAS: NBR 10401 e 10402 Especificação: Fixa as condições exigíveis

Leia mais

Metro-light. toldos de fachada manual de instalação

Metro-light. toldos de fachada manual de instalação Metro-light toldos de fachada manual de instalação Metro-light toldos de fachada manual de instalação Instruções gerais e de segurança Leia as instruções de montagem Apesar dos produtos Stobag serem de

Leia mais

CADEIRA DE ALIMENTAÇÃO PARA CRIANÇAS Portaria n.º 683/2012, 51/2013 e 359/2014 Código SGI - 3816

CADEIRA DE ALIMENTAÇÃO PARA CRIANÇAS Portaria n.º 683/2012, 51/2013 e 359/2014 Código SGI - 3816 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA- INMETRO Diretoria de Avaliação da Conformidade Dconf Divisão de Fiscalização

Leia mais

Solares. guarda-sóis manual de troca de corda

Solares. guarda-sóis manual de troca de corda Solares guarda-sóis manual de troca de corda Solares guarda-sóis manual de troca de corda Instruções gerais e de segurança Leia as instruções de montagem Apesar dos produtos Stobag serem de fácil montagem,

Leia mais

Mesa de centro com tabuleiro integrado

Mesa de centro com tabuleiro integrado Mesa de centro com tabuleiro integrado Vamos para a mesa Mesa de centro com tabuleiro integrado Esta mesa de centro é genial: ela dispõe de um tabuleiro para que possa mimar as suas vistas com todo o tipo

Leia mais

Manual de Instalação de Sistemas Fotovoltaicos em Telhados - PHB

Manual de Instalação de Sistemas Fotovoltaicos em Telhados - PHB Manual de Instalação de Sistemas Fotovoltaicos em Telhados - PHB Índice Capítulo Título Página 1 Informações Gerais 3 2 Segurança 4 3 Especificações Técnicas 5 4 Ferramentas, Instrumentos e Materiais 6

Leia mais

Manual de Instruções e Lista de Peças. Máquina de Costura Industrial Galoneira BC 500-01 CB

Manual de Instruções e Lista de Peças. Máquina de Costura Industrial Galoneira BC 500-01 CB Manual de Instruções e Lista de Peças Máquina de Costura Industrial Galoneira BC 500-01 CB ÍNDICE DETALHES TÉCNICOS, INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA... 01 MONTAGEM MOTOR E ROTAÇÃO DA MÁQUINA... 02 LUBRIFICAÇÃO...

Leia mais

Brocas Escalonadas para Telhas Arcos de Pua Garra para Mandril de Arco de Pua Verrumas para Arco de Pua. Verrumas Manuais. Ferros de Pua Mathieson

Brocas Escalonadas para Telhas Arcos de Pua Garra para Mandril de Arco de Pua Verrumas para Arco de Pua. Verrumas Manuais. Ferros de Pua Mathieson Brocas para Madeira Brocas de 3 Pontas Brocas de 3 Pontas para Mourão Brocas para Fibrocimento e Mourão Brocas em Aço Cromo 46 47 48 48 Brocas Escalonadas para Telhas Arcos de Pua Garra para Mandril de

Leia mais

Eggy. Ref. IXCI6044. MAX 22Kg. Em conformidade com a norma Européia EN 14344

Eggy. Ref. IXCI6044. MAX 22Kg. Em conformidade com a norma Européia EN 14344 Eggy Ref. IXCI6044 Em conformidade com a norma Européia EN 14344 MAX 22Kg Assento traseiro de bicicleta Eggy 2 1 B 2 3D E 4 5 3 6 7G 8 9 I M 10 N 11 12 NN 4 O O P P Q 13 14 Q 15 16 5 PT Assento traseiro

Leia mais

Corte e dobra. Nesta aula, você vai ter uma visão geral. Nossa aula. Princípios do corte e da dobra

Corte e dobra. Nesta aula, você vai ter uma visão geral. Nossa aula. Princípios do corte e da dobra A U A UL LA Corte e dobra Introdução Nesta aula, você vai ter uma visão geral de como são os processos de fabricação por conformação, por meio de estampos de corte e dobra. Inicialmente, veremos os princípios

Leia mais

GRSS. Resistance WELDING SOLDAGEM POR RESISTÊNCIA ELÉTRICA

GRSS. Resistance WELDING SOLDAGEM POR RESISTÊNCIA ELÉTRICA SOLDAGEM POR RESISTÊNCIA ELÉTRICA Princípios A soldagem por resistência elétrica representa mais uma modalidade da soldagem por pressão na qual as peças a serem soldadas são ligadas entre si em estado

Leia mais

Ajuste inicial: (para ser executada por um médico licenciado somente) (Assegurar de usar embaixo uma camiseta de algodão).

Ajuste inicial: (para ser executada por um médico licenciado somente) (Assegurar de usar embaixo uma camiseta de algodão). 1- Instruções de Uso Suporte para Costas BOA Modelos Classic e Chair back Ajuste inicial: (para ser executada por um médico licenciado somente) (Assegurar de usar embaixo uma camiseta de algodão). 1) Enquanto

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES E OPERAÇÃO. DPE Desmontadora de Pneus Elétrica

MANUAL DE INSTRUÇÕES E OPERAÇÃO. DPE Desmontadora de Pneus Elétrica MANUAL DE INSTRUÇÕES E OPERAÇÃO DPE Desmontadora de Pneus Elétrica 01 - Cabeçote Fixador 02 Garras 03 Bicos de Pato Deslocador 04 Haste Móvel 05 Braço Deslocador 06 Trava da Haste Móvel 07 Mola 08 Bico

Leia mais

Considerando a necessidade de aperfeiçoar e atualizar os requisitos de segurança para os veículos de carga nacionais e importados,

Considerando a necessidade de aperfeiçoar e atualizar os requisitos de segurança para os veículos de carga nacionais e importados, RESOLUÇÃO N o 323, DE 17 DE JULHO DE 2009 Estabelece os requisitos técnicos de fabricação e instalação de protetor lateral para veículos de carga. O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO CONTRAN, usando da competência

Leia mais

Manual de instruções. Rampa de alinhamento

Manual de instruções. Rampa de alinhamento Manual de instruções Rampa de alinhamento Apresentação Primeiramente queremos lhe dar os parabéns pela escolha de um equipamento com nossa marca. Somos uma empresa instalada no ramo de máquinas para auto

Leia mais

CAPACETE DE SEGURANÇA 2000/2010

CAPACETE DE SEGURANÇA 2000/2010 CAPACETE DE SEGURANÇA 2000/2010 DESCRIÇÃO GERAL: O capacete de segurança 2000/2010 é composto de: Casco (com ou sem tira refletiva), Suspensão (com ajuste simples ou com catraca), Tira de absorção de suor,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 549, DE 19 DE AGOSTO DE 2015.

RESOLUÇÃO Nº 549, DE 19 DE AGOSTO DE 2015. RESOLUÇÃO Nº 549, DE 19 DE AGOSTO DE 2015. Dispõe sobre os requisitos técnicos dos espelhos retrovisores destinados para motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos e quadriciclos. O CONSELHO NACIONAL

Leia mais

Casa para pássaros para a varanda ou para o jardim

Casa para pássaros para a varanda ou para o jardim Casa para pássaros para a varanda ou para o jardim Expedição ao mundo animal. Casa para pássaros Pequenos e grandes zoólogos podem em breve observar e descobrir o mundo a partir da própria porta da varanda.

Leia mais

Atuador rotativo. Série 8604/1. Manual de instruções BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR

Atuador rotativo. Série 8604/1. Manual de instruções BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR Atuador rotativo Manual de instruções Additional languages www.stahl-ex.com Índice 1 Informações Gerais...3 1.1 Fabricante...3 1.2 Informações relativas ao manual de instruções...3 1.3 Outros documentos...3

Leia mais

Manual PORTA PLACAS. Rev 00-12/07/2012 pág - 1 de 21

Manual PORTA PLACAS. Rev 00-12/07/2012 pág - 1 de 21 Rev 00-12/07/2012 pág - 1 de 21 Manual PORTA PLACAS Rev 00-12/07/2012 pág - 2 de 21 Índice CERTIFICADO ISO 9001:2008 DESENHO DE OPERAÇÃO MANUAL DE OPERAÇÃO DESENHO DE CONJUNTO TABELAS DIMENSIONAIS Histórico

Leia mais

Máquina de Costura Industrial Reta ZJ-9600. Manual de Montagem

Máquina de Costura Industrial Reta ZJ-9600. Manual de Montagem Máquina de Costura Industrial Reta ZJ-9600 Manual de Montagem ÍNDICE . Instalação do Reservatório de Óleo Primeiramente fixe as duas borrachas diretamente na mesa usando os pregos, conforme a figura. Em

Leia mais

Instruções de Instalação do Rack

Instruções de Instalação do Rack Instruções de Instalação do Rack Revise a documentação fornecida com o gabinete do rack para obter informações de segurança e cabeamento. Antes de instalar o servidor em um gabinete do rack, revise as

Leia mais

Marcação máxima. Observar as informações na placa de características. II 1/2 G. Ex d + e/d IIC Ga/Gb I M 1. Ex d + e I Ma. Certificado Conformidade

Marcação máxima. Observar as informações na placa de características. II 1/2 G. Ex d + e/d IIC Ga/Gb I M 1. Ex d + e I Ma. Certificado Conformidade s relativas às instruções Ao trabalhar em zonas com risco de explosão, a segurança de pessoas e equipamentos depende do cumprimento dos regulamentos de segurança relevantes. As pessoas que são responsáveis

Leia mais

Sistema de Esteira Porta Cabos igus Guia de Instalação

Sistema de Esteira Porta Cabos igus Guia de Instalação Sistema de Esteira Porta Cabos igus Guia de Instalação Cursos Longos (Deslizantes) Horizontais Atenção: Não seguir as instruções instalação pode resultar em falha séria Antes de iniciar o processo de instalação,

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES PREGÃO MOBILIÁRIO 2013.

ESPECIFICAÇÕES PREGÃO MOBILIÁRIO 2013. ESPECIFICAÇÕES PREGÃO MOBILIÁRIO 2013. Processo 56220/2013-73 Pregão 26/2014 GRUPO 1 MESAS E ESTAÇÕES DE TRABALHO 1 MESA RETANGULAR PARA COMPUTADOR 1200X770MM 2 MESA RETANGULAR PARA COMPUTADOR 1600X770MM

Leia mais

KEYSTONE. Válvulas de Borboleta de elevade performance Winn HiSeal Instruções de funcionamento, instalação e manutenção. www.pentair.

KEYSTONE. Válvulas de Borboleta de elevade performance Winn HiSeal Instruções de funcionamento, instalação e manutenção. www.pentair. KEYSTONE As válvulas de borboleta HiSeal, de elevada perfomance e de dupla excentricidade, estão totalmente de acordo com as classes ANSI 0 e ANSI 300. Índice 1 Armazenagem / Selecção / Protecção 1 2 Instalação

Leia mais

1.4. ITEM 02: SUPORTE - Dimensões: 760 x 440 x 80 mm (LxPxA) 1.5. QUANTIDADE: 1308 1.6. VALOR REGISTRADO: R$245,00

1.4. ITEM 02: SUPORTE - Dimensões: 760 x 440 x 80 mm (LxPxA) 1.5. QUANTIDADE: 1308 1.6. VALOR REGISTRADO: R$245,00 ATA DE REGISTRO DE PREÇO DADOS DO PREGÃO NÚMERO DO PREGÃO: 06/2014 NÚMERO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS: 06/2014 ÓRGÃO GESTOR: ESCOLA DE SARGENTOS DE LOGÍSTICA UASG: 160318 CONTATO NO ÓRGÃO PARA ADESÃO:

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL INMETRO

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL INMETRO Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL INMETRO PROGRAMA DE ANÁLISE DE PRODUTOS: RELATÓRIO

Leia mais

Manual de Instruções DUAL ACTION 0800-6458300 CORTADOR DE CABELOS BLUE ACTION 11/07 297-05/00 072469 REV.1 SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO

Manual de Instruções DUAL ACTION 0800-6458300 CORTADOR DE CABELOS BLUE ACTION 11/07 297-05/00 072469 REV.1 SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO 11/07 297-05/00 072469 REV.1 CORTADOR DE CABELOS BLUE ACTION SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO DUAL ACTION ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800-6458300 Manual de Instruções Cortes curtos 1.Usando o pente de 12 mm (05)

Leia mais

Manual de Instruções RETÍFICA RETA 1/4 AR 1214

Manual de Instruções RETÍFICA RETA 1/4 AR 1214 Manual de Instruções RETÍFICA RETA 1/4 AR 1214 ADVERTÊNCIA: Leia atentamente este manual antes de usar o produto. ÍNDICE SEÇÃO PÁGINA Introdução 3 Normas gerais de segurança 3 Normas especificas de segurança

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL INMETRO

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL INMETRO Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL INMETRO PROGRAMA DE ANÁLISE DE PRODUTOS: RELATÓRIO

Leia mais

Apostila Técnica de Porta Paletes 01 de 31

Apostila Técnica de Porta Paletes 01 de 31 Apostila Técnica de Porta Paletes 01 de 31 Tópicos Abordados: 1. Porta Paletes Seletivo (convencional): 2. Drive-in / Drive-thru Objetivo: Esta apostila tem como principal objetivo ampliar o conhecimento

Leia mais

Manual do Locatário ANDAIME TUBULAR Instruções para Instalação e Operação e Manutenção CARIMBO DO ASSOCIADO ANDAIMES Andaimes são estruturas metálicas tubulares para acesso à altura para trabalho aéreo

Leia mais

Manual de Instruções e Montagem - Bicicleta Ergométrica Dobrável Rosa

Manual de Instruções e Montagem - Bicicleta Ergométrica Dobrável Rosa Manual de Instruções e Montagem - Bicicleta Ergométrica Dobrável Rosa Parabéns, você acabou de adquirir a Bicicleta Ergométrica Dobrável Rosa! Um produto ideal para você cuidar da sua saúde e do seu corpo

Leia mais

ZJ20U93 Montagem e Operacional

ZJ20U93 Montagem e Operacional www.zoje.com.br ZJ20U93 Montagem e Operacional ÍNDICE 1. Aplicação...2 2. Operação segura...2 3. Cuidados antes da operação...2 4. Lubrificação...2 5. Seleção da agulha e do fio...3 6. A Inserção da agulha...3

Leia mais

Portaria n.º 615, de 12 de novembro de 2012

Portaria n.º 615, de 12 de novembro de 2012 Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA-INMETRO Portaria n.º 615, de 12 de novembro de 2012 O PRESIDENTE

Leia mais

Seção 9 PISTÕES - ANÉIS - BIELAS

Seção 9 PISTÕES - ANÉIS - BIELAS Seção 9 PISTÕES - ANÉIS - BIELAS Índice da seção Página Bielas Montagem da biela no pistão... 4 Verificação Instalação... 7 Remoção Torque... 8 Pistões Montagem do pistão na biela... 4 Verificação do desgaste

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇO

ATA DE REGISTRO DE PREÇO ATA DE REGISTRO DE PREÇO DADOS DO PREGÃO NÚMERO DO PREGÃO: 20/2014 NÚMERO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS: 20/2014 ÓRGÃO GESTOR: HOSPITAL GERAL DO RIO DE JANEIRO UASG: 160323 CONTATO NO ÓRGÃO PARA ADESÃO:

Leia mais

Instruções para Carrinho de Bebê Multifuncional Marie

Instruções para Carrinho de Bebê Multifuncional Marie Instruções para Carrinho de Bebê Multifuncional Marie Carrinho Marie as ilustrações são apenas representações. o design e o estilo podem variar. Manual Carrinho Marie - Dardara - 2 Antes de usar o carrinho,

Leia mais

CARROS DE 2 RODAS EM ALUMÍNIO - ACESSÓRIOS

CARROS DE 2 RODAS EM ALUMÍNIO - ACESSÓRIOS PEDAL E PLACA DE SUPORTE PARA APOIO NA DESCARGA O carro afasta-se da carga quando o pedal é acionado Este acessório pode vir montado de fábrica num carro novo ou ser posteriormente instalado num carro

Leia mais

Estas informações são importantes para a segurança e eficiência na instalação e operação do aparelho.

Estas informações são importantes para a segurança e eficiência na instalação e operação do aparelho. 0 IMPORTANTE LEIA E SIGA AS SEGUINTES INSTRUÇÕES Estas informações são importantes para a segurança e eficiência na instalação e operação do aparelho. ATENÇÃO Atenção indica uma situação potencialmente

Leia mais

Para um amor sem medida, móveis sem igual

Para um amor sem medida, móveis sem igual O fabricante se reserva o direito de introduzir modificações técnicas em seus produtos, sem aviso prévio e sempre que julgar conveniente. Para um amor sem medida, móveis sem igual MANUAL E MONTAGEM Espaço

Leia mais

Instruções de montagem

Instruções de montagem Instruções de montagem Colectores planos Suporte de instalação 6 720 643 442 (2010/03) PT 6720616592.00-1.SD Indice Indice 1 Esclarecimento dos símbolos e indicações de segurança...............................

Leia mais

Manual do usuário. Monitor LCD LED. www.reibrasil.com.br. Monitor 10,2 TFT Fixo Teto Monitor 15,4 TFT Fixo Teto Monitor 23 TFT Fixo Parede

Manual do usuário. Monitor LCD LED. www.reibrasil.com.br. Monitor 10,2 TFT Fixo Teto Monitor 15,4 TFT Fixo Teto Monitor 23 TFT Fixo Parede Manual do usuário Monitor LCD LED Monitor 10,2 TFT Fixo Teto Monitor 15,4 TFT Fixo Teto Monitor 23 TFT Fixo Parede Obrigado por escolher a REI do Brasil. Precisa de ajuda com rapidez? Leia seu Manual do

Leia mais

Ensaio de torção. Diz o ditado popular: É de pequenino que

Ensaio de torção. Diz o ditado popular: É de pequenino que A UU L AL A Ensaio de torção Diz o ditado popular: É de pequenino que se torce o pepino! E quanto aos metais e outros materiais tão usados no nosso dia-a-dia: o que dizer sobre seu comportamento quando

Leia mais

Manual de Instruções Tupias TPA-740; TPA-890

Manual de Instruções Tupias TPA-740; TPA-890 Manual de Instruções Tupias TPA-740; TPA-890 Figura 1: VISTA DA TUPIAS (IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA) Advertência: Não execute nenhuma operação com o equipamento antes de ler atentamente este manual. Este

Leia mais

Instruções de Instalação do Rack

Instruções de Instalação do Rack Instruções de Instalação do Rack Revise a documentação fornecida com o gabinete do rack para obter informações de segurança e cabeamento. Antes de instalar o servidor em um gabinete do rack, revise as

Leia mais

TEKNIKAO. Balanceadora NK750. Manual de Instruções. São Paulo

TEKNIKAO. Balanceadora NK750. Manual de Instruções. São Paulo Balanceadora Manual de Instruções São Paulo 2013 ÍNDICE Ao Proprietário... 3 Ao Operador... 3 Trabalho com Segurança... 4 Cuidados Especiais... 4 Especificações Técnicas... 6 Dados Técnicos... 6 Dimensões

Leia mais

INSTRUÇÕES DE USO IMPORTANTE LER COM ATENÇÃO E GUARDAR PARA EVENTUAIS CONSULTAS

INSTRUÇÕES DE USO IMPORTANTE LER COM ATENÇÃO E GUARDAR PARA EVENTUAIS CONSULTAS INSTRUÇÕS USO IMPORTNT LR OM TNÇÃO URR PR VNTUIS ONSULTS R.: 30077 RÇO SOL MR Lote: 595 Para função berço este produto deve ser montado por completo. a) dvertência: steja ciente do risco de chama aberta

Leia mais

VEMAQ 10-1 - CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS 1.1 - APRESENTAÇÃO

VEMAQ 10-1 - CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS 1.1 - APRESENTAÇÃO Equipamento: COLETOR COMPACTADOR DE LIXO 10 m³ Modelo : CCL-10 Aplicação: Coleta de resíduos domésticos e/ou industriais,selecionados ou não Fabricante: VEMAQ - Indústria Mecânica de Máquinas Ltda 1 -

Leia mais

SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA

SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-313.0022 CRUZETAS DE CONCRETO ARMADO

Leia mais

Segtreinne 5.0 - PROTEÇÃO LATERAL:

Segtreinne 5.0 - PROTEÇÃO LATERAL: 1.0 - OBJETIVO: Estabelecer procedimentos seguros para montagem, desmontagem e utilização de andaimes, em serviços de manutenção nas áreas da fábrica. 2.0 - APLICAÇÃO: Este procedimento se aplica à montagem,

Leia mais

Principais atualizações nas normas de EPI para o trabalho em altura

Principais atualizações nas normas de EPI para o trabalho em altura Principais atualizações nas normas de EPI para o trabalho em altura Estrutura antes da atualização NBR 11370:2001 Cinturão e talabarte de segurança NBR 14626:2000 Trava queda guiado em linha flexível NBR

Leia mais

MANUAL DO PROPRIETÁRIO

MANUAL DO PROPRIETÁRIO MANUAL DO PROPRIETÁRIO REFRIGERADOR FHIABA GUIA-RÁPIDO Índice Página Instruções Importantes 00 Instruções importantes de segurança Os requisitos técnicos 00 Características e requisitos na instalação do

Leia mais

Pedestal 48 Ø, 300 kg

Pedestal 48 Ø, 300 kg Pedestal 48 Ø, 300 kg com proteção contra deslizamento l Evita que solavancos soltem o pedestal o modo de direção, as vibrações podem movimentar a manivela, como consequência, é possível que o tubo interior

Leia mais

Automatização para janelas maxim-ar e de tombar

Automatização para janelas maxim-ar e de tombar Automatização para janelas maxim-ar e de tombar Distribuído por Somfy Brasil www.somfy.com.br A Mingardi é uma empresa do grupo Somfy International, líder mundial em automatização de sistemas de aberturas

Leia mais

MANUAL DE MONTAGEM DA FECHADURA SYNTER EXECUÇÃO DO ALOJAMENTO DA FECHADURA:

MANUAL DE MONTAGEM DA FECHADURA SYNTER EXECUÇÃO DO ALOJAMENTO DA FECHADURA: MANUAL DE MONTAGEM DA FECHADURA SYNTER EXECUÇÃO DO ALOJAMENTO DA FECHADURA: Para fazer o alojamento da Máquina da Fechadura em uma porta, é necessário deixar 1,10m do centro do furo quadrado da maçaneta

Leia mais

Kit de Montagem de Mastro

Kit de Montagem de Mastro Parabéns pela aquisição do seu novo kit de montagem de mastro! Kit de Montagem de Mastro Manual de Instalação Este kit de montagem de mastro foi concebido para postes com 48 milímetros de diâmetro externo

Leia mais

Índice. 1. Advertência. 2. Características técnicas. 3. Aplicações. 4. Estrutura. 5. Instruções de uso e operação. 6. Manutenção.

Índice. 1. Advertência. 2. Características técnicas. 3. Aplicações. 4. Estrutura. 5. Instruções de uso e operação. 6. Manutenção. MODELO: BYG AR 1533 Índice 1. Advertência. 2. Características técnicas. 3. Aplicações. 4. Estrutura. 5. Instruções de uso e operação. 6. Manutenção. 7. Diagrama elétrico. 8. Diagrama hidráulico. 9. Peças

Leia mais

MANUAL TÉCNICO Amanco Ramalfort

MANUAL TÉCNICO Amanco Ramalfort Amanco Ramalfort Desenho e Dimensões Os tubos Amanco Ramalfort foram desenvolvidos para condução de água no trecho compreendido entre o ponto de derivação da rede de distribuição de água e o kit cavalete

Leia mais

ANDAIME FACHADEIRO ANDAIME FACHADEIRO

ANDAIME FACHADEIRO ANDAIME FACHADEIRO e MANUAL TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO ANDAIME FACHADEIRO Trabalho em Altura Uma das principais causas de acidentes de trabalho graves e fatais se deve a eventos envolvendo quedas de trabalhadores de diferentes

Leia mais

Inspiron 23 Manual do proprietário

Inspiron 23 Manual do proprietário Inspiron 23 Manual do proprietário Modelo do computador: Inspiron 23 Modelo 5348 Modelo normativo: W10C Tipo normativo: W10C001 Notas, avisos e advertências NOTA: Uma NOTA indica informações importantes

Leia mais

2. CARACTERÍSTICAS 1. INTRODUÇÃO

2. CARACTERÍSTICAS 1. INTRODUÇÃO 1. INTRODUÇÃO O estabilizador portátil de câmera Tedi Cam é um equipamento de avançada tecnologia utilizado para filmagens de cenas onde há a necessidade de se obter imagens perfeitas em situações de movimento

Leia mais

Esteiras Especificações para Esteiras

Esteiras Especificações para Esteiras UNIRONS Esteiras Especificações para Esteiras Eficiência, durabilidade, higiene e fácil manutenção são requisitos básicos em um sistema de transporte interno de produtos. Ciente disso, a UNIRONS oferece

Leia mais

Tobogã com Escalada Mega. Manual de instruções

Tobogã com Escalada Mega. Manual de instruções Tobogã com Escalada Mega Manual de instruções Código do produto: MT.10812 Recomendado para crianças de 03 a 15 anos Parabéns! Você acaba de adquirir um brinquedo da Mundi Toys. Prezando pela sua segurança

Leia mais

SOLUÇÕES PARA ARMÁRIOS SUSPENSOS ARTICULADORES

SOLUÇÕES PARA ARMÁRIOS SUSPENSOS ARTICULADORES www.hafele.com.br SOLUÇÕES PARA ARMÁRIOS SUSPENSOS ARTICULADORES IDEIAS EM MOVIMENTO ARTICULADORES DESENVOLVIDOS PELA HÄFELE A Häfele, por meio da linha Lift + Turn, oferece ao mercado uma completa gama

Leia mais

Figura 1: Plataforma de trabalho do andaime. Figura 2: Piso metálico da plataforma de trabalho.

Figura 1: Plataforma de trabalho do andaime. Figura 2: Piso metálico da plataforma de trabalho. INSTRUÇÕES DE USO ANDAIME TUBULAR 1. Devem ser tomadas precauções especiais, quando da montagem, desmontagem e movimentação de andaimes próximos às redes elétricas. 2. O piso de trabalho dos andaimes deve

Leia mais

Manual de Montagem, Operação, Manutenção e Reparo. Porta Estepe

Manual de Montagem, Operação, Manutenção e Reparo. Porta Estepe Manual de Montagem, Operação, Manutenção e Reparo Porta Estepe Março / 2005 O Porta-Estepe tem como função principal, fazer a fixação do pneu sobressalente nos veículos. Este manual irá ajudá-lo na instalação,

Leia mais

MANUAL TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO

MANUAL TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO MANUAL TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO 1 SUMÁRIO Acessórios 03 Instruções de montagem 04 Dicas Importantes 10 Acesso dos Andaimes 11 Informações de Segurança 12 2 ACESSÓRIOS 3 ANDAIME FACHADEIRO INSTRUÇÕES

Leia mais

KIT Porta IPUMIRIM. Manual técnico e instruções de instalação

KIT Porta IPUMIRIM. Manual técnico e instruções de instalação Manual técnico e instruções de instalação KIT Porta IPUMIRIM Este manual de instalação do Kit Faqueadas Ipumirim vai auxiliar e orientar construtores e consumidores com as informações necessárias com relação

Leia mais

THERMOCUT 230/E. Instruções de Serviço

THERMOCUT 230/E. Instruções de Serviço Instruções de Serviço PT CARO CLIENTE! Para poder manusear o aparelho cortador de arame quente THERMOCUT da PROXXON em segurança e de acordo com as regras de funcionamento, solicitamos-lhe que leia atentamente

Leia mais

Manual de instalação, operação e manutenção

Manual de instalação, operação e manutenção Manual de instalação, operação e manutenção para a válvula esférica assentada em metal RSVP aprimorada da MOGAS Como INSTALAR A VÁLVULA CORRETAMENTE ALÍVIO DE TENSÃO DAS SOLDAS CONFORME ASME B31.1 FAÇA

Leia mais

Sistema epóxi estrutural para ancoragens

Sistema epóxi estrutural para ancoragens Ficha de Produto Edição 08/10/2012 Identificação no: 02 04 02 06 001 0 000030 Sikadur AnchorFix-4 Sistema epóxi estrutural para ancoragens Descrição do Produto Sikadur AnchorFix-4 é um sistema epóxi bicomponente,

Leia mais

Informativo Técnico. 11 3207-8466 vendas@indufix.com.br www.indufix.com.br

Informativo Técnico. 11 3207-8466 vendas@indufix.com.br www.indufix.com.br Informativo Técnico Descrição Os fixadores contidos neste informativo são normalizados pela incorporadora de normas ASTM (American Society for Testing and Materials), com finalidade fixação e união de

Leia mais

ANDAIME MÓVEL. assco rápido ALUMÍNIO

ANDAIME MÓVEL. assco rápido ALUMÍNIO ANDAIME MÓVEL assco rápido ALUMÍNIO A Família do andaime móvel assco rápido O programa de andaime móvel de alumínio assco rápido atende às exigências impostas a qualquer sistema moderno de andaime móvel.

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO Item Código comprasnet Qtde Mínima Qtde Máxima Unidade Descrição do Item Valor Unitário Valor mínimo Valor Máximo 01 295318 450,00 860,00 m² Paredes em gesso acartonado

Leia mais

COTAÇÃO DE PREÇOS Nº.150/2007 PROCESSO TRT Nº

COTAÇÃO DE PREÇOS Nº.150/2007 PROCESSO TRT Nº PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 14ª REGIÃO D.S.M.P. - SEÇÃO DE COMPRAS COTAÇÃO DE PREÇOS Nº.150/2007 PROCESSO TRT Nº 01714.2007.000.14.00-3 Solicitamos de Vossa Senhoria

Leia mais

ETERMAX. www.eternit.com.br. Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP 05423-040 - Tel.

ETERMAX. www.eternit.com.br. Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP 05423-040 - Tel. ETERMAX www.eternit.com.br Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP 05423-040 - Tel.: (11) 3038-3838 Qualidade aliada à versatilidade Atende às mais variadas soluções arquitetônicas,

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES BARRAMENTO ELÉTRICO ABERTO F INDICE

MANUAL DE INSTRUÇÕES BARRAMENTO ELÉTRICO ABERTO F INDICE 100% nacional PG: 2 / 25 INDICE 1.0 FINALIDADE PG 03 2.0 APLICAÇÃO PG 03 3.0 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA PG 04 4.0 TERMINOLOGIA PG 04 5.0 CARACTERÍSTICAS GERAIS PG 04 6.0 INSTALAÇÃO PG 06 7.0 COMPONENTES

Leia mais

Manual de Instruções IMPORTANTE LER COM ATENÇÃO E GUARDAR PARA EVENTUAIS CONSULTAS. FUNNY - LS2057 CARRO BERÇO MÚLTIPLO COM ALÇA REVERSÍVEL

Manual de Instruções IMPORTANTE LER COM ATENÇÃO E GUARDAR PARA EVENTUAIS CONSULTAS. FUNNY - LS2057 CARRO BERÇO MÚLTIPLO COM ALÇA REVERSÍVEL FUNNY - LS2057 CARRO BERÇO MÚLTIPLO COM ALÇA REVERSÍVEL Manual de Instruções Para crianças do nascimento até 18 kg IMPORTANTE LER COM ATENÇÃO E GUARDAR PARA EVENTUAIS CONSULTAS. Conhecendo o produto capota

Leia mais

Aros e Rodas Manual de Segurança e Serviços

Aros e Rodas Manual de Segurança e Serviços Aros e Rodas Manual de Segurança e Serviços ÍNDICE SEÇÃO PÁGINAS I Apresentação 1 II Nota Especial aos Clientes / Alertas e Cuidados 2 III Procedimentos de Segurança para Manusear Aros e Rodas 3 IV Nomes

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO. Dome fixo AXIS T90C10 IR-LED. Dome fixo AXIS T90C20 IR-LED PORTUGUÊS

GUIA DO USUÁRIO. Dome fixo AXIS T90C10 IR-LED. Dome fixo AXIS T90C20 IR-LED PORTUGUÊS GUIA DO USUÁRIO Dome fixo AXIS T90C10 IR-LED Dome fixo AXIS T90C20 IR-LED PORTUGUÊS Medidas de segurança Leia com atenção este guia de instalação até o final antes de instalar o produto. Guarde o guia

Leia mais

Disciplina: Resistência dos Materiais Unidade I - Tensão. Professor: Marcelino Vieira Lopes, Me.Eng. http://profmarcelino.webnode.

Disciplina: Resistência dos Materiais Unidade I - Tensão. Professor: Marcelino Vieira Lopes, Me.Eng. http://profmarcelino.webnode. Disciplina: Resistência dos Materiais Unidade I - Tensão Professor: Marcelino Vieira Lopes, Me.Eng. http://profmarcelino.webnode.com/blog/ Referência Bibliográfica Hibbeler, R. C. Resistência de materiais.

Leia mais

Galoneira Industrial série ZJ-W562

Galoneira Industrial série ZJ-W562 Galoneira Industrial série ZJ-W562 Instruções de Segurança IMPORTANTE Antes de utilizar sua máquina, leia atentamente todas as instruções desse manual. Ao utilizar a máquina, todos os procedimentos de

Leia mais

Manual de Especificação / Instalação / Manutenção

Manual de Especificação / Instalação / Manutenção Manual de Especificação / Instalação / Manutenção Carrinhos porta cabos para vigas I 1 - Descrição do produto: Fig 1 - Montagem típica Os carrinhos porta cabos são componentes mecânicos utilizados para

Leia mais

MANUAL TÉCNICO TUBO EQUIPADO

MANUAL TÉCNICO TUBO EQUIPADO MANUAL TÉCNICO TUBO EQUIPADO Andaime Tubo Equipado...03 Acessórios...04 Modos e Pontos de Ancoragem...05 Dicas Importantes...07 Acesso dos Andaimes...08 Informações de Segurança...09 Fotos Obras...10 Atualização

Leia mais