20º Edital PPP-ECOS/Fundo Amazônia/2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "20º Edital PPP-ECOS/Fundo Amazônia/2014"

Transcrição

1 20º Edital PPP-ECOS/Fundo Amazônia/2014 Prazo para envio das propostas 08 de agosto de 2014 O Programa de Pequenos Projetos Ecossociais (PPP-ECOS) concede doações de até 90 mil reais a associações sem fins lucrativos e cooperativas constituídas há, pelo menos, dois anos. As organizações devem ter caráter não governamental e ser de base comunitária, e as atividades a serem propostas devem gerar benefícios socioambientais. O que é obrigatório neste edital? O objetivo geral de seu projeto deve contemplar a redução do desmatamento ou desmatamento evitado. Para isso, as propostas devem se enquadrar em uma ou mais das seguintes linhas temáticas descritas abaixo: 1) Atividades econômicas desenvolvidas a partir do uso sustentável da floresta. 2) Conservação e uso sustentável da biodiversidade. 3) Recuperação de áreas desmatadas/degradadas. 4) Temas transversais (esta linha temática deve ser desenvolvida com uma ou mais das anteriores e nunca sozinha). Atenção: este edital é válido somente para os municípios que estão no arco do desmatamento, nos estados do Maranhão, Mato Grosso e Tocantins. Para saber se o seu município está contemplado, acesse o Anexo C do edital (Portaria MMA n. 96 de 27 de março de 2008). O edital está disponível no site no menu editais e documentos.

2 Qual é o perfil das organizações que podem participar do edital? a) Para Pequenos Projetos (apoio de até R$ ,00): Podem participar organizações de base comunitária, contemplando inclusive aquelas com pouca experiência na gestão de projetos (associações sem fins lucrativos ou cooperativas, ONGs, grupo de Jovens, grupo de mulheres - todas legalmente constituídas há, pelo menos, dois anos); b) Para Projetos de Consolidação (apoio de até R$ ,00): Podem ser beneficiadas organizações de base comunitária que já possuem uma experiência ou projeto com resultados e impactos positivos comprovados que possam ampliar a escala de sua atuação, podendo ser replicados em outras comunidades. Não são elegíveis: organizações governamentais, empresas privadas, pessoas físicas, sindicatos, igrejas, clubes, associações de funcionários públicos, fundações universitárias ou outras organizações cujo objeto social não se enquadre no objetivo desse edital. * Lembre-se, todos os projetos devem ser elaborados em atendimento a demandas comunitárias.

3 O que é um projeto construído participativamente? Ser participativo implica que os beneficiários estão envolvidos desde a etapa de concepção do projeto até os momentos de monitoramento e avaliação. Um projeto PPP-ECOS é bem avaliado quando, na proposta, são demonstradas as etapas de construção coletiva e o envolvimento da comunidade na execução do projeto. Como demonstrar que o projeto foi elaborado para e com a comunidade? A elaboração de uma proposta participativa vai muito além do preenchimento de um roteiro. É recomendável que a redação, propriamente dita, de um projeto, seja a última etapa de sua elaboração. Primeiro, converse com a comunidade, discuta sobre a realidade e as ações que precisam ser realizadas. Elabore um esboço do que foi discutido e apresente novamente à comunidade. Depois, identifique parceiros e apresente a proposta. Por último, inicie o preenchimento do roteiro disponibilizado. Observações: a) Apresentar fotografias, listas de presença das reuniões realizadas e outros documentos que comprovem a realização de momentos de discussão com a comunidade e parceiros. É fundamental a demonstração de ações participativas; b) O grau de participação dos beneficiários em todas as etapas do projeto, em especial, mulheres, jovens e idosos, é um dos principais critérios de seleção de projetos desta natureza; c) Não esqueça que o projeto não é somente quando inicia o apoio financeiro. Ele começa no PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO, segue na etapa de EXECUÇÃO DAS ATIVIDADES e continua no MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO. Os beneficiários devem estar envolvidos em todas as etapas.

4 Como fazer a metodologia de seu projeto? A palavra metodologia significa, em poucas palavras, o caminho para a realização de algo. No seu projeto, portanto, a metodologia deverá descrever o caminho a ser percorrido para o cumprimento dos objetivos propostos. Na metodologia devem ser apresentados todos os procedimentos a serem adotados no projeto, contendo um roteiro claro e detalhado das etapas necessárias e das respectivas atividades a serem executadas. Com uma metodologia bem feita, é possível perceber que a organização tem clareza do que deve ser realizado para uma boa execução do projeto. Neste item pode ser contado também como se dará a participação dos beneficiários e como os parceiros contribuirão para a execução das atividades. Lembrem-se que todas as atividades listadas no seu plano de trabalho deverão ser detalhadas na metodologia, bem como todos os custos relacionados devem constar no orçamento do projeto. É fundamental que a organização avalie o "tamanho das pernas", para que não queira dar passos maiores do que de fato consegue. Um bom projeto planeja estrategicamente cada passo a ser dado, de acordo com o tempo e os recursos materiais, financeiros e humanos disponíveis.

5 Seu projeto prevê capacitações? Se sua resposta foi sim, você então deverá fazer uma descrição da atividade de capacitação, no item 14 do roteiro para apresentação de propostas. Neste item, para cada atividade de capacitação, devem ser listados os conteúdos previstos e, se possível, complementados com a respectiva carga horária e metodologias a serem empregadas. É importante que avaliem os conteúdos necessários conforme os objetivos do projeto e com as demandas de qualificação do grupo. Além disso, deve ficar claro qual o perfil das pessoas que poderão participar da atividade e quem irá ministrar. Caso sua organização ainda não saiba exatamente quem ministrará a atividade, deverá então descrever o perfil desejado para contratação.

6 O que deve entrar no plano de trabalho de seu projeto? O Plano de Trabalho é um quadro que sintetiza o projeto, ou seja, tudo o que é necessário e, somente o que é necessário, para o alcance dos seus objetivos. Neste quadro você deve repetir os objetivos específicos apresentados no item 10 do roteiro, listando as respectivas atividades que serão realizadas para cada um dos objetivos. A próxima coluna deve ser preenchida com os indicadores ligados às atividades, ou seja, informações que indicam a realização das atividades. Por exemplo, se a atividade é a "realização de uma oficina" seu indicador poderá ser "30 participantes". Na coluna seguinte, completar com o nome e/ou o cargo da pessoa responsável pela atividade. Finalmente, na última coluna você apresenta o prazo para a execução da atividade. O quadro abaixo exemplifica como deve ser preenchido o Plano de Trabalho. Objetivos Atividades Indicadores Responsáveis Prazos específicos 1. Capacitação para as várias etapas do beneficiamento de produtos da sociobiodiversidad e. 1.1 Realizar 01 curso em 3 módulos (16h/ módulo) em boas práticas do beneficiamento de pequi. Participação de 25 pessoas no curso de 40 horas sobre manejo do fruto. Cicrano (técnico agrícola). Mês Realizar intercâmbio com comunidade experiente no beneficiamento de pequi. Participação de 30 pessoas no intercâmbio. Fulano de tal (secretário executivo) Mês 5 Como o Plano de Trabalho sintetiza seu projeto, antes de enviar, verifique se todas as atividades que aparecem ao longo da proposta estão listadas no plano e também se estão contempladas no orçamento.

7 Orçamento e Contrapartida O que é o orçamento do seu projeto? O orçamento é parte integrante do projeto e deve refletir os objetivos e as atividades propostas. O orçamento deve ser elaborado com base em estimativas, as mais próximas da realidade da organização. Os valores serão avaliados pela Coordenação Técnico-Administrativa (CTA) e pelo Comitê Gestor Nacional (CGN) e poderão sofrer ajustes para mais ou para menos. Este edital disponibiliza um quadro que representa o modelo de orçamento adotado pelo PPP-ECOS. Este quadro possui categorias de despesas que podem ser utilizadas como modelo, mas são apenas sugestões. Conforme a necessidade, essas categorias podem ser modificadas ou excluídas e novas categorias poderão ser criadas, desde que o orçamento apresentado possibilite a compreensão de como os recursos serão utilizados. Observação: 1) Lembrar sobre o teto dos valores das categorias de projetos: os Projetos de Consolidação podem ser de até R$ 90 mil reais, e os de Pequenos Projetos de até R$ 60 mil reais. Caso queira entrar na categoria de projetos de consolidação verifique previamente os critérios necessários. 2) Veja no edital o que pode ser financiado pelo programa antes de elaborar o seu projeto. O que é a contrapartida do projeto? A contrapartida é o compromisso da organização executora, parceiros e beneficiários para com as atividades de um determinado projeto. Ou seja, o programa financiará parte das atividades do projeto e o restante deverá vir de contrapartida do projeto. Neste caso, os projetos PPP-ECOS com recursos do Fundo Amazônia, exigem uma contrapartida mínima de 33% do valor a ser solicitado ao programa. Por exemplo: Se o projeto solicitar ao programa R$ 60 mil reais, deverá apresentar um contrapartida mínima de R$ ,00. Para este edital há duas formas de apresentar a contrapartida: a) Contrapartidas financeiras: recursos financeiros de outras fontes complementares ao projeto PPP-ECOS, e b) Contrapartidas não financeiras: bens e serviços que serão disponibilizados ao projeto pela entidade proponente e/ou parceiros, as quais devem ser mensuráveis economicamente e comprováveis. Os recursos de contrapartida poderão ser advindos de outras organizações, com parceria formalizada para a execução do projeto.

8 A contrapartida pode ser na forma de recursos financeiros, humanos, uso de equipamentos e infraestrutura, conforme abaixo descrito. O edital considera: 1) Recursos financeiros: são recursos provenientes do próprio proponente, organização parceira ou de outra fonte, que serão alocados em atividades do projeto. 2) Recursos humanos: são os valores correspondentes a pagamentos de salários para membros da equipe do proponente ou organização parceira, envolvidos diretamente com o projeto. O valor do trabalho voluntário (mutirões, estágios e outros) poderá ser estimado tomando-se por base o valor de mercado. 3) Infraestrutura e equipamentos: o uso da infraestrutura existente (escritórios, galpões etc.) e de equipamentos (veículos, computadores etc.) poderá ser considerado como contrapartida. Os valores a serem considerados devem ser proporcionais ao uso do bem no período e nas atividades do projeto.

9 O que é o quadro de indicadores? No quadro marco inicial/final do projeto, item 19 do edital, você vai apresentar indicadores que demonstrarão a mudança gerada pelo seu projeto. Para tanto, na primeira coluna você preenche com dados sobre a situação inicial, por exemplo, com o número de comunidades que já estão envolvidas no trabalho da sua organização na região de atuação do projeto. Na coluna "marco final do projeto", você preenche com o indicador esperado ao final do projeto. Seguindo nosso exemplo, seria apresentar a quantidade de comunidades que se espera envolver até o final da proposta apresentada. Este número é o marco final do seu projeto. Lembrando que a tabela apresenta alguns indicadores que podem ser retirados, bem como, de acordo com a natureza de seu projeto, outros indicadores podem ser incluídos. Quanto mais indicadores relacionados ao projeto forem apresentados, maior a possibilidade de mostrar os benefícios e mudanças a serem geradas com o projeto. E, atente-se aos indicadores sinalizados como obrigatórios, é fundamental que sejam devidamente preenchidos.

10 Que documentos devem ser enviados com o seu projeto? Lembrem de anexar ao projeto toda a documentação exigida conforme lista abaixo. Esses documentos não necessitam de autenticação em cartório. DOCUMENTOS: 1) Cópia da ata de criação da entidade proponente devidamente registrada no cartório competente; 2) Cópia do estatuto da entidade proponente devidamente registrado no cartório competente; 1) Cópia da ata de nomeação dos administradores da entidade devidamente registrada no cartório competente; 2) Cópia do registro de CNPJ regular da entidade; 3) Cópia do CPF e RG dos representantes legais; 4) Cópia da certidão negativa do FGTS; 5) Cópia das certidões negativas de débitos para com a Fazenda Pública Federal: a. Certidão Negativa de Débitos Relativos às Contribuições Previdenciárias e às de Terceiros; b. Certidão Conjunta Negativa de Débitos Relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da União); 6) Cópia do recibo da Relação Anual de Informações Sociais RAIS negativa; DECLARAÇÕES (Constantes no Anexo B do edital): Declaração 1 - de contrapartida; Declaração 2 - de Ocupação da Terra, no caso de não possuir instrumento jurídico que comprove a titularidade ou posse do imóvel; Declaração 3 - que não serão obtidos outros recursos para o financiamento de despesas oriundos do Fundo Amazônia; Declaração 4 - da proponente de não estar descumprindo embargos de atividade; Declaração 5 - de que os diretores da proponente não se enquadram na vedação do art. 54 Constituição Federal e de utilização projeto para finalidades político-partidárias;

11 Declaração 6 - de não existência de ações judiciais ajuizadas contra a proponente; Declaração 7 - da proponente de que não existe decisão de condenação da instituição por atos discriminatórios, trabalho escravo ou infantil; Declaração 8 - sob as penas do Art. 299, do Código Penal, de que não está em situação de mora ou de inadimplência perante a União; Declaração 9 - anuência prévia dos beneficiários, ou de suas entidades, que concordam com o projeto. Lembrem-se o prazo para envio é 08 de AGOSTO, os projetos enviados após o prazo não serão aceitos. Aguardamos o seu projeto!

19º EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA DE PEQUENOS PROJETOS ECOSSOCIAIS. Prazo para envio das propostas 06 de junho de 2014. Sumário

19º EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA DE PEQUENOS PROJETOS ECOSSOCIAIS. Prazo para envio das propostas 06 de junho de 2014. Sumário 19º EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA DE PEQUENOS PROJETOS ECOSSOCIAIS Prazo para envio das propostas 06 de junho de 2014 Sumário 1 Apresentação... 2 2 Seleção de Projetos... 3 2.1 Critérios de Elegibilidade...

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA FUNDAÇÃO CERTI 01/2009 SUBVENÇÃO ECONÔMICA À INOVAÇÃO PROGRAMA PRIME - PRIMEIRA EMPRESA INOVADORA

SELEÇÃO PÚBLICA FUNDAÇÃO CERTI 01/2009 SUBVENÇÃO ECONÔMICA À INOVAÇÃO PROGRAMA PRIME - PRIMEIRA EMPRESA INOVADORA SELEÇÃO PÚBLICA FUNDAÇÃO CERTI 01/2009 SUBVENÇÃO ECONÔMICA À INOVAÇÃO PROGRAMA PRIME - PRIMEIRA EMPRESA INOVADORA 1. APRESENTAÇÃO O Programa Prime - Primeira Empresa Inovadora - visa apoiar empresas nascentes

Leia mais

23 EDITAL DE CONVOCAÇÃO. PPP-ECOS/Fundo Amazônia. Prazo para envio das propostas 06 de julho 2015

23 EDITAL DE CONVOCAÇÃO. PPP-ECOS/Fundo Amazônia. Prazo para envio das propostas 06 de julho 2015 23 EDITAL DE CONVOCAÇÃO PPP-ECOS/Fundo Amazônia 2015 Prazo para envio das propostas 06 de julho 2015 23 EDITAL DE CONVOCAÇÃO PPP-ECOS/Fundo Amazônia 2015 Ficha Técnica Instituto Sociedade, População e

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA DE PROJETOS 2016 TRANSFORMANDO PESSOAS E IDEIAS.

CHAMADA PÚBLICA DE PROJETOS 2016 TRANSFORMANDO PESSOAS E IDEIAS. CHAMADA PÚBLICA DE PROJETOS 2016 TRANSFORMANDO PESSOAS E IDEIAS. CHAMADA PÚBLICA 2016 A Política de Responsabilidade Social da AngloGold Ashanti define como um de seus princípios que a presença de nossa

Leia mais

ANEXO - Roteiro para elaboração dos projetos

ANEXO - Roteiro para elaboração dos projetos ANEXO - Roteiro para elaboração dos projetos Os projetos a serem apresentados deverão obedecer ao roteiro proposto. Deverão ser executados no prazo máximo de 12 (doze) meses, contados a partir da data

Leia mais

EDITAL PARA PROJETOS SOCIAIS DOS NEGÓCIOS DE NIÓBIO E FOSFATO DA

EDITAL PARA PROJETOS SOCIAIS DOS NEGÓCIOS DE NIÓBIO E FOSFATO DA EDITAL PARA PROJETOS SOCIAIS DOS NEGÓCIOS DE NIÓBIO E FOSFATO DA ANGLO AMERICAN - 2013 Apresentação As comunidades onde operamos são essenciais para nosso sucesso. Ao mesmo tempo, com frequência somos

Leia mais

II Concurso de Projetos Sociais Volkswagen na Comunidade 2009

II Concurso de Projetos Sociais Volkswagen na Comunidade 2009 II Concurso de Projetos Sociais Volkswagen na Comunidade 2009 Introdução Com os objetivos de: Promover, conhecer e prestar reconhecimento aos empregados e terceiros residentes que realizam trabalhos voluntários

Leia mais

CHECK LIST PROGRAMA SEGUNDO TEMPO PADRÃO. I. Efetuar o Credenciamento da Entidade no SICONV (via Internet www.convenios.gov.br);

CHECK LIST PROGRAMA SEGUNDO TEMPO PADRÃO. I. Efetuar o Credenciamento da Entidade no SICONV (via Internet www.convenios.gov.br); CHECK LIST PROGRAMA SEGUNDO TEMPO PADRÃO I. Efetuar o Credenciamento da Entidade no SICONV (via Internet www.convenios.gov.br); II. Efetuar o Cadastramento da Entidade no SICONV e validação das informações

Leia mais

Cadastramento de Proponente

Cadastramento de Proponente MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios SICONV Cadastramento de Proponente

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO ESPIRITO SANTO SECRETARIA DE ESTADO DE GESTÃO E RECURSOS HUMANOS SEGER PORTARIA Nº. 39-R, DE 29 DE AGOSTO DE 2013.

GOVERNO DO ESTADO DO ESPIRITO SANTO SECRETARIA DE ESTADO DE GESTÃO E RECURSOS HUMANOS SEGER PORTARIA Nº. 39-R, DE 29 DE AGOSTO DE 2013. I - Órgãos e Entidades Públicas PORTARIA Nº. 39-R, DE 29 DE AGOSTO DE 2013. a) Cédula de Identidade do representante; b) Inscrição no CPF do representante; c) Cartão de inscrição do órgão ou entidade pública

Leia mais

Portal dos Convênios - Siconv. Cadastramento de Proponente Consórcio Público e Entidades Privadas sem Fins Lucrativos

Portal dos Convênios - Siconv. Cadastramento de Proponente Consórcio Público e Entidades Privadas sem Fins Lucrativos MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - Siconv Cadastramento de Proponente Consórcio

Leia mais

Ações de Adaptação de Comunidades e seus Ecossistemas aos Eventos Climáticos

Ações de Adaptação de Comunidades e seus Ecossistemas aos Eventos Climáticos PROCESSO SELETIVO 2011 Ações de Adaptação de Comunidades e seus Ecossistemas aos Eventos Climáticos REGULAMENTO Prezado Gestor, Criado em 2006, o Instituto HSBC Solidariedade é responsável por gerenciar

Leia mais

2. QUEM PODE PARTICIPAR

2. QUEM PODE PARTICIPAR EDITAL 1. Edital Instituto Walmart 1.1. Este edital é uma iniciativa do Instituto Walmart com o objetivo de identificar, reconhecer e estimular o desenvolvimento de projetos por organizações da sociedade

Leia mais

Roteiro para Apresentação de Projetos (Para sugestões da II OFICINA NACIONAL DE TRABALHO)

Roteiro para Apresentação de Projetos (Para sugestões da II OFICINA NACIONAL DE TRABALHO) MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SEDR - DEPARTAMENTO DE EXTRATIVISMO APOIO A GRUPOS VULNERÁVEIS SESAN COORDENAÇÃO GERAL DE CARTEIRA DE PROJETOS FOME ZERO

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA DE PROJETOS 2016 TRANSFORMANDO PESSOAS E IDEIAS.

CHAMADA PÚBLICA DE PROJETOS 2016 TRANSFORMANDO PESSOAS E IDEIAS. CHAMADA PÚBLICA DE PROJETOS 2016 TRANSFORMANDO PESSOAS E IDEIAS. NS-036-15C_Cartilha_ChamadaPublica_42x15cm.indd 1 NS-036-15C_Cartilha_ChamadaPublica_42x15cm.indd 2 CHAMADA PÚBLICA 2016 A Política de Responsabilidade

Leia mais

3. ORGANIZAÇÕES ELEGÍVEIS

3. ORGANIZAÇÕES ELEGÍVEIS EDITAL FLD 04/2011 SELEÇÃO DE PROJETOS DE FORTALECIMENTO DE REDES SOCIAIS QUE ATUAM NA PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COM JUSTIÇA SOCIAL, AMBIENTAL E ECONÔMICA 1. OBJETIVO Selecionar projetos

Leia mais

VIII Concurso de Projetos Sociais Volkswagen na Comunidade. Roteiro para Elaboração de Projetos Sociais

VIII Concurso de Projetos Sociais Volkswagen na Comunidade. Roteiro para Elaboração de Projetos Sociais VIII Concurso de Projetos Sociais Volkswagen na Comunidade Roteiro para Elaboração de Projetos Sociais quem pode participar Pessoas jurídicas, não-governamentais e sem fins lucrativos tais como: associações,

Leia mais

Tabelas Resumo das Diretrizes e Critérios para Aplicação do Fundo Amazônia Consolidação: 26.03.2010

Tabelas Resumo das Diretrizes e Critérios para Aplicação do Fundo Amazônia Consolidação: 26.03.2010 Tabelas Resumo das Diretrizes e Critérios para Aplicação do Fundo Amazônia Consolidação: 26.03.2010 Distribuição dos Recursos entre Áreas de Aplicação Área de Aplicação Limite de ção do total dos recursos

Leia mais

EDITAL FLD 02/2015 - JUSTIÇA SOCIOAMBIENTAL SELEÇÃO DE PROJETOS PARA CONSERVAÇÃO DO BIOMA PAMPA E QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO

EDITAL FLD 02/2015 - JUSTIÇA SOCIOAMBIENTAL SELEÇÃO DE PROJETOS PARA CONSERVAÇÃO DO BIOMA PAMPA E QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO EDITAL FLD 02/2015 - JUSTIÇA SOCIOAMBIENTAL SELEÇÃO DE PROJETOS PARA CONSERVAÇÃO DO BIOMA PAMPA E QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO O projeto deve ser elaborado no formulário em WORD, disponível para download

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2015

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2015 EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2015 1. DO OBJETO 1.1. O presente edital tem por objeto realizar uma chamada pública nacional para seleção de projetos que contribuam para o empoderamento das mulheres

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO 2. DA ATUAÇÃO

1. APRESENTAÇÃO 2. DA ATUAÇÃO 1. APRESENTAÇÃO Cooperativa é uma sociedade de pessoas, com forma e caráter jurídico próprio, de natureza civil, constituídas para prestar serviços aos cooperados. Sua missão é promover a qualidade de

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS SOCIAIS EDITAL 2014

SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS SOCIAIS EDITAL 2014 Instituto Marca de Desenvolvimento Socioambiental - IMADESA SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS SOCIAIS EDITAL 2014 >> Leia com atenção o Edital antes de preencher o formulário para apresentação de projetos. I.

Leia mais

Este regulamento define e torna públicas as regras gerais para participação no Edital de Projetos da Fundação Aperam Acesita 2014.

Este regulamento define e torna públicas as regras gerais para participação no Edital de Projetos da Fundação Aperam Acesita 2014. 1. Objeto EDITAL DE PROJETOS FUNDAÇÃO APERAM ACESITA 2014 REGULAMENTO GERAL Este regulamento define e torna públicas as regras gerais para participação no Edital de Projetos da 2014. São objetivos do presente

Leia mais

Chamada Interna BB Educar Integração. BB Educar. Brasília (DF), 01 de julho de 2015.

Chamada Interna BB Educar Integração. BB Educar. Brasília (DF), 01 de julho de 2015. Chamada Interna BB Educar Integração BB Educar Brasília (DF), 01 de julho de 2015. Unidade Negócios Sociais e Desenvolvimento Sustentável - UNS Chamada Interna BB Educar Integração O Banco do Brasil, por

Leia mais

Edital 02/2015 Saldo Remanescente

Edital 02/2015 Saldo Remanescente Edital 02/2015 Saldo Remanescente EDITAL Nº 02/2015 CMDCA EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS PARA FINANCIAMENTO NO ANO DE 2015 O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente CMDCA, no

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015.

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015. REV.: 03 Pág.: 1 de 6 A Manaus Ambiental torna público que estão abertas as inscrições para a seleção de Instituições e Projetos Sociais para o 14º Dia do Voluntariado. A empresa realizará o processo de

Leia mais

Edital 01/2015 Lançado em abril de 2015 Macapá/AP, abril de 2015.

Edital 01/2015 Lançado em abril de 2015 Macapá/AP, abril de 2015. EDITAL DE APOIO A PEQUENOS PROJETOS SOCIOAMBIENTAIS PARA A AGRICULTURA FAMILIAR DO ESTADO DO AMAPÁ. Edital 01/2015 Lançado em abril de 2015 Macapá/AP, abril de 2015. 1. CONTEXTO DA PROPOSTA O Instituto

Leia mais

RESOLUÇÃO CONJUNTA CGM/SMAS/SMA Nº 019 DE 29 ABRIL DE 2005

RESOLUÇÃO CONJUNTA CGM/SMAS/SMA Nº 019 DE 29 ABRIL DE 2005 RESOLUÇÃO CONJUNTA CGM/SMAS/SMA Nº 019 DE 29 ABRIL DE 2005 Dispõe sobre os procedimentos para cadastramento de Fundações Privadas ou Associações pela Comissão de Cadastramento de ONGs e Associações, de

Leia mais

EDITAL Nº. 01/2014 DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS A SEREM FINANCIADOS PELO FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PARÁ.

EDITAL Nº. 01/2014 DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS A SEREM FINANCIADOS PELO FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PARÁ. PREÃMBULO 1994 EDITAL Nº. 01/2014 DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS A SEREM FINANCIADOS PELO FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PARÁ. A Prefeitura Municipal de Marabá, por intermédio

Leia mais

Brincar de ler e escrever

Brincar de ler e escrever I Edital FNA 2015 Brincar de ler e escrever A Fundação Negro Amor - FNA foi criada em 2008 e, desde então, desenvolve ações na área socioeducativa e cultural, com foco na promoção da educação infantil

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA Nº 04/2014 SERVIÇO DE PESSOA JURÍDICA /LOGÍSTICA DE EVENTOS

COTAÇÃO PRÉVIA Nº 04/2014 SERVIÇO DE PESSOA JURÍDICA /LOGÍSTICA DE EVENTOS Rua Francílio Dourado, 11 - Sala 10 Água Fria - Fortaleza, Ceará, Brasil CEP: 60813-660 Telefone: +55 (85) 3114.9658 http://abraca.autismobrasil.org/ COTAÇÃO PRÉVIA Nº 04/2014 SERVIÇO DE PESSOA JURÍDICA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO DE JANEIRO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO DE JANEIRO EDITAL Nº JFRJ-EDT-2015/00176 EDITAL DE EDITAL PÚBLICO DE CADASTRAMENTO E SELEÇÃO DE ENTIDADES (PRAZO DE PRAZO PARA APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS: ATÉ 01 DE DEZEMBRO DE 2015) O DOUTOR FÁBIO DE SOUZA SILVA,

Leia mais

Anexo I MODELO DE PROJETO DE EVENTOS SELEÇÃO 2012

Anexo I MODELO DE PROJETO DE EVENTOS SELEÇÃO 2012 1 Anexo I MODELO DE PROJETO DE EVENTOS SELEÇÃO 2012 1. NOME DA ONG: NOME DO PROJETO: POPULAÇÃO ALVO: ÁREA GEOGRÁFICA ABRANGIDA PELO PROJETO: (Regiões do estado, do município, bairros, etc) 2. DADOS INSTITUCIONAIS

Leia mais

(Favor digitar ou preencher com letra de forma.) Como soube deste programa de assistência?... ... ... (1) Nome da organização:... (2) Endereço:...

(Favor digitar ou preencher com letra de forma.) Como soube deste programa de assistência?... ... ... (1) Nome da organização:... (2) Endereço:... ASSISTÊNCIA A PROJETOS COMUNITÁRIOS E DE SEGURANÇA HUMANA FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO (Favor digitar ou preencher com letra de forma.) SOBRE O PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA DO GOVERNO DO JAPÃO Como soube deste

Leia mais

Perguntas freqüentes Projeto Serviços e Cidadania

Perguntas freqüentes Projeto Serviços e Cidadania Perguntas freqüentes Projeto Serviços e Cidadania 1. Sobre o Projeto 1.1. O que é o Projeto Serviços e Cidadania? É um canal de serviços gratuitos que oferece apoio nas áreas de gestão, jurídica e comunicação

Leia mais

Relação de Documentos OBRIGATÓRIOS a ser encaminhada pela UTE para o Agente Financeiro UTE CÓDIGO DA PROPOSTA - -

Relação de Documentos OBRIGATÓRIOS a ser encaminhada pela UTE para o Agente Financeiro UTE CÓDIGO DA PROPOSTA - - UTE INFORMAÇÕES PARA CONTATO: NOME: TELEFONES: ( ) EMAIL: AGENTE FINANCEIRO DE ENCAMINHAMENTO DA PROPOSTA: ( ) BANCO DO BRASIL ( ) BANCO DO NORDESTE ( ) CAIXA ECONÔMICA FEDERAL LINHA DE FINANCIAMENTO:

Leia mais

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS. Junho, 2006 Anglo American Brasil

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS. Junho, 2006 Anglo American Brasil MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS Junho, 2006 Anglo American Brasil 1. Responsabilidade Social na Anglo American Brasil e objetivos deste Manual Já em 1917, o Sr. Ernest Oppenheimer, fundador

Leia mais

EDITAL DE APOIO A INICIATIVAS DE JOVENS PELA PROTEÇAO DA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA DURANTE A COPA DO MUNDO DE 2014

EDITAL DE APOIO A INICIATIVAS DE JOVENS PELA PROTEÇAO DA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA DURANTE A COPA DO MUNDO DE 2014 EDITAL DE APOIO A INICIATIVAS DE JOVENS PELA PROTEÇAO DA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA DURANTE A COPA DO MUNDO DE 2014 INTRODUÇÃO Esse edital é fruto de uma parceria entre a Childhood Brasil e a OAK Foundation

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO DE JANEIRO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO DE JANEIRO EDITAL Nº JFRJ-EDT-2015/00168 EDITAL DE SELEÇÃO DE ENTIDADES, PÚBLICAS OU PRIVADAS, INTERESSADAS EM ACOLHER, GRATUITAMENTE, BENEFICIÁRIOS DE SANÇÃO ALTERNATIVA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, E DE SELEÇÃO DE

Leia mais

MUNICÍPIO DE INDAIAL SANTA CATARINA

MUNICÍPIO DE INDAIAL SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE INDAIAL SANTA CATARINA CMDCA - CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE EDITAL Nº 001/ 2011 O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Indaial, torna

Leia mais

VI Concurso de Projetos Sociais Volkswagen na Comunidade 2013

VI Concurso de Projetos Sociais Volkswagen na Comunidade 2013 VI Concurso de Projetos Sociais Volkswagen na Comunidade 2013 Introdução Com os objetivos de: Conhecer, promover, e prestar reconhecimento aos empregados, estagiários e terceiros residentes que realizam

Leia mais

Edital Instituto Sabin - 01/2015

Edital Instituto Sabin - 01/2015 Edital Instituto Sabin - 01/2015 Seleção pública de iniciativas empreendedoras socioambientais inovadoras para parceria com o Instituto Sabin O Instituto Sabin, torna público o presente Edital e convoca

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL 05/2014

PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL 05/2014 PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL 05/2014 Atualizado em 10/11/2014 Esta nota tem o objetivo de esclarecer as instituições que pretendam apresentar propostas de projetos ao Edital 05/2014. 1. No que se refere

Leia mais

Apoio a Programas de Conservação

Apoio a Programas de Conservação Apoio a Programas de Conservação OBJETIVOS Apoiar instituições para que desenvolvam ações de conservação em médio e longo prazo, na forma de programa, que resultem em medidas efetivas de conservação. As

Leia mais

INSTITUTO RIO - EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA APOIO NO ANO DE 2014

INSTITUTO RIO - EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA APOIO NO ANO DE 2014 INSTITUTO RIO - EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA APOIO NO ANO DE 2014 INTRODUÇÃO O Instituto Rio promove pelo décimo ano consecutivo sua Seleção Anual de Projetos, inaugurada em 2003 como elemento fundamental

Leia mais

REGULAMENTO - 17º PRÊMIO EMPRESA CIDADÃ ADVB/SC 2015 - Categoria Micro e Pequena Empresa

REGULAMENTO - 17º PRÊMIO EMPRESA CIDADÃ ADVB/SC 2015 - Categoria Micro e Pequena Empresa REGULAMENTO - 17º PRÊMIO EMPRESA CIDADÃ ADVB/SC 2015 - Categoria Micro e Pequena Empresa Resumo do Prêmio O Prêmio Empresa Cidadã ADVB/SC 2015 Categoria MPE Homenageia as Micro e Pequenas Empresas catarinenses

Leia mais

ANABB CIDADANIA Regulamento

ANABB CIDADANIA Regulamento ANABB CIDADANIA Regulamento Programa ANABB CIDADANIA REGULAMENTO SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 03 1 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 04 2 QUEM PODE PARTICIPAR... 06 3 PRINCIPAIS REQUISITOS... 06 4 DESTINAÇÃO DE RECURSOS

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL EXTRAORDINÁRIA DOS JOGOS INDÍGENAS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015/SEJI

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL EXTRAORDINÁRIA DOS JOGOS INDÍGENAS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015/SEJI PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL EXTRAORDINÁRIA DOS JOGOS INDÍGENAS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015/SEJI EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE INTERESSADOS NA OPERAÇÃO E GESTÃO

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO N.º 001/2012 FBB/PETROBRAS/BNDES/MTE-SENAES

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO N.º 001/2012 FBB/PETROBRAS/BNDES/MTE-SENAES EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO N.º 001/2012 FBB/PETROBRAS/BNDES/MTE-SENAES 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES A Fundação Banco do Brasil FBB torna público o presente Edital de Chamamento Público para apresentação

Leia mais

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Conselho Nacional do Meio Ambiente CONAMA

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Conselho Nacional do Meio Ambiente CONAMA MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Conselho Nacional do Meio Ambiente CONAMA Procedência: 11ª Reunião da Câmara Técnica de Unidades de Conservação e 36ª Câmara Técnica de Assuntos Jurídicos Data: 27 e 28 de agosto

Leia mais

COMITÊ DA CONTA TFCA

COMITÊ DA CONTA TFCA COMITÊ DA CONTA TFCA REGIMENTO Título Das disposições INTERNO I preliminares Art. 1 - O Comitê da Conta TFCA é um órgão colegiado de caráter deliberativo, instituído pela Portaria 398, de 21 de outubro

Leia mais

REGULAMENTO Programa Parceria Social 10 anos!

REGULAMENTO Programa Parceria Social 10 anos! REGULAMENTO Programa Parceria Social 10 anos! 2013 é um ano significativo para o Instituto Embraer: estamos comemorando 10 anos do Programa Parceria Social! Ao longo desses anos o Instituto Embraer pôde,

Leia mais

OFICINA DE CONHECIMENTO GESTÃO E SUSTENTABILIDADE PARA O TERCEIRO SETOR

OFICINA DE CONHECIMENTO GESTÃO E SUSTENTABILIDADE PARA O TERCEIRO SETOR GESTÃO E SUSTENTABILIDADE PARA O TERCEIRO SETOR O Prêmio Criança É um programa da Fundação Abrinq Save the Children que identifica e reconhece boas práticas voltadas à primeira infância (0 a 6 anos), gestantes

Leia mais

EDITAL 1. APRESENTAÇÃO

EDITAL 1. APRESENTAÇÃO 1 EDITAL MONITORAMENTO INDEPENDENTE DA COBERTURA VEGETAL DO TERRITÓRIO DE IDENTIDADE EXTREMO SUL / COSTA DAS BALEIAS, ÁREA DE ATUAÇÃO DA FIBRIA E DA SUZANO NO EXTREMO SUL DA BAHIA 1. APRESENTAÇÃO A Fibria

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2012 EDUCAÇÃO: CARTÃO INSTITUTO HSBC SOLIDARIEDADE REGULAMENTO

PROCESSO SELETIVO 2012 EDUCAÇÃO: CARTÃO INSTITUTO HSBC SOLIDARIEDADE REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO 2012 EDUCAÇÃO: CARTÃO INSTITUTO HSBC SOLIDARIEDADE REGULAMENTO Criado em 2006, o é responsável por gerenciar o investimento social do Grupo HSBC Brasil e tem como missão contribuir para

Leia mais

Descreva as suas experiências mais recentes com o apoio de fundos internacionais: Nome do Nome do Período Valor em Número de Nome do

Descreva as suas experiências mais recentes com o apoio de fundos internacionais: Nome do Nome do Período Valor em Número de Nome do ANEXO 1 Formulário Edital de Seleção de Pré-Projetos nº 001/2015 1. INFORMACÃO SOBRE A INSTITUICÃO Dados da Instituição Proponente Nome da Instituição: CNPJ: Natureza da Instituição: Endereço: Página da

Leia mais

Chamamento Público para o Programa Educação e Cultura nas Escolas Públicas/ Pesquisa-ação em iniciativas educacionais

Chamamento Público para o Programa Educação e Cultura nas Escolas Públicas/ Pesquisa-ação em iniciativas educacionais MINISTÉRIO DA CULTURA SECRETARIA DE POLÍTICAS CULTURAIS - SPC DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E COMUNICAÇÃO - DEC CHAMAMENTO PUBLICO N 01/2011 Chamamento Público para o Programa Educação e Cultura nas Escolas Públicas/

Leia mais

EDITAL PF no. 008/2015 CONVOCAÇÃO DE INTERESSADOS À SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA TÉCNICA ESPECIALIZADA PESSOA FÍSICA

EDITAL PF no. 008/2015 CONVOCAÇÃO DE INTERESSADOS À SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA TÉCNICA ESPECIALIZADA PESSOA FÍSICA EDITAL PF no. 008/2015 CONVOCAÇÃO DE INTERESSADOS À SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA TÉCNICA ESPECIALIZADA PESSOA FÍSICA O CONASS: O Conselho Nacional de Secretários de Saúde é uma entidade

Leia mais

Instruções para preenchimento do formulário de CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO

Instruções para preenchimento do formulário de CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO Instruções para preenchimento do formulário de CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO As instruções a seguir orientam a elaboração de propostas de Cursos de Aperfeiçoamento para aprovação e registro no Sistema de Informações

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - SICONV Inclusão e Envio de Proposta Manual

Leia mais

INSTITUTO RIO - EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA APOIO NO ANO DE 2016 - UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA ZONA OESTE

INSTITUTO RIO - EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA APOIO NO ANO DE 2016 - UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA ZONA OESTE INSTITUTO RIO - EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA APOIO NO ANO DE 2016 - UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA ZONA OESTE INTRODUÇÃO O Instituto Rio promove pelo décimo terceiro ano consecutivo sua Seleção Anual

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2011 FUNDO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (FIA) REGULAMENTO

PROCESSO SELETIVO 2011 FUNDO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (FIA) REGULAMENTO - 1 - PROCESSO SELETIVO 2011 FUNDO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (FIA) REGULAMENTO Prezado Gestor, Criado em 2006, o Instituto HSBC Solidariedade é responsável por gerenciar o investimento social

Leia mais

EDITAL Nº 002/2014. 3.2. Todos os cadastrados serão analisados seguindo os critérios determinados e elencados no Item 4.

EDITAL Nº 002/2014. 3.2. Todos os cadastrados serão analisados seguindo os critérios determinados e elencados no Item 4. EDITAL Nº 002/2014 CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CADASTRO DE ARTISTAS E PROFISSIONAIS DE ARTE E CULTURA DE MOGI DAS CRUZES E REGIÃO PARA FOMENTO À CULTURA MUNICIPAL O município de Mogi das Cruzes, por intermédio

Leia mais

EXO ANEXO TEMÁTICO 2: Tema Prioritário II Manejo de Paisagem Linha de Ação Temática 2.1 Manejo Florestal Sustentável

EXO ANEXO TEMÁTICO 2: Tema Prioritário II Manejo de Paisagem Linha de Ação Temática 2.1 Manejo Florestal Sustentável EXO ANEXO TEMÁTICO 2: Tema Prioritário II Manejo de Paisagem Linha de Ação Temática 2.1 Manejo Florestal Sustentável 1. Objetivos da Chamada de Projetos para esta Linha de Ação Temática O objetivo da chamada

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE BELÉM-PA E DO TESOURO MUNICIPAL EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS- Nº 01/2015

FUNDO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE BELÉM-PA E DO TESOURO MUNICIPAL EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS- Nº 01/2015 FUNDO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO DE BELÉM-PA E DO TESOURO MUNICIPAL 1 PREÂMBULO RESOLUÇÃO Nº 05/2015 Publica o Edital de Seleção de Projetos das Organizações Não-Governamentais, a serem apoiados

Leia mais

SE Brasília/DF Jan./2013 24.000 ex. 10,5x29,7cm Editora MS/CGDI/SAA OS 2013/0124

SE Brasília/DF Jan./2013 24.000 ex. 10,5x29,7cm Editora MS/CGDI/SAA OS 2013/0124 1 12 SE Brasília/DF Jan./2013 24.000 ex. 10,5x29,7cm Editora MS/CGDI/SAA OS 2013/0124 SE Brasília/DF Jan./2013 24.000 ex. 10,5x29,7cm Editora MS/CGDI/SAA OS 2013/0124 12 Em 2013, o registro de dados no

Leia mais

UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL

UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL EDITAL DE SELEÇÃO E FINANCIAMENTO DE PROJETOS ESCOTEIROS -1/2013 A União dos Escoteiros do Brasil torna público o Edital para seleção e financiamento de projetos escoteiros,

Leia mais

MINISTÉRIO DA CULTURA INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS

MINISTÉRIO DA CULTURA INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS MINISTÉRIO DA CULTURA INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS EDITAL SELEÇÃO DE PROJETOS Nº /2012 O Instituto Brasileiro de Museus - IBRAM autarquia federal vinculada ao Ministério da Cultura, criada pela Lei n.º

Leia mais

Em 2013, o registro de dados no SIOPS passará a ser obrigatório.

Em 2013, o registro de dados no SIOPS passará a ser obrigatório. Em 2013, o registro de dados no SIOPS passará a ser obrigatório. Fique atento aos procedimentos e prazos estabelecidos pela Lei para declaração de despesas com saúde. art certificado digital-siops-10,5x29,7.indd

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2015 EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA PARA O ENSINO SUPERIOR

CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2015 EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA PARA O ENSINO SUPERIOR 1. PREÂMBULO CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2015 EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA PARA O ENSINO SUPERIOR I. O SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO ESTADO DO PARANÁ - SEBRAE/PR, entidade associativa de direito

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DO CURSO DE GUARDA-PARQUES

EDITAL DE SELEÇÃO DO CURSO DE GUARDA-PARQUES EDITAL DE SELEÇÃO DO CURSO DE GUARDA-PARQUES A Equipe de Conservação da Amazônia- ECAM, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade -ICMBio, a Universidade Federal do Amapá- UNIFAP, e a Secretaria

Leia mais

DOCUMENTOS DO VENDEDOR PESSOA FÍSICA. Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado;

DOCUMENTOS DO VENDEDOR PESSOA FÍSICA. Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado; DOCUMENTOS DO VENDEDOR PESSOA FÍSICA Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado; Nota: caso o proponente for casado(a), enviar também os documentos/certidões

Leia mais

PRÊMIO FUNARTE DE APOIO A ORQUESTRAS

PRÊMIO FUNARTE DE APOIO A ORQUESTRAS PRÊMIO FUNARTE DE APOIO A ORQUESTRAS O Presidente da Fundação Nacional de Arte FUNARTE,, no uso das atribuições que lhe confere o inciso V, artigo 14 do Estatuto aprovado pelo Decreto 5037 de 07/04/2004,

Leia mais

QUEM PODE HABILITAR-SE NO SICONV?

QUEM PODE HABILITAR-SE NO SICONV? O QUE É SICONV? Criado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, o SICONV Sistema de Convênio, tem como uma das finalidades, facilitar as apresentações de projetos aos programas ofertados pelo

Leia mais

O que é: O tipo de linguagem, dentro da área: Teatro adulto, infantil, Teatro de rua, Dança, Dança de rua, Bonecos, Formas animadas, Circo...

O que é: O tipo de linguagem, dentro da área: Teatro adulto, infantil, Teatro de rua, Dança, Dança de rua, Bonecos, Formas animadas, Circo... ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS CULTURAIS E PREENCHIMENTO DE FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO O SESC Rio Grande do Norte tem como missão contribuir para a construção de uma sociedade mais justa e para a

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA DE PROJETOS VOLTADOS AO APOIO DE PLANOS DE GESTÃO TERRITORIAL E AMBIENTAL EM TERRAS INDÍGENAS

CHAMADA PÚBLICA DE PROJETOS VOLTADOS AO APOIO DE PLANOS DE GESTÃO TERRITORIAL E AMBIENTAL EM TERRAS INDÍGENAS CHAMADA PÚBLICA DE PROJETOS VOLTADOS AO APOIO DE PLANOS DE GESTÃO TERRITORIAL E AMBIENTAL EM TERRAS INDÍGENAS OBJETO DO APOIO O objeto da presente Chamada Pública consiste em selecionar propostas candidatas

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Prestação de Contas - Convenente. Manual do Usuário. Versão 2-26/11/2010

Portal dos Convênios - SICONV. Prestação de Contas - Convenente. Manual do Usuário. Versão 2-26/11/2010 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - SICONV Prestação de Contas - Convenente

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E IRRIGANTES DA BAHIA AIBA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. BNB

ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E IRRIGANTES DA BAHIA AIBA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. BNB ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E IRRIGANTES DA BAHIA AIBA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. BNB FUNDO PARA O DESENVOLVIMENTO INTEGRADO E SUSTENTÁVEL DA BAHIA FUNDESIS EDITAL PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS

Leia mais

iv. estejam adimplentes com suas obrigações legais, inclusive financeiras e fiscais;

iv. estejam adimplentes com suas obrigações legais, inclusive financeiras e fiscais; EDITAL FUNDAÇÃO CARGILL REGULAMENTO PARA INSCRIÇÃO DE OJETOS E PARTICIPAÇÃO 1. EDITAL FUNDAÇÃO CARGILL 2016 1.1. O edital tem por objetivo apresentar o regulamento para a seleção das organizações da sociedade

Leia mais

2.2 São considerados passíveis de concorrer aos recursos (brinquedoteca e capacitação) desta Chamada Pública, as instituições que:

2.2 São considerados passíveis de concorrer aos recursos (brinquedoteca e capacitação) desta Chamada Pública, as instituições que: 1. APRESENTAÇÃO 1.1 O projeto Recrear defende a importância do Brincar para o desenvolvimento infantil. Por meio da brincadeira, uma criança aprende e desenvolve seu corpo, suas habilidades sociais, de

Leia mais

FRBL FUNDO DE RECONSTITUIÇÃO DE BENS LESADOS

FRBL FUNDO DE RECONSTITUIÇÃO DE BENS LESADOS FRBL FUNDO DE RECONSTITUIÇÃO DE BENS LESADOS Orientações para Organizações da Sociedade Civil sem Fins Lucrativos (OSCs) Expediente Material produzido pelo ICom - Instituto Comunitário Grande Florianópolis

Leia mais

EDITAL PROJETO FPSSA APOIO Á EMPREENDIMENTOS TURISTICOS SOLIDÁRIOS DE JOVENS E MULHERES AFRODESCENDENTES DO BAIRRO DA PAZ E ENTORNOS, SALVADOR.

EDITAL PROJETO FPSSA APOIO Á EMPREENDIMENTOS TURISTICOS SOLIDÁRIOS DE JOVENS E MULHERES AFRODESCENDENTES DO BAIRRO DA PAZ E ENTORNOS, SALVADOR. EDITAL PROJETO FPSSA APOIO Á EMPREENDIMENTOS TURISTICOS SOLIDÁRIOS DE JOVENS E MULHERES AFRODESCENDENTES DO BAIRRO DA PAZ E ENTORNOS, SALVADOR. O Projeto Formação profissional e geração de renda para jovens

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS CENTRO DE DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS INOVADORAS CDTI/UNITINS SELEÇÃO DE EMPRESAS EDITAL Nº 007, 13/08/2009.

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS CENTRO DE DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS INOVADORAS CDTI/UNITINS SELEÇÃO DE EMPRESAS EDITAL Nº 007, 13/08/2009. 1 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS CENTRO DE DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS INOVADORAS CDTI/UNITINS SELEÇÃO DE EMPRESAS EDITAL Nº 007, 13/08/2009. A Fundação Universidade do Tocantins UNITINS torna público

Leia mais

PROGRAMA PETROBRAS FOME ZERO PROCESSO SELETIVO 2006 REGULAMENTO

PROGRAMA PETROBRAS FOME ZERO PROCESSO SELETIVO 2006 REGULAMENTO PROGRAMA PETROBRAS FOME ZERO PROCESSO SELETIVO 2006 REGULAMENTO PROJETOS Serão aceitos projetos sob responsabilidade de organismos governamentais, não-governamentais e comunitários, legalmente constituídos

Leia mais

Orientações para o Apoio do Fundo Amazônia ao Cadastramento Ambiental Rural

Orientações para o Apoio do Fundo Amazônia ao Cadastramento Ambiental Rural Orientações para o Apoio do Fundo Amazônia ao Cadastramento Ambiental Rural 1. Apoio do Fundo Amazônia ao Cadastramento Ambiental Rural no bioma Amazônia... 2 2. Apoio do Fundo Amazônia ao Cadastramento

Leia mais

Roteiro elaborado com o objetivo de auxiliar os convenentes no registro das prestações de contas no SIGPC Contas Online.

Roteiro elaborado com o objetivo de auxiliar os convenentes no registro das prestações de contas no SIGPC Contas Online. FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO FNDE Roteiro de orientações ao convenente para prestação de contas do Programa Caminho da Escola no SiGPC Contas Online Roteiro elaborado com o objetivo de

Leia mais

EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE PROJETOS ESPORTIVOS SOCIAIS 2007-2008

EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE PROJETOS ESPORTIVOS SOCIAIS 2007-2008 EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE PROJETOS ESPORTIVOS SOCIAIS 2007-2008 Ministério do Esporte Secretaria Especial dos Direitos Humanos Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente Comissão de Chancela

Leia mais

PRESTANDO CONTAS ONLINE Programa Nacional de Alimentação Escolar

PRESTANDO CONTAS ONLINE Programa Nacional de Alimentação Escolar 1 PRESTANDO CONTAS ONLINE Programa Nacional de Alimentação Escolar Com a disponibilização das primeiras funcionalidades para registro das prestações de contas do Programa Nacional de Alimentação Escolar

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE COMISSÃO DE AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DE PROJETOS DO FMDCA EDITAL N 02/2014

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE COMISSÃO DE AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DE PROJETOS DO FMDCA EDITAL N 02/2014 CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE COMISSÃO DE AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DE PROJETOS DO FMDCA EDITAL N 02/2014 EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS PARA FINANCIAMENTO COM RECURSOS

Leia mais

ESTADO DO ACRE Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour EDITAL MAIS CULTURA PARA PREMIAÇÃO DOS PONTINHOS DE CULTURA DO ESTADO DO ACRE

ESTADO DO ACRE Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour EDITAL MAIS CULTURA PARA PREMIAÇÃO DOS PONTINHOS DE CULTURA DO ESTADO DO ACRE EDITAL MAIS CULTURA PARA PREMIAÇÃO DOS PONTINHOS DE CULTURA DO ESTADO DO ACRE O Governo do Estado do Acre, por intermédio da Fundação de Cultura e Comunicação, no âmbito do Acordo de Cooperação firmado

Leia mais

PORTAL DE CONVÊNIOS Acesse www.convenios.gov.br. LEGISLAÇÃO SOBRE CONVÊNIOS Acesse http://www.convênios.gov.br/portal/legislacao.

PORTAL DE CONVÊNIOS Acesse www.convenios.gov.br. LEGISLAÇÃO SOBRE CONVÊNIOS Acesse http://www.convênios.gov.br/portal/legislacao. PORTAL DE CONVÊNIOS www.convenios.gov.br LEGISLAÇÃO SOBRE CONVÊNIOS http://www.convênios.gov.br/portal/legislacao.html ORIENTAÇÕES AOS PROPONENTES www.convênios.gov.br/portal/avisos/orientacoes_utilizacao_portal_convenios

Leia mais

1º Edital Petrobras de Festivais de Música

1º Edital Petrobras de Festivais de Música 1º Edital Petrobras de Festivais de Música REGULAMENTO OBJETIVOS DO EDITAL O apoio previsto neste regulamento tem como objetivos promover: 01. a formação de público para os diversos segmentos da música

Leia mais

AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO

AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO Esta Chamada Pública de Apoio Institucional visa à seleção de projetos a serem apoiados pelo CAU/BR na modalidade de Apoio à Assistência

Leia mais

REUNIÃO DA DIRETORIA APROVA O TEXTO DA PROPOSTA DE REFORMA E CONSOLIDAÇÃO DO ESTATUTO SOCIAL

REUNIÃO DA DIRETORIA APROVA O TEXTO DA PROPOSTA DE REFORMA E CONSOLIDAÇÃO DO ESTATUTO SOCIAL REUNIÃO DA DIRETORIA APROVA O TEXTO DA PROPOSTA DE REFORMA E CONSOLIDAÇÃO DO ESTATUTO SOCIAL A Diretoria da CBC aprovou o texto da proposta de reforma e consolidação do Estatuto Social que tem por objetivo

Leia mais

3. Cronograma. Encaminhamento da solicitação de apoio, formatada conforme Roteiro de elaboração de projetos estabelecido no Anexo I.

3. Cronograma. Encaminhamento da solicitação de apoio, formatada conforme Roteiro de elaboração de projetos estabelecido no Anexo I. PROPOSTA DE EDITAL O Instituto de Compromisso com o Desenvolvimento Humano, fundado aos 09 (nove) dias do mês de Maio de 2007, tendo como objetivo promover o desenvolvimento humano em diversos âmbitos,

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS n. 001/2015 - Março Mulheres 2015 - MULHERES: AUTONOMIA E CIDADANIA

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS n. 001/2015 - Março Mulheres 2015 - MULHERES: AUTONOMIA E CIDADANIA EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS n. 001/2015 - Março Mulheres 2015 - MULHERES: AUTONOMIA E CIDADANIA SOCIEDADE CIVIL (ENTIDADES DO MOVIMENTO SOCIAL, ORGANIZAÇÕES NÃO GOVERNAMENTAIS, ASSOCIAÇÕES E SIMILARES)

Leia mais

GUIA PARA AVALIAÇÃO DAS PROPOSTAS DE PROJETOS COMPONENTE 4

GUIA PARA AVALIAÇÃO DAS PROPOSTAS DE PROJETOS COMPONENTE 4 FUNDO MULTILATERAL DE INVESTIMENTOS PROGRAMA REGIONAL DE FORMAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO LOCAL COM INCLUSÃO SOCIAL- CONECTADEL GUIA PARA AVALIAÇÃO DAS PROPOSTAS DE PROJETOS COMPONENTE 4 1. Objetivo

Leia mais

MODELO DE PROJETO. Solicitação de Inclusão no Banco de Projetos para captação de recursos FIA/Doações (obrigatório o preenchimento de todos os itens)

MODELO DE PROJETO. Solicitação de Inclusão no Banco de Projetos para captação de recursos FIA/Doações (obrigatório o preenchimento de todos os itens) MODELO DE PROJETO Solicitação de Inclusão no Banco de Projetos para captação de recursos FIA/Doações (obrigatório o preenchimento de todos os itens) 1. IDENTIFICAÇÃO Abrangência do Projeto: ( ) Estadual

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ Prefeitura Municipal de Teresina Secretaria Municipal da Juventude SEMJUV GABINETE DO SECRETÁRIO

ESTADO DO PIAUÍ Prefeitura Municipal de Teresina Secretaria Municipal da Juventude SEMJUV GABINETE DO SECRETÁRIO SEMJUV EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS DE JUVENTUDE TERESINA 2013 SEMJUV, pessoa jurídica de direito público, no uso de suas atribuições legais, torna público o presente EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS da

Leia mais

REDE DE PONTOS DE CULTURA DE GOVERNADOR VALADARES - MG ANEXO III PLANO DE TRABALHO E CRONOGRAMA DE DESEMBOLSO. Plano de Trabalho

REDE DE PONTOS DE CULTURA DE GOVERNADOR VALADARES - MG ANEXO III PLANO DE TRABALHO E CRONOGRAMA DE DESEMBOLSO. Plano de Trabalho ANEXO III PLANO DE TRABALHO E CRONOGRAMA DE DESEMBOLSO 11. ORÇAMENTO Plano de Trabalho ORÇAMENTO - Detalhe aqui os itens de despesa necessários à execução da proposta (meta, etapa ou fase), em conformidade

Leia mais