TRÍDUO EUDISTA. Jesus Cristo, Sumo e Eterno Sacerdote O Coração de Jesus UNIDADE DE ESPIRITUALIDADE EUDISTA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRÍDUO EUDISTA. Jesus Cristo, Sumo e Eterno Sacerdote O Coração de Jesus UNIDADE DE ESPIRITUALIDADE EUDISTA"

Transcrição

1 TRÍDUO EUDISTA Jesus Cristo, Sumo e Eterno Sacerdote O Coração de Jesus UNIDADE DE ESPIRITUALIDADE EUDISTA

2 INTRODUÇÃO Por estes dias, a Igreja celebra três festas que tem fonte Eudista: a Solenidade de Jesus Cristo, Sumo e Eterno Sacerdote, a Solenidade do coração de Jesus e a memória obrigatória do Imaculado Coração da Santíssima Virgem Maria. A Unidade de Espiritualidade Eudista (UEE) aproveita esta oportunidade para convidar a toda Grande Família Eudista a meditar com São João Eudes sobre estas três festas a partir do que temos denominado o Tríduo Eudista. Neste tríduo encontrarão uma proposta para celebrar estes acontecimentos desde nossa espiritualidade a partir de uma oração inicial, uma meditação e uma oração final. Esperamos que seja do seu agrado e proveito. Equipe da UEE 2

3 PRIMEIRO DIA JESUS CRISTO SUMO E ETERNO SACERDOTE Início: Em Nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém. Oração inicial Adoremos a Jesus em sua cruz, como soberano sacerdote que se imola a si mesmo, e como hóstia santa que é imolada para a glória de seu Pai e para nossa salvação. Demos-lhe graças por ter sacrificado a si mesmo, e por ternos comunicado estas qualidades de sacerdote e de hóstia. Peçamos-lhes perdão por todas as faltas que temos cometidos nas funções de sacerdote. Entreguemo-nos a Ele e supliquemos que nos dê o Espírito de seu divino sacerdócio; que nos faz dignos de ser outras tantas vítimas que sejam sacrificadas com Ele para a glória de seu Pai, 3

4 e que nos consuma nas sagradas chamas se seu santo Amor. (São João Eudes, O. C. III, 293 ) Meditação O SACERDOTE ASSOCIADO A SANTÍSSIMA TRINDADE O contemplo como os associados do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Vocês, sacerdotes, são a parte mais nobre do corpo místico do Filho de Deus. São os olhos, a boca, a língua e o coração de sua Igreja, mas ainda, do mesmo Jesus. São seus olhos : mediante vocês o Bom Pastor vela continuamente sobre seu rebanho; por vocês o ilumina e o conduz, por vocês chora sobre as ovelhas que se encontram entre as garras do lobo infernal. São sua boca e sua língua: : por vocês Cristo fala aos homens e continua anunciando a mesma palavra, o mesmo Evangelho que Ele proclamou na terra. São seu coração : mediante vocês comunica a vida verdadeira da graça na terra e da glória no céu, a todos os membros de seu corpo místico. Os contemplo e venero como associados com o Pai, o Filho e o Espírito Santo de maneira celebre e admirável. O Pai eterno os associa com ele em sua mais alta ocupação, que é a geração inefável de seu Filho, a quem faz nascer desde 4

5 toda a eternidade em seu seio paterno, e em sua mais excelente qualidade que é sua divina paternidade. Porque os faz, de certa maneira, pai de seu Filho ao dar-lhes o poder de formá-lo fazê-lo nascer nas almas cristãs e fazê-los pai de seus membros que são os fiéis. Assim vocês levam a imagem de sua divina paternidade. O Filho de Deus os associa com Ele em suas mais nobres perfeições e ocupações. Porque os fazem participantes de sua qualidade de mediador entre Deus e os homens; de sua dignidade de Juiz soberano do universo; de seu nome e oficio do salvador do mundo e muitos outros títulos seu. E dá o poder de oferecer com Ele, a seu Pai, o mesmo sacrifício que ofereceu na cruz e que oferece a cada dia sobre nossos altares, que é sua ação mais santa e excelsa. O Espírito Santo os associa com Ele em sua maior e admirável ação. Porque Ele tem vindo ao mundo para dissipar as escuridões da ignorância e do pecado que cobriam a terra, e para iluminar os espíritos com a luz celestial, para incendiar os corações no fogo sagrado do amor divino, para reconciliar os pecadores com Deus, para apagar do pecador o pecado, comunicar a graça, santificar as almas, fundar a Igreja, aplicar-lhes os frutos da paixão e morte de seu Redentor e, enfim para destruir em nós a antiga condição pecadora e dar forma e nascimento a Jesus Cristo. 5

6 Pois bem, tudo isso é sua ocupação ordinária como sacerdote, porque tens sido enviado por Deus para formar a seu Filho Jesus nos corações humanos. Tens, pois, uma aliança maravilhosa com as três divinas pessoas: são os associados da Santa Trindade, são os cooperadores de Deus Todo Poderoso em suas obras mais excelentes. (São João Eudes, Memorial da vida eclesiástica 1: O.C. III, 14-16) Oração final: Deus, gloria de nosso sacerdote, Tu nos tens dado o teu Filho como soberano sacerdote e pastor vigilante de nossas almas; Tu lhes tens agregado, para sacrificar uma hóstia pura, os santos sacerdotes. Pela oração da bem-aventurada Maria sempre virgem e dos santos Sacerdotes, dignastes a reanimar em tua Igreja o espírito da graça que foi o seu. Completo deste espírito, procuremos amar os que eles amavam e obrar como nos ensinaram pela palavra e pelo exemplo. Por nosso Senhor Jesus Cristo. Amém. (São João Eudes, O.C. XI,514 ) 6

7 SEGUNDO DIA O CORAÇÃO DE JESUS Início : Em Nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém. Oração inicial Que excessivo e admirável, Deus, tua bondade e teu amor por nós! És infitamente digno de seramado, elogiado e glorificado. Mais como não temos coração nem espítito digno e capaz de chegar estas obrigações, tua sabedoria tem convidado e tua imensa bondade nos tem dado um meio admirável para cumpri -las plena e perfeitamente. Porque nos tens dado o Espírito e o coração de teu Filho, que és teu próprio Espírito e coração, para que seja também em nós, segundo a promessa que nos fizestes pela boca do Profeta: Dar-lhes-ei um coração novo e lhes infundireis um Espírito novo (EZ 36, 26). E para que saibamos o que esse espírito e esse coração novos que nos prometias, agregaste: Porei meu espírito, que es meu coração, em meios de vocês. Somente o Espírito e o coração de Deus são dignos e capazes de amar, bendizer e louvar a Deus como Ele merece. 7

8 Meditação O QUE É O CORAÇÃO DE JESUS? O Coração de Jesus é uma fogueira de amor. Em nosso salvador adoramos três corações que formam um só coração pela estreita união que têm entre si. O primeiro é o Coração divino, seu amor incriado, que é Deus mesmo. É também o amor que Ele tem, desde a eternidade, no seio adorável de seu Pai, e que, com o amor deste, é o princípio do Espírito Santo. O segundo é o Coração espiritual de Jesus, a parte superior de sua alma santa, na qual o Espírito Santo vive e reina de maneira inefável e no qual encerra os tesouros infinitos da ciência e da sabedoria de Deus. É também sua vontade humana, cuja função própria é amar, e que Ele sacrificou para realizar nossa salvação pela única vontade de seu Pai. O terceiro Coração de Jesus é o santíssimo Coração Corporal, unido hipostaticamente a pessoa do verbo, formado pelo Espírito Santo com o sangue virginal da Mãe de amor, e que na cruz foi traspassado pela lança. Este amabilíssimo Coração de Jesus é uma fogueira de amor. 8

9 Ama a seu Pai celestial com amor eterno, imenso e infinito. Ama a sua mãe sem limites nem medidas. Como ele demostra nas graças inconcebíveis com que a merecia. Ama a Igreja triunfante, purgante e peregrina. Os sacramentos especialmente a Eucaristia, que é compêndio de todas as maravilhas da bondade de Deus são outros tantos canais inesgotáveis de graças e santidade, cuja fonte é o oceano imenso do sagrado Coração de nosso Salvador. Finalmente, nos ama a todos e a cada um, como seu Pai o ama a Ele. Por isso tudo o que fez, e sofreu, tudo foi para livrar-nos do abismo dos males em que os pecados nos havia arremessados, e para fazer de nós filhos de Deus, membros de Cristo, herdeiros de Deus, coerdeiros do Filho, titulares do mesmo reino que o Pai deu a seu Filho. Nossos deveres para com este amado Coração são: adorá-lo, louvá-lo, bendizê-lo e glorificá-lo e dar-lhes graças, pedir-lhes perdão por tudo o que Ele sofreu por causa de nossos pecados; oferecer-lhe em reparação todas as alegrias que Ele tem dado a todos os que lhe amam e todos os sofrimentos aceitos por seu amor. Finalmente, amá-lo fervorosamente. Também devemos utilizar este Coração porque na realidade nos pertence; ele é dado o Pai eterno, o Espírito Santo, maria e o mesmo Jesus, para que seja o refúgio de nossas necessidades, o oráculo em nossas dúvidas e dificuldades, e nosso tesouro. Nos é dado finalmente, não somente para que seja o modelo e a regra de nossa vida, senão nosso próprio coração, e assim possamos por este Grande Coração, cumprir com Deus e 9

10 com nosso próximo todos os nossos deveres. (São João Eudes, O Admirável Coração de Jesus,12: OO.C. VIII, ) Oração final: Quem me dera fundir-me neste fogo! Mãe de Jesus, anjos, santos e santas de Jesus, me entrego a todos vocês e os entrego também a todos meus irmãos e irmãs e a todos os habitantes da terra que nos mergulhemos no mais profundo desta fogueira de amor! Amém. (São João Eudes, O.C. VIII, 352) TERCEIRO DIA O CORAÇÃO DE MARIA Oração inicial: Bendita sejais, Virgem Santa, por todo a honra dada a teu amabilíssimo Filho durante toda a tua vida. Te ofereço toda minha vida, Mãe da vida e da graça, e a consagro toda em honra da tua, e te suplico com todo meu coração a teu Filho Jesus, Deus da vida e do amor, que faz, por sua grandíssima bondade, que toda minha vida seja uma homenagem continua e eterna a sua santíssima vida e a tua.. (São João Eudes, O.C. I, 432) 10

11 Meditação O CORAÇÃO DE MARIA TRANSBORDANTE DE AMOR A DEUS E DE CARIDADE PARA NÓS Maria não amou jamais nada fora de Deus e o que Deus queria era que amasse Nele e por Ele. Entre Entre as festas da Virgem Maria, a de seu coração é como o coração e a rainha das demais, porque celebra a sede do amor e da caridade. O objeto desta solenidade é o Coração da filha única e amabilíssima do Pai eterno, é o coração da Mãe de Deus, da Esposa do Espírito Santo, da mãe amorosa de todos os fiéis. É um coração incendiado de amor a Deus e de caridade por nós. O coração de Maria é todo amor por Deus. Porque nunca há amado nada fora de Deus e o que Deus quis foi que amasse Nele e por Ele. Porque o há amado sempre com todo seu coração, com toda a sua alma, e com todas suas forças. Porque não somente há querido sempre o que Deus quisera, se não que há posto nele seu gozo e felicidade. O Coração de Maria é todo amor por nós. Ela nos ama com o mesmo amor com que ama a Deus porque, é a Ele quem ver e ama em nós. Nos ama com o mesmo amor com que ama o Homem Deus porque sabe que Cristo é nossa cabeça e nós seus membros e por Ele mesmo somos uma só coisa com Ele. Por 11

12 isso, nos ver e nos ama de certa maneira como a seu Filho e como aos filhos próprios. Levamos esta gloriosa condição por duas razões: porque se é mãe da cabeça o é de seus membros e porque nosso Salvador, na cruz, nos entregou a sua mãe em qualidade de filhos. Jesus nós há dado não somente por rainha e soberana, senão em qualidade de mãe, que é a mais conveniente que podemos imaginar. A cada um de nós repita o que disse São João Eudes: Esta é a tua mãe. E Jesus nos entregou ela não somente como servidores e escravo, senão em qualidade de filhos: Eu tenho aqui teu filho, lhe disse, falando a cada um de nós na pessoa do apóstolo amado. Como se lhe diz<< Estes são todos meus membros que te entrego para que sejam teus filhos. Os ponho em meu lugar para que os veja, e ames com o mesmo amor e como eu os amos>>. Mãe de Jesus: tu nos cuidas e nas amas como a teus filhos e como irmãos de teu Filho e nos amas e amarás eternamente com o mesmo amor de mãe com que o amas a Ele. Por isso, querido irmão, em todos teus assuntos, necessidades, perplexidades e aflições, intercede ao coração de nossa amorosa mãe. É um coração que vela sobre nós e nossos interesses. É um Coração tão completo de bondade, doçura, misericórdia e liberdade que ninguém tem acorrido ao coração com humildade e confiança sem receber seus consolos. É um coração generoso, forte e poderoso para combater os nossos inimigos, para remover e destruir tudo o que nos prejudica, para alcançar de Deus o que pede e enche-nos de toda a classe de bens. (São João Eudes, O.C. VII, 140) 12

13 PROPÓSITO PARA VIVER O SACERDÓCIO DE JESUS 13

14 PROPÓSITO PARA AMAR MAIS A JESUS 14

15 . PROPÓSITO PARA AMAR MAIS A MARIA 15

16 TEU AMABILISSIMO CORAÇÃO, JESUS MEU, ESTÁ TOTALMENTE INCENDIADO DE AMOR A NÓS... O CORAÇÃO DE JESUS É O CORAÇÃO DE MARIA! (O Coração de Maria, cap. XII) (O Admirável coração de Jesus, 2, 4-5) Diretor: Pe. Álvaro Duarte Torres CJM Desenho e compilação: Hermes Flórez Pérez Tradução: Geovani Ferreira 16