Imagem sincretizada de Ogum com São Jorge

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Imagem sincretizada de Ogum com São Jorge"

Transcrição

1 Ogum Imagem sincretizada de Ogum com São Jorge

2 Imagem idealizada de Ogum nos cultos africanos Ogum, como personagem histórico, é apontado como o filho mais velho de Odudua, o fundador de Ifé (cidade da Nigéria, considerada a capital religiosa dos iorubas). Segundo essa linha de pesquisa, era um homem extremamente belicoso, cuja principal função era a de chefiar o exército de sua cidade-estado em costumeiras invasões aos reinos vizinhos, saqueando os Estados derrotados e ampliando a área de poder de sua linhagem. Por isso, Ogum é o ORIXÁ DA GUERRA, do COMBATE e da COMPETIÇÃO. Um dos sincretismos mais óbvios que aconteceram a partir dessa imagem é a associação entre ele e São Jorge, o santo guerreiro do cristianismo. É, portanto, o protetor dos militares e dos combatentes em geral. Por extensão, é o orixá dos que produzem as armas de guerra, os ferreiros. Identifica-se basicamente com o ferro, tanto pela importância marcial do metal na construção de armas como também por ser o temperamento determinado, duro e vigoroso de Ogum facilmente comparado à inflexibilidade e indestrutibilidade (pelo menos, grande capacidade de resistência) do metal. Atualmente, uma série de outras profissões foram consagradas a Ogum, como barbeiros, marceneiros, carpinteiros, escultores, mecânicos, metalúrgicos, motoristas de automóveis, etc. Sendo irmão de Exu, Ogum tem muita coisa em comum com ele. Além do caráter instável e arrebatado, Ogum também tem ascendência sobre os caminhos. Se Exu é o dono das encruzilhadas, assumindo a responsabilidade do "tráfego, de determinar o que pode e o que não pode passar, Ogum é o dono dos caminhos em si, das ligações que se estabelecem entre os diferentes locais. Assim, uma das características arquetípicas atribuídas aos filhos de Ogum é o gosto pelas viagens, pelas mudanças, pelo "correr o mundo, tendo dificuldade para se estabelecer de maneira gregária em algum lugar.

3 Reforçando esse aspecto, Ogum não era uma figura que se preocupasse com a administração do reino de seu pai. Apesar de tê-lo substituído em ocasiões de necessidade, toda a ação de Ogum era a de expandir o território, conquistar e saquear, deixando a seus subordinados e filhos a direção destes novos territórios. Os lugares consagrados a este orixá são todos ao ar livre, Por tradição, é um orixá bastante respeitado. Falar algo em nome de Ogum concede uma grande firmeza à afirmação, envolve um conceito de honra inabalável a garantir a veracidade do fato, algo comparável ao jurar por Deus dos católicos. Na umbanda, também são creditadas a Ogum as demandas judiciais. Já o candomblé mais tradicional separa essa função para o domínio de Xangô. Para Ogum, a justiça, a verdade, a retidão são importantes. Mas sua ocupação não é determinar o que é certo ou errado, e sim apenas fazer prevalecer o que julga certo. É, conseqüentemente, justiceiro, mas sem a gravidade mais contida de Xangô nem sua autoridade quase que legal. Ao contrário, Ogum é o que faz justiça com as próprias mãos, empreendedor e decidido, jamais deixando para outros o que julga ser problema seu. Essa impetuosidade e autoridade é a razão primordial que faz Ogum ser o primeiro orixá saudado logo depois que Exu é despachado. Segundo Verger, "quando Ogum se manifesta no corpo em transe de seus iniciados, dança com ar marcial, agitando sua espada e procurando um adversário para golpear. É, então, saudado com gritos de Ogum iêêê! (Olá, Ogum!). Nos candomblés é sempre Ogum quem desfila na frente, 'abrindo caminho para os outros orixás quando eles entram no barracão nos dias de festa, manifestados e vestidos com suas roupas simbólicas. Um pouco da Mitologia de Ogum O caráter temperamental e quase dramático de Ogum pode, ser sentido na maior parte das lendas a seu respeito. Uma das mais conhecidas se refere ao fato de ele ter conquistado a cidade de Irê e colocado na chefia de governo um filho seu. Após muitas outras campanhas militares, Ogum terminou por retornar aquela cidade. As explicações sobre a razão do mal-entendido que aconteceu depois são diversas. Algumas dizem que Ogum se encolerizou por não ser reconhecido. Outras contam que naquele dia, por fatal coincidência, acontecia uma cerimônia onde a ninguém era permitido falar, o que possibilitara a Ogum a impressão que não o haviam reconhecido. Ainda existem referências à possibilidade de que Ogum não teria reconhecido a cidade que um dia conquistara, tratando a seus ocupantes, então, como inimigos. De qualquer forma, após matar alguns habitantes de Irê, Ogum percebeu o erro que sua cólera provocara. Mais uma vez, foi assolado pelas freqüentes crises de arrependimento que sobrevinham à furiosa explosão de seu temperamento. Desencantado com sua própria violência, Ogum chegou à conclusão de que não deveria mais viver. Baixou então a ponta de sua espada em direção ao chão e, da mesma maneira que a utilizara para destruir inimigos, destruiu a si mesmo, criando um grande buraco no chão e afundando por ele terra adentro. Teria sido essa a grande e transcendente emoção que transformou o rei guerreiro num orixá um ato impetuoso em que tentava se castigar pela própria impetuosidade. Pierre Verger ainda assinala que "antes de desaparecer (...), ele pronunciou algumas palavras. A essas palavras, ditas durante uma batalha, Ogum aparece imediatamente em socorro daquele que o evocou. Porém, elas não podem ser usadas em outras circunstâncias, pois, se não encontra inimigos diante de si, é sobre o imprudente que Ogum se lançará.

4 O Arquétipo de Ogum O tipo Ogum e, portanto, violento, impulsivo e dado a brigas. Tem um grave conceito de honra, sendo incapaz de perdoar as ofensas sérias de que é vítima. Os filhos de Ogum são conquistadores, incapazes de se fixar num mesmo lugar, apreciadores das novidades, das viagens imprevistas, rumo ao desconhecido. Pessoas curiosas e resistentes, têm grande capacidade de se concentrar num objetivo a ser conquistado. São persistentes e pouquíssima coisa é capaz de fazê-las desistir das metas que se impuseram. A coragem é muito grande, a franqueza absoluta, beirando a arrogância. Por outro lado, quando não presas pelos freqüentes acessos de raiva, são associadas ao arquétipo de camaradagem masculina, relaxada e sincera o estereótipo do companheirismo entre combatentes de guerra, amigos inseparáveis do exército. Essa imagem é muito freqüente na cultura americana, produto de um país igualmente expansionista, cuja "personalidade-padrão" (se podemos dizer que isso exista) se aproxima um pouco da tradição belicista-despojada deste orixá, opondo-se à cultura mais elegante e aristocrática da Europa, talvez mais facilmente identificável com orixás mais vaidosos e formais como Oxum ou Xangô. A competitividade de Ogum também se aproxima de certos estereótipos ligados à sociedade capitalista de consumo. É um líder nato, que costuma assumir facilmente o controle das equipes onde está envolvido. Em termos físicos, o filho de Ogum tende a ser esguio, musculoso e atlético. Tem grande energia nervosa, que precisa ser descarregada em esportes ou qualquer outro tipo de atividade que implique desgaste físico; caso contrario, verá essa mesma energia contribuindo para aumentar a instabilidade já bem grande de seu humor. As roupas escolhidas por essas pessoas são simples, confortáveis, absolutamente práticas e duráveis. Não deixa de ser uma curiosa coincidência o fato do jeans ser (na sua forma mais comercializada) azul-escuro, a cor de Ogum. Alguns hábitos da geração dos anos 60, além da massificação dos jeans, também a aproximam deste orixá: o desapego aos bens materiais, a falta de um local fixo de moradia, a fácil adaptabilidade a qualquer lugar, a capacidade de comer frugalmente qualquer coisa, sem grandes preocupações de paladar. Seguindo essa tradição de correspondência, a vida sexual dos filhos de Ogum tende a ser muito variada, sem grandes ligações perenes, mas sim superficiais e rápidas, típicas do viajante que nunca se lixa em lugar algum nem a qualquer pessoa. Por outro lado, sua energia sexual é muito grande. Nas lendas, Ogum é relacionado a diversos orixás femininos, mas a ligação mais citada é a que manteve com Iansã, até que ela o abandonou por Xangô. Este arquétipo psicológico é freqüentemente encontrado na literatura e no cinema. Ogum, neste sentido, é o herói por excelência, desprendido, corajoso e empreendedor, seco e implacável com os inimigos, calado e inacessível em alguns momentos, amigo e camarada em outros quando com os amigos. Pode ser encontrado na maioria dos westerns, onde o herói é um homem sem passado conhecido que chega a uma cidade, liberta-a dos malfeitores, provoca o desejo e o amor nas mulheres, se relaciona sexualmente com elas e no final parte, novamente sozinho, em busca de mais um combate. Os heróis das estórias de espionagem também podem ser incluídos nessa espécie de lista. Um personagem de Dostoievski que se encaixa adequadamente a este protótipo é Dimitri Karamazov, que não conseguia ficar vivendo harmoniosamente na casa onde habitavam pai e irmãos, entrando em freqüentes choques com eles pela sua energia, determinação e imprevisibilidade. Precisava de um combate para se sentir vivo. Jogou-se inteiro na disputa pelo amor de Grushenka. Era militar, mas freqüentemente tinha problemas com os superiores, pois sua natureza era marcial, mas livre demais para se adaptar às estritas regras da caserna.

5 Referências Bibliográficas Ogum o temperamental senhor da guerra, pags. 22 a 24, Revista Planeta,n. 126-B, 1ª Edição, São Paulo: Editora Três,1984.

DAVI, O REI (PARTE 1)

DAVI, O REI (PARTE 1) Bíblia para crianças apresenta DAVI, O REI (PARTE 1) Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

NÚCLEO DE ESTUDOS ESPIRITUAIS MATA VERDE

NÚCLEO DE ESTUDOS ESPIRITUAIS MATA VERDE NÚCLEO DE ESTUDOS ESPIRITUAIS MATA VERDE Desenvolvimento mediúnico março/2014 ATENÇÃO Dia 19 de abril não teremos aula. Voltaremos dia 26 de Abril. Doutrina dos Sete Reinos Sagrados Conceituação de Orixá

Leia mais

Família. Escola. Trabalho e vida econômica. Vida Comunitária e Religião

Família. Escola. Trabalho e vida econômica. Vida Comunitária e Religião Família Qual era a profissão dos seus pais? Como eles conciliavam trabalho e família? Como era a vida de vocês: muito apertada, mais ou menos, ou viviam com folga? Fale mais sobre isso. Seus pais estudaram

Leia mais

Daniel fazia parte de uma grupo seleto de homens de Deus. Ele é citado pelo profeta Ezequiel e por Jesus.

Daniel fazia parte de uma grupo seleto de homens de Deus. Ele é citado pelo profeta Ezequiel e por Jesus. Profeta Daniel Daniel fazia parte de uma grupo seleto de homens de Deus. Ele é citado pelo profeta Ezequiel e por Jesus. O livro de Daniel liga-se ao livro do Apocalipse do Novo Testamento, ambos contêm

Leia mais

Revista África e Africanidades Ano 2 - n. 5 - Maio. 2009 - ISSN 1983-2354 www.africaeafricanidades.com

Revista África e Africanidades Ano 2 - n. 5 - Maio. 2009 - ISSN 1983-2354 www.africaeafricanidades.com Homenagem Maria Stella de Azevedo Santos Mãe Stella de Oxossi Por Juliana Faria Escritora, Psicóloga e Presidente do Centro de Referência e Estudos da Tradição e Cultura Afro- Brasileira do Ilê-Axé Pilão

Leia mais

HISTÓRIA REVISÃO 1. Unidade II Civilização Greco Romana e seu legado. Aula 9 Revisão e avaliação da unidade II

HISTÓRIA REVISÃO 1. Unidade II Civilização Greco Romana e seu legado. Aula 9 Revisão e avaliação da unidade II HISTÓRIA REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 Unidade II Civilização Greco Romana e seu legado. Aula 9 Revisão e avaliação da unidade II HISTÓRIA REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 Expansionismo Romano - Etapas 1ª.

Leia mais

LEI ROUANET PROJETO ESTÓRIAS

LEI ROUANET PROJETO ESTÓRIAS LEI ROUANET PROJETO ESTÓRIAS Projeto Estórias I. Introdução O projeto Estórias nasceu da necessidade de incluir na literatura infantil personagens com câncer e o ambiente hospitalar. A literatura que contém

Leia mais

EBA IBCU Ago e Set 2012 Wagner Fonseca João Mengaldo

EBA IBCU Ago e Set 2012 Wagner Fonseca João Mengaldo EBA IBCU Ago e Set 2012 Wagner Fonseca João Mengaldo Reino e Queda 1Samuel 13 a 19 Reinado e Decadência de Saul Saul o Primeiro Rei 30 anos e Reina por 42 anos Vs 13.1 Primeira batalha de Jônatas contra

Leia mais

ARTE E CULTURA AFRO-BRASILEIRA

ARTE E CULTURA AFRO-BRASILEIRA ARTE E CULTURA AFRO-BRASILEIRA Cultura afro-brasileira é o resultado do desenvolvimento da cultura africana no Brasil, incluindo as influências recebidas das culturas portuguesa e indígena que se manifestam

Leia mais

Perdão. Fase 7 - Pintura

Perdão. Fase 7 - Pintura SERM7.QXD 3/15/2006 11:18 PM Page 1 Fase 7 - Pintura Sexta 19/05 Perdão Porque, se vocês perdoarem as pessoas que ofenderem vocês, o Pai de vocês, que está no Céu também perdoará vocês. Mas, se não perdoarem

Leia mais

A Capoeira é uma arte marcial afro-brasileira que iria encontrar suas raízes nos métodos de guerra e danças dos povos africanos no tempo da

A Capoeira é uma arte marcial afro-brasileira que iria encontrar suas raízes nos métodos de guerra e danças dos povos africanos no tempo da CAPOEIRA A Capoeira é uma arte marcial afro-brasileira que iria encontrar suas raízes nos métodos de guerra e danças dos povos africanos no tempo da escravatura no Brasil. No século XVI, Portugal tinha

Leia mais

ANÁLISE DO FILME OS 300 & A CIDADE GREGA ESPARTA

ANÁLISE DO FILME OS 300 & A CIDADE GREGA ESPARTA FACELI FACULDADE SUPERIOR DE LINHARES DISCIPLINA DE HISTÓRIA DO DIREITO CURSO DE DIREITO / 1º DIREITO B ANÁLISE DO FILME OS 300 & A CIDADE GREGA ESPARTA BARBARA LICIA JAMARA FERREIRA P. ARAUJO JANE SCHULZ

Leia mais

Valores educacionais do Olimpismo

Valores educacionais do Olimpismo Valores educacionais do Olimpismo Aula 3 Busca pela excelência e equilíbrio entre corpo, vontade e mente Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Detalhar o valor busca pela excelência 2 Apresentar estratégias

Leia mais

Cultura Afro-Indígena Brasileira. Prof. Ms. Celso Ramos Figueiredo Filho

Cultura Afro-Indígena Brasileira. Prof. Ms. Celso Ramos Figueiredo Filho Cultura Afro-Indígena Brasileira Prof. Ms. Celso Ramos Figueiredo Filho Religiões Afro-Brasileiras Introdução - Escravidão miscigenação e sincretismo (Angola, Moçambique, Congo) - 3 a 5 milhões de africanos

Leia mais

Unidade 4: Obedeça ao Senhor Neemias e o muro

Unidade 4: Obedeça ao Senhor Neemias e o muro Histórias do Velho Testamento 3 a 6 anos Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse Unidade 4: Obedeça ao Senhor Neemias e o muro O Velho Testamento está cheio de histórias que Deus nos deu, espantosas e verdadeiras.

Leia mais

12:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo

12:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo 2:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo Amados de Deus, a paz de Jesus... Orei e pensei muito para que Jesus me usasse para poder neste dia iniciar esta pregação com a

Leia mais

A Cura de Naamã - O Comandante do Exército da Síria

A Cura de Naamã - O Comandante do Exército da Síria A Cura de Naamã - O Comandante do Exército da Síria Samaria: Era a Capital do Reino de Israel O Reino do Norte, era formado pelas 10 tribos de Israel, 10 filhos de Jacó. Samaria ficava a 67 KM de Jerusalém,

Leia mais

Empreendedorismo. Tópico 1 O (a) Empreendedor (a)

Empreendedorismo. Tópico 1 O (a) Empreendedor (a) Empreendedorismo Tópico 1 O (a) Empreendedor (a) Conteúdo 1. Objetivos do Encontro... 3 2. Introdução... 3 3. A formação do empreendedor... 3 4. Empreendedorismo nato ou desenvolvido?... 4 4.1 Características

Leia mais

Lista de Exercícios:

Lista de Exercícios: PROFESSOR(A): Ero AVALIAÇÃO RECUPERAÇÃO DATA DA REALIZAÇÃO ROTEIRO DA AVALIAÇÃO 2ª ETAPA AVALIAÇÃO RECUPERAÇÃO DISCIPLINA: HISTÓRIA ANO: 6º CONTÉUDOS ABORDADOS Cap. 4: o mundo grego todos os temas Cap

Leia mais

A CROMOTERAPIA NA UMBANDA

A CROMOTERAPIA NA UMBANDA A CROMOTERAPIA NA UMBANDA I. INTRODUÇÃO A utilização da cor em qualquer religião, ou melhor, em qualquer processo mágico remonta aos tempos mais antigos. A luz é uma vibração energética, da mesma forma

Leia mais

Oxalá. Imagem sincretizada de Oxalá com Jesus

Oxalá. Imagem sincretizada de Oxalá com Jesus Oxalá Imagem sincretizada de Oxalá com Jesus Imagem idealizada de Oxalá nos cultos africanos Sincretizado com Nosso Senhor Jesus Cristo na Umbanda. Oxalá é o Filho. O Pai Obatalá, ou Oduduwa, ou Zambi

Leia mais

Texto: Patricia Lins Ilustrações: Isac Kosminsky e Juliana Santos

Texto: Patricia Lins Ilustrações: Isac Kosminsky e Juliana Santos Texto: Patricia Lins Ilustrações: Isac Kosminsky e Juliana Santos Texto: Patricia Lins Ilustrações: Isac Kosminsky e Juliana Santos Salvador, BA - 2015 Copyright 2015 by Patricia Lins Ilustradores: Isac

Leia mais

A Palavra PENTATEUCO vem do grego e significa cinco livros. São os cinco primeiros livros da Bíblia. Esses livros falam da formação do mundo, da

A Palavra PENTATEUCO vem do grego e significa cinco livros. São os cinco primeiros livros da Bíblia. Esses livros falam da formação do mundo, da O Pentateuco A Palavra PENTATEUCO vem do grego e significa cinco livros. São os cinco primeiros livros da Bíblia. Esses livros falam da formação do mundo, da humanidade, do povo escolhido. As histórias

Leia mais

Voce recebeu a vida; é seu dever (e também seu direito como ser humano) encontrar alguma coisa de belo nessa vida, por mais ínfimo que seja

Voce recebeu a vida; é seu dever (e também seu direito como ser humano) encontrar alguma coisa de belo nessa vida, por mais ínfimo que seja Voce recebeu a vida; é seu dever (e também seu direito como ser humano) encontrar alguma coisa de belo nessa vida, por mais ínfimo que seja Decidindo prosseguir, O Mago experimenta a extroversão das conquistas

Leia mais

FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VISÃO DAS BRASILEIRAS SOBRE A IMAGEM DA MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO

FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VISÃO DAS BRASILEIRAS SOBRE A IMAGEM DA MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VISÃO DAS BRASILEIRAS SOBRE A IMAGEM DA MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO Fevereiro 2016 A MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO O que mais incomoda no discurso/posição que a mulher

Leia mais

REIS BONS E REIS MAUS

REIS BONS E REIS MAUS Bíblia para crianças apresenta REIS BONS E REIS MAUS Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

5- Cite, em ordem de preferência, três profissões que você mais gostaria de exercer: 1º 2º 3º

5- Cite, em ordem de preferência, três profissões que você mais gostaria de exercer: 1º 2º 3º 18. DICAS PARA A PRÁTICA Orientação para o trabalho A- Conhecimento de si mesmo Sugestão: Informativo de Orientação Vocacional Aluno Prezado Aluno O objetivo deste questionário é levantar informações para

Leia mais

O papel da mulher na construção de uma sociedade sustentável

O papel da mulher na construção de uma sociedade sustentável O papel da mulher na construção de uma sociedade sustentável Sustentabilidade Socioambiental Resistência à pobreza Desenvolvimento Saúde/Segurança alimentar Saneamento básico Educação Habitação Lazer Trabalho/

Leia mais

DATAS COMEMORATIVAS. FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro

DATAS COMEMORATIVAS. FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro As festas juninas fazem parte da tradição católica, mas em muitos lugares essas festas perderam essa característica.

Leia mais

MESOPOTÂMIA ORIENTE MÉDIO FENÍCIA ISRAEL EGITO PÉRSIA. ORIENTE MÉDIO origem das primeiras civilizações

MESOPOTÂMIA ORIENTE MÉDIO FENÍCIA ISRAEL EGITO PÉRSIA. ORIENTE MÉDIO origem das primeiras civilizações MESOPOTÂMIA FENÍCIA ISRAEL EGITO ORIENTE MÉDIO PÉRSIA ORIENTE MÉDIO origem das primeiras civilizações CIVILIZAÇÕES DA ANTIGUIDADE ORIENTAL Mesopotâmia - Iraque Egito Hebreus Israel Fenícios Líbano Pérsia

Leia mais

LEGADOS / CONTRIBUIÇÕES. Democracia Cidadão democracia direta Olimpíadas Ideal de beleza Filosofia História Matemática

LEGADOS / CONTRIBUIÇÕES. Democracia Cidadão democracia direta Olimpíadas Ideal de beleza Filosofia História Matemática LEGADOS / CONTRIBUIÇÕES Democracia Cidadão democracia direta Olimpíadas Ideal de beleza Filosofia História Matemática GEOGRAFIA, ECONOMIA E POLÍTICA Terreno montanhoso Comércio marítimo Cidades-estado

Leia mais

www.linkchurch.net É o que vamos fazer rapidamente sem nos atermos muito a datas e nomes de pessoas.

www.linkchurch.net É o que vamos fazer rapidamente sem nos atermos muito a datas e nomes de pessoas. www.linkchurch.net Todo estudo deste Periodo tem e será fundamentado em fatos históricos. Não ha registro na Biblia deste periodo, muitas literaturas sacras surgiram neste periodo mas foram consideradas

Leia mais

A arte na Grécia. Capítulo 3

A arte na Grécia. Capítulo 3 A arte na Grécia Capítulo 3 Por volta do século X a. C, os habitantes da Grécia continental e das ilhas do mar Egeu formavam pequenas comunidades, distantes umas das outras, e falavam diversos dialetos.

Leia mais

GRUPO IV 2 o BIMESTRE PROVA A

GRUPO IV 2 o BIMESTRE PROVA A A GERAÇÃO DO CONHECIMENTO Transformando conhecimentos em valores www.geracaococ.com.br Unidade Portugal Série: 6 o ano (5 a série) Período: MANHÃ Data: 12/5/2010 PROVA GRUPO GRUPO IV 2 o BIMESTRE PROVA

Leia mais

Estudo Dirigido - RECUPERAÇÃO FINAL

Estudo Dirigido - RECUPERAÇÃO FINAL Educador: Luciola Santos C. Curricular: História Data: / /2013 Estudante: 7 Ano Estudo Dirigido - RECUPERAÇÃO FINAL 7º Ano Cap 1e 2 Feudalismo e Francos Cap 6 Mudanças no feudalismo Cap 7 Fortalecimento

Leia mais

Conhecer o mercado significa saber quem é o seu consumidor, quem são os seus concorrentes e os seus fornecedores.

Conhecer o mercado significa saber quem é o seu consumidor, quem são os seus concorrentes e os seus fornecedores. Tema 2: Mercado Assunto 3: Conhecendo o mercado concorrente Unidade 1: Quem são meus concorrentes Olá, caro(a) aluno(a). Este material destina-se ao seu uso como aluno(a) inscrito(a) no Curso Aprender

Leia mais

** O texto aqui reproduzido é de propriedade do MUD - Museu da Dança e não pode ser copiado ou reproduzido sem a autorização prévia.

** O texto aqui reproduzido é de propriedade do MUD - Museu da Dança e não pode ser copiado ou reproduzido sem a autorização prévia. * Este texto corresponde à visão da autora Marcia Dib e todas as informações aqui contidas são de inteira responsabilidade da autora. ** O texto aqui reproduzido é de propriedade do MUD - Museu da Dança

Leia mais

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 JESUS ESTÁ COMIGO QUANDO SOU DESAFIADO A CRESCER! OBJETIVO - Saber que sempre que são desafiados a crescer ou assumir responsabilidades, Jesus está com

Leia mais

20 CURIOSIDADES SOBRE A GUERRA DO PARAGUAI

20 CURIOSIDADES SOBRE A GUERRA DO PARAGUAI 20 CURIOSIDADES SOBRE A GUERRA DO PARAGUAI No dia 18 de setembro de 1865, ocorre a rendição do Paraguai, depois do cerco de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul. É um bom momento para lembrarmos daquele que

Leia mais

O que fazer em meio às turbulências

O que fazer em meio às turbulências O que fazer em meio às turbulências VERSÍCULO BÍBLICO Façam todo o possível para viver em paz com todos. Romanos 12:18 OBJETIVOS O QUÊ? (GG): As crianças assistirão a um programa de auditório chamado Geração

Leia mais

Para a grande maioria das. fazer o que desejo fazer, ou o que eu tenho vontade, sem sentir nenhum tipo de peso ou condenação por aquilo.

Para a grande maioria das. fazer o que desejo fazer, ou o que eu tenho vontade, sem sentir nenhum tipo de peso ou condenação por aquilo. Sonhos Pessoas Para a grande maioria das pessoas, LIBERDADE é poder fazer o que desejo fazer, ou o que eu tenho vontade, sem sentir nenhum tipo de peso ou condenação por aquilo. Trecho da música: Ilegal,

Leia mais

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES Introdução ao tema A importância da mitologia grega para a civilização ocidental é tão grande que, mesmo depois de séculos, ela continua presente no nosso imaginário. Muitas

Leia mais

CURSINHO PRÓ-ENEM 2015. E-mail: lucianojunior06@hotmail.com Telefone: 9250-8766

CURSINHO PRÓ-ENEM 2015. E-mail: lucianojunior06@hotmail.com Telefone: 9250-8766 CURSINHO PRÓ-ENEM 2015 E-mail: lucianojunior06@hotmail.com Telefone: 9250-8766 Origens A história grega pode ser dividida em quatro grandes períodos: Homérico (séculos XII a VIII a.c.), Arcaico (séculos

Leia mais

Como se livrar da humilhação

Como se livrar da humilhação 1 Como se livrar da humilhação Casos de assédio moral triplicam na Justiça em quatro anos. Veja o que fazer para evitar problemas no trabalho e não prejudicar sua carreira Andrea Giardino Há três anos,

Leia mais

A AUSTERIDADE DE ESPARTA PROFª TEREZA SODRÉ MOTA

A AUSTERIDADE DE ESPARTA PROFª TEREZA SODRÉ MOTA A AUSTERIDADE DE ESPARTA PROFª TEREZA SODRÉ MOTA A cidade-estado de Esparta, situada nas beiras do rio Eurotas, na região do Peloponeso, na Grécia, foi um dos fenômenos mais fascinantes da história em

Leia mais

Chantilly, 17 de outubro de 2020.

Chantilly, 17 de outubro de 2020. Chantilly, 17 de outubro de 2020. Capítulo 1. Há algo de errado acontecendo nos arredores dessa pequena cidade francesa. Avilly foi completamente afetada. É estranho descrever a situação, pois não encontro

Leia mais

CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO

CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO INTRODUÇÃO Síntese sobre a Teoria da Evolução Química. Criacionismo (fundamentado na fé e na religião). É a primeira explicação para perguntas sobre a origem do Universo, da

Leia mais

Assédio Moral e Violência no Trabalho SINDSEP CAROLINA GRANDO, PSICÓLOGA - CRP 06/114283

Assédio Moral e Violência no Trabalho SINDSEP CAROLINA GRANDO, PSICÓLOGA - CRP 06/114283 Assédio Moral e Violência no Trabalho SINDSEP CAROLINA GRANDO, PSICÓLOGA - CRP 06/114283 O que você sempre quis saber sobre saúde mental relacionada ao trabalho e nunca teve a quem perguntar? Dividam-se

Leia mais

Ano: 6 Turma:6.1 e 6.2

Ano: 6 Turma:6.1 e 6.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 3ª Etapa 2014 Disciplina: História Professor (a): Rodrigo Ano: 6 Turma:6.1 e 6.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Fim da Sensibilidade na Glande

Fim da Sensibilidade na Glande Autor: Davi Ribeiro Fim da Sensibilidade na Glande Muitos homens alegam sofrer com a forte sensibilidade na glande. E isso, de certa forma, atrapalha muito na hora do sexo, principalmente na hora de ter

Leia mais

Nº 8 - Mar/15. PRESTA atenção RELIGIÃO BÍBLIA SAGRADA

Nº 8 - Mar/15. PRESTA atenção RELIGIÃO BÍBLIA SAGRADA SAGRADA Nº 8 - Mar/15 PRESTA atenção RELIGIÃO! BÍBLIA Apresentação Esta nova edição da Coleção Presta Atenção! vai tratar de um assunto muito importante: Religião. A fé é uma questão muito pessoal e cada

Leia mais

10 Para ganhar a guerra

10 Para ganhar a guerra Prefácio Ao longo da história, líderes militares enfrentaram o dilema de formular o plano tático correto para conseguir a vitória no campo de batalha. Muito depende da preparação para esse momento: ter

Leia mais

O menino e o pássaro. Rosângela Trajano. Era uma vez um menino que criava um pássaro. Todos os dias ele colocava

O menino e o pássaro. Rosângela Trajano. Era uma vez um menino que criava um pássaro. Todos os dias ele colocava O menino e o pássaro Era uma vez um menino que criava um pássaro. Todos os dias ele colocava comida, água e limpava a gaiola do pássaro. O menino esperava o pássaro cantar enquanto contava histórias para

Leia mais

FALANDO ABERTAMENTE SOBRE SUICÍDIO

FALANDO ABERTAMENTE SOBRE SUICÍDIO FALANDO ABERTAMENTE SOBRE SUICÍDIO MOMENTO DE DERRUBAR TABUS As razões podem ser bem diferentes, porém muito mais gente do que se imagina já teve uma intenção em comum. Segundo estudo realizado pela Unicamp,

Leia mais

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após encontro com a Senadora Ingrid Betancourt

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após encontro com a Senadora Ingrid Betancourt Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após encontro com a Senadora Ingrid Betancourt São Paulo-SP, 05 de dezembro de 2008 Presidente: A minha presença aqui

Leia mais

Blog http://conquistadores.com.br. + dinheiro + mulheres + sucesso social (mini e-book grátis)

Blog http://conquistadores.com.br. + dinheiro + mulheres + sucesso social (mini e-book grátis) Blog http://conquistadores.com.br CONQUISTADORES + dinheiro + mulheres + sucesso social (mini e-book grátis) Blog http://conquistadores.com.br CONQUISTADORES + dinheiro + mulheres + sucesso social (Este

Leia mais

Professor Sebastião Abiceu Colégio Marista São José Montes Claros MG 6º ano

Professor Sebastião Abiceu Colégio Marista São José Montes Claros MG 6º ano Professor Sebastião Abiceu Colégio Marista São José Montes Claros MG 6º ano A Bíblia, na parte denominada Antigo Testamento (Torá), é o principal documento da história dos hebreus. Foi escrita ao longo

Leia mais

( C A R TA DE N I C O L A U M A Q U I AV E L A F R A N C E S C O V E T T O R I, DE 10 DE D E Z E M B R O DE 1 51 3 ).

( C A R TA DE N I C O L A U M A Q U I AV E L A F R A N C E S C O V E T T O R I, DE 10 DE D E Z E M B R O DE 1 51 3 ). Filosofia 3ª série E C O M O D A N T E D I Z QUE N Ã O SE FA Z C I Ê N C I A S E M R E G I S T R A R O QUE SE A P R E N D E, EU T E N H O A N O TA D O T U D O N A S C O N V E R S A S QUE ME P A R E

Leia mais

Acorda, seu Zé Preguiça, hoje é domingo. Dia do Senhor. A sua mãe tá passando a roupa que você separou ontem, e o seu café já está pronto, só

Acorda, seu Zé Preguiça, hoje é domingo. Dia do Senhor. A sua mãe tá passando a roupa que você separou ontem, e o seu café já está pronto, só Acorda, seu Zé Preguiça, hoje é domingo. Dia do Senhor. A sua mãe tá passando a roupa que você separou ontem, e o seu café já está pronto, só esperando a sua boa vontade. Felipe tentou voltar a dormir,

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Comportamento Agressivo na Infância Palestrante: Sandra Salles Rio de Janeiro 04/08/2000 Organizadores da palestra: Moderador: "Brab"

Leia mais

Iemanjá (Yemanjá) Iansã

Iemanjá (Yemanjá) Iansã Iemanjá (Yemanjá) Iemanjá é a orixá dos grandes rios, mares e oceanos. Chegou ao Brasil com os escravos africanos, sendo que na África era a orixá do rio Ogun e aqui se tornou a orixá dos mares. Na umbanda,

Leia mais

Doce Natal Gold Bazar Campanha Sagrada Família

Doce Natal Gold Bazar Campanha Sagrada Família Cada vez mais conscientes da nossa responsabilidade social e do nosso papel TRANSFORMADOR na sociedade, a Arriba! Comunicação lança o projeto Transforma!, o braço social da agência que irá desenvolver

Leia mais

Discussão 5. O papel do adulto em um ambiente organizado para incentivar as interações

Discussão 5. O papel do adulto em um ambiente organizado para incentivar as interações O papel do adulto em um ambiente organizado para incentivar as interações No Capítulo 5 da História do Pequeno Reino Uma verdadeira confusão toma conta do castelo, depois que a Rainha cochila. Ao acordar,

Leia mais

Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH)

Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH) Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH) 15/07/2011 METALÚRGICO, 26 ANOS Não costumo fazer exame porque sinto meu corpo bom, ótimo. Nunca senti uma dor. Senti uma dor uma vez na

Leia mais

Patricia Lins. Ilustrado por Isac Kosminsky e Juliana Santos AMARELA

Patricia Lins. Ilustrado por Isac Kosminsky e Juliana Santos AMARELA Patricia Lins Ilustrado por Isac Kosminsky e Juliana Santos AMARELA DA SECA COLEÇÃO PACTOS DE LEITURAS PATRÍCIA LINS AMARELA DA SECA Ilustrado por Isac Kosminsky Juliana Santos Salvador Bahia Secretaria

Leia mais

Meio Ambiente PROJETOS CULTURAIS. 4 0 a O - fu dame tal. Cuidar da vida também é coisa de criança. Justificativa

Meio Ambiente PROJETOS CULTURAIS. 4 0 a O - fu dame tal. Cuidar da vida também é coisa de criança. Justificativa Meio Ambiente 4 0 a O - fu dame tal Cuidar da vida também é coisa de criança Justificativa PROJETOS CULTURAIS Na idade escolar, as crianças estão conhecendo o mundo (Freire, 1992), sentindo, observando,

Leia mais

30/07/2009. Entrevista do Presidente da República

30/07/2009. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em conjunto com a presidente do Chile, Michelle Bachelet, após encerramento do seminário empresarial Brasil-Chile

Leia mais

A TORRE DE BABEL Lição 06

A TORRE DE BABEL Lição 06 A TORRE DE BABEL Lição 06 1 1. Objetivos: Mostrar a tolice do orgulho e dos planos meramente humanos Quando começamos a nos orgulhar e tentamos ser importantíssimos aos próprios olhos, Deus não nos abençoa

Leia mais

PAGINA 1 BÍBLIA PASSO A PASSO NOVO TESTAMENTO

PAGINA 1 BÍBLIA PASSO A PASSO NOVO TESTAMENTO PAGINA 1 BÍBLIA PASSO A PASSO NOVO TESTAMENTO 11. PERÍODOS DA VIDA DE JESUS 28 E a fama de Jesus se espalhou depressa por toda a região da Galiléia. Jesus cura a sogra de Pedro: 29 Logo depois, Jesus,

Leia mais

EDUCAÇÃO RELIGIOSA 7º ANO 17B, C

EDUCAÇÃO RELIGIOSA 7º ANO 17B, C EDUCAÇÃO RELIGIOSA 7º ANO 17B, C CONTEÚDOS DO EXAME Líderes religiosos, Motivação e Liderança Convivência com o grupo; Amizade e sentido de grupo Os projetos Solidários; O que é um projeto? Olhares sobre

Leia mais

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Apresentaremos 4 lições, que mostram algum personagem Bíblico, onde as ações praticadas ao longo de sua trajetória abençoaram a vida de muitas

Leia mais

Draguim, Badão e companhia - Guia de leitura - Livro 1 Dragões, Duendes e Outros Bichos

Draguim, Badão e companhia - Guia de leitura - Livro 1 Dragões, Duendes e Outros Bichos Draguim, Badão e companhia - Guia de leitura - Livro 1 Dragões, Duendes e Outros Bichos Apresentação da obra Sempre me disseram que os dragões eram todos maus e que devíamos fugir deles a sete pés. Mas,

Leia mais

país. Ele quer educação, saúde e lazer. Surge então o sindicato cidadão que pensa o trabalhador como um ser integrado à sociedade.

país. Ele quer educação, saúde e lazer. Surge então o sindicato cidadão que pensa o trabalhador como um ser integrado à sociedade. Olá, sou Rita Berlofa dirigente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Brasil, filiado à Contraf e à CUT. Quero saudar a todos os trabalhadores presentes e também àqueles que, por algum motivo, não puderam

Leia mais

Selecionando e Desenvolvendo Líderes

Selecionando e Desenvolvendo Líderes DISCIPULADO PARTE III Pr. Mano Selecionando e Desenvolvendo Líderes A seleção de líderes é essencial. Uma boa seleção de pessoas para a organização da célula matriz facilitará em 60% o processo de implantação

Leia mais

Toyota Way. FDEABrandão. (Fonte de Força Competitiva da Toyota) Antes de você dizer que não consegue fazer alguma coisa, experimente!

Toyota Way. FDEABrandão. (Fonte de Força Competitiva da Toyota) Antes de você dizer que não consegue fazer alguma coisa, experimente! (Fonte de Força Competitiva da Toyota) Antes de você dizer que não consegue fazer alguma coisa, experimente! Sakichi Toyoda - Fundador do grupo TOYOTA. (Fonte de Força Competitiva da Toyota) O é um Ideal,

Leia mais

Português 5º ano Ens. Fund. I. 1. Observe a imagem e assinale a alternativa correta.

Português 5º ano Ens. Fund. I. 1. Observe a imagem e assinale a alternativa correta. Português 5º ano Ens. Fund. I 1. Observe a imagem e assinale a alternativa correta. a) A paisagem mostra uma zona urbana. b) A paisagem representa uma zona rural. c) Essa tela não representa um texto.

Leia mais

MÓDULO 1: A INFÂNCIA. Como ocorre a cura no processo de O Grito Essencial? A menos que. você use toda sua. energia em seu próprio

MÓDULO 1: A INFÂNCIA. Como ocorre a cura no processo de O Grito Essencial? A menos que. você use toda sua. energia em seu próprio É um processo terapêutico, meditativo e espiritual que aborda as três etapas mais importantes de nossa vida: a infância, a adolescência e a idade adulta, integrando-as à consciência do ser interior. Dada

Leia mais

O PROGRAMA. Colunistas fixos irão falar sobre moda, gastronomia, tecnologia, cinema e estilo.

O PROGRAMA. Colunistas fixos irão falar sobre moda, gastronomia, tecnologia, cinema e estilo. O PROGRAMA Claquete, sua revista eletrônica de entretenimento. Claquete: Sua revista eletrônica de entretenimento. Com seu bom humor e curiosidade característicos, Otávio Mesquita apresenta os bastidores

Leia mais

Uma trufa e... 1000 lojas depois!

Uma trufa e... 1000 lojas depois! Uma trufa e... 1000 lojas depois! Autor: Alexandre Tadeu da Costa. Aluna: Lays Roberta Caçandro. Turma: 1º Ciências Contábeis. Venda Nova do Imigrante, Maio de 2012. Qual o principal assunto do livro.

Leia mais

AS RELAÇÕES AMOROSAS E OS TRAÇOS DE CARÁTER

AS RELAÇÕES AMOROSAS E OS TRAÇOS DE CARÁTER 1 AS RELAÇÕES AMOROSAS E OS TRAÇOS DE CARÁTER Eloá Andreassa Resumo: As relações amorosas continuam sendo mais que um objetivo na vida das pessoas, é uma necessidade, um sonho, até uma esperança. Porém,

Leia mais

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DAS CRIANÇAS. UNICEF 20 de Novembro de 1959 AS CRIANÇAS TÊM DIREITOS

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DAS CRIANÇAS. UNICEF 20 de Novembro de 1959 AS CRIANÇAS TÊM DIREITOS DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DAS CRIANÇAS UNICEF 20 de Novembro de 1959 AS CRIANÇAS TÊM DIREITOS DIREITO À IGUALDADE, SEM DISTINÇÃO DE RAÇA RELIGIÃO OU NACIONALIDADE Princípio I - A criança desfrutará

Leia mais

Aluno(a): Nº. Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE. Análise de textos poéticos. Texto 1. Um homem também chora

Aluno(a): Nº. Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE. Análise de textos poéticos. Texto 1. Um homem também chora Lista de Exercícios Aluno(a): Nº. Professor: Daniel Série: 9 ano Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE Análise de textos poéticos Texto 1 Um homem também chora Um homem também

Leia mais

existe um tsunami avançando sobre as nossas famílias

existe um tsunami avançando sobre as nossas famílias existe um tsunami avançando sobre as nossas famílias + 23% + 108% (em 20 anos a taxa é superior a 200%) 15% das mulheres e 65% dos homens brasileiros já tiveram ao menos uma experiência sexual fora do

Leia mais

Identificação do projeto

Identificação do projeto Seção 1 Identificação do projeto ESTUDO BÍBLICO Respondendo a uma necessidade Leia Neemias 1 Neemias era um judeu exilado em uma terra alheia. Alguns dos judeus haviam regressado para Judá depois que os

Leia mais

PEDRO, TIAGO E JOÃO NO BARQUINHO ISRC BR MKP 1300330 Domínio Público

PEDRO, TIAGO E JOÃO NO BARQUINHO ISRC BR MKP 1300330 Domínio Público PEDRO, TIAGO E JOÃO NO BARQUINHO ISRC BR MKP 1300330 Domínio Público Pedro, Tiago, João no barquinho Os três no barquinho no mar da Galiléia Jogaram a rede Mas não pegaram nada Tentaram outra vez E nada

Leia mais

estão em evidência hoje?

estão em evidência hoje? estão em evidência hoje? delas. Muito antes de entender quem eram e como pensavam as mulheres, percebemos que era fundamental identificar as diferenças comportamentais entre homens e mulheres. Afinal,

Leia mais

LIBERDADE DE CONSCIÊNCIA, EXPRESSÃO E RELIGIÃO NO BRASIL Rev. Augustus Nicodemus Lopes APRESENTAÇÃO CARTA DE PRINCÍPIOS 2011

LIBERDADE DE CONSCIÊNCIA, EXPRESSÃO E RELIGIÃO NO BRASIL Rev. Augustus Nicodemus Lopes APRESENTAÇÃO CARTA DE PRINCÍPIOS 2011 LIBERDADE DE CONSCIÊNCIA, EXPRESSÃO E RELIGIÃO NO BRASIL [SLIDE 1] CAPA [SLIDE 2] UM ASSUNTO ATUAL APRESENTAÇÃO CARTA DE PRINCÍPIOS 2011 Os conceitos de liberdade de consciência e de expressão têm recebido

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Curso: Ciências Contábeis Período: 3º Profª: Niceia Camila N. Fronza

EMPREENDEDORISMO. Curso: Ciências Contábeis Período: 3º Profª: Niceia Camila N. Fronza EMPREENDEDORISMO Curso: Ciências Contábeis Período: 3º Profª: Niceia Camila N. Fronza ORGANIZAÇÃO CONCEITO: A sociedade humana é feita de organizações que fornecem os meios para o atendimento de necessidades

Leia mais

No século VII a. C., a cidade-estado de Esparta apresentava a seguinte organização política:

No século VII a. C., a cidade-estado de Esparta apresentava a seguinte organização política: No século VII a. C., a cidade-estado de Esparta apresentava a seguinte organização política: Devido Para saberes às condições como era geográficas, constituída aas pólis, populações presta atenção isolaram-se

Leia mais

Você é um Cristão Embaixador ou Turista do Reino de Deus?

Você é um Cristão Embaixador ou Turista do Reino de Deus? Você é um Cristão Embaixador ou Turista do Reino de Deus? 2 Coríntios 5:18-20 Ora, tudo provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, a saber,

Leia mais

CHINA, o Império do Meio. Capítulo 3 - CHINA O IMPÉRIO DO MEIO História 6º ano Profª Marilia C Camillo Coltri Colégio Ser!

CHINA, o Império do Meio. Capítulo 3 - CHINA O IMPÉRIO DO MEIO História 6º ano Profª Marilia C Camillo Coltri Colégio Ser! CHINA, o Império do Meio Capítulo 3 - CHINA O IMPÉRIO DO MEIO História 6º ano Profª Marilia C Camillo Coltri Colégio Ser! Sorocaba China no mundo... CHINA CHINA: surgimento... Há 30 mil anos (aprox. 6.000

Leia mais

24 junho a.c 1545-1563 1584 1627 1641 1769 1808 1950. Acontecimento 1641 Ano da proibição do uso de fogueiras e fogos de artifício.

24 junho a.c 1545-1563 1584 1627 1641 1769 1808 1950. Acontecimento 1641 Ano da proibição do uso de fogueiras e fogos de artifício. Salvador da Bahia Leitura: atividades RESPOSTAS Pula a fogueira, João! 1. 24 junho a.c 1545-1563 1584 1627 1641 1769 1808 1950 Data Acontecimento 1641 Ano da proibição do uso de fogueiras e fogos de artifício.

Leia mais

Idealismo - corrente sociológica de Max Weber, se distingui do Positivismo em razão de alguns aspectos:

Idealismo - corrente sociológica de Max Weber, se distingui do Positivismo em razão de alguns aspectos: A CONTRIBUIÇÃO DE MAX WEBER (1864 1920) Max Weber foi o grande sistematizador da sociologia na Alemanha por volta do século XIX, um pouco mais tarde do que a França, que foi impulsionada pelo positivismo.

Leia mais

DISCURSO DO EXCELENTÍSSIMO SENHOR VEREADOR SILVINHO REZENDE, DURANTE REUNIÃO SOLENE PARA ENTREGA DO DIPLOMA DE HONRA AO MÉRITO AO MÚSICO RONALDO COISA

DISCURSO DO EXCELENTÍSSIMO SENHOR VEREADOR SILVINHO REZENDE, DURANTE REUNIÃO SOLENE PARA ENTREGA DO DIPLOMA DE HONRA AO MÉRITO AO MÚSICO RONALDO COISA DISCURSO DO EXCELENTÍSSIMO SENHOR VEREADOR SILVINHO REZENDE, DURANTE REUNIÃO SOLENE PARA ENTREGA DO DIPLOMA DE HONRA AO MÉRITO AO MÚSICO RONALDO COISA NOSSA, REALIZADA EM 04 DE JULHO DE 2012. 1 Boa Noite,

Leia mais

Reportagem do portal Terra sobre o Golpe de 1964

Reportagem do portal Terra sobre o Golpe de 1964 Reportagem do portal Terra sobre o Golpe de 1964 http://noticias.terra.com.br/brasil/golpe-comecou-invisivel-diz-sobrinho-de-substitutode-jango,bc0747a8bf005410vgnvcm4000009bcceb0arcrd.html acesso em 31-03-2014

Leia mais

Entendendo a Nova Ordem Digital. Há uma nova Ordem Mundial, a Ordem Digital.

Entendendo a Nova Ordem Digital. Há uma nova Ordem Mundial, a Ordem Digital. 1 2 Entendendo a Nova Ordem Digital Há uma nova Ordem Mundial, a Ordem Digital. Responsável por uma revolução jamais vista, afeta todas as nossas formas de relacionamento, das pessoais às COMERCIAIS. Surge

Leia mais

Senhor Presidente. Senhor Presidente,

Senhor Presidente. Senhor Presidente, Intervenção proferida pelo Deputado Clélio Meneses aquando da discussão do Plano e Orçamento para 2012. Senhor Presidente Senhoras e Senhores Deputados Senhor Presidente, Senhora e Senhores Membros do

Leia mais

O Papel do Estado Juiz na Prevenção e Controle da Violência Contra a Mulher. PARA ELAS, por elas, por eles, por nós Belo Horizonte/MG 22/02/2003

O Papel do Estado Juiz na Prevenção e Controle da Violência Contra a Mulher. PARA ELAS, por elas, por eles, por nós Belo Horizonte/MG 22/02/2003 O Papel do Estado Juiz na Prevenção e Controle da Violência Contra a Mulher PARA ELAS, por elas, por eles, por nós Belo Horizonte/MG 22/02/2003 1 PRINCÍPIOS NORTEADORES DA LEI MARIA DA PENHA 1. PREVENÇÃO.

Leia mais

A RECONCILIAÇÃO DE TODAS AS COISAS

A RECONCILIAÇÃO DE TODAS AS COISAS Colossenses 1:13-23 A RECONCILIAÇÃO DE TODAS AS COISAS Um dos assuntos que é muito proeminente nas epístolas de Paulo é o de RECONCILIAÇÃO. Ligado com este assunto, estão algumas das verdades mais notáveis

Leia mais

Márcia de Matos, Acadêmica Ana Regina de Aguiar Dutra, Dra. INTRODUÇÃO

Márcia de Matos, Acadêmica Ana Regina de Aguiar Dutra, Dra. INTRODUÇÃO PROJETO DE UMA FERRAMENTA PARA A COLETA E TRANSPORTE DE LIXO A SER UTILIZADA PELOS GARIS NOS MORROS DE FLORIANÓPOLIS, A PARTIR DAS METODOLOGIAS ERGONÔMICAS E DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO. Márcia de Matos,

Leia mais