Josiane Mendes Batista A MEDIAÇÃO COMO FERRAMENTA NA SOLUÇÃO DE CONFLITOS EMPRESARIAIS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Josiane Mendes Batista A MEDIAÇÃO COMO FERRAMENTA NA SOLUÇÃO DE CONFLITOS EMPRESARIAIS"

Transcrição

1 Josiane Mendes Batista A MEDIAÇÃO COMO FERRAMENTA NA SOLUÇÃO DE CONFLITOS EMPRESARIAIS Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem Empresarial Brasília-DF 2012

2 Josiane Mendes Batista A MEDIAÇÃO COMO FERRAMENTA NA SOLUÇÃO DE CONFLITOS EMPRESARIAIS Trabalho apresentado como requisito para conclusão do Curso de Mediação e Arbitragem Empresarial da Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem, sob a orientação de Eduardo Vieira. Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem Empresarial Brasília-DF 2012

3 SUMÁRIO INTRODUÇÃO I A MEDIAÇÃO Conceito II FUNÇÕES DO MEDIADOR III VANTAGENS DA MEDIAÇÃO EMPRESARIAL CONCLUSÃO REFERÊNCIAS... 09

4 4 INTRODUÇÃO A mediação é um instrumento de prevenção e resolução de conflitos, podendo tanto ser utilizado no âmbito empresarial como em diversos outros. A mediação adota como proposta a atuação de facilitar a comunicação e negociação entre as partes. O mediador é uma terceira pessoa, neutro e imparcial, que não decide e não sugere soluções e nem presta assessoria jurídica. Sua função principal é facilitar a comunicação entre os mediados. A mediação vem sendo muito utilizada em empresas familiares, auxiliando a discriminar a relação afetiva da relação empresarial, nas dissoluções societárias e nas negociações sucessórias. Todos os que atuam direta e indiretamente nas empresas estão cientes da importância da mediação dos conflitos dentro de uma organização Quer seja nas relações internas como nas relações com os clientes, parceiros e fornecedores a gestão dos conflitos é fundamental para o bom andamento de qualquer negócio. Dentro desta concepção, queremos salientar a importância da mediação no âmbito empresarial no presente trabalho.

5 5 I A MEDIAÇÃO 1.1 Conceito Mediação é um método consensual de solução de conflitos que visa a facilitação do diálogo entre as partes para que melhor administrem seus problemas e consigam, por si só, alcançar uma solução. Administrar o conflito é aprender a lidar com ele, de maneira que o relacionamento com a outra parte não termine. Na mediação, os conflitos só podem envolver direitos patrimoniais disponíveis ou relativamente indisponíveis, isso porque apenas esses direitos podem ser objeto de acordo extrajudicial. Através da mediação, as partes envolvidas em uma disputa tem condições de atingir uma posição de equilíbrio, principalmente através do diálogo. Vale ressaltar a importância do diálogo em uma relação empresarial, visto que em muitos casos, será mais benéfico para as partes manterem o relacionamento, devido a possíveis vantagens e elos que possam existir. A mediação é percebida como uma das técnicas mais adequadas no manejo de conflitos empresariais, podendo assim minimizar consequências negativas. A mediação não se preocupa somente com o litígio, com a verdade formal. Tampouco tem como única finalidade o acordo. O objetivo principal da mediação é ajudar os interessados a redimensionar o conflito.

6 6 II FUNÇÕES DO MEDIADOR A principal função do mediador é facilitar a comunicação entre as partes. Dentre outras estão : - promover o respeito; -investigar os reais desejos e interesses dos mediados; -dar auxilio aos mediados para que eles próprios descubram quais são seus reais conflitos; -orientar os mediados para que procurem informações corretas sobre o que irão decidir; -incentivar a criatividade dos mediados para que busquem a solução do conflito; -auxiliar na análise de cada umas das soluções apresentadas ; -auxiliar na construção de um acordo final.

7 7 III VANTAGENS DA MEDIAÇÃO EMPRESARIAL A mediação apresenta várias vantagens enquanto método de resolução de conflitos, quer em termos práticos, quer em termos relacionais e pessoais. - diminui os custos inerentes a resolução de conflitos; -reduz o tempo médio na resolução do conflito; -permite que os participantes controlem os procedimentos desde o princípio até o fim, uma vez que a decisão de iniciar e por fim à mediação está sempre em suas mãos; -mantém a confidencialidade do conflito; -é um meio flexível e informal; -permite a melhoria do relacionamento entre as partes ou pelo menos evita a sua deterioração; -permite sanar o conflito na medida em que o mesmo é tratado a fundo e de acordo com os critérios valorizados pelas partes e não de acordo com os critérios estabelecidos exteriormente; -reduz os desgaste emocional pois possibilita a comunicação entre as partes; -possibilita a efetiva reparação e a possibilidade de manter a relação comercial e empresarial.

8 8 CONCLUSÃO Há que se concluir diante de todo o exposto, que as pessoas tendem a viver em sociedade, porém nem sempre há o acordo de idéias, principalmente tratando-se de assuntos empresariais, onde na maiorias das vezes vigora o princípio do ganha ganha. É próprio da natureza humana a ocorrência de conflitos. Assim as arestas surgem e devem ser resolvidas, pois as relações precisam ser mantidas para que haja a convivência pacífica e harmônica entre todos. A solução para os conflitos poderá ser encontrada através de um simples consenso entre as partes ou através de métodos de resolução de conflitos, sejam eles judiciais ou extrajudiciais, neste último encontra-se a Mediação. Sem dúvida,o mediador aproximará as partes e conduzirá de forma elegante a discussão. Ao tornar clara a exposição de vontades e o confronto de idéias,o mediador possibilitará maior oportunidade de consenso, e o mais importante, a manutenção das relações empresariais.

9 9 REFERÊNCIAS WANDERLEY, Waldo. Mediação. Brasília: MSD, BONFIM,AnaPaula. Mediação e Arbitragem Salvador:Sebrae.2005.

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE MINAS GERAIS CRA-MG A MEDIAÇÃO COMO FERRAMENTA DE GESTÃO ORGANIZACIONAL. Sônia Ferreira Ferraz

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE MINAS GERAIS CRA-MG A MEDIAÇÃO COMO FERRAMENTA DE GESTÃO ORGANIZACIONAL. Sônia Ferreira Ferraz CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE MINAS GERAIS CRA-MG A MEDIAÇÃO COMO FERRAMENTA DE GESTÃO ORGANIZACIONAL Sônia Ferreira Ferraz Belo Horizonte / MG Junho / 2011 CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE

Leia mais

Atividade de Mediação Texto Dissertativo A mediação e o conflito nas organizações

Atividade de Mediação Texto Dissertativo A mediação e o conflito nas organizações Atividade de Mediação Texto Dissertativo A mediação e o conflito nas organizações Aluno: William Borges de Souza Introdução É de grande importância entender os conflitos e procurar fazer deles uns ciclos

Leia mais

DISCENTE: EFRAYN PEREIRA

DISCENTE: EFRAYN PEREIRA DISCENTE: EFRAYN PEREIRA CÂMARA BRASILEIRA DE MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM EMPRESARIAL - CBMAE MEDIAÇÃO: MEDICINA VETERINÁRIA Trabalho de conclusão do Curso de Capacitação da CBMAE Campo Limpo Paulista, Tutor

Leia mais

O QUE É MEDIAÇÃO? Exemplos práticos: Conflitos de vizinhança, separação, divórcio, conflitos trabalhistas, etc...

O QUE É MEDIAÇÃO? Exemplos práticos: Conflitos de vizinhança, separação, divórcio, conflitos trabalhistas, etc... O QUE É MEDIAÇÃO? A Mediação é uma forma de tentativa de resolução de conflitos através de um terceiro, estranho ao conflito, que atuará como uma espécie de "facilitador", sem entretanto interferir na

Leia mais

O INSTITUTO DA MEDIAÇÃO E SUA APLICABILIDADE NO DIREITO DE FAMÍLIA COMO INSTRUMENTO DE CONVIVÊNCIA SOCIAL

O INSTITUTO DA MEDIAÇÃO E SUA APLICABILIDADE NO DIREITO DE FAMÍLIA COMO INSTRUMENTO DE CONVIVÊNCIA SOCIAL O INSTITUTO DA MEDIAÇÃO E SUA APLICABILIDADE NO DIREITO DE FAMÍLIA COMO INSTRUMENTO DE CONVIVÊNCIA SOCIAL ACADÊMICO: Diego Coelho Antunes Ribeiro Estudante do 7º período de Direito das Faculdades Santo

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2013

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2013 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2013 Dispõe sobre a mediação extrajudicial. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Capítulo I Disposições Gerais Art. 1º Esta lei dispõe sobre mediação extrajudicial. Parágrafo único.

Leia mais

Tabela Comparativa Mediação x Conciliação x Arbitragem

Tabela Comparativa Mediação x Conciliação x Arbitragem Tabela Comparativa Mediação x Conciliação x Arbitragem Tipo de solução de controvérsia Objeto Abordagem do conflito e objetivos Método Mediação Conciliação Arbitragem Autocomposição Autocomposição Heterocomposição

Leia mais

CÂMARA BRASILEIRA DE MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM EMPRESARIAL - CBMAE

CÂMARA BRASILEIRA DE MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM EMPRESARIAL - CBMAE DISCENTE: ELIZEU PEREIRA CÂMARA BRASILEIRA DE MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM EMPRESARIAL - CBMAE MEDIAÇÃO IMOBILIÁRIA Trabalho de conclusão do Curso de Capacitação da CBMAE Campo Limpo Paulista, Tutor Sr. Sidney

Leia mais

Mediação - uma metodologia para facilitar os diálogos e as relações com os públicos interno e externo das organizações

Mediação - uma metodologia para facilitar os diálogos e as relações com os públicos interno e externo das organizações SEJAM BEMVINDOS! Mediação - uma metodologia para facilitar os diálogos e as relações com os públicos interno e externo das organizações Mônica Burg - Psicóloga, Mediadora, Capacitadora e Terapeuta Sueli

Leia mais

A SOCIEDADE PÓS-MODERNA, O CONFLITO E A ARBITRAGEM COMO MEIO EFICAZ DE SOLUÇÃO DE CONTROVÉRSIAS

A SOCIEDADE PÓS-MODERNA, O CONFLITO E A ARBITRAGEM COMO MEIO EFICAZ DE SOLUÇÃO DE CONTROVÉRSIAS A SOCIEDADE PÓS-MODERNA, O CONFLITO E A ARBITRAGEM COMO MEIO EFICAZ DE SOLUÇÃO DE CONTROVÉRSIAS Karen Myrna Castro Mendes Teixeira 1 Resumo: Com o desenvolvimento da sociedade, em especial, devido a seus

Leia mais

Estratégias para famílias empresárias

Estratégias para famílias empresárias Estratégias para famílias empresárias A mediação nas empresas familiares A mais eficaz ferramenta para gestão de impasses Preparado por Alessandra Fachada Bonilha Ana Luiza Isoldi São Paulo, outubro/2010

Leia mais

P á g i n a 2 1. INTRODUÇÃO

P á g i n a 2 1. INTRODUÇÃO P á g i n a 2 1. INTRODUÇÃO Os tempos atuais podem ser considerados como de conflitos. O desenvolvimento natural da sociedade que envolve uma elevada interação entre os seres sociais, somado ao salto no

Leia mais

Técnicas de solução de conflitos para microempresas e empresas de pequeno porte

Técnicas de solução de conflitos para microempresas e empresas de pequeno porte Técnicas de solução de conflitos para microempresas e empresas de pequeno porte Mediação, Conciliação, Arbitragem Rafael Alves 07.10.2008 Divisão da exposição Primeira Parte (15 minutos) Técnicas de solução

Leia mais

A MEDIAÇÃO COMO MEIO DE RESOLUÇÃO DE CONFLITOS NO DIVÓRCIO POR VIA ADMINISTRATIVA

A MEDIAÇÃO COMO MEIO DE RESOLUÇÃO DE CONFLITOS NO DIVÓRCIO POR VIA ADMINISTRATIVA A MEDIAÇÃO COMO MEIO DE RESOLUÇÃO DE CONFLITOS NO DIVÓRCIO POR VIA ADMINISTRATIVA Lorrana Moulin Rossi Advogada, graduada pela Faculdade de Direito de Vitória-FDV, especialista em Educação, Governança

Leia mais

Regulamento do Programa de Mediação, Negociação e Arbitragem do Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito

Regulamento do Programa de Mediação, Negociação e Arbitragem do Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito Associação Catarinense de Ensino FACULDADE GUILHERME GUIMBALA - FGG Curso de Direito Autorização da Unificação de Mantidas - FGG: Portaria SESu Nº 56, de 18/01/2008 (DOU de 21/01/2008) Curso de Direito

Leia mais

ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE PROJETOS MÓDULO 11

ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE PROJETOS MÓDULO 11 ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE PROJETOS MÓDULO 11 Índice 1. Gerenciamento de riscos do projeto...3 2. Gerenciamento de aquisições do projeto...4 Referências bibliográficas...5 2 1. GERENCIAMENTO DE RISCOS DO

Leia mais

Transformação Humana em Educação e Mediação

Transformação Humana em Educação e Mediação Transformação Humana em Educação e Mediação O Instituto Them, empresa formada por psicólogas e mediadoras, presta serviços nas áreas de gestão de conflitos e comunicação. Apresenta como diferenciais a

Leia mais

DIFERENCIAIS. da LCF ADVOGADOS

DIFERENCIAIS. da LCF ADVOGADOS UMA NOVA PROPOSTA NA ÁREA JURÍDICA Sócios Fundadores da LCF ADVOGADOS A LCF ADVOGADOS tem uma proposta de advocacia diferenciada mediante a prestação de consultoria e assessoria jurídica empresarial especializada

Leia mais

Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes

Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes 1 SÉRIE DESENVOLVIMENTO HUMANO FORMAÇÃO DE LÍDER EMPREENDEDOR Propiciar aos participantes condições de vivenciarem um encontro com

Leia mais

01 JULHO 2014 LISBOA GJ AIP-CCI

01 JULHO 2014 LISBOA GJ AIP-CCI 01 JULHO 2014 LISBOA GJ AIP-CCI 1 CENTRO DE MEDIAÇÃO, CONCILIAÇÃO E ARBITRAGEM 2 PONTOS DA INTERVENÇÃO: SOBRE O CENTRO DE ARBITRAGEM PROPRIAMENTE DITO: GÉNESE LEGAL DESTE CENTRO ESTRUTURA ORGÂNICA ÂMBITO

Leia mais

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR. A FUNÇÃO SOCIAL DOS MEIOS EXTRAJUDICIAIS DE SOLUÇÃO DE CONTROVÉRSIAS (MESCs)

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR. A FUNÇÃO SOCIAL DOS MEIOS EXTRAJUDICIAIS DE SOLUÇÃO DE CONTROVÉRSIAS (MESCs) A FUNÇÃO SOCIAL DOS MEIOS EXTRAJUDICIAIS DE SOLUÇÃO DE CONTROVÉRSIAS (MESCs) Felipe de Ávila Ferraz Resumo: O presente artigo tem como objeto a análise dosmeios Extrajudiciais de Solução de Controvérsias

Leia mais

Fatores e Indicadores de Desempenho ADP

Fatores e Indicadores de Desempenho ADP Fatores e Indicadores de Desempenho ADP RESPONSABILIDADE / COMPROMETIMENTO COM A INSTITUIÇÃO - Assumir o compromisso na realização das atribuições - Atuar com disposição para mudanças - Buscar qualidade

Leia mais

Relatório de Comunicação e Engajamento COE Instituto Venturi Para Estudos Ambientais

Relatório de Comunicação e Engajamento COE Instituto Venturi Para Estudos Ambientais Relatório de Comunicação e Engajamento COE Instituto Venturi Para Estudos Ambientais Declaração de Apoio Continuo da Presidente 23/10/2015 Para as partes interessadas: É com satisfação que comunicamos

Leia mais

Mediação Familiar. Maria Clara Sottomayor

Mediação Familiar. Maria Clara Sottomayor Maria Clara Sottomayor Noção: Modalidade extra-judicial de resolução de alternativa de litígios emergentes de relações familiares, em que as partes com a sua participação activa e directa, são auxiliadas

Leia mais

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER?

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? Anderson Katsumi Miyatake Emerson Oliveira de Almeida Rafaela Schauble Escobar Tellis Bruno Tardin Camila Braga INTRODUÇÃO O empreendedorismo é um tema bastante

Leia mais

A Mediação Aplicada nos Conflitos Familiares

A Mediação Aplicada nos Conflitos Familiares A Mediação Aplicada nos Conflitos Familiares Mediação e Conciliação: São procedimentos utilizados na resolução do conflito Conflito: dissenso; relação divergente Conciliação: há hierarquia dos sujeitos;

Leia mais

NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS PROGRAMA DAS ATIVIDADES DE ARBITRAGEM, NEGOCIAÇÃO, CONCILIAÇÃO E MEDIAÇÃO CURSO DE DIREITO Faculdade Pitágoras de Betim

NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS PROGRAMA DAS ATIVIDADES DE ARBITRAGEM, NEGOCIAÇÃO, CONCILIAÇÃO E MEDIAÇÃO CURSO DE DIREITO Faculdade Pitágoras de Betim REGULAMENTO DO PROGRAMA DAS ATIVIDADES DE ARBITRAGEM, NEGOCIAÇÃO, CONCILIAÇÃO E MEDIAÇÃO DO NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS DA FACULDADE PITÁGORAS DE BETIM RESOLUCAO N.º 005 /2013 Regulamenta as atividades

Leia mais

::PORTFOLIO PORTFOLIO

::PORTFOLIO PORTFOLIO PORTFOLIO ::PORTFOLIO :: A EMPRESA Cesar e Cesar Sociedade de Advogados, é um escritório de advocacia e de assessoria jurídica formado por uma equipe de profissionais com experiência nas áreas relacionadas

Leia mais

A MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM NO DIREITO DA SAÚDE. Pedro Madeira de Brito

A MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM NO DIREITO DA SAÚDE. Pedro Madeira de Brito A MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM NO DIREITO DA SAÚDE Pedro Madeira de Brito 2 O conceito de Direito da Saúde A definição e o âmbito de direito da saúde tem contornos não muito precisos (Proposta de definição do

Leia mais

Potencialidades da Mediação na solução de conflitos Ambientais

Potencialidades da Mediação na solução de conflitos Ambientais Potencialidades da Mediação na solução de conflitos Ambientais Belo Horizonte, 8 e 9 de julho de 2015 O Marco legal da mediação no Brasil Exposição 3 - Análise dos elementos estruturais da Lei 13.140/2015

Leia mais

ATIVIDADES DE LINHA E DE ASSESSORIA

ATIVIDADES DE LINHA E DE ASSESSORIA 1 ATIVIDADES DE LINHA E DE ASSESSORIA SUMÁRIO Introdução... 01 1. Diferenciação das Atividades de Linha e Assessoria... 02 2. Autoridade de Linha... 03 3. Autoridade de Assessoria... 04 4. A Atuação da

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Setembro de 2010 Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente

Leia mais

Quais estratégias de crédito e cobranças são necessárias para controlar e reduzir a inadimplência dos clientes, na Agroveterinária Santa Fé?

Quais estratégias de crédito e cobranças são necessárias para controlar e reduzir a inadimplência dos clientes, na Agroveterinária Santa Fé? 1 INTRODUÇÃO As empresas, inevitavelmente, podem passar por períodos repletos de riscos e oportunidades. Com a complexidade da economia, expansão e competitividade dos negócios, tem-se uma maior necessidade

Leia mais

FUNDAÇÃO NACIONAL DE MEDIAÇÃO DE CONFLITOS SOCIAIS E O MINISTÉRIO PÚBLICO MINEIRO: UMA PARCERIA PARA A PRÁTICA DA MEDIAÇÃO

FUNDAÇÃO NACIONAL DE MEDIAÇÃO DE CONFLITOS SOCIAIS E O MINISTÉRIO PÚBLICO MINEIRO: UMA PARCERIA PARA A PRÁTICA DA MEDIAÇÃO FUNDAÇÃO NACIONAL DE MEDIAÇÃO DE CONFLITOS SOCIAIS E O MINISTÉRIO PÚBLICO MINEIRO: UMA PARCERIA PARA A PRÁTICA DA MEDIAÇÃO Fernanda Lima Manuela Duarte A Fundação Nacional de Mediação de Conflitos Sociais

Leia mais

PARÂMETROS PARA A CAPACITAÇÃO DE CONCILIADORES E MEDIADORES JUDICIAIS

PARÂMETROS PARA A CAPACITAÇÃO DE CONCILIADORES E MEDIADORES JUDICIAIS PARÂMETROS PARA A CAPACITAÇÃO DE CONCILIADORES E MEDIADORES JUDICIAIS O curso de capacitação básica dos terceiros facilitadores (conciliadores e mediadores) tem por objetivo transmitir informações teóricas

Leia mais

Empresas Familiares aprimoramento da governança corporativa para o sucesso do negócio

Empresas Familiares aprimoramento da governança corporativa para o sucesso do negócio Empresas Familiares aprimoramento da governança corporativa para o sucesso do negócio Nome Desarrollo de Sistemas de Gobierno y Gestión en Empresas de Propiedad Familiar en el Perú Objetivo Contribuir

Leia mais

O PAPEL DO SERVIÇO SOCIAL EM UMA EQUIPE INTERDISCIPLINAR Edmarcia Fidelis ROCHA 1 Simone Tavares GIMENEZ 2

O PAPEL DO SERVIÇO SOCIAL EM UMA EQUIPE INTERDISCIPLINAR Edmarcia Fidelis ROCHA 1 Simone Tavares GIMENEZ 2 O PAPEL DO SERVIÇO SOCIAL EM UMA EQUIPE INTERDISCIPLINAR Edmarcia Fidelis ROCHA 1 Simone Tavares GIMENEZ 2 RESUMO: Este artigo tem como objetivo, mostrar o papel do assistente social dentro de uma equipe

Leia mais

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras 1. DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente para o desenvolvimento sustentável, das áreas onde atuamos e

Leia mais

Índice Descrição Valor

Índice Descrição Valor 504448064 Índice Descrição Valor 1 Missão, Objectivos e Princípios Gerais de Actuação 11 Cumprir a missão e os objectivos que lhes tenham sido determinados de forma económica, financeira, social e ambientalmente

Leia mais

CARTILHA DE MEDIAÇÃO CMA COMISSÃO DE MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM DA OAB/MG

CARTILHA DE MEDIAÇÃO CMA COMISSÃO DE MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM DA OAB/MG CARTILHA DE MEDIAÇÃO CMA COMISSÃO DE MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM DA OAB/MG Direito autoral OAB/MG 2009 REPRODUÇÃO PERMITIDA, DESDE QUE CITADA A FONTE Direito autoral OAB/MG 2009 Elaboração Comissão de Mediação

Leia mais

CÓDIGO BRASILEIRO DE ÉTICA PARA ARQUIVISTAS

CÓDIGO BRASILEIRO DE ÉTICA PARA ARQUIVISTAS CÓDIGO BRASILEIRO DE ÉTICA PARA ARQUIVISTAS Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Profa. Lillian Alvares Código de Ética dos Arquivistas Objetivo: Fornecer à profissão arquivística

Leia mais

Código Europeu de Conduta para Mediadores

Código Europeu de Conduta para Mediadores Código Europeu de Conduta para Mediadores Durante o ano de 2002 a Comissão Europeia, a convite do Conselho de Ministros da Justiça e dos Assuntos Internos, apresentou um Livro Verde sobre os modos alternativos

Leia mais

Desde 1993 a confiança e credibilidade conquistada é resultado do trabalho constante em comunicação objetiva e atendimento especializado.

Desde 1993 a confiança e credibilidade conquistada é resultado do trabalho constante em comunicação objetiva e atendimento especializado. ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA COM SÓLIDA EXPERIÊNCIA E CONHECIMENTO EM NEGÓCIOS, QUE PELO ATENDIMENTO ESPECIALIZADO, CLARO E ÁGIL, TORNOU-SE UMA MARCA DE EXCELÊNCIA. MSCB Advogados possui uma visão moderna de

Leia mais

Escola Nacional de Mediação e Conciliação faz treinamento virtual para capacitar órgãos públicos em resolução de conflitos

Escola Nacional de Mediação e Conciliação faz treinamento virtual para capacitar órgãos públicos em resolução de conflitos Escola Nacional de Mediação e Conciliação faz treinamento virtual para capacitar órgãos públicos em resolução de conflitos A Escola Nacional de Mediação e Conciliação (ENAM), da Secretaria de Reforma do

Leia mais

PROTOCOLO DE CRIAÇÃO. 5 de Maio de 2006

PROTOCOLO DE CRIAÇÃO. 5 de Maio de 2006 PROTOCOLO DE CRIAÇÃO DO 5 de Maio de 2006 Quem é parte no Protocolo? O Sistema de Mediação Laboral é criado através de um Protocolo promovido pelo Ministério da Justiça e assinado pelas seguintes entidades:

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DA GEBALIS

CÓDIGO DE ÉTICA DA GEBALIS CÓDIGO DE ÉTICA DA GEBALIS DEZEMBRO DE 2008 PREÂMBULO O presente Código visa clarificar as normas de conduta que devem orientar os comportamentos e as atitudes de todos os Colaboradores da GEBALIS, independentemente

Leia mais

TERRAS COELHO ADVOGADOS é uma sociedade de

TERRAS COELHO ADVOGADOS é uma sociedade de TERRAS COELHO ADVOGADOS é uma sociedade de advogados devidamente registrada da Ordem dos Advogados do Brasil sob o nº 15.196, e atual nos mais variados ramos do direito, com atuação preventiva e contenciosa

Leia mais

Mediação de conflitos. A solução de muitos problemas pode estar nas suas mãos. Prof. Daniel Seidel

Mediação de conflitos. A solução de muitos problemas pode estar nas suas mãos. Prof. Daniel Seidel Mediação de conflitos. A solução de muitos problemas pode estar nas suas mãos. Prof. Daniel Seidel CONFLITO CONVERSANDO SOBRE CONFLITOS Conflitos não são problemas Podemos perceber uma tendência geral

Leia mais

RESOLUÇÃO DE LITÍGIOS

RESOLUÇÃO DE LITÍGIOS EXCELÊNCIA NA RESOLUÇÃO DE LITÍGIOS PARA EMPRESAS DE TI INCUMPRIMENTO CONTRATUAL EM TI Com mais de 15 anos de experiência e uma equipa especializada de gestores de sinistros de empresas de Tecnologias

Leia mais

Lei n.º 133/99 de 28 de Agosto

Lei n.º 133/99 de 28 de Agosto Mediação Familiar Lei n.º 133/99 de 28 de Agosto Altera a Organização Tutelar de Menores, nomeadamente através da introdução de novos artigos de que destacamos aquele que se refere à mediação Artigo 147.º

Leia mais

Advogada com registro na OAB/RS nº 87025, Pós-Graduada em Direito e Processo Penal com Ênfase em Segurança Pública pela UNIRITTER, e em Direito do

Advogada com registro na OAB/RS nº 87025, Pós-Graduada em Direito e Processo Penal com Ênfase em Segurança Pública pela UNIRITTER, e em Direito do Fabiana Barcellos Gomes Advogada com registro na OAB/RS nº 87025, Pós-Graduada em Direito e Processo Penal com Ênfase em Segurança Pública pela UNIRITTER, e em Direito do Trabalho pela UNINTER Descrição

Leia mais

SUCESSÃO EM EMPRESAS RURAIS FAMILIARES CONFLITO DE GERAÇÕES

SUCESSÃO EM EMPRESAS RURAIS FAMILIARES CONFLITO DE GERAÇÕES SUCESSÃO EM EMPRESAS RURAIS FAMILIARES CONFLITO DE GERAÇÕES *Ciloter Borges Iribarrem *Sandro Al-Alam Elias Manutenção da escala de produção, crescimento da empresa, resultados positivos dos negócios,

Leia mais

Este Código de Conduta Ética foi impresso em papel couché, com tiragem de 1500 exemplares, em português.

Este Código de Conduta Ética foi impresso em papel couché, com tiragem de 1500 exemplares, em português. Este Código de Conduta Ética foi impresso em papel couché, com tiragem de 1500 exemplares, em português. Esta publicação é distribuída para os colaboradores da Recuperadora Sales Gama Ltda e seu público

Leia mais

FUNDO DE COMÉRCIO ("GOODWILL") Algumas Considerações

FUNDO DE COMÉRCIO (GOODWILL) Algumas Considerações FUNDO DE COMÉRCIO ("GOODWILL") Algumas Considerações Sumário 1. Considerações Iniciais 2. Natureza Jurídica 3. Como Avaliar o Fundo de Comércio 3.1 - Cálculo do Valor Atual de Negociação do Patrimônio

Leia mais

MEDIAÇÃO Judicial e Extrajudicial vo CPC Lei de Mediação

MEDIAÇÃO Judicial e Extrajudicial vo CPC Lei de Mediação MEDIAÇÃO Judicial e Extrajudicial vo CPC Lei de Mediação Asdrubal Júnior Advogado desde 1996. Especialista em Direito Público Mestre em Direito Privado Ar?culista com quase 100 trabalhos publicados Árbitro

Leia mais

REGIMENTO INTERNO Art. 1

REGIMENTO INTERNO Art. 1 REGIMENTO INTERNO Art. 1 - A Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis, doravante denominada simplesmente CBMAE ACIR, instituída no

Leia mais

Serviço de Intervenção e Cobranças Condições do Serviço de Intervenção e Cobranças

Serviço de Intervenção e Cobranças Condições do Serviço de Intervenção e Cobranças Serviço de Intervenção e Cobranças Condições do Serviço de Intervenção e Cobranças A Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã, através do seu Departamento Jurídico e Fiscal, presta auxílio a empresas

Leia mais

Manual de administração

Manual de administração Manual de administração Como fazer outsourcing dos sistemas de informação Índice Introdução Passo 1 - Definir o enquadramento Passo 2 - Analisar os recursos e serviços internos Passo 3 - Analisar os recursos

Leia mais

O poder da presença O valor empresarial da colaboração presencial

O poder da presença O valor empresarial da colaboração presencial O poder da presença O valor empresarial da colaboração presencial Sumário executivo À medida que as organizações competem e crescem em uma economia global dinâmica, um novo conjunto de pontos cruciais

Leia mais

Código de conduta. para as empresas do Grupo Liebherr e seus colaboradores

Código de conduta. para as empresas do Grupo Liebherr e seus colaboradores Código de conduta para as empresas do Grupo Liebherr e seus colaboradores Índice I. Objeto e âmbito de aplicação 4 II. Observância do direito vigente 5 III. Colaboradores 6 IV. Concorrência aberta e leal

Leia mais

A D V O G A D O S. Apresentação

A D V O G A D O S. Apresentação Apresentação O Escritório de Advocacia Gomes e Mello Frota Advogados destaca-se no meio jurídico como uma forte referência em função da equipe que o compõe, e da respeitabilidade que a mesma possui. Este

Leia mais

ESCRITÓRIO MODELO DA FACULDADE DO GUARUJÁ.

ESCRITÓRIO MODELO DA FACULDADE DO GUARUJÁ. ESCRITÓRIO MODELO DA FACULDADE DO GUARUJÁ. Prof. Marat Guedes Barreiros Agosto/2013 Introdução É notória nos dias de hoje a dificuldade dos alunos egressos das Faculdades em obter emprego nas empresas

Leia mais

SERVIÇOS DE ASSESSORIA JURÍDICA

SERVIÇOS DE ASSESSORIA JURÍDICA Serviços de Assessoria Jurídica Internet e Transações Comerciais Online Transações Estratégicas e Financiamentos de Capital Tecnologia e Serviços em Nuvem Startups e Empresas em Crescimento SERVIÇOS DE

Leia mais

A atividade de Relações Públicas como suporte para a gestão socialmente responsável

A atividade de Relações Públicas como suporte para a gestão socialmente responsável A atividade de Relações Públicas como suporte para a gestão socialmente responsável Felipe de Oliveira Fernandes Vivemos em um mundo que está constantemente se modificando. O desenvolvimento de novas tecnologias

Leia mais

Antecedentes sociais do comportamento organizacional

Antecedentes sociais do comportamento organizacional Antecedentes sociais do comportamento organizacional Tipos de grupos - Formais - Informais Recursos Estrutura Poder Políticas Confiança Liderança Comunicação Comportamento Desempenho Satisfação Conflito

Leia mais

POSICIONAMENTO. A mesma linguagem entre clientes e advogados ADVOCACIA COMO INSTRUMENTO PARA FACILITAR NEGÓCIOS E AGREGAR VALOR

POSICIONAMENTO. A mesma linguagem entre clientes e advogados ADVOCACIA COMO INSTRUMENTO PARA FACILITAR NEGÓCIOS E AGREGAR VALOR POSICIONAMENTO A mesma linguagem entre clientes e advogados ADVOCACIA COMO INSTRUMENTO PARA FACILITAR NEGÓCIOS E AGREGAR VALOR RONALDO MARTINS & Advogados, fundado em março de 1990, objetivou criar um

Leia mais

Arbitragem. Respostas objetivas para soluções rápidas

Arbitragem. Respostas objetivas para soluções rápidas 2 8 8 9 9 9 10 10 10 11 11 11 12 12 12 12 13 Respostas objetivas para soluções rápidas O que é a? Como surgiu o Instituto da? A é constitucional? A sentença arbitral tem validade jurídica? Quais são as

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 191/2015

RESOLUÇÃO Nº 191/2015 RESOLUÇÃO Nº 191/2015 Institui o Programa Acadêmico Conciliador e Mediador, no âmbito do Poder Judiciário do Estado do Acre. O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO ACRE, por seu Pleno Administrativo, no uso

Leia mais

TERRAS COELHO ADVOGADOS é uma sociedade de

TERRAS COELHO ADVOGADOS é uma sociedade de TERRAS COELHO ADVOGADOS é uma sociedade de advogados voltada para os mais variados ramos do direito, com atuação preventiva e contenciosa em todo o território nacional. Sociedade nascida da união de profissionais

Leia mais

Política de Gestão de Reclamações

Política de Gestão de Reclamações Política de Gestão de Reclamações DECLARAÇÃO DE POLÍTICA A Popular Seguros considera cada reclamação como uma oportunidade de melhorar o serviço que presta aos seus Clientes, Colaboradores e Parceiros

Leia mais

RELATORIA e MEDIAÇÃO PARA SEMINÁRIOS E CONFERÊNCIAS. Orientações Gerais

RELATORIA e MEDIAÇÃO PARA SEMINÁRIOS E CONFERÊNCIAS. Orientações Gerais RELATORIA e MEDIAÇÃO PARA SEMINÁRIOS E CONFERÊNCIAS Orientações Gerais O que é relatoria O relator Postura e Técnicas de relatoria O que é Mediação O Mediador Postura e Técnicas de Mediação O que é Relatoria:

Leia mais

PLANEJAMENTO E ESTRUTURAÇÃO DE NEGOCIAÇÕES TRABALHISTAS E SINDICAIS DIANTE DA NOVA REALIDADE SÓCIO-ECONÔMICA

PLANEJAMENTO E ESTRUTURAÇÃO DE NEGOCIAÇÕES TRABALHISTAS E SINDICAIS DIANTE DA NOVA REALIDADE SÓCIO-ECONÔMICA PLANEJAMENTO E ESTRUTURAÇÃO DE NEGOCIAÇÕES TRABALHISTAS E SINDICAIS DIANTE DA NOVA REALIDADE SÓCIO-ECONÔMICA RAÍZES CULTURAIS E HISTÓRICAS DA MEDIAÇÃO DE CONFLITOS Alternativa para solucionar disputas

Leia mais

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Cursos para Melhoria do desempenho & Gestão de RH TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Administração do Tempo Ampliar a compreensão da importância

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ COORDENAÇÃO DE ENGENHARIA CIVIL CAMPUS CAMPO MOURÃO ENGENHARIA CIVIL CARLOS HENRIQUE FELIPE POÇAS RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO Relatório de Estágio

Leia mais

Aperf r e f iço ç a o m a ent n o t o Ge G re r nci c al a para Supermercados

Aperf r e f iço ç a o m a ent n o t o Ge G re r nci c al a para Supermercados Aperfeiçoamento Gerencial para Supermercados Liderança Liderança é a habilidade de influenciar pessoas, por meio da comunicação, canalizando seus esforços para a consecução de um determinado objetivo.

Leia mais

EMPREENDEDORISMO DE. Professor Victor Sotero

EMPREENDEDORISMO DE. Professor Victor Sotero EMPREENDEDORISMO DE NEGÓCIOS COM INFORMÁTICA Professor Victor Sotero 1 OBJETIVOS DA DISCIPLINA Esta disciplina apresenta uma metodologia para formação de empreendedores. Aberta e flexível, baseada em princípios

Leia mais

TAUCCI & SILVEIRA LIMA. Advogadas

TAUCCI & SILVEIRA LIMA. Advogadas O Escritório O escritório Taucci & Silveira Lima oferece soluções jurídicas eficientes e inovadoras voltadas ao atendimento de clientes corporativos, primando por agilidade, qualidade e obtenção de resultados.

Leia mais

MODUSS VIVENDI. Meio através do qual você poderá conquistar o estilo de vida almejado.

MODUSS VIVENDI. Meio através do qual você poderá conquistar o estilo de vida almejado. MODUSS VIVENDI Meio através do qual você poderá conquistar o estilo de vida almejado. LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO Novas sugestões para o Administrador de uma empresa mais do que especial O SÍNDICO Ênfase na

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA 23 de julho de 2015 ÍNDICE Pág. Introdução... 3 Objetivos... 3 Princípios gerais de atuação... 4 Princípios específicos de atuação... 7 Mecanismos de desenvolvimento,

Leia mais

O recurso à Arbitragem e as suas vantagens

O recurso à Arbitragem e as suas vantagens O recurso à Arbitragem e as suas vantagens Modo de resolução jurisdicional de controvérsias em que, com base na vontade das partes, a decisão é confiada a um terceiro. Para este efeito, considera-se terceiro

Leia mais

O que é e qual sua finalidade?

O que é e qual sua finalidade? HOLDING Copyright Ody & Keller Advocacia e Assessoria Empresarial, 2014. Todos os direitos reservados. Versão: 01 (outubro de 2014) Este material tem caráter informativo, e não deve ser utilizado isoladamente

Leia mais

POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE

POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE Av. Barbacena, 472 8º andar Barro Preto CEP: 30190-130 Belo Horizonte/MG Tel.: 3253.4917 E-mail: renata.gontijo@cemigsaude.org.br Portal Corporativo: www.cemigsaude.org.br

Leia mais

SOBRE A PROTEÇÃO DO DIREITO DE SINDICALIZAÇÃO E PROCEDIMENTOS PARA DEFINIR AS CONDIÇÕES DE EMPREGO NO SERVIÇO PÚBLICO*

SOBRE A PROTEÇÃO DO DIREITO DE SINDICALIZAÇÃO E PROCEDIMENTOS PARA DEFINIR AS CONDIÇÕES DE EMPREGO NO SERVIÇO PÚBLICO* Convenção 151 SOBRE A PROTEÇÃO DO DIREITO DE SINDICALIZAÇÃO E PROCEDIMENTOS PARA DEFINIR AS CONDIÇÕES DE EMPREGO NO SERVIÇO PÚBLICO* A Conferência Geral da Organização Internacional do Trabalho, Convocada

Leia mais

Negociação: conceitos e aplicações práticas. Dante Pinheiro Martinelli Flávia Angeli Ghisi Nielsen Talita Mauad Martins (Organizadores)

Negociação: conceitos e aplicações práticas. Dante Pinheiro Martinelli Flávia Angeli Ghisi Nielsen Talita Mauad Martins (Organizadores) Negociação: conceitos e aplicações práticas Dante Pinheiro Martinelli Flávia Angeli Ghisi Nielsen Talita Mauad Martins (Organizadores) 2 a edição 2009 Comunicação na Negociação Comunicação, visão sistêmica

Leia mais

Curso de Especialização em GESTÃO E LOGÍSTICA HOSPITALAR

Curso de Especialização em GESTÃO E LOGÍSTICA HOSPITALAR Curso de Especialização em GESTÃO E LOGÍSTICA HOSPITALAR ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração e Saúde. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão e Logística Hospitalar.

Leia mais

Cursos livres EAD GUIA BÁSICO PARA USO CORPORATIVO. www.webaula.com.br

Cursos livres EAD GUIA BÁSICO PARA USO CORPORATIVO. www.webaula.com.br Cursos livres EAD GUIA BÁSICO PARA USO CORPORATIVO www.webaula.com.br Índice 3 introdução 3 introdução 3 O que são cursos livres, afinal? 4 Características dos cursos livres 5 Vantagens dos cursos livres

Leia mais

Serviços de Assessoria Jurídica Internet e Transações Comerciais Online Transações Estratégicas e Financiamentos de Capital

Serviços de Assessoria Jurídica Internet e Transações Comerciais Online Transações Estratégicas e Financiamentos de Capital Serviços de Assessoria Jurídica Internet e Transações Comerciais Online Transações Estratégicas e Financiamentos de Capital Tecnologia e Serviços em Nuvem Startups e Empresas em Crescimento TECNOLOGIA

Leia mais

Construção do Plano Estratégico 2015-2020. Revisão da Identidade Estratégica Comissão de Planejamento Estratégico 10/10/2014

Construção do Plano Estratégico 2015-2020. Revisão da Identidade Estratégica Comissão de Planejamento Estratégico 10/10/2014 Construção do Plano Estratégico 2015-2020 Revisão da Identidade Estratégica Comissão de Planejamento Estratégico 10/10/2014 2 Objetivo da Reunião Apresentar a contribuição institucional, discutir propostas

Leia mais

EXCELÊNCIA EM DIREITO DO TRABALHO

EXCELÊNCIA EM DIREITO DO TRABALHO EXCELÊNCIA EM DIREITO DO TRABALHO APRESENTAÇÃO O escritório Romar Advogados iniciou suas atividades em 1995, tendo à frente a advogada e docente Carla Tereza Martins Romar. Ao longo dos anos tornou-se

Leia mais

FAI CENTRO DE ENSINO SUPERIOR EM GESTÃO, TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Manual do Estágio Supervisionado

FAI CENTRO DE ENSINO SUPERIOR EM GESTÃO, TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Manual do Estágio Supervisionado FAI CENTRO DE ENSINO SUPERIOR EM GESTÃO, TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Manual do Estágio Supervisionado Santa Rita do Sapucaí-MG Janeiro/2011 Sumário 1. Introdução 3 2. O que é

Leia mais

Prof. Paulo Barreto www.paulobarretoi9consultoria.com.br REVISÃO DE PROVA

Prof. Paulo Barreto www.paulobarretoi9consultoria.com.br REVISÃO DE PROVA Prof. Paulo Barreto www.paulobarretoi9consultoria.com.br REVISÃO DE PROVA Grupo 01 Conceitos de Negociação Negociação é um processo de comunicação bilateral, com o objetivo de se chegar a uma decisão conjunta

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Profa. Lillian Alvares TODO COMPORTAMENTO TEM SUAS RAZÕES. A ÉTICA É SIMPLESMENTE A RAZÃO MAIOR DAVID HUME DEFINIÇÕES

Leia mais

A Importância das Competências Comportamentais para Profissionais de Gerenciamento de Projetos. Ivo M. Michalick Vasconcelos, MSc, PMP, PMI-SP

A Importância das Competências Comportamentais para Profissionais de Gerenciamento de Projetos. Ivo M. Michalick Vasconcelos, MSc, PMP, PMI-SP A Importância das Competências Comportamentais para Profissionais de Gerenciamento de Projetos Ivo M. Michalick Vasconcelos, MSc, PMP, PMI-SP Por que projetos falham? Gestão Moderna (anos 90 em diante):

Leia mais

Visão Geral sobre Gestão de Projetos e Iniciação de Projetos Aula 2

Visão Geral sobre Gestão de Projetos e Iniciação de Projetos Aula 2 Visão Geral sobre Gestão de Projetos e Iniciação de Projetos Aula 2 Miriam Regina Xavier de Barros, PMP mxbarros@uol.com.br Agenda Bibliografia e Avaliação 1. Visão Geral sobre o PMI e o PMBOK 2. Introdução

Leia mais

Curso de Mediação Judicial 40 horas-aula

Curso de Mediação Judicial 40 horas-aula Curso de Mediação Judicial 40 horas-aula Programa do curso Programa do curso Introdução e Visão Geral Programa do curso Introdução e Visão Geral Panorama do Processo de Mediação Teoria dos Jogos e Moderna

Leia mais

DESCUBRA O PODER DO CONHECIMENTO PARA VOCÊ E SUA EMPRESA. PROGRAMAÇÃO 2015

DESCUBRA O PODER DO CONHECIMENTO PARA VOCÊ E SUA EMPRESA. PROGRAMAÇÃO 2015 DESCUBRA O PODER DO CONHECIMENTO PARA VOCÊ E SUA EMPRESA. PROGRAMAÇÃO 2015 OFICINA: COMO USAR UM BLOG PARA A SUA EMPRESA DATA: 30/JAN INVESTIMENTO: R$ 30,00 CARGA HORÁRIA: 3 HORAS OFICINA: COMO ABRIR UMA

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2014 (Do Sr. Moreira Mendes e outros)

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2014 (Do Sr. Moreira Mendes e outros) PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2014 (Do Sr. Moreira Mendes e outros) Altera o artigo 93, o artigo 129 e o artigo 144, da Constituição Federal, para exigir do bacharel em Direito, cumulativamente,

Leia mais

A Segurança consiste na responsabilidade de saber e agir da maneira correta.

A Segurança consiste na responsabilidade de saber e agir da maneira correta. Segurança do Trabalho É o conjunto de medidas que versam sobre condições específicas de instalações do estabelecimento e de suas máquinas visando à garantia do trabalhador contra riscos ambientais e de

Leia mais