Avaliação Bimestral Ciências da Natureza, Matemáticas e Humanas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Avaliação Bimestral Ciências da Natureza, Matemáticas e Humanas"

Transcrição

1 Avaliação Bimestral Ciências da Natureza, Matemáticas e Humanas 3º Ano (EM) 3º Bimestre Aluno(a):... 01/10/2014 Este Caderno de Questões para a Avaliação Bimestral segue as novas diretrizes estabelecidas pela portaria nº 109, emitida em 27/05/2009, no Diário Oficial da União, para realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Desta forma, o provão agora inclui a redação para os alunos de 5ª série do ensino fundamental até o ensino médio, a divisão por áreas do conhecimento, com nova distribuição das disciplinas e, para esta edição, novidades quanto à elaboração e enunciado das questões.

2 2 SUMÁRIO INSTRUÇÕES... 3 CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS... 4 Biologia... 4 Química... 8 MATEMÁTICAS E SUAS TECNOLOGIAS... 8 Matemática Física CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS Filosofia Geografia História Sociologia... 35

3 3 INSTRUÇÕES 1.Para realizar a Avaliação Bimestral, você utilizará este Caderno de Questões, composto de 96 questões de múltipla escolha, enumeradas de 01 a 96, e um Cartão Resposta. Confira se o seu caderno possui todas as questões e se o Cartão Resposta não apresenta rasuras ou imperfeições; 2.Coloque o nome na capa do Caderno de Questões e no Cartão Resposta; 3.Para responder às questões, utilize somente caneta esferográfica azul ou preta; 4.A interpretação das questões faz parte da prova; 5.No final deste caderno de questões, encontra-se um rascunho do Cartão Resposta, que poderá ser destacado e levado para conferência com o Gabarito Oficial postado no site; 6.No Cartão Resposta, as alternativas devem ser pintadas por inteiro, conforme exemplo abaixo: 1 a b c d e 7.Ao finalizar sua Avaliação Bimestral, entregue este Caderno de Questões e o Cartão Resposta, devidamente preenchido; 8.O aluno que perturbar ou descumprir quaisquer orientações do professor terá sua avaliação eliminada; 9.Qualquer irregularidade deve ser comunicada ao professor. BOA SORTE!

4 4 CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS Biologia 1. (MACK 2007) Uma hemácia que esteja no ventrículo direito tem I e seguirá para II. Nesse local ocorrerá III tornando o sangue IV. Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, os espaços I, II, III e IV. (A) muito CO 2 ; o corpo; hematose; venoso (B) pouco O 2 ; os pulmões; hematose; arterial (C) muito O 2 ; o corpo; filtração; venoso (D) pouco CO 2 ; os pulmões; reabsorção; arterial (E) pouco O 2 ; o corpo; filtração; venoso 2. (UEL 2007) Relacione as descrições dos Sistemas Circulatórios com seus respectivos Filos animais: I) Ausente. O alimento é distribuído diretamente da cavidade gastrovascular. II) Ausente. O alimento é distribuído pelo intestino muito ramificado. III) Ausente. O alimento é distribuído pelo fluido da cavidade pseudocelomática. IV) Presente. Do tipo fechado, com vasos pulsáteis e sangue dotado de pigmentos respiratórios. V) Presente. Do tipo aberto, com coração e vasos sanguíneos, onde circula o fluido celômico. P = Artrópodes S = Nematelmintos Q = Anelídeos T = Platelmintos R = Moluscos U = Cnidários Assinale a opção que contém as associações corretas: (A) I-U ; II-T ; III-S ; IV-Q ; V-P (B) I-P ; II-Q ; III-R ; IV-S ; V-T (C) I-P ; II-Q ; III-R ; IV-U ; V-T (D) I-P ; II-Q ; III-R ; IV-T ; V-U (E) I-U ; II-T ; III-R ; IV-Q ; V-S 3. (FATEC 2008) A figura a seguir representa a variação da velocidade e da pressão sanguínea ao longo de diferentes vasos. Assinale a alternativa correta. (A) No interior das artérias, a velocidade é alta, para compensar a baixa pressão do sangue. (B) No interior das veias, a velocidade é quase nula, para compensar a alta pressão do sangue. (C) No interior das arteríolas, capilares e vênulas, a velocidade e a pressão são nulas. (D) A baixa velocidade do sangue no interior dos capilares facilita as trocas de substâncias entre os capilares e as células. (E) A existência de válvulas e a contração dos músculos esqueléticos em torno das artérias ocasionam a diminuição da velocidade do fluxo sanguíneo em direção ao coração.

5 5 4. (UFRJ 2005) O hematócrito é a percentagem de sangue que é constituída de células. O hematócrito de três amostras de sangue está ilustrado nos tubos 1, 2 e 3, cujas partes escuras representam as células. As células foram sedimentadas, nos tubos graduados, por meio de centrifugação. A linha tracejada representa o nível do hematócrito de um indivíduo normal, vivendo ao nível do mar. Uma das amostras de sangue foi obtida de um indivíduo normal, que morava há vinte anos numa cidade localizada a 4500m acima do nível do mar. Qual amostra provém desse indivíduo? (A) 1 (B) 2 (C) 3 (D) 3,2 (E) 2,1 5. (PUC RS) O sistema de defesa imunológica do homem é composto por uma rede de dutos que coleta a linfa dos tecidos do corpo e a transporta para o coração, onde é misturada ao sangue e bombeada de volta aos tecidos. As três principais estruturas corporais envolvidas nesse sistema são (A) o timo, o baço e a medula óssea. (B) o pulmão, o pâncreas e o timo. (C) o pâncreas, a medula óssea e o baço. (D) o pulmão, o baço e o timo. (E) o pulmão, o pâncreas e a medula óssea. 6. (UFSCar 2004) Se pudéssemos marcar uma única hemácia do sangue de uma pessoa, quando de sua passagem por um capilar sanguíneo do pé, e seguir seu trajeto pelo corpo a partir dali, detectaríamos sua passagem, sucessivamente, pelo interior de (A) artérias, veias, coração, artérias, pulmão, veias, capilares. (B) artérias, coração, veias, pulmão, veias, coração, artérias, capilares. (C) veias, artérias, coração, veias, pulmão, artérias, capilares. (D) veias, pulmão, artérias, coração, veias, pulmão, artérias, capilares. (E) veias, coração, artérias, pulmão, veias, coração, artérias, capilares.

6 6 7. (UFPB 2006) O esquema, abaixo, representa um coração de mamífero em corte longitudinal. As setas numeradas indicam câmaras cardíacas, valvas e vasos ligados ao coração. De acordo com o esquema apresentado, é correto afirmar: (A) As valvas que se fecham durante a sístole atrial, evitando o refluxo do sangue, correspondem aos números 1 e 2. (B) A câmara cardíaca de onde o sangue é bombeado para a aorta e daí para diversas partes do corpo corresponde ao número 3. (C) A câmara cardíaca que recebe o sangue vindo dos pulmões corresponde ao número 4. (D) Nos vasos assinalados com o número 5, circula sangue rico em oxigênio. (E) Nos vasos assinalados com o número 6, circula sangue pobre em oxigênio. 8. (FATEC 2002) O elemento do sangue e as substâncias que participam do processo de coagulação são, respectivamente, (A) leucócitos; anticorpos, trombina, fibrina, íons Ca+ + (B) hemácias; hemoglobina, fibrinogênio, fibrina, íons O+ + (C) hemácias; tromboplastina, fibrinogênio, trombina, íons Ca+ + (D) plaquetas; tromboplastina, trombina, fibrinogênio, íons O+ + (E) plaquetas; tromboplastina, trombina, fibrina, íons Ca (PUC RJ 2007) Durante a respiração sistêmica, no homem, ocorre (A) eliminação de O 2 e eliminação de CO 2 nos tecidos. (B) absorção de CO 2 e O 2 nos tecidos. (C) eliminação de CO 2 e absorção de O 2 nos tecidos. (D) eliminação de CO 2 e O 2 nos tecidos. (E) eliminação de O 2 e absorção de CO 2 nos pulmões. 10. (MACK 2007) Na metamorfose dos anfíbios, entre outras transformações, ocorrem modificações no aparelho circulatório para permitir a respiração pulmonar e cutânea. Nos girinos, o coração tem um átrio e um ventrículo e por ele passa somente sangue não oxigenado. Nos adultos, o coração apresenta (A) 1 átrio e 1 ventrículo, com circulação simples. (B) 1 átrio e 1 ventrículo, com circulação dupla. (C) 2 átrios e 1 ventrículo, com circulação dupla. (D) 2 átrios e 1 ventrículo, com circulação simples. (E) 2 átrios e 2 ventrículos, com circulação dupla.

7 7 11. (ENEM 2009) Do veneno de serpentes como a jararaca e a cascavel, pesquisadores brasileiros obtiveram um adesivo cirúrgico testado com sucesso em aplicações como colagem de pele, nervos, gengivas e na cicatrização de úlceras venosas, entre outras. A cola é baseada no mesmo princípio natural da coagulação do sangue. Os produtos já disponíveis no mercado utilizam fibrinogênio humano e trombina bovina. Nessa nova formulação, são utilizados fibrinogênio de búfalos e trombina de serpentes. A substituição da trombina bovina pela de cascavel mostrou, em testes, ser uma escolha altamente eficaz na cicatrização de tecidos. ERENO, D. Veneno que cola. Pesquisa FAPESP. n 158, abr (adaptado). A principal vantagem deste novo produto biotecnológico é (A) estar isento de contaminações por vírus humanos e permitir uma coagulação segura, ou seja, a transformação do fibrinogênio em fibrina com participação dos fatores de coagulação e Ca. (B) estimular o sistema imunológico a produzir anticorpos e a coagulação sanguínea que irão transformar as moléculas de protrombina em trombina com a participação de íons cálcio. (C) evitar rejeições pelos pacientes que utilizam essa técnica e, dessa forma, transformar eficientemente a trombina em protrombina, responsável pela coagulação. (D) aumentar a formação do tampão plaquetário, uma vez que a trombina é uma enzima que transforma a fibrina em fibrinogênio, que estimula a produção de plaquetas. (E) esterilizar os locais em que é aplicado, graças à ação antibiótica da trombina e ao aumento da síntese dos fatores de coagulação no fígado com a participação dos íons de potássio, na formação do fibrinogênio em protrombina. 12. (UFSCar 2008) A ilustração mostra um inseto estilizado de tamanho exagerado. Argumenta-se que a inexistência de insetos de grande tamanho corporal deve-se a restrições quanto à sustentação e dinâmica de fluidos corporais. Essas restrições estariam relacionadas ao tipo de sustentação corporal, sistemas circulatório e respiratório, que nos insetos correspondem a (A) endoesqueleto quitinoso, sistema circulatório aberto e respiração cutânea. (B) exoesqueleto incompleto, sistema circulatório misto e respiração traqueal. (C) exoesqueleto quitinoso, sistema circulatório aberto e respiração traqueal. (D) exoesqueleto mineralizado com quitosana, sistema circulatório traqueal como respiração. (E) endoesqueleto calcáreo, sistema circulatório aberto e respiração traqueal.

8 8 Química 13. Dentre as substâncias abaixo relacionadas, a que irá produzir ácido propanóico e propanona, quando tratada com permanganato de potássio (KMnO 4 ) em meio ácido, é a (A) 2-metil-2-buteno. (B) 2,3-dimetil-2-penteno. (C) 2-metil-2-penteno. (D) 3-metil-2-penteno. (E) 2,3-dimetil-2-buteno. 14. Sabendo que na reação a Hr > Hp, indique a opção que completa, respectivamente, as lacunas da frase abaixo: A variação de entalpia é ; a reação é, porque se processa calor. (A) positiva, exotérmica, liberando (B) positiva, endotérmica, absorvendo (C) negativa, exotérmica, liberando (D) negativa, endotérmica, absorvendo (E) negativa, exotérmica, absorvendo 15. A constante de equilíbrio (Kc ou Kp) mudará de valor, se (A) a temperatura for alterada. (B) for acrescentado um catalisador. (C) mudar a concentração de um participante. (D) a pressão total for alterada. (E) o volume diminuir.

9 9 16. Sabões são usualmente obtidos pela reação de ésteres de ácidos graxos com soda cáustica. As matérias-primas dessas substâncias são, respectivamente, (A) melaço de cana e cal. (B) gordura animal e cal. (C) gordura animal e água mineral. (D) óleo vegetal e salmoura. (E) petróleo e sal-gema. 17. Determine o grau de ionização de uma solução de ácido carbônico (H 2 CO 3 ) de concentração 0,02 M, sabendo que seu Ki é (A) 10-4 % (B) 10-2 % (C) 10-3 % (D) 10-1 % (E) N.D.A. 18. Certas plantas apresentam flores cujas cores são influenciadas pelo ph do solo. Uma dessas plantas apresenta floração rosa, quando o solo tem características básicas, e floração azul, quando o solo tem características ácidas. Em função disso, pode-se concluir que, em solos onde (A) [H + ] = 10-8, a cor é azul. (B) [H + ] > 10-7, a cor é azul. (C) [OH - ] < 10-7, a cor é rosa. (D) [OH - ] = 10-6, a cor é azul. (E) [H + ] > [OH - ], a cor é rosa. 19. Uma solução A possui ph = 2 e uma solução B possui ph = 12. É correto dizer que (A) a soma do ph e poh é igual a 14, em qualquer temperatura. (B) A solução A possui maior quantidade de íons hidroxilas que a solução B. (C) o ph da solução B deverá baixar com a adição de íons hidroxilas. (D) a solução B é ácida, enquanto que a solução A é básica. (E) a solução A é ácida, enquanto que B é alcalina. 20. Qual o ph de uma solução com [OH - ]= 3x10-5 mol/l? (Dado: log 3 = 0,2) (A) 5,8 (B) 5,2 (C) 3,2 (D) 9,2 (E) 4,8

10 Sobre a reação não balanceada, acima representada, e os compostos envolvidos, pode-se afirmar: (A) (B) (C) (D) (E) A reação é de esterificação. Se R possui uma ligação dupla, o composto I é um óleo. I é um éter e apresenta cadeia homogênea. O composto II é um enol. O composto III é um detergente 22. A análise de uma substância pela luz chama-se (A) eletrólise. (B) decomposição. (C) pirólise. (D) catálise. (E) fotólise. 23. Entre os ácidos inorgânicos de uso mais comum estão os ácidos clorídrico, sulfúrico e nítrico. Algumas das características desses ácidos são Ácido sulfúrico Ácido nítrico Ácido clorídrico (A) ternário fraco oxiácido (B) forte fraco hidrácido (C) oxiácido monoácido oxiácido (D) diácido forte hidrácido (E) binário monoácido binário 24. Qual das características abaixo é típica dos ácidos? (A) Tornam vermelha uma solução de fenolftaleína. (B) São compostos iônicos. (C) Possuem hidrogênio ionizável. (D) Reagem violentamente com água. (E) São dotados de elevada toxidez.

11 11 MATEMÁTICAS E SUAS TECNOLOGIAS Matemática 25. (UPF 2011) O número de anagramas da sigla UPFTV que inicia por vogal é (A) 24. (B) 48. (C) 8. (D) 120. (E) (COC 2013) A London Eye é uma das maiores rodas gigantes de observação do mundo, sendo um ousado projeto de engenharia que demorou sete anos para ser inaugurado, em Situada às margens do rio Tâmisa em Londres, recebe 3,5 milhões de turistas a cada ano. Suas 32 cápsulas são suficientes para levar 800 passageiros a cada volta, sendo que sua velocidade de rotação é 26 cm por segundo, o que permite a troca dos passageiros das cápsulas sem que a roda pare. A circunferência da roda corresponde a 424 m. Desconsiderando-se a distância da roda ao solo, a maior altura que se pode estar nessa roda é de aproximadamente (Dado: π= 3) (A) 350 m. (B) 90 m. (C) 220 m. (D) 60 m. (E) 140 m.

12 (COC 2014) Um determinado produto líquido é embalado em recipientes com o formato de um cilindro circular reto, como o da figura a seguir. Considere um rótulo que dê exatamente uma volta completa na embalagem e ocupe 100% da superfície lateral e considere, também, que a espessura da altura da tampa e do fundo são desprezíveis. A área do rótulo é (A) 2000 mm². (B) 2500 mm². (C) 3000 mm². (D) 3500 mm². (E) 4000 mm². 28. (UPF 2014) Alice não se recorda da senha que definiu no computador. Sabe apenas que é constituída por quatro letras seguidas, com pelo menos uma consoante. Se considerarmos o alfabeto como constituído por 23 letras, bem como que não há diferença para o uso de maiúsculas e minúsculas, quantos códigos dessa forma é possível compor? (A) 23 4 (B) (C) (D) (E)

13 (UPF 2014) Duas bolsas de estudo serão sorteadas entre 9 pessoas, sendo 7 mulheres e 2 homens. Considerando-se que uma pessoa desse grupo não pode ganhar as duas bolsas, qual a probabilidade de duas mulheres serem sorteadas? (A) 7 9 (B) 2 7 (C) 1 21 (D) 7 36 (E) (PUC RS 2014) A área ocupada pela arena do Grêmio, no bairro Humaitá, em Porto Alegre, é de m², e o gramado do campo de futebol, propriamente dito, tem dimensões de 105 m por 68 m. A área de terreno que excede à do campo é, aproximadamente, de m². (A) 7000 (B) (C) (D) (E) (UFSM 2014) A tabela mostra o resultado de uma pesquisa sobre tipos sanguíneos, em que foram testadas 600 pessoas. Qual e a probabilidade de uma pessoa escolhida ao acaso ter sangue do tipo A+ OU A-? (A) 2 25 (B) (C) 9 25 (D) (E) 11 25

14 (UFSM 2014) Para cuidar da saúde, muitas pessoas buscam atendimento em cidades maiores, onde há centros médicos especializados e hospitais mais equipados. Muitas vezes, o transporte até essas cidades e feito por vans disponibilizadas pelas prefeituras. Em uma van com 10 assentos, viajarão 9 passageiros e o motorista. De quantos modos distintos, os 9 passageiros podem ocupar suas poltronas na van? (A) (B) (C) (D) (E) (UFSM 2014) Uma alternativa encontrada para a melhoria da circulação em grandes cidades e em rodovias é a construção de túneis. A realização dessas obras envolve muita ciência e tecnologia. Um túnel em formato semicircular, destinado ao transporte rodoviário, tem as dimensões conforme a figura a seguir. Qual é o volume, em m³, no interior desse túnel? (A) π. (B) π. (C) π. (D) π. (E) π.

15 (UFRGS 2014) Os vértices do hexágono sombreado, na figura abaixo, são pontos médios das arestas de um cubo. Se o volume do cubo é 216, o perímetro do hexágono é (A) 3 2 (B) 6 2 (C) 18 2 (D) 12 2 (E) (UFRGS 2014) Considere um cilindro reto de altura 32 e raio da base 3, e uma esfera com volume igual ao do cilindro. Com essas condições, o raio da esfera é (A) 2. (B) 10. (C) 8. (D) 6. (E) (UFSC 2014 MODIFICADO) Assinale a(s) proposição (ões) CORRETA(S). I) O número do cartão de crédito é composto de 16 algarismos. Zezé teve seu cartão quebrado, perdendo a parte que contém os quatro últimos dígitos. Apenas consegue lembrar que o número formado por eles é par, começa com 3 e tem todos os algarismos distintos. Então, existem 280 números satisfazendo essas condições.

16 16 II) No prédio onde Gina mora, instalaram um sistema eletrônico de acesso no qual se deve criar uma senha com 4 algarismos, que devem ser escolhidos dentre os algarismos apresentados no teclado da figura. Para não esquecer a senha, ela resolveu escolher 4 algarismos dentre os 6 que representam a data de seu nascimento. Dessa forma, se Gina nasceu em 27/10/93, então ela pode formar 15 senhas diferentes com 4 algarismos distintos. III) Entre as últimas tendências da moda, pintar as unhas ganha um novo estilo chamado de filha única. A arte consiste em pintar a unha do dedo anelar de uma cor diferente das demais, fazendo a mesma coisa nas duas mãos, conforme mostra o exemplo na figura. Larissa tem três cores diferentes de esmalte, então, usando essa forma de pintar as unhas, poderá fazê-lo de 6 maneiras diferentes. IV) Uma fábrica de automóveis lançou um modelo de carro que pode ter até 5 tipos de equipamentos opcionais. O número de alternativas deste modelo, com respeito aos equipamentos opcionais, é igual a 10. (A) V F V F (B) F F F F (C) F V V F (D) V V V V (E) V F F V Física 37. (COC 2014) Durante um experimento didático, uma pequena lâmpada de filamento, submetida a um ddp de 1,5 V, dissipa uma potência de 0,3 W. Antes de realizarem o experimento, os estudantes foram informados que o filamento utilizado na confecção da lâmpada era de tungstênio e que a carga elementar de um elétron é, em módulo, e = 1, C. Com esses dados, foi possível ao grupo de estudantes chegarem teoricamente ao número de elétrons que atravessa o filamento da lâmpada durante um intervalo de 80 s. Esse número está corretamente escrito na alternativa: (A) 1, (B) 1, (C) 1, (D) 1, (E) 1,

17 (UFSM 2013) Um certo medicamento, tratado com fluido ideal, precisa ser injetado em um paciente, empregando-se para tanto, uma seringa. Considere que a área do êmbolo seja 400 vezes maior que a área da abertura da agulha e despreze qualquer forma de atrito. Um acréscimo de pressão igual a P sobre o êmbolo corresponde a qual acréscimo na pressão do medicamento na abertura da agulha? (A) 200 P (B) P 200 (C) P (D) 400 P (E) P (COC 2014) Em uma residência, os seguintes equipamentos permaneceram ligados durante duas horas: um aquecedor elétrico de W, um ferro de passar roupas de 980 W e duas lâmpadas, de 60 W cada uma. Nesse mesmo período, além desses equipamentos listados, um chuveiro elétrico de W funcionou durante 15 minutos. A energia total, em kwh, consumida durante esse período de duas horas foi de (A) 520 kwh. (B) 52 kwh. (C) 5,2 kwh. (D) kwh. (E) 0,52 kwh. 40. (COC 2014) Uma prática comum no dia a dia é misturarmos água gelada com água à temperatura ambiente, para que a mistura fique a uma temperatura agradável para ser ingerida. Em um copo de 500 ml, foram colocados 200 ml de água à temperatura ambiente (21 C). O copo foi completado com água resfriada a 6 C. Considerando o sistema termicamente isolado, e que o copo não participa da troca de calor, qual será a temperatura final da mistura? (A) 12 C (B) 13 C (C) 15 C (D) 18 C (E) 8,0 C 41. (UPF 2014) Dentre as alternativas descritas abaixo, assinale aquela que indica o aparelho com maior consumo de energia, em kwh. (A) Uma panela elétrica de W, usada durante 10 h. (B) Uma lâmpada incandescente de 0,120 kw, ligada pelo período de 20 h. (C) Um forno elétrico ligado a 200 V e com corrente nominal de 30 A, utilizado durante 5 h. (D) Um ferro de passar de W, ligado durante 5 h. (E) Um aquecedor de 40 A, funcionando a 200 V, durante 10h.

18 (UFSM 2014) O mergulho profundo pode causar problemas de saúde ao mergulhador devido à alta pressão. Num mar de aguas calmas, I - a pressão sobre o mergulhador aumenta aproximadamente 1 atm a cada 10 m de profundidade. II - o módulo da força de empuxo que atua sobre o mergulhador cresce linearmente com a profundidade. III - a diferença de pressão entre os pés e a cabeça do mergulhador, num mergulho vertical, é praticamente independente da profundidade. Esta (ão) correta(s) (A) apenas I. (B) apenas II. (C) apenas II e III. (D) apenas I e III. (E) I, II e III. 43. (UFSM 2014) O inverno é caracterizado pela ocorrência de baixas temperaturas, especialmente nas regiões ao sul do Brasil. Por essa razão, é alto o índice de incidência de doenças respiratórias, de modo que a primeira recomendação é manter-se abrigado sempre que possível e agasalhar-se adequadamente. Considerando os aspectos termodinâmicos dos fenômenos envolvidos, analise as afirmações: I - Os aquecedores devem ser mantidos próximos ao piso do ambiente, porque a condutividade térmica do ar é maior quando próxima à superfície da Terra. II - Energia é transferida continuamente entre o corpo e as suas vizinhanças, por meio de ondas eletromagnéticas. III - O ato de encolher-se permite as pessoas diminuir sua área exposta ao ambiente e, consequentemente, diminuir a perda de energia. Esta(ao) correta(s) (A) apenas I. (B) apenas II. (C) apenas I e III. (D) apenas II e III. (E) I, II e III. 44. (UFSM 2014) A temperatura do corpo humano considerada ideal varia entre 36 o C e 36,7 o C. Num sistema físico mais simples, como um gás ideal em equilíbrio, a temperatura está associada (A) à quantidade de calor interno. (B) ao grau de oscilação das partículas. (C) à energia absorvida ou perdida. (D) ao calor específico. (E) à energia média por partícula.

19 (UFRGS 2014) O termo horsepower, abreviado hp, foi inventado por James Watt (1783), durante seu trabalho no desenvolvimento das máquinas a vapor. Ele convencionou que um cavalo, em média, eleva 3,30 x 10 4 libras de carvão (1 libra ~ 0,454 Kg) à altura de um pé (~ 0,305 m) a cada minuto, definindo a potência correspondente como 1 hp (figura abaixo). Posteriormente, James Watt teve seu nome associado à unidade de potência no Sistema Internacional de Unidades, no qual a potência é expressa em watts (W). Com base nessa associação, 1 hp corresponde aproximadamente a (A) 76,2 W. (B) 369 W. (C) 746 W. (D) 466 W. (E) 404 W. 46. (UFRGS 2014) Considere um processo adiabático, no qual o volume ocupado por um gás ideal é reduzido a 1/5 do volume inicial. É correto afirmar que, nesse processo, (A) a energia interna do gás diminui. (B) a razão T/p (T=temperatura, p=pressão) torna-se 2 vezes o valor inicial. (C) a pressão e a temperatura do gás aumentam. (D) o trabalho realizado sobre o gás é igual ao calor trocado com o meio externo. (E) a densidade do gás permanece constante. 47. (UFRGS 2014) Materiais com mudança de fase são bastante utilizados na fabricação de tecidos para roupas termorreguladoras, ou seja, que regulam sua temperatura em função da temperatura da pele com a qual estão em contato. Entre as fibras do tecido, são incluídas microcápsulas contendo, por exemplo, parafina, cuja temperatura de fusão está próxima da temperatura de conforto da pele, 31 0 C. Considere que um atleta, para manter sua temperatura interna constante enquanto se exercita, libere 1,5 x 10 4 J de calor através da pele em contato com a roupa termorreguladora, e que o calor de fusão da parafina é LF=2,0 x 10 5 J/kg. Para manter a temperatura de conforto da pele, a massa de parafina encapsulada deve ser de, no mínimo, (A) 75 g. (B) 450 g. (C) 80 g. (D) 4000 g. (E) 130 g.

20 (UFPR 2014) Com o objetivo de encontrar grande quantidade de seres vivos nas profundezas do mar, pesquisadores, utilizando um submarino, chegaram até a profundidade de m no Platô de São Paulo. A pressão interna no submarino foi mantida igual à pressão atmosférica ao nível do mar. Considere que a pressão atmosférica ao nível do mar é de 1, N/m 2, a aceleração da gravidade é 10 m/s², e que a densidade da água seja constante e igual a 1,0 10³ kg/m³. Com base nos conceitos de hidrostática, assinale a alternativa que indica quantas vezes a pressão externa da água sobre o submarino, naquela profundidade, é maior que a pressão no seu interior, se o submarino repousa no fundo do platô. (A) 10. (B) 361. (C) 6. (D) (E) Filosofia 49. Leia os textos abaixo com atenção: CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS TEXTO I Há já algum tempo eu me apercebi de que, desde meus primeiros anos, recebera muitas falsas opiniões como verdadeiras, e de que aquilo que depois eu fundei em princípios tão mal assegurados não podia ser senão mui duvidoso e incerto. Era necessário tentar seriamente, uma vez em minha vida, desfazer-me de todas as opiniões a que até então dera crédito, e começar tudo novamente, a fim de estabelecer um saber firme e inabalável. DESCARTES, R. Meditações concernentes à Primeira Filosofia. São Paulo: Abril Cultural, 1973 (adaptado). TEXTO II É o caráter radical do que se procura que exige a radicalização do próprio processo de busca. Se todo o espaço for ocupado pela dúvida, qualquer certeza que aparecer a partir daí terá sido de alguma forma gerada pela própria dúvida, e não será seguramente nenhuma daquelas que foram anteriormente varridas por essa mesma dúvida. SILVA, F. L. Descartes: a metafísica da modernidade. São Paulo: Moderna, 2001 (adaptado). A exposição e a análise do projeto cartesiano indicam que, para viabilizar a reconstrução radical do conhecimento, deve-se (A) retomar o método tradicional da idade média para edificar a ciência com legitimidade. (B) questionar de forma ampla e profunda as antigas ideias e concepções. (C) investigar os conteúdos da consciência dos homens menos esclarecidos. (D) buscar uma via para eliminar da memória saberes antigos e ultrapassados, pois não têm serventia. (E) encontrar ideias e pensamentos baseados no místico e espiritual.

21 Os produtos e seu consumo constituem a meta declarada do empreendimento tecnológico. Essa meta foi proposta pela primeira vez no início da Modernidade, como expectativa de que o homem poderia dominar a natureza. No entanto, essa expectativa, convertida em programa anunciado por pensadores como Descartes e Bacon e impulsionado pelo Iluminismo, não surgiu "de um prazer de poder", "de um mero imperialismo humano", mas da aspiração de libertar o homem e de enriquecer sua vida, física e culturalmente. CUPANI, A. A tecnologia como problema filosófico: três enfoques. Scientiae Studia, São Paulo, v. 2, n. 4, 2004 (adaptado). Autores da Filosofia moderna, notadamente Descartes e Bacon, e o projeto iluminista concebem a ciência como uma forma de saber que almeja libertar o homem das intempéries da natureza. Nesse contexto, a investigação científica consiste em (A) ser a expressão da razão e servir de modelo para outras áreas do saber que almejam o progresso. (B) expor a essência da verdade e resolver definitivamente as disputas teóricas ainda existentes na igreja católica. (C) oferecer a última palavra acerca das coisas que existem e ocupar o lugar que outrora foi da Filosofia. (D) explicitar as leis gerais que permitem interpretar a natureza, baseando-se em conceitos éticos e religiosos. (E) explicar a dinâmica presente entre os fenômenos naturais e impor limites aos debates acadêmicos. 51. "Até hoje se admitia que nosso conhecimento se devia regular pelos objetos; porém, todas as tentativas para descobrir, mediante conceitos, algo que ampliasse nosso conhecimento, malogravam-se com esse pressuposto. Tentemos, pois, uma vez, experimentar se não se resolverão melhor as tarefas da metafísica, admitindo que os objetos se devessem regular pelo nosso conhecimento" (Kant, Prefácio da Crítica da Razão Pura, BXVI). O trecho em questão é uma referência ao que ficou conhecido como revolução copernicana na Filosofia. Nele, confrontam-se duas posições filosóficas que assumem pontos de vista opostos acerca da natureza do conhecimento. Os nomes dessas duas posições filosóficas são (A) Idealismo e Racionalismo. (B) Empirismo e Idealismo. (C) Apriorismo e Transcendentalismo. (D) Realismo e Idealismo. (E) Racionalismo e Empirismo.

22 Leia o trecho abaixo: "Para muitos adultos, a experiência de se admirar e refletir nunca exerceu nenhuma influência sobre suas vidas. Assim, esses adultos deixaram de questionar e buscar os significados da sua experiência e, finalmente, tornaram-se exemplos de aceitação passiva que as crianças acatam como modelos para a própria conduta. Desse modo, a proibição de se admirar e de questionar se transmite de geração para geração. Em pouco tempo, as crianças que agora estão na escola serão pais. Se pudermos, de algum modo, preservar o seu senso natural de deslumbramento, sua prontidão em buscar o significado e sua vontade de compreender o porquê de as coisas serem como são, haverá uma esperança de que ao menos essa geração não sirva aos próprios filhos como modelo de aceitação passiva". (SHARP, A. LIPMAN, M; OSKANIAN, F. A Filosofia na sala de aula. São Paulo: Nova Alexandria, 1994, p. 55). No que se refere ao ensino da Filosofia para crianças, é correto afirmar que a ideia central desses autores é: (A) o ensino da Filosofia para crianças é importante, porque aproveita a ingenuidade e a imaturidade das crianças e jovens para discutir as ideias dos sistemas filosóficos. (B) o ensino da Filosofia para crianças é importante, porque dá continuidade ao estímulo que os pais dão às crianças para agirem mecanicamente. (C) o ensino da Filosofia para crianças é importante, porque promove uma melhor interação das crianças com seus pais. (D) o ensino da Filosofia para crianças é importante, porque será mantida a disposição natural das crianças de se admirar e questionar o mundo. (E) o ensino da Filosofia para crianças é importante, porque a criança não tem maturidade suficiente para fazer uma reflexão filosófica. 53. Analise o texto abaixo: Para os seguidores do..., o fundamento e a fonte de todo o conhecimento é a experiência sensível, que é responsável pela existência das ideias na razão e controla o seu trabalho, pois o valor e o sentido da atividade racional depende do que é determinado pela.... Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas do texto. (A) Marxismo prática. (B) Naturalismo natureza. (C) Empirismo - experiência sensível. (D) Materialismo matéria. (E) Realismo objetividade. 54. Analise o texto abaixo: Caracteriza o a sua oposição à metafísica e a sua proposta de construção de uma Filosofia que se baseasse, nas investigações e na ciência. Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas do texto. (A) Realismo - na razão. (B) Estruturalismo - nas estruturas. (C) Positivismo - nos fatos. (D) Experimentalismo - na experiência. (E) Empirismo - na verificação.

23 Leia o texto: "Todas as ideias derivam da sensação ou da reflexão. Suponhamos, pois, que a mente é, como dissemos, um papel em branco, desprovida de todos os caracteres, sem quaisquer ideias; como ela será suprida? De onde lhe provém este vasto estoque, que a ativa e que a ilimitada fantasia dos homens pintou nela uma variedade quase infinita? De onde apreende todos os materiais da razão e do conhecimento? A isso respondo, numa palavra, da experiência". (LOCKE, J. Ensaio sobre o entendimento humano, II, I,1, p.166,os pensadores). Com base no conhecimento da Teoria do Conhecimento, o texto acima se refere à teoria denominada: (A) Inatismo. (B) Intelectualismo. (C) Racionalismo. (D) Empirismo. (E) Finalismo. 56. A Filosofia é uma reflexão crítica a respeito do conhecimento e da ação, a partir da análise dos pressupostos do pensar e do agir e, portanto, como fundamentação teórica e crítica dos conhecimentos e das práticas. Fonte: MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio Mais (PCN+EM) Fazer com que o pensamento se volte para si mesmo para conhecer-se é uma das características da reflexão crítica. Está correto afirmar que são características da reflexão intelectual: (A) refletir apenas as imagens presentes; refletir sobre si mesmo; precisar de ideias e conhecimento. (B) refletir sobre coisas invisíveis, ou abstratas; é possível melhorá-la a partir do conhecimento; poder refletir sobre si mesmo. (C) não poder refletir sobre si mesmo; refletir sobre coisas invisíveis ou abstratas; refletir apenas as imagens presentes. (D) refletir apenas as imagens presentes; precisar de luz para ocorrer. (E) refletir apenas o que é visível; poder refletir sobre si mesmo; refletir sobre coisas do passado. 57. Em Filosofia, a ideia de "pensamento crítico" envolve, necessária e recorrentemente, (A) elaboração conceitual, procedimentos argumentativos e problematização. (B) a denúncia dos problemas promovidos pela sociedade e igreja. (C) a discussão associada com a sociologia. (D) amplo conhecimento da história da filosofia e dos problemas filosóficos. (E) relação com as experiências, demandas e interesses dos estudantes.

24 As experiências e erros do cientista consistem de hipóteses. Ele as formula em palavras, e muitas vezes, por escrito. Pode, então, tentar encontrar brechas em qualquer uma dessas hipóteses, criticando-a experimentalmente, ajudado por seus colegas cientistas, que ficarão deleitados se puderem encontrar uma brecha nela. Se a hipótese não suportar essas críticas e esses testes pelo menos tão bem quanto suas concorrentes, será eliminada. (POPPER, Karl. Conhecimento objetivo. Trad. de Milton Amado. São Paulo: Edusp & Itatiaia, p. 226.). Com base no texto e nos conhecimento sobre ciência e método científico, é CORRETO afirmar: (A) A crítica no meio científico significa o fracasso do cientista que formulou hipóteses incorretas. (B) O conflito de hipóteses científicas deve ser resolvido por quem as formulou, sem ajuda de outros cientistas. (C) O método crítico consiste em simplesmente aceitar as hipóteses. (D) A atitude crítica é um empecilho para o progresso científico. (E) O método científico implica a possibilidade constante de refutações teóricas por meio de experimentos. 59. A lista de concepções da Filosofia propostas ao longo de sua história pode ser estendida indefinidamente. Sua variedade é tão grande que dificilmente se pode encontrar um elemento que perpasse todas as concepções em todas as épocas. Para a Filosofia, conhecer significa (A) acreditar em Deus como a única verdade e não procurar outra verdade. (B) Simplesmente existir. (C) trazer a verdade à luz, mesmo que ela seja limitada. (D) ignorar as descobertas científicas porque elas não provam nada, e aceitar tudo o que dizem os livros sagrados. (E) é um ato impossível do ser humano. Não somos capazes de conhecer as coisas que envolvem a vida. 60. As teses fundamentais do Positivismo são as seguintes: 1. A ciência é o único conhecimento possível e o único válido. (...) 2. O método da ciência é puramente descritivo, no sentido de descrever os fatos e mostrar as relações constantes entre os fatos. (...) 3. o método da ciência, por ser o único válido, deve ser estendido a todos os campos de indagação e da atividade humana; toda a vida humana, individual ou social, deve ser guiada por ele. (Abbagnano, Nicola. Dicionário de Filosofia. São Paulo, Martins Fontes, 2007, pp Adaptado) De acordo com as concepções positivistas, o conhecimento válido é aquele que (A) pressupõe a existência do progresso em um sentido linear e acumulativo. (B) apresenta caráter privado, tal como ocorria nas modalidades alquimistas de saber. (C) baseia-se em pressupostos metafísicos tal como os concebiam os escolásticos. (D) significou uma ruptura radical em relação aos postulados mecanicistas cartesianos. (E) entende a ciência como integração entre concepções racionais e místicas.

25 25 Geografia 61. (VUNESP) No Brasil, a expansão industrial gerou grandes complexos agroindustriais, sobre os quais se afirma que: I. O capital necessário para esses empreendimentos foi fornecido pelo Estado (através de empréstimos especiais), pelo grande capital industrial e pelo grande capital agrário. II. Pequenos e médios proprietários vendem sua produção para grandes empresas, antes da colheita, as quais supervisionam aplicação dos investimentos e a qualidade dos produtos. Essas empresas não precisam, portanto, investir em terras para obterem suas matérias-primas. III. Entre os maiores complexos agroindustriais está o da cana, com extensas áreas agrícolas, gerando melhores condições de trabalho no campo, o que contribui para conduzir a concentração de renda no meio rural. Assinale a alternativa correta: (A) Apenas a afirmativa I é verdadeira. (B) Apenas a afirmativa II é verdadeira. (C) Apenas a afirmativa III é verdadeira. (D) Apenas as afirmativas I e II são verdadeiras. (E) Apenas as afirmativas II e III são verdadeiras. 62. (UFJF MG) Leia, com atenção, o texto a seguir: Segundo o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA, 2005), este tipo de agricultura produz hoje 40% da riqueza gerada no campo no Brasil, correspondente a aproximadamente R$ 57 bilhões. São cerca de quatro milhões de agricultores (84% dos estabelecimentos rurais brasileiros) que vivem em pequenas propriedades e produzem a maior parte da comida que chega à mesa dos brasileiros. Quase 70% do feijão vêm dessa atividade, assim como 84% da mandioca, 58% da produção de suínos, 54% do leite bovino, 49% do milho e 40% das aves e ovos. Além disso, é um importante instrumento para manter os trabalhadores no campo. Em 2003, o PIB do setor cresceu 14,31% em relação ao ano anterior. Além de ser a base de importantes cadeias de produtos proteicos de origem animal, sendo majoritária no caso do PIB da Cadeia Produtiva dos Suínos (58,8% do PIB total desta cadeia), do Leite (56%) e das Aves (51%). Fonte: Marque o conceito que se adequa CORRETAMENTE às informações. (A) Latifúndio de exploração (B) Agricultura familiar (C) Agricultura de plantatione (D) Agricultura de terraceamento (E) Monocultura de subsistência 63. (UFMS) O Cinturão Verde é um tipo de agricultura intensiva praticada ao redor dos grandes centros urbanos para atender às necessidades de consumo de produtos hortifrutigranjeiros e da pecuária leiteira da população local. É característica do Cinturão Verde: (A) a prática da silvicultura para a produção de matéria-prima destinada às centrais de abastecimento alimentar; (B) a ocupação de grandes áreas com solos mais férteis; (C) a existência de monocultura ligada ao agronegócio; (D) a paisagem típica de área florestal (E) a produção em pequenas propriedades com emprego de tecnologia na produção;

26 (UFRGS) A produção agrícola é diversificada mundialmente devido às distintas condições físicas, econômicas, tecnológicas e culturais das regiões geográficas. A seguir, no primeiro bloco, são citados quatro sistemas agrícolas. No segundo bloco, são apresentadas as caracterizações de três deles. Associe adequadamente as caracterizações aos respectivos sistemas. 1. Agricultura de jardinagem 2. Agricultura de "plantation" 3. Agricultura moderna 4. Agricultura ecológica ( ) Predomínio de pequenas ou médias propriedades especializadas na rizicultura, que adotam técnicas milenares de cultivo e utilizam mão-de-obra familiar. ( ) Produção obtida em médias e grandes propriedades altamente capitalizadas, que apresentam alta produtividade em decorrência, entre outros fatores, da seleção de sementes e da mecanização intensiva. ( )Produção obtida em pequenas e médias propriedades com mão-de-obra familiar, com uso de técnicas de controle biológico e informacional, fertilizantes orgânicos e rotação de culturas. A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é (A) (B) (C) (D) (E) (ENEM) No Estado de São Paulo, a mecanização da colheita da cana-de-açúcar tem sido induzida também pela legislação ambiental, que proíbe a realização de queimadas em áreas próximas aos centros urbanos. Na região de Ribeirão Preto, principal polo sucroalcooleiro do país, a mecanização da colheita já é realizada em 516 mil dos 1,3 milhão de hectares cultivados com cana-de-açúcar. BALSADI, O. et al. Transformações Tecnológicas e a força de trabalho na agricultura brasileira no período de Revista de economia agrícola. V. 49 (1), O texto aborda duas questões, uma ambiental e outra socioeconômica, que integram o processo de modernização da produção canavieira. Em torno da associação entre elas, uma mudança decorrente desse processo é a (A) perda de nutrientes do solo, devido à utilização constante de máquinas. (B) ampliação da oferta de empregos nesse tipo de ambiente produtivo. (C) menor compactação do solo pelo uso de maquinário agrícola de porte. (D) eficiência e racionalidade no plantio com maior produtividade na colheita. (E) poluição do ar pelo consumo de combustíveis fósseis pelas máquinas. 66. (IBMEC) A luta pela terra no Brasil existe há décadas e já fez várias vítimas, entre trabalhadores do campo, religiosos e outros. Entre as principais razões dos conflitos de terra no Brasil, pode-se citar: (A) A disputa pelas poucas áreas férteis em nosso território, típico de terras montanhosas. (B) A divisão excessiva da terra em pequenas propriedades, dificultando o aumento da produção. (C) A concentração da propriedade da terra nas mãos de poucos e a ausência de uma reforma agrária efetiva. (D) A perda do valor da terra agrícola pelo crescimento da industrialização no nosso país. (E) A utilização intensiva de mão de obra permanente, onerando o grande produtor rural.

27 (ENEM) As queimadas, cenas corriqueiras no Brasil, consistem em prática cultural relacionada com um método tradicional de "limpeza da terra" para introdução e/ou manutenção de pastagem e campos agrícolas. Esse método consiste em: (a) derrubar a floresta e esperar que a massa vegetal seque; (b) atear fogo, para que os resíduos grosseiros, como troncos e galhos, sejam eliminados e as cinzas resultantes enriqueçam temporariamente o solo. Todos os anos, milhares de incêndios ocorrem no Brasil, em biomas como Cerrado, Amazônia e Mata Atlântica, em taxas tão elevadas, que se torna difícil estimar a área total atingida pelo fogo. CARNEIRO FILHO, A. Queimadas. Almanaque Brasil Socioambiental. São Paulo Instituto Socioambiental 2007 (adaptado). Um modelo sustentável de desenvolvimento consiste em aliar necessidades econômicas e sociais à conservação da biodiversidade e da qualidade ambiental. Nesse sentido, o desmatamento de uma floresta nativa, seguido da utilização de queimadas, representa (A) método eficaz para a manutenção da fertilidade do solo. (B) ameaça à biodiversidade e impacto danoso à qualidade do ar e ao clima global. (C) atividade justificável, tendo em vista a oferta de mão-de-obra. (D) destinação adequada para os resíduos sólidos resultantes da exploração da madeira. (E) valorização de práticas tradicionais dos povos que dependem da floresta para sua sobrevivência. 68. (UNESP) O Brasil é o sexto produtor mundial de alumina, mas possui a maior área de exploração do mundo do minério do qual ela é extraída. Observe o mapa. Assinale a alternativa que indica, corretamente, o nome do minério, o estado brasileiro onde essa jazida está localizada e a bacia hidrográfica envolvida. (A) Bauxita; Pará; rio Trombetas (B) Alumínio; Amazonas; rio Amazonas. (C) Ferro; Pará; rio Negro. (D) Cassiterita; Amazonas; rio Juruá. (E) Cobre; Amazonas; rio Madeira.

28 (FUVEST) Na Amazônia, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), nos últimos quinze anos, foram desmatados km2, o que representa 5% da área total da Amazônia Legal. Observe os três quadros, que representam três etapas do processo de ocupação da Amazônia. Assinale a alternativa que contém a sucessão correta dessas etapas. (A) Pastagem, silvicultura e lavoura. (B) Lavoura, pastagem e reflorestamento. (C) Reflorestamento, pastagem e lavoura. (D) Exploração de madeira, lavoura e pastagem. (E) Exploração de madeira, pastagem e lavoura. 70. (UFSM) Em muitos países do mundo, o direito à livre expressão é tolhido por motivos de ordem política e/ou religiosa, como é o caso dos Estados Islâmicos. Qual das características desses países melhor explica a perda da liberdade? (A) A desigualdade na distribuição da riqueza entre os donos do petróleo e a grande massa pobre desses países. (B) A negação da separação entre o Estado e a religião se traduz no estabelecimento de um rígido controle moral sobre o conjunto da população. (C) A existência de constantes conflitos armados nas fronteiras desses países, o que demanda uma maior presença militar do Estado. (D) A proliferação de grupos paramilitares fortemente armados, como o Hamas palestino e o Hezbollah libanês, que contribuiu para aumentar o medo e diminuir a livre expressão popular. (E) A grande diversidade religiosa da população, obrigando o Estado a manter um rígido controle para evitar a eclosão de conflitos religiosos.

29 (UEL PR) Analise a imagem a seguir. Depois de 38 anos, em agosto de 2005, chegou ao fim a ocupação israelense na Faixa de Gaza. Com base no mapa e nos conhecimentos sobre o tema, considere as afirmativas a seguir. I) A retirada da população judia dos assentamentos da faixa de Gaza está relacionada ao Plano de Paz, elaborado com o objetivo de mitigar os ataques terroristas a Israel. II) Apesar da forte oposição de grupos radicais religiosos à retirada da população israelense da faixa de Gaza, a maioria da população daquele país foi a favor do ato. III) Compõe um dos focos das estratégias do Plano de Paz, a retirada da população judia da cidade de Jerusalém. IV) Ao longo do tempo, a permanência da minoria judaica na faixa de Gaza tornou-se problemática em decorrência da presença de mais de um milhão de palestinos na região. Estão corretas apenas as afirmativas: (A) I e II. (B) I, II e IV. (C) II e III. (D) III e IV. (E) I, III e IV. 72. A charge, publicada em , faz alusão à Courrier Internacional n.º 66, 2008 (A) ação militar de Israel em reação às lideranças do Hamas, que exercem o poder na Palestina. (B) ocupação, por militares dos Estados Unidos, do Iraque, acusado de manter armas nucleares. (C) contraofensiva de Israel ao Líbano, em resposta a agressões promovidas pelo Hizbollah. (D) presença militar do Ocidente no Oriente Médio, para garantir o acesso a recursos energéticos. (E) rejeição às forças de paz da ONU, que não evitaram a eclosão de novos conflitos árabeisraelenses.

30 30 História 73. (VUNESP SP) O islamismo, ideologia difundida a partir da Alta Idade Média em que o poder político confunde-se com o poder religioso, era dotado de certa heterogeneidade, o que pode ser constatado na existência de seitas rivais, como (A) Cristãos e Muezins. (B) Sunitas e Xiitas. (C) Politeístas e Monoteístas. (D) Sunitas e Cristãos. (E) Xiitas e Politeístas. 74. (FUVEST SP) Do Grande Cisma do Oriente, sofrido pelo cristianismo no século XI, resultou (A) a divisão da Igreja em Católica Romana e Ortodoxa Grega. (B) a heresia dos Albigenses, condenada pelo papa Inocêncio II. (C) a Querela das Investiduras, que proibia a investidura de clérigos por leigos. (D) a Reforma protestante, que levou à quebra da unidade da Igreja Católica na Europa Ocidental. (E) o estabelecimento dos tribunais da Inquisição pela Igreja Católica. 75. (UDESC 2010) O Brasil é o café e o café é o negro. Essa frase, comum nos círculos dominantes da primeira metade do século XIX, só em parte é verdadeira. O Brasil não era só café, como não fora só açúcar. Além disso, a produção cafeeira iria prosseguir no futuro, sem o concurso do trabalho escravo. Mas não há dúvida de que, nesse período, boa parte da expansão do tráfico de escravos se deveu às necessidades da lavoura de café. (FAUSTO, Boris. História do Brasil. 6 ed. São Paulo: EDUSP, p. 192.) Analise as assertivas em relação ao excerto. I O café brasileiro se desenvolveu com uso exclusivo da mão de obra do imigrante europeu, nas fazendas em Minas Gerais e São Paulo. II O tráfico de escravos sofreu um incremento dada a necessidade de mão de obra para as lavouras de café. III A produção de café continuou no Brasil, mesmo com o fim do trabalho escravo. Contudo, faltaram políticas que inserissem o liberto no mercado de trabalho assalariado. Assinale a alternativa correta. (A) (B) (C) (D) (E) Somente a afirmativa I é verdadeira. Somente as afirmativas I e II são verdadeiras. Somente a afirmativa III é verdadeira. Somente as afirmativas II e III são verdadeiras. Todas as afirmativas são verdadeiras.

31 (UDESC 2009) O período monárquico no Brasil costuma ser dividido em três momentos distintos: Primeiro Reinado ( ); Regências ( ) e Segundo Reinado ( ). Sobre as principais questões que marcaram esses momentos, assinale a alternativa incorreta. (A) A primeira etapa da monarquia brasileira teve dificuldades para se consolidar, o Primeiro Reinado foi curto e marcado por tumultos e conflitos entre D. Pedro I - que era português - com os brasileiros. (B) A primeira Constituição Brasileira foi outorgada em 1824, por D. Pedro I. (C) A Guerra do Paraguai marcou o Primeiro Reinado e foi a grande responsável pelo enfraquecimento do poder de D. Pedro I, resultando na Independência do Brasil. (D) A segunda etapa da história do Brasil monárquico inicia-se em 1831, com a renúncia de D. Pedro I em favor do filho, Pedro de Alcântara, com apenas cinco anos de idade. (E) O terceiro momento da monarquia no Brasil se inicia com o reinado de Dom Pedro II, período marcado pela centralização do poder de um lado e pelas disputas político partidárias entre liberais e conservadores, de outro. 77. (FGV) A chamada crise do século XIV, na Europa Ocidental, caracterizou-se por um conjunto de fatores como más colheitas, fome, epidemias, rebeliões camponesas e guerras. Pode-se dizer que tais elementos (A) contribuíram para o aumento relativo da população das cidades, onde os índices de mortalidade eram menores que no campo. (B) fizeram diminuir as taxas e obrigações senhoriais que recaíam sobre os servos e levaram à adoção da escravidão de africanos nos senhorios feudais. (C) fortaleceram as instituições medievais, principalmente o caráter internacional das universidades. (D) provocaram um enfraquecimento geral da cristandade, sobretudo na península Ibérica, o que permitiu uma nova ofensiva islâmica na região. (E) abalaram o sistema feudal, provocando uma acentuada queda demográfica, num processo inverso ao da expansão verificada entre os séculos XI e XIII. 78. (UFF 2012) Nos últimos anos, a historiografia nacional e internacional tem somado esforços para compreender as redes de alianças que explicam as estratégias de sobrevivência no mundo rural. No caso brasileiro, esse tem sido o foco central nos estudos sobre as famílias escravas ao longo dos séculos XVIII e XIX. A partir dessa proposição, pode-se afirmar que (A) a família patriarcal brasileira era a expressão da organização no Brasil colônia. Nesse sentido, é incorreto afirmar que as estratégias de sobrevivência dos cativos implicavam formas de organização familiar. (B) a enorme desproporção entre o número de escravos e escravas inibia formas de organização que não incorporassem os portugueses. Por essa razão, a constituição de famílias formada apenas por cativos foi uma realidade norte-americana, não brasileira. (C) a despeito dos enormes entraves para a constituição de famílias escravas, posto que os cativos eram mercadorias, é possível identificar a existência de uniões estáveis de cativos no Brasil dos séculos XVIII e XIX. (D) as redes de alianças que explicam as estratégias das famílias escravas representaram uma concessão do senhor de escravos, cabendo a ele, única e exclusivamente, a decisão por unir os familiares cativos. (E) os setores sociais do mundo rural, livres ou libertos, estiveram à parte das redes de alianças dos cativos, sendo eles excluídos no processo de constituição de famílias.

Biologia. Sistema circulatório

Biologia. Sistema circulatório Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 10B Ensino Médio Equipe de Biologia Data: Biologia Sistema circulatório O coração e os vasos sanguíneos e o sangue formam o sistema cardiovascular ou circulatório.

Leia mais

SISTEMA CIRCULATÓRIO

SISTEMA CIRCULATÓRIO SISTEMA CIRCULATÓRIO FUNÇÕES DO SISTEMA CIRCULATÓRIO: Transporte de substâncias : * Nutrientes para as células. * Resíduos vindos das células. *Gases respiratórios. * Hormônios. OBS: O sangue também pode

Leia mais

SISTEMA CIRCULATÓRIO COMPARADO. PROFESSOR: João Paulo

SISTEMA CIRCULATÓRIO COMPARADO. PROFESSOR: João Paulo SISTEMA CIRCULATÓRIO COMPARADO PROFESSOR: João Paulo PORÍFEROS Não apresentam organização tissular. A difusão aparece como forma de trocar alimentos, gases respiratórios e excretas entre si e com o meio.

Leia mais

Sistema circulatório

Sistema circulatório Sistema circulatório O que é: também conhecido como sistema cardiovascular é formado pelo coração e vasos sanguíneos. Tal sistema é responsável pelo transporte de nutrientes, gases, hormônios, excreções

Leia mais

BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO

BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO Professor: CRISTINO RÊGO Disciplina: CIÊNCIAS Assunto: FUNDAMENTOS DE GENÉTICA Belém /PA BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO 1. A importância da digestão para o nosso corpo é: a) desenvolver nosso organismo.

Leia mais

Aula 19 Conteúdo O homem e o meio ambiente. Principais problemas ambientais do mundo.

Aula 19 Conteúdo O homem e o meio ambiente. Principais problemas ambientais do mundo. CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade IV Natureza sociedade: questões ambientais. Aula 19 Conteúdo O homem e o meio ambiente. Principais problemas ambientais do mundo. 2 CONTEÚDO

Leia mais

Equipe de Geografia GEOGRAFIA

Equipe de Geografia GEOGRAFIA Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 7B Ensino Médio Equipe de Geografia Data: GEOGRAFIA 1. Agricultura no Brasil: Breve histórico - Brasil Colônia: monocultura da cana se destacava como produto principal,

Leia mais

Fazendo a digestão. A voz do professor. A voz do professor. De onde provém a energia necessária para o movimento dos automóveis?...

Fazendo a digestão. A voz do professor. A voz do professor. De onde provém a energia necessária para o movimento dos automóveis?... A U A UL LA Fazendo a digestão Atenção De onde provém a energia necessária para o movimento dos automóveis? Nosso corpo é semelhante a um carro. Como você acha que conseguimos energia para viver? Um corpo

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS 01

LISTA DE EXERCÍCIOS 01 LISTA DE EXERCÍCIOS 01 01 - (Unicamp 2014) Desde o período neolítico, os povos de distintas partes do mundo desenvolveram sistemas agrários próprios aproveitando as condições naturais de seus habitats

Leia mais

Objetivo Conteúdos Habilidades

Objetivo Conteúdos Habilidades Tema 8 Um Lugar Frio e Escuro Objetivo investigar as condições ambientais predominantes nos oceanos, com destaque para os gradientes verticais de temperatura, luz e pressão hidrostática. Conteúdos física,

Leia mais

Aula 5 A energia não é o começo de tudo, mas já é um início

Aula 5 A energia não é o começo de tudo, mas já é um início Aula 5 A energia não é o começo de tudo, mas já é um início Itens do capítulo 5 A energia não é o começo de tudo, mas já é o início 5. A energia não é o começo de tudo, mas já é o início 5.1 O consumo

Leia mais

física EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014

física EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 física Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Física. Não abra o caderno antes de receber autorização.

Leia mais

Biofísica. Patrícia de Lima Martins

Biofísica. Patrícia de Lima Martins Biofísica Patrícia de Lima Martins 1. Conceito É uma ciência interdisciplinar que aplica as teorias, a metodologia, conhecimentos e tecnologias da Matemática, Química e Física para resolver questões da

Leia mais

Fisiologia: Digestão, respiração, circulação, excreção, coordenação e reprodução

Fisiologia: Digestão, respiração, circulação, excreção, coordenação e reprodução Fisiologia: Digestão, respiração, circulação, excreção, coordenação e reprodução 1. No nosso organismo existem dois tipos de enzimas do tipo amilase, a amilase pancreática e a amilase salivar, com velocidades

Leia mais

Introdução. Observando o ambiente

Introdução. Observando o ambiente Introdução A curiosidade natural do homem, o leva a explorar o ambiente que o cerca, observando, analisando, realizando experiências, procurando saber o porquê das coisas. Nesta atividade, exploradora

Leia mais

Sistema Circulatório. Sistema Circulatório. Ciências Naturais 9º ano

Sistema Circulatório. Sistema Circulatório. Ciências Naturais 9º ano Sistema Circulatório Índice Sangue Coração Ciclo cardíaco Vasos sanguíneos Pequena e grande circulação Sistema linfático Sangue Promove a reparação de tecidos lesionados. Colabora na resposta imunológica

Leia mais

CALORIMETRIA, MUDANÇA DE FASE E TROCA DE CALOR Lista de Exercícios com Gabarito e Soluções Comentadas

CALORIMETRIA, MUDANÇA DE FASE E TROCA DE CALOR Lista de Exercícios com Gabarito e Soluções Comentadas COLÉGIO PEDRO II PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA PROGRAMA DE RESIDÊNCIA DOCENTE RESIDENTE DOCENTE: Marcia Cristina de Souza Meneguite Lopes MATRÍCULA: P4112515 INSCRIÇÃO: PRD.FIS.0006/15

Leia mais

Mostrar os Objetos 10 Contar a história seguindo os slides (anexo1) 40

Mostrar os Objetos 10 Contar a história seguindo os slides (anexo1) 40 Aula 1: A história do banheiro Tema Mostrar ao aluno como era a vida das pessoas que não possuíam os recursos sanitários conhecidos hoje, a história de como surgiu à necessidade dos mesmos, sua origem

Leia mais

05/10/2013 SISTEMA CIRCULATÓRIO. Evolução do sistema circulatório. Fisiologia do Sistema Circulatório ou Cardiovascular

05/10/2013 SISTEMA CIRCULATÓRIO. Evolução do sistema circulatório. Fisiologia do Sistema Circulatório ou Cardiovascular SISTEMA CIRCULATÓRIO Prof.Msc.MoisésMendes professormoises300@hotmail.com www.moisesmendes.com Fisiologia do Sistema Circulatório ou Cardiovascular Esse sistema é constituído por um fluido circulante (o

Leia mais

Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO. Comentário: Energia de Capacitor. Comentário: Questão sobre atrito

Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO. Comentário: Energia de Capacitor. Comentário: Questão sobre atrito Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO A prova de física exigiu um bom conhecimento dos alunos. Há questões relacionadas principalmente com a investigação e compreensão dos

Leia mais

Município D 8.902 545 6,12 Município E 231.977 3.544 1,53 Município F 93.655 1.280 1,37

Município D 8.902 545 6,12 Município E 231.977 3.544 1,53 Município F 93.655 1.280 1,37 01 - Os problemas ambientais estão na ordem do dia dos debates científicos, das agendas políticas, da mídia e das relações econômicas. Até muito recentemente, ao se falar de meio ambiente, as instituições

Leia mais

Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo

Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo A UA UL LA MÓDULO 7 Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo Nesta aula O café foi o principal produto de exportação durante a República Velha. Os cafeicultores detinham o controle da

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012

PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012 PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012 ano: 9º disciplina: geografia professor: Meus caros (as) alunos (as): Durante o 2º trimestre, você estudou as principais características das cidades globais e das megacidades

Leia mais

Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos

Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos POPULAÇÃO BRASILEIRA Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos Desde a colonização do Brasil o povoamento se concentrou no litoral do país. No início do século XXI, a população brasileira ainda

Leia mais

O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa.

O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa. O que é o Aquecimento Global? O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa. O efeito estufa é um fenômeno natural e consiste na retenção de calor irradiado pela

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR

SISTEMA CARDIOVASCULAR SISTEMA CARDIOVASCULAR Professora: Edilene biologolena@yahoo.com.br Sistema Cardiovascular Sistema Cardiovascular Composto pelo coração, pelos vasos sanguíneos e pelo sangue; Tem por função fazer o sangue

Leia mais

Prof. Me. Leandro Parussolo

Prof. Me. Leandro Parussolo HISTOFISIOLOGIA ANIMAL AULA - SISTEMA CARDIOVASCULAR Prof. Me. Leandro Parussolo SISTEMA CARDIOVASCULAR INTRODUÇÃO A função da circulação é realizada pelo sistema cardiovascular sistema vascular sanguíneo

Leia mais

Por que os peixes não se afogam?

Por que os peixes não se afogam? Por que os peixes não se afogam? A UU L AL A Dia de pescaria! Juntar os amigos para pescar num rio limpinho é bom demais! Você já reparou quanto tempo a gente demora para fisgar um peixe? Como eles conseguem

Leia mais

REELABORAÇÃO DA AVALIAÇÃO BIMESTRAL DE CIÊNCIAS

REELABORAÇÃO DA AVALIAÇÃO BIMESTRAL DE CIÊNCIAS REELABORAÇÃO DA AVALIAÇÃO BIMESTRAL DE CIÊNCIAS 2 O BIMESTRE O bocejo geralmente ocorre quando estamos respirando suavemente, sob a ação de poucos estímulos. É o que ocorre quando estamos nos preparando

Leia mais

CONHECIMENTOS GERAIS

CONHECIMENTOS GERAIS Nome: Assinatura: CONHECIMENTOS GERAIS (5 questões) 1. O Ministério do Meio Ambiente, em junho de 2009, lançou campanha para o consumo consciente de sacolas plásticas, que já atingem, aproximadamente,

Leia mais

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS CICLOS BIOGEOQUÍMICOS O fluxo de energia em um ecossistema é unidirecional e necessita de uma constante renovação de energia, que é garantida pelo Sol. Com a matéria inorgânica que participa dos ecossistemas

Leia mais

Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM

Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM Resultados incluem primeiro ano de cultivo de milho geneticamente modificado, além das já tradicionais

Leia mais

Lista 04. F.02 Espelhos Planos e Esféricos

Lista 04. F.02 Espelhos Planos e Esféricos F.02 Espelhos Planos e Esféricos 2º Série do Ensino Médio Turma: Turno: Vespertino Lista 03 Lista 04 Questão 01) Obedecendo às condições de Gauss, um espelho esférico fornece, de um objeto retilíneo de

Leia mais

QUÍMICA CELULAR NUTRIÇÃO TIPOS DE NUTRIENTES NUTRIENTES ENERGÉTICOS 4/3/2011 FUNDAMENTOS QUÍMICOS DA VIDA

QUÍMICA CELULAR NUTRIÇÃO TIPOS DE NUTRIENTES NUTRIENTES ENERGÉTICOS 4/3/2011 FUNDAMENTOS QUÍMICOS DA VIDA NUTRIÇÃO QUÍMICA CELULAR PROFESSOR CLERSON CLERSONC@HOTMAIL.COM CIESC MADRE CLÉLIA CONCEITO CONJUNTO DE PROCESSOS INGESTÃO, DIGESTÃO E ABSORÇÃO SUBSTÂNCIAS ÚTEIS AO ORGANISMO ESPÉCIE HUMANA: DIGESTÃO ONÍVORA

Leia mais

DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO Provas 2º Bimestre 2012 CIÊNCIAS DESCRITORES DESCRITORES DO 2º BIMESTRE DE 2012

Leia mais

Padrão de respostas às questões discursivas

Padrão de respostas às questões discursivas Padrão de respostas às questões discursivas A seguir encontram-se as questões das provas discursivas da 2ª ETAPA do Vestibular UFF 2011, acompanhadas das respostas esperadas pelas bancas. GABARITO BIOLOGIA

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA UFRGS 2010

PROVA DE GEOGRAFIA UFRGS 2010 PROVA DE GEOGRAFIA UFRGS 2010 51. Ainda é 31 de dezembro no Brasil quando a televisão noticia a chegada do Ano Novo em diferentes países. Entre os países que comemoram a chegada do Ano Novo antes do Brasil,

Leia mais

Uma Estratégia Produtiva para Defesa da Biodiversidade Amazônica

Uma Estratégia Produtiva para Defesa da Biodiversidade Amazônica Uma Estratégia Produtiva para Defesa da Biodiversidade Amazônica Painel: Inovação e Exploração de Fontes Locais de Conhecimento Bertha K. Becker Laget/UFRJ BNDES 30/11/2010 Problemática: Reconhecimento

Leia mais

Bom trabalho! DATA: 17/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL. SÉRIE: 2 a EM NOME COMPLETO:

Bom trabalho! DATA: 17/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL. SÉRIE: 2 a EM NOME COMPLETO: DISCIPLINA: FÍSICA PROFESSOR: Erich/ André DATA: 17/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2 a EM Circule a sua turma: Funcionários: 2 o A 2ºB Anchieta:2 o NOME COMPLETO:

Leia mais

No conjunto de gráficos a seguir, está representada a velocidade em função do tempo para seis situações distintas.

No conjunto de gráficos a seguir, está representada a velocidade em função do tempo para seis situações distintas. FÍSICA Instrução: Sempre que for necessário utilizar valores dos módulos da aceleração da gravidade na superfície da Terra ou da velocidade da luz no vácuo, considere esses valores como 9,80 m/s 2 e 3,00

Leia mais

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de?

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de? Física 01. Um fio metálico e cilíndrico é percorrido por uma corrente elétrica constante de. Considere o módulo da carga do elétron igual a. Expressando a ordem de grandeza do número de elétrons de condução

Leia mais

O SANGUE. Constituintes do Sangue e suas funções

O SANGUE. Constituintes do Sangue e suas funções O SANGUE Constituintes do Sangue e suas funções AS HEMÁCIAS OU GLÓBULOS VERMELHOS Células sanguíneas sem núcleo que contém hemoglobina, que é a substância responsável pela cor vermelha. São as células

Leia mais

05 DE JUNHO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

05 DE JUNHO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE D I R E T O R I A D E S A Ú D E 05 DE JUNHO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE Em 05 de Junho, é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente e nesse ano o foco está voltado para as Mudanças Climáticas com o tema

Leia mais

Valores eternos. MATÉRIA. PROFESSOR(A) Hermann ---- ---- 1. Para a associação da figura, a resistência equivalente entre os terminais A e B é igual a:

Valores eternos. MATÉRIA. PROFESSOR(A) Hermann ---- ---- 1. Para a associação da figura, a resistência equivalente entre os terminais A e B é igual a: Valores eternos. TD Recuperação ALUNO(A) MATÉRIA Física III PROFESSOR(A) Hermann ANO SEMESTRE DATA 3º 1º Julho/2013 TOTAL DE ESCORES ESCORES OBTIDOS ---- ---- 1. Para a associação da figura, a resistência

Leia mais

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Rene Baltazar Introdução Serão abordados, neste trabalho, significados e características de Professor Pesquisador e as conseqüências,

Leia mais

O homem e o meio ambiente

O homem e o meio ambiente A U A UL LA O homem e o meio ambiente Nesta aula, que inicia nosso aprendizado sobre o meio ambiente, vamos prestar atenção às condições ambientais dos lugares que você conhece. Veremos que em alguns bairros

Leia mais

TECNOLOGIAS NO COTIDIANO: DESAFIOS À INCLUSÃO DIGITAL

TECNOLOGIAS NO COTIDIANO: DESAFIOS À INCLUSÃO DIGITAL TECNOLOGIAS NO COTIDIANO: DESAFIOS À INCLUSÃO DIGITAL O que é Tecnologia? O que é Tecnologia Educacional? Tecnologia e Tecnologia Educacional Histórico da Evolução da Tecnologia O homem foi utilizando

Leia mais

O Setor Elétrico Brasileiro e a Sustentabilidade no Século 21 Oportunidades e Desafios

O Setor Elétrico Brasileiro e a Sustentabilidade no Século 21 Oportunidades e Desafios O Setor Elétrico Brasileiro e a Sustentabilidade no Século 21 Oportunidades e Desafios Português Resumo Executivo Esta é a segunda edição revista e ampliada da publicação: O Setor Elétrico Brasileiro e

Leia mais

CA 6 - Apropriar-se de conhecimentos da Física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas.

CA 6 - Apropriar-se de conhecimentos da Física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas. COMPETÊNCIAS E HABILIDADES CADERNO 9 PROF.: Célio Normando CA 6 - Apropriar-se de conhecimentos da Física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas.

Leia mais

Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de Admissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx

Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de Admissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de dmissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx Questão Concurso 009 Uma partícula O descreve um movimento retilíneo uniforme e está

Leia mais

BIOLOGIA ANATOMIA E FISIOLOGIA ANIMAL PROF ESTEVAM DIGESTÃO

BIOLOGIA ANATOMIA E FISIOLOGIA ANIMAL PROF ESTEVAM DIGESTÃO BIOLOGIA ANATOMIA E FISIOLOGIA ANIMAL PROF ESTEVAM CONTEÚDO: Digestão e Circulação DIGESTÃO O processo de digestão é um dos primordiais dos seres vivos por ser por meio dele que se adquire a matéria necessária

Leia mais

Unidade III. Aula 16.1 Conteúdo Aspectos políticos. A criação dos Estados nas regiões; os conflitos árabe-israelenses. Cidadania e Movimento

Unidade III. Aula 16.1 Conteúdo Aspectos políticos. A criação dos Estados nas regiões; os conflitos árabe-israelenses. Cidadania e Movimento CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade III Cidadania e Movimento Aula 16.1 Conteúdo Aspectos políticos. A criação dos Estados nas regiões; os conflitos árabe-israelenses. 2

Leia mais

John Locke (1632-1704) Colégio Anglo de Sete Lagoas - Professor: Ronaldo - (31) 2106-1750

John Locke (1632-1704) Colégio Anglo de Sete Lagoas - Professor: Ronaldo - (31) 2106-1750 John Locke (1632-1704) Biografia Estudou na Westminster School; Na Universidade de Oxford obteve o diploma de médico; Entre 1675 e 1679 esteve na França onde estudou Descartes (1596-1650); Na Holanda escreveu

Leia mais

1. INTRODUÇÃO CONCEITUAL SOBRE O DESENVOLVIMENTO E O CRESCIMENTO ECONÔMICO

1. INTRODUÇÃO CONCEITUAL SOBRE O DESENVOLVIMENTO E O CRESCIMENTO ECONÔMICO 1. INTRODUÇÃO CONCEITUAL SOBRE O DESENVOLVIMENTO E O CRESCIMENTO ECONÔMICO A análise da evolução temporal (ou dinâmica) da economia constitui o objeto de atenção fundamental do desenvolvimento econômico,

Leia mais

Questão 1. Resposta A. Resposta B

Questão 1. Resposta A. Resposta B Questão 1 Ao longo do século XX, as cidades norte-americanas se organizaram espacialmente de um modo original: a partir do Central Business District (CBD), elas se estruturaram em circunferências concêntricas

Leia mais

AQUECIMENTO GLOBAL E MUDANÇAS CLIMÁTICAS. João Paulo Nardin Tavares

AQUECIMENTO GLOBAL E MUDANÇAS CLIMÁTICAS. João Paulo Nardin Tavares AQUECIMENTO GLOBAL E MUDANÇAS CLIMÁTICAS João Paulo Nardin Tavares INTRODUÇÃO Já podemos sentir o aquecimento global No último relatório do IPCC (Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas, órgão

Leia mais

AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Estudando a água parte 32

AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Estudando a água parte 32 AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Estudando a água parte 32 9º NO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 1º ANO DO ENSINO MÉDIO OBJETIVO Diversos experimentos, usando principalmente água e materiais de fácil obtenção, são

Leia mais

INTERATIVIDADE FINAL EDUCAÇÃO FÍSICA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Sistema cardiovascular no exercício físico

INTERATIVIDADE FINAL EDUCAÇÃO FÍSICA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Sistema cardiovascular no exercício físico Conteúdo: Sistema cardiovascular no exercício físico Habilidades: Entender o sistema cardiovascular com a prática de atividades físicas. REVISÃO A Importância do sistema Muscular e a relação do mesmo com

Leia mais

CÓDIGO FLORESTAL BRASILEIRO PROJETO LEI 6.424/05

CÓDIGO FLORESTAL BRASILEIRO PROJETO LEI 6.424/05 CÓDIGO FLORESTAL BRASILEIRO PROJETO LEI 6.424/05 CONGRESSO NACIONAL AUDIÊNCIA PÚBLICA BRASILIA, 1 DEZEMBRO 2009 PROF. LUIZ CARLOS BALDICERO MOLION, PhD INSTITUTO DE CIÊNCIAS ATMOSFÉRICAS UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

ESTADOS DA MATÉRIA. O átomo é composto por outras partículas ainda menores.

ESTADOS DA MATÉRIA. O átomo é composto por outras partículas ainda menores. ESTADOS DA MATÉRIA A matéria que temos a nossa volta é formada de moléculas que são constituídas por átomos. Uma combinação destes átomos forma as substâncias que conhecemos, porém, devemos salientar que

Leia mais

A atividade agrícola e o espaço agrário. Prof. Bruno Batista

A atividade agrícola e o espaço agrário. Prof. Bruno Batista A atividade agrícola e o espaço agrário Prof. Bruno Batista A agropecuária É uma atividade primária; É obtida de forma muito heterogênea no mundo países desenvolvidos com agricultura moderna, e países

Leia mais

horizontal, se choca frontalmente contra a extremidade de uma mola ideal, cuja extremidade oposta está presa a uma parede vertical rígida.

horizontal, se choca frontalmente contra a extremidade de uma mola ideal, cuja extremidade oposta está presa a uma parede vertical rígida. Exercícios: Energia 01. (UEPI) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas das frases abaixo. O trabalho realizado por uma força conservativa, ao deslocar um corpo entre dois pontos é da

Leia mais

c = c = c =4,20 kj kg 1 o C 1

c = c = c =4,20 kj kg 1 o C 1 PROPOSTA DE RESOLUÇÃO DO TESTE INTERMÉDIO - 2014 (VERSÃO 1) GRUPO I 1. H vap (H 2O) = 420 4 H vap (H 2O) = 1,69 10 3 H vap (H 2O) = 1,7 10 3 kj kg 1 Tendo em consideração a informação dada no texto o calor

Leia mais

FÍSICA. Sempre que for necessário, utilize g= 10m/s 2

FÍSICA. Sempre que for necessário, utilize g= 10m/s 2 FÍSICA Sempre que for necessário, utilize g= 10m/s 2 28 d Leia com atenção a tira da Turma da Mônica mostrada abaixo e analise as afirmativas que se seguem, considerando os princípios da Mecânica Clássica.

Leia mais

Questionário Linha de Base: Educadores Estado: Cidade: Nome Pesquisador: Sala N : Professor N : [Estes dados devem ser preenchidos pelo pesquisador] Boas vindas Caro(a) Educador(a): O objetivo deste questionário

Leia mais

Engenharia e Meio Ambiente

Engenharia e Meio Ambiente Engenharia e Meio Ambiente 1. ECOLOGIA 2. MEIO AMBIENTE 3. HABITAT E NICHO ECOLÓGICO 4. POTENCIAL BIÓTICO 5. RESISTÊNCIA AMBIENTAL 6. PEGADA ECOLÓGICA O QUE É ECOLOGIA? 1. Ciência que estuda as relações

Leia mais

Combinatória. Matemática Professor: Paulo César 04/12/2014. Lista de Exercícios

Combinatória. Matemática Professor: Paulo César 04/12/2014. Lista de Exercícios Combinatória 1. (Espcex (Aman) 2015) De uma caixa contendo 50 bolas numeradas de 1 a 50 retiram-se duas bolas, sem reposição. A probabilidade do número da primeira bola ser divisível por 4 e o número da

Leia mais

MÉTODO CIENTÍFICO. BENEFÍCIOS DO MÉTODO: execução de atividade de forma mais segura, mais econômica e mais perfeita;

MÉTODO CIENTÍFICO. BENEFÍCIOS DO MÉTODO: execução de atividade de forma mais segura, mais econômica e mais perfeita; MÉTODO CIENTÍFICO CONCEITO: palavra de origem grega, significa o conjunto de etapas e processos a serem vencidos ordenadamente na investigação da verdade; IMPORTÃNCIA DO MÉTODO: pode validar ou invalidar

Leia mais

Exercícios sobre África: Características Físicas e Organizações Territoriais

Exercícios sobre África: Características Físicas e Organizações Territoriais Exercícios sobre África: Características Físicas e Organizações Territoriais 1. Observe o mapa a seguir. As partes destacadas no mapa indicam: a) Áreas de clima desértico. b) Áreas de conflito. c) Áreas

Leia mais

QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL. O 2(g) O 2(aq)

QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL. O 2(g) O 2(aq) QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL Questão 01 O agente oxidante mais importante em águas naturais é, sem a menor dúvida, o oxigênio molecular dissolvido, O 2. O equilíbrio entre o oxigênio

Leia mais

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42 Processo Seletivo/UNIFAL- janeiro 2008-1ª Prova Comum TIPO 1 QUÍMICA QUESTÃO 41 Diferentes modelos foram propostos ao longo da história para explicar o mundo invisível da matéria. A respeito desses modelos

Leia mais

QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica:

QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica: QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica: 1. Considere que, durante esse experimento, a diminuição de massa se

Leia mais

Seu pé direito nas melhores faculdades

Seu pé direito nas melhores faculdades Seu pé direito nas melhores faculdades FUVEST 2 a Fase 10/janeiro/2011 conhecimentos gerais 01. a) Quantos são os números inteiros positivos de quatro algarismos, escolhidos sem repetição, entre 1, 3,

Leia mais

g= 10 m.s c = 3,0 10 8 m.s -1 h = 6,63 10-34 J.s σ = 5,7 10-8 W.m -2 K -4

g= 10 m.s c = 3,0 10 8 m.s -1 h = 6,63 10-34 J.s σ = 5,7 10-8 W.m -2 K -4 TESTE DE FÍSICO - QUÍMICA 10 º Ano Componente de Física A Duração do Teste: 90 minutos Relações entre unidades de energia W = F r 1 TEP = 4,18 10 10 J Energia P= t 1 kw.h = 3,6 10 6 J Q = mc θ P = U i

Leia mais

ESTUDO DA MATÉRIA. QUÍMICA: é o ramo da ciência que estuda a matéria, suas propriedades, estruturas e transformações.

ESTUDO DA MATÉRIA. QUÍMICA: é o ramo da ciência que estuda a matéria, suas propriedades, estruturas e transformações. QUÍMICA: é o ramo da ciência que estuda a matéria, suas propriedades, estruturas e transformações. MATÉRIA: é tudo que tem massa e ocupa lugar no espaço. Exemplo: O ar Um balão de festas (bexiga) aumenta

Leia mais

1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor

1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor 1 a QUESTÃO: (,0 pontos) Avaliador evisor Vários fenômenos físicos podem ser explicados pela propagação retilínea da luz em meios homogêneos. Essa hipótese é conhecida como o modelo do raio luminoso da

Leia mais

GABARITO PRÉ-VESTIBULAR

GABARITO PRÉ-VESTIBULAR LINGUAGENS 01. C 02. D 03. C 04. B 05. C 06. C 07. * 08. B 09. A 10. D 11. B 12. A 13. D 14. B 15. D LÍNGUA ESTRANGEIRA 16. D 17. A 18. D 19. B 20. B 21. D MATEMÁTICA 22. D 23. C De acordo com as informações,

Leia mais

01/12/2012 MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL. Guarantã do Norte/MT A SOCIEDADE ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO

01/12/2012 MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL. Guarantã do Norte/MT A SOCIEDADE ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL Guarantã do Norte/MT A SOCIEDADE ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO TAREFAS ESTRUTURA PESSOAS AMBIENTE TECNOLOGIA ÊNFASE NAS TAREFAS Novos mercados e novos conhecimentos ÊNFASE

Leia mais

Curso Agenda 21. Resumo da Agenda 21. Seção I - DIMENSÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS

Curso Agenda 21. Resumo da Agenda 21. Seção I - DIMENSÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS Resumo da Agenda 21 CAPÍTULO 1 - Preâmbulo Seção I - DIMENSÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS CAPÍTULO 2 - Cooperação internacional para acelerar o desenvolvimento sustentável dos países em desenvolvimento e políticas

Leia mais

Unidade I Direito, cidadania e movimentos sociais Unidade II Consumo e meio ambiente

Unidade I Direito, cidadania e movimentos sociais Unidade II Consumo e meio ambiente Unidade I Direito, cidadania e movimentos sociais Unidade II Consumo e meio ambiente Aula Expositiva pelo IP.TV Dinâmica Local Interativa Interatividade via IP.TV e Chat público e privado Email e rede

Leia mais

Sugestão de avaliação

Sugestão de avaliação Sugestão de avaliação 7 CIÊNCIAS Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao terceiro bimestre escolar ou às Unidades 3 e 4 do livro do Aluno. Avaliação Ciências NOME: TURMA: escola: PROfessOR:

Leia mais

Questão (1) - Questão (2) - A origem da palavra FILOSOFIA é: Questão (3) -

Questão (1) - Questão (2) - A origem da palavra FILOSOFIA é: Questão (3) - EXERCICÍOS DE FILOSOFIA I O QUE É FILOSOFIA, ETIMOLOGIA, ONDE SURGIU, QUANDO, PARA QUE SERVE.( 1º ASSUNTO ) Questão (1) - Analise os itens abaixo e marque a alternativa CORRETA em relação ao significado

Leia mais

FISICA. Justificativa: Taxa = 1,34 kw/m 2 Energia em uma hora = (1,34 kw/m 2 ).(600x10 4 m 2 ).(1 h) ~ 10 7 kw. v B. v A.

FISICA. Justificativa: Taxa = 1,34 kw/m 2 Energia em uma hora = (1,34 kw/m 2 ).(600x10 4 m 2 ).(1 h) ~ 10 7 kw. v B. v A. FISIC 01. Raios solares incidem verticalmente sobre um canavial com 600 hectares de área plantada. Considerando que a energia solar incide a uma taxa de 1340 W/m 2, podemos estimar a ordem de grandeza

Leia mais

O ESPAÇO RURAL e a EDUCAÇÃO AMBIENTAL

O ESPAÇO RURAL e a EDUCAÇÃO AMBIENTAL EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO MEIO RURAL O ESPAÇO RURAL e a EDUCAÇÃO AMBIENTAL Luciano Gebler, MSc TESTE DE NIVELAMENTO 1 - O MEIO RURAL É : A - REGIÃO ONDE É FEITO O DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES AGRÍCOLAS; B

Leia mais

A Matéria Química Geral

A Matéria Química Geral Química Geral A Matéria Tudo o que ocupa lugar no espaço e tem massa. A matéria nem sempre é visível Noções Preliminares Prof. Patrícia Andrade Mestre em Agricultura Tropical Massa, Inércia e Peso Massa:

Leia mais

RESISTORES. 1.Resistencia elétrica e Resistores

RESISTORES. 1.Resistencia elétrica e Resistores RESISTORES 1.Resistencia elétrica e Resistores Vimos que, quando se estabelece uma ddp entre os terminais de um condutor,o mesmo é percorrido por uma corrente elétrica. Agora pense bem, o que acontece

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física Eletrostática. Pré Universitário Uni-Anhanguera 01 - (MACK SP)

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física Eletrostática. Pré Universitário Uni-Anhanguera 01 - (MACK SP) Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física Eletrostática 01 - (MACK SP) Fixam-se as cargas puntiformes q 1 e q 2, de

Leia mais

Nesse sistema de aquecimento,

Nesse sistema de aquecimento, Enem 2007 1- Ao beber uma solução de glicose (C 6 H 12 O 6 ), um corta-cana ingere uma substância: (A) que, ao ser degradada pelo organismo, produz energia que pode ser usada para movimentar o corpo. (B)

Leia mais

LIVRETE DE QUESTÕES E RASCUNHO. 1) Confira seus dados e assine a capa deste Livrete de Questões e Rascunho somente no campo próprio.

LIVRETE DE QUESTÕES E RASCUNHO. 1) Confira seus dados e assine a capa deste Livrete de Questões e Rascunho somente no campo próprio. P R OVA D I S C U R S I VA LIVRETE DE QUESTÕES E RASCUNHO 2 1 / 1 1 2 0 1 5 V E S T I B U L A R 2 0 1 6 INSTRUÇÕES 1) Confira seus dados e assine a capa deste Livrete de Questões e Rascunho somente no

Leia mais

UFU 2014 Geografia 2ª Fase

UFU 2014 Geografia 2ª Fase QUESTÃO 1 (Geopolítica) A região representada no mapa conta com quase dois terços das reservas mundiais de petróleo. Nas últimas décadas, o controle sobre essas fontes de petróleo foi a principal causa

Leia mais

Simulado ENEM. a) 75 C b) 65 C c) 55 C d) 45 C e) 35 C

Simulado ENEM. a) 75 C b) 65 C c) 55 C d) 45 C e) 35 C 1. Um trocador de calor consiste em uma serpentina, pela qual circulam 18 litros de água por minuto. A água entra na serpentina à temperatura ambiente (20 C) e sai mais quente. Com isso, resfria-se o líquido

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4. o ANO/EF - 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4. o ANO/EF - 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC MINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4. o ANO/EF - 2015 Caro (a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

DATA: 17/11/2015. 2. (ENEM) Discutindo sobre a intensificação do efeito estufa, Francisco Mendonça afirmava:

DATA: 17/11/2015. 2. (ENEM) Discutindo sobre a intensificação do efeito estufa, Francisco Mendonça afirmava: EXERCÍCIOS REVISÃO QUÍMICA AMBIENTAL (EFEITO ESTUFA, DESTRUIÇÃO DA CAMADA DE OZÔNIO E CHUVA ÁCIDA) e EQUILÍBRIO QUÍMICO DATA: 17/11/2015 PROF. ANA 1. Na década de 70, alguns cientistas descobriram quais

Leia mais

O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO

O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO Agropecuária É o termo utilizado para designar as atividades da agricultura e da pecuária A agropecuária é uma das atividades mais antigas econômicas

Leia mais

BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO

BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO Professor: CRISTINO RÊGO Disciplina: CIÊNCIAS Assunto: SISTEMAS HUMANOS: EXCRETOR E CIRCULATÓRIO Belém /PA BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO 1. Coloque C ou E e corrija se necessário: ( ) Os rins recebem sangue

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UFRJ 2007 www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UFRJ 2007 www.planetabio.com 1-O gráfico a seguir mostra como variou o percentual de cepas produtoras de penicilinase da bactéria Neisseria gonorrhoeae obtidas de indivíduos com gonorréia no período de 1980 a 1990. A penicilinase

Leia mais

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA 2011/HIST8ANOEXE2-PARC-1ºTRI-I AVALIAÇÃO PARCIAL 1º TRIMESTRE

Leia mais

VESTIBULAR DE INVERNO 2013 GABARITOS E COMENTÁRIOS

VESTIBULAR DE INVERNO 2013 GABARITOS E COMENTÁRIOS VESTIBULAR DE INVERNO 013 GABARITOS E COMENTÁRIOS (TARDE 07/07/013) CURSOS DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO E DE SISTEMAS E INFORMAÇÃO PROVAS DE: BIOLOGIA, GEOGRAFIA E HISTÓRIA (OBJETIVAS) FÍSICA, MATEMÁTICA E

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LUÍS DE CAMÕES ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES. PROJECTO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º Ano

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LUÍS DE CAMÕES ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES. PROJECTO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º Ano AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LUÍS DE CAMÕES ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES ANO LECTIVO 2014 / 2015 PROJECTO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º Ano DOMÍNIO: PROCESSOS VITAIS COMUNS AOS SERES

Leia mais

Lição 5. Instrução Programada

Lição 5. Instrução Programada Instrução Programada Lição 5 Na lição anterior, estudamos a medida da intensidade de urna corrente e verificamos que existem materiais que se comportam de modo diferente em relação à eletricidade: os condutores

Leia mais