CIP exige que Estado pague o que deve às empresas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CIP exige que Estado pague o que deve às empresas"

Transcrição

1 Gratuito Quarta Terça Porto Lisboa Directora Graça Franco Editor Raul Santos Grupo r/com ÚLTIMAS Gratuito COMISSÃO EUROPEIA: Reformas estão a resultar - EUSÉBIO: Novo internamento - BENFICA: Rodrigo chamado CIP exige que Estado pague o que deve às empresas»pág.7 Festival de Cinema de Berlim Prémios para Salaviza e Gomes Segunda-feira 20 Fevereiro de 2012 Leia mais Papa aos novos cardeais Entrar na lógica do Evangelho, deixando a do poder e da glória»págs.2 a 4 EPA Fantasporto Começa a edição mais internacional de sempre 406 filmes de 33 países fazem da edição 32 do Festival Internacional de Cinema do Porto a mais internacional de sempre.» Pág.13 OPINIÃO Um dia na vida dos media Manuel Pinto Passos, 1 - Cavaco, 0»Pág.5 Raquel Abecasis A 20 de Fevereiro...»Pág.12 EPA 2010: aluvião mata e destrói na Madeira»Pág.16

2 DESTAQUE Consistório Papa lembra aos novos cardeais que a Igreja é uma janela para Deus Não é fácil deixar a lógica do poder e da glória, alertou o Papa, nas palavras que dirigiu aos 22 novos cardeais. Depois do consistório de sábado, a maioria dos cardeais com direito a voto em conclave passa a ser de nomeados pelo actual Papa. Com a escolha de D. Manuel Monteiro de Castro, Portugal passa a ter três cardeais, dois com direito a voto. 02 Claudio Peri/EPA O Papa celebrou, na manhã de ontem, uma missa na presença dos novos cardeais, tendo comparado, na sua homilia, a Igreja a uma janela que aproxima os homens de Deus. Recorrendo à arquitectura da Basílica de São Pedro, mais especificamente o altar e a Cátedra de Pedro, Bento XVI explicou que a Igreja não é um ponto de chegada, mas deve apontar para além de si mesma: A própria Igreja é como que uma janela, o lugar onde Deus se faz próximo, vem ao encontro do nosso mundo. A Igreja não existe para si mesma, não é o ponto de chegada, mas deve apontar para além de si, para o alto, acima de nós. A Igreja é verdadeiramente o que deve ser, na medida em que deixa transparecer o Outro com o O grande do qual provém e para o qual conduz. Sob esta perspectiva, a Igreja tem a função de abrir o mundo para que possa receber a luz de Deus: A Igreja é o lugar onde Deus chega a nós e de onde nós partimos para Ele; a este mundo que tende a fechar-se em si próprio, a Igreja tem a missão de o abrir para além de si mesmo e levar-lhe a luz que vem do Alto e sem a qual se tornaria inabitável. A Igreja celebrou, ontem, a solenidade da Cátedra de Pedro, na qual se recorda de forma especial o ministério especial que Jesus confiou a Pedro constituindo-o primeiro de entre os apóstolos. Normalmente, o dia é assinalado a 22 de Fevereiro, mas, uma vez que este ano o dia coincide com a Quarta-feira de cinzas, a solenidade foi antecipada para ontem. Por essa razão, o Papa debruçou-se, na sua homilia, em grande parte sobre a importância do ministério de Pedro, de quem é sucessor, e o seu papel na Igreja enquanto bispo de Roma. Para melhor explicar o conceito de Pedro enquanto rocha sobre a qual Jesus ergueu a Igreja, Bento XVI estabeleceu um paralelo com Abraão: Pode ajudar-nos um texto rabínico onde se afirma: O Senhor disse: Como posso criar o mundo, sabendo que hão-de surgir estes sem-deus que se revoltarão contra Mim? Mas, quando Deus viu que devia nascer Abraão, disse: Vê! Encontrei uma rocha, sobre a qual posso construir e assentar o mundo. Por isso, Ele chamou Abraão uma rocha. O profeta Isaías alude a isto mesmo, quando recorda ao povo: Considerai a rocha de que fostes talhados ( ). Olhai para Abraão, vosso pai (51, 1-2). Pela sua fé, Abraão, o pai dos crentes, é visto como a rocha que sustenta a criação. Simão, o primeiro que confessou Jesus como o Cristo e também a primeira testemunha da ressurreição, torna-se agora, com a sua fé renovada, a rocha que se opõe às forças destruidoras do mal, concluiu. Bento XVI referiu-se, ainda, directamente aos novos

3 DESTAQUE 03 cardeais quando lhes disse que o novo cargo que agora ocupam não constitui apenas um reconhecimento dos seus méritos, mas é também uma homenagem às comunidades de onde vêm: A nova dignidade que vos foi conferida pretende manifestar o apreço pelo vosso trabalho fiel na vinha do Senhor, homenagear as comunidades e nações donde provindes e de que sois dignos representantes na Igreja, investir-vos de novas e mais importantes responsabilidades eclesiais e, enfim, pedir-vos um suplemento de disponibilidade para Cristo e para a comunidade cristã inteira. Alerta aos novos cardeais Esta missa encerrou o Consistório iniciado no sábado, durante o qual foram criados 22 novos cardeais, entre os quais o português D. Manuel Monteiro de Castro, que desempenha a função de penitenciário-mor no Vaticano. Na sua alocução, o Papa alertou os novos cardeais para os perigos de não abandonarem a lógica mundana do poder e da glória, abraçando a do Evangelho. Bento XVI recorreu ao episódio bíblico em que dois Portugueses saudaram D. Manuel Monteiro de Castro As primeiras horas de D. Manuel Monteiro de Castro como cardeal foram, sobretudo, ocupadas com saudações, incluindo do secretário de Estado do Vaticano. O cardeal Bertone usou do bom humor para dizer que esperava que D. Manuel tivesse misericórdia como penitenciário-mor, pedindo-lhe: Senhor, tende piedade. Muitos parabéns. Amanhã celebramos juntos e depois continuamos a trabalhar. Espero que tenha misericórdia como penitenciário-mor, que tenha piedade de nós. Senhor tende piedade, disse o número 2 do Vaticano. O novo cardeal português distribuiu uma pagela com Nossa Senhora a todos quantos o foram cumprimentar na sessão oficial de saudações. A D. Manuel Monteiro de Castro foi atribuído o diaconato de São Domingos de Gusmão. Assim, o novo cardeal português entra na ordem dos Cardeaisdiáconos, no colégio episcopal. Curiosamente, Portugal fica representado nas três ordens. D. José Saraiva Martins é Cardeal-bispo, D. José Policarpo é Cardeal-presbítero e, agora, D. Manuel Monteiro de Castro é Cardeal-diácono. O significado destas três ordens foi explicado à Renascença por D. José Policarpo: Desde sempre, o sucessor de Pedro se reuniu com conselheiros para o exercício da sua função. Um dos colégios mais prestigiados foi o dos bispos suburbicários e dos párocos de Roma, com uma representação dos diáconos, que tinham importância nas igrejas locais. O cardeaispresbíteros, como é o meu caso, são Claudio Peri/EPA mais numerosos porque na altura os párocos de Roma eram os mais numerosos. Entre as funções mais notórias dos cardeais está, sem dúvida, a responsabilidade de eleger um novo Papa. Apenas os cardeais com menos de 80 anos têm direito a voto, pelo que Portugal conta, neste momento, com dois cardeais eleitores, uma vez que D. José Saraiva Martins completou 80 anos em Janeiro. Palmas portuguesa Muitos portugueses, a maioria proveniente dos concelhos de Guimarães e Braga, fizeram questão de acompanhar a cerimónia no Vaticano. Muitos privaram em pequenos com D. Manuel Monteiro de Castro. Chegaram munidos de lenços com o retrato do novo cardeal e bandeiras de Guimarães. Todos guardam memórias do menino Manuel. Sou condiscípulo de D. Manuel Monteiro de Castro desde o início do seminário, em 1949, disse um dos portugueses à reportagem da Renascença. A professora era muito má e ele ia com calças curtas e ela com aquela régua pimba, pimba, nos joelhos.levou muita porrada. Mas brincávamos todos, somos todos da mesma idade, recorda outra colega de escola. As nossas mães foram amigas desde o primeiro encontro em Braga, no seminário, quando nos iam visitar. Joguei muito às cartas com ele, nos intervalos do seminário, lembra outro colega de infância. Venho de França para ver o D. Manuel, que é da minha freguesia, explica uma portuguesa radicada em Nice. O grupo de mais de 120 portugueses não conseguiu entrar na Basílica. Ficou na Praça de São Pedro, seguindo a cerimónia pelos ecrãs gigantes. No momento em que D. Manuel Monteiro de Castro recebeu o barrete e o anel cardinalício, palmas portuguesas ecoaram no recinto. dos apóstolos, Tiago e João, perguntam a Jesus se, quando chegar a sua glória, se podem sentar um à tua direita e outro à tua esquerda. Perante este pedido, os outros dez apóstolos indignam-se. Segundo o Papa, este episódio demonstra como nenhum dos apóstolos compreendia a lógica da vida que Jesus testemunha. Indignam-se porque não é fácil entrar na lógica do Evangelho, deixando a do poder e da glória, rematou Bento XVI. Antes, o Papa dirigiu-se aos novos cardeais explicando as responsabilidades que acompanham o seu novo cargo: Serão chamados a analisar e avaliar os casos, os problemas e os critérios pastorais que dizem respeito à missão da Igreja inteira. Nesta delicada tarefa, servir-lhes-á de exemplo e ajuda o testemunho de fé prestado pelo Príncipe dos Apóstolos, com a sua vida e morte, pois, por amor de Cristo, deu-se inteiramente até ao sacrifício extremo. A referência ao Príncipe dos Apóstolos diz respeito a São Pedro, que foi martirizado pela sua fé em Cristo e de quem o Papa é sucessor. Durante a cerimónia, os novos cardeais receberam os seus títulos de bispos, padres ou diáconos de difer/com renascença comunicação multimédia, 2012

4 DESTAQUE 04 rentes igrejas da diocese de Roma. Apesar de hoje serem sobretudo simbólicos, estes cargos têm um significado particular: Através da atribuição do título duma igreja desta Cidade [de Roma] ou duma diocese suburbicária [dos subúrbios], os novos Cardeais ficam, para todos os efeitos, inseridos na Igreja de Roma guiada pelo Sucessor de Pedro, para cooperar estreitamente com ele no governo da Igreja universal, referiu Bento XVI. O Papa entregou também aos novos cardeais o respectivo barrete, cuja cor, igual ao das vestes dos cardeais, está carregada de simbolismo: Aos novos Cardeais, é confiado o serviço do amor: amor a Deus, amor à sua Igreja, amor aos irmãos com dedicação absoluta e incondicional se for necessário até ao derramamento do sangue, como diz a fórmula para a imposição do barrete cardinalício e como indica a cor vermelha das vestes que trazem. Os novos cardeais recebem também um anel. O desenho pode mudar de Consistório para Consistório e, neste caso, inclui a imagem dos apóstolos Pedro e Paulo e, no centro, uma estrela que representa Nossa Senhora. Trazendo este anel, sois convidados diariamente a recordar o testemunho de Cristo que os dois Apóstolos deram até ao seu martírio aqui em Roma, tornando assim fecunda a Igreja com o seu sangue. Por sua vez a evocação da Virgem Maria constituirá para vós um convite incessante a seguir Aquela que permaneceu firme na fé e serva humilde do Senhor. As palavras do Papa contra a lógica do poder e da glória chegam aos ouvidos dos cardeais numa altura em que o Vaticano tem sido abalado pela revelação de documentos privados que, segundo alguns analistas, reflectem disputas de poder entre membros da Cúria Romana, muitos dos quais são cardeais. A confirmar-se, este facto dá um sentido ainda mais urgente às palavras de Bento XVI no Consistório: Domínio e serviço, egoísmo e altruísmo, posse e dom, lucro e gratuidade: estas lógicas, profundamente contrastantes, defrontam-se em todo o tempo e lugar. Que a vossa missão na Igreja e no mundo se situe sempre e só em Cristo e corresponda à sua lógica e não à do mundo, sendo iluminada pela fé e animada pela caridade que nos vem da Cruz gloriosa do Senhor. Claudio Peri/EPA Portas presente O ministro dos Negócios Estrangeiros foi o representante do Governo presente no Consistório de sábado, tendo afirmado que a criação de um terceiro Cardeal português é uma honra para o país e um factor de valorização da Igreja portuguesa. O facto de, no Consistório, um dos 22 novos purpurados ser um português é um facto que significa para Portugal uma honra especial. Desde logo porque Portugal passa a ter três cardeais, que significa uma valorização do papel da Igreja portuguesa, que devemos sublinhar, disse Paulo Portas. O ministro falou durante uma recepção em honra de D. Manuel Monteiro de Castro, que decorreu na embaixada portuguesa junto da Santa Sé, em Roma. Colégio dos Cardeais já reflecte Bento XVI Com a criação dos 22 novos cardeais, o Colégio dos Cardeais passa a contar com 213 membros, dos quais 79 foram criados por Bento XVI. A maioria ainda são do tempo de João Paulo II e há ainda quatro que foram criados por Paulo VI. Esta contabilidade muda de cariz quando se olha apenas para aqueles que têm direito a voto num conclave, por não terem atingido ainda os 80 anos. Aí, os nomeados por Bento XVI são a maioria. Do total de 125 cardeais com direito a voto 63 são escolhidos por Bento XVI e 62 por João Paulo II. Pelas regras da Igreja, o número máximo de cardeais eleitores não deveria ultrapassar os 120, mas não faltam muitos meses para esse número voltar a ser respeitado, uma vez que há vários cardeais próximos de completarem 80 anos, deixando de ser eleitores. Como os cardeais mais próximos dessa marca foram criados por João Paulo II, a influência dos cardeais escolhidos por Bento XVI irá aumentar. Mais do que curiosidades estatísticas, estes dados são importantes na medida em que podem influenciar a escolha do sucessor de Bento XVI. Outra questão a ter em conta é a origem geográfica dos novos cardeais. Dos 22 agora criados, 16 são europeus e destes sete são italianos. Este facto tem sido comentado em Roma, uma vez que agora passa a haver 30 cardeais eleitores italianos no colégio cardinalício. O segundo país com mais cardeais eleitores é os Estados Unidos, com 12. O Brasil, país com maior número de católicos no mundo, tem apenas seis eleitores. No novo colégio, há 67 eleitores europeus, mais de metade. Há 15 da América Setentrional e 22 da América Latina. África e Ásia têm 11 e 9, respectivamente, e a Oceânia apenas 1. Actualmente, o cardeal mais velho é o italiano Ersilio Tonini, que completa 98 anos em Julho. O mais novo é Rainer Maria Woelki, arcebispo de Berlim, que tem 57 anos.

5 OPINIÃO Manuel Pinto Professor da Universidade do Minho Um dia na vida dos media 05 Está neste momento a ser lançada no país uma operação que constitui um desafio à nossa inércia e à nossa consciência: dedicar um dia 3 de Maio próximo a refletir sobre o lugar e o sentido que teem os meios de comunicação, novos e tradicionais, na nossa vida. Em torno do mote Um dia com os media, cada qual, individualmente ou em grupo, em família, no seu trabalho ou no seu Uma atenção muito particular deve ser prestada às novas condições de socialização e formação das crianças e adolescentes, que nascem e crescem no ambiente digital lazer, tomará as iniciativas que entender mais adequadas. Muitas vezes expressamos a preocupação sobre o que os media fazem às pessoas, mas menos vezes nos preocupamos com o que as pessoas fazem com os media quanto tempo lhes dedicam, que procuram e que fazem com o que encontram ou lhes é oferecido, que contributo dão para a sua melhoria. Dados recentes indicam que o tempo médio gasto pelos portugueses com os media (sobretudo a Internet, televisão e jogos vídeo) continua a crescer (a população idosa queima, por dia, só com a TV, mais de cinco horas). Que significa isto? Que se passa com a leitura? Como estamos a aprender a tirar partido dos recursos e oportunidades que a Internet abre para alargar os horizontes, para comunicar com os que estão distantes, para resolver necessidades do quotidiano? Uma atenção muito particular deve ser prestada às novas condições de socialização e formação das crianças e adolescentes, que nascem e crescem no ambiente digital. Mas, cada vez mais, todos nós, mais novos e mais velhos, precisamos de aprender a manejar de forma eficiente as novas ferramentas que a revolução tecnológica e digital coloca ao nosso alcance. Se todos gostaríamos de viver num local agradável, arejado e tranquilo, com boas vistas, bem servido de acessos e de serviços, porque haveríamos de ser menos exigentes quando se trata dos media, da informação, das artes e da criação? Pensar o que temos, o que nos inquieta, o que desejaríamos ter, o que nos merece críticas e nos suscita aplauso na ecologia comunicacional e mediática é uma preocupação central da jornada do 3 de Maio (consultar o site em: Mais do que pensar, é preciso também agir partilhar as preocupações com outros, comunicá-las a quem de direito, incluindo aos próprios media, que são certamente um parceiro decisivo das mudanças que há que operar. Passos, 1 - Cavaco, 0 Cavaco Silva prepara-se para alcançar mais um feito inédito na nossa democracia: conseguir ser menos popular do que o Primeiro-ministro, numa altura em que o país atravessa uma crise sem paralelo e em que o Governo é obrigado a tomar medidas violentas todos os dias. Com um primeiro mandato cheio de incidentes e de casos mal explicados, como o das escutas a Belém, o Presidente tem tido um segundo mandato desastroso e quem tem lucrado com as gaffes presidenciais é, sem dúvida, Passos Coelho, que, com o seu ar bem-educado e dialogante, ganha pontos, lá, onde Cavaco os perde. Na última semana, o Presidente mais uma vez mostrou que não sabe lidar com críticas, confrontos e muito menos com as perguntas dos jornalistas. Barricou-se em Belém para não ouvir vaias e inaugurou as sessões públicas com jornalistas a assistir a uma confortável distância, através de ecrã gigante. Para quem se autoproclamou provedor do povo não está mal... Nas últimas horas, Passos Coelho quis quebrar as regras de segurança para falar com os que protestaram à sua chegada a Gouveia e explicou aos jornalistas que faz questão de ouvir os protestos e de tentar responder-lhes. Quando se candidatou a um segundo mandato, Cavaco Silva devia ter previsto que estes anos não iam ser fáceis. Se não estava preparado para enfrentar as dificuldades, deveria ter ficado em casa, porque é em época de crise que a figura do Presidente mais faz falta ao equilíbrio do sistema político. Até aqui, lamentavelmente, Cavaco está a perder terreno por falta de competência. Raquel Abecasis

6 NACIONAL 06 CP Greve de amanhã começa hoje Os comboios vão parar todo o dia de amanhã, terça-feira de Carnaval, na sequência da greve às horas extraordinárias e ao trabalho em dias de descanso semanal e feriados. À semelhança de greves anteriores, o impacto da paralisação dos maquinistas da CP deverá começar a fazer-se sentir já hoje. Como o dia de Carnaval é considerado feriado pelo acordo de empresa, os maquinistas cumprem um dia de paralisação. No entanto, haverá serviços mínimos decretados pelo tribunal arbitral do Conselho Económico e Social. A directora de comunicação da CP, Ana Portela, explica esta é uma greve cujos efeitos se começam a sentir hoje à noite, sobretudo, nos serviços urbanos de Lisboa e Porto. Assim, lá para as 21h30-22h00, deixa de haver comboios. Para o dia da greve, há serviços mínimos decretados, que correspondem a 19% das ligações, ou seja, apenas 162 dos 841 comboios que estavam previstos devem circular. Os efeitos da greve devem fazer-se sentir ainda na quarta-feira, sobretudo, na madrugada, antes da hora de ponta, nos serviços urbanos de Lisboa e Porto. GNR/Operação Carnaval Sete mortos desde sexta-feira A GNR registou, até à manhã de hoje, sete mortos e 21 feridos graves no âmbito da Operação Carnaval, que arrancou na passada sexta--feira. De acordo com o Major Nunes, do Centro de Comando e Controlo Operacional da GNR, o diferencial relativamente ao ano passado cifra-se em mais cinco mortos, mais 11 feridos graves e menos 17 feridos leves. O total de acidentes registado foi de 553. A Operação Carnaval da GNR termina amanhã, terça-feira, às 24h00. RR LUSA Meteorologia Sol e frio vão continuar em dueto Os dias de sol e as temperaturas baixas são para continuar nos próximos dias. Ricardo Tavares, do Instituto de Meteorologia, disse à Renascença que o céu pouco nublado ou limpo, o vento será em geral fraco e as temperaturas vão manter-se como têm estado nos últimos dias. O meteorologista acrescenta que as temperaturas máximas vão oscilar entre os 15 e os 18 graus e as mínimas vão continuar baixas. EMEL Alerta para mails falsos com avisos de pagamento A Empresa Pública Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL) lançou, hoje, um aviso sobre a circulação de mails falsos que têm assustado inúmeras pessoas, segundo fonte da empresa. As pessoas têm contactado a empresa quando recebem a mensagem de correio electrónico que contém avisos de pagamentos falsos. A EMEL garante que está a ser indevidamente usado o nome e o logótipo da empresa nos correios electrónicos, que têm ligações para outras páginas que não devem ser abertos em nenhuma circunstância. O remetente das mensagens tem sido e indica como morada de resposta que não tem razão de existir. Ao tomar conhecimento desta situação, a EMEL criou uma conta precisamente com o endereço emel.pt e foi colocada uma mensagem de resposta automática para que as pessoas sejam informadas de que se trata de uma falsa questão, lê-se num comunicado da empresa. O fraudulento refere que o valor a pagar é o dobro da tarifa máxima da zona e que pode ser pago no multibanco ou numa das lojas do EMEL, acrescentando a forma para fazer a defesa.

7 NACIONAL 07 CIP Empresas exigem que Estado pague o que deve O pesidente da Confederação Empresarial de Portugal - CIP exige que o Estado pague parte do que deve [às empresas], calendarizando os pagamentos em dívida e cumprindo rigorosamente prazos contratualizados a partir desse momento. Em alguns casos, como no sector da saúde, a dívida não só se tem mantido como tem aumentado. Esse tem sido um dos nossos apelos contantes, quer ao Governo, quer à troika, disse António Saraiva à Renascença. O presidente da CIP confirma a acusação do presidente da Associação Portuguesa de Bancos (APB), que culpa o Estado pela falta de liquidez das empresas. Em geral, estamos na mesma. O Estado não reduz o stock de dívida, o que prejudica muito a tesouraria das empresas, conclui António Saraiva. António de Sousa: Dívidas do Estado são piores para as empresas do que a falta de crédito Em entrevista à agência Lusa, o presidente da APB, António de Sousa, disse que não é a falta de crédito bancário que está a estrangular a economia, mas sim o facto de o Estado não pagar o que deve. António de Sousa defende que, para financiar a economia, o Estado deve pagar o que deve às empresas, mais do que exigir o aumento do crédito por parte da banca. Quanto ao sucesso do programa negociado com a troika, ele é possível, mas não depende apenas de Portugal. Se tudo o resto fosse constante, penso que as probabilidades de conseguirmos atingir os objectivos são muito elevadas. Mas, agora, não sabemos o que acontece à Grécia, diz o presidente da APB na entrevista à agência Lusa. António de Sousa, que já foi governador do Banco de Portugal e presidente da Caixa Geral de Depósitos, recusa a ideia de que haja a necessidade dos bancos aumentarem o crédito que concedem às empresas. A melhor via para se financiar a economia - sustenta o presidente da APB - é o pagamento, a horas, das dívidas do Estado às empresas. Um dos aspectos essenciais do programa acordado com a troika é a normalização dos pagamentos aos fornecedores por parte das entidades públicas em geral. Isso é que é a forma de financiar a economia, não é pôr mais crédito sobre situações que já não aguentam o crédito existente, indica. Questionado sobre a necessidade de os bancos aumentarem o financiamento à economia, para que esta tenha meios para retomar o crescimento, António de Sousa considera que a banca podes financiar mais a economia, lembrando que uma das críticas à situação dos bancos é a de que está demasiado endividados, tanto as famílias como as empresas, que têm dos maiores endividamentos de toda a Zona Euro. Para o presidente da APB, as empresas têm de reforçar os seus capitais próprios, seja através de novos sócios nacionais e internacionais ou através da transformação de dívida em capital, para conseguirem financiar os projectos pelos seus próprios meios em vez de dependerem do dinheiro a crédito. Banca nos mercados só em 2014 O presidente da APB diz que os bancos portugueses não devem regressar aos lucros este ano. António de Sousa está convencido de que estes vão cumprir as exigências da troika, sobretudo se o sector público reduzir a sua dependência da banca. Mesmo que tudo corra pelo melhor, só em 2014 a banca conseguirá financiar- -se nos mercados internacionais. Mesmo que tudo corra bem e que o Estado consiga ir aos mercados no último trimestre de 2013, a prazos mais longos, haverá um time lag razoável até que bancos consigam fazê-lo, advogou. Noutro plano, António de Sousa considera que os salários dos bancários devem ficar estagnados pelo segundo ano consecutivo. Quanto aos aumentos salariais para o sector, que deverão começar a ser negociados em breve entre bancos e sindicatos, António de Sousa diz que o assunto ainda não está discutido embora sejam expectáveis valores muito próximos de zero ou mesmo zero, como no ano passado. Bruxelas Suspenso repórter da TVI O serviço de imprensa do Conselho Europeu decidiu suspender o repórter da TVI que gravou a conversa entre os ministros das Finanças de Portugal, Vítor Gaspar, e da Alemanha, Wolfgang Shauble. Nessa conversa, o ministro alemão mostrava abertura face à possibilidade de revisão do programa de ajuda a Portugal. A decisão de Bruxelas foi conhecida ontem e vai durar, pelo menos, um mês. As regras na captação de imagem foram apertadas depois deste caso.

8 NACIONAL 08 Passos Coelho Vale a pena lutar por Portugal O Primeiro-ministro disse, ontem, esperar que não seja necessária uma nova ajuda externa a Portugal, mas sem garantir que isso não venha a acontecer. Num encontro com militantes do PSD na cidade da Guarda, o líder dos social-democratas, e chefe do Governo recordou a conversa entre o ministro das Finanças alemão e o ministro português, recentemente em Bruxelas, para dizer que, caso Portugal necessite, terá ajuda externa porque acreditam no esforço português. Nós não sabemos se precisaremos disso ou não esperamos que não, esperamos poder pôr as nossas contas em ordem na altura devida com o apoio que nos deram -, mas sabemos que se alguma coisa não correr bem lá fora e isso nos possa vir a impor um custo maior que há muita gente que acredita no trabalho que estamos a fazer e que sabe que vale a pena lutar por Portugal, disse Passos Coelho. Vaias e insultos em Gouveia Antes da deslocação à Guarda, Passos Coelho foi vaiado e mesmo insultado, em Gouveia, por manifestantes, num grupo que incluia sindicalistas, elementos de uma comissão de utentes contra as portagens nas auto-estradas da região e trabalhadores da Peugeot Citroen. No percurso, de várias dezenas de metros, que fez a pé entre o recinto da feira do queijo da serra e uma exposição de actividades económicas de Gouveia, o Primeiro-ministro disse estar com as pessoas exige coragem, exige bom senso. Nós temos que saber ouvir as pessoas quando as dificuldades são muitas e eu sei que as dificuldades são muitas. Não tenho nenhum problema em ouvir as pessoas, dar-me conta das suas dificuldades, sublinhou, acrescentando que o que é importante é que as pessoas saibam que o país não vai mergulhar em dificuldades ainda maiores, porque nós estamos a cumprir com as nossas obrigações para puxar o país para cima. LUSA O prejuízo das empresas públicas, em vez de diminuir em 2011, aumentou 38,5%. Os seus custos operacionais, que deveriam ter sido cortados em 15%, afinal subiram 1,9%. Por outro lado, em 2011 as parcerias público-privadas (PPP), esquemas de colaboração financeira entre Estado e empresas (na sua maioria, altamente lesivos para o Estado), tiveram um saldo negativo de milhões de euros, que todos nós, contribuintes, teremos de pagar. Mais 281 milhões do que o previsto. A maior derrapagem foi nas PPP rodoviárias, onde se perderam mais 354 milhões de euros do que o orçamentado. Mas houve um saldo positivo acima do previsto ironicamente, foi na linha de TGV entre Poceirão e Caia, poupando 84 milhões de euros porque... não se fez. Nada disto é surpreendente. O que parece extraordinário é ter havido políticos, nomeadamente no PS, a reclamar menos austeridade, menos cortes, menos contenção, porque existiriam folgas orçamentais. Então, o que se faria quando as derrapagens surgissem, como estão a surgir? Derrapagens que eram tudo menos imprevisíveis. Marcelo Rebelo de Sousa Ponto de vista Derrapagens na despesa Francisco Sarsfield Cabral Jornalista Está na moda o tiro ao cavaco Marcelo Rebelo de Sousa disse, ontem, no seu habitual espaço de comentário na TVI, que se instalou, nos últimos tempos, a moda do tiro ao Cavaco, algo que considera uma má moda e até perigosa. O conselheiro de Estado e antigo líder do PSD reagia ao impedimento que levou Cavaco Silva a não comparecer, esta semana, numa escola, onde o esperava uma manifestação de protesto. O Presidente da República tem de ter algum cuidado nas intervenções e tem que estudar muito bem os sítios onde vai, sublinhou Marcelo, insistindo em que o Presidente da República não é líder partidário e representa a soberania do Estado, pelo que pode estar a ser posta em causa a credibilidade do país em altura de crise. No mesmo âmbito, Marcelo elogiou a atitude do Primeiro-ministro, Passos Coelho, que reagiu bem a uma outra manifestação, durante o fimde-semana, em Gouveira. Noutro plano, Rebelo de Sousa mostrou-se convicto de que a troika não vai chumbar a avaliação que está a fazer em Portugal, já que o Governo tem cumprido o que está determinado, apesar de confirmar que há atrasos nas reformas estruturais. Para sair da crise, o comentador da TVI diz que tem que haver mais dinheiro na economia. O Estado deve, com fundos destinados à banca, pagar dívidas e deve, igualmente, utilizar fundos europeus para injectar dinheiro na economia portuguesa, acrescenta. DR

9 INTERNACIONAL 09 Eurogrupo Grécia pede sim ao segundo resgate» Daniel Rosário, em Bruxelas O ministro das Finanças grego declarou, em Bruxelas, esperar que a reunião do Eurogrupo que se realiza esta tarde coloque um ponto final num período de incerteza que tem afectado a Grécia e o resto da Zona Euro. Num curto comunicado, Evangelos Venizelos explica que o seu país respondeu positivamente a todas as exigências colocadas pelos parceiros europeus, pelo que espera que a Europa cumpra agora a sua parte e desbloqueie o segundo pacote de ajuda financeira esperado desde Outubro. Na mesma declaração, o ministro chama ainda a atenção para os pormenores técnicos que ainda faltam acertar e apela aos demais países para que não coloquem novas exigências em cima da mesa. Numa altura em que o comportamento e as promessas da classe política helénica suscitam a desconfiança de várias capitais, é certo que grande parte da discussão de hoje assentará na forma de controlar no terreno a implementação das medidas prometidas pela Grécia. Os ministros das Finanças da zona euro deverão dar a luz verde ao segundo pacote de ajuda financeira à Grécia, numa reunião em Bruxelas que contará com a presença do Primeiro-ministro grego. A deslocação de Lucas Papademos pretende assinalar o compromisso de Atenas com as decisões que vão ser tomadas e em relação ao qual várias capitais europeias continuam a ter uma profunda desconfiança. A reunião deverá assinalar a aprovação do segundo pacote de ajuda à Grécia, de pelo menos 130 mil milhões de euros, e tentar igualmente chegar a acordo em relação a várias questões ligadas a esta decisão. Uma delas tem a ver com o alcance do acordo entre a Grécia e os credores privados para o perdão parcial da dívida do país, única forma de esta ser reduzida para níveis sustentáveis que permitam que as medidas de austeridade e a ajuda externa tenham o efeito desejado. Portugal pode sair beneficiado Para facilitar os esforços de Atenas, os parceiros europeus poderão aceitar uma ligeira redução da taxa de juro cobrada pelos empréstimos bilaterais do primeiro pacote de ajuda, uma questão que, a confirmar-se, poderá igualmente beneficiar Portugal. Por outro lado, além das decisões já aprovadas pelo Governo e pelo Parlamento helénicos e do compromisso político assumido pelos líderes dos principais partidos, vários países vão exigir um reforço da vigilância na implementação das medidas e reformas prometidas pela Grécia. Devem mesmo insistir na criação de uma conta bloqueada, inacessível ao Governo grego, para a qual será canalizada a parte da ajuda externa destinada a pagar aos credores internacionais da Grécia. Mesmo que a reunião de hoje tenha um desenlace positivo, o encontro não vai resolver os problemas do país de forma imediata, mas pode introduzir uma perspectiva de estabilidade na crise que continua a ameaçar a zona euro e, particularmente, países como Portugal. Olivier Hoslet/EPA Alemanha Pastor evangélico é o novo Presidente Um pastor evangélico, Joachim Gauck, de 72 anos, vai ser o novo Presidente da Alemanha, na sequência de demissão de Christian Wulf, por alegado envolvimento num caso de corrupção. Oriundo da antiga RDA e reconhecido pelo seu papel na reunificação, o nome foi acordado há pouco entre os partidos da coligação no Governo e os dois maiores partidos da oposição. Foi, no entanto, necessária uma dura maratona negocial já que não foi a primeira escolha da Chanceler Angela Merkel. A escolha é feita através do colégio eleitoral mas não deve haver problemas porque apenas o partido neocomunista não apoia Gauck, o 11º Presidente do país. A escolha à primeira volta é esperada. Britta Pedersen/EPA

10 INTERNACIONAL 10 México Confrontos em cadeia matam 44 Familiares revoltados no exterior da cadeia Pelo menos 44 pessoas morreram em confrontos entre gangues rivais numa cadeia em Monterrey, no México. Segundo as autoridades, as vítimas foram espancadas, esfaqueadas e apedrejadas. Os confrontos começaram na madrugada de ontem, confirmou Jorge Domene, porta-voz da segurança do Governo. Entre os reclusos da prisão estão membros do cartel do Golfo do México, bem como membros do temido cartel Zetas. Não é evidente que o motim tenha sido entre os dois grupos, afirmou Domene. Miguel Sierra/EPA Timor-Leste Cocktails molotov contra entidades eleitorais Pelo menos quatro cocktails molotov foram lançados hoje de madrugada contra a Comissão Nacional de Eleições (CNE), o Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) e um carro da polícia de Timor-Leste. No caso da CNE e do STAE não há feridos, nem danos materiais a registar. O carro da polícia foi destruído por um incêndio. Apesar dos incidentes, o secretário de Estado da Segurança de Timor- Leste disse à Lusa que as eleições Presidenciais de 17 de Março vão decorrer com tranquilidade e segurança e que está tudo bem organizado. As eleições vão decorrer com tranquilidade e segurança, afirmou Francisco Guterres. Segundo o secretário de Estado da Segurança, os ataques foram perpetrados por um grupo pequeno que quer criar problemas. Está tudo bem organizado. A polícia já está a investigar, acrescentou Francisco Guterres. Myanmar Partido de Suu Kyi contesta restrições na campanha eleitoral O NLD, partido da opositora Aung San Suu Kyi, candidata a deputada nas legislativas parciais em Myanmar de 1 de Abril, lamenta as restrições impostas pela comissão eleitoral às actividades de campanha. Há cada vez mais restrições à campanha eleitoral da NLD, o que constitui uma ameaça para o futuro da eleição e torna difícil ser livre e justo, disse um alto oficial do partido, Nyan Win. Se esta situação não mudar, não vamos considerar estas eleições justas, adiantou. O partido queixa-se nomeadamente de uma decisão das autoridades de proibir comícios eleitorais em estádios. A laureada com o Nobel da Paz lançou há dez dias a campanha eleitoral, mas decidiu adiar há uma semana uma viagem a uma grande cidade do centro do país, depois de ter sido informada de que o estádio de futebol onde deveria fazer um discurso não estaria disponível. Nyan Win afirmou também que alguns candidatos do partido opositor fizeram promessas aos eleitores, como a actualização de infra-estruturas e energia eléctrica e questionou a sua fonte de financiamento, promessas que equivalem à compra de votos. A vitória de Suu Kyi é quase certa, mas existem dúvidas quanto ao desempenho do partido noutros lugares. As eleições parciais de 1 de Abril, as primeiras desde o escrutínio de Novembro de 2010, vão ser observadas pelos ocidentais como um teste à sinceridade das reformas do novo regime birmanês, que em Março do ano passado sucedeu à Junta Militar, mas que continua a ser controlado por ex-militares. O Parlamento é dominado esmagadoramente pelo Partido da Solidariedade e do Desenvolvimento de União (USDP), criado pela Junta em EPA

11 RELIGIÃO 11 Vida Consagrada Semana de Estudos olha para exemplos pós e antes Vaticano II O bispo D. Carlos Azevedo defendeu, este fim-de-semana, em Fátima, que, passados 50 anos, o Concilio Vaticano II é mais importante do que nunca. A afirmação do delegado do Conselho Pontifício para a Cultura foi proferida nos trabalhos da 25.ª Semana de Estudos sobre a Vida Consagrada, que decorre na Cova da Iria. Para D. Carlos Azevedo, o Concílio trouxe um ar fresco para a vida da Igreja e é ainda uma bússola para os dias de hoje. Na mesma linha de pensamento, o presidente da Confederação dos Institutos Religiosos de Portugal, padre Abílio Pina, afirmou, em declarações à Renascença, que o Concílio de há meio século trouxe à Igreja a abertura ao mundo que ainda hoje está por cumprir. Nesta Semana de Estudos, organizada pela Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal e pela Federação Nacional dos Institutos Seculares, serão apresentados vários testemunhos de consagrados, antes e depois de 1962, ano em que se iniciou o Concílio Vaticano II. Escolhi esta vida para estar ao serviço dos outros A Superiora Geral da congregação das Irmãs Hospitaleiras da Imaculada Conceição defende que o exemplo da vida consagrada é cada vez mais importante na sociedade actual. Para a Irmã Maria da Conceição, que participa na Semana de Estudos a decorrer em Fátima, o exemplo que Jesus Cristo nos deixou é, num tempo de sacrifício e confusão, a luz da esperança e os consagrados têm o dever de mostrar como. Dentro de toda a crise de valores, de todo o desespero, da falta de encontro de sentido para a vida, a vida religiosa é sinal da presença morosa de Deus no mundo. Não estamos desamparados, afirma Maria da Conceição. Para esta religiosa, a principal obrigação dos consagrados é proclamar a pessoa de Jesus Cristo: Jesus Cristo como caminho, como verdade, como vida e como sentido da vida. Desse encontro virá o sentido para a vida, para a alegria, para o sofrimento, para a morte, para tudo o que acomete a vida humana e, sobretudo, sinais de esperança. Fátima Memórias de Lúcia ajudam a lançar outro olhar sobre a crise O dia dos Beatos de Fátima, Francisco e Jacinta, foi hoje assinalada no Santuário com uma conferência em que os dois videntes foram recordados através das memórias deixadas pela sua prima, a Irmã Lúcia. Maria Luísa Malato, docente da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, considera que a iniciativa constituiu mais uma oportunidade para ajudar a redescobrir o que é verdadeiramente importante, numa sociedade em crise. Esta especialista lembra que, na viagem pelas memórias da Irmã Lúcia, a vidente de Fátima fala sobretudo, dos pais e diz que eram de uma família rica. No mundo agrário, ser rico é ter 20 ovelhas, é ser considerado na aldeia como uma pessoa capaz de nos ajudar e cortar umas morcelas para o pobre que passa, explica. O que eu tenho reparado é que as pessoas, em momentos de crise, descobrem que aquilo que é essencial para si são determinadas coisas que não se vêem, são valores afectivos, espirituais, rematou Maria Luísa Malato. Viseu Exposição sobre São Teotónio patente no Grão Vasco A exposição São Teotónio Patrono da Diocese e da Cidade de Viseu já está patente ao público, no Museu Grão Vasco, dando início às celebrações jubilares do primeiro santo português que este espaço cultural diz pretender salvar do esquecimento. O director do Museu Grão Vasco, Sérgio Gorjão, defendeu, em declarações à agência Ecclesia,que todos os portugueses deveriam visitar a exposição e conhecer a figura inspiradora e a rica personalidade de São Teotónio, que acreditou nos valores do seu tempo. A exposição vai estar no Grão Vasco até 1 de Julho e tem prolongamento expositivo na Sé de Viseu e no Museu de Arte Sacra. Quatro etapas compõem a exposição que ilustra uma faceta da vida e da personalidade do santo português, no contexto da sua época, realçando a beleza das origens, com D. Afonso Henriques a decidir tomarmos conta do nosso destino e a apoiar-se no conselho de São Teotónio, disse o comissário científico da mostra, João Soalheiro. Além de escultura e pintura, o discurso expositivo apresenta documentos escritos e preciosas peças de ourivesaria integradas na ilustração da vida do primeiro santo português, que foi prior do Cabido da Sé, em Viseu, e teve uma relação de especial proximidade ao primeiro rei de Portugal, como seu conselheiro. O Bispo de Viseu, D. Ilídio Leandro, salientou a importância destas celebrações no contexto da realização do Sínodo Diocesano, que se prolonga até PUB

12 CULTURA João Salaviza Proporcionalmente, Portugal tem talvez a melhor cinematografia do mundo 12 Portugal tem uma cinematografia que, proporcionalmente, é talvez a melhor do mundo, e os filmes portugueses podiam tornar-se num ex-libris do país, diz o cineasta João Salaviza, que recebeu no sábado o Urso de Ouro pela melhor curta-metragem no Festival de Cinema de Berlim, Rafa. O cinema português tem uma riqueza impressionante, é pena que isso não seja mais falado. Temos permanentemente um realizador em algum dos festivais mais importantes do mundo, a ganhar prémios que há décadas eram conquistados pelos mais importantes cineastas italianos, franceses ou americanos, disse Salaviza à Lusa. Proporcionalmente ao número de filmes feitos em Portugal, o nosso país provavelmente tem a cinematografia mais rica do mundo, considerando a pequeníssima quantidade de filmes que se fazem cá. Em termos de representatividade, a cinematografia portuguesa está equiparada ou até acima de outras, como a espanhola ou de países com 50 ou 70 milhões de habitantes, acrescentou. Para Miguel Gomes, também premiado em Berlim ( Tabu recebeu o prémio Alfred Bauer para a Inovação e o prémio da crítica), é notável que um cinema feito com tão poucos recursos, feito artesanalmente, com tão poucos filmes produzidos anualmente, tenha tido sempre alguma visibilidade em festivais de cinema, e tenha adeptos fervorosos. Contrariamente a uma ideia feita de que o cinema português é muito para dentro, a verdade é que, nas últimas décadas, desde o Paulo Rocha com Os Verdes Anos e o Fernando Lopes com o Belarmino, em 1962 ou 1963, os filmes portugueses têm despertado grande interesse [no estrangeiro], mesmo que não tenha milhões de espectadores em todo o mundo, disse. Indiferença das televisões Glória em Berlim: João Salaviza, à esquerda, e Miguel Gomes Segundo Salaviza, que fez ontem 28 anos, havendo uma política cultural que incentive o cinema logo de início [no sistema educativo], que proporcione mais filmes portugueses e que lhes dê mais ecrãs, o cinema português podia transformar-se numa espécie de exlibris de Portugal, como para muita gente é o fado. Lamenta que haja cada vez menos espaço para os filmes portugueses nos circuitos de distribuição, criticando também a indiferença das televisões. Era preciso que as televisões, não só a RTP mas as privadas, tivessem um compromisso maior com o cinema português, disse Salaviza, que conta começar a filmar a sua primeira longa-metragem no final deste ano. Tabu de Miguel Gomes deverá estrear em Portugal em Abril, e o reconhecimento internacional ajuda a chamar o público, disse à Lusa o cineasta. EPA

13 CULTURA 13 Cinema Arranca o mais internacional Fantasporto de sempre Começa hoje o Fantasporto, Festival Internacional de Cinema do Porto, este ano com um recorde de países representados. No total, serão apresentados 406 filmes de 33 países. É o mais internacional Fantasporto de sempre. O certame vai contar com uma homenagem aos 30 anos da estreia de Blade Runner, de Ridley Scott, filme de culto do cinema de ficção científica que foi antestreia no Fantasporto em Para além do cinema, o festival este ano vai discutir o futuro de várias áreas da sociedade, com debates e exposições, que vão desde a cirurgia, às biomédicas, aos têxteis, áreas mais normais com as artes explica o director do Fantasporto, Mário Dorminsky, acrescentando que convidaram oradores significativos para falar sobre economia, política, internet e a sua importância no futuro. A crise não assusta a organização do Festival, porque as pessoas não participam financeiramente mas fazem enormes descontos, como é o caso da hotelaria, da restauração, de transportes rápidos para os filmes, tudo o que tenha a ver com áreas gráficas, explica o director. O sistema de permutas e descontos entre empresas significa que o custo global do festival será idêntico ao que era há cinco anos atrás, acrescenta Mário Dorminsky. O Fantasporto decorre até 4 de Março, nas principais salas da cidade do Porto. Hoje, no grande auditório do Rivoli, a programação começa Ed Wood será alvo de retrospectiva pelas 21h15 com a retrospectiva dedicada a Ed Wood, com três filmes essenciais do realizador que alguns consideraram o pior cineasta de todos os tempos, pela forma displicente com que filmava argumentos bizarros, com meios de produção desajeitados. Pela noite, a sala será ocupada com a exibição de curtas-metragens integradas no programa SCI-FI 1, às 21h00, e pela exibição do filme Hell, de Tim Fehlbaum, de 2011, uma história de ficção científica e suspense que tem lugar num mundo futuro, destruído pelos raios solares que fizeram a temperatura do planeta aumentar 10 graus. A competição abre no dia 24 com a exibição de Shame, o novo filme do bitânico Steve McQueen. DR Cinema espanhol Enrique Urbizu vence seis prémios Goya O filme No habrá paz para los malvados, de Enrique Urbizu, foi o grande vencedor dos prémios Goya, arrecadando seis distinções do cinema espanhol, esta noite atribuídas em Madrid. No habrá paz para los malvados, que conta a história de um polícia de Madrid, venceu o galardão de No habrá paz para los malvados melhor filme e Enrique Urbizu, pela primeira vez, o de melhor realizador, destronando o consagrado Pedro Almodóvar, que concorria com A pele onde eu vivo, na 26.º atribuição dos Goya. Nascido em Bilbau (País Basco), em 1962, o cineasta entrou no cinema aos 25 anos. Entre 2006 e 2009, foi vice-presidente da Academia Espanhola de Cinema. O filme de Urbizu arrecadou seis prémios, incluindo ainda o de melhor actor principal, para José Coronado, escolhido entre actores como Antonio Banderas. Elena Anaya foi distinguida como melhor actriz, pelo papel no filme A pele onde eu vivo. O filme O Artista, de Michel Hazanavicius, candidato aos Óscares de Hollywood, que serão atribuídos no próximo domingo, foi considerado a melhor obra estrangeira. O momento mais político da noite coube a Isabel Coixet, que venceu o galardão de melhor documentário, com Escuchando al juez Garzón. Trata-se de um documentário sobre o juiz espanhol Baltasar Garzón, recentemente suspenso de exercer a magistratura por onze anos. Isabel Coixet aproveitou para prestar homenagem a Garzón. O Supremo Tribunal pode afastar Garzón da justiça, mas nada nem ninguém poderá afastar a justiça do juiz Garzón, afirmou, entre aplausos. DR Os Simpsons Julian Assange no 500.º episódio Os Simpsons, criados em 1987 por Matt Groening, cumpriram nesta noite o 500.º episódio, que contou com Julian Assange, fundador do portal Wikileaks como convidado, com a série a afirmar-se como uma das mais longas em exibição no pequeno ecrã. O australiano dobrou o seu próprio personagem animado a partir de um local secreto e dialoga com Marge e Homer. Marge pergunta sobre uma receita de cozinha a Assange durante um churrasco. Eu nunca revelo os meus molhos (sauces), diz Assange, num jogo de palavras em inglês com a frase Nunca revelo as minhas fontes (sources). Assange, Homer e Marge DR

14 19.ª jornada Benfica pressionado em Guimarães 14» Sílvio Vieira Jorge Jesus assumiu que é a deslocação mais difícil até ao fim da época. Se não bastasse a pressão de um FC Porto a dois pontos, depois da vitória em Setúbal, o treinador encarnado aumentou a tensão em redor do desafio, desta noite, em Guimarães, com essa consideração. O Benfica procura restabelecer a vantagem de cinco pontos sobre os campeões nacionais, no terreno do Vitória, que tem, nas últimas jornadas, consolidado a sexta posição. Jorge Jesus não divulgou a lista de convocados, adensando as dúvidas sobre a utilização de Rodrigo e Javi Garcia. Em todo o caso, Nolito deverá regressa à equipa inicial, depois de ter ficado no banco no jogo com o Zenit. Do lado do Vitória de Guimarães, nota para o regresse de Nuno Assis. O médio criativo falhou o desafio do último fim-de-semana, em Aveiro, devido a lesão, mas está de volta às opções de Rui Vitória. El Adoua falha, pela primeira vez, uma convocatória, desde que chegou a Guimarães. Equipas prováveis: Vitória de Guimarães Nilson, Alex, João Paulo, Defendi e Bruno Teles; João Alves, Leonel Olímpio e Nuno Assis; Toscano, Urreta e Edgar. Benfica Artur Moraes, Maxi Pereira, Luisão, Garay e Emerson; Matic, Witsel, Nolito e Gaitán; Aimar e Cardozo. O árbitro da partida é Carlos Xistra, de Castelo Branco. O jogo começa ás 20h15 e tem relato na Renascença. FC Porto cumpre no Bonfim Foi fácil, muito fácil a deslocação do FC Porto a Setúbal. Sem grande esforço, a equipa de Vítor Pereira chegou à vantagem e construiu um resultado tranquilo. Janko, Fernando e Varela marcaram para os azuis e brancos. Meyong respondeu pelos sadinos, que, com o quadro de resultados desta 19.ª jornada, caíram para o último lugar. Reconheça-se, o Setúbal está a praticar mau futebol e José Mota, que ontem se estreou, tem muito trabalho pela frente. Vítor Pereira teve, ainda, oportunidade de gerir o cansaço dos jogadores, antes do decisivo encontro com o Manchester City, quarta-feira, para a 2.ª mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa. Alvalade testemunhou a estreia de Sá Pinto na Liga e o que se viu foi um Sporting batalhador, mas sem qualidade. Foi com um auto-golo de Ricardo que os leões selaram uma vitória que permitiu não deixar fugir o Marítimo, na classificação. No final da partida, o Sporting anunciou que fará uma exposição ao Conselho de Arbitragem da Federação, devido ao desempenho de Jorge Ferreira, no jogo com o Paços. Em causa, na opinião do clube lisboeta, dois penalties que ficaram por assinalar a seu favor. Marítimo e Braga mantêm ritmo de grandes O rendimento elevado de Marítimo e Sporting de Braga denota como se trabalha bem nos dois emblemas que ocupam as primeiras posições do campeonato. Os madeirenses abriram a jornada, em Vila do Conde, com um triunfo, por 1-3, numa amostra de superioridade que bem pode ter assustado o Sporting, na luta pela quarta posição. Danilo Dias voltou a brilhar, com dois golos, assumindo o papel principal, após a saída de Baba. Por seu lado, o Sporting de Braga não se deixou contagiar pela boa forma do Gil Vicente e bateu a equipa de Barcelos, por claros 3-0. Três golos de Lima marcaram uma partida totalmente dominada pelos jogadores de Leonardo Jardim. Académica volta a desiludir É a 13ª jornada consecutiva sem ganhar da Académica. A equipa de Coimbra, desta vez, foi goleada, na Madeira, pelo Nacional, por 4-1. Uma reacção interessante da equipa de Pedro Caixinha à derrota com o Benfica, na última jornada, e à eliminação da Taça de Portugal, pelo Sporting. Este triunfo atirou o Nacional para a sétima posição. A derrota motivou a descida da Académica para o décimo lugar, com mais cinco pontos do que o Leiria, a primeira equipa abaixo da linha d água. Leiria que não foi capaz de vencer o Beira-Mar, na Marinha Grande. Empate a zero no final dos 90 minutos, mas que permitiu à equipa de Cajuda sair do último lugar. Nesta jornada, há que contabilizar, ainda, o empate entre Feirense e Olhanense, 1-1. Um ponto conquistado pelos algarvios já nos descontos. LUSA

15 DESPORTO 15 FC Porto-Manchester City UEFA pede queixa formal A UEFA pediu ao Manchester City que formalize por escrito as suas denúncias sobre cânticos e insultos racistas, alegadamente entoados durante por adeptos do FC Porto, no jogo da semana passada. Solicitámos hoje ao Manchester City que confirme por escrito as suas queixas, antes de decidir que passos daremos a seguir, referiu uma fonte do gabinete de comunicação da entidade que rege o futebol europeu, contactada pela agência Lusa. Na sexta-feira, a UEFA confirmou que estava a analisar os alegados incidentes registados durante o jogo da 1.ª mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa. O diário britâncio The Daily Mail tem alimentado este caso e assegura, na edição desta segunda-feira, que foram apontadas crianças na acusação dos alegados insultos racistas a jogadores do Manchester City. A publicação garante que alguns adeptos ingleses viram crianças e adolescentes a fazer gestos racistas nos camarotes VIP, imitando os restantes adeptos. O FC Porto negou a acusação, justificando que os seus adeptos gritaram Hulk, Hulk, Hulk ou mesmo Kun, Kun, Kun, em referência a Agüero, avançado do City e que podem ter sido confundidos com cânticos racistas. Open de Buenos AIres Gil segue em frente sem jogar O tenista portugues Frederico Gil não precisoum, hoje, de jogar para assegurar a passagem à segunda eliminatória do Open de Buenos Aires, na sequência da desistência do seu adversário, o argentino Thomaz Bellucci, por lesão. Gil fica, assim, à espera do vencedor do confronto entre o italiano Potito Starace e o espanhol Nicolas Almagro. Outro português, Rui Machado, defronta na primeira eliminatória o francês Gilles Simon, terceiro-cabeça de série. Ponto Final Em que ficamos? Ribeiro Cristóvão Jornalista Poderá parecer estranho que ainda haja quem pretenda voltar a algumas questões levantadas com a demissão de Domingos Paciência do cargo de treinador do Sporting, sobretudo numa altura em que o futebol do clube começa vida nova, sob outra orientação e com a perspectiva de melhores resultados. Porém, não é despiciendo que tal aconteça, porque enquanto o jornalismo se mantiver sob a capa da atitude cobarde que tentou assassinar um profissional, não é justo que permaneça o silêncio. Mais tarde ou mais cedo saber-se-à, em pormenor, quem foi o autor da intentona que tentou colocar Domingos na órbita do Futebol Clube do Porto, apenas sob o pretexto de lhe sonegar direitos inalienáveis e de não o ressarcir dos prejuízos pessoais e profissionais que um despedimento fora de tempo acarretou. Por algumas das redacções espalhadas pelo país circulam já diversas versões da trama urdida por cérebros sem escrúpulos para sujar o bom nome do treinador, e das quais, ele próprio, terá já, inclusive, conhecimento. Não tardará por isso muito tempo para que a verdade inteira chegue ao conhecimento do público, num acto saudável de que o bom jornalismo sairá prestigiado. A bola está do lado da Agência Lusa, uma entidade séria à qual estão atribuídas grandes responsabilidades na prestação de um serviço público rigoroso e de qualidade. Porque não desejará acolher-se sob o manto de um anonimato que nada justifica, os seus responsáveis não ignoram o desejo de tudo ser esclarecido, antes que outras entidades levem a cabo essa iniciativa. Nem a Lei a impede de publicar as fontes a que um seu jornalista teve acesso. Recorda-se que, em tempos, o Benfica também tentou uma operação semelhante àquela agora engendrada pelo seu vizinho da segunda circular, despedindo o treinador Manuel José com o rótulo de incompetente, o que na altura pôs o país a rir até às lágrimas. E também todos nos recordamos como então essa comédia terminou. Em nome das pessoas sérias que andam no futebol, antes que a moda pegue, e ainda porque Domingos Paciência não pode passar de herói a vilão no espaço de 24 horas, reclama-se uma urgente clarificação de um acto cobarde, intolerável, e que, por isso, não pode deixar de arrastar consigo pesadas consequências. Ouça a crónica de Ribeiro Cristóvão às 22h30, em Bola Branca

16 ONTEM E HOJE A 20 de Fevereiro de Madeira vive a sua maior tragédia natural em 200 anos» André Rodrigues LUSA 16 A conjugação de uma pluviosidade média superior a 180 litros por metro quadrado durante várias horas com uma subida do nível do mar esteve na origam do aluvião que, há dosi anos, assolou a ilha da Madeira. A chuva começou de madrugada. Esperávamos que fosse algo normal, diz Sílvio Santos, morador em Santo António, na zona alta do Funchal. Mas não foi apenas um aguaceiro. A partir da hora de almoço, percebi que estávamos perante algo realmente grave. Do alto dos morros, a água que caía desgovernada arrastou toneladas de pedra, lama e árvores, deslizando para o leito das ribeiras que correm para o sul da ilha. Em poucas horas, a Madeira estava praticamente intransitável com bolsas de território onde as comunicações eram quase impossíveis. Vânia Moura esteve uma semana e meia sem televisão, sem telefone fixo nem internet e as comunicações móveis também eram extremamente difíceis. A minha mãe estava aflita e só por volta das 11 da noite consegui dizer-lhe que estava tudo bem, diz. No dia seguinte, conseguiu chegar a casa dela e lá a televisão funcionava. Foi aí que tive noção da tragédia. Na segunda-feira, Vânia foi ao Funchal e viu um cenário de guerra. A parte baixa da cidade foi inundada e toda a circulação ficou barrada pelo amontoado de entulho que as retroescavadoras tentavam remover o mais rápido possível. Na freguesia do Monte, a capela de Nossa Senhora da Conceição cedeu à enxurrada e desapareceu, juntamente com algumas casas vizinhas. Cenário não muito diferente do que se verificou na periferia da ilha. No Curral das Freiras, na Serra d Água, na Ribeira Brava, no Pico do Areeiro e em Câmara de Lobos muitos canais rasgados pelo aluvião ainda não foram fechados. Ainda há muito para reconstruir e não sabemos se e quando será feito, adverte Sílvio Santos. Crítico em relação ao Governo Regional, Sílvio afirma que houve mais preocupação em fazer a Festa da Flor do que com as pessoas que precisavam de ajuda. O balanço oficial das vítimas aponta para 47 mortos, 250 feridos e 600 desalojados, mas entre os madeirenses persiste a convicção de que algo não bate certo. Vânia Moura assegura que o número é, de certeza, muito superior, até porque na altura falavase de em, pelo menos, 300 mortos. Sílvio Santos partilha esta leitura: É muito provável que tenha havido ocultação da verdade Foi uma estratégia para salvar a imagem do turismo. O temporal de há dois anos foi a pior catástrofe da História da ilha nos últimos 200 anos. É apenas comparável com o aluvião de 9 de Outubro de 1803, que provocou centenas de mortes nos concelhos do Funchal, Machico, Ribeira Brava, Santa Cruz e Calheta. Olhar A rainha Beatriz, da Holanda, e a princesa Mabel, mulher do príncipe Johan Friso, deixam o Hospital da Universidade de Innsbruck, onde o príncipe holandês permanece nos cuidados intensivos após ter sido atingido por uma avalanche perto estância de esqui de Lech, na Áustria. Foto: Robert Pariggeria/APA/EPA

17 ÚLTIMAS 17 Benfica Rodrigo: de inutilizado a convocado em curto espaço de tempo O avançado Rodrigo está na lista dos convocados por Jorge Jesus para a visita desta noite ao Vitória de Guimarães, no encerramento da 19.ª jornada da I Liga. No rescaldo do Zenit-Benfica, da Liga dos Campeões, tinha ficado a ideia de que o jogador padeceria de lesão grave que o iria impedir de jogar por largo tempo, mas tão negro cenário, felizmente, não se confirma. Javi García ainda não é opção para o treinador do Benfica e Capdevila ficou excluído da convocatória, entrando Luís Martins. Lista de convocados: Artur Moraes, Eduardo, Maxi Pereira, Luisão, Miguel Vítor, Garay, Luís Martins, Emerson, Matic, Witsel, Bruno César, Pablo Aimar, Nicolás Gaitán, Nolito, Cardozo, Rodrigo, Nélson Oliveira, Yannick Djaló e Saviola. Manchester City-FC Porto Vítor Pereira chama médio dos sub-17 Tomás Podstawski, jovem médio da equipa de sub-17 do FC Porto, foi chamado pela primeira vez à primeira equipa, na convocatória para o jogo de quarta-feira, em Manchester, frente ao City. O jogo, da 2.ª mão dos 16 avos-definal da Liga dos Campeões, disputase na quarta-feira, pelas 17h00. Lista de convocados: Helton, Bracalli, Sapunaru, Maicon, Otamendi, Rolando, Alex Sandro, Fernando, Defour, Lucho González, João Moutinho, Tomás Podstawski, Djalma, Varela, Cristian Rodríguez, James Rodríguez, Hulk e Kléber. Comissão Europeia Reformas estão a resultar em Portugal O porta-voz da Comissão Europeia, Amadeu Altafaj, defendeu, hoje, que as reformas introduzidas em Portugal estão a resultar, mas alertou para os efeitos colaterais de fenómenos económicos externos. Até agora, o nível de implementação do programa português tem sido satisfatório. As reformas estão a resultar, tanto do lado orçamental, como estrutural. É verdade que Portugal também está a sentir o impacto de fenómenos económicos externos, o abrandar do crescimento económico em toda a Europa também tem um impacto em Portugal e também as incertezas em relação à resposta abrangente à crise e a situação na Grécia, disse Altafaj. O porta-voz da CE defendeu que um acordo sobre o segundo programa de assistência à Grécia terá também um impacto positivo em Portugal e na generalidade dos Estados-membros em situação mais vulnerável. A fechar... Eusébio internado de novo TEMPO TERÇA QUARTA O antigo futebolista do Benfica Eusébio da Silva Ferreira voltou a ser internado, hoje, no Hospital da Luz, devido a problemas respiratórios., Não foi ainda avançado um diagnóstico. LISBOA 17ºC/6ºC 18ºC/7ºC Seca pode encarecer leite PORTO 15ºC/3ºC 16ºC/3ºC A Associação dos Produtores de Leite de Portugal exigiu, hoje, um aumento imediato dos preços para fazer face à subida dos custos de produção resultante dos efeitos da seca. FARO 17ºC/7ºC 17ºC/7ºC Seguro diverge O líder do PS assumiu, hoje, manter divergências com a troika.seguro falava no final de uma reunião com os elementos das instituições financeiras internacionais. COIMBRA MADEIRA 17ºC/-1ºC 18ºC/1ºC Apanhado em flagrante 21ºC/14ºC 20ºC/13ºC A PSP deteve, hoje de madrugada, na Amadora, um homem que tentava roubar uma caixa multibanco, através de uma explosão de gás. AÇORES 18ºC/15ºC 18ºC/14ºC Página1 é um jornal registado na ERC, sob o nº É propriedade/editor Rádio Renascença Lda, com o nº de pessoa colectiva nº O Conselho de Gerência é constituído por João Aguiar Campos, José Luís Ramos Pinheiro, Luís Manuel David Soromenho de Alvito e Luiz Gonzaga Torgal Mendes Ferreira. O capital da empresa é detido pelo Patriarcado de Lisboa e Conferência Episcopal Portuguesa. Rádio Renascença. Rua Ivens, Lisboa.

1. Marcelo Rebelo de Sousa vai ser um bom Presidente da República?, RTP 1 - Prós e Contras, 25-01-2016 1

1. Marcelo Rebelo de Sousa vai ser um bom Presidente da República?, RTP 1 - Prós e Contras, 25-01-2016 1 Tv's_25_Janeiro_2016 Revista de Imprensa 1. Marcelo Rebelo de Sousa vai ser um bom Presidente da República?, RTP 1 - Prós e Contras, 25-01-2016 1 2. Conversa com Marisa Matias, RTP 2 - Página 2, 25-01-2016

Leia mais

MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA

MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA --- EMBARGO DE DIVULGAÇÃO ATÉ ÀS 21:00 HORAS DE 01.01.13 --- Palácio de Belém, 1 de janeiro de 2013 --- EMBARGO DE DIVULGAÇÃO ATÉ ÀS 21:00

Leia mais

9.ª EDIÇÃO 24 Fevereiro a 02 Março ORGANIZAÇÃO SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL PRODUÇÃO RM PREMIUM EVENTS

9.ª EDIÇÃO 24 Fevereiro a 02 Março ORGANIZAÇÃO SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL PRODUÇÃO RM PREMIUM EVENTS 9.ª EDIÇÃO 24 Fevereiro a 02 Março ORGANIZAÇÃO SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL PRODUÇÃO RM PREMIUM EVENTS conceito O futebol, fonte de paixão e emoção, continua a potenciar extremismos

Leia mais

Comunicar PAPA. Jornal. Bento XVI recebe José Maria Neves no Vaticano. Administração Pública. www.governo.cv

Comunicar PAPA. Jornal. Bento XVI recebe José Maria Neves no Vaticano. Administração Pública. www.governo.cv Jornal Comunicar Administração Pública Governo de Cabo Verde Edição Gratuita Mensal nº18 Setembro de 2010 Edição Especial www.governo.cv www.governo.cv PAPA Bento XVI recebe José Maria Neves no Vaticano

Leia mais

Resumo de Imprensa. Segunda-feira, 14 de Abril de 2008

Resumo de Imprensa. Segunda-feira, 14 de Abril de 2008 Resumo de Imprensa Segunda-feira, 14 de Abril de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Crise custa 860 milhões aos bancos portugueses (págs. 1, 4 a 6) Quase mil milhões. É este o custo da crise internacional para os

Leia mais

Declaração ao país. António José Seguro. 19 de Julho de 2013. Boa tarde. Durante esta semana batemo-nos para que:

Declaração ao país. António José Seguro. 19 de Julho de 2013. Boa tarde. Durante esta semana batemo-nos para que: Declaração ao país António José Seguro 19 de Julho de 2013 Boa tarde. Durante esta semana batemo-nos para que: Não houvesse mais cortes nas reformas e nas pensões Não houvesse mais despedimentos na função

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008 Resumo de Imprensa Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Indústria automóvel ganha novos apoios financeiros (págs. 1, 4 a 7) José Sócrates e Manuel Pinho avançam hoje com um plano para

Leia mais

1. Emprego criado entre Outubro de 2013 e junho deste ano é precário, diz CGTP, TSF - Notícias, 02-09- 2015

1. Emprego criado entre Outubro de 2013 e junho deste ano é precário, diz CGTP, TSF - Notícias, 02-09- 2015 Radios_2_Setembro_2015 Revista de Imprensa 1. Emprego criado entre Outubro de 2013 e junho deste ano é precário, diz CGTP, TSF - Notícias, 02-09- 2015 1 2. António Costa acusa o Governo de não ter sabido

Leia mais

OBJECTIVO 2015. Cinco anos para construir uma verdadeira Parceria Global para o Desenvolvimento PROPOSTA DE ACÇÃO FEC

OBJECTIVO 2015. Cinco anos para construir uma verdadeira Parceria Global para o Desenvolvimento PROPOSTA DE ACÇÃO FEC OBJECTIVO 2015 Cinco anos para construir uma verdadeira Parceria Global para o Desenvolvimento PROPOSTA DE ACÇÃO INTRODUÇÃO O ano de 2010 revela-se, sem dúvida, um ano marcante para o combate contra a

Leia mais

ALOCUÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O PRIMEIRO-MINISTRO KAY RALA XANANA GUSMÃO POR OCASIÃO DA INAUGURAÇÃO DA MATERNIDADE-ESCOLA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

ALOCUÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O PRIMEIRO-MINISTRO KAY RALA XANANA GUSMÃO POR OCASIÃO DA INAUGURAÇÃO DA MATERNIDADE-ESCOLA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR-LESTE GABINETE DO PRIMEIRO-MINISTRO ALOCUÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O PRIMEIRO-MINISTRO KAY RALA XANANA GUSMÃO POR OCASIÃO DA INAUGURAÇÃO DA MATERNIDADE-ESCOLA DE NOSSA SENHORA

Leia mais

O pacote de austeridade que Paulo Portas e Maria Luísa Albuquerque esconderam aos portugueses

O pacote de austeridade que Paulo Portas e Maria Luísa Albuquerque esconderam aos portugueses Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt O pacote de austeridade que Paulo Portas e Maria Luísa Albuquerque esconderam aos portugueses A conferência de imprensa realizada por Paulo Portas e pela

Leia mais

2 1,2 1,3 2,5 2 3,2 3 0,5-4,2 1,8 1,3% 1,9 0,9 0,8 2,2 1,7 3,1 2,9 0,4-4,1 1,8 1,16%

2 1,2 1,3 2,5 2 3,2 3 0,5-4,2 1,8 1,3% 1,9 0,9 0,8 2,2 1,7 3,1 2,9 0,4-4,1 1,8 1,16% A SITUAÇÃO ACTUAL É MAIS GRAVE DO QUE EM 1977/78 E EM 1983/84 POR PORTUGAL PERTENCER À ZONA EURO E NESTA DOMINAR UMA POLITICA NEOLIBERAL DE SUBMISSÃO AOS MERCADOS. Um erro grave é confundir a situação

Leia mais

Tendo isso em conta, o Bruno nunca esqueceu que essa era a vontade do meu pai e por isso também queria a nossa participação neste projecto.

Tendo isso em conta, o Bruno nunca esqueceu que essa era a vontade do meu pai e por isso também queria a nossa participação neste projecto. Boa tarde a todos, para quem não me conhece sou o Ricardo Aragão Pinto, e serei o Presidente do Concelho Fiscal desta nobre Fundação. Antes de mais, queria agradecer a todos por terem vindo. É uma honra

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008 Resumo de Imprensa Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Constâncio tem saída para salvar BPP (págs. 1, 6 a 11) Banco de Portugal indica administradores para o banco de João Rendeiro

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA

MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Palácio de Belém, 1 de Janeiro de 2012 Boa noite, A todos os Portugueses desejo um Bom Ano Novo, feito de paz e de esperança. O ano que

Leia mais

É verdade que só começo um livro quando descubro uma pluma branca. Isso é um ritual que me impus apesar se só escrever uma vez cada dois anos.

É verdade que só começo um livro quando descubro uma pluma branca. Isso é um ritual que me impus apesar se só escrever uma vez cada dois anos. 1) Como está sendo a expectativa do escritor no lançamento do livro Ser como um rio que flui? Ele foi lançado em 2006 mas ainda não tinha sido publicado na língua portuguesa, a espera do livro pelos fãs

Leia mais

MENSAGEM DE ANO NOVO. Palácio de Belém, 1 de Janeiro de 2008

MENSAGEM DE ANO NOVO. Palácio de Belém, 1 de Janeiro de 2008 MENSAGEM DE ANO NOVO Palácio de Belém, 1 de Janeiro de 2008 Portugueses No primeiro dia deste Novo Ano, quero dirigir a todos uma saudação amiga e votos de boa saúde e prosperidade. Penso especialmente

Leia mais

1. Fisco cobra mais IMI do que devia a senhorios. IMI depende da subida das rendas (manchete, págs. 28 e 29)

1. Fisco cobra mais IMI do que devia a senhorios. IMI depende da subida das rendas (manchete, págs. 28 e 29) RESUMO DE IMPRENSA Segunda-feira, 14 de Junho de 2010 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Fisco cobra mais IMI do que devia a senhorios. IMI depende da subida das rendas (manchete, págs. 28 e 29) 2. Certificados do

Leia mais

Jornalista: O senhor se arrepende de ter dito que crise chegaria ao Brasil como uma marolinha?

Jornalista: O senhor se arrepende de ter dito que crise chegaria ao Brasil como uma marolinha? Entrevista exclusiva concedida por escrito pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao jornal Gazeta do Povo, do Paraná Publicada em 08 de fevereiro de 2009 Jornalista: O Brasil ainda tem

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES 2014

PLANO DE ACTIVIDADES 2014 PLANO DE ACTIVIDADES 2014 A - INTRODUÇÃO O ano de 2013 que agora termina, foi decisivo para a continuidade da Fundação do Desporto. O Governo, através do Sr. Ministro-Adjunto e dos Assuntos Parlamentares,

Leia mais

Como utilizar este caderno

Como utilizar este caderno INTRODUÇÃO O objetivo deste livreto é de ajudar os grupos da Pastoral de Jovens do Meio Popular da cidade e do campo a definir a sua identidade. A consciência de classe, ou seja, a consciência de "quem

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 65 Discurso na solenidade do Dia

Leia mais

Apresentação e Discussão do Orçamento Retificativo para 2012

Apresentação e Discussão do Orçamento Retificativo para 2012 Apresentação e Discussão do Orçamento Retificativo para 2012 Excelentíssimo Senhor Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira Excelentíssimas Senhoras e Senhores Deputados A proposta do Orçamento

Leia mais

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012 NOS@EUROPE O Desafio da Recuperação Económica e Financeira Prova de Texto Nome da Equipa GMR2012 Alexandre Sousa Diogo Vicente José Silva Diana Almeida Dezembro de 2011 1 A crise vista pelos nossos avós

Leia mais

1. Greve no Metro de Lisboa, Antena 1 - Notícias, 25-05-2015 1. 2. Greve no Metro de Lisboa, Antena 1 - Notícias, 25-05-2015 2

1. Greve no Metro de Lisboa, Antena 1 - Notícias, 25-05-2015 1. 2. Greve no Metro de Lisboa, Antena 1 - Notícias, 25-05-2015 2 Radios_25_Maio_2015 Revista de Imprensa 1. Greve no Metro de Lisboa, Antena 1 - Notícias, 25-05-2015 1 2. Greve no Metro de Lisboa, Antena 1 - Notícias, 25-05-2015 2 3. PS quer alterar o Código do IVA,

Leia mais

Discurso da Presidente da Comissão Organizadora das Comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, Profª Doutora Elvira

Discurso da Presidente da Comissão Organizadora das Comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, Profª Doutora Elvira Discurso da Presidente da Comissão Organizadora das Comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, Profª Doutora Elvira Fortunato Lamego, 10 de Junho de 2015 Senhor Presidente

Leia mais

Ex.ª Srª. Presidente da Mesa da Assembleia Municipal

Ex.ª Srª. Presidente da Mesa da Assembleia Municipal Ex.ª Srª. Presidente da Mesa da Assembleia Municipal Exm.º Sr. Presidente da Câmara Exmos. Srs. Vereadores Caros Colegas Ilustres presentes Relativamente à proposta 313 de 2014, que visa apreciar as Demonstrações

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, dia 30 de Janeiro de 2008

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, dia 30 de Janeiro de 2008 Resumo de Imprensa Quarta-feira, dia 30 de Janeiro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Exportações para Angola atingem valores recorde (págs.1, 12 e 13) As empresas portuguesas já vendem quase tanto para aquele

Leia mais

D. Virgílio Antunes no Centro Social do Senhor da Serra. Bispo de Coimbra na bênção oficial da Residência Cristo Redentor

D. Virgílio Antunes no Centro Social do Senhor da Serra. Bispo de Coimbra na bênção oficial da Residência Cristo Redentor D. Virgílio Antunes no Centro Social do Senhor da Serra Bispo de Coimbra na bênção oficial da Residência Cristo Redentor O bispo da diocese de Coimbra, D. Virgílio Antunes, procedeu à bênção oficial da

Leia mais

Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros do Governo.

Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros do Governo. Intervenção proferida pelo Deputado Luís Henrique Silva, na Sessão Plenária de Novembro de 2006 Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Bancos voltam a dar mais crédito às empresas (manchete, pág. 17). Malparado em alta nos empréstimos a famílias e sociedades.

Leia mais

MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE

MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE XXV domingo do tempo comum 23/09/2012 Igreja de Cedofeita ENTRADA Eu vi meu Deus e Senhor, aleluia, aleluia. Cantai ao amor, cantai, aleluia, aleluia. ADMONIÇÃO DE ENTRADA

Leia mais

http://www.construir.pt/2015/04/14/arquitecto-nuno-teotonio-pereira-recebe-premiouniversidade-de-lisboa/

http://www.construir.pt/2015/04/14/arquitecto-nuno-teotonio-pereira-recebe-premiouniversidade-de-lisboa/ Construir.pt ID: 58821467 15-04-2015 Visitas diárias: 532 Âmbito: Outros Assuntos OCS: Construir.pt Arquitecto Nuno Teotónio Pereira recebe Prémio Universidade de Lisboa http://www.construir.pt/2015/04/14/arquitecto-nuno-teotonio-pereira-recebe-premiouniversidade-de-lisboa/

Leia mais

25 Anos na União Europeia 25 Anos de Instituto Europeu. Onde estamos? Para onde vamos? Congresso Internacional

25 Anos na União Europeia 25 Anos de Instituto Europeu. Onde estamos? Para onde vamos? Congresso Internacional Organização: 25 Anos na União Europeia 25 Anos de Instituto Europeu Onde estamos? Para onde vamos? Congresso Internacional 28, 29 e 30 de Nov. de 2011 Auditório da Faculdade de Direito da Universidade

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

Maria Cavaco Silva defende «Casas do Avô» de Norte a Sul do país

Maria Cavaco Silva defende «Casas do Avô» de Norte a Sul do país Page 1 of 6 Restaurantes Contactos A equipa RSS Receba por email Pesquisar Submeter consulta Home Actualidade As suas notícias Cultura Desporto Educação Entrevista Fotos Negócios Opinião Região Saúde Últimas

Leia mais

Senhor Embaixador dos Estados Unidos da América, Exmo. Senhor Presidente do Conselho de Administração da Oeiras International School,

Senhor Embaixador dos Estados Unidos da América, Exmo. Senhor Presidente do Conselho de Administração da Oeiras International School, Senhor Embaixador dos Estados Unidos da América, Excelência, Exmo. Senhor Presidente do Conselho de Administração da Oeiras International School, Exma. Senhora Directora da Oeiras International School,

Leia mais

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 27ºDOMINGO DO TEMPO COMUM (02/10/11) Parábola dos Vinhateiros Poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases: Construir a Igreja

Leia mais

Bom dia, Senhoras e Senhores. Introdução

Bom dia, Senhoras e Senhores. Introdução Bom dia, Senhoras e Senhores Introdução Gostaria de começar por agradecer o amável convite que o Gabinete do Parlamento Europeu em Lisboa me dirigiu para participar neste debate e felicitar os organizadores

Leia mais

Orçamento do Estado 2016 Uma Perspectiva Pessoal

Orçamento do Estado 2016 Uma Perspectiva Pessoal Aese Orçamento do Estado 2016 Uma Perspectiva Pessoal Quando o Fórum para a Competitividade me convidou para esta intervenção, na qualidade de empresário, já se sabia que não haveria Orçamento de Estado

Leia mais

Onde bate hoje o coração da paz?

Onde bate hoje o coração da paz? Homilia de Ano Novo 2008 Onde bate hoje o coração da paz? António Marto Catedral de Leiria 1 de Janeiro de 2008 Paz do coração e paz civil: a bênção da paz Na porta de entrada deste novo ano de 2008, que

Leia mais

ESCOLA NACIONAL DE BOMBEIROS (Centro de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências)

ESCOLA NACIONAL DE BOMBEIROS (Centro de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências) ESCOLA NACIONAL DE BOMBEIROS (Centro de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências) APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional Educação (PRODEP III) Objectivos: Reduzir

Leia mais

1 - Publituris, 23-02-2007, Viagens e Turismo avaliados em 3 mil ME

1 - Publituris, 23-02-2007, Viagens e Turismo avaliados em 3 mil ME Noticias APAVT - Fevereiro 2007 Revista de Imprensa 09-10-2007 1 - Publituris, 23-02-2007, Viagens e Turismo avaliados em 3 mil ME 2 - Diário Económico, 22-02-2007, Segmento de negócios representa metade

Leia mais

Trabalho realizado por: Hélio nº 10 Jorge nº 13 Pedro F nº21 Ricardo P nº24 Miguel F nº27

Trabalho realizado por: Hélio nº 10 Jorge nº 13 Pedro F nº21 Ricardo P nº24 Miguel F nº27 Trabalho realizado por: Hélio nº 10 Jorge nº 13 Pedro F nº21 Ricardo P nº24 Miguel F nº27 Disciplina de: Área de Projecto Nome do Professor: Hélder Baião 1 Este trabalho foi proposto pelo professor de

Leia mais

viseu.tv televisão regional na internet

viseu.tv televisão regional na internet viseu.tv televisão regional na internet Projecto realizado no âmbito de estágio do Curso de Especialização Tecnológico de Técnicos de Desenvolvimento de Produtos Multimédia VTV Viseu.tv, Lda Aluna: Pedro

Leia mais

"É imperiosa a necessidade de inverter a política de transportes"

É imperiosa a necessidade de inverter a política de transportes INTERVENÇÃO DE JERÓNIMO DE SOUSA, SECRETÁRIO-GERAL, LISBOA, REUNIÃO METROPOLITANA SOBRE TRANSPORTES PÚBLICOS E MOBILIDADE 10 Março 2016 "É imperiosa a necessidade de inverter a política de transportes"

Leia mais

Relatório de Gestão e Sustentabilidade. Relatório de Gestão e Sustentabilidade 2011 1

Relatório de Gestão e Sustentabilidade. Relatório de Gestão e Sustentabilidade 2011 1 Relatório de Gestão e Sustentabilidade Relatório de Gestão e Sustentabilidade 2011 1 As melhores vistas da cidade Relatório de Gestão e Sustentabilidade Índice 1 MENSAGEM DA PRESIDENTE 7 2 O ANO DE 2011

Leia mais

ESTATUTO DA ASSEMBLEIA PARLAMENTAR DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA

ESTATUTO DA ASSEMBLEIA PARLAMENTAR DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA ESTATUTO DA ASSEMBLEIA PARLAMENTAR DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Nós, representantes democraticamente eleitos dos Parlamentos de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné- Bissau, Moçambique, Portugal,

Leia mais

Valentim e mais 23 arguidos vão a Julgamento

Valentim e mais 23 arguidos vão a Julgamento Valentim e mais 23 arguidos vão a Julgamento Fonte: anti-corrupcao.150m.com e Correio da Manhã O juiz Pedro Miguel Vieira validou as mais de 16 mil horas de escutas do caso Apito Dourado e decidiu levar

Leia mais

Resumo de Imprensa. Terça-feira, 28 de Outubro de 2008

Resumo de Imprensa. Terça-feira, 28 de Outubro de 2008 Resumo de Imprensa Terça-feira, 28 de Outubro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Euribor deve cair para 3,5% em Janeiro (págs. 1, 4 a 10) Mercados apostam que a taxa de referência dos empréstimos da casa vai

Leia mais

O Exorcista-Mor do Vaticano afirma que ainda não se fez a Consagração da Rússia

O Exorcista-Mor do Vaticano afirma que ainda não se fez a Consagração da Rússia O Exorcista-Mor do Vaticano afirma que ainda não se fez a Consagração da Rússia pelo Padre Gabriele Amorth Portanto, com a Consagração de 1984 não se realizou uma adequada Consagração da Rússia. E eu estava

Leia mais

A Santa Sé DISCURSO DO CARDEAL ANGELO SODANO EM NOME DO PAPA JOÃO PAULO II NA ABERTURA DA XXIX CONFERÊNCIA DA FAO* 8 de Novembro de 1997

A Santa Sé DISCURSO DO CARDEAL ANGELO SODANO EM NOME DO PAPA JOÃO PAULO II NA ABERTURA DA XXIX CONFERÊNCIA DA FAO* 8 de Novembro de 1997 A Santa Sé DISCURSO DO CARDEAL ANGELO SODANO EM NOME DO PAPA JOÃO PAULO II NA ABERTURA DA XXIX CONFERÊNCIA DA FAO* 8 de Novembro de 1997 Senhor Presidente Senhor Director-Geral Ilustres Delegados e Observadores

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

Tudo que você precisa saber a respeito de Deus está esta escrito no Salmo 23. Tudo que você precisa saber a teu respeito está escrito no Salmo 23.

Tudo que você precisa saber a respeito de Deus está esta escrito no Salmo 23. Tudo que você precisa saber a teu respeito está escrito no Salmo 23. Tema: DEUS CUIDA DE MIM. Texto: Salmos 23:1-6 Introdução: Eu estava pesando, Deus um salmo tão poderoso até quem não está nem ai prá Deus conhece uns dos versículos, mas poderosos da bíblia e o Salmo 23,

Leia mais

Senhor Presidente. Senhor Presidente,

Senhor Presidente. Senhor Presidente, Intervenção proferida pelo Deputado Clélio Meneses aquando da discussão do Plano e Orçamento para 2012. Senhor Presidente Senhoras e Senhores Deputados Senhor Presidente, Senhora e Senhores Membros do

Leia mais

Gratuidade com os outros

Gratuidade com os outros 2ª feira, dia 21 de setembro de 2015 Gratuidade com os outros Bom dia! Com certeza, todos nós já experimentamos como é bom brincar com amigos, como nos faz felizes trocar jogos e brinquedos, como sabe

Leia mais

Funchal. 2 de Fevereiro de 2014

Funchal. 2 de Fevereiro de 2014 Funchal 2 de Fevereiro de 2014 Ex.mo e Rev.mo Senhor Bispo da Diocese do Funchal D. António José Cavaco Carrilho, Senhores Bispos Eméritos, Ex.mo Senhor Representante da República na Região Autónoma da

Leia mais

PROJECTO - FRANCHISING SOCIAL POTENCIADO PELO

PROJECTO - FRANCHISING SOCIAL POTENCIADO PELO PROJECTO - FRANCHISING SOCIAL POTENCIADO PELO MARKETING SOCIAL DESENVOLVIDO PELA CÁRITAS EM PARCERIA COM A IPI CONSULTING NETWORK PORTUGAL As virtualidades da interação entre a economia social e o empreendedorismo

Leia mais

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 2 Liderança e Comunidade

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 2 Liderança e Comunidade Organizando Voluntariado na Escola Aula 2 Liderança e Comunidade Objetivos 1 Entender o que é liderança. 2 Conhecer quais as características de um líder. 3 Compreender os conceitos de comunidade. 4 Aprender

Leia mais

Amares Anos 60 Festas de S. António Foto Kim Amares Amares na actualidade Arquivo BE ESA

Amares Anos 60 Festas de S. António Foto Kim Amares Amares na actualidade Arquivo BE ESA Amares Anos 60 Festas de S. António Foto Kim Amares Amares na actualidade Arquivo BE ESA Meio século pode ser um tempo relativamente curto em termos históricos, mas é um tempo suficiente para provocar

Leia mais

Discurso de Sua Exceléncia o Presidente de Po rtugal. Jorge Sampaio. Assembleia Geral das Nações Unidas

Discurso de Sua Exceléncia o Presidente de Po rtugal. Jorge Sampaio. Assembleia Geral das Nações Unidas MISSAO PERMANENTE DE PORTUGAL JUNTO DAS NaфEs UNIDAS EM NOVA IORQUE Discurso de Sua Exceléncia o Presidente de Po rtugal Jorge Sampaio Reunião de Alto Nîvel da Assembleia Geral das Nações Unidas Nova Iorque

Leia mais

Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão. Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão

Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão. Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão Diário de noticias, por Hugo Filipe Coelho 17-10-11 Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão Dinheiro público. PSD e CDS

Leia mais

Sessão de Abertura Muito Bom dia, Senhores Secretários de Estado Senhor Presidente da FCT Senhoras e Senhores 1 - INTRODUÇÃO

Sessão de Abertura Muito Bom dia, Senhores Secretários de Estado Senhor Presidente da FCT Senhoras e Senhores 1 - INTRODUÇÃO Sessão de Abertura Muito Bom dia, Senhores Secretários de Estado Senhor Presidente da FCT Senhoras e Senhores 1 - INTRODUÇÃO Gostaria de começar por agradecer o amável convite que a FCT me dirigiu para

Leia mais

SOUSA GALITO, Maria (2010). Entrevista ao Embaixador Miguel Costa Mkaima. CI-CPRI, E T-CPLP, º8, pp. 1-6.

SOUSA GALITO, Maria (2010). Entrevista ao Embaixador Miguel Costa Mkaima. CI-CPRI, E T-CPLP, º8, pp. 1-6. SOUSA GALITO, Maria (2010). Entrevista ao Embaixador Miguel Costa Mkaima. CI-CPRI, E T-CPLP, º8, pp. 1-6. E T-CPLP: Entrevistas sobre a CPLP CI-CPRI Entrevistado: Embaixador Miguel Costa Mkaima Entrevistador:

Leia mais

Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst. O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares

Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst. O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares Carta Pastoral dirigida às igrejas da diocese de Rotemburgo-Estugarda na Quaresma Pascal de 2015 Bispo Sr. Dr.

Leia mais

CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE"

CICLO DE CONFERÊNCIAS 25 ANOS DE PORTUGAL NA UE Boletim Informativo n.º 19 Abril 2011 CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE" A Câmara Municipal de Lamego no âmbito de atuação do Centro de Informação Europe Direct de Lamego está a promover

Leia mais

Agradeço muito o convite que me foi endereçado para encerrar este XI Congresso da Ordem dos Revisores Oficias de Contas.

Agradeço muito o convite que me foi endereçado para encerrar este XI Congresso da Ordem dos Revisores Oficias de Contas. Senhor Bastonário da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas, Dr. José Azevedo Rodrigues; Senhor Vice-Presidente do Conselho Diretivo da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas e Presidente da Comissão Organizadora

Leia mais

EVANGELISMO CRIATIVO Pr. Carlos Alberto. Leitura do Contexto Observar a realidade. Qualidade Total Eficiência do produto apresentado

EVANGELISMO CRIATIVO Pr. Carlos Alberto. Leitura do Contexto Observar a realidade. Qualidade Total Eficiência do produto apresentado EVANGELISMO CRIATIVO Pr. Carlos Alberto Leitura do Contexto Observar a realidade Qualidade Total Eficiência do produto apresentado Relacionamentos Capacidade de fazer amizades Conservando Resultados Discipulado

Leia mais

Revista de Imprensa 10-10-2013 1. Bola, 10-10-2013, Polícia e Ministério Público querem mais condenações no futebol 1 2. Diário de Notícias,

Revista de Imprensa 10-10-2013 1. Bola, 10-10-2013, Polícia e Ministério Público querem mais condenações no futebol 1 2. Diário de Notícias, Estádios de Sítio Revista de Imprensa 10-10-2013 1. Bola, 10-10-2013, Polícia e Ministério Público querem mais condenações no futebol 1 2. Diário de Notícias, 10-10-2013, Necessários polícias especialistas

Leia mais

O legado de AGOSTINHO DA SILVA 15 anos após a sua morte i

O legado de AGOSTINHO DA SILVA 15 anos após a sua morte i O legado de AGOSTINHO DA SILVA 15 anos após a sua morte i LUÍS CARLOS SANTOS luis.santos@ese.ips.pt Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal 1- Agostinho da Silva, um adepto da Educação

Leia mais

Campanha de Advento Setor da Catequese do Patriarcado de Lisboa

Campanha de Advento Setor da Catequese do Patriarcado de Lisboa 12 Campanha de Advento Setor da Catequese do Patriarcado de Lisboa 2 Jogo da corrida das ovelhas 11 1. Monta-se o presépio (8 de dezembro). 2. Faz-se um caminho para a manjedoura. 3. Cada elemento da família

Leia mais

A Santa Sé PAPA FRANCISCO ANGELUS. Praça de São Pedro Domingo, 15 de Fevereiro de 2015

A Santa Sé PAPA FRANCISCO ANGELUS. Praça de São Pedro Domingo, 15 de Fevereiro de 2015 A Santa Sé PAPA FRANCISCO ANGELUS Praça de São Pedro Domingo, 15 de Fevereiro de 2015 [Multimídia] Amados irmãos e irmãs, bom dia! Nos últimos domingos o evangelista Marcos tem-nos contado a acção de Jesus

Leia mais

Midas. Toque de. [entrevista]

Midas. Toque de. [entrevista] [entrevista] Toque de Midas Tem 29 anos, nasceu no Porto e é apostador profissional. Pelo menos, para o Estado inglês onde está colectado, porque para as finanças nacionais não passa de um indivíduo com

Leia mais

Diocese de Aveiro IGREJA DIOCESANA RENOVADA NA CARIDADE É ESPERANÇA NO MUNDO

Diocese de Aveiro IGREJA DIOCESANA RENOVADA NA CARIDADE É ESPERANÇA NO MUNDO Diocese de Aveiro IGREJA DIOCESANA RENOVADA NA CARIDADE É ESPERANÇA NO MUNDO Plano Diocesano de Pastoral para o quinquénio 2008-2013 A PALAVRA DO SR. BISPO PONTO DE PARTIDA 1. INICIAMOS UMA NOVA PERSPECTIVA

Leia mais

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. 2+2 Colégio Liceal de Santa Maria de Lamas

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. 2+2 Colégio Liceal de Santa Maria de Lamas NOS@EUROPE O Desafio da Recuperação Económica e Financeira Prova de Texto 2+2 Colégio Liceal de Santa Maria de Lamas Anita Santos Diogo Gautier Helena Santos Eurico Alves Dezembro de 2011 1 A Crise Atual:

Leia mais

07/01/2009 OJE Economia contrai 0,8% este ano e terá entrado em recessão em 2008 A crise financeira e a recessão mundial vão provocar este ano uma contracção de 0,8% na economia nacional, penalizada pela

Leia mais

REFORMA E CONTRARREFORMA. Professor Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista de Montes Claros

REFORMA E CONTRARREFORMA. Professor Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista de Montes Claros REFORMA E CONTRARREFORMA Professor Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista de Montes Claros INTRODUÇÃO A Reforma Religiosa e o Renascimento ocorreram na mesma época e expressam a grande renovação de ideias

Leia mais

A meio do mandato autárquico 2013-2017, e criada que foi uma expetativa enorme com este novo executivo, é hora de fazer o balanço.

A meio do mandato autárquico 2013-2017, e criada que foi uma expetativa enorme com este novo executivo, é hora de fazer o balanço. Sr. Presidente da Assembleia Municipal, Srª Presidente da Câmara Exºs membros do executivo, Membros desta Assembleia Público presente, A meio do mandato autárquico 2013-2017, e criada que foi uma expetativa

Leia mais

Guião de apoio para divulgação junto da Comunicação Social

Guião de apoio para divulgação junto da Comunicação Social Semana da Liberdade de Escolha da Escola / School Choice Week & I Conferência da Liberdade de Escolha da Escola / 1st School Choice Conference Guião de apoio para divulgação junto da Comunicação Social

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS?

INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS? INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS? HOTEL TIVOLI LISBOA, 18 de Maio de 2005 1 Exmos Senhores ( ) Antes de mais nada gostaria

Leia mais

Tratado de Lisboa 13 Dezembro 2007. Conteúdo e desafios

Tratado de Lisboa 13 Dezembro 2007. Conteúdo e desafios Tratado de Lisboa 13 Dezembro 2007 Conteúdo e desafios Os Tratados Tratado de Paris (CECA) 18 de Abril de 1951 Tratados de Roma (CEE e CEEA) 25 de Março de 1957 Acto Único Europeu 17 de Fevereiro 1986

Leia mais

1. (PT) - TVI 24 - Política Mesmo, 25/06/2014, Discurso de António José Seguro: Direto 1

1. (PT) - TVI 24 - Política Mesmo, 25/06/2014, Discurso de António José Seguro: Direto 1 Tv's_25_Junho_2014 Revista de Imprensa 26-06-2014 1. (PT) - TVI 24 - Política Mesmo, 25062014, Discurso de António José Seguro: Direto 1 2. (PT) - RTP Informação - Grande Jornal, 25062014, Consultas no

Leia mais

Várias Publicações. LusaTV: Aumento da carga fiscal melhorou qualidade da Segurança Social - Sec. Estado

Várias Publicações. LusaTV: Aumento da carga fiscal melhorou qualidade da Segurança Social - Sec. Estado 17-03-2006 13:11:00. Fonte LUSA. Notícia SIR-7829164 Temas: economia portugal finanças sociedade LusaTV: Aumento da carga fiscal melhorou qualidade da Segurança Social - Sec. Estado DATA:. ASSUNTO: Conferência

Leia mais

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13 A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO Romanos 15:13 - Ora o Deus de esperança vos encha de toda a alegria e paz em crença, para que abundeis em esperança pela virtude do Espírito Santo. Só Deus pode nos dar uma

Leia mais

pensamentos para o seu dia a dia

pensamentos para o seu dia a dia pensamentos para o seu dia a dia Israel Belo de Azevedo 1Vida e espiritualidade 1 Adrenalina no tédio O interesse por filmes sobre o fim do mundo pode ser uma forma de dar conteúdo ao tédio. Se a vida

Leia mais

RESUMO IMPRENSA. Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009

RESUMO IMPRENSA. Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009 RESUMO IMPRENSA Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Gabinete de Sócrates acusado de ameaçar gestor do PSD. Houve abordagens do gabinete de Sócrates para que Alexandre Relvas medisse

Leia mais

Genialidade, Fernando Pessoa

Genialidade, Fernando Pessoa Um homem de génio é produzido por um conjunto complexo de circunstâncias, começando pelas hereditárias, passando pelas do ambiente e acabando em episódios mínimos de sorte. Genialidade, Fernando Pessoa

Leia mais

SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014

SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014 SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014 Maria e José levaram Jesus a Jerusalém a fim de apresentá-lo ao Senhor Leituras: Genesis 15, 1-6; 21,1-3; Salmo 104 (105), 1b-2, 3.4-5.6.8-9 (R/ 7a.8a); Carta aos

Leia mais

EQUIPAS DE JOVENS DE NOSSA SENHORA O PAPEL DO CASAL ASSISTENTE

EQUIPAS DE JOVENS DE NOSSA SENHORA O PAPEL DO CASAL ASSISTENTE EQUIPAS DE JOVENS DE NOSSA SENHORA O PAPEL DO CASAL ASSISTENTE A experiência de um casal cristão que acompanha a equipa traz aos seus membros uma riqueza complementar à que caracteriza a presença do padre.

Leia mais

Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal

Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal À margem do Fórum promovido pela Associação Mais Portugal Cabo Verde, que o trouxe

Leia mais

Reportagem do portal Terra sobre o Golpe de 1964

Reportagem do portal Terra sobre o Golpe de 1964 Reportagem do portal Terra sobre o Golpe de 1964 http://noticias.terra.com.br/brasil/golpe-comecou-invisivel-diz-sobrinho-de-substitutode-jango,bc0747a8bf005410vgnvcm4000009bcceb0arcrd.html acesso em 31-03-2014

Leia mais

4. Síria. Repressão aumenta e EUA agravam sanções (págs. 1 e 14)

4. Síria. Repressão aumenta e EUA agravam sanções (págs. 1 e 14) RESUMO DE IMPRENSA Domingo, 01 de Maio de 2011 PÚBLICO (DOMINGO, 01) 1. Uma multidão em nome de João Paulo II. A beatificação de um papa obscurantista, ou do obreiro de um renascimento católico? (manchete,

Leia mais

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO MANUAL DO JOVEM DEPUTADO Edição 2014-2015 Este manual procura expor, de forma simplificada, as regras do programa Parlamento dos Jovens que estão detalhadas no Regimento. Se tiveres dúvidas ou quiseres

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

Caridade quaresmal. Oração Pai-nosso S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos!

Caridade quaresmal. Oração Pai-nosso S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos! 2ª feira, 09 de março: Dar esmola Bom dia! Há gestos que nesta altura a quaresma, ganham uma dimensão ainda maior. Enchem-nos. Um dia, uma mulher vestida de trapos velhos percorria as ruas de uma aldeia

Leia mais

Acelerar a resolução de litígios entre empresas e chamar arbitragens internacionais a Portugal são dois propósitos do novo quadro legal

Acelerar a resolução de litígios entre empresas e chamar arbitragens internacionais a Portugal são dois propósitos do novo quadro legal RESOLUÇÃO ALTERNATIVA DE LITÍGIOS Arbitragem voluntária tem nova lei a boleia da troika Acelerar a resolução de litígios entre empresas e chamar arbitragens internacionais a Portugal são dois propósitos

Leia mais

1 Onde estou e aonde quero chegar

1 Onde estou e aonde quero chegar Seu futuro é agora O Programa RENDA MAIS da Fundação Atlântico tem como objetivo fomentar o conhecimento sobre educação financeira e previdenciária junto aos seus Participantes. No módulo de Educação Financeira

Leia mais