O Curso de Direito da Universidade Federal de Uberlândia foi criado em 1963 e é um dos cursos mais tradicionais da UFU.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Curso de Direito da Universidade Federal de Uberlândia foi criado em 1963 e é um dos cursos mais tradicionais da UFU."

Transcrição

1 4 - Seu Curso Informações Específicas sobre o Curso O Curso de Direito da Universidade Federal de Uberlândia foi criado em 1963 e é um dos cursos mais tradicionais da UFU Objetivo Os Cursos jurídicos têm o compromisso de formar profissionais para franca atuação na sociedade. Além disso, proporciona conhecimentos jurídicos capazes de levar o futuro profissional a compreender que o direito está em constante mudança não constituindo obra pronta ou espólio de culturas passadas; que as limitações das instituições jurídicas refletem a essência multidisciplinar do direito. O curso não está voltado apenas para o prisma mercadológico. É um curso exigente e de sólido conhecimento dogmático, proporcionando condições de avaliação crítica desse conhecimento Caracterização do Egresso O mercado de trabalho oferece ricas oportunidades ao profissional de formação jurídica. A prática da advocacia se alarga hoje para abranger as assessorias junto às empresas, associações, sindicatos, organismos governamentais e não-governamentais. Os juizados especiais e juízos arbitrais se constituem de palcos inovadores e exigem novas performances dos profissionais do Direito. No que tange às carreiras públicas as oportunidades de concurso para composição dos quadros da Magistratura, Defensoria Pública, Ministério Público, Secretarias de Segurança Pública e Procuradorias ainda são fortemente competitivas, figurando como atraentes possibilidades de realização profissional Estrutura Curricular A reformulação curricular visou também outras profissões jurídicas como as carreiras acadêmicas de magistério e pesquisa, sendo esta última prioritária para o desenvolvimento da reflexão, capacidade de observação, de análise e de novas maneiras de ver o mundo. Portanto, a Monografia final de Curso é peça de fundamental importância para estimular as atividades de pesquisa e extensão, sem prejuízo da participação em seminários, e em todos os eventos que sirvam de base para a produção científica. O novo currículo do curso proporciona conhecimentos jurídicos que possibilitam ao bacharel perceber a complexidade do direito e sua interdependência ante os fenômenos sociais, políticos e econômicos; o direito como produto da cultura, mas vinculado a valores éticos universais; 3. o direito como expoente da autoridade mas com subordinação à justiça Instruções Específicas de Matrícula no Curso Matrícula no curso de Direito A matrícula no Curso de Direito é feita por bloco de disciplinas, série a série, observandose a partir da segunda, as dependências. O aluno regularmente matriculado recebe, anualmente, a documentação para efetuar a sua matrícula e, ao preencher o requerimento, torna-se inteiramente responsável pela exatidão dos dados e pelo atendimento às normas. Tendo sido alterada a matrícula, ou ocorrendo qualquer fato que torne necessário incluir o nome em diário de classe, o aluno deve procurar a autorização propriada na Coordenação de Curso. 39

2 O aluno com reprovação em até 02 (duas) disciplinas deverá nelas matricular-se na condição de dependente, podendo também, matricular-se na série subsequente. Para tanto o aluno do diurno poderá cursar a(s) dependência(s) no noturno e vice-versa. O aluno terá direito de matricular-se só na(s) dependência(s). O aluno com reprovação em 03 (três) ou mais disciplinas não poderá fazer sua matrícula na série subsequente, devendo efetivá-la nas disciplinas em que está reprovado. Os casos omissos serão resolvidos pelo Colegiado de Curso Mudança de turma A mudança de turma poderá ocorrer até um quarto do ano letivo, a critério do Colegiado, desde que haja vaga e que o aluno comprove as razões de seu pedido, observando-se a conveniência do ensino Mudança de turno A mudança de turno poderá ocorrer até 30 (trinta) dias após o início do ano letivo, desde que haja vaga na turma de destino ou mediante permuta. Observação: O atendimento dos pedidos terá como critério a ordem dos requerimentos protocolados na DIRAC Avaliação Serão atribuídos, em sistema aditivo, a cada disciplina, 100 (cem) pontos em números inteiros, sendo proibida a concessão de pontos adicionais, a qualquer título. A nenhuma avaliação serão atribuídos mais de 30 (trinta) pontos. Para ser aprovado o aluno deve alcançar: a) o mínimo de 60 (sessenta) pontos na soma das notas; b) 75% (setenta e cinco por cento) no mínimo de frequência às aulas e outras atividades curriculares dadas. A proposta de avaliação é parte integrante do Plano de Curso. No início de cada ano letivo, o professor deverá apresentar aos alunos o Plano de Curso e a Proposta de Avaliação de sua disciplina para discussão. Dentro de quinze dias, a contar da data de início das aulas, o professor deverá encaminhar, ao Colegiado de Curso, o referido Plano e a Proposta de Avaliação, para apreciação e aprovação. Observação: Não havendo entendimento entre professor e alunos, poderão estes submeter ao Colegiado de Curso, também no prazo de 15 dias a contar do início das aulas, suas propostas de avaliação Estágio de Prática Jurídica Supervisionado Curricular Regulamento dos Estágios do Curso de Graduação em Direito O Colegiado do Curso de Graduação em Direito da Universidade Federal de Uberlândia no uso das suas atribuições conferidas pela RES/CONSEP/002/89, considerando o que dispõem os artigos 10 a 15 da Portaria MEC/1886/94 e os termos da RES/CONSUN/Nº 04/85, estabelece o Regulamento dos Estágios do Curso de Graduação em Direito, cria o Núcleo de Prática Jurídicae dá outras providências. TÍTULO I - ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR SEÇÃO I - DOS PRINCÍPIOS GERAIS Art. 1º - O Estágio de Prática Jurídica, supervisionado pelo Curso de Direito da Universidade Federal de Uberlândia, é obrigatório e integrante do Currículo Pleno, consistindo no mínimo de 300(trezentas) horas de Prática Jurídica Extrajudicial e Judicial, Simulada e Real, desenvolvida pelo aluno sob a coordenação, controle e orientação do Núcleo de Prática Jurídica, estando vedada a utilização regular de aulas prelecionais. 40

3 Art. 2º - As atividades do Estágio Supervisionado são preponderantemente práticas e devem proporcionar ao estudante a participação em situações reais de vida e trabalho vinculadas a sua área de formação, a análise crítica das mesmas, bem como enaltecer a prática da ética profissional. Art. 3º - As atividades de Estágio devem buscar em todas as suas variáveis, a articulação entre ensino, pesquisa e extensão. Art. 4º - O Estágio Supervisionado de Prática Jurídica Extrajudicial Simulada, oferecido como disciplina no 2º e 3º ano, que poderá ser cumprido no Núcleo de Prática Jurídica com atividades moduladas sobre as disciplinas já cursadas, ou em curso, e constará da elaboração e da redação de peças profissionais e ou instrucionais bem como de visitas a órgãos judiciários e penitenciários, órgãos de funções essenciais à justiça e ainda de outras atividades práticas, a critério do Coordenador do Núcleo. Art. 5º - O Estágio de Prática Jurídica Extrajudicial Simulada, oferecido como disciplina no 4º e 5º ano, constará da redação de peças processuais, rotinas processuais ou de outras atividades práticas. Art.6º - O Estágio de Prática Jurídica Extrajudicial Real poderá ser cumprido através de programas de extensão e convênios com os Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, com escritórios de Advocacia e órgãos públicos, empresariais, comunitários e sindicais. 1º - A assistência a audiências e sessões judiciais fará parte integrante das atividades do estágio citado no caput deste artigo, a critério do Núcleo de Prática Jurídica. 2º- O estagiário que por razão de vínculo empregatício ou funcional exercer qualquer atividade nos setores referidos no caput deste artigo, não ficará dispensado de cumprir o Estágio de Prática Jurídica Simulada, Extrajudicial e Judicial, salvo a critério do colegiado do curso. Art. 7º - O Estágio de Prática Jurídica Judicial Simulada, oferecido como disciplina no 4º e 5º ano, será cumprido com atividades desenvolvidas no Núcleo de Prática Jurídica e compreenderá a montagem simulada de processos, audiências, julgamentos, atendimento ao público, como também de qualquer atividade referente a aplicação do Direito. Parágrafo único - O Estágio de Prática Jurídica Judicial Simulada poderá ser complementado por estágio de Prática Jurídica Extrajudicial Real ou por Estágio Supervisionado de Prática Jurídica Judicial Real, a critério do Colegiado. Art. 8º - Ao Estágio na Prática Jurídica Judicial Real só pode habilitar-se o aluno inscrito na O.A.B., podendo ser cumprido na Assistência Judiciária, em escritórios de Advocacia e em serviços de entidades públicas empresariais, comunitárias e sindicais, desde que conveniados Atividades Complementares A codificação das Atividades que compõem a PARTE FLEXÍVEL obedecerá ao padrão FLX a.b. cha, onde: a = 1, 2 ou 3 identifica os GRUPOS 1, 2 ou 3, respectivamente; b = 1, 2, 3, 4 ou 5 corresponde aos Subgrupos de cada Grupo, abaixo especificados; cha = é o registro de carga horária de atividade considerada. Por exemplo, duas horas: cha =

4 GRUPO 1 - ATIVIDADES DE ENSINO - FLX 001 Subgrupo Atividade Monitoria em disciplina jurídica Disciplinas jurídicas e núcleos temáticos interdisciplinares com novos direitos não previstos no currículo pleno do Curso de Direito da UFU. Disciplinas ofertadas por outros cursos da UFU, úteis ao graduando do curso de Direito e que não integram a grade curricular do mesmo. Aproveitamento Aproveitamento máximo da carga horária da disciplina objeto da monitoria mediante de relatório do Professor Orientador. O Histórico Escolar deve registrar a atividade, nome da disciplina e carga horária cumprida. Aproveitamento integral da carga horária, desde que o aluno seja aprovado.o Histórico Escolar deve discriminar código, nome da(s) disciplina(s) e notas obtidas. O certificado contendo código e nome da disciplina, carga horária e o aproveitamento obtido pelo aluno, deverá ser expedido pelo Departamento responsável pela disciplina. GRUPO 2 - ATIVIDADES DE PESQUISA - FLX 002 Subgrupo Atividade Iniciação científica e similares PET e programas similares Trabalhos publicados em periódicos jurídicos e pela imprensa Aproveitamento Aproveitamento da carga horária pelo Colegiado do Curso mediante relatório de desempenho do Professor Orientador, responsável pela atividade.o Histórico Escolar deve registrar a atividade, temática e carga horária. Idem Idem 42

5 GRUPO 3 - ATIVIDADES DE EXTENSÃO - FLX 003 Subgrupo Atividade Aproveitamento 1 Participação em seminários*, palestras, congressos, conferências, encontros, jornadas, simpósios, debates, mesasredondas, cursos de atualização e outros. Aproveitamento da carga horária pelo Colegiado de Curso mediante certificado de frequência, tipo de participação e relatório individual circunstanciado e avaliativo Núcleos temáticos. Estágios extracurriculares. Outras atividades de extensão. Discriminar no Histórico Escolar tipo de atividade e carga horária respectiva. Idem Idem 5 * Atividade Representação estudantil em colegiados de curso, conselhos departamentais, superiores e outros. Aproveitamento da carga horária pelo Colegiado, mediante relatório circunstanciado da atividade, devendo ser discriminado no Histórico Escolar o tipo de atividade e carga horária. ATIVIDADES COMPLEMENTARES ARTIGO 4º. DA PORTARIA MEC 1886/94 DESDOBRAMENTO C.H. TIPO ANO 200 Obrig. Atividades de Ensino 1º. Atividades de Pesquisa ao Atividades de Extensão 5º Observações: SUBTOTAL 200 Currículo Pleno para alunos ingressantes a partir de Carga Horária total de integralização do curso: 3800 horas. Tempo Mínimo para integralização do curso: 5 (cinco) anos. Tempo Máximo para integralização do curso: 8 (oito) anos. Para conclusão do curso é obrigatória a apresentação e defesa de monografia final, perante banca examinadora, com tema e orientador escolhidos pelo aluno. As atividades complementares extracurriculares, previstas no Art. 4º. da Portaria MEC/1886/94, serão realizadas no decorrer do Curso, com registro no Histórico Escolar do aluno. ÁREA DE APROFUNDAMENTO DISCIPLINAS SELETIVAS Nome CHC Direito das Relações Trabalhistas 03 Relação de Consumo e Responsabilidade Civil 03 Direito Econômico e Empresarial 03 Criminologia e Medicina Legal 03 Direito Difuso 03 43

6 Ano Matriz Curricular Disciplina CHC 1 º Ciência Política 60 Direito Civil 90 Economia Política 90 Introdução ao Direito 120 Sociologia Geral e Jurídica 90 Teoria da Constituição 60 Teoria do Estado 90 Filosofia Geral 60 Teoria Geral do Processo 60 2 º Direito Constitucional 120 Direito das Obrigações 90 Direito Penal Direito Comercial 1 90 Direito Processual Civil 1 90 Filosofia do Direito 60 Metodologia da Pesquisa Jurídica 60 Laboratório Jurídico º Direito dos Contratos 90 Direito Penal I2 90 Direito Comercial 2 90 Direito Processual Penal 1 90 Direito Processual Civil 2 90 Direito do Trabalho 120 Direito Administrativo 1 90 Laboratório Jurídico º Ética Geral 60 Direito das Coisas 90 Direito de Família e Sucessões 90 Direito Penal 3 60 Direito Processual Penal 2 90 Direito Processual Civil 3 90 Direito Processual do Trabalho 1 60 Direito Administrativo 2 60 Laboratório Jurídico 3 90 Direito Internacional Público 60 5 º Ética Profissional 60 Direito Previdenciário 60 Direito Internacional Privado 60 Direito Financeiro e Tributário 120 Laboratório Jurídico 4 60 Direito Processual do Trabalho 2 60 Disciplinas Optativas 44 Disciplina CHC Direitos das Relações Trabalhistas 90 Direito do Consumidor e Responsabilidade Civil 90 Direito Econômico e Empresarial 90 Criminologia e Medicina Legal 90 Direito Difuso 90

7 Fonte: Prefeitura Universitária Fone: (34)

8 46 Fonte: Prefeitura Universitária Fone: (34)

9 Fonte: Prefeitura Universitária Fone: (34)

10 Calendário Acadêmico da Graduação para o ano letivo de 2009 Aprovado pelo Conselho de Graduação - RESOLUÇÕES N os 09 e 10/2008, de 21/11/2008. JANEIRO/09 Seg FEVEREIRO/09 Seg MARÇO/09 Seg Feriado 10 a 13 Matríc. Ingres.Proc.Selet 02 Início do Semestre 26 a 30 Matrícula Veteranos via internet Campi Uberlândia 02 a 06 Ajuste de Matrícula 11 e 12 Matrícula Ingres.Proc. Selet. 05 e 06 Matrícula de Transferência Campus Pontal 09 e10 Matrícula Alunos Convênio, Ouvinte 24 Recesso e Especial 12 Término prazo Solic. Matrícula Extemporânea 23 Térm. prazo Sol. Retif.Notas/Faltas 08/2 27 Colação de Grau Especial 30 Término prazo Solicitação Exame de Suficiência ABRIL/09 MAIO/09 JUNHO/09 Seg Seg Seg Feriado 01 Feriado 09 Trancamento Geral Semestral 14 Trancamento Parcial Semestral 11 Término prazo Solicitação de Dilação de Prazo 10 Término prazo Entrega Horários na DIRAC 21 Feriado 27 Término prazo para Solicitação de Opção de 11 Recesso 24 Colação de Grau Especial Curso, Reopção Curso, Mudança Turno e 26 Colação de Grau Especial Permanência Vínculo 28 Trancamento Parcial Anual 29 Colação de Grau Especial JULHO/09 AGOSTO/2009 SETEMBRO/09 Seg Seg Seg Colação de Grau Especial 10 Início do Semestre 07 Feriado 11 Reposição de sexta-feira 10 a 14 Ajuste de Matrícula 10 Término prazo Solicitação Exame de 11 Término do Semestre 13 e 14 Matr.Alunos Conv.,Ouvinte e Especial Suficiência 17 Prazo Limite Envio do Formulário de 15 Feriado 16 Feriado (Somente em Ituiutaba) Registro Resultados à DIRAC via internet 21 Término prazo Solic.Matríc. Extemporânea 24 Trancamento Parcial Semestral 24 a 28 Matrícula Veteranos via internet 28 Colação de Grau Especial 25 Colação de Grau Especial 30/31 Matrícula Ingres.Proc.Selet.Campus 31 Feriado (Somente em Uberlândia) Uberlândia OUTUBRO/09 NOVEMBRO/09 DEZEMBRO/09 Seg Seg Seg Aula de ado e Reposição de 2a.feira 02 Feriado 05 Aula de sábado e Reposição de 05 a 09 - Semana Acadêmica 04 Término prazo para Solicitação de Opção 2a.feira 12 - feriado de Curso, Reopção Curso, Mudança de 18 Colação de Grau Especial 13 - Término prazo Solic.Ret.Notas/Faltas/09-1 Turno e Permanência Vínculo 19 Término do Semestre 16 - Trancamento Geral Anual 07 Aula de ado e Reposição de 2a.Feira 25 Feriado 19 - Término prazo Solic. Dilação Prazo 19 Término prazo Entrega Horários na DIRAC 30 Prazo Limite para Envio do 28 Recesso 20 Recesso Formulário de Registro de 30 Colação de Grau Especial 23 Trancamento Geral Semestral Resultados à DIRAC via internet 27 Colação de Grau Especial 1 o Semestre dias letivos - Segunda 19; ça 18; rta 19; nta 18; ta 18; ado 18 2 o Semestre 110 dias letivos - Segunda 18; ça 19; rta 18; nta 19; ta 18; ado 18 48

4.2 Instruções Específicas de Matrícula no Curso

4.2 Instruções Específicas de Matrícula no Curso 4 - Seu Curso 4.1 - Informações Específicas sobre o Curso 4.1.1 - Objetivos O Curso de Psicologia da Universidade Federal de Uberlândia foi criado em 1975 e, desde então, visa formar profissionais qualificados

Leia mais

4 - Seu Curso. 4.1 - Informações Específicas sobre o Curso. 4.1.1 - Objetivos. 4.1.2 - Perfil do Egresso. 4.1.3 - Estrutura Curricular

4 - Seu Curso. 4.1 - Informações Específicas sobre o Curso. 4.1.1 - Objetivos. 4.1.2 - Perfil do Egresso. 4.1.3 - Estrutura Curricular 4 - Seu Curso 4.1 - Informações Específicas sobre o Curso 4.1.1 - Objetivos O Curso de Bacharelado em Relações Internacionais, oferecido pelo IEUFU, tem como objetivo a formação de profissionais capazes

Leia mais

A partir do sétimo período, são oferecidos Tópicos Especiais nas áreas de marketing, finanças, operações, organizações e recursos humanos.

A partir do sétimo período, são oferecidos Tópicos Especiais nas áreas de marketing, finanças, operações, organizações e recursos humanos. 1 4 - Seu Curso 4.1 - Informações Específicas sobre o Curso O Curso de Administração participa, desde 1996, do Exame Nacional de Cursos (PROVÃO), promovido pelo INEP/MEC. Obtivemos o conceito A por sete

Leia mais

4 - Seu Curso. 4.1 - Informações Específicas sobre o Curso. 4.1.1 Regime de funcionamento do curso. 4.1.2 Natureza das disciplinas

4 - Seu Curso. 4.1 - Informações Específicas sobre o Curso. 4.1.1 Regime de funcionamento do curso. 4.1.2 Natureza das disciplinas 4 - Seu Curso 4.1 - Informações Específicas sobre o Curso O objetivo deste Guia é apresentar as informações básicas sobre o Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Uberlândia, servindo

Leia mais

Regulamento das Atividades Complementares Obrigatórias ACO do Curso de Direito da Faculdade Arthur Thomas

Regulamento das Atividades Complementares Obrigatórias ACO do Curso de Direito da Faculdade Arthur Thomas Art. 1º. Este Regulamento tem por finalidade regular o aproveitamento e a validação das Atividades Complementares Obrigatórias ACO que compõem a Matriz Curricular do Curso de Graduação em Direito da Faculdade

Leia mais

Grupo 1: Atividades Complementares de Ensino (Máximo de 120 horas)

Grupo 1: Atividades Complementares de Ensino (Máximo de 120 horas) CENTRO INTEGRADO DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO - FAESF RUA FÉLIX PACHÊCO, 1206 BAIRRO: MANGUINHA FONE: (89) 3521-6512 ou 3521-2956 CNPJ: 04.899.971/0001-76 E-MAIL:

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º- A análise e registro das atividades complementares será realizada pela Coordenação das Atividades Complementares

Leia mais

Regulamento das Atividades Complementares Obrigatórias ACO

Regulamento das Atividades Complementares Obrigatórias ACO Art. 1º. Este Regulamento tem por finalidade regular o aproveitamento e a validação das Atividades Complementares Obrigatórias ACO que compõem a Matriz Curricular do Curso de Graduação em Administração

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO ICSP/FESP CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO ICSP/FESP CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS 1 FESP ICSP INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DO PARANÁ Mantenedora: Fundação de Estudos Sociais do Paraná CGC/MF: 76.602.895/0001-04 Inscr. Estadual: Isento Rua General Carneiro, 216 Fone/Fax (0xx41) 264-3311

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DE VITÓRIA FDV

REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DE VITÓRIA FDV REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DE VITÓRIA FDV REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA TÍTULO I Dos Princípios gerais Art. 1. Este regimento Interno disciplina

Leia mais

REGULAMENTO NÚCLEO FLEXÍVEL CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO NÚCLEO FLEXÍVEL CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO NÚCLEO FLEXÍVEL CURSO DE DIREITO Art. 1º O presente conjunto de regras tem por finalidade normatizar as atividades que compõem o núcleo flexível do Currículo de Graduação em Direito e cujo

Leia mais

Art. 1. As ATIVIDADES COMPLEMENTARES do Curso de Direito da FFB serão regidas por este Regulamento.

Art. 1. As ATIVIDADES COMPLEMENTARES do Curso de Direito da FFB serão regidas por este Regulamento. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURRÍCULO NOVO DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE FARIAS BRITO Dispõe acerca do regime das Atividades Complementares do Currículo Novo (Grade 03) do Curso de

Leia mais

Resolução nº 03/2014, do Colegiado do Curso de Graduação em Direito

Resolução nº 03/2014, do Colegiado do Curso de Graduação em Direito Resolução nº 03/2014, do Colegiado do Curso de Graduação em Direito Dispõe sobre as atividades complementares do curso de currículo semestral O DA FACULDADE DE DIREITO PROF. JACY DE ASSIS DA, no uso de

Leia mais

REDE GONZAGA DE ENSINO SUPERIOR REGES FACULDADE REGES DE DRACENA

REDE GONZAGA DE ENSINO SUPERIOR REGES FACULDADE REGES DE DRACENA REGULAMENTO _ DAS ACADEMICAS Em cumprimento às exigências da Resolução CNE/CES nº 9, de 29 de setembro de 2004 (do Conselho Nacional de Educação Câmara de Educação Superior) e ao Projeto Pedagógico do

Leia mais

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS)

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS) CURSO DE DIREITO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS) REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO TÍTULO I DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

Leia mais

Fundação de Ensino Superior de Cajazeiras - FESC Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Cajazeiras - FAFIC

Fundação de Ensino Superior de Cajazeiras - FESC Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Cajazeiras - FAFIC REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE LICENCIATURA EM FILOSOFIA Art. 1º As atividades acadêmico-científico-culturais, denominadas atividades complementares, compreendem

Leia mais

Grupo 1: Atividades Complementares de Ensino (Máximo de 120 horas)

Grupo 1: Atividades Complementares de Ensino (Máximo de 120 horas) CENTRO INTEGRADO DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO - FAESF RUA FÉLIX PACHÊCO, 1206 BAIRRO: MANGUINHA FONE: (89) 3521-6512 ou 3521-2956 CNPJ: 04.899.971/0001-76 E-MAIL:

Leia mais

MANUAL DO ALUNO. ATIVIDADES COMPLEMENTARES.

MANUAL DO ALUNO. ATIVIDADES COMPLEMENTARES. MANUAL DO ALUNO. ATIVIDADES COMPLEMENTARES. IDENTIFICAÇÃO DO (A) DISCENTE NOME: ENDEREÇO: CURSO: PERIODO: TURMA: Trabalhar o discente para torná-lo um empreendedor e facilitar sua inclusão no mercado de

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 1 REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Regulamento de Atividades Complementares previstas para o Curso de Administração da Faculdade Del Rey. BELO HORIZONTE 2012 2 Regulamento

Leia mais

Regulamento das Atividades Complementares

Regulamento das Atividades Complementares 1 ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DOM BOSCO Fundada em 21 de dezembro de 1964 MANTENEDORA DAS FACULDADES DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS, ADMINISTRATIVAS E DA COMPUTAÇÃO, FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DOM BOSCO, FACULDADE

Leia mais

FACULDADE RADIAL SÃO PAULO - FARSP CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO

FACULDADE RADIAL SÃO PAULO - FARSP CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO FACULDADE RADIAL SÃO PAULO - FARSP CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO 1 SUMÁRIO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS...3 DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES...3 DA COORDENAÇÃO DAS

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA (NPJ) E DO ESTÁGIO ORIENTADO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE CENECISTA DE JOINVILLE

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA (NPJ) E DO ESTÁGIO ORIENTADO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE CENECISTA DE JOINVILLE REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA (NPJ) E DO ESTÁGIO ORIENTADO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE CENECISTA DE JOINVILLE Dispõe sobre a implantação e funcionamento do Núcleo de

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACERES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACERES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACERES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º As Atividades Complementares são componentes curriculares obrigatórios

Leia mais

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE DIREITO REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES 2 DA FINALIDADE E DO OBJETIVO Art. 1º. As Atividades Complementares do Curso de Direito da Faculdade Unida de Suzano serão regidas por este Regulamento.

Leia mais

FADIR Faculdade de Direito

FADIR Faculdade de Direito FADR Faculdade de Direito Secretaria: Prédio 11 8º andar Fone: 3320-3634 E-mail: direito@pucrs.br www.pucrs.br/direito Departamentos Propedêutica Jurídica n.º 241 Direito Privado e Processo Civil n.º 242

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art.1º O presente regulamento tem por finalidade estabelecer normas para a realização e o registro das Atividades Complementares nos

Leia mais

NOVA GRADE CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DA UNIBRASIL Aprovada na Reunião do Colegiado de Curso de 09/11/05

NOVA GRADE CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DA UNIBRASIL Aprovada na Reunião do Colegiado de Curso de 09/11/05 NOVA GRADE CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DA UNIBRASIL Aprovada na Reunião do Colegiado de Curso de 09/11/05 ADAPTAÇÃO PARA O ATUAL OITAVO PERÍODO NONO PERÍODO NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2006

Leia mais

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO NPJ E ESTÁGIO SUPERVISIONADO

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO NPJ E ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO NPJ E ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS GERAIS Art. 1º Este Regulamento rege as atividades

Leia mais

Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE

Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DA UNIFEBE Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 36/14, de 10/12/14. CAPÍTULO I DISPOSIÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE INTEGRADA BRASIL AMAZÔNIA FIBRA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE INTEGRADA BRASIL AMAZÔNIA FIBRA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE INTEGRADA BRASIL AMAZÔNIA FIBRA Regula o funcionamento do Núcleo de Prática Jurídica NPJ do curso de Direito Bacharelado da Fibra. CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Regulamento das Atividades Complementares

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Regulamento das Atividades Complementares 1 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Regulamento das Atividades Complementares 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Regulamento das Atividades Complementares Art. 1º - O presente regulamento tem por finalidade definir as Atividades

Leia mais

RESOLUÇÃO FADISA Nº. 005/2006 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA

RESOLUÇÃO FADISA Nº. 005/2006 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA RESOLUÇÃO FADISA Nº. 005/2006 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA O Presidente do CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO- FADISA, Professor Dr. ELTON DIAS

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 177, de 11 de setembro de 2015. R E S O L V E:

RESOLUÇÃO nº 177, de 11 de setembro de 2015. R E S O L V E: RESOLUÇÃO nº 177, de 11 de setembro de 2015. O Conselho Universitário CONSUNI, no uso de suas atribuições, em conformidade com Parecer nº 030, de 20 de agosto de 2015, R E S O L V E: Art. 1º - Aprovar

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL Este Regulamento e a Resolução do Conselho Superior da Uneal (CONSU/UNEAL) que o aprovou foram

Leia mais

III REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE DIREITO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

III REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE DIREITO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM III REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE DIREITO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM I Das Disposições Preliminares Art. 1º - O presente regulamento tem por

Leia mais

Direito UNIVERSIDADE NILTON LINS. Regulamento de Atividades Complementares

Direito UNIVERSIDADE NILTON LINS. Regulamento de Atividades Complementares Direito UNIVERSIDADE NILTON LINS Regulamento de Atividades Complementares Por proposta do Núcleo Docente estruturante, resolve o Colegiado do Curso de Direito da Universidade Nilton Lins aprovar o seguinte

Leia mais

FACULDADE SANTA TEREZINHA CEST CURSO DE DIREITO NORMAS ESPECÍFICAS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES

FACULDADE SANTA TEREZINHA CEST CURSO DE DIREITO NORMAS ESPECÍFICAS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES NORMAS ESPECÍFICAS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES Art. 1º As Complementares Independentes integram o currículo do curso de graduação de Direito, objetivando sua flexibilização, sendo seu cumprimento

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. Este Regulamento define, no âmbito da Faculdade INEDI, as atividades complementares, bem como os procedimentos a serem

Leia mais

Regulamento do Núcleo de Atividades Complementares NAC (Resolução CNE/CES nº 9/2004)

Regulamento do Núcleo de Atividades Complementares NAC (Resolução CNE/CES nº 9/2004) CURSO DE DIREITO DA UniEVANGÉLICA DIREÇÃO DE CURSO Regulamento do Núcleo de Atividades Complementares NAC (Resolução CNE/CES nº 9/2004) DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. A carga horária da matriz 2009.1

Leia mais

Instituto de Ensino Superior de Bauru CURSO DE DIREITO ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Instituto de Ensino Superior de Bauru CURSO DE DIREITO ATIVIDADES COMPLEMENTARES Instituto de Ensino Superior de Bauru CURSO DE DIREITO ATIVIDADES COMPLEMENTARES Atividades Complementares - fazem parte da matriz curricular - 20 horas semestrais: do 1º ao 8º termo 25 horas semestrais:

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAPÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO E DO FUNCIONAMENTO DO NÚCLEO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAPÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO E DO FUNCIONAMENTO DO NÚCLEO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ARTIGO 1º - O presente Regulamento tem por finalidade disciplinar as atividades complementares como componentes curriculares obrigatórios para o Curso de Direito,

Leia mais

Os acadêmicos matriculados no estágio ingressarão na lide jurídica sob a orientação técnica dos professores-orientadores do NPJ/FABEL.

Os acadêmicos matriculados no estágio ingressarão na lide jurídica sob a orientação técnica dos professores-orientadores do NPJ/FABEL. ANEXO Nº 04 REGULAMENTAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO INTERNO DO NUCLEO DE PRATICA JURIDICA DA FACULDADE DE BELÉM FABEL (NPJ FABEL). Missão: Educação Superior priorizando a Prática Profissional,

Leia mais

NOVA GRADE CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DA UNIBRASIL Aprovada na Reunião do Colegiado de Curso de 09/11/05

NOVA GRADE CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DA UNIBRASIL Aprovada na Reunião do Colegiado de Curso de 09/11/05 NOVA GRADE CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DA UNIBRASIL Aprovada na Reunião do Colegiado de Curso de 09/11/05 ADAPTAÇÃO PARA O ATUAL QUARTO PERÍODO QUINTO PERÍODO NO PRIMEIRO SEMESTRE DE

Leia mais

NORMAS ESPECÍFICAS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES

NORMAS ESPECÍFICAS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES NORMAS ESPECÍFICAS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES Art. 1º As Complementares Independentes integram o currículo do curso de graduação de Direito, objetivando sua flexibilização, sendo seu cumprimento

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE 5/2006 APROVA O REGULAMENTO PARA O

RESOLUÇÃO CONSEPE 5/2006 APROVA O REGULAMENTO PARA O RESOLUÇÃO CONSEPE 5/2006 APROVA O REGULAMENTO PARA O COMPONENTE CURRICULAR ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO ADMINISTRAÇÃO, DO CÂMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO. O Presidente

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES Atendendo a necessidade de flexibilização do currículo e para possibilitar que o aluno seja sujeito de sua formação profissional, são inseridas na grade curricular as denominadas

Leia mais

FUNDAÇÃO ARMANDO ALVARES PENTEADO FACULDADE DE DIREITO

FUNDAÇÃO ARMANDO ALVARES PENTEADO FACULDADE DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA DA FUNDAÇÃO ARMANDO ALVARES PENTEADO TÍTULO I DA FINALIDADE E DO OBJETO Art. 1º O Núcleo de Prática Jurídica da Faculdade de Direito da Fundação Armando Alvares

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

FACULDADE DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CAPÍTULO I DA FINALIDADE ART. 1º - O Núcleo de Prática Jurídica, subordinado à Faculdade de Direito

Leia mais

CAPÍTULO I Disposições Preliminares

CAPÍTULO I Disposições Preliminares REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I Disposições Preliminares Art. 1º. Este Regulamento faz parte, como anexo, do currículo pleno do curso, e tem por fim normatizar o aproveitamento e a

Leia mais

Instituto Nacional de Ensino e Pesquisa

Instituto Nacional de Ensino e Pesquisa REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE INESP INSTITUTO NACIONAL DE ENSINO E PESQUISA Em conformidade com o Parecer CES/CNE 146/2002, homologado em 13 de maio de

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NO ÂMBITO DA FACET

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NO ÂMBITO DA FACET REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NO ÂMBITO DA FACET 1. DO CONCEITO E PRINCÍPIOS 1.1 As Atividades Complementares são componentes curriculares de caráter acadêmico, científico e cultural cujo foco

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições,

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições, RESOLUÇÃO Nº 07/2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

10/04/2015 regeral_133_146

10/04/2015 regeral_133_146 Seção VI Da Transferência Art. 96. A UNIR aceita transferência de discentes oriundos de outras instituições de educação superior, de cursos devidamente autorizados, para cursos afins, na hipótese de existência

Leia mais

Parágrafo Único. As Atividades Complementares não se confundem com as disciplinas do Curso de Direito.

Parágrafo Único. As Atividades Complementares não se confundem com as disciplinas do Curso de Direito. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO Dispõe sobre as Atividades Complementares do Curso de Direito do Centro Universitário do Cerrado-Patrocínio UNICERP. Capítulo I Das Disposições

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS REGULAMENTO DAS Estabelece normas para o funcionamento das Atividades Complementares Obrigatórias Art. 1º. As atividades complementares obrigatórias são classificadas em cinco grupos: I de Pesquisa; II

Leia mais

R E G U L A M E N T O DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

R E G U L A M E N T O DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES R E G U L A M E N T O DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I: DA DEFINIÇÃO, PRÍNCÍPIOS E FINALIDADE Art. 1º. O presente Regulamento disciplina as Atividades Complementares desenvolvidas pelos alunos regularmente

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I - DA NATUREZA Art. 1º De acordo com a Resolução 5, de 02 de fevereiro de 2004, a qual fundamenta e orienta as Diretrizes Comuns aos Cursos Correlatos,

Leia mais

Da finalidade das atividades complementares

Da finalidade das atividades complementares Salvador, 28 de setembro de 2010. Da finalidade das atividades complementares Art. 1º A finalidade das atividades complementares é o enriquecimento da formação do aluno quanto ao seu curso de graduação,

Leia mais

ASSOCIAÇÃO RANIERI DE EDUCAÇÃO E CULTURA Faculdades Integradas de Bauru FIB Graduação em Direito, Bacharelado

ASSOCIAÇÃO RANIERI DE EDUCAÇÃO E CULTURA Faculdades Integradas de Bauru FIB Graduação em Direito, Bacharelado REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO, BACHARELADO DAS FACULDADES INTEGRADAS DE BAURU Em cumprimento às exigências da Resolução CNE/CES nº 9, de 29 de setembro de 2004

Leia mais

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E DIRETRIZES DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO. Ji-Paraná RO, 2015.

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E DIRETRIZES DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO. Ji-Paraná RO, 2015. CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E DIRETRIZES DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO Ji-Paraná RO, 15. CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E DIRETRIZES DAS ATIVIDADES

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Carga Horária Total exigida no curso: 200 horas

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Carga Horária Total exigida no curso: 200 horas REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Carga Horária Total exigida no curso: 200 LONDRINA/PR 2014 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO

Leia mais

DA REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

DA REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES As atividades complementares a serem desenvolvidas e suas respectivas cargas horárias são as especificadas do Eixo Temático e Regulamento de Atividades Complementares

Leia mais

REGIMENTO DAS ATIVIDADES

REGIMENTO DAS ATIVIDADES Rod. Ilhéus - Olivença, s/n KM 2,5 Jardim Atlântico II 45.655-170 Ilhéus BA Fones: (73) 2101-1700 www.faculdadedeilheus.com.br REGIMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO ILHÉUS-BAHIA REGIMENTO

Leia mais

PRIMEIRO SEMESTRE. Análise de Jurisprudência II 40 2. Ciência Política I 40 2. Direito Civil I - Parte Geral I 40 2. História do Direito 40 2

PRIMEIRO SEMESTRE. Análise de Jurisprudência II 40 2. Ciência Política I 40 2. Direito Civil I - Parte Geral I 40 2. História do Direito 40 2 MATRIZ CURRICULAR E DIMENSIONAMENTO DE POR PERÍODO LETIVO (A APRESENTADA NAS TABELAS REFERE-SE À HORA AULA DE 50 MINUTOS) PRIMEIRO SEMESTRE Análise de Jurisprudência I 40 2 Ciência Política I 40 2 Direito

Leia mais

- CURSO DE DIREITO -

- CURSO DE DIREITO - REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO - CURSO DE DIREITO - FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC - SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 DOS PRINCÍPIOS GERAIS... 3 CAPÍTULO II... 3 DA NATUREZA... 3 CAPÍTULO III...

Leia mais

RESOLUÇÃO FADISA N.º 005/2008 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA

RESOLUÇÃO FADISA N.º 005/2008 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA RESOLUÇÃO FADISA N.º 005/2008 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA O Presidente do CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO - FADISA, Professor Ms. ANTÔNIO

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º As Atividades Complementares (AC), doravante assim denominada, têm como objetivo geral flexibilizar e enriquecer a formação acadêmica e profissional proporcionada

Leia mais

REGULAMENTO ATIVIDADE COMPLEMENTAR Curso de Ciências Contábeis

REGULAMENTO ATIVIDADE COMPLEMENTAR Curso de Ciências Contábeis REGULAMENTO ATIVIDADE COMPLEMENTAR Curso de O presente regulamento normativa as Atividades Complementares, componente do Projeto Pedagógico do Curso da Faculdade de Presidente Epitácio FAPE. DA NATUREZA

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA COORDENAÇÃO DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA REGULAMENTO DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CACOAL 2010 Considerando as exigências

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE LETRAS - Português e Espanhol Bacharelado e Licenciatura

REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE LETRAS - Português e Espanhol Bacharelado e Licenciatura MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA Art. 1º - O Estágio Supervisionado obrigatório tem por finalidade ministrar a prática

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º. As atividades complementares são componentes curriculares que

Leia mais

Regulamento de Atividades Complementares do Curso de Direito da Faculdade São Salvador. Capítulo I Das Disposições Preliminares

Regulamento de Atividades Complementares do Curso de Direito da Faculdade São Salvador. Capítulo I Das Disposições Preliminares 1 Regulamento de Atividades Complementares do Curso de Direito da Faculdade São Salvador Capítulo I Das Disposições Preliminares Art.1º - As atividades Complementares são componentes curriculares exigidos

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES INSTRUÇÃO NORMATIVA 001/2015. Rev.: 10 10/02/2015

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES INSTRUÇÃO NORMATIVA 001/2015. Rev.: 10 10/02/2015 CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES INSTRUÇÃO NORMATIVA 001/2015 Rev.: 10 10/02/2015 CURITIBA 2015 1 SUMÁRIO CAPITULO I DAS ATIVIDADES... 2 CAPITULO II - DO APROVEITAMENTO DAS ATIVIDADES...

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE ATENEU. Faculdade Ateneu Criando Valores.

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE ATENEU. Faculdade Ateneu Criando Valores. . REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE ATENEU Fortaleza, 2014 1 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES... 3 CAPÍTULO II... 3 DOS OBJETIVOS... 3 CAPÍTULO III... 3 DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

R E S O L V E consolidar as disposições sobre as Atividades Complementares do Curso do Curso de Graduação em Direito, como segue:

R E S O L V E consolidar as disposições sobre as Atividades Complementares do Curso do Curso de Graduação em Direito, como segue: REGIMENTO INTERNO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA DA ESCOLA DE FORMAÇÃO JURÍDICA DA FACULDADE DE DESENVOLVIMENTO DO RIO GRANDE DO SUL FADERGS. O Diretor da Escola de Formação Jurídica

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO REGULAMENTO DE ESTÁGIO Regulamento do Estágio Supervisionado de prática Jurídica CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º - A presente norma de Estágio Supervisionado refere-se à formação de bacharéis em Direito

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES O presente Regulamento dispõe acerca das Atividades Complementares e dá outras providências. Art. 1.º O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as Atividades

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Núcleo de Prática Jurídica Faculdade de Direito FAAP SUMÁRIO 1. O que é Estágio... 3 2. O Estágio Supervisionado na Faculdade de Direito... 3 3. Planejamento e desenvolvimento

Leia mais

Portfólio para Atividades Complementares e Extensão Curso de Direito e NPJ - UNES ANEXO I

Portfólio para Atividades Complementares e Extensão Curso de Direito e NPJ - UNES ANEXO I ANEXO I ESPECIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES CARGA HORÁRIA LIMITE MÁXIMO PARA APROVEITAMENTO REQUISITO TRIBUNAL DO JURI Assistência comprovada à sessões do Tribunal

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Dispõe sobre normas para realização do estágio de prática jurídica, componente curricular obrigatório dos Cursos de Direito. Do Núcleo de Prática Jurídica Art.

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO DE RIO CLARO ASSOCIAÇÃO DE ESCOLAS REUNIDAS - ASSER

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO DE RIO CLARO ASSOCIAÇÃO DE ESCOLAS REUNIDAS - ASSER 1 ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO DE RIO CLARO ASSOCIAÇÃO DE ESCOLAS REUNIDAS - ASSER ATIVIDADES ACADÊMICAS CURRICULARES COMPLEMENTARES (A.A.C.C.) DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO: ATIVIDADES

Leia mais

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS: Habilitações: Língua Portuguesa e respectivas Literaturas Língua Espanhola e respectivas

Leia mais

3.2 Sistema de Avaliação e Monitoria

3.2 Sistema de Avaliação e Monitoria 3.2 Sistema de Avaliação e Monitoria RESOLUÇÃO N.º 06/2006 - CONSUN APROVA O SISTEMA DE AVALIAÇÃO E PROMOÇÃO PARA OS ALUNOS DE GRADUAÇÃO E CURSOS SEQÜENCIAIS DA PUCPR INGRESSANTES A PARTIR DE 2000. O Presidente

Leia mais

DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES FARMÁCIA

DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES FARMÁCIA DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES FARMÁCIA CACOAL - RO 2011 Considerando as exigências da LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL, no atinente às Atividades Complementares

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO RESOLUÇÃO 001/2012 UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Dispõe sobre a regulamentação do núcleo curricular flexível do curso de Bacharelado em Direito

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO AMBIENTAL

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO AMBIENTAL Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO AMBIENTAL REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO AMBIENTAL Cacoal RO REGULAMENTO

Leia mais

FACULDADE DE RIO CLARO SUMÁRIO

FACULDADE DE RIO CLARO SUMÁRIO SUMÁRIO CAPÍTULO I: DA DEFINIÇÃO, PRÍNCÍPIOS E FINALIDADE... 1 CAPÍTULO II: DA ORGANIZAÇÃO...2 CAPÍTULO III: DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES... 3 CAPÍTULO IV: DISPOSIÇÕES FINAIS...5 ANEXO I TABELA AVALIATIVA

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA MATER CHRISTI NORMAS PARA REGISTRO ACADÊMICO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA MATER CHRISTI NORMAS PARA REGISTRO ACADÊMICO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA MATER CHRISTI NORMAS PARA REGISTRO ACADÊMICO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES MOSSORÓ RN 2005 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO

Leia mais

O Curso de Licenciatura em Matemática tem como objetivo principal a formação de professores da Educação Básica.

O Curso de Licenciatura em Matemática tem como objetivo principal a formação de professores da Educação Básica. 4 - Seu Curso 4.1 - Informações Específicas sobre o Curso 4.1.1 - Objetivos O Curso de Licenciatura em Matemática tem como objetivo principal a formação de professores da Educação Básica. O Curso de Bacharelado

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES (Aprovado pelo Colegiado de Curso em 23/09/2013)

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES (Aprovado pelo Colegiado de Curso em 23/09/2013) REGULAMENTO DAS S COMPLEMENTARES (Aprovado pelo Colegiado de Curso em 23/09/2013) Art.1º Este Regulamento define, no âmbito da Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense, as atividades complementares

Leia mais

Regulamento das. Atividades Complementares

Regulamento das. Atividades Complementares BACHARELADO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS Regulamento das Atividades Complementares Osasco 2013 Apresentação Este documento apresenta um conjunto geral de normas e orientações sobre a realização das Atividades

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 012/07 CONSUNI

RESOLUÇÃO Nº 012/07 CONSUNI RESOLUÇÃO Nº 012/07 CONSUNI APROVA A ALTERAÇÃO DA MATRIZ CURRICULAR DOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO, ADMINISTRAÇÃO HABILITAÇÃO EM COMÉRCIO EXTERIOR E ADMINISTRAÇÃO HABILITAÇÃO EM MARKETING E O REGULAMENTO

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES DO CURRICULO DOS CURSOS DE BACHARELADO E LICENCIATURA

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES DO CURRICULO DOS CURSOS DE BACHARELADO E LICENCIATURA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES DO CURRICULO DOS CURSOS DE BACHARELADO E LICENCIATURA CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART.1º -O presente regulamento tem por finalidade normatizar

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA ESCOLA DE ESTUDOS SUPERIORES DE VIÇOSA - ESUV CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA ESCOLA DE ESTUDOS SUPERIORES DE VIÇOSA - ESUV CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA ESCOLA DE ESTUDOS SUPERIORES DE VIÇOSA - ESUV CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. O presente regulamento tem por finalidade normatizar o aproveitamento de

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DA FADERGS LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES.

REGIMENTO INTERNO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DA FADERGS LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES. REGIMENTO INTERNO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DA FADERGS LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES. O Diretor da FADERGS Laureate International Universities, no uso de suas

Leia mais

REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES - UNINASSAU RECIFE

REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES - UNINASSAU RECIFE REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES - UNINASSAU 1 / 11 REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art. 1º A presente Resolução tem como finalidade regulamentar

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES INSTRUÇÃO NORMATIVA 001/2014

ATIVIDADES COMPLEMENTARES INSTRUÇÃO NORMATIVA 001/2014 CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLA DE NEGÓCIOS ATIVIDADES COMPLEMENTARES INSTRUÇÃO NORMATIVA 001/2014 Rev.: 9 18/09/2014 CURITIBA - PR, 2014 SUMÁRIO CAPITULO I DAS ATIVIDADES... 2 CAPITULO II - DO APROVEITAMENTO

Leia mais

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE MACEIÓ - SEMA FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS DE MACEIÓ REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE MACEIÓ - SEMA FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS DE MACEIÓ REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA SOCIEDADE EDUCACIONAL DE MACEIÓ - SEMA FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS DE MACEIÓ FAMA REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Art. 1º - O Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) da Faculdade de Ciências

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento das Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Faculdade Barretos Art. 1º - O presente Regulamento tem por finalidade definir normas e critérios para a seleção

Leia mais