PANORAMA DO COMÉRCIO EXTERIOR DE MINAS GERAIS MINAS GERAIS FOREIGN TRADE OUTLOOK

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PANORAMA DO COMÉRCIO EXTERIOR DE MINAS GERAIS MINAS GERAIS FOREIGN TRADE OUTLOOK"

Transcrição

1 PANORAMA DO COMÉRCIO EXTERIOR DE MINAS GERAIS Governo do Estado de Minas Gerais Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico Coordenação Especial de Comércio Exterior Central Exportaminas MINAS GERAIS FOREIGN TRADE OUTLOOK Endereço / Address: Avenida Afonso Pena, 2910, Belo Horizonte, MG, Telefone / Telephone: Atendimento / Customer Service: Minas Gerais State Government State Secretariat for Economic Development Special Coordination Office of Foreign Trade Central Exportaminas

2 Apresentação O comércio exterior do estado de Minas Gerais tem apresentado um crescimento contínuo a cada ano. Para compreender melhor como se dá tal fenômeno, a equipe de inteligência comercial da Central Exportaminas elabora anualmente esta publicação que demonstra o potencial de negócios do estado. A edição 2012 do Panorama do Comércio Exterior de Minas Gerais apresenta e analisa de forma objetiva os dados do comércio exterior mineiro, tendo por referência os números consolidados do ano de. A publicação é produzida em português e inglês. A Central Exportaminas também disponibiliza, mensalmente, a versão atualizada deste Panorama anual. Os panoramas mensais podem ser visualizados no portal da Exportaminas (www.exportaminas.mg.gov.br). Central Exportaminas Coordenadoria Especial de Comércio Exterior Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais Introduction Foreign trade in the state of Minas Gerais has shown continuous growth every year. To better understand how this phenomenon occurs, the Central Exportaminas business intelligence team prepares this publication each year demonstrating the state's business potential. The 2012 edition of the Minas Gerais Foreign Trade Outlook objectively presents and analyzes data on the state's foreign trade, based on the consolidated figures from. The publication is produced in Portuguese and English. Central Exportaminas also provides a monthly updated version of the annual Outlook publication. The monthly outlooks may be viewed at the Exportaminas website (www.exportaminas.mg.gov.br). Central Exportaminas Special Coordination Office of Foreign Trade State Secretariat for Economic Development of Minas Gerais

3 Sumário Minas Gerais supera e atinge novos recordes no comércio exterior _7 Análise trimestral _11 Exportações mensais _15 Importações mensais _15 Minas Gerais no contexto brasileiro _19 Brasil e Minas Gerais no ranking mundial _23 Diversificação das pautas exportadora e importadora _27 Produtos exportados _31 Produtos importados _39 Mercados de destino _45 Mercados de origem _51 Exportações por regiões e municípios _57 Importações por regiões e municípios _63 Exportações por empresas _69 Importações por empresas _73 Unidades aduaneiras _77 Modais _81 Comércio de serviços _87 Projetos da Central Exportaminas _91 Metodologia _107 Summary Minas Gerais surpasses and sets new records in foreign trade _7 Quarterly analysis _11 Monthly exports _15 Monthly imports _15 Minas Gerais in the Brazilian context _19 Brazil and Minas Gerais in world ranking _23 Diversification of export and import structures _27 Exported products _31 Imported products _39 Destination markets _45 Origin markets _51 Exports by regions and municipalities _57 Imports by regions and municipalities _63 Exports by companies _69 Imports by companies _73 Customs units _77 Transportation modes _81 Trade in services _87 Central Exportaminas projects _91 Methodology _107

4 MINAS GERAIS SUPERA E ATINGE NOVOS RECORDES NO COMÉRCIO EXTERIOR Feira Gulfood 2012 em Dubai, Emirados Árabes Unidos 2012 Gulfood Fair in Dubai, United Arab Emirates Ivan Barbosa Netto Minas Gerais surpasses and sets new records in foreign trade 7

5 Com relação às importações, houve um aumento de 30,7% no ano de. O valor total das compras mineiras no exterior foi de US$13,03 bilhões, representando 5,8% do total importado pelo Brasil no decorrer do ano. 8 MINAS GERAIS SUPERA E ATINGE NOVOS RECORDES NO COMÉRCIO EXTERIOR Minas Gerais surpasses and sets new records in foreign trade Mg Exportações Total Exports Valores em US$ milhões FOB Figures in US$ million FOB Mg Importações Total Imports Valores em US$ milhões FOB Figures in US$ million FOB Em, as exportações bateram recorde novamente chegando a US$41,39 bilhões. Com esse desempenho, as exportações cresceram 32,6% em relação ao ano anterior. Em, Minas contribuiu com O saldo comercial mineiro foi superavitário em US$28,37 bilhões. O valor correspondeu a 95,2% do saldo comercial brasileiro no ano de. Em relação a 2010, houve um aumento de 33,4%. A corrente de comércio mineira atingiu US$54,41 bilhões, superando em 32,1% o ano de Esse valor respondeu por 11,3% da corrente comercial brasileira. In, total exports broke a new record, reaching US$41.39 billion. With this performance, exports grew 32.6% in comparison to last year. In, Minas Gerais accounted for 16.2% of total Brazilian exports, compared to 15.5% in In relation to imports, there was an increase of 30.7% in. The total value of foreign purchases of Minas Gerais was US$13.03 billion, representing 5.8% of total Brazilian imports over the year. The state s trade balance was a surplus of US$28.37 billion. The amount accounted for 95.2% of the Brazilian trade balance in. In relation to 2010, it increased 33.4%. The state s trade flow reached US$54.41 billion, a 32.1% increase compared to This value accounted for 11.3% of Brazil s trade. Saldo comercial Trade balance Corrente de comércio Trade flow Valores em US$ milhões FOB Figures in US$ million FOB MINAS GERAIS SUPERA E ATINGE NOVOS RECORDES NO COMÉRCIO EXTERIOR MINAS GERAIS Surpasses and sets new records in foreign trade 16,2% do total de exportações brasileiras. Em 2010, foram 15,5%.

6 Análise Trimestral Fábrica Santanense Santanense's Factory Eugenio Sávio Quarterly Analysis 11

7 2010 Análise Trimestral Quarterly Analysis Exportações Exports Importações Imports Valores em US$ milhões FOB Figures in US$ million FOB jan mar 2010 abr jun 2010 jul set 2010 out dez 2010 jan mar abr jun O terceiro trimestre de apresentou um desempenho surpreendente, totalizando US$11,58 bilhões em exportações. Tal desempenho foi 13,9% maior do que o trimestre anterior (abr-jun/11). jul set out dez Demonstrando o bom desempenho do estado mineiro, todos os trimestres do Análise Trimestral Quarterly Analysis ano de apresentaram valores maiores aos respectivos trimestres de As importações mineiras apresentaram crescimento contínuo durante os últimos cinco trimestres. O último trimestre (out-dez de ) apresentou o maior valor das importações de Minas Gerais (US$3,73 bilhões). Em porcentagem, representou 28,6% do valor total importado pelo estado. The third quarter of showed an amazing performance totaling US$11.58 billion in exports. This performance was 13.9% greater than the previous quarter (Apr-Jun/11). Demonstrating the state s solid performance, all quarters in presented values greater than the respective quarters from Transporte de minérios realizados pela GERDAU GERDAU's Ore Transports Eugenio Sávio Imports in Minas Gerais have grown continuously over the last five quarters. The last quarter (Oct-Dec ) presented the state s highest value for imports (US$3.73 billion). As a percentage, this value represented 28.6% of the total value imported by the state. 13

8 Exportações Mensais Importações Mensais Mineração Samarco SAMARCO's Mining Operation Eugenio Sávio Monthly Exports Monthly Imports 15

9 Exportações Mensais Monthly Exports Importações Mensais Monthly Imports 2010 Minas Gerais apresentou superações consecutivas desde 2008, ano no qual o comércio internacional enfrentou uma redução significativa devido à crise econômica mundial. Apresentando o total de US$4,11 bilhões, agosto foi o mês no qual mais se exportou na história do estado de Minas Gerais. Valores em US$ milhões FOB Figures in US$ million FOB jan / 10 fev / 10 mar / 10 abr / 10 mai / 10 jun / 10 jul / 10 ago / 10 set / 10 out / 10 nov / 10 dez / 10 jan / 11 fev / 11 mar / 11 abr / 11 mai / 11 jun / 11 jul / 11 ago / 11 set / 11 out / 11 nov / 11 dez / 11 Em relação aos meses correspondentes do ano anterior, todos os meses de obtiveram superação nos valores exportados. Durante o ano de, os valores das importações mineiras variaram entre US$826,69 milhões e US$1,70 bilhão, uma média de US$1,08 bilhão por mês. No mês de novembro de, importou-se o recorde de US$1,70 bilhão, representando um aumento de 50,1% em relação ao mês de outubro. Entretanto, no mês seguinte, as importações reduziram novamente. During, the values of Minas Gerais imports ranged from US$ million to US$1.70 billion, an average of US$1.08 billion per month. In November, imports reached a record US$1.70 billion, representing an increase of 50.1% in relation to October. However, the following month, imports decreased again Valores em US$ milhões FOB Figures in US$ million FOB Exportações Mensais / Importações Mensais Monthly Exports / Monthly Imports 16 Minas Gerais has had consecutive exceedances since 2008, the year in which international trade faced a significant reduction due to the global economic crisis. Presenting a total of US$4.11 billion, August was the month in which Minas Gerais exported more than ever before in the state s history. In relation to the corresponding months of the previous year, each month in exceeded the values exported. jan / 10 fev / 10 mar / 10 abr / 10 mai / 10 jun / 10 jul / 10 ago / 10 set / 10 out / 10 nov / 10 dez / 10 jan / 11 fev / 11 mar / 11 abr / 11 mai / 11 jun / 11 jul / 11 ago / 11 set / 11 out / 11 nov / 11 dez / 11 17

10 Minas Gerais no contexto brasileiro Atuação ORTENG ORTENG's Operations Eugenio Sávio Minas Gerais in the Brazilian context 19

11 Minas Gerais no contexto brasileiro Minas Gerais in the Brazilian context In, 16.2% of Brazilian exports were accounted for Minas Gerais. The state occupied the second position in the ranking of largest Brazilian exporters. In 2003, exports totaled US$7.44 billion. From 2003 to, state exports increased by 456.3% showing superior performance compared to other states. Minas Gerais remains the second largest exporter state in Brazil, second only to São Paulo (23.4% of all Brazilian exports). Exportações Brasileiras Brazilian Exports 2003 São Paulo 31,6% Demais U.F. 27,4% Demais U.F. 27,2% São Paulo 23,4% Rio Grande do Sul 11,0% Minas Gerais 16,2% Minas Gerais 10,2% Rio Grande do Sul 7,6% Paraná 9,8% Paraná 6,8% Rio de Janeiro 6,6% Rio de Janeiro 11,5% Pará 3,7% Pará 7,2% Minas Gerais no contexto brasileiro Minas Gerais in the Brazilian context No ano de, 16,2% das exportações brasileiras foram realizadas por Minas Gerais. O estado manteve a segunda posição no ranking dos maiores exportadores brasileiros. Em 2003, foram exportados US$7,44 bilhões. De 2003 para, as exportações do estado aumentaram 456,3% apresentando 20 desempenho superior em relação aos demais estados. Minas Gerais continua sendo o segundo estado que mais exporta no Brasil, perdendo somente para São Paulo (23,4% do total de exportações brasileiras). Aeroporto Internacional Tancredo Neves (Confins) Tancredo Neves International Airport (Confins) Eugenio Sávio 21

12 Brasil e Minas Gerais no Ranking Mundial Linha de Produção General Electrics General Electrics' Production Line Eugenio Savio Brazil and Minas Gerais in World Ranking 23

13 Brasil e Minas Gerais no Ranking Mundial Brazil and Minas Gerais in World Ranking In, Minas Gerais exported to seven new territories and participated in 16.2% of Brazilian exports. In relation to imports, the state went from seventh to sixth place in the ranking of importing states in. Minas Gerais was responsible for 5.8% of all Brazilian imports. If Minas Gerais were considered a country, it would be the 57 th largest exporting country in the world, ahead of countries such as Colombia and Peru. Valores em US$ milhões FOB Figures in US$ million FOB China / China EUA / USA Alemanha / Germany Malásia / Malaysia 56 - Líbia / Libya Brasil / Brazil 57 - Minas Gerais / Minas Gerais Suíça / Switzerland 58 - Colômbia / Colombia Omã / Oman Peru / Peru Evolução entre 2010 e Evolution from 2010 to Ranking Internacional de Exportações International export ranking Variação Total das Exportações Total export Range Variação Total das Importações Total import Range Empresas Exportadoras Exporting companies Empresas Importadoras Importing companies Municípios Exportadores Exporting municipalities Brasil Brazil 22 nd 57 th Minas Gerais +26,8% +32,6% +24,5% +30,7% Brasil e Minas Gerais no Ranking Mundial Brazil and Minas Gerais in World Ranking No ano de, Minas Gerais exportou para sete novos territórios e participou de 16,2% das exportações brasileiras. Com relação às importações, em o estado passou da sétima Novos mercados de destino New destination markets + 6 países / countries + 7 países / countries para a sexta posição no ranking de estados importadores. Minas 24 Gerais foi responsável por 5,8% do total importado pelo Brasil. Caso Minas Gerais fosse considerado um país, ele se encontraria na 57ª posição de maior exportador no mundo, Participação nas Exportações Brasileiras Participation in Brazilian exports - 16,2% 25 estando a frente de países como Colômbia e Peru.

14 Diversificação das pautas exportadora e importadora Usina CAETÉ CAETÉ's Production Plants Eugenio Sávio Diversification of export and import structures 27

15 Diversificação das pautas exportadora e importadora Diversification of export and import structures In, the state of Minas Gerais exported 2,953 products, increasing by 3.2%. Equatorial Guinea remains the largest purchaser of Minas Gerais products (1,008). In second place is Paraguay, which surpassed Argentina in. Maiores países importadores por ncm Top importing countries by ncm 2010 Produtos exportados (NCMs) Exported products Produtos importados (NCMs) Imported products Todos os países / All countries Guiné Equatorial / Equatorial Guinea Paraguai / Paraguay Argentina / Argentina Estados Unidos / USA Angola / Angola Chile / Chile Colômbia / Colombia Uruguai / Uruguay Diversificação das pautas exportadora e importadora Diversification of export and import structures 28 Em, o estado de Minas Gerais exportou produtos (NCMs), tendo um aumento de 3,2%. Guiné Equatorial continua sendo o país com maior compra de produtos mineiros (1.008). Em seguida, aparece Paraguai, que ultrapassou a Argentina em Venezuela / Venezuela Peru / Peru 29

16 Produtos Exportados Siderúrgica GERDAU Açominas, Ouro Branco/MG GERDAU's Ouro Branco Steel Mill Eugenio Sávio Exported Products 31

17 Em, houve maior concentração das exportações. Os dez grupos de produtos com maior valor exportado responderam por 96,1% das exportações totais do estado. Produtos Exportados Exported Products Principais Grupos de Produtos Main Product Groups Minérios Metalúrgicos / Metallurgical Ores Carnes / Meats Produtos Metalúrgicos / Metallurgical Products Café e Derivados / Coffee & By-products Valores em US$ milhões FOB Figures in US$ million FOB Material de Transporte e Componentes / Transportation Materials & Components Metais, Pedras Preciosas e Joalheria / Metals, Precious Stones & Jewerly Complexo Sucroalcooleiro / Sugar & Ethanol Produtos Químicos / Chemical Products Produtos Florestais / Forest Products 605 Complexo Soja / Soy & By-products Metallurgical ores remain the largest exported product group in Minas Gerais. In, the group s exports exceeded the value exported in the previous year and accounted for 47.4% of the state s exports. In second place are base metallurgical products, which accounted for 14.7% of the state s exports. The coffee and by-products group took third place with 14.0% of exports and its growth stood out at 41.6% when compared to In, there was a greater concentration of exports, whereby the ten product groups with the highest export value accounted for 96.1% of the state s total exports. Por Fator Agregado By Aggregated Factor Básicos Basic 65,3% Semi-manufaturados Semi-manufactured 19,5% Por Intensidade de Recursos By Resource Intensity Intensivos em Recursos Naturais Natural Resource-based 75,2% Intensivos em Capital Capital-based 16,8% Manufaturados Manufactured 15,1% Operações Especiais Special Operations 0,1% Intensivos em Tecnologia Technology-based 7,2% Intensivos em Mão de Obra Labor-based 0,8% Produtos Exportados Exported Products Os minérios metalúrgicos mantêm-se como maior grupo de produtos exportados em Minas Gerais. Em, as exportações do grupo superaram o valor exportado no ano anterior e foram responsáveis por 47,4% das exportações do estado. Por Setor das Contas Nacionais By National Account Sector Bens Intermediários Intermediate Goods 92,8% Demais operações Other Operations 0,1% 32 Em segundo lugar aparecem os produtos metalúrgicos, responsáveis por 14,7% das exportações mineiras. O grupo café e derivados ficou em terceiro lugar com 14,0% das exportações e se destacou pelo crescimento de 41,6% em relação a Bens de consumo Consumer Goods 4,8% Bens de capital Capital Goods 2,3% Combustíveis e lubrificantes Oils & Fuel 0,0% 33

18 Os produtos básicos foram responsáveis por 65,3% das exportações, tendo um aumento de 40,9% em relação ao ano de Os produtos industrializados (produtos semi-manufaturados e manufaturados) exportaram o montante total de US$14,34 bilhões, representando 34,7% do total exportado pelo estado. Classificando por intensidade de recursos, os intensivos em recursos naturais continuam a representar a maior parcela dos produtos exportados (75,2%), respondendo por US$31,12 bilhões. Em, no setor das contas nacionais, os bens intermediários destacaram-se com 92,8% do total exportado por Minas Gerais, movimentando US$38,42 bilhões. Do total das exportações brasileiras da cadeia minero-metalúrgica, 44,4% tiveram o estado de Minas Gerais como origem, e além disso, o estado destaca-se como sendo: Maior exportador brasileiro de ferro-ligas (83,2% do total nacional) Maior exportador brasileiro de café (66,8%) Maior exportador brasileiro de ouro em bruto, semifaturado ou em pó (65,2%) Maior exportador brasileiro de fio-máquinas e barras de ferro (46,9%) Basic goods accounted for 65.3% of exports, with an increase of 40.9% compared to The industrialized products (semi-manufactured and manufactured goods) exported a total amount of US$14.34 billion, representing 34.7% of the total exported by the state. Sorting by resource intensity, the natural resource based goods continue to represent the largest share of exported products (75.2%), accounting for US$31.12 billion. Produtos Exportados Exported Products In, in the national accounts sector, intermediate goods stood out with 92.8% of total exports from Minas Gerais, accounting for US$38.42 billion. Of total Brazilian exports in the mining and metallurgy group, 44.4% came from Minas Gerais, and in addition, the state stands out as being: Largest Brazilian exporter of ferro-alloys (83.2% of the national total) Largest Brazilian exporter of coffee (66.8%) Largest Brazilian exporter of gold unwrought or in Pedra topázio imperial, Topázio Imperial Comércio e Indústria Ltda Imperial topaz stone, Topázio Imperial Comércio e Indústria Ltda Eugenio Sávio semi-manufactured forms (65.2%) Largest Brazilian exporter of wire rods and iron bars (46.9%) 35

19 Maiores aumentos de valores exportados (*) Greatest increases in exported values Minérios Metalúrgicos / Metallurgic Ores Café e Derivados / Coffee & By-Products Produtos Metalúrgicos / Metallurgical Products 362 Metais, Pedras Preciosas e Joalheria / Metals, Precious Stones & Jewelry 304 Complexo Sucroalcooleiro / Sugar & Ethanol Pelo segundo ano consecutivo, o grupo minérios metalúrgicos apresentou o maior crescimento em valor exportado. No ano de, foram exportados quase US$6 bilhões a mais do que em No ano de, apenas quatro grupos de produtos apresentaram valores menores daqueles exportados no ano anterior: grãos e cereais, produtos florestais, produtos cerâmicos e produtos têxteis. For the second consecutive year, the metallurgical ores group had the highest growth in exported value. In, US$6 billion more than 2010 was exported. In, only four product groups presented values lower than those exported in the previous year: grains and cereals, forest products, ceramic products and textile products. Maiores crescimentos relativos em (*) Greatest relative growth in Complexo Soja / Soy & By-Products 44,9% Minérios Metalúrgicos / Metallurgical Ores 43,7% 43,7% 41,6% 206,4% Petróleo e Derivados / Pretoleum & By-Products Café e Derivados / Coffee & By-Products Máquinas, Aparelhos e Instrumentos Mecânicos Machinery, Appliances & Instruments Em 2009, os produtos do complexo soja ocuparam a quinta posição em relação ao percentual de crescimento (+82,0%). No ano seguinte, houve uma regressão nas exportações do grupo (-15,4%) e em, o grupo retomou a liderança com crescimento relativo de 206,4%. In 2009, products derived from soy and by-products occupied the fifth position in relation to the growth percentage (+82.0%). The following year, there was a decline in exports in this group (-15.4%) and in, the group retook the lead with relative growth of 206.4%. Produtos Exportados Exported Products Maiores reduções de valores exportados (*) Greatest reductions in exported values 36 Grãos e Cereais / Grains & Cereals Produtos Florestais / Forest Products -2 Produtos Cerâmicos / Ceramic Products -1 Produtos Têxteis / Textile Products * Corresponde à diferença em US$ milhões entre os valores de e * Corresponds to the difference in US$ million between and 2010 values. Divulgação BUNGE / BUNGE's publication 37

20 Produtos Importados Linha de produção FIAT Automóveis FIAT's Production Line Divulgação FIAT/ FIAT publication Imported Products 39

21 Produtos Importados Imported Products Principais Grupos de Produtos Main product groups Material de Transporte e Componentes / Transportation Materials & Components Produtos Químicos / Chemical Products Máquinas, Aparelhos e Instrumentos Mecânicos / Machinery, Appliances & Instruments Materiais Elétricos e Eletrônicos / Electrical & Eletronic Materials Combustíveis, Óleos, Ceras e Matérias Betuminosas / Fuels, Oils, Waxes & Bituminous 763 Produtos Metalúrgicos / Metallurgical Products 369 Instrum. Aparelhos de Ótica e de Precisão / Optical & Precision Goods 217 Matérias Minerais / Mineral Products 204 Minérios Metalúrgicos / Metallurgical Ores 197 Produtos Têxteis / Textiles Products Valores em US$ milhões FOB Figures in US$ million FOB Transportation materials and components is still the product group most imported by the state of Minas Gerais, representing 26.1% of total state imports. Chemical products retook second place in. The group imported US$2.31 billion and had an impressive growth of 68.2%. The ten largest groups of imported products accounted for 93.0% of imports, which represented US$12.10 billion. Por Fator Agregado By Aggregated Factor Manufaturados Manufactured 80,9% Básicos Basic 13,7% Por Intensidade de Recursos By Resource Intensity Intensivos em Tecnologia Technology-based 59,8% Intensivos em Capital Capital-based 20,2% Semi-manufaturados Semi-manufactured 5,4% Intensivos em Recursos Naturais Natural Resource-based 16,7% Intensivos em Mão de Obra Labor-based 3,3% Por Setor das Contas Nacionais By National Account Sector Produtos Importados Imported Products Materiais de transporte e componentes continua sendo o grupo mais importado pelo estado de Minas Gerais, representando 26,1% do total importado por Minas. Produtos químicos retomou a segunda posição em. O grupo importou US$2,31 bilhões e teve um crescimento expressivo de 68,2%. Bens Intermediários Intermediate Goods 41,7% Bens de capital Capital Goods 33,1% Bens de consumo Consumer Goods 15,8% Combustíveis e lubrificantes Oils & Fuels 9,5% 40 Os dez maiores grupos de produtos importados foram responsáveis por 93,0% das importações, o que representou US$12,10 bilhões. 41

22 Maiores aumentos de valores importados (*) Greatest increases in imported values Maiores crescimentos relativos em (*) Greatest relative growth in Produtos Químicos / Chemical Products Máquinas, Aparelhos e Instrumentos Mecânicos / Machinery, Appliances & Instruments 704 Material de Transporte e Componentes / Transportation Materials & Components 226 Combustíveis, Óleos, Ceras e Matérias Betuminosas / Fuels, Oils, Waxes & Bituminous 146 Materiais Elétricos e Eletrônicos / Electrical & Eletronic Materials 68,2% Produtos Químicos / Chemical Products 65,7% 54,8% 51,7% 1.115,7% Metais, Pedras Preciosas e Joalheria / Metal, Precious Stones & Jewelry Matérias Minerais / Mineral Products Máquinas, Aparelhos e Instrumentos Mecânicos / Machinery, Appliances & Instruments Produtos Cerâmicos / Ceramic Products O grupo produtos químicos importou US$938,21 milhões a mais do que em 2010, sendo o que apresentou o maior crescimento no período. Apenas dois grupos reduziram suas importações em : produtos metalúrgicos e petróleo e derivados. The chemical products group imported US$ million more than in 2010, and had the period s largest growth. Only two product groups reduced their imports in : metallurgical products and petroleum and by-products. Nas importações, o grupo metais, pedras preciosas e joalheria se destaca em relação aos maiores crescimentos relativos (+1.115,7%). Em 2010, foram importados US$1,90 milhão e em as importações atingiram US$23,18 milhões. In imports, the group of products composed of metals, precious stones and jewelry stands out in relation to greatest relative growth (+1,115.7%). In 2010, imports were US$1.90 million and, in, imports reached US$23.18 million. Produtos Importados Imported Products Maiores reduções de valor importados (*) Greatest reductions in import value Produtos Metalúrgicos / Metallurgical Products -13,5 Petróleo e Derivados / Petroleum & By-products -31,9 42 * Corresponde à diferença em US$ milhões entre os valores de e * Corresponds to the difference in US$ million between and 2010 values. Eugenio Sávio 43

23 Mercados de Destino Destination Markets 45

24 Principais países de destino Main destination countries 2003 Mercados de Destino Destination Markets China, Hong Kong e Taiwan China, Hong Kong and Taiwan 34,3% União Europeia Valores em US$ milhões FOB Figures in US$ million FOB European Union 24,5% Outros Ásia Other Asian 13,0% Estados Unidos, Canadá e Porto Rico United States, Canada and Puerto Rico 8,1% Mercosul Mercosur 7,1% Outros países Other countries 5,4% Oriente Médio Middle East 4,0% ALADI, excl. Mercosul ALADI, except Mercosur 3,4% Minas Gerais exportou para 182 países ou territórios em, conquistando sete novos mercados em relação ao ano de China, Hong Kong e Tawain mantiveram a posição de principais destinos das exportações mineiras com valor total de US$14,21 bilhões. 881 China / China Japão / Japan Estados Unidos / USA Argentina / Argentina Países Baixos / The Netherlands Alemanha / Germany Reino Unido / United Kingdom Itália / Italy Coreia do Sul / South Korea Bélgica / Belgium mercados de Destino Destination Markets O Oriente Médio foi o bloco que teve maior aumento percentual como destino das exportações mineiras (+62,6%). Apesar da crise, a União Europeia importou, em produtos, o A China continua sendo o principal destino das exportações mineiras. Em 2010 valor de US$2,01 bilhões a mais do que em o país foi o destino de 29,7% das exportações. Em, esse índice aumentou para 32,2%, sendo que 91,3% foram exportações de minério de ferro. Em seguida, aparecem os seguintes países como principais destinos das exportações: Minas Gerais exported to 182 countries or territories in Japão (7,9%), Estados Unidos (7,4%), Argentina (6,7%) e Países Baixos (6,6%)., gaining seven new markets in relation to China, Hong Kong and Taiwan maintained the position of main export destinations for Minas Gerais with a total value of US$14.21 billion. China remains the main destination for exports from Minas Gerais. In 2010, The Middle East was the block which had the largest percentage the country was the destination for 29.7% of the state s exports. In, 46 increase as a destination for Minas Gerais exports (+62.6%). Despite the crisis, the European Union imported, in this percentage rose to 32.2%, 91.3% of which were iron ore exports. After China, the following countries appear as major export destinations: Japan 47 products, US$2.01 billion more than in (7.9%), United States (7.4%), Argentina (6.7%) and The Netherlands (6.6%).

25 Estados Unidos / USA Reino Unido / United Kingdom Países Baixos / The Netherlands Bélgica / Belgium Itália / Italy Alemanha / Germany China / China Coreia do Sul / South Korea Japão / Japan Argentina / Argentina Mercados de destino destination Markets Participação nas exportações anuais Share in annual exports Superior a 10% / Above 10 % Entre 5% e 10% / Between 5% and 10% Entre 1% e 5% / Between 1% and 5% Países onde não houve exportação ou foi menor que 1% Countries where there were no exports or it was smaller then 1% Valores em US$ milhões FOB Figures in US$ million FOB

26 Mercados de Origem Origin Markets 51

27 Principais países de origem Main origin countries 2003 Mercados de Origem Origin Markets União Europeia European Union 27,7% Estados Unidos, Canadá e Porto Rico USA, Canada and Puerto Rico 20,2% Mercosul Mercosur 14,1% Outros países Valores em US$ milhões FOB Figures in US$ million FOB Other countries 13,2% China, Hong Kong e Taiwan China, Hong Kong and Taiwan 12,3% Outros territórios da Ásia Other Asian territories 6,5% ALADI, excl. Mercosul ALADI, except Mercosur 5,4% Oriente Médio Middle East 0,5% Minas Gerais importou produtos de 134 países ou territórios em. Os países da União Europeia mantiveram-se como os maiores fornecedores Estados Unidos / USA Argentina / Argentina 70 China / China 261 Alemanha / Germany Itália / Italy Japão / Japan Rússia / Russia Canadá / Canada França / France 36 México / Mexico Mercados de Origem Origin Markets de produtos para o estado mineiro. O bloco exportou o total de US$3,61 bilhões para Minas, representando 27,7% do total importado pelo estado. As importações originadas dos Estados Unidos responderam por 16,7% do total importado por Minas Gerais, cujos principais Os Estados Unidos, juntamente com Canadá e Porto Rico, foi o território que mais produtos foram carvão mineral, adubos e fertilizantes. aumentou em porcentagem a quantidade exportada para Minas Gerais (+47,8%). A Argentina segue em segundo lugar com 13,4% e a China em terceiro com 11,3% do total importado pelo estado. A posição dos países no ranking de países exportadores Minas Gerais imported products from 134 countries or territories in. para o estado mineiro manteve-se em. The countries of the European Union continued to be the largest suppliers of products for the state of Minas Gerais. The block exported a total of Imports originating from the United States accounted for 16.7% of the total US$3.61 billion to Minas, representing 27.7% of total state imports. imported by Minas Gerais, whose main products were mineral coal and fertilizers. Argentina follows in second place with 13.4% and China in 52 The United States, along with Canada and Puerto Rico, was the territory that had the greatest percentage increase in third with 11.3% of the total imported by the state. Positions in the ranking of countries exporting to the state 53 the quantity exported to Minas Gerais (+47.8%). of Minas Gerais continued the same in.

28 França / France Canadá / Canada Estados Unidos / USA Itália / Italy Alemanha / Germany Rússia / Russia China / China Japão / Japan México / Mexico Argentina / Argentina Mercados de Origem Origin Markets Participação nas importações anuais Share in annual imports Superior a 10% / Above 10 % Entre 5% e 10% / Between 5% and 10% Entre 1% e 5% / Between 1% and 5% Países onde não houve importação ou foi menor que 1% Countries where there were no imports or it was smaller then 1% Valores em US$ milhões FOB Figures in US$ million FOB

29 Exportações por regiões e municípios Transporte de bobinas e chapas de aço, ACESITA (atual Arcelor Mittal) ACESITA (currently Arcelor Mittal) steel coils and sheets transportation Divulgação ACESITA Exports by regions and municipalities 57

30 Regiões Regions Principais Municípios Main Municipalities US$ FOB Milhões Million Part. Share Var. Change 2010 / Principais Produtos Main Products Exportações por regiões e municípios Exports by regions and municipalities CENTRAL Nova Lima; Itabira; Ouro Preto; São Gonçalo do Rio Abaixo; Betim ,55 62,5% 40,3% Minérios metalúrgicos; produtos metalúrgicos; material de transporte e componentes; metais e pedras preciosas e joalheria; café e derivados. 5,0% 5,9% 2,2% 62,5% 2,5% SUL DE MINAS Varginha; Poços de Caldas; Guaxupé; Fortaleza de Minas; Machado ,81 14,1% 45,3% Café e derivados; produtos metalúrgicos; material de transporte e componentes; minérios metalúrgicos; materiais elétricos e eletrônicos. Triângulo Sul de Minas Alto Paranaíba Noroeste de Minas 14,1% 2,7% Centro-oeste de Minas Central 1,5% 3,5% A região Central manteve-se com forte concentração das exportações mineiras, responsável por mais da metade do total (62,5%). Em, a região apresentou um crescimento de 40,3%. Apesar de representar apenas 2,7% das exportações mineiras, o Centro-Oeste de Minas apresentou o maior crescimento relativo Mata Rio Doce Norte de Minas 0,2% Jequitinhonha Mucuri ALTO PARANAÍBA TRIÂNGULO RIO DOCE CENTRO-OESTE DE MINAS NORTE DE MINAS NOROESTE DE MINAS MATA Araxá; Patrocínio; Santa Juliana; Carmo do Paranaíba; Monte Carmelo. Uberlândia; Araguari; Iturama; Delta; Uberaba. Belo Oriente; Ipatinga; Timóteo; Governador Valadares; Caratinga. Piumhí; Divinópolis; Itaúna; Conceição do Pará; Lagoa da Prata. Montes Claros; Pirapora; Várzea da Palma; Capitão Eneas; Bocaiúva. Paracatu; João Pinheiro; Buritis; Unaí; Brasilândia de Minas. Juiz de Fora; Manhuaçu; Santos Dumont; Manhumirim; Matipó ,21 5,9% 30,1% Produtos metalúrgicos; café e derivados; complexo sucroalcooleiro; produtos químicos; complexo soja ,44 5,0% 15,6% Complexo sucroalcooleiro; complexo soja; carnes; café e derivados; couros e peleteria ,28 3,5% -3,2% Produtos florestais; produtos metalúrgicos; metais e pedras preciosas e joalheria; café e derivados; obras de pedras e semelhantes ,57 2,7% 72,3% Café e derivados; produtos metalúrgicos; complexo sucroalcooleiro; metais e pedras preciosas e joalheria; complexo soja. 965,88 2,5% 37,6% Produtos químicos; produtos metalúrgicos; complexo soja; material de transporte e componentes; produtos têxteis. 854,46 2,2% 19,1% Metais e pedras preciosas e joalheria; complexo sucroalcooleiro; complexo soja; minérios metalúrgicos; produtos têxteis. 601,64 1,5% -35,1% Café e derivados; produtos químicos; produtos metalúrgicos; produtos têxteis; carnes. Exportações por regiões e municípios Exports by regions and municipalities (+72,3%). Os principais produtos exportados pela região foram café, açúcar e ferro fundido bruto e ferro Spiegel (ferro gusa). The Central region maintained a high concentration of Minas Gerais exports, accounting for over half of the total (62.5%). In, the region grew 40.3%. JEQUITINHONHA MUCURI Teófilo Otoni; Nanuque; Medina; Pedra Azul; Salto da Divisa. TOTAL MG* ,58 100,0% 34,4% 71,73 0,2% -7,4% Carnes; obras de pedras e semelhantes; metais e pedras preciosas e joalheria; matérias minerais; café e derivados. 58 Despite representing only 2.7% of the state s exports, the Centro-Oeste de Minas region had the highest relative growth (+72.3%). The main products * O valor total exportado por município refere-se ao valor por domicílio fiscal da empresa exportadora. * The total exported value by municipalities refers to the value by fiscal residence of the exporting company. 59 exported by the region were coffee, sugar, and iron and pig iron.

31 ranking Município Municipality região region 2010 US$ FOB Milhões Million US$ FOB Milhões Million Part. Share Var. Change 1 Nova Lima Central 1.651, ,17 11,9% 183,5% 2 Itabira Central 6.020, ,60 9,1% -40,8% 3 Ouro Preto Central 3.976, ,59 6,5% -35,3% 4 Varginha Sul de Minas 1.706, ,23 5,4% 24,5% 5 São Gonçalo do Rio Abaixo Central 170, ,05 5,3% 1.125,4% 6 Araxá Alto Paranaíba 1.548, ,05 4,8% 21,8% 7 Betim Central 1.401, ,32 4,7% 32,7% 8 Itabirito Central 323, ,85 3,8% 360,8% 9 Ouro Branco Central 1.018, ,97 3,7% 42,2% 10 Brumadinho Central 183, ,56 3,3% 604,0% TOTAL 10 PRINCIPAIS MUNICÍPIOS TOP TEN MUNICIPALITIES TOGETHER TOTAL MINAS GERAIS MINAS GERAIS TOTAL* , ,40 58,5% 27,8% , ,58 100,0% 34,4% * Observação: O valor total exportado por município refere-se ao valor por domicílio fiscal da empresa exportadora. * Note: The total value exported by municipality refers to the value by fiscal residence of the exporting company. Durante o ano de, 261 municípios mineiros realizaram exportações. Dentre esses municípios, 26 exportaram pela primeira vez ou voltaram a exportar após não figurarem como exportadores em Devido ao aumento das exportações de minérios metalúrgicos, Nova Lima assumiu a liderança no ranking de municípios exportadores, com um aumento de 183,5% no valor de suas exportações. O município de São Gonçalo do Rio Abaixo se destacou nas exportações de minérios metalúrgicos em, exportando 1.125,4% a mais do que em Em valores, isso representou US$1,91 bilhão. Exportações por regiões e municípios Exports by regions and municipalities Bobinas de aço produzidas pela USIMINAS USIMINAS' steel coils DivulgaçãoUSIMINAS/ USIMINAS publication During, there were 261 exporting municipalities in Minas Gerais. Among these municipalities, 26 exported for the first time or returned to exporting after not figuring as exporters in Due to the increase in metallurgical ore exports, Nova Lima took the lead in the ranking of exporting municipalities, with an increase of 183.5% in the value of its exports. The municipality of São Gonçalo do Rio Abaixo stood out in terms of metallurgical ores exports in, exporting 1,125.4% more than in This represented US$1.91 billion. 61

32 Importações por regiões e municípios Fábrica Novo Nordisk Novo Nordisk's Production Line Divulgação Novo Nordisk Imports by regions and municipalities 63

33 Regiões Regions Principais Municípios Main Municipalities US$ FOB Milhões Million Part. Share Var. Change 2010 / Principais Produtos Main Products Importações por regiões e municípios Imports by regions and municipalities CENTRAL Betim; Sete Lagoas; Contagem; Belo Horizonte; Ouro Branco ,12 52,4% 31,8% Material de transporte e componentes; máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos; combustíveis, óleos, ceras e matérias betuminosas; materiais elétricos e eletrônicos; produtos químicos. 10,9% Triângulo 0,9% Alto Paranaíba 0,6% Noroeste de Minas 52,4% Central 1,6% Norte de Minas SUL DE MINAS Extrema; Três Corações; Pouso Alegre; Itajubá; Varginha ,86 15,3% 39,3% Materiais elétricos e eletrônicos; produtos químicos; produtos metalúrgicos; material de transporte e componentes; máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos. 15,3% 1,0% Sul de Minas Centro-oeste de Minas 9,1% 8,2% Assim como nas exportações, a região Central é líder no ranking de importações de produtos em Minas Gerais, somando US$6,82 bilhões. Entretanto, a região Noroeste de Minas foi a que mais cresceu em (+101,6%). A região do Jequitinhonha/Mucuri foi a única que importou menos em, com o decréscimo de 32,2% das importações. Os principais produtos importados foram: máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos, produtos cerâmicos e produtos metalúrgicos. The Central region is also the state leader in the ranking of product imports with a total of US$6.82 billion. However, the Noroeste de Mata Rio Doce 0,0075% Jequitinhonha Mucuri TRIÂNGULO MATA RIO DOCE NORTE DE MINAS CENTRO-OESTE DE MINAS ALTO PARANAÍBA NOROESTE DE MINAS JEQUITINHONHA MUCURI Uberaba; Uberlândia; Araguari; Delta; Ituiutaba. Juiz de Fora; Manhuaçu; Cataguases; Martins Soares; Viçosa. Ipatinga; Governador Valadares; Timóteo; Belo Oriente; Coronel Fabriciano. Montes Claros; Pirapora; Bocaiuva; Várzea da Palma; Jequitaí. Iguatama; Divinópolis; Itaúna; Arcos; Lagoa da Prata. Araxá; Patos de Minas; Patrocínio; Ibiá; Perdizes. Paracatu; Vazante; Brasilândia de Minas. Itinga; Pedra Azul; Teófilo Otoni; Medina; Palmópolis ,06 10,9% 51,6% Produtos químicos; matérias minerais; materiais elétricos e eletrônicos; máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos; grãos e cereais ,84 9,1% 13,6% Material de transporte e componentes; minérios metalúrgicos; produtos químicos; máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos; instrumentos e aparelhos de ótica e de precisão ,57 8,2% 8,4% Combustíveis, óleos, ceras e matérias betuminosas; máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos; produtos metalúrgicos; material de transporte e componentes; materiais elétricos e eletrônicos. 209,93 1,6% 9,1% Produtos químicos; petróleo e derivados; produtos metalúrgicos; materiais elétricos e eletrônicos; máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos. 132,94 1,0% 36,4% Produtos químicos; máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos; produtos têxteis; petróleo e derivados; produtos metalúrgicos. 116,52 0,9% 85,3% Matérias minerais; produtos químicos; produtos metalúrgicos; máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos; materiais elétricos e eletrônicos. 75,90 0,6% 101,6% Máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos; produtos metalúrgicos; produtos químicos; material de transporte e componentes; matérias minerais. 0,97 0,0075% -32,2% Máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos; produtos metalúrgicos; obras de pedras e semelhantes; instrumentos e aparelhos de ótica e de precisão; produtos químicos. Importações por regiões e municípios Imports by regions and municipalities Minas experienced the largest increase in (+101.6%). The Jequitinonha/Mucuri region was the only region that TOTAL MG* ,22 100,0% 30,7% 64 imported less in, with a decrease of 32.2%. The main products imported were: machinery, mechanical instruments and * Observação: O valor total importado por município refere-se ao valor por domicílio fiscal da empresa importadora. * Note: The total imported value by municipalities refers to the value by fiscal residence of the importing company. 65 appliances, ceramic products and metallurgical products.

34 ranking Município Municipality região region 2010 US$ FOB Milhões Million US$ FOB Milhões Million Part. Share Var. Change 1 Betim Central 1.731, ,27 14,0% 5,7% 2 Uberaba Triângulo 767, ,94 9,5% 60,7% 3 Juiz de Fora Mata 898, ,70 7,7% 11,7% 4 Sete Lagoas Central 663,90 963,91 7,4% 45,2% 5 Contagem Central 710,36 900,51 6,9% 26,8% 6 Belo Horizonte Central 798,48 890,84 6,8% 11,6% 7 Ipatinga Rio Doce 785,90 854,48 6,6% 8,7% 8 Ouro Branco Central 417,75 666,29 5,1% 59,5% 9 Jeceaba Central 74,18 460,65 3,5% 520,9% 10 Extrema Sul de Minas 185,46 342,43 2,6% 84,6% TOTAL 10 PRINCIPAIS MUNICÍPIOS TOP TEN MUNICIPALITIES TOGETHER TOTAL MINAS GERAIS MINAS GERAIS TOTAL* 7.032, ,02 70,2% 30,0% 9.970, ,76 100,0% 30,7% * O valor total importado por município refere-se ao valor por domicílio fiscal da empresa importadora. * The total imported value by municipalities refers to the value by fiscal residence of the importing company. Dentre os 853 municípios de Minas Gerais, um total de 234 realizaram operações de importação em. Desses, 29 são estreantes, ou seja, não apresentaram valor importado em 2010 e começaram ou voltaram a figurar na lista dos importadores em. Betim e Uberaba foram os municípios que apresentaram o maior valor em produtos importados. Os principais produtos importados por Betim foram: materiais de transporte e componentes; máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos; materiais elétricos e eletrônicos; instrumentos, aparelhos de ótica e de precisão; produtos químicos. Já Uberaba teve os seguintes principais produtos importados: produtos químicos; matérias minerais; materiais elétricos e eletrônicos; máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos; outros produtos de origem animal. Among the state s 853 municipalities, a total of 234 carried out import importações por regiões e municípios imports by regions and municipalities operations in. Of these, 29 are newcomers, i.e., did not import in 2010 and started or returned to the list of importers in. Betim and Uberaba were the municipalities that presented the highest value of Vallee, empresa especializada em saúde animal Vallee: specialized animal health company Divulgação Vallee/ Vallee publication imported products. The main products imported by Betim were: vehicles, aircraft, vessels and associated transport equipment; electrical and electronic machinery and equipments and parts thereof; optical and precision instruments and appliances and parts and accessories thereof; chemical products. Meanwhile, Uberaba had the following main imported products: products of the chemical and allied industries; mineral products (exc. ores); electrical and electronic machinery and equipment and parts thereof; machinery, mechanical appliances and parts there of; other products of animal origin not specified or included elsewhere. 67

35 Exportações por empresas Usina CAETÉ CAETÉ Factory Eugenio Sávio Exports by companies 69

36 Exportações por empresas Exports by companies Mg Participação das empresas no valor exportado Companies' participation in the value exported 0,5% 2,0% 97,5% MPES / SMEs Mg Empresas exportadoras Exporting companies Média / Medium Grande / Large ,8% ,4% ,0% No decorrer de, estabelecimentos fizeram operações de +1,6% exportação em Minas Gerais, número 3,6% menor em relação a ,9% +0,6% -3,7% ,9% ,6% Entre as dez principais empresas exportadoras de Minas Gerais, a única alteração em relação a 2010 foi a entrada da empresa Anglogold Ashanti no grupo. As dez principais empresas exportadoras de Minas Gerais responderam por ativamente 64,1% do total exportado pelo estado. Em relação à 2010, houve um aumento de 3,8% na participação deste grupo no total exportado. Among the top 10 exporting companies of Minas Gerais, the only change compared to 2010 was the entry of company Anglogold Ashanti into the group. The top 10 exporting companies accounted for 64.1% of total Empresas Companies exports by the state. In relation to 2010, there was a 3.8% increase in participation of this group in total exports. Município Municipality US$ FOB Milhões Million Part. Share Vale S/A Itabira ,52 40,6% exportações por empresas exports by companies Comparando a participação das MPEs no valor exportado por Minas Gerais ao número de empresas, percebe-se grande contraste. Enquanto as MPEs representam quase 50% das empresas exportadoras em número, em valor exportado representam apenas 0,55% do total, com vendas externas de US$161,3 milhões (FOB) em CBMM Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração Araxá 1.882,57 4,5% FIat Automóveis S/A Betim 1.651,23 4,0% NAMISA - Nacional minérios s/a Congonhas 1.525,40 3,7% Gerdau Açominas S/A Ouro Branco 1.448,33 3,5% COOXUPÉ - Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé Ltda Guaxupé 736,09 1,8% Kinross Brasil mineração s/a Paracatu 701,76 1,7% During, 1,604 establishments carried out export operations in Minas Gerais, a figure 3.6% lower compared to CENIBRA - Celulose Nipo-Brasileira S/A Belo Oriente 663,46 1,6% CSn - Companhia Siderúrgica Nacional Congonhas 597,63 1,4% Anglogold Ashanti CÓrrego do Sítio mineração S/A Nova Lima 552,14 1,3% 70 A great contrast was found when comparing the participation of SMEs in the value exported by Minas Gerais to the number of companies. While SMEs represent almost 50% of exporting companies in number, in exported value they TOTAL 10 maiores exportadores Total TOP 10 Exporters TOTAL MINAS GERAIS MINAS GERAIS TOTAL ,13 64,1% ,94 100,0% 71 represent 0.55% of the total, with foreign sales of US$161.3 million (FOB) in 2010.

37 Importações por empresas IVECO Strallis 420 Ito Cornelsen Imports by companies 73

Consulte ambas as versões e surpreenda-se com o potencial exportador da economia mineira, que vai muito além do senso comum.

Consulte ambas as versões e surpreenda-se com o potencial exportador da economia mineira, que vai muito além do senso comum. Apresentação A edição 2011 do Panorama do Comércio Exterior de Minas Gerais apresenta, de forma objetiva e visual, os principais indicadores do comércio exterior mineiro, com base nos dados consolidados

Leia mais

Panorama do Comércio Exterior de Minas Gerais 2015

Panorama do Comércio Exterior de Minas Gerais 2015 Panorama do Comércio Exterior de Minas Gerais 2015 APRESENTAÇÃO Minas Gerais se consolida como um dos mais importantes estados exportadores do Brasil, pela grande produção de commodities e pelos esforços

Leia mais

Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR

Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR EXPORTAÇÕES DAS COOPERATIVAS NO AGRONEGÓCIO EM 1. RESULTADO

Leia mais

Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas. Comitê de Comércio Exterior. Brasília Julho de 2011

Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas. Comitê de Comércio Exterior. Brasília Julho de 2011 Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas Comitê de Comércio Exterior Brasília Julho de 2011 BALANÇA BRASILEIRA DE COMÉRCIO EXTERIOR DE BENS E SERVIÇOS* US$ Bilhões BRAZILIAN FOREIGN TRADE IN GOODS

Leia mais

EVANGÉLICOS EM MINAS GERAIS

EVANGÉLICOS EM MINAS GERAIS EVANGÉLICOS EM MINAS GERAIS Cidade Região População Evangélicos %Evang MANTENA ValedoAçoMG 27,1 12,1 44,6% TIMOTEO ValedoAçoMG 81,2 33,2 40,9% IPATINGA ValedoAçoMG 239,5 96,2 40,2% CORONEL FABRICIANO ValedoAçoMG

Leia mais

Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais.

Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais. Maio/2014 OBJETIVO Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais. Permitir ainda, uma análise comparativa da evolução

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria de Comércio Exterior. Balança Comercial Brasileira 2005

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria de Comércio Exterior. Balança Comercial Brasileira 2005 Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria de Comércio Exterior Balança Comercial Brasileira 2005 BALANÇA COMERCIAL BRASILEIRA 2005 / 2004 US$ MILHÕES 2005 2004 % 2005/2004

Leia mais

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Março 2009

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Março 2009 Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Março 2009 A crise financeira internacional continua afetando negativamente o comércio exterior paranaense: apesar das exportações terem aumentado 43,44% em março,

Leia mais

International Trade: Statistics and Top 10 Partners Comércio Internacional: Estatísticas e Top 10 Parceiros. Economic Outlook. Económica.

International Trade: Statistics and Top 10 Partners Comércio Internacional: Estatísticas e Top 10 Parceiros. Economic Outlook. Económica. dossiers Economic Outlook Conjuntura International Trade: Statistics and Top 10 Partners Comércio Internacional: Estatísticas e Top 10 Parceiros Last Update Última Actualização 15-07-2015 Prepared by PE

Leia mais

REINO UNIDO Comércio Exterior

REINO UNIDO Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC REINO UNIDO Comércio Exterior Setembro de 2014 Índice. Dados Básicos.

Leia mais

BRASIL Comércio Exterior

BRASIL Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC BRASIL Comércio Exterior Novembro de 2014 Índice. Dados Básicos.

Leia mais

BRASIL Perspectivas para o Comércio Exterior

BRASIL Perspectivas para o Comércio Exterior BRASIL Perspectivas para o Comércio Exterior Welber Barral Junho 2012 Brasil: Acordos Internacionais Multilateral Agreements World Trade Organization Agreements. Regional and Bilateral Agreements MERCOSUR

Leia mais

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Maio 2012

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Maio 2012 Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Maio 2012 As exportações em maio apresentaram aumento de +39,13% em relação a abril, continuando a superar a marca de US$ 1 bilhão, agora pela décima-sexta vez

Leia mais

Bahamas Comércio Exterior

Bahamas Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC Bahamas Comércio Exterior Novembro de 215 Tabela 1 Principais Indicadores

Leia mais

Políticas Públicas. Lélio de Lima Prado

Políticas Públicas. Lélio de Lima Prado Políticas Públicas Lélio de Lima Prado Política Cambial dez/03 abr/04 ago/04 dez/04 abr/05 ago/05 Evolução das Reservas internacionais (Em US$ bilhões) dez/05 abr/06 ago/06 dez/06 abr/07 ago/07 dez/07

Leia mais

Comércio Exterior Cearense Fevereiro de 2012

Comércio Exterior Cearense Fevereiro de 2012 Enfoque Econômico é uma publicação do IPECE que tem por objetivo fornecer informações de forma imediata sobre políticas econômicas, estudos e pesquisas de interesse da população cearense. Por esse instrumento

Leia mais

Class. Geral / Class. PNE*

Class. Geral / Class. PNE* IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística Processo Seletivo Simplificado - Edital IBGE nº 05/2009 Relação de classificados - AGENTE CENSITÁRIO DE INFORMÁTICA (ACI) - MG Município / Área de

Leia mais

- Corr. de comércio: US$ 38,9 bi, 2º maior valor para meses de abril, (1º abr-13: US$ 42,3 bi);

- Corr. de comércio: US$ 38,9 bi, 2º maior valor para meses de abril, (1º abr-13: US$ 42,3 bi); Abril / 2014 Resultados de Abril de 2014 - Exportação: US$ 19,7 bi em valor e média de US$ 986,2 milhões, 5,2% acima da média de abr-13 (US$ 937,8 milhões); 2ª maior média de exportação para abril (1º

Leia mais

CAZAQUISTÃO Comércio Exterior

CAZAQUISTÃO Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC CAZAQUISTÃO Comércio Exterior Agosto de 2014 Índice. Dados Básicos.

Leia mais

PAÍSES BAIXOS Comércio Exterior

PAÍSES BAIXOS Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC PAÍSES BAIXOS Comércio Exterior Outubro de 2014 Índice. Dados Básicos.

Leia mais

ARGENTINA Comércio Exterior

ARGENTINA Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC ARGENTINA Comércio Exterior Agosto de 2014 Índice. Dados Básicos.

Leia mais

Governo do Estado de Minas Gerais Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico Exportaminas

Governo do Estado de Minas Gerais Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico Exportaminas NOTA TÉCNICA MERCOSUL* - Agronegócio, Eletrônica e TIC e Biotecnologia 2010-2014 * Mercado Comum do Sul, composto pela República Federativa do Brasil, República da Argentina, República do Paraguai, República

Leia mais

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Junho 2010

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Junho 2010 Depenho do Comércio Exterior Paranaense Junho 2010 As exportações em junho apresentaram redução de 8,57% sobre maio após expansão por quatro meses consecutivos. Desta forma, supera a marca de US$ 1 bilhão

Leia mais

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Março 2013

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Março 2013 Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Março 2013 As exportações em março apresentaram aumento de +27,85% em relação a fevereiro. O valor exportado superou novamente a marca de US$ 1 bilhão, atingindo

Leia mais

Balança Comercial 2003

Balança Comercial 2003 Balança Comercial 2003 26 de janeiro de 2004 O saldo da balança comercial atingiu US$24,8 bilhões em 2003, o melhor resultado anual já alcançado no comércio exterior brasileiro. As exportações somaram

Leia mais

PORTUGAL Comércio Exterior

PORTUGAL Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC PORTUGAL Comércio Exterior Abril de 2015 Principais Indicadores

Leia mais

RÚSSIA Comércio Exterior

RÚSSIA Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC RÚSSIA Comércio Exterior Dezembro de 2014 Índice. Dados Básicos.

Leia mais

Comércio exterior. Dados gerais e do capítulo 30 da NCM relacionados ao comércio exterior do Brasil e do Estado de São Paulo.

Comércio exterior. Dados gerais e do capítulo 30 da NCM relacionados ao comércio exterior do Brasil e do Estado de São Paulo. Comércio exterior Dados gerais e do capítulo 30 da NCM relacionados ao comércio exterior do Brasil e do Estado de São Paulo. Janeiro 2015 Sindusfarma Gerência de Regulação de Mercados Índice Brasil...

Leia mais

CENTRAL EXPORTAMINAS e ações para o desenvolvimento do comércio exterior mineiro

CENTRAL EXPORTAMINAS e ações para o desenvolvimento do comércio exterior mineiro Your trade partner in Brazil CENTRAL EXPORTAMINAS e ações para o desenvolvimento do comércio exterior mineiro AGROEX Viçosa, 27 de abril de 2009 Jorge Duarte de Oliveira Diretor 1 Minas Gerais Facts and

Leia mais

BANGLADESH Comércio Exterior

BANGLADESH Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC BANGLADESH Comércio Exterior Fevereiro de 2015 Índice. Dados Básicos.

Leia mais

NORDESTE: DESEMPENHO DO COMÉRCIO EXTERIOR EM 2009

NORDESTE: DESEMPENHO DO COMÉRCIO EXTERIOR EM 2009 O nosso negócio é o desenvolvimento ESCRITÓRIO TÉCNICO DE ESTUDOS ECONÔMICOS DO NORDESTE-ETENE INFORME SETORIAL INDÚSTRIA E SERVIÇOS NORDESTE: DESEMPENHO DO COMÉRCIO EXTERIOR EM 2009 Ano IV No 2 O nosso

Leia mais

ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES Janeiro a Dezembro / 2007

ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES Janeiro a Dezembro / 2007 ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES / 2007 1- Balança Comercial Mato Grosso continua tendo superávit na Balança Comercial registrando em 2007 um expressivo saldo de US$ 4,38 bilhões valor que representa

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio. Balança Comercial do Agronegócio Junho/2012

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio. Balança Comercial do Agronegócio Junho/2012 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Balança Comercial do Agronegócio Junho/2012 I - Resultados do mês Em junho de 2012 as exportações

Leia mais

HAITI Comércio Exterior

HAITI Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC HAITI Comércio Exterior Outubro de 2015 Tabela 1 Principais Indicadores

Leia mais

BULGÁRIA DADOS BÁSICOS E PRINCIPAIS INDICADORES ECONÔMICO-COMERCIAIS

BULGÁRIA DADOS BÁSICOS E PRINCIPAIS INDICADORES ECONÔMICO-COMERCIAIS Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC DADOS BÁSICOS E PRINCIPAIS INDICADORES ECONÔMICO-COMERCIAIS BULGÁRIA

Leia mais

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Novembro 2012

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Novembro 2012 Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Novembro 2012 As exportações em novembro apresentaram diminuição de 27,64% em relação a outubro. Continuam a superar a marca de US$ 1 bilhão, agora pela vigésima-segunda

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014 TEXTO Brazil Leads Decline Among World's Biggest Companies THE losses OF São Paulo's stock market AND THE decline OF Brazil's real made Brazilian companies THE biggest losers among THE world's major companies,

Leia mais

UNASUL Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil

UNASUL Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC UNASUL Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil Agosto

Leia mais

M A C R O C H I N A Ano 2 Nº 8 15 de maio de 2007

M A C R O C H I N A Ano 2 Nº 8 15 de maio de 2007 M A C R O C H I N A Ano 2 Nº 8 1 de maio de 27 Síntese gráfica trimestral do comércio bilateral e do desempenho macroeconômico chinês Primeiro trimestre de 27 No primeiro trimestre de 27, a economia chinesa

Leia mais

COREIA DO NORTE Comércio Exterior

COREIA DO NORTE Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC COREIA DO NORTE Comércio Exterior Dezembro de 2014 Índice. Dados

Leia mais

CAPÍTULO 12 DEMANDAS DO ESTADO DE MINAS GERAIS PLANEJAMENTO DE AÇÕES NECESSIDADES E AÇÕES DO ESTADO DE MINAS GERAIS

CAPÍTULO 12 DEMANDAS DO ESTADO DE MINAS GERAIS PLANEJAMENTO DE AÇÕES NECESSIDADES E AÇÕES DO ESTADO DE MINAS GERAIS CAPÍTULO DEMANDAS DO ESTADO DE MINAS GERAIS PLANEJAMENTO DE AÇÕES NECESSIDADES E AÇÕES DO ESTADO DE MINAS GERAIS 7 RESULTADO GERAL 9 6 4 5 0 5 0 5 0 5 Eleitores que responderam outras respostas: 06 Eleitores

Leia mais

Unimed Federação Minas. Quando o assunto é unimed, somos Especialistas. A UNIMED FEDERAÇÃO MINAS

Unimed Federação Minas. Quando o assunto é unimed, somos Especialistas. A UNIMED FEDERAÇÃO MINAS A UNIMED FEDERAÇÃO MINAS A Unimed Federação Minas atua representando política e institucionalmente as 62 cooperativas médicas no estado, 5 federações regionais e 1 comitê, bem como os mais de 15 mil médicos

Leia mais

THIAGO DE MORAES thiagoraes@hotmail.com. ORIENTADOR: CRISTIANO MORINI Estágio Supervisionado em ADM-GNI - UNIMEP cmorini@unimep.br

THIAGO DE MORAES thiagoraes@hotmail.com. ORIENTADOR: CRISTIANO MORINI Estágio Supervisionado em ADM-GNI - UNIMEP cmorini@unimep.br Panorama Recente do Comércio Exterior Brasileiro: Um Estudo Comparativo (2003 2006) Entre as Cinco Principais Cidades Exportadoras do Estado de São Paulo. THIAGO DE MORAES thiagoraes@hotmail.com ORIENTADOR:

Leia mais

Empresas mineradoras no Brasil

Empresas mineradoras no Brasil Em 211, a Produção Mineral Brasileira (PMB) deverá atingir um novo recorde ao totalizar US$ 5 bilhões (valor estimado), o que configurará um aumento de 28% se comparado ao valor registrado em 21: US$ 39

Leia mais

Exportações no período acumulado de janeiro até março de 2015. Total das exportações do Rio Grande do Sul.

Exportações no período acumulado de janeiro até março de 2015. Total das exportações do Rio Grande do Sul. Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio internacional do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de março de 2015. Total das exportações do Rio Grande do

Leia mais

PORTARIA TRT/SGP/1813/2010, de 07 de outubro de 2010

PORTARIA TRT/SGP/1813/2010, de 07 de outubro de 2010 PORTARIA TRT/SGP/1813/2010, de 07 de outubro de 2010 O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA TERCEIRA REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, e, considerando as

Leia mais

MERCOSUL. Principais produtos exportados por MG para o

MERCOSUL. Principais produtos exportados por MG para o MERCOSUL Nome oficial: Mercado Comum do Sul Estados membros: Argentina, Bolívia, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela Idiomas oficiais: Espanhol e Português Estados associados: Chile, Colômbia, Equador,

Leia mais

Faturamento - 1966/2008 Revenue - 1966/2008

Faturamento - 1966/2008 Revenue - 1966/2008 1.6 Faturamento 1966/008 Revenue 1966/008 1966 1967 1968 1969 1970 1971 197 1973 1974 1975 1976 1977 1978 1979 198 AUTOVEÍCULOS VEHICLES 7.991 8.11 9.971 11.796 13.031 15.9 17.793 0.78 3.947 6.851 6.64

Leia mais

SERVIÇOS PANORAMA DO COMÉRCIO INTERNACIONAL

SERVIÇOS PANORAMA DO COMÉRCIO INTERNACIONAL SERVIÇOS PANORAMA DO COMÉRCIO INTERNACIONAL Dados Consolidados de 2012 I n o v a r p a r a c o m p e t i r. C o m p e t i r p a r a c r e s c e r. 2013 SERVICES OVERVIEW OF INTERNATIONAL TRADE 2012 Consolidated

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Balança Comercial do Agronegócio Outubro/2015 I Resultados do mês (comparativo Outubro/2015 Outubro/2014)

Leia mais

DADOS GERAIS BÁSICOS E PRINCIPAIS INDICADORES SÓCIO-ECONÔMICOS E COMERCIAIS EGITO

DADOS GERAIS BÁSICOS E PRINCIPAIS INDICADORES SÓCIO-ECONÔMICOS E COMERCIAIS EGITO DADOS GERAIS BÁSICOS E PRINCIPAIS INDICADORES Indice: - Dados Gerais Básicos e Indicadores Sócio-Econômicos - Balanço de Pagamentos - Comércio Exterior - Composição do Comércio Exterior - Direção do Comércio

Leia mais

Exportações no período acumulado de janeiro até abril de 2015. Total das exportações do Rio Grande do Sul. 2015 com abril de 2014.

Exportações no período acumulado de janeiro até abril de 2015. Total das exportações do Rio Grande do Sul. 2015 com abril de 2014. Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio internacional do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de abril de 2015. Total das exportações do Rio Grande do

Leia mais

ICC 111 8. 15 agosto 2013 Original: francês. Conselho Internacional do Café 111. a sessão 9 12 setembro 2013 Belo Horizonte, Brasil.

ICC 111 8. 15 agosto 2013 Original: francês. Conselho Internacional do Café 111. a sessão 9 12 setembro 2013 Belo Horizonte, Brasil. ICC 111 8 15 agosto 2013 Original: francês P Conselho Internacional do Café 111. a sessão 9 12 setembro 2013 Belo Horizonte, Brasil O café na China Antecedentes Consoante os objetivos do Acordo Internacional

Leia mais

Contas Bancárias - TJMG - CNPJ 21.154.554/0001-13. (Resolução CNJ nº 154/2012 - Provimento Conjunto nº 27/2013) Dados da Conta Bancária

Contas Bancárias - TJMG - CNPJ 21.154.554/0001-13. (Resolução CNJ nº 154/2012 - Provimento Conjunto nº 27/2013) Dados da Conta Bancária Contas Bancárias - TJMG - CNPJ 21.154.554/0001-13 (Resolução CNJ nº 154/2012 - Provimento Conjunto nº 27/2013) Dados da Comarca Dados da Conta Bancária Banco Agência Cód Nome Cód. Nome Cód. Nome Número

Leia mais

Comércio Exterior BOLETIM. Ribeirão Preto/SP Prof. Dr. Luciano Nakabashi Marcos Hitoshi Endo e Marina Cassiano Ribeiro

Comércio Exterior BOLETIM. Ribeirão Preto/SP Prof. Dr. Luciano Nakabashi Marcos Hitoshi Endo e Marina Cassiano Ribeiro Em fevereiro de 215, o Brasil apresentou um déficit na balança comercial de, aproximadamente, US$ 2,8 bilhões. No acumulado dos últimos 12 meses, o montante é um déficit de US$ 3,8 bilhões (Figura 1),

Leia mais

LIGA ÁRABE Comércio Exterior

LIGA ÁRABE Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC LIGA ÁRABE Comércio Exterior Outubro de 2014 Índice. Dados Básicos.

Leia mais

UNIÃO EUROPEIA Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil

UNIÃO EUROPEIA Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC UNIÃO EUROPEIA Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil

Leia mais

COREIA DO SUL Comércio Exterior

COREIA DO SUL Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC COREIA DO SUL Comércio Exterior Dezembro de 2014 Índice. Dados

Leia mais

Exportações Brasileiras de Carne Bovina Brazilian Beef Exports. Fonte / Source: SECEX-MDIC

Exportações Brasileiras de Carne Bovina Brazilian Beef Exports. Fonte / Source: SECEX-MDIC Categorias / Products:, INDUSTRIALIZADA / PROCESSED,,, 1 de 16 2000 1999 %(2000x1999) Janeiro / January US$ (000) US$/Ton 25.537 9.793 2.608 15.392 4.375 3.518 66% 124% -26% INDUSTRIALIZADA / PROCESSED

Leia mais

ISSN 0873-0687. Estatísticas do Comércio Internacional. Estatísticas oficiais

ISSN 0873-0687. Estatísticas do Comércio Internacional. Estatísticas oficiais ISSN 0873-0687 Estatísticas do Comércio Internacional 2012 Edição 2013 e Estatísticas oficiais Estatísticas do Comércio Internacional 2012 Edição 2013 2 FICHA TÉCNICA Título Editor Instituto Nacional

Leia mais

O Setor em Grandes Números. Situação Atual e Perspectivas do Mercado Interno e Externo

O Setor em Grandes Números. Situação Atual e Perspectivas do Mercado Interno e Externo O Setor em Grandes Números Situação Atual e Perspectivas do Mercado Interno e Externo I - CADEIA PRODUTIVA NÚMERO ESTIMADO DE EMPRESAS EM 2012 Lapidação / Obras de pedras 350 INDÚSTRIA Joalheria ouro e

Leia mais

SERVIÇOS DADOS DO COMÉRCIO INTERNACIONAL

SERVIÇOS DADOS DO COMÉRCIO INTERNACIONAL SERVIÇOS DADOS DO COMÉRCIO INTERNACIONAL 2014 e 1º Semestre de 2015 SERVICES DATA OF INTERNATIONAL TRADE 2014 and 1º Semester of 2015 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Ministério do Desenvolvimento, Indústria

Leia mais

BALANÇA COMERCIAL BRASILEIRA

BALANÇA COMERCIAL BRASILEIRA BALANÇA COMERCIAL BRASILEIRA Resultados de Janeiro-Agosto/2015 US$ milhões FOB Exportação: -16,7% Importação: -21,3% Corrente: -19,0% Saldo: +US$ 7,092 bilhões Variação % em Valor, Preço e Quantum Janeiro

Leia mais

ESPANHA DADOS BÁSICOS E PRINCIPAIS INDICADORES ECONÔMICO-COMERCIAIS

ESPANHA DADOS BÁSICOS E PRINCIPAIS INDICADORES ECONÔMICO-COMERCIAIS Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC DADOS BÁSICOS E PRINCIPAIS INDICADORES ECONÔMICO-COMERCIAIS ESPANHA

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio. Balança Comercial do Agronegócio Março/2015

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio. Balança Comercial do Agronegócio Março/2015 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Balança Comercial do Agronegócio Março/2015 I Resultados do mês (comparativo Mar/2015 Mar/2014)

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR DESEMPENHO DO COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO NO PRIMEIRO QUADRIMESTRE DE 2004

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR DESEMPENHO DO COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO NO PRIMEIRO QUADRIMESTRE DE 2004 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR DESEMPENHO DO COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO NO PRIMEIRO QUADRIMESTRE DE 2004 03 DE MAIO DE 2004 BALANÇA COMERCIAL BRASILEIRA JANEIRO/ABRIL -

Leia mais

RESOLUÇÃO N 4.661, DE 9 DE ABRIL DE 2014 (MG de 10/04/2014)

RESOLUÇÃO N 4.661, DE 9 DE ABRIL DE 2014 (MG de 10/04/2014) RESOLUÇÃO N 4.661, DE 9 DE ABRIL DE 2014 (MG de 10/04/2014) Dispõe sobrea forma e o prazo de pagamento da Taxa pela Utilização Potencial do Serviço de Extinção de Incêndio relativa ao exercício de 2014,

Leia mais

A CR C IS I E S E MU M N U DI D A I L D O D S ALIM I E M N E TO T S: S O qu q e o B r B asi s l p o p de d f a f ze z r?

A CR C IS I E S E MU M N U DI D A I L D O D S ALIM I E M N E TO T S: S O qu q e o B r B asi s l p o p de d f a f ze z r? A CRISE MUNDIAL DOS ALIMENTOS: O que o Brasil pode fazer? Geraldo Barros USA: Inflation, Interest Rates, GDP Int rates Infl 12 14 16 18 6% 8% 1% GDP -4-2 2 4 6 8 1 198 1981 1982 1983 1984 1985 1986 1987

Leia mais

Relatório Gráfico de Acessibilidade à Página www.ceivap.org.br Janeiro até Dezembro / 2007

Relatório Gráfico de Acessibilidade à Página www.ceivap.org.br Janeiro até Dezembro / 2007 Relatório Gráfico de Acessibilidade à Página www.ceivap.org.br Janeiro até Dezembro / 2007 1. Visitações Diárias ( Y ) Visitas ( X ) Dia do mês 1.1) Janeiro 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15

Leia mais

SURINAME Comércio Exterior

SURINAME Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC SURINAME Comércio Exterior Novembro de 2014 Índice. Dados Básicos.

Leia mais

ISSN 0873-0687. Estatísticas do Comércio Internacional. Estatísticas oficiais

ISSN 0873-0687. Estatísticas do Comércio Internacional. Estatísticas oficiais ISSN 0873-0687 Estatísticas do Comércio Internacional 2010 Edição 2011 e Estatísticas oficiais Estatísticas do Comércio Internacional 2010 Edição 2011 2 FICHA TÉCNICA Título Editor Instituto Nacional

Leia mais

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Janeiro 2014. Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Janeiro 2014. Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Balança Comercial do Rio Grande do Sul Janeiro 2014 Unidade de Estudos Econômicos O COMÉRCIO EXTERIOR DO RS EM JANEIRO Exportações Apesar do bom crescimento de Produtos Alimentícios e Máquinas e Equipamentos,

Leia mais

M A C R O C H I N A Ano 2 Nº 4 11 de maio de 2006

M A C R O C H I N A Ano 2 Nº 4 11 de maio de 2006 M A C R O C H I N A Ano Nº 11 de maio de 6 Síntese gráfica trimestral do comércio bilateral e do desempenho macroeconômico chinês - Primeiro trimestre de 6. Para surpresa de muitos analistas, o Banco Central

Leia mais

- 300. Saldo BC Importações Importações s/gás Exportações

- 300. Saldo BC Importações Importações s/gás Exportações Carta de Conjuntura nº2 Dezembro de 2015 Setor Externo As cotações do dólar recuaram em relação aos últimos meses, chegando a taxa média em novembro a ficar em R$ 3,77, cerca de 2,77% abaixo da taxa média

Leia mais

O COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO E AS RELAÇÕES COMERCIAIS BRASIL-JAPÃO

O COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO E AS RELAÇÕES COMERCIAIS BRASIL-JAPÃO Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil, São Paulo 25 de outubro de 2010 O COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO E AS RELAÇÕES COMERCIAIS BRASIL-JAPÃO Dr. Ivan Ramalho, Secretário-Executivo Ministério

Leia mais

Perfil Exportador do Estado de Minas Gerais

Perfil Exportador do Estado de Minas Gerais Perfil Exportador do Estado de Minas Gerais 2013 1 Apex-Brasil Maurício Borges PRESIDENTE José Ricardo Santana DIRETOR DE NEGÓCIOS Tatiana Martins Porto DIRETORA DE GESTÃO CORPORATIVA Marcos Tadeu Caputi

Leia mais

27/09/2011. Integração Econômica da América do Sul: Perspectiva Empresarial

27/09/2011. Integração Econômica da América do Sul: Perspectiva Empresarial 27/09/2011 Integração Econômica da América do Sul: Perspectiva Empresarial Estrutura da apresentação Perspectiva empresarial Doing Business 2011 Investimentos Estrangeiros e Comércio Exterior Complementaridade

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Secretaria de Comércio Exterior

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Secretaria de Comércio Exterior Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria de Comércio Exterior O comércio exterior brasileiro e o desempenho do setor industrial Welber Barral Secretário SÃO PAULO (SP), 27

Leia mais

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Setembro 2015

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Setembro 2015 Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Setembro 2015 As exportações paranaenses, em setembro, apresentaram queda de -8,61% em relação a agosto. O valor exportado atingiu a US$ 1,293 bilhão, ficando,

Leia mais

INTERCÂMBIO COMERCIAL BRASILEIRO NO MERCOSUL 1994 A 2003

INTERCÂMBIO COMERCIAL BRASILEIRO NO MERCOSUL 1994 A 2003 INTERCÂMBIO COMERCIAL BRASILEIRO NO A Marco Antônio Martins da Costa Melucci Friedhlde Maria Kutner Manolescu -Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas FCSA Universidade do Vale do Paraíba. Av. Shishima

Leia mais

CONCENTRAÇÃO DA PAUTA COMERCIAL DO BRASIL COM AS ECONOMIAS DA CHINA E DO JAPÃO 1

CONCENTRAÇÃO DA PAUTA COMERCIAL DO BRASIL COM AS ECONOMIAS DA CHINA E DO JAPÃO 1 CONCENTRAÇÃO DA PAUTA COMERCIAL DO BRASIL COM AS ECONOMIAS DA CHINA E DO JAPÃO 1 Silvio Miyazaki 2 1 - INTRODUÇÃO 1 2 A busca de mercados externos alternativos aos tradicionais - Estados Unidos, Europa

Leia mais

Siderurgia no Brasil

Siderurgia no Brasil www.pwc.com.br Siderurgia no Brasil Um panorama do setor siderúrgico brasileiro SICETEL Sindicato Nacional da Indústria de Trefilação e Laminação de Metais Ferrosos IABR Instituto Aço Brasil 1 Setor de

Leia mais

Mudança do cenário internacional e reflexos para o setor externo brasileiro

Mudança do cenário internacional e reflexos para o setor externo brasileiro Mudança do cenário internacional e reflexos para o setor externo brasileiro Irailton Silva Santana Júnior 1 Vinícius de Araújo Mendes 1 Introdução O presente relatório concentra a análise da economia brasileira

Leia mais

Banco de Dados CENÁRIO ATUAL (03/11/2015) Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil Seção Minas Gerais

Banco de Dados CENÁRIO ATUAL (03/11/2015) Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil Seção Minas Gerais Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil Seção Minas Gerais Banco de Dados Autor: Fabio Junio Gonçalves Colodiano, publicado em 03/11/2015 CENÁRIO ATUAL (03/11/2015) No intuito de ajudar no

Leia mais

III Seminário BRIMCS 2010 - O Mercado do Brasil -

III Seminário BRIMCS 2010 - O Mercado do Brasil - Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterio Secretaria de Comércio Exterior III Seminário BRIMCS 2010 - O Mercado do Brasil - Roberto Dantas Coordenador-Geral Curitiba (PR), 24 de junho

Leia mais

III.4.1 - Indicadores do comércio internacional por NUTS II, 2004. III.4.1 - Indicators of international trading by NUTS II, 2004

III.4.1 - Indicadores do comércio internacional por NUTS II, 2004. III.4.1 - Indicators of international trading by NUTS II, 2004 III.4.1 - Indicadores do comércio internacional por NUTS II, 2004 III.4.1 - Indicators of international trading by NUTS II, 2004 Unidade: % Unit:% Taxa de cobertura das pelas para os 4 principais mercados

Leia mais

FÓRUM ESTADÃO BRASIL COMPETITIVO COMÉRCIO EXTERIOR

FÓRUM ESTADÃO BRASIL COMPETITIVO COMÉRCIO EXTERIOR FÓRUM ESTADÃO BRASIL COMPETITIVO COMÉRCIO EXTERIOR PAINEL 1 COMO AUMENTAR A PARTICIPAÇÃO DO PAÍS NO COMÉRCIO INTERNACIONAL E A COMPETITIVIDADE DOS PRODUTOS BRASILEIROS JOSÉ AUGUSTO DE CASTRO São Paulo,

Leia mais

CENÁRIOS 2013: PERSPECTIVAS E O SETOR DE BKs 19/03/2013

CENÁRIOS 2013: PERSPECTIVAS E O SETOR DE BKs 19/03/2013 CENÁRIOS 2013: PERSPECTIVAS E O SETOR DE BKs 19/03/2013 CENÁRIO GLOBAL Crescimento global de 3,4 % em 2013 O mundo retoma a média histórica de crescimento (3,4% a.a) Zona do Euro sai da recessão Os EEUU

Leia mais

Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária. Novembro 2015 PARANÁ

Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária. Novembro 2015 PARANÁ Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária Novembro 2015 PARANÁ A estimativa de área para a safra 2015/16 de soja é recorde no Paraná. Segundo os técnicos de campo serão semeados 5,24 milhões de hectares,

Leia mais

ELEIÇÃO DE GOVERNADOR 2014 PESQUISA ESPONTÂNEA

ELEIÇÃO DE GOVERNADOR 2014 PESQUISA ESPONTÂNEA Pesquisa divulgada no site www.multidadospesquisa.com.br PESQUISA ESTADO DE MINAS GERAIS: GOVERNADOR SENADOR - PRESIDENTE PESQUISA ELEITORAL REGISTRO MG-00077/2014 PESQUISA: 01 A 04 DE SETEMBRO 2014 AMOSTRA

Leia mais

Ministério Público Itinerante MG

Ministério Público Itinerante MG Ministério Público Itinerante MG Após a definição das 35 cidades mineiras que receberiam a visita da caravana itinerante do Ministério Público no ano de 2010, foi lançado no dia 4 de maio do mesmo ano

Leia mais

Chuvas no Brasil esfriam o mercado, enquanto estimativas da produção para 2014/15 são mais baixas

Chuvas no Brasil esfriam o mercado, enquanto estimativas da produção para 2014/15 são mais baixas Chuvas no Brasil esfriam o mercado, enquanto estimativas da produção para 2014/15 são mais baixas Em novembro os preços do café recuaram e as chuvas contínuas no Brasil seguraram novos aumentos de preços.

Leia mais

Boletim de Comércio Exterior da Bahia Abril 2013

Boletim de Comércio Exterior da Bahia Abril 2013 ISSN 2179-8745 Boletim de Comércio Exterior da Bahia Abril 2013 Sumário SUMÁRIO Governo do Estado da Bahia Jaques Wagner Secretaria do Planejamento José Sergio Gabrielli Superintendência de Estudos Econômicos

Leia mais

CREBi Media Kit. Site CREBI Conforme relatórios de visitas emtidos em dezembro de 2008, temos os seguintes dados médios:

CREBi Media Kit. Site CREBI Conforme relatórios de visitas emtidos em dezembro de 2008, temos os seguintes dados médios: CREBi Media Kit Atualmente, somos a mais representativa mídia eletrônica do setor de jóias e afins e também já superamos em muito as maiores médias de outras categorias de mídia. O CREBi oferece três canais

Leia mais

Panorama do setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos

Panorama do setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos Panorama do setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos Página 1 Evolução A Indústria Brasileira de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos apresentou um crescimento médio deflacionado composto

Leia mais

Figura 01 - Evolução das exportações de suínos de Santa Catarina no período de 2010 a 2014 - US$ Milhões.

Figura 01 - Evolução das exportações de suínos de Santa Catarina no período de 2010 a 2014 - US$ Milhões. Crise na Ucrânia: dificuldades e potencialidades para o setor de carne suína e milho em Santa Catarina Glaucia Padrão, Dr.ª Analista de Economia, Epagri/Cepa Reney Dorow, Msc. Analista de Mercado, Epagri/Cepa

Leia mais

FACT-SHEET. Cana-de-Açúcar, Milho e Soja. Programa Agricultura e Meio Ambiente. WWF - Brasil

FACT-SHEET. Cana-de-Açúcar, Milho e Soja. Programa Agricultura e Meio Ambiente. WWF - Brasil FACT-SHEET Cana-de-Açúcar, Milho e Soja Programa Agricultura e Meio Ambiente WWF - Brasília Março 28 WWF- Secretaria Geral Denise Hamú Superintendência de Conservação de Programas Temáticos Carlos Alberto

Leia mais

Monitor do Déficit Tecnológico. Análise Conjuntural das Relações de Troca de Bens e Serviços Intensivos em Tecnologia no Comércio Exterior Brasileiro

Monitor do Déficit Tecnológico. Análise Conjuntural das Relações de Troca de Bens e Serviços Intensivos em Tecnologia no Comércio Exterior Brasileiro Monitor do Déficit Tecnológico Análise Conjuntural das Relações de Troca de Bens e Serviços Intensivos em Tecnologia no Comércio Exterior Brasileiro de 2012 Monitor do Déficit Tecnológico de 2012 1. Apresentação

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Balança Comercial do Agronegócio Janeiro/2016 I Resultados do mês (comparativo jan/2016 jan/2015)

Leia mais

VANUATU Comércio Exterior

VANUATU Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC VANUATU Comércio Exterior Abril de 2014 Índice. Dados Básicos.

Leia mais