Os desafios de implementar o jornalismo digital em um ambiente tradicionalista: um estudo de caso da Pró-Reitoria de Recursos Humanos da UFJF

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Os desafios de implementar o jornalismo digital em um ambiente tradicionalista: um estudo de caso da Pró-Reitoria de Recursos Humanos da UFJF"

Transcrição

1 1º Encontro Nacional de Jovens Pesquisadores em Jornalismo (Rio de Janeiro, ECO- Universidade Federal do Rio de Janeiro), novembro de 2011 Os desafios de implementar o jornalismo digital em um ambiente tradicionalista: um estudo de caso da Pró-Reitoria de Recursos Humanos da UFJF Daniella Lisieux de Oliveira 1 Lucas Mendes de Paiva 2 Christina Ferraz Musse 3 Resumo: Este artigo apresenta alguns aspectos do jornalismo digital e sua participação na sociedade virtual. Como objetivo de pesquisa, o trabalho aborda a resistência que grande parte dos servidores da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) possui quanto à recepção de informações veiculadas através do site da Pró-reitoria de Recursos Humanos da instituição. Observou-se que essa resistência deve-se, principalmente, à cultura organizacional existente na universidade, dentre outros fatores. Sendo assim, algumas iniciativas são propostas, visando aumentar o número de acessos ao site e gerar mudanças nas formas como as notícias são veiculadas pelo setor. Palavras-chave: Informação; Tradicionalismo; Jornalismo digital; Internet, Recursos Humanos. 1 Graduada em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Assessora de Comunicação da Pró-Reitoria de Recursos Humanos da UFJF. 2 Graduando em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Bolsista de Treinamento Profissional da Secretaria de Comunicação da UFJF. 3 Professora na Faculdade de Comunicação Social da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Secretária de Comunicação da UFJF. Líder do grupo de pesquisa Comunicação, Identidade e Cidadania, do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFJF (PPGCOM/UFJF) e vice-líder do grupo de pesquisa em Telejornalismo da Intercom.

2 2 1 O jornalismo on-line como produto da Revolução Virtual As metáforas centrais da relação com o saber são (...) hoje a navegação e o surfe, que implicam uma capacidade de enfrentar (...) as correntes e os ventos contrários sobre uma extensão plana, sem fronteiras e sempre variável (LÉVY, 2000, p. 172). É com esse pensamento de Pierre Lévy que iniciamos a discussão do jornalismo on-line como produto da mais moderna revolução encontrada atualmente na sociedade, citada por Lévy como a Revolução Virtual. A chegada da internet comercial no Brasil data de meados da década de 90 e, desde então, o jornalismo on-line criou um novo e irreversível universo na indústria da notícia. É inegável a imensa influência que o on-line possui sobre a sociedade pósmoderna e tudo o que nela existe, trazendo á tona a discussão da base teórica de Pierre Lévy sobre o ciberespaço 4. Todos são emissores e receptores nesse novo canal (virtual), onde o código ainda em construção apresenta constantes variações (LIMA, 2009, p. 2). É como defende o teórico Marshal Mcluhan em sua obra Os meios como extensão do homem, afirmando que a internet seria, hoje, a maior extensão existente. O que chamamos de revolução digital é a grande inovação tecnológica iniciada no final do século XX e que vem ganhando adeptos, espaço e influência em todas as outras áreas do conhecimento e do mercado. Obviamente o jornalismo não seria uma área excluída desse processo, principalmente ele, que lida com a informação em tempo real e a corrida pelas notícias em primeira mão. É diante dessa realidade que encontramos o webjornalismo, cada vez mais atuante e presente em todas as instâncias da sociedade. Segundo Sônia Padilha (2010, p. 3), o jornalismo faz um recorte dos fatos que são julgados como relevantes dentro de preceitos do campo da profissão para serem levados ao conhecimento do público. Essa premissa ainda presente em outros suportes (papel, vídeo, frequência de rádio) teve sua dimensão otimizada no webjornalismo, considerando que ocorreram mudanças que vão desde o 4 Para o filósofo, ciberespaço é o local de comunicação aberto pela interconexão mundial dos computadores e das memórias dos mesmos. Próximo deste conceito, o autor apresenta também o termo cibercultura, que, segundo ele, é uma transformação total dos aspectos culturais da sociedade moderna devido à presença massiva do virtual.

3 3 acesso às fontes produtoras, passando pela relação com o receptor, possibilidades de obtenção da informação agregada até a formatação de conteúdos. Segundo a pesquisadora (2007), antes da criação da web alguns experimentos já se utilizavam das redes de computadores para a produção e veiculação de material jornalístico, porém foi somente a partir dos anos 90, com a rápida evolução da internet, que a tecnologia digital e on-line seria utilizada como suporte para uma nova forma do fazer jornalístico. Como prática, inicialmente foram utilizados os padrões do jornalismo impresso, transposto para o meio virtual. Em um segundo momento, novas experiências, com novas linguagens e modelos diferenciados foram criados, impossíveis de serem até agora utilizados por qualquer outro suporte tecnológico para a produção jornalística. Dando sequência na evolução da área, aparecem os sites e materiais exclusivos, criados como forma apropriada para o uso na internet. Jo Bardoel e Mark Deuze (1999 apud Ferreira, 2003) referem-se ao jornalismo on-line como a quarta categoria de jornalismo, uma espécie onde todas as outras classificações se congregam (o impresso, o rádio e a televisão), porém, com características próprias e ainda pouco discutidas. A discussão ainda é recente e não se dá por encerrada, pois a cada dia um novo jornalismo é encontrado nas redes virtuais. É exatamente por isso que a World Wide Web se torna hoje campo vasto de pesquisa para desbravar novas formas e fazeres jornalísticos, agora mais moderno, em crescimento e em mutação, deparando-se com 81,3 milhões de internautas conectados a ele, somente no Brasil 5. 2 A inserção do jornalismo em um ambiente de Recursos Humanos A Pró-Reitoria de Recursos Humanos (PRORH) da Universidade Federal de Juiz de Fora (PRORH) é o setor da universidade responsável por administrar a carreira de 5 Dados disponíveis na pesquisa F/Radar, da agência de publicidade F/Nazca, com o apoio operacional do Datafolha, que analisou internautas a partir de 12 anos (F/NAZCA, 2010).

4 4 mais de mil e duzentos servidores Técnicos Administrativos em Educação (TAE s) existentes na instituição, além de todos os docentes que lecionam nos quarenta cursos de graduação e diversos programas de pós-graduação oferecidos. Dessa forma, a comunicação efetuada por este setor não se restringe apenas a informações sobre eventos, datas importantes e ciclos de avaliação, mas também se torna responsável pela divulgação dos benefícios, leis e direitos desta classe de servidores. Até 2008 não existia na Pró-reitoria um site próprio para a divulgação de suas informações. O que existia era apenas um blog onde formulários úteis às solicitações dos servidores eram publicados para downloads. A partir de 2008, foi criado um sítio próprio, no formato wordpress, reservando espaços para a postagem dos formulários, mas também da legislação, acompanhamento de carreira, notícias e o campo fale conosco. Observou-se, portanto, naquele momento, a necessidade da criação de uma assessoria de comunicação, cujo objetivo era mediar as informações que deveriam chegar a todos os servidores da instituição. No entanto, devido à falta de funcionários para a função, somente em julho de 2010 o trabalho foi efetivado, contando com um jornalista responsável pela atualização do conteúdo do site 6, quando foi criado uma página auxiliar para a postagem de conteúdos relativos aos concursos públicos da instituição 7. Após um ano da implantação dessas ferramentas comunicacionais, buscando a informação dos servidores sobre os direitos, prazos para solicitações, oportunidades de capacitação profissional, dentre outros, observamos que os servidores não lêem as notícias publicadas no site, provavelmente devido ao desconhecimento do domínio ou mesmo pela falta de intimidade com o conteúdo virtual disponibilizado. Dessa forma, utilizamo-nos deste artigo para estudar as possíveis causas que levam a essa falta de interesse pelos conteúdos on-line ou até mesmo a descrença nas informações postadas e, assim, descobrir ferramentas comunicacionais úteis e práticas para alterar esse cenário. 6 Disponível em: <http://www.ufjf.br/prorh>. 7 Disponível em: <

5 5 3 Meios virtuais versus cultura organizacional A facilidade da difusão de informações em um ambiente virtual é inquestionável por qualquer pessoa acostumada a utilizar o computador como principal fonte de informação. Mas e em relação àquelas pessoas que não fazem parte da geração Google 8? Marlene Sólio afirma em seu livro Jornalismo Organizacional: produção e recepção que há uma carência de pesquisas qualitativas que indiquem novos caminhos a serem seguidos pelo Jornalismo Organizacional e, principalmente, várias problematizações que ocorrem na produção e recepção desses jornais (SÓLIO, 2011, p.16). A autora ressalta ainda a baixa recepção das informações pelos funcionários: É comum que as organizações usem os jornais internos como difusores de sua cultura e de seus princípios. Mas até que ponto esse jornal é o que o público lê? Até que ponto os jornais organizacionais são assimilados e produzidos sem tensão, como é a idéia corrente? (SÓLIO, 2011, p.17). Quando as notícias são veiculadas através dos meios digitais como o caso do presente estudo a mensuração do grau de assimilação dos conteúdos se torna ainda mais difícil e desafiante. O que observamos no dia a dia são pessoas que acessam e lêem as informações, porém não entendem ou não acreditam no que leram. Pela facilidade de se comunicar entre os ramais telefônicos da instituição em questão, os servidores comumente ligam para confirmar a informação que leram no site oficial, como se a tarefa de apurar a informação coubesse ao próprio leitor e não mais ao jornalista responsável. Dessa maneira, observamos que as informações publicadas nos meios digitais disponíveis à Pró-reitoria não alcançam o nível de credibilidade, aceitação e confiança como aquela transmitida pelos meios mais tradicionais de comunicação o documento escrito e impresso, a comunicação oral, seja ela a pessoal ou por telefone ou mesmo o meio informal de comunicação, como a conversa de corredor, por exemplo. 8 A expressão geração Google empregada não representa um conceito pré-definido por autores da área. Utilizamo-nos do termo como referência ao usual hábito de fazer buscas de conteúdo através do site Google endereço com maior número de visitas do mundo.

6 6 O estudo da cultura organizacional de Jean Marras (2008) apresenta este fato como uma característica intrínseca a todas as organizações. Segundo ele, é este fato que as identificam e forma o conjunto que realça seus costumes, suas crenças e seus valores (MARRAS, 2008, p. 289). Dessa forma, a cultura organizacional reflete as crenças e valores que os colaboradores daquela empresa ou instituição compartilham. Uma cultura se forma de maneira consensual, na medida em que os membros de um grupo encontram uma resposta adequada ao padrão do grupo a que pertence e, em aceitando essa solução, passa não só a adotá-la, mas principalmente a difundi-la para os demais membros como o padrão ideal para obter a resposta desejada naquele particular (MARRAS, 2008, p. 290). Assim, verificamos que os hábitos encontrados nos públicos da PRORH como, por exemplo, o de ligar para confirmar as informações publicadas em notícias on-line pode provir do antigo hábito de obter informações por telefone e não por meio de notícias em sites informacionais institucionais recém-desenvolvidos na Pró-reitoria. No entanto, faz-se necessário frisar que apresentamos aqui o diagnóstico particular da Pró-Reitoria de Recursos Humanos. A instituição possui um setor próprio de comunicação (a Secretaria de Comunicação Secom 9 ) onde é planejada e desenvolvida toda a atividade comunicacional e jornalística da universidade que, pelos longos anos de existência e efetividade adquirida, não encontra as mesmas dificuldades dos setores isolados na instituição. A maioria das informações divulgadas pela PRORH possui caráter técnico e os assuntos abordados podem acarretar mudanças diretas na vida pessoal e profissional do servidor, tais como alterações salariais, nos benefícios, períodos e direitos a afastamentos, na avaliação de desempenho da carreira e nos horários de trabalho. Pela seriedade e caráter decisivo que as informações trazem consigo, é natural o sentimento de insegurança por parte do leitor. Observamos também neste estudo que os públicos são formados por diferentes idades e funções, o que se torna um dificultador na redação das notícias. 9 Disponível em: <http://www.ufjf.br/secom>.

7 7 Para conciliar a cultura organizacional com a difusão de informações de uma maneira inovadora, Sólio expõe, em diagrama, uma situação recorrente nas instituições e que ilustra a criação da cultura organizacional: Qualquer organização está inserida na sociedade Toda organização desenvolve uma cultura sua, particular. De outro lado, o trabalhador traz para essa organização valores que cultiva, aprende, agrega, fora dela, com múltiplas mediações. Da fusão desses valores, temos uma cultura que não é só da organização, mas está longe de ser a que o trabalhador trouxe. Ilustração 1: Diagrama da Cultura Organizacional (SOLIO, 2011, p.21). A Ilustração 1 reflete, em grande parte, o que acontece quando uma empresa recebe novos funcionários que trazem consigo crenças e valores obtidos durante a experiência profissional em outros locais. No entanto, podemos analisá-lo no âmbito dos servidores mais antigos da instituição que estudamos. Além das experiências externas, estes servidores também agregam experiências da evolução institucional: a transição da máquina de escrever para o computador; do cruzamento de dados por ofícios para os s; a divulgação de informações estritamente reservada aos murais para os sites informativos; e assim por diante. Dessa forma, podemos observar que os servidores públicos administrativos em questão passam por inúmeros processos de adaptação, já que permanecem muitos anos em um mesmo emprego devido à estabilidade que o cargo público oferece. Portanto, é comum que haja uma resistência aos novos meios de comunicação, neste caso, ao jornalismo institucional digital.

8 8 4 Jornalismo institucional on-line como fonte confiável de informação Diante de toda a discussão apresentada, relatamos que é importante que a Próreitoria de Recursos Humanos assuma uma nova postura em relação ao descrédito sobre as notícias e informações veiculadas nos diversos meios comunicacionais existentes. Este é o maior problema encontrado na relação do público com o jornalismo desenvolvido no setor: a descrença e desconfiança dos servidores administrativos e docentes em relação aos conteúdos publicados no site institucional, sempre gerando retrabalho em relação às informações postadas. Já foi verificado que a cultura organizacional é uma das causadoras desse processo, porém, a fugacidade das informações existentes na web e também a velocidade em que todo o sistema informativo online é alimentado por novas informações são potenciais fatores para que os públicos não confiem plenamente no trabalho on-line realizado. Os sites com informação jornalística são praticamente incontáveis. Isso certamente impõe a necessidade de o leitor de notícias na net situar melhor a informação do ponto de vista da credibilidade (PADILHA, 2010, p. 7). Lima também afirma que a qualidade da informação é duvidosa, quando se segue o princípio de maior número de publicações em pequenos períodos de tempo. A equação: maior quantidade de notícias publicadas no menor período de tempo coloca em julgamento a qualidade dessa informação disponibilizada para o receptor (LIMA, 2007, p. 1). Ambos os autores estão corretos e relatam o que encontramos nos leitores on-line, mas quando o assunto diz respeito a uma página institucional oficial e, mesmo assim, gera descrença, os motivos devem ser levantados e pesquisados. Diante disso, constatamos que é necessário vencer as barreiras da cultura organizacional tradicionalista existente no setor e, sobretudo, desenvolver e criar a consciência de que o jornalismo on-line praticado é apenas um meio mais moderno, rápido, prático e a tendência natural seguida na pós-modernidade, além do aumento da praticidade na transferência e transmissão de informações entre os diversos, variados e multifacetados públicos do setor, gerando comodidade e facilidades para eles próprios. Observamos hoje que, mesmo grandes jornais impressos ou rádios comerciais, utilizam-se dos meios virtuais para a publicação de notícias, pois são maneiras

9 9 alternativas de alcançar seus públicos-alvo e aumentar o número de receptores de suas mensagens. Para tanto, algumas ferramentas de comunicação podem ser adotadas para melhor gerir o fluxo informativo entre o setor e os servidores e, em consequência, aumentar a aceitação dos meios digitais como fonte oficial de informação. Embora algumas informações disponibilizadas pela Pró-reitoria possuam um caráter regulatório e legal, existem ações desempenhadas que fogem ao rigor técnico, como cursos de capacitação, eventos e outras ações que demandam trabalhos mais próximos de Comunicação Interna e do Jornalismo Institucional, o primeiro, sempre focados no servidor e, no segundo caso, na construção de uma imagem mais forte da instituição neste caso, de um de seus setores. Segundo Margarida Kunsch (2003, p. 154), a Comunicação Interna é uma ferramenta estratégica para a compatibilização dos interesses dos empregados e da empresa, através do estímulo ao diálogo, à troca de informações e à participação em todos os níveis. Sendo assim, cabe à Pró-reitoria investir nas ferramentas de Comunicação Interna principal produto do trabalho jornalístico realizado, de maneira a aproximar cada servidor de suas atividades, gerando, assim, mais credibilidade e aceitação das atividades propostas ou mesmo impostas pelas legislações do funcionalismo público. A questão da Comunicação Interna parte do princípio de que a cultura organizacional deve ser trabalhada, de forma a garantir que o trabalhador não veja nela uma inimiga, mas sim como um agrupamento social propositalmente constituído, visando a alcançar objetivos específicos e comuns. Portanto, a Comunicação Interna pressupõe também mudanças nessa direção, para que se consigam compatibilizar os interesses dos empregados com os da organização (KUNSCH, 2003, p. 157). Para aumentar o número de acessos ao site e, assim, estimular a intimidade dos servidores com este canal virtual de comunicação, seria interessante disponibilizar conteúdos, tais como os materiais de apoio dos cursos de capacitação oferecidos, textos auxiliares, vídeos e entrevistas diversas. Esta medida abordaria um grande público que já é atendido pelas atividades de capacitação. Além disso, a PRORH poderia vincular em sua página links úteis ao servidor, como, por exemplo, o Sistema Integrado de Gestão Acadêmica (SIGA) - intranet utilizada por praticamente toda a comunidade

10 10 acadêmica: alunos, servidores e professores -, dentre outros canais que aumentem o fluxo e o tráfego de acesso. Outra iniciativa que auxiliaria a PRORH a conduzir os servidores da UFJF e acostumá-los à transição para o jornalismo on-line seria a criação de um jornal mensal, publicado virtualmente através de seu site. Para garantir o acesso à publicação, um evento de lançamento seria viável, buscando o envolvimento de toda a comunidade acadêmica. Além disso, s institucionais poderiam ser enviados para divulgar a publicação de uma nova edição do jornal todos os meses. Uma iniciativa relevante seria estimular a utilização do canal Fale conosco nos casos de questionamentos cotidianos como, por exemplo, andamento de processos administrativos. Essa medida, além de garantir um alto número de acessos ao site, também auxiliaria nos trabalhos do setor, que perde muito tempo no atendimento telefônico. Outra ação possível seria criar campos de comentários em todas as notícias publicadas no site, exceto no jornal mensal, que deverá ser postado em formato Portable Document Format (PDF) para possíveis downloads, impressões e reutilizações nos setores como meio alternativo de informação. Embora o foco da discussão seja o jornalismo on-line, outras ferramentas de comunicação são imprescindíveis para se alcançar bons resultados, utilizando-se de compostas integrados de comunicação. Todas as iniciativas citadas, quando promovidas de forma integrada, serão capazes de estimular o acesso ao site da PRORH e, em consquência, aumentar a intimidade dos servidores com este meio de comunicação. Ela [a comunicação integrada] pressupõe uma junção da comunicação institucional, da comunicação mercadológica e da comunicação interna, que formam o composto da comunicação organizacional. Este deve formar um conjunto harmonioso, apesar das diferenças e das especificidades de cada setor e dos respectivos subsetores. A soma de todas as atividades redundará na eficácia da comunicação nas organizações (KUNSCH, 1997, p. 115). Dessa forma, uma comunicação integrada, priorizando o bom jornalismo e valendo-se das características que a cultura organizacional já oferece, poderá promover a mudança de hábitos deste público conservador e, assim, garantir uma maior recepção das informações fornecidas virtualmente.

11 11 5 Considerações finais Buscamos de forma resumida e simplificada expressar alguns conceitos referentes à sociedade virtual e, dentro desta, alguns aspectos do jornalismo digital. Acreditamos que as discussões em torno dessa temática são ainda embrionárias e exigirá, à medida que novas tecnologias e novos meios forem criados, aprofundamentos teóricos em relação ao jornalismo tal como concebido desde sua criação. Sobre nosso objetivo de tudo, é complicado mudar ou alterar uma cultura organizacional que vem sendo criada desde a década de 60 época da fundação da Universidade Federal de Juiz de Fora assim também como a difícil transição do jornalismo tradicional para o digital. No entanto, acompanhar a evolução tecnológica já não é mais uma questão de opção e se torna obrigação dentro das instituições, quer estejam adaptadas a mudanças ou não. Dessa forma, detectamos que, embora existam classes menos modernas dentro da UFJF, a universidade precisa acompanhar o processo de inovação na transmissão de informação, e nisso inclui o jornalismo realizado dentro de cada unidade. Concluímos que a Pró-reitoria de Recursos Humanos tem uma estrutura jornalística formalizada, porém precisa de algumas intervenções para aumentar seu potencial de informação e a credibilidade de seus produtos jornalísticos. Há, inegavelmente, a vantagem da presença de um profissional da área no setor, sendo possível inovar e desenvolver ações planejadas para melhor gerir as informações. Além disso, existe, como dito anteriormente, uma Secretaria de Comunicação que responde por toda a universidade, localizada próxima à PRORH, sendo possível, assim, criar parcerias e trabalhos em comum para alcançar melhor e mais eficientemente os públicos da Pró-reitoria pesquisada. Acreditamos que as percepções e observações, somadas às ações sugeridas neste trabalho, possam servir como norte na execução do jornalismo on-line desenvolvido no setor e que podem, a médio e longo prazo, colaborar na aceitação, participação e engajamento dos servidores na troca de informações entre estes e a unidade.

12 12 6 Referências FERREIRA, Jorge Carlos Felz. A Imagem na Web: Fotojornalismo e Internet Disponível em: <http://www.bocc.ubi.pt/pag/felz-jorge-imagem-web-fotojornalismointernet.pdf>. Acesso em: 25 de julho de :40:00. KUNSCH, Margarida Maria Krohling. Planejamento de relações pública na comunicação integrada. São Paulo: Summus, 2003., Relações Públicas e Modernidade: novos paradigmas na comunicação organizacional. São Paulo: Summus, LÉVY, Pierre. Cibercultura: relatório para o Conselho da Europa no quadro do projeto Novas tecnologias: cooperação cultural e comunicação. Lisboa: Instituto Piaget LIMA, Renato Martins. Qualidade da Informação do Jornalismo Online Disponível em: Acesso em: 27 de julho de :22:00 MARRAS, Jean P. Administração de Recursos Humanos: Do operacional ao estratégico. 13ª Edição São Paulo: Saraiva, PADILHA, Sônia. A Contribuição do Webjornalismo na Construção da Sociedade do Conhecimento Disponível em: <http://www.bocc.ubi.pt/pag/bocc-padilhawebjornalismo.pdf>. Acesso em: 25 de julho de :32:00. SÓLIO, Marlene B. Jornalismo Organizacional: produção e recepção. Ed. Revista São Paulo: Summus, 2011.

Plano de Comunicação para o Hospital Infantil Varela Santiago¹

Plano de Comunicação para o Hospital Infantil Varela Santiago¹ Plano de Comunicação para o Hospital Infantil Varela Santiago¹ José Alves de SOUZA² Maria Stella Galvão SANTOS³ Universidade Potiguar (UnP ), Natal, RN RESUMO Este Plano de Comunicação refere-se a um estudo

Leia mais

http://www.bvs.br/ Projeto 4 Plano de Marketing e Divulgação da BVS-SP Brasil 18 de janeiro de 2005

http://www.bvs.br/ Projeto 4 Plano de Marketing e Divulgação da BVS-SP Brasil 18 de janeiro de 2005 http://www.bvs.br/ Projeto 4 18 de janeiro de 2005 Introdução Diante dos novos desafios e contínuas mudanças, as organizações precisam ser ágeis na tomada de decisão. Coordenar esforços de comunicação

Leia mais

A pluralidade das relações públicas

A pluralidade das relações públicas A pluralidade das relações públicas Carolina Frazon Terra Introdução Sétima colocada no ranking "As profissões do futuro" segundo a Revista Exame de 13 de abril de 2004, as relações públicas se destacam

Leia mais

O PAPEL DA AGÊNCIA DE JORNALISMO DA UEPG NO FOMENTO À PRODUÇÃO DE NOTÍCIAS INSTITUCIONAIS NA WEB

O PAPEL DA AGÊNCIA DE JORNALISMO DA UEPG NO FOMENTO À PRODUÇÃO DE NOTÍCIAS INSTITUCIONAIS NA WEB 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA O PAPEL DA

Leia mais

Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1

Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1 Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1 Aparecido Marden Reis 2 Marli Barboza da Silva 3 Universidade do Estado de Mato Grosso, Unemat - MT RESUMO O projeto experimental

Leia mais

Apresentação da FAMA

Apresentação da FAMA Pós-Graduação Lato Sensu CURSO DE ESPECIIALIIZAÇÃO 444 horras/aulla 1 Apresentação da FAMA A FAMA nasceu como conseqüência do espírito inovador e criador que há mais de 5 anos aflorou numa família de empreendedores

Leia mais

Jornalismo Interativo

Jornalismo Interativo Jornalismo Interativo Antes da invenção da WWW, a rede era utilizada para divulgação de informações direcionados a públicos muito específicos e funcionavam através da distribuição de e-mails e boletins.

Leia mais

PROJETOS ÁREA COMUNICAÇÃO

PROJETOS ÁREA COMUNICAÇÃO Comunicação Christina Ferraz Musse estratégica Comunicação Social para grupos de economia popular solidária de Juiz de Fora e região (Núcleo de Comunicação Social da INTECOOP/ UFJF) Website da Liga Acadêmica

Leia mais

Web site Espia Amazonas 1

Web site Espia Amazonas 1 1 Web site Espia Amazonas 1 Lidiane CUNHA 2 Adália CORDEIRO 3 Breno CABRAL 4 Iara RODRIGUES 5 Marcela MORAES 7 Gabrielle NASCIMENTO 8 Faculdade Boas Novas, Manaus, AM RESUMO O web site Espia Amazonas foi

Leia mais

A atividade de Relações Públicas como suporte para a gestão socialmente responsável

A atividade de Relações Públicas como suporte para a gestão socialmente responsável A atividade de Relações Públicas como suporte para a gestão socialmente responsável Felipe de Oliveira Fernandes Vivemos em um mundo que está constantemente se modificando. O desenvolvimento de novas tecnologias

Leia mais

AGENDA. Interação entre comunicação interna corporativa e endomarketing. 02 de Julho. Hotel Intercontinental São Paulo/SP 5ª EDIÇÃO.

AGENDA. Interação entre comunicação interna corporativa e endomarketing. 02 de Julho. Hotel Intercontinental São Paulo/SP 5ª EDIÇÃO. AGENDA Interação entre comunicação interna corporativa e endomarketing 5ª EDIÇÃO D 02 de Julho? Hotel Intercontinental São Paulo/SP Realização: www.corpbusiness.com.br Patrocínio Bronze Apoio Realização:

Leia mais

Público Interno e crises organizacionais: um estudo abordando a incidência de demissões motivadas pelo uso inadequado das redes sociais digitais

Público Interno e crises organizacionais: um estudo abordando a incidência de demissões motivadas pelo uso inadequado das redes sociais digitais Público Interno e crises organizacionais: um estudo abordando a incidência de demissões motivadas pelo uso inadequado das redes sociais digitais Penélope da Silva Almeida SANTOS Universidade Sagrado Coração

Leia mais

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1.1 APRESENTAÇÃO O Plano de Comunicação e Participação Social subsidiará a elaboração do Plano Diretor de Mobilidade Urbana, criando as bases para

Leia mais

A Rotina de Atualização na TV Uol: Produção, Participação e Colaboração 1. Thais CASELLI 2. Iluska COUTINHO 3

A Rotina de Atualização na TV Uol: Produção, Participação e Colaboração 1. Thais CASELLI 2. Iluska COUTINHO 3 A Rotina de Atualização na TV Uol: Produção, Participação e Colaboração 1 RESUMO Thais CASELLI 2 Iluska COUTINHO 3 Universidade Federal de Juiz De Fora, Juiz de Fora, MG Este trabalho verifica como é a

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE INFORMÁTICA

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE INFORMÁTICA REGULAMENTO DO NÚCLEO DE INFORMÁTICA Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 31/13, de 21/08/13. CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Este regulamento dispõe especificamente do Núcleo de Informática

Leia mais

Secretaria da Fazenda TO Diretoria de Informática

Secretaria da Fazenda TO Diretoria de Informática Secretaria da Fazenda TO Diretoria de Informática Abril de 2006 Introdução O portal da Secretaria da Fazenda do Estado do Tocantins está disponível no endereço www.sefaz.to.gov.br e oferece diversos serviços

Leia mais

Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário

Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário SOUZA, Kauana Mendes 1 ; XAVIER, Cintia 2 Universidade Estadual de Ponta Grossa, Paraná, PR RESUMO O projeto Portal

Leia mais

O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas

O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas Julie Caroline de Alcântara Universidade do Sagrado Coração, Bauru/SP E-mail: juliealcantara.31@gmail.com

Leia mais

Relatório de Gestão Setorial 2010

Relatório de Gestão Setorial 2010 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial 2010 Cruz das Almas BA 2010 ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES Período: Janeiro

Leia mais

TV VILA EMBRATEL Uma experiência de Web TV Comunitária a partir de uma solução de Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo

TV VILA EMBRATEL Uma experiência de Web TV Comunitária a partir de uma solução de Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo TV VILA EMBRATEL Uma experiência de Web TV Comunitária a partir de uma solução de Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo Anissa Ayala CAVALCANTE 1 - UFMA Jessica WERNZ 2 - UFMA Márcio CARNEIRO 3 - UFMA

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÕES Serviços da Assessoria de Comunicação Social

GUIA DE ORIENTAÇÕES Serviços da Assessoria de Comunicação Social A Assessoria de Comunicação Social (ASCOM) da Universidade Federal de Alfenas UNIFAL-MG é uma unidade de apoio e assessoramento da Instituição, diretamente ligada ao Gabinete da Reitoria, que dentre suas

Leia mais

Relato da Iniciativa

Relato da Iniciativa 1 Relato da Iniciativa 5.1 Nome da iniciativa ou projeto Novo portal institucional da Prefeitura de Vitória (www.vitoria.es.gov.br) 5.2 Caracterização da situação anterior A Prefeitura de Vitória está

Leia mais

MANUAL DE COMUNICAÇÃO DA EEFEUSP

MANUAL DE COMUNICAÇÃO DA EEFEUSP MANUAL DE COMUNICAÇÃO DA EEFEUSP 1. Introdução A Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (EEFEUSP) é uma instituição pública de ensino superior, integrante da Universidade de São

Leia mais

Apresentação do Website Diário Manezinho: Notícias sobre a Ilha e a região 1

Apresentação do Website Diário Manezinho: Notícias sobre a Ilha e a região 1 Apresentação do Website Diário Manezinho: Notícias sobre a Ilha e a região 1 Ana Carolina Fernandes MAXIMIANO 2 Bruno da SILVA 3 Rita de Cássia Romeiro PAULINO 4 Universidade Federal de Santa Catarina,

Leia mais

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Política de Comunicação Institucional

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Política de Comunicação Institucional Política de Comunicação Institucional POLÍTICA PÚBLICA P DE COMUNICAÇÃO O homem é um ser social. O intercâmbio de suas experiências e de seus conhecimentos possibilitou que as pessoas se apropriassem dos

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB

TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB Gestão do Conhecimento hoje tem se materializado muitas vezes na memória organizacional da empresa. O conteúdo

Leia mais

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino.

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino. A TERCEIRA EDIÇÃO DA CAMPUS PARTY BRASIL, REALIZADA EM SÃO PAULO ENTRE OS DIAS 25 E 31 DE JANEIRO DE 2010, REUNIU QUASE 100 MIL PARTICIPANTES PARA DISCUTIR AS TENDÊNCIAS DA INTERNET E DAS MÍDIAS DIGITAIS.

Leia mais

Portal de Periódicos da CAPES: evolução do acesso pela UEPG 2005 a 2013 : experiência da capacitação de usuários com cursos de extensão

Portal de Periódicos da CAPES: evolução do acesso pela UEPG 2005 a 2013 : experiência da capacitação de usuários com cursos de extensão 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( x ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

Análise de Estratégias e Plano de Comunicação Digital para a Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte 1

Análise de Estratégias e Plano de Comunicação Digital para a Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte 1 Análise de Estratégias e Plano de Comunicação Digital para a Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte 1 Aline Silveira SANTOS 2 Lorena PADRINI 3 Maria Claudia COSTA 4 João de CASTRO 5 Centro Universitário

Leia mais

Site institucional da Secretaria de Saúde de Goiânia como comunicação estratégica¹

Site institucional da Secretaria de Saúde de Goiânia como comunicação estratégica¹ Site institucional da Secretaria de Saúde de Goiânia como comunicação estratégica¹ Serena Veloso GOMES² Thamara Rocha Ribeiro FAGURY³ Kalyne Menezes SOUZA4 Silvana Coleta Santos PEREIRA5 Universidade Federal

Leia mais

Política de Comunicação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) - PCS

Política de Comunicação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) - PCS Política de Comunicação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) - PCS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO DO SERVIÇO FEDERAL DE PROCESSAMENTO DE DADOS (SERPRO) - PCS A Política de Comunicação do Serviço

Leia mais

Diretrizes Curriculares ENADE 2012. Curso de: Publicidade e Propaganda

Diretrizes Curriculares ENADE 2012. Curso de: Publicidade e Propaganda Diretrizes Curriculares ENADE 2012 Curso de: Publicidade e Propaganda MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA MEC Nº207 DE 22 DE JUNHO DE

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS RESOLUÇÃO Nº xx/xxxx CONSELHO UNIVERSITÁRIO EM dd de mês de aaaa Dispõe sobre a criação

Leia mais

Portfolio de Produtos

Portfolio de Produtos Introdução O Guia de Produtos e Serviços da Assessoria de Comunicação (ASCOM) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) foi elaborado com o objetivo de apresentar os produtos e serviços prestados

Leia mais

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas o Docente universitária na disciplina Fundamentos de marketing o 12 anos de experiência em comunicação

Leia mais

3 As Mídias Sociais como Ferramentas de Marketing

3 As Mídias Sociais como Ferramentas de Marketing 26 3 As Mídias Sociais como Ferramentas de Marketing O surgimento das mídias sociais está intimamente ligado ao fenômeno da geração de conteúdo pelo usuário e ao crescimento das redes sociais virtuais

Leia mais

1 Introdução. 1.1 A Nova Era Digital

1 Introdução. 1.1 A Nova Era Digital 11 1 Introdução Com o advento da nova era da internet, conhecida com web 2.0, e o avanço das tecnologias digitais, o consumidor passa a ter maior acesso à informação bem como à facilidade de expressar

Leia mais

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 Este tutorial não tem como finalidade esgotar todas as funcionalidades do Ambiente, ele aborda de forma prática

Leia mais

Papiro: jornal-laboratório da Faculdade 7 de Setembro 1. Sammia SANTOS 2 Alessandra MARQUES 3 Faculdade 7 de Setembro, Fortaleza, CE

Papiro: jornal-laboratório da Faculdade 7 de Setembro 1. Sammia SANTOS 2 Alessandra MARQUES 3 Faculdade 7 de Setembro, Fortaleza, CE Papiro: jornal-laboratório da Faculdade 7 de Setembro 1 Sammia SANTOS 2 Alessandra MARQUES 3 Faculdade 7 de Setembro, Fortaleza, CE RESUMO O presente trabalho apresenta a experiência de produção laboratorial

Leia mais

Por muitos anos, investir cifras. Venda diferenciada. marketing conteúdo

Por muitos anos, investir cifras. Venda diferenciada. marketing conteúdo Venda diferenciada Para fechar negócios e estreitar relação com clientes, corretoras de seguros aderem ao Marketing de Conteúdo Lívia Sousa Por muitos anos, investir cifras altíssimas em ações publici-

Leia mais

1 INSTITUIÇÕES E ENTIDADES ENVOLVIDAS NO PROJETO

1 INSTITUIÇÕES E ENTIDADES ENVOLVIDAS NO PROJETO TITULO: Assessoria de Comunicação às Instituições da UFSM no norte gaúcho EJE: Incorporación curricular de la extensión AUTORES: Mariana Cristina Raimondi, Bruna Occhi, Tássia Becker Alexandre. REFERENCIA

Leia mais

COMUNICAÇÃO SOCIAL PARA GRUPOS ESCOTEIROS

COMUNICAÇÃO SOCIAL PARA GRUPOS ESCOTEIROS PROJETO INSÍGNIA DA MADEIRA COMUNICAÇÃO SOCIAL PARA GRUPOS ESCOTEIROS COMO ORGANIZAR SEU GRUPO ESCOTEIRO PARA UMA MELHOR COMUNICAÇÃO COM A COMUNIDADE, MEMBROS JUVENIS E ADULTOS UTILIZANDO A INTERNET. LUÍS

Leia mais

A experiência da Assessoria de Comunicação dos grupos de Educação Tutorial na UFJF 1

A experiência da Assessoria de Comunicação dos grupos de Educação Tutorial na UFJF 1 A experiência da Assessoria de Comunicação dos grupos de Educação Tutorial na UFJF 1 Isabela LOURENÇO 2 Caio Cardoso de QUEIROZ 3 Francisco José Paoliello PIMENTA 4 Universidade Federal de Juiz de Fora,

Leia mais

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS ASSESSORIA DE RELAÇÕES PÚBLICAS. Professora Iara Silva INTRANET E EXTRANET

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS ASSESSORIA DE RELAÇÕES PÚBLICAS. Professora Iara Silva INTRANET E EXTRANET FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS ASSESSORIA DE RELAÇÕES PÚBLICAS Professora Iara Silva INTRANET E EXTRANET CONCEITOS, OBJETIVOS, BENEFÍCIOS E TENDÊNCIAS Renato Schumacher

Leia mais

Ouvidorias virtuais em Instituições de Educação Superior: novos resultados 1. Laís Marcolin Lucca (bolsista) 2 Larissa Lofrano Souza (bolsista) 3

Ouvidorias virtuais em Instituições de Educação Superior: novos resultados 1. Laís Marcolin Lucca (bolsista) 2 Larissa Lofrano Souza (bolsista) 3 Ouvidorias virtuais em Instituições de Educação Superior: novos resultados 1 Laís Marcolin Lucca (bolsista) 2 Larissa Lofrano Souza (bolsista) 3 Profª. Dr. Cleusa Maria Andrade Scroferneker (coordenadora)

Leia mais

IV Seminário de Iniciação Científica

IV Seminário de Iniciação Científica O USO DA INTERNET NA EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL PÚBLICA DE ANÁPOLIS: MAPEANDO OS MODOS DE USO 1,3 Fernanda Vasconcelos Silva Souza; 2,3 Profª Drª Mirza Seabra Toschi 1 Bolsista PIBIC/CNPq 2 Pesquisadora-orientadora

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Manual com normas para solicitação de produção e publicação de material informativo jornalístico no site, lista de

Leia mais

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br MIDIA KIT Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br Sobre nosso site O Notícias de Alagoinhas hoje é o portal mais completo da cidade. Somos um Canal de comunicação online que integra

Leia mais

Pós-graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI

Pós-graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Pós-graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Planejamento do Gerenciamento das Comunicações (10) e das Partes Interessadas (13) PLANEJAMENTO 2 PLANEJAMENTO Sem 1 Sem 2 Sem 3 Sem 4 Sem 5 ABRIL

Leia mais

SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA

SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA Paula Junqueira 7º CONGRESSO RIO DE EDUCAÇÃO CONSTRUINDO A SUA MARCA A marca é o ativo mais importante, independente do tamanho de sua empresa. As mídias sociais são

Leia mais

Implementação de Teletrabalho por meio de equipes virtuais. Setembro/2006

Implementação de Teletrabalho por meio de equipes virtuais. Setembro/2006 Implementação de Teletrabalho por meio de equipes virtuais Setembro/2006 Objetivo Nesta apresentação vamos discutir o teletrabalho através de equipes virtuais, ou seja, como realizar trabalhos através

Leia mais

EVENTO COLAÇÃO DE GRAU 1

EVENTO COLAÇÃO DE GRAU 1 EVENTO COLAÇÃO DE GRAU 1 Karina Iva M. Marques 2 Renata Veneranda 3 Suely Alves 4 Professor Pedro Baggio 5 Professora Ivanete Salgado 6 Professora Tânia Miranda 7 Centro Universitário Newton Paiva - Belo

Leia mais

Mídia Brasil Online Manual do Usuário

Mídia Brasil Online Manual do Usuário 1) Menu Principal O Menu Principal se estende no topo da tela do MBO, apresentando as seguintes opções: Clicar sobre cada uma dessas opções permite o acesso às diferentes seções do site. 2) Funções do

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

Sumário. Apresentação...7

Sumário. Apresentação...7 Sumário Apresentação................................7 1. CONCEITOS BÁSICOS.........................11 Delimitação de funções..................... 12 2. ORIGENS E DESENVOLVIMENTO...................21 3.

Leia mais

Blogs corporativos: uma inovação na Comunicação Organizacional 1

Blogs corporativos: uma inovação na Comunicação Organizacional 1 Blogs corporativos: uma inovação na Comunicação Organizacional 1 Ediane Barbosa Oliveira 2 ECOS/UCPel Resumo: O trabalho busca um estudo sobre uma ferramenta estratégica do ciberespaço no meio da comunicação

Leia mais

EaD como estratégia de capacitação

EaD como estratégia de capacitação EaD como estratégia de capacitação A EaD no processo Ensino Aprendizagem O desenvolvimento das tecnologias de informação e comunicação (tics) deu novo impulso a EaD, colocando-a em evidência na última

Leia mais

Imagem corporativa e as novas mídias

Imagem corporativa e as novas mídias Imagem corporativa e as novas mídias Ellen Silva de Souza 1 Resumo: Este artigo irá analisar a imagem corporativa, mediante as novas e variadas formas de tecnologias, visando entender e estudar a melhor

Leia mais

JORNALISMO CULTURAL ONLINE: EXPERIÊNCIAS DE COBERTURA JORNALÍSTICA DO SITE CULTURA PLURAL

JORNALISMO CULTURAL ONLINE: EXPERIÊNCIAS DE COBERTURA JORNALÍSTICA DO SITE CULTURA PLURAL 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( x ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA JORNALISMO

Leia mais

A DIVULGAÇÃO DO CURSO DE JORNALISMO ATRAVÉS DO SITE E DAS REDES SOCIAIS

A DIVULGAÇÃO DO CURSO DE JORNALISMO ATRAVÉS DO SITE E DAS REDES SOCIAIS 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

Educação além dos limites da sala de aula

Educação além dos limites da sala de aula Educação além dos limites da sala de aula Como a Brightspace passou a fazer parte da vida de 20.000 alunos da Universidade Tiradentes Visão Geral Com mais de 50 anos de tradição e reconhecido pioneirismo

Leia mais

Fácil e comum é se ouvir uma empresa levantar a bandeira do fluxo de informação com seus diversos públicos, inclusive o interno. A este, a maioria das empresas enaltece com orgulho um setor específico,

Leia mais

Código de Ética do IBCO

Código de Ética do IBCO Código de Ética do IBCO Qua, 14 de Novembro de 2007 21:00 O papel do consultor de organização, no desempenho de suas atividades, é o de assistir aos clientes na melhoria do seu desempenho, tanto nos aspectos

Leia mais

Assessoria de imprensa Conquista de espaço editorial Publicações Informação direta ao seu público Comunicação interna Muito além do jornalzinho

Assessoria de imprensa Conquista de espaço editorial Publicações Informação direta ao seu público Comunicação interna Muito além do jornalzinho # Tantas # Edição 01 # Ano 01 Assessoria de imprensa Conquista de espaço editorial Publicações Informação direta ao seu público Comunicação interna Muito além do jornalzinho Editorial Missão e Valores

Leia mais

Jornalismo cultural na internet e a proposta do site Movamente 1

Jornalismo cultural na internet e a proposta do site Movamente 1 Jornalismo cultural na internet e a proposta do site Movamente 1 Letícia BARROSO 2 Thaís PEIXOTO 3 Centro Universitário Fluminense Campus II- Campos/RJ RESUMO: A falta de espaço nos veículos convencionais

Leia mais

Novas tecnologias no contexto educacional da pós-graduação: resumos de dissertações e teses apresentadas na UMESP

Novas tecnologias no contexto educacional da pós-graduação: resumos de dissertações e teses apresentadas na UMESP Novas tecnologias no contexto educacional da pós-graduação: resumos de dissertações e teses apresentadas na UMESP 182 NOVAS TECNOLOGIAS NO CONTEXTO EDUCACIONAL RESUMOS DE DISSERTAÇÕES E TESES APRESENTADAS

Leia mais

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil Após um mais de ano de trabalho e experiências adquiridas a CRIC apresenta à diretoria regional as diretrizes que regem

Leia mais

URL amigável e otimização mínima para os mecanismos de busca. O sistema é integrado ao Google Analytics para auxiliar a medição do número de acessos.

URL amigável e otimização mínima para os mecanismos de busca. O sistema é integrado ao Google Analytics para auxiliar a medição do número de acessos. 1 - A AGÊNCIA Fundada em 1999, a Link e Cérebro é uma empresa 100% nacional sediada em São Paulo SP. Nossa missão é aproximar nossos clientes do seu público alvo através da internet. O corpo técnico conta

Leia mais

COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL

COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL Módulo IV Curso de Capacitação para Museus COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL Maria do Carmo Silva Esteves Relações Públicas REALIZAÇÃO 1) A COMUNICAÇÃO NA CONTEMPORANEIDADE Ruptura Interconexão Transposição 1.1)

Leia mais

TÍTULO: MEIOS DE COMUNICAÇÃO DIGITAIS E A REVOLUÇÃO NA DISSEMINAÇÃO DA INFORMAÇÃO.

TÍTULO: MEIOS DE COMUNICAÇÃO DIGITAIS E A REVOLUÇÃO NA DISSEMINAÇÃO DA INFORMAÇÃO. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MEIOS DE COMUNICAÇÃO DIGITAIS E A REVOLUÇÃO NA DISSEMINAÇÃO DA INFORMAÇÃO. CATEGORIA: EM ANDAMENTO

Leia mais

O reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina Unoesc, professor Aristides Cimadon, no uso de suas atribuições,

O reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina Unoesc, professor Aristides Cimadon, no uso de suas atribuições, PORTARIA Nº101/UNOESC-R/2014. Disciplina e organiza as ações do Marketing Institucional da Unoesc. O reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina Unoesc, professor Aristides Cimadon, no uso de suas

Leia mais

Fabiana BAGDONAS.. 2 João Paulo MARTIN 3 Myllena DE PONTES 4 Cintia dos Reis Barreto 5 Universidade Potiguar UnP, Natal/RN

Fabiana BAGDONAS.. 2 João Paulo MARTIN 3 Myllena DE PONTES 4 Cintia dos Reis Barreto 5 Universidade Potiguar UnP, Natal/RN Plano de Comunicação: Uma proposta de implantação de um setor de Comunicação na Cirne Motos Natal/RN 1 Fabiana BAGDONAS.. 2 João Paulo MARTIN 3 Myllena DE PONTES 4 Cintia dos Reis Barreto 5 Universidade

Leia mais

Uma Experiência Prática da Utilização da Ferramenta Moodle para Comunidades Virtuais na ENSP - Fiocruz

Uma Experiência Prática da Utilização da Ferramenta Moodle para Comunidades Virtuais na ENSP - Fiocruz Uma Experiência Prática da Utilização da Ferramenta Moodle para Comunidades Virtuais na ENSP - Fiocruz Autores: Ana Paula Bernardo Mendonça Ana Cristina da Matta Furniel Rosane Mendes da Silva Máximo Introdução

Leia mais

Identificação rápida de gargalos Uma forma mais eficiente de realizar testes de carga. Um artigo técnico da Oracle Junho de 2009

Identificação rápida de gargalos Uma forma mais eficiente de realizar testes de carga. Um artigo técnico da Oracle Junho de 2009 Identificação rápida de gargalos Uma forma mais eficiente de realizar testes de carga Um artigo técnico da Oracle Junho de 2009 Identificação rápida de gargalos Uma forma mais eficiente de realizar testes

Leia mais

Programa de Capacitação

Programa de Capacitação Programa de Capacitação 1. Introdução As transformações dos processos de trabalho e a rapidez com que surgem novos conhecimentos e informações têm exigido uma capacitação permanente e continuada para propiciar

Leia mais

O Dia D. 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE. e a culturalização de um. posicionamento estratégico

O Dia D. 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE. e a culturalização de um. posicionamento estratégico O Dia D e a culturalização de um posicionamento estratégico 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE Centro Universitário Franciscano uma universidade para suas aspirações Santa Maria é um polo educacional

Leia mais

SISTEMA VIRTUAL PARA GERENCIAMENTO DE OBJETOS DIDÁTICOS

SISTEMA VIRTUAL PARA GERENCIAMENTO DE OBJETOS DIDÁTICOS 769 SISTEMA VIRTUAL PARA GERENCIAMENTO DE OBJETOS DIDÁTICOS Mateus Neves de Matos 1 ; João Carlos Nunes Bittencourt 2 ; DelmarBroglio Carvalho 3 1. Bolsista PIBIC FAPESB-UEFS, Graduando em Engenharia de

Leia mais

Especialização em Comunicação Organizacional e Reputação Corporativa - NOVO

Especialização em Comunicação Organizacional e Reputação Corporativa - NOVO Especialização em Comunicação Organizacional e Reputação Corporativa - NOVO Apresentação Previsão de Início Julho/2013 Inscrições em Breve - Turma 01 - Campus Stiep O curso de Comunicação Organizacional

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E ANALISTA (EXCETO PARA O CARGO 4 e 8) GABARITO 1. (CESPE/2013/MPU/Conhecimentos Básicos para os cargos 34 e 35) Com a cloud computing,

Leia mais

PROJETO CIDADÃO EM REDE: DE CONSUMIDOR A PRODUTOR DE INFORMAÇÃO SOBRE O TERRITÓRIO PLANO DE TRABALHO

PROJETO CIDADÃO EM REDE: DE CONSUMIDOR A PRODUTOR DE INFORMAÇÃO SOBRE O TERRITÓRIO PLANO DE TRABALHO PROJETO CIDADÃO EM REDE: DE CONSUMIDOR A PRODUTOR DE INFORMAÇÃO SOBRE O TERRITÓRIO PLANO DE TRABALHO CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TECNOLÓGICA PRODEB-UFBA PRODEB/DSS Diretoria de Sistemas e Serviços UFBA/LCAD

Leia mais

Política de. [ comunicação] Forluz

Política de. [ comunicação] Forluz Política de [ comunicação] Forluz Índice Apresentação...4 Missão da Forluz...5 Condições para aplicação deste documento...6 Objetivos da Política de Comunicação...7 Diretrizes da Política de Comunicação...8

Leia mais

O QUE É O SITE MUNÍCIPIOS?

O QUE É O SITE MUNÍCIPIOS? O QUE É O SITE MUNÍCIPIOS? Apresentação Histórico Estratégia de comunicação e políticas para promoção do municipalismo forte e atuante A atuação da Confederação Nacional de Municípios na comunicação pública

Leia mais

Filme: O Lobisomem e o Coronel

Filme: O Lobisomem e o Coronel Filme: O Lobisomem e o Coronel Gênero: Animação Diretor: Elvis K. Figueiredo, Ítalo Cajueiro Ano: 2002 Duração: 10 min Cor: Colorido Bitola: 35mm País: Brasil Disponível no Porta Curtas: www.portacurtas.com.br/curtanaescola/filme.asp?cod=1518

Leia mais

DA EDUCAÇÃO TRADICIONAL ÀS NOVAS TECNOLOGIAS APLICADAS À EDUCAÇÃO

DA EDUCAÇÃO TRADICIONAL ÀS NOVAS TECNOLOGIAS APLICADAS À EDUCAÇÃO 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 DA EDUCAÇÃO TRADICIONAL ÀS NOVAS TECNOLOGIAS APLICADAS À EDUCAÇÃO Natália Aguiar de Menezes 1 RESUMO: Observa-se que com o passar dos anos o ensino superior

Leia mais

MAPEAMENTO DAS PRÁTICAS COMUNICACIONAIS EM BLOGS E SITES DO CARIRI

MAPEAMENTO DAS PRÁTICAS COMUNICACIONAIS EM BLOGS E SITES DO CARIRI MAPEAMENTO DAS PRÁTICAS COMUNICACIONAIS EM BLOGS E SITES DO CARIRI 1 Introdução/ Desenvolvimento Naiara Carneiro de Oliveira 1 Ricardo Rigaud Salmito 2 A seguinte comunicação tratará sobre o desenvolvimento

Leia mais

Workshop Comunicação e Marketing para terapeutas e administradores de espaços holísticos. Lançamento do site Portal do Bem Rio de Janeiro, 31/05/2012

Workshop Comunicação e Marketing para terapeutas e administradores de espaços holísticos. Lançamento do site Portal do Bem Rio de Janeiro, 31/05/2012 Workshop Comunicação e Marketing para terapeutas e administradores de espaços holísticos Lançamento do site Portal do Bem Rio de Janeiro, 31/05/2012 Marketing criar produtos e serviços que atendam necessidades

Leia mais

Passo 1 - Faça um diagnóstico da comunicação

Passo 1 - Faça um diagnóstico da comunicação Manual Como elaborar uma estratégia de comunicação Índice Introdução Passo 1 - Faça um diagnóstico da comunicação. Passo 2 - Defina os alvos da comunicação Passo 3 - Estabeleça os objetivos da comunicação

Leia mais

Conexão na Escola, o princípio para a Construção de Conhecimentos.

Conexão na Escola, o princípio para a Construção de Conhecimentos. Conexão na Escola, o princípio para a Construção de Conhecimentos. Elizabeth Sarates Carvalho Trindade 1 Resumo: A utilização e articulação das tecnologias e mídias pela educação no processo de aprendizagem

Leia mais

A Dehlicom tem a solução ideal em comunicação para empresas de todos os portes, sob medida.

A Dehlicom tem a solução ideal em comunicação para empresas de todos os portes, sob medida. A Dehlicom Soluções em Comunicação é a agência de comunicação integrada que busca divulgar a importância da comunicação empresarial perante as empresas e todos os seus públicos, com atendimento personalizado

Leia mais

Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015. Big Data Analytics:

Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015. Big Data Analytics: Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015 Big Data Analytics: Como melhorar a experiência do seu cliente Anderson Adriano de Freitas RESUMO

Leia mais

O futuro da educação já começou

O futuro da educação já começou O futuro da educação já começou Sua conexão com o futuro A 10 Escola Digital é uma solução inovadora para transformar a sua escola. A LeYa traz para a sua escola o que há de mais moderno em educação, a

Leia mais

RÁDIO UNIVERSITÁRIA DO MINHO: CONFIGURAÇÕES EDUCOMUNICATIVAS DE ENSINO-APREDIZAGEM MARCELO MENDONÇA TEIXEIRA

RÁDIO UNIVERSITÁRIA DO MINHO: CONFIGURAÇÕES EDUCOMUNICATIVAS DE ENSINO-APREDIZAGEM MARCELO MENDONÇA TEIXEIRA 1 RÁDIO UNIVERSITÁRIA DO MINHO: CONFIGURAÇÕES EDUCOMUNICATIVAS DE ENSINO-APREDIZAGEM MARCELO MENDONÇA TEIXEIRA Introdução A passagem da comunicação oral para a comunicação eletrônica no final da década

Leia mais

PRÊMIO DE JORNALISMO FAEPA/SENAR-PB 2015 REGULAMENTO. Encerramento das inscrições. Cerimônia de premiação dos vencedores

PRÊMIO DE JORNALISMO FAEPA/SENAR-PB 2015 REGULAMENTO. Encerramento das inscrições. Cerimônia de premiação dos vencedores PRÊMIO DE JORNALISMO FAEPA/SENAR-PB 2015 REGULAMENTO Calendário ATIVIDADES DATA Lançamento no site Encerramento das inscrições Anúncio oficial dos finalistas Cerimônia de premiação dos vencedores 03 de

Leia mais

A Comunicação Institucional nos Websites Corporativos: um estudo exploratório 1

A Comunicação Institucional nos Websites Corporativos: um estudo exploratório 1 A Comunicação Institucional nos Websites Corporativos: um estudo exploratório 1 Izabella B. de C. Sant Anna 2 Natália Carolina Fernandes 2 Resumo A Internet exerce uma grande influência nas empresas nos

Leia mais

Diretrizes Pedagógicas e Programa Municipal de Educação Ambiental

Diretrizes Pedagógicas e Programa Municipal de Educação Ambiental Diretrizes Pedagógicas e Programa Municipal de Educação Ambiental GOVERNO DO ESTADO DE SÃO APULO SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DIRETRIZES PEDAGÓGICAS O que se espera

Leia mais

Coordenação-Geral de Comunicação e Editoração (CGCE) Diretoria de Comunicação e Pesquisa (DCP) Maio/2015

Coordenação-Geral de Comunicação e Editoração (CGCE) Diretoria de Comunicação e Pesquisa (DCP) Maio/2015 Coordenação-Geral de Comunicação e Editoração (CGCE) Diretoria de Comunicação e Pesquisa (DCP) Maio/2015 A proposta de plano de comunicação elaborada pela Coordenação- Geral de Comunicação e Editoração

Leia mais

PRÁTICAS DE LEITURA E ESCRITA NA INTERNET: UMA ANÁLISE DAS ATIVIDADES DO LIVRO DIDÁTICO DO ENSINO MÉDIO

PRÁTICAS DE LEITURA E ESCRITA NA INTERNET: UMA ANÁLISE DAS ATIVIDADES DO LIVRO DIDÁTICO DO ENSINO MÉDIO PRÁTICAS DE LEITURA E ESCRITA NA INTERNET: UMA ANÁLISE DAS ATIVIDADES DO LIVRO DIDÁTICO DO ENSINO MÉDIO Elaine Vasquez Ferreira de Araujo (UNIGRANRIO) elainevasquez@ig.com.br RESUMO Este artigo discute

Leia mais

I Jornada de Pesquisa e Extensão Trabalhos Científicos

I Jornada de Pesquisa e Extensão Trabalhos Científicos I Jornada de Pesquisa e Extensão Trabalhos Científicos LABORATÓRIO DE CONVERGÊNCIA DE MÍDIAS PROJETO DE CRIAÇÃO DE UM NOVO AMBIENTE DE APRENDIZADO COM BASE EM REDES DIGITAIS. 1 Palavras-chave: Convergência,

Leia mais