COMENTÁRIOS ADICIONAIS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COMENTÁRIOS ADICIONAIS"

Transcrição

1 4º TRIMESTRE 2015 Nº 313 COMENTÁRIOS ADICIONAIS

2 1 Que livro é esse? 3 DE OUTUBRO DE A relevância do livro de Apocalipse 1: Sobe para aqui, diz-lhe a misteriosa voz (Ap 4:1); e João transportado para dentro das regiões tão estranhas e remotas que muitos cristãos hesitam em explorá-las com ele. Os evangelhos e as cartas são mais familiares e mais acessíveis. Será que este extraordinário livro do fim da Bíblia, pertencente (em mais de um sentido) a um mundo inteiramente diferente, tem algo a ver com o pragmatismo de vida do século XX [e XXI]? Desde princípio, no entanto, o livro de Apocalipse afirma ter sido escrito para o benefício, não de uma minoria da igreja, mas de todos; e não para sua própria época somente, mas para a igreja em todas as épocas. Como todo o resto da Bíblia, o Apocalipse fala hoje. (WILCOCK, Michael. A mensagem de Apocalipse: eu vi o céu aberto. 2 ed. Tradução de Alexandros Meimaridis. São Paulo: ABU, 2008, p.8). 2. A relevância do livro de Apocalipse 2: Todos os escritos do Novo Testamento foram destinados especificamente para os cristãos do primeiro século, mas não hesitemos em aceitar sua relevância para os cristãos modernos. Ora, se agimos assim a respeito dos livros que foram escritos especificamente para pessoas ou grupos, quanto mais as partes do Novo Testamento que foram escritas especificamente para os cristãos em geral! (Idem). 3. O número 7: Não há nenhuma indicação nas sete igrejas que elas representem sete períodos sucessivos da história da igreja. Mas sete era um dos números favoritos de João, e parece ter sido o símbolo de plenitude, estar completo. João escolheu estas sete igrejas que ele conhecia bem para que elas servissem a igreja toda. Sete não é um número sagrado. O Anticristo tinha sete cabeças e sete coroas (13:1). O significado aqui é diversidade dentro da unidade básica. Desta forma João indicou que apesar de endereçado a sete igrejas conhecidas dele o Apocalipse era para toda a igreja. (LADD, George Eldon. Apocalipse: 2 Comentários Adicionais 3º Trimestre de 2015

3 introdução e comentário. Tradução de Hans Udo Fuchs. São Paulo: Vida Nova e Mundo Cristão, 1980, p.21). 4. A ilha de Patmos: Patmos era uma das diversas ilhas pequenas a sudeste da costa da Ásia Menor. Tinha uns 16 quilômetros por 10, uma ilha nua, vulcânica, com elevações de até 300 metros. Na literatura romana encontramos indicações de que ilhas como esta eram usadas para exilar criminosos políticos. (Ibidem, p.25). 3

4 2 O Cristo glorificado 10 DE OUTUBRO DE Descobrindo o Senhor: O Senhor Jesus Cristo fala e é descrito em Sua glória e magnificência atuais (...). Começa dizendo que este livro é uma revelação, um desvendamento da coberta ou véu que ocultava algum monumento, a fim de que agora todo mundo possa ver a sua beleza, sua obra de arte, etc. por certo, neste livro, o objetivo é tornar conhecido algo que antes estava desconhecido ou oculto. O fato que se nota em primeiro lugar é que esta Revelação ou Apocalipse é de Jesus Cristo. Pertence a Ele, porquanto Deus deu-a a Ele. Também Lhe deu permissão ou encargo de torná-la conhecida dos Seus servos. A Revelação inclui descrições do próprio Senhor Jesus Cristo, muitas de Suas atividades nos eventos profetizados, e algumas palavras da Sua boca. É o Deus-Homem, a Divindade incorporada, que fala, age e recebe glória e adoração. (Turner, Donald D. Exposição do Apocalipse. São Paulo: Imprensa Batista Regular, 1983, p.18). 2. O Filho do homem : Em sua visão da vinda do Reino de Deus, Daniel viu o próprio Deus sentado em seu trono, cercado de multidões de anjos que o serviam. E eis que vinha com as nuvens do céu um como o Filho do homem, e dirigiu-se ao Ancião de dias (Dn 7:13). Mais tarde Filho do homem se tornou uma expressão messiânica fixa para identificar o Salvador celestial; era o título preferido de Jesus para si mesmo e sua missão. A referência deste versículo indica diretamente para Daniel, identificando assim Jesus como o Rei celestial, ao mesmo tempo destacando que apesar de ser como homem ele não é somente homem; ele é sobrenatural. (LADD, George Eldon. Apocalipse: introdução e comentário. Tradução de Hans Udo Fuchs. São Paulo: Vida Nova e Mundo Cristão, 1980, p.27). 3. Do peito aos pés: O apóstolo que se reclinara no peito de Jesus (Jo 13:23) prostrou-se aos pés do Senhor como se estivesse morto. Uma visão do Cristo exaltado não 4 Comentários Adicionais 3º Trimestre de 2015

5 produz outra coisa senão grande reverência e temor (Dn 10:7-9). É preciso ter essa atitude de respeito hoje, quando tantos cristãos falam e agem com familiaridade indevida com Deus. A reação de João ilustra o que Paulo escreveu em 2 Coríntios 5:16: se antes conhecemos a Cristo segundo a carne, já agora não o conhecemos deste modo. João não estava mais aconchegado junto ao coração do Senhor, relacionando-se com ele de forma que havia feito antes. (WIERSBE, Warren W. Comentário Bíblico Expositivo: Novo Testamento 2. Santo André: Geográfica, 2006, p.725). 4. Primeiro e Último: O título primeiro e último é derivado de Isaías 41.4; 44.6; 48.12, em que se refere a Deus como Criador de todas as coisas e soberano sobre a história. Bauckham (...) também afirma: Deus precede todas as coisas, como aquele que as criou, e ele levará todas as coisas ao seu cumprimento escatológico. Ele é a origem e o alvo de toda a história. Ele tem a primeira palavra na criação e a última na nova criação (...). No contexto de Apocalipse 1.17,18, essa soberania estende-se agora a Cristo. (OSBORNE, Grant R. Apocalipse: comentário exegético. Tradução: Robinson Malkomes e Tiago Abdalla T. Neto. São Paulo: Vida Nova, pp ). 5

6 3 À igreja, com carinho 17 DE OUTUBRO DE Esboço das cartas: As cartas têm uma estrutura básica. Cada uma começa por apresentar o Autor da correspondência: Jesus Cristo, o Cordeiro, digno de receber poder, riqueza, sabedoria, força, honra, glória e louvor para todo o sempre (Ap 5.12). O texto de cada carta vem da boca de Jesus, apresentado sob diferentes títulos. Cada título tem uma razão para a sua adoção, como o demonstram a leitura e a interpretação das cartas. Esse título resume, mesmo que cifradamente, a advertência que a carta contém. A seguir, as igrejas são descritas em suas características essenciais. Os detalhes são riquíssimos e se relacionam às experiências históricas das cidades e das comunidades. (AZE- VEDO, Israel Belo de. Tem mensagem para você: uma abordagem ao livro de Apocalipse. São Paulo: Hagnos, 2011, p.16). 2. Anjos=mensageiros: João batista enviou mensageiros a Jesus; lá em Lucas 7.24 a palavra anjos para mensageiros. Jesus enviou mensageiros a Samaria a fim de que lhe preparassem uma pousada; lá em Lucas 9.52 a palavra anjos para esses outros mensageiros. Em Mateus 11.10, o próprio Jesus usou a palavra anjo para se referir a João Batista quando disse: Eis aí o envio diante de tua face o meu mensageiro. Portanto não existe barreira real alguma a impedir que se entenda, nesta passagem [Ap 1:20] o Senhor chamando seus líderes humanos à responsabilidade. (MIRANDA, Neemias Carvalho. Apocalipse: comentário versículo por versículo. Curitiba: A. D. Santos, 2013, p.34). 3. Jesus, o princípio da criação: Podemos traduzir esta frase de duas maneiras: o começo da criação, ou a origem da criação. Quase com certeza esta última possibilidade é a mais certa, porque para João não há dúvida de que Cristo é eterno. Ele é o primeiro e o último, o Alfa e o Ômega ([Ap] 1:17s; 2:8; 21:6; 22:13); ele transcende toda a criação. Na carta de Paulo aos Colossenses a mesma ideia aparece 6 Comentários Adicionais 3º Trimestre de 2015

7 também: Cristo é o primogênito de toda a criação (Cl 1:15). (LADD, George Eldon. Apocalipse: introdução e comentário. Tradução de Hans Udo Fuchs. São Paulo: Vida Nova e Mundo Cristão, 1980, p.51). 4. Conhecimento absoluto: Todas as cinco cartas dirigidas às igrejas que têm pontos fortes começam essa seção com (...) oida ta erga sou, Conheço tuas obras; cf. 2.2,19; 3.1,8,15). Mounce (...) observa que nesse contexto oida não pode ser compreendido como mero conhecimento humano de fatos, e Horstmann (...) diz que, em João, o termo significa conhecimento intuitivo, ou incontestável, sempre que o sujeito é Jesus. Isso deve se aplicar também a Apocalipse, em que o verbo ocorre sete vezes nas cartas dos capítulos 2 e 3 (2.9.13, em acréscimo às cinco igrejas mencionadas antes), sempre com a ideia de conhecimento absoluto. (OSBORNE, Grant R. Apocalipse: comentário exegético. Tradução: Robinson Malkomes e Tiago Abdalla T. Neto. São Paulo: Vida Nova, pp ). 7

8 4 Acima 24 DE OUTUBRO DE 2015 de todo poder 01. O trono de Deus: Como em Isaías 6, Deus está no centro da cena. (...) (thonos, trono) é uma das ênfases principais do livro, contrapondo o trono de Deus ao trono de Satanás ([Ap] 12.5 contra 13.2; cf. 2.13; 16.10) e, provavelmente nesse capítulo, com o trono de César também. O termo ocorre treze vezes somente nesse breve capítulo. Originalmente designado como uma cadeira para convidados especiais, o trono se tornou um símbolo da majestade soberana do rei. Ele significada tanto governo como julgamento (...). (OSBORNE, Grant R. Apocalipse: comentário exegético. Tradução de Robinson Malkomes e Tiago Abdalla T. Neto. São Paulo: Vida Nova, p.251). 02. Os seres viventes: (...) seres viventes como estes foram vistos pelo profeta Ezequiel durante a primeira e extraordinária visão que teve (Ez 1). Embora as seis asas de cada ser vivente lembrassem muito a visão que Isaías teve dos serafins (Is 6), a maior parte da visão de João corresponde aos seres vistos por Ezequiel, os quais ele chama de querubins (Ez 10:20). Os querubins da Bíblia estão muito longe de ser os anjinhos de asas e covinhas, dos quadros que conhecemos. São criaturas que impões respeito, indicações visíveis da presença de Deus. (WILCOOK, Michael. A mensagem de Apocalipse. Tradução: Alexandros Meimaridis et all. São Paulo: ABU Editora, 2003, pp.41-42). 03. A importância da morte de Cristo: A vitória final de Cristo como Leão de Judá O Messias conquistador só é possível porque antes ele sofreu como Cordeiro. Aqui nos deparamos como um grande mistério, algo que o Novo Testamento afirma mas não explica, porque envolve realidades inexprimíveis em palavras no ponto em que o mundo espiritual de Deus corta o mundo histórico do homem. A dignidade e capacidade de Cristo de abrir os selos do rolo da história e destino da humanidade dependem da vitória que ele obteve em sua vida encarnada. Se 8 Comentários Adicionais 3º Trimestre de 2015

9 ele não tivesse vindo em humildade, como Salvador sofredor, não poderia vir como Messias conquistador. (LADD, George Eldon. Apocalipse: introdução e comentário. Tradução de Hans Udo Fuchs. São Paulo: Vida Nova e Mundo Cristão, 1980, p.67). 04. Os sete chifres e os sete olhos de Cristo: Os sete chifres representam a plenitude de poder que o Cordeiro possui. No Antigo Testamento o chifre é símbolo comum de força, aparecendo pela primeira vez em Dt 33:17, e frequentemente nos Salmos (Sl 18:2; 112:9). Jesus, depois de ressuscitar, afirmou: Toda autoridade me foi dada no céu e na terra (Mt 28:18). O Cordeiro também tem sete olhos; isto indica sua onisciência, que ele pode ver tudo. Pano de fundo para isto é Zc 4:10, onde as sete lâmpadas na visão do profeta são os sete olhos do Cordeiro; eles são identificados também como os sete espíritos de Deus enviados por toda a terra. Assim João retrata de maneira simbólica o relacionamento entre Cristo e o Espírito Santo com Deus-Pai. (Ibidem, p.67). 9

10 5 O princípio das dores 1 DE AGOSTO DE Cristo Cavaleiro: O primeiro cavaleiro era branco; e seu cavaleiro segurava um arco, recebeu uma coroa e cavalgava como vencedor determinado a vencer. Por fazer parte de uma série de cavaleiros apocalípticos, muitos comentaristas concluem que ele também simboliza desastre no caso dele, conquista militar. Mas em todo Apocalipse o branco simboliza justiça; coroas e vitórias pertencem a Cristo; e em o cavalo branco é chamado Fiel e Verdadeiro, a Palavra de Deus e até Rei dos reis e Senhor dos senhores. Assim, estamos certos que, antes de outros cavaleiros disseminarem os horrores da guerra, fome e morte, Cristo cavalga primeiro como o cabeça da cavalgada, decidido a ganhar as nações pelo evangelho. (STOTT, John. O incomparável Cristo. Tradução de Lucy Hiromi Kono Yamakami. São Paulo: ABU, 2006, pp ). 02. Almas debaixo do altar: João vê as almas dos mártires debaixo do altar, mas isto nada tem a ver com o estado intermediário dos mortos e sua situação naquele momento; é só uma maneira vívida de mostrar que eles foram martirizados pelo nome do seu Deus. (LADD, George Eldon. Apocalipse: introdução e comentário. Tradução de Hans Udo Fuchs. São Paulo: Vida Nova e Mundo Cristão, 1980, p.78). 03. Os 144 mil: Sendo assim, os cento e quarenta e quatro mil, de todas as tribos de Israel simbolizam a igreja, que é selada para passar pela grande tribulação. A lista apresentada por João dos selados de cada tribo, nos versículos de 5 a 8, possui algumas irregularidades. A tribo de Dã não aparece e a tribo de José, por sua vez, aparece duas vezes, já que Manassés é seu filho. Até hoje não foi apresentada nenhuma explicação satisfatória para esta lista de nomes irregular, a não ser esta: que João queria dizer que as doze tribos não são o Israel literal, mas o Israel verdadeiro, espiritual a igreja. (ROCHA, Alan (org.). O 10 Comentários Adicionais 3º Trimestre de 2015

11 Apocalipse: escreva, pois, as coisas que você viu, tanto as presentes como as que estão por vir. São Paulo: GEVC, 2014, p.64). 04. Os 144 mil e a Grande Multidão: (...) nos versículos de 1 a 8, temos uma visão dos crentes, no limiar da grande tribulação (os 144 mil), sendo selados para serem protegidos da ira de Deus, que se derramará sobre o mundo; este é o primeiro quadro. O segundo quadro vai dos versículos 9 a 17, em que vemos esse mesmo grupo, depois de ter passado pela tribulação, já na eternidade, com Deus. (Ibidem, pp.65-66). 11

12 6 Toques de alerta 7 DE NOVEMBRO DE Não escrevas: Nesse contexto, Deus ordena a João para selar a mensagem dos sete trovões e, então, lhe diz para não escrevê-la. Portanto, João está sendo chamado a afirmar o controle soberano de Deus sobre os juízos proclamados a seus leitores. A principal mensagem é a da soberania. Deus está no controle, e os santos não precisam conhecer todos os detalhes. (OSBORNE, Grant R. Apocalipse: comentário exegético. Tradução: Robinson Malkomes e Tiago Abdalla T. Neto. São Paulo: Vida Nova, p.449). 02. Até quando? : O tempo do cumprimento dos propósitos de Deus está próximo. Em breve, Deus agirá de forma decisiva e triunfará sobre as forças do mal. responderá ao clamor de Até quando? dos santos perseguidos e martirizados (Sl 6:3; 13:1; 94:3). (ADEYEMO, Tokunboh (ed.). Comentário bíblico africano. Tradução de Heloísa Martins et al. São Paulo: Mundo Cristão, 2010, p.1601). 03. Doce e amargo: É doce ler sobre o tempo em que todas as injustiças na terra serão corrigidas. Ao mesmo tempo, contudo, o estudo das profecias também tem um sabor amargo. Há amargor no próprio julgamento produzido pelas Escrituras proféticas. Há amargor na visão dos julgamentos que em breve sobrevirão ao judaísmo e à cristandade apóstatas. Há amargor em comtemplar a condenação eterna de todos que rejeitam o Salvador. (MACDONALD, William. Comentário bíblico popular: Novo Testamento. Tradução de Alfred Poland et al. São Paulo: Mundo Cristão, 2008, p.1007). 04. Perseguição à igreja: O testemunho da igreja causará dano ao mundo (11:5). Por isso, ela será perseguida e se tornará vítima da cólera da besta, após cumprir a missão. O versículo 7 diz que a besta que sobe do abismo a vencerá e a matará. Os 12 Comentários Adicionais 3º Trimestre de 2015

13 versículos 8 e 9 mostram o povo da terra festejando a sua morte:... nações verão os seus corpos mortos (...) e não permitiram que sejam sepultados. Os que habitam na terra se regozijaram sobre eles, e se alegraram. Não ser sepultado, na cultura judaica, era vergonha e motivo de chacota. A igreja, perseguida e silenciada, será ridicularizada por esse tempo. (ROCHA, Alan (org.). O Apocalipse: escreva, pois, as coisas que você viu, tanto as presentes como as que estão por vir. São Paulo: GEVC, 2014, p.82). 13

14 7 Contra quem lutamos? 14 DE NOVEMBRO DE A mulher grávida: O início do capítulo 12 trata de uma mulher: Viu-se um grande sinal no céu, a saber, uma mulher vestida do sol com a lua debaixo dos pés e uma coroa de doze estrelas na cabeça (v. 1). De acordo com o nosso entendimento, essa mulher é um símbolo do povo de Deus, do Antigo e do Novo Testamentos. Este povo pode ser chamado de igreja, nos dois momentos. Paulo chama os crentes de Israel de Deus (Gl 6:16). Pedro interpretou que as promessas de Deus feitas a Abraão estavam se cumprindo na igreja (At 3:25-26). Hendriksen entende que o povo de Deus, de ambos os testamentos, é um só: é o povo escolhido em Cristo (...). Abraão é o pai de todos os crentes, quer sejam circuncidados quer não. Stott, de igual modo, afirma que essa mulher representa a igreja do Antigo e do Novo Testamentos. (ROCHA, Alan (org.). O Apocalipse: escreva, pois, as coisas que você viu, tanto as presentes como as que estão por vir. São Paulo: GEVC, 2014, p.88). 02. O menino que nasceu: Essa mulher é descrita como estando grávida, gritando com dores de parto, sofrendo tormentos para dar à luz (v. 2). Como ficará claro mais à frente, a semente da mulher, a criança poderosa que nasceria, é uma referência a Cristo. Por esse versículo, entende-se que, a grande missão do povo de Deus, ao longo da história, foi a de dar à luz a Cristo. Deus preparou um povo especial para trazer Jesus Cristo ao mundo. Contudo, a chegada do Messias não aconteceu sem sofrimentos. Ao longo do Antigo Testamento, houve muitas perseguições tentando impedir a vinda do Messias prometido. Mas Deus protegeu seu povo e na plenitude dos tempos Jesus nasceu. Esse versículo mostra, então, o povo de Deus agonizando durante séculos, enquanto esperava o messias que viria, o libertador. (Ibidem, p.89). 14 Comentários Adicionais 3º Trimestre de 2015

15 03. Perseguição do estado satânico: Foi-lhe dado também que pelejasse contra os santos e os vencesse. Isto não quer indicar nenhuma manobra militar, mas hostilidade total, não importa os meios (veja [Ap] 2:16; 13:4; 19:11). Os principais objetivos da ira da besta são os santos isto é, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus (12:17). A meta primordial da besta é desviar as pessoas de Cristo, o que ela tenta com perseguição feroz. Ela os vence, mas neste contexto isto não significa que consegue desviar sua lealdade de Cristo para a besta não consegue fazê-los apostatar mas consegue perseguí-los terrivelmente. (LADD, George Eldon. Apocalipse: introdução e comentário. Tradução de Hans Udo Fuchs. São Paulo: Vida Nova e Mundo Cristão, 1980, p.134) : Assim como a primeira besta será personificada no Anticristo pessoal, a segunda besta será representada, no final, por uma cabeça, que dirigirá toda obra demoníaca e fará de tudo para que as pessoas adorem a primeira besta. Para conseguir seu intento, usará, também, a arma do controle, isto é, obrigará as pessoas a usarem a marca da primeira besta. Como vimos, esta marca não é literal; significa que os não salvos irão trabalhar e pensar para a besta. A vida, na terra, será difícil para os que não se enquadrarem nesse esquema. Sendo assim, não ter a marca da besta tem a ver com viver a vida em santidade, não se conformar com este mundo (cf. Rm 12:2). Como identificar essa besta e sua atuação? Existe um número que a identifica: 666. Segundo comentamos, esse número representa tudo que é errado, imperfeito e desprovido de Deus. (Ibidem, pp ). 15

16 8 Tempo esgotado! 21 DE NOVEMBRO DE Calor excessivo: Os pecadores que não se arrependeram quando o sol se escureceu são agora punidos mediante a intensificação do calor do sol. O escurecimento eles podiam perceber e ignorar; quanto ao calor eles nada podem fazer a não ser senti-lo. Nessas circunstâncias a presença de Deus é reconhecida, mas somente para ser blasfemada e não para ser reverenciada. (WILCOCK, Michael. A mensagem de Apocalipse: eu vi o céu aberto. 2 ed. Tradução de Alexandros Meimaridis. São Paulo: ABU, 2008, p.117). 02. Trevas excessivas: O derramar da quinta taça lançou o reino da besta nas trevas e na consequente anarquia, causando grande sofrimento humano. Mesmo assim, as pessoas ainda se recusam arrepender-se (repetido nos versículos 9 e 11 [Ap 16]). Como Faraó, que enfrentou cinco das pragas aqui descritas (úlceras, sangue, trevas, rãs e granizo), haviam endurecido o coração e agora era tarde demais. Em vez de glorificar a Deus, elas o amaldiçoavam. (STOTT, John. O incomparável Cristo. Tradução de Lucy Hiromi Kono Yamakami. São Paulo: ABU, 2006, p.224). 03. A tríade excessiva: O versículo 13 apresenta a tríade demoníaca: dragão, besta (Anticristo) e falso profeta. É a primeira menção clara ao falso profeta, que é a segunda besta que surgiu da terra para dar apoio à besta em suas exigências blasfemas.255 Da boca de cada membro dessa tríade, João viu sair um espírito imundo, semelhante a rãs. Esses espíritos imundos (demônios) são comparados a rãs para indicar seu caráter abominável, repugnante, asqueroso.256 Segundo Stott,257 eles representam as mentiras de propaganda pelas quais os reis de todo o mundo são persuadidos a se reunir para a batalha final. (ROCHA, Alan (org.). O Apocalipse: escreva, pois, as coisas que você viu, tanto as presentes como as que estão por vir. São Paulo: GEVC, 2014, p.123). 16 Comentários Adicionais 3º Trimestre de 2015

17 04. Batalha excessiva: Não está claro por que João fala da montanha de Megido; R.H. Charles diz que até agora ninguém deu uma interpretação convincente a esta passagem; ela não aparece na literatura hebraica. Charles sugere que a referência à montanha como lugar da batalha escatológica sobre as montanhas de Israel. Seja qual for a origem do termo, está claro que com Armagedom João quer dizer o lugar da batalha final entre os poderes do mal e o Reino de Deus. (LADD, George Eldon. Apocalipse: introdução e comentário. Tradução de Hans Udo Fuchs. São Paulo: Vida Nova e Mundo Cristão, 1980, p.160). 17

18 9 O mal não prevalece 28 DE NOVEMBRO DE A Babilônia: (...) a Babilônia de Apocalipse 17 e 18 é mais um símbolo do que um lugar. Faz menção à Babilônia dos tempos de Babel, à Babilônia de Nabucodonosor (senhora do mundo), à Roma dos Césares e a todos os impérios do mundo que se levantaram contra Deus e sua igreja. A Babilônia, nestes capítulos, não é apenas a escatológica, mas também a atemporal, o mundo como centro de sedução, em qualquer época. Ela é um símbolo da rebelião humana contra Deus. É o sistema mundano que se opõe a Deus. (ROCHA, Alan (org.). O Apocalipse: escreva, pois, as coisas que você viu, tanto as presentes como as que estão por vir. São Paulo: GEVC, 2014, p.133). 02. Uma Babel de significados: A visão está dividida basicamente em dois aspectos: o cap. 17 traz a sua conotação religiosa; no 18, estão destacados os seus aspectos econômicos. Primeiro, Babilônia ensinou idolatria; a idolatria afastou o homem de Deus; afastado de Deus, ele se tornou egoísta, como Nimrode; então passou a querer coisas, mais e mais; a concorrência o levou à ostentação de beleza, riqueza, status, poder, fama e glória. A influência que a Babilônia exerce sobre os povos é religiosa, econômica e cultural. O domínio político e militar está a cargo desta besta. (MIRANDA, Neemias Carvalho. Apocalipse: comentário versículo por versículo. Curitiba: A. D. Santos, 2013, p.293). 03. Igreja X Babilônia: A IGREJA É do céu Obra-prima de Cristo Adornada por Cristo Preservada por Cristo A BABILÔNIA É da terra Obra-prima de Satanás Adornada por Satanás Destruída pela besta 18 Comentários Adicionais 3º Trimestre de 2015

19 A IGREJA Esposa do Cordeiro Glória eterna no futuro A BABILÔNIA Meretriz Ruína eterna (Idem). 04. Cântico de funeral: O capítulo 18 consiste, em sua maior parte, em um cântico fúnebre que celebra a queda da Babilônia. (...) trata-se de uma referência à (...) meretriz que, além de construir um amplo sistema religioso, talvez seja também a maior organização comercial do mundo e, possivelmente, controle todo mercado internacional. (MACDONALD, William. Comentário bíblico popular: Novo Testamento. Tradução de Alfred Poland et al. São Paulo: Mundo Cristão, 2008, p.1013). 19

20 10 O triunfo final de Cristo 5 DE DEZEMBRO DE O Cavaleiro Jesus: Observe a descrição de nosso Senhor. Ele está assentando num cavalo branco que, obviamente, é um cavalo de guerra, pois Cristo vem para derrotar seus inimigos. Seu nome é Fiel e Verdadeiro. Ele é Fiel às suas promessas e Verdadeiro quanto ao seu próprio caráter. Julga e peleja com justiça. Os súditos em seu reino devem estar dispostos a viver sob o governo de justiça do seu soberano. (MACDONALD, William. Comentário bíblico popular: Novo Testamento. Tradução de Alfred Poland et al. São Paulo: Mundo Cristão, 2008, p.1015). 02. Olhos e cabeça: Os seus olhos são como chama de fogo (veja [Ap] 1:14). Isto representa o olhar de Cristo que perscruta tudo. A vida humana está cheia de mistérios e enigmas sem solução; mas os olhos de Cristo passam por tudo; nada lhe é oculto. Na sua cabeça há muitos diademas. Ele usa uma coroa porque é o Rei dos reis e o Senhor dos senhores (17:14). A vinda de Cristo será uma manifestação pública e uma concretização universal da soberania que já é sua, por sua morte e ressurreição. (LADD, George Eldon. Apocalipse: introdução e comentário. Tradução de Hans Udo Fuchs. São Paulo: Vida Nova e Mundo Cristão, p.188). 03. Vitória esmagadora: A vitória é esmagadora! Os adversários não suportam nem o 1º round. Assim, a besta e o falso profeta são lançados no lago de fogo. Os ímpios são mortos com a espada que saía da boca daquele que está montado no cavalo (Ap 19:21). Esses ímpios permaneceram nesse estado, até o fim do milênio (cf. Ap 20:5); depois, Deus permitirá que voltem à vida para receberem o castigo final. No capítulo 19, lemos que, com o aparecimento de Cristo, já receberam o veredito; todavia, no capítulo 20, somos informados de que, após o milênio, eles se levantarão para cumprirem a pena: a extinção defini- 20 Comentários Adicionais 3º Trimestre de 2015

21 tiva ou a aniquilação completa, que também é chamada de segunda morte (cf. Ap 20:5,6,14). (ROCHA, Alan (org.). O Apocalipse: escreva, pois, as coisas que você viu, tanto as presentes como as que estão por vir. São Paulo: GEVC, 2014, p.149). 04. O Milênio: A doutrina do milênio é bem mais enfatizada no capítulo 20 de Apocalipse. A expressão mil anos é encontrada não menos que seis vezes, nesse capítulo (cf. vv. 2-7). Logo, é no período de mil anos que Satanás ficará preso (vv.2-3); é durante mil anos que os salvos reinarão com Cristo (v.4,6). Até se completarem os mil anos, os ímpios mortos não reviverão (v.5); somente após mil anos, Satanás será solto de sua prisão (v.7). Como se pode concluir, os fatos relacionados ao milênio têm início, meio e fim, o que ratifica ainda mais a sua importância nas Escrituras. (Ibidem, p.153). 21

22 11 O acerto de contas 12 DE DEZEMBRO DE Justos e injustos no juízo final: João conta o que viu a respeito: Vi também os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono, e livros foram abertos. Esses mortos são, provavelmente, os mesmos mencionados no versículo 5a, os restantes dos mortos, os ímpios. Todos que não forem encontrados no livro da vida serão condenados à destruição (v.15). Os salvos, por sua vez, não serão julgados, no juízo final, mas ali estarão presentes, como expectadores. No céu, durante o milênio, eles se assentarão em tronos para julgar (v.4), mas, na terra, após o período milenar, presenciarão o anúncio da sentença dos ímpios. (ROCHA, Alan (org.). O Apocalipse: escreva, pois, as coisas que você viu, tanto as presentes como as que estão por vir. São Paulo: GEVC, 2014, p.163). 02. O trono branco: Um trono branco. Nesta última visão antes do novo céu e da nova terra, foram mostrados a João, neste verso 11, os atuais céus e terra postos em fuga ante a majestade da presença divina. O universo atual está posto no maligno. A metáfora da fuga é para demonstrar a completa incompatibilidade entre a criação corrompida e a santidade divina manifestada no trono branco. (MIRANDA, Neemias Carvalho. Apocalipse: comentário versículo por versículo. Curitiba: A. D. Santos, 2013, p.369). 03. Os livros do juízo: (Os mortos, os grandes e os pequenos estão postos em pé diante de Deus. São os incrédulos de todas as eras. Vários livros são abertos. O Livro da Vida contém o nome de todos que foram remidos pelo sangue precioso de Cristo. Os outros livros contêm um registro detalhado das obras dos incrédulos. (MACDONALD, William. Comentário bíblico popular: Novo Testamento. Tradução de Alfred Poland et al. São Paulo: Mundo Cristão, 2008, p.1016). 22 Comentários Adicionais 3º Trimestre de 2015

23 04. Justo juízo: O juízo representa o caráter justo de Deus. Ele não condenaria o ímpio sem base plausível. Todos saberão os reais motivos de receberem determinada punição. Mesmo que a impunidade passe despercebida aos olhos dos homens da atualidade, o juízo dá a entender que a justiça, mais cedo ou mais tarde, triunfará. No juízo final, de acordo com João, os maus foram julgados, segundo as suas obras, conforme o que se achava escrito nos livros (v.12). (ROCHA, Alan (org.). O Apocalipse: escreva, pois, as coisas que você viu, tanto as presentes como as que estão por vir. São Paulo: GEVC, 2014, p.163). 23

24 12 Novo céu e nova terra 19 DE DEZEMBRO DE Nova terra: nosso lar!: Vi novo céu e nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra passaram. Esta dissolução do sistema antigo o desaparecimento do céu e da terra já foi anunciada ([Ap] 20:11). João vê no lugar deles um céu e uma terra novos. Por toda Bíblia o destino final do povo de Deus é terreno. O pensamento dualista, tipicamente grego, dividia o universo em dois domínios: o terreno, ou transitório, e o mundo espiritual eterno. A salvação consistia em a alma voar da esfera transitória e efêmera para o domínio da realidade eterna. O pensamento bíblico, no entanto, sempre coloca o homem em uma terra redimida, não num domínio celestial longe da existência terrena. (LADD, George Eldon. Apocalipse: introdução e comentário. Tradução de Hans Udo Fuchs. São Paulo: Vida Nova e Mundo Cristão, p.205). 02. Mil anos no céu e eternidade na terra: Os céus e a terra, uma vez renovados, tornar-se-ão a habitação dos salvos: no céu, eles viverão por um período de um mil anos; na terra, depois desse período, viverão por toda a eternidade. Quanto às condições que prevalecerão na terra depois da descida da igreja com a nova Jerusalém, tudo ainda está muito embrionário para que se possa dizer alguma coisa a respeito. O que nos foi revelado na Escritura, é, que quando tudo isto acontecer, então se cumprirão as palavras proféticas: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo e o mesmo Deus estará com eles e será o seu Deus (Ap 21:3). (O Doutrinal: nossa crença ponto a ponto. São Paulo: GEVC, 2012, p.337). 03. Terra de felicidade: Deus removerá a origem da tristeza: não haverá mais morte, nem pranto, nem lamento. A alegria e felicidade serão eternas, pois os efeitos debilitantes do pecado e do sofrimento foram eliminados. Todo leitor deste comentário deve refletir sobre tudo aquilo que já experimentou, toda doença e todos os 24 Comentários Adicionais 3º Trimestre de 2015

25 sofrimentos e perdas, além das tristezas enormes que continuamente fazem parte da vida em um mundo dominado pelo pecado. [Terão fim na nova terra]. (OSBORNE, Grant R. Apocalipse: comentário exegético. Tradução de Robinson Malkomes e Tiago Abdalla T. Neto. São Paulo: Vida Nova, p.822). 04. A capital da nova terra: A nova Jerusalém será a capital da nova terra, o centro de adoração para todos os remidos. Todos os salvos terão acesso a essa cidade. Trata-se de um lugar repleto de justiça e saúde. Aliás, a árvore da vida, mencionada no versículo 2, do capítulo 22, representa a ideia de que nunca mais o ser humano será alvo de doença, maldição e morte. Os salvos habitarão na nova terra, enquanto a nova Jerusalém será o templo. Na nova terra, a santa cidade será o tabernáculo de Deus com os homens (v.3) e representa o governo de Deus. Este continuará sendo Deus, e o lugar em que ele habitar será diferente do nosso. (ROCHA, Alan (org.). O Apocalipse: escreva, pois, as coisas que você viu, tanto as presentes como as que estão por vir. São Paulo: GEVC, 2014, p.163). 25

26 13 Ora vem, Senhor Jesus! 26 DE DEZEMBRO DE Venho em breve!: (...) a proximidade da parúsia [segunda vinda de Jesus], afirmada por todo o NT serve de base para o chamado ao compromisso ético. Visto que Cristo está voltando em breve, é melhor que estejamos sempre prontos, para que ele não nos encontre despreparados como as dez virgens (Mt ) ou como o servo que desperdiçou seu talento (Mt ). (OSBORNE, Grant R. Apocalipse: comentário exegético. Tradução: Robinson Malkomes e Tiago Abdalla T. Neto. São Paulo: Vida Nova, p.881). 02. Vinda sem data: A palavra sem demora, cedo (IBB) ou logo (BLH) mostra como a comunidade cristã deve viver sempre na expectativa da vinda iminente do Senhor. Ninguém sabe o dia ou hora (Mt 24:36), e ninguém pode estipular datas ou calcular a época da sua vinda; cada geração tem de estar desperta, como se a vinda de Cristo estivesse às portas (Mt 24:42-44). (LADD, George Eldon. Apocalipse: introdução e comentário. Tradução de Hans Udo Fuchs. São Paulo: Vida Nova e Mundo Cristão, p.216). 03. Evidências da salvação: [Ap] 22:14 Esse versículo pode ser traduzido de duas maneiras: Bem- -aventurados aqueles que guardam os seus mandamentos ou Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras. Nenhuma das traduções ensina salvação por obras; antes, asd obras são fruto e prova da salvação. Somente os cristãos verdadeiros têm acesso à árvore da vida e à cidade eterna. (MA- CDONALD, William. Comentário bíblico popular: Novo Testamento. Tradução de Alfred Poland et al. São Paulo: Mundo Cristão, 2008, p.1018). 04. O Noivo está chegando: Na grande tribulação, os dias podem ser difíceis e escuros; o rosto pode estar molhado de lágrimas, mas ainda não é fim. Dias melhores virão! Ale- 26 Comentários Adicionais 3º Trimestre de 2015

27 gre-se, o Noivo está chegando! Enquanto esse dia glorioso não chega, a igreja espera: O Espírito e a noiva dizem: Vem! (Ap 22:17). É assim que o livro do Apocalipse termina, com a igreja aguardando, cheia de esperança, desejosa e confiante. Ela se apega à promessa de que seu poderoso Noivo está chegando em breve, e isso a motiva a passar por todo sofrimento, dizendo: Amém. Vem, Senhor Jesus! (ROCHA, Alan (org.). O Apocalipse: escreva, pois, as coisas que você viu, tanto as presentes como as que estão por vir. São Paulo: GEVC, 2014, p.170). 27

28 Participe da 26 a 29 de novembro de 2015 Estância Árvore da Vida Sumaré, SP PROCLAMANDO

#101r. (Continuação) Apocalipse 13:1~10; a besta que subiu do mar.

#101r. (Continuação) Apocalipse 13:1~10; a besta que subiu do mar. (Continuação) Apocalipse 13:1~10; a besta que subiu do mar. #101r Na aula passada, iniciamos o estudo do cap13 de Apocalipse, onde, como falamos de certa forma descreve o personagem mais importante da

Leia mais

Apocalipse. Contexto:

Apocalipse. Contexto: Apocalipse Contexto: Última década do Século I Imperador Domiciano Culto ao Imperador Perseguição imperial Igreja de mártires João é o último apóstolo vivo João, o último apóstolo vivo, exilado na ilha

Leia mais

Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém.

Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém. Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém. (Apocalipse 1:7) A Bíblia inteira focaliza o futuro.

Leia mais

ESCATOLOGIA - Doutrina das últimas coisas.

ESCATOLOGIA - Doutrina das últimas coisas. ESCATOLOGIA - Doutrina das últimas coisas. Em relação à volta do Senhor Jesus, a única unanimidade que há entre os teólogos é que ela acontecerá. Nos demais aspectos, são várias correntes defendidas. Cada

Leia mais

APOCALIPSE 1:9-20 APOCALIPSE: UM LIVRO, UMA PESSOA E UM PLANO SINGULAR

APOCALIPSE 1:9-20 APOCALIPSE: UM LIVRO, UMA PESSOA E UM PLANO SINGULAR APOCALIPSE 1:9-20 APOCALIPSE: UM LIVRO, UMA PESSOA E UM PLANO SINGULAR O livro de Apocalipse pode ser sintetizado em nove características básicas: 1. É um livro centrado na Pessoa de Cristo 2. É um livro

Leia mais

A BENDITA ESPERANÇA DA IGREJA

A BENDITA ESPERANÇA DA IGREJA A BENDITA ESPERANÇA DA IGREJA Ap 21.9-11 - E veio um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das sete últimas pragas, e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a noiva, a esposa do Cordeiro.10

Leia mais

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado LIÇÃO 1 - EXISTE UM SÓ DEUS 18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado A Bíblia diz que existe um único Deus. Tiago 2:19, Ef. 4 1- O Deus que Criou Todas as coisas, e que conduz a sua criação e

Leia mais

Ap 1.1-8 INTRODUÇÃO Neste novo trimestre, estaremos estudando sobre o extraordinário tema:

Ap 1.1-8 INTRODUÇÃO Neste novo trimestre, estaremos estudando sobre o extraordinário tema: Ap 1.1-8 INTRODUÇÃO Neste novo trimestre, estaremos estudando sobre o extraordinário tema: As sete cartas do Apocalipse: a mensagem final de Cristo à Igreja. Na primeira lição, introduziremos o assunto

Leia mais

Tema: O Cordeiro e o Leão ESTUDO 2 Titulo: O Leão da Tribo de Judá Texto base: Ap 5:1-14

Tema: O Cordeiro e o Leão ESTUDO 2 Titulo: O Leão da Tribo de Judá Texto base: Ap 5:1-14 Tema: O Cordeiro e o Leão ESTUDO 2 Titulo: O Leão da Tribo de Judá Texto base: Ap 5:1-14 Ao examinarmos o contexto do cap. 5 de Apocalipse entendemos o titulo O Leão da Tribo de Judá, se refere ao ministério

Leia mais

A morte física é o resultado final da vida nesse mundo decaído. 1 Jo 5:19

A morte física é o resultado final da vida nesse mundo decaído. 1 Jo 5:19 1 Todos Morrem! Pessoas morrem diariamente, seja por acidente ou de câncer, ataque cardíaco, acidente vascular cerebral, ou como vítimas de quaisquer das numerosas outras doenças. Alguns chegam a morrer

Leia mais

Introdução à 26/05/2011 A doutrina de Cristo segundo as escrituras Divindade de Cristo O que a história da igreja fala sobre o assunto? A Igreja Primitiva No início do século II, o cristianismo era uma

Leia mais

A Unidade de Deus. Jesus Cristo é o Único Deus. Pai Filho Espírito Santo. Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz?

A Unidade de Deus. Jesus Cristo é o Único Deus. Pai Filho Espírito Santo. Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz? A Unidade de Deus Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz? Vejamos a seguir alguns tópicos: Jesus Cristo é o Único Deus Pai Filho Espírito Santo ILUSTRAÇÃO Pai, Filho e Espírito

Leia mais

A Bíblia realmente afirma que Jesus

A Bíblia realmente afirma que Jesus 1 de 7 29/06/2015 11:32 esbocandoideias.com A Bíblia realmente afirma que Jesus Cristo é Deus? Presbítero André Sanchez Postado por em: #VocêPergunta Muitas pessoas se confundem a respeito de quem é Jesus

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

Palestra 4: O Dia Seguinte

Palestra 4: O Dia Seguinte Palestra 4: O Dia Seguinte O Dia Seguinte Ele (Deus) fez tudo apropriado ao seu devido tempo. Também pôs no coração do homem o anseio pelo eternidade; mesmo assim ele não consegue compreender claramente

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula XXII A PRIMEIRA CARTA DE PEDRO E REFLEXÕES SOBRE O SOFRIMENTO Até aqui o Novo Testamento tem dito pouco sobre

Leia mais

LIÇÃO 1 A SUPERIORIDADE DE CRISTO Cristo é superior a tudo e a todos, portanto, reina sobre tudo e todos Hebreus 1.1-2.18; 5.1-10

LIÇÃO 1 A SUPERIORIDADE DE CRISTO Cristo é superior a tudo e a todos, portanto, reina sobre tudo e todos Hebreus 1.1-2.18; 5.1-10 LIÇÃO 1 A SUPERIORIDADE DE CRISTO Cristo é superior a tudo e a todos, portanto, reina sobre tudo e todos Hebreus 1.1-2.18; 5.1-10 1. Pesquise cinco passagens no Antigo Testamento que anunciem o Messias,

Leia mais

A cena começa com uma descida. Então, quem desceu se Jesus tomou o livro e se assentou?

A cena começa com uma descida. Então, quem desceu se Jesus tomou o livro e se assentou? A resposta para sua pergunta é Sim, e Não. Permita-me explicar porque as duas coisas. Eu creio que o Cordeiro saiu do Trono SIM, mas eu NÃO creio que ele desceu. Há aqueles que defendem a tese de que o

Leia mais

A Praga do Poço do Abismo

A Praga do Poço do Abismo A Praga do Poço do Abismo Apocalipse 9:1-21 O quinto anjo tocou a trombeta, e vi uma estrela caída do céu na terra. E foi-lhe dada a chave do poço do abismo. Ela abriu o poço do abismo, e subiu fumaça

Leia mais

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO Vós ouviste o que vos disse: Vou e retorno a vós. Se me amásseis, ficaríeis alegres por eu ir para o Pai, porque o Pai é maior do que eu. João

Leia mais

2015 O ANO DE COLHER MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE?

2015 O ANO DE COLHER MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE? MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE? Texto: Apocalipse 21:1-2 Então vi um novo céu e uma nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra tinham passado; e o mar já não existia. Vi a cidade santa, a nova Jerusalém,

Leia mais

9.9 Jesus Cristo é homem perfeito

9.9 Jesus Cristo é homem perfeito 9.9 Jesus Cristo é homem perfeito Aula 48 Assim como é importante verificarmos na Palavra de Deus e crermos que Jesus Cristo é Deus, também é importante verificarmos e crermos na humanidade de Jesus após

Leia mais

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus CAPÍTULO 2 O Propósito Eterno de Deus Já falamos em novo nascimento e uma vida com Cristo. Mas, a menos que vejamos o objetivo que Deus tem em vista, nunca entenderemos claramente o porque de tudo isso.

Leia mais

O último fato que agitou os apocalípticos

O último fato que agitou os apocalípticos O último fato que agitou os apocalípticos Uma suposta Profecia Maia Distorções na Ideia de Paraíso Espiritualidade comprometida apenas com a prosperidade no aqui e agora. Em nome de uma esperança futura,

Leia mais

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA e SÃO LOURENÇO Em obediência à vossa palavra, lançarei as redes (Lc 5,5b)

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA e SÃO LOURENÇO Em obediência à vossa palavra, lançarei as redes (Lc 5,5b) Evangelho A palavra Evangelho significa: Boas Novas. Portando, não temos quatro evangelhos, mas quatro evangelistas que escreveram, cada um, conforme sua visão, as boas-novas de salvação, acerca do Senhor

Leia mais

A palavra APOCALIPSE vem do grego e significa REVELAÇÃO. O livro não revela o fim do mundo, mas trata-se de um livro sobre as revelações de Jesus

A palavra APOCALIPSE vem do grego e significa REVELAÇÃO. O livro não revela o fim do mundo, mas trata-se de um livro sobre as revelações de Jesus - Oi, dona Jurema, como vai? - Tudo bem, e o senhor? - Dona Jurema, a senhora que lê a Bíblia, do que mais gosta? - Ah! Gosto do Apocalipse. O meu entendimento é fraco, mas, esse livro me traz conforto

Leia mais

Esperança em um mundo mal Obadias 1-21. Propósito: Confiar em Cristo independente do mundo em que vivemos.

Esperança em um mundo mal Obadias 1-21. Propósito: Confiar em Cristo independente do mundo em que vivemos. Esperança em um mundo mal Obadias 1-21 Propósito: Confiar em Cristo independente do mundo em que vivemos. Introdução Obadias É o livro mais curto do Antigo Testamento. Quase nada se sabe sobre o autor.

Leia mais

UMA IDÉIA ERRADA: Não seremos. anjos, habitando numa nuvem flutuante, eternamente tocando flauta ou harpa.

UMA IDÉIA ERRADA: Não seremos. anjos, habitando numa nuvem flutuante, eternamente tocando flauta ou harpa. UMA IDÉIA ERRADA: Não seremos anjos, habitando numa nuvem flutuante, eternamente tocando flauta ou harpa. ONDE SERÁ O LAR ETERNO DOS REMIDOS? 1. Será num lugar real, pois, será habitado por pessoas reais.

Leia mais

Apostila Fundamentos. Batismo nas Águas. batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo... Mt 28:19

Apostila Fundamentos. Batismo nas Águas. batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo... Mt 28:19 Apostila Fundamentos Batismo nas Águas batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo... Mt 28:19 B a t i s m o n a s Á g u a s P á g i n a 2 Batismo nas Águas Este é outro passo que está

Leia mais

ELABORAÇÃO UMA LITURGIA. Adoração e Louvor Aula 10

ELABORAÇÃO UMA LITURGIA. Adoração e Louvor Aula 10 ELABORAÇÃO UMA LITURGIA Adoração e Louvor Aula 10 Os cânticos e hinos devem ser previamente escolhidos conforme o tema do culto, a mensagem e o momento litúrgico. Exemplo Prático: Liturgia do dia 01-12-2013

Leia mais

O CÂNON Sagrado compreende 46 Livros no ANTIGO TESTAMENTO e 27 Livros no NOVO TESTAMENTO.

O CÂNON Sagrado compreende 46 Livros no ANTIGO TESTAMENTO e 27 Livros no NOVO TESTAMENTO. Ao contrário do que parece à primeira vista, a Bíblia não é um livro único e independente, mas uma coleção de 73 livros, uma mini biblioteca que destaca o a aliança e plano de salvação de Deus para com

Leia mais

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER INTRODUÇÃO: Qualquer que seja meu objetivo, ler é a atividade básica do aprendizado. Alguém já disse: Quem sabe ler, pode aprender qualquer coisa. Se quisermos estudar a Bíblia,

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro?

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro? ...as religiões? Sim, eu creio que sim, pois não importa a qual religião pertença. O importante é apoiar a que tem e saber levá-la. Todas conduzem a Deus. Eu tenho minha religião e você tem a sua, e assim

Leia mais

Igreja Batista Fundamental Taguatinga/DF. Aula 5 - Justiça e Justificação

Igreja Batista Fundamental Taguatinga/DF. Aula 5 - Justiça e Justificação Domingo, 29/03/2009 Autor: Fábio Ramos A Recapitulação Igreja Batista Fundamental Taguatinga/DF Aula 5 - Justiça e Justificação 1 Visão Geral I) somos servos que servem evangelizando II) perdidos estão

Leia mais

Aspetos inclusivos e exclusivos na fé nova-apostólica

Aspetos inclusivos e exclusivos na fé nova-apostólica Igreja Nova Apostólica Internacional Aspetos inclusivos e exclusivos na fé nova-apostólica Depois de, na última edição, termos abordado os aspetos inclusivos e exclusivos no Antigo e no Novo Testamento,

Leia mais

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal Personal Commitment Guide Guia de Compromisso Pessoal Nome da Igreja ou Evento Nome do Conselheiro Telefone 1. Salvação >Você já atingiu um estágio na vida em que você tem a certeza da vida eterna e que

Leia mais

Porque Deus mandou construir o tabernáculo?

Porque Deus mandou construir o tabernáculo? Aula 39 Área da Adoração Êxodo 19:5~6 Qual o significado de: vós me sereis reino sacerdotal? Significa que toda a nação, não parte, me sereis reino sacerdotal, povo santo, nação santa. Israel era uma nação

Leia mais

Lição 07 A COMUNIDADE DO REI

Lição 07 A COMUNIDADE DO REI Lição 07 A COMUNIDADE DO REI OBJETIVO: Apresentar ao estudante, o ensino bíblico sobre a relação entre a Igreja e o Reino de Deus, para que, como súdito desse reino testemunhe com ousadia e sirva em amor.

Leia mais

#68. 10.21 Introdução à Escatologia

#68. 10.21 Introdução à Escatologia 10.21 Introdução à Escatologia #68 Daqui para frente, estamos entrando na parte escatológica da Bíblia. O que é escatologia? É o estudo das últimas coisas. Vivemos a época da Igreja, a qual terminará com

Leia mais

YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos

YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos 4.12) Quando você se arrepende dos seus pecados e crê

Leia mais

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ O BATISMO DO SENHOR JESUS CRISTO E O COMEÇO DE SEU MINIST ÉRIO Volume 03 Escola: Nome : Professor (a): Data : / / 5) VAMOS BRINCAR DE FORCA? Marque com um x na letra

Leia mais

Apocalipse 12:7~13 Nessa passagem, vemos o arcanjo Miguel em guerra com Satanás.

Apocalipse 12:7~13 Nessa passagem, vemos o arcanjo Miguel em guerra com Satanás. A quinta trombeta; o primeiro ai ( Apocalipse 9:1~12) #96r V.1; o quinto anjo tocou a sua trombeta, e vi uma estrela que do céu caíra sobre a terra; e foi-lhe dada a chave do poço do abismo Vi uma estrela

Leia mais

QUEM É JESUS. Paschoal Piragine Jr 1 31/08/2015

QUEM É JESUS. Paschoal Piragine Jr 1 31/08/2015 1 QUEM É JESUS Jo 1 26 Respondeu João: Eu batizo com água, mas entre vocês está alguém que vocês não conhecem. 27 Ele é aquele que vem depois de mim, e não sou digno de desamarrar as correias de suas sandálias

Leia mais

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha.

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha. O Plano da Salvação Contribuição de Pr. Oswaldo F Gomes 11 de outubro de 2009 Como o pecado entrou no mundo e atingiu toda a raça humana? [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo

Leia mais

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você!

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você! MANUAL Esperança Casa de I G R E J A Esperança Uma benção pra você! I G R E J A Esperança Uma benção pra você! 1O que é pecado Sem entender o que é pecado, será impossível compreender a salvação através

Leia mais

ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012

ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012 ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012 Mantendo-vos, portanto, firmes, tendo cingido os vossos rins com a verdade, vestindo a couraça da justiça e calçando os pés

Leia mais

Panorama Bíblico 24 Apocalipse O julgamento de Israel, parábola das dez virgens, e julgamento das nações.

Panorama Bíblico 24 Apocalipse O julgamento de Israel, parábola das dez virgens, e julgamento das nações. 11.16 O julgamento de Israel (Ezequiel 20:33-38 e Mateus 24) Na última aula paramos em Apocalipse 20:4; "então vi uns tronos; e aos que se assentaram sobre eles foi dado o poder de julgar...". Veremos

Leia mais

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT)

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) 11-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Em que sentido toda a vida de Cristo é Mistério? Toda a vida

Leia mais

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ http://cachorritosdelsenor.blogspot.com/ A páscoa Volume 29 Escola: Nome : Professor (a): Data : / / 11 Ola Filhotes, vocês sabem o que é páscoa e quando ela começou?

Leia mais

EXISTE O INFERNO? Introdução

EXISTE O INFERNO? Introdução EVANGELISMO PESSOAL EXISTE O INFERNO 1 EXISTE O INFERNO? Introdução A. Um dos temas religiosos mais carregados de emoção é o tema do Inferno. Que sucede depois da morte física? Há algo mais além do túmulo

Leia mais

Portanto, sempre existiu aqueles que eram de Deus, e aqueles que não eram de Deus, ou seja, os santos, e os pecadores.

Portanto, sempre existiu aqueles que eram de Deus, e aqueles que não eram de Deus, ou seja, os santos, e os pecadores. Santidade ao Senhor Antigo Testamento Ex 28:36 "Também farás uma lâmina de ouro puro e nela gravarás à maneira de gravuras de selos: Santidade ao Senhor." Novo testamento 1 Pe 1:15 "mas, como é santo aquele

Leia mais

Escola da Bíblia Rua Rio Azul, 200, Boa Viagem CEP: 51.030-050 Recife PE

Escola da Bíblia Rua Rio Azul, 200, Boa Viagem CEP: 51.030-050 Recife PE AS GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA LIÇÃO 07 O QUE A BÍBLIA DIZ A RESPEITO DA SALVAÇÃO INTRODUÇÃO Chegamos ao que pode ser o tópico mais importante desta série: a salvação. Uma pessoa pode estar equivocada

Leia mais

BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO

BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO O que é uma pessoa cristã? É a pessoa que acredita que o Deus vivo é revelado em e por meio de Jesus Cristo, que aceita Jesus Cristo como Senhor e Salvador, que

Leia mais

Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Ademir Ifanger

Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Ademir Ifanger Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Introdução Almejamos uma nova compreensão da espiritualidade, que nos impulsione a realizar o projeto integral de Deus, expressando assim genuína adoração (Jo 4.23-24).

Leia mais

E a besta... também é ele, o Oitavo. ...e caminha para a destruição. (Apocalipse 17:11) Pablo Alves

E a besta... também é ele, o Oitavo. ...e caminha para a destruição. (Apocalipse 17:11) Pablo Alves o Oitavo E a besta... também é ele, o Oitavo...e caminha para a destruição (Apocalipse 17:11) Pablo Alves Titulo original em português: O Oitavo Autor: Pablo Alves 2 a edição - Revisada e Corrigida 2 a

Leia mais

Bíblia Sagrada N o v o T e s t a m e n t o P r i m e i r a E p í s t o l a d e S ã o J o ã o virtualbooks.com.br 1

Bíblia Sagrada N o v o T e s t a m e n t o P r i m e i r a E p í s t o l a d e S ã o J o ã o virtualbooks.com.br 1 Bíblia Sagrada Novo Testamento Primeira Epístola de São João virtualbooks.com.br 1 Capítulo 1 1 O que era desde o princípio, o que temos ouvido, o que temos visto com os nossos olhos, o que temos contemplado

Leia mais

O SENHOR É A NOSSA BANDEIRA. William Soto Santiago Sábado, 28 de Fevereiro de 2015 Vila Hermosa -Tabasco México

O SENHOR É A NOSSA BANDEIRA. William Soto Santiago Sábado, 28 de Fevereiro de 2015 Vila Hermosa -Tabasco México O SENHOR É A NOSSA BANDEIRA William Soto Santiago Sábado, 28 de Fevereiro de 2015 Vila Hermosa -Tabasco México Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO http://www.cder.com.br

Leia mais

Lembrança da Primeira Comunhão

Lembrança da Primeira Comunhão Lembrança da Primeira Comunhão Jesus, dai-nos sempre deste pão Meu nome:... Catequista:... Recebi a Primeira Comunhão em:... de... de... Local:... Pelas mãos do padre... 1 Lembrança da Primeira Comunhão

Leia mais

PODEMOS VENCER A BATALHA ESPIRITUAL

PODEMOS VENCER A BATALHA ESPIRITUAL 1 PODEMOS VENCER A BATALHA ESPIRITUAL Zc 1 18 Tive outra visão e vi quatro chifres de boi. 19 Perguntei ao anjo que falava comigo: Que querem dizer estes chifres? Ele respondeu: Eles representam as nações

Leia mais

A BÍBLIA. Bíblia: do grego Biblion = Livro, Livro por excelência

A BÍBLIA. Bíblia: do grego Biblion = Livro, Livro por excelência Conhecendo a Bíblia A BÍBLIA Bíblia: do grego Biblion = Livro, Livro por excelência Divisão em capítulos: Stephen Langton, em 1227 e Cardeal Hugo de Sancto Caro, por volta de 1260. Divisão por versículos:

Leia mais

BATISMO E SANTA CEIA

BATISMO E SANTA CEIA BATISMO E SANTA CEIA INTRODUÇÃO (Seria interessante que neste dia houvesse a celebração de uma cerimônia batismal, ou então uma santa ceia...) O cristianismo é uma religião de poder! E o apóstolo S. Paulo

Leia mais

Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 17/03/2013 A QUEDA. Versículos para Decorar (Estamos usando a Bíblia na Nova Versão Internacional NVI)

Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 17/03/2013 A QUEDA. Versículos para Decorar (Estamos usando a Bíblia na Nova Versão Internacional NVI) Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 17/03/2013 A QUEDA Versículos para Decorar (Estamos usando a Bíblia na Nova Versão Internacional NVI) 1 - Sei que sou pecador desde que nasci, sim, desde

Leia mais

Um Catecismo Batista Livre

Um Catecismo Batista Livre Um Catecismo Batista Livre Paul V. Harrison* A palavra mais comum no Novo Testamento traduzida como ensinar é a palavra grega didasko, do qual se deriva a palavra didática. Outra palavra grega traduzida

Leia mais

SEMINARIO DE ESCATOLOGIA. III) Segunda vinda de Cristo ( Sinais da vinda ) I) INTRODUÇÃO A ESCATOLOGIA. 1- O que é Escatologia?

SEMINARIO DE ESCATOLOGIA. III) Segunda vinda de Cristo ( Sinais da vinda ) I) INTRODUÇÃO A ESCATOLOGIA. 1- O que é Escatologia? SEMINARIO DE ESCATOLOGIA INDICE I) Introdução à Escatologia II) Dispensações III) Segunda vinda de Cristo ( Sinais da vinda ) IV) Milênio de paz V) Juízo Final VI) Estado Perfeito I) INTRODUÇÃO A ESCATOLOGIA.

Leia mais

JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13

JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13 JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13 INTRODUÇÃO O Evangelho de João registra 7 afirmações notáveis de Jesus Cristo. Todas começam com Eu sou. Jesus disse: Eu sou o pão vivo

Leia mais

ESCATOLOGIA O MILÊNIO

ESCATOLOGIA O MILÊNIO PATMOS O MILÊNIO: INTERPRETAÇÕES Pr Luiz Sayão ESCATOLOGIA O MILÊNIO A ESCATOLOGIA BÍBLICA DIFERE DA ESCATOLOGIA SISTEMÁTICA - Existe tensão - O já e o ainda não - É prática e pouco curiosa ESCATOLOGIA

Leia mais

#98r. 11.10 As duas testemunhas pregam na terra e vão para o céu ( Apocalipse 11:1~14)

#98r. 11.10 As duas testemunhas pregam na terra e vão para o céu ( Apocalipse 11:1~14) 11.10 As duas testemunhas pregam na terra e vão para o céu ( Apocalipse 11:1~14) O cap.11 é considerado um capítulo de difícil entendimento, principalmente para identificar-se o período, dentro da Tribulação,

Leia mais

LIÇÃO TÍTULO TEXTO PRINCÍPIO VERSÍCULOS-CHAVE ALVOS

LIÇÃO TÍTULO TEXTO PRINCÍPIO VERSÍCULOS-CHAVE ALVOS TEMA CENTRAL Todos os direitos reservados por: MINISTÉRIO IGREJA EM CÉLULAS R. Ver. Antônio Carnasciali, 1661 CEP 81670-420 Curitiba-Paraná Fone/fax: (041) 3276-8655 trabalhoemconjunto@celulas.com.br edile@celulas.com.br

Leia mais

Capítulo 1 A perspectiva escatológica do Antigo Testamento

Capítulo 1 A perspectiva escatológica do Antigo Testamento Capítulo 1 A perspectiva escatológica do Antigo Testamento PARA ENTENDER CORRETAMENTE A ESCATOLOGIA BÍBLICA, é preciso vê-la como um dos aspectos integrantes de toda a revelação bíblica. A escatologia

Leia mais

Plano de salvação e História de salvação

Plano de salvação e História de salvação Igreja Nova Apostólica Internacional Plano de salvação e História de salvação O artigo que se segue aborda a questão de como a salvação de Deus se evidencia na realidade histórica. A origem do pensamento

Leia mais

Diferença entre arrebatamento e 2ª vinda de Jesus (continuação)

Diferença entre arrebatamento e 2ª vinda de Jesus (continuação) Diferença entre arrebatamento e 2ª vinda de Jesus (continuação) #72 Meu irmão, como está a sua disposição para ser transformado pela Palavra de Deus? Ninguém está aqui, se expondo a Palavra de Deus, simplesmente

Leia mais

Sete Trombetas (Lauriete)

Sete Trombetas (Lauriete) Sete Trombetas (Lauriete) Uma mistura de sangue com fogo A terça parte deste mundo queimará Eu quero estar distante, quero estar no céu Quando o anjo a primeira trombeta tocar Um grande meteoro vai cair

Leia mais

10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja

10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja 10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja Aula 53 A primeira vez que a Igreja é profetizada diretamente, está em Mateus: Mateus 16:13~18;... edificarei a minha igreja. V.18; no original

Leia mais

O NASCIMENTO DO SALVADOR

O NASCIMENTO DO SALVADOR Mensagem pregada pelo Pr Luciano R. Peterlevitz no culto de natal na Igreja Batista Novo Coração, em 20 de dezembro de 2015. Evangelho de Lucas 2.8-20: 8 Havia pastores que estavam nos campos próximos

Leia mais

O que é o batismo nas águas? Por que o fazemos? Como deve ser ministrado, quando e para quem?

O que é o batismo nas águas? Por que o fazemos? Como deve ser ministrado, quando e para quem? O Batismo nas Águas O que é o batismo nas águas? Por que o fazemos? Como deve ser ministrado, quando e para quem? É UMA ORDENANÇA DE JESUS O batismo é uma ordenança clara de Jesus para todo aquele que

Leia mais

SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!...

SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!... SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!...) A cada manhã 71 (A cada manhã as misericórdias se renovam...)

Leia mais

CATEQUESE Sua Santidade o Papa Bento XVI Praça de São Pedro Vaticano Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2012

CATEQUESE Sua Santidade o Papa Bento XVI Praça de São Pedro Vaticano Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2012 CATEQUESE Sua Santidade o Papa Bento XVI Praça de São Pedro Vaticano Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2012 Queridos irmãos e irmãs, No caminho do Advento a Virgem Maria ocupa um lugar particular como aquela

Leia mais

Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia. Você sabe que

Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia. Você sabe que Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia. Você sabe que este programa tem por objetivo estudar a Palavra de Deus, comentando detalhadamente os 1 seus diversos textos, no

Leia mais

Curso Bíblico Básico (Nível Médio) Parte VII

Curso Bíblico Básico (Nível Médio) Parte VII COMUNIDADE CRISTÃ ASSEMBLEIA DOS JUSTOS SISTEMA EDUCACIONAL BÍBLICO ECLESIÁSTICO DEPARTAMENTO DE CURSO BÍBLICO BÁSICO Curso Bíblico Básico (Nível Médio) Parte VII A Divindade do Senhor Jesus Este é o assunto

Leia mais

1ª Carta de João. A Palavra da Vida. Deus é luz. Nós somos pecadores. Cristo, nosso defensor junto a Deus

1ª Carta de João. A Palavra da Vida. Deus é luz. Nós somos pecadores. Cristo, nosso defensor junto a Deus 1ª Carta de João A Palavra da Vida 1 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e o que as nossas mãos apalparam da Palavra da Vida 2 vida esta que

Leia mais

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO ETERNIDADE DEUS PAI LOGUS ESPIRITO SANTO A TRINDADE 1Jo.5.7 LOGUS QUER DIZER PALAVRA OU VERBO SE REFERE AO FILHO NA ETERNIDADE I - SUA PRÉ-EXISTÊNCIA 1 - SUA EXISTÊNCIA

Leia mais

ESCATOLOGIA. A doutrina das últimas coisas

ESCATOLOGIA. A doutrina das últimas coisas ESCATOLOGIA A doutrina das últimas coisas Na escatologia inaugurada em Paulo... Já estamos experimentando algumas das bênçãos do futuro... Na escatologia inaugurada em Paulo... Já estamos experimentando

Leia mais

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus Ensino - Ensino 11 - Anos 11 Anos Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus História Bíblica: Mateus 3:13 a 17; Marcos 1:9 a 11; Lucas 3:21 a 22 João Batista estava no rio Jordão batizando as pessoas que queriam

Leia mais

ASSEMBLÉIA DE DEUS MINISTÉRIO DE MADUREIRA Cristologia

ASSEMBLÉIA DE DEUS MINISTÉRIO DE MADUREIRA Cristologia ASSEMBLÉIA DE DEUS MINISTÉRIO DE MADUREIRA Cristologia Pr. Erivelton Rodrigues Nunes Tema Indo Jesus para as bandas de Cesaréria de Felipe, perguntou a seus discípulos: Quem diz o povo ser o Filho do

Leia mais

EBD ADU 2011. Aulas sobre o Espírito Santo e você. Prefácio

EBD ADU 2011. Aulas sobre o Espírito Santo e você. Prefácio Aulas sobre o Espírito Santo e você. EBD ADU 2011 Prefácio 1. Quem é o Espírito Santo? 2. Os símbolos do Espírito Santo 3. O Espírito Santo e as Escrituras 4. Da criação até o nascimento de Jesus 5. Do

Leia mais

Igreja Batista Renovada de Boituva www.igrejabatista.boituvasp.com.br

Igreja Batista Renovada de Boituva www.igrejabatista.boituvasp.com.br 34 Lição 5 A Quem deve ser batizado? Antes de subir ao céu, o Senhor Jesus Cristo ordenou aos seus discípulos: E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o Evangelho a toda a criatura. Quem crê e for batizado

Leia mais

"Ajuntai tesouros no céu" - 5

Ajuntai tesouros no céu - 5 "Ajuntai tesouros no céu" - 5 Mt 6:19-21 Temos procurado entender melhor através das escrituras, o que Jesus desejou ensinar aos seus discípulos nesta sequência de palavras, e pra isso, estudamos algumas

Leia mais

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus (Mt 1, 18-24)

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus (Mt 1, 18-24) 4º DOMINGO DO ADVENTO (ANO A) 22 de Dezembro de 2013 Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus (Mt 1, 18-24) 18 Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Maria, sua mãe, estava desposada

Leia mais

HAMARTIOLOGIA A DOUTRINA DO PECADO

HAMARTIOLOGIA A DOUTRINA DO PECADO Pr. Jorge Luiz Silva Vieira P á g i n a 1 A origem do pecado: HAMARTIOLOGIA A DOUTRINA DO PECADO Deus não pode pecar Ele é Santo (I Pe 1.16; I Jo 1.5) e não pode ser tentado pelo mal e a ninguém tenta

Leia mais

LIÇÃO 01 CHAMADO PARA SER PROFETA A vocação e a vida de Jeremias Jeremias 1, 13

LIÇÃO 01 CHAMADO PARA SER PROFETA A vocação e a vida de Jeremias Jeremias 1, 13 LIÇÃO 01 CHAMADO PARA SER PROFETA A vocação e a vida de Jeremias Jeremias 1, 13 Exercícios para prática e discussão 1. Em que período e contexto Jeremias desenvolveu seu ministério? 2. Por que é importante

Leia mais

EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3. Evangelho de João Cap. 3. 1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus.

EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3. Evangelho de João Cap. 3. 1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus. EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3 LEMBRETE IMPORTANTE: As palavras da bíblia, são somente as frases em preto Alguns comentários explicativos são colocados entre os versículos, em vermelho. Mas é apenas com o intuito

Leia mais

Sumário. Prefácio...3. 1. As evidências da ressurreição de Cristo...5. 2. Se Jesus está vivo, onde posso encontrá-lo?...15

Sumário. Prefácio...3. 1. As evidências da ressurreição de Cristo...5. 2. Se Jesus está vivo, onde posso encontrá-lo?...15 1 Sumário Prefácio...3 1. As evidências da ressurreição de Cristo...5 2. Se Jesus está vivo, onde posso encontrá-lo?...15 Comunidade Presbiteriana Chácara Primavera Ministério de Grupos Pequenos Março

Leia mais

A CRUCIFICAÇÃO DE JESUS Lição 46

A CRUCIFICAÇÃO DE JESUS Lição 46 A CRUCIFICAÇÃO DE JESUS Lição 46 1 1. Objetivos: Mostrar que o Senhor Jesus morreu na cruz e foi sepultado. Ensinar que o Senhor Jesus era perfeito; não havia nada que o condenasse. Ensinar que depois

Leia mais

NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, REI DO UNIVERSO

NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, REI DO UNIVERSO Domingo XXXIV e último NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, REI DO UNIVERSO Solenidade LEITURA I 2 Sam 5, 1-3 «Ungiram David como rei de Israel» Leitura do Segundo Livro de Samuel Naqueles dias, todas as tribos

Leia mais

O ÚNICO REFÚGIO ETERNO. Quarta-feira, 17de abril de 2013. Buenos Aires, Argentina.

O ÚNICO REFÚGIO ETERNO. Quarta-feira, 17de abril de 2013. Buenos Aires, Argentina. Quarta-feira, 17de abril de 2013. Buenos Aires, Argentina. NOTA AO LEITOR Nossa intenção é fazer uma transcrição fiel e exata desta Mensagem, tal como foi pregada. Portanto, qualquer erro neste livreto

Leia mais

REFLEXÃO SOBRE O EVANGELHO E O APOCALIPSE DE SÃO JOÃO (PARÓQUIA DE SANTA SUZANA - ESCOLA SANTO AGOSTINHO)

REFLEXÃO SOBRE O EVANGELHO E O APOCALIPSE DE SÃO JOÃO (PARÓQUIA DE SANTA SUZANA - ESCOLA SANTO AGOSTINHO) REFLEXÃO SOBRE O EVANGELHO E O APOCALIPSE DE SÃO JOÃO (PARÓQUIA DE SANTA SUZANA - ESCOLA SANTO AGOSTINHO) Do autor JOÃO É CONHECIDO COMO O DISCÍPULO AMADO DE JESUS. Comemoramos a sua festa dia 27 de Dezembro.

Leia mais

O PLANO CONTRA LÁZARO

O PLANO CONTRA LÁZARO João 12 Nesta Lição Estudará... Jesus em Betânia O Plano Contra Lázaro Jesus Entra em Jerusalém Alguns Gregos Vão Ver Jesus Anuncia a Sua Morte Os Judeus Não Crêem As Palavras de Jesus Como Juiz JESUS

Leia mais