1 Das disposições preliminares

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1 Das disposições preliminares"

Transcrição

1 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CADASTRO RESERVA AOS ENCARGOS DE TRADUTOR E INTÉRPRETE DA LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS (LIBRAS), SUPERVISOR DE CURSO, ORIENTADOR, PROFESSOR E APOIO ÀS ATIVIDADES ACADÊMICAS E ADMINISTRATIVAS DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO PRONATEC, NO ÂMBITO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO DO SUL - IFMS CÂMPUS NOVA ANDRADINA. A Pró-Reitoria de Extensão e Relações Institucionais do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS), no uso de suas atribuições estatutárias e regimentais, torna público que estarão abertas no período de 15/04/2013 a 18/04/2013 as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado de cadastro reserva de servidores ativos, professores substitutos e/ou temporários, aposentados/inativos do IFMS, servidores públicos externos ao IFMS e não servidores, para atender ao Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego PRONATEC no âmbito do IFMS Câmpus Nova Andradina regidos pelas normas estabelecidas na lei nº /2011 e na Resoluções CD/FNDE nº. 04, de 16 de março de 2012 que estabelece orientações e diretrizes para a concessão de bolsas. 1 Das disposições preliminares 1.1 O presente instrumento tem como objetivo selecionar servidores ativos, professores substitutos e/ou temporários, aposentados/inativos do IFMS, servidores públicos externos ao IFMS e não servidores, para formação de cadastro reserva, interessados em atuar nos encargos de tradutor e intérprete da língua brasileira de sinais (LIBRAS) supervisor de curso, orientador, professor e apoio às atividades acadêmicas e administrativas do PRONATEC no Câmpus Nova Andradina do IFMS. 1.2 O processo seletivo simplificado realizar-se-á por meio de avaliação curricular comprovada e será organizado pela Coordenação-Geral do Programa (PROEX) em articulação com a Direção-Geral e a Coordenação Adjunta do PRONATEC no câmpus, que indicará a comissão examinadora encarregada de operacionalizar todo o processo.

2 1.3 O pagamento de bolsa aos profissionais que atuarão nos cursos do PRONATEC - IFMS Câmpus Nova Andradina obedecerá aos parâmetros contidos na Resolução CD/FNDE nº 04, de 16 de março de 2012, disponível em observado o limite de carga horária de dedicação semanal. 2 Do Programa 2.1 Instituído no dia 26 de outubro pela Lei nº /2011, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego - PRONATEC é um conjunto de ações do Governo Federal que visa à expansão e à democratização da oferta de cursos de educação profissional técnica de nível médio e de formação inicial e continuada à população brasileira por intermédio de uma série de subprogramas, projetos e ações de assistência técnica e financeira. 3 Do Encargo, Atribuições e Remuneração das Bolsas 3.1 Os profissionais selecionados para atuarem no PRONATEC serão remunerados na forma de concessão de bolsas em conformidade com o art. 9º da Lei nº de 26/10/2011, disponível em observando as seguintes condições: I - a carga horária semanal de dedicação ao Programa para profissionais que não pertencem ao quadro de servidores ativos e inativos das instituições da Rede Federal de EPCT ficará limitada a 20 horas semanais, salvo a função de professor, que ficará limitada a 16 horas (de 60 minutos) semanais; II - no caso de bolsista servidor ativo ou inativo do quadro permanente da Rede Federal ou de outra rede pública, a bolsa só poderá ser concedida mediante autorização do setor de recursos humanos da instituição à qual o servidor for vinculado; III - no caso de bolsista servidor da Rede Federal ou de outra rede pública descrito no subitem II desse item, a bolsa ficará limitada a um máximo de 20 horas semanais, salvo a função de professor, que ficará limitada a 16 horas (de 60 minutos) semanais; IV - na função de professor da Bolsa-Formação, o servidor ativo da carreira do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT), só poderá atuar e receber bolsa no limite da mesma carga horária regular que desempenha em sala de aula na instituição;

3 V O número de bolsistas e a carga horária de cada um deverão ser compatíveis com a quantidade de beneficiários da Bolsa-Formação do PRONATEC, conforme o 1º do art. 6º da resolução CD/FNDE nº 04, de 16 de março de Os profissionais bolsistas terão as seguintes atribuições no âmbito da Bolsa-Formação do PRONATEC: I - Tradutor e Intérprete de Libras a) mediar a comunicação entre surdos e ouvintes, surdos e surdos, surdos e surdos-cegos, surdos-cegos e ouvintes, por meio da Libras para a Língua Portuguesa oral e vice-versa; b) interpretar, em Língua Brasileira de Sinais/Língua Portuguesa, as atividades didáticopedagógicas e culturais desenvolvidas nos cursos PRONATEC ofertados pelo câmpus, de forma a viabilizar o acesso e aproveitamento dos conteúdos; c) participar de atividades extraclasse como palestras, cursos, jogos, encontros, debates e visitas, junto com a turma em que exerça a atividade como tradutor e intérprete; d) participar dos encontros de coordenação promovidos pelos coordenadores-geral e adjuntos e supervisores de curso; e) desenvolver outras atividades delegadas pela equipe PRONATEC do câmpus com vistas ao bom desempenho do ensino; e f) atuar no apoio à acessibilidade aos serviços e às atividades-fim nos cursos do PRONATEC. II - Supervisor de Curso: a) interagir com as áreas acadêmicas e organizar a oferta dos cursos em conformidade com o Guia PRONATEC de Cursos de Formação Inicial e Continuada e o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos; b) coordenar a elaboração das propostas de implantação dos cursos, em articulação com as áreas acadêmicas, e sugerir ações de suporte tecnológico, necessárias durante o processo de formação, prestando informações ao coordenador-adjunto; c) coordenar o planejamento de ensino; d) assegurar a acessibilidade para a plena participação de pessoas com deficiência; e) apresentar ao coordenador-adjunto, ao final do curso ofertado, relatório das atividades e desempenho dos estudantes; f) elaborar relatório sobre as atividades de ensino para encaminhar ao coordenador-geral ao final de cada semestre;

4 g) ao final do curso, adequar e sugerir modificações na metodologia de ensino adotada, realizar análises e estudos sobre o desempenho do curso; h) supervisionar a constante atualização, no SISTEC, dos registros de frequência e desempenho acadêmico dos beneficiários; i) fazer a articulação com a escola de ensino médio para que haja compatibilidade entre os projetos pedagógicos; e j) exercer as atribuições de apoio às atividades acadêmicas e administrativas e de orientador, quando necessário. III - Orientador: a) acompanhar as atividades e a frequência dos estudantes, atuando em conjunto com os demais profissionais para prevenir a evasão e aplicar estratégias que favoreçam a permanência; b) articular as ações de acompanhamento pedagógico relacionadas ao acesso, à permanência, ao êxito e à inserção sócio-profissional; c) realizar atividades de divulgação junto aos demandantes, apresentando as ofertas da instituição; d) promover atividades de sensibilização e integração entre os estudantes e equipes da Bolsa- Formação; e) articular ações de inclusão produtiva em parceria com as agências do Serviço Nacional de Emprego (SINE); e f) prestar serviços de atendimento e apoio acadêmico às pessoas com deficiência. IV - Professor: a) planejar as aulas e atividades didáticas e ministrá-las aos beneficiários da Bolsa-Formação; b) adequar a oferta dos cursos às necessidades específicas do público-alvo; c) registrar no SISTEC a frequência e o desempenho acadêmico dos estudantes; d) adequar conteúdos, materiais didáticos, mídias e bibliografia às necessidades dos estudantes; e) propiciar espaço de acolhimento e debate com os estudantes; f) avaliar o desempenho dos estudantes; e g) participar dos encontros de coordenação promovidos pelos coordenadores geral e adjunto.

5 V - Apoio às atividades acadêmicas e administrativas: a) apoiar a gestão acadêmica e administrativa das turmas; b) acompanhar e subsidiar a atuação dos professores; c) auxiliar os professores no registro da frequência e do desempenho acadêmico dos estudantes no SISTEC; d) participar dos encontros de coordenação; e) realizar a matrícula dos estudantes, a emissão de certificados e a organização de pagamentos dos bolsistas, entre outras atividades administrativas e de secretaria determinadas pelos coordenadores geral e adjunto; f) prestar apoio técnico em atividades laboratoriais ou de campo; g) prestar serviços de atendimento e apoio acadêmico às pessoas com deficiência; h) alimentação do sistema financeiro vigente, elaborar relatórios, elaborar as rotinas relativas a despesas e backup diário de dados; e i) outras atividades necessárias para o bom desempenho do ensino nas Bolsas-Formação do PRONATEC designadas pelo coordenador adjunto. 3.3 O desempenho das atividades poderá ocorrer nos três turnos diários, em qualquer dia da semana, incluindo sábados e domingos, dependendo das necessidades dos cursos O cumprimento dos horários das atividades dos encargos de supervisor de curso, orientador e apoio às atividades acadêmicas e administrativas serão preferencialmente no(s) horário(s) de oferta(s) do(s) curso(s), sendo que a carga horária semanal será distribuída proporcionalmente aos dias de realização do(s) mesmo(s). 3.4 As despesas decorrentes de deslocamento dos bolsistas (diárias, passagens e ajudas de custo) para ministrarem aulas teóricas e/ou práticas ou participarem de atividades previstas nas suas atribuições (item 3.2) serão de sua exclusiva responsabilidade. 3.5 Todas as atividades necessárias para o desempenho do encargo de professor (atividades de planejamento e recuperação, participação em reuniões e conselhos de classe, etc.) não serão remuneradas, conforme prevê a Resolução CD/FNDE nº 04/ A concessão de bolsas deste programa dar-se-á via FNDE, o que não constituirá vínculo empregatício e responsabilidade de remuneração por parte do IFMS.

6 3.7 - O pagamento das bolsas aos profissionais que atuarão no PRONATEC obedecerá aos seguintes valores por hora de trabalho: I - Tradutor e Interprete da Língua Brasileira de Sinais LIBRAS: o profissional receberá o equivalente à bolsa do Orientador, R$ 36,00 (trinta e seis reais por hora); II - Supervisor de curso: R$ 36,00 (trinta e seis reais por hora); III - Orientador: R$ 36,00 (trinta e seis reais por hora); IV - Professor: R$ 50,00 (cinquenta reais por hora); V - Apoio às Atividades Acadêmicas e Administrativas: R$ 18,00 (dezoito reais por hora). 3.8 O afastamento do bolsista das atividades referentes à Bolsa Formação implica no cancelamento da sua bolsa. 3.9 O vínculo do Tradutor e Interprete da Língua Brasileira de Sinais no programa está condicionado à permanência do estudante na turma O pagamento dos bolsistas está condicionado ao cumprimento das atribuições e à entrega dos documentos solicitados pelos chefia imediata e/ou coordenação nos prazos estabelecidos Os bolsistas estarão sujeitos à avaliação pedagógica e institucional realizada pela coordenação-geral do programa e coordenadores adjuntos, sendo o seu resultado fator determinante para a permanência, podendo o termo de concessão da bolsa ser cancelado, caso a produtividade e a qualidade do serviço não estejam atendendo aos critérios do programa. 4 Das Inscrições 4.1. As inscrições serão gratuitas e realizadas nos dias úteis no período compreendido entre 15 e 18 de abril de 2013, das de 08h às 11h e 13h às 17h, na Central de Relacionamento (CEREL) do Câmpus Nova Andradina situado na Rodovia MS 473 Km 23, Fazenda Santa Barbara, Nova Andradina/MS.

7 4.2 Os candidatos pertencentes ao quadro de docentes do IFMS só poderão atuar e receber bolsa no limite da mesma carga horária regular que desempenham em sala de aula na instituição. 4.3 Para os servidores do IFMS que já recebem bolsas provindas do FNDE (EAD/IFPR e e- Tec), será permitido atuar 5 horas semanais no PRONATEC. 4.4 É vedada a inscrição neste processo seletivo: de servidores do IFMS lotados em outros câmpus, de servidores afastados ou em licença com ônus para a Instituição, de servidores do IFMS que possuem cargo comissionado de direção (CD) e de profissionais bolsistas que atuaram no PRONATEC no âmbito do IFMS em e obtiveram avaliação inferior a 70%. 4.5 O candidato que não apresentar a documentação obrigatória completa ou deixar de apresentá-la no ato da inscrição será eliminado do processo seletivo. 4.6 Não haverá, sob qualquer pretexto, inscrição provisória, condicional, extemporânea ou com documentação incompleta, via procuração, nem via correspondência postal, fax ou Internet. 4.7 Não haverá reserva de vagas para pessoas portadoras de necessidades específicas, tendo em vista o previsto no 1º, do art. 37 do Decreto Federal nº 3.298/ É vedado o acúmulo, por um mesmo profissional, de bolsas de diferentes atribuições previstas no art. 12 desta da Resolução CD/FNDE nº 4, excetuando-se a de professor, sendo que 16 horas semanais é a carga horária máxima em atividades vinculadas à Bolsa Formação. 4.9 O candidato deverá preencher a ficha de inscrição, Anexo I, informando o encargo para o qual deseja se candidatar Para o encargo de professor, o candidato poderá candidatar-se em até 2 (duas) disciplinas (núcleo comum) ou até 2 (duas) áreas (núcleo específico), sendo uma ficha de inscrição por disciplina e uma ficha de inscrição por área.

8 4.11 A inscrição implica compromisso tácito, por parte do candidato, de aceitar as normas e condições estabelecidas neste Edital, em relação às quais não poderá alegar desconhecimento ou discordância No ato da inscrição o candidato deverá entregar a seguinte documentação em envelope identificado com seu nome e o encargo pretendido a que concorre: ficha de inscrição, Anexo I, devidamente preenchida e assinada cópia do documento de identidade e CPF currículo Lattes resumido devidamente documentado, respeitando a ordem dos itens apresentados na tabela de pontuação para análise do currículo dispostos no Anexo II termo de Disponibilidade (Anexo III) Será eliminado do processo seletivo, sem prejuízo das sanções penais cabíveis, o candidato que, em qualquer tempo: cometer falsidade ideológica com prova documental utilizar-se de procedimentos ilícitos, devidamente comprovados por meio eletrônico, estatístico, visual ou grafológico burlar ou tentar burlar quaisquer das normas definidas neste Edital dispensar tratamento inadequado, incorreto ou descortês a qualquer pessoa envolvida no Processo Seletivo; ou perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos relativos ao Processo Seletivo A coordenação adjunta do PRONATEC no câmpus coordenará o processo seletivo e não se responsabilizará pelas inscrições que forem recebidas fora do prazo estabelecido item Da Seleção e Classificação 5.1 O Processo Seletivo será efetivado por meio de análise de currículo. A análise de currículo será realizada por uma comissão examinadora composta por 3 (três) membros, designada pela Direção-geral do câmpus, que utilizará como instrumento de avaliação as tabelas de pontuação de encargos do Anexo II. 5.2 A seleção para os encargos do PRONATEC previstas neste edital obedecerá à ordem decrescente de pontuação obtida, conforme os critérios estabelecidos no Anexo II.

9 5.3 Para os candidatos que apresentarem títulos de formação acadêmica serão aceitos somente os que forem emitidos por instituições reconhecidas pelo MEC Para os candidatos que apresentarem títulos de formação de instrutor de Libras, em nível médio, serão aceitos somente os que forem emitidos por instituições de ensino superior ou credenciadas pela Secretaria de Estado de Educação. 5.4 Para efeito de homologação da inscrição serão considerados válidos apenas os candidatos que atendam aos requisitos mínimos constantes neste Edital. 5.5 Para efeitos de preenchimento das vagas presentes neste edital serão criadas duas listas: uma lista para cadastro de servidores ativos, professores substitutos/temporários, aposentados/inativos do IFMS e servidores públicos externos ao IFMS e outra lista geral para os candidatos externos, ambas para inscritos e homologados. 5.6 O preenchimento das vagas atenderá primeiramente à lista para cadastro de servidores ativos, professores substitutos/temporários, aposentados/inativos do IFMS e servidores públicos externos ao IFMS. Havendo sobra de vagas durante o processo classificatório, ou mesmo durante o decorrer do curso, serão feitas as convocações da lista geral. 5.7 Em caso de empate entre dois ou mais candidatos, terá preferência, para efeito de desempate, na ordem que se segue, o candidato que: obtiver maior pontuação em experiência profissional na área para a qual está concorrendo; tiver mais idade. 5.8 O resultado do processo seletivo será publicado no site do IFMS em prazo estabelecido no Anexo IV. 6 Das Vagas 6.1 O presente edital tem como objetivo a formação de cadastro reserva de interessados em atuar como tradutor e intérprete da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) supervisor de curso, orientador, professor e apoio às atividades acadêmicas e administrativas do PRONATEC no

10 Câmpus Nova Andradina. No anexo V encontram-se os cursos e as disciplinas que serão ofertados. 7 Do Gerenciamento do para os Encargos 7.1 A classificação para o cadastro de reserva não caracteriza obrigatoriedade para a realização das atividades pelo profissional e consequente recebimento de bolsa, a qual dependerá da demanda no câmpus e está condicionado ao fechamento de turmas. 7.2 O candidato aprovado para o encargo de professor que recusar ministrar qualquer disciplina na sua área de conhecimento será eliminado do cadastro e não poderá ser reintegrado durante a vigência dos cursos Caso o candidato seja convocado em caráter de convite para município vizinho ao local escolhido ou unidade remota, haverá obediência à ordem de classificação existente no cadastro reserva. Não haverá pagamento por deslocamento. 7.4 Para fins de convocação, o candidato habilitado deverá entregar na CEREL do Câmpus Nova Andradina os seguintes documentos: declaração da direção (chefia) / setor ao qual o servidor está vinculado e anuência do setor de recursos humanos, em papel timbrado da instituição, cujo modelo será disponibilizado pelo câmpus no momento da convocação. A obrigatoriedade desta documentação se aplica aos candidatos servidores termo de compromisso assinado, cujo modelo será disponibilizado pelo câmpus no momento da assunção ao encargo; cópia do comprovante de cumprimento das obrigações eleitorais, que pode ser obtido no site do Tribunal Superior Eleitoral, endereço eletrônico: cópia do comprovante de cumprimento das obrigações militares (sexo masculino); comprovante de endereço atualizado; e cópia de documento que conste os dados bancários (Banco, Agência e Conta Corrente apenas do Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal), não podendo ser conta poupança. 7.5 A qualquer tempo o profissional selecionado poderá requerer a exclusão do seu nome no cadastro de reserva à coordenação adjunta do PRONATEC no câmpus, mediante solicitação

11 por escrito e com antecedência mínima de 08 (oito) dias, evitando suspensão/interrupção das atividades acadêmicas. 8 Do Recurso 8.1 O recurso deverá ser impetrado pela parte interessada por meio de requerimento dirigido a Comissão Examinadora, no prazo de 1 (um) dia útil após a data de divulgação do resultado. O requerente deverá dar entrada na CEREL do IFMS Câmpus Nova Andradina, das 08h às 11h e das 13h às 17h. 8.2 O formulário de recurso encontra-se disponível no Anexo VI. 8.3 A comissão Examinadora tem o prazo de 1 (um) dia útil para analisar o recurso. O resultado do julgamento do recurso será comunicado ao interessado. 8.4 Serão indeferidos os recursos interpostos fora do prazo definido no Processo Seletivo Simplificado. 9 Do Cronograma 9.1 O Cronograma do Processo Seletivo Simplificado encontra-se no Anexo IV. 10 Da Validade 10.1 O presente Processo de Seleção Simplificada terá validade de 01 (um) ano a contar da data de publicação do presente Edital, podendo o prazo ser prorrogado por mais um ano Das Disposições Finais 11.1 É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar os resultados e demais publicações referentes a este edital Surgindo novas vagas durante o período de validade da presente seleção, os candidatos aprovados poderão ser aproveitados para a mesma função em que estão selecionados, observada a ordem de classificação e demais exigências normativas A carga horária mínima dos candidatos selecionados poderá ser alterada de acordo com a demanda dos cursos, considerando o número de estudantes matriculados Os candidatos selecionados serão regidos pela Resolução CD/FNDE nº 04 de 16/03/2012.

12 11.5 Quaisquer dúvidas ou informações suplementares poderão ser respondidas pela coordenação adjunta do PRONATEC através do com o título Dúvidas Processo Seletivo Simplificado Os recursos financeiros para gestão do Programa no IFMS serão provenientes de Termo de Cooperação firmado com o FNDE, conforme a Resolução CD/FNDE nº 04/ Os casos omissos e as situações não previstas no presente Edital serão analisados pela Coordenação-geral do PRONATEC juntamente com a Direção-Geral do Câmpus Nova Andradina e coordenação adjunta. Campo Grande - MS, 5 de abril de Isabella Saliba Pereira Pró-Reitora de Extensão e Relações Institucionais em exercício

13 ANEXO I EDITAL Nº 011/ PROEX/IFMS FICHA DE INSCRIÇÃO - IFMS CÂMPUS NOVA ANDRADINA 1 - Dados Pessoais (preenchimento obrigatório) Nome: Endereço Completo: Município: Data de Nascimento: / / Sexo: ( ) M ( ) F Identidade: Órg. Exp.: Emissão: / / CPF: SIAPE/Matrícula (somente servidores): Nacionalidade: Naturalidade: Tel. residencial: Celular: Dados Profissionais (preenchimento obrigatório) ( ) Servidor do IFMS ( ) Servidor público externo ao IFMS ( ) Não Servidor Unidade de lotação/atuação: Cargo: Data de Admissão: Carga Horária de Trabalho: h semanais; 3 - Encargo Pretendido (marque somente uma opção) Anexo V 3.1 ( ) Supervisor de curso Código do encargo: 3.2 ( ) Orientador (todos os cursos) Código do encargo: 3.3 ( ) Apoio às atividades acadêmicas e administrativas (gestão acadêmica) Código do encargo: 3.4 ( ) Apoio às atividades acadêmicas e administrativas (gestão financeira) Código do encargo: 3.5 ( ) Tradutor e Intérprete da Língua Brasileira de Sinais Código do encargo: 3.6 ( ) Professor (marque somente uma opção) ( ) Núcleo Comum Código do Curso: Disciplina: ( ) Núcleo Específico Código do Curso: Código da Área:, de 20. Candidato

14 ANEXO II A) TABELA DE PONTUAÇÃO PARA ANÁLISE DO CURRÍCULO DO TRADUTOR E INTÉRPRETE DE LIBRAS Critérios - Formação Acadêmica Valor unitário Valor máximo Total de de pontos de pontos Pontos 1. Pós-Graduação em qualquer área do ensino 4,0 pontos 4,0 pontos 2. Graduação em Letras/Libras ou em Letras: Libras/Língua Portuguesa ou em Curso Superior de Tradução e Interpretação, com 3,0 pontos 3,0 pontos habilitação em Libras/Língua Portuguesa. 3. Graduação em Letras/Língua Portuguesa 2,0 pontos 2,0 pontos 4. Graduação em Pedagogia 1,0 ponto 1,0 ponto Formação Profissional Obrigatória Valor unitário Valor máximo de pontos de pontos Curso de Educação Profissional de Nível Médio, na área de tradução e interpretação 2,0 pontos 2,0 pontos em Libras/Língua Portuguesa. 6. Curso de Extensão Universitária, ou de Formação Continuada promovido por instituições de ensino superior e instituições credenciadas por secretarias de educação, ou ainda de formação promovidas por organizações da sociedade civil representativas da comunidade surda, desde 1,0 ponto 2,0 pontos que o certificado seja convalidado por instituição de ensino superior ou secretarias de educação. Em qualquer caso, os cursos devem ser da área de tradução e interpretação em Libras/Língua Portuguesa, com pelo menos 120 horas de duração. 7. Certificado de Proficiência em Tradução e Interpretação de Libras/Língua Portuguesa, 1,0 ponto 1,0 ponto concedido pelo Ministério da Educação. Critérios Experiência Profissional Valor unitário Valor máximo

15 (últimos 3 anos) de pontos de pontos 8. Interpretação e Tradução em Libras/Língua Portuguesa na área do ensino 9. Interpretação e Tradução em Libras/Língua Portuguesa em áreas diferentes das do ensino 2,0 pontos por semestre 1,0 ponto por semestre 6,0 pontos 4,0 pontos 10. Participação em ações do Pronatec 5,0 pontos 5,0 pontos Total (máximo possível) 30,0 pontos B) TABELA DE PONTUAÇÃO PARA ANÁLISE DO CURRÍCULO DE SUPERVISOR DE CURSO Critérios - Formação Acadêmica Valor unitário de pontos Valor máximo de pontos Total de Pontos 1. Doutorado na área 4,0 pontos 4,0 pontos 2. Mestrado na área 3,0 pontos 3,0 pontos 3. Especialização na área 2,0 pontos 2,0 pontos 4. Graduação na área 1,0 ponto 1,0 ponto Critérios Experiência na Área de Educação (últimos 3 anos) Valor unitário de pontos Valor máximo de pontos Docência na educação profissional técnica de nível médio 1,5 pontos por ano 4,5 pontos 6. Docência na rede de educação básica e/ou superior (pública ou privada) 7. Ocupante de coordenação na área educacional 8. Exercício de cargo de carreira técnicoadministrativa na educação básica ou superior 1,0 ponto por ano 3,0 pontos 2 pontos por ano 6,0 pontos 0,5 ponto por ano 1,5 pontos 9. Participação em ações do Pronatec 5,0 pontos 5,0 pontos Total (máximo possível) 30,0 pontos

16 C) TABELA DE PONTUAÇÃO PARA ANÁLISE DO CURRÍCULO DE ORIENTADOR Critérios - Formação Acadêmica Valor unitário de pontos Valor máximo de pontos Total de Pontos 1. Doutorado na área 4,0 pontos 4,0 pontos 2. Mestrado na área 3,0 pontos 3,0 pontos 3. Especialização na área 2,0 pontos 2,0 pontos 4. Graduação na área 1,0 ponto 1,0 ponto Critérios Experiência na Área de Educação (últimos 3 anos) Valor unitário de pontos Valor máximo de pontos Experiência em orientação educacional 3,0 pontos por ano 9,0 pontos 6. Experiência em atividades de assistência 1,5 pontos por 4,5 pontos estudantil ano 7. Participação voluntária em programas de 0,5 ponto por 1,5 pontos educação inclusiva desenvolvidos pelo semestre Governo Federal. 8. Participação em ações do Pronatec Total (máximo possível) 5 pontos 5 pontos 30,0 pontos

17 D) TABELA DE PONTUAÇÃO PARA ANÁLISE DO CURRÍCULO DE APOIO ÀS ATIVIDADES ACADÊMICAS E ADMINISTRATIVAS GESTÃO ACADÊMICA Critérios - Formação Acadêmica Valor unitário de pontos Valor máximo de pontos Total de Pontos 1. Pós-Graduação: mínimo 360h 4,0 pontos 4,0 pontos 2. Curso de Graduação 3,0 pontos 3,0 pontos 3. Curso Técnico na área de atuação 2,0 pontos 2,0 pontos 4. Curso de capacitação na área de atuação, com carga horária mínima de 80 horas 1,0 ponto 1,0 ponto Critérios Experiência na Área de Educação (últimos 3 anos) 5. Experiência na área administrativa com ênfase em gestão acadêmica (Registro Acadêmico ou Secretaria Acadêmica ou Escolar). 6. Experiência na operacionalização de sistemas de gestão acadêmica do governo federal 7. Participação voluntária em programas de educação inclusiva desenvolvidos pelo Governo Federal Valor unitário de pontos 2,5 pontos por semestre 2,0 pontos por semestre 0,5 pontos por semestre Valor máximo de pontos 7,5 pontos 6,0 pontos 1,5 pontos 8. Participação em ações do Pronatec 5,0 pontos 5,0 pontos Total (máximo possível) 30,0 pontos

18 E) TABELA DE PONTUAÇÃO PARA ANÁLISE DO CURRÍCULO DE APOIO ÀS ATIVIDADES ACADÊMICAS E ADMINISTRATIVAS GESTÃO FINANCEIRA Critérios - Formação Acadêmica Valor unitário de pontos Valor máximo de pontos Total de Pontos 1. Pós-Graduação: mínimo 360h 4,0 pontos 4,0 pontos 2. Curso de Graduação 3,0 pontos 3,0 pontos 3. Curso Técnico na área de atuação 2,0 pontos 2,0 pontos 4. Curso de capacitação na área de atuação, com carga horária mínima de 80 horas 1,0 ponto 1,0 ponto Critérios Experiência na Área de Educação (últimos 3 anos) 5. Experiência na área administrativa com ênfase em gestão orçamentária e finanças. 6. Experiência na operacionalização de sistemas de gestão financeira/compras do governo federal 7. Participação voluntária em programas de educação inclusiva desenvolvidos pelo Governo Federal Valor unitário de pontos 2,5 pontos por semestre 2,0 pontos por semestre 0,5 ponto por semestre Valor máximo de pontos 7,5 pontos 6,0 pontos 1,5 pontos 8. Participação em ações do Pronatec 5,0 pontos 5,0 pontos Total (máximo possível) 30,0 pontos

19 F) TABELA DE PONTUAÇÃO PARA ANALISE DO CURRÍCULO DE PROFESSOR Critérios - Formação Acadêmica Valor unitário de pontos Valor máximo de pontos Total de Pontos 1. Doutorado na área 4,0 pontos 4,0 pontos 2. Mestrado na área 3,0 pontos 3,0 pontos 3. Especialização na área 2,0 pontos 2,0 pontos 4. Graduação na área 1,0 ponto 1,0 ponto Critérios Experiência na Área de Educação (últimos 3 anos) 4. Docência na educação profissional técnica de nível médio 5. Docência na rede de educação básica e/ou superior (pública ou privada) Valor unitário de pontos 2,0 pontos por ano 1,5 pontos por ano Valor máximo de pontos 6,0 pontos 4,5 pontos 6. Docência na educação inclusiva 1 ponto por ano 3,0 pontos 7. Exercício de cargo de carreira técnicoadministrativa na educação profissional técnica de nível médio, básico ou superior 0,5 ponto por ano 1,5 pontos 8. Participação em ações do Pronatec 5,0 pontos 5,0 pontos Total (máximo possível) 30,0 pontos

20 ANEXO III (Para uso exclusivo de candidatos que trabalham em Instituições Públicas ou Privadas) DECLARAÇÃO DE DISPONIBILIDADE Pela presente DECLARAÇÃO DE DISPONIBILIDADE, eu,,rg nº CPF nº, Matrícula SIAPE nº ocupante do cargo de do Quadro de Pessoal do(a) em exercício na(o), declaro ter disponibilidade para participação nas atividades no âmbito do PRONATEC, e que não haverá prejuízo à carga horária regular, conforme previsto no art. 9 da Lei nº , de 26/10/2011 e Resolução CD/FNDE nº 04, de 16/03/2012. DECLARO, sob minha inteira responsabilidade, serem exatas e verdadeiras as informações aqui prestadas, sob pena de responsabilidade administrativa civil e penal. Turno/Dias da Semana Manhã Tarde Noite HORÁRIOS DISPONÍVEIS 2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira Sábado, de de 20. Assinatura do candidato

21 ANEXO IV 05/04 Divulgação do Processo Seletivo Simplificado Site do IFMS (http://www.ifms.edu.br) 15 a 18/04 Inscrições Central de Relacionamento (CEREL) do Câmpus Nova Andradina das 08h às 11h e das 13h às 17h. 22/04 Resultado preliminar Site do IFMS (http://www.ifms.edu.br) 23/04 Prazo para interposição dos recursos Central de Relacionamento (CEREL) do Câmpus Nova Andradina das 08h às 11h e das 13h às 17h. 24/04 Divulgação do resultado final do Processo Seletivo Simplificado Site do IFMS (http://www.ifms.edu.br)

22 ANEXO V A) VAGAS PARA TRADUTOR E INTÉRPRETE DA LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS, SUPERVISOR, ORIENTADOR E APOIO ÀS ATIVIDADES ACADÊMICAS E ADMINISTRATIVAS Código do Encargo SC01 SC02 AP01 AP02 Encargo Curso Turno Local Supervisor de curso Supervisor de curso Apoio às atividades administrativa s e acadêmicas (gestão acadêmica) Apoio às atividades administrativa s e acadêmicas (gestão financeira) Instalador e Reparador de Redes de Computador es (FIC) Produtor de olerícolas (FIC) Todos Todos OE01 Orientador Todos LB01 Tradutor e intérprete da língua brasileira de sinais Instalador e Reparador de Redes de Computador es (FIC) Vespertino Núcleo de Tecnologias Educacionais e UFMS C.H. Semanal (*) 5 horas Vespertino A definir 5 horas Preferencial mente no horário do(s) curso(s) Preferencial mente no horário do(s) curso(s) Preferencial mente no horário do(s) curso(s) Vespertino IFMS e Unidades Remotas IFMS e Unidades Remotas IFMS e Unidades Remotas Núcleo de Tecnologias Educacionais e UFMS 10 horas 10 horas 10 horas Está condiciona da a carga horária semanal do curso, até 20 horas Requisitos Mínimos Formação superior na área do respectivo curso a ser ministrado. Formação superior na área do respectivo curso a ser ministrado. Ensino médio completo e experiência comprovada na área administrativa e acadêmica. Ensino médio completo e experiência comprovada na área administrativa e financeira. Graduação em Pedagogia, Serviço Social ou Psicologia. Graduação em Letras/Libras ou em Curso Superior de Tradução e Interpretação, com habilitação em Libras/Língua Portuguesa ou Ensino Médio Completo e: a) Curso de Educação Profissional de Tradução e Interpretação da Libras /Português /Libras reconhecidos pelo sistema que os credenciou ou b) Curso de Extensão Universitária para Tradutor Vagas

23 LB02 Tradutor e intérprete da língua brasileira de Produtor de olerícolas (FIC) Vespertino A definir Está condiciona da a carga horária e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais e Língua Portuguesa ou c) Curso de Formação Continuada para Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais e Língua Portuguesa promovidos por instituições de ensino superior e instituições credenciadas por Secretarias de Educação ou d) Cursos de formação promovidos por organizações da sociedade civil representativa s da comunidade surda, desde que o certificado seja convalidado por uma das instituições referidas no item c, ou e) Certificado de Proficiência em Tradução Interpretação de Libras/ Língua Portuguesa (PROLIBRAS) ou f) Curso de Libras com carga horária mínima de 120 horas ou g) Cursos na Área de Surdez. Graduação em Letras/Libras ou em Curso Superior de

24 sinais semanal do curso, até 20 horas Tradução e Interpretação, com habilitação em Libras/Língua Portuguesa ou Ensino Médio Completo e: a) Curso de Educação Profissional de Tradução e Interpretação da Libras /Português /Libras reconhecidos pelo sistema que os credenciou ou b) Curso de Extensão Universitária para Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais e Língua Portuguesa ou c) Curso de Formação Continuada para Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais e Língua Portuguesa promovidos por instituições de ensino superior e instituições credenciadas por Secretarias de Educação ou d) Cursos de formação promovidos por organizações da sociedade civil representativa s da comunidade surda, desde que o certificado seja convalidado por uma das

25 instituições referidas no item c, ou e) Certificado de Proficiência em Tradução Interpretação de Libras/ Língua Portuguesa (PROLIBRAS) ou f) Curso de Libras com carga horária mínima de 120 horas ou g) Cursos na Área de Surdez. * A carga horária mínima dos candidatos selecionados poderá ser alterada de acordo com a demanda dos cursos, considerando o número de estudantes matriculados. B) VAGAS PARA PROFESSORES CURSOS/UNIDADES REMOTAS Código do NA01 Curso: Instalador e Reparador de Redes de Computadores (FIC) curso: Local de realização do curso: Núcleo de Tecnologias Educacionais / UFMS. Rua da Saudade, 737 Turno: Vespertino Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Câmpus Nova Andradina Rodovia MS 134 KM 03 Código do NA02 Curso: Produtor de olerícolas (FIC) curso: Local de realização do curso: A definir Endereço: Turno: Vespertino NÚCLEO COMUM PARA TODOS OS CURSOS DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) Cursos Área de formação Disciplina C.H. Vagas Graduação em Letras Comunicação e Expressão 20 h Graduação em Matemática Aplicada 20 h Matemática ou Física. Graduação em Orientações para atuação profissional 12 h Psicologia Graduação em Administração, Serviço Social, Ética, Cidadania e Trabalho 16 h Psicologia, Filosofia ou Sociologia. Instalador e Reparador de Redes de Computadores; Produtor de olerícolas. Graduação em Administração, Tecnologia em Gestão Empreendedorismo 16 h

26 de Recursos Humanos ou Gestão Empresarial. NÚCLEO ESPECÍFICO PARA OS CURSOS DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC) E TÉCNICOS Curso Código da área Área de formação Disciplinas C.H. Vagas Instalador e Reparador de Redes de Computadores Produtor de Olerículas AF01 AF02 AF03 AF04 AF05 Graduação em Ciência da Computação, Engenharia da Computação, Sistemas de Informação, Análise de Sistemas, Tecnologia em Processamento de Dados ou áreas afins. Graduação em Engenharia da Computação, Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica ou áreas afins. Graduação em Engenharia Civil, Engenharia Metalúrgica, Técnico em Segurança do Trabalho ou áreas afins Graduação em Agronomia, Engenharia Agrícola ou áreas afins Graduação em Agronomia ou Engenharia Agrícola com especialização em Segurança do Trabalho Informática Básica 10 Introdução a Redes de 22 Computadores Montagem de Equipamentos de 20 Rede Cabeamento Estruturado 18 Planejamento e Projetos de Rede 22 de Computadores Instalação de Redes Locais 20 Eletricidade Básica 12 Segurança do Trabalho 12 Introdução à Olericultura 12 Influências dos fatores climáticos 8 Métodos de propagação de 14 hortaliças Nutrição mineral de hortaliças 18 Cultivo protegido 18 Hortaliças de folhas 16 Hortaliças de fruto 16 Hortaliças tuberosas 16 Gestão Rural na comercialização 10 de olerícolas Segurança nas operações agrícolas aplicadas a olericultura reserva reserva reserva 8 reserva

27 ANEXO VI Eu,, portador (a) do documento de identidade nº., SIAPE nº., inscrito (a) para concorrer como bolsista no âmbito do PRONATEC ao encargo de apresento recurso junto a esta Comissão Examinadora do PRONATEC. A decisão objeto de contestação é: (explicitar a decisão que está contestando). Os argumentos com os quais contesto a referida decisão são: Para fundamentar essa contestação, encaminho em anexo os seguintes documentos:, de de 20. Assinatura do candidato Recebido na Central de Relacionamento (CEREL) em / /20, às :. Por: RECURSO CONTRA O RESULTADO DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CADASTRO RESERVA DOS ENCARGOS DE SUPERVISOR DE CURSO, ORIENTADOR, PROFESSOR E APOIO ÀS ATIVIDADES ACADÊMICAS E ADMINISTRATIVAS DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO (PRONATEC) NO ÂMBITO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO DO SUL - IFMS CÂMPUS NOVA ANDRADINA. EDITAL Nº 011/ PROEX/IFMS. Candidato (a) Recebido em / / às Por:

3. REQUISITOS PARA PARTICIPAR DO PROCESSO SELETIVO

3. REQUISITOS PARA PARTICIPAR DO PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº 042/2012 - PROEX/IFMS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO INTERNO PARA TRADUTOR E INTÉRPRETE DA LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS (LIBRAS) PARA ATUAR NO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO

Leia mais

EDITAL Nº 043/2012 - PROEX/IFMS

EDITAL Nº 043/2012 - PROEX/IFMS EDITAL Nº 043/2012 - PROEX/IFMS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA O ENCARGO DE PROFESSOR PARA ATUAR NO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO (PRONATEC) NO ÂMBITO DO INSTITUTO FEDERAL

Leia mais

1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CAMPUS SÃO LUÍS CENTRO HISTÓRICO SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE SERVIDORES ATIVOS E INATIVOS DO IFMA PARA ATUAREM NO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - O Diretor

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 03, DE 03 DE JULHO DE 2015.

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 03, DE 03 DE JULHO DE 2015. O Diretor Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus Imperatriz-MA, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas no período de 01/07/2015 a 22/07/2015

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO Nº 05, DE 08 DE MARÇO DE 2012.

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO Nº 05, DE 08 DE MARÇO DE 2012. SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE SERVIDORES ATIVOS E INATIVOS DO IFMA PARA ATUAREM COMO PROFESSORES NOS CURSOS DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - PRONATEC O Diretor Pró-Tempore do Instituto

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 84, DE 23 DE JULHO DE

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 84, DE 23 DE JULHO DE O Diretor Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus São Luís Centro Histórico, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas no período de 24/07/2014

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL N 10, DE 30 DE JANEIRO DE 2013.

EDITAL INSTITUCIONAL N 10, DE 30 DE JANEIRO DE 2013. EDITAL INSTITUCIONAL N 10, DE 30 DE JANEIRO DE 2013. SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE SERVIDORES ATIVOS E INATIVOS DO IFMA PARA ATUAREM COMO PROFESSORES NOS CURSOS DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 04, DE 03 DE JULHODE 2015.

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 04, DE 03 DE JULHODE 2015. EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 04, DE 03 DE JULHODE 2015. O Diretor Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus Imperatriz - MA, no uso de suas atribuições, torna

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO IFMA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E RELAÇÕES INSTITUCIONAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO IFMA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E RELAÇÕES INSTITUCIONAIS EDITAL N 03, DE 07 DE MARÇO DE 2012. SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE SERVIDORES PARA ATUAREM NO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TECNICO E EMPREGO - PRONATEC A Diretora Pró-Tempore do Instituto Federal de

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 45, DE 06 DE AGOSTO DE 2013

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 45, DE 06 DE AGOSTO DE 2013 . O Diretor Pró-Tempore do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus AÇAILÂNDIA, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas no período de 06 a 15 de agosto

Leia mais

EDITAL Nº 02/2014 PRONATEC/IF SUDESTE MG - REITORIA

EDITAL Nº 02/2014 PRONATEC/IF SUDESTE MG - REITORIA EDITAL Nº 02/2014 PRONATEC/IF SUDESTE MG - Dispõe sobre a Chamada Externa Simplificada de Seleção para os encargos de Apoio às Atividades Acadêmicas e Administrativas, Professor/Instrutor de Curso, Supervisor

Leia mais

ELETRICISTA INSTALADOR PREDIAL DE BAIXA TENSÃO

ELETRICISTA INSTALADOR PREDIAL DE BAIXA TENSÃO O Diretor Geral Pró-Tempore do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus Pinheiro, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas nos dias 15, 16, 17, 23, 24

Leia mais

EDITAL Nº 03/2012 CAT/UFPI

EDITAL Nº 03/2012 CAT/UFPI SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL EDITAL Nº 03/2012 CAT/UFPI Teresina (PI), 24 de Maio de 2012. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL EDITAL Nº 03 /2012 SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE SERVIDORES ATIVOS E INATIVOS DO, VINCULADO À UFPI,

Leia mais

EDITAL Nº 09/2012 PROEX/PRONATEC/IFG

EDITAL Nº 09/2012 PROEX/PRONATEC/IFG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL Nº 09/2012 PROEX/PRONATEC/IFG PROCESSO

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 50, DE 27 DE AGOSTO DE

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 50, DE 27 DE AGOSTO DE O Diretor Geral Pró-Tempore do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus São Luís Centro Histórico, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas no período

Leia mais

EDITAL Nº 038 DE 13 DE AGOSTO DE 2014

EDITAL Nº 038 DE 13 DE AGOSTO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA, TECNICA E TECNOLÓGICA COLÉGIO TÉCNICO INDUSTRIAL DE SANTA MARIA EDITAL Nº 038 DE 3 DE AGOSTO DE 204 SELEÇÃO

Leia mais

EDITAL Nº 224, DE 24 DE SETEMBRO DE 2013

EDITAL Nº 224, DE 24 DE SETEMBRO DE 2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL Nº 224, DE 24 DE SETEMBRO

Leia mais

COORDENADORIA DE EXTENSÃO. Edital Nº 015/2013

COORDENADORIA DE EXTENSÃO. Edital Nº 015/2013 COORDENADORIA DE EXTENSÃO Edital Nº 015/2013 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA A SELEÇÃO DE BOLSISTA, NA MODALIDADE DOCENTE PARA O CURSO DE ESPANHOL APLICADO AO TURISMO PARA ATUAR NO PROGRAMA NACIONAL

Leia mais

EDITAL Nº 22, DE 21 DE MARÇO DE 2014

EDITAL Nº 22, DE 21 DE MARÇO DE 2014 EDITAL Nº 22, DE 21 DE MARÇO DE 2014 EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE APOIO ÀS ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS QUE SEJAM SERVIDORES ATIVOS E INATIVOS DA REDE FEDERAL QUE

Leia mais

EDITAL Nº 032/2013 PROEX/BF/PRONATEC/IFG

EDITAL Nº 032/2013 PROEX/BF/PRONATEC/IFG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL Nº 032/2013 PROEX/BF/PRONATEC/IFG PROCESSO

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 25, DE 12 DE AGOSTO DE 2013.

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 25, DE 12 DE AGOSTO DE 2013. EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 25, DE 12 DE AGOSTO DE 13. O Diretor Pró-Tempore do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus São João dos Patos, no uso de suas atribuições,

Leia mais

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES EDITAL Nº 041 /2012 - IFSERTÃO-PE DITAL Nº 042/2012 - PROEX/IFSERTÃO-PEEDITAL Nº 042/2012 - PROEX/IFSERTÃO-PEEDITALedital Nº 042/2012 - PROEX/IFSERTÃO-PE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA BOLSISTAS ORIENTADOR,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS ARACRUZ Avenida Morobá, 248 Morobá 29192-723 Aracruz 27 3256-0958

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS ARACRUZ Avenida Morobá, 248 Morobá 29192-723 Aracruz 27 3256-0958 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS ARACRUZ Avenida Morobá, 248 Morobá 29192-723 Aracruz 27 3256-0958 EDITAL INTERNO PRONATEC Campus Aracruz Nº 003/2013 SELEÇÃO INTERNA SIMPLIFICADA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO O Reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, IFRJ, no uso de suas atribuições legais, em consonância com a lei nº 12.513 de 26 de outubro de 2011, alterada pela lei

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO Nº 011/2014 CTT/UFPI

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO Nº 011/2014 CTT/UFPI SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ COLÉGIO TÉCNICO DE TERESINA EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO Nº 0/204 CTT/UFPI Teresina (PI), 06 de outubro de 204. SERVIÇO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS ARACRUZ Avenida Morobá, 248 Morobá 29192-723 Aracruz 27 3256-0958 EDITAL INTERNO CAMPUS ARACRUZ Nº03/2014 SELEÇÃO INTERNA SIMPLIFICADA

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO Nº 03/2014 PRONATEC CTF/UFPI

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO Nº 03/2014 PRONATEC CTF/UFPI SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ COLÉGIO TÉCNICO DE FLORIANO EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO Nº 03/2014 PRONATEC CTF/UFPI Floriano (PI), 06 de Março de 2014.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE TRADUTOR E INTÉRPRETE DA LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS LIBRAS, POR PRAZO DETERMINADO

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE TRADUTOR E INTÉRPRETE DA LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS LIBRAS, POR PRAZO DETERMINADO EDITAL Nº 01/2015, DE 20 DE JANEIRO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE TRADUTOR E INTÉRPRETE DA LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS LIBRAS, POR PRAZO DETERMINADO A SECRETARIA MUNICIPAL

Leia mais

EDITAL Nº 012/2015 PROEX/BF/PRONATEC/IFG PROCESSO DE SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA PARA BOLSISTAS - BOLSA-FORMAÇÃO/PRONATEC CÂMPUS SENADOR CANEDO

EDITAL Nº 012/2015 PROEX/BF/PRONATEC/IFG PROCESSO DE SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA PARA BOLSISTAS - BOLSA-FORMAÇÃO/PRONATEC CÂMPUS SENADOR CANEDO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL Nº 012/2015 PROEX/BF/PRONATEC/IFG PROCESSO

Leia mais

Organograma do Pronatec/CEDAF 2014

Organograma do Pronatec/CEDAF 2014 Organograma do Pronatec/CEDAF 2014 Supervisor Financeiro Coordenação Geral Apoio Administrativo Supervisor de TI Apoio Financeiro Orientador Pedagógico Apoio Administrativo Avaliação dos Cursos Coordenação

Leia mais

EDITAL Nº 02/2015 PRONATEC/IFPI

EDITAL Nº 02/2015 PRONATEC/IFPI EDITAL Nº 02/2015 PRONATEC/IFPI SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE BOLSISTAS PARA ATUAREM NA FUNÇÃO ADMINISTRATIVA DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO (PRONATEC) O Instituto Federal de Educação,

Leia mais

EDITAL Nº 11, DE 26 DE JUNHO DE 2014

EDITAL Nº 11, DE 26 DE JUNHO DE 2014 EDITAL Nº 11, DE 26 DE JUNHO DE 2014 EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE APOIO ÀS ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS QUE SEJAM SERVIDORES ATIVOS E INATIVOS DA REDE FEDERAL QUE

Leia mais

EDITAL PRONATEC/FASCS

EDITAL PRONATEC/FASCS EDITAL PRONATEC/FASCS A Fundação das Artes de São Caetano do Sul e o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, no uso da competência que lhe a lei, e considerando a Lei Federal n.º 12.513/2011;

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO EDITAL Nº 03/2015

PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO EDITAL Nº 03/2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA DE SAÚDE (Antiga Escola de Enfermagem de Natal da Universidade Federal do Rio Grande do Norte) PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO

Leia mais

EDITAL Nº 28/2013 CÂMPUS ARIQUEMES EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA BOLSA-FORMAÇÃO ESTUDANTE/PRONATEC TRADUTOR E INTÉRPRETE DE LIBRAS

EDITAL Nº 28/2013 CÂMPUS ARIQUEMES EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA BOLSA-FORMAÇÃO ESTUDANTE/PRONATEC TRADUTOR E INTÉRPRETE DE LIBRAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO- PRONATEC

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - PRONATEC EDITAL Nº 021/2012 CAMPUS JIPARANÁ

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Centro de Informática EDITAL N 01/2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Centro de Informática EDITAL N 01/2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Centro de Informática EDITAL N 01/2014 EDITAL DE SELEÇÃO PARA TUTOR A DISTÂNCIA DO CURSO DE FORMAÇÃO ALUNO INTEGRADO A Universidade Federal de Pernambuco, por meio do

Leia mais

EDITAL Nº 016/2013 - PROEX/IFMS

EDITAL Nº 016/2013 - PROEX/IFMS EDITAL Nº 016/2013 - PROEX/IFMS PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO PRONATEC CURSOS DE FORMAÇAO INICIAL E CONTINUADA (FIC) NO ÂMBITO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Leia mais

EDITAL Nº 026 / 2014 - IFSERTÃO-PE DITAL Nº 042/2012 - PROEX/IFSERTÃO-PE, EDITFSERTÃO-PE,Edital Nº 042/2012 - PROEX/IFSERTÃO-PE

EDITAL Nº 026 / 2014 - IFSERTÃO-PE DITAL Nº 042/2012 - PROEX/IFSERTÃO-PE, EDITFSERTÃO-PE,Edital Nº 042/2012 - PROEX/IFSERTÃO-PE EDITAL Nº 026 / 2014 - IFSERTÃO-PE DITAL Nº 042/2012 - PROEX/IFSERTÃO-PE, EDITFSERTÃO-PE,Edital Nº 042/2012 - PROEX/IFSERTÃO-PE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO SIMPLIFICADO DE CADASTRO RESERVA PARA BOLSISTA

Leia mais

EDITAL Nº 007/2013 PROEX/BF/PRONATEC/IFG

EDITAL Nº 007/2013 PROEX/BF/PRONATEC/IFG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL Nº 007/2013 PROEX/BF/PRONATEC/IFG PROCESSO

Leia mais

N o DE VAGAS PREVISTO* I Salvador Inglês 15 Francês 01 Espanhol 05 Italiano 02 V Santo Antônio de Jesus Inglês 06 Espanhol 01

N o DE VAGAS PREVISTO* I Salvador Inglês 15 Francês 01 Espanhol 05 Italiano 02 V Santo Antônio de Jesus Inglês 06 Espanhol 01 EDITAL UNEB Nº 051/2015 O Reitor da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), no uso de suas atribuições legais e regimentais, torna público, a abertura das inscrições para Seleção Pública Simplificada para

Leia mais

EDITAL Nº 11/2015 DIRETORIA DE EXTENSÃO IF SUDESTE MG CÂMPUS RIO POMBA

EDITAL Nº 11/2015 DIRETORIA DE EXTENSÃO IF SUDESTE MG CÂMPUS RIO POMBA EDITAL Nº 11/2015 DIRETORIA DE EXTENSÃO IF SUDESTE MG CÂMPUS RIO POMBA Dispõe sobre o Processo de Seleção Simplificada com vistas à seleção de bolsistas para atuarem na ação do Programa Bolsaformação do

Leia mais

EDITAL Nº 002/2013 PROEX/BF/PRONATEC/IFG

EDITAL Nº 002/2013 PROEX/BF/PRONATEC/IFG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL Nº 002/2013 PROEX/BF/PRONATEC/IFG PROCESSO

Leia mais

EDITAL Nº 075 / 2015 - IFSERTÃO-PE

EDITAL Nº 075 / 2015 - IFSERTÃO-PE EDITAL Nº 075 / 2015 - IFSERTÃO-PE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO SIMPLIFICADO PARA BOLSISTA APOIO ÀS ATIVIDADES ACADÊMICAS E ADMINISTRATIVAS- PERFIL APOIO ACADÊMICO, DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO

Leia mais

EDITAL Nº 98, DE 29 DE MAIO DE 2013

EDITAL Nº 98, DE 29 DE MAIO DE 2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL Nº 98, DE 29 DE MAIO DE

Leia mais

EDITAL Nº 016/2013 DG/IF SUDESTE MG

EDITAL Nº 016/2013 DG/IF SUDESTE MG EDITAL Nº 016/2013 DG/IF SUDESTE MG Dispõe sobre o Processo de Seleção para os encargos de Apoio Acadêmico e Administrativo e para formação de cadastro reserva para atuarem no Programa Bolsa-formação do

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO CAMPUS PORTO VELHO ZONA NORTE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO CAMPUS PORTO VELHO ZONA NORTE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO CAMPUS PORTO VELHO ZONA NORTE PROGRAMA DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - PRONATEC EDITAL

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA. . EDITAL Nº 029/PRONATEC MULHERES MIL CAMPUS BOA VISTA CENTRO SELEÇÃO EXTERNA SIMPLIFICADA DE BOLSISTAS PARA OCUPAR O ENCARGO DE PROFESSOR, SUPERVISOR E APOIO ÀS ATIVIDADES ACADÊMICA E ADMINISTRATIVA DO

Leia mais

EDITAL Nº 002/2015 - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS DO PRONATEC

EDITAL Nº 002/2015 - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS DO PRONATEC EDITAL Nº 002/2015 - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS DO PRONATEC O PRESIDENTE DA COMISSÃO, por meio da portaria 108, de 17 de agosto de 2015, do Campus Montanha do Instituto

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - PRONATEC EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO PRONATEC EDITAL Nº 045/2015 IFRO/CAMPUS JI-PARANÁ

PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - PRONATEC EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO PRONATEC EDITAL Nº 045/2015 IFRO/CAMPUS JI-PARANÁ EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO PRONATEC EDITAL Nº 045/2015 IFRO/CAMPUS JI-PARANÁ O Diretor Geral do Campus JI-PARANÁ, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia IFRO, no uso de

Leia mais

EDITAL Nº 127, DE 21 DE JUNHO DE 2013

EDITAL Nº 127, DE 21 DE JUNHO DE 2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL Nº 127, DE 21 DE JUNHO

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA Nº 1 PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROFESSORES FORMADORES PARA O PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO

CHAMADA PÚBLICA Nº 1 PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROFESSORES FORMADORES PARA O PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO CHAMADA PÚBLICA Nº 1 PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROFESSORES FORMADORES PARA O PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO A Coordenação Geral do Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio, no

Leia mais

E JAN EDITAL Nº 05, DE 16 DE MARÇO DE 2015.

E JAN EDITAL Nº 05, DE 16 DE MARÇO DE 2015. Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Câmpus Rio Grande E JAN EDITAL Nº 05, DE 16 DE MARÇO DE

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO NÚCLEO DE CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS - NUCSA DEPARTAMENTO ACADEMICO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL Nº 001/2014

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO NÚCLEO DE CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS - NUCSA DEPARTAMENTO ACADEMICO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL Nº 001/2014 PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO NÚCLEO DE CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS - NUCSA DEPARTAMENTO ACADEMICO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL Nº 001/2014 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA 1 A Fundação Universidade

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO EXTERNA SIMPLIFICADA DE BOLSISTAS DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E AO EMPREGO (PRONATEC)

PROCESSO DE SELEÇÃO EXTERNA SIMPLIFICADA DE BOLSISTAS DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E AO EMPREGO (PRONATEC) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROCESSO DE SELEÇÃO EXTERNA SIMPLIFICADA

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 67, DE 10 DE JULHO DE 2013

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 67, DE 10 DE JULHO DE 2013 O Diretor Pró-Tempore do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus Caxias, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas no período de 10/07/2013 a 25/07/2013

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 17, DE 01 DE OUTUBRO DE 2012

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 17, DE 01 DE OUTUBRO DE 2012 ATUAÇÃO NO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E O Diretor Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus Buriticupu, no uso de suas atribuições, torna público

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA EDITAL Nº 075/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES A DISTÂNCIA DO CURSO TÉCNICO EM TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS - CAMPUS PINHAIS Dispõe

Leia mais

EDITAL Nº 007/ 2013 DE 14 DE NOVEMBRO DE 2013

EDITAL Nº 007/ 2013 DE 14 DE NOVEMBRO DE 2013 EDITAL Nº 007/ 2013 DE 14 DE NOVEMBRO DE 2013 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSORES NOS CURSOS DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E AO EMPREGO O Diretor Geral do Instituto Federal

Leia mais

RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 46/2015 E REABERTURA DE INSCRIÇÕES

RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 46/2015 E REABERTURA DE INSCRIÇÕES PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE BOLSISTAS DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO PRONATEC, DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA IF FARROUPILHA RETIFICAÇÃO

Leia mais

MINUTA DO EDITAL Nº 01/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CADASTRADOR E ENTREVISTADOR DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA

MINUTA DO EDITAL Nº 01/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CADASTRADOR E ENTREVISTADOR DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA MINUTA DO EDITAL Nº 01/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CADASTRADOR E ENTREVISTADOR DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA O PREFEITO MUNICIPAL DE NOVA ANDRADINA, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições,

Leia mais

Edital Nº 003/ 2013 DE 03 DE ABRIL DE 2013

Edital Nº 003/ 2013 DE 03 DE ABRIL DE 2013 Edital Nº 003/ 2013 DE 03 DE ABRIL DE 2013 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSORES NOS CURSOS DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E AO EMPREGO PRONATEC O Diretor Geral do (IFPE) -

Leia mais

EDITAL 002/2012 DG/CAL/IFRN

EDITAL 002/2012 DG/CAL/IFRN MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CÂMPUS NATAL CIDADE ALTA Av. Rio Branco, 743, Cidade Alta, Natal/RN. Cep: 59025-002 Fone: (84) 4005-0950.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE EDUCAÇÃO - TERRITÓRIOS, EDUCAÇÃO INTEGRAL E CIDADANIA (TEIA) EDITAL 001/2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE EDUCAÇÃO - TERRITÓRIOS, EDUCAÇÃO INTEGRAL E CIDADANIA (TEIA) EDITAL 001/2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE EDUCAÇÃO - TERRITÓRIOS, EDUCAÇÃO INTEGRAL E CIDADANIA (TEIA) EDITAL 001/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO DE TUTORES PRESENCIAIS O Grupo Territórios, Educação Integral

Leia mais

EDITAL Nº 193, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2015

EDITAL Nº 193, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO Avenida Professor Mário Werneck, nº

Leia mais

SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIOS

SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIOS NÍVEL SUPERIOR REALIZAÇÃO: Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas U F S C a r EDITAL Nº 011/2012 O Pró-Reitor de Gestão de Pessoas da Universidade

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROFESSORES PARA ATUAR NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO SUBSEQUENTES DA REDE e-tec BRASIL

PROCESSO SELETIVO DE PROFESSORES PARA ATUAR NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO SUBSEQUENTES DA REDE e-tec BRASIL Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Câmpus Osório E JAN EDITAL Nº 06, DE 25 DE FEVEREIRO DE

Leia mais

Edital n.º 085/2013 PRONATEC Bolsa Formação Processo Seletivo Simplificado de Bolsistas

Edital n.º 085/2013 PRONATEC Bolsa Formação Processo Seletivo Simplificado de Bolsistas Edital n.º 085/2013 PRONATEC Bolsa Formação Processo Seletivo Simplificado de Bolsistas A SECTEC, por meio do Gabinete de Gestão de Capacitação e Formação Tecnológica GGCFT e da Coordenação Geral do Programa

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011 PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011 A Fundação de Educação Tecnológica e Cultural da Paraíba FUNETEC/PB, pessoa jurídica

Leia mais

EDITAL Nº 005/2015 PRONATEC IFMS

EDITAL Nº 005/2015 PRONATEC IFMS EDITAL Nº 005/2015 PRONATEC IFMS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO COMPLEMENTAR AO EDITAL 001/2015 PARA CADASTRO RESERVA DE BOLSISTAS INTERNOS E EXTERNOS PARA ENCARGOS DE SUPERVISOR DE CURSOS, APOIO ÀS ATIVIDADES

Leia mais

Edital EXTERNO nº 23/2014

Edital EXTERNO nº 23/2014 Edital EXTERNO nº 23/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA A SELEÇÃO DE BOLSISTAS, NA MODALIDADE DOCENTE E SUPERVISOR DE CURSO PARA UNIDADE REMOTA EM SÃO JOAQUIM DA BARRA-SP O Campus Barretos do Instituto

Leia mais

EDITAL Nº 006/2013 PROEX/BF/PRONATEC/IFG

EDITAL Nº 006/2013 PROEX/BF/PRONATEC/IFG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL Nº 006/2013 PROEX/BF/PRONATEC/IFG PROCESSO

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CARGO PROFESSOR TEMPORÁRIO EDITAL 008/ 03.09.

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CARGO PROFESSOR TEMPORÁRIO EDITAL 008/ 03.09. CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CARGO PROFESSOR TEMPORÁRIO EDITAL 008/ 03.09.2014 O Coordenador Geral do Núcleo de Ensino a Distância do Centro Federal

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS IMPERATRIZ

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS IMPERATRIZ EDITAL Nº 05, DE 12 DE ABRIL DE 2013 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFISSIONAIS TRADUTORES E INTÉRPRETES DA LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS - LIBRAS O Diretor Geral do Campus

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA EDITAL 072/2014 PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSORES AVALIADORES DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA - LATO

Leia mais

EDITAL Nº 100/2015 Referente ao Aviso Nº 066/2015, publicado no D.O.E. de 22.08.2015

EDITAL Nº 100/2015 Referente ao Aviso Nº 066/2015, publicado no D.O.E. de 22.08.2015 EDITAL Nº 100/2015 Referente ao Aviso Nº 066/2015, publicado no D.O.E. de 22.08.2015 O Reitor da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), no uso de suas atribuições legais e regimentais, torna público,

Leia mais

EDITAL Nº 02 28 2015 O DIRETOR GERAL PRO-TEMPORE

EDITAL Nº 02 28 2015 O DIRETOR GERAL PRO-TEMPORE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIADO SUL DE MINAS GERAIS CÂMPUS AVANÇADO CARMO DE MINAS Alameda Murilo Eugenio

Leia mais

Rua Otaviano Catilho Mendes, 355, São Borja - RS Fone/FAX: (55) 34310500

Rua Otaviano Catilho Mendes, 355, São Borja - RS Fone/FAX: (55) 34310500 PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE BOLSISTAS DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO PRONATEC, DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA IF FARROUPILHA EDITAL

Leia mais

Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância

Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância Edital n 05/2011 DEAD / IFMA Seleção Simplificada de

Leia mais

EDITAL CEAD/UDESC Nº 019/2013 - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO. PARA SELEÇÃO DE PROFESSOR PESQUISADOR I e II

EDITAL CEAD/UDESC Nº 019/2013 - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO. PARA SELEÇÃO DE PROFESSOR PESQUISADOR I e II EDITAL CEAD/UDESC Nº 09/203 - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA SELEÇÃO DE PROFESSOR PESQUISADOR I e II O Diretor Geral do CEAD - Centro de Educação a Distância da UDESC -, professor Marcus Tomasi, no

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO EDITAL DE EXTENSÃO Nº 037/2013 PROCESSO DE SELEÇÃO DE ESTUDANTE-BOLSISTA DO PROGRAMA DE EXTENSÃO - DIÁLOGOS TÉCNICA E ARTE: REFLEXÕES E AÇÕES PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA EM CULTURA. O Reitor

Leia mais

EDITAL Nº 038, DE 15 DE MARÇO DE 2013.

EDITAL Nº 038, DE 15 DE MARÇO DE 2013. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS EDITAL Nº 038, DE 15 DE MARÇO DE 2013. Dispõe sobre o processo

Leia mais

EDITAL Nº 002/2011 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE MATEMÁTICA

EDITAL Nº 002/2011 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE MATEMÁTICA EDITAL Nº 002/2011 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE MATEMÁTICA INSCRIÇÃO, SELEÇÃO E MATRÍCULA 1. INFORMAÇÕES GERAIS A direção da Faculdade de Ciências, Educação e Tecnologia de Garanhuns da Universidade

Leia mais

EDITAL Nº 049/2014 PROEX/BF/PRONATEC/IFG PROCESSO DE SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA PARA BOLSISTAS - BOLSA-FORMAÇÃO/PRONATEC CÂMPUS LUZIÂNIA

EDITAL Nº 049/2014 PROEX/BF/PRONATEC/IFG PROCESSO DE SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA PARA BOLSISTAS - BOLSA-FORMAÇÃO/PRONATEC CÂMPUS LUZIÂNIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL Nº 049/2014 PROEX/BF/PRONATEC/IFG PROCESSO

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Norte de Minas Gerais Diretoria de Educação a Distância

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Norte de Minas Gerais Diretoria de Educação a Distância Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Norte de Minas Gerais Diretoria de Educação a Distância EDITAL Nº 251 DE 09 DE OUTUBRO DE 2015. SELEÇÃO SIMPLIFICADA

Leia mais

Rua Otaviano Catilho Mendes, 355, São Borja - RS Fone/FAX: (55) 34310500

Rua Otaviano Catilho Mendes, 355, São Borja - RS Fone/FAX: (55) 34310500 PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE BOLSISTAS DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO PRONATEC, DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA IF FARROUPILHA EDITAL

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO SIMPLIFICADA Nº 06/2013 CTT/UFPI (REABERTURA)

EDITAL DE SELEÇÃO SIMPLIFICADA Nº 06/2013 CTT/UFPI (REABERTURA) SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ COLÉGIO TÉCNICO DE TERESINA EDITAL DE SELEÇÃO SIMPLIFICADA Nº 06/203 CTT/UFPI (REABERTURA) Teresina (PI), 0 de junho de 203.

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 16, DE 07 DE MAIO DE 2013

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 16, DE 07 DE MAIO DE 2013 O Diretor Pró-Tempore do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus Açailândia, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas no período de 07 a 20 de maio de

Leia mais

Primeiras Orientações

Primeiras Orientações PROCESSO SELETIVO DE PROFESSORES NO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO PRONATEC Primeiras Orientações Prezado candidato, seja bem vindo ao Processo Seletivo de Professores do PRONATEC.

Leia mais

EDITAL Nº 219, DE 23 DE SETEMBRO DE 2013

EDITAL Nº 219, DE 23 DE SETEMBRO DE 2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL Nº 219, DE 23 DE SETEMBRO

Leia mais

EDITAL Nº 17, DE 15 DE OUTUBRO DE 2014

EDITAL Nº 17, DE 15 DE OUTUBRO DE 2014 EDITAL Nº 17, DE 15 DE OUTUBRO DE 2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFISSIONAIS QUE ATUARÃO NO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - PRONATEC/MEC DA ESCOLA AGRÍCOLA

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA CAMPUS IRECÊ DEPARTAMENTO DE ENSINO COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA CAMPUS IRECÊ DEPARTAMENTO DE ENSINO COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA CAMPUS IRECÊ DEPARTAMENTO DE ENSINO COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA PROGRAMA DE MONITORIA DOS CURSOS INTEGRADOS, SUBSEQUENTES

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA Autorizada pelo Decreto Federal nº 77.496 de 27/04/76 Reconhecida pela Portaria Ministerial nº 874/86 de 19/12/86 Recredenciada pelo Decreto Estadual 9.271 de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS MOSSORÓ

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS MOSSORÓ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS MOSSORÓ Rua Raimundo Firmino de Oliveira, 400 - Ulrich Graff - Mossoró/RN - CEP: 59628-330 Fone:

Leia mais

EDITAL Nº 023/2014 PROEX/BF/PRONATEC/IFG PROCESSO DE SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA PARA BOLSISTAS - BOLSA-FORMAÇÃO/PRONATEC CÂMPUS INHUMAS

EDITAL Nº 023/2014 PROEX/BF/PRONATEC/IFG PROCESSO DE SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA PARA BOLSISTAS - BOLSA-FORMAÇÃO/PRONATEC CÂMPUS INHUMAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL Nº 023/204 PROEX/BF/PRONATEC/IFG PROCESSO

Leia mais

EDITAL Nº 02/2015 CTF/UFPI

EDITAL Nº 02/2015 CTF/UFPI SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ COLÉGIO TÉCNICO DE FLORIANO EDITAL Nº 02/20 CTF/UFPI Floriano (PI), 27 de novembro de 20. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense Campus Sapucaia do Sul

Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense Campus Sapucaia do Sul Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense Campus Sapucaia do Sul EDITAL n 69/ 2014 - SELEÇÃO EXTERNA TEMPORÁRIA DE PROFESSORES O Instituto Federal Sul-rio-grandense

Leia mais

EDITAL 01/2013 1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

EDITAL 01/2013 1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MEC SETEC PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 25, DE 29 DE AGOSTO DE 2013

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 25, DE 29 DE AGOSTO DE 2013 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO IFMA EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 25, DE 29 DE AGOSTO DE 13 SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE SERVIDORES ATIVOS E INATIVOS DO IFMA PARA ATUAREM

Leia mais

EDITAL Nº 01 22 2015 O DIRETOR GERAL PRO-TEMPORE

EDITAL Nº 01 22 2015 O DIRETOR GERAL PRO-TEMPORE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIADO SUL DE MINAS GERAIS CÂMPUS AVANÇADO CARMO DE MINAS Alameda Murilo Eugenio

Leia mais