Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social"

Transcrição

1 Instituto CSHG Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social Dezembro de 2014

2 FUMCAD Fundo Municipal da Criança e do Adolescente

3 Maneiras de direcionar seus recursos para o FUMCAD de Não Direcionada Direcionada por Eixo Direcionada por Projeto Escolhido Não há envolvimento do doador na aplicação das verbas As doações financiam projetos previamente aprovados e considerados relevantes pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) Há envolvimento parcial do doador na aplicação das verbas Para isso, basta escolher uma ou mais áreas de atuação, dentre as seis contempladas pelo FUMCAD São Paulo: Assistência, Cultura, Direitos Humanos, Educação, Esporte, Recreação e Lazer, Saúde. Há envolvimento do doador na aplicação das verbas Nessa opção, você pode escolher organizações e projetos específicos. Como o Fundo é municipal, você pode, inclusive, direcionar sua doação para outros municípios. Com a finalidade de proporcionar mais embasamento para a sua escolha, analisamos quase 30 projetos majoritariamente de mas que também englobam outros municípios. Desse modo, basta escolher quantos projetos desejar, já que não há limite no número de projetos ou municípios escolhidos. Há somente limite de dedução (até 6%), conforme explicado anteriormente. Dezembro de

4 Para projetos do FUMCAD de PASSO 1 PASSO 2 Acesse o site: Clique em doação. Dezembro de

5 Para projetos do FUMCAD de (cont.) PASSO 3 PASSO 4 Escolha a organização e o projeto de sua preferência. Após isso, insira os dados do doador e clique em confirmar Confira os dados da doação e clique em finalizar doação. Dezembro de

6 Para projetos do FUMCAD de (cont.) PASSO 5 PASSO 6 Escolha a opção de pagamento. Lembrando que o pagamento deve ser efetuado até o dia 30 de dezembro Caso tenha escolhido a opção Boleto Bancário, guarde uma cópia do Boleto. Independente da sua opção de pagamento, guarde a via original do comprovante de pagamento. Tais documentos servirão de comprovante junto à Receita Federal. Dezembro de

7 Para projetos do FUMCAD de (cont.) PASSO 7 Após concluir os passos anteriores, preencha o modelo da carta do lado, que também está disponível no site da CSHG e envie para o endereço descrito junto com o comprovante de pagamento. O FUMCAD irá enviar um recibo com os dados da sua doação. Caso isso não ocorra, entre em contato com o Fundo e solicite o recibo. Para projetos do FUMCAD outros municípios Para projetos do Fundo da Criança e do Adolescente de outros municípios, entre em contato com a organização responsável pelo projeto e solicite as diretrizes de doação. O contato das organizações está disponível na lâmina dos projetos e também pode ser obtida no site da organização. Dezembro de

8 Informações importantes Pessoa Física: o modelo completo de declaração de ajuste é obrigatório para o uso dos incentivos fiscais mencionados. Ainda que tenha imposto a restituir, você pode destinar parte de seu IR devido. Caso você tenha valor a restituir, o valor que foi destinado por meio de incentivos fiscais será adicionado a sua restituição, atualizado pela taxa Selic, nos mesmos termos dos valores restituídos aos contribuintes que utilizam o incentivo fiscal. Mesmo que seu IR seja retido na fonte todo mês, você pode fazer a destinação. Pessoa Jurídica: o regime de tributação por lucro real é obrigatório para o uso dos incentivos fiscais mencionados. Pessoa Física e Pessoa Jurídica: a prova da destinação é: No caso do FUMCAD: (1) a via original do comprovante de pagamento e (2) o envio da carta de direcionamento. No caso do PRONON, PRONAS, ESPORTE, IDOSO e ROUANET: (1) a via original do comprovante pagamento e o (2) recibo emitido pela organização. Dezembro de

9 O investimento em determinados ativos financeiros pode sujeitar o investidor a significativas perdas patrimoniais. Ao investidor cabe a responsabilidade de informar-se sobre eventuais riscos, previamente à tomada de decisão sobre investimentos. Este material não deve substituir o julgamento independente dos investidores. Ao cliente caberá a decisão final, sob sua única e exclusiva responsabilidade, acerca dos investimentos e alocações mencionados neste material. Este material não pode ser copiado, reproduzido ou distribuído sem a expressa concordância da CSHG. Credit Suisse Hedging-Griffo Rua Leopoldo Couto de Magalhães Jr., º andar SP Brasil Atendimento a Clientes DDG: Ouvidoria DDG:

10 Instituto CSH Credit Suisse Hedging-Griffo Relatório de projetos analisados Incentivos Fiscais 2014 FUMCAD

11 FUMCAD - Fundo Municipal da Criança e do Adolescente Instituto CSH Credit Suisse Hedging-Griffo

12 FUMCAD Nome do projeto Valor total Valor per capita mensal Eixo de atuação do projeto Ação Comunitária Jovens em Ação R$ R$ 60,39 Educação 4 Apae Diagnóstico - Quebrando Paradigmas R$ R$ 44,81 Saúde 5 Arrastão Elos Contra a R$ R$ 22,12 Assistência 6 Casa do Zezinho Toca, Zezinho! R$ R$ 68,68 Cultura 7 Ceap Conectados com um futuro melhor R$ R$ 291,00 Educação 8 Ciam Capacitação familiar R$ R$ 66,42 Saúde 9 Cidade Escola Aprendiz A escola e a cultura local R$ R$ 707,03 Educação 10 Cip - Lar das Crianças Arte e expressão R$ R$ 175,03 Cultura 11 Dorina Nowill Brincar sem fronteiras R$ R$ 188,44 Educação 12 Fazendo História Ampliando e replicando conhecimentos R$ R$ 74,51 Assistência 13 Fé e Alegria Crianças e adolescentes em ação R$ R$ 111,79 Educação 14 Julita Centro de Esporte R$ R$ 18,89 Esporte 15 Graacc Tratamento intensivo R$ R$ 424,94 Saúde 16 Guri Guri - Polo Areias R$ R$ 41,63 Cultura 17 Hospital Pequeno Príncipe Pelo Direito à Vida R$ R$ 53,18 Saúde 18 Instituto Rogerio Steinberg Desenvolvendo Talentos R$ R$ 180 Educação 19 Liga Solidária Arte e Movimento R$ R$ 58,88 Cultura 20 Mão Amiga Bolsas de Estudo R$ R$ 474,60 Educação 21 Parceiros da Educação A Cultura de Paz e a Educação Emocional R$ R$ 6,21 Educação 22 Proa ProProfissão 2014 R$ R$ 451,84 Educação 23 Pró-Saber Educação Integral R$ R$ 669,38 Educação 24 Santa Cruz Esporte, Cultura e Lazer R$ R$ 85,56 Educação 25 Santa Fé Fortalecendo Famílias R$ R$ 227,75 Assistência 26 Saúde Criança Atendimento multidisciplinar R$ R$ 456,06 Assistência 27 Sou da Paz Novas tecnologias para antigos dilemas R$ R$ 400 Direitos Humanos 28 Tomie Ohtake Curso de Formação de Mediadores R$ R$ 627 Cultura 29 Tucca Tratamento de excelência do diagnóstico R$ R$ 1.175,46 Saúde 30 Verdescola Verde Educação R$ R$ 643,55 Educação 31 Página

13 Ação Comunitária Educação 1964 S N Organização de luta contra a exclusão social por meio do trabalho de desenvolvimento comunitário, cursos profissionalizantes e programas de educação integral em bairros de alta vulnerabilidade. R$ R$ Bradesco Pinheiro Neto Advogados Canais Globosat BB Mapfre Projeto: Jovens em Ação Educação R$ pessoas R$ 60, crianças e adolescentes de 6 a 18 anos, 96 educadores, 28 líderes de comunidade e gestores de programas sociais, 4 organizações sociais, 9 centros da criança e do adolescente, 1 centro de juventude, 36 educadores escolares e 2 escolas publicas. Atuar nos eixos de desenvolvimento comunitário, formação de educadores e educação multidisciplinar integral para crianças e adolescentes. As atividades de contraturno escolar foram organizadas pedagogicamente a partir da definição dos pilares da educação da UNESCO, sendo divididos em: (1) Entre 6 a 14 anos: direito ao lúdico (com jogos simbólicos, jogos de regras, brinquedos e brincadeiras populares), direito à cultura (atividades de música, dança, teatro, capoeira, artes visuais), direito à informação (rodas de leitura, informática educativa, educomunicação produção de conteúdo para radio, vídeo, e jornal) e direito à participação (roda de conversa, fóruns, cartografia); (2) Entre 15 a 18 anos: direito à aprendizagem cognitiva (leitura, jogos teatrais, jogos de matemática e raciocínio lógico), direito à informação (pesquisa, linguagem digital, tour ao centro de ), direito à participação (contrato de convivência, grupos de diálogo, conhecendo o território, fóruns), direito ao trabalho decente (plano de futuro profissional, visita à empresa, simulado do processo seletivo); (3) Atividades intergeracionais para a qualificação do convívio familiar e comunitário (promover o diálogo intergeracional, espaços de acolhimento, a integração e formação entre adolescentes, familiares e moradores da comunidade de diversas idades); (4) Atividades com a escola (objetivo de estreitar a relação da instituição com a comunidade e com as famílias, colaboração e mutuo enriquecimento das partes no processo educativo, eliminação de barreiras de preconceitos raciais e sociais, etc.); (5) Sistematização e avaliação (interna, externa, processamento e publicação). Todas as atividades estão estruturadas pedagogicamente de forma a impactarem as avaliações públicas baseadas no PISA. 4

14 n Apae Saúde 1961 S N Atendimento para deficientes intelectuais, crianças e adolescentes, de todas as regiões de, atuando na prevenção, inclusão, geração e difusão do conhecimento, e defesa e garantia de direitos. R$ R$ Banco Safra Bauducco Bradesco Chevron, Gianni Havaianas Instituto CSHG Itaú Mapfre Seguros White Martins Projeto: Diagnóstico - Quebrando Paradigmas Saúde R$ 44,81 (24 meses) Crianças e adolescentes de 0 a 18 Garantir acesso ao diagnóstico da deficiência intelectual para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, investigando as causas da deficiência e oferecendo apoio clínico aos atendidos pelos serviços regulares da Organização. Dado o significativo aumento da demanda pelos serviços de atendimento ambulatoriais da APAE, foram definidos protocolos específicos de intervenção para cada especialidade envolvida no diagnostico. As etapas são: (1) Realização do diagnóstico: triagem inicial de compatibilidade com o foco do projeto e posterior encaminhamento para o psicodiagnóstico; (2) Investigação diagnóstica: consultas da investigação da causa etiológica da Deficiência, redução do tempo de diagnóstico e fechamento do diagnóstico da DI - deficiência intelectual. A importância do diagnóstico inicial certeiro permite não só evitar algumas deficiências, como também adequar o tratamento desde cedo, melhorando a qualidade de vida no futuro. Espera-se realizar 100% da triagem dos pacientes na lista de espera do ambulatório e as consequentes derivações de atendimento especializado. 5

15 Arrastão Assistência e Educação 1968 S N Organização de acolhimento e suporte a famílias que vivem em condição de pobreza. Esse trabalho é feito junto com estas famílias e dão origem aos programas que oferecem nas áreas de educação, cultura, geração de renda, habitação e qualidade de vida. R$ R$ Prefeitura de Banco Indusval Multistock Abrinq Fama Investimentos Agem Administração de Bens Próprios Projeto: Elos Contra a Assistência R$ R$ 22,12 Crianças e adolescentes de 1 a 18 anos Melhoria das condições básicas de saúde, qualidade de vida para os beneficiários e suas famílias. Fortalecimento dos vínculos afetivos familiares por meio da promoção de brincadeiras, diminuição dos conflitos dialogando, baseados em princípios éticos e valores essenciais. Elevação da autoestima da criança e do adolescente. Assistência na capacitação laboral do adolescente e fortalecimento da presença familiar nas suas escolhas. As ações estão divididas em cinco eixos regulamentares: (1) Bem estar: Quatro dias ao longo do ano com ações preventivas e de préatendimento e encaminhamento para diversas áreas da saúde; (2) Auto Estima: dois sábados no ano com atividades ligadas à melhoria da autoimagem; (3) Diálogo: Assembleias bimestrais temáticas com os familiares das crianças e adolescente; (4) Universo Lúdico: 20 encontros anuais na brinquedoteca para promover momento de convívio saudável e lúdico entre pais e filhos (1 até 8 anos); (5) Oportunidades: feira anual de emprego apresentando as oportunidades do mercado e orientando para a criação do primeiro currículo a inclusão em bancos de emprego. O alto grau de envolvimento familiar permite que o benefício não seja absorvido unicamente pela criança ou jovem, mas também pela família como núcleo. Melhorando as dinâmicas familiares desde a sua base, e incrementando a qualidade de vida por meio do exercício dos direitos humanos e civis, o benefício do trabalho se estende para a comunidade como um todo. 6

16 Casa do Zezinho Assistência, Cultura e Educação S N Trabalho com crianças e adolescentes que vivem abaixo da linha da miséria, moradoras de bairros próximos onde são envolvidos em atividades de educação, arte, cultura e formação geral e em oficinas de capacitação profissional. R$ R$ Ambev Instituto CSHG Deutsche Bank Telefônica Instituto HSBC Instituto Península Instituto Renault Nestlé Nike Projeto: Toca, Zezinho! Cultura R$ R$ 68,68 Crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos Criar condições, por meio da educação, para que meninos e meninas de baixa renda possam ter autonomia de pensamento, de ação e capacidade de escolher conscientemente seus próprios caminhos e projetos de vida, atuando como agentes de transformação social. O projeto abarca ensino de instrumentos musicais, canto coral e musicalização infantil, atingindo assim toda a faixa etária existente na Casa do Zezinho. O ensino proposto terá como base de repertório a música brasileira clássica e folclórica, além do repertório clássico internacional mais popularizado. Cada aluno terá 4hs de aula por semana: 2hs de aula do instrumento escolhido, 1hr para o naipe (grupo de alunos do mesmo instrumento), e 1hs de ensaio geral (com orquestra, grupos menores ou coral). Todos os alunos realizarão apresentações para a comunidade. O projeto também contempla a realização de apresentações dos alunos para a comunidade e a realização de concertos e recitais em escolas, assim como a interação com ouras formas de manifestação artística como dança, teatro, música, etc. Isto permite a ampliação dos horizontes culturais da comunidade e o aumento de oferta deste tipo e atividades para quem está fora e dentro do projeto. Espera-se formar 250 participantes do estágio iniciante, tocando duas músicas ao final de seis meses; 125 participantes do estágio intermediário, tocando repertório diversificado, com mais de seis músicas ao final de seis meses; 125 participantes do estágio avançado, tocando repertório de orquestra, ao final de seis meses; 4 apresentações para 150 pessoas com a participação de todos os alunos; e 6 apresentações externas para 200 pessoas (por apresentação) realizadas pelos alunos avançados. 7

17 Ceap Educação 1985 S N Escola profissionalizante gratuita, sem fins lucrativos, localizada na região da Pedreira, zona sul da cidade de. Oferece cursos técnicos e profissionalizantes para jovens entre 10 e 18 anos que estejam matriculados no ensino regular do 6o ano do ensino fundamental ao 3o ano do ensino médio. R$ R$ Instituto Carlyle Brasil Cargill Agrícola Prada Grupo Comolatti Nazca Cosméticos Ultrafarma Saúde Instituto CSHG Projeto: Conectados com um futuro melhor - formação e qualificação profissional em informática básica e aplicada a adolescentes da Pedreira. Educação R$ R$ 291 Adolescentes entre 13 e 18 anos Curso de formação e qualificação profissional em informática básica e aplicada para adolescentes moradores do Bairro Pedreira, Zona Sul. Desenvolvimento de dois cursos de formação e qualificação profissional voltados para o segmento de informática: curso de Auxiliar em Informática e Informática Aplicada. Ambos os cursos possuem disciplinas em comum: Relações Humanas e Ciências sociais, Formação Cidadã, Português, Matemática, Inglês Técnico, Laboratórios de Ciências e Computação e Educação física. O primeiro curso é orientado a adolescentes com menor grau de conhecimento sobre o tema, portanto suas disciplinas diferenciadas incluem Introdução à informática, digitação, e aplicações de computação na empresa (noções de contabilidade e finanças). O segundo curso é direcionado para adolescentes que têm um conhecimento mais apurado sobre as ferramentas de informática, oferecendo conteúdos de eletrônica básica, acionamento automático de dispositivos, noções de programação, sistemas operacionais e aplicações, e noções de administração. Além de outorgar formação em informática, o intuito da formação cidadã é incidir positivamente sobre as notas e assiduidade dos atendidos na educação formal regular, acompanhados por tutorias individuais realizadas junto a cada atendimento mensalmente. A organização procura também envolver os pais dos atendidos na educação de seus filhos, tornando-os cônscios da educação destes, por meio d palestras mensais de orientação familiar. 8

18 Ciam Assistência, Educação Saúde 1959 S N Sociedade de natureza educacional, cultural, beneficente e filantrópica, que promove a inclusão social de crianças, adolescentes e adultos com deficiência intelectual. A entidade trabalha para o desenvolvimento destas pessoas, desde o nascimento até a terceira idade, sem distinção de raça ou religião. R$ R$ CIP Congregação Israelita Paulista CSN - Companhia Siderúrgica Nacional Beneficente Elijass Gliksmanis Filantrópica Arymax Szajman Holdings (Banco VR) Projeto: Capacitação familiar nos cuidados voltados para a saúde e a integração social do recém-nascido prematuro Saúde R$ R$ 66,42 Famílias de bebês prematuros de baixo peso e morbidade no parto. Formar as famílias de bebês prematuros para melhorar a sua qualidade de vida durante os primeiros anos. O presente projeto tem como proposta a transferência de tecnologia e a capacitação direta de pais/cuidadores de crianças recém nascidas prematuras, capacitando-os quanto aos cuidados e às estimulações realizadas nos ambientes frequentados pela criança no que se refere ao: (1) manuseio do bebê; (2) reconhecimento das necessidades específicas de cada criança; (3) e, principalmente, à efetividade da comunicação entre a criança e seu familiar com relação a atividades de vida diária, como o banho, a troca de roupa e a alimentação. O correto cuidado das crianças prematuras durante os primeiros anos de vida aumenta a suas chances de crescer com saúde, minimizando os riscos de sequelas físicas ou intelectuais e aumentando as possibilidades de usufruir de uma melhor qualidade de vida no futuro. 9

19 Cidade Escola Aprendiz Educação 1997 S N Desenvolve programas e projetos em diversas regiões do país, pesquisando e compartilhando experiências em educação integral, aproximando iniciativas comunitárias e ações dos diferentes setores, produzindo e divulgando conteúdos para apoio à gestão escolar, realizando formações para educadores e lideranças sociais, e buscando contribuir na modelagem e implementação de políticas públicas de educação. R$ R$ Itaú Instituto Natura Instituto Inspirare Livraria Cultura Education Above All (Qatar) Grupo CCR Telefonica - Vivo Projeto: A escola e a cultura local - formação para educadores no desenvolvimento de metodologias e práticas que articulem cultura e educação Educação R$ educadores R$ 707,19 45 educadores diretamente e 900 crianças indiretamente O projeto tem como objetivo promover a articulação entre cultura e educação por meio da formação de educadores, sensibilizando e formando aos participantes para que eles possam aprimorar suas práticas e desenvolver metodologias voltadas para a integração da escola e cultura local. Com base nos dados levantados, nas experiências trazidas pelos participantes e no aprofundamento temático em educação e cultura, o grupo deverá desenvolver atividades práticas que envolva a escola e a comunidade do entorno. O curso terá 44 encontros presenciais (dois por mês) em cada bairro. Os encontros contemplarão: (a) atividades de Formação (conceitos e princípios de educação e cultura, apresentação de experiências inovadoras, compartilhamento de experiências dos participantes e dinâmicas em grupo para desenhar a atuação na prática), (b) mapeamento participativo (identificar oportunidades culturais e educativas dentro do território e mapear de forma participativa entre professores, estudantes agentes culturais e comunidade), (c) pesquisa e levantamento de informações (levantamento de informações em plataformas virtuais existentes com as boas praticas e iniciativas de cultura na cidade), (d) projetos de integração escola e a cultura local (elaboração de projetos com aplicação prática), (e) três seminários com foco na integração dos territórios de abrangência do projeto, e (f) sistematização dos resultados (relatórios técnicos e difusão em plataforma digital). Quando finalizado, espera-se um resultado de 70% dos 45 educadores minimamente apropriados das metodologias educativas que aproximam cultura e educação, mapa com o levantamento das oportunidades educativas e culturais dos territórios, 30 projetos elaborados integrando cultura local ao currículo escolar. Pesquisa será publicada em 10

20 Cip - Lar das Crianças Educação 1937 S N Núcleo de atendimento à criança, ao jovem e à família em situação de vulnerabilidade, seja pela carência emocional, social e / ou econômica. As crianças e jovens são atendidos a partir dos quatro anos de idade até seu encaminhamento profissional, devendo os beneficiários estar vinculados às suas famílias naturais ou substitutas mediante guarda, tutela ou adoção. R$ R$ Prada Arymax Elijass Gliksmanis Companhia Atlética A Hebraica Associação Kinoforum Projeto: Arte e expressão Cultura R$ R$ 175,03 (24 meses) Criança e adolescentes entre 4 e 15 anos Oferece atendimento no contraturno escolar, onde a criança entra aos 4 anos de idade e é acompanhada até o seu encaminhamento profissional e acadêmico, participando de diferentes oficinas socioeducativas. O projeto Educação Cultural será abordado pelo Lar da seguinte maneira: (1) Artes Visuais e Plásticas: o conteúdo trabalhado se baseia na proposta triangular de fazer, apreciar e refletir. (a) Fazer: desenvolvimento do percurso criador da criança/jovem do seu fazer artístico; (b) Apreciar: desenvolvimento da competência da leitura e de imagens do universo cultural; (c) Refletir: desenvolvimento de teorias próprias a partir da interação, com fontes informativas que refletem sobre a arte e expressão. (2) Artes Cênicas: O conteúdo será trabalhado dentro de um processo participativo, que permitirá uma interação interdisciplinar facilitando o surgimento de soluções mais criativas e ajustadas a cada realidade. Deste modo, as possibilidades da elaboração de projetos associados é mais próxima à realidade. (3) Workshops de Artes (dois em cada semestre): dança circular, grafite, cerâmica, eventos e mostras. Serão realizados no primeiro semestre: mostra de processo e sarau cultural. Serão realizados no segundo semestre: Dia da oficina intergeracional (grupos com diferentes faixas etárias trabalharão em linguagens artísticas em conjunto); e Virada cultural do Lar (oficinas de artes visuais, mostras e espetáculo de artes cênicas acontecerão ao mesmo tempo em diferentes locais da organização aberta às famílias e comunidade do entrono). Como produto final, será entregue um catálogo com o registro de todo o processo com, fotos das atividades, obras, mostra de processo, sarau, workshops, dia da oficina intergeracional, virada cultural, depoimentos das crianças, adolescentes, famílias e educadores e saídas culturais. 11

21 Dorina Nowill Educação 1946 S N Inclusão social das pessoas com deficiência visual, por meio da produção e distribuição gratuita de livros braille, falados e digitais acessíveis, e programas de serviços especializados à pessoa com deficiência visual e sua família, nas áreas de educação especial, reabilitação, clínica de visão subnormal e empregabilidade. R$ R$ Samsung Globosat Bradesco Azul Libbs Farmacêutica Empresas Rodobens Magazine Luiza Credit Suisse Projeto: Brincar sem fronteiras: Coleção de Jogos Recreativos e Inclusivos Educação R$ R$ 188,44 (24 meses) Crianças e adolescentes de 6 a 17 anos cegos, com baixa visão, e visão normal estudantes da rede pública de ensino do município de. Proporcionar que o aprendizado e brincar de crianças e adolescentes com ou sem deficiência visual sejam inclusivos por meio da produção e distribuição de 3 kits diferentes para o ensino infantil, fundamental e médio, com jogos totalmente inclusivos. O objetivo do projeto é produzir e distribuir kits de jogos educativos com formatos acessíveis para os deficientes visuais como tinta-braille, áudio e formato digital DAISY. Os kits serão produzidos em 3 tipos diferentes, cada um pensado para uma faixa etária em especifico ( kits de cada tipo). O primeiro contemplará o ensino infantil, crianças entre 0 e 6 anos, e será composto por 4 conjuntos de quebra-cabeça gigantes, peças grandes com relevo, acompanhados por encarte com desenho em tinta-braille; um CD com sons e descrição de animais; um livro em tinta-braille sobre vogais acompanhado de CD com a versão em áudio, e 5 dedoches, cada um com uma vogal, em relevo braile. O segundo Kit, para o ensino fundamental I e II (crianças de 7 a 12 anos) será composto por um livro interativo no formato DAISY (que permite a navegação digital de deficientes visuais), um tabuleiro de jogos no formato tinta-braille, dois manuais para cada jogo, e uma cartilha de 120 páginas de atividades recreativas e educativas em tinta-braille. O último kit foi pensado para o ensino fundamental II e o ensino médio (de 13 a 17 anos). Inclui uma cartilha de 120 páginas em tinta-braille, plataforma de jogos paradidáticos, jogo de cartas em tinta-braille, super trunfo de 40 cartas em tintabraille e quadrinhos da Turma da Mônica em formato Daisy com voz humana, trilhas sonoras e efeitos. Os kits serão distribuídos no mínimo escolas do município de. Serão realizadas palestras de orientação para professores sobre a aplicabilidade dos jogos e brinquedos para a inclusão das crianças e adolescentes. 12

22 Fazendo História Assistência e Educação 2005 S N Atua em parceria com os serviços de acolhimento contribuindo com o desenvolvimento de crianças e adolescentes que precisaram ser afastados das suas famílias, para que possam encontrar no acolhimento um serviço de qualidade, sempre visando à garantia do direito à convivência familiar e comunitária. R$ R$ Bic Casas Bahia Credit Suisse Johnson&Johnson Estater Maritma Seguros CSN Projeto: Ampliando e replicando conhecimentos nos serviços de acolhimento Assistência R$ R$ 74, técnicos e educadores que atuam nos abrigos no município de, 1200 crianças atendidas indiretamente. Oferecer formação e capacitar educadores e gestores de serviços de acolhimento e atendimento psicoterápico para crianças e adolescentes em situação de acolhimento; Qualificar os atendimentos à primeira infância; Estimular crianças e adolescentes a registrarem suas próprias histórias a partir de vínculos seguros e da literatura infantil e juvenil; e Apoiar e acompanhar durante três anos os adolescentes que saem dos serviços de acolhimento por conta da maioridade. Formação de profissionais que atuam em serviços de acolhimento do município de por meio de oficinas temáticas e da produção e distribuição de kits de formação. A proposta inclui: a realização de dez oficinas temáticas durante um ano, a manutenção de um blog para troca de experiências e informações entre os profissionais de serviços de acolhimento, a disponibilização do material utilizado em cada oficina no blog, e a sistematização dos conteúdos discutidos e construídos em cada oficina em textos, fichas de formação e vídeo que comporão um kit de formação a ser distribuído entre todos os serviços de acolhimento. Cada oficina terá uma duração de 5 horas e 25 vagas para serviços de acolhimento (duas vagas cada serviço, total de 50 profissionais por oficina). As apresentações e discussões realizadas em cada oficina virarão um texto de apoio e fichas de formação que trazem perguntas e respostas sobre os desafios relativos ao tema tratado. Todos os encontros serão gravados que será editado para criar um vídeo de formação com as melhores falas apresentadas. 13

23 Fé e Alegria Assistência e Educação 1981 S N Movimento Internacional de Educação Popular Integral e Promoção dos mais empobrecidos, crianças, adolescentes, jovens e adultos. Instala nas áreas marginalizadas centros de educação e promoção social, que oferecem programas de educação formal, educação não-formal e educação comunitária. R$ R$ Inditex SP Itaú Associação Nóbrega de Educação e Assistência Fundación Mapfre Petrobras Vale Cargill Projeto: Crianças e adolescentes em ação - Cidadania na mão Educação R$ R$ 111,79 Crianças e adolescentes de 4 a 15 anos Promover o protagonismo de crianças, adolescentes na região do Jaraguá e seus familiares para o exercício da cidadania, capaz de reverter em ações que os fortaleçam e à sua comunidade. O projeto atua em três grandes eixos: Educação Comunitária / Oficinas Culturais: Atende crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade pessoal e/ou social, no contraturno escolar e oferece diversas atividades complementares à escola nas seguintes áreas: oficinas culturais (capoeira, teatro, dança, musica, artes plásticas), informática educativa, reforço, circulo de leitura e desenvolvimento de projetos. O foco é a constituição de um espaço de convivência, formação para a participação cidadã, desenvolvimento de protagonismo e da autonomia das crianças e adolescentes, a partir dos interesses, demandas e potencialidades dessa faixa etária. Integração e apoio sócio-familiar: Com o projeto Aprendendo em família, mães comunitárias e o atendimento do serviço social, o intuito é fortalecer o vínculo familiar para a prevenção de o enfrentamento do risco pessoal e social do educando e da sua família. Será oferecido um aporte técnico-jurídico articulado aos acompanhamentos do serviço social. Desenvolvimento Comunitário e articulação em rede: Com oficinas de geração de renda para as famílias de crianças e adolescentes atendidos e não atendido e com o fomento à articulação de rede junto a instituições parceiras e o poder público para o fortalecimento da Rede de garantia de direitos da criança e do adolescente dos serviços sócio-assistenciais e educacionais do Distrito de Jaraguá. O trabalho global com o núcleo familiar todo permite que o efeito do trabalho com a criança tenha mais possibilidades de se estender no longo prazo. 14

24 Julita Assistência, Educação, Cultura e Esporte 1951 S N Atende crianças, adolescentes, suas famílias e a comunidade de forma integral oferecendo assistência em relação à educação, alimentação, saúde e orientação profissional. R$ R$ Salvador Arena Elijass Gliksmanis Itaú Prada Instituto George Mark Klabin Abrinq Crespi-Prado Instituto HSBC Projeto: Centro de Esporte Esporte, Recreação e Lazer R$ R$ 18, crianças, adolescentes e jovens de 4 meses a 18 anos, moradores do Jardim São Luís e bairros do vizinhos, provenientes de famílias de baixa renda. Contribuir para a democratização do acesso ao esporte, atuando como agente de desenvolvimento no processo de educação e de construção da cidadania de moradores do Jardim São Luís e entorno que vivem em situação de vulnerabilidade social. A falta de locais para a prática esportiva e para o lazer na comunidade motivou a criação do projeto, que visa oferecer atividades socioeducativas de educação física e de aprimoramento da prática esportiva em diversas modalidades, a partir dos valores e princípios do esporte educacional. Durante a semana, o Centro de Esporte realiza atividades de segunda a sextafeira, das 8 às 17 horas, atendendo crianças e adolescentes inscritos no programa. O programa inclui atividades com música, dança, brinquedos e brincadeiras, circuitos de obstáculos, ginástica, iniciação esportiva, futsal, voleibol, jogos de raquete, karatê, basquetebol, handebol e atletismo. Terá também atividades variadas durante os finais de semana e um polo de formação, conscientização e intercâmbio entre os educadores do projeto. As práticas esportivas entre os jovens possuem benefícios múltiplos como a melhora no desenvolvimento cognitivo e psicomotor, melhora do convívio social, aprendizado de valores, disciplina, colaboração e competição sadia. 15

25 Graacc Saúde 1991 S N Instituição que visa garantir, a crianças e adolescentes com câncer, dentro do mais avançado padrão científico, o direito de alcançar todas as chances de cura com qualidade de vida. Oferece e realiza sessões de quimioterapia, consultas, procedimentos ambulatoriais, cirurgias, transplantes de medula óssea e outros, atuando também no desenvolvimento do ensino e pesquisa. R$ R$ Credit Suisse e Instituto CSHG Instituto Ronald Mc Donald C&C Casa e Construção Shopping Eldorado Protege Biolab Instituto José Auriemo Projeto: Tratamento intensivo para crianças e adolescentes com câncer e complicações graves Saúde R$ R$ 424, crianças e adolescentes admitidos à unidade de terapia intensiva para tratamento do câncer no GRAACC. Oferecer práticas avançadas de atendimento em terapia intensiva pediátrica no hospital do GRAACC. Aquisição de material/equipamentos necessários para a execução de atividades de cuidado e orientação e complementar a assistência das crianças/adolescentes com câncer. Gerenciamento do cuidado de pacientes com câncer com insuficiência respiratória, insuficiência renal e hemodiálise, quadros infecciosos, sedados. Elaboração e implantação de protocolos de cuidados multidisciplinares para a prevenção de riscos e agravos durante toda as fases do tratamento em terapia intensiva. Além disso, há a capacitação de médicos e fisioterapeutas para aumentar o gerenciamento do cuidado aos pacientes na UTI. Como resultado, esperam-se taxas superiores a 95% de casos com as dificuldades mencionadas (insuficiência respiratória, insuficiência renal e hemodiálise, quadros infecciosos, sedados) sendo atendidos com sucesso e prevenidos de contrair novas doenças por causa de estas dificuldades. 16

26 Guri Cultura e Educação 1997 S N Organização de Cultura que administra o Projeto Guri no litoral e interior do Estado de, promovendo educação musical e a prática coletiva de música para crianças e adolescentes de 6 a18 anos. R$ R$ Gov do Estado de Prefeituras Municipais de SP Casa MAM, OSESP, SESC Deloitte Magazine Luiza Votorantim Credit Suisse Projeto: Guri - Polo Areias Cultura R$ R$ 41, crianças, jovens e adolescentes de 6 a 18 anos, cujo perfil é: Sexo: 55% feminino, 45% masculino; Idade: 73% entre 06 e 12 anos e 17 % entre 13 e 18 anos, Cor de pele: 86% branca, 11% parda e 2% preta; e 75% proveniente de famílias de alta vulnerabilidade social Fortalecer a formação de crianças, adolescentes e jovens como sujeitos integrados positivamente em sociedade; Difundir a cultura musical em sua diversidade. O Polo de Areias oferece 143 vagas nos cursos de coral, percussão e violão de segunda e quarta-feira, das 13h30 às 17h30. No final do ano serão realizadas apresentações musicais dos alunos participantes. Um mesmo aluno pode ocupar até duas vagas, sendo uma de canto coral e a outra de um instrumento. O ensino musical permite que as crianças e adolescentes se sensibilizem e adquiram senso de cidadania e responsabilidade, assim como também amplia o seu contato com novos valores e amplia de maneira definitiva seu horizonte cultural, levando todos estes benefícios inclusive para dentro de casa, com o aumento da autonomia, autoestima e felicidade dos alunos; melhoria no convivo social e familiar; evolução no desempenho escolar; fortalecimento da solidariedade; desenvolvimento da sensibilidade estética e artística; e incentivo à profissionalização. 17

27 Hospital Pequeno Príncipe Saúde 1956 S N Hospital Pediátrico com foco na excelência tecno-científica, no atendimento humanizado e na mobilização da sociedade pela saúde, combinando o bom atendimento em alta e média complexidade com a observância aos princípios de equidade e integralidade. Oferece 32 especialidades de saúde, viabiliza transplantes de coração, rim, fígado, medula óssea e tecido ósseo. Destina 70% da capacidade ao SUS. Em 2013, realizou atendimentos ambulatoriais e terapias, internações e cirurgias. R$ R$ SUS Convênios Credit Suisse Pessoas Físicas Projeto: Pelo Direito à Vida Saúde Valor total Nº de beneficiários Valor per capita R$ aprox. R$ 53,18 aprox. Crianças e Adolescentes, de 0 a 18 anos, provenientes de toda e qualquer região (inclusive de fora do Brasil). Promover a saúde infanto-juvenil por meio da associação entre assistência hospitalar e ambulatorial, o desenvolvimento de pesquisas científicas, a formação de profissionais e a difusão do conhecimento, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das crianças e adolescentes e para redução da mortalidade infanto-juvenil. O projeto prevê: (1) aquisição de materiais e equipamentos para aprimorar a infraestrutura do hospital; (2) desenvolvimento de pesquisas científicas; (3) qualificação de pessoal; (4) produção de conhecimento. Os beneficiados são crianças, adolescentes e seus familiares atendidos pelo Hospital. Os resultados com o investimento em inovação tecnológica, qualificação da equipe e realização de pesquisas são diagnósticos mais precisos, tratamentos personalizados, mais qualidade no atendimento e melhores resultados. A inovação tecnológica e a compra de insumos melhoram tanto a qualidade do tratamento como seus resultados e, por conseguinte, a qualidade de vida do paciente e da sua família, impedindo que novas complicações agravem o estado de saúde da criança. 18

28 Instituto Rogerio Steinberg Educação 1998 S N Organização que atua na identificação e desenvolvimento de crianças e jovens com Altas Habilidades/Superdotação, socialmente vulneráveis, da cidade do Rio de Janeiro. R$ R$ Grupo Servenco (Mantenedor) Instituto da Criança CMDCA-Rio Apoiadores Institucionais: Rio Design Statoil IBM ETHOS Sociedade Brasileira de Cultura Inglesa. Projeto: Desenvolvendo Talentos, Transformando Vidas Educação R$ R$ 180 Crianças e adolescentes socialmente vulneráveis com AH/SD Dar continuidade ao aprimoramento dos talentos dos participantes e desenvolver as inteligências múltiplas e as habilidades cognitivas e criativas dos mesmos. Ampliação do atendimento do projeto que esta sendo executado em 2014 de 90 para 160 participantes com a inclusão das Oficinas Norteadoras (Criação e Informática Educativa, Empreendedorismo, e Orientação Profissional). Estas atividades serão executadas pelo IRS, em sua sede, em prol do atendimento socioeducativo de crianças e adolescentes no contra turno escolar. Todas as atividades no projeto adotarão como ferramenta pedagógica as TICS (tecnologia da informação e comunicação) que permitirão trabalhar a criatividade de forma metodológica e lúdica à medida que o participante será incentivado por meio da inovação tecnológica a buscar soluções para um problema, explorando o seu potencial criativo. O instituto da oportunidade a crianças e adolescentes que mesmo tendo talentos e facilidades naturais, por causa do meio em que estão inseridos e a falta de recursos não tem oportunidade de desenvolvê-los. Rio de Janeiro - RJ 19

29 Liga Solidária Assistência e Educação 1923 S N Organização social que desenvolve programas socioeducativos e de cidadania com foco na educação para a construção gradual do conhecimento e preparo para autonomia, em sintonia com as Orientações Curriculares Nacionais para a Educação Infantil e com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). R$ R$ Prefeitura do Município de Babel Bauducco Bradesco British Telecom Instituto CSHG Mapfre Projeto: Arte e Movimento Cultura R$ R$ 58, crianças e adolescentes de 6 a 15 anos, residentes do Distrito Raposo Tavares. Atuar na educação integral de crianças e adolescentes em situação de risco e alta vulnerabilidade, contribuindo para sua formação como cidadãos. O projeto Arte e Movimento procura estimular o desenvolvimento de diferentes habilidades físicas, cognitivas e sociais, essenciais para a formação de um indivíduo pleno e capaz e atuar ativamente em sua comunidade e na sociedade em que está inserido. A iniciativa consiste na realização de três oficinas de arte: música, dança e teatro para 260 atendidos do programa. Cada beneficiário pode participar de uma oficina (de sua escolha), onde participará de atividades adequadas à sua faixa etária. Os temas abordados nas aulas e apresentações são elementos ou personalidades relevantes para a cultura nacional, o que permite a apropriação dos mesmos pelo intelecto da criança e do adolescente e a formação de um vínculo afetivo entre o jovem e a própria cultura brasileira. A atuação se desenvolverá em três frentes: música, com um Grupo de Prática de Conjunto Infanto Juvenil do Programa IDEAL, para despertar a sensibilidade, a criatividade e senso rítmico através do estudo da flauta, xilofone e canto coral; dança organizada em oficinas, visando contribuir no resgate da identidade da criança por meio da expressão corporal; e teatro, com o objetivo de fortalecer a identidade e autoestima, valorizando o erro como possibilidade de reconstrução, desenvolvendo a expressão corporal, capacidade intuitiva de decisão e posicionamento vocal. Todas as oficinas terão apresentações de seus trabalhos para as famílias e a comunidade do Distrito Raposo Tavares ao longo do ano. 20

30 Mão Amiga Educação 2002 S N Colégio criado com a finalidade de garantir o acesso a um ensino de qualidade para crianças e adolescentes. O Colégio oferece um excelente programa de formação em valores, suporte às famílias, aulas de inglês, teatro, informática e grupos de reforço escolar, assim como também duas refeições diárias, material didático de alta qualidade e uniforme. R$ R$ Contribuição dos Alunos Programa Padrinhos IFF Essências e Fragrâncias Fundación Mapfre Gerdau Itaú Telefônica Patria Investimentos Projeto: Bolsas de Estudo Educação R$ R$ 474,60 25 das 440 crianças e adolescentes entre 4 e 13 anos, matriculados na escola. Oferecer ferramentas individualizadas para que os alunos acompanhem os estudos. Envolver as famílias no processo educativo. Manter um programa de formação contínua para nossos professores e coordenadores Financiamento de bolsas de estudo. Por ser escola particular que oferece um serviço gratuito para famílias de baixa renda, o custo de cada aluno é coberto por padrinhos e apoiadores. Hoje o Colégio atende da educação infantil ao ensino fundamental, um total de 400 alunos, e a finalidade é abrir novas vagas nas séries mais avançadas até chegar ao ensino médio. Além de oferecer um estudo formal pautado em altos índices de eficácia, o Colégio conta com um espaço privilegiado, oferecendo um programa de formação em valores, suporte às famílias, aulas de inglês, teatro, informática e grupos de reforço escolar. É oferecido às crianças duas refeições diárias, material didático de alta qualidade, uniforme e infraestrutura comparável à encontrada na rede privada de ensino. Para ingressar no Mão Amiga é necessária investigação socioeconômica da família pois a finalidade é atender aqueles que não têm condições de matricular seus filhos na rede privada de ensino. Além disso, a família deve residir na região assistida e deve estar de acordo com a educação oferecida pelo Mão Amiga. Cabe salientar que a proposta pedagógica do Colégio está pautada numa colaboração e integração entre família, escola e comunidade, sendo que os pais devem estar dispostos a acompanhar o desempenho de seus filhos e ajudar no seu desenvolvimento e evolução pessoal e acadêmica. 21

31 Parceiros da Educação Educação 2004 S N Associação que promove a formação integral de alunos de redes públicas por meio da instituição de parcerias entre a sociedade civil, escolas, e secretarias de educação, visando melhorar a qualidade de ensino, o aproveitamento escolar dos alunos e impactar políticas públicas educacionais. R$ R$ Assoc. Parceria Empresa Escola Cielo Cyrela Itaú Unibanco Instituto Península Assoc. Crescer Sempre/Porto Seguro Instituto Natura Instituto Eurofarma Associação Sustentare Instituto CSHG. Projeto: A Cultura de Paz e a Educação Emocional Seus reflexos para crianças, adolescentes e comunidades escolares. Educação R$ R$ 6, alunos de Ensino Fundamental I de 25 escolas públicas localizadas no Município de. Transformar atitudes e comportamentos das crianças e adolescentes de modo a diminuir os níveis de violência do ciclo social de tais alunos, com base na construção da ideologia de paz, da ética, do cuidado e da afetividade como catalisadora da aprendizagem, por meio de qualificação complementar dos educadores nas escolas publica. Desenvolvimento de práticas restaurativas e comportamentos de mediação de resolução de conflitos pelas crianças e adolescentes, exercitando processos de consciência, de criatividade, autonomia e equilíbrio emocional para promover a paz e a convivência pacífica no seu meio social; Poderão ainda compreender o fenômeno do bullying e seus impactos sociais negativos em quem sofre ou pratica. Realização de encontros presenciais para qualificar de forma complementar os 550 educadores envolvidos no projeto. Durante esses encontros serão abordados temas de Cultura de Paz, Educação Emocional e bem como a instrumentalização para desenvolvimento dos conteúdos com os educandos do projeto. O projeto tem como resultado esperado a aquisição de habilidades emocionais e sociais, aumento de repertório comportamental relacionado à resolução de conflitos e cultura pela paz na convivência coletiva. No âmbito pessoal, o desenvolvimento da autoconfiança, autocontrole, assertividade, empatia, melhoria da autoestima e motivação para compreensão dos próprios conflitos e melhoria na participação em sala de aula e em seu meio social. MENU 22

32 Proa Educação 2006 S N Atua na construção de parcerias entre investidores, empresas, instituições de ensino profissionalizante e escolas da rede pública, criando oportunidades para a inserção de jovens de baixa renda por meio de acesso à educação profissionalizante, orientação no início da carreira profissional e apoio na conquista de um estágio e do primeiro emprego. R$ R$ Instituto Lemann; Instituto Credit Suisse Hedging-Griffo JP Morgan Chase Foundation; RB Capital; Instituto Cyrela. MENU 38% 42% Projeto: ProProfissão 2014 Educação R$ R$ 451, jovens entre 16 a 17 anos e 11 meses, que tenham concluído ou estejam cursando o 3 ano do ensino médio em escola pública e que tenham renda per capita de até um salário mínimo. O objetivo do projeto é proporcionar ao jovem de baixa renda formação e preparação para fazer suas escolhas, através de capacitação profissional de qualidade para que este inicie uma vida profissional sustentável, sendo responsável pelo seu futuro. Metas para 2015: (1) Atender 400 jovens em (2) Evasão inferior a 6% (3) Frequência maior ou igual 90% (4) 80% dos jovens empregados após um ano Qualificar o jovem para o mercado de trabalho, desenvolver suas competências técnicas e pessoais por meio de acesso à educação profissionalizante de qualidade, orientação no início da carreira profissional e apoio na conquista do primeiro emprego em oportunidades profissionais que eles não teriam acesso. Os jovens selecionados recebem uma bolsa de estudos em um curso de qualificação em administração desenvolvimento pelo Instituto ProA e ministrado pelo SENAC e semanalmente terão uma aula sobre competências profissionais com a Deep. Além da bolsa de estudos os jovens recebem gratuitamente uniforme, material didático e vale transporte. Ao término da formação e durante 3 anos acompanhamos e auxiliamos os jovens, com indicações para oportunidades de primeiro emprego, encontros de atualização, mentoring, orientação quanto a continuidade dos estudos e reinserção para os jovens que precisam de uma nova oportunidade. 23

33 Pró-Saber Educação 2003 S N Instituição de contraturno escolar para crianças da comunidade de Paraisópolis. R$ R$ Parceiros: Warner Bros Icatu Seguros Itaú BBA ASGV advogados Itaú Mattos Filho Veiga Filho Marey Jr. e Quiroga Advogados Lourenço Castanho Singular Demarest & Almeida Advogados Projeto: Educação Integral: Direito da Educação infantil Educação R$ R$ 669, crianças de 4 a 5 anos, residentes na comunidade de Paraisópolis Oferecer para as crianças da comunidade de Paraisópolis a oportunidade de estar em um espaço sócio-educativo no período complementar a escola de educação infantil, ampliando suas possibilidades de aprendizagem. As 100 crianças serão divididas em 4 grupos de 25 e participarão das atividades no período da manhã. Cada grupo será coordenado por um educador e um monitor e receberão, diariamente, café da manhã, lanche e almoço. As atividades serão desenvolvidas sobre os eixos: rodas de conversas, trabalhando a participação e inclusão das crianças; mergulho num ambiente alfabetizador, com leituras diárias, escrita de bilhetes, escrita de histórias, discussão de temas, pesquisa na internet, etc., como formas de promover o diálogo com a cultura letrada; oficinas de jogos e brincadeiras, que incluirão música, jogos matemáticos e artes, ensinando conceitos importantes como a mais, a menos, igual, diferente, contagem e escrita de números; brincar e imaginar, com tempo de brincadeira livre de 45 minutos; e parceiras com as famílias, para construir um vínculo que possibilite a potencialização da formação e do desenvolvimento da criança atendida. Estas atividades familiares compreenderão reuniões individuais, leitura de relatório individual, café da manhã literário, integração em dias de jogos matemáticos e festas, atividades culinárias, acompanhamento da situação familiar, e visitas domiciliares. MENU 24

34 25

35 Santa Fé Assistência e Educação 1993 S N ONG que desenvolve trabalho de acolhimento a meninos e meninas, vítimas de maus tratos, abandono, violência sexual, muitos deles provenientes das ruas de, provendo um ambiente seguro e adequado ao seu desenvolvimento e à garantia da defesa e a promoção dos seus direitos. O atendimento multidisciplinar estende-se também às suas famílias. R$ R$ Mantenedores: Engeform Ursula Zindel Hilti Parceiros: Instituto WCF-Brasil Colégio alemão Ratsgymnasium Stadthagen Consulado da Alemanha Instituto CSHG Sabesp Projeto: Fortalecendo Famílias Assistência R$ R$ 227,75 Crianças e adolescentes abrigados vítimas de violência. Famílias: 80% ensino fundamental incompleto e renda familiar entre 1 e 1 1/2 salários mínimos; 50% subempregos, 40% diaristas, 10% empregos formais e 90% famílias monoparentais chefiadas por mulheres. Resgate dos vínculos afetivos, sociais e culturais entre as crianças e suas famílias, tornando-as protagonistas na construção de uma nova história de vida. As famílias participam no processo de tomada de decisão, nas fases de planejamento, implementação, monitoramento e avaliação do programa. São realizadas oficinas de arte e expressão em música, dança e teatro, com carga de 21 horas/mês cada uma, a fim de desenvolver o lado emocional, o afeto, liberar a agressividade contida e o perdão tanto de pais quanto dos filhos. Há também oficinas de: (1) geração de renda com especialistas em costura (2) artesanato e gastronomia (3) oficinas de alfabetização com psicopedagogo especializado Assim, espera-se como resultado a participação de 100% das famílias, retorno e permanência de 80% das crianças e adolescente, e 40% de aumento na renda familiar. 26

36 Santa Cruz Educação e cultura 1974 S N Colégio que atua sob três princípios: a tradição e o saber humanista do passado; a dimensão tecnológica e global, que aponta para o futuro; e a interação contínua com as necessidades e expectativas presentes. Também oferece aos alunos uma grade de atividades extracurriculares como teatro, prática musical, treinamentos esportivos, palestras e debates, entre outras. R$ R$ Prefeitura Municipal de Colégio Santa cruz Banco Credit-Suisse Instituto CSHG Banco Itaú Doações de pessoas físicas. Projeto: Esporte, Cultura e Lazer para crianças e Adolescentes Educação R$ R$ 85,56 Crianças de sete anos e adolescentes até 15 anos moradores na comunidade carente de Vila Nova Jaguaré Educar através do Esporte, da Cultura e do Lazer proporcionando alternativas de vida mais saudável na superação da ociosidade e da obesidade infantil. Os grupos são divididos por faixa etária de 6 a 10 anos, e de 11 a 15 anos. As atividades são desenvolvidas em equipes organizadas por períodos e em cada unidade. Na área esportiva as crianças e os adolescentes participam de diferentes modalidades: futebol, vôlei, handebol, basquete, atletismo e xadrez. Bimestralmente são promovidos campeonatos internos e semestralmente serão promovidos campeonatos com participação de outras agremiações esportivas. Na área da música o trabalho é realizado por dois educadores de música que atendem 125 crianças e adolescentes cada um, em duas unidades (Bom Jesus e Santa Cruz) totalizando 250 atendidos. Semanalmente os grupos têm aulas com duração de 50 minutos. Durante o projeto são realizadas apresentações musicais para os pais e comunidade em audição, festas comemorativas, mostras culturais etc., integrando as unidades. 27

37 Saúde Criança Assistência e Saúde 2011 S N Organização que promove o autosustento de famílias de crianças com doenças crônicas e que vivem em situação de vulnerabilidade social, encaminhadas pela Irmandade Santa Casa de Misericórdia de. R$ R$ Instituto Azzi Instituto CSHG Una Capital Instituto Alcoa Brazil Foundation Deutsche Bank Projeto: Atendimento multidisciplinar para crianças e adolescentes com doenças crônicas e em situação de vulnerabilidade social. Assistência R$ R$ 456,06 Crianças e adolescentes com doenças graves, que vivem em situação de desestrutura familiar e baixa renda. Planejar, promover, prevenir, coordenar e acompanhar ações relacionadas à área da saúde, como forma de inclusão social e de proteção humana. Após a internação hospitalar da criança com comprovada carência socioeconômica, uma equipe encaminha o responsável para o Saúde Criança para ser entrevistado. Após a entrevista é agendada uma visita domiciliar para que a assistente social reconheça as condições de moradia. Com as informações recolhidas se desenvolve um Plano de Ação Familiar (PAF) desenhando a atuação com o paciente e a família em cinco áreas: saúde, cidadania, educação e renda familiar. Na saúde, é oferecido para todos os membros da família atendimento nutricional, psicólogo, assistência social, remédios não fornecidos pelo SUS, cestas básicas, leites, suplementos alimentares infantis, transporte até o atendimento, kits higiene, fraldas, aparelhos médicos específicos, assim como cursos e palestras sobre higiene pessoal, planejamento familiar, abuso de substâncias tóxicas, violência e acidentes domésticos e desenvolvimento da criança. Na área da cidadania, a preocupação é brindar informação e orientação sobre direitos e deveres (vida, educação, alimentação e respeito) e orientação jurídica. A equipe cuida de que a família esteja ciente dos benefícios do governo e com sua documentação atualizada. Para a educação, a equipe se ocupa de conscientizar a família sobre a importância da educação no desenvolvimento das crianças e adolescentes, focando no esforço de conclusão do ensino fundamental e médio. Mensalmente, são oferecidas palestras sobre diversos temas como educação financeira, educação dos filhos, meio ambiente, etc. Finalmente, na área de renda familiar, a finalidade é gerar o auto sustento e a independência financeira da família da criança atendida, com qualidade de vida, estabilidade e renda digna por meio de orientação profissional junto à mãe, pai ou parente maior de idade. 28

38 Sou da Paz Direitos Humanos 1999 S N OSCIP comprometida com a prevenção e redução da violência no Brasil. Tem como missão contribuir para a efetivação de políticas públicas de segurança e prevenção da violência que sejam eficazes e pautadas pelos valores da democracia, da justiça social e dos direitos humanos, por meio da mobilização da sociedade e do Estado e da implementação e difusão de práticas inovadoras nessa área. R$ R$ UNESCO Open Society Foundation Sigrid Rausing Trust Brava TVML PNUD Itau Hedding Griffo Zona Sul Projeto: Adolescentes em alta vulnerabilidade: novas tecnologias para antigos dilemas Direitos Humanos R$ R$ 400 Adolescentes em alta vulnerabilidade e cumprindo medidas socioeducativas (LA e PSC). Desenvolver e implementar metodologia piloto de atendimento a adolescentes em alta vulnerabilidade e qualificar a formação de técnicos que atuam com medidas socioeducativas em. Diagnóstico, desenvolvimento e implantação de metodologia piloto de atendimento a adolescentes em alta vulnerabilidade em serviço conveniado à Secretaria Municipal, fortalecendo o papel do técnico e sua formação, avaliando e sistematizando resultados para multiplicação da metodologia na política pública socioeducativa. É vital a oferta de possibilidades e experiências que fomentem o desenvolvimento da autonomia (capacidade de gerir metas e objetivos próprios), da solidariedade (capacidade de reconhecer no contato com os outros importantes meios para o desenvolvimento de suas habilidades sociais) e de competências pessoais, relacionais e cognitivas. Os ganhos de autonomia e de valores solidários na reinserção dos adolescentes gera um campo de contenção que abre as portas para iniciar um novo processo de desenvolvimento individual, que permita a superação de situações passadas e os transforme em atoes e cidadãos com capacidade de influenciar positivamente no seu entorno. MENU 29

39 Tomie Ohtake Arte Contemporânea, Arquitetura e Design 2001 S N Instituto de promoção de arte que apresentar as novas tendências da arte nacional e internacional. R$ R$ Aché Laboratórios Credit Suisse First Boston AS EDP Grupo Segurador BB Mapfre CSHG Asset. Management S/A IRB Nestlé Novo Nordisk Vale AS Magazine Luiza Itaú Projeto: Curso de Formação de Mediadores de Leitura: O Livro Expandido Cultura R$ R$ 627 Adolescentes de diversas regiões da cidade de. Realizar um curso de formação de jovens para atuarem em bibliotecas, salas de leitura, escolas, ONG's, como educadores e mediadores de leitura em com a finalidade de construir uma metodologia de formação para jovens acerca da educação e arte contemporânea, sob a perspectiva de cultura como um direito a ser exercido. A partir da experiência da parceria com o CCJ, o projeto Mediação de Leitura pretende trabalhar com adolescentes de 15 a 21 anos, cujo grupo, formado por 25 jovens, irá passar por diversas oficinas formativas com o objetivo de capacitá-los como mediadores de leitura em bibliotecas e espaços públicos de cultura. Os 25 jovens receberão uma bolsa auxílio (transporte e alimentação) para frequentarem o curso e desenvolverem suas pesquisas. 30

40 Tucca Saúde 1998 S N Entidade com a proposta de elevar as taxas de cura e de melhorar a qualidade de vida de crianças e adolescentes carentes com câncer. Atua no diagnóstico, tratamento e reabilitação e também na pesquisa e capacitação profissional, de forma a oferecer acompanhamento multidisciplinar, além de exames e medicamentos de última geração, sem qualquer custo ao paciente e sem fila de espera. R$ R$ Itaú Ypê Pinheiro Neto Advogados Credit-Suisse Novartis Comexport Gerdau BTG Pactual Bradesco/Amex Projeto: Tratamento de excelência do diagnóstico à cura, um direito de toda criança e adolescente com câncer Saúde R$ R$ 1.175, crianças e adolescentes de 0 a 17 anos com câncer O projeto procura otimizar as condições do tratamento do câncer infanto-juvenil às camadas de baixa renda da população, propiciando a estes pacientes esperança igual de cura e qualidade de vida. A TUCCA presta assistência integral à criança e ao adolescente, no que se refere aos seus aspectos físicos, psíquicos, sociais, educacionais, vocacionais e legais. Compreende-se a realização de exames e tratamentos de ponta, dentro do mais avançado padrão médico-científico disponível no país e no mundo, e atuar na reabilitação e na reintegração social do paciente com câncer ao atender às necessidades específicas de cada um (restauração anatômica e funcional, suporte físico e psicológico, minimização dos sintomas próprios da doença fornecendo próteses oculares e ortopédicas). Assim, além de oferecer ferramentas de identificação e tratamento preciso e adequado para cada diagnóstico, a TUCCA oferece ao paciente e a aqueles que o cercam, orientação psicossocial e apoio familiar, informações educacionais referentes ao câncer e às técnicas terapêuticas e /ou de reabilitação pelas quais deverá passar, assim como atividades lúdicas que ajudam na recuperação. 31

41 Verdescola Educação 2005 S N Organização de promoção da educação de crianças, adolescentes e jovens, com foco na conscientização socioambiental como cidadãos junto à comunidade. R$ R$ Banco ABC Banco Itaú Banco Safra Comexport Credit Suisse McKinsey&Company Instituto HSBC Município de São Sebastião Projeto: Verde Educação Educação R$ R$ 643, crianças e adolescentes de 3 a 15 anos Desenvolve ações socioeducativas em dois municípios do estado de : São Sebastião, no litoral norte, e, Capital. Os projetos trabalham com crianças, adolescentes, jovens e adultos das comunidades. O objetivo é garantir um local com atividades sócio-educacionais, dentro do conceito de educação integral, a fim de oferecer condições para o desenvolvimento das potencialidades individuais e a formação de um ser crítico e autônomo capaz de contribuir com a transformação da realidade local. Neste projeto serão atendidas 40 crianças de 3 a 5 anos, sendo 20 por período. Cada grupo terá 1 (um) educador e 1 (um) oficineiro. As atividades serão adequadas ao desenvolvimento das dimensões socioafetivas, intelectuais e físicas das crianças e deverão proporcionar condições para que desenvolvam sua capacidade sensório-motora, iniciativa, responsabilidade, autonomia e criatividade, bem como hábitos, procedimentos e atitudes contribuindo assim para o desenvolvimento pessoal e social de cada um. Para o público acima de 5 anos serão desenvolvidas oficinas de: informática, letramento, lógica matemática, educação ambiental, robótica/lego, cidadania e valores, reforço escolar, jornal, entre outras. A atuação no desenvolvimento integral da criança nesta idade tem a capacidade de estender seus benefícios além dos conhecimentos acadêmicos e incrementar as ferramentas de desenvolvimento da vida cotidiana no trabalho, saúde, relacionamentos interpessoais, participação cidadã, etc. 32

Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social

Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social Instituto CSHG Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social Você sabia que pode destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social? A legislação brasileira

Leia mais

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013 Relatório Despertar 2013 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social

Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social Instituto CSHG Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social Dezembro de 2014 Lei do Esporte Para projetos via Lei do Esporte PASSO 1 PASSO 2 PASSO 3 Entre em contato com

Leia mais

Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social

Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social Instituto CSHG Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social Dezembro de 2014 Lei do Idoso Para projetos via Lei do Idoso Para doar ao projeto do Hospital de Barretos, projeto

Leia mais

Instituto CSH. Credit Suisse Hedging-Griffo. Relatório de projetos analisados. Incentivos Fiscais - 2014

Instituto CSH. Credit Suisse Hedging-Griffo. Relatório de projetos analisados. Incentivos Fiscais - 2014 Instituto CSH Credit Suisse Hedging-Griffo Relatório de projetos analisados Incentivos Fiscais - 2014 Sumário FUMCAD PRONON ROUANET PRONAS IDOSO ESPORTE FUMCAD - Fundo Municipal da Criança e do Adolescente

Leia mais

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de:

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de: Relatório Despertar 2014 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA Proposta de ações para elaboração do Plano Estadual da Pessoa com Deficiência Objetivo Geral: Contribuir para a implementação

Leia mais

QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA!

QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA! QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA! NOSSA VISÃO Um mundo mais justo, onde todas as crianças e todos os adolescentes brincam, praticam esportes e se divertem de forma segura e inclusiva. NOSSO

Leia mais

PROAC PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL

PROAC PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL PROAC PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL Permite o apoio financeiro a projetos culturais credenciados pela Secretaria de Cultura de São Paulo, alcançando todo o estado. Segundo a Secretaria, o Proac visa a: Apoiar

Leia mais

Espaço Criança Esperança São Paulo CEE Oswaldo Brandão

Espaço Criança Esperança São Paulo CEE Oswaldo Brandão Espaço Criança Esperança São Paulo CEE Oswaldo Brandão OS RECURSOS FINANCEIROS DO ESPAÇO CRIANÇA ESPERANÇA TV GLOBO realiza CAMPANHA CRIANÇA ESPERANÇA com programa na TV UNESCO recebe DOAÇÃO e apóia diferentes

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007

PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007 PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007 Institui o Programa Mais Educação, que visa fomentar a educação integral de crianças, adolescentes e jovens, por meio do apoio a atividades

Leia mais

FACULDADE METODISTA DE BIRIGUI REGIMENTO DO NÚCLEO DE EXTENSÃO EMPRESARIAL (NEXEM)

FACULDADE METODISTA DE BIRIGUI REGIMENTO DO NÚCLEO DE EXTENSÃO EMPRESARIAL (NEXEM) FACULDADE METODISTA DE BIRIGUI REGIMENTO DO NÚCLEO DE EXTENSÃO EMPRESARIAL (NEXEM) A extensão é o processo educativo, cultural e científico que articula, amplia, desenvolve e reforça o ensino e a pesquisa,

Leia mais

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL ANEXO IV Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO 1-Promoção dos Direitos de Crianças e Adolescentes Buscar apoio das esferas de governo (Federal e Estadual)

Leia mais

Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido.

Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido. Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido. Criar novos mecanismos de intercâmbio e fortalecer os programas de intercâmbio já existentes,

Leia mais

FUNK CONSCIENTIZA. VAI 1 - música

FUNK CONSCIENTIZA. VAI 1 - música PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, fevereiro de 2010 FUNK CONSCIENTIZA VAI 1 - música Proponente Nome RG: CPF: Endereço Fone: E-mail: DADOS

Leia mais

PROGRAMA TEMPO DE ESCOLAO

PROGRAMA TEMPO DE ESCOLAO PROGRAMA TEMPO DE ESCOLAO O Programa Tempo de Escola foi iniciado em junho de 2010, com a participação de Escolas Municipais e ONGs executoras. O Programa Tempo de Escola, que inclui o Programa Mais Educação

Leia mais

INTRODUÇÃO. Sobre o Sou da Paz: Sobre os Festivais Esportivos:

INTRODUÇÃO. Sobre o Sou da Paz: Sobre os Festivais Esportivos: 1 INTRODUÇÃO Sobre o Sou da Paz: O Sou da Paz é uma organização que há mais de 10 anos trabalha para a prevenção da violência e promoção da cultura de paz no Brasil, atuando nas seguintes áreas complementares:

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

Plano de Ação. Colégio Estadual Ana Teixeira. Caculé - Bahia Abril, 2009.

Plano de Ação. Colégio Estadual Ana Teixeira. Caculé - Bahia Abril, 2009. Plano de Ação Colégio Estadual Ana Teixeira Caculé - Bahia Abril, 2009. IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE ESCOLAR Unidade Escolar: Colégio Estadual Ana Teixeira Endereço: Av. Antônio Coutinho nº 247 bairro São

Leia mais

Guia para Boas Práticas

Guia para Boas Práticas Responsabilidade Social Guia para Boas Práticas O destino certo para seu imposto Leis de Incentivo Fiscal As Leis de Incentivo Fiscal são fruto da renúncia fiscal das autoridades públicas federais, estaduais

Leia mais

Apoio às políticas públicas já existentes;

Apoio às políticas públicas já existentes; Uma voz complementa a outra, um sorriso cativa o próximo e é nesse pensamento que o Instituto Mundo Melhor, organização sem fins lucrativos liderada pelo Grupo MM Mercadomóveis, trabalha com projetos sociais

Leia mais

PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2011

PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2011 PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2011 Junho/2011 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. QUEM PODERÁ CONCORRER... 3 3. QUE TIPOS DE PROJETO PODERÃO SER APOIADOS... 4 4. QUAIS SÃO OS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO...

Leia mais

Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - FUMCAD

Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - FUMCAD Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - FUMCAD O Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FUMCAD) aprovou três projetos do Instituto Saúde e Sustentabilidade para serem

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. www.dombosco.sebsa.com.br/colegio

ENSINO FUNDAMENTAL. www.dombosco.sebsa.com.br/colegio ENSINO FUNDAMENTAL www.dombosco.sebsa.com.br/colegio Sala de aula 1º ao 5ª ano Os alunos do Colégio Dom Bosco desfrutam de uma ampla estrutura física, totalmente projetada para atender todas as necessidades

Leia mais

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE IV. CÂMARA TEMÁTICA DA EDUCACÃO, CULTURA E DESPORTOS Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE Meta 1 Toda criança e jovem de 4 a 17 anos na escola; Meta 2 Até 2010, 80% e,

Leia mais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Estatuto da Criança e do Adolescente: 18 anos, 18 Compromissos A criança e o adolescente no centro da gestão municipal O Estatuto

Leia mais

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Guia do Educador CARO EDUCADOR ORIENTADOR Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 2. PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Objetivo GERAL 5 METODOLOGIA 5 A QUEM SE DESTINA? 6 O QUE

Leia mais

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Programa Viver é Melhor Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Legião da Boa Vontade (LBV) Cidade: Londrina/PR

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Projeto Exercitando Direitos do PELC - Programa de Esporte e Lazer da Cidade

Mostra de Projetos 2011. Projeto Exercitando Direitos do PELC - Programa de Esporte e Lazer da Cidade Mostra de Projetos 2011 Projeto Exercitando Direitos do PELC - Programa de Esporte e Lazer da Cidade Mostra Local de: Piraquara Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais.

Leia mais

O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social

O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social II Fórum de Informação em Saúde IV Encontro da Rede BiblioSUS O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social Maria de Fátima Ramos Brandão Outubro/2007 1 Apresentação O Projeto Casa Brasil Modelos

Leia mais

Segurança e Manutenção das Atividades da APAE/DF em benefício dos Programas de Autogestão da Pessoa com Deficiência

Segurança e Manutenção das Atividades da APAE/DF em benefício dos Programas de Autogestão da Pessoa com Deficiência Segurança e Manutenção das Atividades da APAE/DF em benefício dos Programas de Autogestão da Pessoa com Deficiência Proposta de Parceria BRASÍLIA, JUNHO DE 2011. Nome do Projeto Segurança e Manutenção

Leia mais

Responsabilidade Social

Responsabilidade Social Responsabilidade Social INSTITUTO DE CIDADANIA EMPRESARIAL DO MARANHÃO ICE/MA MISSÃO: Difundir o conceito de desenvolvimento sustentável de modo a incentivar as empresas a adotarem a responsabilidade social

Leia mais

Formulário de inscrição para Unidades Escolares:

Formulário de inscrição para Unidades Escolares: Presidência da República Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial Secretaria de Políticas de Ações Afirmativas 1. Contextualização: Formulário de inscrição para Unidades Escolares: a) Descreva

Leia mais

Lions Clube Centro-São José dos Campos

Lions Clube Centro-São José dos Campos Lions Clube Centro-São José dos Campos Projeto Transformação BRASIL Transformação é um projeto que visa ampliar as oportunidades educativas, investindo no desenvolvimento do potencial de cada criança e

Leia mais

Consulta Pública ESTRATÉGIAS

Consulta Pública ESTRATÉGIAS Plano Municipal de Educação PME Secretaria Municipal de Educação São Francisco do Sul Fórum Municipal de Educação Consulta Pública META 3: Universalizar, até 2016, o atendimento escolar para toda a população

Leia mais

TEATRO SOCIAL: VALORES PARA A VIDA

TEATRO SOCIAL: VALORES PARA A VIDA TEATRO SOCIAL: VALORES PARA A VIDA Utilizando o Teatro como Ferramenta de Ensino e Transformação Social CONEXÃO SOCIAL REDE NACIONAL DE ENSINO SOCIOEMOCIONAL IASEA 2015 1. APRESENTAÇÃO TEATRO SOCIAL é

Leia mais

Perguntaram à teóloga alemã. Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade?

Perguntaram à teóloga alemã. Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade? Perguntaram à teóloga alemã Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade? Não explicaria, Daria uma bola para que ele jogasse... ESPORTE EDUCAÇÃO CULTURA QUALIFICAÇÃO PLACAR

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

Pólos da Paz e Praças da Paz SulAmérica

Pólos da Paz e Praças da Paz SulAmérica A iniciativa O projeto Praças é uma iniciativa do Instituto Sou da Paz, em parceria com a SulAmérica, que promove a revitalização de praças públicas da periferia de São Paulo com a participação da comunidade

Leia mais

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS Art. 1. A Política de Assistência Estudantil da Pós-Graduação da UFGD é um arcabouço de princípios e diretrizes

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS PARA AS ALTAS HABILIDADES / SUPERDOTAÇÃO. Secretaria de Educação Especial/ MEC

POLÍTICAS PÚBLICAS PARA AS ALTAS HABILIDADES / SUPERDOTAÇÃO. Secretaria de Educação Especial/ MEC POLÍTICAS PÚBLICAS PARA AS ALTAS HABILIDADES / SUPERDOTAÇÃO Secretaria de Educação Especial/ MEC Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva Objetivo Orientar os sistemas

Leia mais

Transformando o presente, construindo o amanhã.

Transformando o presente, construindo o amanhã. Transformando o presente, construindo o amanhã. Primeira sede em 1988 História No dia 23 de novembro de 1988, a Fundação Belgo-Mineira foi oficialmente constituída, a fim de promover ações de marketing

Leia mais

Núcleo de Educação Infantil Solarium

Núcleo de Educação Infantil Solarium 0 APRESENTAÇÃO A escola Solarium propõe um projeto de Educação Infantil diferenciado que não abre mão do espaço livre para a brincadeira onde a criança pode ser criança, em ambiente saudável e afetivo

Leia mais

PROJETO BRINQUEDOTECA: BRINCANDO E APRENDENDO

PROJETO BRINQUEDOTECA: BRINCANDO E APRENDENDO INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE FLORESTA ISEF PROJETO BRINQUEDOTECA: BRINCANDO E APRENDENDO FLORESTA PE 2013 SUMÁRIO I. JUSTIFICATIVA II. OBJETIVO A. GERAIS B. ESPECIFICOS III. DESENVOLVIMENTO IV. CRONOGRAMA

Leia mais

ÁREAS DE ATUAÇÃO. Prevenção, tratamento e pesquisa sobre o câncer. Iniciativas à criança e ao adolescente. Reabilitação mental e motora

ÁREAS DE ATUAÇÃO. Prevenção, tratamento e pesquisa sobre o câncer. Iniciativas à criança e ao adolescente. Reabilitação mental e motora ÁREAS DE ATUAÇÃO Cultura Cinema Esporte Consultoria especializada em leis de incentivo fiscal que auxilia empresas no direcionamento de seu investimento social e as instituições a desenvolverem seus projetos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA

PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROJETO JUDÔ NA ESCOLA: A SALA DE AULA E O TATAME Projeto: Domingos Sávio Aquino Fortes Professor da Rede Municipal de Lorena Semeie um pensamento,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE SÃO CARLOS - SÃO PAULO

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE SÃO CARLOS - SÃO PAULO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE SÃO CARLOS - SÃO PAULO E.E. PROFª ALICE MADEIRA JOÃO FRANCISCO SANTA EUDÓXIA-DISTRITO DE SÃO CARLOS RUA

Leia mais

EDITAL DO CENTRO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 03/2012 TIPO: QUALIFICAÇÃO TÉCNICA

EDITAL DO CENTRO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 03/2012 TIPO: QUALIFICAÇÃO TÉCNICA EDITAL DO CENTRO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 03/2012 TIPO: QUALIFICAÇÃO TÉCNICA O Centro de Promoção da Saúde, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita

Leia mais

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE MARANGUAPE-CE

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE MARANGUAPE-CE EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE MARANGUAPE-CE EDITAL N 20/2015 1. INTRODUÇÃO A ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE LUZIA LOPES GADÊLHA, por meio do Termo Convênio nº 05/2015, como parte integrante

Leia mais

FUNDO ESTADUAL DE CULTURA

FUNDO ESTADUAL DE CULTURA FUNDO ESTADUAL DE CULTURA PEDIDO DE READEQUAÇÃO DE PROJETO ARTÍSTICO-CULTURAL MODALIDADE LIBERAÇÃO DE RECURSOS NÃO REEMBOLSÁVEIS 1ª Readequação 2ª Readequação 3ª Readequação Atenção: Limite máximo de 3

Leia mais

:: Legislação. Unidade: Câmara de Educação Básica. Número: 79/2009 Ano: 2009. Ementa:

:: Legislação. Unidade: Câmara de Educação Básica. Número: 79/2009 Ano: 2009. Ementa: :: Legislação Unidade: Câmara de Básica Número: 79/2009 Ano: 2009 Ementa: Estabelece normas para a Especial, na Perspectiva da Inclusiva para todas as etapas e Modalidades da Básica no Sistema Estadual

Leia mais

PROJETO ESCOLA E CIDADANIA

PROJETO ESCOLA E CIDADANIA PROJETO DE AQUISIÇÃO DE KIT ESCOLAR PROJETO ESCOLA E CIDADANIA 1. HISTÓRICO A preocupação com a causa da criança e do adolescente em situação de risco, faz nascer instituições proféticas espalhadas pelo

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSUNTOS JURÍDICOS

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSUNTOS JURÍDICOS LEI Nº 2.073, DE 30 DE JULHO DE 2014. **Altera a Lei Ordinária nº 2.021, de 8 de Janeiro de 2014. Altera a Lei 2.021, de 08 de janeiro de 2014, que dispõe sobre o Plano Plurianual PPA 2014-2017, na forma

Leia mais

3.1 Planejar, organizar logística e tecnicamente das Oficinas temáticas de formação da Agentes de Prevenção e seus parceiros locais.

3.1 Planejar, organizar logística e tecnicamente das Oficinas temáticas de formação da Agentes de Prevenção e seus parceiros locais. EDITAL DO CENTRO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE TERMO DE REFERÊNCIA Nº 10/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 10/2012 TIPO: MELHOR TÉCNICA O Centro de Promoção da Saúde, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita

Leia mais

Dossiê Ensino Fundamental no Brasil. Estudo para a construção do Plano Municipal de Educação de Palmas

Dossiê Ensino Fundamental no Brasil. Estudo para a construção do Plano Municipal de Educação de Palmas Estudo para a construção do Plano Municipal de Educação de Palmas Segundo substitutivo do PNE, apresentado pelo Deputado Angelo Vanhoni, Abril de 2012 Profa. Dra. Rosilene Lagares PPGE/PET PedPalmas Palmas,

Leia mais

II - obrigatoriedade de participação quando realizados no período letivo; III - participação facultativa quando realizados fora do período letivo.

II - obrigatoriedade de participação quando realizados no período letivo; III - participação facultativa quando realizados fora do período letivo. Capítulo II DA EDUCAÇÃO Art. 182. A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada pelo Município, com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento

Leia mais

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS EDUCAÇÃO BÁSICA ENSINO SUPERIOR EDUCAÇÃO NÃO-FORMAL EDUCAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DO SISTEMA DE JUSTIÇA E SEGURANÇA EDUCAÇÃO E MÍDIA Comitê Nacional de Educação

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

DIREITOS HUMANOS, JUVENTUDE E SEGURANÇA HUMANA

DIREITOS HUMANOS, JUVENTUDE E SEGURANÇA HUMANA DIREITOS HUMANOS, JUVENTUDE E SEGURANÇA HUMANA FARIAS, Maria Lígia Malta ¹ SOUSA, Valéria Nicolau de ² TANNUSS, Rebecka Wanderley ³ Núcleo De Cidadania e Direitos Humanos/ PROEXT RESUMO O Projeto de Extensão

Leia mais

Capacitação Gerencial PST

Capacitação Gerencial PST Capacitação Gerencial PST Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social SNELIS Ministério do Esporte Direito Social É dever do estado fomentar práticas desportivas formais e não formais:

Leia mais

Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes

Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes Elaborada pela Diretoria de Assuntos Estudantis 1 1 Esta minuta será apreciada pelo Colegiado de Ensino, Pesquisa e Extensão nos dias

Leia mais

Centro Educacional Pró-Hope

Centro Educacional Pró-Hope Centro Educacional Pró-Hope A escola da Casa Hope As pessoas que são atendidas pela Instituição sofrem com a carência financeira, a doença e o afastamento da rede familiar e social de apoio. Tudo isso

Leia mais

ANEXO II CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA APOIO E/ OU IMPLANTAÇÃO DE ÓRGÃOS COLEGIADOS E APOIO A FÓRUNS E REDES

ANEXO II CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA APOIO E/ OU IMPLANTAÇÃO DE ÓRGÃOS COLEGIADOS E APOIO A FÓRUNS E REDES ANEXO II CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA APOIO E/ OU IMPLANTAÇÃO DE ÓRGÃOS COLEGIADOS E APOIO A FÓRUNS E REDES I ÁREAS DE INTERESSE Criança e Adolescente Apoio aos Fóruns, Comitês, Associações

Leia mais

A AÇÃO COMUNITÁRIA NO PROJOVEM. Síntese da proposta de Ação Comunitária de seus desafios 2007

A AÇÃO COMUNITÁRIA NO PROJOVEM. Síntese da proposta de Ação Comunitária de seus desafios 2007 A AÇÃO COMUNITÁRIA NO PROJOVEM Síntese da proposta de Ação Comunitária de seus desafios 2007 A AÇÃO COMUNITÁRIA NO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO Dimensão formativa do programa voltada à educação para a cidadania

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE 1. INTRODUÇÃO A ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE LUZIA LOPES GADÊLHA, por meio do Termo Convênio nº 05/2015, como parte integrante do Projeto Fortalecendo

Leia mais

Atuando com responsabilidade para. colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos

Atuando com responsabilidade para. colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos Atuando com responsabilidade para colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos Compromisso com um futuro melhor. Com o nosso trabalho, somos parte da solução para uma agricultura mais sustentável.

Leia mais

PLANO SETORIAL DE DANÇA. DOCUMENTO BASE: Secretaria de Políticas Culturais - SPC Fundação Nacional de Artes FUNARTE Câmaras Setoriais de Dança

PLANO SETORIAL DE DANÇA. DOCUMENTO BASE: Secretaria de Políticas Culturais - SPC Fundação Nacional de Artes FUNARTE Câmaras Setoriais de Dança PLANO SETORIAL DE DANÇA DOCUMENTO BASE: Secretaria de Políticas Culturais - SPC Fundação Nacional de Artes FUNARTE Câmaras Setoriais de Dança MARÇO DE 2009 CAPÍTULO I DO ESTADO FORTALECER A FUNÇÃO DO ESTADO

Leia mais

Projeto Cidades da Copa PLANO DE AÇÃO PORTO ALEGRE - RS

Projeto Cidades da Copa PLANO DE AÇÃO PORTO ALEGRE - RS Projeto Cidades da Copa PLANO DE AÇÃO PORTO ALEGRE - RS PORTO ALEGRE EM AÇÃO É ESPORTE E EDUCAÇÃO O esporte não é educativo a priori, é o educador que precisa fazer dele ao mesmo tempo um objeto e meio

Leia mais

Articular o Conselho Escolar, os Grêmios Estudantis, os trabalhadores de educação, as Associações de Pais e Mestres e a comunidade em geral.

Articular o Conselho Escolar, os Grêmios Estudantis, os trabalhadores de educação, as Associações de Pais e Mestres e a comunidade em geral. EIXO 1 PROMOÇÃO DOS DIREITOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES Garantir a elaboração e implementação da Política e do Plano Decenal de Direitos Humanos de Criança e Adolescente nos âmbitos federal, estadual,

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015.

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015. REV.: 03 Pág.: 1 de 6 A Manaus Ambiental torna público que estão abertas as inscrições para a seleção de Instituições e Projetos Sociais para o 14º Dia do Voluntariado. A empresa realizará o processo de

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA CENTRO DE REFERÊNCIAS TÉCNICAS EM PSICOLOGIA E POLÍTICAS PÚBLICAS CONVERSANDO SOBRE A PSICOLOGIA E O SUAS

CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA CENTRO DE REFERÊNCIAS TÉCNICAS EM PSICOLOGIA E POLÍTICAS PÚBLICAS CONVERSANDO SOBRE A PSICOLOGIA E O SUAS 1. Categorias profissionais que já compõem o SUAS RS: - Psicólogo - Assistente Social - Advogado - Educador Social - Nutricionista - Pedagogo - Enfermeiro - Estagiários - Supervisores e Coordenação - Técnico

Leia mais

INSTITUCIONAL PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES

INSTITUCIONAL PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES ANEXO I ROTEIRO PARA INSPEÇÃO PERÍODICA 1 DOS SERVIÇOS DE ACOLHIMENTO Data: / / INSTITUCIONAL PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES Modalidade: ( ) Acolhimento Institucional ( ) Casa Lar 1 - DADOS GERAIS 1.1. Nome

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Terceira Idade e Movimento

Mostra de Projetos 2011. Terceira Idade e Movimento Mostra de Projetos 2011 Terceira Idade e Movimento Mostra Local de: Campina Grande do Sul Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Secretaria

Leia mais

Edital de Seleção. Edital de seleção PROGRAMA DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E PROGRAMA JOVENS PESQUISADORES para organizações da sociedade civil

Edital de Seleção. Edital de seleção PROGRAMA DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E PROGRAMA JOVENS PESQUISADORES para organizações da sociedade civil Edital de seleção PROGRAMA DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E PROGRAMA JOVENS PESQUISADORES para organizações da sociedade civil Início das inscrições: 22 de fevereiro de 2013 Final das inscrições: 20 de março de

Leia mais

FORMAÇÃO DA CIDADANIA OBJETIVOS E METAS

FORMAÇÃO DA CIDADANIA OBJETIVOS E METAS FORMAÇÃO DA CIDADANIA OBJETIVOS E METAS 1. Garantir a participação juvenil na elaboração e acompanhamento das políticas públicas na área de cidadania, em nível municipal, estadual e nacional, promovendo

Leia mais

Qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público OSCIP em 2009.

Qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público OSCIP em 2009. MISSÃO O Instituto LOCUS é uma associação civil sem fins lucrativos, fundada em 2005 por um grupo de arquitetos, urbanistas, educadores e assistentes sociais. Qualificada como Organização da Sociedade

Leia mais

PREFEITURA DE MONTES CLAROS SECRETARIA MUNCIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO

PREFEITURA DE MONTES CLAROS SECRETARIA MUNCIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO 1ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 004/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PESSOAL PARA ATENDER A RECENSEAMENTO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA E A DIVERSOS OUTROS PROGRAMAS E SERVIÇOS

Leia mais

DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E COMUNICAÇÃO (Tecnologia, Inclusão Digital e Comunicação)

DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E COMUNICAÇÃO (Tecnologia, Inclusão Digital e Comunicação) DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E COMUNICAÇÃO (Tecnologia, Inclusão Digital e Comunicação) OBJETIVOS E METAS 1. Garantir a inclusão digital, instalando computadores nas escolas públicas de ensino fundamental

Leia mais

Projetos de apoio ao SUS

Projetos de apoio ao SUS Carta Convite: Facilitação dos Cursos de Especialização em Gestão da Vigilância em Saúde, Gestão da Clínica nas Redes de Atenção à Saúde, Regulação em Saúde no SUS e Gestão do Risco e Segurança do Paciente

Leia mais

Inscrições abertas para edital com foco em crianças e adolescentes

Inscrições abertas para edital com foco em crianças e adolescentes Financiamento e apoio técnico Inscrições abertas para edital com foco em crianças e adolescentes A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) e o Conselho Nacional dos Direitos

Leia mais

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto?

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto? Projetos Sociais da Faculdade Campo Real A promoção da cidadania é qualidade de toda instituição de ensino consciente de sua relevância e capacidade de atuação social. Considerando a importância da Faculdade

Leia mais

Orientação às Famílias

Orientação às Famílias Ministério da Educação Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão Cartilha Orientação às Famílias Brasília, 10 de agosto de 2012. 1 Presidência da República Ministério da

Leia mais

CONVOCATÓRIA PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2012

CONVOCATÓRIA PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2012 CONVOCATÓRIA PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2012 Junho/2012 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1. ORGANIZAÇÕES ELEGÍVEIS PARA APOIO... 3 2. TIPOS DE PROJETO PODERÃO SER

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANÁ A N E X O I E D I T A L D E C O N C U R S O P Ú B L I C O Nº 01/2015 D O S R E Q U I S I T O S E A T R I B U I Ç Õ E S D O S C A R G O S RETIFICAÇÃO

Leia mais

6h diárias - 11 meses

6h diárias - 11 meses 6h diárias - 11 meses PROPOSTA PEDAGÓGICA PROGRAMA DE APRENDIZAGEM EM AUXILIAR DE VAREJO ÍNDICE 1 - Apresentação da Entidade ijovem 3 2 - Justificativa do Programa. 3 3 Público-alvo: 4 4 Objetivo geral:

Leia mais

Leitura e Literatura

Leitura e Literatura MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICAB Diretoria de Políticas de Formação, Materiais Didáticos e de Tecnologias para Educação BásicaB Leitura e Literatura Dia e Semana Nacional da Leitura

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROJETO e-jovem

APRESENTAÇÃO DO PROJETO e-jovem APRESENTAÇÃO DO PROJETO e-jovem O Projeto e-jovem é uma iniciativa do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Educação SEDUC, cuja proposta visa oferecer formação em Tecnologia da Informação

Leia mais

Projeto Cardume CMDCA

Projeto Cardume CMDCA Projeto Cardume CMDCA Objetivo: Estabelecer rede de proteção integral a criança e ao adolescente,, bem como suas famílias, reunindo ações governamentais e atividades das organizações da sociedade civil,

Leia mais

ESPAÇO TRANSFORMADOR. Institucionalizado para a Comunidade. Transformação Baseada na tomada de consciência, na descoberta e na mudança de atitudes e

ESPAÇO TRANSFORMADOR. Institucionalizado para a Comunidade. Transformação Baseada na tomada de consciência, na descoberta e na mudança de atitudes e ESPAÇO TRANSFORMADOR Transformação Baseada na tomada de consciência, na descoberta e na mudança de atitudes e comportamentos e especialmente na construção e aplicação dos conhecimentos apreendidos. Organização

Leia mais

SERVIÇOS DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS SCFV

SERVIÇOS DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS SCFV SERVIÇOS DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS SCFV SOCIOASSISTENCIAL X SOCIOEDUCATIVO SOCIOASSISTENCIAL apoio efetivo prestado a família, através da inclusão em programas de transferência de renda

Leia mais

EIXO IV QUALIDADE DA EDUCAÇÃO: DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO, PERMANÊNCIA, AVALIAÇÃO, CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM

EIXO IV QUALIDADE DA EDUCAÇÃO: DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO, PERMANÊNCIA, AVALIAÇÃO, CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM EIXO IV QUALIDADE DA EDUCAÇÃO: DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO, PERMANÊNCIA, AVALIAÇÃO, CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM PROPOSIÇÕES E ESTRATÉGIAS 1.2. Universalização do ensino fundamental de nove anos

Leia mais

EIXO TECNOLÓGICO: DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL E SOCIAL FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA CAPACITAÇÃO

EIXO TECNOLÓGICO: DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL E SOCIAL FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA CAPACITAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL E SOCIAL FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA CAPACITAÇÃO Cursos destinados a pessoas com escolaridade variável, que objetivam desenvolver competências necessárias

Leia mais

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE ENFERMAGEM

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE ENFERMAGEM ENFERMAGEM REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE ENFERMAGEM CAPÍTULO I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E SUAS FINALIDADES Art. 1º. As atividades complementares, no âmbito do Curso de Enfermagem,

Leia mais

Os Planos Municipais de Educação: o atendimento na Creche e o PIM

Os Planos Municipais de Educação: o atendimento na Creche e o PIM Os Planos Municipais de Educação: o atendimento na Creche e o PIM Por que Investir na Primeira Infância Os retornos dos investimentos no desenvolvimento da primeira infância são altos, na medida em que

Leia mais

3.1 Planejar, organizar e realizar oficinas de mapeamento participativo utilizando técnicas de educação popular e promoção da saúde;

3.1 Planejar, organizar e realizar oficinas de mapeamento participativo utilizando técnicas de educação popular e promoção da saúde; EDITAL DO CENTRO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE TERMO DE REFERÊNCIA Nº 05/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 05/2012 TIPO: MELHOR TÉCNICA O Centro de Promoção da Saúde, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita

Leia mais

Clipping IFRJ Setembro de 2012

Clipping IFRJ Setembro de 2012 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Instituto Federal Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro Assessoria de Comunicação Clipping IFRJ Setembro de 2012 11/09

Leia mais

8ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE MINAS GERAIS

8ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE MINAS GERAIS 8ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE MINAS GERAIS DOCUMENTO FINAL EIXO 1 PROMOÇÃO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Ações de mobilização: 1. Ampla mobilização, por

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA ONLINE: Avaliação dos Atores do Sistema de Garantia de Direitos participantes das Oficinas em São Paulo

RELATÓRIO DA PESQUISA ONLINE: Avaliação dos Atores do Sistema de Garantia de Direitos participantes das Oficinas em São Paulo RELATÓRIO DA PESQUISA ONLINE: Avaliação dos Atores do Sistema de Garantia de Direitos participantes das Oficinas em São Paulo APRESENTAÇÃO A SaferNet Brasil é uma associação civil de direito privado, com

Leia mais