RELATÓRIO DE ATIVIDADES FUNDAÇÃO CTI NORDESTE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO DE ATIVIDADES FUNDAÇÃO CTI NORDESTE"

Transcrição

1 FUNDAÇÃO CTI/NE RELATÓRIO DE ATIVIDADES FUNDAÇÃO CTI NORDESTE PRESIDÊNCIA Danielle Novis (até 05 de julho) Alberto Feitosa (de 05 de julho em diante) ANO DE 2013

2 1. QUEM SOMOS: A Fundação Comissão de Turismo Integrado do Nordeste CTI-NE, entidade de direito privado, sem fins lucrativos, mantida pela subvenção de recursos dos 9 (nove) estados nordestinos e algumas capitais desses estados, fundada há 32 anos, presta, consoante os seus estatutos, serviços especializados e de cooperação aos setores públicos e privados, que operam ou que se destinam ao turismo. Também, segundo ditames estatutários, pode abrir unidade no Brasil e/ou no exterior, com vistas à prática e ao fomento do turismo, sempre na visão de que divulgando e promovendo o Brasil estará fortalecendo o turismo regional, especificamente o nordestino. A CTI-NE tem, no bojo de sua experiência, a competência e a vivência dos seus afiliados, os 9 (nove) estados nordestinos e algumas das capitais desses estados, revestindo-se de elevada responsabilidade por ter como mantenedores as Secretarias de Estado ligadas ao Turismo, muitas delas também de Economia e Indústria, das empresas estatais de turismo no conjunto dos estados nordestinos, e das Secretarias de Economia e Turismo de diversas capitais (Recife, João Pessoa, Natal, Teresina, São Luis e Aracaju). Nesse contexto, a CTI-NE é sem similar no País. É a única entidade agregadora de estados da República brasileira, 1/3 deles como afiliados e instituidores da mesma. Não há, no Brasil, nenhuma instituição, com personalidade jurídica, que tenha esse grau de congregação, haja vista não terem prosperado, por exemplo, a CTI-Sul, nem a CTI-Norte etc etc etc. As outras entidades do trade brasileiro é formada somente por setores específicos. Exemplo: A ABAV, as agências e os operadores de viagens; a Fenactur, os sindicatos; a ABIH, os hotéis; A Federação dos Conventions Bureaus, recém criada, os Conventions Bureaus. Enfim, nenhuma acolhe um grupo de estados e, como se sabe, aos estados incubem a tarefa e a experiência, por exemplo, de cooptação de vôos charters, de turistas, mediantes promoções e propagandas, de incremento de vôos e manutenção dos mesmos. Um detalhe que muito importa é que a CTI-NE é sempre presidida por um Secretário ou Presidente de órgão de um dos estados instituidor/afiliado. Isso não só lhe dar maior responsabilidade, como garante a participação de todos no processo operacional. O outro informe, é que ela é, na esteira da execução, operacionalizada por uma Secretaria Executiva, cujo Secretário Executivo é sempre escolhido/referendado pelo Conselho Deliberativo da Fundação CTI-NE, sendo, sempre, um profissional do ramo e de ilibado caráter. Além do mais, a CTI-NE tem uma larga folha de serviços prestados ao País quando de realização de eventos no âmbito nacional (turismo doméstico) e no âmbito do mundo como um todo (turismo internacional), ora realizando com recursos amealhados dos estados afiliados, ora em convênio com organismos federais e estaduais, ênfase especial para o Embratur, haja vista a gama enorme de promoções feitas pela CTI-NE em convênio com aquele Instituto. A CTI/NE tem a consciência plena da importância do turismo para a economia do Nordeste brasileiro, pautando a sua agenda pelo fomento e difusão do turismo para cada um dos estados nordestinos, entendo essa atividade não somente como geradora de divisas, mas, também, de emprego e renda. Ou seja, o turismo como um fator de inclusão social, sendo esta uma vocação bastante nítida se considerarmos as riquezas naturais e a diversificação da cultura, bastante diferenciada no mosaico dos valores nordestinos. 2

3 A CTI-NE é a única entidade a manter e o faz com êxito uma Bolsa de Turismo, a única do Brasil, com apoio do Ministério do Turismo/Embratur, com patrocínio ora da Chesf, do Sebrae, por vezes, da própria Infraero, do Sebrae, da Sudene e outras organizações. Trata-se da Brazil National Tourism Mart BNTM, que, em 2010, em sua 19 a edição, foi realizada em Ipojuca/Pernambuco. Vale lembrar que Ipojuca é onde se situa a praia de Porto de Galinhas, um atrativo de grande apelo à prática do turismo nacional e internacional. Nessa Bolsa os maiores operadores do mundo transitam nesse evento, único no Brasil, porque os outros se realizam como Feira e a BRITE (TurisRio), antes existente, somente se realizou por 4 anos seguidos, numa outra prova cabal da competência da CTI-NE em realizar eventos de porte internacional. Nessas BNTMs vários seminários já foram realizados, objetivando o turismo nacional, a exemplo de Cruzeiros Marítimos, Vôos Charters, Incremento e Manutenção de Vôos Regulares, Passageiros e Cargas.Importante dizer que a BNTM é uma Bolsa do Nordeste e, como tal, incentiva a divulgação dos destinos e produtos nordestinos, além de se transformar, a cada ano, na capital internacional do turismo, abrindo espaço para todos os estados se situem na vitrine do mundo. As comemorações dos 500 anos de Descobrimento do Brasil, em Portugal, foram coordenadas e executadas pela CTI-NE, mediante convênio com a Embratur e o Ministério do Turismo e dos Esportes, com wokshops, exposição de artesanato e festival de gastronomia. Foi, segundo registros na imprensa portuguesa, revestido de largo sucesso, numa promoção excelente para o Brasil. Nesse evento, realizado no ano 2.000, cada estado, mediante essa ação da CTI/NE, deixou marcas indeléveis aos olhos dos patrícios, um mercado promissor para o Brasil, enfaticamente, até pela proximidade geográfica, para a região nordestina. As Feiras internacionais há 8 anos foi coordenada pela FENACTUR e pela CTI- Nordeste, sempre se realizando com lisura e zelo profissional, merecendo prêmios internacionais e elogios dos participantes e/ou visitantes. Na Argentina, em 1993, partiu da CTI-NE, com recursos dos estados, a promoção que contemplou os principais operadores e agentes de viagens daquele País, tomando a estrela Xuxa como carro-chefe da promoção pela televisão, mas, também, com workshops, café-da-manhã com a imprensa e, à noite, jantar com empresários do turismo, da economia (exportação), jornalistas e autoridades. Com essa campanha, a CTI-NE duplicou o número de turistas para a região nordestina, e reverteu uma imagem de cólera que estigmatizava o Nordeste brasileiro à época. Em 2001, exitosamente, a CTI-NE realizou worshops em Lisboa e Porto, também em Madri, mediante convênio com o Ministério do Turismo e o Embratur, resultando em excelentes frutos para o turismo brasileiro, notadamente para o turismo nordestino. 3

4 Em 2005 foi a CTI Nordeste quem coordenou a MISSÃO EMPRESARIAL DO TURISMO RURAL BRASILEIRO, realizada, com o apoio dos empresários e da TAP, em Portugal. Importante dizer que o recolhimento desses frutos contempla não os estados onde existem uma quantidade maior de voos internacionais, mas, também, os estados da vizinhança, até porque é natural entre os turistas estrangeiros, que normalmente passam de 14/15 dias no destino, a vontade de conhecer outros lugares, principalmente, os mais próximos, gerando, assim, os chamados destinos compartilhados. Sem esquecer que a CTI/NE costuma trabalhar as duas demandas: a internacional e a nacional, esta sobretudo entre estados de maior demanda, lembrando que o próprio Nordeste viaja muito dentro do Nordeste, provocando, assim, o turismo intrarregional. Os estados nordestinos, ao se apresentarem de forma sistêmica, promovem um benefício grande ao conjunto e às partes. Cada estado se beneficia quando das iniciativas compartilhadas, conferindo ao todo, a elenco dos estados, somente resultados positivos. A CTI/NE objetiva difundir os pontos positivos, fortes, das Região, sem esquecer a consciência dos pontos fracos, este motivando ações de neutralização para evitar ou minimizar possíveis desgastes de imagem. A CTI-NE é quem faz o estudo de demanda turística para a Região, uma ação feita em parceria, mediante convênio, com a Sudene, uma outra ação de cunho científico que muito tem embasado as iniciativas da CTI-Nordeste e da própria Embratur. Tão importante que, de há muito, a CTI Nordeste, criou no seu âmbito, o Grupo Técnico de Planejamento (GTP), que baseia as suas estratégias nas pesquisas e nos estudos afeito ao tema. A CTI-NE abriu-se para receber outros municípios no seu quadro de afiliados. Tem mantida aberta a porta do diálogo com os empresários brasileiros ligados ao turismo e à economia, tudo consoante o seu PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO, um trabalho de há muito feito pelos consultores Virgínio Loureiro (falecido), Elder Lins Teixeira e Anya Ribeiro, respectivamente, baiano, pernambucano e cearense. Esse Planejamento Estratégico foi feito com o apoio da Embratur, que incentivou a iniciativa como um reconhecimento aos relevantes serviços da CTI-NE. Nesse Plano a entidade descortina uma série de iniciativas a exemplo da cooptação de voos charters, de aumento e sustentação dos voos regulares, já chamando a atenção da necessidade de se promover os destinos e produtos turísticos nordestinos, incluindo-se, para a elevação/sustentação desses voos, o fator carga, como vetor importante ao incremento e permanência de voos para os aeroportos brasileiros. 4

5 Portanto, a entidade CTI-NE já tem, no bojo de suas estratégias, essas ideias que retratam, fielmente, a sua vivência nesse campo de ação. Nesse seu Plano, a CTI-NE também defende, pelo que se pôde ler na imprensa quando do lançamento do seu PLANEJAMNTO ESTRATÉGICO, a promoção dos seus destinos não somente pelo sol e mar, mas, também, pela rica e diversificada cultura, notável no artesanato, na gastronomia, no seu acervo histórico, monumentos, igrejas, fortes, casarões e casarios, no folclore e assim por diante. Defende também que o Nordeste para ser divulgado e para ver prosperar os seus fluxos turísticos precisa mais e mais se agregar ao Brasil como um todo, cujo destino maior também se alinha aos valores naturais de densa e extensa cultura, cuidando, entretanto, todos, de ações estruturais, de segurança, de limpeza, de segurança, tudo isso a indicar que, segundo o Plano da CTI-NE, tem que ser em conjunto as ações e promoções para que as partes ganhem com o todo. Por fim, são inúmeras as realizações da CTI-NE no exterior, incluindo-se seminários em nossas embaixadas e promoções as mais diversas, numa moldura, até o momento, somente de êxito e resultados positivos em todas as ações e promoções que tiveram a CTI-NE como executora e/ou idealizadora das mesmas. Vale sempre destacar a proximidade do Nordeste com a Europa, sendo considerado o Portão de Entrada para o Brasil, um fato singular à cooptação de voos, passageiros e cargas, sem falar nas qualidades naturais e culturais da região nordestina para captação de voos para o Nordeste e para o Brasil por inteiro, uma vez que as promoções da CTI-NE se caracterizam por abrigar todos os estados, reafirmando a idéia de que o destino Brasil precisa está bem aos olhos do mundo para que, estado por estado, possam os turistas fazerem as suas escolhas. A CTI-NE notabilizou-se, também, pela conquista do PRODETUR I e, agora, pelo PRODETUR II, um programa junto ao BIRD, e que tantos benefícios infra-estruturais trouxe à Região, e cuja aplicação do PRODETUR agora se amplia a outras regiões brasileiras. Esse Programa, no Nordeste, teve a coordenação da CTI-NE, que, mais uma vez, se valeu da experiência dos estados. 2. INTRODUÇÃO: A Fundação CTI Nordeste tem, desde a sua criação, vem tendo uma fecunda vida de atividades que a consagra como um case de sucesso no Brasil, haja vista o fato de, à época do lançamento da CTI/NE, o elenco das outras regiões brasileiras constituiu as suas entidades, a exemplo da CTI/S, CTI/SE e assim por diante. Todavia, somente sobreviveu a instituição que agregou os estados nordestinos, ou seja, a CTI/NE. A célula mater dessa iniciativa foi o da agregação dos estados trabalhados de forma sistêmica, as partes somando um todo orgânico. Assim, o Nordeste passou a ser mostrado como um destino turístico único, ensejando que esse órgão agregador difundisse e fomentasse o turismo para o Nordeste como um todo, reservando sempre a cada estado a motivação posterior de, no universo da Região divulgada e cobiçada, tentar chamar para si essa demanda de turistas, incluindo-se os visitantes. 5

6 A CTI/NE assimilou, desde então, o turismo como uma atividade multidisciplinar e interdisciplinar, inerente à transversalidade. Assim, não bastam as campanhas de divulgação, se o destino não se apresentar à altura das expectativas que se recolhem no espírito dos turistas que mantêm o olhar contemplativo de quem faz da viagem um cometimento, um momento raro de devaneio, de intercâmbio cultural, de interação com outras culturas e, até, de outras civilizações. O destino, se entender o turismo como um fator de inclusão social e de desenvolvimento, gerador de emprego e renda, de impostos e divisas, enfim um vetor de resposta rápida à economia e às igualdades sociais há de chamar para si as melhorias para a sua gente, os nativos. Os indicadores sociais e a infraestrutura devem atender às humanas ansiedades e expectativas. Segurança e limpeza, saneamento e saúde, educação e cultura, são algumas dessas varáveis, complexas, umas, incontroláveis, outras. À CTI/NE sempre se desincumbiu de esforços nesta direção, ora fazendo por si mesma, ora fazendo com que se fizesse à medida que os seus associados sempre foram motivados e instigados a essas múltiplas ações. Por 10 (dez) anos a CTI/NE, após criar, sem ônus para a Instituição, o Grupo Técnico de Planejamento GTP - que ainda hoje funciona como uma espécie de comitê de inteligência - realizou pesquisas de opinião junto aos turistas aproveitando os fluxos relativos aos meses de janeiro, maio, julho e outubro, colocando em prática essas pesquisas quando de dois meses alusivos à alta temporada (Janeiro e Julho) e a dois outros meses relacionados à baixa temporada (maio e outubro). O GTP atualmente é coordenado por Valdir Mesquita e tem como membros um representante de cada estado afiliado à CTI/NE. No Planejamento Estratégico da Fundação CTI Nordeste os seus associados, tendo em vista a IDENTIDADE ORGANIZACIONAL DA CTI/NE, colocaram em relevo os seguintes compromissos Negócio: O Turismo no Nordeste Missão: Desenvolver soluções consensuais de interesse do setor turístico, buscando promover de forma sustentável, articulada e integrada, resultados otimizados para a Região. Cliente: A sociedade. 6

7 Princípios e Valores: Integração; Ética e transparência; Equidade; Respeito às especificidades dos associados. Referenciais de Conduta: Compromisso; Participação ativa e continuada; Visão coletiva, regional e global; Ações cooperadas; Assegurar a saúde financeira da entidade. Focos de Atuação: Fortalecimento; Projetos estruturantes; Promoção; Qualificação de bens e serviços. Visão de Futuro até 2015: Consolidar o turismo como atividade econômica, rentável e autossustentável; Melhorar a qualidade de vida, gerando emprego e renda; Valorizar a cultura e preservar o meio ambiente; Busca contínua da qualidade do perfil do turista, nos seus vários segmentos; Participação da entidade na formulação das políticas públicas, regionais e nacionais, voltadas para o turismo. A CTI/NE se mantém atenta e vigilante à causa da preservação de um turismo autossustentável, que conserve o meio ambiente e a cultura, encetando esforços para que o turismo não destrua o próprio turismo. Assim, diante da ameaça em algumas capitais nordestinas da malsinada prática do chamado turismo sexual, a Fundação CTI Nordeste alertou aos estados para que combatessem essa permissividade, sobretudo no que concerne à exploração sexual infanto-juvenil. Portanto, a CTI/NE tem também este objetivo o de se manter em permanente vigilância às ameaças que podem pairar sobre o turismo que é uma atividade que mexe principalmente com as pessoas, que coloca em movimento um contingente grande de seres humanos que, se por um lado, se colocam em disponibilidade para os prazeres da carne, por outro clamam, consciente ou inconscientemente, por medidas que lhes garantam a integridade física e os valores ético-morais, espirituais. 7

8 A atividade expõe as pessoas às fragilidades da vida profana. Os abusos sexuais conduzem a outras violências, inclusive ao uso e abuso do álcool e das drogas. Importa dizer que a CTI Nordeste tem produzido boletins com dados ligados às estatísticas e às pesquisas de opinião, bem como as relacionadas à demanda turística. A CTI/NE tem sido um grande laboratório de experiência e de vivência, de um cabedal armazenado de experiências e iniciativas as mais diversas. De quando em vez a CTI/NE tem realizado experiências, o que confere, atualmente, à Fundação o ato de também ser uma incubadora de projetos e ações, por vezes, tomando o Estado onde está sediada para as suas experiências.. A CTI/NE E O TURISMO NO CENÁRIO INTERNACIONAL A Fundação CTI Nordeste, membro afiliada à Organização Mundial do Turismo OMT, tem mantido permanente intercâmbio com aquele organismo máximo do turismo mundial, subsidiando os seus associados, estados e municípios, atualizados com relação aos fatos e dados do turismo no que concerne à economia, ao marketing, à inclusão social, enfim aos benefícios gerados direta ou indiretamente pelo prática do turismo. Assim, frequentemente, recebemos os barômetros da OMT, um importante e imprescindível observatório do turismo internacional que, com a mesma frequência, repassamos para os associados da CTI/NE. O turismo internacional atingiu a marca de um bilhão A chegada de turistas internacionais em todo o mundo cresceu 4% em 2012, alcançando a casa dos milhões (1,034 bilhões). A OMT prevê um crescimento nas chegadas de turistas internacionais, entre 3% e 4% em Um bilhão de turistas viajaram pelo mundo em 2012, o que representa um novo recorde para o turismo internacional, setor que é atribuído 1 em 12 postos de trabalho e 30% das exportações mundiais de serviços. Na data simbólica da chegada turista bilionésimo (13 de dezembro de 2012), OMT revelou os resultados da votação do público sobre os gestos que os turistas podem fazer para garantir que suas viagens são benéficas para as pessoas e lugares eles visitam. 8

9 O turismo internacional continuou a crescer em 2012, apesar da incerteza econômica global, superior a um bilhão de chegadas de turistas internacionais. A figura reforça a posição do turismo como um dos maiores setores econômicos do mundo, o que pode ser atribuído a 9% do PIB mundial (diretos, indiretos e induzidos), um em cada 12 postos de trabalho e até 45% do as exportações dos países menos desenvolvidos do mundo (PMA). Recordando o impacto tão positivo que até mesmo o menor gesto pode ter quando multiplicado por bilhões, UNWTO lançou o seu "Um bilhão de turistas bilhão de oportunidade" para celebrar este marco, notando que os turistas respeitar a cultura site de preservação do patrimônio local ou comprar bens na estrada pode ser uma grande transformação. E o público foram convidados a votar para as dicas de viagem que poderiam se beneficiar mais pessoas e ambientes que prometeu-lhe para visitar e seguir esse conselho quando viajam. O vencedor do conselho, lançado na data de chegada turista bilionésimo, era para comprar itens locais, o que encoraja os turistas para comprar comida e lembranças da área ou contratar guias locais, garantindo assim que os gastos é traduzir em emprego e renda para as comunidades de acolhimento. A segunda, com pouca diferença, foi a respeitar a cultura local, que incentiva os turistas para saber mais sobre as tradições de seus destinos, ou algumas palavras do idioma local, antes de voltar para casa. "Hoje, damos as boas vindas ao turista chegada simbólica bilionésimo", disse o secretário-geral da OMT, Taleb Rifai. "Os gestos contam. Esta é a nossa mensagem para os milhares de milhões de turistas. Com performances e as decisões certas, cada turista a oportunidade de alcançar uma sociedade mais justa, mais inclusiva e sustentável. " Como é impossível saber exatamente de onde veio turista bilionésimo, muitos países estão a celebrar a ocasião por turistas que chegam boas-vindas no dia 13 de dezembro. Comemora OMT, em Madrid (Espanha), cidade que abriga sua sede, em conjunto com o Ministério da Indústria, Energia e Turismo espanhol, saudação simbólica um turista bilionésimo no Museu do Prado, a atração turística mais visitada em Madrid. Os bilhões de turistas internacionais no mundo contribuem para 9% do PIB mundial, um de cada 12 empregos no mundo e 6% do comércio. Eles viajam na maior parte da Europa e para a Europa, mas as economias emergentes estão a aumentar rapidamente as suas chegadas de turistas. 9

10 3. AÇÕES REALIZADAS ANO DE PARTICIPAÇÃO NAS FEIRAS INTERNACIONAIS A CTI Nordeste, por seu secretário executivo, a convite da TAP, participou, neste primeiro semestre, da Feira internacional BTL em Lisboa, sempre em apoio aos estados ligados à CTI/NE, buscando também interagir com os operadores internacionais com vistas à Brazil National Tourism BNTM, a Bolsa de maior geração de negócios que se realiza no Brasil, numa promoção exclusiva da CTI/NE. Renato Fernandes, Secretário de Turismo do Rio Grande do Norte, Antônio Azevedo, Presidente da Abav nacional, Jurandir Lago, Secretário de Turismo do Maranhão, Tufi Michreff, Diretor Administrativo e Financeiro da Embratur, Oreni Braga, presidente da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas - Amazonastur, Domingos Leonelli, Secretário de Turismo da Bahia, e Luiz da Gama Mor, Vice-Presidente da TAP, 10

11 SÍNTESE DA REUNIÃO DOS REPRESENTANTES DA TAP REALIZADA NO DIA 01 DE MARÇO DE 2013 (ESTA UMA AÇÃO AGREGADORA DOS ESTADOS) DATA: 28 de fevereiro de LOCAL: FIL, em Lisboa, por ocasião da BTL. PRESENÇAS: Domingos Leonelli, Secretário de Turismo da Bahia, Alberto Feitosa, Secretário de Turismo de Pernambuco, Renato Fernandes, Secretário de Turismo do Rio Grande do Norte, Jurandir Filho, Secretário de Turismo do Maranhão, Carlos Nascimento, que representou a SETUR/SE e a Emsetur, Sergipe, Tufi Michreff, Diretor Administrativo e Financeiro da Embratur e que, na ocasião, representou o presidente daquela estatal do turismo brasileiro, e Roberto Pereira, Secretário Executivo da Fundação CTI Nordeste, além dos diretores da TAP em cada país para onde a TAP voa, numa presença maciça desses gestores numa demonstração cabal do prestígio dado à BNTM e, por extensão, à CTI Nordeste. 1. A reunião com os representantes da TAP nos diversos países foi considerada excelente. Valeu muito pelo prestígio das presenças e pelo compromisso renovado de apoio à BNTM/2013. Importante também pelos pontos levantados, positivos, uns, negativos, outros. Estes, por serem construtivos, valeram como elementos importantes à qualidade que se pretende para a BNTM; 2. Como rumo à melhoria das falhas existentes em BNTMs anteriores. Na sequência deste relatório, a relação das presenças e os contatos obtidos à ocasião; 3. Na abertura, Domingos Leonell, Secretário de Turismo da Bahia, agradeceu às presenças, renovando a confiança na TAP em apoiar mais uma BNTM, dentre tantas já vivenciadas por essa conceituada empresa aérea, quando externou o compromisso da Bahia e da CTI/NE em realizarem uma BNTM exitosa e em parceria, mas uma vez, com a TAP. Com a palavra o Secretário Domingos Leonelli disse das mudanças a serem postas em prática nesta BNTM que, à semelhança do procedimento adotado no I Salão Baiano de Turismo, os suppliers foram os que solicitaram agendamentos aos buyers; 11

12 4. O Secretário da Leonelli ainda comunicou que, no mesmo período, a Bahia estará realizando o II Salão Baiano de Turismo e a Feira de Turismo da ABAV da Bahia e que esta simultaneidade servirá de apoio a cada um dos eventos; 5. Durante a reunião houve um levantamento de críticas à BNTM, notadamente ao receptivo. Ficou claro que, se não houvesse tido esta reunião, haveria como quê um abandono, por parte dos delegados da TAP situados nos países, porque eles estavam se sentindo desmotivados, principalmente porque o destino São Luís foi de difícil acesso. Reclamaram da hospedagem dada quando da BNTM em Natal e em São Luís, ocorrências que todos esperam não venha a acontecer na Bahia que possui uma rede hoteleira maior e melhor, como também uma malha aérea que permite uma maior facilidade aos acessos; 6. Tufi Michreff, Diretor Administrativo e Financeiro da Embratur, compareceu à reunião sobretudo para externar o apoio daquela estatal à BNTM, de há muito uma bolsa incorporada à programação da Embratur. 7. Falou-se duramente sobre a sessão de abertura, que, tanto em Natal quanto em São Luís, foi longa e muito politizada. Ter-se-ia que descobrir uma maneira de reduzir as falas. Os buyers, os convidados da BNTM, não querem escutar em português o que o Governo estadual está fazendo no ensejo de metas adstritas à educação, saúde, segurança, infraestrutura, enfim, obras do governo local. Em uníssono disseram que este registro vem se repetindo e a BNTM ainda não conseguiu uma forma de fazer uma abertura profissional, depolitizada; 8. Os representantes da TAP desejam ter acesso à lista dos buyers, também para fazerem novas sugestões, além de opinarem sobre as existentes. 9. Na ocasião, um dos representantes pediu que as informações fossem concentradas numa única pessoa, perguntando se poderia ser novamente Roberto Pereira? No caso foi dito que sim, que seria Roberto Pereira. Porém, a concentração dos buyers vai passar pela empresa Up Brasil, que é quem está no processo dos convites aos buyers. 10. No ensejo, o representante da Up Brasil, presente à reunião, o Sr. Igor Setton, fez um pronunciamento explicando os procedimentos e se colocando sempre à disposição, ele e a Gabriella Chernichiarro, que també é diretora da Up Brasil e do conhecimento de todos os dirigentes da TAP; 11. No final, ficou acertada uma sintonia permanente entre (CTI-NE/BNTM e a TAP). 12

13 REUNIÃO DA CTI/NE COM DIRIGENTES DE DIVERSAS PAÍSES DA TAP Flagrante da reunião da Fundação CTI Nordeste com dirigentes de diversos países da TAP, realizada no dia 28 de fevereiro de 2013, em Lisboa, por ocasião da BTL. A seguir os contatos dos dirigentes da TAP em cada país, um valioso acervo para o enlace entre a CTI/NE e esses dirigentes da TAP, importante empresa aérea, de relevantes serviços prestados à região nordestina, em cujas asas viajam os turistas de toda a Europa para o Nordeste brasileiro. 13

14 14

15 15

16 3.2 - PARTICIPAÇÃO NO WORKSHOP DA CVC Participação pró-ativa durante o Workshop da CVC, quando a CTI/NE fez a interação dos estados nordestinos com a imprensa e com os operadores dos diversos estados brasileiros. Esse workshop é um dos mais importantes do Brasil, seja porque é realizado pela principal operadora do país, seja também pela aglutinação de um numeroso e qualificado público dentre os profissionais do turismo, além do público em geral. Nesse evento, a CTI/NE aproveita para fazer contatos, notadamente sobre a BNTM que sempre ocorre 2 ou 3 meses depois. Portanto, esses contatos servem para potencializar convites e venda dos estandes na área comercial. 3.3 RESGATE DO SITE DA CTI NORDESTE UMA CONQUISTA QUE AVULTA A CADA DIA. Relevante resgate, desde o ano passado, do site da CTI/NE, mas cuja demanda de acesso veio comprvar a importância dessa medida que não somente divulga a fundação CTI Nordeste, mas, sobretudo, os estados e municípios associados à CTI/NE. 3.4 REGISTRO DA BNTM COMO UMA PROPRIEDADE DA FUNDAÇÃO CTI NORDESTE O nome CTI Nordeste já foi registrado em Marcas e Patentes. A mesma iniciativa foi tomada, desde o ano de 2012, para a certificação da BNTM como uma marca exclusiva da Fundação CTI/NE. Uma marca sem registro é uma marca sem dono. Como a BNTM alcançou prestígio internacional, sendo, de há muito, um nome, uma marca, de elevado prestígio se impunha que esta marca fosse juridicamente preservada como do uso e da privacidade da Fundação CTI/NE. O processo está tramitando, mas está sob o manto da exclusividade da CTI Nordeste. 3.5 AVALIAÇÃO DO PATRIMÔNIO MOBILIÁRIO DA CTI NORDESTE A Fundação CTI Nordeste, através da empresa Valor, realizou a avaliação do inventário do seu patrimônio mobiliário, selecionando, mediante parecer daquela renomada e conceituada empresa o Valor todo o acervo inservível, que, doravante, deverá ter o seu destino submetido ao Conselho Deliberativo da CTI/NE, e. na sequência, apresentado ao Ministério Público de Pernambuco para o julgamento deste quanto à decisão do Conselho Deliberativo desta Fundação. 3.6 A CTI NORDESTE CONTINUA COM UMA COLUNA NO BRASILTURIS. A conquista de uma Coluna no Brasilturis, a custo zero, onde se divulga as atividades de cada estado/municípios afiliado à Fundação CTI Nordeste, servindo-se de um espaço à divulgação dos destinos e produtos turísticos do Nordeste, portanto, uma coluna exclusivamente dedicada às belezas dos destinos e dos produtos turísticos de nossa Região. Esse espaço continua, cuja coluna é veiculada a cada edição, que ocorre quinzenalmente. (VIDE A PÁGINA SEGUINTE) 16

17 17

18 UF 3.8 GRUPO TÉCNICO DE PLANEJAMENTO (GTP) A Fundação CTI Nordeste, há 20 (vinte) anos mantém o seu Grupo Técnico de Planejamento (GTP), constituído por representantes de cada estado nordestino, cujos objetivos são os de subsidiar a Diretoria da CTI Nordeste e, sobretudo, cada estado de per si, nos seus planejamentos e estratégias para políticas públicas tecnicamente embasadas, pelo que, nesta esteira, promove pesquisas, analisa dados e fatos relativos ao turismo nacional e internacional, levanta as demandas turísticas para cada estado nordestino etc. Assim, a CTI/NE passa a realizar importante e indispensável trabalho se valendo dos técnicos de cada estado, sem a necessidade de despender recursos na contratação de técnicos especializados. Os Indicadores do Turismo no Nordeste, fruto do trabalho do GTP, podem ser vistos no site da CTI/NE: O Coordenador do GTP é o representante do Ceará, Sr. José Valdo Mesquita Aires Filho. Responsáveis Técnicos no Nordeste (GTP) Responsável Órgão Fones PE Ione Dantas de Paula e Annara Perboire EMPETUR Celular CE José Valdo Mesquita Aires Filho SETUR Fax MA Edson Nascimento SETUR Pela tarde RN Carmem Vera de Araújo Lucena e Rita Maria Silva de Souza SETUR / SE Nirailda Ribeiro Krempser e José Rivaldo Lima EMCETUR PI Rosário Vieira e Edson Correia SETUR Fax Carlos Lima e Dulcinéia Lopes e Lucia Maria Said CEPRO BA Antônio Cunha SETUR AL Hugo Eduardo Cardeal e Lúcia Cristina Romeiro Damasceno SETUR Pela Manhã PB Maria José Belizário, Antônio Antas e Alexandre Antonio de Araújo PBTUR

19 3.9 SEMINÁRIO PERMANENTE DA CTI NORDESTE COM A SUDENE TENDO COMO TEMA MALHA AÉREA REGIONAL REUNIÃO NO DIA 26 DE MARÇO DE 2013, NA SALA A Sudene, por iniciativa do superintendente Luiz Gonzaga Paes Landim, retoma, hoje, com a CTI Nordeste, os seminários de estudos e planos à consecução de voos intrarregionais, considerados uma necessidade imperiosa ao desenvolvimento social e econômico da Região, que continua penalizada à falta de opções de transportes mais rápidos, somente praticados pela aviação. Paes Landim, diante dos secretários de turismo dos estados do Nordeste, extensivamente aos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, deverá apresentar proposta de uma empresa aérea interessada em colocar nas suas rotas os voos entre cidades interioranas, incluindo-se as capitais. Aos estados a missão de trabalhar um ICMS reduzido á casa dos 3% Ata da reunião Fundação CTI/NE / Sudene 26/03/2013 I. ABERTURA A reunião, convocada e presidida pelo superintendente da Sudene, Luíz Gonzaga Paes Landim, aconteceu no dia vinte e seis de março do ano de Dois Mil de Treze, às nove e trinta da manhã na Sala Juscelino Kubitschek, no último andar do prédio da SUDENE, localizada na Praça Ministro João Gonçalves de Souza, s/n, Engenho do Meio, Recife-PE, CEP: O superintendente Paes Landim abriu a reunião dizendo do entusiasmo da Sudene em retomar o assunto da malha aérea regional, considerada, hoje, um gargalo ao desenvolvimento do Nordeste, tanto na área do turismo, quanto no âmbito do desenvolvimento social da Região. Disse ter certeza do inestimável apoio dos Estados nessa luta em prol de uma malha intrarregional à altura das necessidades de cada região nordestina. 19

20 II. PRESENÇAS: O Superintendente da Sudene, o Dr. Luiz Gonzaga Paes Landim fez a chamada. Estavam presentes: Adônis Oliveira (Assessor Especial da Superintendência da Sudene), Epitácio Pedrosa (Chefe de gabinete da Superintendência da Sudene) Henrique Tinoco (Diretor da SUDENE), Hamilton Falcão (Secretário Executivo da Secretária de Turismo de Pernambuco), João Carlos de Oliveira Silva (Secretário Adjunto do Turismo da Bahia), Ricardo Gouveia (Gerente Aviação Regional BA da Diretoria de Relações Nacionais da Bahiatursa); Carlos Martins (Secretário Adjunto do Turismo do Maranhão), Renato Fernandes (Secretario de Turismo do Rio Grande do Norte), Marcos Pompeu (Secretário Adjunto do Turismo do Ceará), Ermínia Macêdo (Diretora de Marketing do Piauí), Alexandre Passos (Secretário de Turismo do Espírito Santo), TonY Mesquita (ESAERO), Wany carvalho (ESAERO), Alexandre Eckmann (Direror da (Colt Aviation), Fabiano Paganini David (Assessor Jurídico da Colt Aviation) e Roberto Pereira (CTI/NE). III. ASSUNTOS EM PAUTA: a) Síntese das iniciativas tomadas pela Sudene, com relação até esta data; b) Apresentação de proposta pela empresa aérea Colt Aviation; c) Assuntos supervenientes; IV. ASSUNTOS ACERTADOS PARA CUMPRIMENTO POR PARTE DOS ESTADOS PARTICIPANTES: a). Que, previsivelmente, a próxima reunião será no dia 16 de abril do ano em curso, na Sudene; b). Que, na próxima reunião, cada Estado trará um representante de cada Secretaria da Fazenda para discussão e acertos quanto ao ICMS a ser trabalhado nos aeroportos e aeródromos quando da prática dos voos intrarregionais; c). Que os estados se encarregarão de trazer os administradores de cada aeródromo dentre os existes na região nordestina, principalmente aqueles que inicialmente estarão inseridos na possível rota dos voos intrarregionais; 20

21 V. Encerramento d). Como cada estado ei a pergunta - poderá atuar juntos aos organismos ligados às linhas de financiamento, notadamente os bancos sociais, para apoio maior às empresas aérea por ventura interessadas e potencializadas à prática dos voos intrarregionais; e) Que as rotas traçadas, para aprovação, deverão contemplar os nove estados do Nordeste brasileiro; f). Cada estado deverá apresentar um levantamento de dados ligados aos aeroportos potencializados para receberem voos resultantes da malha aérea intrarregional, indicando as estatísticas de demanda, potencial dessa demanda, situação da infraestrutura do aeroporto ou do aeródromo, enfim dados econômicos à viabilização de voos para cada um desses aeroportos e/ou aeródromos; g). Que a Sudene e a CTI/NE marquem audiência junto à ANAC e/ou outros órgãos ligados à aviação para que se evite a supressão de voos por parte das empresas aéreas maiores, sobretudo quando da existência dos voos regionais, para que as empresas regionais, normalmente de menor porte, não seja esmagadas pelas maiores que, por vezes, colocam voos coincidentemente nos mesmos horários, e, com estes, derrubam a sustentabilidades das empresas regionais que não dispõem de cacife financeiro para a competitividade. Foi visto também que os estados do Nordeste, através da CTI/NE, deveriam visitar as empresas aéreas de maior porte, porque alguns estados estão sendo duramente penalizados com a inopinada suspensão de voos, atitude que tem deixados os gestores surpresos porque sequer estão sendo comunicados. Essa penalidade tem ocorrido com maior volume nos estados do Rio Grande do Norte e Paraíba. O Superintendente da SUDENE Dr. Paes Landin encerrou a reunião às treze horas, agradecendo as presenças e a partiipação de cada representante dos estados, convocando-os ao enlace com a Sudene e com a causa que é de todos.. Breefing para os secretários poderem levar à consideração de cada Governador, objetivando a reunião destes no dia , em Fortaleza/CE. Com papel articulador junto aos Estados de ações para o desenvolvimento da Região, a Sudene, desde o ano passado, em parceria com a Fundação CTI Nordeste, vem se reunindo com o objetivo de levar os secretários de turismo de cada estados nordestinos aos estudos e debates sobre a malha aérea intrarregional. No primeiro encontro com os Secretários foram apontados os principais entraves ao crescimento da malha aérea que atende à Região. 21

22 O Superintendente Regional da INFRAERO, por exemplo, foi um dos palestrante quando apresentou informações importantes sobre as demandas de passageiros por Estado, a Secretaria de Turismo do Governo da Bahia destacou o caso de sucesso na aviação regional baiana e também o Diretor do Departamento de Políticas de Serviços Aéreos da Secretaria Nacional de Aviação Civil da Presidência da República, Ricardo Rocgha, fez palestra sobre o Marco Regulatório da Aviação Civil. Também já compareceram a essas reuniões, transformadas em seminário permanente, as empresas aéreas ligadas à malha aérea regional, a exemplo da TRIP./AZUL, da Avianca, da Passerdo, da VOA BRASIL, e, por fim, da Colt Aviation. Este Fórum/Seminário Permanente já acertou, entre os Estados, que todos, linearmente, assegurassem o mesmo benefício de desoneração do ICMS do querosene dos aviões, reduzindo-o à taxa de 3% e que este seja o benefício trabalhado por todos os Estados. (Alguns, desses Estados, já colocaram em prática essa taxa de desoneração) Imagens do evento À esquerda, o momento da palestra do superintendente da Infraero (Pernambuco e outros estados do Nordeste) e, à direita, momento da reunião do colegiado sempre sob a presidência do superintendente da Sudene, Paes Landim 22

23 Flagrante de todos quantos compareceram à reunião de A BNTM/2013 TERÁ NOVO FORMATO E SE REALIZARÁ DE 10 A 13 DE ABRIL EM SALVADOR Os secretários e dirigentes de Turismo dos estados do Nordeste estiveram reunidos nesta segunda-feira ( ), no Centro de Convenções, em Salvador, para conhecer o novo formato da Brazil National Tourism Mart (BNTM), principal evento do setor para a região. Participaram do encontro o secretário do Turismo da Bahia, Domingos Leonelli, Danielle Novis, titular da Setur de Alagoas e presidente da CTI Nordeste, Ruth Avelino, da Paraíba Turismo, Elber Batalha (Sergipe), Hamilton Falcão (Pernambuco), Carlos Martins Santos (Maranhão) e do secretário-executivo da CTI Nordeste, Roberto Pereira. 23

24 Modelo De acordo com o diretor de Relações Nacionais da Bahiatursa, Fernando Ferrero (foto), o novo formato da BNTM prevê dois dias de atividades para os 300 operadores e agentes de viagem convidados e um dia de visita a destinos turísticos do estado anfitrião, com a escolha de quatro roteiros: Salvador (histórica e panorâmica), Litoral Norte, Baía de Todos-os-Santos e Recôncavo. Na realidade, queremos aproveitar ao máximo a presença desses profissionais aqui para realizar um maior número de negócios na nossa rodada, afirmou. Roberto Pereira também apresentou o cronograma da CTI Nordeste, com a lista de pendências a serem resolvidas e os formatos de contratação de empresas que atuarão na produção do evento. A BNTM, que ocorreu paralelamente ao Salão de Turismo da Bahia e à Feira da Abav-BA, teve ainda a presença de mais de 200 operadores estrangeiros, foram, em pequena escala, subsidiadas pela empresa aérea TAP, de Portugal. Além disso, o evento contou com a cobertura de 110 jornalistas nacionais, internacionais e dos nove estados do Nordeste, que foão a Salvador, através de um press trip organizado pela Bahiatursa e CTI Nordeste. 24

25 TRADE BAIANO CONHECE MODELO DO SALÃO DO TURISMO, DA BNTM E DA FEIRA DA ABAV O modelo proposto para a realização do II Salão Baiano de Turismo, da Brazil National Tourism Mart (BNTM) e da Feira da Abav- Bahia foi apresentado para representantes do trade turístico do estado numa reunião que se realizou no dia , sexta-feira, no Centro de Convenções da Bahia, em Salvador. Assim como em 2012, este ano, o Salão Baiano de Turismo será realizado em parceria com a Feira da Abav, nos de 11 a 14 de abril. A novidade acentuou o secretário Domingos Leonelli -, será a volta da BNTM à Bahia, depois de cinco anos. A feira promovida pela Comissão de Turismo Integrada (CTI) Nordeste voltará a ser realizada durante dois dias: 11 e 12 de abril. Na foto o momento em que o secretário executivo da CTI/NE fez a sua exposição às lideranças do trade turístico da Bahia, num auditório apinhado desses empresários. TAP ASSEGURA 200 ASSENTOS PARA A BNTM A companhia aérea portuguesa, TAP, assegurou 200 assentos, com tarifa especial de 100 euros, para os operadores europeus que vão participar da 22ª edição da BNTM. A Bolsa será realizada em paralelo ao II Salão Baiano de Turismo e à Feira da Abav/BA, de 10 a 13 de abril, em Salvador. 25

26 A reunião, onde foi selado o acordo, ocorreu no dia , durante a BTL, em Lisboa, capital portuguesa. Presente no encontro, o secretário do Turismo da Bahia, Domingos Leonelli, pediu apoio da Embratur à BNTM e afirmou que cerca de 300 operadores estrangeiros são aguardados para os eventos de Salvador. Esse encontro foi, mais uma vez, uma prova de prestígio à CTI Nordeste, a sedimentação de uma importante parceria à consecução das BNTMs de cada ano. Participaram da reunião, executivos da TAP de diversas regiões da Europa como Itália, Escandinávia, Rússia, Portugal e Espanha etc, além dos secretários do Turismo de Pernambuco, Alberto Feitosa, do Maranhão, Jura Filho, do Rio Grande do Norte, Renato Fernandes, e do secretário executivo da CTI/NE, Roberto Pereira. Sergipe e a Paraíba se fizeram representar, respectivamente, por Carlos Nascimento e Klaus. ASSESSORES DE IMPRENSA DOS ESTADOS DO NORDESTE SE REUNIRAM NO DIA , DAS 10hs ÀS 13hs, PARA DEBATEREM A DIVULGAÇÃO DO NORDESTE E, EM ESPCIAL, DA BNTM/2013. Por convocação da presidente da CTI/NE, Danielle Novis, os assessores de imprensa dos estados de nossa Região estarão, amanhã, terça-feira, das 10hs às 13hs, reunidos no Centro de Convenções da Bahia, para debaterem as estratégias de divulgação do Nordeste, e, em especial, da BNTM/2013. Renova-se o convite para que todos participem desse importante encontro, que se pretende seja a congregação e agregação de ideias e esforços às estratégias da visão sistêmica desse todo orgânico que atende pelo nome de NORDESTE. 26

27 PAINEL PAINEL SOBRE O TEMA: O Planejamento estratégico como ferramenta essencial na execução das atividades turísticas dos municípios, realizado em Igarassu, no dia 13 de março de REALIZAÇÃO: Associação das Secretarias de Turismo de Pernambuco (Astur/PE) e a Fundação Comissão de Turismo Integrado do Nordeste (CTI/NE) PAINELISTAS: Sr. Roberto Pereira Secretário Executivo da CTI Nordeste 15h às 16h e o Sr. Élder Lins Teixeira Consultor da ADM&TEC - 16h às 17h Os painelistas Roberto Pereira e Elder Teixeira. Plateia do Painel CTI/NE e Astur. 27

28 BNTM 2013 Flagrante da coletiva que se realizou durante a BNTM/2013, vendo-se, à mesa principal, a presidente da CTI/NE, Danielle Novis, também secretária de turismo de Alagoas, ao lado dos demais estados do Nordeste, a maioria representado por seus secretários de Turismo e/ou secretários adjuntos. A Brazil National Tourism Mart BNTM: A Brazil National Tourism Mart (BNTM), um evento fruto da criatividade da CTI Nordeste, entidade exclusiva na sua realização, ocorrendo, na maioria das vezes, numa capital nordestina, tendo, a deste ano de 2012, na sua 21ª edição, acontecido em São Luis do Maranhão. A BNTM ganhou referência de qualidade e de êxito, sendo considerada a Bolsa de maior geração de volume de negócios do Brasil. Tem agregado um numero expressivo de operadores internacionais que vivenciam a BNTM e obrigatoriamente participam das rodadas de negócios, consoante os relatórios em anexo, que, num CD ROM, enfeixa os relatos das BNTMs de 2010, 2011 e 2012, sendo estes suficientes para que se tenha uma dimensão da relevância dessa bolsa para o turismo nordestino, e, de resto, para o turismo brasileiro. 28

29 Pode-se dizer que a BNTM é um evento agregador dos nove estados que se unem para realizar com largo sucesso o evento em questão. Também, a cada BNTM, sempre se realiza com a imprensa uma coletiva, que na verdade é um seminário sobre o Nordeste, porque reúne palestras, mesmo que sintetizadas, de cada estado, e, do(a) presidente da Fundação CTI Nordeste uma adensada palestra sobre os destinos e produtos do Nordeste como um todo. Também, na maioria das vezes, surgem os seminários abertos aos empresários do ramo, profissionais outros, e, até, para estudantes. Um momento pródigo da BNTM são as capacitações feitas junto à equipe de apoio, ás recepcionistas, aos trabalhadores de todos os matizes, ênfase para as inscrições, controle das entradas mediante critérios préestabelecidos. Pode-se dizer que a BNTM é uma janela de oportunidades. Durante toda a realização da mencionada Bolsa, o mundo dos operadores e agentes de viagens, os donos e/ou diretores, chegam de diversos quadrantes, possibilitando aos empresários nordestinos uma agendamento comercial, agendamento este feito nos dias que antecedem ao evento em tela. INTRODUÇÃO A Brasil National Tourism Mart BNTM, realizada no período de 09 a 13 de maio de 2012, no Ceprama - Centro de Artesanato do Maranhão em sua 21ª Edição, reuniu representantes do mercado turístico nacional e internacional, bem como órgãos governamentais e institucionais, ligados ao trade turístico nacional. O Presente relatório destaca as principais abordagens feitas neste evento e executa um breve relato das atividades desenvolvidas para a realização do mesmo, fazendo ainda uma avaliação dos resultados obtidos para o Estado que foi sede do evento, bem como os benefícios trazidos a região. O EVENTO Desde 1992, a BNTM promove o encontro e intercâmbio entre empresários e operadores do trade turístico com o objetivo de vender os produtos nordestinos nos mercados nacional e internacional. A Comissão de Turismo Integrado do Nordeste (CTI/NE), organizadores do evento, incrementaram a feira ao convidar, pela primeira vez, compradores nacionais, além dos internacionais. 29

30 Para edição de 2012, os organizadores contaram com a participação de aproximadamente 309 operadores internacionais, denominados buyers, e de 382 fornecedores do mercado nacional, denominados suppliers. Na BNTM 2012, foi calculado um volume de negócios na ordem de US$ 250 milhões. Os visitantes com perfil de compradores potenciais e desembarcaram na capital Potiguar vindos de 35 países dentre eles: Argentina, Austrália, Aústria, Alemanha, Bélgica, Bolívia, Brasil, Canadá, Chile, China, Colômbia, Coréia do Sul, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estados Unidos, França, Grécia, Holanda, Hong Kong, Índia, Inglaterra, Israel, Itália, Japão, Luxemburgo, Paraguai, Peru, Polônia, Portugal, Rússia, Suécia, Suíça e Uruguai. Além dos buyers e suppliers o evento contou com a participação dos expositores governamentais do nove estados do Nordeste, aproximadamente 117, e institucionais 246. Somando a esses números os diversos convidados e profissionais dedicados a infra-estrutura do evento, circularam pelo BNTM 2012 aproximadamente pessoas. A 22ª BNTM contou com os imprescindíveis apoios e patrocínios do Sebrae Nacional. A bolsa conta, também, com os realizadores, Fundação CTI/NE, Governo do Estado DA Bahia, além das companhias aéreas TAP, Azul, Gol e Avianca. Para a realização do evento foi desenvolvido um portal, com as informações sobre o evento, formulários de inscrição, procedimentos para escolha dos estandes e pagamentos, agenda de encontros comerciais, entre outras funcionalidades que facilitaram a participação dos empresários interessados e dos operadores internacionais, disponibilizando todos os processos do evento on line. O site permitiu uma maior interação entre os participantes, simplificando o acesso as informações e permitindo que todas as agendas fossem feitas previamente através da internet. 30

31 Os números falam por si e atestam a importância do evento para o trade turístico nacional em especial do nordeste. PAVILHÃO INSTITUCIONAL Estiveram presentes no pavilhão Institucional, Órgãos oficiais do Turismo Nacional, Secretarias de turismo municipal,embratur/mtur, empresas aéreas. Os estandes do setor institucional são voltados ao fortalecimento das marcas institucionais, formalizando novos negócios e estabelecendo novas parcerias. Cada vez mais prestigiado pelas empresas do trade turístico nacional o setor institucional demonstra ser um espaço de grandes negócios para as empresas ali presentes. PAVILHÃO GOVERNAMENTAL O Pavilhão governamental, formado pelos 9(nove) Estados do nordeste que integram a Fundação CTI/NE, no formato deste ano de 2012 ficou na entrada da bolsa de negócios. BNTM 2013 Relatório Final Conteúdos apresentados 1.0 Introdução 1.1. Atividades gerais 1.2. Atividades especificas Captação de suppliers Desenvolvimento das ações Referente à Área Institucional da BNTM / Desenvolvimento das atividades 3.0. Suppliers : vendedores/ fornecedores turísticos participantes 3.1 Quadro dos suppliers Empresas captadas 3.2. Quadro dos Estados participantes e quais empresas com o percentual de presença 3.4 Memória - Registro de suppliers dos anos 2009, 2010, 2011, 2012 e 2013 Registro de empresas autorizadas a participar da Rodada de Negócios e que não adquiriram estandes na BNTM

Conjuntura do Desempenho do Turismo no Nordeste: 2002/11

Conjuntura do Desempenho do Turismo no Nordeste: 2002/11 FUNDAÇÃO CTI/NE Conjuntura do Desempenho do Turismo no Nordeste: 2002/11 Valdo Mesquita Coordenador do GTP/CTI-NE Janeiro de 2012 Danielle Govas Pimenta Novis Presidente da Fundação CTI/NE Roberto Pereira

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2013

Anuário Estatístico de Turismo - 2013 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2013 Volume 40 Ano base 2012 Guia de leitura Guia de leitura O Guia de Leitura tem o propósito de orientar

Leia mais

Proposta de T emplate GT Cultura, Turismo e Imagem do Reunião do GEOlimpíadas Brasil

Proposta de T emplate GT Cultura, Turismo e Imagem do Reunião do GEOlimpíadas Brasil GT Cultura, Proposta Turismo de Template e Imagem do Reunião do Brasil GEOlimpíadas Objetivo/Missão Integrantes MinC, MTur, ME, Embratur, MRE, APEX, APO Objetivo Geral Coordenar, planejar e executar ações,

Leia mais

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL Trabalho apresentado no III ENECULT Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, realizado entre os dias 23 a 25 de maio de 2007, na Faculdade de Comunicação/UFBa, Salvador-Bahia-Brasil. METODOLOGIA

Leia mais

200 4 Anuário Estatístico

200 4 Anuário Estatístico 2004 Anuário Estatístico REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA Presidente MINISTÉRIO DO TURISMO WALFRIDO SILVINO DOS MARES GUIA Ministro INSTITUTO BRASILEIRO DE TURISMO EMBRATUR EDUARDO

Leia mais

Participação da União em Projetos de Infra-estrutura Turística no Âmbito do PRODETUR SUL

Participação da União em Projetos de Infra-estrutura Turística no Âmbito do PRODETUR SUL Programa 0410 Turismo: a Indústria do Novo Milênio Objetivo Aumentar o fluxo, a taxa de permanência e o gasto de turistas no País. Público Alvo Turistas brasileiros e estrangeiros Ações Orçamentárias Indicador(es)

Leia mais

PANORAMA EMPRESARIAL DO TURISMO RURAL BRASILEIRO 2010 TENDÊNCIAS E OPORTUNIDADES

PANORAMA EMPRESARIAL DO TURISMO RURAL BRASILEIRO 2010 TENDÊNCIAS E OPORTUNIDADES PANORAMA EMPRESARIAL DO TURISMO RURAL BRASILEIRO 2010 TENDÊNCIAS E OPORTUNIDADES Organizador Patrocínio Apoio PANORAMA EMPRESARIAL DO TURISMO RURAL BRASILEIRO 2010 O Turismo é uma das maiores fontes de

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2012

Anuário Estatístico de Turismo - 2012 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2012 Volume 39 Ano base 2011 Sumário I Turismo receptivo 1. Chegadas de turistas ao Brasil - 2010-2011

Leia mais

Entre esses eventos, destacam-se, recentemente:

Entre esses eventos, destacam-se, recentemente: Resumo Com a criação do Ministério do Turismo em 2003, o Brasil passa a ter, pela primeira vez em sua história, um ministério voltado exclusivamente para a atividade turística. A partir de então a Embratur

Leia mais

Centro Cultural e de Exposições de Maceió

Centro Cultural e de Exposições de Maceió Centro Cultural e de Exposições de Maceió Descrição Administrar, explorar comercialmente e desenvolver eventos culturais, de lazer e de negócios no Centro Cultural e de Exposições de Maceió, localizado

Leia mais

Inovação no Brasil nos próximos dez anos

Inovação no Brasil nos próximos dez anos Inovação no Brasil nos próximos dez anos XX Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas XVIII Workshop ANPROTEC Rodrigo Teixeira 22 de setembro de 2010 30/9/2010 1 1 Inovação e

Leia mais

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org 1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org CONCEITO Realização do 1º Fórum União de Exportadores CPLP (UE-CPLP) que integra:

Leia mais

Turismo no Recife: Caso de sucesso

Turismo no Recife: Caso de sucesso Secretaria de Turismo Turismo no Recife: Caso de sucesso O Recife no Brasil: Reconhecimento nacional na Parceria Público-Privada PCR e RCVB; Prêmio de Melhor Política Pública do Turismo entre os 65 Destinos

Leia mais

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA OPERACIONAL (PTO)

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA OPERACIONAL (PTO) EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DOS AEROPORTOS INTERNACIONAIS BRASÍLIA CAMPINAS GUARULHOS EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA

Leia mais

APL DE TURISMO NO LITORAL DO PIAUÍ

APL DE TURISMO NO LITORAL DO PIAUÍ APL DE TURISMO NO LITORAL DO PIAUÍ (A) Teresina; (B) Cajueiro da Praia; (C) Luis Correia; (D) Parnaíba; (E) Ilha Grande Rota das Emoções: Jericoacoara (CE) - Delta (PI) - Lençóis Maranhenses (MA) Figura

Leia mais

Câmara temática de gestão: Capacitação, Tecnologia e Inovação Coord.: Aluísio Cabral. Ação: Capacitar em Gestão

Câmara temática de gestão: Capacitação, Tecnologia e Inovação Coord.: Aluísio Cabral. Ação: Capacitar em Gestão Câmara temática de gestão: Capacitação, Tecnologia e Inovação Coord.: Aluísio Cabral Ação: Capacitar em Gestão 1. Palestras no Fórum com representantes ABRASEL e ABIH (nos seis municípios) 1. Associativismo

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ LUÍS MÁRIO LUCHETTA DIRETOR PRESIDENTE GESTÃO 2005/2008 HISTÓRICO

Leia mais

SLCVB participa de feiras internacionais

SLCVB participa de feiras internacionais SLCVB participa de feiras internacionais O superintendente do São Luís Convention & Visitors Bureau, Liviomar Macatrão, e o presidente do São Luís Convention & Visitors Bureau, Nan Souza, embarcaram nesta

Leia mais

BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA. Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira.

BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA. Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira. 1 PROJETO SETORIAL INTEGRADO BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira. 2 Introdução O Ministério da Cultura, sugeriu a Fundação

Leia mais

INOVAÇÃO E COMPETITIVIDADE DE DESTINOS TURÍSTICOS. Novembro de 2014

INOVAÇÃO E COMPETITIVIDADE DE DESTINOS TURÍSTICOS. Novembro de 2014 INOVAÇÃO E COMPETITIVIDADE DE DESTINOS TURÍSTICOS Novembro de 2014 1 Competitividade de Destinos Emergência nos estudos sobre estratégia empresarial Indústria, empresas, países, organizações Diferentes

Leia mais

COMO SE ASSOCIAR 2014

COMO SE ASSOCIAR 2014 2014 QUEM SOMOS FUNDADO EM 2004, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA, QUE SE DEDICA À PROMOÇÃO

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DOS TRABALHOS NO 1 SEMESTRE DE 2012.

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DOS TRABALHOS NO 1 SEMESTRE DE 2012. PROJETO: 13 - VOLUNTÁRIOS PARA A COPA DO MUNDO 2014. Objetivo: Acompanhar junto ao COL/FIFA (Comitê Organizador Local da FIFA) a seleção e recrutamento dos voluntários para atuarem na Copa do Mundo 2014.

Leia mais

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS PEQUENOS negócios no BRASIL 99% 70% 40% 25% 1% do total de empresas brasileiras da criação de empregos formais da massa salarial do PIB das exportações

Leia mais

Como a Copa do Mundo 2014 vai movimentar o Turismo Brasileiro

Como a Copa do Mundo 2014 vai movimentar o Turismo Brasileiro Como a Copa do Mundo 214 vai movimentar o Turismo Brasileiro 9 dias O estudo As empresas Principais conclusões a 9 dias da Copa 1 principais emissores 1 Desempenho das cidades-sede Chegadas internacionais

Leia mais

AS COMPRAS GOVERNAMENTAIS E O SEBRAE. Denise Donati Coordenadora do Projeto Compras Governamentais Sebrae Nacional

AS COMPRAS GOVERNAMENTAIS E O SEBRAE. Denise Donati Coordenadora do Projeto Compras Governamentais Sebrae Nacional AS COMPRAS GOVERNAMENTAIS E O SEBRAE Denise Donati Coordenadora do Projeto Compras Governamentais Sebrae Nacional Desafio Fomentar o Uso do Poder de Compra do Governo Junto aos Pequenos Negócios para Induzir

Leia mais

Minas levará o legítimo sabor do Estado à BTL. Haverá degustação de pão de queijo para os visitantes que passarem pelo estande brasileiro.

Minas levará o legítimo sabor do Estado à BTL. Haverá degustação de pão de queijo para os visitantes que passarem pelo estande brasileiro. De 21 a 25 de janeiro, a Secretaria de Estado de Turismo divulga os principais roteiros do turismo de Minas Gerais na 21ª edição da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), realizada em Lisboa, em Portugal. Em

Leia mais

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 3 } 1. INTRODUÇÃO: PARQUE TECNOLÓGICO CAPITAL DIGITAL - PTCD Principal polo de desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação do Distrito Federal, o PTCD

Leia mais

Novos rumos para os produtos ibéricos.

Novos rumos para os produtos ibéricos. Novos rumos para os produtos ibéricos. 28 a 30 de Novembro Centro de Convenções -Ceará-Brasil A sua grande oportunidade de exportar para a região que mais cresce no Brasil. A IBERIA EXPO 2012 é uma iniciativa

Leia mais

BALANÇO PARTICIPAÇÃO ABIMED FEIRA HOSPITALAR 2008 ÍNDICE

BALANÇO PARTICIPAÇÃO ABIMED FEIRA HOSPITALAR 2008 ÍNDICE 1 BALANÇO PARTICIPAÇÃO ABIMED FEIRA HOSPITALAR 2008 ÍNDICE 1. Apresentação 2. Plenária Abimed 3. Atividades no Estande Abimed - Perfil dos Visitantes 4. Outros Eventos Paralelos Jantar de 15 anos da Hospitalar

Leia mais

Rede CIN CIN MS. Centro Internacional de Negócios FIEMS

Rede CIN CIN MS. Centro Internacional de Negócios FIEMS Rede CIN CIN MS Centro Internacional de Negócios FIEMS O que é a REDE CIN? Coordenada pela Confederação Nacional da Indústria - CNI, e criada com o apoio da Agência Nacional de Promoção de Exportações

Leia mais

Desenvolvimento de educação técnica e científica para a operação de centros de PD&I no Brasil. Carlos Arruda, Erika Barcellos, Cleonir Tumelero

Desenvolvimento de educação técnica e científica para a operação de centros de PD&I no Brasil. Carlos Arruda, Erika Barcellos, Cleonir Tumelero Desenvolvimento de educação técnica e científica para a operação de centros de PD&I no Brasil Carlos Arruda, Erika Barcellos, Cleonir Tumelero Empresas Participantes do CRI Multinacionais Instituições

Leia mais

Rio de Janeiro: o melhor lugar para a sua empresa no Brasil

Rio de Janeiro: o melhor lugar para a sua empresa no Brasil Rio de Janeiro: o melhor lugar para a sua empresa no Brasil Thayne Garcia, Assessora-Chefe de Comércio e Investimentos (tgarcia@casacivil.rj.gov.br) Luciana Benamor, Assessora de Comércio e Investimentos

Leia mais

ATA DA REUNIÃO IX DA REUNIÃO DO COLEGIADO TÉCNICO CONSULTIVO DO PNAGE

ATA DA REUNIÃO IX DA REUNIÃO DO COLEGIADO TÉCNICO CONSULTIVO DO PNAGE ATA DA REUNIÃO IX DA REUNIÃO DO COLEGIADO TÉCNICO CONSULTIVO DO PNAGE A IX reunião do Colegiado Técnico Consultivo do PNAGE foi realizada nos dias 10 e 11 de junho de 2008, na cidade de Palmas e contou

Leia mais

Fam Tours Press Trips. Cliente Oculto

Fam Tours Press Trips. Cliente Oculto Embarque na Viagem Seu portal de Turismo, Lazer, Entretenimento e Gastronomia. Media Kit 2013 Notícias Fam Tours Press Trips Redes Sociais Publicidade Difenciada Projetos Especiais Perfil Cliente Oculto

Leia mais

CNM Internacional. Campinas 26 de maio.

CNM Internacional. Campinas 26 de maio. CNM Internacional Campinas 26 de maio. O que é a CNM Internacional? A área da Confederação Nacional de Municípios responsável por promover a inserção internacional dos municípios brasileiros. Lançada em

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2015

Anuário Estatístico de Turismo - 2015 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2015 Volume 42 Ano base 2014 Sumário I Turismo receptivo 1. Chegadas de turistas ao Brasil - 2013-2014

Leia mais

ConstruBusiness - Rumo a 2022

ConstruBusiness - Rumo a 2022 ConstruBusiness - Rumo a 2022 EXPRESS ANO 1/12 Nº44 DEZ/12 CONSTRUBUSINESS 2012 10º CONGRESSO BRASILEIRO DA CONSTRUÇÃO Em sua 10ª edição, o Construbusiness elaborou o programa Compete Brasil, com soluções

Leia mais

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012)

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

Como a Copa do Mundo 2014 vai movimentar o Turismo Brasileiro

Como a Copa do Mundo 2014 vai movimentar o Turismo Brasileiro Como a Copa do Mundo 2014 vai movimentar o Turismo Brasileiro O estudo Destaques Os 10 principais emissores 10 Chegadas internacionais Viagens domésticas Cidades sedes Viagens dos brasileiros ao exterior

Leia mais

Metas e Linhas de Ação do CRESESB

Metas e Linhas de Ação do CRESESB Metas e Linhas de Ação do CRESESB Missão do CRESESB Promover o desenvolvimento das energias solar e eólica através da difusão de conhecimentos, da ampliação do diálogo entre as entidades envolvidas e do

Leia mais

A Escola. Com uma média de 1.800 alunos por mês, a ENAP oferece cursos presenciais e a distância

A Escola. Com uma média de 1.800 alunos por mês, a ENAP oferece cursos presenciais e a distância A Escola A ENAP pode contribuir bastante para enfrentar a agenda de desafios brasileiros, em que se destacam a questão da inclusão e a da consolidação da democracia. Profissionalizando servidores públicos

Leia mais

MERCOCIUDADES / UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO / ATA Nº 02/2011 REUNIÃO DA UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO DA REDE MERCOCIDADES

MERCOCIUDADES / UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO / ATA Nº 02/2011 REUNIÃO DA UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO DA REDE MERCOCIDADES MERCOCIUDADES / UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO / ATA Nº 02/2011 REUNIÃO DA UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO DA REDE MERCOCIDADES Celebrou-se na cidade de Porto Alegre, RS, Brasil, entre os dias 03 e 04 do mês

Leia mais

Descrição do Sistema de Franquia. Histórico do Setor. O Fórum Setorial de Franquia

Descrição do Sistema de Franquia. Histórico do Setor. O Fórum Setorial de Franquia Descrição do Sistema de Franquia Franquia é um sistema de distribuição de produtos, tecnologia e/ou serviços. Neste sistema uma empresa detentora de know-how de produção e/ou distribuição de certo produto

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA LICITAÇÃO DE AGÊNCIA DE EVENTOS

TERMO DE REFERÊNCIA PARA LICITAÇÃO DE AGÊNCIA DE EVENTOS 1. Objeto: 1.1.1. Contratação de empresa para prestação, sob demanda, de serviços de planejamento, organização, coordenação, execução, fiscalização e avaliação de eventos com a viabilização de infra-estrutura

Leia mais

O Paraná no mercado de turismo

O Paraná no mercado de turismo O TURISMO NO PARANÁ O Paraná no mercado de turismo Os principais pontos positivos são: 1.Cataratas de Foz de Iguaçu patrimônio natural da Humanidade (UNESCO), 3º destino mais visitado por turistas, além

Leia mais

Entrevista Como é o trabalho desenvolvido pelo Departamento? Quantos Fóruns Permanentes de Micro e Pequenas empresas existem hoje?

Entrevista Como é o trabalho desenvolvido pelo Departamento? Quantos Fóruns Permanentes de Micro e Pequenas empresas existem hoje? Entrevista A diretora do Departamento de Micro, Pequenas e Médias Empresas do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Cândida Cervieri, foi entrevistada pelo Informativo RENAPI.

Leia mais

ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO

ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO MTUR/DEAOT/CGQT Campinas, 20 de março de 2010 ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO POLÍTICAS DE INCENTIVO AO TURISMO NORMATIZAÇÃO DE CAMPINGS COPA DO MUNDO E OLIMPÍADAS REGISTRO

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. R E S O L V E: I DA CONCEITUAÇÃO

RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. R E S O L V E: I DA CONCEITUAÇÃO RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO, no

Leia mais

INTERNACIONALIZAÇÃO E COMPETITIVIDADE BELO HORIZONTE

INTERNACIONALIZAÇÃO E COMPETITIVIDADE BELO HORIZONTE INTERNACIONALIZAÇÃO E COMPETITIVIDADE BELO HORIZONTE EXPORTAR É UM MOVIMENTO NATURAL DE CRESCIMENTO EXISTEM MAIS DE 200 PAÍSES ESPERANDO PELO SEU PRODUTO A EXPORTAÇÃO ABRE UM UNIVERSO DE OPORTUNIDADES

Leia mais

ÍNDICE. Sumário. Apoios. Media Partners. Dados Gerais. Conferência. Expositores. Visitantes. Campanha de Marketing. Mídia Espontânea.

ÍNDICE. Sumário. Apoios. Media Partners. Dados Gerais. Conferência. Expositores. Visitantes. Campanha de Marketing. Mídia Espontânea. ÍNDICE Sumário Apoios Media Partners Dados Gerais Conferência Expositores Visitantes Campanha de Marketing Mídia Espontânea Imagens 2 Sumário O Evento A 7ª Edição da BRASIL OFFSHORE - Feira e Conferência

Leia mais

Este briefing contém atividades que deverão ser desenvolvidas durante o convênio supracitado.

Este briefing contém atividades que deverão ser desenvolvidas durante o convênio supracitado. Briefing Prestação de Serviços de Comunicação e Marketing para o Instituto Nacional do Plástico Programa de Incentivo à Exportação Think Plastic Brazil Introdução Este briefing propõe e organiza as ações

Leia mais

368 municípios visitados

368 municípios visitados TURISTAS INTERNACIONAIS 60,3% visitaram o Brasil pela primeira vez 91,4 % Copa como o principal motivo da viagem 83% o Brasil atendeu plenamente ou superou suas expectativas 95% tem intenção de retornar

Leia mais

PROJETO: 8 - AMPLIAÇÃO DA REDE HOTELEIRA PARA COPA DO MUNDO 2014.

PROJETO: 8 - AMPLIAÇÃO DA REDE HOTELEIRA PARA COPA DO MUNDO 2014. PROJETO: 8 - AMPLIAÇÃO DA REDE HOTELEIRA PARA COPA DO MUNDO 2014. Objetivo: Acompanhar trabalhos de ampliação do número de leitos na rede hoteleira na cidade de Curitiba. Justificativa: A cidade de Curitiba

Leia mais

A Agência é responsável pela captação de negócios, orientação aos investidores, gestão de incentivos estaduais e apoio ao comércio exterior.

A Agência é responsável pela captação de negócios, orientação aos investidores, gestão de incentivos estaduais e apoio ao comércio exterior. A Agência é responsável pela captação de negócios, orientação aos investidores, gestão de incentivos estaduais e apoio ao comércio exterior. Ainda articula ações específicas na estruturação de cadeia produtivas

Leia mais

Rede de Responsabilidade Social Empresarial pela Sustentabilidade

Rede de Responsabilidade Social Empresarial pela Sustentabilidade Rede de Responsabilidade Social Empresarial pela Sustentabilidade Existe a compreensão evidente por parte das lideranças empresariais, agentes de mercado e outros formadores de opinião do setor privado

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org De 27 de janeiro a 1º fevereiro de 2009 Belém Pará Brasil Pan-Amazônia O que é o Fórum Social Mundial?

Leia mais

1ª Avaliação Parlamentar Copa do Mundo 2014. Logística

1ª Avaliação Parlamentar Copa do Mundo 2014. Logística 1ª Avaliação Parlamentar Copa do Mundo 2014 Logística Economia Brasileira Gráfico 1 Crescimento Econômico Brasileiro e Mundial PIB 2002 a 2016 (em %) 8,0 6,0 4,0 2,0 0,0-2,0 7,5 61 6,1 5,7 4,6 5,3 5,2

Leia mais

35ª Reunião do CAMARA SETORIAL DA CADEIA PRODUTIVA DA CACHAÇA

35ª Reunião do CAMARA SETORIAL DA CADEIA PRODUTIVA DA CACHAÇA 35ª Reunião do CAMARA SETORIAL DA CADEIA PRODUTIVA DA CACHAÇA Brasília, 22 de outubro de 2013 Convênio SENAC-SP - curso de formação do Sommelier especializado em Cachaças Capacitar Sommeliers com ênfase

Leia mais

Veja aqui como podemos ajudar você a expandir seus negócios internacionais

Veja aqui como podemos ajudar você a expandir seus negócios internacionais Veja aqui como podemos ajudar você a expandir seus negócios internacionais Quem somos? 12 anos de parceria A BM&A é uma associação sem fins lucrativos, com sede em São Paulo, que foi fundada em Julho de

Leia mais

1. Introdução. 2. Objetivo

1. Introdução. 2. Objetivo Termos de Referência (TDR) para a contratação de um consultor individual (CI) ou consultoria para o componente 2: " Benchmarking de regulamentações para produtos químicos" do projeto "Estratégia Regional

Leia mais

III PRÊMIO PARAÍBA ABRAÇA ODM

III PRÊMIO PARAÍBA ABRAÇA ODM III PRÊMIO PARAÍBA ABRAÇA ODM Faça parte desse abraço A Fundação Solidariedade ponto focal do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento,braço social do Sistema Correio de Comunicação, é uma Associação

Leia mais

Política de Patrocínio

Política de Patrocínio SUMÁRIO APRESENTAÇÃO...02 1. OBJETIVO INSTITUCIONAL...03 2. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS...04 3. LINHAS DE ATUAÇÃO...05 3.1 Projetos prioritários...05 3.2 Projetos que não podem ser patrocinados...05 4. ABRANGÊNCIA...06

Leia mais

Carta de São Paulo 1º FEIRATUR Feira Nacional de Turismo Rural

Carta de São Paulo 1º FEIRATUR Feira Nacional de Turismo Rural Carta de São Paulo 1º FEIRATUR Feira Nacional de Turismo Rural No período compreendido entre os dias 16 e 19 do mês de setembro de 2004, realizou-se a Primeira Feira Nacional do Turismo Rural - 1º FEIRATUR,

Leia mais

RETRATO DO TURISMO RURAL PELO SEBRAE NACIONAL

RETRATO DO TURISMO RURAL PELO SEBRAE NACIONAL RETRATO DO TURISMO RURAL PELO SEBRAE NACIONAL PEC Nordeste - 2015 Evelynne Tabosa dos Santos Gestora Estadual do Programa de Turismo do Ceará TURISMO NO BRASIL - HISTÓRICO Atividade presente na Constituição

Leia mais

Estudos e projetos para o Oceanário de Salvador. Categoria Valorização e gestão de atrativos turísticos e criação de novos produtos

Estudos e projetos para o Oceanário de Salvador. Categoria Valorização e gestão de atrativos turísticos e criação de novos produtos Componente 1 Título da Ação Estratégia de Produto Turístico Item 1.4 Objetivos Estudos e projetos para o Oceanário de Salvador Categoria Valorização e gestão de atrativos turísticos e criação de novos

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

Plano Aquarela 2020. Promoção Internacional do Turismo do Brasil Estratégia e Plano de Ação 2012. Porto Alegre, 28 de maio de 2012

Plano Aquarela 2020. Promoção Internacional do Turismo do Brasil Estratégia e Plano de Ação 2012. Porto Alegre, 28 de maio de 2012 Plano Aquarela 2020 Promoção Internacional do Turismo do Brasil Estratégia e Plano de Ação 2012 Porto Alegre, 28 de maio de 2012 EMBRATUR - Estrutura Organizacional Presidência Diretoria de Mercados Internacionais

Leia mais

FACIM Feira Internacional de Maputo

FACIM Feira Internacional de Maputo FACIM Feira Internacional de Maputo 50ª Edição 25 a 31 de Agosto de 2014 1. Sobre a FACIM Feira Internacional de Maputo A FACIM é uma feira multisetorial com periodicidade anual, e constitui o maior evento

Leia mais

FORMULÁRIO DAS AÇÕES DE EXTENSÃO

FORMULÁRIO DAS AÇÕES DE EXTENSÃO Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Proppex Supervisão de Extensão 1. IDENTIFICAÇÃO DA ORIGEM FORMULÁRIO DAS AÇÕES DE EXTENSÃO 1.1. TÍTULO: Viagens de Estudos e Visitas Técnicas Internacionais

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Dois temas centrais foram selecionados para o debate na conferência de 2012:

APRESENTAÇÃO. Dois temas centrais foram selecionados para o debate na conferência de 2012: Comércio + Sustentável APRESENTAÇÃO A Rio+20, como é chamada a Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, vai ser realizada no Rio de Janeiro em junho de 2012. Exatos vinte anos

Leia mais

Ana possui uma promissora. Ambiente virtual para inovar

Ana possui uma promissora. Ambiente virtual para inovar Ambiente virtual para inovar Secti lança Portal Paraense de Inovação para conectar atores estratégicos e aumentar investimento em inovação no Pará Por Igor de Souza Ana possui uma promissora empresa de

Leia mais

A ABEMD trabalha para incentivar, valorizar, desenvolver e difundir o Marketing Direto no Brasil.

A ABEMD trabalha para incentivar, valorizar, desenvolver e difundir o Marketing Direto no Brasil. A ABEMD, Associação Brasileira de Marketing Direto, é uma entidade civil, sem fins lucrativos, fundada em 1976 e constituída por pessoas jurídicas e físicas interessadas na aplicação de estratégias e técnicas

Leia mais

A POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO PRODUTIVO DO GOVERNO FEDERAL E A MACROMETA DE

A POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO PRODUTIVO DO GOVERNO FEDERAL E A MACROMETA DE A POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO PRODUTIVO DO GOVERNO FEDERAL E A MACROMETA DE AUMENTAR O INVESTIMENTO PRIVADO EM P&D ------------------------------------------------------- 3 1. O QUE É A PDP? ----------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Estudo da Demanda Turística Internacional

Estudo da Demanda Turística Internacional Estudo da Demanda Turística Internacional Brasil 2012 Resultados do Turismo Receptivo Pontos de Coleta de Dados Locais de entrevistas - 25 Entrevistados - 31.039 15 aeroportos internacionais, que representam

Leia mais

A decolagem do turismo

A decolagem do turismo A decolagem do turismo OBrasil sempre foi considerado detentor de um enorme potencial turístico. Em 1994, no entanto, o país recebeu menos de 2 milhões de turistas internacionais, um contingente que, na

Leia mais

Dispomos de filiais em Natal/RN, bairro de Ponta Negra.

Dispomos de filiais em Natal/RN, bairro de Ponta Negra. Quem Somos? Atua há 22 anos firmada no mercado como agência especializada na negociação, planejamento, divulgação e execução das atividades turísticas. Empresa esta, devidamente cadastrada pelos órgãos

Leia mais

CONSELHEIROS EFETIVOS (2016-218)

CONSELHEIROS EFETIVOS (2016-218) Chapa: TRABALHANDO SEMPRE CONSELHEIROS EFETIVOS (2016-218) ANA CLÁUDIA ARRUDA LAPROVÍTERA SEBRAE É doutora em Desenvolvimento Urbano MDU/UFPE e mestre em Economia pela Universidade Federal de Minas Gerais-

Leia mais

Feira e Congresso da Construção Civil. Data: 05 a 08 de outubro Local: Pavilhão da Expoville - Joinville(SC) Horário: 15h às 22h

Feira e Congresso da Construção Civil. Data: 05 a 08 de outubro Local: Pavilhão da Expoville - Joinville(SC) Horário: 15h às 22h Feira e Congresso da Construção Civil Data: 05 a 08 de outubro Local: Pavilhão da Expoville - Joinville(SC) Horário: 15h às 22h APRESENTAÇÃO ÓTIMAS OPORTUNIDADES REUNIDAS EM UM AMBIENTE DE GRANDES NEGÓCIOS

Leia mais

Feira Internacional de Frutas e Derivados, Tecnologia de Processamento e Logística 08 10 de Setembro de 2009 - ( 3ª. a 5ª.) Expo Center Norte

Feira Internacional de Frutas e Derivados, Tecnologia de Processamento e Logística 08 10 de Setembro de 2009 - ( 3ª. a 5ª.) Expo Center Norte Feira Internacional de Frutas e Derivados, Tecnologia de Processamento e Logística 08 10 de Setembro de 2009 - ( 3ª. a 5ª.) Expo Center Norte Pavilhão Amarelo São Paulo BEM VINDO A FRUIT & LOG 2009! ABRINDO

Leia mais

RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012

RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Atualizado até 30/09/2011 RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012 1 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Autorizações

Leia mais

TURISMO. o futuro, uma viagem...

TURISMO. o futuro, uma viagem... TURISMO o futuro, uma viagem... PLANO NACIONAL DO TURISMO 2007-2010 OBJETIVOS Desenvolver o produto turístico brasileiro com qualidade, contemplando nossas diversidades regionais, culturais e naturais.

Leia mais

RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012

RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Atualizado até 30/09/2011 RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012 1 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Autorizações

Leia mais

Mestrados Profissionais em Segurança Pública. Documento do Workshop Mestrado Profissional em Segurança Pública e Justiça Criminal

Mestrados Profissionais em Segurança Pública. Documento do Workshop Mestrado Profissional em Segurança Pública e Justiça Criminal I- Introdução Mestrados Profissionais em Segurança Pública Documento do Workshop Mestrado Profissional em Segurança Pública e Justiça Criminal Este documento relata as apresentações, debates e conclusões

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA Autor: Jeferson Correia dos Santos ARTIGO TÉCNICO INOVAÇÃO NA GESTÃO DE PÓS-VENDAS: SETOR AUTOMOTIVO RESUMO A palavra inovação tem sido atualmente umas das mais mencionadas

Leia mais

18 de maio, 19h30. Minhas primeiras palavras são de saudação ao colega Ministro Gao Hucheng, que

18 de maio, 19h30. Minhas primeiras palavras são de saudação ao colega Ministro Gao Hucheng, que PALAVRAS DO MINISTRO ARMANDO MONTEIRO POR OCASIÃO DO JANTAR OFERECIDO PELO CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL - CHINA, COM A PRESENÇA DO MINISTRO DO COMÉRCIO DA CHINA, GAO HUCHENG 18 de maio, 19h30. Minhas primeiras

Leia mais

FECOMÉRCIO FALTOU NO CLIPPING VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA: CIDADES

FECOMÉRCIO FALTOU NO CLIPPING VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA: CIDADES FECOMÉRCIO FALTOU NO CLIPPING VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA: CIDADES VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA: LISTZ MADRUGA VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA:

Leia mais

Está vedada a participação das empresas e instituições que tenham sido vencedoras regionais e nacionais no Prêmio FINEP de Inovação 2009.

Está vedada a participação das empresas e instituições que tenham sido vencedoras regionais e nacionais no Prêmio FINEP de Inovação 2009. Regulamento O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, Instituições Científicas e Tecnológicas - ICTs e inventores brasileiros, desenvolvidos

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

ECONOMIA DA CULTURA. Paula Porta Assessora especial do Ministro da Cultura e Coordenadora do Prodec MINISTÉRIO DA CULTURA

ECONOMIA DA CULTURA. Paula Porta Assessora especial do Ministro da Cultura e Coordenadora do Prodec MINISTÉRIO DA CULTURA MINISTÉRIO DA CULTURA ECONOMIA DA CULTURA UM SETOR ESTRATÉGICO PARA O PAÍS Paula Porta Assessora especial do Ministro da Cultura e Coordenadora do Prodec A produção, a circulação e o consumo de bens e

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TURISMO E HOTELARIA SETEMBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TURISMO E HOTELARIA SETEMBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TURISMO E HOTELARIA SETEMBRO DE 2015 1 2 PRODUTOS De acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT) o turismo compreende as atividades realizadas

Leia mais

Observatório do Turismo

Observatório do Turismo USUS 2012 Observatório do Turismo Cidade de São Paulo Brasil Turismo no Mundo 9,0% Representatividade no PIB Mundial em 2011 US$ 6,3 TRILHÕES Movimentação Financeira em 2011 980 MILHÕES Viagens no Mundo,

Leia mais

P R O D E T U R C O N S U L T O R I A D E P R O J E T O S

P R O D E T U R C O N S U L T O R I A D E P R O J E T O S P R O D E T U R Agenda Apresentação Programas do BID PRODETUR Financiamento Projetos Casos de Sucesso Encerramento A P R E S E N T A Ç Ã O Consultoria de Projetos nasceu com o objetivo de ajudar as Prefeituras

Leia mais

FECOMÉRCIO VEÍCULO: TRIBUNA DO NORTE DATA: 10.11.15 EDITORIA: CAPA E ESPECIAL

FECOMÉRCIO VEÍCULO: TRIBUNA DO NORTE DATA: 10.11.15 EDITORIA: CAPA E ESPECIAL FECOMÉRCIO VEÍCULO: TRIBUNA DO NORTE DATA: 10.11.15 EDITORIA: CAPA E ESPECIAL VEÍCULO: TRIBUNA DO NORTE DATA: 10.11.15 COMENTÁRIOS EDITORIA: NOTAS E VEÍCULO: PORTAL NO AR/BLOG FATOR RRH DATA: 09.11.15

Leia mais

Ações com profissionais de turismo (Blogueiros e Agentes de Viagem) Fam Tours Press Trips Notícias

Ações com profissionais de turismo (Blogueiros e Agentes de Viagem) Fam Tours Press Trips Notícias Embarque na Viagem Seu portal de Turismo, Lazer, Entretenimento e Gastronomia. Media Kit Redes Sociais Palestras Viagens de inspeção Publicidade Difenciada Ações com profissionais de turismo (Blogueiros

Leia mais

TERMO DE ADESÃO. Para participação em Projetos de Promoção de Exportação

TERMO DE ADESÃO. Para participação em Projetos de Promoção de Exportação TERMO DE ADESÃO Para participação em Projetos de Promoção de Exportação A empresa..., de CNPJ n.º..., por seu(s) representante(s) legal(is), adere ao projeto BRAZILIAN PUBLISHERS, proposto à APEX-Brasil

Leia mais

Resumo do Estudo da Oxford Economics sobre o Impacto Econômico do projeto Hub Nordeste Brasil, encomendado pelo Grupo LATAM

Resumo do Estudo da Oxford Economics sobre o Impacto Econômico do projeto Hub Nordeste Brasil, encomendado pelo Grupo LATAM Resumo do Estudo da Oxford Economics sobre o Impacto Econômico do projeto Hub Nordeste Brasil, encomendado pelo Grupo LATAM Data da divulgação do estudo 17/09/2015 CONTEXTO A consultoria Oxford Economics,

Leia mais

www.idestur.org.br - info@idestur.org.br

www.idestur.org.br - info@idestur.org.br ROTEIROS PAULISTAS DE TURISMO EQUESTRE O Turismo Eqüestre que tem nos eqüídeos o principal atrativo ou, pelo menos, uma das principais motivações, já é reconhecido em diferentes países como um importante

Leia mais

NOSSA MISSÃO NOSSA ASPIRAÇÃO NOSSOS CLIENTES

NOSSA MISSÃO NOSSA ASPIRAÇÃO NOSSOS CLIENTES NOSSA MISSÃO Estimular e apoiar as organizações para o desenvolvimento e evolução de sua gestão, por meio da disseminação dos Fundamentos e Critérios de Excelência, para que se tornem sustentáveis, cooperativas

Leia mais

GASTRONOMIA SUSTENTÁVEL - PARATY. Oficina de Planejamento 2010-2012

GASTRONOMIA SUSTENTÁVEL - PARATY. Oficina de Planejamento 2010-2012 GASTRONOMIA SUSTENTÁVEL - PARATY Oficina de Planejamento 2010-2012 Paraty, agosto de 2010 Objetivo da oficina Elaborar o Direcionamento Estratégico da Gastronomia Sustentável de Paraty para os próximos

Leia mais

1. LAhotels apresenta planos e estratégias para o Brasil

1. LAhotels apresenta planos e estratégias para o Brasil 1. LAhotels apresenta planos e estratégias para o Brasil 30/07/2009 Brasilturis Online Online Invest Tur LAhotels apresenta planos e estratégias para o Brasil30/07/2009 Ir para a lista de matérias André

Leia mais